AMÉRICA CENTRAL E CARIBE. O destaque da agricultura e do turismo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AMÉRICA CENTRAL E CARIBE. O destaque da agricultura e do turismo"

Transcrição

1 AMÉRICA CENTRAL E CARIBE O destaque da agricultura e do turismo

2 AMÉRICA CENTRAL Istmo Insular Economia dependente dos EUA: exportam a maioria dos seus produtos. Províncias Unidas da América Central

3 OS PAÍSES DO ISTMO Localizam-se na parte continental da América Central: Belize, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá. Área: Km². 45 milhões de habitantes.

4

5 Elemento indígena na composição étnica da população. 400 grupos indígenas. El Salvador, Guatemala e Honduras: indígenas com mestiços. Costa Rica, Nicarágua e Panamá: brancos com os mestiços. Belize: afrodescendente e mestiços. Imigrantes de El Salvador, Guatemala e Honduras. Os povos indígenas latino-americanos há maior incidência de pobreza, menor escolaridade, menor expectativa de vida, maior mortalidade infantil e menor acesso à água potável e saneamento básico.

6

7 ECONOMIA DOS PAÍSES DO ISTMO EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS PRIMÁRIOS E TURISMO Todas as capitais centro-americanas localizam-se sobre os planaltos, com exceção da Cidade do Panamá. Os terrenos são mais férteis por serem de origem vulcânica. Atividade agrícola é mais desenvolvida nos planaltos. Café e milho: cultura comercial de exportação. Planícies costeiras Clima tropical úmido Culturas de cana-de-açúcar, banana, cacau, abacaxi e laranja. Exportação. Mar: comercialização de mariscos (camarão e lagostas) e pescados em geral.

8 Turismo: Fonte de rendimento - Ruínas da Civilização Maia (Guatemala, Honduras e Belize) - Ecoturismo (Costa Rica e Panamá) - Conservação Ambiental Costa Rica Guatemala

9 Belize Honduras

10 Costa Rica Belize

11 Costa Rica

12 Panamá

13 O CANAL QUE DEU ORIGEM A UM PAÍS Revolução Separatista estimulada pelos EUA Independência do Panamá em 1903 (pertencia à Colômbia). O apoio estadunidense resultou na concessão para construir e explorar os negócios do canal permanentemente. Possui 82 km e custou aproximadamente US$ 540 milhões. Em 2000, o canal passou a ser de controle panamenho.

14

15 Segmento mais forte da economia panamenha prestação de serviços. Cidade do Panamá (capital) destaca-se como centro financeiro internacional e serve de sede para muitas instituições. Paraíso Fiscal: incentivos do governo, como a cobrança de baixos impostos. Bahamas e Ilhas Cayman. Registro de navios mais barato atração de companhias de navegação do exterior.

16

17 PAÍSES INSULARES

18 PAÍSES INSULARES Inúmeras ilhas subdivididas em três conjuntos: - Grandes Antilhas: Cuba, Jamaica, Porto Rico, Haiti e República Dominicana - Pequenas Antilhas: Ilhas existentes entre Porto Rico e o litoral da Venezuela. - Arquipélago das Bahamas: ilhas situadas entre Cuba e os Estados Unidos. Apenas treze constituem países independentes: Cuba, Haiti, República Dominicana, Jamaica, Bahamas, Trindade e Tobago, Santa Lúcia, Dominica, Antígua e Barbuda, Barbados, Granada, São Cristóvão e Névis, São Vicente e Granadinas Processo de descolonização entre os anos de 1960 e 1990.

19 PORTO RICO É um país associado aos EUA, não é colônia, nem soberano. Ingresso favorecido dos portoriquenhos no território norteamericano.

20 ILHAS CARIBENHAS DEPENDENTES Porto Rico e Ilhas Virgens: EUA Ilhas Cayman, Ilhas Virgens britânicas e Anguilla: Inglaterra. Saint Martin, Guadalupe e Martinica: França. Aruba, Curaçao, Bonaire, Saba, Santo Eustáquio e Saint Martin: Holanda.

21 HERANÇA COLONIAL DE PLANTATION, DIVERSIDADE CULTURAL E TURISMO Cultura agrícola de cana-de-açúcar, tabaco, café, cacau e algumas frutas tropicais. Escravidão de africanos e asiáticos: mão de obra nativa escassa. Grande diversidade cultural e linguística. - Bahamas, Barbados, Dominica, Jamaica e Porto Rico: inglês. - Haiti, Martinica e Guadalupe: francês. - Antilhas holandesas: holandês. - República Dominicana e Cuba: espanhol.

22 TURISMO

23 VULNERABILIDADE A DESASTRES NATURAIS Encontro de três placas tectônicas: Caribe, Cocos e Norte-Americana. Erupções vulcânicas e terremotos: instabilidade geológica. Incidência de furacões. CEPREDENAC (Centro de Coordenação para Prevenção dos Desastres Naturais na América Central) e SICA (Secretaria do Sistema de Integração Centro- Americano): criados em 1987 promover a integração regional, reduzindo os riscos e as consequências desses desastres.

