Cardiologia do Esporte Aula 1 Sistema circulatório. Prof a. Dr a Bruna Oneda

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cardiologia do Esporte Aula 1 Sistema circulatório. Prof a. Dr a Bruna Oneda"

Transcrição

1 Cardiologia do Esporte Aula 1 Sistema circulatório Prof a. Dr a Bruna Oneda

2 Sistema Circulatório Composto pelo coração, vasos sanguíneos (artérias, veias e capilares) e sangue Responsável, pela condução, distribuição e remoção das mais diversas substâncias dos órgãos e para os tecidos do corpo. Essencial à comunicação entre vários tecidos.

3 Funções do sistema circulatório Responsável por conduzir: O 2 para as células, hormônios para os tecidos, CO 2 para sua eliminação nos pulmões, coleta de excreções metabólicas e celulares, entrega de excreções nos órgãos excretores como os rins.

4 Funções do sistema circulatório Tem importante papel no sistema imunológico na defesa contra infecções, termoregulação: calor, vasodilatação periférica; frio, vasoconstrição periférica. Transporte de nutrientes desde os locais de absorção até às células dos diferentes órgãos. Ele transporta o sangue por varias partes do corpo.

5 O coração

6

7 O coração O coração é um órgão muscular oco que se localiza no meio do peito, sob o osso esterno, ligeiramente deslocado para a esquerda. Em uma pessoa adulta, tem o tamanho aproximado de um punho fechado e pesa cerca de 300 gramas. O coração humano, apresenta quatro câmaras: duas superiores, denominadas átrios e duas inferiores, denominadas ventrículos.

8 O coração Uma faixa de tecido fibroso separa os átrios dos ventriculos e contém as quatro valvas cardíacas. Um septo muscular separa o átrio direito do esquerdo e o ventrículo direito do esquerdo. O átrio direito comunica-se com o ventrículo direito através da válvula tricúspide. O átrio esquerdo, por sua vez, comunica-se com o ventrículo esquerdo através da válvula bicúspide ou mitral.

9 A função das válvulas cardíacas é garantir que o sangue siga uma única direção, sempre dos átrios para os ventrículos. As câmaras cardíacas contraem-se e dilatam-se alternadamente 70 vezes por minuto, em média. O processo de contração de cada câmara do miocárdio (músculo cardíaco) denomina-se sístole. O relaxamento, que acontece entre uma sístole e a seguinte, é a diástole.

10 Atividade elétrica do coração O tecido cardíaco apresenta características elétricas distintas. Discos intercalados permitem que potenciais de ação passem para as celulas adjacentes. As células miocárdicas podem se despolarizar espontaneamente AUTOMATISMO

11 A despolarização espontânea gera um potencial para marca-passo, sendo causada pela redução da permeabilidade ao K + e aumento da permeabilidadeao Ca ++ e ao Na ++. Esse fenômeno ocorre, com frequencia mais rapida, no nódo sinoatrial (SA). Ele atua como marca-passo. O estímulo elétrico se origina nas células marcapasso do nó sino-atrial.

12 A despolarização elétrica caminha pelo músculo atrial e chega ao nó atrioventricular (AV), onde sofre um retardo fisiológico. Este retardo é que vai originar a contração sequencial do átrio e ventrículo de forma harmônica. Os átrios e ventrículos são isolados eletricamente, possuindo como ligação normal apenas o nó AV. O estímulo elétrico se propaga aos ventrículos através do Feixe de His e seus ramos, distribuindose por todo o miocárdio ventricular através das fibras de purkinje.

13 A despolarização do sistema de condução antecede a contração mecânica. A atividade de marca-passo é estimulada pelos nervos simpáticos e inibida pelos nervos parassimpáticos. Os neurotransmissores autonômicos agem por meio da variação das condutâncias da membrana.

14 Nódulo Sinoatrial (AS) ou nó sinoatrial ou marcapasso Região que controla a frequência cardíaca. Localiza-se perto da junção entre o átrio direito e a veia cava superior. É constituído por um aglomerado de células musculares especializadas. A frequência rítmica dessa fibras musculares é de aproximadamente 72 contrações por minuto.

15 Nódulo Sinoatrial (SA) ou nó sinoatrial ou marcapasso Como o SA possui uma frequência rítmica mais rápida em relação às outras partes do coração, os impulsos originados do nódulo SA espalham-se para os átrios e ventrículos, estimulando essas áreas tão rapidamente, de modo que o ritmo do nódulo SA torna-se o ritmo de todo o coração; por isso é chamado marcapasso.

16 O ciclo cardíaco

17 O ciclo cardíaco 3 eventos interdependentes, mas não simultâneos, possibilitam o ciclo cardíaco: 1) a despolarização celular; 2) a contração miocárdica, que constituirá o ciclo fisiológico; 3) movimento do sangue e das valvas cardíacas que compõe o ciclo cardíaco propriamente dito. Os eventos contráteis, são precedidos pelos eventos de excitação elétrica e, por sua vez, os eventos hemodinâmicos sucedem os eventos contrateis.

18 Ciclo cardíaco As câmaras de recepção do sangue, mais complacentes, são chamadas de átrios', enquanto que as câmaras de ejeção, mais musculosas, são chamadas de ventrículos. Entre os átrios e os ventrículos existem valvas. Estas valvas permitem a passagem do sangue apenas no sentido do átrio para o ventrículo. São chamadas de valvas átrioventriculares. No lado direito, temos a valva tricúspide, e no lado esquerdo a valva mitral. Entre os ventrículos e as artérias ficam as valvas semilunares.. Entre o ventrículo esquerdo e a aorta fica a valva aórtica. Entre o ventrículo direito e o tronco da artéria pulmonar fica a valva pulmonar.

19 Controle nervoso do coração Embora o coração possua seus próprios sistemas intrínsecos de controle e possa continuar a operar sem quaisquer influências nervosas, a eficácia da ação cardíaca pode ser muito modificada pelos impulsos reguladores do SNC O sistema nervoso é conectado com o coração através de dois grupos diferentes de nervos, os sistemas parassimpático e simpático.

