APÊNDICES. Apêndice 1: Modelo e Orientações para a confecção do relatório individual de estágio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APÊNDICES. Apêndice 1: Modelo e Orientações para a confecção do relatório individual de estágio"

Transcrição

1 APÊNDICES Apêndice 1: Modelo e Orientações para a confecção do relatório individual de estágio UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Araraquara Curso de Química - Licenciatura Plena Disciplina: Estágio Curricular Supervisionado VII (Metodologia e Prática de Ensino de Química) Professor: Tiago Yamazaki Izumida Andrade 1. Capa 2. Índice 3. Introdução 4. Apresentação das Escolas (em que realizou o estágio) 5. Atividades realizadas (Descrever cada uma das atividades realizadas) 6. Conclusão (análise crítica sobre o processo de estágio) 7. Referências (livros, sites e artigos utilizados para elaborar ou auxiliar nas atividades realizadas) 8. Anexos: (materiais produzidos por outras pessoas que foram utilizados durante o estágio: plano de ensino da disciplina, plano de aula do professor, Projeto Político Pedagógico da escola, planilhas, figuras de livros, desenhos, entre outros) 9. Apêndices: (materiais produzidos pelo estagiários durante o estágio: planos de ensino, plano de aula, questionários, exercícios e textos oferecidos aos alunos, fotos, desenhos, etc.) OBSERVAÇÕES: O Relatório deverá ser elaborado obedecendo as regras abaixo relacionadas: 1) Digitado segundo as normas da ABNT; 2) Ordenado conforme os itens expostos anteriormente; 3) Entregue impresso ou por (seguindo as normas estabelecidas no relatório de atividade da disciplina) até o dia 04/12/2013. SEGUE A SEGUIR O MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO EXPLICANDO DETALHADAMENTE CADA ITEM QUE O ALUNO DEVE DESENVOLVER.

2 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Araraquara Curso de Química - Licenciatura Plena (NOME DO ALUNO) Relatório de Estágio Curricular Supervisionado VII - Metodologia e Prática de Ensino de Química Professor: Tiago Yamazaki Izumida Andrade Araraquara 2013

3 ÍNDICE INTRODUÇÃO APRESENTAÇÃO DA ESCOLA ATIVIDADES REALIZADAS... 8 CONCLUSÃO... 9 REFERÊNCIAS ANEXOS APÊNDICES... 12

4 INTRODUÇÃO Neste item você fará um memorial sobre sua vida, baseando-se na sua trajetória pessoal reflexiva. Faça um retrospecto e uma reflexão sobre as experiências obtidas até o momento atual, lembranças e informações que configuram novos sentidos no presente. Busque encontrar subsídios no contexto escolar do ensino básico, do ensino superior, família e sociedade em geral, que contribuíram para a sua formação, suas ideologias e que de certa forma influenciaram e influenciarão sua atuação como professor. Conte sobre sua vida na Universidade: O que influenciou sua escolha, como foi sua entrada, suas expectativas, frustrações, conquistas. Experimente dizer o que mudou em você nesse tempo. Encerre sua introdução no contando como foi voltar para a escola do ensino médio: mudou muito de lá para cá? Como é olhar o ensino agora do ponto de vista do professor? Qual (is) é (são) o (s) desafio (s) que você observou na condição de professor? Como pretende superar (-los)?

5 1 APRESENTAÇÃO DA ESCOLA CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA: Levantamento de dados iniciais gerais sobre a escola como: data de fundação, localização, caracterização das dependências físicas, organograma, número de turnos e turmas por turnos, número de funcionários por área, de professores, caracterização da clientela atendida, nível socioeconômico, etc. CARACTERIZAÇÃO DOS PROFESSORES Procure saber qual é a formação do docente que está te orientando na escola; Quantas aulas ele ministra durante a semana; Em quantas escolas ele leciona, As principais dificuldades que ele enfrenta no sistema educacional; Quais são seus expectativas para o ensino; Qual sua visão sobre a relação entre Escola e Universidade. Observação: antes de criticarmos o professor que está na ativa, precisamos saber como é sua realidade concreta, pois na academia lidamos com situações, muitas vezes, irreais sobre o ensino, por isso é importante conhecermos o fenômeno educativo de forma holística sem pré-julgamentos.

