CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI 41/2013, DE 26/6

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI 41/2013, DE 26/6"

Transcrição

1 CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI 41/2013, DE 26/6 * Lei n.º 62/2013, de 26 de Agosto (Lei da Organização do Sistema Judiciário) * Declaração de Retificação nº 36/2013, de 12 de Agosto * Portaria nº 280/2013, de 26 de Agosto (tramitação electrónica) * Portaria nº 282/2013, de 29 de Agosto (regulamenta a acção executiva e complementa arts. do CPC, designadamente 132º)

2 DISPOSIÇÕES TRANSITÓRIAS Acções declarativas Art. 5º do diploma preambular Cfr nº 4 Acções executivas Art. 6º do diploma preambular Recursos 7º, nº 1 Procedimentos cautelares 7º, nº 2

3 ARTICULADOS Forma única do processo comum declarativo (comum e especial) 546º/548º Processo executivo passa a ter formas de processo

4 PROVA NOS ARTICULADOS Meios de prova indicados na pi e na contestação O Autor pode alterar o requerimento, na réplica, se houver lugar a esta, ou no prazo de 10 dias a contar da notificação da contestação 552º, 2 Havendo reconvenção o Réu pode alterar o seu requerimento no prazo de 10 dias a contar da notificação da réplica 572º, 1, d)

5 DEDUÇÃO DE EXCEPÇÕES Excepções individualizadas na contestação art. 572º, 1 c) Se os factos não forem especificados separadamente não se consideram admitidos por acordo por falta de impugnação

6 RESPOSTA A EXCEPÇÕES Réplica destina-se apenas a contestar a matéria de reconvenção, quando a haja 584º, nº 1 Se forem deduzidas excepções na contestação, o A. responde na audiência prévia, ou não a havendo, no início da audiência final 3º, nº 4

7 FORMA DOS ACTOS tramitação electrónica art. 132º - art. 144º (caso haja mandatário é tudo enviado via CITIUS, excepto se houver justo impedimento) Portaria 280/2013, de 26/8 Deixa de haver lugar ao desconto de 10% no DUC (só aplicável à apresentação electrónica quando voluntária)

8 SANEAMENTO Desaparece E/Q, surgem os temas da prova Art. 596º

9 MEIOS DE PROVA Documentos 423º e segs Alterações: 423º, 2 apresentados até 20 dias antes da data em que se realize a audiência (e não até encerramento da discussão) multa 423º, 3 depois desses 20 dias (contra-prazo) só aqueles cuja apresentação não tenha sido possível bem como aqueles cuja apresentação se tenha tornado necessária em virtude de ocorrência posterior (em recurso 425º)

10 MEIOS DE PROVA Prova por confissão NOVO: Prova por declarações de parte Art. 466.º Requerida até início das alegações orais em 1ª instância Apreciado livremente mas pode constituir confissão

11 MEIOS DE PROVA Prova pericial arts. 467º e segs Inspecção judicial arts. 490º e segs Verificações não judiciais qualificadas art. 494º

12 INSTÂNCIA Desaparece interrupção da instância e deserção ocorre ao fim de 6 meses art 281.º

13 PROVA TESTEMUNHAL arts. 495º e segs Teleconferência fora da comarca e já não do círculo (art. 502º, 1) Testemunhas a apresentar, a menos que a parte requeira no rol que sejam notificadas para comparecer ou para a inquirição por teleconferência 507º Limite nº de testemunhas passa a 10 (forma de processo única) novo 511º - mais 10 em caso de reconvenção nas acções de valor até metade da alçada da comarca, nº reduzido para metade -511º, nº 1

14 TESTEMUNHAS Sem limite aos factos sobre os quais a testemunha pode ser ouvida porque deixa de haver factos (há temas da prova) Art. 604º 8 - O juiz pode, nos casos em que tal se justifique, alterar a ordem de produção de prova referida no n.º 3; pode ainda o juiz, quando o considere conveniente para a descoberta da verdade, determinar a audição em simultâneo, sobre determinados factos, de testemunhas de ambas as partes.

15 RECURSOS Art. 7º diploma preambular Regime do DL 303/2007, excepto regime da dupla conforme para as decisões proferidas em processos entrados antes de 1/1/2008

16 JULGAMENTO Pois Em curso? Já marcados? A marcar? Alegações de facto e de direito art. 604.º, nº 3, e) Sempre gravado art. 155º 155º, 3 2 dias para disponibilizar Fim da sessão? Fim de todo?

17 DECISÃO DA MATÉRIA DE FACTO Quando? Na sentença (deixa de haver despacho a responder à matéria de facto) Art. 607º, nº 3

18 PROCEDIMENTOS CAUTELARES Art. 7º, nº 2 do diploma preambular Art. 369º do CPC inversão do contencioso

19 EXECUTIVO Elenco de títulos executivos saem documentos particulares, ficam apenas títulos de crédito art. 703.º Portaria 282/2013, de 29/8

Unificação das formas de processo tramitação da ação administrativa. Dinamene de Freitas Assistente da FDUL

Unificação das formas de processo tramitação da ação administrativa. Dinamene de Freitas Assistente da FDUL Unificação das formas de processo tramitação da ação administrativa Dinamene de Freitas Assistente da FDUL Tópicos da apresentação Alguns aspetos da tramitação da ação administrativa (AA) na aproximação

Leia mais

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2013

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2013 CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL DE 2013 Paulo Pimenta 5 de Setembro de 2013 Etapas por que passou a reforma do processo civil - 1ª Comissão (Dezembro 2009 / Novembro 2010) - 2ª Comissão (Setembro 2011 / Dezembro

