Termo de Referência 12/2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Termo de Referência 12/2015"

Transcrição

1 (ISO Em Processo de Implantação) Itapira, 25 de Setembro de Termo de Referência 12/2015 Especificações para a contratação de empresa especializada para execução, com fornecimento de materiais, equipamento e mão de obra do Sistema de tratamento de água de Lavagem de Filtros e Lodo de ETA do município de Itapira/SP. 1. OBJETIVO O presente Termo de Referência (TR) contém a descrição e especificações técnicas dos elementos prioritários para a Contratação de empresa especializada com fornecimento de materiais, equipamento e mão de obra para o Sistema de Tratamento de Água de Lavagem de Filtros e Lodo de ETA do município de Itapira, complementando o Memorial Descritivo do objeto, e dando diretrizes para as empresas participantes da licitação do Processo Licitatório a qual este TR é integrante, apresentando a documentação de QUALIFICAÇÃO TÉCNICA e a relação de documentos para apresentar junto da PROPOSTA. Este Termo de Referência ainda apresenta outras informações relevantes para a contratação do objeto. 2. INTRODUÇÃO A presente obra tem como finalidade a preservação dos recursos ambientais, do ponto de vista de captação de água e de lançamento de efluente tratado, resultando também numa estratégia de redução dos desperdícios no processo de tratamento da água mediante aumento direto da eficiência e da recuperação de água para o próprio abastecimento. Este sistema irá tratar os resíduos provenientes do processo de tratamento de água, atendendo à legislação 1/8

2 (ISO Em Processo de Implantação) vigente e aos padrões e requisitos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo CETESB. A implantação deste sistema é resultante de um financiamento do Programa Saneamento para Todos, do Ministério das Cidades, onde se firmou o Contrato nº /2014 com a Caixa Econômica Federal. Fizeram parte do escopo do projeto e das atividades desenvolvidas: Estudo e Avaliação do Processo de Filtração; Estudo e Avaliação do Processo de Decantação; Avaliação do Processo de Decantação; Caracterização dos sólidos resultantes para adequação de disposição final conforme NBR 10004/2004; Levantamento planialtimétrico e cadastral da área da Estação e área necessária para ampliação, em coordenadas geodésicas, e curvas de nível de 1,00m em 1,00m; Sondagem para caracterização do solo e nível do lençol freático; Dimensionamento e projeto executivo do sistema de recuperação de águas de lavagem dos filtros e sedimentabilidade dos sólidos; Dimensionamento e projeto executivo do sistema de desaguamento para os Lodos de Decantadores e de Filtros; Dimensionamento hidro-eletromecânico e projeto executivo do sistema de transporte das águas clarificadas e lodos; Elaboração de Orçamento discriminado e Cronograma físico-financeiro; Elaboração das Instruções de Trabalho para a fase sólida da Estação; 3. RECURSOS FINANCEIROS A implantação deste sistema é resultante de um financiamento do Programa Saneamento para Todos, do Ministério das Cidades, onde se firmou o Contrato nº /2014 com a Caixa Econômica Federal, com um valor orçado em R$ ,64 (dois milhões, oitocentos e quarenta e seis mil, e oitenta e um reais, e sessenta e quatro centavos). 2/8

3 (ISO Em Processo de Implantação) 4. PRAZO PARA EXECUÇÃO DAS OBRAS E VIGÊNCIA CONTRATUAL O prazo de execução das obras, apresentado através do cronograma físicofinanceiro e aprovado pela Caixa Econômica Federal, é de 06 (seis) meses, a contar da emissão da Ordem de Serviço emitida pelo Setor de Engenharia do SAAE. A emissão da Ordem de Serviço se dará após o Contrato, e o aceite e liberação da Caixa Econômica Federal. Em razão de a presente obra ocorrer através de financiamento, os trâmites de fiscalização da obra e liberação de recursos financeiros por meio da Caixa Econômica Federal, podem demandar de certo tempo, o que por ventura pode estender o prazo de execução dos serviços. Desta forma o prozo contratual será de 12 (doze) meses. 5. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS As especificações técnicas que constituem o objeto desta obra estão previstas neste termo de referência e no projeto denominado: Sistema de tratamento da fase sólida da estação de tratamento de água de Itapira Recuperação das águas de lavagens dos filtros e tratamento dos rejeitos sólidos (lodos), de Novembro de Elaborado pela empresa MAXIMUS Engenharia e Consultoria LTDA, tendo como responsável técnico o Engenheiro Ambiental Adauto Luis Paião, CREA - SP , com ART de número e pela ART complementar número , referente ao cronograma físico-financeiro. O projeto encontra-se anexo a este termo de referência. 6. DOCUMENTAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA a) Original ou cópia autenticada da Certidão de registro de pessoa jurídica, dentro de seu prazo de validade, junto ao CREA Conselho Regional de Engenharia e Agronomia; 3/8

4 (ISO Em Processo de Implantação) b) Atestado(s) ou Certidão(ões) de Capacidade Operacional, fornecido(s) por pessoa(s) jurídica(s) de direito público ou privado, necessariamente em nome do licitante, devidamente registrado(s) e acervado no órgão competente CREA, no(s) qual(ais) se indique(m) a instalação de no mínimo 02 (dois) equipamentos dos seguintes itens abaixo listados: Item Correspondente da Planilha Orçamentária Descrição do Equipamento Quant. Item 15 Conjunto de Recalque de lodo para o Adensador 01 un. Item 16 Adensador de lodo por equipamento mecanizado. 01 un. Item 17 Conjunto de Recalque de lodo para ao Decanter Centrífugo 01 un. Item 18 Desidratação de lodo por Decanter Centrífugo 01 un. c) Atestado(s) ou Certidão(ões) de Capacidade Operacional, fornecido(s) por pessoa(s) jurídica(s) de direito público ou privado, necessariamente em nome do licitante, devidamente registrado(s) e acervado no órgão competente CREA, no(s) qual(ais) se indique(m) a execução de obras civis pertinentes ao objeto desta contratação correspondente a no mínimo aos seguintes itens: Descrição Quant. Forma de madeira 500,00 m² Concreto usinado FCK 30 60,00 m³ Aço CA 50/ ,00 kg d) Relação da equipe técnica da empresa que se responsabilizará pela execução dos serviços contratado, bem como a comprovação da qualificação de cada um de seus membros e de que faz parte do quadro 4/8

