A nossa missão é aprovar você! EXERCÍCIOS - ATOS DE OFICIO - Prof. Zanone Manuel Junior

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A nossa missão é aprovar você! EXERCÍCIOS - ATOS DE OFICIO - Prof. Zanone Manuel Junior"

Transcrição

1 EXERCÍCIOS - ATOS DE OFICIO - Prof. Zanone Manuel Junior 01. São requisitos essenciais da sentença: a) O relatório; o dispositivo legal em que o juiz resolverá a lide; a parte condenatória; b) O relatório; os fundamentos de fato e de direito da decisão; o dispositivo legal em que o juiz resolverá a lide; c) O relatório; a descrição dos fatos; a parte condenatória; d) Os fundamentos de direito; a parte condenatória; a fixação da sucumbência. 02. Os fundamentos da sentença são: a) a fundamentação e a parte dispositiva, na qual se encontra a decisão propriamente dita. b) o relatório, os fundamentos e o dispositivo final. c) o relatório e a parte dispositiva, na qual se encontra a decisão propriamente dita. d) o relatório e os fundamentos em que o Juiz analisará as questões de fato e de direito. 03. Assinale a única alternativa certa: a) A revelia tem como efeito reputar-se como verdadeiros os fatos afirmados pelo autor mesmo quando versarem sobre direitos indisponíveis. b) Ocorrida a revelia, o autor poderá alterar a causa de pedir. c) Os prazos contra o revel correrão independentemente de intimação. d) O revel não poderá intervir no processo em qualquer fase. 04. ( OAB ) - Manoel está preso em presídio do mesmo estado federado, mas distante 500 quilômetros da sede do juízo condenatório. Diante disso, pode-se afirmar que: a) A intimação da sentença pode ser feita a réu, ou ao seu defensor, não havendo necessidade de cumulação de intimações. b) A intimação da sentença deverá ser feita na pessoa do defensor do réu, em razão da distância do presídio onde ele se encontra preso. c) A intimação da sentença deverá ser feita pessoalmente ao réu. d) Em razão do princípio da celeridade processual, o réu pode optar por não ser intimado da sentença. Nesse caso, apenas o seu defensor será dela informado.

2 05. ( OAB ) - Sobre a intimação da sentença, exato é afirma que: a) Será feita ao réu pessoalmente, sempre. b) Será feita sempre e somente ao defensor. c) Será feita mediante edital se o réu, não tendo constituído defensor, não for encontrado, e assim certificar o oficial de justiça. d) Quando feita por edital, será realizada com prazo de cinco dias. 06. ( OAB ) - Se o réu, citado por edital, não comparecer, mas constituir defensor, ocorrerá. a) A suspensão do processo e do prazo prescricional até o comparecimento do réu. b) O Seguimento do processo a revelia do réu. c) A condução coercitiva do réu para que compareça e seja interrogado. d) A admissão da veracidade dos fatos imputados ao réu, restando, apenas, elaborar o cálculo da pena. 07. ( OAB ) - Estando o acusado no estrangeiro em lugar sabido, será citado mediante: a) Carta precatória, suspendendo-se o curso da prescrição, até seu cumprimento. b) Carta rogatória, suspendendo-se o curso da prescrição, até seu cumprimento. c) Carta rogatória, não se suspendendo o curso da prescrição, até seu cumprimento. d) Carta precatória, não se suspendendo o curso da prescrição, até seu cumprimento. 08. ( MP ) - Citação, notificada e intimação são meios que estimulam o principio. a) Do contraditório. b) Da oralidade. c) Da oportunidade. d) Da publicidade. 09. Considera-se ficta a citação feita por: a) Carta rogatória; b) Carta precatória; c) Mandado judicial; d) Edital; e) Para que o acusado compareça perante a autoridade policial.

3 10. O Juiz; a) É sujeito interessado do processo; b) É sujeito imparcial do processo; c) Não é sujeito do processo; d) Não pode ouvir testemunhas não indicadas pelas partes. e) Não pode expedir de ofício ordem de habeas-corpus. 11. Se o réu. a) Se oculta, deve ser citado por hora certa; b) Citado por edital, não comparece para o interrogatório, suspende-se o processo; c) Em processo suspenso, comparece, as provas antecipadas deverão ser renovadas; d) Se encontra no estrangeiro, em lugar certo, a carta rogatória para citação deve ser encaminhada ao ministro da justiça. 12. Quando a sentença ou acórdão contiver omissão, obscuridade, contradição ou ambigüidade, poderá ser interposto o recurso denominado: a) Embargos infringentes. b) Embargos de nulidade. c) Embargos de declaração. d) Embargos de 4 esclarecimento. 13. Cabem embargos de declaração quando: a) haja no acórdão obscuridade. b) haja no acórdão contradição. c) For omitido ponto sobre. d) Todas as alternativas estão corretas. 14. (TJ/OFICIAL DE JUSTIÇA) Analise os itens abaixo e assinale a alternativa correta: I- Quando o juiz deprecado verificar que o réu se oculta para não ser citado, deve determinar sua citação por edital. II- Juiz deprecante é aquele que solicita a citação do réu que se encontra fora do território dele a outro juiz, sob cuja jurisdição se encontra o réu. III- O oficial de justiça deve citar o réu por força de mandado do juiz deprecante, não do deprecado.

4 a) Todas estão corretas. b) Apenas I e II estão corretas. c) Apenas II está correta. d) Apenas II e III estão corretas. e) Todas estão corretas. 15. (TJ/OFICIAL DE JUSTIÇA) Não é requisito da citação por mandado: a) Leitura do mandado ao citando pelo oficial de justiça. b) Entrega da contrafé ao citando. c) Declaração do oficial, na certidão, da entrega da contrafé. d) Declaração do oficial, na certidão, da aceitação ou recusa do réu em receber a contrafé. e) A indicação, na contrafé, da testemunha da citação. 16. (TJ/OFICIAL DE JUSTIÇA) Assinale a alternativa que contém elemento não indicado necessariamente no mandado de citação: a) O nome do querelante nas ações iniciadas por queixa. b) O nome do juiz c) A rubrica do juiz d) A residência do réu, se for conhecida. e) O nome do representante do Ministério Público. 17.(TJ/OFICIAL DE JUSTIÇA) Estando o acusado no estrangeiro, em lugar não sábio, será citado mediante. a) Carta rogatória. b) Carta de ordem. c) Carta precatória. d) Via diplomática. e) Edital. 18.(TJ/OFICAL DE JUSTIÇA) são requisitos da citação por mandado, exceto: a) leitura do mandado ao citando pelo oficial b) Entrega da contrafé ao réu.