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II PATROCÍNIO

Leia mais

Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2015/2016 Mariana França Gouveia

Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2015/2016 Mariana França Gouveia Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2015/2016 Mariana França Gouveia PROGRAMA I Introdução 1. O novo Código de Processo Civil: o processo legislativo e as alterações mais importantes a gestão

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO. Curso de Licenciatura em Direito em Língua Portuguesa. Ano lectivo de 2014/2015

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO. Curso de Licenciatura em Direito em Língua Portuguesa. Ano lectivo de 2014/2015 UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO Curso de Licenciatura em Direito em Língua Portuguesa Ano lectivo de 2014/2015 DIREITO PROCESSUAL CIVIL I (Disciplina anual do 3.º ano) Responsável pela regência:

Leia mais

Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2013/2014 1º semestre Mariana França Gouveia

Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2013/2014 1º semestre Mariana França Gouveia Direito Processual Civil Declarativo Ano lectivo 2013/2014 1º semestre Mariana França Gouveia PROGRAMA I Introdução 1. O novo Código de Processo Civil: o processo legislativo e as alterações mais importantes

Leia mais

Regime Processual Civil Experimental (RPCE) (Decreto-Lei n.º 108/2006, de 8 de Junho)

Regime Processual Civil Experimental (RPCE) (Decreto-Lei n.º 108/2006, de 8 de Junho) (RPCE) (Decreto-Lei n.º 108/2006, de 8 de Junho) 1 Sumário Os objectivos do RPCE O âmbito de aplicação material, espacial e temporal do RPCE O Dever de gestão processual A Agregação e a prática de actos

Leia mais

Práticas Processuais: Direito Civil

Práticas Processuais: Direito Civil Práticas Processuais: Direito Civil Curso de Formação Contínua Objetivo: A criação do curso procura dar resposta à necessidade de complementar a formação académica dos participantes com as noções elementares

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI N.º 41/2013, DE 26 DE JUNHO

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI N.º 41/2013, DE 26 DE JUNHO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI N.º 41/2013, DE 26 DE JUNHO Foi publicado em anexo à Lei n.º 41/2013, de 26 de junho, o novo Código de Processo Civil (doravante designado por CPC), que entrou em vigor

Leia mais

Código de Processo do Trabalho

Código de Processo do Trabalho DECRETO-LEI Nº 398/98, DE 17 DE DEZEMBRO Código de Processo do Trabalho 2013 9ª Edição Actualização nº 1 1 LEI GERAL TRIBUTÁRIA CÓDIGO DE PROCESSO DO TRABALHO Actualização nº 1 EDITOR EDIÇÕES ALMEDINA,

Leia mais

Processo Penal, 4.ª Edição Col. Legislação, Edição Académica

Processo Penal, 4.ª Edição Col. Legislação, Edição Académica COLEÇÃO LEGISLAÇÃO Atualizações Online orquê as atualizações aos livros da COLEÇÃO LEGISLAÇÃO? No panorama legislativo nacional é frequente a publicação de novos diplomas legais que, regularmente, alteram

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO PROCESSUAL CIVIL II: A ACÇÃO DECLARATIVA Parte II (3.º ANO- Noite) PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA

FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO PROCESSUAL CIVIL II: A ACÇÃO DECLARATIVA Parte II (3.º ANO- Noite) PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO PROCESSUAL CIVIL II: A ACÇÃO DECLARATIVA Parte II (3.º ANO- Noite) PROGRAMA E BIBLIOGRAFIA Ano Lectivo: 2015/2016, 2.º Semestre Equipa docente: José

Leia mais

Manual de Prática Trabalhista - 6ª Edição - Cinthia Machado de Oliveira. Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL

Manual de Prática Trabalhista - 6ª Edição - Cinthia Machado de Oliveira. Título I PETIÇÃO INICIAL Capítulo I PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL SUMÁRIO Título I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL EM DISSÍDIO INDIVIDUAL Fundamento legal... 15 Cabimento... 15 Espécies de ritos do processo do trabalho... 16 Rito sumário... 16 Rito sumaríssimo... 16

Leia mais

Lei n.º 14/2006 de 26 de Abril

Lei n.º 14/2006 de 26 de Abril Lei n.º 14/2006 de 26 de Abril Altera o Código de Processo Civil, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 44129, de 28 de Dezembro de 1961, designadamente procedendo à introdução da regra de competência territorial

Leia mais

Direção-geral da Administração da Justiça

Direção-geral da Administração da Justiça Centro de Formação de Funcionários de Justiça Direção-geral da Administração da Justiça Introdução Constitui contraordenação todo o facto ilícito e censurável que preencha um tipo legal no qual se comine

Leia mais

PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL

PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL 25ª Sessão DA REFORMA DOS RECURSOS EM PROCESSO CIVIL Carla de Sousa Advogada 1º Curso de Estágio 2011 1 Enquadramento legal DL nº 303/2007 de 24 de Agosto Rectificado pela: Declaração

Leia mais

REGIME JURÍDICO DA TUTELA ADMINISTRATIVA. Lei n.º 27/96, de 1 de agosto

REGIME JURÍDICO DA TUTELA ADMINISTRATIVA. Lei n.º 27/96, de 1 de agosto REGIME JURÍDICO DA TUTELA ADMINISTRATIVA Lei n.º 27/96, de 1 de agosto Com as alterações introduzidas pela Lei Orgânica n.º 1/2011, de 30 de novembro. A Assembleia da República decreta, nos termos dos

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Lei n.º 41/2013, de 26 de Junho Entrada em vigor a 1 de Setembro de 2013 www.rapososubtil-oa2013.pt Índice da apresentação - Qual o paradigma? - Reforma do Processo Civil?