24 CUBA É a maior ilha do Caribe. É a 16ª maior ilha do mundo. Tem uma superfície de km² e população aproximada de 11 milhões e meio de habitantes. Relevo: planícies onduladas, colinas e montanhas escarpadas. Clima: Tropical, temperado pelos ventos alísios. Favorece cultura da cana-de-açúcar. Exportações: níquel, produtos médicos, peixes e mariscos, frutas cítricas, café, arroz, milho, batata-doce e charutos. Havana: tradicional centro portuário. Importantes cidades cubanas: Santiago de Cuba, Santa Clara, Camaguey, Las Tunas e Holguín. UNESCO tombou conjuntos arquitetônicos nas áreas de Santiago, Trinidad e Havana.

25

26 REVOLUÇÃO CUBANA Revolução liderada por Fidel Castro e Ernesto Che Guevara que afastou o ditador Fulgêncio Batista. Socialismo. Conquistas sociais nos setores de educação, saúde e moradia, porém impediu a liberdade de imprensa e limitou o acesso aos instrumentos de comunicação. Influência da ex-urss, recebia apoio financeiro e econômico Guerra Fria Bloqueio econômico imposto pelos EUA

27 Ineficiência do socialismo cubano para dinamizar a economia do país: problemas de abastecimento e ineficácia na industrialização e na produtividade agrícola. Abertura política e econômica com a ascensão Raul Castro. Entrada de investimentos estrangeiros na economia, principalmente no turismo. Espanha. Apoio latino-americano: Brasil, Argentina, Chile, Venezuela (petróleo subsidiado), Equador, Uruguai, Paraguai e Bolívia: ajudam a manter o governo popular em Cuba.

28 HAITI É a nação mais pobre das Américas. 145ª no ranking mundial do IDB. Miséria. Terremoto. 250 mil mortes e 3 milhões de desabrigados. Ditador François Duvalier, o Papa Doc, entre 1955 e 1971, reprimia e exterminava quem fizesse oposição a seu governo. Intervenção da ONU para a crescente êxodo de refugiados haitianos para os EUA. Operações de paz em 2004 após a deposição do ditador Jean-Bertrand Aristide.

29

8º ano, Ensino Fundamental

8º ano, Ensino Fundamental REVISÃO PARA PO1 DE GEOGRAFIA 3º TRIM/2017 América Central (Países do istmo, Caribe e Antilhas) e seus aspectos físicos e socioeconômicos COC 7 pág 195 a 202. 8º ano, Ensino Fundamental COMO SE DIVIDE

Leia mais

América Central Continental = 07 países. América Central Insular (Grandes Antilhas + Pequenas Antilhas + Bahamas) = 13 países

América Central Continental = 07 países. América Central Insular (Grandes Antilhas + Pequenas Antilhas + Bahamas) = 13 países 20 países com 82 milhões de habitantes/2011. América Central Continental = 07 países América Central Insular (Grandes Antilhas + Pequenas Antilhas + Bahamas) = 13 países (além de 11 dependências insulares

Leia mais

CANAL DO PANAMÁ O Canal do Panamá é considerado uma das grandes maravilhas da engenharia do mundo. Estende-se 80km desde a Cidade do Panamá no

CANAL DO PANAMÁ O Canal do Panamá é considerado uma das grandes maravilhas da engenharia do mundo. Estende-se 80km desde a Cidade do Panamá no AMÉRICA CENTRAL A América Central pertence ao continente americano que é formado também pela América do Sul e a América do Norte. A América Central é um istmo, que se limita ao sul com a Colômbia, ao norte

Leia mais

A AMÉRICA CENTRAL E O CARIBE. Professora:Luiza de Marilac Geografia 8º Ano 2015

A AMÉRICA CENTRAL E O CARIBE. Professora:Luiza de Marilac Geografia 8º Ano 2015 A AMÉRICA CENTRAL E O CARIBE Professora:Luiza de Marilac Geografia 8º Ano 2015 Fragmentação política Sub regiões Ístmica Insular Composição étnica: Euroameríndios Indígenas Afrodescendentes AMÉRICA CENTRAL

Leia mais

GRUPO 6 1- (1,0) Explique porque o Brasil funciona como o eixo principal de relações da América do Sul? R:

GRUPO 6 1- (1,0) Explique porque o Brasil funciona como o eixo principal de relações da América do Sul? R: Data: / /2014 Bimestre: 3 Nome: 8 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 6 1- (1,0) Explique porque o Brasil funciona como o eixo principal de

Leia mais

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, de 27 de setembro à 1º de outubro de 2010 Tema 5.1 da agenda

Leia mais

América Latina Caderno de atividades

América Latina Caderno de atividades TURMA: América Latina Caderno de atividades Grupo: IDH Integrantes do grupo: NOME: Nº NOME: Nº NOME: Nº NOME: Nº NOME: Nº Data de início da elaboração do mapa: / / Data de conclusão da elaboração do mapa:

Leia mais

Previdência Social Reformar para Preservar

Previdência Social Reformar para Preservar Previdência Social Reformar para Preservar 15 de Fevereiro de 2017 Ministro Eliseu Padilha Ministro-chefe da da Presidência da República Déficit da Previdência e a necessidade da Reforma para não estrangular

Leia mais

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D Anúncio de eleições Cargo Conselho de Administração Presidente/a Vice-presidente/a Representante da América Central Representante do Caribe Representante do Caribe Representante da América do Sul Representante

Leia mais

AMÉRICA LATINA: ASPECTOS HUMANOS

AMÉRICA LATINA: ASPECTOS HUMANOS AMÉRICA LATINA: ASPECTOS HUMANOS BLOCO 11 POPULAÇÃO ABSOLUTA América Latina: 47 unidades políticas. 2011 quase 500 milhões de habitantes Destaques: Brasil e México POPULAÇÃO ABSOLUTA POPULAÇÃO ABSOLUTA

