Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio"

Transcrição

1 Faculdade Campo Limpo Paulista Curso de Farmácia Instruções para o desenvolvimento do estágio

2 Para o desenvolvimento do estágio curricular do curso de farmácia, os seguintes passos deverão ser seguidos: 1- Leitura do Manual de Estágios; 2- Contato com o Departamento de Estágios (Flavio ou Simone) para verificação dos documentos necessários; 3- Após o término dos estágios realizar a confecção e entrega do relatório de acordo com o modelo que se segue;

3 PASSO A PASSO Imprimir e preencher o credenciamento de estágios (disponível no site da FACCAMP, link curso de farmácia). Procurar o departamento de estágios Entregar ao departamento de estágio a cópia da apólice do seguro pessoal. Após dois dias da entrega dos documentos supra citados, retirar no departamento de estágios o Termo de Compromisso de Estágio TCE. Levar o TCE até o estabelecimento em que fará o estágio e colher carimbo e assinatura da empresa cedente do estágio. Retornar ao setor de estágio com todos os documentos, para que posteriormente seja colhida a assinatura do Responsável Legal da FACCAMP. Após dois dias retornar no departamento de estágios para a retirada dos documentos assinados. Após concluídas as etapas anteriores, o aluno terá permissão para iniciar o estágio. OBSERVAÇÕES: 1- NÃO SERÁ ACEITO ESTÁGIOS SEM QUE A DOCUMENTAÇÃO ESTEJA COMPLETA; 2- PARA CADA MODALIDADE DE ESTÁGIO, O ALUNO DEVERÁ PREPARAR NOVOS DOCUMENTOS; 3- EM HIPÓTESE ALGUMA PODERÁ INICIAR OS ESTÁGIOS SEM A APÓLICE DE SEGURO; 4- APÓS A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO, ENTREGAR O RELATÓRIO DE CADA MODALIDADE E SEUS ANEXOS, AO DEPARTAMENTO DE ESTÁGIO, PARA QUE SEJA ENCAMINHADO AO PROFESSOR ORIENTADOR DE ESTÁGIO.

4 Observação: 1- O relatório deverá ser escrito com fonte Arial, tamanho 12 e espaçamento 1,5 cm. 2- O relatório deverá ser encadernado e a capa deverá ser transparente para facilitar a identificação. 3- Deverá conter no mínimo 15 folhas sem contar com os anexos. 4- Anexos: Ficha de acompanhamento assinada pelo farmacêutico (imprescindível).

5 Modelo da capa:

6 Modelo da contra capa:

7 1- INTRODUÇÃO Desenvolver um breve histórico da empresa e seus objetivos CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA Classificar a farmácia em: mista, manipulação, homeopática, pública ou hospitalar. No caso de Indústria, classificar seu tipo (alimentos, cosméticos, medicamentos, etc) CLASSIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO Descrever brevemente: a- O local em que o estabelecimento funciona; b- O fluxo de serviço; c- Os tipos de serviços prestados (manipulação, nutrição parenteral, quimioterápicos, controle de qualidade, controle de estoque, atenção farmacêutica, farmacovigil^çancia, estudos de interações medicamentosas, CCIH Comissão de Controle de Infecção Hospitalar; e outros; d- Linhas de manipulação, sólidos, líquidos e semi-sólidos. e INFRA-ESTRUTURA Descrever: a- Tipo de piso, revestimento de paredes e cores; b- Sistema de circulação de ar; c- Equipamentos; d- Desenho das disposições internas 2. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS a- Especificar os setores; b- Fazer um relatório detalhado das atividades desenvolvidas em cada setor (separadamente);

8 3. CONCLUSÃO a- Comentar se o estágio realizado foi satisfatório; b- Se o tempo foi suficiente; c- Como sentiu o contato com os clientes, com os técnicos e com os futuros colegas de profissão. d- Fazer uma comparação entre o estágio prático e os conhecimentos teóricos adquiridos nas disciplinas relacionadas. e- Dizer qual foi a contribuição do estágio para sua vida profissional. 4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS a- Relacionar os livros ou material consultado, seguindo as normas da ABNT.