20 Controle nervoso do coração O neurotransmissor simpático noradrenalina age por meio dos receptores ß1-adrenérgicos, aumentando a permeabilidade ao Na + e acelerando a FC. A acetilcolina atua nos receptores aumentando a permeabilidade ao K + que desacelera a FC.

21 Controle nervoso do coração A estimulação dos nervos parassimpáticos causa os seguintes efeitos sobre o coração: (1) diminuição da freqüência dos batimentos cardíacos; (2) diminuição da força de contração do músculo atrial; (3) diminuição na velocidade de condução dos impulsos através do nódulo AV, aumentando o período de retardo entre a contração atrial e a ventricular; e (4) diminuição do fluxo sangüíneo através dos vasos coronários que mantêm a nutrição do próprio músculo cardíaco.

22 há um menor desgaste do órgão. Controle nervoso do coração A estimulação parassimpática diminui todas as atividades do coração. Usualmente, a função cardíaca é reduzida pelo parassimpático durante o período de repouso, juntamente com o restante do corpo. Isso talvez ajude a preservar os recursos do coração; pois, durante os períodos de repouso,

23 Controle nervoso do coração A estimulação dos nervos simpáticos apresenta efeitos exatamente opostos sobre o coração: (1) aumento da freqüência cardíaca, (2) aumento da força de contração, e (3) aumento do fluxo sangüíneo através dos vasos coronários visando a suprir o aumento da nutrição do músculo cardíaco.

24 Controle nervoso do coração A estimulação simpática aumenta a atividade cardíaca como bomba, algumas vezes aumentando a capacidade de bombear sangue em até 100%. Esse efeito é necessário quando um indivíduo é submetido a situações de estresse, tais como exercício, doença, calor excessivo, ou outras condições que exigem um rápido fluxo sangüíneo através do sistema circulatório. Efeitos simpáticos sobre o coração constituem o mecanismo de auxílio utilizado numa emergência, tornando mais forte o batimento cardíaco quando necessário.

25 Controle nervoso do coração Os neurônios pós-ganglionares do sistema nervoso simpático secretam principalmente noradrenalina, razão pela qual são denominados neurônios adrenérgicos. A estimulação simpática do cérebro também promove a secreção de adrenalina pelas glândulas adrenais ou suprarenais. A adrenalina é responsável pela taquicardia, aumento da PA e da freqüência respiratória, aumento da secreção do suor, da glicose sangüínea e da atividade mental, além da constrição dos vasos sangüíneos da pele.

26 26

27 Sístole: período de contração. A cada batimento cardíaco, os átrios contraem-se primeiro, impulsionando o sangue para os ventrículos, o que corresponde à sístole atrial. Os ventrículos contraem-se posteriormente, bombeando o sangue para fora do coração, para as artérias, o que corresponde à sístole ventricular. Diástole: período de relaxamento do coração. Nesse período, de pressão arterial mínima, a cavidade se dilata e permite a entrada de sangue, para que possa ser expelido na contração.

28 Sistema arterial Artérias: tubos de alta pressão que conduzem o sangue rico em oxigênio para os tecidos. Elas são formadas de tecido conjuntivo e músculo liso. As paredes são tão espessas que não se processa qualquer permuta gasosa entre o sangue arterial e os tecidos circundantes. O sangue bombeado a partir do ventrículo esquerdo para dentro da aorta de paredes bastante musculares, porém elásticas acaba sendo distribuído para todo o corpo, através de uma rede de artérias e ramos menores denominados arteríolas. As paredes das arteríolas são formadas por camadas circulares de músculo liso que se contraem ou relaxam com a finalidade de regular o fluxo sangüíneo periférico. É a capacidade desses vasos de resistência em alterar drasticamente seu diâmetro que proporciona um meio rápido e eficaz de regular o fluxo sanguíneo. 28

29 Pressão arterial (PA) Uma onda de sangue penetra na aorta em cada contração do ventrículo esquerdo. Os vasos periféricos não permite que o sangue escoe para dentro do sistema arterial com a mesma rapidez que é ejetado pelo coração então parte desse sangue é armazenado na aorta. Isto cria uma certa pressão dentro de todo sistema arterial que se desloca da aorta até os ramos mais afastados da árvore arterial. Essa detenção e o subsequente recuo elástico da parede arterial durante o ciclo cardíaco podem ser percebidos sob a forma de pulso característico em qualquer artéria superficial do organismo. A PA constitui uma função do sangue arterial por minuto e da resistência vascular ou periférica imposta a esse fluxo 29

30 Pressão sistólica: Em repouso, a pressão mais alta gerada pelo coração é de aproximadamente 120mmHg durante a contração, ou sístole do ventriculo esquerdo. Ela permite fazer uma estimativa do trabalho do coração e da tensão que age contra as paredes arteriais durante a contração ventricular Pressão diastólica: durante a diástole ou fase de relaxamento do ciclo cardíaco, a pressão arterial cai para cerca de 70 ou 80 mm Hg. Ela proporciona uma indicação da resistência periférica, ou da facilidade com que o sangue flui das arteríolas para dentro dos capilares. Quando a resistência periférica é alta, a pressão dentro das artérias após a sístole não é dissipada rapidamente, assim sendo, continua elevada durante grande parte do ciclo cardíaco 30

31 Capilares e Veias As arteríolas continuam se ramificando e formam vasos menores, menos musculares, chamados metarteríolas. Estas terminam em uma rede de vasos sanguineos microscópicos denominados capilares A parede capilar consiste habitualmente em uma única camada de células endoteliais. Suas paredes entram em contato com as membranas das células circundantes. O capilar deixa o sangue oxigenado e retira o sangue desoxigenado. Os capilares lançam o sangue desoxigenado para dentro das vênulas ou das pequenas veias com os quais se unem. As veias menores das partes inferior e superior do corpo, são lançadas em veias maiores e segue para o átrio direito. 31

32 direção do coração. Retorno venoso A baixa pressão do sangue venoso cria um problema especial, que é resolvido em parte por uma característica peculiar das veias. As veias possuem válvulas membranosas finas, semelhantes a abas, distribuídas a pequenos intervalos dentro da veia que permitem um fluxo sanguíneo unidirecional na

