VISAGISMO Harmonia e estética Aprenda e use as técnicas ideais para o seu tipo de rosto.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VISAGISMO Harmonia e estética Aprenda e use as técnicas ideais para o seu tipo de rosto."

Transcrição

1 VISAGISMO Harmonia e estética Aprenda e use as técnicas ideais para o seu tipo de rosto. 1

2 VISAGISMO Qual o seu tipo de rosto? Oval Redondo Quadrado Formato de coração Triângulo Alongado ou Retangular Diamante 2

3 ROSTO OVAL Aprenda e use as técnicas ideais para o seu tipo de rosto. Maxilar ligeiramente arredondado. O contorno do rosto é ovalado, mais largo na maçãs do rosto. Testa ampla. Olhos separados de maneira uniforme. Rosto sem características extremas sem exageros e sem desproporções. Rosto com poucos ângulos. Cortes repicados Franja longa. Degradê nas laterais. 3

4 ROSTO REDONDO Rosto com altura e largura similares. Maxilar arredondo. Bochechas são a parte mais larga do rosto. A linha do cabelo geralmente é arredondada. Da lateral da boca em direção às orelhas. Cortes repicados do ombro para baixo. Franja longa (nunca franja curta). Degradé nas laterais. ROSTO QUADRADO Rosto com largura e altura iguais. Mandíbula ampla e quadrada. Laterais do rosto retas - testa, maçãs e maxilar são da mesma largura. A linha do cabelo geralmente em linha reta. 4

5 Cortes repicados. Luzes para dar mais assimetria. Franja longa. Degradé nas laterais. Cortes curtos ficam lindos em rosto quadrado. ROSTO LOSANGULAR Maxilar longo e pontudo. As maçãs são a parte mais larga do rosto. Testa e queixo são cônicos. Olhos, nariz e boca são bem equilibrados verticalmente. Cortes repicados a partir do queixo. Franja longa. Degradé nas laterais. 5

6 ROSTO HEXAGONAL COM BASE RETA Rosto com altura e largura parecidas. As linhas do rosto formam um hexágono: testa, têmporas, bochechas e queixo. A parte mais larga do rosto são as maçãs. Testa estreita. Rosto com muitos ângulos. Abaixo das maçãs, suave, em diagonal, criando leve vinco Cortes repicados a partir do queixo. Franja longa. Degradé nas laterais. Evitar volume na região das maçãs. ROSTO HEXAGONAL COM LATERAL RETA Maxilar pontudo. Rosto com bastante ângulos. Similar ao rosto oval, porém, com mais ângulos. Rosto sem características extremas. Sem exageros e sem desproporções. O hexágono é formado com as laterais do rosto retas e os ângulos na testa e no queixo. 6

7 Testa e queixo para ampliar. Cortes repicados Franja longa ou curta. Degradê nas laterais. ROSTO TRIANGULAR Mandíbula é larga. O rosto forma uma linha em forma de triângulo do queixo para a testa. A mandíbula é a parte mais larga do rosto e a testa é estreita. Em toda testa, ampliando. Cortes repicados a partir dos ombros. Em diagonal, na lateral da boca, criando vinco nas bochechas, próximo a base do rosto. Franja volumosa. Degradé nas laterais do nariz para baixo. 7

8 ROSTO TRIANGULA INVERTIDO Maxilar longo e pontudo. Laterais do rosto formam um triângulo invertido entre a testa e o queixo. A testa é a parte mais larga do rosto. A mandíbula é a parte mais estreita do rosto. Queixo para dar volume. Nas maçãs do rosto criando ângulos. Nas maçãs, bem abaixo do iluminador, criando leve vinco Cortes repicados a partir do nariz. Franja longa. Degradé nas laterais. 8

9

- CURSO DE MAQUIAGEM -

- CURSO DE MAQUIAGEM - - CURSO DE MAQUIAGEM - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610). SOBRANCELHA E

Leia mais

A escolha certa das Bijuterias e Jóias. Os brincos

A escolha certa das Bijuterias e Jóias. Os brincos A escolha certa das Bijuterias e Jóias Fonte: http://www.gustavosarti.com.br Um par de brincos é um acessório indispensável para a mulher. O modelo certo confere acabamento perfeito ao traje. O segredo

Leia mais

Adequação do formato do rosto com Sombreamentos

Adequação do formato do rosto com Sombreamentos O QUE É PRECISO PARA SE FAZER UMA MAQUIAGEM Adequação do formato do rosto com Sombreamentos Prof. Fatima Queiroz Jeanny Guimarães Estudar previamente os traços fisionomicos Analisar o tipo de pele Observar

Leia mais

CONTORNO FACIAL: A MAQUIAGEM PARA VALORIZAR, DISFARÇAR E DEFINIR OS DIFERENTES FORMATOS DE ROSTOS.