6 2 ATIVIDADES REALIZADAS Explicite de forma clara e detalhada todas as atividades realizadas durante o estágio. Além disso acrescente: Fontes de consultas utilizadas para preparar suas aulas? Principais dificuldades que você enfrentou ao preparar suas aulas/atividades? Qual a participação do professor da classe em sua atividade?

7 CONCLUSÃO Faça uma análise crítica sobre o processo de estágio, sobre o curso de Licenciatura em Química, sobre a referida disciplina e sobre o sistema educacional em geral. Busque encontrar alguns pontos que contribuíram para seu crescimento profissional e pessoal. Proponha algumas sugestões para a melhoria de algo que o inquiete, tanto no curso de graduação quanto na educação em geral.

8 REFERÊNCIAS Coloque aqui as referências bibliográficas de acordo com as normas da ABNT.

9 ANEXOS Materiais produzidos por outras pessoas que foram utilizados durante o estágio: plano de ensino da disciplina, plano de aula do professor, Projeto Político Pedagógico da escola, planilhas, figuras de livros, desenhos, entre outros

10 APÊNDICES Materiais produzidos pelo estagiário durante o estágio: planos de ensino, plano de aula, questionários, exercícios e textos oferecidos aos alunos, fotos, desenhos, organograma, planilhas, etc. INCLUSIVE OS RESUMOS DOS TEXTOS.

REGIMENTO INTERNO DE ESTAGIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTORIA LICENCIATURA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO

REGIMENTO INTERNO DE ESTAGIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTORIA LICENCIATURA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO REGIMENTO INTERNO DE ESTAGIO CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTORIA LICENCIATURA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Dispõe sobre o cumprimento da carga horária de Estágio Supervisionado

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO III

ESTÁGIO SUPERVISIONADO III ESTÁGIO SUPERVISIONADO III ORIENTAÇÕES DE ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO PARCIAL E FINAL Prof. MSc Samuel Guerra Torres Prof. Patric Barreto CRONOGRAMA Aula Data Conteúdo Horas 1 06/ago Planejamento 0 2 13/ago

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO REALIZADO NA EMPRESA XXXXXXXXX

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO REALIZADO NA EMPRESA XXXXXXXXX UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS LONDRINA CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE MATERIAIS NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO REALIZADO NA EMPRESA XXXXXXXXX RELATÓRIO FINAL

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR PROFISSIONALIZANTE

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR PROFISSIONALIZANTE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR PROFISSIONALIZANTE 1. O Relatório do Estágio Curricular Profissionalizante deverá obedecer ao tamanho de papel A4 (21,0 x 29,7 cm). 2. Na elaboração

Leia mais

Projeto do Estágio Supervisionado da Licenciatura em Ciências Biológicas (Parte do Projeto Pedagógico do Curso )

Projeto do Estágio Supervisionado da Licenciatura em Ciências Biológicas (Parte do Projeto Pedagógico do Curso ) Projeto do Estágio Supervisionado da Licenciatura em Ciências Biológicas (Parte do Projeto Pedagógico do Curso ) De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de professores - Art

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio PLANO DE ENSINO Curso Disciplina/Carga horária Professor Responsável Licenciatura em Matemática ESTG 04- Estágio Supervisionado IV (150h.a) Nome: Marleide Coan Cardoso email:marleide@ifc-sombrio.edu.br

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - A Coordenação do Curso de Licenciatura em Química da UTFPR Campus

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Artigo 1º - O Estágio Supervisionado de que trata este regulamento refere-se à formação de

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ORIENTAÇÕES ETAPAS

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ORIENTAÇÕES ETAPAS ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ORIENTAÇÕES 2011.1 ETAPAS 1) Entrega do Plano de Estágio Entregar (impresso) até o dia 30.04.11 o plano de estágio supervisionado em Engenharia Civil, através do preenchimento

Leia mais

Orientações para a realização dos estágios de observação de aulas

Orientações para a realização dos estágios de observação de aulas "Campus de São José do Rio Preto Departamento: Educação Curso: Licenciatura em Letras (diurno e noturno) Disciplina: Estágios Curriculares Supervisionados I: Língua Estrangeira obrigatória /anual Carga

