O elefante que sonhava viver em África (adaptação da história de Jorge Bucay; Diogo Raminhos - Queres ser escritor II)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O elefante que sonhava viver em África (adaptação da história de Jorge Bucay; Diogo Raminhos - Queres ser escritor II)"

Transcrição

1 O elefante que sonhava viver em África (adaptação da história de Jorge Bucay; Diogo Raminhos - Queres ser escritor II) Peça Anotações (Entra o cenário do circo) (Entra o elefante Bondi) música de circo I (1 35) Era uma vez um elefante amestrado que vivia num circo e a quem chamavam Bondi. O elefante Bondi sempre vivera num circo, o Circo Real, onde viviam e trabalhavam muitos outros animais e artistas. O circo percorria todo o país com grande sucesso e, um dia, chegou a uma localidade perto de Lisboa, o Seixal. O público estava muito animado pois prometia-se mais um grande espetáculo. Ouvia-se música O apresentador anuncia o primeiro número, o elefante Bondi e o seu domador Fred. (Entra Fred) (Bondi e Fred atuam um pouco música de fundo) música de circo II (1 + bombos) (Sai Bondi e Fred) (Entra em cena o Jorge e o Damião) No circo estavam dois amigos de longa data, o Jorge e o Damião. - Damião o circo está cheio! Que bom! - Gosto muito muito de vir ao circo mas o que mais gosto é de ver os animais! - Também gosto muito de vir ao circo, sobretudo de ver os palhaços e as acrobacias. 1

2 - Sim! Mas o que mais gosto é de ver os elefantes. Adorooo! - São animais tão grandes e bonitos, não é? - Sim! Os elefantes são animais que me fascinam. - São enormes e têm muita força. - Mas o que mais gostas nos elefantes? - Os elefantes intrigam-me. - Já reparaste que quando atuam os elefantes são animais magníficos e poderosos mas quando o espectáculo acaba prendem-nos a uma simples estaca cravada na terra. - Parecem tão tristes - Estaca que podiam facilmente derrubar não é amigo? - Sim! - Podiam libertar-se e fugir. - Mas porque não o fazem? - Não sei. (Sai Jorge e Damião) (Entra Bondi) PAUSA E porque é que os elefantes não o fazem pergunto-vos eu 2

3 PAUSA O número acaba. Bondi e o domador saem da arena. O apresentador anuncia o número seguinte os palhaços. Jorge e Damião estão felizes pois gostaram muito do número com Bondi. música de palhaços ( pandeiretas) entram os palhaços Enquanto isso, no circo, Bondi estava agarrado a uma estaca, sozinho e pensativo. - Aqui no circo sempre fui bem tratado mas gostava tanto de ver como é ser livre. - O circo sempre foi a minha casa mas Fred, o meu domador, que até é meu amigo tira-me a liberdade e prende-me nesta estaca. - Quero fugir! Quero ser livre! Bondi fez força e PUM rebentou a estaca. Decidiu viajar e andou e andou. - Estou cheio de fome e sede. Será que devo voltar para o circo? - Mas eu quero ser livre (Entra o cenário da floresta) Bondi estava desesperado e sentia-se sózinho. Mas eis que é capturado e levado para o Jardim Zoológico. Como calculam não pode haver elefantes a passear na rua Foi colocado numa zona fechada com muitas árvores e junto a outros elefantes. Um deles, Jim, aproxima-se de Bondi. música dos Resistência Nasce selvagem (2 ) (Entra Jim) 3

4 - És novo por aqui? - Sou o Bondi! - Tu és igual a mim!! - Sou o Jim! - Sou um elefante como tu e vivo aqui no Zoo há algum tempo. - No circo eu era o único elefante. - Não te preocupes. Aqui somos bem tratados. - Dão-nos comida, água, temos abrigo e as pessoas adoram visitarnos. - Sim eu também era. - Mas eu queria tanto ser livre - Para onde queres ir? - Não sei. - Só sei que quero ser livre e tenho que fugir daqui. Nesse preciso momento apareceu a voar um lindo papagaio, o Neco. (Entra Neco) - Estão a falar de quê amigos? 4

