A modernização do Fisco a serviço da sociedade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A modernização do Fisco a serviço da sociedade"

Transcrição

1 A modernização do Fisco a serviço da sociedade

2 SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED, foi instituído pelo Decreto Federal nº 6.022/2007: SPED NF-e CT-e EFD ECD O SPED faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC ) e constitui-se em mais um avanço na informatização da relação entre o fisco e os contribuintes.

3 Objetivo do Projeto NF-e Alteração da sistemática atual de emissão da nota fiscal em papel por nota fiscal de existência apenas eletrônica. NF Modelo 1/1A NF-e Modelo 55

4 Conceito de NF-e É um documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, com o intuito de documentar operações e prestações, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e autorização de uso pela administração tributária da unidade federada do contribuinte, antes da ocorrência do fato gerador. A certificação digital garante a autoria e a integridade das informações.

5 Solicitação para Emissão de NF-e (1) Vendedor Envia NF-e Sefaz (origem origem) Em cada operação o vendedor deve solicitar autorização de uso da NF-e à SEFAZ Recepção antes da ocorrência do Fato Gerador Análise Concessão da Autorização de Uso; Denegação da Autorização de Uso; Rejeição do Arquivo Digital. Comprador

6 Validação da NF-e (2) Vendedor Envia NF-e A SEFAZ procederá à validação da NF-e recebida. Validação Recepção: Assinatura Digital Comprador Validação Esquema XML Numeração Sefaz (origem origem) Regularidade Fiscal Vendedor Autorizado

7 Validação da NF-e (3) Vendedor Se a análise for positiva, autorizará o uso de NF-e. Comprador Envia NF-e Devolve Autorização de Uso NF-e Validação Validação Recepção: Assinatura Digital Esquema XML Numeração Sefaz (origem origem) Regularidade Fiscal Emitente Autorizado

8 Envio para a RF e outras UFs (4) Vendedor Comprador Envia NF-e Devolve Autorização de Uso NF-e Sefaz (origem origem) Retransmite a NF-e. Receita Federal.*Sefaz (destino destino).*suframa *(operações interestaduais )

9 Impressão do DANFE (5) Vendedor Trânsito Autorizado - DANFE Comprador Envia Devolve NF-e Autorização de Uso NF-e Sefaz (origem origem) Autorizado o uso da NF-e naquela operação, o DANFE acompanhará o trânsito da mercadoria.... Receita Federal.*Sefaz (destino destino).*suframa *(operações interestaduais )

10 Envio da NF-e para o comprador (6) Vendedor Trânsito Autorizado - DANFE Comprador NF-e Sefaz (origem origem)... e o vendedor deverá enviar o arquivo da NF-e para seu comprador.. Receita Federal.*Sefaz (destino destino).*suframa *(operações interestaduais )

11 Consulta NF-e pela Internet (7) Vendedor O destinatário deverá verificar a autenticidade da NF-e e a existência de Autorização de Uso da NF-e por meio do código de acesso Comprador. Receita Federal.*Sefaz (destino destino) Sefaz (origem origem) *(operações interestaduais )

12 Características da NF-e Arquivo digital no padrão XML (Extended Markup Language); A numeração da NF-e será seqüencial de 1 a , por estabelecimento e por série, devendo ser reiniciada quando atingido esse limite; Os contribuintes com mais de uma inscrição estadual deverão emitir as NF-e com séries distintas para cada IE; Uma NF-e aceita até 990 itens de produto (pág MI); Os arquivos XML não poderão exceder a 500 Kbytes (pág. 29 MI).

13 Legislação Nacional Ajuste Sinief 07/ Institui a NF-e e o DANFE. Protocolo ICMS10/ Estabelece a obrigatoriedade da utilização da NF-e (...). Manual de Integração - Descreve as especificações e critérios técnicos (...). Ato Cotepe/ICMS 14/ Aprova Manual da NF-e em contingência que dispõe sobre as especificações Técnicas dos processos de emissão de NF-e em contingência. Convênio ICMS 96/ Dispõe sobre fabricação, distribuição e aquisição de papéis com dispositivos de segurança para a impressão de documentos fiscais (revogou o Conv. ICMS 110/2008)

14 Legislação Nacional Protocolo ICMS 42/ estabelece a obrigatoriedade da utilização da NF-e (...) pelo critério de CNAE: Cláusula quinta Ficam mantidas as obrigatoriedades e prazos estabelecidos no Protocolo ICMS 10/07, de 18 de abril de 2007.

15 Legislação Estadual Decreto Estadual / Regulamenta o Sistema Público de Escrituração Digital SPED, institui a Capa de Lote Eletrônica CL-e, e dá outras providências (revoga o Dec. Estadual /2008) Resolução GSefaz 6/ Dispõe sobre os procedimentos necessários ao credenciamento de usuarios da NF-e. Define os procedimentos para destruição dos blocos de Notas Fiscais modelo 1 e 1A: Art. 2º, 4º Os contribuintes obrigados a emitir NF-e, dentro de 60 (sessenta) dias, contados a partir da data da obrigatoriedade ou da data da opção irretratável de emitir NF-e, deverão requerer à SEFAZ, por meio de processo administrativo, a autorização para destruição de todas as Notas Fiscais modelos 1 e 1-A não utilizadas, conforme modelo de requerimento no Anexo II desta Resolução disponibilizado no Portal Estadual da NF-e da SEFAZ.

16 Cronograma de Massificação O Protocolo ICMS nº 10/2007 (e suas alterações) estabelece a obrigatoriedade de utilização da NF-e: Abr/08 5 setores: ind. e distrib. cigarros e combustíveis; Dez/08 9 setores: ind. de automóveis, cimento, bebidas alc., refrig., aço, ferrogusa, frigoríficos; ind., distr. e atac. de medicamentos e carnes; Abr/09 25 setores: automóveis, autopeças, combustíveis, álcool, GLP, GNV, tintas, resinas, bebidas, vasilhame, fumo, alumínio e siderurgia; Set/09 54 setores: cosméticos, higiene, papel, informática, áudio e vídeo, trigo, café, defensivos, adubos, laticínio, plástico, pães, tratores, vidros, atacadistas alimentos, tecelagem e outros.

