MAFRA,' ITS HISTOR AND TOURISM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MAFRA,' ITS HISTOR AND TOURISM"

Transcrição

1 ORGÃO DE PROPAGANDA ETURSMO DE PORTUGAL ~ CONDiÇÕES OE ASSNATURA Pr trimestre (12 numers.. ".. 7$00 Prpriedade da Empreza de Publicidade Estril Gráfica (em rganisaçã) Directr e Editr - ANTONO ALVES Cmpst e mpress nas OFCNAS FERNANDES Rua da Cruz ds Palals. 103 LSBOA - Telel ANUNCOS Nã se devlvem s riginais Preçs conje nclnals embra nã sejam publicads Os artigs nã assinads sã da respnsabilidade d directr d jrnal MAFRA' TS HSTOR AND TOURSM ln the brugh f Mafra which was already in the Rman perid an imprtant víllage stands magnificent and majestic bth as t l1tline This marvelll1s mnument cmprises the Basilica Cnvent and Palace. and building materias that well attest the religius influence f the time ln the Basilica a grand temple entirely built in marble where the a nbe mnument which thrughly suits the surname f «Magnanimus» elegance f lines and the many clured marbles mingle in charming given t King D. Jã V f the furth dynasty n accunt f his emi- and dazzling harmny are t be fund chapes 45 galleries and nent1y libe1 a mind f which lle spent the untld riches that carne frm 6 rgans. ln the Cnvent everything is grand and magnificent frm the Bmsil. This king a lver f magnificence incmmensurably vain dis- clisters t the cells and their decratins the Examinatin Hall and Chapter-Huse. playing his great wealth n every ccasin and ln the Paláce the excelling in the rdaining turist may see many f sumptuus entertain- relics f den times and ments decided in his wish in the Museum building t emulate Lewis XV í materias. and enginee- France that in his king- ring dm shuld ' be used fr the erectin f als spendid mnuments the cnvent the rms and therefre «traced the where the last King f grund plan f a basilica Prtügal D. bigger than the king- spent his ast night n dm» accrding t the the.eve f sailing away wrds f Oliveira Mar- and exile may als be tins the histrian. yisited. there ~anuel And ~ "hat verp- pride and vanity that wers us mst f all is nthing the wuld satisfy Library immense him but seeing n the tp vast where mre than f ne f the twers f vlumes dealing in science art and lite- GENERAL VEW OF MAFRA AND TS CONVENT rary culture stretch ut a gigantic bell weighing eight hundred arq'bas (abut punds). rw 3.fter rw alng th~ walls. And when the turist 's sight-seeing is And when ne day the Marquis f Abrantes tld him that the chi- vel' when he has gne all ver the Mnument a.nd is still under the agre a- mes and clcks rdered by him fr the twers cst he ans- ble impressin f all the wnders he has lked n the mre extatic he is wered prudly irnical1y and arrgantly : and the mre he falls under the spell f beauty as he hears the ringing «didn't think they wuld be s cheap. Order tw f them.» f chimes that can well be said - There are many histrians wh cndemn the pulent!ife f D. amngst the best in the wrld. Jã V but we must hwever acknwledge that if he had nt had the With n fear f exag"geratin - t be D nt miss therefre paying a visit t the Cnvent f Mafra; unlucky thught f erecting such a magnificent building nei- cnsider well its majesty and yu shall have a clear ntin f the natural ther we nr the cuntless freigners that visit us shuld have had an dispsitin f D. Jã V and ne f the best aspects f Prtuguese ccasin f seeing that histrical mnument which is sufficient in itself Turism. lucky 01' t reveal clearly the characteristic features principes and aims f a relgn. FO' it is a fact that the turist wh visits us wuld never believe in the existence f a mnnment having 4185 drs and windws 102 flights f stne-steps amunting t 5455 treads unless he saw it with his wn eyes. And s great were his the wnderful mnument \l tls which were (ss) DR. EDUARDO DE MASCARENHAS Visitrs t Mafra Will Find: Pst telegraph and telephne ffices (it being pssible t ring up freign places); pensins mnk shps cnfectiners cafés mtr-cal's and mtr cnyeyances running between Lisba Mafra Ericeira and Sintra; classical cncerts n the chimes at certain times f the yeal'. nfrmatin may be btained frm the Cmissã de niciativa de Tuq'ism in Mafra.

