TJ-SP. Escrevente Técnico Judiciário. Prof. Guilherme Rittel

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TJ-SP. Escrevente Técnico Judiciário. Prof. Guilherme Rittel"

Transcrição

1 TJ-SP Escrevente Técnico Judiciário Prof. Guilherme Rittel

2 EDITAL DIREITO PROCESSUAL PENAL: Código de Processo Penal - com as alterações vigentes até a publicação do Edital - artigos 251 a 258; 261 a 267; 274; 351 a 372; 394 a 497; 531 a 538; 541 a 548; 574 a 667 e Lei nº de (artigos 60 a 83; 88 e 89).

3 COMPREENDENDO MELHOR O EDITAL DIREITO PROCESSUAL PENAL: Código de Processo Penal - com as alterações vigentes até a publicação do Edital a) artigos 251 a 258 (suj. processuais juiz e MP); b) 261 a 267 (suj. processuais acusado e defensor); c) 274 (suj. processuais funcionários da Justiça); d) 351 a 372 (atos de comunicação do processo citação, intimação e notificação);

4 COMPREENDENDO MELHOR O EDITAL e) 394 a 497 (procedimentos comum ordinário e Júri); f) 531 a 538 (procedimentos comum sumário); g) 541 a 548 (procedimento da restauração de autos extraviados ou destruídos); h) 574 a 667 (teoria geral dos recursos e recursos em espécie); i) Lei nº de (artigos 60 a 83; 88 e 89) Lei dos Juizados Especiais Criminais.

5 São sujeitos processuais: a) JUIZ; b) MINISTÉRIO PÚBLICO; c) ACUSADO E DEFENSOR; d) ASSISTENTES; e) AUXILIARES DA JUSTIÇA (Funcionários, peritos e intérpretes). Arts. 251 a 281.

6 DO JUIZ SUJEITOS PROCESSUAIS Função: a) Prover à regularidade do processo; b) Manter a ordem no curso dos respectivos atos Sempre que necessário, para cumprir com as finalidades acima, o juiz pode requisitar a força pública.

7 O juiz não pode exercer a jurisdição nos casos em que ele é impedido. Estes casos estão no art. 252 e 253 do CPP. Não haveria garantia da imparcialidade. Art O juiz não poderá exercer jurisdição no processo em que: I - tiver funcionado seu cônjuge ou parente, consangüíneo ou afim, em linha reta ou colateral até o terceiro grau, inclusive, como defensor ou advogado, órgão do Ministério Público, autoridade policial, auxiliar da justiça ou perito; [...]

8 II - ele próprio houver desempenhado qualquer dessas funções ou servido como testemunha; III - tiver funcionado como juiz de outra instância, pronunciando-se, de fato ou de direito, sobre a questão; IV - ele próprio ou seu cônjuge ou parente, consangüíneo ou afim em linha reta ou colateral até o terceiro grau, inclusive, for parte ou diretamente interessado no feito.

9 Art Nos juízos coletivos, não poderão servir no mesmo processo os juízes que forem entre si parentes, consangüíneos ou afins, em linha reta ou colateral até o terceiro grau, inclusive. Os casos de impedimento são mais graves e os atos praticados por um juiz impedido são considerados inexistentes.

10 Obs. 1: Na hipótese do juiz ter funcionado no processo como juiz de outra instância, pronunciando-se, de fato ou de direito, sobre a questão, é necessário que ele tenha proferido alguma decisão no processo. Caso só tenha movimentado o processo, não estaria impedido. Obs. 2: Juiz que decide em primeiro grau não pode decidir em segundo grau, bem como no caso de recurso administrativo, onde o juiz fica impedido de atuar em eventual recurso.

11 O CPP também trabalha com hipóteses de suspeição, que estão previstas no art A justificativa é a mesma dos impedimentos: falta de garantia da imparcialidade. Art O juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer, poderá ser recusado por qualquer das partes: I - se for amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer deles; [...]

12 II - se ele, seu cônjuge, ascendente ou descendente, estiver respondendo a processo por fato análogo, sobre cujo caráter criminoso haja controvérsia; III - se ele, seu cônjuge, ou parente, consangüíneo, ou afim, até o terceiro grau, inclusive, sustentar demanda ou responder a processo que tenha de ser julgado por qualquer das partes; IV - se tiver aconselhado qualquer das partes; V - se for credor ou devedor, tutor ou curador, de qualquer das partes; Vl - se for sócio, acionista ou administrador de sociedade interessada no processo.

13 Amizade íntima ou inimizade capital entre juiz e advogado é causa de suspeição? Parte da doutrina entendem que não, pois a amizade ou inimizade vedada pelo CPP seria entre o juiz e o acusado e não entre o juiz e advogado.

14 Os casos de suspeição implicam na nulidade (absoluta) dos atos praticados pelo juiz. IMPORTANTE: Art. 255 diz que tanto o impedimento ou suspeição relacionado a parentesco por afinidade cessará pela dissolução do casamento que Ihe tiver dado causa, salvo sobrevindo descendentes; mas, ainda que dissolvido o casamento sem descendentes, não funcionará como juiz o sogro, o padrasto, o cunhado, o genro ou enteado de quem for parte no processo.

15 Se a própria parte cria o motivo para que ocorra uma causa de suspeição, a suspeição deve ser reconhecida ou declarada? Não!! Art A suspeição não poderá ser declarada nem reconhecida, quando a parte injuriar o juiz ou de propósito der motivo para criá-la.

16 Além da suspeição e do impedimento, alguns autores mencionam a incompatibilidade, que seriam causas não previstas no CPP, mas sim em Regimentos Internos dos Tribunais.

17 DO MINISTÉRIO PÚBLICO Função: I - promover, privativamente, a ação penal pública, na forma estabelecida neste Código; II - fiscalizar a execução da lei.

