SÓLIDOS DE BASE(S) HORIZONTAL(AIS) OU FRONTAL(AIS)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SÓLIDOS DE BASE(S) HORIZONTAL(AIS) OU FRONTAL(AIS)"

Transcrição

1 SÓLIDOS DE BASE(S) HORIZONTAL(AIS) OU FRONTAL(AIS) 56. Exame de 1998 Prova Modelo (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, dois segmentos de recta concorrentes, [AE] e [AI]. Os extremos do segmento [AE] são vértices opostos de um octógono regular contido num plano frontal fí; esta figura é uma das bases de um prisma octogonal regular. O segmento [AI] é uma aresta lateral do prisma. Represente esse sólido e identifique as suas arestas invisíveis, com a convenção gráfica adequada. - o ponto de concorrência dos dois segmentos é o ponto A (-2; 8; 8) - o segmento de recta [AE] é frontal, faz um ângulo de 55º de abertura para a esquerda com o Plano Horizontal de Projecção e mede 6 cm - o ponto E tem cota inferior à do ponto A - o segmento [AI] tem o extremo I contido no Plano Frontal de Projecção 57. Exame de ª Fase 1ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, uma recta oblíqua passante g. Esta recta contém o vértice de um cone de revolução, existente no espaço do Primeiro Diedro, e um ponto da circunferência que delimita a sua base. Represente esse sólido e verifique, em ambas as projecções, a visibilidade da recta, identificando-a com a - A recta g intersecta o eixo x no ponto X, com 5 de abcissa - As projecções horizontal e frontal da recta fazem, com o eixo x, respectivamente, ângulos de 45º e 60º, ambos de abertura para a direita - A circunferência que delimita a base do cone tem 4 cm de raio e está contida num plano horizontal com 4 cm de cota 58. Exame de ª Fase - 2ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, uma recta r, pertencente ao bissector dos diedros ímpares. Essa recta contém a diagonal [AF] de uma face lateral de um prisma quadrangular regular, com bases horizontais, existente no espaço do Primeiro Diedro. Represente esse sólido e identifique as arestas que sejam invisíveis, com a - A projecção horizontal da recta faz, com o eixo x, um ângulo de 30º de abertura para a direita - O extremo A, da diagonal [AF], tem 2 cm de afastamento - O extremo F tem 5 cm de cota 59. Exame de 1999 Prova Modelo (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um quadrado [ABCD], contido num plano frontal fí. Esta figura é a base de uma pirâmide recta. Represente esse sólido e identifique as suas arestas invisíveis, com a

2 - Os pontos A (0; 8; 8) e B (4; 8; 5) são dois vértices consecutivos do quadrado - O ponto A é o vértice de maior cota da base da pirâmide - O ponto V, que é o vértice do sólido, pertence ao Plano Frontal de Projecção 60. Exame de ª Fase - 1ª Chamada (código 409) O triângulo equilátero [ABC] contido num plano horizontal niú, é a base de uma pirâmide recta. Represente este sólido no sistema de dupla projecção ortogonal, identificando as suas arestas invisíveis, com a - o triângulo [ABC] está inscrito numa circunferência de centro em ponto O (0; 6; 7) - o vértice A tem abcissa nula e 2 cm de afastamento - o vértice V, do sólido, pertence ao Plano Horizontal de Projecção 61. Exame de ª Fase - 2ª Chamada (código 109) O quadrado [ABCD], contido no Plano Frontal de Projecção, é uma das faces de um cubo, situado no Primeiro Diedro. Represente este sólido no sistema de dupla projecção ortogonal, identificando as arestas que sejam invisíveis, com a - O vértice A do quadrado tem abcissa nula e 2 cm de cota - O vértice B tem 3 cm de abcissa - As arestas do cubo medem 6 cm 62. Exame de ª Fase (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um prisma hexagonal recto, existente no primeiro Diedro, com as bases contidas em dois planos frontais alfa e beta. Identifique as arestas do sólido que sejam invisíveis, com a convenção gráfica adequada. - As bases do sólido são hexágonos regulares - Os pontos A (-2; 1; 2) e D (3; 1; 7), contidos no plano alfa, são dois vértices opostos da base [ABCDEF] - O plano beta dista 6 cm do plano alfa 63. Exame de ª Fase - 1ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um hexágono regular [ABCDEF], contido num plano frontal fí, que é a base de uma pirâmide recta, situada no espaço do Primeiro Diedro. Represente igualmente este sólido, identificando as suas arestas invisíveis, com a - O ponto A (1; 2; 3) é o vértice de menor cota do hexágono - O lado [AB] da figura está contido numa recta frontal f, que faz, com o Plano Horizontal de Projecção, um ângulo de 45º de abertura para a direita - Os lados do hexágono medem 4 cm - O vértice da pirâmide é o ponto V, que dista 7 cm de plano frontal fí

3 64. Exame de ª Fase 2ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um pentágono regular [ABCDE], contido num plano horizontal niú e que é uma das bases de um prisma recto, situada no espaço do Primeiro Diedro. Represente igualmente este sólido, identificando as suas arestas invisíveis, com a - O plano horizontal tem 1 cm de cota - O centro da circunferência circunscrita à figura é o ponto O, com abcissa nula e 5 cm de afastamento - O ponto A é um dos vértices do pentágono - O raio [OA] da circunferência circunscrita tem uma inclinação de 45º, de abertura para a direita, com o Plano Frontal de Projecção, e o ponto A tem 2 cm de afastamento - as arestas laterais do sólido medem 3 cm 65. Exame de ª Fase (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um cubo, com duas faces contidas em planos frontais. Este sólido encontra-se situado no espaço do Primeiro Diedro. Identifique as suas arestas invisíveis, com a - A face [ABCD] do sólido está contida no plano fí, com 3 cm de afastamento - O ponto B, com 3 de abcissa e 5 de cota, e o ponto D, com 4 de abcissa e 4 de cota, são os extremos de uma das diagonais desta face 66. Exame de ª Fase - 1ª Chamada (código 409) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um cubo com a face [ABCD] contida no Plano Horizontal de Projecção. Identifique as arestas que sejam invisíveis, com a - o ponto A (4; 3; 0) é o vértice da face [ABCD], localizado mais à esquerda - o ponto E, com 5 de cota, define, com o vértice A, uma das arestas verticais do sólido - o vértice B, que é contíguo ao vértice A, pertence ao eixo x 67. Exame de ª Fase 2ª Chamada (código 409) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um prisma triangular recto, existente no espaço do Primeiro Diedro. Identifique as arestas que sejam invisíveis, com a - uma das bases do sólido é o triângulo equilátero [ABC], que está contido no Plano Frontal de Projecção e cujos lados medem 5 cm - o vértice A, que é o vértice que se situa mais à esquerda, tem abcissa nula e 6 de cota - o vértice B tem 3 de abcissa e tem menor cota que o ponto A - o segmento de recta [AD] é uma das arestas laterais do prisma, e o ponto D pertence ao plano bissector dos diedros ímpares.