2 Pág-. 2 CASCA Termina em breve a «Feira Mdêl» prmvida pela Cmissã de Prpaganda de Cascais e ii. qual cncrreram muitas firmas cmerciais e industriais d cncelh e de Lisba. A imprtante firma Vaultier & Cmp.a é a representante d le ( Eaglil» preferid para a grande mairia ds mtres d País e Clónias send a mesm temp fabricante de crreias para instalações fabri"" as quais até há puc eram ttalmente imprtadas d estrangeir. O seu valr e prestígi industrial ainda há pauc fi recnhecid pel Gvêrn cndecrand um ds sócis gerentes sr. Maxime Vaultier pr serviçs relevantes prestads a País. - A Pastelaria «Rendez-Vus du Parque) d sr. Dmings Silva tem-se impst pels seus aprimrads serviçs sbejamente cnhecids de tôda a ppulaçlt das linhas de Cascais e Sintra e também ds visitantes de Lisba que na sua Casa A falta de espaç impede ns de ms referência a cada um ds per si mas devems afirmar que esfrçaram pr darem à bela ini Cmissã de Prpaganda de Cascais lhr e mais valis cncurs. Nã pdems terminar esta senha d que fi êsse imprfa\2.t qual levu a antigc Faláci d Cnde da Guarda muits milhares de pessas sem deixarms cnsignads aqui s nsss agra. deciments a distint ftgraf amadr sr. Manuel Gnçalves cnsiderad sóci da «Ourivesaria da Guia» e tambem grande amig de Cascais nde reside pela cedência gentil ds seus impecáveis clichés. Festas d Carnaval A Cmissã Prmtra das Festas d Carnaval dêste an tend em vista amargura. O jven ficial cntava a.penas 26 ans de idade impnd-se desde s bancs da Escla pela integridade d seu carácter pela sua afabilidade e. galhardia send a sua mrte muit sentida pr tds aqueles que tiveram cnvivencia cm indits mç a quem a terrivel parca ceifu a vida em plena pujança. A urna cm s rests mrtais d falecid ficial deve chegar aqui n prxim dia 23 d crrente a brd d transprte de guerra «Afns d'albuquerque» realizand-se funeral muit pssivelmente nesse dia. quand cm melhr desej humana e justa cnstanempreza irá participar ds encargs resultantes da nva mdalidade em estud mtiv pr que nã lhe regatearems s nsss luvres. pessal da Sciedade;-Estril ingressu quasi em massa n Sindicat Nacinal Ferr-Viári d Centr d qual faz parte pessal da Cmpanhia Prtuguesa. E' a melhr respsta á intriga tôrpe em que pretendiam envlver s empregads da Estril atirand-lhes cm labéu de indisciplinads. Participand da dôr em que está mergulhad craçã amantissim de seus pais enviams-lhes e a pessal da redacçã d «Diari de Lisba» as nssas sinceras cndlencias. A presente épca de Hipism em Lisba Cm numersa e selecta assistencia iniciaram-sll Camp Grande u dia 20 de Janeir find as primeiras prvas de hipism da presente épca inscrevend-se 21 cavals send 11 sem «handicap. e 10 cm «handicap". A primeira prva fi ganha pr «Beautiful» cm J. Werrir. Ns 10 cavals inscrits cm «handicapu seis DO Stand da "Nally" - Stawl de L'./z3.lite Sutelinh & Silva Ltd. a H. Vaultier &; C." Pastetr:lria Rendez-vu8 du Parque de Chá d Parque Estlil encntram mais gentil aclhiment. -Da grande fábrica de Perfumes «Nally)) fala País inteir que ela tem cnquistad cm s seus prduts rivalizand cm que ~e melhr se fabrica n estrangeir. - O stand da Crpraçã Mercantil Prtuguesa Limitada que tem as suas mdernas instalações na Cruz Quebrada nde funcinam as imprtantes fábricas de Fibr Ciment «Luzalite» vei reslver uma enrme lacuna da indústria nacinal evitand que d estrangeir seiam imprtads muits e muits milhare!:l de libras em materiais que a sua cnstante labraçã agra prduz. - Também merece ~especial referência a firma «Sutelinh & Silva Ltd."v cm estabeleciment de Mbilias em Lisba na Rua Eugéni ds Sants nde mantém uma expsiçã permanente cm s melhres artigs de decradr que há de mais cmplet n géner e pr preçs acessíveis.. grande entusiasm que está despertand Carnaval dc 1935 vem pr êste mei cnvidar tôdas as clectividades d Cncelh e limítrfes a fazerem causa cmum para se levar a efeit um grandis Carnaval em que se hã-de celebrísar s )um erss carrs alegórics s grups musicais as mascaradas) s ej.centrics as cavalgadas s campins etc. ' Esta Cmissã prestará au.:tíli financeir a tds aqueles que dêle careçam. Para tal basta inscreverem-se até a dia 20 d crrente na nssa Sede - Paláci Municipal Cnde da Guarda - Cascais u enviarem a sua adesã e cnsultas à mesma send indispensávd a mesm temp fazerem-na acmpanhar dum priect u maquette da Alegria que desejam apresentar. O Presidente (a) Antni Cards (Presidente da Camara) Estril Park L(lft Wirig C08ta Pina num bel 8alt cm «l'rincipe Negr» fizeram percurs limp send a prva ganha pr Csta Pina cm «Principe Negr> num bel per curs. ' Em 3 d crrente realizaram-se nvas prvas uma sem.handicapu na qual tmaram parte 11 cncrrentes classlfilland'l-se em primeir lgar Manuel Gmes n «Negr» e Fernand Salgueir - em 2. n "Principé». A prva para cavals cm «handicap" fi bastante dura subind 1\ dupla vedaçã de camp para 1130 tend crrid nesta prva 14 cavals alguns dêles internacinais. As exaursões da ampanhia Prtuguesa Permanent exhibitin f all kinds f Madeira wrk: Hand embrideries-sets t table cvers t quilts etc. Wicker wrk: ch1irs sfas sitting-rm sets EOTTLED percurs mais limp e que marcu na tarde dêsse dia c(m já tinha sid antes fi feit pr «Principe Negr» cm Csta Pina classificand-se vens ~'erraz em 2. lgar n «Marc Vascnti». As melhres classificações fram ganhas pr dis cipuls d cnsiderad prfessr de equitaçã Ricard qual tem preparad na sua Escla. 08 "'\N"'J:~ES E'J:'C_. ETC_ Yu are crdially invited te visit this establíshment A visita a Algarve pr casiã das «amendeiras em flôr» tem aumentad de an para an mercê da iniciativa patriótica da Cmpanhia ds Oaminhs de Ferr Prtugueses rganizand cmbis especiais a preçs reduzidissims e a alcance de tôdas as blsas. E prssegue na sua luvavel intensã mesm depis de terminada fi flraçã das amendeiras prque de fact; Algarve é das mais encantadras prvíncias de Prtugal e s rganisms ficiais e clectividades marcantes têm cumulad de gentilezas s visitantes recebend-s cm jubil e galhardia. Esperams que na próxima primavera e n verã aquela empreza à semelhança ds ans anterires estenda essa benéfica iniciativa pr tôdas as znas ~té nde chegue a sua rêde de transprtes prque terá s agradeciments de tds s bns prtugt;teses. melhres cavaleirs civis e militares que n08 teem representad tã brilhantemente n Paiz e n Estraugeir. E para fechar crre-ns uma pregnta bem prtuna: Quand se realizam identicas prvas de hipifm na Csta d Sl? Nã serã elas um ds melhres espectáculs desprtivs para s muits centenarea de estrangeirs que actualmente se encntram nesta bela estância? Parelle-nus de pnderar este assnt tant mais que as diversões nã abundam infelizmente. Casa de Saúde ingleza Fi ha dias perada de apendicite cm feliz exit pel eminente cirurgiã Dr. Luiz QUintela mademiselle Amalia Vilanueva Rsales filha d nss amig sr. Salvadr Villanueva. -Já se encntra cnvalescíete cm que muit ns cngratulams a bndsa senhra D. Almerina Alen E~psa d nss estimad amig sr. Ricard Aleu tambem perada pel meem ilustre cirurgiã. QUER V. EX. a Vá V. Ex. a V~STlR BEM? a ALFAATARA nde encntrará um srtid cmplet de fazendas nacinais e estrangeiras pr preçs muit CONVDATVOS ESMERADO CORTE a carg de uru muit há.bil cntramestre RUA 1.0 DE D~ZEMBRO E. TELEFONE LSBOA