17 Cronograma de Massificação 1º de abril de º de julho de º de outubro de º de dezembro de 2010 operações destinadas à Adm. Pública direta ou indireta. operações interestaduais, exceto atividades de varejo. Protocolo ICMS 42/2009 estabelece a obrigatoriedade da utilização da NF-e pelo critério de CNAE

18 Dispensa da Obrigatoriedade Estabelecimento que não tenha praticado as atividades previstas na obrigatoriedade há pelo menos 12 meses, ainda que a atividade seja realizada em outros estabelecimentos do mesmo titular; Nas operações fora do estabelecimento, desde que as notas de remessa e retorno sejam NF-e; Fabricantes de aguardente (cachaça) e vinho com receita bruta inferior a R$ ,00; Cláusula primeira, 2 do Protocolo ICMS 10/2007

19 Dispensa da Obrigatoriedade Entrada de sucata de metal com peso inferior a 200 kg, desde que, ao fim do dia, seja emitida NF-e englobando o total das entradas ocorridas; O Microempresário Individual MEI (receita bruta anual de até R$ ,00). Protocolo ICMS 43/2009 altera o Protocolo ICMS 10/07.

20 DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica)

21 Conceito de DANFE É o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica que acompanha o trânsito da mercadoria; É uma representação gráfica simplificada da NF-e; Contém a chave de acesso e o código de barras (padrão code 128C) para facilitar a consulta da NF-e.

22 Características do DANFE Deve ser impresso em papel no tamanho mínimo A4 e máximo ofício 2, exceto papel jornal, em única via; Podem ser utilizadas folhas soltas, FS, FS-DA, formulário contínuo ou formulário pré-impresso; Só poderá transitar com as mercadorias após a concessão da Autorização de Uso da NF-e ou nas hipóteses de contingências técnicas.

23 Características do DANFE O DANFE deve sempre ter sua autenticidade verificada; Pode ser impresso no verso do DANFE até 50% da área disponível; Vem com o canhoto de recebimento para a comprovação da entrega das mercadorias ou prestação de serviços; Auxilia a escrituração do destinatário que não tenha condições de armazenar o arquivo digital.

24 Características do DANFE DANFE simplificado - usado na hipótese de venfa fora do estabelecimento: pode ser impresso em qualquer tipo de papel, exceto papel jornal, em tamanho inferior ao A4; em contingência, deve ser impresso em no mínimo 2 vias, com a expressão DANFE Simplificado em Contingência. permite a automação do processo de geração de NF-e nas operações de vendas em veículo.

25 Modalidades de Emissão de NF-e Normal FS-DA FS Emissão DPEC SCAN

26 Emissão Normal de NF-e É o procedimento padrão de emissão da NF-e com transmissão da NF-e para a Sefaz de origem do emissor para obter a autorização de uso; Todos os recursos necessários para a emissão da NF-e estão operacionais e a autorização de uso da NF-e é concedida normalmente pela Sefaz; O DANFE pode ser impresso em papel comum.

27 Emissão em Contingência com SCAN O Sistema de Contingência do Ambiente Nacional SCAN é uma alternativa para o contribuinte quando o sistema de recepção de NF-e da Sefaz estiver indisponível (manutenção preventiva); O SCAN pode assumir a recepção e autorização das NF-e de qualquer UF, quando solicitado pela Sefaz interessada; As NF-e devem ser emitidas com numeração nas séries 900 a 999 (para todos os serviços); O DANFE pode ser impresso em papel comum; Dispensa a transmissão da NF-e para a Sefaz de origem quando cessarem os problemas técnicos; O contribuinte deve verificar o status do serviço do SCAN.

28 Emissão em Contingência com FS É uma alternativa quando ocorre algum problema que impede a obtenção da autorização de uso da NF-e; A NF-e é emitida em contingência com a impressão do DANFE em Formulário de Segurança FS; O DANFE será impresso em no mínimo duas vias, com a expressão DANFE em Contingência - impresso em decorrência de problemas técnicos ; A NF-e deverá ser enviada para a Sefaz assim que cessarem os problemas técnicos que impediram a sua transmissão, até o prazo limite de 168h.

29 Emissão em Contingência com FS FS adquirido para DANFE não pode ser utilizado para nota fiscal de impressor autônomo; O Pedido de Aquisição do Formulário de Segurança -PAFS é preenchido pelo fabricante e enviado ao contribuinte; O PAFS deve ser encaminhado diretamente à GDFI (sede da Sefaz) para obter autorização de impressão; Até , a Administração Tributária das UFs poderá autorizar o PAFS, para a impressão de DANFE, sendo permitido a utilização do estoque existente ( 3º da cláusula 17ª-A do Ajuste Sinief 7/05, alterado pelo Ajuste Sinief 15/2009).

30 Emissão em Contingência com FS Manual de Integração, versão 3.0 (Ato Cotepe 3/09) Chave de Acesso 44 dígitos Dados da NF-e 36 dígitos

31 Emissão em Contingência com FS-DA Tem o modelo operacional similar ao da contingência com uso do FS, sendo o FS-DA criado para aumentar a capilaridade dos pontos de venda; A NF-e é emitida em contingência com a impressão do DANFE em Formulário de Segurança-Documento Auxiliar - FS-DA (Convênio ICMS 96/2009); O DANFE será impresso em no mínimo duas vias, com a expressão "DANFE em Contingência - impresso em decorrência de problemas técnicos ; A NF-e deverá ser enviada para a Sefaz assim que cessarem os problemas técnicos que impediram a sua transmissão, até o prazo limite de 168h (Ato Cotepe/ICMS nº 33/08).

32 Modelo de FS-DA

33 Emissão em Contingência com DPEC A emissão em contingência com a Declaração Prévia de Emissão em Contingência DPEC é uma alternativa que dispensa o uso de FS para a impressão do DANFE e não necessita alterar a série e nem a numeração da NF-e; Consiste no registro prévio dos resumos das NF-e emitidas pelo contribuinte; O DANFE é impresso em papel comum, em no mínimo duas vias, com a expressão "DANFE impresso em Contingência DPEC regularmente recebida pela Receita Federal do Brasil ; A NF-e deverá ser enviada para a Sefaz assim que cessarem os problemas técnicos, até o prazo de 168h.