Leia mais

PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO

PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO AMÉRICA CENTRAL LOCALIZAÇÃO TERRITORIAL CONTINENTE AMERICANO AMÉRICA CENTRAL Região formada por dois conjuntos de países: PORÇÃO ÍSTMICA OU CONTINENTAL PORÇÃO

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO O CONTINENTE AMERICANO A AMÉRICA NO MAPA-MUNDÍ LOCALIZAÇÃO E CARACTERÍSTICAS GERAIS LOCALIZAÇÃO DO CONTINENTE AMERICANO

Leia mais

Trata-se aqui de uma interpretação gramatical do dispositivo invocado, uma vez que dispõe o art. 26: comprometem-se a adotar as providências

Trata-se aqui de uma interpretação gramatical do dispositivo invocado, uma vez que dispõe o art. 26: comprometem-se a adotar as providências Questão 16 Considere as seguintes assertivas: I - A Convenção Americana sobre Direitos Humanos, de 1969, não trata dos direitos econômicos, sócias e culturais, à exceção do artigo 26 que simplesmente determina

Leia mais

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D Anúncio de eleições Cargo Conselho de Administração Presidente/a Vice-presidente/a do Norte do Norte Central Representante do Caribe Representante do Caribe do Sul do Sul País Anfitrião da 13ª Assembleia

Leia mais

V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB Brasília 17 a 19 de maio de 2017

V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB Brasília 17 a 19 de maio de 2017 V SEMINÁRIO DE INTERNACIONALIZAÇÃO UNIVERSITÁRIA E VI WORKSHOP DE TRABALHO PAEC OEA-GCUB 2017 FORMAÇÃO DE MESTRES E DOUTORES COMO VETOR PARA O DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DAS AMÉRICAS Brasília 17 a 19 de

Leia mais

ATIVIDADES 8º ANO. 1) Assembleia Geral da ONU exige fim de embargo contra Cuba

ATIVIDADES 8º ANO. 1) Assembleia Geral da ONU exige fim de embargo contra Cuba ATIVIDADES 8º ANO 1) Assembleia Geral da ONU exige fim de embargo contra Cuba A Assembleia Geral da ONU exigiu nesta terça-feira pelo vigésimo ano o fim do embargo americano imposto a Cuba há meio século,

Leia mais

em uma união aduaneira, na qual há livre-comércio intrazona política comercial comum entre seus membros

em uma união aduaneira, na qual há livre-comércio intrazona política comercial comum entre seus membros Revisão -8º ano Blocos econômicos Os blocos econômicos são formados pela união de países que possuem objetivos comuns relacionados ao crescimento econômico. A integração entre os países pode torná-los

Leia mais

Colégio Salesiano São José América Central e do Sul

Colégio Salesiano São José América Central e do Sul Colégio Salesiano São José América Central e do Sul Disciplina: Geografia Professor: Juliano América Central Caracterização A América Central é um istmo (estreita faixa de terra que liga duas áreas de

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO

CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO CENTRO DE ESTUDOS PSICOPEDAGÓGICOS DE MACEIÓ PROFª. MÔNICA GUIMARÃES GEOGRAFIA - 8º ANO O CONTINENTE AMERICANO A AMÉRICA NO MAPA-MUNDÍ LOCALIZAÇÃO E CARACTERÍSTICAS GERAIS LOCALIZAÇÃO DO CONTINENTE AMERICANO

Leia mais

EDITAL - ELAP Prazo máximo de inscrição: 29/04/2016 para partida em julho/2016 ou fevereiro/2017.

EDITAL - ELAP Prazo máximo de inscrição: 29/04/2016 para partida em julho/2016 ou fevereiro/2017. EDITAL - ELAP Prazo máximo de inscrição: 29/04/2016 para partida em julho/2016 ou fevereiro/2017. As instituições canadenses: - São responsáveis por submeter as inscrições em nome dos candidatos que foram

Leia mais

28 a CONFERÊNCIA SANITÁRIA PAN-AMERICANA 64 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

28 a CONFERÊNCIA SANITÁRIA PAN-AMERICANA 64 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 28 a CONFERÊNCIA SANITÁRIA PAN-AMERICANA 64 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 17 a 21 de setembro de 212 Tema 8.4 da Agenda

Leia mais

Exercícios sobre Continente Americano - 8º ano - cap. 10

Exercícios sobre Continente Americano - 8º ano - cap. 10 Exercícios sobre Continente Americano - 8º ano - cap. 10 Para realizar as atividades, consulte os Slides sobre Continente Americano (Ativ. nº 25 - Site padogeo.com) ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Transição da condição colonial para o país livre

Transição da condição colonial para o país livre CUBA Transição da condição colonial para o país livre Cuba era uma ilha habitada por povos indígenas quando tornou-se uma colônia da Espanha em 1509. Após o esgotamento dos metais preciosos, a exploração

Leia mais

Análise econômica e suporte para as decisões empresariais

Análise econômica e suporte para as decisões empresariais Cenário Moveleiro Análise econômica e suporte para as decisões empresariais Número 05/2007 Cenário Moveleiro Número 05/2007 1 Cenário Moveleiro Análise econômica e suporte para as decisões empresariais

