Conselho Arquidiocesano de Pastoral

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conselho Arquidiocesano de Pastoral"

Transcrição

1 Conselho Arquidiocesano de Pastoral

2 Capítulo 1 Marco histórico-eclesial

3 Marco Histórico-Eclesial (VER-JULGAR-AGIR)

4

5 OS LEIGOS NA ÉPOCA DA CRISTANDADE... A presença e organização dos leigos buscou sempre responder aos desafios da Igreja e da sociedade nos diferentes momentos históricos. No Brasil, por exemplo, os últimos séculos foram marcados pela forte presença de Irmandades, Confrarias e Associações, numa dimensão mais espiritual e/ou de assistência, em geral conduzidas pelo clero. (cf. 201)

6 Dom Sebastião Leme da Silveira Cintra ( )

7 Ação Católica Geral e Especializada A participação dos leigos católicos ao apostolado hierárquico da Igreja (1922)

8 Consciência da Teologia do Laicato Os membros da Ação Católica foram preparando o Concílio Vaticano II para uma verdadeira abertura de sua ação evangelizadora, que deriva do batismo recebido e não de um mandato do bispo; essa nova consciência gerava o compromisso com a ação transformadora da sociedade. (cf. 202)

9 O Concílio Vaticano II ( ) O laicato como verdadeiro sujeito eclesial, superando a teologia da cristandade. (cf. 1) Cada leigo e leiga é chamado a ser sujeito eclesial para atuar na Igreja e no Mundo... A vocação própria dos leigos é ser fermento de santificação no mundo, brilhando em sua própria vida pelo testemunho da fé, da esperança e do amor, de maneira a manifestar Cristo a todos os homens. (Lumen Gentium, 31)

10 A sua primeira e imediata tarefa é o vasto e complicado mundo da política, da realidade social e da economia, como também o da cultura, das ciências e das artes, da vida internacional, dos mass media e ainda outras realidades abertas à evangelização, como sejam o amor, a família, a educação das crianças e dos adolescentes, o trabalho profissional e o sofrimento (Evangelli Nuntiandi, 1975)

11 A importância das CEB S no Brasil Desde a década de 60, as ceb s vem sendo espaço privilegiado de participação de cristãos leigos e leigas em comunhão com os pastores, tendo 3 eixos na ação evangelizadora: a Palavra de Deus, a dimensão Missionária e a Transformação da Sociedade, tudo na perspectiva do projeto de Jesus, o Reino de Deus. (cf. 204)

12 Conselho Nacional dos Leigos CNL (1975) Sínodo sobre o Laicato (1987) Documento 62 da CNBB (1999)

13 MEDELLÍN (1968): os leigos cumprirão mais cabalmente sua missão de fazer com a Igreja aconteça no mundo, na tarefa humana e na história. PUEBLA (1979): são homens e mulheres da Igreja no coração do mundo e homens e mulheres do mundo no coração da Igreja. SANTO DOMINGO (1992): protagonistas da transformação da sociedade. APARECIDA (2007): maior abertura da mentalidade para que entendam e acolham o ser e o fazer do leigo na Igreja... (cf. 19)

14

15 Capítulo 2 Sujeito Eclesial: discípulos missionários e cidadãos do mundo

16 1. Igreja, comunhão na diversidade A Igreja, Povo de Deus peregrino e evangelizador; A Igreja, Corpo de Cristo na história; Importância da iniciação à vida cristã.

17 2. Identidade e dignidade da vocação laical O sacerdócio comum; A unção espiritual sensus fidei ; O perfil mariano da Igreja; Vocação universal à santidade.

18 3. O cristão leigo como sujeito eclesial Liberdade, autonomia e relacionalidade; A maturidade dos cristãos leigos; Entraves à vivência do cristão como sujeito na Igreja e no mundo

19 4. Âmbitos de comunhão eclesial e atuação do leigo como sujeito A família; A paroquia e as comunidades eclesiais; Os conselhos pastorais e os conselhos de assuntos econômicos;

20 As assembleias e reuniões pastorais; As comunidades eclesiais de base (CEB's) e as pequenas comunidades eclesiais; Movimentos eclesiais, associações de fiéis e as novas comunidades; Critérios de eclesialidade.