33 Por causa da baixa pressão no circuito venoso, as veias são comprimidas facilmente pelas mínimas contrações musculares ou até mesmo pelas menores alterações na pressão dentro da cavidade torácica que ocorrem com a respiração. Essa compressão e relaxamento alternado das veias, assim como a ação unidirecional de suas válvulas, proporcionam uma volta do sangue

34 Questões 1) Descreva como ocorre o ciclo cardíaco 2) Explique como o sistema nervoso simpático e parassimpático agem no coração 3) O que significa automatismo cardíaco? Que estrutura é responsável pelo automatismo? 4) Explique como o sistema nervoso autonômico atua no coração

Cardiologia do Esporte Aula 1 Sistema. Prof a. Dr a Bruna Oneda 2013

Cardiologia do Esporte Aula 1 Sistema. Prof a. Dr a Bruna Oneda 2013 Cardiologia do Esporte Aula 1 Sistema circulatório Prof a. Dr a Bruna Oneda 2013 Sistema Circulatório Composto pelo coração, vasos sanguíneos (artérias, veias e capilares) e sangue Responsável, através

Leia mais

Coração Vasos sanguíneos: artérias veias capilares Sangue: plasma elementos figurados: Hemácias Leucócitos plaquetas

Coração Vasos sanguíneos: artérias veias capilares Sangue: plasma elementos figurados: Hemácias Leucócitos plaquetas Coração Vasos sanguíneos: artérias veias capilares Sangue: plasma elementos figurados: Hemácias Leucócitos plaquetas Localização Localizado no tórax na região do mediastino limitado pelos pulmões nas laterais

Leia mais

Sistema Cardiovascular. Aula 4 Fisiologia do Esforço Prof. Dra. Bruna Oneda 2016

Sistema Cardiovascular. Aula 4 Fisiologia do Esforço Prof. Dra. Bruna Oneda 2016 Sistema Cardiovascular Aula 4 Fisiologia do Esforço Prof. Dra. Bruna Oneda 2016 O coração O coração Órgão muscular oco que se localiza no meio do peito, sob o osso esterno, ligeiramente deslocado para

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. Ms. Carolina Vicentini

FISIOLOGIA DO SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof. Ms. Carolina Vicentini FISIOLOGIA DO SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof. Ms. Carolina Vicentini SISTEMA CARDIOVASCULAR CORAÇÃO: LOCALIZAÇÃO: MEDIASTINO MÉDIO 5 º ESPAÇO INTERCOSTAL ENVOLTÓRIOS DO CORAÇÃO PERICÁRDIO: SACO FIBRO SEROSO

Leia mais

AULA-10 FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

AULA-10 FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR AULA-10 FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Profª Tatiani UNISALESIANO Fornecer e manter suficiente, contínuo e variável o fluxo sanguíneo aos diversos tecidos do organismo, segundo suas necessidades

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR O coração consiste em duas bombas em série Circulação Pulmonar Circulação Sistêmica Pequena Circulação ou Circulação Pulmonar Circulação coração-pulmão-coração. Conduz o sangue venoso

Leia mais

Aula 5: Sistema circulatório

Aula 5: Sistema circulatório Aula 5: Sistema circulatório Sistema circulatório Sistema responsável pela circulação de sangue através de todo o organismo; Transporta oxigênio e todos os nutrientes necessários para a manutenção das

Leia mais

FISIOLOGIA DA CONTRAÇÃO MUSCULAR DISCIPLINA: FISIOLOGIA I

FISIOLOGIA DA CONTRAÇÃO MUSCULAR DISCIPLINA: FISIOLOGIA I FISIOLOGIA DA CONTRAÇÃO MUSCULAR DISCIPLINA: FISIOLOGIA I PROFESSOR RESPONSÁVEL: FLÁVIA SANTOS Musculatura corporal Músculo Cardíaco Músculo atrial Contração = esquelética Músculo ventricular Maior duração

Leia mais

Sistema CárdioVascular. Coração. Profa. Daniela

Sistema CárdioVascular. Coração. Profa. Daniela Sistema CárdioVascular Coração Profa. Daniela I - FUNÇÃO Bombear sangue para todos os órgãos do corpo. II - LOCALIZAÇÃO Situado na caixa torácica, no mediastino médio com seu ápice voltado á esquerda.

Leia mais

Sistema Circulatório. Profª Talita Silva Pereira

Sistema Circulatório. Profª Talita Silva Pereira Sistema Circulatório Profª Talita Silva Pereira Nosso sistema circulatório, como o dos outros vertebrados, é fechado, isto é, o sangue circula sempre dentro dos vasos sanguíneos, bombeado por contrações

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof a Cristiane Oliveira

SISTEMA CIRCULATÓRIO. Prof a Cristiane Oliveira SISTEMA CIRCULATÓRIO Prof a Cristiane Oliveira SISTEMA CIRCULATÓRIO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Rede de tubos pelos quais circulam o sangue e a linfa (vasos sanguíneos e linfáticos, respectivamente).

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisiologia Humana I

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisiologia Humana I SISTEMA CARDIOVASCULAR Fisiologia Humana I Fornecer e manter suficiente, contínuo e variável o fluxo sanguíneo aos diversos tecidos do organismo, segundo suas necessidades metabólicas para desempenho das

Leia mais

Sistema Cardiovascular. Prof. Dr. Leonardo Crema

Sistema Cardiovascular. Prof. Dr. Leonardo Crema Sistema Cardiovascular Prof. Dr. Leonardo Crema Visão Geral do Sistema Circulatório: A função da circulação é atender as necessidades dos tecidos. Sistema Circulartório= Sistema Cardiovascular É uma série

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR O CORAÇÃO COMO BOMBA: ESTRUTURA E FUNÇÃO Anatomia Cardíaca Bomba Cardíaca: Função Ventricular e Ciclo Cardíaco Débito Cardíaco e seus Componentes FC: Regulação Intrínseca e Extrínseca