34 Emissão em Contingência com DPEC Endereço de Homologação Endereço de Produção

35 Emissão em Contingência com DPEC :: Consulta Resumida da NF-e Emitida em Contingência Numero Registro DPEC Data Registro DPEC /2/ :22:29 Chave de Acesso / Dados da NF-e Valor ICMS Valor ICMS ST Valor Total da Nota Fiscal 70,00 CNPJ do Emitente Razão Social do Emitente Inscrição Estadual UF / CARBOMAN GAS CARBONICO DE MANAUS LTDA AM CNPJ do Destinatário UF / AM Forma de Emissão (N-Normal / C-Contingência) C

36 Contingência NT 2010/001 Informar o código estabelecido na Nomenclatura Comum do Mercosul NCM (8 dígitos), nas operações: Ajuste Sinief 7/05, cláusula 3ª, inciso V Estabelecimento industrial ou equiparado; Comércio exterior. Informar o capítulo (2 dígitos), nas demais operações: Cláusula 3ª, inciso V, 4º Atacadistas e Varejistas. Cláusula 11ª, 11 NT 2010/001

37 Contingência NT 2010/001 Estrutura do código na NCM: Sistema Harmonizado Específico para Mercosul Capítulo 2 primeiros dígitos do SH Subposição 6 primeiros dígitos do SH Subitem 8º dígito da NCM Posição 4 primeiros dígitos do SH Item 7º dígito da NCM

38 Contingência NT 2010/001 Simplificação do procedimento de registro da emissão de NF-e em contingência: Eliminação da necessidade de lavratura do termo no livro de Registro de Documentos Fiscais Informações que deverão fazer parte do arquivo e ser impressas no DANFE: O motivo da entrada em contingência A data, hora com minutos e segundos do seu início Cláusula 11ª, 11

39 Contingência NT 2010/001 Novos CST para PIS/COFINS da IN 1.009/2010: Informar o código 99 outras operações até que o leiaute da NF-e suporte os novos códigos.

40 Inutilização de Numeração Ocorre na eventualidade de quebra de seqüência da numeração da NF-e; Denúncia espontânea => deve ser efetuado o Pedido de Inutilização de Número da NF-e, até o 10º dia do mês subseqüente (Ajuste Sinief 7/05, cláusula 14ª) ; O Pedido será efetivado via Internet, por meio de protocolo de segurança ou criptografia; O sistema aceita até números por vez.

41 Inutilização de Numeração Consulta de Inutilização de Numeração de NF-e:

42 Inutilização de Numeração Consulta Inutilização de Numeração de NF-e:

43 Cancelamento de NF-e O emitente poderá solicitar o cancelamento da NF-e até 168h após a concessão da Autorização de Uso (Ajuste Sinief 7/05, cláusula 12ª e Ato Cotepe/ICMS nº 33/08); Desde que não tenha ocorrido a circulação da respectiva mercadoria ou a prestação do serviço; Deve ser transmitido à Sefaz o Pedido de Cancelamento de NF-e, via Internet, por meio de protocolo de segurança ou criptografia.

44 NF-e Conjugada ICMS x ISS Ainda não foi implantada. A Sefaz poderá transmitir a NF-e ou fornecer informações parciais para outros órgãos mediante prévio convênio ou protocolo de cooperação, respeitado o sigilo Fiscal. (cláusula 8ª, 2º, Inciso II, do Ajuste Sinief 7/2005).

45 Consulta NF-e Portal Nacional Disponível por no mínimo 180 dias

46 Consulta NF-e Portal Nacional

47 Consulta NF-e Portal Estadual

48 Consulta NF-e Portal Estadual

49 Consulta Desembaraço da NF-e

50 Consulta Desembaraço da NF-e

51 Consulta Desembaraço da NF-e

52 Desembaraço de saída Os contribuintes, cujas operações e prestações de saída com destino a outro Município, Estado ou ao exterior sejam acobertadas por NF-e, não precisarão realizar o desembaraço prévio... (Art. 22, 3º do Decreto Estadual /2008).

53 Requisitos para Emitir NF-e Contribuinte credenciado Acesso à Internet Certificado digital tipo A1 ou A3 no padrão ICP- Brasil Programa emissor de NF-e O certificado digital deverá conter o número do CNPJ de qualquer dos estabelecimetos. Cláusula 3ª, inciso IV, do Ajuste Sinief 7/05.

54 Credenciamento no AM Credenciamento de Ofício Credenciamento Voluntário O contribuinte deverá efetuar o credenciamento O contribuinte solicita o credenciamento Resolução GSEFAZ Sujeito às mesmas obrigações previstas para os contribuintes credenciados de ofício opção irretratável

55 Credenciamento

56 Credenciamento

57 Programa Emissor de NF-e Emissor offline desenvolvido pela Sefaz/SP, disponível para download Emissor desenvolvido pelo contribuinte Emissor adquirido pelo contribuinte

58 Programa Emissor de NF-e - Gratuito Executa todas as funcionalidades previstas para emissão da NF-e. Pode ser utilizado por contribuintes de qualquer UF do Brasil. Ideal para uso de contribuintes de pequeno e médio porte com emissão diária de até 100 notas fiscais eletrônicas. Pode ser uma opção de contingência para o emissor de NF-e das empresas.

59 Certificação Digital Autoridade Certificadora: é a entidade responsável por emitir certificados digitais.

60 Certificação Digital a NF-e deverá ser assinada pelo emitente, com assinatura digital, certificada por entidade credenciada pela Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira ICP- Brasil, contendo o nº do CNPJ de qualquer dos estabelecimentos do contribuinte, a fim de garantir a autoria e integridade do documento digital (Ajuste Sinief Cláusula 3ª, inciso IV). Certificado tipo A1: validade de um ano armazenado no computador; Certificado tipo A3: validade de até três anos armazenado em cartão ou token criptográfico.

61 Sefaz Virtual Estados Emissores pela Sefaz Virtual RS (Rio Grande do Sul): AC, AL, AM, AP, MS, PB, RJ, RR, SC, SE e TO Estados Emissores pela Sefaz Virtual AN (Ambiente Nacional): CE, ES, MA, PA, PI, PR e RN SEFAZ: AM, BA, DF, GO, MG, MT, PE, RO, RS e SP Protocolo ICMS 55/2007 Protocolo ICMS 25/2008

62 Fluxo de Entrada da NF-e no AM Emissão Sefaz/AM Base NF-e Sistema de Desembaraço Análise das NF-e Circulação da mercadoria Posto Fiscal Leitura do DANFE Registro de Passagem Vistoria Física Selo Eletrônico Liberação da Mercadoria

63 Procedimentos nos Postos Fiscais Liberação da NF-e Após o registro do DANFE, caso o Sistema de Desembaraço não indique qualquer pendência. Pendências da NF-e Será informado a providência a ser tomada para eliminação da pendência; Contribuinte irregular: IE suspensa, baixada, em processo de baixa ou cancelada serão adotadas as medidas previstas na legislação. Registro de Passagem Controle do trânsito interno e interestadual de mercadorias. NF-e não encontrada no Sistema de Desembaraço AFTE lavrará e anexará Termo de Ocorrência ao DANFE; A NF-e será desembaraçada de forma convencional, com aposição de selo no verso do DANFE.