21 5. Carismas, serviços e ministérios na Igreja

22 6. Serviço cristão ao mundo (desafio)

23 Capítulo 3 A ação transformadora na Igreja e no mundo

24 1. Igreja, comunidade missionária Igreja pobre, para os pobres, com os pobres; A Igreja do serviço, da escuta e do diálogo;

25 2. Uma espiritualidade encarnada Espiritualidade de comunhão e missão Místicas que não servem; A espiritualidade popular; O mundanismo espiritual;

26 3. A presença e organização dos cristão leigos e leigas no Brasil

27 4. A formação do laicato A formação de sujeitos eclesiais; Fundamentos da formação; Princípios da formação do laicato; Projeto diocesano de formação;

28 5. A ação transformadora do cristão leigo no mundo Modos de ação transformadora; Critérios gerais da ação transformadora; Princípios para a ação transformadora;

29 6. A ação dos cristãos leigos e leigas nos areópagos modernos A família: areópago primordial; O mundo da política; O mundo das políticas publicas;

30 O mundo do trabalho; O mundo da cultura e da educação; O mundo das comunicações; O cuidado com a nossa Casa Comum; Outros campos de ação ou areópagos modernos.

31 7. Indicativos e encaminhamentos de ações pastorais.

32 Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Cristãos Leigos e Leigas na Igreja. Sal da Terra e Luz do Mundo (Mt 5, 13-14). Brasília/DF: Edições CNBB, (Documento 105 da CNBB) Texto Aprovado em 14 de abril de 2016

COMO IGREJA POVO DE DEUS:

COMO IGREJA POVO DE DEUS: Objetivo Geral: COMO IGREJA POVO DE DEUS: Celebrar a presença e a organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil; Aprofundar a sua identidade, vocação, espiritualidade e missão; Testemunhar Jesus Cristo

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

Vocação é missão do cristão leigo no Mundo

Vocação é missão do cristão leigo no Mundo Vocação é missão do cristão leigo no Mundo Paróquia Santa Rita de Cássia - Linhares - 11/06/2016 Assessora: Patrícia Teixeira Moschen Lievore O material utilizado é baseado no trabalho do Professor Dr.

Leia mais

CNLB. Conselho Nacional do Laicato do Brasil

CNLB. Conselho Nacional do Laicato do Brasil CNLB Conselho Nacional do Laicato do Brasil Somos leigos e leigas... - Marcados pelo batismo, a maior parcela do Povo de Deus = Igreja - Corresponsáveis pela missão de Jesus = Igreja - De maneira singular,

Leia mais

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Três eixos temáticos I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Um eixo transversal: A Igreja em saída na perspectiva ad gentes - Segue o método ver, julgar e agir

Leia mais

42ª Assembleia. Diocesana de Pastoral

42ª Assembleia. Diocesana de Pastoral Comissão Diocesana Especial para o Laicato Bispo: Dom Francisco Carlos Bach Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora: Pe. Sergio da Silva Leigos e Leigas: Adalberto S Oligini; Alice Melz; Carla Maria

Leia mais

Partir de cada realidade e suas particularidades NOVA PAROQUIA, uma Comunidade Comunidades (setorização), Estado permanente de missão

Partir de cada realidade e suas particularidades NOVA PAROQUIA, uma Comunidade Comunidades (setorização), Estado permanente de missão PISTAS DE AÇÃO GRUPO 1 Partir de cada realidade e suas particularidades, para criar conselhos missionários diocesanos e paroquiais onde ainda não existem, e fortalecer aqueles existentes, para dinamizar

Leia mais

Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia

Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia Arquidiocese de São Salvador da Bahia Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia 2015 2019 O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

ANO DO LAICATO. 26 de novembro de 2017 a 25 de novembro de SOLENIDADE DE CRISTO REI Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas

ANO DO LAICATO. 26 de novembro de 2017 a 25 de novembro de SOLENIDADE DE CRISTO REI Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas ANO DO LAICATO 26 de novembro de 2017 a 25 de novembro de 2018 SOLENIDADE DE CRISTO REI Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas 275, letra i: Realizar o Ano do Laicato, comemorando os 30 anos do Sínodo

Leia mais

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE INTRODUÇÃOODUÇÃO Só uma Igreja missionária e evangelizadora experimenta a fecundidade e a alegria de quem realmente realiza sua vocação. Assumir

Leia mais

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA?

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? O documento Conclusivo da V Conferência contém inúmeras e oportunas indicações pastorais, motivadas por ricas reflexões à luz da fé e do atual contexto

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 130 6 Referências bibliográficas Documentos do Magistério Documentos Pontifícios COMPÊNDIO VATICANO II. Constituições, decretos e declarações. 26ª ed. Petrópolis: Vozes, 1997. 743 pp. JOÃO PAULO II. Carta

Leia mais

Arquidiocese de Ribeirão Preto

Arquidiocese de Ribeirão Preto ENCONTRO DA PASTORAL DO DÍZIMO Arquidiocese de Ribeirão Preto Casa Dom Luís Brodowski 19 e 20 de Agosto 2017 CNBB Conferência Nacional dos Bispos do Brasil CNBB 14 Outubro de 1952 1º Presidente: Dom Carlos

Leia mais

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado UMA TENTATIVA RESUMO Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado SÍNTESE Mostra e revela as relações entre elementos