4 68. Exame de ª Fase (código 409) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, uma pirâmide pentagonal recta, existente no espaço do Primeiro Diedro e com a base contida num plano frontal fí. Identifique as arestas invisíveis com a - a base da pirâmide é o pentágono regular [ABCDE], com centro em O (O; 2; 4) - o raio da circunferência circunscrita à base do sólido mede 4 cm - o vértice A do pentágono tem 8 de cota e pertence à recta vertical v, que contém o ponto O - o vértice da pirâmide é o ponto V, que dista 7 cm do plano frontal fí. 69. Exame de ª Fase 1ª Chamada (Código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um paralelepípedo rectângulo, situado no espaço do primeiro diedro, identificando as arestas que forem invisíveis com a - os pontos A (-4; 5; 3) e G (4; 5; 6) são dois vértices opostos do sólido; - as faces [ABCD] e [EFGH] estão, respectivamente, contidas nos planos horizontais niú1 e niú2; - o vértice B tem -2 de abcissa e tem maior afastamento que o ponto A. 70. Exame de ª Fase 1ª Chamada (código 409) Represente uma pirâmide quadrangular oblíqua, de base frontal e de vértice V, situada no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - a base é o quadrado [ABCD], que está inscrito numa circunferência com centro no ponto M, o qual tem 0 de abcissa e 5,5 de cota e pertence ao bissector dos diedros impares; - o vértice A tem 4 de abcissa e 4 de cota; - o vértice B é o de menor cota; - a aresta lateral [AV] é horizontal; - a aresta lateral [BV] é de perfil - o vértice V pertence ao plano frontal de projecção 71. Exame de ª Fase 2ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, uma pirâmide triangular recta, de vértice V, com a base contida num plano horizontal niú. Identifique as arestas invisíveis com a - a base da pirâmide é o triângulo equilátero [ABC] - o segmento de recta [AV] é uma das três arestas laterais do sólido, e os seus extremos são os pontos A (-3; 5; 6) e V (0; 4; 0). 72. Exame de ª Fase 2ª Chamada (código 409)

5 Represente um prisma pentagonal oblíquo, com as bases horizontais e situado no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - uma das bases é o pentágono regular [ABCDE], inscrito numa circunferência de centro M (0; 6; 2); - o vértice A tem 3,5 de abcissa e 6,5 de afastamento; - as arestas laterais são segmentos de rectas de frente que fazem ângulos de 60º com os planos das bases (abertura a esquerda, no 1º diedro) e medem 7 cm. 73. Exame de ª Fase (código 109) Represente pelos seus contornos aparentes, no sistema de dupla projecção ortogonal, um cone de revolução, com a base contida num plano de nível niú. - o vértice do cone e o ponto V (0; 5; 2); - o ponto P (3; 2; 7) é um dos pontos da circunferência da base. 74. Exame de ª Fase 1ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, uma pirâmide hexagonal recta, situada no primeiro diedro. Identifique as arestas invisíveis com a convenção gráfica adequada. - a base da pirâmide é o hexágono regular [ABCDEF], contido num plano horizontal - a base está inscrita numa circunferência com centro no ponto 0 (2; 7; 1); - um dos vértices da base é o ponto A, com 1 de abcissa e 3 de afastamento; - o vértice V da pirâmide é um ponto do plano bissector dos diedros ímpares. 75. Exame de ª Fase 1ª Chamada (código 409) Represente uma pirâmide quadrangular oblíqua, situada no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - a base da pirâmide está contida num plano frontal; - os pontos A (6; 5; 10) e C são vértices opostos do quadrado [ABCD] da base da pirâmide; - o vértice C tem 10 de abcissa e 2 de cota; - o vértice V da pirâmide é um ponto do eixo x com 1 de abcissa 76. Exame de ª Fase 2ª Chamada (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um prisma quadrangular recto, situado no primeiro diedro. Identifique as arestas invisíveis com a convenção gráfica adequada. - as bases do prisma estão contidas em planos frontais; - uma das bases do prisma é o quadrado [ABCD], cujo vértice A tem 3 de afastamento e 2 de cota - a aresta [AB] dessa base mede 5 cm e faz um ângulo de 30 com o Plano Horizontal de Projecção de abertura para a direita; - a altura do prisma mede 7 cm.

6 77. Exame de ª Fase 2ª Chamada (código 409) Represente um cubo, situado no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - a face [ABCD] está contida no plano horizontal niú; - o vértice A pertence ao plano bissector dos diedros ímpares,tem 9 de abcissa e 3 de cota; - o vértice B tem 4 de abcissa e é um ponto do plano frontal de projecção. 78. Exame de ª Fase (código 109) Represente, no sistema de dupla projecção ortogonal, um cone de revolução, com a base contida num plano de frente fí. - os pontos A (3; 1; 9) e V (5; 8; 6) definem uma das geratrizes do cone, sendo V o vértice do sólido. 79. Exame de ª Fase (código 409) Represente um cone oblíquo de base circular, situado no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, a parte invisível da circunferência da base do sólido. - A base do sólido está contida num plano frontal, com centro no ponto 0(4; 1; 5); - o ponto A, com 4 de abcissa e 8 de cota, é um ponto da circunferência da base; - a geratriz [AV] do cone é horizontal; - o vértice V tem 11 de abcissa e pertence ao plano bissector dos diedros impares 80. Exame de ª Fase (código 409) Determine as projecções de um prisma triangular oblíquo, situado no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - as bases do prisma são triângulos equiláteros contidos em planos horizontais; - os pontos A (0; 5; 3) e B, com 4 de abcissa e 1 de afastamento, são vértices da base [ABC]; - o vértice D, com -3 de abcissa e 10 de afastamento, é um dos extremos da aresta lateral [AD]; - a altura do prisma mede 7 cm. 81. Exame de ª Fase (código 409) Determine as projecções de uma pirâmide pentagonal oblíqua, situada no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - a base da pirâmide é o pentágono regular [ABCDE], contido num plano horizontal; - a base está inscrita numa circunferência com centro no ponto 0 (1; 6; 1) e 4 cm de raio; - o vértice A, com 7,5 de afastamento, é o que se situa mais à esquerda;