5 (ISO Em Processo de Implantação) permanente da empresa licitante, cuja comprovação de vínculo profissional pode se dar mediante: contrato social, registro na carteira profissional, ficha de empregado, contrato de trabalho, ou ainda contrato de prestação de serviços com profissional autônomo que preencha os requisitos e se responsabilize tecnicamente pela execução dos serviços, na data fixada para a apresentação das propostas; e) Apresentação de declaração de vistoria. A Licitante deverá visitar o(s) local(is)/localidade(s) dos serviços, o que deverá ocorrer com anterioridade à apresentação dos envelopes, para inteirar-se de todos os aspectos referentes à execução dos serviços. A Visita Técnica aos locais dos serviços deverá ser agendada previamente junto ao SAAE através do telefone (19) ramal 9515 ou 9505 com os Eng.º Denis Augusto Mathias e Eng.º Paulo Roberto dos Santos e deverá ocorrer até 3 (três) dias úteis anteriores a abertura. O Atestado de Visita será emitido na ocasião da visita e fará parte integrante dos documentos de habilitação. A falta do atestado de visita inabilitará a Licitante. 7. DESCRIÇÃO DOS EQUIPAMENTOS/SERVIÇOS Os serviços que contemplam a Contratação de empresa especializada com fornecimento de materiais, equipamento e mão de obra para o Sistema de Tratamento de Água de Lavagem de Filtros e Lodo de ETA do município de Itapira, estão devidamente descritos no Memorial Descritivo (Relatório de Medição Final de Serviços Prestados Maximus Engenharia e Consultoria Ltda) do projeto de engenharia. A descrição sucinta destes itens é apresentada a seguir, complementando o Memorial Descritivo da empresa Maximus: 7.1. Conjunto de Recalque de lodo para o Adensador (item 15 da Planilha Orçamentária) As bombas deverão ser do tipo helicoidal, a motor de velocidade variável, equipadas com inversores de frequência ou moto-variador. 5/8

6 (ISO Em Processo de Implantação) 02 (duas) bombas para recalque de lodo ao adensador, com teor de SS variando de 0,8% a 1,0%. Cada bomba irá operar no seguinte ponto operacional: Q = até 60,00 m³/h (máximo). Motor elétrico. Tensão de trabalho: 220V Reator de Floculação de Lodo O sistema deverá conter 02 (dois) Reatores de Floculação de Lodo, na qual são empregados para promover a formação dos flocos no lodo a ser adensado, minimizando o consumo de polímero e maximizando a eficiência de retenção dos sólidos Adensador de lodo por equipamento mecanizado (item 16 da Planilha Orçamentária) 02 (dois) adensadores mecânicos, sendo que cada equipamento deverá ter capacidade mínima de 54 m³/h (máxima de projeto). Rotação variável, trabalhando 12 horas/dia, 7 dias/semana, com lodo contendo em torno de 0,8% a 1% de SS. O lodo desidratado resultante deverá atingir um teor de sólidos de no máximo 3%. Dimensões: Conforme o fabricante. Peso: Conforme o fabricante Conjunto de Recalque de lodo para ao Decanter Centrífugo (item 17 da Planilha Orçamentária) As bombas deverão ser do tipo helicoidal, a motor de velocidade variável, equipadas com inversores de frequência ou motovariador. 02 (duas) bombas para recalque de lodo ao adensador, com teor máximo de SS de 3%. Cada bomba irá operar no seguinte ponto operacional: Q = até 15,00 m³/h (máximo). 6/8

7 (ISO Em Processo de Implantação) Motor elétrico. Tensão de trabalho: 220V Desidratação de lodo por Decanter Centrífugo (item 18 da Planilha Orçamentária) 02 (duas) Desaguadoras tipo Decanter centrífugo. Cada equipamento deverá ter capacidade de até 14 m³/h (rotação variável), trabalhando 12 horas/dia, 7 dias/semana, com lodo contendo 3% a 4% de SS. O lodo desidratado resultante deverá atingir um teor de sólidos da ordem de 20%. Dimensões: Conforme o fabricante. Peso: Conforme o fabricante Sistema Automático de Preparo e Dosagem de Polímero (item 19 da Planilha Orçamentária) 02 (dois) Sistemas de Preparo e Dosagem automático de polímero totalmente em inox, sendo este equipamento utilizado para a preparação contínua de solução de polímero. Tal sistema foi dimensionado para preparar até 1000 litros/hora de solução de polieletrólito, numa faixa de concentração de 0,2% a 0,5%. O sistema deverá ser composto por um recipiente pulmão, com capacidade de 150 litros, executado em aço inoxidável, para armazenamento de polímero em pó, um dosador de polímero via motor Bomba dosadora de Polímero (item 20 da Planilha Orçamentária) As bombas deverão ser do tipo rotor helicoidal acoplado a motor de velocidade variável, equipadas com inversores de freqüência ou moto-variador. 04 (quatro) bombas para dosagem de solução de polieletrólito, numa faixa de concentração de 0,2% a 0,5%. Cada bomba irá operar no seguinte ponto operacional: Q = até 1,5 m³/h. 7/8