Leia mais

RELATÓRIO PERIÓDICO. 1 - Acções Laborais I II III I II I II III A Acções Laborais

RELATÓRIO PERIÓDICO. 1 - Acções Laborais I II III I II I II III A Acções Laborais RELATÓRIO PERIÓDICO COMARCA DE: NOME DO MAGISTRADO: PERÍODO A QUE RESPEITA: DATA: CÍRCULO DE 1 - Acções Laborais Processos Conciliações Acções Arquivamento Acções Recebidos Pré-Judiciais Propostas Pedido

Leia mais

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial.

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial. Direito Processual Civil I EXERCÍCIOS - 2º BIMESTRE Professor: Francisco Henrique J. M. Bomfim 1. a) Explique como ocorre a formação da relação jurídica processual: R. Início do Processo: Por iniciativa

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Sumário Capítulo 1 A Situação Concreta... 1 1.1. Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Capítulo 2 Petições Cíveis: Procedimento Comum... 7 2.1. Petição Inicial...7

Leia mais

DL 495/ Dez-30 CIRC - Sociedades Gestoras de Participações Sociais (SGPS) - HOLDINGS

DL 495/ Dez-30 CIRC - Sociedades Gestoras de Participações Sociais (SGPS) - HOLDINGS DL 495/88 1988-Dez-30 CIRC - Sociedades Gestoras de Participações Sociais (SGPS) - HOLDINGS SOCIEDADES HOLDING Artigo 1º (sociedades gestoras de participações sociais) 1 As sociedades gestoras de participações

Leia mais

REGULAMENTO DE ARBITRAGEM ADMINISTRATIVA

REGULAMENTO DE ARBITRAGEM ADMINISTRATIVA REGULAMENTO DE ARBITRAGEM ADMINISTRATIVA Secção I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto 1. O presente Regulamento aplica-se à arbitragem em matéria administrativa que decorre no Centro de Arbitragem Administrativa

Leia mais

Regulamento das Custas Processuais. Aplicação no Tempo CFFJ Direção-geral da Administração da Justiça

Regulamento das Custas Processuais. Aplicação no Tempo CFFJ Direção-geral da Administração da Justiça Regulamento das Custas Processuais Aplicação no Tempo CFFJ - 2012 Direção-geral da Administração da Justiça Índice Objeto... 3 Alteração ao Regulamento das Custas Processuais... 3 Alteração às tabelas

Leia mais

Conflitos entre o Processo do

Conflitos entre o Processo do Conflitos entre o Processo do Trabalho e o Novo CPC Jordão Medeiros Jurídico Ambev AmBev Conflito x Impactos CLT Art. 769 - Nos casos omissos, o direito processual comum será fonte subsidiária do direito

Leia mais

Sistema Fiscal Moçambicano GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE PAGAMENTO DE DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS A PRESTAÇÕES COMPENSAÇÃO DAS DÍVIDAS

Sistema Fiscal Moçambicano GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE PAGAMENTO DE DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS A PRESTAÇÕES COMPENSAÇÃO DAS DÍVIDAS Sistema Fiscal Moçambicano GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE PAGAMENTO DE DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS A PRESTAÇÕES COMPENSAÇÃO DAS DÍVIDAS TRIBUTÁRIAS GARANTIAS GERAIS E MEIOS DE DEFESA DO CONTRIBUINTE

Leia mais

ENTRAR. Direção-Geral da Administração da Justiça

ENTRAR. Direção-Geral da Administração da Justiça ENTRAR Direção-Geral da Administração da Justiça Índice Noções gerais O Direito Processual Civil é ramo de direito público, embora regulador de conflitos de interesse particular, porque tem uma função

Leia mais

IVA ARTIGO 78º REGULARIZAÇÕES. Para estes créditos aplicam-se sempre os nºs 7 a 12, 16 e 17 do CIVA).

IVA ARTIGO 78º REGULARIZAÇÕES. Para estes créditos aplicam-se sempre os nºs 7 a 12, 16 e 17 do CIVA). IVA 14-03-2015 ARTIGO 78º REGULARIZAÇÕES 1 -REGIME TRANSITÓRIO (créditos vencidos até 31/12/2012) Para estes créditos aplicam-se sempre os nºs 7 a 12, 16 e 17 do CIVA). a) Se a data relevante para a dedução,

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE INFORMAÇÃO DE CONSUMO E ARBITRAGEM DO PORTO

REGULAMENTO DO CENTRO DE INFORMAÇÃO DE CONSUMO E ARBITRAGEM DO PORTO REGULAMENTO DO CENTRO DE INFORMAÇÃO DE CONSUMO E ARBITRAGEM DO PORTO REGULAMENTO DO CENTRO DE INFORMAÇÃO DE CONSUMO E ARBITRAGEM DO PORTO No quadro da Lei nº 31/86, de 29 de Agosto, e do Decreto-Lei nº

Leia mais

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Prof. Eduardo

CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Prof. Eduardo CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Prof. Eduardo A que se presta o Código de Processo Civil? FACULDADE ASSIS GURGACZ CÓDIGO CIVIL DE 2002 Parte Geral Livro I Das pessoas Livro II Dos bens Livro III Dos fatos jurídicos