64 Parametrização - Canais de Vistoria Verde - análise da documentação fiscal apresentada Vermelho - o desembaraço ficará pendente - análise da documentação fiscal e da verificação física da mercadoria por amostragem Canais Cinza - o desembaraço ficará pendente - análise da documentação fiscal e da verificação física da mercadoria em sua totalidade de vistoria

65 NF-e Autorizadas Nacional Quantidade Total Geral R$ 10 trilhões Estadual Quantidade Total Geral R$ 149,7 bilhões NF-e Recebidas Quantidade Total Geral R$ 22,5 bilhões Atualizado em

66 Visualizador de NF-e

67 Visualizador de NF-e

68 Carta de Correção Eletrônica Apesar de constar a sua previsão legal no Ajuste Sinief 7/2005, até o momento o leiaute da CC-e ainda não foi divulgado em Ato COTEPE.

69 Capa de Lote Eletrônica CL-e A CL-e é um documento eletrônico que identifica todos os DANFE existentes em uma unidade de carga. A CL-e a será emitida por transportadores, agentes de cargas ou contribuintes que operem com cargas próprias inscritos no CCA. A Capa de Lote possui um código de barras identificador, cuja leitura no Posto Fiscal permite o registro e liberação de até 500 DANFE. O transportador autônomo e aqueles que não possuem IE no CCA deverão requerer a emissão da CL-e nos postos de atendimento da SEFAZ.

70 Capa de Lote Eletrônica CL-e CL-e impressa:

71 Capa de Lote Eletrônica CL-e Acesso ao Portal Nacional da CL-e: Entrou no ar no dia 13/04/2009

72 Base de Informações Portal Nacional da NF-e Portal Estadual da NF-e Sefaz/AM

73 A modernização do Fisco a serviço da sociedade

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade Nota Fiscal Eletrônica Helder da Silva Andrade 23/08/2010 SPED SUBSISTEMAS Escrituração Contábil Digital EFD ECD Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica CTe Conhecimento Transporte Eletrônico

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT. Sistema Público de Escrituração Digital

Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT. Sistema Público de Escrituração Digital Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) (CT-e) Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT Atualizações Fevereiro de 2009 Rio de Janeiro O que é NF-e? A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento emitido e armazenado

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011

ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011 ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011 ORIENTAÇÃO AOS AGENTES PÚBLICOS COM RELAÇÃO ÀS DISPOSIÇÕES PREVISTAS PELA PORTARIA CAT 162/08 A RESPEITO DA OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. ÍNDICE

Leia mais

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br Geraldo Scheibler Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br Escrituração Contábil Digital Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica Sistema Público de Escrituração Digital - SPED SPED Subprojetos

Leia mais

Impactos da Nota Fiscal Eletrônica no Setor de Varejo. Eduardo Barbosa de Souza Diretor de P&D&I Oriontec Automação Comercial ebsouza@oriontec.com.

Impactos da Nota Fiscal Eletrônica no Setor de Varejo. Eduardo Barbosa de Souza Diretor de P&D&I Oriontec Automação Comercial ebsouza@oriontec.com. Impactos da Nota Fiscal Eletrônica no Setor de Varejo Eduardo Barbosa de Souza Diretor de P&D&I Oriontec Automação Comercial ebsouza@oriontec.com.br Agenda Visão Geral da NF-e Breve Histórico Conceito

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica Receita Federal do Brasil Ricardo Rezende Barbosa nfe@sefaz.pi.gov.br 06 de dezembro de 2007 Secretaria da Fazenda do Estado do Piauí Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica Luiz Antonio Baptista

Leia mais

SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Maio/ 2009

SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Maio/ 2009 SPED NOTA FISCAL ELETRÔNICA Maio/ 2009 NFe - Objetivo Alteração da sistemática atual de emissão da nota fiscal em papel, por nota fiscal de existência apenas eletrônica. NFs Modelos 1 e 1A NFe - Conceito

Leia mais

Marcelo Fernandez CEAGESP 14/08/2009

Marcelo Fernandez CEAGESP 14/08/2009 Projeto Nota Fiscal Eletrônica Marcelo Fernandez CEAGESP 14/08/2009 Agenda Conceitos da NF-e Histórico Modelo Operacional Cancelamento Contingência Consulta Legislação Massificação da NF-e Obrigatoriedade

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) (Ajuste SINIEF 07/05) Estado de Santa Catarina 7º Congresso de Secretários de Finanças, Contadores Públicos e Controladores Internos Municipais Florianópolis SC 15/04/2011

Leia mais

Vinicius Pimentel de Freitas. Julho de 2010

Vinicius Pimentel de Freitas. Julho de 2010 Nota Fiscal Eletrônica no Rio Grande do Sul Vinicius Pimentel de Freitas Julho de 2010 SPED ECD EFD NF-e CT-e MC-e NFS-e... Contextualizando: Documentos Fiscais Eletrônicos no Brasil Comunicações e Energia

Leia mais

Clovis Souza Claudio Toledo CIESP

Clovis Souza Claudio Toledo CIESP Projeto Nota Fiscal Eletrônica Clovis Souza Claudio Toledo CIESP 27/08/2009 Agenda Conceitos da NF-e Histórico Modelo Operacional Cancelamento Contingência Consulta Legislação Massificação da NF-e Obrigatoriedade

Leia mais

1º SEMANA EMPRESÁRIO EMPREENDEDOR LUZ E REGIÃO SICOOB - CREDILUZ. Tema: Novas sistemáticas contábeis (SINTEGRA NF-e)

1º SEMANA EMPRESÁRIO EMPREENDEDOR LUZ E REGIÃO SICOOB - CREDILUZ. Tema: Novas sistemáticas contábeis (SINTEGRA NF-e) 1º SEMANA EMPRESÁRIO EMPREENDEDOR LUZ E REGIÃO SICOOB - CREDILUZ Tema: Novas sistemáticas contábeis (SINTEGRA NF-e) 17 de Novembro de 2009 SPED SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL DECRETO Nº 6.022/07

Leia mais

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica - DANFE, o credenciamento de contribuintes e dá outras providências.

Leia mais

A NOTA FISCAL ELETRÔNICA: um breve histórico

A NOTA FISCAL ELETRÔNICA: um breve histórico 1 A NOTA FISCAL ELETRÔNICA: um breve histórico Nota Fiscal eletrônica - NF-e é um modelo de documento fiscal, de existência apenas digital cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital, que

Leia mais

Decreto nº 11.336 (DOE de 26/11/08)

Decreto nº 11.336 (DOE de 26/11/08) Decreto nº 11.336 (DOE de 26/11/08) Procede à Alteração nº 110 ao Regulamento do ICMS e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, considerando o disposto no Ajuste

Leia mais

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por:

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE

SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE SUBSEÇÃO IV Da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da NF-e - DANFE Art. 182-A. A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e que poderá ser utilizada em substituição a Nota Fiscal modelo 1 ou 1-A,

Leia mais

Altera o Livro VI do Regulamento do ICMS (RICMS/00), aprovado pelo Decreto n.º 27.427, de 17 de novembro de 2000, e dá outras providências.

