O Desempenho do ISS após a L/C 116/03

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Desempenho do ISS após a L/C 116/03"

Transcrição

1 O Desempenho do ISS após a L/C 116/03 Sancionada em 2003, no início do mandato do Presidente Lula, a Lei Complementar nº. 116 foi festejada até como pilar de sustentação financeira dos s, graças ao significativo aumento do número de atividades alcançadas pelo Imposto Sobre Serviços ISS, que passava, segundo a imprensa, "de cem para mais de quatrocentas prestações de serviços". Na verdade, o crescimento real de atividades foi de 100 para 193 atividades, sendo a mais significativa o melhor detalhamento dos serviços bancários, os quais, se já deviam sofrer a tributação, eram constantemente derrubados na Justiça, por conta da obtusa taxatividade da lista de serviços. Os demais, pouco acrescentam em aumento de receita, como, por exemplo, serviços de chaveiro e confecção de carimbos, serviços de museologia, artistas, manequins e meteorologia. Outros serviços incluídos na L/C 116/03, que poderiam, realmente, agregar valores na arrecadação, como os serviços de correios e de cartórios, estão sendo contestados e derrubados na Justiça. Ao contrário, o veto às locações de bens móveis representou uma substancial e grave perda de arrecadação, não só das verdadeiras atividades econômicas de locação de bens móveis, mas, também, do surgimento da simulada estratégia adotada em alguns setores, a transformar de forma "mandrakiana" contratos de empreitada ou de prestações de serviços em contratos de locação de bens móveis. Ao mesmo tempo em que a L/C 116/03 perdeu substância ao ficar repetindo normas já integrantes do Código Tributário Nacional, tais como a responsabilidade tributária, omitiu-se em relação aos pontos cruciais geradores de conflitos entre o ISS, ICMS e IPI, relativos aos chamados serviços por encomenda. Uma grande oportunidade foi perdida e tal fato mantém ainda uma significativa evasão de receita aos s. Com tudo isso, a receita do ISS a partir da vigência da L/C 116/03 não registrou, na média, os esperados e alardeados aumentos de impacto, embora tenha apresentado um crescimento superior ao que vinha registrando antes da nova lei, conforme demonstram os números abaixo: Exercício do ISS Aumento Aumento per (R$ nominal real * capita ,76% 5,07% 56, ,52% 5,10% 78, ,88% 17,68% 82,72 Fonte: Secretaria do Tesouro Nacional Finbra (*) Índice utilizado: IGPM. Importante: Os números acima não representam a totalidade dos s brasileiros, pois muitos não informaram seus dados à Secretaria do Tesouro Nacional. Os dados de 2003 são

2 referentes a s (população: ); os dados de 2004 e 2005 são referentes a s (população: em 2004 e em 2005). Tal fato distorce a apuração da per capita. O desempenho dos s Sob o crivo de uma análise global, o desempenho dos s em relação ao ISS continua sofrível, apesar do crescimento real médio. Dos s brasileiros, nada menos que tiveram, em 2005, receita inferior a R$100 mil ao ano, de ISS, ou seja, 62,7% do universo. Desses, não tiveram receita alguma, ou atingiram uma arrecadação inferior a R$10 mil ao ano. O motivo, evidente, não se refere a qualquer inovação legislativa, mas, principalmente, à carência econômica de suas regiões. Temos, também, que considerar a incapacidade arrecadatória de grande parcela dos nossos s. Apesar de não existir estatística a respeito, não duvidamos em afirmar que, pelo menos, 50% dos s não possuem quadro fiscal em suas Prefeituras. De qualquer forma, observou-se uma melhora de receita na média e na mediana dos s, de 2004 para 2005: Exercício Média Cresc. Mediana Cresc , , ,51 24,9% ,98 102,45% A média acima se relaciona com a receita total arrecadada e a mediana demonstra que 50% dos s arrecadaram até os valores acima. Assim, observa-se que, em 2005, a média de arrecadação do ISS atingiu R$2,960 milhões, mas 50% dos s obtiveram uma receita de até R$ 98,652 mil ao ano. Abaixo, o quadro geral apresenta os valores que dividem a amostra dos s em dez partes iguais: % , , , , , , , , , , , , , , , , , ,00

3 , , , ,30 Observação: a amostra se refere a s que apresentaram informações ao Finbra. Verifica-se que, em 2004, 10% dos s nada arrecadaram de ISS, mas, já apresentaram valores em 2005, sinal que um razoável número de pequenos s introduziu mecanismos de cobrança do imposto, o que antes praticamente inexistia. Deve-se, porém, levar em conta que s deixaram de prestar informações ao Finbra, o que nos leva a concluir que o percentual citado deve ser superior ao da amostra. Neste aspecto, deve-se apontar o trabalho que os Tribunais de Contas passaram a realizar nos últimos anos, de fiscalizar, também, as receitas tributárias, quando antes a fiscalização era restrita às despesas. Após a Lei de Responsabilidade Fiscal a maioria dos tribunais apura se os s estão, realmente, instituindo e cobrando os seus tributos. Este trabalho ajuda a desmontar o comodismo e as flagrantes renúncias de receitas que ainda existem no Brasil. Na outra ponta do quadro, verifica-se que 10% dos s registraram receitas de ISS superiores a R$1,073 Milhão, em 2004, e R$1,705 Milhão, em 2005, um crescimento na ordem de 58,9% de um ano para outro. Em outras palavras, 435 s lograram atingir o valor de R$ 1,705 milhão de receita em ISS, em Abaixo, os dez maiores s em arrecadação do ISS: Crescimento São Paulo , ,69 21,27 Rio de Janeiro , ,75 13,56 Curitiba , ,19 13,99 Belo Horizonte , ,93 13,68 Porto Alegre , ,19 15,73 Salvador , ,22 15,27 Recife , ,87 15,87 Campinas , ,03 16,89 Manaus , ,30 25,49 Goiânia , ,14 31,59 Dos s acima, merece registro o notável crescimento na arrecadação de Goiânia e se não fosse o excelente desempenho de Manaus, a capital de Goiás teria alcançado a nona classificação. A Cidade de São Paulo mantém sua tradicional posição de maior do Brasil, devendo ressaltar o valor per