5 - Aqui o Bondi quer ser livre e fugir do Zoo. - Ouvi o diretor do Zoo dizer que ia viajar para África. - Cruahh! Cruahh!! (Bondi e Jim) - África? O que é isso? - Então não sabem? - África é um continente e tem muitos países. - Lá existem muitos animais, como os elefantes, que vivem em liberdade em parques naturais protegidos. - É isso! Esse é o meu sonho: quero ir para África! - África é o meu continente. - Força Bondi. Luta pelo teu sonho. - Eu vou ficar aqui pois gosto de viver no Zoo e adoro que as crianças me venham ver. - Bondi vou ajudar-te a fugir daqui e vou contigo conhecer África. (Sai Jim) (Entra o cenário da savana) (Entra Bondi e Neco) Bondi e Neco fogem do Zoo. Vão para o aeroporto de Lisboa e embarcam num avião que segue para Moçambique em África. Depois de muitas horas de voo, e alguma fome e sede, desembarcam em África. Os dois amigos andam e andam e chegam ao destino: o Parque Nacional de Gorongosa. Percorrem a savana africana e observam muitos animais que vivem de forma selvagem. Estão felizes, muito felizes. música tradicional africana (2 ) entram os dançarinos africanos 5

6 De repente veem uma manada de elefantes e um deles aproxima-se. (Entra o elefante) Elefantes vestem camisa africana (Elefante) - Vocês são novos aqui no parque? - Sim, viemos de muito longe. - O meu sonho era viver em África onde posso viver em liberdade. - Posso viver com vocês? (Elefante) - Claro que sim! Esta é a terra dos elefantes. - Bondi achas que consegues viver longe de tudo o que tinhas? - Sim! Consigo. - Sou um elefante, um animal forte e poderoso e adoro viver em família. (Elefante) - E vais viver com a nossa manada onde estarás protegido. - Vais ter muitos amigos na savana e conhecer muitos sítios lindos. - Aqui vou ser feliz! - Alcancei o meu sonho: ser livre e viver em África! E não é meus amigos que Bondi e Neco foram mesmo muito felizes no Parque Nacional de Gorongosa. Se forem a África passem por lá e vejam como Bondi é feliz. FIM Canção sobre animais Malhão malhão (1 22) 6

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16 Agrupamento de Escolas de Sampaio JOÃO FRAQUINHO Era uma vez um menino que estava muito fraquinho, não tinha força para nada nem para se pôr de pé. Estava deitado no chão da rua,

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

O Rapaz e a Guitarra Mágica

O Rapaz e a Guitarra Mágica O Rapaz e a Guitarra Mágica Conto linha-a-linha Autoria: todas as turmas da Escola E.B. 2,3 de Palmeira Data: 21 a 25 de Março de 2011 Local de realização: Biblioteca Escolar Era uma vez um menino chamado

Leia mais

VIVA O OUTONO. INTÉRPRETES um Avô e dois netos

VIVA O OUTONO. INTÉRPRETES um Avô e dois netos VIVA O OUTONO INTÉRPRETES um Avô e dois netos ANA Que estás a fazer, Avô? Não ouves, Avô? AVÔ Quê?.. Estás aí?.. Estou a tocar, não vês?... Não ouves? ANA Bem vejo, bem oiço, mas não é tocar por tocar,

Leia mais

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta Sara Borges Ilustrado por: João Horta Título: Dislexia Autor: Sara Borges Ilustração: João Horta 1º Edição: Novembro 2012 ISNB: 978-3-16-148410-0 Porto Editora Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto Eu

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/1.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Conhece a Ana. // Perfil

Conhece a Ana. // Perfil Conhece a Ana // Perfil Nome: Ana Rodrigues Idade: 21 anos Nacionalidade: Portuguesa Cidade: Caxarias/Ourém Escola: Escola Superior de Saúde (ESSLei) Curso: Licenciatura em Dietética País Escolhido: Lituânia

Leia mais

Pentecostes Atos

Pentecostes Atos Pentecostes Atos 2 1-47 Introdução: Jesus, durante a sua vida, foi seguido pelos apóstolos e por tantas outras pessoas. Maria, sua mãe, desde o início estava sempre com ele e nunca o abandonou. Quando

Leia mais

Tens alguma bagagem? Sim, tenho a minha mochila e um saco grande. Bom, eu fico com o saco e tu ficas com a mochila. Está bem?