Leia mais

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral Diocese de Criciúma Plano Diocesano de Pastoral 2012-2016 OBJETIVO GERAL Nós, povo de Deus da Diocese de Criciúma, animados pela Santíssima Trindade, queremos: Evangelizar vivendo em comunidade, como Igreja

Leia mais

Teologia Sistemática

Teologia Sistemática Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Tema da sessão Lumen Gentium 1. Aspetos

Leia mais

CAPÍTULO III. A AÇÃO TRANFORMADORA NA IGREJA e NO MUNDO

CAPÍTULO III. A AÇÃO TRANFORMADORA NA IGREJA e NO MUNDO CAPÍTULO III A AÇÃO TRANFORMADORA NA IGREJA e NO MUNDO Igreja, comunidade missionária Significa estar a serviço do reino, em diálogo com o mundo, inculturada na realidade histórica, inserida na sociedade,

Leia mais

A DIMENSÃO MISSIONÁRIA DA PRNM

A DIMENSÃO MISSIONÁRIA DA PRNM A DIMENSÃO MISSIONÁRIA DA PRNM A DM tem seu eixo na opção fundamental feita pela nossa IGREJA: EVANGELIZAR... com RENOVADO ARDOR MISSIONÁRIO FAZ-SE NECESSÁRIO FORMAÇÃO ESPECÍFICA E PERMANENTE: de todos

Leia mais

MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS

MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS Novas condições eclesiais A Igreja é como uma família, a filha da mãe Maria. A Igreja, de fato, não é uma instituição fechada em si mesma ou uma associação privada, uma ONG,

Leia mais

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus Paróquia missionária comunidades de comunidades Animada pela Palavra de Deus Renovação paroquial Toda paróquia é chamada a ser o espaço onde se recebe e se acolhe a Palavra (172). Sua própria renovação

Leia mais

1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio

1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio 1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio 2- TEMA: Liturgia 3- OBJETIVO GERAL Assessorar as 12 comunidades pertencentes à Paróquia Santo Antônio, motivando-as a celebrar com fé o Mistério

Leia mais

Plano Bienal

Plano Bienal Plano Bienal 2016-2017 Quem somos "Deus manifesta-se numa revelação histórica, no tempo. O tempo inicia os processos, o espaço cristaliza-os. Deus encontra-se no tempo, nos processos em curso. Não é preciso

Leia mais

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Três eixos temáticos I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Um eixo transversal: A Igreja em saída na perspectiva ad gentes - Segue o método ver, julgar e agir

Leia mais

15/8/2011. Dom Dimas MINISTÉRIO DO CATEQUISTA. Apresentação (D. Eugênio Rixen)

15/8/2011. Dom Dimas MINISTÉRIO DO CATEQUISTA. Apresentação (D. Eugênio Rixen) MINISTÉRIO DO CATEQUISTA Dom Dimas Mesmo crescendo o número de serviços eclesiais, o do catequista ainda é necessário e fundamental e com características peculiares (RM 73). Isto vem sendo estudado e refletido

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Princípios para uma Catequese Renovada Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Por que Renovada? Podemos renovar o que ainda não existe? Como renovar? Introdução A renovação atual da catequese nasceu para

Leia mais

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe Aparecida, 13 a 31 de

Leia mais

D I O C E S E D E V A L E N Ç A CALENDÁRIO DIOCESANO DE 2016 ANO DA MISERICÓRDIA ANO C SÃO LUCAS

D I O C E S E D E V A L E N Ç A CALENDÁRIO DIOCESANO DE 2016 ANO DA MISERICÓRDIA ANO C SÃO LUCAS D I O C E S E D E V A L E N Ç A CALENDÁRIO DIOCESANO DE 2016 ANO DA MISERICÓRDIA ANO C SÃO LUCAS Janeiro 06 Dia de Reis apoio aos Grupos de Folia na 24-16h Celebração Ecumênica - lanche oferecido pelos

Leia mais

CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS, NA IGREJA E NA SOCIEDADE SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO (Mt 5,13-14)

CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS, NA IGREJA E NA SOCIEDADE SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO (Mt 5,13-14) CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS, NA IGREJA E NA SOCIEDADE SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO (Mt 5,13-14) Documento da CNBB N.105 Aprovado na 54ª. Assembleia Geral Aparecida-SP de 06 a 15 de abril de 2016 Apresentação

Leia mais

O documento da CNBB e o 7 o PPO apelos de conversão

O documento da CNBB e o 7 o PPO apelos de conversão O documento da CNBB e o 7 o PPO apelos de conversão Olhar a realidade com os olhos da fé: Olhar a realidade com um olhar positivo e esperançoso de quem busca, nesta realidade, ler os sinais de Deus, como