CONTORNO FACIAL: A MAQUIAGEM PARA VALORIZAR, DISFARÇAR E DEFINIR OS DIFERENTES FORMATOS DE ROSTOS. CONTORNO FACIAL: A MAQUIAGEM PARA VALORIZAR, DISFARÇAR E DEFINIR OS DIFERENTES FORMATOS DE ROSTOS. Ariadne Thais Munhoz Cretella 1, Silvani Emiliano 2. 1 Acadêmica do curso de Tecnologia em Estética e

Leia mais

CORTES DE CABELO PARA OS DIFERENTES FORMATOS DE ROSTO: UM ESTUDO BIBLIOGRAFICO. Esttefany Alves de Souza 1, Silvani Emiliano 2

CORTES DE CABELO PARA OS DIFERENTES FORMATOS DE ROSTO: UM ESTUDO BIBLIOGRAFICO. Esttefany Alves de Souza 1, Silvani Emiliano 2 CORTES DE CABELO PARA OS DIFERENTES FORMATOS DE ROSTO: UM ESTUDO BIBLIOGRAFICO Esttefany Alves de Souza 1, Silvani Emiliano 2 1. Acadêmica do curso de Tecnologia em Estética e Imagem Pessoal da Universidade

Leia mais

Perfect Concealer Mary Kay. Alta tecnologia

Perfect Concealer Mary Kay. Alta tecnologia Perfect Concealer Mary Kay Alta tecnologia Novos corretivos Mary Kay Corretivo Líquido É um corretivo mais avançado, tem uma pigmentação muito potente e seu acabamento é mais leve que todos os outros corretivos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER A GEOMETRIA FACIAL PARA HARMONIZAÇÃO DO CORTE E PENTEADO DE CABELO FEMININO

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER A GEOMETRIA FACIAL PARA HARMONIZAÇÃO DO CORTE E PENTEADO DE CABELO FEMININO A IMPORTÂNCIA DE CONHECER A GEOMETRIA FACIAL PARA HARMONIZAÇÃO DO CORTE E PENTEADO DE CABELO FEMININO Isabella Caroline Da Silva 1, Silvani Emiliano 2 1. Acadêmico do curso de Tecnologia em Estética e

Leia mais

Composição de um óculos

Composição de um óculos Composição de um óculos Armação Haste Lentes UV Especificações e Características dos Produtos Material das lentes: Lente UV Procure óculos de sol que bloqueiem 99 a 100% da luz UV, isto inclui as lentes

Leia mais

VI. Audiodescrição do livro - Notas proêmias: Acessibilidade comunicacional para produções culturais

VI. Audiodescrição do livro - Notas proêmias: Acessibilidade comunicacional para produções culturais http://www.bengalalegal.com/ http://saci.org.br/ http://www.vezdavoz.com.br/site/index.php http://www.acessibilidadelegal.com/ http://www.vercompalavras.com.br/livro http://www.ines.gov.br/default.aspx

Leia mais

UBM IV 2ºano 1º Semestre Mestrado Integrado em Medicina Dentária Octávio Ribeiro 2009/2010

UBM IV 2ºano 1º Semestre Mestrado Integrado em Medicina Dentária Octávio Ribeiro 2009/2010 Incisivos & Caninos UBM IV 2ºano 1º Semestre Mestrado Integrado em Medicina Dentária Octávio Ribeiro 2009/2010 Anatomia Dentária 2º ano. INCISIVOS Incisivos Existem dois por quadrante Função de corte Importância

Leia mais

TÉCNICAS DE CONTORNO FACIAL

TÉCNICAS DE CONTORNO FACIAL TÉCNICAS DE CONTORNO FACIAL Andrieli Cristina Borges Rufino 1, Danielle de Cassia Malta 2. 1 Acadêmico do curso de Tecnologia em Estética e Imagem Pessoal da Universidade Tuiuti do Paraná (Curitiba, PR);

Leia mais

Uma Pele Perfeita. ( Look para trabalhar )

Uma Pele Perfeita. ( Look para trabalhar ) Guia de Maquiagem! Look Básico A maquiagem para trabalhar deve ser discreta e tão perfeitamente aplicada que deve parecer que você nem está maquiada! O segredo é parecer naturalmente bonita,, saudável

Leia mais

A APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE VISAGISMO PELO TECNÓLOGO EM ESTÉTICA E COSMÉTICA NA CONSULTORIA DA IMAGEM PESSOAL

A APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE VISAGISMO PELO TECNÓLOGO EM ESTÉTICA E COSMÉTICA NA CONSULTORIA DA IMAGEM PESSOAL A APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE VISAGISMO PELO TECNÓLOGO EM ESTÉTICA E COSMÉTICA NA CONSULTORIA DA IMAGEM PESSOAL Maria Eduarda Munhoz Pérez 1, Silvani Emiliano 2 1 Acadêmico do curso de Tecnologia em Estética

Leia mais

GEOMETRIA. sólidos geométricos, regiões planas e contornos PRISMAS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS REGIÕES PLANAS CONTORNOS

GEOMETRIA. sólidos geométricos, regiões planas e contornos PRISMAS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS REGIÕES PLANAS CONTORNOS PRISMAS Os prismas são sólidos geométricos muito utilizados na construção civil e indústria. PRISMAS base Os poliedros representados a seguir são denominados prismas. face lateral base Nesses prismas,

Leia mais

Estudo de vários tipos de Rosto (nariz, boca e Queixo) Prof(as): Fatima Queiroz Jeanny Guimarães

Estudo de vários tipos de Rosto (nariz, boca e Queixo) Prof(as): Fatima Queiroz Jeanny Guimarães Estudo de vários tipos de Rosto (nariz, boca e Queixo) Prof(as): Fatima Queiroz Jeanny Guimarães Analise de Rostos A consultoria começa com a análise do formato de rosto. O visagista irá identificar através

Leia mais

OCULOS VINTAGE PARA RECORDAR

OCULOS VINTAGE PARA RECORDAR OCULOS VINTAGE PARA RECORDAR A mais nova tendência no mundo da moda são os acessórios estilos retrô, parece até que estamos revivendo de o passado com toda moda dos anos 20, 40 e 60 de volta nas ruas.