Leia mais

PRODUTO DO ESTÁGIO CURRÍCULAR OBRIGATÓRIO PAUTA DE ELABORAÇÃO DO PORTFÓLIO LICENCIATURA EM DANÇA

PRODUTO DO ESTÁGIO CURRÍCULAR OBRIGATÓRIO PAUTA DE ELABORAÇÃO DO PORTFÓLIO LICENCIATURA EM DANÇA PRODUTO DO ESTÁGIO CURRÍCULAR OBRIGATÓRIO PAUTA DE ELABORAÇÃO DO PORTFÓLIO LICENCIATURA EM DANÇA 1. Ementa Registro crítico, reflexivo e avaliativo das ações e intervenções que tangenciaram os estágios

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE: Estágio na Empresa e Relatório de Estágio

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE: Estágio na Empresa e Relatório de Estágio Educando para o Pensar e o Fazer COORDENAÇÃO TÉCNICA ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE: Estágio na Empresa e Relatório de Estágio 1. O que é estágio? É a parte da formação do técnico em que o aluno colocará em

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS DE APUCARANA CURSO TÉCNICO EM VESTUÁRIO OU CURSO TÉCNICO EM MODELAGEM DO VESTURÁRIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS DE APUCARANA CURSO TÉCNICO EM VESTUÁRIO OU CURSO TÉCNICO EM MODELAGEM DO VESTURÁRIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS DE APUCARANA CURSO TÉCNICO EM VESTUÁRIO OU CURSO TÉCNICO EM MODELAGEM DO VESTURÁRIO Relatório Final de Estágio Obrigatório do Curso Técnico em... NOME

Leia mais

EDUCAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO EDUSESC Módulo de Educação e Cultura MEC Ensino Médio

EDUCAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO EDUSESC Módulo de Educação e Cultura MEC Ensino Médio EDUCAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO EDUSESC Módulo de Educação e Cultura MEC Ensino Médio TRABALHO DE INVESTIGAÇÃO FONTES DE ENERGIA ALTERNATIVA Prof. Diones Charles Física 2 2º ano A Taguatinga, 22

Leia mais

Relatório Final de Estágio Obrigatório

Relatório Final de Estágio Obrigatório UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE APUCARANA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS QUÍMICOS Relatório Final de Estágio Obrigatório Relatório Final de Estágio apresentado à UTFPR como

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: / FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: / FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA EDUCAÇÃO INFANTIL Ilha Solteira SP

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS

PROGRAMAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ Curso: Licenciatura Plena em Ciências Biológicas Projeto de Estágio Supervisionado do curso de Ciências Biológicas Profa.: Angela Martins Baeder 2005 PROGRAMAÇÃO

Leia mais

DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS. Dos Princípios. Do Local de Estágio

DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS. Dos Princípios. Do Local de Estágio UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS/LIBRAS RESOLUÇÃO Nº 04/2011 - CLL Regulamenta

Leia mais

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições,

O Diretor Geral do Instituto Federal Catarinense Câmpus Rio do Sul, no uso das suas atribuições, INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS RIO DO SUL Nº 01/2012 Dispõe sobre as normas para elaboração, trâmite, análise e aprovação dos Planos de Ensino dos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ORIENTAÇÕES PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Orientações para Relatório de Estágio Supervisionado 1 de 9 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS Instituto de Ciências

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA TITULO I DO ESTÁGIO E SEUS OBJETIVOS CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E ABRANGÊNCIA ART. 1º - Denomina-se

Leia mais

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso

Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso Unidade 1 Sobre o Trabalho de conclusão de curso O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é um requisito obrigatório para a conclusão do curso, realizada no final do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade

Leia mais

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO Escola SENAI Anchieta Sumário Página 01 Prática Profissional / Estágio 03 02 Da carga horária da Prática Profissional / Estágio

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA CIÊNCIAS E MATEMÁTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA CIÊNCIAS E MATEMÁTICA A INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA NO ESTÁGIO COM PESQUISA

Leia mais

Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio

Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio Faculdade Campo Limpo Paulista Curso de Farmácia Instruções para o desenvolvimento do estágio Para o desenvolvimento do estágio curricular do curso de farmácia, os seguintes passos deverão ser seguidos:

Leia mais

Acreditamos no seu envolvimento e dedicação à sua realização e confiamos no seu sucesso.