3 N. 134 Urbanizaçã da Csta d.:-sl N prxim numer apreciarems prject d decret que ilustre Ministr das Obras Publicas enviu ha dias a parlament para sua aprvaçã. Desde já devems dizer que estams de acôrd cm as suas linhas gerais pis r'evela da parte d seu autr melhr desej de encarar cm firmeza magn prblema da urbanizaçã da Csta d Sl beyianà as graves incllvenientes que a mrsidade de certas medidas está prvcand. A~ar pinheir Chagas Sepultu-se ha dias este ilustre e antig jrnalista que ha bastantes a.ns desempenhava cm grande prestígi carg de gerente da Sciedade Estril. Na imprensa prtuguesa cnquistu um lugar de merecid relêv impnd-se pela elevaçã d seu carácter e cherencia ds seus principis. O seu funeral cnstituíu uma grande manifestaçã de pesar prque era grande numer ds seus amigs e admiradres. A' Ex. ma Familia enlutada e em especial a seu filh e tambem nss presad amig sr. Manuel Pinheir Chagas enviams as nssas cndlencias. luminaçã pública Vai dentr em breve terminar cntract entre a Cmpanhia d Gaz e a Camara de Cascais para frneciment de iluminaçã a Oncelh. gnrams resultad ds trabalhs a que chegaram já as duas entidades para a elabraçã d nv cntract mas surpreendeu-ns e alvraçu-ns a nticia de que a Camara tinha instad junt da Cmpanhia pela remessa de certs dcuments indispensaveis para estud dessa magna questã. Que se estará passand ns bastidres?.. Aniversári prgress ds ncntestavelmente que a base de td turism reside na cnstruçã de bns hteis e pensões de instalações cnfrtaveis e.cmdidade bastante. Quem tenha acmpanhad desenvlviment hteleir da Csta d Sl ns ultims dez ans terá facilmente justificada a nssa afirmaçã tend prgress arrastad s mais refractaris ás invações e exigencias de td mment a-fim-de nã se verem preterids nesta marcha acelarada. Deade s mais antigs as mais recentes hteis e pensões tds s seus prprietaris se viram brigads a intrduzir-lhes s melhraments que se impõem para satidazer e agradar as milhares de estrangeirs que durante an estã para aqui derivand. A nva Pensã Astrie que ha puc temp abriu as suas prtas é a prva mais evidente de quant vims afirmand. Sem.que edifici nde está instalada fsse cnstruid para esse efeit seu prpriatari sr. Pint de Vascncels cnseguiu dnr-he um agradavel ambiente tant pela sa decraçã de gst aprimrad cm pelas cmdidades e cnfrt de que dispõe send sem Pág. 3 Natal ds Pbrczs nss presad amig sr. Alexandrin Tavares imprtante e cnsiderad lavradr na Glegã e na Beira entregu-ns a imprtancia de 202ÔõO prdut de uma quete aberta na sua casa d Mnte Estril pr casiã da Arvre d Natal para ser distribuída pels pbres que nós julgássems mais necessita.ds. O gest altruista d sr. Tavares é bem dign de ser imitad pis cntribuiria para levar pã de muits dias a alguns milhares de desgraçads que vivem sb ceu azul de Prtugal. N prxim numer publicarems a relaçã ds cntemplads em nme ds quais agradecems a ferta genersa. Declaraçã prprietari d estabeleciment nos Capuchinhs_ sit em Cascais Rua Manuel Nunes Manique declara. para s devids efeits qe referid estabeleciment fi entregue para explraçã d mesm negci Casa de Past a Senhr Manuel Cards prprietari residente em Cascais sem trespasse 00 qualquer utr cntract a nã ser pagament estipulad mensalmente pel aluguer de td mbiliari e utensilis existeutes n citad estabeleciment ficand assim declarante ieent de qualquer respnsabilidade. A. de Oliveira FOSFORERA PORTUGUESA N passad dia 24 de Janeir fez ans nss querid e velh amig sr. Carls Veiga imprtante lavradr da GleO'ã tenu seu ti e tambem nos80 bm am?g sr Ale~andrin Tavares reunid um grande ' numer de amigs nas suas prpriedades nde após uma animada caçada fereceu um jantar cmemrativ e de animada festa. A amig Veiga en viams nss abraç cm vt de que muits ans cnte. favr cnsiderada!a melhr casa n gener adentr d cncelh de Cascais. Situada num ds melhres pnts d Alt Est ril dnde se disfruta uma das mais interessantes perspectivas nã é de admirar qne nacinais e es trangeirs lhe deem a preferencia. Pr noesa parte augurams-lhe a8 maires prsperidades cm bem merece tã luvavel enpreendiment. DOENTES Há dias que se encntra retid 1/0 leit cm um frte ataque de gripe 10SS0 presad amig sr dr. Antóni d Amaral Figueirr.d desejalld-lhe prnt restabeleciment. - O distint farmaceutic nss estimad amig e assinante sr. Antóni de J esus Lpes d Mnte Estril está bastante dente fazend vts p elas suas melhras. Cnfrt Mdern nauguru-se há dias mais um estabeleciment na Capital que vem engrandecer uma das suas mais cncrridas artérias quer pela sua situaçã quer pel bm gst que s seus rganizadres lhe imprlfniram. Sb a firma Ferradr & Mendes Ltd. a_ nv estabeleciment situad na Rua ds Anjs 9 a 11 iniciu seu ram de cmérci cm uma valisa e artística expsiçã de Mveis em tds s estils Tapetes Maples e utrs artigs de decrações a qqal está send m uit visitada send dirigids s maires luvres à nva firm a e augurand-lhe pr nssa parte as maires prsperidades. Clabraçã precisa Nã pdems deixar de fazer uma referencia especial à valisa clabraçã ftgráfica ds ex. m 0 8 srs. Niclau ds Sants ferecend s artistics clichés d Cnvent de Mafra. O ex. m sr. dr. Eduard Mascarenhas que ns brindu cm um lind Pôr d Sl da Ericeira. Fi tambem gentilmente cedid bel cliché da Praia da Ericeira pel ex. m sr. Jsé Caiad daquela Vila. A tds apresentams nss recnheciment e gratidã. Rádi Club Prtuguês ~ dia 2 d crrente a distinta art:ista brasileira D. Yle Rdes deliciu nã só tds s radiófils que tinham s seus aparelhs ligads para CT 1 GL cm também a selecta assistência que se encntrava n stlí.di dêste magnhic põst. O sucess alcançad fi de tal nature~a e causu um entusiasm tã grande que durante temp que esta encantadra artista se cnservu n Rádi Club Prtuguês fram imí.mers s pedids telefónics para a repetiçã de algumas canções. C.F. Este numer fi visad pela Cmissã de Censura HOTEL ATLANTCO MONTE NO SORTEO DA lhe nly Htel f the 'Sun-cast' situated right n the aean with private entrance t the beach A 3. CASA PORTUGUESA QUE FO REGULADO PELA LOTARA DO NAT.AL fi cntemplad sr. JSé Candid E. Calad de Almdvar pssuidr d bilhete da série 21 TEA-ROOM - BAR - RESTAURANT BEAUTFUL TERRACES & GARDEN EVE~Y SUNDAY CONCERT ' al====~======================~==~a HOTEL PARS A primeira easa já entregue a Sr. Améric Silva de Mntij próxim srtei de BRNDES s.erá regulad pela ~OTARA DE SANTO ANTONO The Htel Paris is a new and mdern building surrullded by a large garden. Frm its windws ne en jys a wnderful view f the whle f the Prtuguese Riviera. Jt is fitted with every mdern cmfrt central heating life and ht and cld water in every.bedrm has private suites private bathrms etc. The ChHpe.1 f the Church f England is in the Htel garden and during lhe winter mnths there is a Chaplain in residence. E x c e e n t cuisine and every attentin. a~========================~~a