Leia mais

GRUPO 7 Padrão FCI N o /09/1998

GRUPO 7 Padrão FCI N o /09/1998 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7 Padrão FCI N o 108 25/09/1998 Padrão Oficial da Raça SPANIEL DA PICARDIA (EPAGNEUL PICARD) 2 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE

Leia mais

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016 Professora : Cristiane Fernandes Pirâmide A pirâmide é uma figura geométrica espacial, um poliedro composto por uma base (triangular, pentagonal, quadrada, retangular,

Leia mais

TUDO SOBRE SOBRANCELHAS

TUDO SOBRE SOBRANCELHAS SOBRANCELHA TUDO SOBRE SOBRANCELHAS Henna vale a pena? A henna não é aconselhável para quem não tem nada de sobrancelha: funciona para as mais claras, desde que tenha alguma coisa de pelo. Não é indicado

Leia mais

Desenho Técnico. Desenho Mecânico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato

Desenho Técnico. Desenho Mecânico. Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Desenho Técnico Desenho Mecânico Eng. Agr. Prof. Dr. Cristiano Zerbato Introdução O desenho, para transmitir o comprimento, largura e altura, precisa recorrer a um modo especial de representação gráfica:

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE

UNIVERSIDADE PAULISTA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE UNIVERSIDADE PAULISTA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE Brasilia UNIP Prof. Dr. Ricardo F. Paulin ANÁLISE FACIAL ð Interdependência Beleza Facial x Oclusão ð Inadequação do padrão dento-esquelético na avaliação

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS MALHAS PLANAS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS MALHAS PLANAS 1 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS MALHAS PLANAS 1. CONSTRUIR UMA MALHA REGULAR QUADRADA COM CINCO LINHAS E CINCO COLUNAS SENDO DADO O LADO AB DO QUADRADO. Seja o segmento AB igual ao lado do quadrado. Construa um

Leia mais

O FORMATO DE CORTE DE CABELO IDEAL PARA OS ROSTOS: TRIÂNGULAR, REDONDO, E RETANGULAR. Sarah Jane ¹ Silvani Emiliano²

O FORMATO DE CORTE DE CABELO IDEAL PARA OS ROSTOS: TRIÂNGULAR, REDONDO, E RETANGULAR. Sarah Jane ¹ Silvani Emiliano² O FORMATO DE CORTE DE CABELO IDEAL PARA OS ROSTOS: TRIÂNGULAR, REDONDO, E RETANGULAR Sarah Jane ¹ Silvani Emiliano² 1-Acadêmica do Curso de Tecnologia em Estética e Imagem Pessoal da Universidade Tuiuti

Leia mais

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. Volumes e o Princípio de Cavalieri. 3 ano/e.m.

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. Volumes e o Princípio de Cavalieri. 3 ano/e.m. Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides Volumes e o Princípio de Cavalieri. 3 ano/e.m. Volumes e o Princípio de Cavalieri. Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas

Leia mais

Desenhando perspectiva isométrica

Desenhando perspectiva isométrica Desenhando perspectiva isométrica Introdução Quando olhamos para um objeto, temos a sensação de profundidade e relevo. As partes que estão mais próximas de nós parecem maiores e as partes mais distantes

Leia mais

Produtos para fazer um contorno perfeito:

Produtos para fazer um contorno perfeito: Introdução A maquiagem corretiva caiu no gosto das mulheres, e cada vez mais técnicas surgem para te ajudar na missão de afinar e ressaltar pontos estratégicos do rosto. Foi a pensar nisso que decidimos

Leia mais

- CURSO DE MAQUIAGEM -

- CURSO DE MAQUIAGEM - - CURSO DE MAQUIAGEM - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610). CORREÇÕES CORREÇÕES

Leia mais

GEOMETRIA ESPACIAL TETRAEDRO HEXAEDRO OCTAEDRO DODECAEDRO ICOSAEDRO REGULARES RETO POLIEDROS OBLÍQUO PRISMA REGULAR IRREGULARES RETA OBLÍQUA PIRÂMIDE

GEOMETRIA ESPACIAL TETRAEDRO HEXAEDRO OCTAEDRO DODECAEDRO ICOSAEDRO REGULARES RETO POLIEDROS OBLÍQUO PRISMA REGULAR IRREGULARES RETA OBLÍQUA PIRÂMIDE GEOMETRIA ESPACIAL SÓLIDOS GEOMÉTRICOS POLIEDROS REGULARES SÓLIDOS DE REVOLUÇÃO IRREGULARES CONE TETRAEDRO HEXAEDRO OCTAEDRO DODECAEDRO ICOSAEDRO ESFERA CILINDRO PRISMA PIRÂMIDE RETO OBLÍQUO RETO RETO

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9. Padrão FCI /11/2004. Padrão Oficial da Raça PEQUINÊS

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9. Padrão FCI /11/2004. Padrão Oficial da Raça PEQUINÊS CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9 Padrão FCI 207 22/11/2004 Padrão Oficial da Raça PEQUINÊS PEKINGESE CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Classificação

Leia mais

Cada pessoa possui um perfil e um tipo físico. Para saber o que cai melhor em cada um, é preciso analisar as partes do corpo e ver o que deve ser

Cada pessoa possui um perfil e um tipo físico. Para saber o que cai melhor em cada um, é preciso analisar as partes do corpo e ver o que deve ser Cada pessoa possui um perfil e um tipo físico. Para saber o que cai melhor em cada um, é preciso analisar as partes do corpo e ver o que deve ser evidenciado e o que deve ser disfarçado. Fazer uma lista

Leia mais

Dicas Práticas de Maquiagem Com e Por: Thalita Taloni

Dicas Práticas de Maquiagem Com e Por: Thalita Taloni Dicas Práticas de Maquiagem Com e Por: Thalita Taloni 29 de Novembro de 2013 Comunidade da Graça De São Bernardo do Campo Conhecendo o rosto Oval É o rosto considerado ideal pois combina com quase tudo.