18 As causas de suspeição e impedimento também se aplicam ao MP. Art Os órgãos do Ministério Público não funcionarão nos processos em que o juiz ou qualquer das partes for seu cônjuge, ou parente, consangüíneo ou afim, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, inclusive, e a eles se estendem, no que Ihes for aplicável, as prescrições relativas à suspeição e aos impedimentos dos juízes.

19 Súmula 234, STJ A participação de membro do Ministério Público na fase investigatória criminal não acarreta o seu impedimento ou suspeição para o oferecimento da denúncia. Art. 107 do CPP Não se poderá opor suspeição às autoridades policiais nos atos do inquérito, mas deverão elas declarar-se suspeitas, quando ocorrer motivo legal.

20 DO ACUSADO E SEU DEFENSOR Quando não for possível identificar o acusado? Art A impossibilidade de identificação do acusado com o seu verdadeiro nome ou outros qualificativos não retardará a ação penal, quando certa a identidade física. A qualquer tempo, no curso do processo, do julgamento ou da execução da sentença, se for descoberta a sua qualificação, far-se-á a retificação, por termo, nos autos, sem prejuízo da validade dos atos precedentes.

21 Caso o acusado não compareça em interrogatório, reconhecimento ou outro ato? A princípio, cabe a condução. No entanto, há discussão se esta regra foi recepcionada pela CF/88 e pela reforma do CPP.

22 Art Se o acusado não atender à intimação para o interrogatório, reconhecimento ou qualquer outro ato que, sem ele, não possa ser realizado, a autoridade poderá mandar conduzi-lo à sua presença. Parágrafo único. O mandado conterá, além da ordem de condução, os requisitos mencionados no art. 352, no que Ihe for aplicável.

23 É possível que algum acusado fique sem defensor? NUNCA! Art Nenhum acusado, ainda que ausente ou foragido, será processado ou julgado sem defensor. Parágrafo único. A defesa técnica, quando realizada por defensor público ou dativo, será sempre exercida através de manifestação fundamentada.

24 E o acusado menor? 18 a 21 anos! Necessidade de nomeação de curador! Art Ao acusado menor dar-se-á curador.

25 Acusado sem condições de constituir advogado? Nomeação pelo juiz. Art Se o acusado não o tiver, ser-lhe-á nomeado defensor pelo juiz, ressalvado o seu direito de, a todo tempo, nomear outro de sua confiança, ou a si mesmo defender-se, caso tenha habilitação. Parágrafo único. O acusado, que não for pobre, será obrigado a pagar os honorários do defensor dativo, arbitrados pelo juiz.

26 Caso o defensor abandone o processo sem justo motivo e sem comunicar o juiz, estará sujeito a multa. Se o defensor, por justo motivo, não puder comparecer em audiência, esta poderá ser adiada.

27 Havendo impedimento: Art. 265, 2o Incumbe ao defensor provar o impedimento até a abertura da audiência. Não o fazendo, o juiz não determinará o adiamento de ato algum do processo, devendo nomear defensor substituto, ainda que provisoriamente ou só para o efeito do ato. Não é necessário procuração ao defensor nomeado, nem quando este é indicado pelo acusado no momento do interrogatório. Os parentes do juiz não serão defensores!

28 DOS FUNCIONÁRIOS DA JUSTIÇA Art As prescrições sobre suspeição dos juízes estendem-se aos serventuários e funcionários da justiça, no que Ihes for aplicável.

29 ATOS DE COMUNICAÇÃO ATOS DE COMUNICAÇÃO PESSOAL Os atos de comunicação pessoal realizam-se por meio da CITAÇÃO, INTIMAÇÃO ou NOTIFICAÇÃO. O Código de Processo Penal não é uniforme na indicação dessas modalidades. Os atos de comunicação pessoal visam dar efetividade ao Contraditório (informação x reação)

30 CITAÇÃO ATOS DE COMUNICAÇÃO Citação é o ato pelo qual o réu toma ciência dos termos da acusação, sendo chamado a respondê-la, por escrito, no prazo de 10 dias. - A citação no processo penal é pessoal. - Eventuais vícios na citação, serão causa de Nulidade Absoluta - A citação pode ser realizada em qualquer dia e qualquer horário

31 ATOS DE COMUNICAÇÃO FORMAS: Real ou Ficta CITAÇÃO REAL - É a citação pessoal, feita na pessoa do acusado. - Pode ser por MANDADO (acusado que reside na jurisdição do Juiz) ou por CARTA PRECATÓRIA OU ROGATÓRIA. - É cumprida pelo OFICIAL DE JUSTIÇA (mandado e precatória). Art Se o réu estiver preso, será pessoalmente citado.

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Sujeitos Processuais Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal SUJEITOS PROCESSUAIS TÍTULO VIII Do Juiz, Do Ministério Público, Do Acusado

Leia mais

DISCIPLINA: Processo Penal Curso Escrevente do TJ 2017 PROFESSORA: Joana D Arc Alves Trindade Testes de Fixação - Aulas 17 e

DISCIPLINA: Processo Penal Curso Escrevente do TJ 2017 PROFESSORA: Joana D Arc Alves Trindade Testes de Fixação - Aulas 17 e Questões de fixação 01. Nos termos do art. 257 do CPP cabe, ao Ministério Público, I. promover, privativamente, a ação penal pública, na forma estabelecida no CPP; II. buscar a condenação dos indiciados

Leia mais

03/05/2017 DEUSDEDY SOLANO DIREITO PROCESSUAL PENAL CÓDIGO DE PROCESSO PENAL

03/05/2017 DEUSDEDY SOLANO DIREITO PROCESSUAL PENAL CÓDIGO DE PROCESSO PENAL DEUSDEDY SOLANO DIREITO PROCESSUAL PENAL CÓDIGO DE PROCESSO PENAL 1 LIVRO I TÍTULO VII CAPÍTULO I e II DO JUIZ, DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ACUSADO E DEFENSOR, DOS ASSISTENTES E AUXILIARES DA JUSTIÇA Arts.