5 c) declaração do oficial, certidão, da entrega da contrafé. d) O dia e a hora em que expedido o mandado de citação. e) Aceitação ou recusa da contrafé pelo réu. 19. (TJ/OFICIAL DE JUSTIÇA) A precatória será devolvida ao juiz deprecante, independentemente de translado, depois de lançado o ''cumpra-se" e de. a) Feita a citação por edital com prazo a ser fixado pelo Juiz b) Feita a citação por edital do juiz deprecado. c) Feita a citação por mandado do juiz deprecado. d) Feita a citação por carta cm aviso de recebimento, expedida pelo juiz deprecado. e) Feita a citação por hora certa. 20. (TJ/OFICIAL DE JUSITIÇA) estando o acusado no estrangeiro, em lugar sabido, será citado mediante: a) Carta rogatória b) Edital c) Carta de ordem d) Carta precatória. e) Via diplomática. 21. Considerando as disposições do Código de Processo Penal, assinale a alternativa correta: a) carta rogatória é a requisitória feita por um juiz de categoria superior a outro de categoria inferior, para que pratique ato, em seu juízo, que é do juízo que expediu. b) carta precatória é o pedido para a prática de atos judiciais em pais ou território estrangeiro. c) carta precatória é a requisitória feita por um juiz de categoria superior a outro de categoria inferior, para que pratique ato, em seu juízo, que é do interesse do juízo que a expediu. d) carta precatória é o pedido feito por um juiz a outro do território nacional, para que se cumpra em sua jurisdição ato forense de interesse do juiz que a expediu. e) carta rogatória é o pedido feito por um juiz a outro do território nacional, para que se cumpra em sua jurisdição ato forense de interesse do juiz que a expediu.

6 22. No Processo Penal, o edital de citação não indicará necessariamente: a) O nome do Juiz que a determinou. b) O nome do réu, se for conhecido. c) A residência e a profissão do réu. d) O fim para que é feita a citação. 23. Segundo o Código de Processo Penal, é correto afirmar: a) Se o acusado, citado pessoalmente ou por edital, não comparecer, nem constituir advogado, ficarão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional, podendo o juiz determinar a produção antecipada das provas consideradas urgentes e, se for o caso, decretar prisão preventiva. b) Se o acusado, citado por edital, não comparecer, nem constitui advogado, ficarão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional, podendo o juiz determinar a produção de provas consideradas urgentes, vedada a detração de prisão preventiva. c) Se acusado, citado por edital, não comparecer, ainda que tenha constituído advogado, fiarão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional, podendo o juiz determinar a produção antecipada de provas consideradas urgentes e, se for o caso, vedada a decretação de prisão preventiva. d) Se o acusado, citado por edital, não comparecer, nem constituir advogado, ficarão suspensos o processo e o curso do prazo prescricional, podendo o juiz determinar a produção antecipada das provas consideradas urgentes e, se for o caso, decretar a prisão preventiva. e) Se o acusado, citado pessoalmente ou por edital, não comparecer, nem constituir advogado, o processo prosseguirá, assim como o curso do praz prescricional, podendo o juiz determinar a produção das provas, mas será vedado ao juiz decretar prisão preventiva. 24. O processo penal, o juiz determina a citação do réu por hora certa: a) e nenhuma hipótese. b) quando o réu se oculta para não ser citado pessoalmente. c) quando o réu reside em lugar de difícil acesso. d) quando, requisitado, não foi apresentado no dia e hora designados. 25. Nas questões de número 25 e 26 uma das informações está incorreta. assinale-a: a) A incompetência do juízo anula somente os atos decisórios. b) As nulidades ocorridas posteriormente à pronúncia deverão ser logo argüidas logo depois de anunciado o julgamento e apregoadas as partes. c) A falta ou nulidade da citação, da intimação ou notificação estará sanada, desde que o interessado compareça antes de ato consumar-se, embora declare que o faz para o único fim de argui-la.

7 d) As omissões da denuncia ou da queixa poderão ser supridas a todo o tempo, até depois da sentença final. 26. a) Está impedido de exercer jurisdição no processo o juiz que for parente, consangüíneo, linha reta de terceiro grau, do perito que elaborou a pericia nos autos. b) O acusado poderá constituir defensor, independentemente de mandato, indicando-o por ocasião do interrogatório. c) O co-réu no mesmo processo poderia intervir como assistente do Ministério Público. d) Esta impedido de funcionar no processo o escrivão que nele foi ouvido como testemunha. 27. Analise as assertivas, quando aos requisitos da citação por edital: I- O edital deve ser afixado na sede do juízo II- A publicação dos editais de citação deve se dar no prazo máximo de 20 (vinte) dias. III- A publicação do edital deve ser realizada pelo menos duas vezes no órgão oficial e duas vezes no jornal local, onde houver. Está(ão) corretas(s): a) I. b) II. c) I e III d) I, II e III e) I e III 28. (ESAG/TJ) Assinale a alternativa onde todos os indicados são "auxiliares do juízo": a) Interprete - depositário - escrivão - oficial de justiça - perito. b) Advogado - interprete - escrivão - depositário - oficial de justiça. c) Oficial de justiça - depositário - perito - escrivão - juiz. d) Advogado - depositória - escrivão - oficial de justiça - juiz. 29. Jurisdição é a) a faculdade atribuída ao poder Executivo de propor e sancionar leis que regulamentem situações jurídicas ocorridas na vida em sociedade. b) a faculdade outorgada ao poder legislativo de regulamentar a vida social, estabelecendo, através das leis, as regras jurídicas de observância obrigatória.