9 5. ANEXOS FICHA DE ACOMPANHAMENTO DE ESTÁGIO CURSO FARMÁCIA FACCAMP ESTÁGIO SUPERVISIONADO AVALIAÇÃO PELO FARMACÊUTICO RESPONSÁVEL Aluno: RA: Semestre: Local do Estágio: Endereço: Duração do estágio: Período: Professor Responsável:

10 AVALIAÇÃO (quadro a ser preenchido pelo Supervisor de Estágio do Estabelecimento onde o aluno se encontra estagiando) APROVEITAMENTO Excelente Bom Regular Sofrível Péssimo Assiduidade Pontualidade Assimilação Relações humanas Responsabilidade Disciplina Cooperação Conhecimentos Técnicos Dedicação ao Trabalho Iniciativa Produção Interesse pelas tarefas...,... de..., de Assinatura do Farmacêutico Responsável

11 CURSO DE FARMÁCIA FACCAMP ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Aluno: RA: Semestre: Relatório de Atividades ou Prática de Estágio Modalidade: Local de Estágio: Período: / / 200 a / / 200. Número de horas: Professor Responsável: RESUMO

12 Campo Limpo Paulista, de de 200. Assinatura do Estagiário

13 CURSO DE FARMÁCIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO FICHA DE INSCRIÇÃO Nome: RA: Semestre: Total de horas a estagiar: Professor Responsável: INFORMAÇÕES SOBRE O ESTABELECIMENTO Nome: Endereço: CGC/CNPJ Incrição Estadual: Estágio: Horário de Funcionamento:

14 Nome do Farmacêutico Responsável: Conselho Regional de Farmácia Regional...,...de...de Autorizo: Assinatura e carimbo do Farmacêutico Responsável

15 ESTÁGIO SUPERVISIONADO-FICHA DE REGISTRO Curso de Farmácia Semestre: Ano letivo: Aluno: RA: Período de Estágio: Estágio: Estabelecimento: Data Horário Total de horas Assunto tratado ou atividade desenvolvida Visto do Farmacêutico Responsável Total de horas desta folha:

16 Espaço reservado para a Faculdade Nota: ( ) Coordenador de estágio RELATÓRIO DAS ATIVIADES DE ESTÁGIOS Este documento deve ser: a- Escrito e assinado pelo Farmacêutico Responsável; b- Deverá ser entregue em duas vias (original e cópia) ao departamento de estágios.

17 RELATÓRIO DE ATIVIDADE DE ESTÁGIO Ano Letivo Semestre Acadêmico RA RESUMO DA(S) ATIVIDADE(S) ASSINATURA E CARIMBO SUPERVISOR DE ESTÁGIO Data: / /. ESTAGIÁRIO INSTITUIÇÃO DE ENSINO (FACCAMP) Data: / /.

18

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s))

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s)) RELATÓRIO DE VIAGEM TÉCNICA Este relatório deverá ser entregue ao coordenador (a) de estágio até 10 dias após a Visita Técnica. Nome do estagiário (a): Turma: Identificação do(s) professor(es) Nome(s):

Leia mais

Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado

Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DIAMANTINA MINAS GERAIS Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado 1. Disciplina: 2.

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO PASSO A PASSO Caro Aluno, Leia atentamente as instruções abaixo para saber como entregar seus documentos de estágio. Os documentos deverão ser entregues ANTES de iniciar o estágio.

Leia mais

DADOS DO ESTAGIÁRIO. 8 Ramo de Atividade: 9.Endereço comercial: nº Fone: ( ) Responsável pela supervisão do estágio na empresa: Cargo:

DADOS DO ESTAGIÁRIO. 8 Ramo de Atividade: 9.Endereço comercial: nº Fone: ( ) Responsável pela supervisão do estágio na empresa: Cargo: 1 DADOS DO ESTAGIÁRIO 1. Nome do estagiário: 2. Data de Nascimento: / / Local: Estado: Sexo: ( ) masculino ( ) feminino 3. Filiação: Pai Mãe 4. Endereço Residencial: Nº: Apto e/ou compl : Bairro: Cidade:

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO 1. Introdução 2. Professores orientadores de estágio 3. Relatório de estágio 3.1 Apresentação do relatório 4. Roteiro do relatório de estágio 4.1 Estagiário

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Letras Curso de Secretariado Executivo Trilíngue Estágio Curricular Supervisionado MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO (LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008)

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO (LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Av. Ministro Olavo Drummond, n. 25, bairro Amazonas Araxá-MG CEP: 38180-510 Fone: (34) 3669-4507 -

Leia mais

CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES

CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES Disponível em

Leia mais

Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009

Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009 Informações Gerais Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009 A realização de estágios curriculares (obrigatórios) e extracurriculares

Leia mais

Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação

Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação da Universidade do Estado de Minas Gerais Campus de Frutal/MG

Leia mais

MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) LICENCIATURA E BACHARELADO

MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) LICENCIATURA E BACHARELADO MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) ESTÁGIO SUPERVISIONADO LICENCIATURA E BACHARELADO ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACC) LICENCIATURA / BACHARELADO Ementa: As Atividades

Leia mais

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular

Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS CAMPO MOURÃO COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA DE ALIMENTOS Normas para elaboração de Relatório de Estágio Curricular CAMPO MOURÃO 2010 1. APRESENTAÇÃO A finalidade

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES ESTUDANTES

DÚVIDAS FREQUENTES ESTUDANTES DÚVIDAS FREQUENTES ESTUDANTES 1. O que é estágio? Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento estabelece as normas para o cumprimento da carga horária mínima em Estágio

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA CELEBRAÇÃO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMOS DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UNEMAT

ORIENTAÇÕES PARA CELEBRAÇÃO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMOS DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UNEMAT ORIENTAÇÕES PARA CELEBRAÇÃO DE ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMOS DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO DOS CURSOS DE BACHARELADO E LICENCIATURA DA UNEMAT ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE BACHARELADO DOCUMENTOS

Leia mais

FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO FORMATAÇÃO E MODELO PARA RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO O relatório deverá ser entregue em formato pdf, sendo dispensada a forma impressa. Para a elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESCOLA DE ENGENHARIAS

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESCOLA DE ENGENHARIAS 1 Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESTAGIÁRIO(A): XXXXXXXXXXXXXX RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Relatório Final de Estágio Curricular

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR PROFISSIONALIZANTE

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR PROFISSIONALIZANTE NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR PROFISSIONALIZANTE 1. O Relatório do Estágio Curricular Profissionalizante deverá obedecer ao tamanho de papel A4 (21,0 x 29,7 cm). 2. Na elaboração

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho dos Alunos no SGE

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho dos Alunos no SGE Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho dos Alunos no SGE 14 de Novembro de 2014 Fluxo do Processo O Plano de Trabalho é o instrumento em que estão descritos os

Leia mais

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016 INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO - 2016-1 Data: 10/03/2016 Prezados alunos, A Comissão de Estágio vem, por meio destas instruções, informar as datas limite para entrega da documentação de estágio em 2016-1

Leia mais

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 LEI 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Artigo 2º, parágrafo 1º, estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Artigo

Leia mais

EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO

EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO EDITAL 004/2016 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO ABERTURA O Diretor Geral do câmpus Araraquara do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, torna pública,

Leia mais

Estágio supervisionado

Estágio supervisionado Estágio supervisionado - O QUE É? - COMO FUNCIONA? - CARACTERÍSTICAS - OBJETIVO - CONTEÚDO É uma atividade de complementação acadêmica nos moldes estabelecidos pelas Diretrizes Curriculares fixadas pelo

Leia mais

TUTORIAL PARA O ALUNO MATRICULADO EM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO:

TUTORIAL PARA O ALUNO MATRICULADO EM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO: TUTORIAL PARA O ALUNO MATRICULADO EM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO: Acesse o site do Unisinos Carreiras: www.unisinos.br/carreiras Clicar em Estágios > Estágios Obrigatórios Clicar em Cursos de Bacharelado > Cadastre