Leia mais

Ciclo cardíaco e anatomia dos vasos sanguíneos

Ciclo cardíaco e anatomia dos vasos sanguíneos Ciclo cardíaco e anatomia dos vasos sanguíneos CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DOS SISTEMAS NERVOSO E CARDIORRESPIRATÓ RIO Profa. MSc. Ângela C. Ito CICLO CARDÍACO Ciclo cardíaco: definido como o início de um

Leia mais

Sistema cardiovascular

Sistema cardiovascular Sistema cardiovascular Sistema cardiovascular SISTEMA CARDIOVASCULAR ÓRGÃO PROPULSOR CORAÇÃO SISTEMA DE VASOS ARTÉRIAS, ARTERÍOLAS, CAPILARES, VÉNULAS E VEIAS onde circula SANGUE Coração Órgão situado

Leia mais

Sistema cardiovascular. Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS

Sistema cardiovascular. Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Sistema cardiovascular Profº Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Sistema sanguíneo Tem como função transportar nutrientes até às células e retirar as excretas. Constituído por coração, artérias, veias e capilares.

Leia mais

Gabarito da lista de revisão sobre Sistema Circulatório Prof: Marcus Ferrassoli

Gabarito da lista de revisão sobre Sistema Circulatório Prof: Marcus Ferrassoli Gabarito da lista de revisão sobre Sistema Circulatório Prof: Marcus Ferrassoli Resposta da questão 1: No coração humano a saída do sangue rico em oxigênio (arterial) se dá pela artéria aorta. Resposta

Leia mais

Respostas cardiovasculares ao esforço físico

Respostas cardiovasculares ao esforço físico Respostas cardiovasculares ao esforço físico Prof. Gabriel Dias Rodrigues Doutorando em Fisiologia UFF Laboratório de Fisiologia do Exercício Experimental e Aplicada Objetivos da aula 1. Fornecer uma visão

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOCIRCULATÓRIO

ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOCIRCULATÓRIO ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA CARDIOCIRCULATÓRIO CINTIA LOBO Enfermeira Hospital Naval de Brasília I O Coração MÓDULO I - ANATOMIA E FISIOLOGIA 1 1.1- Localização Anatômica Apoiado sobre o diafragma,

Leia mais

BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA FUNÇÃO CARDIO-VASCULAR E EXERCÍCIO

BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA FUNÇÃO CARDIO-VASCULAR E EXERCÍCIO BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA FUNÇÃO CARDIO-VASCULAR E EXERCÍCIO Prof. Sergio Gregorio da Silva, PhD 1 Qual é o objetivo funcional do sistema CV? Que indicador fisiológico pode ser utilizado para demonstrar

Leia mais

Resposta fisiológica do Sistema Cardiovascular Durante o Exercício Físico

Resposta fisiológica do Sistema Cardiovascular Durante o Exercício Físico Resposta fisiológica do Sistema Cardiovascular Durante o Exercício Físico Jonas Alves de Araujo Junior Graduação: Universidade Estadual de Londrina- UEL Aprimoramento: Faculdade de Medicina de Botucatu-

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa

Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana. Natália Guimarães Barbosa Faculdade Maurício de Nassau Disciplina: Anatomia Humana Natália Guimarães Barbosa Natal - RN 2016 Levar material nutritivo e oxigênio às células; Transportar produtos residuais do metabolismo celular;

Leia mais

Biofísica da circulação. Hemodinâmica cardíaca. Forças e mecanismos físicos relacionados à circulação sanguínea

Biofísica da circulação. Hemodinâmica cardíaca. Forças e mecanismos físicos relacionados à circulação sanguínea Biofísica da circulação Hemodinâmica cardíaca Forças e mecanismos físicos relacionados à circulação sanguínea Sistema circulatório 1) Sistema cardiovascular coração, vasos sanguíneos, sangue, sistema de

Leia mais

Fisiologia do Sistema Cardiovascular. Profa. Deise Maria Furtado de Mendonça

Fisiologia do Sistema Cardiovascular. Profa. Deise Maria Furtado de Mendonça Fisiologia do Sistema Cardiovascular Profa. Deise Maria Furtado de Mendonça Introdução ao Sistema Cardiovascular Coração e sistema fechado de vasos. Sangue move-se continuamente por gradiente de pressão.

Leia mais

Prof. Ms. SANDRO de SOUZA

Prof. Ms. SANDRO de SOUZA Prof. Ms. SANDRO de SOUZA Sistema Cardiovascular Função: distribuição do O2 e dos nutrientes; remoção do CO2 e de outros resíduos metabólicos; transporte de hormônios; termorregulação; manutenção do equilíbrio

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Prof. Victor Uchôa

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Prof. Victor Uchôa SISTEMA CARDIOVASCULAR Prof. Victor Uchôa Introdução O sistema cardiovascular ou circulatório é formado por uma vasta rede de vasos de vários tipos e calibres, que põe em comunicação todas as partes do

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Texto de apoio ao professor T2 Sistema circulatório Constituintes Características Funções Introdução: O sistema circulatório é um circuito fechado e é responsável pelo transporte de substâncias no nosso

Leia mais

Fisiologia. Iniciando a conversa. O sistema circulatório

Fisiologia. Iniciando a conversa. O sistema circulatório Fisiologia 6 O sistema circulatório Iniciando a conversa O sistema circulatório é um sistema de distribuição e vigilância. O oxigênio e os nutrientes obtidos nos pulmões e no intestino são levados para

Leia mais

Sistema Circulatório. Ms. Roberpaulo Anacleto

Sistema Circulatório. Ms. Roberpaulo Anacleto Sistema Circulatório Ms. Roberpaulo Anacleto Sistema Circulatório É o sistema pelo qual são transportados nutrientes: Gases; Hormônios; Hemácias. Para as células do organismo e também a partir delas, a

Leia mais

Comparação entre dois métodos de retirada do suporte ventilatório em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca 1

Comparação entre dois métodos de retirada do suporte ventilatório em pacientes no pós-operatório de cirurgia cardíaca 1 Sistema cardiovascular Sistema condutor do sangue e seus nutrientes por todo o corpo ANATOMIA E FISIOLOGIA CARDÍACA Formação: Coração: órgão propulsor da corrente sangüínea Sistema vascular: composto por