Leia mais

Diretório de Comunicação. Elaboração: Ir. Elide Fogolari

Diretório de Comunicação. Elaboração: Ir. Elide Fogolari Diretório de Comunicação Elaboração: Ir. Elide Fogolari Processo de construção do texto Como foi o processo de criação e aprovação do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil? A partir da concepção

Leia mais

INSTRUMENTO DE ESTUDO ESCOLAS CATEQUÉTICAS ORIENTAÇÕES III. ESCOLAS BÍBLICO - CATEQUÉTICAS

INSTRUMENTO DE ESTUDO ESCOLAS CATEQUÉTICAS ORIENTAÇÕES III. ESCOLAS BÍBLICO - CATEQUÉTICAS INSTRUMENTO DE ESTUDO ESCOLAS CATEQUÉTICAS ORIENTAÇÕES III. ESCOLAS BÍBLICO - CATEQUÉTICAS 23. Muitas são as modalidades de formação dos catequistas tais como cursos, jornadas, encontros, semanas catequéticas,

Leia mais

INSTRUMENTO DE REFLEXÃO SOBRE O SETOR JUVENTUDE

INSTRUMENTO DE REFLEXÃO SOBRE O SETOR JUVENTUDE INSTRUMENTO DE REFLEXÃO SOBRE O SETOR JUVENTUDE Convidamos, de modo especial, os seguintes grupos para contribuírem com esta reflexão: Coordenações Regionais e Diocesanas de Pastoral; Coordenações Nacionais,

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

VIVER A CATEQUESE BATISMAL. Arquidiocese de Ribeirão Preto

VIVER A CATEQUESE BATISMAL. Arquidiocese de Ribeirão Preto VIVER A CATEQUESE BATISMAL Arquidiocese de Ribeirão Preto O que é Catequese Batismal? A preparação para o Sacramento do Batismo, sem dúvida, é uma tarefa fascinante e necessária à vida pastoral de nossas

Leia mais

SER CATEQUISTA NOS DIAS DE HOJE

SER CATEQUISTA NOS DIAS DE HOJE Quem é o leigo catequista? SER CATEQUISTA NOS DIAS DE HOJE Pessoas que descobrem, na experiência de fé e na inserção na comunidade, a vocação de catequista. Exercem essa missão com esmero, com doação e

Leia mais

O que percebemos... - Ausência da família - Formação do catequista - Adultos que não são prioridades - Pouco envolvimento do clero - Catequese para os sacramentos - Rotatividade dos catequistas

Leia mais

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé Calendário 2014 Janeiro 01/01 qua Confraternização Universal 01/01 qua Solenidade da Santa Mãe de Deus 22 a 24 --- Triduo para a Festa de São Paulo Catedral da Sé 25/01 sáb 09h00 Celebração da Festa de

Leia mais

Pontifícias Obras Missionárias

Pontifícias Obras Missionárias Pontifícias Obras Missionárias www.pom.org.br Três Campanhas Campanha da Fraternidade (1963) Na Quaresma - coleta Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) Campanha Missionária (DMM - 1926) No mês de Outubro

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 Consulte sempre o site da Arquidiocese, pois irão sendo registradas as alterações e complementações que ocorrerem. DIA/SEM 20.01.2017

Leia mais

A NOVA EVANGELIZAÇÃO NO BRASIL: ASPECTOS HISTÓRICOS, DESAFIOS E PERSPECTIVAS

A NOVA EVANGELIZAÇÃO NO BRASIL: ASPECTOS HISTÓRICOS, DESAFIOS E PERSPECTIVAS 2017 A NOVA EVANGELIZAÇÃO NO BRASIL: ASPECTOS HISTÓRICOS, DESAFIOS E PERSPECTIVAS 7 Cardeal D. Sergio da Rocha, Arcebispo de Brasília e Presidente da CNBB I. ASPECTOS HISTÓRICOS Como o Brasil acolheu ou

Leia mais

A comunicação na Igreja do Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Moisés Sbardelotto

A comunicação na Igreja do Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Moisés Sbardelotto A comunicação na Igreja do Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Moisés Sbardelotto Uma longa história de vivência e exercício da ação evangelizadora como prática de comunicação no Brasil 1963 Inter

Leia mais

LINHA DE AÇÃO 1 - IGREJA QUE SAI PARA SERVIR Ícone Bíblico - A Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37):

LINHA DE AÇÃO 1 - IGREJA QUE SAI PARA SERVIR Ícone Bíblico - A Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37): LINHA DE AÇÃO 1 - IGREJA QUE SAI PARA SERVIR Ícone Bíblico - A Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37): Quem é o meu próximo? perguntou o Doutor da Lei a Jesus, que em seguida lhe contou a Parábola do