Leia mais

O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho;

O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho; 1 O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho; Envolvimento - aspectos humanos e técnicos da profissão; Comprometimento - social

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (ATO DE APROVAÇÃO: Resolução do Reitor

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Crixás/GO Maio, 2015 NOME ACADÊMICO(A) RELATORIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA ESCOLA DE GOVERNO DO PARANÁ CENTRAL DE ESTÁGIO A Lei Federal Nº 11.788/2008 em seu Art. 2 1º, determina que Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Para

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O PROJETO FUNDAÇÃO CASA

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O PROJETO FUNDAÇÃO CASA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAMPINAS OESTE EQUIPE DE SUPERVISÃO EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA O PROJETO FUNDAÇÃO CASA O Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino Região

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO TCE 2013

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO TCE 2013 Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Saude Subsecretaria de Gestão Coordenadoria de Gestão de Pessoas Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas Gerência de Desenvolvimento Técnico

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 E N V E L O P E Folha de identificação*; Capa; Folha carga horária

Leia mais

Regulamento Interno Para Bolsas PCI

Regulamento Interno Para Bolsas PCI Regulamento Interno Para Bolsas PCI Introdução Este documento contém a regulamentação para o uso de bolsas do Programa de Capacitação Institucional PCI no. São estabelecidas regras para a solicitação de

Leia mais

REGRAS E PROCEDIMENTOS PARA A ELABORAÇÃO DO TCC NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FESPSP

REGRAS E PROCEDIMENTOS PARA A ELABORAÇÃO DO TCC NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FESPSP REGRAS E PROCEDIMENTOS PARA A ELABORAÇÃO DO TCC NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA FESPSP A apresentação de trabalhos acadêmicos é normalizada pela ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas. Sendo o TCC

Leia mais

PLANO PARA DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

PLANO PARA DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE CNEC DE VILA VELHA - FACEVV VERSÃO 04 - ATUALIZADA EM: 01/04/2011 - COORDENADOR DE ESTÁGIOS DA FACEVV PLANO PARA DESENVOLVIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO

Leia mais

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO Escola SENAI Anchieta Sumário Página 01 Prática Profissional / Estágio 03 02 Da carga horária da Prática Profissional / Estágio

Leia mais

REGULAMENTO DE VISITAS TÉCNICAS

REGULAMENTO DE VISITAS TÉCNICAS REGULAMENTO DE VISITAS TÉCNICAS O presente documento visa padronizar e orientar os servidores da UTFPR - Câmpus Guarapuava em relação a realização de visitas técnicas com alunos do câmpus. Para efeitos

Leia mais

FUNDAÇÃO AJURI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DO ALTO ALEGRE

FUNDAÇÃO AJURI CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DO QUADRO DE PESSOAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DO ALTO ALEGRE EDITAL N.º 008/2014 Boa Vista, 25 de março 2014. A Fundação Ajuri de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Roraima, no uso de suas atribuições regimentais e em conformidade com o Edital N.º

Leia mais

Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015)

Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015) Edital PROGRAD nº 26, de 14 de julho de 2014 Chamada para o Programa de Iniciação à Docência (PID-2015) Com base na Resolução 35/2011 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, que estabelece as Normas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA. Estágio Eletivo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA. Estágio Eletivo Estágio Eletivo UBERLÂNDIA-MG 2015 ESTÁGIO ELETIVO O Estágio Supervisionado Eletivo poderá direcionar o aprendizado para atualização e aprimoramento individual em especialidades médicas ou área específica

Leia mais

XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS 1 APRESENTAÇÃO - A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo promoverá, entre os dias 08 a 09 de dezembro de 2015, a

Leia mais

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método 1. Súmula Realização de estágio curricular supervisionado, atuando na área da Engenharia de Produção. Eperiência prática junto ao meio profissional e entrega de relatório final de estágio. Orientação por

Leia mais

Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO São João Del Rei - MG 20 NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE É fundamental que você leia ANTES os seguintes documentos: Lei federal 11.788 e a portaria 016/06 da EACH ambos disponíveis