8 c) o poder da autoridades judiciárias regulamento investidas no cargo de dizer o direito no caso concreto. d) o direito individual público, subjetivo e autônomo, de pleitear, perante o estado a solução de um conflito de interesses. 30. Publicada a Sentença, o juiz poderá alterá-la de ofício a) para ratificar erros de cálculo ou material. b) quando houver obscuridade. c) quando houver contradição. d) quando for omitido ponto sobre o qual devia pronunciar-se e) quando se arrepender da solução. Gabarito 1-B 2-B 3-C 4-A 5-C 6-B 7-B 8-A 9-B 10-B 11-D 12-C 13-D 14-C 15-E 16-E 17-E 18-D 19-C 20- A 21-D 22-C 23-D 24-A 25-D 26-C 27- A 28- A 29- C 30- A

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Citação e Intimação Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal CITAÇÃO E INTIMAÇÃO TÍTULO X Das Citações e Intimações CAPÍTULO I DAS CITAÇÕES

Leia mais

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda

Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda Comunicações Processuais Prof. Gladson Miranda CITAÇÃO, INTIMAÇÃO E NOTIFICAÇÃO (Arts. 351 ao 372) CITAÇÃO Conceito Finalidade da Citação art. 396 do CPP FORMAS DE CITAÇÃO 1) Citação real realizada por

Leia mais

Teoria Geral do Processo

Teoria Geral do Processo Arno Melo Schlichting Teoria Geral do Processo Concreta - Objetiva - Atual Livro 2 3 a Edição SUMÁRIO Apresentação 9 Identificação 11 Natureza... 13 Objetivo... 13 1 Teoria Geral das Ações 15 1.1 Ação,

Leia mais

CITAÇÃO Quem determina a citação Falta de citação

CITAÇÃO Quem determina a citação Falta de citação CITAÇÃO É o ato oficial pelo qual, ao início da ação, dá-se ciência ao acusado de que, contra ele, se movimenta esta ação, chamando-o a vir a juízo, para se ver processar e fazer a sua defesa. Compõe-se

Leia mais

Art. 564, I - Por incompetência, suspeição ou suborno do juiz; O inciso também fala em SUBORNO como causa de nulidade.

Art. 564, I - Por incompetência, suspeição ou suborno do juiz; O inciso também fala em SUBORNO como causa de nulidade. 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Artigo 564, cpp 1. Art. 564, cpp: Art. 564, I - Por incompetência, suspeição ou suborno do juiz; Esse inciso só menciona a SUSPEIÇÃO, que tem

Leia mais

1) Com relação aos Atos do Escrivão ou do Chefe de Secretaria é INCORRETO afirmar que :

1) Com relação aos Atos do Escrivão ou do Chefe de Secretaria é INCORRETO afirmar que : 1 1) Com relação aos Atos do Escrivão ou do Chefe de Secretaria é INCORRETO afirmar que : a) Os atos e termos do processo serão datilografados ou escritos com tinta escura indelével, assinado-os as pessoas

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sujeitos Processuais. Gustavo Badaró aula de

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Sujeitos Processuais. Gustavo Badaró aula de Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Sujeitos Processuais Gustavo Badaró aula de 11.10.2016 1. Noções Gerais 2. Juiz PLANO DA AULA Peritos, interpretes e auxiliares da justiça 3. Ministério

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Procedimento Comum e Ordinário Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal PROCEDIMENTO COMUM E ORDINÁRIO LIVRO II Dos Processos em Espécie

Leia mais

Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA

Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA Processo do Trabalho I Simulados_Corrigidos_UNESA SIMULADO 1: 1a Questão: A Consolidação das Leis do Trabalho autoriza que o Direito Processual Comum seja aplicado subsidiariamente ao Direito Processual

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Processo Penal Capítulo 3 Ação Penal... 5

Sumário. Capítulo 1 Introdução Capítulo 2 Processo Penal Capítulo 3 Ação Penal... 5 Sumário Capítulo 1 Introdução... 1 Capítulo 2 Processo Penal... 3 Capítulo 3 Ação Penal... 5 3.1. Considerações Gerais...5 3.1.1. Ação penal pública incondicionada...5 3.1.2. Ação penal pública condicionada

Leia mais

TJ - SP Direito Administrativo Estatuto dos Funcionários Públicos GIULIANO MENEZES

TJ - SP Direito Administrativo Estatuto dos Funcionários Públicos GIULIANO MENEZES TJ - SP Direito Administrativo Estatuto dos Funcionários Públicos GIULIANO MENEZES 1. Extingue-se a punibilidade pela prescrição da falta sujeita à pena a) de repreensão, suspensão ou multa, em 2 (dois)

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que:

1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO PROCESSUAL PENAL 1. Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal, é correto afirmar que: I - De acordo com o Código de Processo Penal, as

Leia mais

NO PROCESSO PENAL. Nota: A juntada de documentos pode ocorrer em qualquer fase do processo (CPP, art. 231).

NO PROCESSO PENAL. Nota: A juntada de documentos pode ocorrer em qualquer fase do processo (CPP, art. 231). NO PROCESSO PENAL No processo penal todos os prazos correrão em cartório e serão contínuos e peremptórios, não se interrompendo por férias, domingo ou feriado (CPP, art. 798). Não se computará, no prazo,

Leia mais

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO

TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO TJ - SP Processo Penal NILMAR DE AQUINO 1)Cabe recurso de apelação das decisões em que a) julgarem procedentes as exceções, salvo a de suspeição b) decretar a prescrição ou julgar, por outro modo, extinta

Leia mais

LFG MAPS. INQUÉRITO POLICIAL 08 questões. qualquer diligência, que será realizada, ou não, a juízo da autoridade.