Leia mais

Avaliação Estética de Prof. Dr. Fernando Mandarino. Nome do Paciente:, Data: / /.

Avaliação Estética de Prof. Dr. Fernando Mandarino. Nome do Paciente:, Data: / /. Avaliação Estética de Prof. Dr. Fernando Mandarino Nome do Paciente:, Data: / /. 1. Questões Preliminares 1.1 Se houvesse algo que você pudesse fazer para modificar seu sorriso, o que seria? 1.2 Você prefere

Leia mais

EU MARY KAY Curso de Auto maquiagem MÓDULO I Abordagem 1º Momento: Cuidados com a pele pré maquiagem 2º Momento: Preparação da pele 3º Momento: Preparação da sobrancelha 4º Momento: Preparação dos olhos

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9 Padrão FCI 253 02/09/2009 Padrão Oficial da Raça PUG CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Classificação F.C.I.: Filiada

Leia mais

Capitulo 4 Figuras Geométricas Planas

Capitulo 4 Figuras Geométricas Planas Página16 Capitulo 4 Figuras Geométricas Planas Ponto O ponto é a figura geométrica mais simples, não tem dimensão (comprimento, largura e altura) e é determinado pelo cruzamento de duas linhas. Identificação

Leia mais

MATEMÁTICA LISTA DE PRISMAS

MATEMÁTICA LISTA DE PRISMAS NOME: MÊS: SÉRIE:: 1 a TURMA: ENSINO: MÉDIO LISTA DE PRISMAS MATEMÁTICA 1) Observe o prisma regular hexagonal ilustrado na figura a seguir. A medida da aresta da base é 6 cm e a medida da altura é 10 cm.

Leia mais

FISIOGNOMONIA: UM ESTUDO PARA MELHOR COMPREENSÃO DO VISAGISMO NA ESTÉTICA FACIAL

FISIOGNOMONIA: UM ESTUDO PARA MELHOR COMPREENSÃO DO VISAGISMO NA ESTÉTICA FACIAL 1 FISIOGNOMONIA: UM ESTUDO PARA MELHOR COMPREENSÃO DO VISAGISMO NA ESTÉTICA FACIAL Amanda Mendes de Araujo 1 Acadêmica do Curso de Cosmetologia e Estética da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, Balneário

Leia mais

Radiologia médica - Anatomia I. Total de 7 páginas 1

Radiologia médica - Anatomia I. Total de 7 páginas 1 OSSOS DA FACE Ossos da face crescem até aos 16 anos; Com amadurecimento: os ossos do crânio se expandem, dentes se formam e emergem, seios paranasais aumentam. Ossos Nasais Ossos da face (14): 2 ossos

Leia mais

Catálogo de Produtos

Catálogo de Produtos Catálogo de Produtos Esponjas e Pincéis EJ1-1 Kit Esponja. Com 2 esponjas em látex. Cores Sortidas. 5cm Cód. Prod.: 327 EJ1-2 Esponja Individual. Com 1 esponja em látex. 5cm Cód. Prod.: 650 EJ1-3 Kit Esponja.

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 2 Padrão FCI 149 10/01/2011 Padrão Oficial da Raça BULLDOG Classificação F.C.I.: Grupo 2 - Pinscher e Schnauzer, Molossóides,

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Posição relativa de retas e planos (9 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Posição relativa de retas e planos (9 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo Posição relativa de retas e planos (9 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. nalisando as quatro retas indicadas podemos ver que a reta é paralela

Leia mais

EXITUS APOSTILA DE CORTE

EXITUS APOSTILA DE CORTE ESCOLA DE SALÃO DE CABELEIREIROS APOSTILA DE CORTE 01 CORTE Contra Capa...pag-01 Índice...pag-02 A tesoura...pag-03 Tesoura Reta...pag-04 Tesoura Dentada...pag-04 Navalha...pag-05 Pentes...pag-05 Forma

Leia mais

Massagem Shantala Método de massagem para o bebé

Massagem Shantala Método de massagem para o bebé Massagem Shantala Método de massagem para o bebé Preparativos Para a massagem você vai precisar de: - um produto emoliente (como óleo), de uso exclusivo infantil e dermatologicamente testado pode ser óleo

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7. Padrão FCI /09/1998. Padrão Oficial da Raça

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7. Padrão FCI /09/1998. Padrão Oficial da Raça CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7 Padrão FCI 108 25/09/1998 Padrão Oficial da Raça SPANIEL DA PICARDIA EPAGNEUL PICARD CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

Leia mais

ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS. 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do suplemento do outro. Determine esses ângulos.

ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS. 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do suplemento do outro. Determine esses ângulos. ASSUNTO: ÂNGULOS e TRIÂNGULOS 1) Determine: a) O complemento de 47º Resp: 43º b) O suplemento de 12º Resp: 168º c) O replemento de 3º Resp: 357º 2) A soma de dois ângulos é 140º e um deles vale 1/3 do

Leia mais

diariodocabelo.com.br

diariodocabelo.com.br Este e-book foi feito carinhosamente para você, reunindo as melhores dicas de colorimetria capilar e cortes que você precisa para alcançar seus objetivos profissionais. Cortes de Cabelo Técnicas maravilhosas

Leia mais

Disciplina: Matemática Data da entrega: 21/11/2014.