Leia mais

TJ - SP Exercício Processo Penal Exercício I Emerson Castelo Branco Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

TJ - SP Exercício Processo Penal Exercício I Emerson Castelo Branco Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. TJ - SP Exercício Processo Penal Exercício I Emerson Castelo Branco 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 1-Normatiza o art. 274 do Código de Processo Penal: as

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sujeitos Processuais. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sujeitos Processuais. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Sujeitos Processuais Gustavo Badaró aula de 11.10.2016 1. Noções Gerais 2. Juiz PLANO DA AULA Peritos, interpretes e auxiliares da justiça 3. Ministério

Leia mais

Aula 1. Sumário. Do impedimento do juiz 2. Da suspeição do juiz 4. Do escrivão 8. Do oficial de justiça 9. Questões 11

Aula 1. Sumário. Do impedimento do juiz 2. Da suspeição do juiz 4. Do escrivão 8. Do oficial de justiça 9. Questões 11 Aula 1 Sumário Conteúdo Página Do impedimento do juiz 2 Da suspeição do juiz 4 Arguição de impedimento e suspeição 7 Do escrivão 8 Do oficial de justiça 9 Questões 11 Dos Impedimentos do Juiz São situações

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal 00 Direito Processual Penal TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO Cargo: Escrevente PROF. JARDIEL OLIVEIRA 1 APRESENTAÇÃO CURRÍCULO DO PROFESSOR Graduado em Direito pela Universidade Potiguar UnP; Advogado

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA 1 Respostas do Réu - Contestação INTRODUÇÃO - Princípio da bilateralidade: AÇÃO E REAÇÃO - juiz só pode decidir nos autos após ter ouvido as duas partes, a

Leia mais

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Índice Geral Código de Processo Penal Decreto-lei 3.689, de 3 de outubro de 1941... 13 Súmulas Criminais do STF e do STJ Comentadas... 1645 Índice Alfabético-Remissivo... 1905 Bibliografia... 1923 Índice

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Citação e Intimação Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal CITAÇÃO E INTIMAÇÃO TÍTULO X Das Citações e Intimações CAPÍTULO I DAS CITAÇÕES

Leia mais

Art. 564, I - Por incompetência, suspeição ou suborno do juiz; O inciso também fala em SUBORNO como causa de nulidade.

Art. 564, I - Por incompetência, suspeição ou suborno do juiz; O inciso também fala em SUBORNO como causa de nulidade. 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Artigo 564, cpp 1. Art. 564, cpp: Art. 564, I - Por incompetência, suspeição ou suborno do juiz; Esse inciso só menciona a SUSPEIÇÃO, que tem

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Citação e intimações. Gustavo Badaró aula de 08 e

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Citação e intimações. Gustavo Badaró aula de 08 e Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Citação e intimações Gustavo Badaró aula de 08 e 15.03.2017 PLANO DA AULA 1. Questões terminológicas 2. Classificação das citações 3. Citação por mandado

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Procedimento comum: ordinário e sumário. Gustavo Badaró aulas 22 e 29 de março de 2017

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Procedimento comum: ordinário e sumário. Gustavo Badaró aulas 22 e 29 de março de 2017 Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Procedimento comum: ordinário e sumário Gustavo Badaró aulas 22 e 29 de março de 2017 PLANO DA AULA 1. Comparação dos procedimentos ordinários 2. Procedimento

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Nulidades Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal NULIDADES CÓDIGO DE PROCESSO PENAL TÍTULO I Das Nulidades Art. 563. Nenhum ato será

Leia mais

Pós Penal e Processo Penal. Legale

Pós Penal e Processo Penal. Legale Pós Penal e Processo Penal Legale NULIDADES Existem vários graus de vícios processuais: Irregularidade Nulidade Relativa Nulidade Absoluta Inexistência irregularidade: vício que não traz prejuízo nulidade

Leia mais

LÚCIO SANTORO DE CONSTANTINO Advogado criminalista. Professor de Direito

LÚCIO SANTORO DE CONSTANTINO Advogado criminalista. Professor de Direito STJ00065953 LÚCIO SANTORO DE CONSTANTINO Advogado criminalista. Professor de Direito NULIDADES NO PROCESSO PENAL Editora Verbo Jurídico Porto Alegre, 2006 CATALOGAÇÃO NA FONTE Constantino, Lucio Santoro

Leia mais

Citação do réu Preso. Art Se o réu estiver preso, será pessoalmente citado.

Citação do réu Preso. Art Se o réu estiver preso, será pessoalmente citado. Citação Art. 351. A citação inicial far-se-á por mandado, quando o réu estiver no território sujeito à jurisdição do juiz que a houver ordenado. Art. 352. O mandado de citação indicará: I - o nome do juiz;

Leia mais

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Militar. Tábua de Abreviaturas

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Militar. Tábua de Abreviaturas Índice Geral Índice Sistemático do Código de Processo Penal Militar Tábua de Abreviaturas Código de Processo Penal Militar Decreto-lei 1.002, de 21 de outubro de 1969 Referências Bibliográficas Índice

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA DENÚNCIA FORMULADA CONTRA MÉDICO INTEGRANTE DE CONSELHO REGIONAL. IMPEDIMENTO E SUSPEIÇÃO. DESAFORAMENTO. EXPEDIENTE CFM Nº 002714, DE 10/06/96 REQUERENTE: CRM REQUERIDO :