Leia mais

DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS

DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS I - ENTIDADES DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA II - ENQUADRAMENTO LEGAL III - NOVAS REGRAS/NOVOS PROCEDIMENTOS IV - TRAMITAÇÃO ELECTRÓNICA V - FACTOS E NÚMEROS 1 I. ENTIDADES DO

Leia mais

O Ministério Público na área cível: Taxa de justiça casos de especial complexidade

O Ministério Público na área cível: Taxa de justiça casos de especial complexidade JOÃO ALVES O Ministério Público na área cível: Taxa de justiça casos de especial complexidade VERBO jurídico VERBO jurídico O Ministério Público na área cível: taxa de justiça casos de especial complexidade

Leia mais

PRÁTICA JURÍDICA INTERDISCIPLINAR PROGRAMA

PRÁTICA JURÍDICA INTERDISCIPLINAR PROGRAMA PRÁTICA JURÍDICA INTERDISCIPLINAR PROGRAMA 1 INFORMAÇÕES GERAIS Coordenador: Professor Doutor José João Abrantes Regentes: Mestre David Carvalho Martins / Mestre Carlos Soares Ano letivo: 2015/2016 Curso

Leia mais

FAQ s de Contra-ordenações

FAQ s de Contra-ordenações FAQ s de Contra-ordenações O que é uma contra-ordenação? Constitui contra-ordenação todo o facto ilícito, típico, culposo, punível com coima. Para se estar perante uma contra-ordenação é necessário que

Leia mais

Oposição ao procedimento extrajudicial pré-executivo: competência material

Oposição ao procedimento extrajudicial pré-executivo: competência material Oposição ao procedimento extrajudicial pré-executivo: competência material A questão que se pretende analisar consiste em saber como se determina o órgão jurisdicional com competência em razão da matéria

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Fase Ordinatória. Professor Rafael Menezes

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Fase Ordinatória. Professor Rafael Menezes DIREITO PROCESSUAL CIVIL Fase Ordinatória Professor Rafael Menezes Fase Ordinatória Providências Preliminares Julgamento Confome o Estado do Processo Audiência Preliminar / Saneamento do Feito Providências

Leia mais

Coimbra - Juízos Cíveis de Coimbra ,00 (Sete Mil Trezentos e Oitenta e Um Euros) Un. Orgânica: 2º Juízo Cível

Coimbra - Juízos Cíveis de Coimbra ,00 (Sete Mil Trezentos e Oitenta e Um Euros) Un. Orgânica: 2º Juízo Cível REFª: 4149729 REQUERIMENTO EXECUTIVO TRIBUNAL COMPETENTE, TÍTULO EXECUTIVO E FACTOS Finalidade: Tribunal Competente: Forma: Especie: Valor da Execução: Nº Processo: Objecto da Execução: Título Executivo:

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA 1 Respostas do Réu - Contestação INTRODUÇÃO - Princípio da bilateralidade: AÇÃO E REAÇÃO - juiz só pode decidir nos autos após ter ouvido as duas partes, a

Leia mais

CENTRO DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO DE LISBOA

CENTRO DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO DE LISBOA REGULAMENTO DO TRIBUNAL ARBITRAL DO CENTRO DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO DE LISBOA No quadro da Lei nº 31/86, de 29 de Agosto * e do Decreto-Lei nº425/86, de 27 de Dezembro, a Câmara Municipal

Leia mais

Sentença nº 7/2010-3ª S/SS Processo nº: 5-A JRF/2003 3ª Secção em 1ª Instância 14/07/2010

Sentença nº 7/2010-3ª S/SS Processo nº: 5-A JRF/2003 3ª Secção em 1ª Instância 14/07/2010 Sentença nº 7/2010-3ª S/SS Processo nº: 5-A JRF/2003 3ª Secção em 1ª Instância 14/07/2010 HABILITAÇÃO DE HERDEIROS / PROCESSO PRINCIPAL PENDENTE / INSTÂNCIA SUSPENSA Sumário: 1. Nos termos do disposto

Leia mais

DECISÃO. A situação em apreço desenvolve-se nos seguintes contornos de facto:

DECISÃO. A situação em apreço desenvolve-se nos seguintes contornos de facto: PARECER Nº 8/PP/2011-P CONCLUSÕES: 1. O simples acto de indicação de um advogado como testemunha em determinado processo judicial, tendo o mesmo recusado a depor sob a invocação do segredo profissional,

Leia mais

Aprova o regime processual aplicável às contra-ordenações laborais e de segurança social

Aprova o regime processual aplicável às contra-ordenações laborais e de segurança social DECRETO N.º 375/X Aprova o regime processual aplicável às contra-ordenações laborais e de segurança social A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o

Leia mais

CÓDIGO de PROCESSO CIVIL e Legislação Complementar ANOTADO

CÓDIGO de PROCESSO CIVIL e Legislação Complementar ANOTADO Novo Ana Rebelo Sousa Márcia Passos Miguel Sá Miranda (Advogados) CÓDIGO de PROCESSO CIVIL e Legislação Complementar ANOTADO Lei n.º 41/2013, de 26 de junho INCLUI: > TABELA DE CORRESPONDÊNCIA Regulamento

Leia mais

Problemática da aplicabilidade das novas regras de custas aos processos tutelares de menores e de sua constitucionalidade em geral