Disciplina: Matemática Data da entrega: 21/11/2014. Lista de Exercícios - 08 Aluno (a): Nº. Professor: Flávio Série: 2º (Ensino médio) Disciplina: Matemática Data da entrega: 21/11/2014. Observação: A lista deverá apresentar capa e enunciados. 1. Uma pirâmide

Leia mais

SÓLIDOS DE BASE(S) HORIZONTAL(AIS) OU FRONTAL(AIS)

SÓLIDOS DE BASE(S) HORIZONTAL(AIS) OU FRONTAL(AIS) SÓLIDOS DE BASE(S) HORIZONTAL(AIS) OU FRONTAL(AIS) 56. Exame de 1998 Prova Modelo (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, dois segmentos de recta concorrentes, [AE] e [AI]. Os

Leia mais

1º PRÉ-MOLAR INFERIOR

1º PRÉ-MOLAR INFERIOR 1º PRÉ-MOLAR INFERIOR 1º PRÉ-MOLAR INFERIOR A CARACTERISTICAS GERAIS Situado distalmente ao canino inferior e mesialmente ao 2º pré-molar inferior. É o menor dente do grupo dos pré-molares, conseqüentemente,

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases.

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. GEOMETRIA MÉTRICA 1- I- PRISMA 1- ELEMENTOS E CLASSIFICAÇÃO Considere o prisma: As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. BASES

Leia mais

Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Poliedros 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO

Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Poliedros 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Poliedros 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1 1º Bimestre/2013 Aluno(a): Número: Turma: 1) Coloque V ou F, conforme

Leia mais

3º TRI - MATEMATICA - LISTA MARAVILHA 20/10/16 Ensino Fundamental 9º ano A-B-C-D Profº Marcelo

3º TRI - MATEMATICA - LISTA MARAVILHA 20/10/16 Ensino Fundamental 9º ano A-B-C-D Profº Marcelo 3º TRI - MATEMATICA - LISTA MARAVILHA 20/10/16 Ensino Fundamental 9º ano A-B-C-D Profº Marcelo LISTA DE ESTUDO.. Áreas 1. Calcule a área da região mais escura. 2. Um quadrado tem área de 25 cm 2. O que

Leia mais

INCISIVOS INCISIVO CENTRAL SUPERIOR INCISIVO LATERAL SUPERIOR INCISIVO CENTRAL INFERIOR INCISIVO LATERAL INFERIOR CANINOS

INCISIVOS INCISIVO CENTRAL SUPERIOR INCISIVO LATERAL SUPERIOR INCISIVO CENTRAL INFERIOR INCISIVO LATERAL INFERIOR CANINOS INCISIVOS Os incisivos permanentes são o primeiro e segundo dente a contar da linha média; Juntamente com os caninos constituem os dentes anteriores; Os incisivos superiores são geralmente maiores que

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. Fédération Cynologique Internationale GRUPO 2. Padrão FCI /04/2004. Padrão Ofi cial da Raça BULLDOG

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. Fédération Cynologique Internationale GRUPO 2. Padrão FCI /04/2004. Padrão Ofi cial da Raça BULLDOG CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 2 Padrão FCI 149 16/04/2004 Padrão Ofi cial da Raça BULLDOG CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Filiada à Fédération Cynologique

Leia mais

3º TRIMESTRE DE 2016

3º TRIMESTRE DE 2016 COLÉGIO MILITAR DO RIO E JANEIRO LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES GEOMETRIA ESPACIAL º ANO DO ENSINO MÉDIO Equipe: Prof. Cap Boente, Prof Magda, Prof Fernando e Prof Zamboti 3º TRIMESTRE DE 06 PRISMAS

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7. Padrão FCI 2 07/09/1998. Padrão Oficial da Raça SETTER INGLÊS

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7. Padrão FCI 2 07/09/1998. Padrão Oficial da Raça SETTER INGLÊS CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 7 Padrão FCI 2 07/09/1998 Padrão Oficial da Raça SETTER INGLÊS ENGLISH SETTER CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Filiada

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9 Padrão FCI 208 20/04/1998 Padrão Oficial da Raça SHIH TZU CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Classificação F.C.I.: Filiada

Leia mais

Apostila* PALESTRA ONLINE TIPOS DE OLHOS PRETOS

Apostila* PALESTRA ONLINE TIPOS DE OLHOS PRETOS * PALESTRA ONLINE Arredondado Tem um formato no canto externo mais arredondado, que segue o formato do côncavo. Geralmente é feito baseado num esfumado vertical, com raiz dos cílios superiores bem escuras.