4 capita atingido em 2005, de R$ 287, 69, o maior entre os dez primeiros. Embora possua uma gigantesca população ( habitantes), a capital paulista exerce um eficiente trabalho de arrecadação graças, sobretudo, à estrutura fiscal que possui, exemplo para muitos s. O grupo logo abaixo dos dez maiores merece registro: Crescimento Fortaleza , ,96 22,00 Barueri n/d n/d ,82 n/d Vitória , ,64 27,64 Santos , ,31 17,81 São Bernardo do Campo , ,23-4,19 São Luiz , ,87 31,23 Belém , ,02 18,19 São José dos Campos , ,77 12,62 Guarulhos , ,64 23,33 Macaé , ,32 23,37 São Caetano do Sul , ,67 10,53 Santo André n/d n/d ,30 n/d Natal , ,31 22,83 Campo Grande n/d n/d ,46 n/d Duque de Caxias , ,50 15,37 Niterói , ,30 5,03 Florianópolis , ,52 18,19 Osasco , ,21 10,13 Cuiabá , ,05 18,40 Jundiaí , ,73 20,75 Os s de São Luiz e Vitória dão mais uma demonstração da excelência de seus quadros, com grande desempenho no aumento da arrecadação do ISS. Todos sabem que este imposto, ao contrário do IPTU, depende sobremaneira da atuação fiscal, principalmente no acompanhamento dos pagamentos antecipados dos contribuintes que precisam ser homologados. Os quadros fiscais das duas capitais já são reconhecidos e respeitados em todo país pela capacitação e profissionalismo no exercício de suas atividades. Destacam-se, também, os s de Macaé, Guarulhos, Natal, Fortaleza e Jundiaí, em vista dos expressivos aumentos na receita em Surpreende a queda na arrecadação de São Bernardo do Campo, pressupondo ser um erro de informação ou a perda repentina de um importante contribuinte. Niterói teve, também, um modesto desempenho, registrando acanhado crescimento em relação aos demais. Com

5 isso, Florianópolis, que já ultrapassou Osasco, aproximou-se velozmente de Niterói. Temos aqui a considerar que o maior motivo do aumento na arrecadação do ISS das grandes cidades não foi a ampliação da lista de serviços. O motivo maior foi a modernização do sistema de arrecadação, aliado à introdução legislativa de estabelecer a obrigatoriedade da retenção do imposto na fonte pagadora. A retenção não é novidade, já poderia ter sido estabelecida nas leis municipais, mas, de fato, os termos da L/C 116/03 "acordou" os legisladores municipais. Outro fato incontestável é a permanente preocupação em melhor capacitar os seus quadros. Tendo por justificativa as "inovações" da nova lei, os administradores acabaram por aceitar a tese de que deveriam criar oportunidades de treinamento de seus quadros, um pedido insistente de uma jovem e atuante parcela da fiscalização. E com isso, conseguiram, também, quebrar a resistência de um pequeno, mas representativo grupo de Fiscais, que se julgavam sabedores de tudo, sem necessidade de perder tempo com reciclagem de conhecimentos. Apresentamos, abaixo, o desempenho dos s que ficaram de 31º a 50º lugar na arrecadação do ISS em 2005: Cresc. Santana de Parnaíba , ,07 10,30 Maceió , ,35 28,95 Sorocaba , ,11 24,15 Ribeirão Preto , ,07 10,30 Aracaju n/d n/d ,81 n/d Canoas , ,28 25,66 João Pessoa , ,30 4,17 Uberlândia , ,23 17,56 Londrina , ,73 25,20 Hortolândia , ,83 11,07 Caxias do Sul , ,58 11,01 Joinville , ,90 19,14 Juiz de Fora , ,62 17,81 Guarujá , ,83 12,56 Piracicaba , ,78 15,79 Cotia , ,95 9,50 Teresina , ,58 20,78 Parauapebas , ,51 5,62 Vila Velha , ,60 27,33 Roberto Tauil abril de 2007.

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

A Importância do Fortalecimento Fiscal dos Municípios

A Importância do Fortalecimento Fiscal dos Municípios A Importância do Fortalecimento Fiscal dos Municípios Maria Cristina Mac Dowell Diretora-Geral Adjunta Escola de Administração Fazendária Esaf/MF maria-macdowell.azevedo@fazenda.gov.br macdowell.azevedo@fazenda.gov.br

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Seminário Internacional sobre Tributação Imobiliária FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Maria Cristina Mac Dowell maria-macdowell.azevedo@fazenda.gov.br

Leia mais

Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014. PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 3156-1353 CONJUGADO COMPLETO 17 3156-1353

Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014. PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 3156-1353 CONJUGADO COMPLETO 17 3156-1353 Agenda de Treinamento de Produtos para Corretores - Matriz - 2014 PRODUTO julho Agosto Setembro AUTO 13 CONJUGADO COMPLETO 17 CONJUGADO AVANÇADO SAÚDE - COMPLETO 27 VIDA 20 10 SAÚDE PME GARANTIA RESIDENCIAL