Acreditamos no seu envolvimento e dedicação à sua realização e confiamos no seu sucesso. ATIVIDADE INTEGRADORA CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO ESCOLAR CIRCUITO: 9 PERIODO: 7º Caro (a) aluno (a), Esta atividade deverá ser desenvolvida individualmente

Leia mais

Códigos Disciplinas Carga Horária. LEC050 Linguística I 60 horas --- LEC091 Estudos Literários I 60 horas ---

Códigos Disciplinas Carga Horária. LEC050 Linguística I 60 horas --- LEC091 Estudos Literários I 60 horas --- LICENCIATURA EM LETRAS: PORTUGUÊS E RESPECTIVAS LITERATURAS MATRIZ CURRICULAR Habilitação em Português e respectivas literaturas o Ciclo Básico: LEC050 Linguística I 60 horas --- LEC091 Estudos Literários

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO I E II E DO ARTIGO CIENTÍFICO DE ESTÁGIO II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO USJ

MANUAL DE ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO I E II E DO ARTIGO CIENTÍFICO DE ESTÁGIO II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO USJ CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ USJ MANUAL DE ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO I E II E DO ARTIGO CIENTÍFICO DE ESTÁGIO II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO USJ - 2011-2 O Estágio Supervisionado

Leia mais

1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO

1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO É o documento que relata formalmente os resultados ou processos obtidos em investigação de pesquisa e desenvolvimento ou que descreve a situação prática ou de observação de uma questão

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento estabelece as normas para o cumprimento da carga horária mínima em Estágio

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES

FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES CURSO DEMATEMÁTICA - LICENCIATURA Versão 2016.1 Manual de Estágio Supervisionado Ribeirão Pires Prezado acadêmico Este manual destina-se a orientar o aluno de Licenciatura

Leia mais

TCC DE LETRAS LICENCIATURA E BACHARELADO MANUAL DE ORIENTAÇÕES

TCC DE LETRAS LICENCIATURA E BACHARELADO MANUAL DE ORIENTAÇÕES TCC DE LETRAS LICENCIATURA E BACHARELADO MANUAL DE ORIENTAÇÕES 2014 TCC LETRAS BACHARELADO PORTUGUÊS/INGLÊS O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) dos alunos que cursam o Bacharelado constituise como trabalho

Leia mais

Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO São João Del Rei - MG 20 NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA LATO SENSU MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO por PROFª Ms. Maria Rosa Silva Lourinha Rio de Janeiro, MARÇO / 2013 1 MANUAL DE ESTÁGIO

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REALIZADO NA XXXXXXXXXXX

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REALIZADO NA XXXXXXXXXXX UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS LONDRINA CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE MATERIAIS NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REALIZADO NA XXXXXXXXXXX RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO

Leia mais

Faculdade Adventista da Bahia CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

Faculdade Adventista da Bahia CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Faculdade Adventista da Bahia CURSO LICENCIATURA EM Regulamento do TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE Cachoeira Bahia 2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE LICENCIATURA EM DA FADBA Página

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: / FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: / FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ILHA SOLTEIRA CNPJ: 03.117.139/0001-08 FACULDADE DE ILHA SOLTEIRA - FAISA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA ENSINO FUNDAMENTAL Ilha Solteira SP

Leia mais

Regulamentação do Estágio Supervisionado Curso de Licenciatura em História UFRRJ/Seropédica

Regulamentação do Estágio Supervisionado Curso de Licenciatura em História UFRRJ/Seropédica MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Regulamentação do Estágio Supervisionado Curso de Licenciatura em História UFRRJ/Seropédica CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO Art. 1º. O Estágio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ORIENTAÇÕES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO I,II E III

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA ORIENTAÇÕES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO I,II E III ORIENTAÇÕES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO I,II E III DIAMANTINA 2010 ORIENTAÇÕES SOBRE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO I, II e III O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura da Educação Física da Universidade

Leia mais

Supervisão de Estágios

Supervisão de Estágios Supervisão de s Orientações ao estagiários A Coordenação de Curso tem como objetivos, orientar, esclarecer e fazer o encaminhamento documental do estágio, de forma a viabilizar a realização do estágio