Leia mais

Medidas Gerais do Corpo Humano Arranjadas em Diálogo e Método Fácil para uso da Real Aula de Desenho, e Pintura da Ilha da Madeira, em 1810

Medidas Gerais do Corpo Humano Arranjadas em Diálogo e Método Fácil para uso da Real Aula de Desenho, e Pintura da Ilha da Madeira, em 1810 Joaquim Leonardo da Rocha Medidas Gerais do Corpo Humano Arranjadas em Diálogo e Método Fácil para uso da Real Aula de Desenho, e Pintura da Ilha da Madeira, em 1810 O Ilustríssimo e Excelentíssimo Senhor

Leia mais

Modelagem do Corpo Humano

Modelagem do Corpo Humano Modelagem do Corpo Humano Antes de modelagem de uma figura em si, vamos aprender como modelar cada parte do corpo separadamente. Não se desespere, em primeiro lugar, é impossível criar uma figura perfeita

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - DEMAT 3 a Lista de Exercícios

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - DEMAT 3 a Lista de Exercícios UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - DEMAT 3 a Lista de Exercícios 1. Um triângulo isósceles tem base medindo 8cm e lados iguais com medidas de 5cm. Qual é a área do triângulo? 2. Em um triângulo retângulo,

Leia mais

1. Encontre a equação das circunferências abaixo:

1. Encontre a equação das circunferências abaixo: Nome: nº Professor(a): Série: 2ª EM. Turma: Data: / /2013 Nota: Sem limite para crescer Exercícios de Matemática II 2º Ano 2º Trimestre 1. Encontre a equação das circunferências abaixo: 2. Determine o

Leia mais

Geometria Espacial: Sólidos Geométricos

Geometria Espacial: Sólidos Geométricos Aluno(a): POLIEDROS E PRISMA (1º BIM) Noções Sobre Poliedros Denominam-se sólidos geométricos as figuras geométricas do espaço. Entre os sólidos geométricos, destacamos os poliedros e os corpos redondos.

Leia mais

Oficina MATEGAMI: a matemática do origami

Oficina MATEGAMI: a matemática do origami Oficina MATEGAMI: a matemática do origami Cristiana Pilatti¹ Giovana de Oliveira¹ ¹Acadêmicas do Curso de Licenciatura em Matemática e bolsistas do Programa de Educação Tutorial (PET) Matemática do IFRS

Leia mais

PLANTA BAIXA AULA 02 (parte I) Introdução ao Desenho Técnico (continuação) Escalas

PLANTA BAIXA AULA 02 (parte I) Introdução ao Desenho Técnico (continuação) Escalas PLANTA BAIXA AULA 02 (parte I) Introdução ao Desenho Técnico (continuação) Escalas 1 Escalas escala medida _ no _ desenho medida _ real _ ou _ verdadeira _ grandeza D VG Escala de ampliação Objeto real

Leia mais

DESENHO TÉCNICO NOTAS DA AULA 02. Prof. André Rabelo

DESENHO TÉCNICO NOTAS DA AULA 02. Prof. André Rabelo DESENHO TÉCNICO NOTAS DA AULA 02 Prof. André Rabelo Perspectiva Meio de representar em um plano(2d), situações ou objetos tridimensionais. Isso sem perder a ideia de profundidade e relevo. Tipos de Perspectiva

Leia mais

Poliedros 1 ARESTAS FACES VERTICES. Figura 1.1: Elementos de um poliedro

Poliedros 1 ARESTAS FACES VERTICES. Figura 1.1: Elementos de um poliedro Poliedros 1 Os poliedros são sólidos cujo volume é definido pela interseção de quatro ou mais planos (poli + edro). A superfície poliédrica divide o espaço em duas regiões: uma região finita, que é a parte

Leia mais

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIDELTAS

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIDELTAS SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIDELTAS Observação. Adoptamos o comprimento dos lados dos triângulos equiláteros congruentes que formam os polideltas como sendo igual a uma unidade, 1u, de comprimento. Uma

Leia mais

Adriana da Silva Santi Coord. Pedagógica de Matemática SMED - Abril/2015

Adriana da Silva Santi Coord. Pedagógica de Matemática SMED - Abril/2015 GEOMETRIA Adriana da Silva Santi Coord. Pedagógica de Matemática SMED - Abril/2015 O MATERIAL COMO SUPORTE DO PENSAMENTO Muita gente usa o material na sala de aula como se a Geometria estivesse no material.

Leia mais

2. (Fuvest 2005) A base ABCD da pirâmide ABCDE é um retângulo de lados AB = 4 e BC = 3.

2. (Fuvest 2005) A base ABCD da pirâmide ABCDE é um retângulo de lados AB = 4 e BC = 3. 1. (Fuvest 2004) No sólido S representado na figura ao lado, a base ABCD é um retângulo de lados AB = 2Ø e AD = Ø; as faces ABEF e DCEF são trapézios; as faces ADF e BCE são triângulos eqüiláteros e o

Leia mais

EIXOS ISOMÉTRICOS. Docentes: Bruna Rocha João Victor Fazzan

EIXOS ISOMÉTRICOS. Docentes: Bruna Rocha João Victor Fazzan EIXOS ISOMÉTRICOS Docentes: Bruna Rocha João Victor Fazzan A fotografia mostra um objeto do mesmo modo como ele é visto pelo olho humano, pois transmite a idéia de três dimensões: comprimento, largura

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Disciplina: Série: ª - Ensino Médio Professor: Elias Atividades para Estudos Autônomos Data: 8 / 3 / 016 QUESTÃO 1 (UEMG) O desenho ao lado representa uma caixa de madeira

Leia mais

Palestra: Gestão de Imagem Preletora: Estilista Débora Moraes

Palestra: Gestão de Imagem Preletora: Estilista Débora Moraes Palestra: Gestão de Imagem 25.03.2015 Preletora: Estilista Débora Moraes Video IMAGEM Aquilo que fica projetado na mente. UM LUGAR UMA HISTÓRIA UM GRUPO MUSICAL UMA TRAGÉDIA Uma Tendência Personalidades

Leia mais

Atividade com Origami. Objetivo Geral: Utilizar a arte do origami a fim de promover uma ação multidisciplinar.