Problemática da aplicabilidade das novas regras de custas aos processos tutelares de menores e de sua constitucionalidade em geral compilações doutrinais ESTUDO JURÍDICO Problemática da aplicabilidade das novas regras de custas aos processos tutelares de menores e de sua constitucionalidade em geral André Mouzinho ADVOGADO VERBOJURIDICO

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

REGULAMENTO DO REGISTO DAS SOCIEDADE CIVIS DE SOLICITADORES

REGULAMENTO DO REGISTO DAS SOCIEDADE CIVIS DE SOLICITADORES REGULAMENTO DO REGISTO DAS SOCIEDADE CIVIS DE SOLICITADORES O Estatuto da Câmara dos Solicitadores, aprovado pelo Decreto-Lei 88/2003, de 26 de Abril, no seu artigo 102º, prevê que os solicitadores podem

Leia mais

ALTERAÇÕES PROCESSUAIS

ALTERAÇÕES PROCESSUAIS ALTERAÇÕES PROCESSUAIS ALTERAÇÕES PROCESSUAIS AO CÓDIGO DO PROCESSO CIVIL À LEI Nº 6/2006 DE 27.02 PROCEDIMENTO ESPECIAL DE DESPEJO: ADITAMENTOS À LEI Nº 6/2006 DE 27.02 DL nº 1/2013, 7.01; Portaria nº

Leia mais

ACTA DE REUNIÃO DE TRABALHO

ACTA DE REUNIÃO DE TRABALHO NOME Teresa Maria de Melo Madail Fátima Varela Agentes de Execução INTERVENIENTES FUNÇÃO Juiz de Direito titular do Juízo de Execução de Águeda Escrivã do Juízo de Execução de Águeda Agentes de Execução

Leia mais

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo

https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo Novo CPC Contestação Modelo https://youtu.be/tjdwx0oqbrg Novo CPC Contestação Modelo EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DA COMARCA.. / UF Pular 3 linhas Processo nº Pular 10 linhas (NOME

Leia mais

CAPA DO REQUERIMENTO

CAPA DO REQUERIMENTO CAPA DO REQUERIMENTO CAPA I TIPO DE REQUERIMENTO 1 Requerimento inicial 2 Requerimento de retificação DADOS EM CASO DE CONVOLAÇÃO 3 Valor total da dívida _ _ _. _ _ _. _ _ _, _ _ E u r o s 4 Tribunal competente

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças Sumário Capítulo 1 Prazos 1.1. Forma de contagem: somente em dias úteis 1.2. Prática do ato processual antes da publicação 1.3. Uniformização dos prazos para recursos 1.4. Prazos para os pronunciamentos

Leia mais

PRÁCTICA PROCESSUAL CIVIL

PRÁCTICA PROCESSUAL CIVIL PRÁCTICA PROCESSUAL CIVIL 3ª Sessão Carla de Sousa Advogada 1º Curso de Estágio 2011 1 Síntese da Sessão II Patrocínio Judiciário Mandato judicial Poderes conferidos Representação sem mandato Insuficiência

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º de Setembro de

Diário da República, 1.ª série N.º de Setembro de Diário da República, 1.ª série N.º 178 14 de Setembro de 2009 6255 c) Quando a acompanhante seja mãe e esteja a amamentar a criança internada; d) Quando a pessoa internada esteja isolada por razões de

Leia mais

OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. Tribunal Constitucional, seminário 2013

OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL. Tribunal Constitucional, seminário 2013 OS RECURSOS DE INCONSTITUCIONALIDADE PARA O TRIBUNAL CONSTITUCIONAL S Plano de apresentação S I. INTRODUÇÃO S II. RECURSO ORDINÁRIO DE INCONSTITUCIONALIDADE S III. RECURSO EXTRAORDINÁRIO S IV. REGIME COMPARADO

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO PRÁTICAS PROCESSUAIS ADMINISTRATIVAS PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Coimbra, 25.10.2010 José Pereira de Sousa - Advogado 1 O artigo 1.º, n.º 1 do C.P.A. define o procedimento administrativo como a sucessão

Leia mais

NOTAS BReVeS SOBRe O CóDIGO De PROCeSSO CIVIl De 2013

NOTAS BReVeS SOBRe O CóDIGO De PROCeSSO CIVIl De 2013 A c t u a l i d a d e NOTAS BReVeS SOBRe O CóDIGO De PROCeSSO CIVIl De 2013 Pelo Prof. Doutor. luís Manuel Teles de Menezes leitão SumáRiO: 1. Generalidades. 2. As disposições transitórias. 3. As formas

Leia mais

Conferência do Dr. Rui Assis Museu Municipal da Póvoa de Varzim 16/02/2012. Elaborado por Ana Carla Teixeira

Conferência do Dr. Rui Assis Museu Municipal da Póvoa de Varzim 16/02/2012. Elaborado por Ana Carla Teixeira Conferência do Dr. Rui Assis Museu Municipal da Póvoa de Varzim 16/02/2012 Elaborado por Ana Carla Teixeira 1 Nesta conferência, o Dr. Rui Assis, abordou com uma enorme clareza os seguintes temas: I- A

Leia mais

Negócio jurídico processual e a privatização do processo civil

Negócio jurídico processual e a privatização do processo civil Negócio jurídico processual e a privatização do processo civil Fernando da Fonseca Gajardoni Professor Doutor Faculdade de Direito da USP Ribeirão Preto (FDRP-USP). Juiz de Direito/TJSP Modelos de flexibilização

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO A ação de alimentos é proposta, quando o autor precisa de pensão alimentícia com o objetivo de prover suas necessidades

Leia mais

Processo n.º 527/2007 Data do acórdão: S U M Á R I O

Processo n.º 527/2007 Data do acórdão: S U M Á R I O Processo n.º 527/2007 Data do acórdão: 2008-01-31 Assuntos: - art.º 1200.º do Código de Processo Civil - divórcio - conservatória do registo civil - revisão formal S U M Á R I O Caso no exame dos autos

Leia mais

DA RESPOSTA DO RÉU. ESPÉCIES Contestação (Art. 300 a 303 do CPC); Reconvenção (Art. 315 a 318 do CPC); Exceção (Art. 304 a 314 do CPC).