LFG MAPS. INQUÉRITO POLICIAL 08 questões. qualquer diligência, que será realizada, ou não, a juízo da autoridade. NOÇÕES DE DIREITO PENAL Nível de importância Tema QTDE de Questões Porcentagem (%) 1 Inquérito Policial 8 32% 2 Prisões 7 28% 3 Provas 6 24% 4 Ação Penal 2 8% 5 Habeas Corpus 2 8% TOTAL 25 100% INQUÉRITO

Leia mais

COMUNICAÇÃO DOS ATOS PROCESSUAIS

COMUNICAÇÃO DOS ATOS PROCESSUAIS COMUNICAÇÃO DOS ATOS PROCESSUAIS (I) Previsão jurídica: CPC, arts. 200 a 240. Para fins do presente estudo, adota-se o gênero comunicação dos atos processuais da qual temos como espécies as cartas (de

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Período

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Período CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Penal Jurisdição e Competência Promotor de Justiça Período 2006 2016 1) CESPE - PJ (MPE TO)/MPE TO/2012 Assunto: Jurisdição e competência A respeito

Leia mais

Direito Processual Civil III

Direito Processual Civil III Direito Processual Civil III»Aula 19 Providências preliminares: Providências Preliminares Ação Declaratória Incidental X Providências Preliminares 1 Conceito - art. 323 do CPC - providências preliminares

Leia mais

CONCEITO DE AUTORIDADE

CONCEITO DE AUTORIDADE - LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL - - Lei nº 4.898/65 - Abuso de Autoridade - Professor: Marcos Girão - CONCEITO DE AUTORIDADE 1 CONCEITO DE AUTORIDADE LEI Nº 4.898/65 Pode ser considerado autoridade o servidor

Leia mais

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso sétimo módulo. Falaremos da petição inicial, da(s) resposta(s) do réu e do fenômeno da revelia.

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso sétimo módulo. Falaremos da petição inicial, da(s) resposta(s) do réu e do fenômeno da revelia. CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 7 PETIÇÃO INICIAL. RESPOSTA DO RÉU. REVELIA. Professora: Janaína Noleto Curso Agora Eu Passo () Olá, pessoal! Chegamos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.396 INSTRUÇÃO Nº 958-26.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre a apuração de crimes eleitorais.

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 4.840, DE 2016 (Do Sr. Alberto Fraga)

PROJETO DE LEI N.º 4.840, DE 2016 (Do Sr. Alberto Fraga) *C0059067A* C0059067A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 4.840, DE 2016 (Do Sr. Alberto Fraga) Estabelece normas de atuação dos advogados das instituições de ensino superior que mantenham atendimento

Leia mais

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS

PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS PRINCIPAIS PEÇAS PENAIS QUEIXA CRIME CABIMENTO FUNDAMENTO LEGAL ENDEREÇAMENTO PRAZO PEDIDOS AÇÃO PENAL PRIVADA AÇÃO PENAL PRIVADA SUBSIDIÁRIA DA PÚBLICA ART. 30 E 41, CPP SÓ PODE SER OFERECIDA A UM JUIZ

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Governador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ESQUEMATIZADO: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA DE ACORDO COM O EDITAL N 1, DE 24 DE NOVEMBRO DE 201, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO, TRE-SP CONHECIMENTOS BÁSICOS

Leia mais

PAS DE NULLITÉ SANS GRIEF.

PAS DE NULLITÉ SANS GRIEF. NULIDADES Natureza: 1 - Fernando Capez: é vício processual 2 - José Frederico Marques: é sanção 3 - Mirabete: é vício e sanção Sistemas: 1 Formalista: sempre que o ato não praticado pela forma determinada

Leia mais

Petições Penais Anotadas

Petições Penais Anotadas Paulo Alves Franco Petições Penais Anotadas Questões e Testes para Concurso Sumário Prefácio... 13 Apresentação... 15 Abreviaturas... 17 DOUTRINA Definição... 23 O Direito Processual Penal como ramo do

Leia mais

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto;

CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I. 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; CONTEUDO PROGRAMÁTICO DIREITO PROCESSUAL PENAL I 1. Introdução: 1.1 Conceito de Direito Processual; 1.2 Conteúdo; 1.3 Objeto; 2. Evolução História do Processo Penal 2.1 Processo penal no Brasil; 2.2 Sistemas

Leia mais

RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. RESOLUÇÃO N XXXXXXX INSTRUÇÃO N xxx-xx.20xx6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Dias Toffoli. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre a apuração de crimes

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº INSTRUÇÃO Nº CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.363 INSTRUÇÃO Nº 1160-71.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre a apuração de crimes

Leia mais

a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias;

a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias; DENÚNCIA Requisitos - art. 41 do CPP a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias; O autor deve indicar na peça inicial, todas as circunstâncias que cercaram o fato...o processo penal do tipo acusatório

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07...

ÍNDICE CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO CAPÍTULO DIREITO CIVIL CAPÍTULO CAPÍTULO 07... DIREITO CIVIL ÍNDICE CAPÍTULO 01... 9 Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro - LINDB... 9 Introdução...9 Disposições da LINDB...9 CAPÍTULO 02... 12 Das Pessoas... 12 Introdução...12 Pessoas

Leia mais

Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares

Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares Quebrando a Banca Processo Civil Damião Soares 2014 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. 2014 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Leia mais

PORTARIA Nº 2.087/CGJ/2012 (Alterada pelas Portarias nº 2.124/CGJ/2012 e nº 2.222/CGJ/2012)

PORTARIA Nº 2.087/CGJ/2012 (Alterada pelas Portarias nº 2.124/CGJ/2012 e nº 2.222/CGJ/2012) PORTARIA Nº 2.087/CGJ/2012 (Alterada pelas Portarias nº 2.124/CGJ/2012 e nº 2.222/CGJ/2012) Institui o Banco Estadual de Mandados de Prisão BEMP na Justiça de Primeira Instância do Estado de Minas Gerais

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

DIREITO PROCESSUAL CIVIL DIREITO PROCESSUAL CIVIL FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 07 PROVAS 34 QUESTÕES (2012 2010) A apostila contém provas de Direito Processual Civil de concursos da Fundação Carlos Chagas (FCC),

Leia mais

DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO

DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO DA FORMAÇÃO, SUSPENSÃO E EXTINÇÃO DO PROCESSO Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO Formação do processo ETAPAS DA ESTABILIZAÇÃO DO PROCESSO DA FORMAÇÃO DO PROCESSO Art. 262. O processo civil começa por