Leia mais

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017

Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 Diocese de Patos-PB CALENDÁRIO DAS ATIVIDADES 2017 OBJETIVO GERAL Evangelizar, tendo como modelo Jesus Cristo, rosto da misericórdia e missionário do Pai, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula,

Leia mais

Documento 99 da CNBB. Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Pastoral da Comunicação Araucária, 11 de Fevereiro de 2017

Documento 99 da CNBB. Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Pastoral da Comunicação Araucária, 11 de Fevereiro de 2017 Documento 99 da CNBB Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Pastoral da Comunicação Araucária, 11 de Fevereiro de 2017 Pauta Documento 99 da CNBB no âmbito PAROQUIAL Planejamento integrado de 2017

Leia mais

JANEIRO Tríduo da Festa de São Paulo Apóstolo

JANEIRO Tríduo da Festa de São Paulo Apóstolo ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 Consulte sempre o site da Arquidiocese, pois irão sendo registradas as alterações e complementações que ocorrerem. DIA/SEM 25.05.2017

Leia mais

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017 02 de julho de 2017 13º Domingo do Tempo Comum Sejam bem-vindos à celebração eucarística. Convocados pelo Pai, incorporados a Cristo e movidos pelo Espírito Santo, tornamo-nos assembleia celebrativa para

Leia mais

Clamor do momento: Passar de uma Pastoral Bíblica para uma Animação Bíblica da Pastoral (DAp 248).

Clamor do momento: Passar de uma Pastoral Bíblica para uma Animação Bíblica da Pastoral (DAp 248). Clamor do momento: Passar de uma Pastoral Bíblica para uma Animação Bíblica da Pastoral (DAp 248). Na América Latina, a caminhada bíblica pode ser caracterizada em três etapas: quatro décadas de semeadura;

Leia mais

PRIMEIRO DIA LADAINHA. MEDITAÇÃO Nosso Compromisso: Rede de Comunidades. Animador das primeiras comunidades, Caridoso com os mais empobrecidos,

PRIMEIRO DIA LADAINHA. MEDITAÇÃO Nosso Compromisso: Rede de Comunidades. Animador das primeiras comunidades, Caridoso com os mais empobrecidos, PRIMEIRO DIA LADAINHA São Judas Tadeu, Apóstolo de Cristo, Eleito por Jesus, Seguidor do Evangelho, Testemunha do Ressuscitado, Animador das primeiras comunidades, Fiel pregador do Evangelho, Zeloso ministro

Leia mais

CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS NA IGREJA E NA SOCIEDADE

CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS NA IGREJA E NA SOCIEDADE CRISTÃOS LEIGOS E LEIGAS NA IGREJA E NA SOCIEDADE O CRISTÃO LEIGO: SUJEITO NA IGREJA E NO MUNDO ESPERANÇAS E ANGUSTIAS Capítulo I PARA FRANCISCO DE ASSIS O CRISTO CRUCIFICADO ORDENOU: VAI E RECONSTRÓI

Leia mais

2003 ANO VOCACIONAL TEMA: Batismo, fonte de todas as vocações. LEMA: Avancem para águas mais profundas (cf. Lc 5,4)

2003 ANO VOCACIONAL TEMA: Batismo, fonte de todas as vocações. LEMA: Avancem para águas mais profundas (cf. Lc 5,4) DIOCESE DE PIRACICABA Equipe diocesana de catequese Paróquia Imaculada Conceição da Vila Rezende Pastoral da Crisma. http://www.catequesecrista.hpgcom.br A minha vocação é a maneira que eu encontrei para

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA AGENDA PASTORAL Dia Semana Hora Atividade Local 1 Domingo Solenidade da Santíssima Mãe de Deus Maria

ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA AGENDA PASTORAL Dia Semana Hora Atividade Local 1 Domingo Solenidade da Santíssima Mãe de Deus Maria ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA AGENDA PASTORAL 2017 O Secretariado de Pastoral está republicando, hoje, 25 de janeiro, a Agenda Pastoral da Arquidiocese de Fortaleza, com novas datas provenientes de coordenações

Leia mais

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra);

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra); Uma nova paróquia Introdução DA: Conversão Pastoral Escolha de outro caminho; Transformar a estrutura paroquial retorno a raiz evangélica; Jesus: modelo (vida e prática); Metodologia: Nele, com Ele e a

Leia mais

Coordenação Pastoral

Coordenação Pastoral Coordenação Pastoral Necessidade de um Coordenador Arquidiocesano de Pastoral. Dom Jaime colocou esta função como necessária. Diz ele: Falta um plano diocesano de Pastoral, com linhas de ação em comum..