Leia mais

DECLARAÇÃO DE RECEBIMENTO DE INSTRUÇÕES PARA CONCLUINTES. Declaro ter recebido, nesta data, o impresso intitulado KIT-DEFESA, Nome do aluno:

DECLARAÇÃO DE RECEBIMENTO DE INSTRUÇÕES PARA CONCLUINTES. Declaro ter recebido, nesta data, o impresso intitulado KIT-DEFESA, Nome do aluno: Campus de São José do Rio Preto DECLARAÇÃO DE RECEBIMENTO DE INSTRUÇÕES PARA CONCLUINTES Declaro ter recebido, nesta data, o impresso intitulado KIT-DEFESA, Nome do aluno: São José do Rio Preto, / / Assinatura:

Leia mais

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS NÚCLEO DE PSICOLOGIA EDITAL das Atribuições de Estágio em Psicologia Educacional, Psicologia do Trabalho, Psicologia Clínica e Psicologia Institucional/Social 1º semestre

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-URCA N O 01/2015 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO 31

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-URCA N O 01/2015 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO 31 Universidade Regional do Cariri - URCA Centro de Ciências e Tecnologia Departamento de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - Polo 31 EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-URCA N O 01/2015 PROCESSO

Leia mais

Tipos de Estágios. Estágio Obrigatório. Estágio não Obrigatório. O que é o Estágio?

Tipos de Estágios. Estágio Obrigatório. Estágio não Obrigatório. O que é o Estágio? O que é o Estágio? A atividade de estágio é um fator significativo na formação do profissional, por proporcionar a interação do aluno com a realidade da profissão e a complementação prática do aprendizado

Leia mais

1 DA INSCRIÇÃO 2 DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO NO EXAME DE SELEÇÃO E ADMISSÃO

1 DA INSCRIÇÃO 2 DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO NO EXAME DE SELEÇÃO E ADMISSÃO Edital de convocação para Inscrição, Seleção e Matrícula de candidato aos Cursos de Pós-Graduação em nível de Especialização - Lato Sensu para o ano letivo de 2017. A Faculdade de Ciências da Administração

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A REDAÇÃO DE RELATÓRIOS

ORIENTAÇÕES PARA A REDAÇÃO DE RELATÓRIOS ORIENTAÇÕES PARA A REDAÇÃO DE RELATÓRIOS A redação de um relatório científico tem como um de seus principais objetivos registrar com exatidão e clareza como o experimento foi realizado e compreendido.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO- BRASILEIRO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2016 PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Bolsas de Iniciação Científica tem como objetivo incentivar

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF)

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) I. DEFINIÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação, todo aluno do Curso de Engenharia Florestal deverá, obrigatoriamente,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO Texto Aprovado CONSU Nº 2010-08 - Data: 10/06/10 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO 1. O programa se destina a apoiar os discentes do UNASP

Leia mais

Edital 09/ Local, período, documentação e pagamento de taxa

Edital 09/ Local, período, documentação e pagamento de taxa Edital 09/2012 A Coordenação do Curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos desta Universidade, ouvido o Colegiado, TORNA PÚBLICA a divulgação do cronograma do processo de recrutamento, seleção

Leia mais

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas:

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas: Normas para Realização do Projeto Supervisionado ou Trabalho de Graduação para o Curso de Sistemas de Informação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades, da Universidade de São Paulo Versão: Dezembro/2012

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFGD N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UFGD 1. PREÂMBULO 1.1. A Comissão Coordenadora do Polo UFGD

Leia mais

EDITAL n.º 001, de 02/06/2016

EDITAL n.º 001, de 02/06/2016 Etec de Artes São Paulo (SP) Secretaria Acadêmica EDITAL n.º 001, de 02/06/2016 A ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE ARTES, município de São Paulo (SP) atendendo o disposto no 3.º do Artigo 62 do Regimento Comum

Leia mais

RESOLUÇÃO CCEA Nº 02/2011

RESOLUÇÃO CCEA Nº 02/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AMBIENTAL CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL RESOLUÇÃO CCEA Nº 02/2011 Aprova