7 - a aresta lateral [AV] é um segmento de recta frontal; - o vértice da pirâmide, V, tem -5 de abcissa e 8 de cota. 82. Exame de ª Fase (código 409) Represente uma pirâmide hexagonal oblíqua, situada no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - a base da pirâmide é o hexágono regular [ABCDEF], contido num plano horizontal - a base está inscrita numa circunferência com centro no ponto 0(0; 6; 9); - o vértice A da base da pirâmide tem - 4 de abcissa e 7 de afastamento; - o vértice V da pirâmide tem - 6 de abcissa e 3 de afastamento; - a aresta [AV] está contida numa recta obliqua passante. 83. Exame de ª Fase (código 409) Represente um cilindro oblíquo de bases circulares, situado no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, a parte invisível da circunferência de uma das bases do sólido. - as bases do cilindro estão contidas em planos frontais; - o ponto 0(3; 1 ; 5) é o centro de uma das bases; - os pontos A (6; 1; 5) e B (2; 8; 9) definem uma das geratrizes do cilindro. 84. Exame de ª Fase (código 409) Represente um prisma quadrangular oblíquo, situado no 1º diedro, de acordo com os dados abaixo apresentados. Identifique, a traço interrompido, as arestas invisíveis do sólido. - as bases do prisma são quadrados, contidos em planos horizontais com 2 e 8 de cota; - os pontos A, com 6 de abcissa e 5 de afastamento, e B, com 3 de abcissa e 1 de afastamento, são vértices consecutivos da base de menor cota; - o ponto A é o vértice do sólido situado mais à esquerda; - as arestas laterais do prisma são paralelas ao plano frontal de projecção e medem 8 cm.

FICHA FORMATIVA. Represente, pelas suas projecções, a recta p, perpendicular ao plano alfa.

FICHA FORMATIVA. Represente, pelas suas projecções, a recta p, perpendicular ao plano alfa. Curso Cientifico- Humanístico de Ciências e Tecnologias Artes Visuais Geometria Descritiva A Ano Lectivo 2010/11 FICHA FORMATIVA Prof.Emilia Peixoto PARALELISMO DE RECTAS E PLANOS 1. Exame de 2008, 2ª

Leia mais

Projeções de entidades geométricas elementares condicionadas por relações de pertença (incidência) 8

Projeções de entidades geométricas elementares condicionadas por relações de pertença (incidência) 8 Índice Item Representação diédrica Projeções de entidades geométricas elementares condicionadas por relações de pertença (incidência) 8 Reta e plano 8 Ponto pertencente a uma reta 8 Traços de uma reta

Leia mais

EXAME DE GEOMETRIA DESCRITIVA A - Código 708 / ª Fase EXERCÍCIO 1

EXAME DE GEOMETRIA DESCRITIVA A - Código 708 / ª Fase EXERCÍCIO 1 EXERCÍCIO 1 Determine as projecções do ponto I, resultante da intersecção da recta r com o plano r. - a recta r contém o ponto T, do eixo x, com zero de abcissa; - a projecção horizontal da recta r define

Leia mais

III REPRESENTAÇÃO DO PLANO. 1. Representação do plano Um plano pode ser determinado por: a) três pontos não colineares

III REPRESENTAÇÃO DO PLANO. 1. Representação do plano Um plano pode ser determinado por: a) três pontos não colineares 59 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS - DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA Professora Deise Maria Bertholdi Costa Disciplina CD020 Geometria Descritiva Curso

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º/ 12.º anos de Escolaridade Prova 708/1.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

Determine o ponto de intersecção I da recta vertical v com o plano de rampa ró.

Determine o ponto de intersecção I da recta vertical v com o plano de rampa ró. 1. Exame de 1998-1ª Fase, 2ª Chamada Determine o ponto de intersecção I da recta horizontal n com o plano oblíquo alfa. - a recta n contém o ponto P (5; 5; 3) e faz um ângulo de 45º, de abertura para a

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTAR 1ª PROVA

LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTAR 1ª PROVA MINISTÉRI DA EDUCAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL D PARANÁ SETR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENT DE EXPRESSÃ GRÁFICA Professora Elen Andrea Janzen Lor Representação de Retas LISTA DE EXERCÍCIS CMPLEMENTAR 1ª PRVA

Leia mais

GEOMETRIA DESCRITIVA A

GEOMETRIA DESCRITIVA A GEOMETRIA DESCRITIVA A 10.º Ano Sólidos I - Poliedros antónio de campos, 2010 GENERALIDADES - Sólidos O sólido geométrico é uma forma limitada por porções de superfícies, O sólido geométrico é uma forma

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 11.º ou 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 708/6 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 2.ª FASE PROVA PRÁTICA DE GEOMETRIA DESCRITIVA

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) PROVA 408/4 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 2.ª FASE PROVA PRÁTICA DE DESENHO E GEOMETRIA

Leia mais

UARCA-E.U.A.C. Escola Universitária de Artes de Coimbra

UARCA-E.U.A.C. Escola Universitária de Artes de Coimbra GDI - Geometria Descritiva I Exercícios práticos para preparação da frequência de semestre. Objectivos: Estes exercício-tipo, pretendem por um lado apresentar uma minuta, uma definição de exercício-tipo