Altera o Livro VI do Regulamento do ICMS (RICMS/00), aprovado pelo Decreto n.º 27.427, de 17 de novembro de 2000, e dá outras providências. Decreto Publicado no D.O.E. de 13.05.2014, pág. 01 Este texto não substitui o publicado no D.O.E Índice Remissivo: Letra R - RICMS DECRETO N.º 44.785 DE 12 DE MAIO DE 2014 Altera o Livro VI do Regulamento

Leia mais

Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral

Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Documentos Fiscais Eletrônicos na Prestação de Serviço de Transporte de Cargas AFR Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Palestra SINDISAN Sindicato das Empresas de Transporte

Leia mais

5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ

5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ 5ª Delegacia Regional da Receita Guarapuava PR ALTAIR BATISTA DE SOUZA JOSÉ CLODOALDO MUNHOZ 1. O QUE É NF-e? 2. OBJETIVO DA NF-e 3. LEGISLAÇÃO 4. CONTRIBUINTES OBRIGATÓRIOS 5. ADESÃO VOLUNTÁRIA 6. NECESSIDADES

Leia mais

DECRETO Nº 29.041, DE 26 DE OUTUBRO DE 2007

DECRETO Nº 29.041, DE 26 DE OUTUBRO DE 2007 DECRETO Nº 29.041, DE 26 DE OUTUBRO DE 2007 * Publicado no DOE em 31/10/2007. Acresce dispositivos ao Decreto nº 24.569, de 31 de julho de 1997, que regulamenta e consolida a legislação do Imposto sobre

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima

Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima O que é Benefícios Obrigatoriedade Fluxograma Alterações na emissão Armazenamento Recebimento Contingência Inutilização do Mod.1 Nota Fiscal Eletrônica Priscila Lima O que é... Documento de existência

Leia mais

AJUSTE SINIEF 07/05 A J U S T E

AJUSTE SINIEF 07/05 A J U S T E AJUSTE SINIEF 07/05 Publicado no DOU de 05.10.05. Republicado no DOU de 07.12.05. Alterado pelos Ajustes 11/05, 02/06, 04/06. Ato Cotepe 72/05 dispõe sobre as especificações técnicas da NF-e e do DANFE.

Leia mais

COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015

COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015 COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT 12, de 04-02-2015 Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e (NF-e, modelo 65) e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal

Leia mais

119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05

119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05 119ª CONFAZ Manaus, AM, 30.09.05 P. AJ. 07/05 AJUSTE SINIEF /05 Institui a Nota Fiscal Eletrônica e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. O Conselho Nacional de Política Fazendária CONFAZ e o

Leia mais

Nota Fiscal eletrônica NF-e

Nota Fiscal eletrônica NF-e Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná Coordenação da Receita do Estado Inspetoria Geral de Fiscalização Nota Fiscal eletrônica NF-e Maringá, 24 de Maio de 2011 Setor de Documentação Fiscal eletrônica

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. Comprei mercadoria com NF-e denegada. Qual o procedimento para regularizar essa situação? Resposta: Preliminarmente, temos que esclarecer o que é uma NF-e Denegada:, A Denegação

Leia mais

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 Page 1 of 31 Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 (DOE 30-12-2008) Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica - DANFE, o credenciamento de contribuintes

Leia mais

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos Luiz Campos 1 Livro de Apuração do IPI - CFOP CFOP DESCRIÇÃO 1.000 ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO 1.100 COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, PRODUÇÃO RURAL,

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica NF-e - Considerações 3,6 bilhões de notas fiscais armazenadas só em SP 26000 campos de futebol 27 voltas ao redor do mundo Podem representar um custo de até 5% no faturamento das

Leia mais

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Cartilha NF-e Nota Fiscal Eletrônica Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Este documento descreve as obrigações e procedimentos no manuseio de NFNF e Nota Fiscal Eletrônica. Conteúdo 1. Introdução...

Leia mais

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES CAPÍTULO I DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NF-e DANFE Art. 1º A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e, modelo 55, poderá ser

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica. NF-e. Vinícius Pimentel de Freitas Geraldo Scheibler José Alfredo Duarte Filho Dimitri Munari Domingos. Equipe da NF-e no RS

Nota Fiscal Eletrônica. NF-e. Vinícius Pimentel de Freitas Geraldo Scheibler José Alfredo Duarte Filho Dimitri Munari Domingos. Equipe da NF-e no RS Nota Fiscal Eletrônica NF-e Vinícius Pimentel de Freitas Geraldo Scheibler José Alfredo Duarte Filho Dimitri Munari Domingos Equipe da NF-e no RS Para segmentos obrigados a utilizar NF-e a partir de 1º

Leia mais

1 de 22 12-04-2013 11:25

1 de 22 12-04-2013 11:25 (*) ESTE TEXTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO. Subanexo 12 ao Anexo 015 (Versão Atual) DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e) E O DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA

Leia mais

Nota Fiscal. Eletrônica. Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão

Nota Fiscal. Eletrônica. Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão Nota Fiscal Eletrônica Apontamentos para Contribuintes obrigados a emissão Índice O que é a NF-e... 3 O que é o DANFE... 3 Nota Fiscal Paulista... 3 Quantidade de cópias do DANFE... 4 Papel do DANFE...