Tens alguma bagagem? Sim, tenho a minha mochila e um saco grande. Bom, eu fico com o saco e tu ficas com a mochila. Está bem? Nível 1 CHEGADA Olá! És a Sandra? Sou, sim, e tu, és o João? Sim, finalmente! Como estás? Estou bem, e tu? Muito bem, obrigada. E a viagem, foi boa? Não foi má... Estou um pouco cansada e tenho sede. Está

Leia mais

O melhor amigo O melhor amigo, Página 1

O melhor amigo O melhor amigo, Página 1 O melhor amigo! O melhor amigo, Página 1 Qual é a verdadeira atração na vossa vida? O que é que vos atrai? Nas nossas vidas precisamos de equilíbrio, de nos sentirmos bem. Há certas coisas que funcionam

Leia mais

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1

A paz já lá está A paz já lá está, Página 1 A paz já lá está! A paz já lá está, Página 1 A minha mensagem é muito, muito simples. Muitas pessoas vêm ouvir-me e sentam-se aí, meio tensas: "O que é que eu vou ouvir?" E eu digo-lhes sempre: "Relaxem."

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS

Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus Adaptado por: Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

O mar na gota de água

O mar na gota de água O mar na gota de água! O mar na gota de água, Página 1 Há uma pergunta que tem de ser feita: seja o que for que esteja a acontecer na minha vida, em qualquer altura, em tempos de alegria, em tempos de

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Sou bem que ele mais v coleção Conversas #21 - ABRIL 2015 - m o c está l e g i o h a que e l apenas por in e t. er e s se? Será Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

Leia mais

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto E. E. Ernesto Solon Borges Disciplina: Língua Portuguesa Profª. Regente: Vania Progetec: Cristina Ano: 8º Ano A Alunos: Dayane Sales e Emily Cristina Data: 12/11/2014 Produção de texto Se eu tivesse um

Leia mais

Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003 De Antoine De Saint Exupéry

Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003  De Antoine De Saint Exupéry O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão RECONTO Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Leiria PLIP003 www.plip.ipleiria.pt Este

Leia mais

Universidade dos Açores Departamento das Ciências da Educação Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico

Universidade dos Açores Departamento das Ciências da Educação Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Universidade dos Açores Departamento das Ciências da Educação Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico Cgomes TE Descobrindo os seres vivos Luísa Andrade & Sofia Mourato Trabalho

Leia mais

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este Vivo num sonho que não é realidade Faz parte do meu viver Crescer sonhando esquecendo os planos Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este EU Hoje deixei pra lá me esqueci de tudo Vivo minha vida sobre

Leia mais

Mariana Martins e Rita Pereira Professora Cláudia Barros

Mariana Martins e Rita Pereira Professora Cláudia Barros COLÉGIO CAMPO DE FLORES A força do meu ser Concurso Jovens Autores de Histórias Ilustradas Mariana Martins e Rita Pereira Professora Cláudia Barros Imagina. Não há carros, não há aviões, não há barcos.

Leia mais

CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA

CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA COMPREENSÃO DA LEITURA PRODUÇÃO E INTERAÇÃO ESCRITAS INFORMAÇÕES E INSTRUÇÕES PARA OS CANDIDATOS Esta componente tem a duração de 1 hora e 15 minutos.

Leia mais

Iracema ia fazer aniversário. Não

Iracema ia fazer aniversário. Não Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema ia fazer aniversário. Não sabia muito bem se ela podia convidar a turma do Hospital por motivos fáceis de explicar,

Leia mais

CÉU, A BELA CASA DE DEUS

CÉU, A BELA CASA DE DEUS Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho

Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho Para cada uma das questões há apenas uma resposta certa. Assinala-a com uma cruz! 1. O Alquimista

Leia mais

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA ELA por Raquel Schaedler Peça para três personagens: O homem A mulher ELA Você comeu? Comi. Você tá com fome? Um pouquinho. quer um miojo? Não. Você não tem um chocolate aí? Tenho. Tem? O que você tem?

Leia mais

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara UM DIA CHEIO Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara Tudo começou quando eu queria pescar com meu avô. Ele tinha

Leia mais

Ficar completo Ficar completo, Página 1

Ficar completo Ficar completo, Página 1 Ficar completo Ficar completo, Página 1 A maior parte do que ouvimos na vida é sobre como tudo era ou como poderia ser. Especialmente quando ficamos mais velhos, pensamos em como eram as coisas quando

Leia mais

OS AMIGOS E O URSO. 01- Qual o título da história? R.: 02- O que apareceu enquanto os dois amigos caminhavam? R.:

OS AMIGOS E O URSO. 01- Qual o título da história? R.: 02- O que apareceu enquanto os dois amigos caminhavam? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== OS AMIGOS E O URSO Esopo Recontada