4 Pá 4 T MAFRA. ~. SUA D=ODSTOR As junções de Administradr d Cncelh carg de rep'1esen- A Camara Municipal d Cncelh de Mafra sb a presidencia m d Ex. Sr. D~.. Edua~'d Mascarenhas tend cm vgais s Ex.ms SlJ"s. Tenente Jsé Antni Vasc MascalJ"enhas Luiz Mreira RdlJ"igues Francisc Mats Duarte Celestin Pedr das Neves e Jaquim Manel d' Oliveira tem sabid impâr-se à COnsideq'açã e?'espeit ds seus municipes pel zel e ace~ t cm que está exercend a sua espin7~sa missã. O Sr. D~'. Mascarenhas um nv que à sua inteligencia e vntade firme alia ~~m gmnde espirita de bm sens sube ce?'car-se de valiss clabradres send já ntavel a sua acçã adentr d Municipi de Maf~'a nã s6 pelós imp? tantes melhraments já q'ealisads em td cncelh mas ainda pela ej8ctivaçã de utrs prjects em curs e que revelam uma la?'. ga visã renvadra.. Cm p?'esidente da Cmissã de niciativa e Turism de Mafra tem imp?'imid a este rganism uma rientaçã reveladra da alta cmpreensã de tds s ass~mts que lhe estã afects pela valrisaçã de um esfm'ç bem crdenad. E.X.m. SR. AMANHÃ V Al SER REELETO PORTUGUESA vila de Mafra que já na.épca rmana era uma imprtante pvaçã ergue-se magestsa impnente nas suas linhas n material de cnstruçã que bem atestam a influência r eligis d temp um grandis mnument que firmemente se ajusta a Qgnme de «Magnanimll q'lle fôr dad a Rei da quarta dinastia D. Jã V assim cgnminad pel seu espirit eminentemente m e que teve cndã de bem demnstrar fazend uma vida faustsa e de lux cm O ir q d Brazil vinha em quantidade precisa. taçã mas tambem de tremenia respnsabilidade} desempentla-as ha mais de ~~m an Ex. m Sr. Tenente Jsé Ant6ni Vasc Mascaq'enhas acumuland cm as de vgal da Gamara. Tem-se revelad um espirita cntemprisadr merecend e disfrutand a estima e cnsideraçã de tds s meis. A assistencia d(we-lhe precis auxili dist~'ibuind mensalmente imp?'tantes subsidis a Hspital da S enhra das Dôres it 8 pa ds Pb?'es da Ericeira e Mafra e à Cmissã lcal para sustent de 50 c?'ianças pbres. «O Estril» a publica~' numer especial dedicad à prpaganda e turism de Mafra e da Ericeira cntinua dminad pel grande desej de levar até a maxim cumpriment da patritica missã que se impz. E cativads pela frma cm fms ~'ecbbids e auxilia ds na satisfaçã ds nsss des'ignis querems publicamente tstemunhar s nsss agradeciments às entidades ficiais a quem ficams devedres de especiais atenções e valisa slida~ iedade. ver é que se cnvence que é pssivel haver um mnument cm 4185 prtas e janelas 102 escadas em pedra cm 5455 degraus. Esse mnument grandis é cmpst pela Basílica Cnvent e Paláci. Na Basilica templ magests td cnstruid em mármre nde a elegância das linhas e a. côr -variada ds mármres se cmbinam numa harmnia que encanta e deslumbra encntram-se bém mnuments e «traçu uma basílica mair que rem)) cm diz histriadr Oliveira Martins. +1 capelas 45 tribunas e 6 6rgãs. N Cnvent tud é grande e magests desde s claustrs às celas seus adrns Sala ds Acts Esclares e Casa d Capítul. N Paláci encntra turista relíquias de velhs temps e n Muscu materiais de cnstruçã e aparelhagem de engenha- E tal era seu rgulh e sua vaidade que s6 ficu satisfeit quand viu n alt de uma das trres d mages- ria que serviram à cnstruçã d cnvent e s apsents nde últim Rei de Prtugal D. Manuel passu a última nite ts mnument um sin clssal cm pes de itcentas an-bas. na vespera da sua partida para exíli. E que muit especialmente ns deslumbra é a Bibliteca enrme vasta e na q nal se alinham as ciências as artes e as \ letras num ttal de mais de 30:000 vlumes. E quand turista Este rei de gra.ndezas sem limites de vaidade sem par exibind pulências e primand pr zer gasts fabuls~ quiz imitand Luiz XV de França tam- E quand um dia Marquez de Abrantes lhe disse que s carrilhões e relgis encmendads para as trres.custavam 400:000$00 respndeu altiva irnica e rgulhsamente: «Nã supunha que-fsse tã barat.~uer dis» acaba a sua visita a este Mnument e ainda sb a impressã agra- Muits sã s histriadres' que cndenam a vida pulenta cgitaçã d bel uvind s cncerts ds carrilhões que p6de afirmar-se sem perig de errar serem ds melhres d Mund. de D. Jã V.' Mas havems de cncr~ar que se êle nã tivesse essa feliz u infeliz ideia de cnstruir 'tã magests mmunent nã teríams n6s nem s inumers estrangeirs que ns visitam êsse padrã históric que s6 pr si revela nitidamente a caracte- dável das maravilhas que vê mais se extasia mais se reclhe na Visitai pis Cnvent de Mafra atentai bem na sua grandisidade e ficareis cnhecend a indle de D. Jã V e um ds melhres aspects d Turism Prtuguês. rística s princípis e a rientaçã dum reinad! Pis a verdade é que turista que ns visita s6 depis de A CENTRAL OF JOAQUM ALVES GATO STATONERV BOOKSELLER TOBACCONST ANO BAR PCTURAL POST CAROS ANO MAFRA PRNTS KOOAKS ANO PHOTOGRAPHG TEMS.. The vestibule f the Basílica. 2 - The Church. The whle COl)lpsed f different calaured marbles. 3 -lnterir af the Cathedral. P\!"tial view. 1- TURDSMO SEU Praça da Republica 14 e 14-A- MAFR'A (a) EDUARDO DE MA.SCARENHAS. Tea huse and cnfedinery HEstrela" SEQUERA ESTRELA & c. 0 MAFRA JUST OPPOSTE THE MAJEsnc CONVENT f \ LOCAL SWEETMEATS SPLENOOLY MANUFATURED lea ANO COFFEE PREPAREO BEER ANO OTHER ORNKS. NATlONAL ANO FOREGN SOLO TELEPHONE - MAFRA The Basilica. Large Mable Statues. 2-The Cnvenl Lybrary. 3 '-- The Church Prch