Leia mais

CAMPUS DE PONTA PORÃ CAMPUS DE PONTA PORÃ

CAMPUS DE PONTA PORÃ CAMPUS DE PONTA PORÃ CAMPUS DE PONTA PORÃ PLANO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO 1 - UNIDADE CONCEDENTE DO ESTÁGIO Nome: Nome do CEINF/Escola CNPJ: Ramo de atividade: Educacional Tel: (67) E-mail: Endereço: Município:

Leia mais

NÚCLEOS DE ENSINO Convite 2011

NÚCLEOS DE ENSINO Convite 2011 A Reitoria, por intermédio da Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, torna público e CONVIDA os professores da UNESP, interessados em Educação, a apresentarem propostas para obtenção de financiamento de projetos

Leia mais

ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM MATEMÁTICA

ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM MATEMÁTICA ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM MATEMÁTICA Como funciona o Estágio no curso de matemática? O Curso de Licenciatura em Matemática atende também a essa determinação, pois integra em seu currículo as disciplinas Prática

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA para todos os alunos do CGEM a partir do 2º semestre de 2016

REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA para todos os alunos do CGEM a partir do 2º semestre de 2016 REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA para todos os alunos do CGEM a partir do 2º semestre de 2016 Aprovado pelo Conselho de Curso de Graduação em Eng. Mecânica em 30/06/2016.

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO

RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO A pasta do estágio será composta pelas fichas referentes ao estágio profissional supervisionado, deverão ser elaborados segundo os padrões das normas ABNT e entregue à Coordenação

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO CIÊNCIAS DA NATUREZA LICENCIATURA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO CIÊNCIAS DA NATUREZA LICENCIATURA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO O presente regulamento normatiza o estágio curricular supervisionado do Curso Ciências da Natureza Licenciatura da Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DO LICENCIANDO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: ANSEIOS E DIFICULDADES

A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DO LICENCIANDO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: ANSEIOS E DIFICULDADES A IMPORTÂNCIA DO ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DO LICENCIANDO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: ANSEIOS E DIFICULDADES Mauricio André Morales Garcia 1 Simone Medianeira Franzin 2 Resumo: O estágio em qualquer curso superior

Leia mais

Estágio Supervisionado em Química I

Estágio Supervisionado em Química I Estágio Supervisionado em Química I Profª Tathiane Milaré AULA 1 Planejamento das atividades Objetivos Gerais da Disciplina vivenciar situações do cotidiano da escola e, em especial, aquelas dirigidas

Leia mais

Introdução Desenvolvimento Conclusão. Referências (obrigatório) Glossário (opcional) Apêndice(s) (opcional) Anexo(s) (opcional) Índice(s) (opcional)

Introdução Desenvolvimento Conclusão. Referências (obrigatório) Glossário (opcional) Apêndice(s) (opcional) Anexo(s) (opcional) Índice(s) (opcional) Prezado aluno, Objetivo das informações a seguir, é facilitar a compreensão e entendimento dos alunos para estruturação de Trabalho de Projeto Integrado I, dos Cursos de Tecnologias em Gestão e Negócios,

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS UNICRUZ - UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS UNICRUZ - UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS UNICRUZ - UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES Art. 1º - O presente regulamento estabelece as normas para a efetivação

Leia mais

FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO O relatório deverá ser entregue em formato pdf, sendo dispensada a forma impressa. Para a elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1,5 espaçamento entre as linhas CURSO XXXXXXXXXXXXXXX Fonte 14 Fonte 16 RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Colocado no centro da folha Nome do Estagiário Fonte 14 Fonte 14 ALMENARA 2012 Espaçamento simples

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Módulo XXXX Nome do Módulo Título do Artigo

Trabalho de Conclusão de Módulo XXXX Nome do Módulo Título do Artigo Trabalho de Conclusão de Módulo XXXX Nome do Módulo Título do Artigo Seu NOME - Turma 1 RESUMO: Esta orientação apresenta as regras e modelos que iremos utilizar na elaboração de nosso TCM Trabalho de

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS SUPERIORES DE LICENCIATURA