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV

DIREITO PROCESSUAL PENAL IV AULA DIA 18/05 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com DIREITO PROCESSUAL PENAL IV 2.3 PROCEDIMENTO DA LEI DE DROGAS (Lei 11.343/06) - Procedimento Previsto nos artigos 54 a 59 da

Leia mais

4. AÇÃO CIVIL EX DELICTO 4.1 Questões

4. AÇÃO CIVIL EX DELICTO 4.1 Questões SUMÁRIO 1. APLICAÇÃO DO DIREITO PROCESSUAL PENAL 1.1 A lei processual no espaço 1.2 A lei processual no tempo (irretroatividade) 1.3 A lei processual em relação às pessoas 1.3.1 Imunidades 1.3.2 Imunidade

Leia mais

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda CITAÇÃO, INTIMAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Arts. 351 ao 372) CITAÇÃO Conceito Finalidade da Citação art. 396 do CPP FORMAS DE CITAÇÃO 1) Citação real realizada por

Leia mais

TJRJ SUMÁRIO. Língua Portuguesa. Gêneros textuais: descrição, narração, dissertação expositiva e argumentativa...3

TJRJ SUMÁRIO. Língua Portuguesa. Gêneros textuais: descrição, narração, dissertação expositiva e argumentativa...3 Língua Portuguesa Gêneros textuais: descrição, narração, dissertação expositiva e argumentativa...3 Tipos textuais: informativo, publicitário, didático, instrucional e preditivo...3 Marcas de textualidade:

Leia mais

CITAÇÃO Trata-se de ato processual cujo objetivo é chamar o acusado ao processo, para conhecer do mesmo e poder exercer sua defesa.

CITAÇÃO Trata-se de ato processual cujo objetivo é chamar o acusado ao processo, para conhecer do mesmo e poder exercer sua defesa. CITAÇÃO Trata-se de ato processual cujo objetivo é chamar o acusado ao processo, para conhecer do mesmo e poder exercer sua defesa. Art. 363. O processo terá completada a sua formação quando realizada

Leia mais

Aula 10. Qual o vício quando o Ministério Público oferece denúncia em face de agente que possui apenas 17 anos?

Aula 10. Qual o vício quando o Ministério Público oferece denúncia em face de agente que possui apenas 17 anos? Turma e Ano: Regular 2015 / Master B Matéria / Aula: Direito Processual Penal / Aula 10 Professor: Elisa Pittaro Monitora: Kelly Soraia Aula 10 NULIDADES EM ESPÉCIE Art. 564. A nulidade ocorrerá nos seguintes

Leia mais

Direito Processual. Ministério Público no Processo Penal. Professor Joerberth Nunes.

Direito Processual. Ministério Público no Processo Penal. Professor Joerberth Nunes. Direito Processual Ministério Público no Processo Penal Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual MINISTÉRIO PÚBLICO NO PROCESSO PENAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL CAPÍTULO IV

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 4.840, DE 2016 (Do Sr. Alberto Fraga)

PROJETO DE LEI N.º 4.840, DE 2016 (Do Sr. Alberto Fraga) *C0059067A* C0059067A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 4.840, DE 2016 (Do Sr. Alberto Fraga) Estabelece normas de atuação dos advogados das instituições de ensino superior que mantenham atendimento

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PROCESSUAL PENAL Leonardo Barreto Moreira Alves 8 DIREITO PROCESSUAL PENAL Parte Especial Procedimentos, nulidades e recursos 6 a edição revista e atualizada coleção SINOPSES para concursos coordenação LEONARDO DE MEDEIROS

Leia mais

FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: DEFENSORIA PÚBLICA E

FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: DEFENSORIA PÚBLICA E FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: MINISTÉRIO PÚBLICO, DEFENSORIA PÚBLICA E ADVOCACIA Profª Me. Érica Rios erica.carvalho@ucsal.br MINISTÉRIO PÚBLICO Definição: instituição permanente e essencial à função jurisdicional

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Título I Disposições preliminares (Arts. 1º a 3º)... 3 Título II Do inquérito policial

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

CONCEITO DE AUTORIDADE

CONCEITO DE AUTORIDADE - LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL - - Lei nº 4.898/65 - Abuso de Autoridade - Professor: Marcos Girão - CONCEITO DE AUTORIDADE 1 CONCEITO DE AUTORIDADE LEI Nº 4.898/65 Pode ser considerado autoridade o servidor

Leia mais

XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA

XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA Princípios Devido Processo Legal Juiz Natural PRINCÍPIOS IMPORTANTES Ampla Defesa Presunção de Inocência Aplicação da lei processual Art. 2º,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.413.946 - SC (2013/0358426-8) RELATOR : MINISTRO MOURA RIBEIRO EMENTA RECURSO ESPECIAL. PENAL. HOMICÍDIO. ATUAÇÃO DE MEMBRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO. CÔNJUGES. IMPEDIMENTO. NÃO OCORRÊNCIA.

Leia mais

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ

Escola de Ciências Jurídicas-ECJ Posição legal Momento processual Necessidade, finalidade, objeto e limites Natureza jurídica Liquidação na pendência de recurso Liquidação concomitante com execução Modalidades Liquidação de sentença Sumário

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL I. Princípios que Regem o Processo Penal... 002 II. Lei Processual Penal e Sistemas do Processo Penal... 007 III. Inquérito Policial... 009 IV. Processo e Procedimento... 015 V.

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1. Da Aplicação da Lei Processual Penal, 17

SUMÁRIO. Capítulo 1. Da Aplicação da Lei Processual Penal, 17 SUMÁRIO Capítulo 1. Da Aplicação da Lei Processual Penal, 17 1.1. Aplicação da lei processual penal no espaço, 17 1.2. Lei processual penal no tempo, 20 1.3. Imunidades (aplicação da lei processual quanto

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Procedimento Comum e Ordinário Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal PROCEDIMENTO COMUM E ORDINÁRIO LIVRO II Dos Processos em Espécie

Leia mais

COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO AGRADECIMENTOS NOTA À 5ª EDIÇÃO APRESENTAÇÃO PREFÁCIO...

COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO AGRADECIMENTOS NOTA À 5ª EDIÇÃO APRESENTAÇÃO PREFÁCIO... Sumário Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS... 19 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 21 AGRADECIMENTOS... 23 NOTA À 5ª EDIÇÃO... 25 APRESENTAÇÃO... 27 PREFÁCIO... 29 Capítulo I SUJEITOS NO PROCESSO PENAL...

Leia mais

Continuação - aula princípios

Continuação - aula princípios Continuação - aula princípios Isso não significa, entretanto, que as partes podem ser tratadas diferentemente. Justamente com o objetivo de compensar eventuais desigualdades, suprindo o desnível da parte

Leia mais

REINALDO ROSSANO LÉO MATOS INFORMÁTICA EXERCÍCIOS QUADRIX LINUX DIREITO PROCESSUAL PENAL

REINALDO ROSSANO LÉO MATOS INFORMÁTICA EXERCÍCIOS QUADRIX LINUX DIREITO PROCESSUAL PENAL REINALDO ROSSANO LÉO MATOS INFORMÁTICA EXERCÍCIOS QUADRIX LINUX DIREITO PROCESSUAL PENAL CARGOS: OFICIAL DE JUSTIÇA E ANALISTA JUDICIÁRIO FUNÇÃO JUDICIÁRIA PROVA OBJETIVA: 9.1.3. A Prova Objetiva será

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA DE ACORDO COM O EDITAL N 1, DE 24 DE NOVEMBRO DE 201, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO, TRE-SP CONHECIMENTOS BÁSICOS

Leia mais

1ª Corrente: A nulidade é uma sanção de ineficácia Posição adotada pela Ada Pellegrine

1ª Corrente: A nulidade é uma sanção de ineficácia Posição adotada pela Ada Pellegrine 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Conceito de Nulidade PONTO 2: Sistemas de Declaração das Nulidades PONTO 3: Espécies de Vícios PONTO 4: Artigos 563 e 564 do CPP 1. Conceito de Nulidade 1ª Corrente:

Leia mais

SUJEITOS NO PROCESSO PENAL...

SUJEITOS NO PROCESSO PENAL... Sumário CapítuloI SUJEITOS NO PROCESSO PENAL... 29 1. NOÇÕES GERAIS... 29 2. JUIZ... 30 2.1. Breves noções... 30 2.2. O papel do juiz moderno... 30 2.3. O princípio da identidade física do juiz (art. 399,

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Índice Artigos 251 a 258-261 a 267 e 274 Pg. Do Juiz / Do Ministério Público / Dos Funcionários da Justiça... 02 Artigos 351 a 372 Das Citações... 05 Das Intimações... 16 Artigos

Leia mais

A nossa missão é aprovar você! EXERCÍCIOS - ATOS DE OFICIO - Prof. Zanone Manuel Junior

A nossa missão é aprovar você! EXERCÍCIOS - ATOS DE OFICIO - Prof. Zanone Manuel Junior EXERCÍCIOS - ATOS DE OFICIO - Prof. Zanone Manuel Junior 01. São requisitos essenciais da sentença: a) O relatório; o dispositivo legal em que o juiz resolverá a lide; a parte condenatória; b) O relatório;

Leia mais

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO TERMO CIRCUNSTANCIADO TERMO CIRCUNSTANCIADO -Substitui o inquérito policial, é utilizado para crimes de menor potencial ofensivo (pena máxima

Leia mais

NORMAS DE ATUAÇÃO PARA A PERÍCIA E A AUDITORIA MÉDICA

NORMAS DE ATUAÇÃO PARA A PERÍCIA E A AUDITORIA MÉDICA R E S O L U Ç Ã O C R E M A L N 206195, de 15 de dezembro de 1995 Aprova as normas de atuação para a perícia e a auditoria médica. 0 Conselho Regional de Medicina do Estado de Alagoas, no uso de suas atribuições

Leia mais

MPU Processo Penal Citação - Notificação - Intimação Armando Júnior

MPU Processo Penal Citação - Notificação - Intimação Armando Júnior MPU Processo Penal Citação - Notificação - Intimação Armando Júnior 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. CITAÇÃO #1) CONCEITO à Art. 213 do CPC: Citação é o ato

Leia mais

AÇÃO PENAL. Noções preliminares e conceito. Características:

AÇÃO PENAL. Noções preliminares e conceito. Características: AÇÃO PENAL Noções preliminares e conceito Características: 1 Condições para o exercício da ação penal 1.1 Condições genéricas a) Possibilidade jurídica do pedido Art. 395. A denúncia ou queixa será rejeitada

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 5 Inquérito policial (arts. 4º a 23 do cpp) 5.1 Conceito

SUMÁRIO. Capítulo 5 Inquérito policial (arts. 4º a 23 do cpp) 5.1 Conceito SUMÁRIO Introdução Capítulo 1 PRINCÍPIOS INFORMADORES DO PROCESSO PENAL 1.1 Devido processo legal (due process of law) ou justo processo 1.2 Publicidade dos atos processuais 1.3 Presunção de inocência,

Leia mais

Juizados Especiais Criminais

Juizados Especiais Criminais Direito Processual Penal Juizados Especiais Criminais Constituição Federal Art. 98. A União, no Distrito Federal e nos Territórios, e os Estados criarão: I - juizados especiais, providos por juízes togados,