Leia mais

Exame Final Nacional. Geometria Descritiva A. 11.º ano. Preparação para o. Maria João Müller

Exame Final Nacional. Geometria Descritiva A. 11.º ano. Preparação para o. Maria João Müller Preparação para o Exame Final Nacional Geometria Descritiva A 11.º ano Maria João Müller 11 Oo Apresentação Com o intuito de preparar o aluno para o exame final nacional da disciplina de Geometria Descritiva

Leia mais

Dupla Projeção Ortogonal. PARTE III REPRESENTAÇÃO DO PLANO 1. Representação do plano Um plano pode ser determinado por: a) três pontos não colineares

Dupla Projeção Ortogonal. PARTE III REPRESENTAÇÃO DO PLANO 1. Representação do plano Um plano pode ser determinado por: a) três pontos não colineares 31 PARTE III REPRESENTAÇÃ D PLAN 1. Representação do plano Um plano pode ser determinado por: a) três pontos não colineares b) um ponto e uma reta que não se pertencem 32 c) duas retas concorrentes d)

Leia mais

PARTE I - INTRODUÇÃO

PARTE I - INTRODUÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA Professores: Luzia Vidal de Souza e Paulo Henrique Siqueira Disciplina: Geometria Descritiva

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º/12.º Anos de Escolaridade Prova 708/1.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

Geometria Descritiva. Revisão: Polígonos regulares/irregulares. Linhas e Pontos pertencentes a Faces/Arestas de Poliedros

Geometria Descritiva. Revisão: Polígonos regulares/irregulares. Linhas e Pontos pertencentes a Faces/Arestas de Poliedros Geometria Descritiva Revisão: Polígonos regulares/irregulares Linhas e Pontos pertencentes a Faces/Arestas de Poliedros - Os Poliedros em estudo em GD podem ser: regulares (cujas fases são polígonos regulares,

Leia mais

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS - DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA Professora Deise Maria Bertholdi Costa - Disciplina CD028 Expressão Gráfica II Curso

Leia mais

Apostila de Geometria Descritiva. Anderson Mayrink da Cunha GGM - IME - UFF

Apostila de Geometria Descritiva. Anderson Mayrink da Cunha GGM - IME - UFF Apostila de Geometria Descritiva Anderson Mayrink da Cunha GGM - IME - UFF Novembro de 2013 Sumário Sumário i 1 Poliedros e sua Representação 1 1.1 Tipos de Poliedros.............................. 1 1.1.1

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Geometria Descritiva A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 708/2.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º/12.º Anos de Escolaridade Prova 708/2.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

PARTE I - INTRODUÇÃO

PARTE I - INTRODUÇÃO MINISTÉRI DA EDUCAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL D PARANÁ SETR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENT DE EXPRESSÃ GRÁFICA Professores: Deise Maria Bertholdi Costa e Paulo Henrique Siqueira Disciplina: Geometria Descritiva

Leia mais

Representação de sólidos

Representação de sólidos 110 Representação de sólidos Pirâmides e prismas regulares com base(s) contida(s) em planos verticais ou de topo Desenhe as projecções de uma pirâmide quadrangular regular, situada no 1. diedro e com a

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Geometria Descritiva A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 708/1.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

Dupla Projeção Ortogonal / Método de Monge

Dupla Projeção Ortogonal / Método de Monge Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade Para a Frequência do Ensino Superior dos Maiores de 23 Anos 2016 Prova de Desenho e Geometria Descritiva - Módulo de Geometria Descritiva

Leia mais

PARTE I - INTRODUÇÃO

PARTE I - INTRODUÇÃO MINISTÉRI DA EDUCAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL D PARANÁ SETR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENT DE EXPRESSÃ GRÁFICA Professores: Deise Maria Bertholdi Costa e Paulo Henrique Siqueira Disciplina: Geometria Descritiva

Leia mais

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS Expressão Gráfica II Geometria Descritiva Engenharia Civil - 2014 13 MÉTD DAS DUPLAS PRJEÇÕES RTGNAIS PARTE I REPRESENTAÇÃ D PNT 1. Planos fundamentais de referência (PFR) Consideremos π e π dois planos

Leia mais

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes

Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016. Professora : Cristiane Fernandes Apostila de Matemática II 3º bimestre/2016 Professora : Cristiane Fernandes Pirâmide A pirâmide é uma figura geométrica espacial, um poliedro composto por uma base (triangular, pentagonal, quadrada, retangular,

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) PROVA 408/4 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 1.ª FASE PROVA PRÁTICA DE DESENHO E GEOMETRIA

Leia mais

CAPÍTULO I - INTRODUÇÃO - GEOMETRIA DESCRITIVA

CAPÍTULO I - INTRODUÇÃO - GEOMETRIA DESCRITIVA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA DISCIPLINA: Geometria Descritiva I CURSO: Engenharia Química AUTORES: Luzia Vidal de Souza Deise Maria Bertholdi Costa Paulo Henrique Siqueira

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases.

GEOMETRIA MÉTRICA. As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. GEOMETRIA MÉTRICA 1- I- PRISMA 1- ELEMENTOS E CLASSIFICAÇÃO Considere o prisma: As bases são polígonos congruentes. Os prismas são designados de acordo com o número de lados dos polígonos das bases. BASES

Leia mais

INTRODUÇÃO - GEOMETRIA DESCRITIVA

INTRODUÇÃO - GEOMETRIA DESCRITIVA GEOMETRIA DESCRITIVA - DUPLA PROJEÇÃO ORTOGONAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA DISCIPLINA: Geometria Descritiva I CURSO: Engenharia Química AUTORES: Luzia Vidal de Souza

Leia mais

Escola Secundária de Alberto Sampaio - Braga Julho de Proposta de correcção do exame nacional de Geometria Descritiva A (prova 708) 2ª fase

Escola Secundária de Alberto Sampaio - Braga Julho de Proposta de correcção do exame nacional de Geometria Descritiva A (prova 708) 2ª fase Exercício 1 (escala 1:1) Jorge Marques e Estefânio Lemos 1 9 Exercício 2-1ª hipótese de resolução (escala 1:1) Jorge Marques e Estefânio Lemos 2 9 Exercício 2-2ª hipótese de resolução (escala 1:1) Jorge