5 Pág- 6 SUNNY N.O 134! tllte H'O.~ E CO"'ST Vt').R T U G 11 L Scfch WHSKY r-' WHT[ HORS[ SUMl\1ER AND WNTER SEASDE RESORT 14 MLES FROM LSBON ELECTRC TRANS EVERY HALF HOUR Whisky THE BEST CLMATE ln EUROPE mpõe se pela sua superir qualidade e Justa fama cnquistada ns AVERAGE 'TEMPERATEURES{ Winter -53:6 Summer ans EVERY Kln OF SPORT Glf - Pl - rrennis - Yachting - Swimming - Riding etc. Paradise-Wnderf~l esplanaderver A. L. SMÕES & PNA ~~ CASNO L.1 ' A - Ru das Flres - :L::: LSBOA "WHTE HO~E" thesea RESTAURANT-AMERCAN BAR-THEATRE - CNEMA- CONCERTS -DANCNG- GAMNG (ROULETTE AND BACCARA) AT TÍE i Ag'en:.es em Prtugal Hydr-mineral and Physiterapy - MAGNF'OENT S\VMMNG-POOL Naturai tepid water The children's de esmerad fabric ESTOR L-PALACO-HOTEL Cnfrtable and luxurius HOTEL DO PARQUE Mdern cmfrt -THERMAL ESTABLlSHMENT "TAMARZ" W!DTE norse DlSTLL"S LTO_ GLASGOW =-=-=-=_-=="_- 'L===~ = _ =---=_ ::-:_= AND ;.J. que cust3: apenas 100$00 é sempre a expressã máxima de cnfôrt e uma nta sóbria de elegância. Fale a Tczlfzfne-Use Aptfncz- telefne sempre apt ' Dirija-se à The Angl Prtuguese Telephne f RUA NOVA DA TRNDADE 43 - L S B O A Cf Ltd L~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