Leia mais

PREFEITURA DE ITAJAÍ Coordenadoria da Moralidade Administrativa

PREFEITURA DE ITAJAÍ Coordenadoria da Moralidade Administrativa INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 14/CMA/2009 (Com alteração no Anexo I) A presente Instrução Normativa disciplina o disposto na Constituição Federal e na Súmula Vinculante Nº 13, do Supremo Tribunal Federal, no

Leia mais

O juiz. O Ministério Público. Assistente de acusação. Acusado. Direitos e garantias. Defensor. Peritos e interpretes

O juiz. O Ministério Público. Assistente de acusação. Acusado. Direitos e garantias. Defensor. Peritos e interpretes O juiz. O Ministério Público. Assistente de acusação. Acusado. Direitos e garantias. Defensor. Peritos e interpretes O OBJETIVO DESSE AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM SERÁ REALIZAR A APRESENTAÇÃO DOS PRINCIPAIS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 792/2015

RESOLUÇÃO Nº 792/2015 Publicação: 24/04/15 DJE: 23/04/15 RESOLUÇÃO Nº 792/2015 Dispõe sobre a função de juiz leigo, de que trata a Lei federal nº 9.099, de 26 de setembro de 1995, no âmbito dos Juizados Especiais do Estado

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Processo Penal Capítulo 3 Ação Penal... 5

Sumário. Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Processo Penal Capítulo 3 Ação Penal... 5 Sumário Capítulo 1 Introdução... 1 Capítulo 2 Processo Penal... 3 Capítulo 3 Ação Penal... 5 3.1. Considerações Gerais...5 3.1.1. Ação penal pública incondicionada...5 3.1.2. Ação penal pública condicionada

Leia mais

ATOS PROCESSUAIS. 2 - Forma dos atos processuais - CPC, art. 188/211

ATOS PROCESSUAIS. 2 - Forma dos atos processuais - CPC, art. 188/211 Curso Escrevente SP Atos processuais Código de Processo Civil - dos Atos Processuais (Livro IV): da Forma, do Tempo e do Lugar dos Atos Processuais (Título I), da Comunicação dos Atos Processuais (Título

Leia mais

Leonardo de Medeiros Garcia. Coordenador da Coleção. Leonardo Barreto Moreira Alves

Leonardo de Medeiros Garcia. Coordenador da Coleção. Leonardo Barreto Moreira Alves Leonardo de Medeiros Garcia Coordenador da Coleção Leonardo Barreto Moreira Alves Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de Minas Gerais. Bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia

Leia mais

19/08/2012 PROCESSO PENAL II

19/08/2012 PROCESSO PENAL II II 5ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 1 RASCUNHÃO DO PROFESSOR RUBENS!!! 2 Alterações pós 2008: Defesa preliminar complexa e completa, garantindo o contraditório e ampla defesa e não apenas um

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

Capítulo 1 Introdução...1. Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5

Capítulo 1 Introdução...1. Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5 S u m á r i o Capítulo 1 Introdução...1 Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5 2.1. Início do IP... 17 2.2. Indiciamento... 24 2.3. Identificação Criminal a Nova Lei nº 12.037/2009... 27 2.4. Demais Providências...

Leia mais

Atos de Ofício Processo Penal. Professor Luiz Lima CONCURSO TJMG - BANCA CONSULPLAN

Atos de Ofício Processo Penal. Professor Luiz Lima CONCURSO TJMG - BANCA CONSULPLAN Atos de Ofício Processo Penal Professor Luiz Lima CONCURSO TJMG - BANCA CONSULPLAN Cargo Especialidade Escolaridade Vencimentos Oficial de apoio judicial Oficial Judiciário (Classe D) --- Conclusão de

Leia mais

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO 1)Cabe recurso de apelação das decisões em que a) julgarem procedentes as exceções, salvo a de suspeição b) decretar a prescrição ou julgar, por outro modo, extinta

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Correlação entre acusação e sentença. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Correlação entre acusação e sentença. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Correlação entre acusação e sentença Gustavo Badaró aula de 11.08.2015 1. Noções Gerais PLANO DA AULA 2. Distinção entre fato penal e fato processual penal

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Dos Impedimentos e da Suspeição Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Civil DOS IMPEDIMENTOS E DA SUSPEIÇÃO Comentário geral A Imparcialidade

Leia mais

NO PROCESSO PENAL. Nota: A juntada de documentos pode ocorrer em qualquer fase do processo (CPP, art. 231).

NO PROCESSO PENAL. Nota: A juntada de documentos pode ocorrer em qualquer fase do processo (CPP, art. 231). NO PROCESSO PENAL No processo penal todos os prazos correrão em cartório e serão contínuos e peremptórios, não se interrompendo por férias, domingo ou feriado (CPP, art. 798). Não se computará, no prazo,

Leia mais

Sumário CAPÍTULO I CAPÍTULO II

Sumário CAPÍTULO I CAPÍTULO II Sumário CAPÍTULO I Introdução ao processo penal... 17 1. Conceito e função do processo penal... 17 2. Ação. Processo. Procedimento... 18 3. Princípios do processo penal... 19 3.1. Devido processo legal...

Leia mais

Concurso Público 2016

Concurso Público 2016 Concurso Público 2016 Conteúdo Sujeitos da Relação Processual. Ação Penal: conceito, condições, pressupostos processuais. Ação Penal Pública: titularidade, condições de procedibilidade. Ação Penal Privada:

Leia mais

Foi instituída no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Lei. 9079/95, que incluiu os arts A, 1102-B e 1102-C no CPC/73.