Leia mais

Geometria Espacial Profº Driko

Geometria Espacial Profº Driko Geometria Espacial Profº Driko PRISMAS Sejam α e β dois planos paralelos distintos, uma reta r secante a esses planos e uma região poligonal convexa A1A2A3...An contida em α. Consideremos todos os segmentos

Leia mais

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS MINISTÉRI DA EDUCAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL D PARANÁ SETR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENT DE EXPRESSÃ GRÁFICA Professora: Bárbara de Cássia Xavier Cassins Aguiar MÉTD DAS DUPLAS PRJEÇÕES RTGNAIS PARTE I REPRESENTAÇÃ

Leia mais

exercícios de perspectiva linear

exercícios de perspectiva linear G E O M E T R I A D E S C R I T I V A E C O N C E P T U A L I exercícios de perspectiva linear MESTRADOS INTEGRADOS EM ARQUITECTURA e LICENCIATURA EM DESIGN - FA/UTL - 2010/2011 Prof.Aux. António Lima

Leia mais

EXERCÍCIOS DE AULA - 01

EXERCÍCIOS DE AULA - 01 EXERCÍCIOS DE AULA - 01 Representação de objectos em axonometria normalizada FA.ULisboa Ano lectivo 2017/2018 1º semestre Professor Luís Mateus (lmmateus@fa.ulisboa.pt) Notas: 1) Resolva os exercícios

Leia mais

SÓLIDOS I. Sumário: Manual de Geometria Descritiva - António Galrinho Sólidos I - 1

SÓLIDOS I. Sumário: Manual de Geometria Descritiva - António Galrinho Sólidos I - 1 7 SÓLIDOS I Neste capítulo mostra-se como se representam pirâmides, prismas, cones e cilindros em diferentes circunstâncias, recorrendo ou não a processos auiliares. Mostra-se também como se traçam e determinam

Leia mais

GDC I AULA PRÁTICA 12. Perspectiva e Axonometria: - Exercícios de aplicação das sombras.

GDC I AULA PRÁTICA 12. Perspectiva e Axonometria: - Exercícios de aplicação das sombras. GDC I AULA PRÁTICA 12 Perspectiva e Axonometria: - Exercícios de aplicação das sombras. 1 >> PERSPECTIVA LINEAR: Sombras Nota: Os exercícios desta aula não são para entrega mas será feito um controlo da

Leia mais

MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MATÉRIAS SOBRE QUE INCIDIRÁ CADA UMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Prova de: GEOMETRIA DESCRITIVA Conteúdos: 1.1 Ponto 1.2 Recta 1.3 Posição relativa de duas rectas: - complanares - paralelas

Leia mais

GEOMETRIA DESCRITIVA A

GEOMETRIA DESCRITIVA A GEOMETRIA DESCRITIVA A 0.º Ano Métodos Geométricos Auiliares I Mudança de Diedros de Projecção antónio de campos, 00 GENERALIDADES Quando se utiliza o método da mudança do diedro de projecção é necessário

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 2º E 3º CICLOS ANSELMO DE ANDRADE 9º ANO ANO LECTIVO

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 2º E 3º CICLOS ANSELMO DE ANDRADE 9º ANO ANO LECTIVO ESCOLA SECUNDÁRIA COM 2º E 3º CICLOS ANSELMO DE ANDRADE 9º ANO ANO LECTIVO 2011-2012 Sólidos Geométricos NOME: Nº TURMA: Polígonos Um polígono é uma figura geométrica plana limitada por uma linha fechada.

Leia mais

Roteiro de Estudos do 2º Trimestre 2ª Série Disciplina: Geometria Professor: Hugo P.

Roteiro de Estudos do 2º Trimestre 2ª Série Disciplina: Geometria Professor: Hugo P. Roteiro de Estudos do º Trimestre ª Série Disciplina: Geometria Professor: Hugo P Conteúdos para Avaliação Trimestral: Pirâmides; Cones; Cilindros; Cálculos de área lateral; área total; volume Problemas

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 708/1.ª Fase 4 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 11.º ou 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 708/6 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 2.ª FASE PROVA PRÁTICA DE GEOMETRIA DESCRITIVA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MORTÁGUA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MORTÁGUA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MORTÁGUA Ficha de Trabalho nº 4 - Geometria - 11º ano Exames 014-017 1. Na figura, está representada, num referencial o.n. Oxyz, uma pirâmide quadrangular regular [ABCDV], cuja

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 10.º/11.º ou 11.º/12.º Anos de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 708/6 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 1.ª FASE PROVA PRÁTICA DE

Leia mais

4. Superfícies e sólidos geométricos

4. Superfícies e sólidos geométricos 4. Superfícies e sólidos geométricos Geometria Descritiva 2006/2007 4.1 Classificação das superfícies e sólidos geométricos Geometria Descritiva 2006/2007 1 Classificação das superfícies Linha Lugar das

Leia mais

Duração da prova: 135 minutos Modalidade: Prova escrita

Duração da prova: 135 minutos Modalidade: Prova escrita Agrupamento de Escolas de Rio Tinto nº 3 Escola Secundária de Rio Tinto ENSINO SECUNDÁRIO RECORRENTE POR MÓDULOS o MATRIZ DE PROVA DE AVALIAÇÃO (Avaliação em regime não presencial) Ano Letivo 2016/2017

Leia mais

10º ANO DE ESCOLARIDADE 2016/2017. Aulas Previstas (45 ) Temas/ Unidades Conteúdos programáticos Lecionação de Avaliação 1

10º ANO DE ESCOLARIDADE 2016/2017. Aulas Previstas (45 ) Temas/ Unidades Conteúdos programáticos Lecionação de Avaliação 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º2 DE ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL DA DISCIPLINA DE GEOMETRIA DESCRITIVA-A 0º ANO DE ESCOLARIDADE 20/207 Períodos Escolares Aulas Previstas (45 ) Temas/ Unidades Conteúdos programáticos

Leia mais

PRISMAS E PIRÂMIDES 1. DEFINIÇÕES (PRISMAS) MATEMÁTICA. Prisma oblíquo: as arestas laterais são oblíquas aos planos das bases.