Leia mais

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração

Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso de Graduação em Administração UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Departamento de Administração e Economia Caixa Postal 3037- Lavras MG 37200-000 Fone (35) 3829-1441 Fax (35)3829-1772 Normas para realização de Estágio Supervisionado Curso

Leia mais

Formatação para o relatório de estágio obrigatório

Formatação para o relatório de estágio obrigatório Formatação para o relatório de estágio obrigatório O relatório de estágio deve ser elaborado referendando-se a norma ABNT NBR 10719 Informação e documentação Relatório técnico e/ou científico Apresentação

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE VAGAS PARA DOCENTES PARA O 2º SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

PROCESSO DE SELEÇÃO DE VAGAS PARA DOCENTES PARA O 2º SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE EDITAL N º 02/2016 PROCESSO DE SELEÇÃO DE VAGAS PARA DOCENTES PARA O 2º SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS. De ordem do

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Direito. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

Normas para envio de trabalhos para o I Workshop Internacional de Ergonomia do IEDUV

Normas para envio de trabalhos para o I Workshop Internacional de Ergonomia do IEDUV Normas para envio de trabalhos para o I Workshop Internacional de Ergonomia do IEDUV O IEDUV traz para Vitória do Espirito Santo e em especial para o Brasil, o I Workshop Internacional de Ergonomia, neste

Leia mais

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE CHAMADA DE TRABALHOS: A comissão técnico-científica do II CONGRESSO FAMINAS-BH 2015 convida para a submissão de trabalhos técnicos para apresentação e discussão no evento. TEMA: SUSTENTABILIDADE: SOCIAL,

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO EAD

GUIA PRÁTICO DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO EAD GUIA PRÁTICO DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO EAD Sumário APRESENTAÇÃO...03 1. PORTAL UNIVERSITÁRIO...04 1.1. PERFIL...06 1.2. PROTOCOLO...06 1.3. NOTAS...09 1.4. FINANCEIRO...10 1.5. HORÁRIO...10 1.6. BIBLIOTECA

Leia mais

I PRÊMIO URCA DE LITERATURA DE CORDEL Regulamento

I PRÊMIO URCA DE LITERATURA DE CORDEL Regulamento I PRÊMIO URCA DE LITERATURA DE CORDEL Regulamento I DOS OBJETIVOS Em sua primeira edição, o I Prêmio URCA de Literatura de Cordel atende ao objetivo de estimular a leitura e a produção literária no Cariri

Leia mais

17ª Semana de Psicologia da UNIT SUBMISSÃO DE PROPOSTAS MODALIDADES DE TRABALHO

17ª Semana de Psicologia da UNIT SUBMISSÃO DE PROPOSTAS MODALIDADES DE TRABALHO 17ª Semana de Psicologia da UNIT SUBMISSÃO DE PROPOSTAS Estamos recebendo propostas de apresentação de trabalhos na 17ª Semana de Psicologia da UNIT. MODALIDADES DE TRABALHO Os trabalhos deverão ser inscritos

Leia mais

Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA

Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFLA N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

PROCEDIMENTOS GERAIS Disciplina Estágio Supervisionado / Prática Profissional Supervisionada

PROCEDIMENTOS GERAIS Disciplina Estágio Supervisionado / Prática Profissional Supervisionada PROCEDIMENTOS GERAIS Disciplina Estágio Supervisionado / Prática Profissional Supervisionada 2012 Regulamentos 1. Regulamento de Estágio Unifacs Determina as diretrizes gerais dos estágios realizados pelos

Leia mais

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19

FACULDADE DE HORTOLÂNDIA Ato de Recredenciamento: Port. 673, 25/05/2011, D.O.U, de 26/05/2011, Seção 1, págs. 18/19 INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO Faculdade de Hortolândia REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Hortolândia 2015 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DO

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXÍLIO PRÉ-ESCOLAR

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXÍLIO PRÉ-ESCOLAR Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXÍLIO PRÉ-ESCOLAR CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1º. O Programa Auxílio Pré-Escolar