Foi instituída no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Lei. 9079/95, que incluiu os arts A, 1102-B e 1102-C no CPC/73. AÇÃO MONITÓRIA Observações iniciais Foi instituída no ordenamento jurídico brasileiro a partir da Lei. 9079/95, que incluiu os arts. 1102-A, 1102-B e 1102-C no CPC/73. No NCPC tal matéria é tratada nos

Leia mais

a) só poderia ordenar o arquivamento se houvesse requerimento do Ministério Público nesse sentido.

a) só poderia ordenar o arquivamento se houvesse requerimento do Ministério Público nesse sentido. O concurso para o Tribunal Regional Federal da 1 região (TRF1) deverá acontecer ainda este ano. Embora não haja previsão para divulgação do edital, a preparação deve ser iniciada o quanto antes. Para auxiliar

Leia mais

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM 1ª QUESTÃO José Augusto foi preso em flagrante delito pela suposta prática do crime de receptação (Art. 180 do Código Penal pena: 01 a 04 anos de reclusão

Leia mais

TJ - SP Direito Administrativo Estatuto dos Funcionários Públicos GIULIANO MENEZES

TJ - SP Direito Administrativo Estatuto dos Funcionários Públicos GIULIANO MENEZES TJ - SP Direito Administrativo Estatuto dos Funcionários Públicos GIULIANO MENEZES 1. Extingue-se a punibilidade pela prescrição da falta sujeita à pena a) de repreensão, suspensão ou multa, em 2 (dois)

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam:

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam: PLANO DE ENSINO CURSO: Direito PERÍODO: 5º semestre DISCIPLINA: Ação Penal CARGA HORÁRIA SEMANAL: 1,5 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas I EMENTA Persecutio criminis. Inquérito policial. Ação

Leia mais

CURSO DE DIREITO PROCESSUAL PENAL. Volume IV

CURSO DE DIREITO PROCESSUAL PENAL. Volume IV LEONIR BATISTI Professor de Direito Processual Penal na Escola da Magistratura-Londrina e Universidade Estadual de Londrina; Promotor de Justiça da Comarca de Londrina; Especializado em Metodologia do

Leia mais

RESOLUÇÃO TJ/ OE/ RJ nº 35/2013

RESOLUÇÃO TJ/ OE/ RJ nº 35/2013 RESOLUÇÃO TJ/ OE/ RJ nº 35/2013 Disciplina, no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro, o quantitativo de Juízes Leigos, suas atribuições e remuneração. O ÓRGÃO ESPECIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Leia mais

a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias;

a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias; DENÚNCIA Requisitos - art. 41 do CPP a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias; O autor deve indicar na peça inicial, todas as circunstâncias que cercaram o fato...o processo penal do tipo acusatório

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07...

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07... DIREITO CIVIL ÍNDICE CAPÍTULO 01... 9 Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro - LINDB... 9 Introdução...9 Disposições da LINDB...9 CAPÍTULO 02... 12 Das Pessoas... 12 Introdução...12 Pessoas

Leia mais

Processo Penal Artigos do CPP: 251 a 258; 261 a 267; 274; 351 a 372; 394 a 497 Emerson Castelo Branco

Processo Penal Artigos do CPP: 251 a 258; 261 a 267; 274; 351 a 372; 394 a 497 Emerson Castelo Branco Processo Penal Artigos do CPP: 251 a 258; 261 a 267; 274; 351 a 372; 394 a 497 Emerson Castelo Branco 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Art. 251. Ao juiz incumbirá

Leia mais

- Gramática e Interpretação de texto da Língua Portuguesa -

- Gramática e Interpretação de texto da Língua Portuguesa - 1 Ortografia oficial 2 Acentuação gráfica 3 Flexão nominal e verbal Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação 4 5 Advérbios 6 Conjunções coordenativas e subordinativas 7 Emprego de tempos e modos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE PROCESSO PENAL

EXERCÍCIOS DE PROCESSO PENAL EXERCÍCIOS DE PROCESSO PENAL 04) UFPR PC-PR Del (2001) Julgue os itens seguintes, relativos ao inquérito policial. I Tem natureza inquisitiva, sendo-lhe inaplicáveis os princípios constitucionais do contraditório

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Inquérito Policial Professor Joeberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal INQUÉRITO POLICIAL TÍTULO II Do Inquérito Policial Art. 4º A polícia judiciária

Leia mais

1 Teoria Geral do Processo Civil Sala 207 UNIP Professor: Paulo Henrique de Oliveira. Teoria Geral do Processo Civil - 26 de outubro

1 Teoria Geral do Processo Civil Sala 207 UNIP Professor: Paulo Henrique de Oliveira. Teoria Geral do Processo Civil - 26 de outubro 1 Teoria Geral do Processo Civil Sala 207 UNIP Professor: Paulo Henrique de Oliveira Teoria Geral do Processo Civil - 26 de outubro 2 Teoria Geral do Processo Civil Sala 207 UNIP Professor: Paulo Henrique

Leia mais

Habilitação e Nomeação de Perito 18/04/16

Habilitação e Nomeação de Perito 18/04/16 Habilitação e Nomeação de Perito 18/04/16 PERITO De acordo com o 1º do artigo 156 do novo CPC, "os peritos serão nomeados entre os profissionais legalmente habilitados e os órgãos técnicos ou científicos

Leia mais

Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Prof. Aloizio Medeiros

Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Prof. Aloizio Medeiros Aula Demonstrativa DIREITO PROCESSUAL CIVIL Prof. Aloizio Medeiros CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ATOS DE OFÍCIO TJ MG DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1. Processos: conceito, espécies, =pos de procedimento; distribuição,

Leia mais

STF CNJ STJ TST STM TSE TRT TRE TJM JEF JEC

STF CNJ STJ TST STM TSE TRT TRE TJM JEF JEC STF CNJ TSE TST STJ STM TRE TRT TU TRF TJ TJM TR TR JE JT JF JÚRI JD JÚRI CJM CJM JEF JEC STF CNJ TSE TST STJ STM TRE TRT TRF TJ TJM TU JE JT TR JF JÚRI JD JÚRI TR CJM CJM Justiça Especializa JEF Justiça