PRISMAS E PIRÂMIDES 1. DEFINIÇÕES (PRISMAS) MATEMÁTICA. Prisma oblíquo: as arestas laterais são oblíquas aos planos das bases. PRISMAS E PIRÂMIDES. DEFINIÇÕES (PRISMAS) Chama-se prisma todo poliedro convexo composto por duas faces (bases) que são polígonos congruentes contidos em planos paralelos e as demais faces (faces laterais)

Leia mais

Exercícios Obrigatórios

Exercícios Obrigatórios Exercícios Obrigatórios 1) (UFRGS) A figura abaixo, formada por trapézios congruentes e triângulos equiláteros, representa a planificação de um sólido. Esse sólido é um (a) tronco de pirâmide. (b) tronco

Leia mais

Resumo de Geometria Espacial Métrica

Resumo de Geometria Espacial Métrica 1) s. esumo de Geometria Espacial Métrica Extensivo - São João da Boa Vista Matemática - Base Base Base Base Base oblíquo reto quadrangular regular exagonal regular triangular regular Base Fórmulas dos

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10

Projeto Jovem Nota 10 1. (Uff 99) Considere o cubo de vértices A, B, C, D, E, F, G e H representando na figura abaixo. Sabendo que a área do triângulo DEC é Ë2/2m, calcule o volume da pirâmide cujos vértices são D, E, G e C.

Leia mais

Departamento de Desenho, Geometria e Computação 2018 / º ano Mestrados Integrados em Arquitectura GDC I

Departamento de Desenho, Geometria e Computação 2018 / º ano Mestrados Integrados em Arquitectura GDC I Departamento de Desenho, Geometria e Computação / 1º ano Mestrados Integrados em Arquitectura GDC I Exame de melhoria e recurso 29 de Janeiro de 10h00m A prova terá a duração de 2 horas, com 30 minutos

Leia mais

PROJECÇÃO DE SÓLIDOS

PROJECÇÃO DE SÓLIDOS PROJECÇÃO DE SÓLIDOS I- GENERALIDADES 1- BREVES NOÇÕES SOBRE SUPERFÍCIES 1.1- Noção Uma superfície pode definir-se como sendo o lugar geométrico gerado por uma linha (geratriz) que se desloca, segundo

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - SUPERFÍCIES - Ano lectivo 2010/2011

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - SUPERFÍCIES - Ano lectivo 2010/2011 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - SUPERFÍCIES - Ano lectivo 2010/2011 Este documento contém um conjunto de exercícios resolvidos sobre o tema das superfícies. Os exercícios foram retirados de provas de frequências

Leia mais

REGRAS GERAIS DE GEOMETRIA DESCRITIVAII 2010

REGRAS GERAIS DE GEOMETRIA DESCRITIVAII 2010 1 Isabel coelho 20. SECÇÕES PLANAS 20.1 Secções planas em poliedros 20.1.2 Secções planas produzidas por planos paralelos aos planos das bases A figura da secção será paralela à figura da base. Identificar

Leia mais

Exame Final Nacional de Geometria Descritiva A Prova ª Fase Ensino Secundário º Ano de Escolaridade

Exame Final Nacional de Geometria Descritiva A Prova ª Fase Ensino Secundário º Ano de Escolaridade Exame Final Nacional de Geometria Descritiva A Prova 708 1.ª Fase Ensino Secundário 2018 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Leia mais

2. (Fuvest 2005) A base ABCD da pirâmide ABCDE é um retângulo de lados AB = 4 e BC = 3.

2. (Fuvest 2005) A base ABCD da pirâmide ABCDE é um retângulo de lados AB = 4 e BC = 3. 1. (Fuvest 2004) No sólido S representado na figura ao lado, a base ABCD é um retângulo de lados AB = 2Ø e AD = Ø; as faces ABEF e DCEF são trapézios; as faces ADF e BCE são triângulos eqüiláteros e o

Leia mais

Escola Secundária de Alberto Sampaio - Braga Junho de Proposta de correcção do exame nacional de Geometria Descritiva A (prova 708) 1ª fase

Escola Secundária de Alberto Sampaio - Braga Junho de Proposta de correcção do exame nacional de Geometria Descritiva A (prova 708) 1ª fase Exercício 1-1ª hipótese de resolução (escala 1:1) Jorge Marques e Estefânio Lemos 1 10 Exercício 1-2ª hipótese de resolução (escala 1:1) Jorge Marques e Estefânio Lemos 2 10 Exercício 1-3ª hipótese de

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL .. PARALELEPÍPEDOS RETÂNGULOS Um paralelepípedo retângulo é um prisma reto cujas bases são retângulos. AB CD A' B' C' D' a BC AD B' C' A' D' b COMPRIMENTO LARGURA AA' BB' CC'

Leia mais

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz )

REVISÃO Lista 11 Geometria Espacial. para área lateral, total, V para volume, d para diagonal, h para altura, r para raio, g para geratriz ) NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições (Nas fórmulas a seguir, vamos utilizar aqui REVISÃO Lista Geometria Espacial A B para área da base, para área lateral, total, V

Leia mais

FACULDADE DE ARQUITECTURA DA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA ÁREA CIENTÍFICA DE DESENHO E COMUNICAÇÃO GRUPO DE DISCIPLINAS DE GEOMETRIA

FACULDADE DE ARQUITECTURA DA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA ÁREA CIENTÍFICA DE DESENHO E COMUNICAÇÃO GRUPO DE DISCIPLINAS DE GEOMETRIA FACULDADE DE ARQUITECTURA DA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA ÁREA CIENTÍFICA DE DESENHO E COMUNICAÇÃO GRUPO DE DISCIPLINAS DE GEOMETRIA ESTUDO DAS SUPERFÍCIES Cónicas, Cilíndricas, Pirâmidais e Prismáticas