8 (ISO Em Processo de Implantação) 7.8. Condições gerais de Fornecimento do Adensador O proponente deve incluir, junto com o fornecimento de cada adensador, os desenhos e manuais para fins de instalação e manutenção (com desenhos explodidos mostrando todas as peças e indicando o código das mesmas), e também fornecendo uma visita de um técnico para fornecer as instruções sobre a montagem do equipamento e outra visita de um técnico para acompanhar e orientar o startup e treinar o pessoal que irá operar o equipamento Condições gerais de Fornecimento do Adensador e da Centrífuga O proponente deve incluir, junto com o fornecimento de cada adensador e centrífuga, os desenhos e manuais para fins de instalação e manutenção (com desenhos explodidos mostrando todas as peças e indicando o código das mesmas), e também fornecendo uma visita de um técnico para fornecer as instruções sobre a montagem do equipamento e outra visita de um técnico para acompanhar e orientar o startup e treinar o pessoal que irá operar o equipamento. 8. APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS NA PROPOSTA Junto da Proposta apresentada pelas empresas licitantes, as mesmas deverão encaminhar para apreciação da Comissão de Licitação, para os itens 15 a 20 da Planilha Orçamentária constante do Processo Licitatório, o detalhamento dos equipamentos, junto das respectivas marcas e modelos, e seus catálogos, para se utilizar na implantação do objeto da licitação, em acordo com a descrição e especificações técnicas elencadas neste Termo de Referência. Eng.º Lucas Pereira Gardinali Diretor Técnico 8/8

TERMO DE REFERÊNCIA Construção da Estação de Tratamento de Efluentes - ETE

TERMO DE REFERÊNCIA Construção da Estação de Tratamento de Efluentes - ETE TERMO DE REFERÊNCIA Construção da Estação de Tratamento de Efluentes - ETE 1. OBJETO: Contratação de empresa especializada para Construção da Estação de Tratamento de Efluentes do Centro de Biotecnologia

Leia mais

CREDENCIAMENTO Nº 2014/12284 (7421) Errata

CREDENCIAMENTO Nº 2014/12284 (7421) Errata CREDENCIAMENTO Nº 2014/12284 (7421) Errata OBJETO: Credenciamento de empresas que cumpram as exigências de habilitação, visando à contratação de serviços técnicos profissionais de engenharia e/ou arquitetura,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA INSTALAÇÃO DE REDE DE GÁS NATURAL À NOVA USINA DE ASFALTO

TERMO DE REFERÊNCIA INSTALAÇÃO DE REDE DE GÁS NATURAL À NOVA USINA DE ASFALTO TERMO DE REFERÊNCIA INSTALAÇÃO DE REDE DE GÁS NATURAL À NOVA USINA DE ASFALTO 1. INTRODUÇÃO Este Termo de Referência tem por objetivo estabelecer as exigências técnicas e a metodologia para a contratação

Leia mais

ATA DE SESSÃO DA CONCORRÊNCIA Nº 15/2014

ATA DE SESSÃO DA CONCORRÊNCIA Nº 15/2014 ATA DE SESSÃO DA CONCORRÊNCIA Nº 15/2014 PROCESSO: Nº 062/2014 OBJETO: Contratação de empresa de engenharia especializada para o fornecimento, instalação e montagem dos sistemas de exaustão e captação

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR

MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR MEMORIAL DESCRITIVO PROPRIETÁRIO AUTARQUIA MUNICIPAL DE TURISMO - GRAMADOTUR OBRA...CONTRATAÇÃO DE EMPRESA HABILITADA PARA EXECUÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NAS ESTRUTURAS DENOMINADAS COMETAS CONFORME

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE 1 (UMA) PONTE ROLANTE

TERMO DE REFERÊNCIA FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE 1 (UMA) PONTE ROLANTE PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA ESPECIAL DE CONCESSÕES E PARCERIAS PUBLICO E PRIVADA CDURP COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA REGIÃO DO PORTO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

Análise e Aprovação dos Projetos. dos Estabelecimentos de Saúde no SNVS. junho 2013. www.anvisa.gov.br. Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Análise e Aprovação dos Projetos. dos Estabelecimentos de Saúde no SNVS. junho 2013. www.anvisa.gov.br. Agência Nacional de Vigilância Sanitária Análise e Aprovação dos Projetos dos Estabelecimentos de Saúde no SNVS junho 2013 RDC ANVISA 51 de 06/10/2011 Dispõe sobre os requisitos mínimos para a análise, avaliação e aprovação dos projetos físicos

Leia mais

Memo N.º /2007 Fortaleza, 28 de setembro de 2007. ASSUNTO: Licitação de Obras de Construção Aeroporto de Tauá-Ce.

Memo N.º /2007 Fortaleza, 28 de setembro de 2007. ASSUNTO: Licitação de Obras de Construção Aeroporto de Tauá-Ce. GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA INFRA- ESTRUTURA DEPARTAMENTO DE EDIFICAÇÕES, RODOVIAS E TRANSPORTES Memo N.º /2007 Fortaleza, 28 de setembro de 2007 Do: CEGOR A: Coordenador de Engenharia ASSUNTO:

Leia mais

técnica à Gerência de Unidades de Conservação de Proteção Integral

técnica à Gerência de Unidades de Conservação de Proteção Integral TERMO DE REFERÊNCIA Nº. 03 / 2012 Projeto: Assunto: Serviços Técnicos especializados de Engenharia consultiva de Gerenciamento de Obras e Assessoria técnica para elaboração de projetos de implantação das