Leia mais

Da Formação, da Suspensão e da Extinção do Processo

Da Formação, da Suspensão e da Extinção do Processo Direito Processual Civil Da Formação, da Suspensão e da Extinção do Processo Da Formação do Processo Art. 312 Considera-se proposta a ação quando a petição inicial for protocolada, todavia, a propositura

Leia mais

Conteúdo: Reparação dos danos no Processo Penal. Procedimentos. Reparação de Danos no Processo Penal:

Conteúdo: Reparação dos danos no Processo Penal. Procedimentos. Reparação de Danos no Processo Penal: Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 13 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Reparação dos danos no Processo Penal. Procedimentos. Reparação de Danos no Processo Penal: Por conta

Leia mais

Sumário CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO, COMPETÊNCIA CAPÍTULO 2 MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO... 59

Sumário CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO, COMPETÊNCIA CAPÍTULO 2 MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO... 59 CAPÍTULO 1 ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO, COMPETÊNCIA... 21 1.1. Organização da Justiça do Trabalho... 21 1.1.1. Introdução... 21 1.1.2. Tribunal Superior do Trabalho... 21 1.1.3. Tribunais Regionais

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Comunicação dos Atos Processuais. Professor Rafael Menezes

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. Comunicação dos Atos Processuais. Professor Rafael Menezes DIREITO PROCESSUAL CIVIL Comunicação dos Atos Processuais Professor Rafael Menezes Citações Intimações Cartas Tentativa Conceitual a) o ato pelo qual se chama a juízo o réu ou o interessado a fim de se

Leia mais

LEI Nº , DE 20 JUNHO DE 2008.

LEI Nº , DE 20 JUNHO DE 2008. LEI Nº 11.719, DE 20 JUNHO DE 2008. Altera dispositivos do Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 - Código de Processo Penal, relativos à suspensão do processo, emendatio libelli, mutatio libelli

Leia mais

RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL

RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL RAQUEL BUENO DIREITO PROCESSUAL CIVIL VUNESP 2015 ESCREVENTE TÉCNICO JUDICIÁRIO 1. Incumbe ao escrivão a) estar presente às audiências e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem. b) efetuar avaliações e

Leia mais

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto;

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; 2. Evolução História do Processo Penal 2.1 Processo penal no Brasil; 2.2 Sistemas

Leia mais

ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS. Prof. Renato Gama

ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS. Prof. Renato Gama ATOS, TERMOS, PRAZOS E NULIDADES PROCESSUAIS Prof. Renato Gama Classificação: Atos processuais Atos processuais postulatórios, de desenvolvimento, de instrução e de provimento. Atos da parte (art. 200

Leia mais

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo. No módulo 10, tratamos dos recursos. Agora veremos algumas questões sobre a fase executiva.

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo. No módulo 10, tratamos dos recursos. Agora veremos algumas questões sobre a fase executiva. CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 11 EXECUÇÃO Professora: Janaína Noleto Curso Agora Eu Passo () Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo.

Leia mais

- Procedimento Juizados Especiais (Lei 9.099) Qual o recurso cabível da decisão que não homologa a transação penal?

- Procedimento Juizados Especiais (Lei 9.099) Qual o recurso cabível da decisão que não homologa a transação penal? Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 16 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Lei 9.099: Audiência Preliminar; Audiência de Instrução e Julgamento; Recursos; Suspensão Condicional

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL I. Impedimentos e Auxiliares da Justiça (arts. 134 a 144)... 002 II. Dos Atos Processuais. (arts. 154 a 242)... 005 III. Do Processo e Procedimento (arts. 270 a 475)... 050 IV.

Leia mais

AULA DEMONSTRATIVA ATOS DE OFÍCIO CÍVEIS OFICIAL DE APOIO JUDICIAL TJMG

AULA DEMONSTRATIVA ATOS DE OFÍCIO CÍVEIS OFICIAL DE APOIO JUDICIAL TJMG AULA DEMONSTRATIVA ATOS DE OFÍCIO CÍVEIS OFICIAL DE APOIO JUDICIAL TJMG Prof. Jean Pitter CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ATOS DE OFÍCIO - TJMG OFICIAL DE APOIO JUDICIAL 1. Processos: conceito, espécies, tipos de

Leia mais

PROCESSO PENAL, Atos de Comunicação e Questões Incidentes.

PROCESSO PENAL, Atos de Comunicação e Questões Incidentes. PROCESSO PENAL, 2016 Atos de Comunicação e Questões Incidentes contato@theuan.com.br 1. CITAÇÃO Conceito: Citação é o ato pelo qual o acusado toma ciência dos termos da acusação, sendo chamado a respondê-la

Leia mais

STJ AMICUS CURIAE NO PROCESSO CIVIL BRASILEIRO Um Terceiro Enigmático. Editora Saraiva. São Paulo, 2006

STJ AMICUS CURIAE NO PROCESSO CIVIL BRASILEIRO Um Terceiro Enigmático. Editora Saraiva. São Paulo, 2006 STJ00063793 CASSIO SCARPINELLA BUENO Mestre, Doutor e Livre-docente em Direito Faculdade de Direito da PUCSP. Professor de nos cursos de graduação, especialização, mestrado e doutorado da Faculdade de

Leia mais

PRINCÍPIO = começo; ideia-síntese

PRINCÍPIO = começo; ideia-síntese PRINCÍPIOS INFORMADORES DO DIREITO PROCESSUAL PENAL PRINCÍPIO = começo; ideia-síntese os princípios da política processual de uma nação não são outra coisa senão os segmentos de sua política (ética) estatal

Leia mais