Leia mais

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para:

PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013. Preparado com exclusividade para: PESQUISA REFEIÇÃO ASSERT Preço Médio 2013 Preparado com exclusividade para: Pesquisa Refeição Assert Preço Médio 2013 Introdução Objetivo Metodologia/Amostra Contexto Inflacionário Cenário Os preços das

Leia mais

Censo Demográfico - 2000 : Educação: Resultados da Amostra

Censo Demográfico - 2000 : Educação: Resultados da Amostra Comunicação Social 02 de dezembro de 2003 Censo Demográfico - 2000 : Educação: Resultados da Em 2000, 5,8 milhões de brasileiros de 25 anos ou mais de idade tinham o curso superior concluído e proporção

Leia mais

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer Tudo começou a partir do sonho de desenvolver uma marca sólida e de personalidade única no cenário carioca, com o objetivo de fornecer lazer e bem estar. E foi com essa ideia na cabeça que em 2004 foi

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1 AC Rio Branco Cerest Estadual (68) 3223-4266 cerest.saude@ac.gov.br AL Maceió Cerest Estadual (82) 3315-2759 (82) 3315-3920 cerest@saude.al.gov.br AL Maceió Cerest Regional (82) 3315-5260 cerest@sms.maceio.al.gov.br

Leia mais

O Desempenho do IPTU em 2010

O Desempenho do IPTU em 2010 O Desempenho do IPTU em 2010 A receita global de IPTU no exercício de 2010 teve um aumento real de 17,2% em relação ao ano de 2009, conforme se verifica abaixo: Exercício Receita Total (R$ Mil) Crescimento

Leia mais

ÓRGÃO: JUSTIÇA FEDERAL

ÓRGÃO: JUSTIÇA FEDERAL ÓRGÃO: JUSTIÇA FEDERAL Programa: 0569 - PRESTAÇÃO JURISDICIONAL NA JUSTIÇA FEDERAL Objetivo: Garantir pleno exercício do direito por meio da prestação dos serviços jurisdicionais, observando o disposto

Leia mais

RELATÓRIO DE MARKETING DIGITAL. PERÍODO DE REFERÊNCIA Março/2014 a Setembro/2014

RELATÓRIO DE MARKETING DIGITAL. PERÍODO DE REFERÊNCIA Março/2014 a Setembro/2014 RELATÓRIO DE MARKETING DIGITAL PERÍODO DE REFERÊNCIA Março/2014 a Setembro/2014 CLIENTE: Expotáxi RJ MÍDIA: FACEBOOK Análise Final + de 4000 envolvidos 160 fãs + de 500 curtidas, compartilhamentos e comentários

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 A potencialidade de consumo dos brasileiros deve chegar a R$ 3,730 trilhões neste ano, ao mesmo tempo em que revela significativo aumento dos

Leia mais

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Araxá Araguaína R$ 20,00 Araxá Barcelos R$ 25,00 Araxá

Leia mais

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros > Lia Hasenclever (IE/UFRJ) 10º Encontro da ReINC 08 e 09 de novembro de 2007 Grupo

Leia mais

As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado

As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado imobiliário) Experiente, inovadora, diversificada Assim é a Rossi.

Leia mais

Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País

Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País Estudo revela lentidão nos avanços do atendimento voltado à água e esgotos, além de mostrar

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Duração: Janeiro à Dezembro 2013

FICHA TÉCNICA. Duração: Janeiro à Dezembro 2013 FICHA TÉCNICA Duração: Janeiro à Dezembro 2013 Mecânica: os distribuidores serão divididos em 4 grupos levando em consideração faturamento total da distribuidora (PV + GV) 1 2 Belo Horizonte, Brasília,

Leia mais

Regulamento Oferta Internet para celular SEM FIDELIZAÇÃO

Regulamento Oferta Internet para celular SEM FIDELIZAÇÃO Oi MÓVEL S.A., no Setor Comercial Norte, quadra 03, Bloco A, Ed. Estação Telefônica Térreo Parte 2, Brasília, inscrita no CNPJ sob o nº 05.423.963/0001-11, doravante denominada simplesmente Oi oferece

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

Seleção Territorial Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra Classificação 2010

Seleção Territorial Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra Classificação 2010 Posição Nome do Município Estado Região RM, RIDE ou Aglomeração Urbana 1 Salvador BA Nordeste RM Salvador 2 Maceió AL Nordeste RM Maceió 3 Rio de Janeiro RJ Sudeste RM Rio de Janeiro 4 Manaus AM Norte

Leia mais

Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais

Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais 1 São Paulo, 06 de julho de 2009. NOTA À IMPRENSA Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais Em junho, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, realizada pelo DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

SP 15/03/82 NT 080/82. O Uso dos Semáforos no Brasil. Eng.º José Ernesto Lima Gonçalves

SP 15/03/82 NT 080/82. O Uso dos Semáforos no Brasil. Eng.º José Ernesto Lima Gonçalves SP 15/03/82 NT 080/82 O Uso dos Semáforos no Brasil Eng.º José Ernesto Lima Gonçalves Existe uma relação intuitiva entre o tamanho das cidades e o número de semáforos nelas instalados. Para a maioria das

Leia mais

Relatório de Despesas Mensais com Publicidade 2011 Janeiro

Relatório de Despesas Mensais com Publicidade 2011 Janeiro Mídia Relatório de Despesas Mensais com Publicidade 2011 Janeiro TV R$ 7.539.818,25 de encartes R$ 571.021,04 RÁDIO R$ 0,00 kit para imprensa R$ 8.535,80 R$ 686.316,83 Vídeo de treinamento 3' R$ 39.645,00