DA RESPOSTA DO RÉU. ESPÉCIES Contestação (Art. 300 a 303 do CPC); Reconvenção (Art. 315 a 318 do CPC); Exceção (Art. 304 a 314 do CPC). DA RESPOSTA DO RÉU DISPOSIÇÕES GERAIS Uma vez efetuada a citação válida, a relação jurídica processual está completa, surgindo o ônus do réu de oferecer a defesa contra fatos e direitos sustentados pelo

Leia mais

ORGANIZAÇÃO, FUNCIONAMENTO E PROCESSO DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL Lei n.o 28/82, (*) de 15 de Novembro (Excertos)

ORGANIZAÇÃO, FUNCIONAMENTO E PROCESSO DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL Lei n.o 28/82, (*) de 15 de Novembro (Excertos) ORGANIZAÇÃO, FUNCIONAMENTO E PROCESSO DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL Lei n.o 28/82, (*) de 15 de Novembro (Excertos) A Assembleia da República decreta, nos termos do artigo 244.o da Lei Constitucional n.o

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL CIVIL EXECUTIVO E RECURSOS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL CIVIL EXECUTIVO E RECURSOS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL CIVIL EXECUTIVO E RECURSOS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

D A N I E L L E T O S T E 3 A N W W W. D A N I T O S T E. C O M

D A N I E L L E T O S T E 3 A N W W W. D A N I T O S T E. C O M 1. Quando se considera inepta a petição inicial? A petição é considerada inepta quando: A) Lhe faltar pedido ou causa de pedir; B) Da narração dos fatos não decorrer logicamente a conclusão; C) O pedido

Leia mais

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura.

Preparo efetuado. 1. Data e assinatura. 1. RECEBIMENTO DE PETIÇÃO INICIAL (Rito ordinário) Autos n. Comarca de Preparo efetuado. 1 282). Recebo a petição inicial, por ser a mesma apta (CPC, art. Cite-se o requerido para que, caso queira, apresente

Leia mais

Recuperação de IVA em créditos considerados de cobrança duvidosa (CCD) e em créditos incobráveis

Recuperação de IVA em créditos considerados de cobrança duvidosa (CCD) e em créditos incobráveis Circular nº 34/2015 15 de Setembro de 2015 Assunto: Recuperação de IVA em créditos considerados de cobrança duvidosa (CCD) e em créditos incobráveis Caros Associados, Os sujeitos passivos de IVA (singulares

Leia mais

Código de Processo nos Tribunais Administrativos

Código de Processo nos Tribunais Administrativos CÓDIGOS ELECTRÓNICOS DATAJURIS DATAJURIS é uma marca registada no INPI sob o nº 350529 Código de Processo nos Tribunais Administrativos Texto Simples Todos os direitos reservados à DATAJURIS, Direito e

Leia mais

Proc. R.C. 3/2008 SJC CT. Parecer

Proc. R.C. 3/2008 SJC CT. Parecer Proc. R.C. 3/2008 SJC CT Parecer Recurso hierárquico. Aquisição da nacionalidade portuguesa por efeito de adopção por decisão transitada em julgado antes da entrada em vigor da Lei n.º 37/81, de 3 de Outubro.

Leia mais

Regulamento Eleitoral do Presidente e Vice-Presidentes

Regulamento Eleitoral do Presidente e Vice-Presidentes Regulamento Eleitoral do Presidente e Vice-Presidentes Artº 1º Âmbito de aplicação O presente regulamento eleitoral estabelece as normas relativas à eleição do presidente e vice-presidentes de acordo com

Leia mais

PARECER. I - Medidas de descongestionamento dos tribunais:

PARECER. I - Medidas de descongestionamento dos tribunais: PARECER REGIME JURÍDICO DO PROCESSO DE INVENTÁRIO E ALTERAÇÃO DOS CÓDIGOS CIVIL, PROCESSO CIVIL, REGISTO PREDIAL E REGISTO CIVIL, E REGIME JURÍDICO NACIONAL DE PESSOAS COLECTIVAS. O Governo solicitou a

Leia mais

CURSO O NOVO CPC ESA/MT

CURSO O NOVO CPC ESA/MT CURSO O NOVO CPC ESA/MT INOVAÇÕES DIREITO PROBATÓRIO (ARTS. 369 A 484, CPC) E AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO Prof. Welder Queiroz do Santos TEORIA GERAL DAS PROVAS CONCEITO DE PROVAS É todo elemento

Leia mais

PROVA ESCRITA NACIONAL DO EXAME FINAL DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO (RNE)

PROVA ESCRITA NACIONAL DO EXAME FINAL DE AVALIAÇÃO E AGREGAÇÃO (RNE) ORDEM DOS ADVOGADOS CNEF / CNA Comissão Nacional de Estágio e Formação / Comissão Nacional de Avaliação PROVA ESCRTA NACONAL DO EXAME FNAL DE AVALAÇÃO E AGREGAÇÃO (RNE) GRELHAS DE CORRECÇÃO ÁREAS OPCONAS