6 N. 134!ST OF 'OTE[ VSTO~S Estril-Paláci-Htel n D. Casimir Gmes Cbas sr. Cnsul da Argen:tiua Madame Andreasen mr. e mrs. Wall mr. e.mrs Charles H. Hewett mrs A. M Dentn mr. e mrs. Bearman mrs. A. M. Stepbensn Dr. P- T. Blger mr. e madame Paul Greiner.cl. e mrs. Mitchel mr. e mrs. Stanley Edgsn JDr. e mies. Hldrn Dr. e mr. W. J. Wlrieb mrs. M. O. Huntingfrd mr. H. P. Jeffries dllr. e mrs. Gld miss. Rse Rícbards mrs. Ripley mr. H. D. Ripley me. Fred Hawthrn JDr. e mrs. M. Mrris mr. e mrs. Kettlewell trs. e mr. C. Stne mr. e mrs. Kearsley mr. Miebel Camarecese miss Trenne mr e mrs. Benedictus mr. James Nennett-Bagga mr. e.rrs. Jillard mr Michaels mr. C. K. Carr mr. -F. E. Burst Melle Wally Suppé mr. David Brks mrs. Benedictus mr. A. Sett Murray mr. e mrs. R. C. Caw miss. M. Raife mr e mrs. Phillips mr. F. W. Smith mr. e mrs. H..Atwell mrs. L. Whitelaw Mr. Lady Brwnlw 4llr8. e miss Malbran mr. e mrs. Baucher. Capt e mrs. Buuett mr. Lpes da Cruz Sir..Rbert Williams mr. e mrs. Jhn Sutcliffe mr. -e mra. C. C. Griffitb miss. Hggett miss. Karline Prbst mrs. Vells miss. A. M. Geddes 4llrs. R. T. Geddes sr. Tmas Amed Cndes '2a Zaltwaka Barnne Bieker mrs. R. H. Brand miss. Craven e miss Stevens mr. Peter Yates D. rene de V8Bencels mr e mrs Livigstue mrs. T. Brand sur. Severian Mntt. mr. e <ldiss. Phillips mr. e mrs. William Dws mr. ~egíuald Rice mr. Henry Green Kelly mr. Gray Barune Gevcs de Marquette Mrs. Halfrd e miss Vukett mrs Simp~n mr B C. Bruce mra. Reynlds mrs. Cleaver mrs Adamsn mr. e mrs. Jhn Wilsn mrs. D. Hillman mr. Riehard Lng Dr F. Pais de Sande e çastr miss Mc. Cullagh Dr. e mrs 'Villiam Neisb õuiss. Marks e miss. Turner. Htel d Parque What Freigners shuld see in the Districl f Leiria Peniche - ts beaches and castle and the sland f Berlengas. Obid08 - Une f the mst beauti}ul Castle8 in the whle wrld. The Beach } Nazareth. Caldas da Rainha - with its industry Parks and Mnuments. The Beach } S. Martinh d Prt. Alcbaça -!ts Janscape and Grand Mnastery. Batalha - A precius and grand mnument where the rem ins f the Prtuguese Unknwn Sldier rest in peace. Leiria twlle - A caste and a fine and smiling sceery. Marinha Grande - Vast and magnificent pinegrves and flurishing glass-wrks and industry. Means } cnveyance - Railway aut-cars runnings frm Capristan & Ferreira several times a day Splendid cars starting frm Larg de S. Dmings in Lisbu. Cesar Alvarezj Mnte Estril bas als very gd excursin cars. We can recmmended the Btela; «Rsa» and "Central» at Caldas da Rainha. «Restaurant Trindade» at Alcbaça.Htel Liz.. at Leiria. «Hte' Club» and «Htel Laranj» at Nazareth. «Pensã Pllrque. (Parque Ldging-Huse) at S. Martinh d Prt. t is cnvenient that turists shuld always address themselves t the Turism Cmmissins f the lealities whielt they visit s tbat al faeilities shuld be ffered t tbem cncerning the sites they wisht see and als that they may be duly direeted as t wath they must d. fi all freigners wh g t ~isbn and wish l breakfasl take tea r dine We recmmend lhe reslauranl"eharculerie fjrançaise" cnsidered the bestestab!ishmenl f its kind in lhe eapitàl. Mrs. Auslik mr Erest W Ht mrs. Dr.\lthy Victria Cressewell Davies mies May Victria Elizabeth Dietrich Lsscellts mr. Oscar Julis Lydall rêv. Dtcr Jhn Cairs O. B. E. mrs. Cbristina Cairs miss Vilet May Hibbert miss May Miles mrs RiJda Mary Biggs mademiselle Pluger Mathilde Signr German Muthes Caaali sr. Luiz de ~á Cards miss Blanch S. Sberratt mrs. Marin Grave Rees mr. Charles Radbur mra. Henrietta Keller miss Flra MacDnald MaeLean rr. James Randle HeY6 mr. Teixeira Basts mies Mary Aawy Macfarlane dr. Alfred Varela D. Maria Garcia Alfred Varela miss Dra Wilsn mrs. Elzabett Mildred Mary Hall Lieut C Hugh Cnstable Hall O. B. E. mr. Jhn King Junir mrs. E. Mthersill rev. Gdfrey Flemig Baxter mr. Ezra brahni Haya rev. Addisn Presett Hillp.r miss Margaret Prellctt Hiler mrs Alice Aetn mr. William Aet mrs. Albertine Clarisse Rbisn C Duglas Charles Rbinsn miss rene Jan Pelham mra Jes8ie Ncklds dr. Cbarles W. F. Yug mra..mabel Catherine Yung mr. Charles J Jacbs mr. L. Alfred Jacbs miss Drtby F. Atrill mrs. Jessie Hick mr. Benjamin Hiek rev. Jhn W. Lidsay mr. Rbert Jhn TDdal mr. Thmas Kendall Fair mies Muriel Elizabeth Brwe Eng. C. Duarte madame C. Duarte mr Perey Barnet Jseph miss Mildred Alice Gales mra. sabelle Grace miss Ethel Mily Read rev. Harvey mr. Jamez King mra. lwzabetb Hekme mr. Winifred Ary E. Rw mrs. Ethel Elizabeth Blaek mrs. Lyster mr. Charles C. S. Brnlw mrs. Mary E L. Brnlw mr. Artbur Paul Warburtn mrs. Mlly Warburtn miss Mary rene Culley mies Luise Barbara Campbel miss Anna Maria Ligbtft miss Anna Rs Lrd Bishp f Gibraltar. Rua d Carm LSBOA TELEPHONE Divine serviaes Rman Cathlic At Estril St. Anthny's church n sundays masses at 9 and 11 am On weekdays mass at 9.30 am. At Mnt'Estril Saúde chape n sundays nly at 11 am Churcb f Sctland (presbyterian Cburch) Frm nvember t april (inclusivé) n the Lst. and 3rd. sundays f the mnth EVENNG SERVCE at 6 30 P. :M. ln THE GRANDE HOTEL DE TALA **.. Htel Atlantic This pensin shuld be recmmended as its accmdatins are mdern cmmdius and cnfrtable it has central heating ht and cld water ln every rm. Mr. Clnel Gerald J. Fitz Gerald C. V. O and mrs W. F. vn Heukblm miss W. J. Tysze miss E. van der Lely mr. aud mrs. A. E. Hper mr. and mrs. A E Stride miss Kerr miss Puttck mise S. Tilig mr. D. CnBtandurs majr sir Harry and Lady Crdeaux mts Mc. Gregr mr. H. Lenhardt Cmander e mre. Evane majr Macphersn mrs. Gilt mrs. Harper miss E. M. Wilsn master Mac Gregr mrs. W. F Cmstelr miss G. HagermOln miss Helen Fitz Gerald mr. e mrs. D. O. Witt mr. R. Daintree