Leia mais

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 (DOE 30-12-2008) Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica - DANFE, o credenciamento de contribuintes e

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica. NF-e. Geraldo Scheibler Agente Fiscal do Tesouro do Estado

Nota Fiscal Eletrônica. NF-e. Geraldo Scheibler Agente Fiscal do Tesouro do Estado Nota Fiscal Eletrônica NF-e Geraldo Scheibler Agente Fiscal do Tesouro do Estado CIC de Garibaldi, CIC de Bento Gonçalves, ACI de Carlos Barbosa, Associação dos Contabilistas de Garibaldi (ASCONGAR), Conselho

Leia mais

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD Luiz Antonio Baptista da Costa Leite Auditor Fiscal da Fazenda Estadual Coordenação dos Estudos Econômico-Fiscais - COEFI Coordenador dos projetos NF-e, CT-e, EFD

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Tópicos Avançados II 5º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 5: Certificado Digital e Nota

Leia mais

AJUSTE SINIEF Nº 09, 25 DE OUTUBRO DE 2007 Publicado no DOU de 30.10.07, pelo Despacho 91/07. Manual de Integração do Contribuinte do Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e: Atos COTEPE/ICMS 08/08

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica NFe Questões mais frequentes

Nota Fiscal Eletrônica NFe Questões mais frequentes Nota Fiscal Eletrônica NFe Questões mais frequentes Helder Andrade Existe um roteiro para uma empresa implantar NFe? Possuir Certificado Digital (da empresa) emitido por uma Autoridade Certificadora da

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica A ABRAFORM agradece a oportunidade de estar divulgando suas ações. www.abraform.org.br abraform@abraform.org.br Fone: (11) 3284-6456 29/09/2009 EMBASAMENTO LEGAL Ajuste SINIEF

Leia mais

Sistema PúblicoP. de Escrituraçã. Fabiano Moreira Ramos 26/11/2009

Sistema PúblicoP. de Escrituraçã. Fabiano Moreira Ramos 26/11/2009 Sistema PúblicoP de Escrituraçã ção Digital Sped NF-e e / CT-e Fabiano Moreira Ramos 26/11/2009 SPED - Subsistemas Escrituração Contábil Digital Nota Fiscal Eletrônica ECD EFD CTe NFe Escrituração Fiscal

Leia mais

AJUSTE SINIEF 9, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. Nota: vide alterações desta norma pelos Ajuste SINIEF 10/2008 e Ajuste SINIEF 04/2009.

AJUSTE SINIEF 9, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. Nota: vide alterações desta norma pelos Ajuste SINIEF 10/2008 e Ajuste SINIEF 04/2009. AJUSTE SINIEF 9, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007 Data D.O.U.: 30.10.2007 republicado no D.O.U. de 31.10.2007 Nota: vide alterações desta norma pelos Ajuste SINIEF 10/2008 e Ajuste SINIEF 04/2009. Institui o Conhecimento

Leia mais

Nota Fiscal eletrônica nacional NF-e. Perguntas e respostas. Versão 2.0 30/05/2008

Nota Fiscal eletrônica nacional NF-e. Perguntas e respostas. Versão 2.0 30/05/2008 Nota Fiscal eletrônica nacional NF-e Perguntas e respostas Versão 2.0 30/05/2008 ATENÇÃO: o presente texto Nota Fiscal eletrônica nacional Perguntas e respostas é uma adaptação do texto Perguntas Freqüentes

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA

Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA Nota Fiscal Eletrônica NOTA FISCAL ELETRÔNICA Sistema Tributário Brasileiro (1967) Obrigações acessórias em excesso, muitas vezes redundantes Verificação Fiscal complexa e trabalhosa Altos custos com emissão,

Leia mais

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008

Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 Portaria CAT- 162, de 29-12-2008 (DOE 30-12-2008) Dispõe sobre a emissão da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e e do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica - DANFE, o credenciamento de contribuintes e

Leia mais

Denegação de NF-e por. Irregularidade Fiscal do Destinatário

Denegação de NF-e por. Irregularidade Fiscal do Destinatário Denegação de NF-e por Irregularidade Fiscal do Destinatário Denegação da Autorização de Uso da NF-e em Razão da Irregularidade Fiscal do Destinatário Junho de 2015 Vs 1.3 1 DO QUE SE TRATA? Trata-se da

Leia mais

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0

Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Vale Fertilizantes Janeiro / 2012 Versão 1.0 Este documento descreve as Conhecimento de Transporte Eletrônicos Conteúdo 1. Introdução... 3 2. Papeis

Leia mais

Por dentro do Fisco On-line. São Paulo 12/02/2009

Por dentro do Fisco On-line. São Paulo 12/02/2009 Por dentro do Fisco On-line São Paulo 12/02/2009 Situação Atual Base 31/12/08 15.800 empresas emitindo NF-e, atingindo, em média, 35% da arrecadação das UF); 70 milhões NF-e autorizadas: Média 700.000

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, inciso IV da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 78, inciso IV da Constituição Estadual, e DECRETO Nº 5.257, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2013. Publicado no DOE nº 10.993, de 22-02-2013. Institui a Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final - NFC-e e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica

Leia mais

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS Geraldo Scheibler Equipe da NF-e no RS Escrituração Contábil Digital Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica Sistema Público de Escrituração Digital - SPED SPED Subprojetos SPED Contábil (ECD)

Leia mais

1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08)

1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08) III. Modelo Operacional (o que muda com a NF-e) - Modelo 55 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? (atualizado em 31/12/08) De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e gerará um arquivo

Leia mais

Capítulo II. Da Adesão. Capítulo III

Capítulo II. Da Adesão. Capítulo III Decreto do Estado do Amazonas nº 33.405 de 16.04.2013 DOE-AM: 16.04.2013 Disciplina a emissão da Nota Fiscal Eletrônica a Consumidor Final, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS,

Leia mais

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e?

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e? O QUE MUDA COM A NF-e 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e, previamente credenciada segundo as normas ditadas pela Secretaria de Fazenda de

Leia mais

Pergunte à CPA. Nota Fiscal Eletrônica Modalidades de Contingência

Pergunte à CPA. Nota Fiscal Eletrônica Modalidades de Contingência 30/04/2013 Pergunte à CPA Nota Fiscal Eletrônica Modalidades de Contingência Apresentação: Helen Mattenhauer Oliveira 2 Conceito de Contingência para a NF- e A contingência é apenas de comunicação ou de

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica/SC. Perguntas e Respostas

Nota Fiscal Eletrônica/SC. Perguntas e Respostas Nota Fiscal Eletrônica/SC Perguntas e Respostas I. Conceito, uso e obrigatoriedade da NF-e 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NF-e? 2. Já existe legislação aprovada sobre a NF-e? 3. Quais são as vantagens

Leia mais

Evento Especial da Área Fiscal NF-e versão 3.10-24/04/2015. José Alves Fogaça Neto

Evento Especial da Área Fiscal NF-e versão 3.10-24/04/2015. José Alves Fogaça Neto 1 Evento Especial da Área Fiscal NF-e versão 3.10-24/04/2015 Apresentadores: Fernanda Silva José Alves Fogaça Neto 2 NF-e Legislação Ajuste Sinief 07/05 Institui a NF-e e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal

Leia mais

Como se Tornar Emissor de NF-e

Como se Tornar Emissor de NF-e SEFAZ-BA Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia Como se Tornar Emissor de NF-e Manual Versão 1.9 Salvador - Ba, novembro de 2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO...3 2. NF-E INFORMAÇÕES GERAIS...3 2.1. PROJETO