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

Ilustrações de L. Bandeira

Ilustrações de L. Bandeira Ilustrações de L. Bandeira maior brejo do mundo - MIOLO.indd 3 20/11/2012 14:22:17 Ofereço este trabalho aos amigos Valter e Rosangela, pois se fazem criança e brincam comigo nos momentos mais difíceis

Leia mais

O CÓDIGO DO GUERREIRO

O CÓDIGO DO GUERREIRO O CÓDIGO DO GUERREIRO VIVER André Furlan CÓDIGO DO GUERREIRO Às vezes tenho tido insônia. Ontem consegui dormir eram seis horas da manhã. Hoje já vou combater este problema. Deitado faço respiração lenta

Leia mais

BE/CRE do Centro Escolar

BE/CRE do Centro Escolar Olá! Cá estou eu de volta. Lembram-se de mim? Sou o BIBLIOKID. Habitualmente, encontram-me na biblioteca da EB1 n.º2 Adoro livros e computadores!!!.. Sabem!!! Estou muito feliz, porque agora tenho uma

Leia mais

Teatro A História da Carochinha

Teatro A História da Carochinha Teatro A História da - O meu nome é, gosto muito de limpar. Arrumo a casa toda, sempre a cantar. Tenho uma vida pacata mas gostava de casar. Vestir um vestido branco e um marido arranjar. Mas preciso de

Leia mais

As Melhores 313 PIADAS. para rir sem parar

As Melhores 313 PIADAS. para rir sem parar As Melhores 313 PIADAS para rir sem parar Excesso de velocidade Depois de mandar parar uma condutora, o polícia de trânsito diz-lhe: Minha senhora, vou multá-la. Vinha a 200 quilómetros à hora! O quê???

Leia mais

Versão PICTOGRÁFICA (SPC)

Versão PICTOGRÁFICA (SPC) O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão PICTOGRÁFICA (SPC) Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Tradução e adaptação para pictogramas (SPC) Carlos Pereira e Ana Silva

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

Interpretação de textos Avaliação Parcial II. Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade

Interpretação de textos Avaliação Parcial II. Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade Interpretação de textos Avaliação Parcial II Língua Portuguesa Brasileira Antonio Trindade Verbo ser Que vai ser quando crescer? Vivem perguntando em redor. Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome?

Leia mais

Boletim Missionário ROL DO BERÇO. Divisão Centro-oeste africana. Auxiliar Para Diretores e Professores da Escola Sabatina

Boletim Missionário ROL DO BERÇO. Divisão Centro-oeste africana. Auxiliar Para Diretores e Professores da Escola Sabatina Boletim Missionário Auxiliar Para Diretores e Professores da Escola Sabatina ROL DO BERÇO Divisão Centro-oeste africana 1º Trimestre de 2014 Estimado Líder da Escola Sabatina, Este trimestre damos especial

Leia mais

Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve

Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve Muitas Trombas Tornam o Trabalho Mais Leve Era uma vez um elefantinho chamado Tolongo. Ele foi criado na savana com sua mãe e algumas outras famílias de elefantes. Eles percorriam os pastos à procura de

Leia mais

Que Nevão! Teresa Dangerfield

Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Mamã, Mamã, está tudo branquinho lá fora! gritou o Tomás muito contente assim que se levantou e espreitou pela janela. Mariana, vem ver depressa!

Leia mais

A vossa realidade A vossa realidade, Página 1

A vossa realidade A vossa realidade, Página 1 A vossa realidade! A vossa realidade, Página 1 Uma árvore é capaz de produzir um fruto, mas precisa de ser alimentada. Do mesmo modo, nós, como seres humanos ao cimo desta Terra, temos uma possibilidade,

Leia mais

Questão 01 No trecho (...) o triste burro foi unanimamente eleito... (linha 24), a palavra grifada nos indica o que?

Questão 01 No trecho (...) o triste burro foi unanimamente eleito... (linha 24), a palavra grifada nos indica o que? NOME: DATA: TURMA: PROFESSOR (A): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA NOTA: ANIMAIS E A PESTE Em certo ano terrível de peste entre os animais, o leão, mais apreensivo, consultou um macaco

Leia mais

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR Numa bela manhã, nasceram seis lindos patinhos que encheram de encanto seus pais. Eram amarelinhos e fofinhos. Um dos patinhos recebeu o nome de Taco. Mamãe e papai estavam muito felizes com seus filhotes.

Leia mais

À procura do inato !!!!!!!!!!!!!!

À procura do inato !!!!!!!!!!!!!! À procura do inato Prem Rawat foi convidado a falar no Teatro Verdi de Pádua, em Itália, sob o patrocínio do Presidente da República Italiana, do Ministério da Justiça, da Região de Veneto e da Província

Leia mais

De acordo com o programa de língua portuguesa preparamos uma

De acordo com o programa de língua portuguesa preparamos uma De acordo com o programa de língua portuguesa preparamos uma actividade REDIGIR UMA CARTA 1- O objectivo geral. Produzir textos escritos com intenções comunicativas diversificadas (Na carta os alunos deverão

Leia mais

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar Fui à biblioteca tentar escolher Um bom livro para ler Mas era difícil descobrir Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar E vim cá para fora brincar. Os meus amigos riam-se de mim E eu

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes

Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes O ATAQUE NA PISCINA Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes de Natália, Bárbara não queria que

Leia mais

Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar

Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar Penso em ti o dia inteiro Penso em toda a tua beleza Se ser bonita

Leia mais

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita

Areias 19 de Janeiro de 2005. Querida Mãezita Areias 19 de Janeiro de 2005 Querida Mãezita Escrevo-te esta carta para te dizer o quanto gosto de ti. Sem ti, eu não teria nascido, sem ti eu não seria ninguém. Mãe, adoro- -te. Tu és muito importante

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume II 03 a 04 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume II 03 a 04 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume II 03 a 04 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME II (03 A 04 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL

Leia mais

Gabriel Augusto Dutra de Souza RA

Gabriel Augusto Dutra de Souza RA Gabriel Augusto Dutra de Souza RA00179002 Tecnologia em Jogos Digitais O amor dói Linguagem Audiovisual em Games Eliseu De Souza Lopes Filho Desenho Conceitual e Storyboard David de Oliveira Lemes Fluxograma

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

Manual de Ajuda para a Criança. asma. Programa Nacional de Controlo

Manual de Ajuda para a Criança. asma. Programa Nacional de Controlo Manual de Ajuda para a Criança asma Programa Nacional de Controlo Direcção-Geral da Saúde COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DA ASMA 2001 EDIÇÃO Direcção-Geral da Saúde Al. D. Afonso Henriques, 45 1049-005

Leia mais

Em Círculos. Mateus Milani

Em Círculos. Mateus Milani Em Círculos Mateus Milani Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas Ariano Suassuna. Sinopse Círculos. A vida

Leia mais

De repente um homem viu-se no meio de um campo verde, deserto, sem nada nem ninguém no horizonte, além do céu azul que se encontrava com o solo.

De repente um homem viu-se no meio de um campo verde, deserto, sem nada nem ninguém no horizonte, além do céu azul que se encontrava com o solo. O Nada Rafael Bezerra Simão O NADA De repente um homem viu-se no meio de um campo verde, deserto, sem nada nem ninguém no horizonte, além do céu azul que se encontrava com o solo. - Morri! pensou o homem,

Leia mais

Ministério da Cultura. apresentam: o Circo Chegou. A cidade oficial do Circo no Brasil

Ministério da Cultura. apresentam: o Circo Chegou. A cidade oficial do Circo no Brasil Ministério da Cultura apresentam: o Circo Chegou 18 a 23 nov. Caxambu A cidade oficial do Circo no Brasil O Festival Mundial de Circo arma o picadeiro pela segunda vez em Caxambu, Minas Gerais. O objetivo

Leia mais

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati Conto das Águas Um conto de sensações Enio Roncarati Dedicatória Dedico este pequeno conto aos autores anônimos que com esperança de lançar uma pequena Luz sobre aqueles que estão dispostos a trilhar

Leia mais

Dança ao ritmo da existência

Dança ao ritmo da existência www.possibilidade.pt Dança ao ritmo da existência! Dança ao ritmo da existência, Página 1 Aquilo que eu gostava de vos dizer é algo que, quando eu era muito novo, ouvia o meu pai dizer quando discursava.

Leia mais

HISTÓRIAS DO ZÉ DO BREJO O GIGANTE INVASOR. Volume I

HISTÓRIAS DO ZÉ DO BREJO O GIGANTE INVASOR. Volume I HISTÓRIAS DO ZÉ DO BREJO Textos sobre folclore e ecologia para leitura dramática ou encenação nas escolas de Ensino Fundamental e Ensino Médio. Volume I O GIGANTE INVASOR Sérgio Luiz Bambace Músicas: -

Leia mais

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua

O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua O Pequeno Trevo e os Amigos da Rua De Pedro Santos de Oliveira Versão COMPLETA Por Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 www.plip.ipleiria.pt 2013 O Pequeno Trevo e os

Leia mais

A existência de deus. Por: Sheikh Aminuddin Mohamad مراجعة: الشيخ/محمد إبراهيم فقير

A existência de deus. Por: Sheikh Aminuddin Mohamad مراجعة: الشيخ/محمد إبراهيم فقير 1436 A existência de deus < الربتغايلة > Por: Sheikh Aminuddin Mohamad أمني ادلين حممد مراجعة: الشيخ/محمد إبراهيم فقير 1 A existência de deus A existência de Deus é a questão base das religiões, daí que

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

DATA: / / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: VALOR: 10,0

DATA: / / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: VALOR: 10,0 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / 206 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em O Amor O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em ter alguém por perto ou fazer algo que goste.

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Entreter, divertir, alegrar e ensinar, estas são as missões da parceria Casa 2 e Cia de Bonecos Urbanos. Trazemos o melhor em teatro de bonecos e

Entreter, divertir, alegrar e ensinar, estas são as missões da parceria Casa 2 e Cia de Bonecos Urbanos. Trazemos o melhor em teatro de bonecos e Apresentam: Entreter, divertir, alegrar e ensinar, estas são as missões da parceria Casa 2 e Cia de Bonecos Urbanos. Trazemos o melhor em teatro de bonecos e musicais, com peças atuais e divertidas, apresentando

Leia mais

E6- mais ou menos. Correu uma beca pó torto. E- Eu sei, a Laura disse-me, eu não tava nesse dia não puder ir. Gostavas que tivesse corrido melhor?

E6- mais ou menos. Correu uma beca pó torto. E- Eu sei, a Laura disse-me, eu não tava nesse dia não puder ir. Gostavas que tivesse corrido melhor? E- Vá, então eu queria-te perguntar sobre o teatro, o que é que tu achas do teatro. E6- Bué fixe. E- Ya e quando soubeste que ias fazer teatro ficaste contente ou triste? E6- Bué contente. E- Porquê? E6-

Leia mais

Textos: Francisco J. Guerra Rosado (SEEDA) Ilustrações: Francisco Mª García Domínguez. Coordenação: Ana Maroto García (Fundación CBD-habitat)

Textos: Francisco J. Guerra Rosado (SEEDA) Ilustrações: Francisco Mª García Domínguez. Coordenação: Ana Maroto García (Fundación CBD-habitat) Proyecto: Escuelas de la Biosfera Organismo Autónomo Parques Nacionales (OAPN) Ministerio de Agricultura, Alimentación y Medio Ambiente de España Direcção Técnica: Francisco José Cantos e Natalia Beltrán

Leia mais

1 filho de 11 anos Local da entrevista Local de trabalho entrevistada no local de trabalho, numa sala ao lado da sala Comentários

1 filho de 11 anos Local da entrevista Local de trabalho entrevistada no local de trabalho, numa sala ao lado da sala Comentários 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Identificação F01 Duração da entrevista 24:58 Data da entrevista 6-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1971 (39) Local de nascimento/residência

Leia mais

O Casamento do Saci-Pererê

O Casamento do Saci-Pererê O Casamento do Saci-Pererê Pedro Miguel Miralante Ilustrações Thiago Vaccani Catalogação na Publicação (CIP) Ficha catalográfica feita pelo autor Miralante, Pedro Miguel, 2012 O Casamento do Saci-Pererê

Leia mais

Relatório de viagem: Juliana Pucheu Università Cattolica del Sacro Cuore - Milão, Itália

Relatório de viagem: Juliana Pucheu Università Cattolica del Sacro Cuore - Milão, Itália Relatório de viagem: Juliana Pucheu Università Cattolica del Sacro Cuore - Milão, Itália Sou estudante de Jornalismo e decidi ir para a Universidade Católica de Milão, na Itália. Fui em 2016.1 e estava

Leia mais

Este é o vosso tempo Este é o vosso tempo, Página 1

Este é o vosso tempo Este é o vosso tempo, Página 1 Este é o vosso tempo! Este é o vosso tempo, Página 1 Há uma coisa muito simples de que quero falar. Eu sei que as pessoas vieram para ouvir falar de paz. Já lá irei. Porque isso não é difícil, isso é fácil.

Leia mais

A alga que queria ser flor

A alga que queria ser flor A alga que queria ser flor Ana Cristina Tavares Ilustração Joana Barata IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA COIMBRA UNIVERSITY PRESS Inquire is funded by the European Union within the 7th Framework Programme

Leia mais

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô.

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô. Parabéns para o Dan Tocou o telefone lá em casa. Meu pai atendeu na sala. Alô. Meu avô, pai do meu pai, do outro lado da linha, fez voz de quem não gostou da surpresa. Eu liguei pra dar parabéns ao Dan.

Leia mais

A estudante Luísa Leão, 23 anos, tem baixa visão e, mesmo com ajuda de uma

A estudante Luísa Leão, 23 anos, tem baixa visão e, mesmo com ajuda de uma \'Estou começando a viver de novo\', diz dona do primeiro cão-guia do PA Estudante Luísa Leão diz que cadela Sheba abre portas. ONG aponta que preço dificulta aumento de cães-guias no país. Matéria publicada

Leia mais

Amor nos Tempos de Cólera

Amor nos Tempos de Cólera Amor nos Tempos de Cólera 1 Episódio I Narrador: Amália e Mutarro são namorados. Estão sentados no muro. Amália nota que Mutarro está muito triste. Amália: Mutarro, porque é que estás triste? Mutarro:

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

O SONHO DA FORMIGUINHA

O SONHO DA FORMIGUINHA Onde o futuro diz: Presente O SONHO DA FORMIGUINHA Personagens: Formiguinha Borboletas Bailarinas Leão Coruja Mico Leão Dourado Tigre Branco Gato Sol Empresária Lenhador Ajudante da Empresária Oficina

Leia mais

Vidas de Insectos. Escola Básica 2,3 Pedro Eanes Lobato. Trabalho elaborado por: Professoras responsáveis: Amora

Vidas de Insectos. Escola Básica 2,3 Pedro Eanes Lobato. Trabalho elaborado por: Professoras responsáveis: Amora Escola Básica 2,3 Pedro Eanes Lobato Amora Vidas de Insectos Trabalho elaborado por: - Alunos do Clube do Ambiente O Ambiente à Flor da PEL Professoras responsáveis: - Célia Rosado e Júlia Ribeiro Amora,

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

PSY: Você também tratou muito dela quando viviam as duas. A: Depois não percebe que tem de ir apresentável! Só faz o que lhe apetece!

PSY: Você também tratou muito dela quando viviam as duas. A: Depois não percebe que tem de ir apresentável! Só faz o que lhe apetece! Anexo 3 SESSÃO CLÍNICA - A PSY: Então como tem andado? A:Bem. Fomos as três a Fátima, foi giro. Correu bem, gosto de ir lá. Tirando a parte de me chatear com a minha irmã, mas isso já é normal. Anda sempre

Leia mais

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Tema: Elaboração de uma peça de teatro - Promoção da Saúde,

Leia mais

O Modelo da Confiança

O Modelo da Confiança O Modelo da Confiança Ken Blanchard Cynthia Olmstead Martha Lawrence O Modelo da Confiança O segredo para formar equipas fortes, motivadas e vencedoras Tradução: Maria Lucília Filipe CONFIANÇA QUEBRADA

Leia mais

A MATEMÁTICA NO PRÉ -ESCOLAR

A MATEMÁTICA NO PRÉ -ESCOLAR A MATEMÁTICA NO PRÉ -ESCOLAR As crianças constroem espontaneamente as suas noções matemáticas a partir das vivências do dia a dia. A construção de noções matemáticas fundamenta-se na vivência do espaço

Leia mais

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA

O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA O PEQUENO TREVO E OS AMIGOS DA RUA LEITURA FÁCIL De Pedro Santos de Oliveira Ilustrações de Luis de Lacerda Estrela PLIP009 Adaptação e revisão de texto Ana Cristina Luz Desenvolvido no âmbito do projeto