mr e mrs. A. E. de Csta Lb mr. e mrs. E. A Atkinsen Dr. e mrs A. R. Eadie mr. e mrs J. F. Hper mra W.Waller mrs. K. E. Taylr mrs. W. G. nnes. EXCELLENT CUSNE RVLEGED STU ATON Grande Htel Estrade Mr. Brigadier General J. K. Cehrane C M. G. and mra. Cchrsnce Lt. C. A. Myers the Misses A. M. E. Leah and Edith A. Leah miss C. L. Lysaught miss M. E. Lysaught mrs. Maber F. Ryan miss Olga aud D. Jhnstn mra. Augusta Petrwsky mr and mrs. W. C. Cutland mr. N Lyudsey miss E. M. Cllisn miss Lucy Crsbie miss Juliet Ogilvie mrs E. Wlfe mr. R. C Blernaky mr. J S Messer mr. J Ramsay mrs. Ramsay Lt. C J. Vans Agnew mr. e mrs. G. 1:). Tvey mrs. H. Lidell sr. P. Queirz 9alvã e familia. Avenida Bmbeirs Vluntáris Grande Htel de tália VERY OLD BRANDY FROM-THE:PORT WNE PRODUCNG. TELEPHONE 167 DSTR.CT UST PORTU6 Mtr ears (Re) Servlce SPA" Teleph. - Estril GRANDE HOTEL ESTRADE C. Htel Miramar MONTE Mr. e Mrs. L. ves mr. and mrs. A W. Barnby mr and mra. J. C. Mrt mr and mrs. E. Haselden mr and mrs. F. J. B. Hemming Ge neral Dn Jsé Sanjurj Sacanel e familia cns111 geral Etik Arentz mrs. M. E. Vernn Smith. mr. J. Benjamim mrs. H Murphy mra. Maud Myers mr. Sidney Falcner miss D. E S. Fal cner mr. P. A. C. Mran mr. G. M. Hseaek. mr. E. P. G. CarrilO mr Ceci! H. H. Ml Cnde de Fuentes captain D. E. Payn mr. E. W. Alfrey mrs. M. Alfrey mr e mrs C. E. Parker Lt. C. G. Sbaw mrs G. E J Oertn miss Mrley Dr. W hit-side Rbertsn mrs. E. M. Myers miss E Myers miss Maud Myera mr- e mrs. C. R. Battin mr. E. L. Legge miss L. M. Dennis Lady B S G"ynue-Evans mias Evans mts. S. C. Ddd mrs. L. Buehana miss A. E Hughes mrs J. King mr. e mra. F H. Canty mr. C Waler Dr. e mrs J. W. Cchran mr. F. P. Ben. mr. e mrs E Sehaf fner Dr. C. A. MacBride mr e mrs. O. C. Jensen miss E. M. Beasley mrs J. E. Laidley Cap. B G. Alma Sctt mr. e mrs H. G. Ward. miss M. A. Daviell Mias S. E. Davies Dr. E. Rbertsn Capt e Mme D. Just Sanjurj Mme. M. Mrin Dr. V. Rssmand. ALVAREZ Excursins in cmfrtable CARR t different places whieh are wrth seeing. Passenger ean be called at the t Htels where they are staiyng jf they bk their seats at GRANDE HOTEL ESTRA DE where they will be attended by an Euglisli speakig persn Fr the cnveyauee f passengers and baggage t tha embarcatin quays in LSBON r viceversa we charge 90 escuds. Ask fr tariffs f excursins. OUR CHAUFFEURS SPEAK FRENCH AND ENGLSH Pensã Zenlth Dr. e Mrs. J. Davies mts. M. C. Andersn miss. de Wintn miss A. M. Jnes miss J. T. ~ames miss Willey mr. E. G. Green Eg. Cm'.A. S. e mrs. Wise miss rene Hernaman mrs..r. M. Nye. P ensin - Htel Mrais ERCERA Manager: ghe newspaper. (j eslril" is -cffered graiuitusly by his 9Jirec.. iqr l all freigners wh are l lje fund in lhe principal hlels..and ldging-huses f the 3unny easl. ' i Graham's Obtainable in all first class Rtes Restaurants and Francisc Alves ~. Jã d Estril- Telefne 67 Agents: Wm. Graham Jr. & C.O _ Rua ds Fa.n-queirs 7 - Lisbn - Telephne FLOWERS Orders t be sent t: ~OTE[ VSliO~S Htel Paris PEfiSDfi ASTÓRA Sr. Jsé Teixeira Csta Bast e espsa mrs. Relen Mary Agnes Andersn miss Mary Hariter Ladye Sir Tbedre Vivian Angier mr. Charles Walter Cnstantine e espsa lady e sir J Chambers mrs. Vilet Dunhill D. Pilar Munz Valer -e familia mrs. Katarine Beckett Simpsn e filha mrs. Cecilia C. Sarah Knight e filha mrs. Marie Aliee O'Brien rr. Ernest Charles Leidhld Dr. Franeis CharleBwrth lady e sir James WiJiam Murisn miss. Diana E. Lily Murian mrs. Sybill Ethel L. Swindells sr. Jã Silvéri da Silva Basts Clnel Rbert Duglas Beith majr Ce -eh Hankey King e espsa mr Walter Pmery -espsa e filba mr. Cecil Jbn W. Miller e espsa mr. Eric Burtn P. Barrw Lieut. C. Le Fe ming Smith e irmã mr. Edward James Mc. Crmack e espsa dr_gerge "Vatters Green e espsa Dr. Patriek Hlt Leblie mr. Arthur Reginald Phillips e espsa Dr. Fernand Arauj Castel :Branc. Mr. e rrs. F. L. D. Ellitt C. B. mr. E. Cf. -fey mr. e mrs. R. Farqubar miss M. R. O'Cnnr majr H "\;V. glis Captain e mrs H. Watsn.Randall R. N. miss Wickham mr. G. P. R. Pesrsn mrs. M. J. Abercrmbie. mr. e mrs. A. A. Eekhut mr. e mrs. L. A Brimble miss F..A. Beckwith mr. e mrs. F. R. Hbbes mrs. B. Cbatwd miss 1. M Machlaehlan mrs. M. Crs>bie miss M. Crabie mrs. E. M. Green mrs. C..sbaw miss C. C. K. Jacksn miss. Mitchell mr. e mrs. Eriek Duglas sr. Armind Janeir e Espsa mrs. M. E. Wlliams Lt. C. L Cne tance Hall mr Lewin mrs. N. Weidman C. e!rs. J. E. S Trelawney mr. e mrs. Hwsrthj mrs. B. Fthergill mr. E F. Davies mrs. Luise.sbakel m'. e mls. P. S Atlee mrs E. P. de Azeved mrs. E. M. Wilsn Capt e mrs. M. :8. G. Everett rev C. P. Crean e mr. Crean mr. J. Cmbes. [1ST OF Ystful infrmatin CONSTANTNO.-tc Pág. 7 AUGUSTO MORAS Careful and Excellent Service. Gd cuisine. Cnfrtable Accmdatins. Ht and Cld Water. R. DR. MGUEL BOMBARDA 6 Telephne 11 - The mst picluresque resrt f the sun casl gd accmdatins at dlfferent prlces in upt dale htels MONTE is well prlected against the wlnds. -- QUNTA DA MARNHA TELEPHONE CASCAS On the 10 th February inst was iuaugurated the new English Church at Estril by this Excellecy the British Embassadr and Mr. W. G. T. Ppe Mr. Rwalte Mr. Lean (i the Lisbn Chureb) Peek Warbustn and Newes (fthe new Charch). After the service the Bishp f Gibraltar said sme wrds refering t Prtugal. *- The mst beautiful in Prtugal Flrst Prizes ln the Shws Df the Sunny Cast lhe new Church f Estril Htel f\tlântic Grand'Htel D'ltalie Htel Miramar Grand'Htel éstrade Mnte Estril ntensive Culture ERCERA :k * PA5TRYCOO.K RND BliR -K 01 JORQUM MRNUEL [)E OLlVERR ~ Lcal pastry Prt wine and freign and natinalliqurs. COFFEE AND TEA EXCELLENTLY PREPARED. LARGO CONDE FERRERA MAFRA....