Leia mais

PROJETO BÁSICO TGD/005/2006

PROJETO BÁSICO TGD/005/2006 PROJETO BÁSICO TGD/005/2006 PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PEE CICLO 2005/2006. PROJETO: IMPLANTAÇÃO DE POSTE PADRÃO OBJETO: IMPLANTAÇÃO, COM FORNECIMENTO DE POSTES PADRÃO COM ACESSÓRIOS, EM 2.870 UNIDADES

Leia mais

PODER EXECUTIVO MUNICIPIO DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÃO

PODER EXECUTIVO MUNICIPIO DE ROLIM DE MOURA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÃO ANEXO VIII INFORMAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA AS LICITANTES deverão elaborar a PROPOSTA TÉCNICA observando o disposto no presente documento, descrito em duas partes a saber: - PARTE A- DIRETRIZES

Leia mais

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos - Licença de Instalação (LI) -

Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos - Licença de Instalação (LI) - Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Bases de Apoio a Empresas Transportadoras de Cargas e Resíduos

Leia mais

OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS REVISÕES ULTRAPASSADAS DESTE DOCUMENTO

OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS REVISÕES ULTRAPASSADAS DESTE DOCUMENTO Página 1 de 12 DESCRIÇÃO DAS REVISÕES REV DATA ALTERAÇÃO OBSERVAÇÃO 00 14/05/09 19/12/09 Emissão inicial Estruturação geral Emissão Aprovada N/A OBSERVAÇÃO: O USUÁRIO É RESPONSÁVEL PELA ELIMINAÇÃO DAS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA DE LAVAGEM DE GASES - ETALG

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA DE LAVAGEM DE GASES - ETALG ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA DE LAVAGEM DE GASES - ETALG Para atender às regulamentações ambientais atuais, os gases emitidos por caldeiras que utilizam bagaço de cana ou outros tipos de biomassa devem,

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO OBJETIVO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO Fornecer diretrizes para a elaboração e apresentação de orçamentos que compõem o Projeto Executivo. FINIÇÕES O orçamento executivo abrange a elaboração dos elementos

Leia mais

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81

ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 ERRATA EDITAL DA LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº53/2013 - PROCESSO N.ºP20100/13-81 NO EDITAL DA LICITAÇÃO DA CONCORRÊNCIA Nº53/2013: 8.15.2.1. Quanto à capacitação técnico-profissional: apresentação de Certidão

Leia mais

Ofício CRQ VIII-IP 001/2013 Aracaju/SE 23 de maio de 2013

Ofício CRQ VIII-IP 001/2013 Aracaju/SE 23 de maio de 2013 Trav. Sálvio Oliveira 76 - Suissa - CEP : 49 050-700 - Aracaju/SE Ao Setor de Gestão de Concurso da AOCP Ref.: Impugnação do Concurso Q1/2013-DESO No Edital do Concurso Publico n 01/2013 de 30 de abril

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBORIÚ EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA CONCORRÊNCIA Nº XX/2014 PROCESSO Nº XX/2014

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBORIÚ EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA CONCORRÊNCIA Nº XX/2014 PROCESSO Nº XX/2014 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMBORIÚ EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA CONCORRÊNCIA Nº XX/2014 PROCESSO Nº XX/2014 ANEXO II INFORMAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DA PROPOSTA TÉCNICA ALÍNEA A)

Leia mais

VALEC NORMA. Assunto: NORMA INTERNA PARA CONTRATAÇÃO E EMISSÃO DE ORDEM DE SERVIÇO 1. OBJETIVO 2. AMPLITUDE 3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO

VALEC NORMA. Assunto: NORMA INTERNA PARA CONTRATAÇÃO E EMISSÃO DE ORDEM DE SERVIÇO 1. OBJETIVO 2. AMPLITUDE 3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO 1. OBJETIVO 2. AMPLITUDE 3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO 4. ACOMPANHAMENTO DE CONTRATOS 5. EMISSÃO DE ORDENS DE SERVIÇO/FORNECIMENTO 6. EMISSÃO DE TERMOS ADITIVOS CONTRATUAIS 7. ENCERRAMENTO DE CONTRATOS

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria das Cidades

Governo do Estado do Ceará Secretaria das Cidades NOTA DE ESCLARECIMENTO Nº 01 TOMADA DE PREÇOS Nº 20130004 - CIDADES OBJETO: LICITAÇÃO DO TIPO TÉCNICA E PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS EXECUTIVOS DE ENGENHARIA DO ATERRO

Leia mais

ANEXO VI DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DE PROPOSTA TÉCNICA

ANEXO VI DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DE PROPOSTA TÉCNICA ANEXO VI DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DE PROPOSTA TÉCNICA As LICITANTES deverão elaborar, observados os termos dos itens 64 e 65 do EDITAL, a PROPOSTA TÉCNICA conforme cada um dos tópicos descritos a seguir.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. (publicado no DOE n.º 137, de 17 de julho de 2012) Institui o Programa

Leia mais

Oficina Preparatória para Captação FEHIDRO. Cronograma e Anexos

Oficina Preparatória para Captação FEHIDRO. Cronograma e Anexos Oficina Preparatória para Captação de Recursos das Cobranças PCJ e FEHIDRO Cronograma e Anexos Comitês PCJ 14/12/2012 Itapeva -MG Deliberação dos Comitês PCJ nº 164/12 Cronograma Relação das Ações Financiáveis

Leia mais

ERRATA Nº. 01 CONVITE 18/2008. A Comissão Permanente de Licitação informa alteração no referente Convite:

ERRATA Nº. 01 CONVITE 18/2008. A Comissão Permanente de Licitação informa alteração no referente Convite: 01/07/2008 ERRATA Nº. 01 CONVITE 18/2008 A Comissão Permanente de Licitação informa alteração no referente Convite: A data de abertura foi transferida para o dia 18/07/2008, às 14 horas; o prazo para realização