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA O Trabalho de Conclusão de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NORMAS COMPLEMENTARES PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DE MONITORES DO(A) CURSO DE FISIOTERAPIA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS,

Leia mais

EDITAL Nº. 02 CCNE/DEPT. BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR/UFSM SELEÇÃO DE BOLSITAS

EDITAL Nº. 02 CCNE/DEPT. BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR/UFSM SELEÇÃO DE BOLSITAS EDITAL Nº. 02 CCNE/DEPT. BIOQUÍMICA E BIOLOGIA MOLECULAR/UFSM SELEÇÃO DE BOLSITAS A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), através do projeto Institucional FIEX, torna pública a abertura de inscrições

Leia mais

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE.

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE. Laureate International Universities R EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DO SEBRAE 1 A FACULDADE DOS GUARARAPES, mantida pela Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura - SOCEC, com sede em Jaboatão dos Guararapes

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO)

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL (SUPERVISIONADO) GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PROFª MS. ELAINE CRISTINA SIMOES BRAGANÇA PAULISTA 2013 O estágio é um ato educativo supervisionado, desenvolvido no ambiente

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL Nº 02

PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL Nº 02 PROCESSO SELETIVO ENEM 2016.2 EDITAL Nº 02 SUMÁRIO 1. Da Validade... 3 2. Das Inscrições... 3 3. Da Avaliação... 4 4. Do Resultado... 4 5. Da Matrícula... 4 6. Do regime escolar e semestralidade... 5 7.

Leia mais

Edital para Candidatura à Bolsa PPSIG/UFF-PDSE/CAPES

Edital para Candidatura à Bolsa PPSIG/UFF-PDSE/CAPES Edital para Candidatura à Bolsa PPSIG/UFF-PDSE/CAPES - 2017 EMENTA: Normatiza os procedimentos para inscrição e seleção de alunos do PPSIG-UFF interessados na candidatura à Bolsa do Programa Institucional

Leia mais

Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Elétrica

Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Elétrica Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Elétrica Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório no curso de Engenharia Elétrica é uma atividade curricular obrigatória aos acadêmicos do curso dividida

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 2017

EDITAL DE SELEÇÃO 2017 EDITAL DE SELEÇÃO 2017 A Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGP), no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições ao Curso de Mestrado para ingresso

Leia mais

ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO FUNCIONÁRIOS (MAIS DE 2 ANOS NA EMPRESA)

ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO FUNCIONÁRIOS (MAIS DE 2 ANOS NA EMPRESA) ROTEIRO PARA CONFECÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ESTAGIÁRIOS Capa Folha de rosto Folha de aprovação Sumário Identificação do Estagiário Identificação da Escola Identificação da Empresa Introdução Relatório

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSA PÓS-DOC PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSA PÓS-DOC PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES 2014 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CENTRO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSA PÓS-DOC PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO

Leia mais

CNES Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde

CNES Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO Ficha nº 34 Módulo Unidade de Atenção em Regime Residencial Dados Operacionais/ Identificação: Entende-se por Unidade de Atenção em Regime Residencial (UARR), os estabelecimentos

Leia mais

EDITAL PPGH/UFGD N 018, de 04 de agosto de 2016.

EDITAL PPGH/UFGD N 018, de 04 de agosto de 2016. EDITAL PPGH/UFGD N 018, de 04 de agosto de 2016. O Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, Prof. Dr. Thiago Leandro Vieira Cavalcante,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO, DESTINADO À CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR Nº 2016/1.2

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO, DESTINADO À CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR Nº 2016/1.2 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO, DESTINADO À CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR Nº 2016/1.2 O Grupo Kroton de São Luís torna público, para conhecimento dos interessados, os procedimentos e normas que regulamentam a

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO

RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO A pasta do estágio será composta pelas fichas referentes ao estágio profissional supervisionado, deverão ser elaborados segundo os padrões das normas ABNT e entregue à Coordenação