Leia mais

PERFIL CORPORATIVO FOCO NO CLIENTE. Sustentabilidade econômica e sócioambiental. Expansão da base geográfica RELACIONAMENTO

PERFIL CORPORATIVO FOCO NO CLIENTE. Sustentabilidade econômica e sócioambiental. Expansão da base geográfica RELACIONAMENTO PERFIL CORPORATIVO P Banco múltiplo privado com 20 anos de experiência no mercado financeiro P Sólida estrutura de capital e administração conservadora P Atuação em operações: Ativas Passivas Crédito Imobiliário

Leia mais

PERFIL CORPORATIVO S E R V I Ç O S C R É D I T O. Crédito Imobiliário. Conta Corrente Digital Intermedium. Crédito Pessoal. Seguros.

PERFIL CORPORATIVO S E R V I Ç O S C R É D I T O. Crédito Imobiliário. Conta Corrente Digital Intermedium. Crédito Pessoal. Seguros. 3 trimestre de 2015 PERFIL CORPORATIVO Banco múltiplo privado com 21 anos de experiência no mercado financeiro. Sólida estrutura de capital e administração conservadora. Atuação em operações de: Core Business

Leia mais

Relatório de Despesas Mensais com Publicidade 2011 Janeiro

Relatório de Despesas Mensais com Publicidade 2011 Janeiro Relatório de Despesas Mensais com Publicidade 2011 Janeiro TV R$ 7.539.818,25 de encartes R$ 571.021,04 RÁDIO R$ 0,00 kit para imprensa R$ 8.535,80 R$ 686.316,83 Vídeo de treinamento 3' R$ 39.645,00 REVISTA

Leia mais

CONTRATOS TV POR ASSINATURA

CONTRATOS TV POR ASSINATURA CONTRATOS TV POR ASSINATURA CIDADE LOCAL DE Nº DE DATA DE AMERICANA SP Oficial de Registro de Títulos e Documentos de Americana - SP 233339 28/12/2007 ANAPOLIS GO 2º Ofício de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Locacao de Bens Moveis

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Locacao de Bens Moveis Locacao 03/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Lei Complementar 116/2003... 3 3.2. Mensagem 362/2003... 4 3.3.

Leia mais

NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica

NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica O Problema A NFS-e possui vários layouts de Integração; Não há padronização; Não há um cronograma para adoção/alteração de layouts; Poucos municípios seguem o modelo

Leia mais

Redução do preço de alimentos básicos continua pelo terceiro mês

Redução do preço de alimentos básicos continua pelo terceiro mês 1 São Paulo, 04 de agosto de 2010. NOTA À IMPRENSA Redução do preço de alimentos básicos continua pelo terceiro mês Desde maio, na maioria das capitais onde é realizada mensalmente a Pesquisa Nacional

Leia mais

NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS

NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS www.nwadv.com.br NELSON WILIANS ADVOGADOS ASSOCIADOS CNPJ UF Cidade CNPJ SP São Paulo 03.584.647/0001-04 PR Londrina 03.584.647/0002-87 RJ Rio de Janeiro 03.584.647/0003-68 DF Brasília 03.584.647/0004-49

Leia mais

SUPER COTAÇÃO EMPRESARIAL

SUPER COTAÇÃO EMPRESARIAL REGULAMENTO DA CAMPANHA DE COMISSÃO ADICIONAL SUPER COTAÇÃO EMPRESARIAL TOKIO MARINE SEGURADORA S/A (TMS), inscrita no CNPJ sob o nº 33.164.021/0001-00 e TOKIO MARINE BRASIL SEGURADORA S/A (TMB), inscrita

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA Técnico Bancário Novo AC Cruzeiro do Sul 1618 CR* Técnico Bancário Novo AC Rio Branco 6648 CR * Técnico Bancário Novo AC Sena Madureira 1065 CR* Técnico Bancário Novo AL Maceió 22524 CR * Técnico Bancário

Leia mais

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP Momento Econômico Atual Indicadores Econômicos Taxa de Desemprego (média) Medo Desemprego 11,5% 97,50

Leia mais

ESTUDOS FISCAIS: ESTIMATIVAS DA PARTICIPAÇÃO DOS ENTES DA FEDERAÇÃO NO BOLO TRIBUTÁRIO

ESTUDOS FISCAIS: ESTIMATIVAS DA PARTICIPAÇÃO DOS ENTES DA FEDERAÇÃO NO BOLO TRIBUTÁRIO ESTUDOS FISCAIS: ESTIMATIVAS DA PARTICIPAÇÃO DOS ENTES DA FEDERAÇÃO NO BOLO TRIBUTÁRIO Estimativas preliminares realizadas pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que ainda podem ser alteradas

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social As inscrições para o concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social INSS estarão abertas no período de 12 de agosto a 13 de setembro. São 300 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social, sendo

Leia mais

A Escola de Negócios de Alagoas.