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center MUNICÍPIO DE SANTO ÂNGELO Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center Projeto DATA CENTER José Fioravante Schneider 01/06/2015 Página 1 de 9 ÍNDICE

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA Referente: PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 6622AD/2009, V.1 a 12. Interessado: COORDENADORIA DE ENGENHARIA DA PGJ/MA. Assunto: LICITAÇÃO CONSTRUÇÃO SEDE DA PGJ/MA. RELATÓRIO DA MOVIMENTAÇÃO DO PROCESSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO DE LOTEAMENTO URBANO

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO DE LOTEAMENTO URBANO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO GUANHÃES MG INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO DE LOTEAMENTO URBANO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO

Leia mais

PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 7

PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 7 PO - Procedimento Operacional Revisão: 02 Folha: 1 de 7 1. OBJETIVO Orientar a condução dos processos de Coordenação e controle de obras, executadas pela Brookfield Incorporações S/A, de forma a garantir

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES)

ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) ABRIGO DO MARINHEIRO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS PESQUISA DE PREÇOS (ESPECIFICAÇÕES E INSTRUÇÕES) REFORMA DAS INSTALAÇÕES DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO DO DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS SOCIAIS DO ABRIGO DO

Leia mais

1 de 5 03/12/2012 14:32

1 de 5 03/12/2012 14:32 1 de 5 03/12/2012 14:32 Este documento foi gerado em 29/11/2012 às 18h:32min. DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. Institui o Programa de Gestão do Patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul - Otimizar,

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. ETA (Estação de Tratamento de Água)

Mostra de Projetos 2011. ETA (Estação de Tratamento de Água) Mostra de Projetos 2011 ETA (Estação de Tratamento de Água) Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: II - Projetos finalizados. Nome da Instituição/Empresa: Transtupi Transporte Coletivo Ltda.

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 088/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA DE TÉCNICA E PREÇONº 003/15 CIRCULAR Nº01

CONCORRÊNCIA PÚBLICA DE TÉCNICA E PREÇONº 003/15 CIRCULAR Nº01 Contratação para os serviços de elaboração de Projetos Executivos de Engenharia para gasodutos, redes internas, incluindo levantamento topográfico semi-cadastral, proteção catódica, o estudo de interferência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR/001/12

TERMO DE REFERÊNCIA TR/001/12 TERMO DE REFERÊNCIA TR/001/12 Contratação de empresa especializada em serviços de topografia para Levantamento Topográfico da linha de distribuição 69 kv SE Areal / SE Centro em Porto Velho/RO e da linha

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS: FINANCIAMENTO

CAPTAÇÃO DE RECURSOS: FINANCIAMENTO CAPTAÇÃO DE RECURSOS: FINANCIAMENTO Marco regulatório Financiamento para o setor público marco regulatório O crédito para o setor público é regulado pela Resolução BACEN nº 2.827. Há duas formas de operar

Leia mais

NORMA DE FISCALIZAÇÃO CONJUNTA DA CÂMARA DE ENGENHARIA CIVIL E QUÍMICA N 001/09 DE ABRIL DE 2009.

NORMA DE FISCALIZAÇÃO CONJUNTA DA CÂMARA DE ENGENHARIA CIVIL E QUÍMICA N 001/09 DE ABRIL DE 2009. NORMA DE FISCALIZAÇÃO CONJUNTA DA CÂMARA DE ENGENHARIA CIVIL E QUÍMICA N 001/09 DE ABRIL DE 2009. Esclarece a competência dos Engenheiros: Civis, de Fortificações, Sanitaristas e Químicos quanto projetos,

Leia mais

ANEXO V PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA CONCORRÊNCIA Nº. 001/2012 CONCORRÊNCIA Nº. 001/2012

ANEXO V PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA CONCORRÊNCIA Nº. 001/2012 CONCORRÊNCIA Nº. 001/2012 À DME Distribuição S/A - DMED A empresa..., inscrita no CNPJ/MF sob o n..., estabelecida à Av./Rua..., n..., bairro..., na cidade de..., CEP..., telefone..., fax..., e-mail..., vem pela presente apresentar

Leia mais

MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA

MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA Versão: 01 Data: 12/01/2013 SUMÁRIO 1. Objetivo 03 2. Normas e Regulamentos Complementares 03 3. Definições 04 3.1. Acesso 04 3.2 Acordo Operativo 04 3.3. Condições

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01

RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01 RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01 EMITENTE Presidência Aprovada pela Diretoria REUNIÃO DE 01/06/2005 Revisão Nº 01 Aprovada pela Diretoria REUNIÃO DE 10/01/2007 ASSUNTO Contratação de Prestação de Serviços

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Reconstrução da coberta central da Promotoria de Justiça de Caruaru, com fornecimento e instalação de telhas onduladas do tipo isotérmicas. 2. JUSTIFICATIVA O atual

Leia mais

MARETE INDUSTRIAL APLICAÇÕES

MARETE INDUSTRIAL APLICAÇÕES A estação da série é um sistema de tratamento de efluentes industriais de fluxo contínuo com finalidade de lançamento em corpos receptores ou reuso interno, servindo a diversos segmentos industriais. O

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima

RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima Salvador Nov/2015 I - CHAMADA A referida chamada tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos de desenvolvimento

Leia mais

PARECER JURÍDICO N 110/2014 - ASJUR

PARECER JURÍDICO N 110/2014 - ASJUR PROCESSO(S) N(S)º : 56356509/2014 e 57368845/2014 INTERESSADO : L. D. Equipamentos Profissionais Ltda. ASSUNTO : Impugnação Pregão Presencial n 019/2014 PARECER JURÍDICO N 110/2014 - ASJUR Os autos aportaram

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PORTARIA ANP Nº 29, DE 9 DE FEVEREIRO DE 1999 Estabelece a regulamentação da atividade de distribuição de combustíveis líquidos derivados de petróleo, álcool combustível, mistura