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação

ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA. Respostas do Réu - Contestação ESTÁGIO SUPERVISIONADO IV PRÁTICA TRABALHISTA 1 Respostas do Réu - Contestação INTRODUÇÃO - Princípio da bilateralidade: AÇÃO E REAÇÃO - juiz só pode decidir nos autos após ter ouvido as duas partes, a

Leia mais

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários:

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários: CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL Proposta de programa a desenvolver em sumários: I Do inicio do processo o crime e sua natureza. - Crimes públicos, semi-públicos e particulares;

Leia mais

DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL E DA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL CAPÍTULO I DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL

DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL E DA COOPERAÇÃO INTERNACIONAL CAPÍTULO I DOS LIMITES DA JURISDIÇÃO NACIONAL Em virtude do novo Código de Processo Civil (Lei 13.105, de 16.3.15, que entrará em vigor em 17.3.16, passará a vigorar as novas disposições sobre a Competência Internacional, conforme os artigos abaixo

Leia mais

PARTE I. Auto Viação Gaivota Ltda., concessionária de transporte urbano do município de Belo

PARTE I. Auto Viação Gaivota Ltda., concessionária de transporte urbano do município de Belo PROVA DISCURSIVA P 3 Nas partes I (peça judicial) e II (questões) desta prova que valem dez pontos cada uma, faça o que se pede, usando as páginas correspondentes do presente caderno para rascunho. Em

Leia mais

Seção 7 As Cartas Precatórias, Rogatórias e de Ordem

Seção 7 As Cartas Precatórias, Rogatórias e de Ordem Seção 7 As Cartas Precatórias, Rogatórias e de Ordem 2.7.1 - No Estado de Mato Grosso, as cartas precatórias serão recebidas pelo Juiz Diretor do Foro da comarca destinatária, sendo protocoladas, com anotação

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC RECURSOS

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA OFICINA DO NOVO CPC RECURSOS OFICINA DO NOVO CPC RECURSOS RECURSO DE APELAÇÃO Artigos 1.009 a 1.014 do Código de Processo Civil 1. Recurso de Apelação Conceito Cabe recurso de apelação contra a sentença do juiz que põe fim à fase

Leia mais

SUMÁRIO. 1 Introdução 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução de disputas 1.2 Breve histórico 1.3 Bibliografia recomendada

SUMÁRIO. 1 Introdução 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução de disputas 1.2 Breve histórico 1.3 Bibliografia recomendada Livro: Curso de Arbitragem, 2ª edição Professor Francisco José Cahali SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 Introdução 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução de disputas 1.2 Breve histórico 1.3 Bibliografia

Leia mais

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial.

Por iniciativa das partes (art. 262 Regra Geral). Princípio da Inércia. Princípio Dispositivo. Desenvolvimento por impulso oficial. Direito Processual Civil I EXERCÍCIOS - 2º BIMESTRE Professor: Francisco Henrique J. M. Bomfim 1. a) Explique como ocorre a formação da relação jurídica processual: R. Início do Processo: Por iniciativa

Leia mais

AULA 07 CITAÇÃO / INTIMAÇÃO / NOTIFICAÇÃO / HABEAS CORPUS / SENTENÇA

AULA 07 CITAÇÃO / INTIMAÇÃO / NOTIFICAÇÃO / HABEAS CORPUS / SENTENÇA AULA 07 CITAÇÃO / INTIMAÇÃO / NOTIFICAÇÃO / HABEAS CORPUS / SENTENÇA Futuros Aprovados, Sejam bem vindos a mais uma aula! Hoje veremos mais alguns tópicos fundamentais para a sua PROVA. Vamos tratar de

Leia mais

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e

AULA ) PROCEDIMENTO COMUM (art. 270 e seguintes do CPC a 318 e Turma e Ano: Master A (2015) 08/06/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Civil / Aula 18 Professor: Edward Carlyle Silva Monitor: Alexandre Paiol AULA 18 CONTEÚDO DA AULA: Procedimento, contestação 10)

Leia mais

Gabaritando Execução Trabalhista OAB

Gabaritando Execução Trabalhista OAB Gabaritando Execução Trabalhista OAB 1) (FGV OAB/2012) De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, assinale a afirmativa correta. a) não há citação para a execução, uma vez que a fase executiva

Leia mais

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO

INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO INQUÉRITO POLICIAL - V TERMO CIRCUNSTANCIADO - ARQUIVAMENTO TERMO CIRCUNSTANCIADO TERMO CIRCUNSTANCIADO -Substitui o inquérito policial, é utilizado para crimes de menor potencial ofensivo (pena máxima

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO AÇÃO DE ALIMENTOS COM MODELO DE PETIÇÃO INICIAL E A CONSTRUÇÃO DO PARÁGRAFO JURÍDICO A ação de alimentos é proposta, quando o autor precisa de pensão alimentícia com o objetivo de prover suas necessidades

Leia mais

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO 2015 EDITORA S UMÁRIO Introdução... 13 CAPÍTULO 1 PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA NO CÓDIGO CIVIL 1.1. Da Prescrição... 17 1.2. Do Instituto da prescrição... 18 1.3. Dos Requisitos

Leia mais

Conflitos entre o Processo do

Conflitos entre o Processo do Conflitos entre o Processo do Trabalho e o Novo CPC Jordão Medeiros Jurídico Ambev AmBev Conflito x Impactos CLT Art. 769 - Nos casos omissos, o direito processual comum será fonte subsidiária do direito

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO

COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO COMISSÃO NACIONAL DE ESTÁGIO E FORMAÇÃO Prática Processual Civil Programa I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II PATROCÍNIO

Leia mais

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios.

Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da verdade. Jurisdição: Conceito, Princípios. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 08 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Ação Penal nos Crimes contra a Honra: Pedido de explicações, audiência de conciliação, exceção da

Leia mais

LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015 LEI N 5.869, DE 11 DE JANEIRO DE 1973

LEI Nº , DE 16 DE MARÇO DE 2015 LEI N 5.869, DE 11 DE JANEIRO DE 1973 LEI Nº 13.105, DE 16/03/2015 / LEI N 5.869, DE 11/01/1973 NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL COMPARADO LEI Nº 13.105, DE 16 DE MARÇO DE 2015 LEI N 5.869, DE 11 DE JANEIRO DE 1973 PARTE GERAL LIVRO I DAS NORMAS

Leia mais

FRANCISCO JOSÉ CAHALI CURSO DE ARBITRAGEM. LivroAS pdf corrigido indb 3 26/07/ :14:50

FRANCISCO JOSÉ CAHALI CURSO DE ARBITRAGEM. LivroAS pdf corrigido indb 3 26/07/ :14:50 FRANCISCO JOSÉ CAHALI CURSO DE ARBITRAGEM LivroAS 7073 - pdf corrigido - 26.07.2011.indb 3 26/07/2011 15:14:50 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 9 1 INTRODUÇÃO... 19 1.1 Introdução aos meios alternativos de resolução

Leia mais

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS

Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS Sumário PARTE I ASPECTOS PROCESSUAIS GERAIS 1 Jurisdição 1.1 Introdução 1.2 Conceito e características 1.3 Divisão da jurisdição 1.4 Organização judiciária 2 Direito Processual Civil 2.1 Conceito e delimitação

Leia mais

RECURSOS CRIMINAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS

RECURSOS CRIMINAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS RECURSOS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL CRIMINAIS Conceito Vem do latim recursos, é o oposto de processo (procedere caminhar para frente), significa caminho de volta, caminhar para trás. É o mecanismo processual destinado

Leia mais

OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha

OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha OAB 2ª Fase Processo Penal Assunto: Marcação do CPP Estefânia Rocha 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MARCAÇÃO DO CÓDIGO de PROCESSO PENAL conforme o EDITAL

Leia mais

NACIONALIDADE. Questões CESPE

NACIONALIDADE. Questões CESPE NACIONALIDADE Ano: 2015Banca: CESPEÓrgão: MPOGProva: Analista Técnico Administrativo - Cargo 2 Acerca dos princípios fundamentais e dos direitos e deveres individuais e coletivos, julgue o item a seguir.

Leia mais

Impactos do novo Código de Processo Civil na Advocacia Criminal

Impactos do novo Código de Processo Civil na Advocacia Criminal AACRIMESC - Ordem dos Advogados do Brasil e IBCCRIM Impactos do novo Código de Processo Civil na Advocacia Criminal Gustavo Badaró Florianópolis 11.04.2016 PLANO DA EXPOSIÇÃO 1. Simples mudanças de remissão

Leia mais

ANDAMENTO SIGNIFICADO O QUE DEVO FAZER? O processo está na fase inicial, ganhou um número e foi distribuído a um Juiz. Está no início.

ANDAMENTO SIGNIFICADO O QUE DEVO FAZER? O processo está na fase inicial, ganhou um número e foi distribuído a um Juiz. Está no início. ANDAMENTO SIGNIFICADO O QUE DEVO FAZER? Distribuição /Atribuição Ordinária Instantânea Recebimento do Setor de Distribuição Autos Com (conclusão) Juiz Para Ato Ordinatório (Registro Terminal) Expedido/Extraído/Lavrado

Leia mais

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo. No módulo 10, tratamos dos recursos. Agora veremos algumas questões sobre a fase executiva.

Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo. No módulo 10, tratamos dos recursos. Agora veremos algumas questões sobre a fase executiva. CURSO DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DE PROCESSO CIVIL PONTO A PONTO PARA TRIBUNAIS MÓDULO 11 EXECUÇÃO Professora: Janaína Noleto Curso Agora Eu Passo () Olá, pessoal! Chegamos ao nosso décimo primeiro módulo.

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

DIREITO PROCESSUAL PENAL III. AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA DIREITO PROCESSUAL PENAL III AULA 26 de maio Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com PROCEDIMENTO PROBATÓRIO 2.3. Produção das Provas a) Proposição: momento ou instante em que se

Leia mais

O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL

O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL O NOVO MODELO DE EXECUÇÃO FISCAL EXECUÇÃO FISCAL Legislação aplicável: Lei 6.830/80 e aplicação subsidiária do CPC. OBJETIVOS DA LEI 6.830/80: Regular a execução judicial para a cobrança da dívida ativa

Leia mais

ATOS DE COMUNICAÇÃO PROCESSUAL

ATOS DE COMUNICAÇÃO PROCESSUAL ATOS DE COMUNICAÇÃO PROCESSUAL PROCESSO PENAL Nestor Távora + Renato Brasileiro + Questões de Concursos (QC) + Informativos (Dizer o Direito) CITAÇÃO - Citação é o ato pelo qual o réu toma ciência dos

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1

Sumário. Capítulo 1 A Situação Concreta Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Sumário Capítulo 1 A Situação Concreta... 1 1.1. Exposição da Situação Concreta e de suas mais de 50 Petições Vinculadas...1 Capítulo 2 Petições Cíveis: Procedimento Comum... 7 2.1. Petição Inicial...7

Leia mais

PARTE I DA TEORIA GERAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS

PARTE I DA TEORIA GERAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS PARTE I DA TEORIA GERAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS 1 Introdução: a contextualização histórica da gênese da Lei nº 9.099/95 2 As características básicas dos Juizados Especiais Cíveis 2.1 A estrutura

Leia mais

DICAS E EXERCÍCIOS LEI 9.503/97 - CRIMES DE TRÂNSITO (ART. 291 AO 312 DO CTB) PCGO-2016 PROF: PAULO SÉRGIO

DICAS E EXERCÍCIOS LEI 9.503/97 - CRIMES DE TRÂNSITO (ART. 291 AO 312 DO CTB) PCGO-2016 PROF: PAULO SÉRGIO DICAS E EXERCÍCIOS LEI 9.503/97 - CRIMES DE TRÂNSITO (ART. 291 AO 312 DO CTB) PCGO-2016 PROF: PAULO SÉRGIO QUESTÃO 01 (PROVA PRF 2008 CESPE/UNB) De acordo com o CTB e acerca das ações penais por crimes

Leia mais

PONTO 1: Procedimento do Júri PONTO 2: 1ª Fase Juízo de Acusação PONTO 3 Opções decisórias PONTO 4: 2ª Fase Juízo da Causa 1,. PROCEDIMENTO DO JURI

PONTO 1: Procedimento do Júri PONTO 2: 1ª Fase Juízo de Acusação PONTO 3 Opções decisórias PONTO 4: 2ª Fase Juízo da Causa 1,. PROCEDIMENTO DO JURI 1 PROCESSO PENAL PROCESSO PENAL PONTO 1: Procedimento do Júri PONTO 2: 1ª Fase Juízo de Acusação PONTO 3 Opções decisórias PONTO 4: 2ª Fase Juízo da Causa 1,. PROCEDIMENTO DO JURI A Lei 11.689/08 modificou

Leia mais

A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA Ato Normativo nº 978/2016-PGJ, de 05 de setembro de 2016 (Protocolado nº 122.