Leia mais

Curriculum Vitae HABILITAÇÕES LITERÁRIAS E PROFISSIONAIS DADOS PESSOAIS

Curriculum Vitae HABILITAÇÕES LITERÁRIAS E PROFISSIONAIS DADOS PESSOAIS Curriculum Vitae DADOS PESSOAIS Nome: Paula Maria Sousa da Costa Coelho e Silva Estado Civil: Casada Escritório: Rua Cândido dos Reis, nº.64 R/c Dtº. - 2780-211 Oeiras Contactos: Tel./Fax: 216 031 929

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Vistos, relatados e discutidos estes autos de ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SAO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA d REGISTRADO(A) SOB H Vistos, relatados e discutidos estes autos de APELAÇÃO CÍVEL n 24 6.418-4/7-00, da Comarca de ITAPETININGA, em

Leia mais

Tribunal de Contas. Acórdão 4/2008 (vd. Acórdão 2/06 3ª S de 30 de Janeiro) Sumário

Tribunal de Contas. Acórdão 4/2008 (vd. Acórdão 2/06 3ª S de 30 de Janeiro) Sumário Acórdão 4/2008 (vd. Acórdão 2/06 3ª S de 30 de Janeiro) Sumário 1. São duas as questões suscitadas pelo Demandado: - uma que respeita a competência do relator para a decisão tomada e a eventual nulidade

Leia mais

Parecer da Câmara dos Solicitadores sobre o Projeto de Portaria que. regulamenta o Regime Jurídico do Processo de Inventário

Parecer da Câmara dos Solicitadores sobre o Projeto de Portaria que. regulamenta o Regime Jurídico do Processo de Inventário Parecer da Câmara dos Solicitadores sobre o Projeto de Portaria que regulamenta o Regime Jurídico do Processo de Inventário O Ministério da Justiça remeteu à Câmara dos Solicitadores, para parecer, um

Leia mais

REGIME GERAL DAS TAXAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS. CAPÍTULO I Princípios gerais

REGIME GERAL DAS TAXAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS. CAPÍTULO I Princípios gerais REGIME GERAL DAS TAXAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS CAPÍTULO I Princípios gerais Artigo 1.º Âmbito 1 A presente lei regula as relações jurídico-tributárias geradoras da obrigação de pagamento de taxas às autarquias

Leia mais

SECÇÃO III - Prestação de trabalho a favor da comunidade e admoestação

SECÇÃO III - Prestação de trabalho a favor da comunidade e admoestação Código Penal Ficha Técnica Código Penal LIVRO I - Parte geral TÍTULO I - Da lei criminal CAPÍTULO ÚNICO - Princípios gerais TÍTULO II - Do facto CAPÍTULO I - Pressupostos da punição CAPÍTULO II - Formas

Leia mais

PROVIMENTO N.º 2/2013. (Juízo de Execução

PROVIMENTO N.º 2/2013. (Juízo de Execução PROVIMENTO N.º 2/2013 (Juízo de Execução de Ovar) Considerando a entrada em vigor no pretérito dia 1 de setembro do novo Código de Processo Civil, aprovado em anexo à Lei n.º 41/2013, de 26 de junho, que

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO A C Ó R D Ã O

AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO - A inversão do ônus da prova é regra de julgamento ou para julgamento, quando na sentença, momento próprio, onde, de frente ao contexto

Leia mais

PROCEDIMENTO CONCURSAL Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de Janeiro (com a redacção dada pela Portaria n.º 145-A/2011, de 6 de Abril)

PROCEDIMENTO CONCURSAL Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de Janeiro (com a redacção dada pela Portaria n.º 145-A/2011, de 6 de Abril) Publicitação do procedimento PRAZOS (a) Publicitação do procedimento Candidatura Notificações dos candidatos Exclusões dos candidatos Resultados e ordenação final (a) Prazos contados nos termos do artigo

Leia mais

índice INTRODUÇÃO Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição Nota à 4" edição Nota à 3" edição Nota à 2" edição e sumário)...

índice INTRODUÇÃO Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição Nota à 4 edição Nota à 3 edição Nota à 2 edição e sumário)... índice Abreviaturas... 9 Nota à 5ª edição...... 25 Nota à 4" edição... 27 Nota à 3" edição......... 31 Nota à 2" edição... 33 INTRODUÇÃO 1. O chamado "processo de conhecimento"... 35 2. Do "processo de

Leia mais

Regulamento para o Recrutamento do Diretor do Agrupamento de Escolas Ovar Sul

Regulamento para o Recrutamento do Diretor do Agrupamento de Escolas Ovar Sul AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OVAR SUL DGEstE Direção de Serviços Região Centro Sede: Escola Secundária Júlio Dinis Regulamento para o Recrutamento do Diretor do Agrupamento de Escolas Ovar Sul Artigo 1.º

Leia mais

Artigo 1.º Objeto Artigo 2.º Alteração ao Código Civil

Artigo 1.º Objeto Artigo 2.º Alteração ao Código Civil Projeto de Lei n.º 149 /XIII Regulação das responsabilidades parentais por mútuo acordo junto das Conservatórias do Registo Civil em caso de dissolução de uniões de facto e casos similares EXPOSIÇÃO DE

Leia mais

2012:Ano em Revista Ano em Revista. Contencioso e Arbitragem

2012:Ano em Revista Ano em Revista. Contencioso e Arbitragem 2012:Ano em Revista 2012 Ano em Revista Contencioso e Arbitragem 0 Grupo de Contencioso e Arbitragem A Macedo Vitorino & Associados foi constituída em 1996, concentrando a sua actividade na assessoria

Leia mais

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU. Lei n.º /2004. (Projecto de lei) Regime Probatório Especial Para a Prevenção e Investigação da.