A Escola de Negócios de Alagoas. A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada em 2009 com o objetivo de ser uma sólida opção para a formação e desenvolvimento de pessoas com foco na preparação

Leia mais

Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas

Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas 1 São Paulo, 04 de novembro de 2015. NOTA à IMPRENSA Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas Em outubro, entre as 18 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

Índice DMI-VivaReal aponta Curitiba e Florianópolis como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel

Índice DMI-VivaReal aponta Curitiba e Florianópolis como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel Índice DMI-VivaReal aponta Curitiba e Florianópolis como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel Análise realizada em 15 cidades mostra que em nove delas houve variação de preços acima

Leia mais

ESCOLA DE GOVERNO ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS

ESCOLA DE GOVERNO ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS ESCOLA DE GOVERNO ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS 13/10/2015 Natalina Ribeiro ORÇAMENTO PÚBLICO O Orçamento Público é um dos principais instrumentos de planejamento das políticas de governo. Histórico do

Leia mais

DIAGNÓSTICO SOBRE A ESTRUTURA E A LOGÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA MUNICIPAL

DIAGNÓSTICO SOBRE A ESTRUTURA E A LOGÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA MUNICIPAL DIAGNÓSTICO SOBRE A ESTRUTURA E A LOGÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA MUNICIPAL APE Ivan Carlos Almeida dos Santos Tribunal de Contas do Estado do RS Distribuição dos Municípios Gaúchos por Faixas Habitacionais

Leia mais

PLP 448/2014 Posicionamento dos Municípios

PLP 448/2014 Posicionamento dos Municípios PLP 448/2014 Posicionamento dos Municípios Projeto de Lei Complementar nº 448, de 2014 (PLP 448/2014), que altera a Lei Complementar nº 123/2006 (LC 123/2006), atualmente apensado ao PLP nº 25/2007. Tramita

Leia mais

Em janeiro, preço da cesta só cai em duas capitais

Em janeiro, preço da cesta só cai em duas capitais 1 São Paulo, 06 de fevereiro de 2012. NOTA À IMPRENSA Em janeiro, preço da cesta só cai em duas capitais Apenas duas, das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos

Leia mais

A fórmula da Alterdata. Ladmir Carvalho

A fórmula da Alterdata. Ladmir Carvalho A fórmula da Alterdata Ladmir Carvalho Transformações expressivas ao longo do tempo 1989 A Alterdata é fundada em Petrópolis/RJ com sistemas de DP e Contabilidade 1990 Nasce a Escrita Fiscal 1991 Filial

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 512Kbps Internet Popular

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 512Kbps Internet Popular PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 512Kbps Internet Popular Plano (Denominação do Plano de Serviço) 1. Aplicação Este Plano de Serviço do Serviço de Comunicação

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda São Paulo, dezembro de 2004 Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Estado de São Paulo Outubro de 2004 Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis

Leia mais

Preços de alimentos básicos continuam em alta

Preços de alimentos básicos continuam em alta 1 São Paulo, 2 de junho de 2008. NOTA À IMPRENSA Preços de alimentos básicos continuam em alta Apenas duas, das 16 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Leia mais

PNAFM PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À GESTÃO ADMINISTRATIVA E FISCAL DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS PNAFM

PNAFM PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À GESTÃO ADMINISTRATIVA E FISCAL DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS PNAFM Ministério da Fazenda - MF Secretaria Executiva - SE Subsecretaria de Gestão Estratégica SGE Coordenação-Geral de Programas e Projetos de Cooperação COOPE PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

(continua) TABELA 1.1 Composição e População da Aglomeração Urbana (AUPOA) e Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPOA)

(continua) TABELA 1.1 Composição e População da Aglomeração Urbana (AUPOA) e Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPOA) 1 INTRODUÇÃO Este relatório consolida os principais resultados obtidos com a pesquisa sobre acidentes de trânsito nas aglomerações urbanas brasileiras pesquisa Renavam, efetuada como parte integrante do

Leia mais

O IMPACTO DOS TRIBUTOS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

O IMPACTO DOS TRIBUTOS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA TRIBUTOS CARGA TRIBUTÁRIA FLS. Nº 1 O IMPACTO DOS TRIBUTOS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA 1. - INTRODUÇÃO A fixação do preço de venda das mercadorias ou produtos é uma tarefa complexa, onde diversos fatores

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012 (Do Sr. Vaz de Lima) Altera os Anexos da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, para permitir o abatimento de parcela dedutível do valor devido mensalmente

Leia mais

COMUNICACION " B " 5905 I 24/11/95

COMUNICACION  B  5905 I 24/11/95 BANCO CENTRAL DE LA REPUBLICA ARGENTINA COMUNICACION " B " 5905 I 24/11/95 A LAS ENTIDADES FINANCIERAS: Ref.: Circular COPEX-1 Cap. III, punto 1.3. Convenios de Pagos y Creditos Reciprocos de la ALADI

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA OTIMIZANDO SEU SERVIÇO DE CALL- CENTER

EMPRESA BRASILEIRA OTIMIZANDO SEU SERVIÇO DE CALL- CENTER EMPRESA BRASILEIRA OTIMIZANDO SEU SERVIÇO DE CALL- CENTER Este documento descreve uma análise executada na infraestrutura de telecomunicações de uma corporação prestadora de serviços líder de mercado no

Leia mais

FÓRUM IPv6 CENÁRIO TIM BRASIL. Classificação de informação: Público

FÓRUM IPv6 CENÁRIO TIM BRASIL. Classificação de informação: Público FÓRUM IPv6 CENÁRIO TIM BRASIL AGENDA. Contexto IPv4 / IPv6. Desenvolvimento do IPv6. Descrição da Solução. Desafios do IPv6. Estatísticas IPv6 TIM Brasil. Estratégia de Transição IPv4 para IPv6 Contexto

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil. Portaria RFB nº 2.327, de 23 de setembro de 2009. (*)

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil. Portaria RFB nº 2.327, de 23 de setembro de 2009. (*) MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Portaria RFB nº 2.327, de 23 de setembro de 2009. (*) Institui o Concurso de Remoção de 2009, destinado a ocupantes do cargo de Auditor-Fiscal

Leia mais

PLANO DE DESCONTO LDN - Bem vindo à Alpha Nobilis- PD02

PLANO DE DESCONTO LDN - Bem vindo à Alpha Nobilis- PD02 PLANO DE DEONTO LDN - Bem vindo à Alpha Nobilis- PD02 Município de Biritiba-mirim 1. E ALPHA NOBILIS CONSULTORIA E SERVIÇOS LTDA. 2. NOME DO PLANO PD02 - Plano de desconto LDN - Bem vindo à Alpha Nobilis.