Leia mais

Sistema Cardiovascular. Prof. Dr. Leonardo Crema

Sistema Cardiovascular. Prof. Dr. Leonardo Crema Sistema Cardiovascular Prof. Dr. Leonardo Crema Visão Geral do Sistema Circulatório: A função da circulação é atender as necessidades dos tecidos. Sistema Circulartório= Sistema Cardiovascular É uma série

Leia mais

Unidade 6. Sistema circulatório. Planeta Terra 9.º ano. Adaptado por Ana Mafalda Torres

Unidade 6. Sistema circulatório. Planeta Terra 9.º ano. Adaptado por Ana Mafalda Torres Unidade 6 Sistema circulatório Adaptado por Ana Mafalda Torres O que é o sistema cardiorrespiratório? + Sistema circulatório Sistema respiratório O que é o sistema circulatório? O sistema circulatório

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Prof. Jair

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Prof. Jair SISTEMA CARDIOVASCULAR Prof. Jair FUNÇÕES Transporte de gases dos pulmões aos tecidos e dos tecidos aos pulmões Transporte dos nutrientes das vias digestivas aos tecidos Transporte de toxinas Distribuição

Leia mais

OBS: o sangue (tecido sanguíneo) é o líquido impulsionado por este sistema.

OBS: o sangue (tecido sanguíneo) é o líquido impulsionado por este sistema. Coração ( bomba ); Vasos sanguíneos ( tubos ); OBS: o sangue (tecido sanguíneo) é o líquido impulsionado por este sistema. Transporte de substâncias (O 2, CO 2, nutrientes, hormônios, metabólitos, etc.);

Leia mais

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CIRCULATÓRIO

- CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CIRCULATÓRIO - CAPÍTULO 3 - O SISTEMA CIRCULATÓRIO 01. Quais são as três estruturas básicas que compõem nosso sistema circulatório ou cardiovascular? 02. Que funções o sistema circulatório desempenha em nosso organismo?

Leia mais

Ciclo cardíaco. 1. Estrutura e Fisiologia Geral do Coração

Ciclo cardíaco. 1. Estrutura e Fisiologia Geral do Coração Ciclo cardíaco. Ciclo cardíaco é a sequência de factos que acontecem a cada batimento cardíaco. Para melhor entender o ciclo cardíaco é preciso primeiro conhecer a estrutura anatómica e funcional do coração.

Leia mais

RESUMO APARELHO CARDIOVASCULAR

RESUMO APARELHO CARDIOVASCULAR Veia (vaso que volta ao coração) Artéria (vaso que sai do coração) No lado direito do coração só circula sangue venoso, e no lado esquerdo só circula sangue artrial. Refira funções do aparelho cardiovascular

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana

Anatomia e Fisiologia Humana Componentes A) Coração B) Vasos Sanguíneos Coração É um órgão muscular tetracavitário (4 cavidades); Situado no centro do tórax, entre os pulmões; Tamanho de um mão fechada e pesa cerca de 300 gramas;

Leia mais

PROPRIEDADES FUNCIONAIS DO CORAÇÃO

PROPRIEDADES FUNCIONAIS DO CORAÇÃO Universidade Federal do Rio Grande Instituto de Ciências Biológicas Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas Fisiologia Animal Comparada PROPRIEDADES FUNCIONAIS DO CORAÇÃO O sistema circulatório-sanguíneo

Leia mais

Prof: Clayton de Souza da Silva

Prof: Clayton de Souza da Silva Prof: Clayton de Souza da Silva Sangue O sangue é a massa líquida contida num compartimento fechado, o aparelho circulatório, que a mantém em movimento regular e unidirecional, devido essencialmente às

Leia mais

Funções: Constituição: Distribuição nutrientes e oxigénio; Eliminação dióxido de carbono; Transporte hormonas; Manutenção temperatura corporal e ph;

Funções: Constituição: Distribuição nutrientes e oxigénio; Eliminação dióxido de carbono; Transporte hormonas; Manutenção temperatura corporal e ph; Funções: Distribuição nutrientes e oxigénio; Eliminação dióxido de carbono; Transporte hormonas; Manutenção temperatura corporal e ph; Prevenção desidratação e infeções; Constituição: Coração + vasos sanguíneos

Leia mais

Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio.

Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio. Função : Bombear e forçar o sangue através dos vasos sanguíneos do corpo, fornecendo a cada célula do corpo nutrientes e oxigénio. Dimensão, forma e localização: Tamanho de um punho fechado; Forma de um

Leia mais

Transporte de nutrientes e oxigénio até às células

Transporte de nutrientes e oxigénio até às células Transporte de nutrientes e oxigénio até às células Sistema Circulatório Apresentação feita por Prof. Mónica Moreira Conceito e função do sistema circulatório O sistema circulatório é responsável pela circulação

Leia mais

Prof. Dr. Jair Junior 1

Prof. Dr. Jair Junior 1 Prof. Dr. Jair Junior 1 O sistema circulatório Sistema circulatório = Bomba + tubos Bomba = coração Tubos = vasos sanguíneos (artérias, capilares e veias) A pressão no corpo deve-se basicamente à: pressão

Leia mais

SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO. O Organismo Humano em Equilíbrio

SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO. O Organismo Humano em Equilíbrio SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO O Organismo Humano em Equilíbrio SISTEMA CARDIO-RESPIRATÓRIO As nossas células necessitam de: Oxigénio; Nutrientes; Eliminar Dióxido de Carbono; Entre outros. O nosso organismo

Leia mais

Fisiologia V. Fisiologia Cardiovascular Aula 2: CIRCULAÇÃO GERAL

Fisiologia V. Fisiologia Cardiovascular Aula 2: CIRCULAÇÃO GERAL Fisiologia V Fisiologia Cardiovascular Aula 2: CIRCULAÇÃO GERAL Departamento de Fisiologia e Farmacologia ppsoares@vm.uff.br ROTEIRO 1. Estrutura dos vasos sanguíneos 2. Débito cardíaco e seus determinantes

Leia mais

PROPRIEDADES DO MÚSCULO CARDÍACO Aula com filmes: CARDIOGRAMA DE TRAÇÃO NO CORAÇÃO DE SAPO Prof. Dr. Benedito H. Machado Prof. Dr. Rubens Fazan Jr.