Leia mais

Zheng Bingwen, Professor & Director-General

Zheng Bingwen, Professor & Director-General ILAS CASS & IBRE FGV Seminar MIDDLE INCOME TRAP: PERSPECTIVES OF BRAZIL AND CHINA Ultrapassando a Armadilha da Renda Média : Vantagens e Desafios da China comparativo com América Latina (abertura 10 minutos)

Leia mais

OBJETIVO 2016 1º ANO E.M. MÓDULO 23 A GEOPOLÍTICA NA AMÉRICA CENTRAL

OBJETIVO 2016 1º ANO E.M. MÓDULO 23 A GEOPOLÍTICA NA AMÉRICA CENTRAL OBJETIVO 2016 1º ANO E.M. MÓDULO 23 A GEOPOLÍTICA NA AMÉRICA CENTRAL AMÉRICA CENTRAL Ligação entre a América do Norte e a América do Sul, é formada por uma parte continental ou ístmica e por outra insular

Leia mais

Introdução à comunicação científica em saúde. Bases de dados e índices bibliográficos internacionais e nacionais

Introdução à comunicação científica em saúde. Bases de dados e índices bibliográficos internacionais e nacionais Introdução à comunicação científica em saúde. Bases de dados e índices bibliográficos internacionais e nacionais Seminário eportuguêse Como melhorar o acesso à informação científica e técnica em saúde

Leia mais

A Economia da América Latina

A Economia da América Latina A Economia da América Latina adsense1 Agricultura A agricultura de subsistência era a principal atividade econômica dos povos originais da América Latina, Essa atividade era complementada pela caça, pela

Leia mais

Oferta e procura de professores na América Latina e no Caribe Garantindo uma educação de qualidade para todos

Oferta e procura de professores na América Latina e no Caribe Garantindo uma educação de qualidade para todos UIS Perfil Regional Oferta e procura de professores na América Latina e no Caribe Garantindo uma educação de qualidade para todos BR/2006/PI/H/16 Esse perfil regional é baseado no relatório Teachers and

Leia mais

Brasil FedEx International Priority. FedEx International Economy 3

Brasil FedEx International Priority. FedEx International Economy 3 SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Brasil FedEx International Priority. FedEx International Economy 3

Brasil FedEx International Priority. FedEx International Economy 3 SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

9. América Latina: lutas pela emancipação política. Páginas 04 à 17.

9. América Latina: lutas pela emancipação política. Páginas 04 à 17. 9. América Latina: lutas pela emancipação política Páginas 04 à 17. Mas por que essa parte da América é denominada latina? TROCA DE IDEIAS LEITURA DO TEXTO PÁGINA 04. QUESTÕES 1 e 2 PÁGINA 05. América

Leia mais

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:8º ALUNO(a): Lista de atividades P1 Bimestre III Data da prova: 23/09/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista

Leia mais

CONTINENTE AMERICANO FÍSICO, HUMANO E ECONÔMICO

CONTINENTE AMERICANO FÍSICO, HUMANO E ECONÔMICO CONTINENTE AMERICANO FÍSICO, HUMANO E ECONÔMICO CONHECENDO O CONTINENTE MAIOR EXTENSÃO NO SENTIDO NORTE/SUL SÃO CERCA DE 35 PAÍSES. VARIEDADE DE CULTURAS EM FUNÇÃO DA COLONIZAÇÃO ESTRANGEIRA. FORMAS DE

Leia mais

Rainforest Alliance Países Autorizados para Atividades de Auditoria e de Certificação de Fazendas Individuais e Administradores de Grupo

Rainforest Alliance Países Autorizados para Atividades de Auditoria e de Certificação de Fazendas Individuais e Administradores de Grupo Rainforest Alliance Países Autorizados para Atividades de Auditoria e de Certificação de Fazendas Individuais e Administradores de Grupo Julho, 2017 Versão 1 D.R. 2017 Red de Agricultura Sostenible, A.C.

Leia mais

PROFESSOR CARLOS ALEX

PROFESSOR CARLOS ALEX PROFESSOR CARLOS ALEX América Andina Países: Chile, Peru, Bolívia, Equador, Venezuela e Colômbia. Localização: América do Sul Os países Andinos apresentam territórios com grandes trechos constituídos

Leia mais

Brasil FedEx International Priority. FedEx International Economy 3

Brasil FedEx International Priority. FedEx International Economy 3 SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Módulo 19 frente 03 Livro 3 página 132. Continente Americano. Aspectos Gerais

Módulo 19 frente 03 Livro 3 página 132. Continente Americano. Aspectos Gerais Continente Americano Aspectos Gerais Módulo 19 frente 03 Livro 3 páginas 131 a 132 As diferenças culturais e linguísticas dos povos que colonizaram a América deram origem à divisão do continente americano

Leia mais

AMÉRICA LATINA: ASPECTOS NATURAIS

AMÉRICA LATINA: ASPECTOS NATURAIS AMÉRICA LATINA: ASPECTOS NATURAIS BLOCO 10 AMÉRICA: LOCALIZAÇÃO AMÉRICA: REGIONALIZAÇÃO Regionalização Física Critério: distribuição das terras no sentido Norte-Sul. Dois grandes conjuntos: América do

Leia mais

Data: /12/2014 Bimestre: 4. Nome: 8 ANO Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /12/2014 Bimestre: 4. Nome: 8 ANO Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /12/2014 Bimestre: 4 Nome: 8 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 9 1- (0,5) Ao lado da agricultura moderna, com técnicas avançadas,