Leia mais

1 Plano de Pastoral. cdiocesedefimparo. No seu 15 Ano de Criação e Instalação

1 Plano de Pastoral. cdiocesedefimparo. No seu 15 Ano de Criação e Instalação 1 Plano de Pastoral cdiocesedefimparo No seu 15 Ano de Criação e Instalação 2013 Dom Pedro Carlos em visita ao Papa Bento XVI - 13/09/2010. "A missão da Igreja não pode ser considerada como realidade facultativa

Leia mais

A Koinonia. Igreja da Comunhão. O que significa Uma Igreja da Comunhão e da Participação? Leitura Bíblica Jo 15, 1 5 e 1 Cor 12, 12s

A Koinonia. Igreja da Comunhão. O que significa Uma Igreja da Comunhão e da Participação? Leitura Bíblica Jo 15, 1 5 e 1 Cor 12, 12s A Koinonia Igreja da Comunhão O que significa Uma Igreja da Comunhão e da Participação? Leitura Bíblica Jo 15, 1 5 e 1 Cor 12, 12s I. A Igreja Comunhão Com esta bonita simbologia da videira, nos é revelada

Leia mais

Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016

Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016 Arquidiocese de Cuiabá CALENDÁRIO 2017 Atualizado no dia 01 de novembro de 2016 JANEIRO 01 SOLENIDADE DO SENHOR BOM JESUS DE CUIABÁ, PADROEIRO DA ARQUIDIOCESE. 20-22 Retiro de Formação para Servos do Curso

Leia mais

PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL

PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL 15/8/2011 CONSELHO DE PASTORAL DIOCESE DE CARAGUATATUBA 16/06/2010 PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL A pastoral consiste em atualizar para o nosso tempo as atitudes de Jesus como bom pastor. A boa

Leia mais

NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA. 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana

NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA. 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana NOTA PASTORAL REESTRUTURAÇÃO DA CÚRIA DIOCESANA 1. A renovação conciliar na reestruturação da Cúria Diocesana A renovação da Igreja, como comunidade enviada em missão, tão necessária para evangelizar a

Leia mais

Barretos, 1º de agosto de Circular 07/2017. Caríssimos irmãos e irmãs,

Barretos, 1º de agosto de Circular 07/2017. Caríssimos irmãos e irmãs, Barretos, 1º de agosto de 2017 Circular 07/2017 Caríssimos irmãos e irmãs, Todos os anos, no mês de agosto, a Igreja do Brasil celebra o Mês Vocacional, dando destaque, a cada semana, a uma vocação específica:

Leia mais

OFICINA. Formadora: Helena Gaia

OFICINA. Formadora: Helena Gaia OFICINA Formadora: Helena Gaia Deus abre à Igreja os horizontes de uma humanidade mais preparada para a sementeira evangélica (João Paulo II, RM n. 3). DA, 548: Compartilhar o dom do Encontro c/ Cristo

Leia mais

Comissão Episcopal da Educação Cristã M E N S A G E M. Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso

Comissão Episcopal da Educação Cristã M E N S A G E M. Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso M E N S A G E M Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso 1. A educação é tão importante na vida do ser humano que, sem ela, ninguém cresce harmoniosamente e ultrapassa um estilo de vida marcado pela

Leia mais

CRONOGRAMA 2018 DIOCESE DE JOINVILLE / SC

CRONOGRAMA 2018 DIOCESE DE JOINVILLE / SC SECRETARIADO DIOCESANO DE PASTORAL ASSESSORIA PASTORAL Rua Jaguaruna, 147 Centro CEP: 89201-450 Joinville/SC Telefone: (47) 3451-3730 e-mail: pastoral.assessoria@diocesejoinville.com.br CRONOGRAMA 2018

Leia mais

Assembleia Paroquial Ser Igreja: Comunidade de Comunidade.

Assembleia Paroquial Ser Igreja: Comunidade de Comunidade. Assembleia Paroquial Ser Igreja: Comunidade de Comunidade. EVANGELIZAR, a partir de Jesus Cristo, na força do Espírito Santo, como igreja discípula, missionaria, profética e misericordiosa, alimentanda

Leia mais

Diocese de Amparo - SP

Diocese de Amparo - SP Formação sobre o documento da V Conferência do Episcopado da América Latina e do Caribe Diocese de Amparo - SP INTRODUÇÃO De 13 a 31 de maio de 2007, celebrou-se em Aparecida, Brasil, a V Conferência Geral

Leia mais

I - Conceito e dimensões:

I - Conceito e dimensões: I - Conceito e dimensões: 1. O sacramento da Confirmação que imprime caráter e pelo qual os batizados, continuando o caminho da iniciação cristã são enriquecidos com o dom do Espírito Santo e vinculados

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

A comunicação da Igreja no Brasil na ótica do Diretório de Comunicação

A comunicação da Igreja no Brasil na ótica do Diretório de Comunicação A comunicação da Igreja no Brasil na ótica do Diretório de Comunicação Uma longa história de vivência e exercício da ação evangelizadora como prática de comunicação no Brasil 1963 - Inter mirifica, fruto

Leia mais

Onde Situar a Catequese hoje?