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e O que é O Conhecimento de Transporte eletrônico (CT-e) é o novo modelo de documento fiscal eletrônico, instituído pelo AJUSTE SINIEF 09/07, de 25/10/2007, que

Leia mais

DECRETO Nº 5.067 DE 2 DE JANEIRO DE 2013

DECRETO Nº 5.067 DE 2 DE JANEIRO DE 2013 DECRETO Nº 5.067 DE 2 DE JANEIRO DE 2013. Publicado no DOE nº 10.969, de 16-01-2013.. Republicado por Incorreção no DOE nº 10.973 de 22-01-2013 Altera e acrescenta dispositivos ao Regulamento do ICMS,

Leia mais

Palestra em 30 de julho de 2014. Cristina S. Rodrigues ex Diretora do TI RIO e Diretora da empresa DELLINE INFORMÁTICA LTDA

Palestra em 30 de julho de 2014. Cristina S. Rodrigues ex Diretora do TI RIO e Diretora da empresa DELLINE INFORMÁTICA LTDA Palestra em 30 de julho de 2014 Cristina S. Rodrigues ex Diretora do TI RIO e Diretora da empresa DELLINE INFORMÁTICA LTDA Os Layouts e Serviços de Autorização de uso da NF-e Serão os mesmos para NFC-e.

Leia mais

1 de 28 12-04-2013 11:26

1 de 28 12-04-2013 11:26 (*) ESTE TEXTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO. Subanexo 13 ao Anexo 015 (Versão Atual) DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO (CT-e) E DO DOCUMENTO AUXILIAR DO CONHECIMENTO

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS. NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica. Perguntas e Respostas

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS. NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica. Perguntas e Respostas GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS NFC-e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Perguntas e Respostas I) INFORMAÇÕES INICIAIS 1. O que é a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Leia mais

Novo Leiaute da Nota Fiscal Eletrônica Versão 3.10 e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica NFC-e

Novo Leiaute da Nota Fiscal Eletrônica Versão 3.10 e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica NFC-e Novo Leiaute da Nota Fiscal Eletrônica Versão 3.10 e Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica NFC-e Agente Fiscal de Rendas Newton Oller de Mello Delegacia Regional Tributária do Litoral Secretaria da Fazenda

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR DECRETO Nº 4.048, DE 19 DE AGOSTO DE 2008. ALTERA O REGULAMENTO DO ICMS, APROVADO PELO DECRETO Nº 35.245, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1991, IMPLEMENTANDO AS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Departamento Jurídico - DEJUR COMTÊXTIL - COMCOURO 21.07.2009

Departamento Jurídico - DEJUR COMTÊXTIL - COMCOURO 21.07.2009 Departamento Jurídico - DEJUR COMTÊXTIL - COMCOURO 21.07.2009 SPED Sistema Público P de Escrituração Digital DEJUR O S.P.E.D. Sistema Público de Escrituração Digital foi instituído pelo Decreto 6.022,

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

Perguntas Freqüentes NFe

Perguntas Freqüentes NFe Perguntas Freqüentes NFe I - Conceito, uso e obrigatoriedade da NFe 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NFe? Nota Fiscal Eletrônica é um documento fiscal de existência apenas digital, emitido e armazenado

Leia mais

1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e?

1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica - NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar,

Leia mais

Evento Especial da Área Fiscal 21 de maio de 2014. Samyr Qbar

Evento Especial da Área Fiscal 21 de maio de 2014. Samyr Qbar Evento Especial da Área Fiscal 21 de maio de 2014 Apresentadores: Helen Mattenhauer Samyr Qbar NF-e Legislação Ajuste Sinief 07/05 Institui a NF-e e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica; Ato

Leia mais

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

SINDCONT-SP SINDCONT-SP

SINDCONT-SP SINDCONT-SP SPED, ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD E OS DOCUMENTOS ELETRÔNICOS 2007/2008 Programa: - Sistema Público de Escrituração Digital - SPED - Escrituração Fiscal Digital - EFD - Documentos Eletrônicos do SPED:

Leia mais

Portaria CAT 102, de 10-10-2013

Portaria CAT 102, de 10-10-2013 Publicado no D.O.E. (SP) de 11/10/2013 Portaria CAT 102, de 10-10-2013 Dispõe sobre a emissão do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e, do Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos

Leia mais

A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial.

A Nota Fiscal Eletrônica proporciona benefícios a todos os envolvidos em uma transação comercial. O QUE É A NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-E? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar,

Leia mais

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO

Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO Manual Básico de Procedimentos Nota Fiscal Eletrônica NF-e no APOLO 1- Geração e Envio Normal: Quando estiver tudo pronto para a geração da NF-e, selecione a nota, clique com o botão direito do mouse,

Leia mais

TÍTULO III DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS CAPÍTULO I DOS DOCUMENTOS FISCAIS. Seção II-A Da Nota Fiscal Eletrônica

TÍTULO III DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS CAPÍTULO I DOS DOCUMENTOS FISCAIS. Seção II-A Da Nota Fiscal Eletrônica TÍTULO III DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS CAPÍTULO I DOS DOCUMENTOS FISCAIS Seção II-A Da Nota Fiscal Eletrônica Art. 543-C. O contribuinte do imposto poderá utilizar, em substituição a Nota Fiscal, modelo

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO N.º 3.497 DE 7 DE MARÇO DE 2012

ESTADO DO ACRE DECRETO N.º 3.497 DE 7 DE MARÇO DE 2012 DECRETO N.º 3.497 DE 7 DE MARÇO DE 2012. Publicado no DOE nº 10.752, de 8-3-2012.. Retificação da data publicada no DOE nº 10753, de 12-3-2012 Acrescenta dispositivos ao Regulamento do ICMS, aprovado pelo

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica/RS. Perguntas e Respostas

Nota Fiscal Eletrônica/RS. Perguntas e Respostas Nota Fiscal Eletrônica/RS Perguntas e Respostas 1. OBJETIVO, CONCEITO, USO E OBRIGATORIEDADE 2. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS 3. MODELO OPERACIONAL 4. DANFE (Documento Auxiliar da NF-e) 5. CERTIFICAÇÃO DIGITAL

Leia mais

Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED. Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail.

Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED. Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail. Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail.com Agenda 1. Visão Geral e Situação Atual dos Projetos integrantes do SPED

Leia mais

Newton Oller de Mello Evento NF-e e SPED ACE Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos 20/03/2009

Newton Oller de Mello Evento NF-e e SPED ACE Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos 20/03/2009 Projeto Nota Fiscal Eletrônica Newton Oller de Mello Evento NF-e e SPED ACE Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos 20/03/2009 Agenda Conceitos da NF-e SPED Breve Histórico Vantagens Conceito Modelo

Leia mais

NF-e e seu impacto prático

NF-e e seu impacto prático NF-e e seu impacto prático Apresentação e Conceito SPED Instituído pelo Decreto n º 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o projeto do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de

Leia mais

Pergunte à CPA NFC-e Mod 65

Pergunte à CPA NFC-e Mod 65 Pergunte à CPA NFC-e Mod 65 http://www.nfce.fazenda.sp.gov.br/nf CePortal/ Informamos que no momento, apenas os contribuintes participantes do piloto da NFC-e no estado de São Paulo estão credenciados

Leia mais

NFC-e NOTA FISCAL DE VENDA A CONSUMIDOR ELETRÔNICA. Perguntas e Respostas. Versão 1.0

NFC-e NOTA FISCAL DE VENDA A CONSUMIDOR ELETRÔNICA. Perguntas e Respostas. Versão 1.0 NFC-e NOTA FISCAL DE VENDA A CONSUMIDOR ELETRÔNICA Perguntas e Respostas Versão 1.0 01/10/2014 SUMÁRIO I) INFORMAÇÕES INICIAIS 1. O que é a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e? 1 2. Quais os tipos

Leia mais

CAPÍTULO III-A DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Seção I Da Nota Fiscal Eletrônica

CAPÍTULO III-A DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Seção I Da Nota Fiscal Eletrônica CAPÍTULO III-A DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Seção I Da Nota Fiscal Eletrônica Vê Portaria n. 027/2010-SEFAZ, que dispõe sobre as especificações técnicas da

Leia mais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Reunião SINDMAT 04/2013

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Reunião SINDMAT 04/2013 Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Reunião SINDMAT 04/2013 Agenda 1. Requisitos gerais MDF-e 2. Contribuintes obrigados a emissão MDF-e 3. Encerramento MDF-e 4. DAMDF-e 5. Descrição Simplificada

Leia mais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais 2014 Apresentação O Projeto do () tem como objetivo a implantação de um modelo nacional de documento fiscal eletrônico que venha substituir a sistemática atual de emissão do documento em papel, com validade

Leia mais

DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013.

DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013. DOE Nº 12.927 Data: 11/04/2013 PORTARIA Nº 036/2013-GS/SET, DE 10 DE ABRIL DE 2013. Institui o Projeto Piloto da Nota Fiscal Eletrônica para Consumidor Final (NFC-e), que possibilita a emissão da Nota

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA DE MATO GROSSO DO SUL FAQ Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais Pré-requisitos para ser emissor de MDF-e 02 FAQ - 02 { Obrigatoriedade do MDF-e: Para mais informações

Leia mais

A Receita Federal a Serviço do Contribuinte. Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009. Reunião Empresas

A Receita Federal a Serviço do Contribuinte. Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009. Reunião Empresas NF-e Avaliação 4º. Semestre 10/12/2009 Reunião Empresas Nacional Projeto NF-e Agenda NF-e Cenário atual da NF-e; Desafios para 2010: Implantação da obrigatoriedade definida no Protocolo ICMS 42/2009; Implantação

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual SUPERINTENDÊNCIA DE ARRECADAÇÃO E INFORMAÇÕES FISCAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual SUPERINTENDÊNCIA DE ARRECADAÇÃO E INFORMAÇÕES FISCAIS SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual SUPERINTENDÊNCIA DE ARRECADAÇÃO E INFORMAÇÕES FISCAIS DIRETORIA DE INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FISCAIS DIVISÃO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SISTEMA

Leia mais

1 de 6 12-04-2013 11:27

1 de 6 12-04-2013 11:27 (*) ESTE TEXTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO. Decreto Nº 13.537, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Altera, acrescenta e revoga dispositivos do Subanexo XIII - Do Conhecimento

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e

Manual da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e Estadual Manual da Nota Fiscal Eletrônica - NF-e MANUAL INFORMATIVO AOS CONTRIBUINTES DO ICMS SOBRE A NOTA FISCAL ELETRÔNICA-NF-e. Versão_PB_ 1.00 2007 Página 2 GOVERNADOR DO ESTADO C Á S S I O C U N H

Leia mais

Atenção: Em Destaque, os artigos relacionados ao CT-e DECRETO Nº 21.584, DE 23 DE MARÇO DE 2010

Atenção: Em Destaque, os artigos relacionados ao CT-e DECRETO Nº 21.584, DE 23 DE MARÇO DE 2010 DOE Nº 12.176 Data: 24/03/2010 Atenção: Em Destaque, os artigos relacionados ao CT-e DECRETO Nº 21.584, DE 23 DE MARÇO DE 2010 Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 13.640, de 13 de novembro

Leia mais

EMISSÃO DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS: NOVA FERRAMENTA PARA O FISCO E UMA NOVA REALIDADE PARA O CONTABILISTA

EMISSÃO DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS: NOVA FERRAMENTA PARA O FISCO E UMA NOVA REALIDADE PARA O CONTABILISTA Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Ex-Instituto Paulista de Contabilidade - Fundado em 1919) ÓRGÃO DE PROFISSÃO LIBERAL EMISSÃO DE DOCUMENTOS ELETRÔNICOS: NOVA FERRAMENTA PARA O FISCO E UMA NOVA

Leia mais

CISPED 2013. Álvaro Bahia. Coord Técnico Sistema NF-e. Coordenação Técnica

CISPED 2013. Álvaro Bahia. Coord Técnico Sistema NF-e. Coordenação Técnica CISPED 2013 Álvaro Bahia Coord Técnico Sistema NF-e Coordenação Técnica Tema de Nossa Palestra! Projeto A Terceira Geração da NF-e O Que há de novo por vir? Projeto Visão da Diretoria e Controladores das

Leia mais

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico

Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Cartilha CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico Introdução Esta cartilha tem o objetivo de orientar o contribuinte a implantar o sistema de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) em sua empresa

Leia mais

LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA ESTADUAL. ICMS: NOTA FISCAL NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e) CONSIDERAÇÕES

LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA ESTADUAL. ICMS: NOTA FISCAL NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e) CONSIDERAÇÕES LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA ESTADUAL ICMS: NOTA FISCAL NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e) CONSIDERAÇÕES Em face da publicação da Portaria CAT nº 1/2011 - DOE SP de 08.01.2011, este procedimento foi atualizado. Subtópico

Leia mais