Leia mais

1. Encontre a equação das circunferências abaixo:

1. Encontre a equação das circunferências abaixo: Nome: nº Professor(a): Série: 2ª EM. Turma: Data: / /2013 Nota: Sem limite para crescer Exercícios de Matemática II 2º Ano 2º Trimestre 1. Encontre a equação das circunferências abaixo: 2. Determine o

Leia mais

4.4 Secções planas de superfícies e sólidos

4.4 Secções planas de superfícies e sólidos 4.4 Secções planas de superfícies e sólidos Geometria Descritiva 2006/2007 e sólidos Quando um plano intersecta uma superfície geométrica determina sobre ela uma linha plana que pertence à superfície A

Leia mais

PROPOSTAS DE RESOLUÇÃO

PROPOSTAS DE RESOLUÇÃO Exame Nacional de 2010 (2.ª Fase) 1. Em primeiro lugar representaram-se as retas a e b, bem como o ponto P, pelas respetivas projeções. As projeções da reta a desenharam-se em função dos respetivos ângulos

Leia mais

Geometria Espacial - AFA

Geometria Espacial - AFA Geometria Espacial - AFA 1. (AFA) O produto da maior diagonal pela menor diagonal de um prisma hexagonal regular de área lateral igual a 1 cm e volume igual a 1 cm é: 10 7. 0 7. 10 1. (D) 0 1.. (AFA) Qual

Leia mais

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL 2016

INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA II EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO FINAL 2016 INSTITUTO GEREMÁRIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (1) 1087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): º Ano:C1 Nº Professora: Marcilene Siqueira Gama COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

Geometria Métrica Espacial

Geometria Métrica Espacial UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA Geometria Métrica Espacial

Leia mais

V = 12 A = 18 F = = 2 V=8 A=12 F= = 2

V = 12 A = 18 F = = 2 V=8 A=12 F= = 2 Por: Belchior, Ismaigna e Jannine Relação de Euler Em todo poliedro convexo é válida a relação seguinte: V - A + F = 2 em que V é o número de vértices, A é o número de arestas e F, o número de faces. Observe

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 708/1.ª Fase 3 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Santo António Ficha de Trabalho. Espaço - Outra Visão

Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Santo António Ficha de Trabalho. Espaço - Outra Visão Matemática Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Santo António Ficha de Trabalho 9º ano Espaço - Outra Visão 1. Arrumaram-se três esferas iguais dentro de uma caixa cilíndrica (figura 1). Como se pode observar

Leia mais

OS PRISMAS. 1) Conceito :

OS PRISMAS. 1) Conceito : 1 SÍNTESE DE CONTEÚDO MATEMÁTICA SEGUNDA SÉRIE - ENSINO MÉDIO ASSUNTO : OS PRISMAS NOME :...NÚMERO :... TURMA :... ============================================================ OS PRISMAS 1) Conceito :

Leia mais

Matemática 6.º ano. 1. Determine o valor das seguintes expressões e apresente o resultado como uma potência. Mostre como chegou ao resultado.

Matemática 6.º ano. 1. Determine o valor das seguintes expressões e apresente o resultado como uma potência. Mostre como chegou ao resultado. 1. Determine o valor das seguintes expressões e apresente o resultado como uma potência. Mostre como chegou ao resultado. a) ( 3 4 )25 : ( 3 4 )15 5 10 b) 15 35 : 5 35 3 45 2. Calcule o valor das seguintes

Leia mais

Sólidos Geométricos, Poliedros e Volume Prof. Lhaylla Crissaff

Sólidos Geométricos, Poliedros e Volume Prof. Lhaylla Crissaff Sólidos Geométricos, Poliedros e Volume 2017.1 Prof. Lhaylla Crissaff www.professores.uff.br/lhaylla Sólidos Geométricos Prisma Pirâmide Cilindro Cone Esfera Prisma Ex.: P é um pentágono. Prisma Prisma

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 708/2.ª Fase 3 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

MATEMÁTICA MÓDULO 16 CONE E CILINDRO. Professor Haroldo Filho

MATEMÁTICA MÓDULO 16 CONE E CILINDRO. Professor Haroldo Filho MATEMÁTICA Professor Haroldo Filho MÓDULO 16 CONE E CILINDRO 1. CILINDRO CIRCULAR Considere dois planos paralelos, α e β, seja R um círculo no plano α, seja s uma reta secante aos dois planos que não intersecta

Leia mais

OS PRISMAS. 1) Definição e Elementos :

OS PRISMAS. 1) Definição e Elementos : 1 OS PRISMAS 1) Definição e Elementos : Dados dois planos paralelos α e β, um polígono contido em um desses planos e um reta r, que intercepta esses planos, chamamos de PRISMA o conjunto de todos os segmentos

Leia mais

Geometria Espacial: Sólidos Geométricos

Geometria Espacial: Sólidos Geométricos Aluno(a): POLIEDROS E PRISMA (1º BIM) Noções Sobre Poliedros Denominam-se sólidos geométricos as figuras geométricas do espaço. Entre os sólidos geométricos, destacamos os poliedros e os corpos redondos.

Leia mais

Noções de Geometria. Professora: Gianni Leal 6º B.

Noções de Geometria. Professora: Gianni Leal 6º B. Noções de Geometria Professora: Gianni Leal 6º B. Figuras geométricas no espaço: mundo concreto e mundo abstrato Mundo concreto: é mundo no qual vivemos e realizamos nossas atividades. Mundo abstrato:

Leia mais

(0,0,4). Qual a condição que define essa superfície esférica? (A) (C) (B) (D) define a. 7. A condição região do plano:

(0,0,4). Qual a condição que define essa superfície esférica? (A) (C) (B) (D) define a. 7. A condição região do plano: Escola Secundária de Francisco Franco Matemática A (métodos curriculares) 10.º ano Eercícios saídos em eames, provas globais e em testes intermédios Tema III: GEMETRIA ANALÍTICA 1. Num referencial o.n.

Leia mais

Lista de exercícios de Geometria Espacial 2017 Prof. Diego. Assunto 1 Geometria Espacial de Posição

Lista de exercícios de Geometria Espacial 2017 Prof. Diego. Assunto 1 Geometria Espacial de Posição Assunto 1 Geometria Espacial de Posição (01). Considere um plano a e um ponto P qualquer no espaço. Se por P traçarmos a reta perpendicular a a, a intersecção dessa reta com a é um ponto chamado projeção

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ensino Secundário Ano Letivo 2016/2017

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ensino Secundário Ano Letivo 2016/2017 Apresentação da disciplina: Objetivos, funcionamento e avaliação. 1. Módulo inicial 2. Introdução à Geometria Descritiva Domínios: Socio Afetivo e Cognitivo. Avaliação e sumativa. Lista de material e sua

Leia mais

2 CILINDRO E ESFERA 1 CUBO E ESFERA. 2.1 Cilindro inscrito. 1.1 Cubo inscrito. 2.2 Cilindro circunscrito. 1.2 Cubo circunscrito

2 CILINDRO E ESFERA 1 CUBO E ESFERA. 2.1 Cilindro inscrito. 1.1 Cubo inscrito. 2.2 Cilindro circunscrito. 1.2 Cubo circunscrito Matemática Pedro Paulo GEOMETRIA ESPACIAL XI A seguir, nós vamos analisar a relação entre alguns sólidos e as esferas. Os sólidos podem estar inscritos ou circunscritos a uma esfera. Lembrando: A figura

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ensino Secundário Ano Letivo 2018/2019. Documento(s) Orientador(es): Aprendizagens Essenciais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ensino Secundário Ano Letivo 2018/2019. Documento(s) Orientador(es): Aprendizagens Essenciais Apresentação da disciplina: Objetivos, funcionamento e avaliação. 1. Módulo inicial 2. Introdução à Geometria Descritiva Domínios: Socio Afetivo e Cognitivo. Avaliação e sumativa. Lista de material e sua

Leia mais

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS

O MÉTODO DAS DUPLAS PROJEÇÕES ORTOGONAIS MINISTÉRI DA EDUCAÇÃ UNIVERSIDADE FEDERAL D PARANÁ SETR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENT DE EXPRESSÃ GRÁFICA Professora Elen Andrea Janzen Lor 1. Planos fundamentais de referência (PFR) MÉTD DAS DUPLAS PRJEÇÕES

Leia mais

Relação da matéria para a recuperação final. 2º Colegial / Geometria / Jeca

Relação da matéria para a recuperação final. 2º Colegial / Geometria / Jeca Relação da matéria para a recuperação final. º olegial / eometria / Jeca ula 33 - eometria métrica do espaço - Prisma reto. ula 34 - Paralelepípedo retorretângulo. ula 35 - ubo. ula 36 - Prisma regular.

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - PERSPECTIVA - Ano lectivo 2010/2011

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - PERSPECTIVA - Ano lectivo 2010/2011 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS - PERSPECTIV - no lectivo 2010/2011 Este documento contém um conjunto de exercícios resolvidos sobre o tema da perspectiva. Os exercícios foram retirados de provas de frequências

Leia mais

Exercícios Obrigatórios

Exercícios Obrigatórios Exercícios Obrigatórios 1) (UFRGS) Na figura 1, BC é paralelo a DE e, na figura 2, GH é paralelo a IJ. x E y J a C H a (a) ab e a/b (b) ab e b/a (c) a/b e ab (d) b/a e ab (e) a/b e 1/b Então x e y valem,

Leia mais

4.6 Sombras de sólidos geométricos

4.6 Sombras de sólidos geométricos 4.6 Sombras de sólidos geométricos Geometria Descritiva 2006/2007 Sombras de sólidos geométricos Os corpos opacos produzem sombras quando expostos a uma fonte luminosa Fonte luminosa A posição da fonte

Leia mais

Geometria Espacial - Prismas

Geometria Espacial - Prismas Geometria Espacial - Prismas ) As três dimensões de um paralelepípedo reto retângulo de volume 05 m, são proporcionais a, e 5. A soma do comprimento de todas as arestas é: a) 08m b) 6m c) 80m d) m 7m )

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A

Prova Prática de Geometria Descritiva A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Prática de Geometria Descritiva A 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 708/2.ª Fase 4 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

MATEMÁTICA. Geometria Espacial

MATEMÁTICA. Geometria Espacial MATEMÁTICA Geometria Espacial Professor : Dêner Rocha Monster Concursos 1 Geometria Espacial Conceitos primitivos São conceitos primitivos (e, portanto, aceitos sem definição) na Geometria espacial os

Leia mais

3º TRI - MATEMATICA - LISTA MARAVILHA 20/10/16 Ensino Fundamental 9º ano A-B-C-D Profº Marcelo

3º TRI - MATEMATICA - LISTA MARAVILHA 20/10/16 Ensino Fundamental 9º ano A-B-C-D Profº Marcelo 3º TRI - MATEMATICA - LISTA MARAVILHA 20/10/16 Ensino Fundamental 9º ano A-B-C-D Profº Marcelo LISTA DE ESTUDO.. Áreas 1. Calcule a área da região mais escura. 2. Um quadrado tem área de 25 cm 2. O que

Leia mais

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. 3 ano/e.m.

Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides. 3 ano/e.m. Módulo Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides Pirâmide ano/em Pirâmide Geometria Espacial II - volumes e áreas de prismas e pirâmides 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1 Determine

Leia mais

Expressão Gráfica II EXPRESSÃOGRÁFICA. Departamento de. Unidade I - GEOMETRIA DESCRITIVA

Expressão Gráfica II EXPRESSÃOGRÁFICA. Departamento de. Unidade I - GEOMETRIA DESCRITIVA Expressão Gráfica II Unidade I - GEOMETRIA DESCRITIVA Departamento de EXPRESSÃOGRÁFICA Material elaborado por: Profª MSc.Andrea Faria Andrade Curitiba, PR / 2011 I Introdução A Geometria Descritiva (também

Leia mais

Capitulo 4 Figuras Geométricas Planas

Capitulo 4 Figuras Geométricas Planas Página16 Capitulo 4 Figuras Geométricas Planas Ponto O ponto é a figura geométrica mais simples, não tem dimensão (comprimento, largura e altura) e é determinado pelo cruzamento de duas linhas. Identificação

Leia mais