Onde Situar a Catequese hoje? Onde Situar a Catequese hoje? Qual é o nosso conceito de catequese? Conceito amplo Itinerário amplo Conceito estrito Limitado ao momento do encontro A CATEQUESE É UMA AÇÃO ESSENCIALMENTE EDUCATIVA AÇÃO

Leia mais

ESTATUTOS DO MOVIMENTO CATÓLICO DE ESTUDANTES

ESTATUTOS DO MOVIMENTO CATÓLICO DE ESTUDANTES ESTATUTOS DO MOVIMENTO CATÓLICO DE ESTUDANTES PARTE I Princípios Fundamentais TÍTULO I Natureza ARTIGO 1º (Associação de fiéis e Movimento de Acção Católica Portuguesa) O Movimento Católico de Estudantes

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO CATEQUÉTICA PARNAÍBA

ESPECIALIZAÇÃO CATEQUÉTICA PARNAÍBA ESPECIALIZAÇÃO CATEQUÉTICA PARNAÍBA 23-24/0102017 Pe. João Paulo PARÓQUIA E INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ PARÓQUIA E CATECUMENATO LINHAS DE AÇÃO DA CATEQUESE PAROQUIAL A URGÊNCIA DE UMA RENOVAÇÃO PAROQUIAL A

Leia mais

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas Referências Bibliográficas ALMEIDA, A. Apostolicam Actuositatem. Texto e comentário. São Paulo: Paulinas, 2012.. Igrejas locais e colegialidade episcopal. São Paulo: Paulus, 2001. Leigos em que? Uma abordagem

Leia mais

II CONGRESSO LATINOAMERICANO E CARIBENHO DO DIACONADO PERMANENTE

II CONGRESSO LATINOAMERICANO E CARIBENHO DO DIACONADO PERMANENTE II CONGRESSO LATINOAMERICANO E CARIBENHO DO DIACONADO PERMANENTE Será realizado no período de 24 a 29 de maio de 2011 no Centro de Espiritualidade Inaciana Mosteiro da Vila Kostka de Itaicí, Indaiatuba,

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

Processo de Formação na RCC Brasil

Processo de Formação na RCC Brasil Processo de Formação na RCC Brasil I Como entendemos a Formação na Vida do Movimento: A Formação está presente em todos os ministérios, de maneira sólida e abrangente. Por este motivo podemos dizer que

Leia mais

Agenda Pastoral 2017

Agenda Pastoral 2017 Janeiro Arquidiocese de Ribeirão Preto Agenda Pastoral 2017 Finalizada em 5 de janeiro de 2017 (sujeito a alteração) 01/01 - Domingo - Solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria 07/01 - Sábado - Capacitação

Leia mais

Programas de Pastoral

Programas de Pastoral Programas de Pastoral PROGRAMA CULTURA VOCACIONAL Caderno 5 02 1. Apresentação Na INSA a Animação Vocacional tem por finalidade trabalhar a cultura vocacional e o despertar do jovem para a vocação no sentido

Leia mais

4 Os leigos no Magistério Pós-conciliar

4 Os leigos no Magistério Pós-conciliar 4 Os leigos no Magistério Pós-conciliar Os sucessivos trabalhos conciliares ultrapassaram várias barreiras geográficas e temporais, fazendo-se também presente na Igreja latino-americana. Reunidas através

Leia mais

1. Pastoral da Educação

1. Pastoral da Educação PASTORAL DA EDUCAÇÃO Para entendermos o que seja Pastoral da Educação precisamos aprofundar alguns conceitos básicos. O primeiro deles é o de Pastoral. O texto bíblico fundamental para isto é a parábola

Leia mais

Procurar o modelo na Virgem Mãe de Deus e nos Santos

Procurar o modelo na Virgem Mãe de Deus e nos Santos A evangelização e, portanto, a Nova Evangelização comporta também o anúncio e a proposta moral. O próprio Jesus, precisamente ao pregar o Reino de Deus e o seu amor salvífico, fez apelo à fé e à conversão

Leia mais

O MAGISTÉRIO DA IGREJA NA FORMAÇÃO

O MAGISTÉRIO DA IGREJA NA FORMAÇÃO O MAGISTÉRIO DA IGREJA NA FORMAÇÃO ENCONTRO NACIONAL DO MINISTÉRIO DE FORMAÇÃO - 2013 3 PILARES DA REVELAÇÃO PÚBLICA (Catec. 65) Sagrada Escritura - Palavra de Deus dirigida ao Homem por inspiração e escrita