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU. Lei n.º /2004. (Projecto de lei) Regime Probatório Especial Para a Prevenção e Investigação da. REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU Lei n.º /2004 (Projecto de lei) Regime Probatório Especial Para a Prevenção e Investigação da Criminalidade A Assembleia Legislativa decreta, nos termos da alínea

Leia mais

Processo nº 45740/2006 Acórdão de:

Processo nº 45740/2006 Acórdão de: Processo nº 45740/2006 Acórdão de: 05-03-2015 Acordam no Supremo Tribunal de Justiça: No 1º Juízo de Execução de Lisboa, AA deduziu os presentes embargos de terceiro por apenso a execução que BB moveu

Leia mais

Questão 1 (FCC TJ-PE - Técnico Judiciário - Área Judiciária - e Administrativa)

Questão 1 (FCC TJ-PE - Técnico Judiciário - Área Judiciária - e Administrativa) CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 10 RECURSOS. Professora: Janaína Noleto Curso Agora Eu Passo () Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo módulo. No módulo

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: PROCESSO DE CONHECIMENTO (CÓD. ENEX 60123) ETAPA: 4ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL I Programa, Cronograma, Bibliografia, Bases de dados e Avaliação. 2012/2013 1º Semestre (Noite)

DIREITO PROCESSUAL CIVIL I Programa, Cronograma, Bibliografia, Bases de dados e Avaliação. 2012/2013 1º Semestre (Noite) DIREITO PROCESSUAL CIVIL I Programa, Cronograma, Bibliografia, Bases de dados e Avaliação 2012/2013 1º Semestre (Noite) Regência: Rui Pinto ruigoncalvespinto@gmail.com V 2.0 1 1. PROGRAMA...3 2. CRONOGRAMA

Leia mais

Carla Jobling (Advogada) Luís Figueira (Jurista) JurIndex3

Carla Jobling (Advogada) Luís Figueira (Jurista) JurIndex3 Carla Jobling (Advogada) Luís Figueira (Jurista) JurIndex3 Termos de utilização: 1. Versão livre para utilização sem finalidade lucrativa. 2. Não é autorizada a utilização para fins comerciais ou noutras

Leia mais

Aula 12 Meios de prova no Processo do Trabalho.

Aula 12 Meios de prova no Processo do Trabalho. Aula 12 Meios de prova no Processo do Trabalho. Documental: é a forma de uma coisa poder ser conhecida por alguém, de modo a reproduzir certa manifestação de pensamento. O documento vai representar um

Leia mais

REGULAMENTO DAS CUSTAS PROCESSUAIS. Dec-Lei nº 34/2008, de 26 de Fevereiro Alt. Pelo Dec-Lei nº 181/2008, de 28 Agosto

REGULAMENTO DAS CUSTAS PROCESSUAIS. Dec-Lei nº 34/2008, de 26 de Fevereiro Alt. Pelo Dec-Lei nº 181/2008, de 28 Agosto 1 REGULAMENTO DAS CUSTAS PROCESSUAIS Alcanena, 12 de Março de 2010 Dec-Lei nº 34/2008, de 26 de Fevereiro Alt. Pelo Dec-Lei nº 181/2008, de 28 Agosto Edgar Valles 2 Regulamento das custas processuais Entrada

Leia mais

Processo n.º 178/2008 Data do acórdão: S U M Á R I O

Processo n.º 178/2008 Data do acórdão: S U M Á R I O Processo n.º 178/2008 Data do acórdão: 2008-05-08 Assuntos: - art.º 1200.º do Código de Processo Civil - divórcio - revisão formal S U M Á R I O Caso no exame dos autos não tenha detectado nenhuma desconformidade

Leia mais

Código de Processo do Trabalho

Código de Processo do Trabalho Código de Processo do Trabalho (Aprovado pelo Decreto-Lei nº 480/99, de 9.11 e alterado e republicado pelo Decretolei n.º 295/2009, de 13.10) ÍNDICE Disposições fundamentais Artigo 1.º Âmbito e integração

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo III. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo III. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo III Aula 01 1 INTRODUÇÃO O 3º módulo correspondente ao Direito Processual do Trabalho que trata de alguns mecanismos processuais dentro da Justiça do Trabalho. Estudaremos ainda,

Leia mais

REGULAMENTO DE ARBITRAGEM

REGULAMENTO DE ARBITRAGEM REGULAMENTO DE ARBITRAGEM CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica-se às arbitragens em matéria administrativa que decorram sob a égide do Centro de Arbitragem

Leia mais

PARTE C MINISTÉRIO DAS FINANÇAS (2) Diário da República, 2.ª série N.º 50 9 de março de Gabinete do Ministro

PARTE C MINISTÉRIO DAS FINANÇAS (2) Diário da República, 2.ª série N.º 50 9 de março de Gabinete do Ministro 9052-(2) Diário da República, 2.ª série N.º 50 9 de março de 2012 PARTE C MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Gabinete do Ministro Despacho n.º 3568-A/2012 Em execução do disposto no Decreto -Lei n.º 42/91, de 22

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO PROCESSUAL PENAL

Leia mais