PROPRIEDADES DO MÚSCULO CARDÍACO Aula com filmes: CARDIOGRAMA DE TRAÇÃO NO CORAÇÃO DE SAPO Prof. Dr. Benedito H. Machado Prof. Dr. Rubens Fazan Jr. PROPRIEDADES DO MÚSCULO CARDÍACO Aula com filmes: CARDIOGRAMA DE TRAÇÃO NO CORAÇÃO DE SAPO Prof. Dr. Benedito H. Machado Prof. Dr. Rubens Fazan Jr. INTRODUÇÃO O coração do sapo consta de um seio venoso,

Leia mais

Sistemas Humanos. Prof. Leonardo F. Stahnke 13/07/2017

Sistemas Humanos. Prof. Leonardo F. Stahnke 13/07/2017 Sistemas Humanos Prof. Leonardo F. Stahnke É responsável pelo transporte (circulação) de gases respiratórios, nutrientes (subst. orgânicas e inorgânicas), excretas metabólicas, água e hormônios. Tipos

Leia mais

O coração como bomba Ciclo e Débito Cardíaco Efeitos do Exercício. Lisete C. Michelini

O coração como bomba Ciclo e Débito Cardíaco Efeitos do Exercício. Lisete C. Michelini O coração como bomba Ciclo e Débito Cardíaco Efeitos do Exercício Lisete C. Michelini Relembrando conceitos da aula anterior ECG Sendo o coração um sincício funcional, todos os miócitos (átrios e ventrículos)

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR DISCIPLINA: FISIOLOGIA I

SISTEMA CARDIOVASCULAR DISCIPLINA: FISIOLOGIA I SISTEMA CARDIOVASCULAR DISCIPLINA: FISIOLOGIA I PROFESSOR RESPONSÁVEL: FLÁVIA SANTOS Sistema Cardiovascular Função da circulação: 1. Transportar nutrientes 2. Transportar produtos de excreção 3. Transportar

Leia mais

Introdução ao Sistema Cardiovascular Propriedades da Fibra cardíaca Regulação da FC: Efeitos do Exercício. Lisete C. Michelini

Introdução ao Sistema Cardiovascular Propriedades da Fibra cardíaca Regulação da FC: Efeitos do Exercício. Lisete C. Michelini Introdução ao Sistema Cardiovascular Propriedades da Fibra cardíaca Regulação da FC: Efeitos do Exercício Lisete C. Michelini Para que serve o Sistema Cardiovascular? Organismos Unicelulares (não necessitam

Leia mais

Sistema Circulatório. Diogo Magalhães Cavaco Instituto de Histologia e Embriologia Faculdade de Medicina de Lisboa 2006

Sistema Circulatório. Diogo Magalhães Cavaco Instituto de Histologia e Embriologia Faculdade de Medicina de Lisboa 2006 Sistema Circulatório Diogo Magalhães Cavaco Instituto de Histologia e Embriologia Faculdade de Medicina de Lisboa 2006 Aparelho cardiovascular Pulmão Artéria pulmonar Veias pulmonares Órgãos e tecidos

Leia mais

21/9/2010. distribuição do O2 e dos nutrientes; remoção do CO2 e de outros resíduos metabólicos; transporte de hormônios; termorregulação;

21/9/2010. distribuição do O2 e dos nutrientes; remoção do CO2 e de outros resíduos metabólicos; transporte de hormônios; termorregulação; Email: consultoriass@gmail.com BLOG: sandrodesouza.wordpress.com Sistema Cardiovascular Função: distribuição do O2 e dos nutrientes; remoção do CO2 e de outros resíduos metabólicos; transporte de hormônios;

Leia mais

Hemodinâmica. Cardiovascular. Fisiologia. Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg

Hemodinâmica. Cardiovascular. Fisiologia. Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg Fonte: http://images.sciencedaily.com/2008/02/080226104403-large.jpg Fisiologia Cardiovascular Hemodinâmica Introdução O sistema circulatório apresenta várias funções integrativas e de coordenação: Função

Leia mais

REVISÃO DO SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisioterapia Aplicada às Disfunções Cardiovasculares/6º Período Profa. Ivana Arigoni Pinheiro

REVISÃO DO SISTEMA CARDIOVASCULAR. Fisioterapia Aplicada às Disfunções Cardiovasculares/6º Período Profa. Ivana Arigoni Pinheiro REVISÃO DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Fisioterapia Aplicada às Disfunções Cardiovasculares/6º Período Profa. Ivana Arigoni Pinheiro Sistema fechado e unidirecional de circulação de sangue para transporte de

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Elab.: Prof. Gilmar

SISTEMA CARDIOVASCULAR. Elab.: Prof. Gilmar 1 SISTEMA CARDIOVASCULAR 2 Funções Gerais: Transporte de gases respiratórios:o sangue carrega oxigênio dos pulmões para as células do corpo e dióxido de carbono das células para aos pulmões. Transporte

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 02 CMF Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório

ESTUDO DIRIGIDO 02 CMF Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório ESTUDO DIRIGIDO 02 CMF Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório 1. Sabemos que o coração humano apresenta quatro câmaras: dois átrios e dois ventrículos. O fluxo sanguíneo dos átrios para os ventrículos

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Sistema circulatório O sangue Líquido vermelho e viscoso que circula no nosso organismo, sem parar, e que tem várias funções no organismo: Transporte de gases e nutrientes Regulação da temperatura Defesa

Leia mais

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral

Sistema Circulatório. Prof. Dr.Thiago Cabral Circulação Pulmonar e Sistêmica Passagem do sangue através do coração e dos vasos. Ocorre através de duas correntes sanguíneas que partem ao mesmo tempo do coração: 1 Sai do ventrículo direito através

Leia mais

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório Apresentação: Luciana Ramalho 2017