Leia mais

Fiéis em cristo. Direitos e deveres dos fiéis leigos. Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015

Fiéis em cristo. Direitos e deveres dos fiéis leigos. Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015 Fiéis em cristo Direitos e deveres dos fiéis leigos Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015 A igreja Necessidade de se fazer a distinção quando usamos o termo IGREJA. Quando falamos em

Leia mais

A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída

A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída Campanha Missionária 2017 A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída Juntos na missão permanente Mês das Missões O mês de outubro é, para a Igreja, o período no qual são intensificadas as iniciativas

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

Animação bíblica da escola

Animação bíblica da escola Animação bíblica da escola Coleção Animação Bíblica Da Pastoral Bíblica à Animação Bíblica da Pastoral, Gabriel Naranjo Salazar A animação Bíblica da Pastoral: sua identidade e missão, Santiago Silva Retamales

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

MISSIOLOGIA. Missão e juventude

MISSIOLOGIA. Missão e juventude MISSIOLOGIA Cesar Leandro Ribeiro O cristianismo é uma religião marcada por uma série de aspectos próprios e indispensáveis para sua existência, sendo um deles justamente a missão, condição que se fez

Leia mais

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC Bispo Diocesano de Limeira (SP)

Dom Vilson Dias de Oliveira, DC Bispo Diocesano de Limeira (SP) Apresentação Que a paz do Cristo esteja com você e todos os seus. A mim pelo ofício do dever, apresento este Manual do Ministro Leigo, preparado e organizado pelo Revmo. Pe. Pedro Leandro Ricardo, Reitor

Leia mais

! JANEIRO! ! FEVEREIRO!

! JANEIRO! ! FEVEREIRO! CALENDÁRIO DE ATIVIDADES PASTORAIS DIOCESANO JANEIRO 15-17 Assembleia diocesana da Paragominas 29-31 Espiritualidade avaliação do Apostolado da Oração Apostolado da Oração FEVEREIRO Mãe do Rio 2-3 Reunião

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

Teologia Sistemática

Teologia Sistemática Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Tema da sessão A Igreja 1. Identidade e

Leia mais

Igreja. Formação do Módulo Básico Ministério de Formação - RCC Viçosa

Igreja. Formação do Módulo Básico Ministério de Formação - RCC Viçosa Igreja Formação do Módulo Básico Ministério de Formação - RCC Viçosa Nossa agenda Aspectos Gerais da Igreja A Economia Sacramental Visão Histórica da Igreja A Igreja no Século XX Estrutura e Organização

Leia mais

O BATISMO NÃO TEM FINALIDADE EM SI MESMO. (Proposição 38 do Sínodo)

O BATISMO NÃO TEM FINALIDADE EM SI MESMO. (Proposição 38 do Sínodo) I - OS SACRAMENTOS DE INICIAÇÃO CRISTÃ O que se realiza nos sacramentos da iniciação com o ser humano se dá pela graça de Deus Diante destas constatações podemos dizer que a teologia dos sacramentos de

Leia mais

Educomunicação no Discurso e na Prática Religiosa 1 Proposta da CNBB às suas comunidades eclesiais. Mauricio Nascimento Cruz Filho 2

Educomunicação no Discurso e na Prática Religiosa 1 Proposta da CNBB às suas comunidades eclesiais. Mauricio Nascimento Cruz Filho 2 Educomunicação no Discurso e na Prática Religiosa 1 Proposta da CNBB às suas comunidades eclesiais Mauricio Nascimento Cruz Filho 2 RESUMO A comunicação que se estabelece entre o universo religioso com

Leia mais

La teología de la liberación en prospectiva

La teología de la liberación en prospectiva Congreso Continental de Teología La teología de la liberación en prospectiva Tomo I n Trabajos científicos São Leopoldo, rs, Brasil, 07-11 de octubre de 2012 Coordinación editorial: Fundación Amerindia

Leia mais

Mariano. Arquidiocesano CALENDÁRIO ANO NACIONAL ARQUIDIOCESE DE NITERÓI. 300 anos do Encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida

Mariano. Arquidiocesano CALENDÁRIO ANO NACIONAL ARQUIDIOCESE DE NITERÓI. 300 anos do Encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida ARQUIDIOCESE DE NITERÓI Arquidiocesano CALENDÁRIO 2017 Mariano ANO NACIONAL 300 anos do Encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida 100 anos das Aparições de Nossa Senhora de Fátima Janeiro 01 - DIA

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do

Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do Deus feito Homem Jesus Cristo, Mãe da Igreja ou ainda

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO ATIVIDADES REGIONAIS

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO ATIVIDADES REGIONAIS CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2016 - ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL JANEIRO 26 a 28 COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE SEMINÁRIO DE ASSESSORES NACIONAL

Leia mais