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I

CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS CADERNO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I Aluno (a): R.A.: Período Letivo: Ano/Sem.: Ribeirão Preto 2015 SUMARIO 1. APRESENTAÇÃO 3 2. O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DE RIBEIRÃO PRETO COMISSÃO DE GRADUAÇÃO DISPÕE SOBRE AS NORMAS GERAIS PARA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DE RIBEIRÃO PRETO COMISSÃO DE GRADUAÇÃO DISPÕE SOBRE AS NORMAS GERAIS PARA DELIBERAÇÃO CG-FCFRP/USP Nº 06, DE 2014. DISPÕE SOBRE AS NORMAS GERAIS PARA INTEGRALIZAÇÃO DOS CRÉDITOS DE ALUNOS DA FCFRP/USP DE ESTÁGIO CURRICULAR E ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO, CURSADAS NO BRASIL. A Presidente

Leia mais

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia

Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia PASSO A PASSO PARA O ESTÁGIO O estágio no curso da gastronomia da FCSAC

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS SAJU

ORIENTAÇÕES GERAIS SAJU ORIENTAÇÕES GERAIS SAJU 2016.1 Com intuito de facilitar o acesso a informação quanto às atividades dos Estágios no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), encaminhamos a presente circular. DO ESTÁGIO NO SAJU

Leia mais

1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO

1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 RELATÓRIO DE ESTÁGIO É o documento que relata formalmente os resultados ou processos obtidos em investigação de pesquisa e desenvolvimento ou que descreve a situação prática ou de observação de uma questão

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR Canoas, RS 2012 CAPÍTULO I DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - O Estágio Supervisionado dos alunos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL Nº 01

PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL Nº 01 PROCESSO SELETIVO ENEM 2017.1 EDITAL Nº 01 SUMÁRIO 1. Da Validade... 3 2. Das Inscrições... 3 3. Da Avaliação... 4 4. Do Resultado... 4 5. Da Matrícula... 4 6. Do regime escolar e semestralidade... 5 7.

Leia mais

EDITAL N 007/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA

EDITAL N 007/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA EDITAL N 007/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E/OU TECNOLÓGICA O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) Câmpus Canoas,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº. 012 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2013 AVALIAÇÃO PERIÓDICA DE DESEMPENHO APD (ANEXO I) Este formulário destina-se à avaliação periódica dos servidores Assistente e Técnico-administrativo estáveis,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho SERVIÇOS GERAIS IT. 26 10 1 / 6 1. OBJETIVO Orientar a realização de serviços gerais nas dependências do Crea GO e controle dos s. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA IT.28 Patrimônio. IT.27 Arquivo Geral e Correspondências

Leia mais

1.1.9 Direito Bacharelado em Ciências Jurídicas Sociais Educação Especial EAD Educação Física EJA Educação de Jovens e Adult

1.1.9 Direito Bacharelado em Ciências Jurídicas Sociais Educação Especial EAD Educação Física EJA Educação de Jovens e Adult ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE OSÓRIO Secretaria Municipal de Administração Setor de Licitações EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO REMUNERADO CIEE

Leia mais

GUIA DE SOLICITAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1º semestre de 2016

GUIA DE SOLICITAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1º semestre de 2016 GUIA DE SOLICITAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1º semestre de 2016 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE BOTUCATU Fevereiro 2016 R0 Objetivo do Guia: Demonstrar o processo para elaboração de

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO INTERNO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO INTERNO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Artigo 1º - O Estágio Supervisionado constitui disciplina obrigatória no Currículo do Curso de Matemática Licenciatura

Leia mais

FACCAMP Faculdade Campo Limpo Paulista Curso Graduação em Pedagogia, Licenciatura Res. CNE/CP no. 1/2006 Diretrizes Curriculares Nacionais

FACCAMP Faculdade Campo Limpo Paulista Curso Graduação em Pedagogia, Licenciatura Res. CNE/CP no. 1/2006 Diretrizes Curriculares Nacionais Campo Limpo Paulista 2012 2 Atualizado em 14.08.2012 PORTFÓLIO DE FORMAÇÃO Regulamento 1. Apresentação O Portfólio de formação é um documento que facilita a observação da aprendizagem do aluno, por ele

Leia mais

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES CAMPO LIMPO PAULISTA 2014 Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica - Telecomunicações

Leia mais