Atividade com Origami. Objetivo Geral: Utilizar a arte do origami a fim de promover uma ação multidisciplinar. Atividade com Origami Público Alvo: Anos finais do ensino fundamental. Objetivo Geral: Utilizar a arte do origami a fim de promover uma ação multidisciplinar. Objetivos Específicos: Reconhecer alguns elementos

Leia mais

PUG CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. GRUPO 9 Padrão FCI N o /02/2011. Padrão Oficial da Raça. Fédération Cynologique Internationale

PUG CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. GRUPO 9 Padrão FCI N o /02/2011. Padrão Oficial da Raça. Fédération Cynologique Internationale CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9 Padrão FCI N o 253 16/02/2011 Padrão Oficial da Raça PUG M.Davidson, illustr. NKU Picture Library Esta ilustração não

Leia mais

singular Exercícios-Paralelepípedo

singular Exercícios-Paralelepípedo singular Prof. Liana Turma: C17-27 Lista mínima de exercícios para revisão das unidades 1,2 e : Poliedros Exercícios-Prismas 1. Determine a área da base, a área lateral, a área total e o volume de um prisma

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 8. Padrão FCI /01/1999 LABRADOR RETRIEVER

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 8. Padrão FCI /01/1999 LABRADOR RETRIEVER CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 8 Padrão FCI 122 29/01/1999 Padrão Oficial da Raça RETRIEVER DO LABRADOR LABRADOR RETRIEVER CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

Leia mais

Lista de Exercícios: Geometria Plana. Um triângulo isósceles tem base medindo 8 cm e lados iguais com medidas de 5 cm. A área deste triângulo é:

Lista de Exercícios: Geometria Plana. Um triângulo isósceles tem base medindo 8 cm e lados iguais com medidas de 5 cm. A área deste triângulo é: Lista de Exercícios: Geometria Plana Questão 1 Um triângulo isósceles tem base medindo 8 cm e lados iguais com medidas de 5 cm. A área deste triângulo é: A( ) 20 cm 2. B( ) 10 cm 2. C( ) 24 cm 2. D( )

Leia mais

Exercicio Facial. Tenha um rosto sempre lindo e jovial com simples exercicios diarios. Exercicio Facial 1

Exercicio Facial. Tenha um rosto sempre lindo e jovial com simples exercicios diarios. Exercicio Facial 1 Exercicio Facial Tenha um rosto sempre lindo e jovial com simples exercicios diarios. Exercicio Facial 1 Sumario 1 - Levantar Sobrancelhas caídas:... 3 2 - Diminuir linhas profundas da testa... 4 3 - Levantar

Leia mais

MA13 Geometria I Avaliação

MA13 Geometria I Avaliação 13 eometria I valiação 011 abarito Questão 1 (,0) figura abaixo mostra um triângulo equilátero e suas circunferências inscrita e circunscrita. circunferência menor tem raio 1. alcule a área da região sombreada.

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. GRUPO 11 Padrão CBKC NR 10. Padrão Oficial da Raça TOY FOX TERRIER

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. GRUPO 11 Padrão CBKC NR 10. Padrão Oficial da Raça TOY FOX TERRIER CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA GRUPO 11 Padrão CBKC NR 10 Padrão Oficial da Raça TOY FOX TERRIER CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Classificação CBKC: Grupo 11 - Raça não reconhecida pela FCI.

Leia mais

Relação da matéria para a recuperação final. 2º Colegial / Geometria / Jeca

Relação da matéria para a recuperação final. 2º Colegial / Geometria / Jeca Relação da matéria para a recuperação final. º olegial / eometria / Jeca ula 33 - eometria métrica do espaço - Prisma reto. ula 34 - Paralelepípedo retorretângulo. ula 35 - ubo. ula 36 - Prisma regular.

Leia mais

A origem das fórmulas das áreas de Figuras Planas

A origem das fórmulas das áreas de Figuras Planas A origem das fórmulas das áreas de Figuras Planas Dentro da geometria quando nos é requerido o cálculo que envolve a área de uma figura plana, primeiro é preciso reconhecer qual a figura estamos trabalhando

Leia mais

1. (Ufrgs 2011) No hexágono regular representado na figura abaixo, os pontos A e B possuem, respectivamente, coordenadas (0, 0) e (3,0).

1. (Ufrgs 2011) No hexágono regular representado na figura abaixo, os pontos A e B possuem, respectivamente, coordenadas (0, 0) e (3,0). Nome: nº Professor(a): Série: 2º EM. Turma: Data: / /2013 Nota: Sem limite para crescer Bateria de Exercícios Matemática II 3º Trimestre 1º Trimestre 1. (Ufrgs 2011) No hexágono regular representado na

Leia mais

Passo a passo Coelho da páscoa

Passo a passo Coelho da páscoa Passo a passo Coelho da páscoa Criação e execução Liliana Quintero lilianac.q@hotmail.com Materiais Necessários: Soft Branco 30 x 40 cm feltro laranja 9 x 9 cm feltro verde 9 x 4 cm Tecido de algodão estampado

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL Identificação dos elementos da Máquina 3D Face Doll: Antes de ligar a máquina 3D Face Doll e iniciar seu trabalho é indispensável