Leia mais

Outras cidades poderão ser adicionadas a lista acima, a critério da Brasil Assistência, e serão informadas no momento da compra dos serviços.

Outras cidades poderão ser adicionadas a lista acima, a critério da Brasil Assistência, e serão informadas no momento da compra dos serviços. CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA PET PLANO BÁSICO ARTIGO 1 - DEFINIÇÕES A) USUÁRIO: Entende-se por Usuário, o titular do certificado, desde que tenha residência habitual no Brasil. B) ANIMAL ASSISTIDO: Entende-se

Leia mais

- Voos: Pontos de encontro. Procurar as lideranças no local. embarque doméstico. 6:0 5 AD-5018 6:0 5 G3-2199. 6:1 Salvador, Recife, Petrolina O6-6312

- Voos: Pontos de encontro. Procurar as lideranças no local. embarque doméstico. 6:0 5 AD-5018 6:0 5 G3-2199. 6:1 Salvador, Recife, Petrolina O6-6312 Procurar as lideranças no local. Pontos de encontro - Guarulhos: Terminal, piso de embarque, em frente à entrada do portão de embarque doméstico. - AD- : Brasília G-99 : Salvador O- Salvador, Recife, Petrolina

Leia mais

ENTENDENDO A PREFEITURA

ENTENDENDO A PREFEITURA EDUCAÇÃO FISCAL Sensibilizar o cidadão para a função socioeconômica do Tributo; Facilitar e estimular o cumprimento da obrigação tributária pelo cidadão; Incentivar a sociedade a acompanhar e fiscalizar

Leia mais

CURSO SOBRE TRIBUTAÇÃO MUNICIPAL PANORAMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL

CURSO SOBRE TRIBUTAÇÃO MUNICIPAL PANORAMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL CURSO SOBRE TRIBUTAÇÃO MUNICIPAL PANORAMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL FUNÇÃO DOS TRIBUTOS FUNÇÃO FISCAL OU ARRECADATÓRIA; FUNÇÃO EXTRAFISCAL OU REGULATÓRIA NECESSIDADE ARRECADATÓRIA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS

Leia mais

Atividade Financeira do Estado

Atividade Financeira do Estado Atividade Financeira do Estado O Estado desenvolve atividades políticas, econômicas, sociais, administrativas, financeiras, educacionais, policiais, com a finalidade de regular a vida humana na sociedade,

Leia mais

ISS Guerra Fiscal Recente Evolução

ISS Guerra Fiscal Recente Evolução Recente Evolução Outubro 2013 ISS Competência Tributária: Municípios Observância às normas constitucionais e à Lei Complementar n. 116/03 CF Lei Complementar n. 116/03 Legislação Municipal ISS Lei complementar

Leia mais

Regiões Metropolitanas do Brasil

Regiões Metropolitanas do Brasil Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia IPPUR/UFRJ CNPQ FAPERJ Regiões Metropolitanas do Brasil Equipe responsável Sol Garson Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro Juciano Martins Rodrigues Regiões Metropolitanas

Leia mais

&(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6

&(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6 São Paulo, 02 de maio de 2005. &(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6 Apenas uma das 16 capitais onde o DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos realiza mensalmente a Pesquisa Nacional

Leia mais

Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas

Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas Ranking da criminalidade nos maiores municípios Paulistas Este trabalho desenvolvido pelo pesquisador estatístico José Peres Netto, cria um ranking de criminalidade nos 60 maiores municípios de São Paulo

Leia mais

Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades

Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades 1 São Paulo, 06 de novembro de 2014. NOTA À IMPRENSA Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades Em outubro, houve aumento dos preços do conjunto de bens alimentícios essenciais em 12 das 18 cidades onde

Leia mais

AlphaVille Urbanismo. Eficiência e qualidade, compromissos cumpridos. Sede - AlphaVille Urbanismo AlphaVille, São Paulo

AlphaVille Urbanismo. Eficiência e qualidade, compromissos cumpridos. Sede - AlphaVille Urbanismo AlphaVille, São Paulo AlphaVille Urbanismo Eficiência e qualidade, compromissos cumpridos Sede - AlphaVille Urbanismo AlphaVille, São Paulo História A história de um conceito de bem viver 1974 2008 História A história de um

Leia mais

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada

Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada Lote Produzidos Cidade UF Qte faturada 1400008703 BELEM PA 339 1400008703 BELO HORIZONTE MG 2.034 1400008703 BRASILIA DF 1.356 1400008703 CONGONHAS MG 54 1400008703 CUIABA MT 678 1400008703 GOIANIA GO

Leia mais

Casa UF Cidade HP FAROL AL Maceió HP JATIUCA AL Maceió SAMS MACEIO AL Maceió BP BARRA BA Salvador HP CABULA BA Salvador HP BONOCO BA Salvador HP

Casa UF Cidade HP FAROL AL Maceió HP JATIUCA AL Maceió SAMS MACEIO AL Maceió BP BARRA BA Salvador HP CABULA BA Salvador HP BONOCO BA Salvador HP Casa UF Cidade HP FAROL AL Maceió HP JATIUCA AL Maceió SAMS MACEIO AL Maceió BP BARRA BA Salvador HP CABULA BA Salvador HP BONOCO BA Salvador HP FEIRA SANTANA BA Feira de Santana HP GARIBALDI BA Salvador

Leia mais

Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano

Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano Otávio Vieira da Cunha Filho Presidente da Diretoria Executiva NTU Rio de Janeiro, 17/08/2012 1 Estrutura 1. Contexto; 2. O que

Leia mais

Núcleo Estratégico do Turismo Nacional

Núcleo Estratégico do Turismo Nacional Núcleo Estratégico do Turismo Nacional Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo Ministério do Turismo MTur Conselho Nacional de Turismo Fóruns Estaduais Câmaras Temáticas Secretaria

Leia mais

AUDITORIA GOVERNAMENTAL. Maio de 2013 Sandra Maria de Carvalho Campos

AUDITORIA GOVERNAMENTAL. Maio de 2013 Sandra Maria de Carvalho Campos AUDITORIA GOVERNAMENTAL Maio de 2013 Sandra Maria de Carvalho Campos KPMG no Mundo A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory presente

Leia mais

A QUESTÃO METROPOLITANA NO BRASIL

A QUESTÃO METROPOLITANA NO BRASIL A RONALDO GUIMARÃES GOUVEA A QUESTÃO METROPOLITANA NO BRASIL FGV EDITORA Sumário Apresentação 11 Edésio Fernandes Introdução 17 1. Urbanização e planejamento no Brasil 27 O processo brasileiro de urbanização

Leia mais

Cesta básica de Porto Alegre registra queda de 4% em junho de 2014

Cesta básica de Porto Alegre registra queda de 4% em junho de 2014 1 Cesta básica de Porto Alegre registra queda de 4% em junho de 2014 Porto Alegre, 07 de julho de 2014. NOTA À IMPRENSA Em junho de 2014, a Cesta Básica de Porto Alegre registrou queda de 4,00%, passando

Leia mais

Último ano avaliado no Enade. UF Sede. Categoria Administrativa IES. Município Sede. IGC Faixa

Último ano avaliado no Enade. UF Sede. Categoria Administrativa IES. Município Sede. IGC Faixa Último ano avaliado no Enade IES UF Sede Município Sede Categoria Administrativa 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO MT Cuiabá Pública 4 2011 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DF Brasília Pública 4 2011 UNIVERSIDADE

Leia mais

Alíquotas e Partilha do Simples Nacional - Indústria

Alíquotas e Partilha do Simples Nacional - Indústria TABELA DO SIMPLES NACIONAL ANEXO I (Vigência a Partir de 01.01.2012) Alíquotas e Partilha do Simples Nacional Comércio Receita Bruta em 12 meses (em Alíquota IRPJ CSLL Cofins PIS/Pasep CPP ICMS R$) Até

Leia mais

NOTA TÉCNICA ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014

NOTA TÉCNICA ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014 NOTA TÉCNICA ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2014 A divulgação anual das estimativas da população residente nos municípios brasileiros obedece

Leia mais

por Gustavo Mamão e Euler Santos

por Gustavo Mamão e Euler Santos Onde está a Inovação no Brasil? por Gustavo Mamão e Euler Santos Julho, 2004 ONDE ESTÁ A INOVAÇÃO NO BRASIL? Em recente estudo realizado, sob o tema Mapeamento da Inovação no Brasil, o Instituto Inovação

Leia mais

LOJAS PARTICIPANTES: Shopping Nova America Rio de Janeiro RJ

LOJAS PARTICIPANTES: Shopping Nova America Rio de Janeiro RJ LOJAS PARTICIPANTES: STORE NAME CITY UF Shopping ABC Santo André SP Shopping Metro Santa Cruz São Paulo SP ParkShopping São Caetano São Caetano SP Shopping Vila Olimpia São Paulo SP Shopping Leblon Rio

Leia mais

Cancelamentos e Atrasos de Voos

Cancelamentos e Atrasos de Voos Cancelamentos e Atrasos de Voos A ANAC - Agência Nacional de Regulação Civil publicou em 06 de março de 2012 a Resolução nº 218 que estabelece procedimentos para a divulgação de percentuais de atrasos

Leia mais

INFORMATIVO JURÍDICO

INFORMATIVO JURÍDICO 1 ROSENTHAL E SARFATIS METTA ADVOGADOS INFORMATIVO JURÍDICO NÚMERO 5, ANO III MAIO DE 2011 1 ESTADO NÃO PODE RECUSAR CRÉDITOS DE ICMS DECORRENTES DE INCENTIVOS FISCAIS Fiscos Estaduais não podem autuar

Leia mais

Com a Liberty em 2015, acumule prêmios.

Com a Liberty em 2015, acumule prêmios. Com a Liberty em 2015, acumule prêmios. PRÊMIOS DISTRIBUÍDOS AOS CORRETORES DE ACORDO COM AS VENDAS DE APÓLICES SOMA DAS APÓLICES = PRÊMIOS 7 produtos participantes Quem pode participar: Todos os corretores

Leia mais

Agenda. Mapa de Preços do ZAP. Índice FipeZap novos dados do mercado. painel.fipezap.com.br

Agenda. Mapa de Preços do ZAP. Índice FipeZap novos dados do mercado. painel.fipezap.com.br Agenda painel.fipezap.com.br Agenda Mapa de Preços do ZAP Índice FipeZap novos dados do mercado Mapa de Preços Índice FipeZap Novos dados Agenda 1 2 3 4 5 Introdução Índice FipeZap: novas cidades Evolução

Leia mais

PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO 30 de setembro de 2013

PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO 30 de setembro de 2013 Outubro 2013 PERFIL EMPRESARIAL BRASILEIRO 30 de setembro de 2013 COORDENAÇÃO Gilberto Luiz Do Amaral João Eloi Olenike Letícia Mary Fernandes Do Amaral SUPERVISÃO Geraldo Magela F do Nascimento Othon

Leia mais

Veja cidades que mais contrataram e que mais demitiram no 1º semestre

Veja cidades que mais contrataram e que mais demitiram no 1º semestre 1 de 5 20/7/2011 14:20 20/07/2011 06h21 - Atualizado em 20/07/2011 06h21 Veja cidades que mais contrataram e que mais demitiram no 1º semestre São Paulo lidera ranking, com 136 mil vagas criadas de janeiro

Leia mais

PACOTE AEREO PARA CAMPO GRANDE SAÍDAS DAS SEGUINTES CIDADES HOTEL BURITI 3*** ARACAJU VALOR POR PESSOA. R$ 874,00 + taxa de embarque BELÉM

PACOTE AEREO PARA CAMPO GRANDE SAÍDAS DAS SEGUINTES CIDADES HOTEL BURITI 3*** ARACAJU VALOR POR PESSOA. R$ 874,00 + taxa de embarque BELÉM PACOTE AEREO PARA CAMPO GRANDE APTO SAÍDAS DAS SEGUINTES CIDADES HOTEL BURITI 3*** ARACAJU VALOR POR PESSOA R$ 1.324,00 + taxa de embarque R$ 1.445,00 + taxa de embarque BELÉM R$ 1.420,00 + taxa de embarque

Leia mais

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO

ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO ANEXO II - PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS - MODELO DE PROPOSTA PROPOSTADEFORNECIMENTO Ref.:COTAÇÃO ELETRÔNICANº003/2015 ApresentamosnossapropostaparafornecimentodosItensabaixodiscriminados,conformeAnexoI

Leia mais

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB O plano TIM Liberty Web é composto por seis pacotes para utilização em computadores, notebooks ou tablets com as seguintes características. Pacote de dados Volume de Valor do

Leia mais

AVISO SESSÃO PÚBLICA nº 01/2015 04 de setembro de 2015

AVISO SESSÃO PÚBLICA nº 01/2015 04 de setembro de 2015 AVISO SSÃO PÚBLICA nº 01/2015 04 de setembro de 2015 Contrato nº 27/2011 - Serviços de Publicidade Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome SLA Propaganda LTDA. Atendendo ao que dispõe o 2º,

Leia mais

R. Gen. Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.com.br

R. Gen. Aristides Athayde Junior, 350. 80730-370. Bigorrilho. Curitiba. Paraná Telefone: 41 3053-3219. www.ibpt.com.br EVOLUÇÃO DA CARGA TRIBUTÁRIA BRASILEIRA E PREVISÃO PARA 2013 Com base na arrecadação até novembro de 2013 e com a divulgação do PIB do 3º. trimestre deste ano, o IBPT fez a sua previsão para a carga tributária

Leia mais

NOTA OFICIAL. 1 Realizaram a 2ª fase do IV Exame de Ordem 21.818 examinandos;

NOTA OFICIAL. 1 Realizaram a 2ª fase do IV Exame de Ordem 21.818 examinandos; NOTA OFICIAL A Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado apresenta o resultado da apreciação dos recursos referente à segunda fase do IV Exame de Ordem Unificado, como se segue: 1 Realizaram a 2ª

Leia mais

O MAIS RÁPIDO E EFETIVO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE LÍDERES DO BRASIL!

O MAIS RÁPIDO E EFETIVO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE LÍDERES DO BRASIL! O MAIS RÁPIDO E EFETIVO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE LÍDERES DO BRASIL! O Curso Trata-se de um programa de Treinamento em Coaching para Líderes, licenciado pelo Behavioral Coaching Institute (BCI), entidade

Leia mais

Metrópoles em Números. Crescimento da frota de automóveis e motocicletas nas metrópoles brasileiras 2001/2011. Observatório das Metrópoles

Metrópoles em Números. Crescimento da frota de automóveis e motocicletas nas metrópoles brasileiras 2001/2011. Observatório das Metrópoles Crescimento da frota de automóveis e motocicletas nas metrópoles brasileiras 21/211 Observatório das Metrópoles Elaboração: Juciano Martins Rodrigues Doutor em Urbanismo (PROURB/UFRJ), Pesquisador do INCT

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA BRASILEIRA 2012

CARGA TRIBUTÁRIA BRASILEIRA 2012 CARGA TRIBUTÁRIA BRASILEIRA 2012 GILBERTO LUIZ DO AMARAL JOÃO ELOI OLENIKE LETÍCIA MARY FERNANDES DO AMARAL 04 de março de 2013. CARGA TRIBUTÁRIA BRASILEIRA BATE NOVO RECORDE HISTÓRICO EM 2012 - PIB de

Leia mais

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 30Mbps

PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 30Mbps PLANO DE SERVIÇO DO SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA DENOMINADO NET VÍRTUA 30Mbps Plano (Denominação do Plano de Serviço) 1. Aplicação Este Plano de Serviço do Serviço de Comunicação Multimídia é aplicável

Leia mais