Leia mais

GUARDIÕES DA NATUREZA MISSÃO: EM BUSCA DA RECUPERAÇÃO DA NASCENTE

GUARDIÕES DA NATUREZA MISSÃO: EM BUSCA DA RECUPERAÇÃO DA NASCENTE GUARDIÕES DA NATUREZA MISSÃO: EM BUSCA DA RECUPERAÇÃO DA NASCENTE CONHEÇA NOSSOS GUARDIÕES! 1 DESAFIO: O...O CÉU ESTÁ CARREGADO. VEM CHUVA POR AI ESSA É A ALINE! SEU NOME SIGNIFICA PROTETORA NOBRE. SEUS

Leia mais

Autoria. Coordenação científica e programática. Ilustração e design. Sónia Costa

Autoria. Coordenação científica e programática. Ilustração e design. Sónia Costa Autoria Sónia Costa Licenciada em Ciências da Educação pela Universidade do Porto sonia.costa@am-live.pt Coordenação científica e programática Sónia Costa Licenciada em Ciências da Educação pela Universidade

Leia mais

A novela chegou ao fim. O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos no início da

A novela chegou ao fim. O atacante Robinho foi apresentado pelo Santos no início da Volta para a casa: Robinho é apresentado e já quer jogar clássico Presidente entrega a camisa 7 ao ídolo do Santos, que já se coloca à disposição de Oswaldo de Oliveira para o duelo com o Corinthians,

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro Personagens: J- TIA JANE B- Anjo BENTINHO P- PEDRINHO C- CLARINHA Be- Bebel Roteiro J- É ano novo lalaia, é ano novo lalaia! Vou deixar tudo bonito pra esperar o menino Jesus que vai nascer!!! (cantando

Leia mais

Paula Rego, "As Criadas", O que vês no quadro da pintora portuguesa Paula Rego? Em que divisão da casa se passa esta cena? BLOCO DE ATIVIDADES

Paula Rego, As Criadas, O que vês no quadro da pintora portuguesa Paula Rego? Em que divisão da casa se passa esta cena? BLOCO DE ATIVIDADES UNIDADE: A CASA / PORTUGAL SITUAÇÃO DE USO Localização e descrição uma casa MARCADORES Habitação; Rotinas; Comportamento EXPETATIVAS DE APRENDIZAGEM - Utilizar léxico adequado; - Conjugar os verbos ser,

Leia mais

00:09:05,081 --> 00:09:10,571 O Brasil é uma parte do nosso coração.

00:09:05,081 --> 00:09:10,571 O Brasil é uma parte do nosso coração. 0 00:09:05,081 --> 00:09:10,571 O Brasil é uma parte do nosso coração. 1 00:09:11,362 --> 00:09:18,039 Você sabe, uma coisa interessante aconteceu: na Bahia, houve uma reunião com intelectuais de esquerda.

Leia mais

Programa: O jardim secreto. Duração: 1h11min. Código: 12001

Programa: O jardim secreto. Duração: 1h11min. Código: 12001 Programa: O jardim secreto. Duração: 1h11min. Código: 12001 Ao ficar órfã, Mary Lennox, uma garota de onze anos, é mandada para a Inglaterra para viver com seu tio Archibald Craven, um Homem velho e desligado

Leia mais

Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança

Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança Tempo para ser criança e ser feliz Textos e ilustrações dos alunos do 3º ano 1 de junho de 2017 Dia da Criança Ser criança e ser feliz Ser criança é uma das virtudes do homem Podem fazer-se coisas que

Leia mais

Personagens: Duas Frases Oração subordinada Guarda do Reino

Personagens: Duas Frases Oração subordinada Guarda do Reino Funcionamento da Língua O Reino das Orações O Reino das Orações Personagens: Duas Frases Oração subordinada Guarda do Reino ( Ao fim de um longo caminho, duas frases encontram um grande castelo envolto

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

Devemos ser livres JULIA FERREIRA 7º A. Devemos ser livres Para andar na rua Sem medo ou desespero Sozinhos ou acompanhados

Devemos ser livres JULIA FERREIRA 7º A. Devemos ser livres Para andar na rua Sem medo ou desespero Sozinhos ou acompanhados Devemos ser livres JULIA FERREIRA 7º A Devemos ser livres Para andar na rua Sem medo ou desespero Sozinhos ou acompanhados Comprar algo caro Sem medo de ser assaltado Ter um carro bom, Mas não para ser

Leia mais

Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Origem da vida e Evolução das espécies Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 A primeira forma de vida na Terra foi um ser unicelular, que surgiu há 3,6 bilhões de anos

Leia mais