Sistema Circulatório. Sistema Circulatório Apresentação: Luciana Ramalho 2017 Sistema Circulatório Sistema Circulatório Apresentação: Luciana Ramalho 2017 Funções do sangue Transporte de gases respiratórios; Transporte de nutrientes; Remoção de produtos metabólicos (excretas); Distribuição

Leia mais

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração

MEDIASTINO MEDIASTINO MEDIASTINO MÉDIO MEDIASTINO MÉDIO. Conceito. Limites Divisão. Conteúdo: pericárdio coração SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO MEDIASTINO MEDIASTINO Conceito Mediastino Pleura direita Limites Divisão Mediastino superior Mediastino anterior Mediastino médio Pleura direita Mediastino posterior

Leia mais

FISIOLOGIA CARDIOVACULAR

FISIOLOGIA CARDIOVACULAR FISIOLOGIA CARDIOVACULAR 1. HISTOLOGIA: O coração é formado, histologicamente, por três principais tipos de músculos: - o músculo atrial - músculo ventricular Os quais possuem contratibilidade muito semelhante

Leia mais

Exercícios de Circulação Comparada

Exercícios de Circulação Comparada Exercícios de Circulação Comparada 1. (PUC) Relacione as descrições dos Sistemas Circulatórios com seus respectivos Filos animais: I - Ausente. O alimento é distribuído diretamente da cavidade gastrovascular.

Leia mais

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas Lab. Regulação Central do Sistema Cardiovascular Prof. Hélder Mauad FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR Aula 6 DÉBITO CARDÍACO

Leia mais

Ergonomia Fisiologia do Trabalho. Fisiologia do Trabalho. Coração. Módulo: Fisiologia do trabalho. Sistema circulatório > 03 componentes

Ergonomia Fisiologia do Trabalho. Fisiologia do Trabalho. Coração. Módulo: Fisiologia do trabalho. Sistema circulatório > 03 componentes Bioenergética Ergonomia 2007 Módulo: Fisiologia do trabalho Aspectos cardiovasculares Medidas do custo energético do trabalho pelo consumo de O2 Correlação VO2 x FC Estimativa da carga de trabalho com

Leia mais

DISCIPLINA: SÉRIE: 2º. ALUNO(a):

DISCIPLINA: SÉRIE: 2º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 2º ALUNO(a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem 1) (UFSCar/2009) O sistema circulatório dos vertebrados mostra uma evolução ocorrida entre os grandes grupos.

Leia mais

17/11/2016. Válvula em espiral e cecos pilóricos = aumentam área de absorção no intestino. Anfíbios: cloaca; não apresentam dentes; língua protrátil.

17/11/2016. Válvula em espiral e cecos pilóricos = aumentam área de absorção no intestino. Anfíbios: cloaca; não apresentam dentes; língua protrátil. Peixes cartilaginosos Sistema digestório Sistema cardiovascular Peixes ósseos Válvula em espiral e cecos pilóricos = aumentam área de absorção no intestino. Aves: Anfíbios: cloaca; não apresentam dentes;

Leia mais

EDUCAÇÃO É ESSENCIAL!

EDUCAÇÃO É ESSENCIAL! 1. O termo hipóxia refere-se à condição na qual a disponibilidade ou a utilização de oxigênio está reduzida. Os indivíduos B, C, D e E, relacionados na tabela a seguir, estão submetidos a diferentes formas

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina - Fisiologia Fisiologia Cardiovascular (Introdução) Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR HISTOLOGIA

SISTEMA CARDIOVASCULAR HISTOLOGIA SISTEMA CARDIOVASCULAR HISTOLOGIA Profa. Dra. Constance Oliver Profa. Dra. Maria Célia Jamur SISTEMA CARDIOVASCULAR Sistema Cardiovascular: Transporta gases, nutrientes e resíduos A pressão é mantida,

Leia mais

Excitação do músculo cardíaco

Excitação do músculo cardíaco Excitação do músculo cardíaco Curso de Nutrição CC: Fisiologia Humana I Prof. Leandro Cattelan leandrocattelan@hotmail.com Setembro 2017 Tópicos a serem abordados Sistema de condução elétrica no coração

Leia mais

FUNDAMENTOS DA FISIOLOGIA CARDÍACA. Prof. Ms. Clayton Silva

FUNDAMENTOS DA FISIOLOGIA CARDÍACA. Prof. Ms. Clayton Silva FUNDAMENTOS DA FISIOLOGIA CARDÍACA Prof. Ms. Clayton Silva INTRODUÇÃO O sistema circulatório ou cardiovascular ou formado pelo coração e uma vasta rede de tubos de vários tipos e calibres, que põe em comunicação

Leia mais

Aspectos físicos do envelhecimento. Profa. Dra. Bruna Oneda

Aspectos físicos do envelhecimento. Profa. Dra. Bruna Oneda Aspectos físicos do envelhecimento Profa. Dra. Bruna Oneda Controle autonômico do coração Sistema cardiovascular Aumento da massa cardíaca na ordem de 1g a 1,5g ao ano Aumento da espessura do ventrículo

Leia mais

Sistema Circulatório

Sistema Circulatório Sistema Circulatório Luís Eugênio Vieira Oliveira Neste breve capítulo, discorreremos sobre as principais características histológicas do Sistema Circulatório, descrevendo, pois, algumas estruturas gerais

Leia mais

inadequada ou muito lenta.

inadequada ou muito lenta. Fisiologia Comparativa da Circulação Circulação: proporciona transporte rápido de grande volume para distâncias onde a difusão é inadequada ou muito lenta. PRINCIPAIS FUNÇÕES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO Transporte

Leia mais

Funções: distribuição de substâncias (nutrientes, gases respiratórios, produtos do metabolismo, hormônios, etc) e calor.