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS SUPERIORES DE LICENCIATURA REGULAMENTO DE ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS SUPERIORES DE LICENCIATURA Normatiza a realização dos estágios supervisionados previstos nas Matrizes Curriculares dos Cursos Superiores de Licenciatura

Leia mais

Orientações para a realização dos estágios de observação de aulas

Orientações para a realização dos estágios de observação de aulas "Campus de São José do Rio Preto Departamento: Educação Curso: Licenciatura em Letras (diurno e noturno) Disciplina: Estágios Curriculares Supervisionados I: Língua Materna obrigatória /anual Carga horária:

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Programa de Estágio Supervisionado Obrigatório

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Programa de Estágio Supervisionado Obrigatório UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA Programa de Estágio Supervisionado Obrigatório Curso de Licenciatura em Educação Física Ingressantes

Leia mais

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório final é o documento de caráter obrigatório que revela a experiência do aluno, deve retratar todas as suas reflexões sobre a prática vivenciada, estabelecer

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO- ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS CURSO DE PEDAGOGIA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTO Anápolis, 2 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA

Leia mais

Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Terra Departamento de Geomática

Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências da Terra Departamento de Geomática DISCIPLINA DE TOPOGRAFIA I - 2013 ENGENHARIA CARTOGRÁFICA Profa. Dra. Maria Aparecida Z. Zanetti Prof. Dr. Luis Augusto Koenig Veiga AULA PRÁTICA - 01 CALIBRAÇÃO DO PASSO - MEDIDA DE DISTÂNCIAS UTILIZANDO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-2 DISCIPLINA: Socialização das Experiências Docentes II JP0040 PROFESSOR: Ms. Patrícia Moura Pinho I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h Carga Horária Prática: 15h II

Leia mais

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS ANEXO V REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA À DISTÂNCIA CAPÍTULO I DA REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO - LAMEX

REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO - LAMEX REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO - LAMEX REGULAMENTO INTERNO DO LABORATÓRIO DE MEIOS DE EXPRESSÃO LAMEX CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Meios de Expressão

Leia mais

II. ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO I

II. ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO I II. ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO I A elaboração do Relatório de Estágio é a fase de construção lógica do trabalho que foi previsto no Plano de Estágio, com base nos dados e informações coletados durante

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO Capítulo I Princípios e Diretrizes Art 1º. O Estágio Supervisionado, disciplina pedagógica do Curso de Pedagogia docência em Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 2011 CAPITULO I CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º O Curso de Biblioteconomia

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE MONITORES 2014 LICENCIATURAS (ARTES VISUAIS /ECA)

EDITAL PARA SELEÇÃO DE MONITORES 2014 LICENCIATURAS (ARTES VISUAIS /ECA) EDITAL PARA SELEÇÃO DE MONITORES LICENCIATURAS (ARTES VISUAIS /ECA) DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE MONITORES PARA O PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES (LICENCIATURAS) DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO O Programa

Leia mais

LDB Lei de Diretrizes e Bases

LDB Lei de Diretrizes e Bases PEDAGOGIA LDB Lei de Diretrizes e Bases Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional O pedagogo estuda as teorias da ciência da educação e do ensino É

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A - TCC (30-460) E DO PROJETO INTERDISCIPLINAR (30-094)

NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A - TCC (30-460) E DO PROJETO INTERDISCIPLINAR (30-094) UNIVERSIDADE REGIONAL INTEGRADA DO ALTO URUGUAI E DAS MISSÕES DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NORMATIZAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO A - TCC (30-460)

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO TERMO DE REFERÊNCIA SUGERIDO PESQUISA DE OBSERVAÇÃO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - STALLINGS

INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO TERMO DE REFERÊNCIA SUGERIDO PESQUISA DE OBSERVAÇÃO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - STALLINGS INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO TERMO DE REFERÊNCIA SUGERIDO PESQUISA DE OBSERVAÇÃO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - STALLINGS Objetivos Gerais do Trabalho Contratação de empresa especializada para realizar a Pesquisa

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O Projeto Pedagógico do Curso de Enfermagem do Centro Universitário do Cerrado - Patrocínio (UNICERP) fundamenta a ação pedagógica, a ser desenvolvida junto aos alunos, na