Leia mais

História: Descobrimento europeu e exploração

História: Descobrimento europeu e exploração Cuba Introdução Cuba é uma país situado na América central insular e, se destaca perante os outros países devido ao fato de ter adotado como sistema político e socioeconômico o socialismo. História: Descobrimento

Leia mais

AMÉRICA ANDINA E GUIANAS

AMÉRICA ANDINA E GUIANAS AMÉRICA ANDINA E GUIANAS América Andina Países Andinos Guianas Países das Guianas 1 América Andina Países:Chile, Peru, Bolívia, Equador, Venezuela e Colômbia. Localização: América do Sul Os países Andinos

Leia mais

Algeria Algeria Business Multimedia (ABM), Azlan, Silicon 21, Southcomp Polaris Comztek, Interdist, Westcon Africa

Algeria Algeria Business Multimedia (ABM), Azlan, Silicon 21, Southcomp Polaris Comztek, Interdist, Westcon Africa DISTRIBUIDORES AUTORIZADOS DA CISCO Para fins deste programa, a seguir está uma lista de distribuidores autorizados da Cisco para Mercados emergentes onde a Empresa participante deverá adquirir produtos

Leia mais

Dados Estatísticos sobre as Comunidades Portuguesas

Dados Estatísticos sobre as Comunidades Portuguesas Dados Estatísticos sobre as Comunidades Portuguesas População portuguesa e de origem portuguesa residente no estrangeiro (estimativa do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Direcção Geral dos Assuntos

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA História INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA PROFº OTÁVIO Independência da América Espanhola Europa: Formação da América # Formação do Estado Moderno e Antigo Regime # Necessidade de Mercados Consumidores

Leia mais

O continente americano apresenta duas realidades socioeconômicas e culturais distintas.o extremo norte apresentam elevados índices de desenvolvimento

O continente americano apresenta duas realidades socioeconômicas e culturais distintas.o extremo norte apresentam elevados índices de desenvolvimento O continente americano apresenta duas realidades socioeconômicas e culturais distintas.o extremo norte apresentam elevados índices de desenvolvimento socioeconômico. Ao sul do continente, estão países

Leia mais

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP Introduction to Latin American Economies Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP América Latina México América Central Guianas América Andina América Platina Brasil México América Latina México América Central

Leia mais

* Aspectos polêmicos!

* Aspectos polêmicos! * Aspectos polêmicos! *Economia baseada principalmente na agricultura e na extração mineral; *População composta de mestiços de indígenas com brancos e imigrantes. *O Chile é o país que vem se destacando

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 8 o ano Unidade 3

Sugestões de avaliação. Geografia 8 o ano Unidade 3 Sugestões de avaliação Geografia 8 o ano Unidade 3 5 Nome: Data: Unidade 3 1. Complete o trecho a seguir com informações sobre a localização do continente americano. O continente americano é o segundo

Leia mais

Competições de Habilidades NetRiders

Competições de Habilidades NetRiders Cisco Networking Academy Competições de Habilidades NetRiders para alunos de CCNA e de IT Essentials Cada região oferece competições NetRiders para 3 níveis de competidores: CCNA atualmente ou recentemente

Leia mais

Cinema, Soft Power e os BRICS

Cinema, Soft Power e os BRICS Seminário Cinema, Soft Power e os BRICS Mostra Internacional de Cinema de São Paulo Debora Ivanov 27/10/2016 Diretrizes Diretrizes das ações internacionais realizadas pela ANCINE 1. Estímulo à realização

Leia mais

As ilhas são mais visitadas do que os Estados continentais Evolução do número de turistas

As ilhas são mais visitadas do que os Estados continentais Evolução do número de turistas TURISMO O setor de turismo cresceu muito na última década, independente de sua posição central ou secundária na economia dos países do espaço Caribe. Mais de 25 milhões de turistas foram recebidos em 2001,

Leia mais

Análise de Mercado. Transporte Aéreo Internacional BRASIL CARIBE

Análise de Mercado. Transporte Aéreo Internacional BRASIL CARIBE Análise de Mercado Transporte Aéreo Internacional BRASIL CARIBE SRI - Superintendência de Relações Internacionais GAMI Gerência de Análise de Mercados Internacionais 1 Última atualização: 07 de junho de

Leia mais

Conhecer o panorama urbano industrial dos Estados Unidos. Questão 1 Sobre a atual organização industrial dos Estados Unidos, é correto afirmar que:

Conhecer o panorama urbano industrial dos Estados Unidos. Questão 1 Sobre a atual organização industrial dos Estados Unidos, é correto afirmar que: 4º BIM P2 HABILIDADES COMPETÊNCIAS E Aluno (a): Professor: Turma: Turno: Data: / / Unidade: ( ) Asa Norte ( ) Águas Lindas ( ) Ceilândia ( ) Gama ( )Guará ( ) Pistão Norte ( ) Recanto das Emas ( ) Vicente

Leia mais

ATA DE CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

ATA DE CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES Linha Temática A A CONSOLIDAÇÃO DA PAZ, DA CONFIANÇA, DA SEGURANÇA E DA COOPERAÇÃO NAS AMÉRICAS Subtema I Desenvolver Mecanismos para Fortalecer a Paz, a Segurança e a Cooperação no Hemisfério Equador

Leia mais

A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO

A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO A AMERICA LATINA SUA NATUREZA E REGIONALIZAÇÃO O PROCESSO DE COLONIZAÇÃO PORTUGUESES E ESPANHÓIS, LANÇARAM-SE AO MAR E OCUPARAM O CONTINENTE AMERICANO PARA ATENDER OS INTERESSES DA METRÓPOLE; OUTROS POVOS

Leia mais

OBJETIVO º ANO E.M. MÓDULO 19 INDUSTRIALIZAÇÃO DA AMÉRICA

OBJETIVO º ANO E.M. MÓDULO 19 INDUSTRIALIZAÇÃO DA AMÉRICA OBJETIVO 2016 1º ANO E.M. MÓDULO 19 INDUSTRIALIZAÇÃO DA AMÉRICA INTRODUÇÃO Palco da Segunda Revolução Industrial EUA; Petróleo como a principal fonte de energia; Fordismo; EUA: ocupam o segundo lugar no

Leia mais

Condições e tendências em saúde

Condições e tendências em saúde Capítulo 4 Condições e tendências em saúde Mortalidade nas Américas O conhecimento sobre uma série de problemas de saúde pública é coletado principalmente a partir de estatísticas de mortalidade, que tradicionalmente

Leia mais

Panorama Mercado Farmacêutico

Panorama Mercado Farmacêutico Panorama Mercado Farmacêutico 1 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. EVOLUÇÃO DO MERCADO EXTERIOR LATINO-AMERICANO... 4 2.1. Balança Comercial... 4 2.2. Exportações... 6 2.3. Importações... 8 3. SAÚDE... 10 3.1. Gastos

Leia mais

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação Membros da MIGA Agência Multilateral de Garantia de Investimentos Membro Data de afiliação África do Sul 10 de março de 1994 Albânia 15 de outubro de 1991 Alemanha 12 de abril de 1988 Angola 19 de setembro

Leia mais

Membros da IFC. Corporação Financeira Internacional. Data de afiliação

Membros da IFC. Corporação Financeira Internacional. Data de afiliação Membros da IFC Corporação Financeira Internacional Membro Data de afiliação Afeganistão 23 de setembro de 1957 África do Sul 3 de abril de 1957 Albânia 15 de outubro de 1991 Alemanha 20 de julho de 1956

Leia mais

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38 América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural Capítulo 38 Expansão marítima européia; Mercantilismo (capitalismo comercial); Tratado de Tordesilhas (limites coloniais entre Portugal e Espanha):

Leia mais

América Central e do Sul

América Central e do Sul América Central e do Sul Insular Ístmica Coralígeo Vulcanismo Tropical Equatorial Tectonismo Cuba Anos 60 e 70: Investimentos soviéticos Melhora no padrão de vida Economia: agricultura Cana Dependência

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina DIVISÃO CENTRAL DE MARISTELA CRISTINA MARTINS

Universidade Estadual de Londrina DIVISÃO CENTRAL DE MARISTELA CRISTINA MARTINS DIVISÃO CENTRAL DE ESTÁGIOS E INTERCÂMBIOS MARISTELA CRISTINA MARTINS Estágios ESTÁGIO CURRICULAR LEI N 11.788 DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 ESTÁGIO NA UEL DIREITO DO ESTAGIÁRIO ASSINATURA DO TERMO DE COMPROMISSO

Leia mais

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:8º ALUNO(a): Lista de atividades P1 Bimestre III Data da prova: 30/08/2016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA NO SÉCULO XIX

IDADE CONTEMPORÂNEA AMÉRICA NO SÉCULO XIX 1 - Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Quando: Aproximadamente entre 1810 e 1830. Fatores externos: Crise geral do Antigo Regime (enfraquecimento

Leia mais

Panorama do Setor de Tissue. Carlos H. S. Magalhães

Panorama do Setor de Tissue. Carlos H. S. Magalhães Panorama do Setor de Tissue Carlos H. S. Magalhães Panorama do Setor de Tissue CONTEÚDO Produção e Consumo de Tissue no Mundo, na América Latina e no Brasil nos últimos 10 anos; Principais players ; Atual

Leia mais

AMÉRICA ANDINA e PLATINA

AMÉRICA ANDINA e PLATINA OBJETIVO 2016 1º ANO E.M. MÓDULO 24 AMÉRICA ANDINA e PLATINA Geograficamente, o fator mais significativo dessa região em termos de quadro natural é a CORDILHEIRA DOS ANDES. AMÉRICA ANDINA Ocorrem as maiores

Leia mais

A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do

A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do p. 110 A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do México até sua independência a partir de 1823; Em 1839 tornam-se independentes fracasso da

Leia mais

Estado e políticas sociais na América Latina. Aula 10 Regimes de Bem-Estar na América Latina. Prof.: Rodrigo Cantu

Estado e políticas sociais na América Latina. Aula 10 Regimes de Bem-Estar na América Latina. Prof.: Rodrigo Cantu Estado e políticas sociais na América Latina Aula 10 Regimes de Bem-Estar na América Latina Prof.: Rodrigo Cantu Europa e Países Anglo-Saxões: Maior parte da política social iniciada entre 1890 e o fim

Leia mais

O Brasil no RDH 2001

O Brasil no RDH 2001 RELATÓ RIO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO 2001 www.undp.org/hdr2001 EMBARGADO ATÉ 10:00 a.m TMG, 10 DE JULHO DE 2001. Contatos do PNUD: Brasil: José Carlos Libânio (61) 329-2011 Fax (61) 329-2099 libanio@undp.org.br