Leia mais

PARTE 1. 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5

PARTE 1. 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5 ENSINO FUNDAMENTAL 9º ano LISTA DE EXERCÍCIOS PT 3º TRIM PROF. MARCELO DISCIPLINA : MATEMÁTICA PARTE 1 1) Calcule a soma dos catetos do triângulo retângulo da figura, sabendo que AB = 10 e 4 cosx 5 ) Para

Leia mais

CÁLCULO DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS. Professor: Marcelo Silva. Natal-RN, agosto de 2013

CÁLCULO DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS. Professor: Marcelo Silva. Natal-RN, agosto de 2013 CÁLCULO DE ÁREA DAS FIGURAS PLANAS Professor: Marcelo Silva Natal-RN, agosto de 013 ÁREA A reunião de um polígono com sua região interior é denominada superfície do polígono. A medida da superfície é expressa

Leia mais

AMERICAN STAFFORDSHIRE TERRIER

AMERICAN STAFFORDSHIRE TERRIER CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 3 Padrão FCI N o 286 01/12/1997 Padrão Oficial da Raça AMERICAN STAFFORDSHIRE TERRIER 2 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

Leia mais

2 CILINDRO E ESFERA 1 CUBO E ESFERA. 2.1 Cilindro inscrito. 1.1 Cubo inscrito. 2.2 Cilindro circunscrito. 1.2 Cubo circunscrito

2 CILINDRO E ESFERA 1 CUBO E ESFERA. 2.1 Cilindro inscrito. 1.1 Cubo inscrito. 2.2 Cilindro circunscrito. 1.2 Cubo circunscrito Matemática Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL XI A seguir, nós vamos analisar a relação entre alguns sólidos e as esferas. Os sólidos podem estar inscritos ou circunscritos a uma esfera. Lembrando: A figura

Leia mais

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas.

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas. PARTE 01 GEOMETRIA PLANA Introdução A Geometria está apoiada sobre alguns postulados, axiomas, definições e teoremas, sendo que essas definições e postulados são usados para demonstrar a validade de cada

Leia mais

Aprenda a desenhar essa cena de praia tropical

Aprenda a desenhar essa cena de praia tropical Introdução Uma cachoeira majestosa. Um vilarejo charmoso. Um tranqüilo curso de água nas montanhas. Com a ajuda das instruções simples desse artigo, você pode aprender a desenhar algumas das paisagens

Leia mais

GRUPO 2 Padrão FCI N o /04/2007

GRUPO 2 Padrão FCI N o /04/2007 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 2 Padrão FCI N o 185 18/04/2007 Padrão Oficial da Raça PINSCHER MINIATURA (ZWERGPINSCHER) Esta ilustração não representa

Leia mais

GRUPO 2 Padrão FCI N o 50 06/11/1996

GRUPO 2 Padrão FCI N o 50 06/11/1996 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 2 Padrão FCI N o 50 06/11/1996 Padrão Oficial da Raça T E R R A (NEWFOUNDLAND) N O V A 2 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA

Leia mais

PERSPECTIVA ISOMÉTRICA ELEMENTOS PARALELOS

PERSPECTIVA ISOMÉTRICA ELEMENTOS PARALELOS PERSPECTIVA ISOMÉTRICA ELEMENTOS PARALELOS Como estudado anteriormente, existem diferentes tipos de perspectiva (cônica, cavaleira e isométrica), veja a representação do cubo nas três perspectivas: Cada

Leia mais

PERSPECTIVA ISOMÉTRICA:

PERSPECTIVA ISOMÉTRICA: PERSPECTIVA ISOMÉTRICA: Trata-se de uma projeção cilíndrica (paralela), em que o observador supostamente se encontra no infinito. Esta característica particular não permite que perspectiva apresente os

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. Fédération Cynologique Internationale GRUPO 5. Padrão FCI 262 16/06/1999. Padrão Ofi cial da Raça SPITZ JAPONÊS

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. Fédération Cynologique Internationale GRUPO 5. Padrão FCI 262 16/06/1999. Padrão Ofi cial da Raça SPITZ JAPONÊS CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 5 Padrão FCI 262 16/06/1999 Padrão Ofi cial da Raça SPITZ JAPONÊS NIHON SUPITTSU CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Filiada

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. Fédération Cynologique Internationale GRUPO 5. Padrão FCI 97 05/03/1998. Padrão Ofi cial da Raça SPITZ ALEMÃO

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. Fédération Cynologique Internationale GRUPO 5. Padrão FCI 97 05/03/1998. Padrão Ofi cial da Raça SPITZ ALEMÃO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 5 Padrão FCI 97 05/03/1998 Padrão Ofi cial da Raça SPITZ ALEMÃO DEUTSCHER SPITZ inclusive o KEESHOND e o POMERÂNIA CONFEDERAÇÃO

Leia mais

SHIH TZU CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. GRUPO 9 Padrão FCI N o /06/2015. Padrão Oficial da Raça. Fédération Cynologique Internationale

SHIH TZU CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA. GRUPO 9 Padrão FCI N o /06/2015. Padrão Oficial da Raça. Fédération Cynologique Internationale CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA Fédération Cynologique Internationale GRUPO 9 Padrão FCI N o 208 24/06/2015 Padrão Oficial da Raça SHIH TZU M.Davidson, illustr. NKU Picture Library 2 CONFEDERAÇÃO

Leia mais

Lista de exercícios 08 Aluno (a):

Lista de exercícios 08 Aluno (a): Lista de exercícios 08 Aluno (a): Turma: 3º série (Ensino médio) Professores: Flávio Disciplina: Matemática Prismas e pirâmides Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais