UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus Experimental de Dracena PROGRAMA DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM: ZOOTECNIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus Experimental de Dracena PROGRAMA DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM: ZOOTECNIA"

Transcrição

1 PROGRAMA DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM: ZOOTECNIA DISCIPLINA MANEJO REPRODUTIVO E BIOTÉCNICAS APLICADAS À REPRODUÇÃO ANIMAL DEPARTAMENTO: ZOOTECNIA PROFESSOR(ES) RESPONSÁVEL(IS): OBRIGATÓRIA/OPTATIVA OBRIGATÓRIA PROFA. DRA. CLAUDIA MARIA BERTAN MEMBRIVE ANUAL/SEMESTRAL SEMESTRE SEMETRAL 2º SEMESTRE DE 2010 CRÉDITOS CARGA HORÁRIA DISTRTRIBUIÇÃO CARGA HORÁRIA 04 TOTAL SEMANAL TEÓRICA PRÁTICA TEÓRICO/PRATICA NÚMERO MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA TOTAL DE AULAS AULAS TEÓRICAS AULAS PRÁTICAS TEÓRICO/PRÁTICAS EMENTA Sistemas de Acasalamento; 2. Avaliação das Características Reprodutivas em Machos; 3. Coleta e Processamento de Sêmen nas Diferentes Espécies; 4. Estação de Monta; 5. Protocolos utilizados na Sincronização do estro e da Ovulação; 6. Cálculo e Avaliação dos Índices Reprodutivos; 7. Nutrição e Reprodução; 8. Manejo Reprodutivo em Gado de Corte; 9. Manejo Reprodutivo em Gado de Leite; 10. Manejo Reprodutivo em Eqüinos; 11. Manejo Reprodutivo em Ovinos e Caprinos; 12. Manejo Reprodutivo em Suínos; 13. Transferência de Embriões nas diferentes espécies; 14. Fertilização in vitro, Clonagem e Transgênese nas diferentes espécies de interesse zootécnico. OBJETIVOS

2 Possibilitar a compreensão dos mecanismos fisiológicos gerais e específicos sobre Manejo Reprodutivo e as Biotécnicas Aplicadas à Reprodução Animal. Capacitar os graduandos a identificar fatores que interferem na eficiência reprodutiva, assim como, selecionar animais quanto aos aspectos reprodutivos. Promover conhecimentos quanto ao Manejo Reprodutivo adequado nas diferentes espécies. E ainda, dentro das atribuições cabíveis ao zootecnista, favorecer a compreensão das novas biotecnologias empregadas à reprodução animal. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Sistemas de Acasalamento: particularidades, vantagens, desvantagens e limitações dos sistemas de monta natural, monta dirigida, inseminação artificial convencional (IA) e inseminação artificial em tempo fixo (IATF). 2. Avaliação das Características Reprodutivas em Machos: parâmetros avaliados na seleção de reprodutores (características zootécnicas, comportamento sexual e características seminais) 3. Coleta e Processamento de Sêmen nas Diferentes Espécies: particularidades, vantagens e desvantagens dos diferentes métodos de coleta de sêmen (massagem manual, vagina artificial e eletroejaculação); cuidados necessários no procedimento de coleta de sêmen; diluidores de sêmen utilizados nas diferentes espécies; diluições recomendadas; métodos de conservação do sêmen para utilização a fresco, resfriado ou congelado; cuidados no armazenamento e descongelamento do sêmen. 4. Estação de Monta: importância, vantagens, período de realização e procedimentos logísticos requeridos na implantação da estação. 5. Uso de Protocolos para a Sincronização de Estros e da Ovulação: protocolos hormonais empregados na IA e IATF; vantagens e viabilidade econômica do emprego de tais protocolos. 6. Cálculo e Avaliação dos Índices Reprodutivos: definição, fórmula estimativa, avaliação e determinação dos fatores que interferem tais índices. 7. Nutrição e Reprodução: impacto da nutrição na eficiência reprodutiva de matrizes e reprodutores. 8. Manejo Reprodutivo em Gado de Corte: estação de monta; seleção de matrizes; formação de lotes de matrizes; formação de lotes de touros; vacinas recomendadas; procedimento de detecção de estros; métodos auxiliares na detecção de estro; momento da inseminação; número de inseminações; diagnóstico de gestação e reposição de matrizes. 9. Manejo Reprodutivo em Gado de Leite: seleção de matrizes; formação de lotes de matrizes; vacinas recomendadas; procedimento de detecção de estros; fatores que

3 interferem na eficiência da detecção de estros; momento da inseminação; número de inseminações; diagnóstico de gestação e reposição de matrizes. 10. Manejo Reprodutivo em Eqüinos: estação reprodutiva; formação de lotes de fêmeas para observação de estros; procedimento de detecção de estros e cuidados na rufiação; momento da inseminação; número de inseminações e diagnóstico de gestação. 11. Manejo Reprodutivo em Ovinos e Caprinos: seleção de matrizes; formação de lotes de matrizes; vacinas recomendadas; procedimento de detecção de estros; momento da inseminação; número de inseminações; diagnóstico de gestação e reposição de matrizes. 12. Manejo Reprodutivo em Suínos: seleção de matrizes; formação de lotes de matrizes; vacinas recomendadas; procedimento de detecção de estros; momento da inseminação; número de inseminações; diagnóstico de gestação e reposição de matrizes. 13. Transferência de Embriões: princípios da técnica; vantagens e desvantagens; cuidados a serem tomados no gerenciamento da implantação de um programa de transferência de embriões; características avaliadas na seleção de doadoras e receptoras de embriões; relação custo/benefício; e emprego desta biotecnologia nas diferentes espécies. 14. Fertilização in vitro, Clonagem e Transgênese: princípios da técnica; vantagens e desvantagens; relação custo/benefício e emprego destas biotecnologias nas diferentes espécies. METODOLOGIA DE ENSINO Aulas teóricas, teórico-práticas e discussão em grupo, quando indicado. A metodologia poderá ser complementada pela leitura de livros textos e discussão de artigos científicos sobre os assuntos mais relevantes da disciplina. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM Serão realizadas duas avaliações dissertativas, agendadas previamente no início do semestre. A nota da primeira avaliação será designada de NF1 e a nota da segunda avaliação NF2, sendo que cada avaliação valerá de 0 a 10. A nota final (NF) será obtida por (NF1 + NF2)/2. Ao final do semestre os alunos que atingirem a NF maior ou igual a 5 serão diretamente APROVADOS na disciplina. Alunos que não obtiverem a média mínima para a aprovação (NF maior ou igual a 5), com a média final do semestre maior ou igual a 3,0 e menor que 4,9, terão direito a uma terceira avaliação. Tal avaliação envolverá todo o conteúdo programático do semestre. Após a realização da terceira avaliação, cuja nota será designada de NF3, o aluno será aprovado se a (NF + NF3)/2 for maior ou igual a 5. O aluno que obtiver média inferior a 5,0 será considerado REPROVADO. O aluno que não realizou qualquer avaliação, desde que haja um motivo justo e

4 incontestável, ou que possua um atestado comprovando a falta, terá direito a realizar uma PROVA SUBSTITUTIVA, em data a ser agendada pelo docente. O assunto desta prova abrangerá todo o conteúdo programático teórico e prático relacionado à matéria lecionada e o valor será aquele correspondente ao da(s) avaliação(ões) perdida(s). BIBLIOGRAFIA BÁSICA CUNNINGHAN, J.G Tratado de Fisiologia Veterinária, 3ed. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, Brasil. FRANDSON, R.D.; WILKE, W.L.; FAILS, A.D Anatomia e Fisiologia dos Animais de Fazenda, 6ed. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, Brasil. GONÇALVES, P. B. D; FIGUEIREDO, J.R.;FREITAS, V. J. F Biotécnicas Aplicadas à Reprodução Animal. Varela Editora, São Paulo, Brasil. 340p. HAFEZ, E.S.E Reprodução Animal, 7. ed. São Paulo, Manole, 513p. KÖNIG, H.E., LIEBICH, H-G Anatomia dos Animais Domésticos, v. 2, Órgãos e Sistemas. Editora Artmed, 399p. RANDALL, D.B.; WARREN-FRENCH, K Eckert - Fisiologia Animal, 4ed. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, Brasil. REECE, W.O Dukes Fisiologia dos Animais Domésticos, 12ed. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, Brasil. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR (OPCIONAL) BALL, P.J.H.; PETERS, A.R Reprodução em Bovinos. 3ed. Editora Roca, São Paulo, Brasil, 240p. BLANCHARD, T.L.; VARNER, D.D.; SCHUMACHER, J.; LOVE, C.C.; BRINSKO, S.P.; RIGBY, S.L Manual of equine reproduction. 2ed. Editora Murphy. COLE, H.S.; CUPPS, P.T Reproduction in Domestic Animals. New York, Academic Press. CUPPS, P.T Reproduction in Domestic Animals. 4ed. California: Academic Press. DERIVAUX, J Reprodução dos Animais Domésticos. Editorial Acribia, Zaragoza, Espanha. 446p. FONSECA, F.A Fisiologia da Lactação. Minas Gerais, Universidade Federal de

5 Viçosa. GINTHER, O.J Reproductive Biology of the Mare. Wisconsin, Equiservice. JACKSON, P.G.L Obstetrícia Veterinária. 2 ed. Editora Roca, São Paulo, Brasil, 344p. KNOBIL, E.; NEILL, J.D Encyclopedia of Reproduction, v.1-4, California: Academic Press. LEY, W.B Reprodução em Éguas para Veterinários de Eqüinos. 1ed. Editora Roca, São Paulo, Brasil, 240p. MIES FILHO, A Inseminação Artificial. 6.ed, Sulina. 2º volume. McDONALD, L.E Veterinary Endocrinology and Reproduction. 3rs. ed., Lea & Febiger, Philadelphia SALISBURRY, G.W. et al Phisiology of Reproduction and Artificial Insemination of Cattle. San Francisco, D.H. Freeman. SENGER, P.L. Pathways to Pregnancy and Parturition, 2 ed., Moscow: Current Conceptions, Inc. Revista Brasileira de Reprodução Animal. Arquivos da Faculdade de Veterinária UFRGS (suplemento especial contendo as palestras da Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões - SBTE) APROVAÇÃO DATA ASSINATURA COORDENADOR DE CURSO

Edital Nº 15 de 12 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União de 18/02/2014.

Edital Nº 15 de 12 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União de 18/02/2014. Edital Nº 15 de 12 de fevereiro de 2014, publicado no Diário Oficial da União de 18/02/2014. Área: Reprodução Animal (Cód. CNPq 5.05.04.00-2), Clínica e Semiologia Veterinária Titulação Exigida: Graduação

Leia mais

Disciplina: INTRODUÇÃO A ZOOTECNIA Curso: ZOOTECNIA Período: 1º Código: ZOO4200 Matriz: 2010/2

Disciplina: INTRODUÇÃO A ZOOTECNIA Curso: ZOOTECNIA Período: 1º Código: ZOO4200 Matriz: 2010/2 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA 1 Disciplina: INTRODUÇÃO A ZOOTECNIA Curso: ZOOTECNIA Período: 1º Código: ZOO4200 Matriz: 2010/2 Pré-Requisito: Carga Horária: 80 horas Créditos 04 Prel. 02 Prát.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas PROGRAMA DE DISCIPLINA CAMPUS: São Mateus CURSO: Agronomia DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Ciências Agrárias e Biológicas-DCAB PROFESSOR RESPONSÁVEL: Thasia Martins Macedo CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus Experimental de Dracena PROGRAMA DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM: ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus Experimental de Dracena PROGRAMA DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM: ZOOTECNIA PROGRAMA DE ENSINO CURSO DE GRADUAÇÃO EM: ZOOTECNIA DISCIPLINA OBRIGATÓRIA/OPTATIVA FORMULAÇÃO DE DIETAS DEPARTAMENTO: ZOOTECNIA PROFESSOR(ES) RESPONSÁVEL(IS): VALQUÍRIA CAÇÃO DA CRUZ OBRIGATÓRIA ANUAL/SEMESTRAL

Leia mais

PLANO DE ENSINO Ensino Superior

PLANO DE ENSINO Ensino Superior PLANO DE ENSINO Ensino Superior DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR : Anatomia Topográfica dos Animais Domésticos II Curso: Curso de Medicina Veterinária Período: 2013.2. Carga

Leia mais

Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) Em Bovinos Leiteiros

Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) Em Bovinos Leiteiros Gado de Leite 1/27 Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) Em Bovinos Leiteiros Erick Fonseca de Castilho Doutor em Reprodução Animal (UFV/MG) efcmv@yahoo.com.br 2/27 Introdução PIB (pecuária): 21

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Melhoramento Animal Código: VET224 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta: 4 Faculdade responsável: Medicina Veterinária Programa em vigência a partir de: Créditos:

Leia mais

Código Disciplina Créditos CH. CBV7405 Metodologia da Pesquisa Científica CBV7404 Introdução à Medicina Veterinária

Código Disciplina Créditos CH. CBV7405 Metodologia da Pesquisa Científica CBV7404 Introdução à Medicina Veterinária 20 Os trabalhos de pesquisa, extensão, viagens técnicas, trabalho de curso, atividades complementares e estágio curricular (todas curriculares e obrigatórias) serão indispensáveis ao cumprimento das atividades

Leia mais

Nome do Componente Curricular: Curso: Semestre: Carga Horária: Horas Teóricas: Horas Práticas: Docente Responsável Ementa Objetivos Geral

Nome do Componente Curricular: Curso: Semestre: Carga Horária: Horas Teóricas: Horas Práticas: Docente Responsável Ementa Objetivos Geral Plano de Ensino Dados do Componente Curricular Nome do Componente Curricular: Produção de Ruminantes (ovinocaprinocultura) Curso: Bacharelado em Medicina Veterinária Semestre: 5º Carga Horária: 60hs/r

Leia mais

PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR

PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D O R E C Ô N C A V O D A B A H I A CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, AMBIENTAIS E BIOLÓGICAS COORDENAÇÃO ACADÊMICA FORMULÁRIO R0092 PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR COMPONENTE

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Bovinocultura de Corte e Leite Código: VET244 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta: 7 p Faculdade responsável: Medicina Veterinária Programa em vigência a partir

Leia mais

Colheita e Avaliação Seminal

Colheita e Avaliação Seminal UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ FACULDADE DE VETERINÁRIA BIOTECNOLOGIA DA REPRODUÇÃO ANIMAL Colheita e Avaliação Seminal Vicente José de F. Freitas Laboratório de Fisiologia e Controle da Reprodução www.uece.br/lfcr

Leia mais

REVISÃO BIBLIOGRAFICA DA TÉCNICA DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO (IATF)

REVISÃO BIBLIOGRAFICA DA TÉCNICA DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO (IATF) REVISÃO BIBLIOGRAFICA DA TÉCNICA DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL EM TEMPO FIXO (IATF) Guilherme Vieira Rodrigues Graduando em Medicina Veterinária, Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Lauriellen Lohayne

Leia mais

Disciplina: Anatomia e Histologia

Disciplina: Anatomia e Histologia Curso de Graduação em Enfermagem Departamento de logia Disciplina: Anatomia e Histologia Ano: 2012 Série: 1º ano Semestre: 1º Carga Horária: 45 horas teórico-práticas Departamento: logia Coordenador: Profa.

Leia mais

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Microbiologia Geral de Alimentos ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Microbiologia Geral de Alimentos ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Nutrição MODALIDADE: DISCIPLINA: Microbiologia Geral de Alimentos ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: Microbiologia e Imunologia DOCENTE RESPONSÁVEL : Sandra

Leia mais

ABS NEO. Genética Matinha. O futuro que começou há 40 anos inova mais uma vez.

ABS NEO. Genética Matinha. O futuro que começou há 40 anos inova mais uma vez. P R O N T O P A R A Q U E M Q U E R M A I S ABS NEO Genética Matinha O futuro que começou há 40 anos inova mais uma vez. P R O N T O P A R A Q U E M Q U E R M A I S CONHEÇA O ABS NEO Já são 75 anos conquistando

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: NUTRIÇÃO MODALIDADE: DISCIPLINA: DIETOTERAPIA I ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: EDUCAÇÃO DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI Semestre

Leia mais

BMA Anatomia do Aparelho Locomotor 2013

BMA Anatomia do Aparelho Locomotor 2013 BMA0129 - Anatomia do Aparelho Locomotor 2013 Docentes: Profa. Dra. Cecília Helena de A Gouveia Ferreira (Coordenadora-turma A) Profa. Dra. Elen Haruka Miyabara (Coordenadora-turma B) Objetivos do Curso

Leia mais

(c) Muco (d) Vulva inchada (e) Olhar languido 7. Qual das alternativas abaixo não é considerada uma vantagem da inseminação artificial em relação a mo

(c) Muco (d) Vulva inchada (e) Olhar languido 7. Qual das alternativas abaixo não é considerada uma vantagem da inseminação artificial em relação a mo 1. A fertilização é o evento que decorre a partir do encontro dos gametas masculino e feminino. No trato reprodutivo da fêmea bovina em qual local ocorre a fertilização? (a) Útero (b) Tuba uterina (c)

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Tecnologia de Produtos de Origem Animal Código: VET226 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta: 8 Faculdade responsável: Medicina Veterinária Programa em vigência

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina VET101 Anatomia Veterinária I

Programa Analítico de Disciplina VET101 Anatomia Veterinária I 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Veterinária - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 8 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 6 8

Leia mais

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Utilização de sêmen sexado em protocolos de IATF. Luciano Bastos Lopes

PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Utilização de sêmen sexado em protocolos de IATF. Luciano Bastos Lopes PUBVET, Publicações em Medicina Veterinária e Zootecnia. Utilização de sêmen sexado em protocolos de IATF Luciano Bastos Lopes Médico Veterinário Doutor em Ciência Animal Resumo A inseminação artificial

Leia mais

Manejo Reprodutivo em Suínos. Rafael Ulguim

Manejo Reprodutivo em Suínos. Rafael Ulguim Manejo Reprodutivo em Suínos Rafael Ulguim Reposição Oportunistas Creche Recria / Terminação Abate Parto Desmame Estro Parto Ciclo produtivo da porca Lactação IDE Gestação 18-25 dias 3-7 dias 114 dias

Leia mais

Célula Espermática: Projeto e desenvolvimento de objetos educacionais

Célula Espermática: Projeto e desenvolvimento de objetos educacionais Célula Espermática: Projeto e desenvolvimento de objetos educacionais Eneder Rosana Oberst - Faculdade de Veterinária Liane Margarida Rockenbach Tarouco - Pós-graduação em Informática da Educação Mary

Leia mais

Curso de Graduação em Medicina. Disciplina: Embriologia II. Ano: Série: 2º ano. Carga Horária: 54 horas teórico-práticas

Curso de Graduação em Medicina. Disciplina: Embriologia II. Ano: Série: 2º ano. Carga Horária: 54 horas teórico-práticas Curso de Graduação em Medicina Disciplina: II Ano: 2012 Série: 2º ano Carga Horária: 54 horas teórico-práticas Departamento: ogia Coordenador: Prof. Macéa Considerações: A disciplina de II é ministrada

Leia mais

Aspectos econômicos da aplicação de técnicas reprodutivas: MN, IA e IATF. Thaís Basso Amaral Fernando Paim Costa

Aspectos econômicos da aplicação de técnicas reprodutivas: MN, IA e IATF. Thaís Basso Amaral Fernando Paim Costa Aspectos econômicos da aplicação de técnicas reprodutivas: MN, IA e IATF Thaís Basso Amaral Fernando Paim Costa INTRODUÇÃO Questionamentos ligados à reprodução: O que é O que é mais economicamente viável,

Leia mais

Bom dia... Manejo e Aleitamento Artificial de Cabritos. Programa. Mas tem mais... Importância do aleitamento Objetivos

Bom dia... Manejo e Aleitamento Artificial de Cabritos. Programa. Mas tem mais... Importância do aleitamento Objetivos Bom dia... Manejo e Aleitamento Artificial de Cabritos * * * Prof. Dr. Silvio Doria de Almeida Ribeiro Profa. Dra. Anamaria Cândido Ribeiro 1/39 Programa Introdução Introdução Cuidados com o recém- nascido

Leia mais

PLANO DE ENSINO Unidade: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ (UFPA) / EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL / UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA (UFRA).

PLANO DE ENSINO Unidade: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ (UFPA) / EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL / UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA (UFRA). PLANO DE ENSINO Unidade: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ (UFPA) / EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL / UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA (UFRA). Curso: MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL ( ) ESPECIALIZAÇÃO ( x ) MESTRADO

Leia mais

ANEXO 1 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO SELEÇÃO 2014

ANEXO 1 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO SELEÇÃO 2014 ANEXO 1 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO SELEÇÃO 2014 Solicito inscrição para a seleção na Residência em Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária, da Universidade Federal do Pará, turma de 2014.

Leia mais

Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC PROGRAMA ENSINO PROGRAD ANO: 2013.2 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS Curso de Medicina Veterinária PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITOS

Leia mais

Introdução. Parte do trabalho de conclusão de curso da primeira autora. 2

Introdução. Parte do trabalho de conclusão de curso da primeira autora. 2 BIOTECNOLOGIAS DA REPRODUÇÃO APLICADA EM GRANJAS COMERCIAIS DE SUÍNOS Amanda Pessoa Londe Camargos 1, Isabela de Castro Oliveira 2, Diogo Souza dos Santos 3, Mariana Costa Fausto 4 Resumo: Maiores benefícios

Leia mais

PLANO DE ENSINO. ( X ) Licenciatura ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ( ) OBRIGATÓRIA

PLANO DE ENSINO. ( X ) Licenciatura ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ( ) OBRIGATÓRIA PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: ZOOLOGIA DE INVERTEBRADOS III ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Bovinocultura de Corte e Leite Código da Disciplina: AGR 361 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 7 p Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência

Leia mais

No Quadro I estão resumidos os tipos de créditos exigidos para integralização do Curso de Medicina Veterinária da FATENE.

No Quadro I estão resumidos os tipos de créditos exigidos para integralização do Curso de Medicina Veterinária da FATENE. 1 Integralização do Curso O Curso de Medicina Veterinária poderá ser cumprido em um período de no mínimo 10 e no máximo 16 semestres. A FAENE exigirá do egresso do curso, para a sua integralização, a aprovação

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina VET107 Anatomia e Fisiologia Animal

Programa Analítico de Disciplina VET107 Anatomia e Fisiologia Animal Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Veterinária - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS EPIDEMIOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO SANITÁRIA

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS EPIDEMIOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO SANITÁRIA U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS COMPONENTE CURRICULAR CÓDIGO MEV 163 NOM E EPIDEMIOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO SANITÁRIA CARGA HORÁRIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELIPONICULTURA PROGRAMA DA DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELIPONICULTURA PROGRAMA DA DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELIPONICULTURA PROGRAMA DA DISCIPLINA 01. CARACTERÍSTICAS DA DISICIPLINA 1.1 Código: AF 698 1.2 Carga horária: 04 horas/semana

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina BVE100 Botânica Geral

Programa Analítico de Disciplina BVE100 Botânica Geral Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Biologia Vegetal - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Turno: Quartas-feiras das 9:30 as 12:15 Carga Horária: 3 créditos (45 h)

PLANO DE ENSINO. Turno: Quartas-feiras das 9:30 as 12:15 Carga Horária: 3 créditos (45 h) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Campus: Uruguaiana Curso: Enfermagem Componente Curricular: Abordagens administrativas

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Colégio Técnico Plano de Ensino

Universidade Federal de Minas Gerais Colégio Técnico Plano de Ensino Disciplina: Carga horária total: Universidade Federal de Minas Gerais Plano de Ensino Biotecnologia II Ano: 2015 80 horas/aula Curso: Técnico em Análises Clínicas Regime: Semestral Série: 3 o Ano Observação:

Leia mais

Prof. Cassio C. Brauner DZ FAEM -UFPel

Prof. Cassio C. Brauner DZ FAEM -UFPel Prof. Cassio C. Brauner DZ FAEM -UFPel Ciclo estral Poliéstricas estacionais Ciclos estrais normais durante uma determinada época do ano. Ciclo estral Poliéstricas estacionais Em zonas temperadas ambos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Inspeção Sanitária de Alimentos de Origem Animal Código da Disciplina:VET227 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta da disciplina: 9 p Faculdade responsável:medicina

Leia mais

Curso de Graduação em Medicina

Curso de Graduação em Medicina Disciplina: I Curso de Graduação em Medicina Ano: 2012 Série: 1º ano Carga Horária: 138 horas teórico-práticas Departamento: ogia Coordenador: Prof. Dr. Antonio Cardoso Pinto Considerações: A disciplina

Leia mais

Manejo reprodutivo em bovinos

Manejo reprodutivo em bovinos Manejo reprodutivo em bovinos Índices Zootécnicos Bovinos de corte Atual Preconizado Natalidade 60% 75-80% Desmame 55% 76% Idade ao primeiro parto Intervalo entre partos 21 meses Bovinos de leite 48 meses

Leia mais

Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em 2008

Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em 2008 MANEJO E EVOLUÇÃO DE REBANHO DE BOVINOS DE CORTE Prof. Dr. Cássio C. Brauner Prof. Dr. Marcelo A. Pimentel Departamento de Zootecnia FAEM -UFPel Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Departamento de Zootecnia Código da Disciplina: Z 05442 Disciplina: Alimentos e Alimentação Animal PRGRAMA DA DISCIPLINA CAMPUS: Alegre

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia em Uroginecologia Código: Fisio 216 Pré-requisito: ------- Período

Leia mais

Curso Teórico e Prático DIAGNÓSTICO POR ULTRASSONOGRAFIA NA REPRODUÇÃO BOVINA E EQUINA

Curso Teórico e Prático DIAGNÓSTICO POR ULTRASSONOGRAFIA NA REPRODUÇÃO BOVINA E EQUINA Curso Teórico e Prático DIAGNÓSTICO POR ULTRASSONOGRAFIA NA REPRODUÇÃO BOVINA E EQUINA Prof. Dr. José Carlos de Andrade Moura 07 a 12 de novembro de 2016 Trata-se de uma atividade que tem por objetivo

Leia mais

Transferência gênica mediada por espermatozóides (SMGT) e Nanotransgênese

Transferência gênica mediada por espermatozóides (SMGT) e Nanotransgênese Ministério da Educação Universidade Federal de Pelotas Centro de Desenvolvimento Tecnológico Curso de Graduação em Biotecnologia Disciplina de Transgênese Animal Transferência gênica mediada por espermatozóides

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Avaliação do Ensino Aprendizagem Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Contextualização histórica

Leia mais

Campus de Botucatu. Departamento de Microbiologia e Imunologia PLANO DE ENSINO. ( x ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR: ( ) OPTATIVA

Campus de Botucatu. Departamento de Microbiologia e Imunologia PLANO DE ENSINO. ( x ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR: ( ) OPTATIVA PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( x ) Bacharelado ( ) Licenciatura DISCIPLINA: Microbiologia Básica ( x ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR: ( ) OPTATIVA

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Fisiologia Vegetal II: Desenvolvimento ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Fisiologia Vegetal II: Desenvolvimento ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: Fisiologia Vegetal II: Desenvolvimento ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR:

Leia mais

BMA Anatomia Geral e Aparelho Locomotor 2013

BMA Anatomia Geral e Aparelho Locomotor 2013 BMA 110 - Anatomia Geral e Aparelho Locomotor 2013 Docentes: Prof. Dr. Anselmo Sigari Moriscot (Coordenador) Profa. Dra. Cecília Helena de A Gouveia Ferreira (Coordenadora) Profa. Dra. Elen Haruka Miyabara

Leia mais

Curso: Fisioterapia Professor: Aércio Luís Disciplina: Fisiologia Humana I Carga Horária: 72h. Ano: Semestre:

Curso: Fisioterapia Professor: Aércio Luís Disciplina: Fisiologia Humana I Carga Horária: 72h. Ano: Semestre: Curso: Fisioterapia Professor: Aércio Luís Disciplina: Fisiologia Humana I Carga Horária: 72h. Ano: 2015.2 Semestre: PROGRAMA DE CURSO EMENTA: Funções e adaptações dos principais sistemas fisiológicos

Leia mais

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO CURSO: Engenharia de Alimentos ANO/SEMESTRE: 2012/1 DISCIPLINA: Higiene e Legislação de FASE: 6ª (6HGLA) Alimentos CARGA HORÁRIA 36 h/a TURNO: Vespertino PROFESSOR(A): Marlene Gomes Pereira CRÉDITOS: 02

Leia mais

BMA Anatomia do Aparelho Locomotor 2016

BMA Anatomia do Aparelho Locomotor 2016 BMA 129 - Anatomia do Aparelho Locomotor 2016 Docentes: Profa. Dra. Elen Haruka Miyabara (Coordenadora) Profa. Dra. Katiucia Paiva (Colaboradora) Tábata Bohlen (monitora) Objetivos do Curso Possibilitar

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3º semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3º semestre EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Produção Alimentícia Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Agroindústria FORMA/GRAU:( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

CAMPUS DE BOTUCATU PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - HORTICULTURA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

CAMPUS DE BOTUCATU PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - HORTICULTURA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA - HORTICULTURA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DISCIPLINA: Produção de Plantas Ornamentais CURSO: Mestrado ( X ) Doutorado ( X ) DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA CAMPUS: São Mateus CURSO: Agronomia DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Ciências Agrárias e Biológicas-DCAB PROFESSOR RESPONSÁVEL: Thasia Martins Macedo CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO PERIODIZAÇÃO

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO MODALIDADE: ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL : NORKA BEATRIZ BARRUETO GONZALEZ

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO MODALIDADE: ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL : NORKA BEATRIZ BARRUETO GONZALEZ PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: NUTRIÇÃO MODALIDADE: DISCIPLINA: DIETÉTICA ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: EDUCAÇÃO DOCENTE RESPONSÁVEL : NORKA BEATRIZ BARRUETO GONZALEZ Semestre Letivo:

Leia mais

Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: Reconhecido pela Portaria 516 de 15/10/2013. Currículo

Nível:Graduação Início: Fim: Legislação: Reconhecido pela Portaria 516 de 15/10/2013. Currículo 1 de 8 Nível:Graduação Título: 01 - - CCA238 - HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA - Ativa desde: 14/07/2008 CCA275 - BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR - Ativa desde: 11/01/2008 CCA283 - METODOLOGIA DA PESQUISA - Ativa

Leia mais

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Prof. Me.: Whelerson Luiz Vitro vitro@fea.br Disciplina de Bovinocultura FEA Andradina 2015 Introdução O desempenho adequado de qualquer sistema de produção

Leia mais

FICHA DO ESTUDANTE PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO IMPRIMIR EM APENAS UMA FOLHA: FRENTE E VERSO

FICHA DO ESTUDANTE PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO IMPRIMIR EM APENAS UMA FOLHA: FRENTE E VERSO - ANEXO II (FRENTE) - FICHA DO ESTUDANTE PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO IMPRIMIR EM APENAS UMA FOLHA: FRENTE E VERSO DISCENTE: Telefones: E-mails: ORIENTADOR: CONTATO PARA O PERÍODO DE ESTÁGIO: (dados

Leia mais

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Ciências Biológicas. MODALIDADE: ( X ) Bacharelado. ( X ) Licenciatura

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Ciências Biológicas. MODALIDADE: ( X ) Bacharelado. ( X ) Licenciatura PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: Sistemática Vegetal II - Fanerógamas ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR:

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina A - Funções Elementares

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina A - Funções Elementares Curso 1504 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0007200A - Funções Elementares Docente(s) Ivete Maria Baraldi Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Matemática

Leia mais

MELHORAMENTO GENÉTICO E CRUZAMENTOS DE OVINOS

MELHORAMENTO GENÉTICO E CRUZAMENTOS DE OVINOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS CURSO DE ZOOTECNIA OVINOCULTURA MELHORAMENTO GENÉTICO E CRUZAMENTOS DE OVINOS André Gustavo Leão Dourados - MS, 09 de outubro de 2013

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINAS

PROGRAMA DE DISCIPLINAS U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS PROGRAMA DE DISCIPLINAS DISCIPLINAS CÓDIGO Nut 132 NOME Técnicas Especiais de Conservação dos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA DISCIPLINA: ZOO 003U - TÓPICOS ESPECIAIS EM ZOOTECNIA - Avanços em reprodução de bovinos de corte

Leia mais

ESTAÇÃO DE MONTA: UMA FERRAMENTA PARA MAXIMIZAR A EFICIÊNCIA REPRODUTIVA E O MELHORAMENTO GENÉTICO DOS REBANHOS

ESTAÇÃO DE MONTA: UMA FERRAMENTA PARA MAXIMIZAR A EFICIÊNCIA REPRODUTIVA E O MELHORAMENTO GENÉTICO DOS REBANHOS ESTAÇÃO DE MONTA: UMA FERRAMENTA PARA MAXIMIZAR A EFICIÊNCIA REPRODUTIVA E O MELHORAMENTO GENÉTICO DOS REBANHOS ANTONIO DE LISBOA RIBEIRO FILHO Prof. Adjunto Departamento de Patologia e Clínicas EMV UFBA

Leia mais

reprodução PR. Introduçãoo agropecuária são importante alternativa de desenvolvimento necessidades da população fêmeas em uma importância produção.

reprodução PR. Introduçãoo agropecuária são importante alternativa de desenvolvimento necessidades da população fêmeas em uma importância produção. ANAIS DA I MOSTRA CIENTÍFICA DE BUIATRIA WORKSHOP EM BOVINOS, URUGUAIANA, 2015 M MANEJO REPRODUTIVO ESTRATÉGICO EM FÊMEAS BOVINAS DE CORTE Sá Filho MF 1, Pessoa GA 2, Leivas FG 3, Marques MO 4, Vieira

Leia mais

AVALIAÇÃO REPRODUTIVA EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE CAMPO MAIOR PI

AVALIAÇÃO REPRODUTIVA EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE CAMPO MAIOR PI AVALIAÇÃO REPRODUTIVA EM BOVINOS DE LEITE NO MUNICÍPIO DE CAMPO MAIOR PI 43 SOUSA, Gioto Ghiarone Terto e 1 MAGALHÃES, Nilton Andrade 2 GOMES, Leopoldina Almeida 2 CORREIA, Hélcio Santos 3 FONSECA, Wéverton

Leia mais

Total 04. Prática 02

Total 04. Prática 02 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO 1 PROGRAMA DE DISCIPLINA Bloco I -Apresentação da disciplina Disciplina Parasitologia Humana Departamento Departamento de Ciências Biológicas DECBI Carga Horária Semanal Pré-requisitos

Leia mais

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Ciências Biológicas. MODALIDADE: ( X ) Bacharelado. ( X ) Licenciatura

PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO. CURSO: Ciências Biológicas. MODALIDADE: ( X ) Bacharelado. ( X ) Licenciatura PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: ( X ) Bacharelado ( X ) Licenciatura DISCIPLINA: Sistemática Vegetal I - Criptógamas ( X ) OBRIGATÓRIA DO NÚCLEO COMUM ÁREA COMPLEMENTAR:

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Sociologia Aplicada Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 2 1 - Ementa (sumário, resumo) Teorias sociológicas e seus relacionamentos

Leia mais

Curso: CIÊNCIAS BIOMÉDICAS

Curso: CIÊNCIAS BIOMÉDICAS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS - UNESP - BOTUCATU DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA Curso: CIÊNCIAS BIOMÉDICAS Disciplina: EMBRIOLOGIA HUMANA Docentes da Disciplina: Prof. Dr. Wellerson Rodrigo Scarano (Responsável)

Leia mais

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM I

Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM I CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM I Código: ENF- 209 Pré-requisito:

Leia mais

Diário Oficial Estado de São Paulo

Diário Oficial Estado de São Paulo Diário Oficial Estado de São Paulo UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CÂMPUS DE JABOTICABAL FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS EDITAL 18/2017 - FCAV. Abertura de Inscrições. Poder Executivo Seção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE NUTRIÇÃO PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: Bacharelado em Nutrição DEPARTAMENTO: Tecnologia dos Alimentos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL VIII CONGRESSO NORTE E NORDESTE DE REPRODUÇÃO ANIMAL REPRODUÇÃO ANIMAL E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Leia mais

SELEÇÃO PROFESSOR SUBSTITUTO UAG EDITAL 05/2014

SELEÇÃO PROFESSOR SUBSTITUTO UAG EDITAL 05/2014 EDITAL 05/2014 DISCIPLINAS: Educação Física; Educação Física A 1. Atividade Física e Educação Física relacionada à Saúde. 2. Educação Física como componente curricular no Ensino Superior. 3. Esportes individuais

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA - BACHARELADO - GRA000437F PLANO CURRICULAR

MEDICINA VETERINÁRIA - BACHARELADO - GRA000437F PLANO CURRICULAR 1 SEMESTRE DISCIPLINA DESCRIÇÃO VET0201 Anatomia Veterinária I 4 60 CIB0507 Ecologia de Agroecossistemas 4 60 VET0243 Fisiologia Veterinária I 4 60 CES0200 Histologia e Embriologia 4 60 VET0200 Introdução

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO ANIMAL Código da Disciplina: VET214 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta da disciplina: 5 Faculdade responsável: Faculdade de Medicina

Leia mais

Grade Curricular do Curso Zootecnia A partir de 2008

Grade Curricular do Curso Zootecnia A partir de 2008 Grade Curricular do Curso Zootecnia A partir de 2008 1º PERÍODO Domésticos I Obrigatória 4 60 Biologia Celular Obrigatória 4 60 Informática Básica Obrigatória 2 30 Introdução à Zootecnia Obrigatória 2

Leia mais

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO CURSO: Zootecnia ANO/SEMESTRE: 2012 / 2 DISCIPLINA: Produção Zootécnica de Monogástricos; PZDM FASE: 7ª Fase CARGA HORÁRIA: 75 h TURNO: MATUTINO PROFESSOR (A): Diovani Paiano; Marcel M. Boiago CRÉDITOS:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA: FBF BIOFARMACOTÉCNICA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA: FBF BIOFARMACOTÉCNICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA: FBF0304 - BIOFARMACOTÉCNICA - 2017 DOCENTES: Prof.ª Associada SÍLVIA STORPIRTIS (sstor@usp.br) e Profª

Leia mais

COMO CALCULAR A PROPORÇÃO TOURO:VACA NA ESTAÇÃO DE MONTA DE BOVINOS DE CORTE

COMO CALCULAR A PROPORÇÃO TOURO:VACA NA ESTAÇÃO DE MONTA DE BOVINOS DE CORTE COMO CALCULAR A PROPORÇÃO TOURO:VACA NA ESTAÇÃO DE MONTA DE BOVINOS DE CORTE Rogério Taveira Barbosa 1 1 - Méd. Veterinário, Dr., Pesquisador da Embrapa Pecuária Sudeste, São Carlos, SP PANORAMA DO REBANHO

Leia mais

Componente Curricular: Fisioterapia Ortopedia e Traumatologia. Titulação: Especialista em Terapia Manual e Postural, CESUMAR/ PR PLANO DE CURSO

Componente Curricular: Fisioterapia Ortopedia e Traumatologia. Titulação: Especialista em Terapia Manual e Postural, CESUMAR/ PR PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisioterapia Ortopedia e Traumatologia Código: Fisio 213 Pré-Requisito: -------

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PARA ASSUNTOS EDUCACIONAIS PLANO DE ENSINO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PARA ASSUNTOS EDUCACIONAIS PLANO DE ENSINO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PARA ASSUNTOS EDUCACIONAIS DISCIPLINA: METODOLOGIA DA PESQUISA Código: UR2024 Semestre letivo e ano em que será ministrada: 2º/2012 I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Universidade

Leia mais

Avaliação e caracterização do perfil da genitália feminina de bovinos Nelore e mestiços do oeste goiano.

Avaliação e caracterização do perfil da genitália feminina de bovinos Nelore e mestiços do oeste goiano. Avaliação e caracterização do perfil da genitália feminina de bovinos Nelore e mestiços do oeste goiano. Beatriz Barbosa Coutinho 1 (IC)*, Joyce Caroliny dos Santos Lopes 1 (PG), Camila da Silva Castro

Leia mais

PLANO DE AULA. Plano de Estudo

PLANO DE AULA. Plano de Estudo PLANO DE AULA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA UNESP BOTUCATU FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA FMVZ DISCIPLINA (hipotética): FISIOLOGIA E BIOTECNOLOGIA DA REPRODUÇÃO ANIMAL TÍTULO DA AULA: TRATO

Leia mais

PLANO DE ENSINO. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA DISCIPLINA Possibilitar a compreensão das respostas imunológicas do organismo humano.

PLANO DE ENSINO. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA DISCIPLINA Possibilitar a compreensão das respostas imunológicas do organismo humano. PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Enfermagem Professora: Thaiz Malakoski thaizmalakoski@yahoo.com.br Período/ Fase: 2ª Semestre: 2º Ano:

Leia mais

HORÁRIO 2016/2 (CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA UFG JATAÍ) - 2º PERÍODO HORA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA 7:30-8:20h. Metabolismo Celular (T)

HORÁRIO 2016/2 (CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA UFG JATAÍ) - 2º PERÍODO HORA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA 7:30-8:20h. Metabolismo Celular (T) HORÁRIO 2016/2 (CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA UFG JATAÍ) - 2º PERÍODO Histologia Vet. II (P2) Anatomia Vet. II (T) Bioestatística (T) Metabolismo Celular (T) Anatomia Vet. II (P3) Lab. Microscopia - (22

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Produção e Tecnologia de Sementes Código da Disciplina: AGR 271 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 6 Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência

Leia mais

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO

Centro de Educação Superior do Oeste - CEO CURSO: Engenharia de Alimentos ANO/SEMESTRE: 2012/1 DISCIPLINA: Higiene, Legislação e FASE: 7ª (HLSA) Segurança Alimentar CARGA HORÁRIA 60 h/a TURNO: Vespertino PROFESSOR(A): Marlene Gomes Pereira CRÉDITOS:

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina NUR320 Nutrição Materno-Infantil

Programa Analítico de Disciplina NUR320 Nutrição Materno-Infantil 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 3 1 4 Períodos - oferecimento:

Leia mais

Grade Curricular - Medicina Veterinária

Grade Curricular - Medicina Veterinária Grade Curricular - Medicina Veterinária SEMESTRE 1 0100111 Introdução ao Estudo da Medicina Veterinária I 3 0 3 BIO0225 Genética e Evolução 4 0 4 BMC0115 Biologia Celular, Tecidual I e do Desenvolvimento

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: PRODUÇÃO DE AVES NA MEDICINA VETERINÁRIA Código da Disciplina: VET246

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: PRODUÇÃO DE AVES NA MEDICINA VETERINÁRIA Código da Disciplina: VET246 PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: PRODUÇÃO DE AVES NA MEDICINA VETERINÁRIA Código da Disciplina: VET246 Curso: MEDICINA VETERINÁRIA Semestre de oferta da disciplina: 7 período Faculdade responsável: MEDICINA

Leia mais

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro

Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Importância Reprodutiva em Gado de Leiteiro Prof. Me.: Whelerson Luiz Vitro vitro@fea.br Disciplina de Bovinocultura FEA Andradina 2015 Introdução O desempenho adequado de qualquer sistema de produção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SANIDADE E REPRUDUÇÃO DE

Leia mais

Componente Curricular: Princípios Básicos da Nutrição. Pré-requisito: Titulação: Mestre em Meio Ambiente e Sustentabilidade. PLANO DE CURSO EMENTA

Componente Curricular: Princípios Básicos da Nutrição. Pré-requisito: Titulação: Mestre em Meio Ambiente e Sustentabilidade. PLANO DE CURSO EMENTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLÓGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA A u t o r i z a d o p e l a P o r t a r i a M E C n º 4 3 3 d e 2 1. 1 0. 1 1, D O U d e 2 4. 1 0. 1 1 Componente Curricular: Princípios Básicos da

Leia mais