Leia mais

O Presente e Futuro do Setor Florestal Brasileiro XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal

O Presente e Futuro do Setor Florestal Brasileiro XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal O Presente e Futuro do Setor Florestal Brasileiro XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal Miguel Sampol Pou Diretor Geral, Klabin S.A. Curitiba, PR Agosto

Leia mais

Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia;

Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia; Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia; calendários mais precisos que o europeu; centros urbanos magníficos;

Leia mais

O Espaço Ibero-Americano a comunidade de todos

O Espaço Ibero-Americano a comunidade de todos O Espaço Ibero-Americano a comunidade de todos SEGIB Criação: 1994 Definição e objetivo: A SEGIB é o órgão permanente de apoio institucional, técnico e administrativo à Conferência Ibero-Americana e tem

Leia mais

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS)

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) NACIONALIDADES Cód. Afeganistão 101 África do Sul 102 Albânia 103 Alemanha 104 Ando ra 105 Angola 106 Angui la 107 Antigua e Barbuda 108 Antilhas Holandesas

Leia mais

SEMINÁRIO DE PARLAMENTARES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE PARA GARANTIR O DIREITO À SAÚDE REPRODUTIVA, MATERNA, NEONATAL E INFANTIL

SEMINÁRIO DE PARLAMENTARES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE PARA GARANTIR O DIREITO À SAÚDE REPRODUTIVA, MATERNA, NEONATAL E INFANTIL SEMINÁRIO DE PARLAMENTARES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE PARA GARANTIR O DIREITO À SAÚDE REPRODUTIVA, MATERNA, NEONATAL E INFANTIL Dr. Bremen De Mucio Assessor Regional em Saúde Sexual e Reprodutiva CLAP/SMR

Leia mais

AS OBRAS CARITATIVAS DE JOÃO PAULO II EM 2004

AS OBRAS CARITATIVAS DE JOÃO PAULO II EM 2004 "Brilhe a vossa luz!" PERGUNTE E RESPONDEREMOS 518 agosto 2005 AS OBRAS CARITATIVAS DE JOÃO PAULO II EM 2004 Em síntese: Anualmente a Santa Sé publica o relatório da aplicação do dinheiro que o Papa recebe

Leia mais

Repúblicas americanas

Repúblicas americanas Repúblicas americanas Herança colonial; Construção dos Estados Nacionais; Grupos políticos: Conservadores: Exército e Igreja; Liberais: Iluministas e Estado laico. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa

Leia mais

População estrangeira residente em Portugal, por nacionalidade e sexo, segundo o grupo etário

População estrangeira residente em Portugal, por nacionalidade e sexo, segundo o grupo etário POPULAÇÃO ESTRANGEIRA RESIDENTE E PORTUGAL 263322 12641 13174 16773 18713 27278 33693 32825 28375 21820 15712 10714 8835 7614 15155 143319 6644 7129 8951 9991 13983 18061 18393 16279 12722 8994 5933 4835

Leia mais

C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE

C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE - 13 - Anexo C C. PLANO DE AÇÃO PARA O REFORÇO DAS ESTATÍSTICAS VITAIS E DE SAÚDE Introdução 39. A finalidade deste documento é informar aos Órgãos Diretivos da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS. ESPANHA COMO PLATAFORMA E DESTINO DE INVESTIMENTO.

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS. ESPANHA COMO PLATAFORMA E DESTINO DE INVESTIMENTO. INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS. ESPANHA COMO PLATAFORMA E DESTINO DE INVESTIMENTO. RIO DE JANEIRO, 29 DE SETEMBRO DE 2015. SÃO PAULO, 1 DE OUTUBRO DE 2015. ESPANHA COMO DESTINO DE INVESTIMENTO

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE AGOSTO 2012 FRANCA 01) População 02) Piso salarial do sapateiro 03) Número de funcionários na indústria de calçados 04) Admissões e demissões do setor calçadista

Leia mais

América. Divisões: 35 países e 18 dependências. População total: habitantes.

América. Divisões: 35 países e 18 dependências. População total: habitantes. América Divisões: 35 países e 18 dependências. Área total: 42.189.120 km². População total: 902.892.047 habitantes. Densidade: 21 hab./km². Idiomas principais: espanhol, inglês, português, francês, holandês,

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE MARÇO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do setor

Leia mais

Criminalidade no Brasil

Criminalidade no Brasil Criminalidade no Brasil Instituto Avante Brasil Diretor- Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenação e elaboração de pesquisa: Flávia Mestriner Botelho CRIMINALIDADE NO BRASIL De acordo com um levantamento

Leia mais

NOMES DE PAÌSES EM PORTUGUÊS. Lista da ONU

NOMES DE PAÌSES EM PORTUGUÊS. Lista da ONU NOMES DE PAÌSES EM PORTUGUÊS Lista da ONU Países-membros das Nações Unidas Segue-se a lista dos 192 países-membros das Nações Unidas, de acordo com a ordem alfabética de seus nomes em português, com as

Leia mais

Orientação de estudo 3º bimestre

Orientação de estudo 3º bimestre Nome: Ano: 8 ano Disciplina: História Professor: Eder Nº: Data: Orientação de estudo 3º bimestre Para a realização da regulação o aluno deverá: - Estudar a Unidade 4 sobre As lutas pela independência na