A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA Ato Normativo nº 978/2016-PGJ, de 05 de setembro de 2016 (Protocolado nº 122. A- SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA Ato Normativo nº 978/2016-PGJ, de 05 de setembro de 2016 (Protocolado nº 122.738/16-MP) Disciplina o procedimento preparatório eleitoral no âmbito do Ministério

Leia mais

Linha do Tempo Professor Raphael JÚRI

Linha do Tempo Professor Raphael JÚRI Linha do Tempo Professor Raphael JÚRI 1ª Fase Acusação (denúncia ou queixa) Recebe e cita o acusado Prazo p/ resposta: 10 dias Resposta (escrita) Ouve o MP ou o querelante Preliminares e documentos Prazo

Leia mais

RESOLUÇÃO CFESS Nº 548, de 23 de março de 2009

RESOLUÇÃO CFESS Nº 548, de 23 de março de 2009 RESOLUÇÃO CFESS Nº 548, de 23 de março de 2009 EMENTA: Institui procedimentos que deverão ser adotados no processamento das denúncias éticas que forem objeto de DESAFORAMENTO, conforme previsão do artigo

Leia mais

www.momentoarbitragem.com.br www.youtube.com/momentoarbitragem REFORMA DA LEI DE ARBITRAGEM Lei 13.129/2015 REFORMA DA LEI DE ARBITRAGEM Lei 13.129/2015 Lei de Arbitragem 9.307/96 Art. 1º As pessoas capazes

Leia mais

PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Penal e Processual Penal Professor: Maurício Lopes

PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Penal e Processual Penal Professor: Maurício Lopes PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Penal e Processual Penal Professor: Maurício Lopes DIREITO PENAL 1 - Quem pode ser o sujeito ativo dos crimes comuns, próprios e de mão própria? Esclareça qual deles não admite

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE O Congresso Nacional Decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE O Congresso Nacional Decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 Estabelece normas gerais para a cobrança de custas dos serviços forenses no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e Territórios, e o controle de sua arrecadação.

Leia mais

A EQUIPE DO DIREITO CONCENTRADO ESTÁ COM VOCÊ!

A EQUIPE DO DIREITO CONCENTRADO ESTÁ COM VOCÊ! Olá CONCENTRADOS! Como está a sua preparação para a 2ª fase da OAB? Muito estudo e dedicação? Sabemos como é difícil conseguir conciliar tudo nesta fase, o período é curto, a matéria longa e você precisa

Leia mais

TRE-SP SUMÁRIO. Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa. Ortografia oficial Acentuação gráfica... 12

TRE-SP SUMÁRIO. Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa. Ortografia oficial Acentuação gráfica... 12 Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa Ortografia oficial... 3 Acentuação gráfica... 12 Flexão nominal e verbal... 15/18/29 Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação... 20 Advérbios...

Leia mais

1.1. Legitimidade Ativa Execução Fiscal contra a Fazenda Pública Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil...

1.1. Legitimidade Ativa Execução Fiscal contra a Fazenda Pública Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil... sumário Parte i execução Fiscal Art. 1 o... 3 1.1. Legitimidade Ativa... 3 1.2. Execução Fiscal contra a Fazenda Pública... 6 1.3. Aplicação Subsidiária do Código de Processo Civil... 7 Art. 2 o... 8 2.1.

Leia mais

SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL

SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO 1. Administração pública e terceiro setor... 15 2. Administração direta e indireta... 31 3. Regulação, concessões e parcerias... 53 4. Intervenção do estado na propriedade...

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 82/VIII ALTERA O DECRETO-LEI N.º 433/82, DE 27 DE OUTUBRO (REGIME GERAL DAS CONTRA-ORDENAÇÕES), EM MATÉRIA DE PRESCRIÇÃO

PROPOSTA DE LEI N.º 82/VIII ALTERA O DECRETO-LEI N.º 433/82, DE 27 DE OUTUBRO (REGIME GERAL DAS CONTRA-ORDENAÇÕES), EM MATÉRIA DE PRESCRIÇÃO PROPOSTA DE LEI N.º 82/VIII ALTERA O DECRETO-LEI N.º 433/82, DE 27 DE OUTUBRO (REGIME GERAL DAS CONTRA-ORDENAÇÕES), EM MATÉRIA DE PRESCRIÇÃO Exposição de motivos O regime da prescrição no Direito de Mera

Leia mais

DIREITO DE DEFESA NO TRIBUNAL DO JÚRI

DIREITO DE DEFESA NO TRIBUNAL DO JÚRI DIREITO DE DEFESA NO TRIBUNAL DO JÚRI O texto que segue tem o objetivo de explicar o funcionamento do projeto DIREITO DE DEFESA NO TRIBUNAL DO JÚRI, bem como estabelecer, entre os associados participantes,

Leia mais

ROTEIRO REVISÃO. Prof. Nidal Ahmad

ROTEIRO REVISÃO. Prof. Nidal Ahmad ROTEIRO REVISÃO Prof. Nidal Ahmad 1) RELAXAMENTO DE PRISÃO I) BASE LEGAL: art. 310, inciso I, CPP e art. 5º, LXV da Constituição Federal/88 II) CONTEÚDO: A) DA ILEGALIDADE MATERIAL Exemplos: * Ausência

Leia mais

Escrevente Técnico Judiciário/TJ SP. Comentários da prova de Direito Administrativo