Funções: distribuição de substâncias (nutrientes, gases respiratórios, produtos do metabolismo, hormônios, etc) e calor. Funções: distribuição de substâncias (nutrientes, gases respiratórios, produtos do metabolismo, hormônios, etc) e calor Componentes: Vasos sanguíneos, Coração, Sangue http://www.afh.bio.br/cardio/cardio3.asp

Leia mais

FISIOLOGIA CARDIORESPIRATÓRIA. AF Aveiro Formação de Treinadores

FISIOLOGIA CARDIORESPIRATÓRIA. AF Aveiro Formação de Treinadores FISIOLOGIA CARDIORESPIRATÓRIA 3.1 Principais alterações genéricas da função cardiorespiratória na resposta aguda ao esforço aeróbio Exercício Físico Sistema Cardiovascular Sistema Respiratório Sistema

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 11/08/2012 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROFa. FLÁVIA CARLETE NOME Nº 8º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão

Leia mais

Como funciona o sistema respiratório?

Como funciona o sistema respiratório? Como funciona o sistema respiratório? O sistema respiratório é responsável pela ventilação pulmonar. " O diafragma contrai-se e desloca-se para baixo. " Os músculos intercostais contraem-se, afastando

Leia mais

Bio. Semana 17. Rubens Oda (Hélio Fresta)

Bio. Semana 17. Rubens Oda (Hélio Fresta) Semana 17 Rubens Oda (Hélio Fresta) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. Circulação humana

Leia mais

Cardiologia do Esporte Aula 2. Profa. Dra. Bruna Oneda

Cardiologia do Esporte Aula 2. Profa. Dra. Bruna Oneda Cardiologia do Esporte Aula 2 Profa. Dra. Bruna Oneda Eletrocardiograma O registro gráfico da atividade elétrica do coração é denominado eletrocardiograma. Onda P: despolarização dos átrios (contração

Leia mais

Anatomia(e(Fisiologia(para(a(Massagem(

Anatomia(e(Fisiologia(para(a(Massagem( Anatomia(e(Fisiologia(para(a(Massagem( A(PELE( A pele é o maior órgão do nosso corpo, correspondendo a 16% do peso corporal, extensãoaproximadade2m²emumadulto,e5mmdeespessuramédia. É constituída por duas

Leia mais

d) Aumento da atividade da bomba hidrogênio-potássio e) Aumento da atividade da fosfatase miosínica

d) Aumento da atividade da bomba hidrogênio-potássio e) Aumento da atividade da fosfatase miosínica 1. O automatismo cardíaco é gerado pela atividade do nodo sinusal. Essa função é fundamental para a manutenção da vida e para um fluxo sanguíneo adequado aos tecidos. As células auto-excitáveis do nodo

Leia mais

Fisiologia Comparativa da. Circulação de Invertebrados

Fisiologia Comparativa da. Circulação de Invertebrados Fisiologia Comparativa da Circulação de Invertebrados Circulação em Invertebrados Muitos invertebrados têm CIRCULAÇÃO ABERTA = o sangue é bombeado pelo esvaziamento do coração até um espaço (ou seio) a

Leia mais

O sistema circulatório. Autores: Inês Salvador e Tiago Cardoso Adaptação: Profa. Conceição Leal Fonte: Slide Share

O sistema circulatório. Autores: Inês Salvador e Tiago Cardoso Adaptação: Profa. Conceição Leal Fonte: Slide Share O sistema circulatório Autores: Inês Salvador e Tiago Cardoso Adaptação: Profa. Conceição Leal Fonte: Slide Share Evolução do sistema circulatório Reinos Monera, Protista e Fungi: ausência de um sistema

Leia mais

ORGANIZAÇÃO MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

ORGANIZAÇÃO MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR ORGANIZAÇÃO MORFOFUNCIONAL DO SISTEMA CARDIOVASCULAR Introdução Cada seguimento do sistema circulatório tem uma estrutura histológica própria, e seu papel no processo geral da circulação é diferente. Termos

Leia mais

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR DOS MAMÍFEROS

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR DOS MAMÍFEROS Disciplina de Fisiologia Veterinária FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR DOS MAMÍFEROS Prof. Fabio Otero Ascoli OBJETIVOS DA AULA Revisão da anatomia do coração dos mamíferos Eletrofisiologia Cardíaca Atividade

Leia mais

LEIS GERAIS DA CIRCULAÇÃO E PROPRIEDADES DO CORAÇÃO

LEIS GERAIS DA CIRCULAÇÃO E PROPRIEDADES DO CORAÇÃO LEIS GERAIS DA CIRCULAÇÃO E PROPRIEDADES DO CORAÇÃO Mário Gomes Marques Instituto de Fisiologia da F.M.L. Director: Prof. Luis Silva-Carvalho CIRCULAÇÃO - Funções Transporte de oxigénio, nutrientes, hormonas

Leia mais

ESTRUTURA FREQUÊNCIA CARDÍACA 09/06/2013. O número de batimentos cardíacos por unidade de tempo, geralmente expresso em batimentos por minuto (bpm).

ESTRUTURA FREQUÊNCIA CARDÍACA 09/06/2013. O número de batimentos cardíacos por unidade de tempo, geralmente expresso em batimentos por minuto (bpm). Revisar alguns conceitos da fisiologia cardiovascular; Revisar alguns conceitos da fisiologia do exercício do sistema cardiovascular; Estudar as adaptações do treinamento aeróbico e de força no sistema

Leia mais

TESTE. Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão.

TESTE. Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão. TESTE Verifica a tua aprendizagem. Selecciona apenas uma resposta em cada questão. 1 O ar entra nos pulmões através de A. Fossas nasais, laringe, faringe, traqueia e brônquios. B. Fossas nasais, faringe,

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema Circulatório

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema Circulatório ANATOMIA HUMANA II Sistema Circulatório Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema Circulatório Conceito Função Divisão Sistemacardiovascular Sistemalinfático 1 CONCEITO O sistema cardiovascular é responsável

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 2º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Fisiologia Cardíaca Bloco 1 de exercícios

Fisiologia Cardíaca Bloco 1 de exercícios Fisiologia Cardíaca Bloco 1 de exercícios 1) No ser humano, durante a inspiração existe: (a) Hipotensão e bradicardia; (b) Hipotensão e taquicardia; (c) Hipertensão e bradicardia; (d) Hipertensão e taquicardia;

Leia mais