Leia mais

Competitividade na indústria brasileira e momento econômico. Ricardo L. C. Amorim Especialista em Análise Econômica da ABDI

Competitividade na indústria brasileira e momento econômico. Ricardo L. C. Amorim Especialista em Análise Econômica da ABDI Competitividade na indústria brasileira e momento econômico Ricardo L. C. Amorim Especialista em Análise Econômica da ABDI Julho/2016 Evolução do PIB a preços de mercado (em US$ correntes) Fonte: World

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA

LISTA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA LISTA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA P2-4º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Entender as relações políticas e econômicas entre países da

Leia mais

COMISSÃO INTERAMERICANA DE MULHERES

COMISSÃO INTERAMERICANA DE MULHERES COMISSÃO INTERAMERICANA DE MULHERES OEA/Ser.L CIM/doc.115/12 25 janeiro 2012 Original: espanhol RELATÓRIO SOBRE O MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO DA IMPLEMENTAÇÃO DA CONVENÇÃO INTERAMERICANA PARA PREVENIR,

Leia mais

CONVENÇÕES RELATIVAS AO RECONHECIMENTO DE HIPOTECAS MARITIMAS ESTRANGEIRAS

CONVENÇÕES RELATIVAS AO RECONHECIMENTO DE HIPOTECAS MARITIMAS ESTRANGEIRAS CONVENÇÕES RELATIVAS AO RECONHECIMENTO DE HIPOTECAS MARITIMAS ESTRANGEIRAS CAMILA MENDES VIANNA CARDOSO Sócia 2 DE SETEMBRO DE 2016 CONVENÇÕES RELATIVAS AO RECONHECIMENTO DE HIPOTECAS MARITIMAS ESTRANGEIRAS

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DO CONGRESSO INTERNACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: CAMINHOS PARA A EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL

RECOMENDAÇÕES DO CONGRESSO INTERNACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: CAMINHOS PARA A EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL RECOMENDAÇÕES DO CONGRESSO INTERNACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: CAMINHOS PARA A EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL 03 a 06 de outubro, 2017 - Brasília, Brasil. Países participantes: Bahamas, Barbados, Belize,

Leia mais

PERCURSO 18 México. Prof. Gabriel Rocha 8º ano - EBS

PERCURSO 18 México. Prof. Gabriel Rocha 8º ano - EBS PERCURSO 18 México Prof. Gabriel Rocha 8º ano - EBS 1 Regiões Naturais Localizado na América do Norte e na América Latina. É o terceiro maior país da América Latina e o quinto das Américas. É o terceiro

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA

RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA RELATÓRIO MENSAL - NICC POLO FRANCA ÍNDICE FEVEREIRO 2015 FRANCA Página População...... 2 Piso salarial do sapateiro... 2 Número de funcionários na indústria de calçados...... 2 Admissões e demissões do

Leia mais

AMERICA DO SUL. Planícies sedimentares: Amazônica. Pampas. Planaltos Orientais: maciços. cristalinos antigos. Planalto da Patagônia

AMERICA DO SUL. Planícies sedimentares: Amazônica. Pampas. Planaltos Orientais: maciços. cristalinos antigos. Planalto da Patagônia AMERICA DO SUL Hidrografia relevo Planícies sedimentares: do mundo, sendo o amazonas o de Orenoco maior extensão e volume de água no Amazônica planeta, com 6.296km Platina Bacia Platina Chaco, É a segunda

Leia mais

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO

IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO IMPERIALISMO E NEOCOLONIALISMO Resultado da 2ª Revolução Industrial CONTEXTO: 2ª Revolução Industrial; Necessidade de novos mercados; Nacionalismo; Produção de armas; O CAPITALISMO MONOPOLISTA Setor industrial

Leia mais

166 - Panorama do espaço Caribe. Dossiês temáticos : Démografia...167. Economia...175. Turismo...184. Comerçio exterior...190. Fonte...

166 - Panorama do espaço Caribe. Dossiês temáticos : Démografia...167. Economia...175. Turismo...184. Comerçio exterior...190. Fonte... Dossiês temáticos : Démografia...167 Economia...175 Turismo...184 Comerçio exterior...190 Fonte...197 Métodos...198 Definições...200 Para conhecer mais...206 166 - Panorama do espaço Caribe DEMOGRAFIA

Leia mais

QUEM SOMOS. ...pela defesa dos direitos das pessoas que vivem nas favelas mais precárias e invisíveis...

QUEM SOMOS. ...pela defesa dos direitos das pessoas que vivem nas favelas mais precárias e invisíveis... BRIEF INSTITUCIONAL 2017 ...pela defesa dos direitos das pessoas que vivem nas favelas mais precárias e invisíveis... QUEM SOMOS TETO é uma organização internacional presente na América Latina e Caribe,

Leia mais

mensário estatístico - exportação Fevereiro 2011 ALCOOL ETILICO

mensário estatístico - exportação Fevereiro 2011 ALCOOL ETILICO mensário estatístico - ALCOOL ETILICO CONDIÇÕES Este relatório foi preparado pela Linus Galena Consultoria Econômica exclusivamente para uso de seus clientes e não poderá ser circulado, reproduzido, distribuído

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO Viagens do Secretário-Geral Visita oficial à Espanha e participação no ciclo de conferências Iberoamérica: discursos claves, auspiciado pela

Leia mais