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO IV REFERENTE AO EDITAL DE PREGÃO Nº 022/2013 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE Nº 001/2013 1. OBJETO DE CONTRATAÇÃO A presente especificação tem por objeto a Contratação de empresa

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CADERNO DE ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS: a) Este roteiro serve como base às obras de Fornecimento e instalação de plataforma de percurso vertical para o Bloco B da Unidade Operacional

Leia mais

Protocolo, ed. V 21/01/2013

Protocolo, ed. V 21/01/2013 2013 Protocolo, ed. V Preparo e Dosagem 21/01/2013 www.ecosynth.com.br Protocolo ATM - ed.05 (jan/2013) Página 2 1. APRESENTAÇÃO A propriedade de ocupar áreas destinadas a expansão industrial, custo de

Leia mais

2.2 O escopo dos serviços a serem contratados inclui:

2.2 O escopo dos serviços a serem contratados inclui: ANEXO I PROJETO BÁSICO GEMAP 10/2008 1. DO OBJETO Visa o presente à contratação de empresa de engenharia e, ou, arquitetura, especializada na prestação de serviços de ambientação interna com elaboração

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DE EMPRESAS PARA DESENVOLVIMENTO E HOMOLOGAÇÃO DE MOLA PNEUMÁTICA DA SUSPENSÃO DOS TUE'S

QUALIFICAÇÃO DE EMPRESAS PARA DESENVOLVIMENTO E HOMOLOGAÇÃO DE MOLA PNEUMÁTICA DA SUSPENSÃO DOS TUE'S PROJETO BÁSICO Nº 3/13 Data 14/03/2013 UO SEITEC SSituação Recebido pelo SECOM Objeto QUALIFICAÇÃO DE EMPRESAS PARA DESENVOLVIMENTO E HOMOLOGAÇÃO DE MOLA PNEUMÁTICA DA SUSPENSÃO DOS TUE'S Texto do Projeto

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA CADASTRO DE EMPREITEIRAS PARA EXECUTAR SERVIÇOS DE PARTICULARES EM ÁREA DE CONCESSÃO DA CELESC SERVIÇOS DE TELECOM As empresas prestadoras de serviços (construção e/ou manutenção

Leia mais

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. Selecionar a(s) Montadora(s) prestadora(s) de serviços de montagem para as diversas fases BLOCOS para a implantação do XXVII CBP no Transamérica

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARBALHA SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA E OBRAS PROJETO BÁSICO MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARBALHA SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA E OBRAS PROJETO BÁSICO MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PROJETO BÁSICO MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS - OBRA: CONSTRUÇÃO DE MURO ARRIMO - LOCAL: TERRENO DO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL - BARBALHA/CEARÁ. 1.0 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS - Este Relatório

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICIPIO DE BONITO

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL MUNICIPIO DE BONITO EXTRATO CONTRATO Nº. 108/2010 PREGÃO PRESENCIAL 05/2010 Madeireira Romat Ltda EPP Contratada. Processo Licitatório Pregão Presencial n. 005/2010, que faz parte integrante deste. Objeto: O presente termo

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS 01/2015 QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS

TOMADA DE PREÇOS 01/2015 QUESTIONAMENTOS E RESPOSTAS TOMADA DE PREÇOS 01/2015 Contratação de empresa especializada em engenharia ou arquitetura para elaboração de projetos básicos e executivos de arquitetura e complementares, destinados à construção do edifício-sede

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013

PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 014/2013 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a Contratação de Empresa para a

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A LOCAÇÃO DE VEÍCULOS BLINDADOS NÍVEL III A

TERMO DE REFERÊNCIA PARA A LOCAÇÃO DE VEÍCULOS BLINDADOS NÍVEL III A TERMO DE REFERÊNCIA PARA A LOCAÇÃO DE VEÍCULOS BLINDADOS NÍVEL III A JUSTIFICATIVA O presente Termo de Referência tem por objetivo, estabelecer as especificações técnicas para a contratação de empresa

Leia mais

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO COAGULANTE SULFATO FÉRRICO,EM DIFERENTES TEMPERATURAS. Abner Figueiredo Neto Fernanda Posch Rios Paulo Sérgio Scalize

AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO COAGULANTE SULFATO FÉRRICO,EM DIFERENTES TEMPERATURAS. Abner Figueiredo Neto Fernanda Posch Rios Paulo Sérgio Scalize AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO COAGULANTE SULFATO FÉRRICO,EM DIFERENTES TEMPERATURAS Abner Figueiredo Neto Fernanda Posch Rios Paulo Sérgio Scalize Introdução Água bruta; Remoção de impurezas: Coagulação Floculação

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE HABITAÇÃO - SEHAB

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE HABITAÇÃO - SEHAB PROJETO BÁSICO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EXECUÇÃO DO PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL NO RESIDENCIAL MORADA DOS CANÁRIOS CAMAÇARI PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA Camaçari, 10 de julho de 2015. 1. ANTECEDENTES

Leia mais

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS

Instituto do Meio Ambiente ESTADO DE ALAGOAS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS DOCUMENTAÇÃO PARA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NOVOS LICENÇA PRÉVIA - Documentação necessária 1. Requerimento Padrão definido pelo IMA, devidamente preenchido e assinado; 2. Cadastro do empreendimento, definido

Leia mais

Anexo D Divisão de Análises Clínicas HU/UFSC. Versão 01. Atribuições dos Cargos

Anexo D Divisão de Análises Clínicas HU/UFSC. Versão 01. Atribuições dos Cargos DOC MQB -02 MQB.pdf 1/5 Cargo: Assistente de Laboratório 1. Planejar o trabalho de apoio do laboratório: Interpretar ordens de serviços programadas, programar o suprimento de materiais, as etapas de trabalho,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº. 2341/11, DE 26 DE MAIO DE 2011.

LEI MUNICIPAL Nº. 2341/11, DE 26 DE MAIO DE 2011. LEI MUNICIPAL Nº. 2341/11, DE 26 DE MAIO DE 2011. Criar cargos de provimento efetivo e dá outras providências. INIDIO PEDRO MUNARI, Prefeito Municipal de Itatiba do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, no

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTOS DE ITAPIRA

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTOS DE ITAPIRA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO PARA LOTEAMENTOS URBANOS 1 DO OBJETIVO A presente Norma estabelece os requisitos mínimos a serem obedecidos

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho APOIO AO DIREITO DO CONSUMIDOR IT. 12 08 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para procedimentos visando à solução de litígios motivados por problemas técnicos, no que se refere à participação de Profissionais/Empresas

Leia mais

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA

RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA RELAÇÃO DE SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS PELA ELETROBRÁS NO ESPAÇO DA CIDADANIA DE TERESINA 1 PARCELAMENTO DE DÉBITO 1.1 No caso de titular da conta 1. Original e cópia do RG ou da Carteira de Habilitação;

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REGISTRO CADASTRAL (Conf. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993) I - Para a habilitação jurídica: a) Cédula de identidade e registro comercial na repartição competente, para

Leia mais

COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES)

COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES) COMUNICADO 02 (RESPOSTA PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO/ DESIGNAÇÃO DE DATA PARA ABERTURA DOS ENVELOPES) ATA DE REUNIÃO DA COMISSÃO DE PERMANENTE DE HABILITAÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E JULGAMENTO DE LICITAÇÕES. Aos vinte

Leia mais

ANEXO 01 MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO 01 MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO 01 MEMORIAL DESCRITIVO SERVIÇO FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTOS TIPO CAMINHÃO PIPA PARA ATENDIMENTO ÀS OPERAÇÕES DE SUPRIMENTO DE ÁGUA EM ÁREAS DEFICITÁRIAS DE REDES DE ABASTECIMENTO, COM CAPACIDADE

Leia mais

EDITAL UFRGS CT- INFRA 2013

EDITAL UFRGS CT- INFRA 2013 EDITAL UFRGS CT- INFRA 2013 A UFRGS lança este edital interno com vistas a receber propostas de financiamento no âmbito da Chamada Pública MCTI/FINEP/CT-INFRA 01/2013

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 003/2012

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 003/2012 CONCORRÊNCIA PÚBLICA N 003/2012 Concessão Onerosa dos serviços técnicos de implantação, operação, manutenção e gerenciamento do serviço integrado de bicicleta pública, como projeto associado de mobilidade

Leia mais

CIRCULAR Nº 64/2009. Rio de Janeiro, 15 de junho de 2009. Ref.: BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa BNDES CONSTRUÇÃO CIVIL

CIRCULAR Nº 64/2009. Rio de Janeiro, 15 de junho de 2009. Ref.: BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa BNDES CONSTRUÇÃO CIVIL CIRCULAR Nº 64/2009 Rio de Janeiro, 15 de junho de 2009 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa BNDES CONSTRUÇÃO CIVIL O Superintendente da Área de Operações Indiretas, consoante Resolução do BNDES, COMUNICA

Leia mais

READEQUAÇÃO DA ETE EXISTENTE Hipótese de Re-enquadramento do Corpo Receptor na Classe 3

READEQUAÇÃO DA ETE EXISTENTE Hipótese de Re-enquadramento do Corpo Receptor na Classe 3 READEQUAÇÃO DA ETE EXISTENTE Hipótese de Re-enquadramento do Corpo Receptor na Classe 3 1 - Vazões e Cargas de Dimensionamento População = Vazão média = Q k1 = Q k1k2 = CO = So = 49974 hab 133.17 L/s 156.31

Leia mais

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO.

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO. ANEXO NORMAS SOBRE REQUISITOS, CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE ESTABELECIMENTO, BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO E EXPEDIÇÃO DOS RESPECTIVOS CERTIFICADOS. 1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO,

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA POR PRODUTO PESSOA FÍSICA

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA POR PRODUTO PESSOA FÍSICA Ministério das Relações Exteriores Comitê Nacional de Organização Rio+20 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA POR PRODUTO PESSOA FÍSICA EDITAL Nº 011/2011 CONTRATAÇÃO

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

PROCEDIMENTO OPERACIONAL AQUISIÇÃO / QUALIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Histórico de Revisões Rev. Modificações 01 30/04/2007 Primeira Emissão 02 15/06/2009 Alteração de numeração de PO 7.1 para. Alteração do título do documento de: Aquisição para: Aquisição / Qualificação

Leia mais

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO IV MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL 1. A PROPOSTA COMERCIAL será constituída de uma Carta Proposta, que trará o valor da CONTRAPRESTAÇÃO PECUNIÁRIA ofertada, através

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DA NOVA ETA

DIMENSIONAMENTO DA NOVA ETA DIMENSIONAMENTO DA NOVA ETA 1 - Estrutura de Chegada de Água Bruta Q dimensionamento = 50 L/s É proposta estrutura de chegada do tipo canal com calha Parshall. Dimensões padrão para garganta de largura

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC

TERMO DE REFERENCIA. Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC TERMO DE REFERENCIA Prestação de Serviços de Treinamento para Atendimento a Usuários de TIC 1. OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviço(s) de treinamento para os servidores da área de atendimento

Leia mais

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PRÉDIO DA SMOV AV. BORGES DE MEDEIROS Nº 2244 ANEXO XII - PROJETO BÁSICO

CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PRÉDIO DA SMOV AV. BORGES DE MEDEIROS Nº 2244 ANEXO XII - PROJETO BÁSICO 1 CONTRATO DE MANUTENÇÃO DE SISTEMA DO AR CONDICIONADO DO PRÉDIO DA SMOV AV. BORGES DE MEDEIROS Nº 2244 ANEXO XII - PROJETO BÁSICO 1. OBJETO Serviços de manutenção preventiva e corretiva de sistema do

Leia mais

Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca

Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca 1. INSPETOR CONTROLE DE QUALIDADE- Atuar com inspeção de processos / final, ensaios de rotina, controle de qualidade e verificação de falhas na

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S E S P E C I F I C A Ç Õ E S 1) DO OBJETO: É objeto da presente licitação, a contratação de empresa para Prestação de Serviço de Auditoria externa (independente), compreendendo: 1.1 Auditoria dos registros

Leia mais

Documento sujeito a revisões periódicas CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-2118 / 3232-1975 / 0800-281-1975

Documento sujeito a revisões periódicas CEP 59056-450 Tel: (84) 3232-2102 / 3232-2118 / 3232-1975 / 0800-281-1975 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos Instruções Técnicas para Apresentação de Projetos de Armazenamento e Comercialização de Produtos Agroquímicos

Leia mais

Introdução. Sistemas. Tecnologia. Produtos e Serviços

Introdução. Sistemas. Tecnologia. Produtos e Serviços Introdução Apresentamos nosso catálogo técnico geral. Nele inserimos nossa linha de produtos que podem ser padronizados ou de projetos desenvolvidos para casos específicos. Pedimos a gentileza de nos contatar

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO:

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO: O QUE É ACERVO TÉCNICO? O Acervo Técnico é o conjunto das atividades desenvolvidas ao longo da vida do profissional, compatíveis com suas atribuições desde que registradas no Crea-ES por meio de ARTS -Anotações

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 008/2013

RESOLUÇÃO Nº 008/2013 RESOLUÇÃO Nº 008/2013 Súmula: Define critérios para apresentação de projetos para o valor R$966.734,86 (Novecentos e sessenta e seis mil, setecentos e trinta e quatro reais e oitenta e seis centavos) do

Leia mais

TÍTULO: VISTORIAS TÉCNICAS DAS INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAS SANITÁRIAS

TÍTULO: VISTORIAS TÉCNICAS DAS INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAS SANITÁRIAS TÍTULO: VISTORIAS TÉCNICAS DAS INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAS SANITÁRIAS Autores: Rita de Cássia Junqueira: Cargo atual: Tecnóloga Sanitarista Formação: Tecnologia Sanitária Universidade de Campinas -

Leia mais

SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS PROJETO, IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO DA ETE - ROTEIRO DO ESTUDO

SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS PROJETO, IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO DA ETE - ROTEIRO DO ESTUDO SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS PROJETO, IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO DA ETE - ROTEIRO DO ESTUDO Projetos de interceptor, emissário por gravidade, estação elevatória de esgoto e linha de recalque,

Leia mais

Manutenção e Reforma. Saiba as ações necessárias para atendimento às novas normas de modo a não implicar em suas garantias. Ricardo Santaliestra Pina

Manutenção e Reforma. Saiba as ações necessárias para atendimento às novas normas de modo a não implicar em suas garantias. Ricardo Santaliestra Pina Manutenção e Reforma Saiba as ações necessárias para atendimento às novas normas de modo a não implicar em suas garantias Ricardo Santaliestra Pina Norma ABNT NBR 5674 Manutenção Edificações Requisitos

Leia mais

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS.

EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. EDITAL Nº 03/2007 CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO DE LABORATÓRIOS DE ANÁLISES CLÍNICAS. O MUNICÍPIO DE PALMAS, no Estado do Tocantins, através da Secretaria Municipal de Saúde, pela COMISSÃO ESPECIAL DE

Leia mais

A U T O R I Z A Ç Ã O

A U T O R I Z A Ç Ã O A U T O R I Z A Ç Ã O JORGE LUIS DE SOUZA FONSECA, Prefeito do Balneário Pinhal/RS, no uso das atribuições que lhe foram conferidas e em consonância ao disposto no art. 38 da Lei Federal nº 8.666/93, autoriza

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS

MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS MINISTÉRIO DA CULTURA INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS EDITAL SELEÇÃO DE PROJETOS Nº /2012 O Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura, criada pela Lei n.º

Leia mais

INSTRUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 168, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

INSTRUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 168, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 168, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Estabelece procedimentos administrativos para fins de Registro de Atestado de obra/serviço no Crea-RS, conforme disposto na Resolução do Confea

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

RELATÓRIO DA COMISSÃO DA LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N. 05/2005 FASE: HABILITAÇÃO PRELIMINAR

RELATÓRIO DA COMISSÃO DA LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N. 05/2005 FASE: HABILITAÇÃO PRELIMINAR RELATÓRIO DA COMISSÃO DA LICITAÇÃO DA TOMADA DE PREÇOS N. 05/2005 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DE I) TELHADO COM ESTRUTURA E TELHAS METÁLICAS PARA REFORMA PARCIAL DA COBERTURA E II)

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. ELETROBRÁS DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DA ELETROBRÁS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRESTAÇÃO DE

Leia mais

90.02.02.000 - TOPOGRAFIA LINHAS DE TRANSMISSÃO > = 69 kv

90.02.02.000 - TOPOGRAFIA LINHAS DE TRANSMISSÃO > = 69 kv 90.02.02.000 - TOPOGRAFIA LINHAS DE TRANSMISSÃO > = 69 kv A empresa interessada em se cadastrar neste item de serviço deverá complementar seu cadastro com os seguintes documentos: TIPO A Será exigida da

Leia mais