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO 1. Introdução 2. Professores orientadores de estágio 3. Relatório de estágio 3.1 Apresentação do relatório 4. Roteiro do relatório de estágio 4.1 Estagiário

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ITAQUI CURSO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ITAQUI CURSO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. <Nome do acadêmico (a)> UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ITAQUI CURSO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Itaqui RELATÓRIO DE ESTÁGIO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Semestre EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA CURSO: Curso Técnico em Agroindústria FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( )

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 02, DE 8 DE ABRIL DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 02, DE 8 DE ABRIL DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 02, DE 8 DE ABRIL DE 2011 Estabelece normas para realização, execução e avaliação do Estágio Supervisionado no Curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de São João del-rei. O PRESIDENTE

Leia mais

1espaço de 1,5cm INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS - CAMPUS SÃO JOÃO EVANGELISTA CURSO XXXXXXXXXXXXXXX. 2 espaços de 1,5 cm

1espaço de 1,5cm INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS - CAMPUS SÃO JOÃO EVANGELISTA CURSO XXXXXXXXXXXXXXX. 2 espaços de 1,5 cm 1espaço de 1,5cm INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS - CAMPUS SÃO JOÃO EVANGELISTA CURSO XXXXXXXXXXXXXXX 2 espaços de 1,5 cm NOME DO(A) ALUNO(A) Caixa alta (Maiúsculo), negrito, centralizado. Caixa alta,

Leia mais

A aula como forma de organização do ensino.

A aula como forma de organização do ensino. 27/abr 5ª feira 19h às 22h Organização da Aula: Elementos estruturantes Método e estratégias de ensino. 04/mai 5ª feira 19h às 22h Organização da Aula: Elementos estruturantes - processo de avaliação da

Leia mais

Atividades executadas durante o mês de Janeiro:

Atividades executadas durante o mês de Janeiro: INSTITUTO NOROESTE DE BIRIGUI RELATÓRIO PEDAGÓGICO REFERENTE AO MÊS DE JANEIRO DE 2016 Atividades executadas durante o mês de Janeiro: EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I Atendimento a pais (novas

Leia mais

RELATO DE EXPERIENCIA DO ESTAGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL

RELATO DE EXPERIENCIA DO ESTAGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL RELATO DE EXPERIENCIA DO ESTAGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO INFANTIL Verônica Leal de Moura; Luana Nobre de Sousa Universidade Federal do Piauí UFPI, veronicamoura22@outlook.com; e-mail. INTRODUÇÃO De

Leia mais

INSTITUTO MARIA AUXILIADORA BIBLIOTECA SÃO JOÃO XIII

INSTITUTO MARIA AUXILIADORA BIBLIOTECA SÃO JOÃO XIII INSTITUTO MARIA AUXILIADORA BIBLIOTECA SÃO JOÃO XIII COMO ELABORAR UM TRABALHO ESCOLAR SEGUNDO AS NORMAS DA ABNT RANIERI DANTAS NATAL / RN 2014 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS CAPA (ELEMENTO OBRIGATÓRIO): NOME

Leia mais

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO

COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO 1 INTRODUÇÃO As orientações aqui apresentadas são baseadas na norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para apresentação de artigos científicos impressos:

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de PLANO DE CURSO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de PLANO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN DE MODA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Trabalho de Conclusão de Curso II Código: CH Total: 72 horas Pré-requisitos:

Leia mais

Engenharia - Ciclo Básico. Orientações. 2º e 3º semestres. 2016

Engenharia - Ciclo Básico. Orientações. 2º e 3º semestres. 2016 UNIP Universidade Paulista Engenharia - Ciclo Básico Orientações Atividades Práticas Supervisionadas 2º e 3º semestres. 2016 I OBJETIVO Projetar e construir um protótipo de um veículo movido a energia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO Bolsista: Marcelo Fonseca Vivian DADOS DE IDENTIFICAÇÃO BOLSISTA: Marcelo Fonseca

Leia mais

Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa

Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa 2014. 1 Métodos e Técnicas do Trabalho Científico e da Pesquisa FACULDADE POLIS DAS ARTES Professor: Tiago Silva de Oliveira E-mail: psicotigl@yahoo.com.br Noturno/2014.1 Carga Horária 80h 1 Dia da Semana