Escrevente Técnico Judiciário/TJ SP. Comentários da prova de Direito Administrativo Olá, concurseiros! Escrevente Técnico Judiciário/TJ SP Comentários da prova de Direito Administrativo Seguem abaixo os comentários sobre a prova de Direito Administrativo realizada no dia 09 de setembro

Leia mais

PROCESSO PENAL I 7ª - Part r e Pro r f o e f ss s o s r o : r :Ru R b u ens s Co C r o r r e r ia a Jun u ior

PROCESSO PENAL I 7ª - Part r e Pro r f o e f ss s o s r o : r :Ru R b u ens s Co C r o r r e r ia a Jun u ior PROCESSO PENAL I 7ª - Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 PROCESSO PENAL I 2 PROCESSO PENAL FORMA Será escrito art. 9 do CPP objetivando o controle dos atos e posteriormente servir de base ao processo;

Leia mais

A Execução Fiscal e o novo CPC. < competência > Prof. Mauro Luís Rocha Lopes

A Execução Fiscal e o novo CPC. < competência > Prof. Mauro Luís Rocha Lopes A Execução Fiscal e o novo CPC < competência > Prof. Mauro Luís Rocha Lopes LEF, art. 5º A competência para processar e julgar a execução da Dívida Ativa da Fazenda Pública exclui a de qualquer outro juízo,

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças

Sumário Capítulo 1 Prazos Capítulo 2 Incompetência: principais mudanças Sumário Capítulo 1 Prazos 1.1. Forma de contagem: somente em dias úteis 1.2. Prática do ato processual antes da publicação 1.3. Uniformização dos prazos para recursos 1.4. Prazos para os pronunciamentos

Leia mais

Professora Susanna Schwantes

Professora Susanna Schwantes 1) São Órgãos do Poder Judiciário do Rio Grande do Sul: (a) Tribunal de Alçada e Tribunal de Justiça. (b) Pretores e Conselho da Magistratura. (c) Tribunal do Júri e Juizes de Paz. (d) Juizes de Direito

Leia mais

PRINCÍPIOS: b) Imparcialidade; c) Juiz natural; d) Indeclinabilidade da jurisdição; e) Indisponibilidade e tipicidade.

PRINCÍPIOS: b) Imparcialidade; c) Juiz natural; d) Indeclinabilidade da jurisdição; e) Indisponibilidade e tipicidade. Jurisdição e Competência Penal PRINCÍPIOS: a) Inércia da jurisdição (ne procedat iudex ex officio); b) Imparcialidade; c) Juiz natural; d) Indeclinabilidade da jurisdição; e) Indisponibilidade e tipicidade.

Leia mais

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 11/11)

NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO. - Direito Individual do Trabalho - (aula 11/11) NIVELAMENTO PARA PÓS GRADUAÇÃO - Direito Individual do Trabalho - (aula 11/11) CUSTÓDIO NOGUEIRA Advogado militante especializado em Direito Civil e Processo Civil; Sócio da Tardem e Nogueira Assessoria

Leia mais

ATOS, TERMOS E PRAZOS PROCESSUAIS (artigos 770 a 782, CLT) DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

ATOS, TERMOS E PRAZOS PROCESSUAIS (artigos 770 a 782, CLT) DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO Aula 4 Atos, termos e Prazos processuais. Nulidades processuais. Professora: Maria Inês Gerardo Site: Facebook: Maria Inês Gerardo Atos processuais: Conceito Classificação

Leia mais

CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 15, DE 11 DE JUNHO DE 2012.

CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 15, DE 11 DE JUNHO DE 2012. PROVIMENTO Nº 15, DE 11 DE JUNHO DE 2012. Disciplina a execução das medidas socioeducativas de liberdade assistida e prestação de serviços à comunidade, bem como as de internação e de semiliberdade nas

Leia mais

Código de Processo Civil Artigos 200 a 242 MODALIDADES DE CARTAS:

Código de Processo Civil Artigos 200 a 242 MODALIDADES DE CARTAS: DIREITO PROCESSO CIVIL Da comunicação dos atos processuais: cartas, citação e intimação. De outros atos processuais: Do Juizado Especial Federal:princípios e competência. Glauka Archangelo DA COMUNICAÇÃO

Leia mais

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF Atualizado em 09/11/2016 RESOLUÇÃO Nº 581, DE 8 DE JUNHO DE 2016 Dispõe sobre as Tabelas de Custas e a Tabela de Porte de Remessa e Retorno dos Autos e dá outras providências.

Leia mais

PROVIMENTO Nº 63/02-CGJ

PROVIMENTO Nº 63/02-CGJ PROVIMENTO Nº 63/02-CGJ Dispõe sobre os atos que podem praticados pelos Diretores de Secretaria e Escrivães Cíveis e Criminais de Varas das Comarcas da Capital e do interior do Estado, ou servidores autorizados,

Leia mais

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Professor Alessandro Dantas Coutinho CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 1 - Introdução A Administração Pública atua por meio de seus órgãos e seus agentes, os quais são incumbidos do exercício das funções

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 25.662/CS HABEAS CORPUS N. 135.921 SANTA CATARINA IMPETRANTE: EUNICE ANISETE DE SOUZA TRAJANO E OUTRO(A/S) PACIENTE: PEDRO FERNANDES GUERREIRO JUNIOR COATOR: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATORA: MINISTRA

Leia mais

Indisponibilidade de Serviços On-line

Indisponibilidade de Serviços On-line Indisponibilidade de Serviços On-line Conforme Comunicado Conjunto nº 2.340/16 (DJE de 19/12/16), das 0 hora do dia 2 à 0 hora do dia 9 de janeiro de 2017 estarão indisponíveis: a) Os Sistemas de Automação

Leia mais

Ato TRT GP nº 120/2012 Seg, 04 de junho de :51 -

Ato TRT GP nº 120/2012 Seg, 04 de junho de :51 - TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO - 13ª REGIÃO PARAÍBA DOC: ATO NUM: 120 ANO: 2012 DATA: 07-05-2012 DEJT DATA: 08-05-2012 ATO TRT GP Nº 120/2012 João Pessoa, 07 de maio de 2012 Modifica o Projeto Negócio Legal,

Leia mais