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Letras Curso de Secretariado Executivo Trilíngue Estágio Curricular Supervisionado MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

Leia mais

NOME DO ACADÊMICO (A) RELATÓRIO PARCIAL DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL PONTA PORÃ/MS ANO

NOME DO ACADÊMICO (A) RELATÓRIO PARCIAL DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL PONTA PORÃ/MS ANO NOME DO ACADÊMICO (A) RELATÓRIO PARCIAL DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL PONTA PORÃ/MS ANO NOME DO ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL Trabalho apresentado à

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I EDUCAÇÃO INFANTIL

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I EDUCAÇÃO INFANTIL 0 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I EDUCAÇÃO INFANTIL Pedagogia LICENCIATURA Versão Novembro de 2016 E N V E L O P E 1 Folha de identificação; Folha carga horária e avaliação

Leia mais

DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE FINAL DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE FINAL DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE FINAL DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CAPÍTULO I DO TFC 1. O Trabalho Final de Curso (TFC) visa ampliar as condições de formação profissional do aluno por

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS DEPARTAMENTO DE DESPORTOS PROGRAMA DE ENSINO 2016/1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS DEPARTAMENTO DE DESPORTOS PROGRAMA DE ENSINO 2016/1 CAMPUS: Goiabeiras - CEFD CURSO: Educação Física PROGRAMA DE ENSINO 2016/1 HABILITAÇÃO: Licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL:

Leia mais

NORMATIVA DE AVALIAÇÃO NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IF CATARINENSE CÂMPUS ARAQUARI CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO ENSINO

NORMATIVA DE AVALIAÇÃO NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IF CATARINENSE CÂMPUS ARAQUARI CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO ENSINO NORMATIVA DE AVALIAÇÃO NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO DO IF CATARINENSE CÂMPUS ARAQUARI Estabelece e regulamenta o processo de avaliação nos Cursos Técnicos de Nível Médio nas formas Integrado e Subsequente

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 E N V E L O P E Folha de identificação*; Capa; Folha carga horária

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran / PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: DIDÁTICA CARGA HORÁRIA: 80 PROFESSOR: Vallace Chriciano Souza Herran OBJETIVO GERAL: Estabelecer a discussão crítica sobre os princípios e os pressupostos históricos, filosóficos,

Leia mais

PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015

PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015 Dispõe sobre o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC do Curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Faculdade de

Leia mais

NORMA COMPLEMENTAR PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS MEDIANEIRA

NORMA COMPLEMENTAR PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS MEDIANEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Câmpus Medianeira NORMA COMPLEMENTAR PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS MEDIANEIRA NORMA COMPLEMENTAR

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA MECÃNICA / ENGENHARIA MECATRÔNICA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA MECÃNICA / ENGENHARIA MECATRÔNICA 1 UNIVERSIDADE PAULISTA UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA CURSO DE ENGENHARIA MECÃNICA / ENGENHARIA MECATRÔNICA ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS (Orientações para a realização das APS dos

Leia mais

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL Ipezal/Angélica MS Abril 2012 ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO

Leia mais

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010.

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. Institui as orientações e as atividades aprovadas para a realização da carga horária de Estágio Supervisionado

Leia mais

ANEXO I Quadro resumo do Saresp 1996/1997/ /

ANEXO I Quadro resumo do Saresp 1996/1997/ / 89 Objetivos ANEXO I Quadro resumo do Saresp 1996/1997/1998 2000/2001 2002 2003 2004 2005 Em 2000: Obter Em 2002 2 : Em 2003 4 : Obter indicadores informações que diagnosticar o Promover uma educacionais

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA: O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA RELAÇÃO TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO DOCENTE

RELATO DE EXPERIÊNCIA: O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA RELAÇÃO TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO DOCENTE RELATO DE EXPERIÊNCIA: O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA RELAÇÃO TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO DOCENTE Janaí da Conceição Silva Janai_s@hotmail.com Edja Araújo da Silva Edjaaraujo.25@hotmail.com Givaldo Amoroso

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO

CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO CURSO DE PEDAGOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO DAS CONDIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento apresenta a definição, os objetivos, a caracterização e a explicitação das condições

Leia mais