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca Turism Sénir Outn / Invern 2011-12 Benalmadena Benidrm Mairca Entidades envlvidas Oriznia é descbrir e desfrutar. É fazer cm a cnfiança que smente uma rganizaçã líder n sectr turístic ibéric pde ferecer.

Leia mais

MOÇÃO DE PESAR N /S3 / 2016

MOÇÃO DE PESAR N /S3 / 2016 MUNICIPAL DE MOÇÃO DE PESAR N /S3 / 2016 Autr: Eduard da Farmácia - PMDB Assunt: Pesar pel faleciment d Sra. Emília de Carvalh Frai. Senhr Presidente, Senhres Vereadres, N últim dia 05, nssa cidade perdeu

Leia mais

Artigo 12 Como montar um Lava Jato

Artigo 12 Como montar um Lava Jato Artig 12 Cm mntar um Lava Jat Antigamente era cmum bservar as pessas, n final de semana, cm seus carrs, bucha e sabã nas mãs. Apesar de ainda haver pessas que preferem fazer serviç suj szinhas, s lava

Leia mais

Jornal dos alunos do Externato Passos Manuel

Jornal dos alunos do Externato Passos Manuel Jrnal ds aluns d Externat Passs Manuel An XXXI * Númer 85 * Julh 2014 3º Trimestre * 1,50 Nesta ediçã: Atividades Dia Mundial d Livr 25 de Abril Dia da Mãe Dia Internacinal das Famílias Festa Uma incrível

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de março de 2011.

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de março de 2011. Gabinete d Deputad FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de març de 2011. Quand ingressei cm Requeriment slicitand a presença de Vssas Senhrias na Cmissã, estava assustad, cm, aliás, tda a ppulaçã, cm

Leia mais

Gabinete de Serviço Social

Gabinete de Serviço Social Gabinete de Serviç Scial Plan de Actividades 2009/10 Frmar hmens e mulheres para s utrs Despertar interesse pel vluntariad Experimentar a slidariedade Educaçã acessível a tds Precupaçã particular pels

Leia mais

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO Um prject eurpeu em clabraçã cm a EHFA Eurpean Health and Fitness Assciatin, cm sede em Bruxelas Regist ds Prfissinais Intrduçã Estams numa fase em que a Tutela

Leia mais

Ambas as provas terminam na Reitoria da Universidade de Aveiro.

Ambas as provas terminam na Reitoria da Universidade de Aveiro. REGULAMENTO CORRIDA SOLIDÁRIA BOSCH 2015 1. DENOMINAÇÃO A Bsch em Prtugal, representada pela Bsch Termtecnlgia, S.A, em Aveir, em parceria cm as Câmaras Municipais de Aveir e Ílhav, a Assciaçã Industrial

Leia mais

Posição CELPA Associação da Indústria Papeleira

Posição CELPA Associação da Indústria Papeleira R. Marquês Sá da Bandeira, 74, 2º 1069-076 Lisba, Prtugal Tel. +351 217-611-510 Fax. +351 217-611-529 E-mail. celpa@celpa.pt http://www.celpa.pt Psiçã CELPA Assciaçã da Indústria Papeleira Para: De: Estatut:

Leia mais

Daniel Augusto Gama de Castro Silva. Curriculum Vitae

Daniel Augusto Gama de Castro Silva. Curriculum Vitae Daniel August Gama de Castr Silva Curriculum Vitae Nvembr de 2006 Daniel Castr Silva Rua Dr. Afns Csta 169-1º Esq, 4420-125 Gndmar, Prtugal Infrmaçã Pessal Nme Sex Mrada Telefne (Primári) Telefne (Secundári)

Leia mais

Regulamento da Feira de Ciência

Regulamento da Feira de Ciência Regulament da Feira de Ciência A Feira A Feira de Ciência é um é um prject rganizad pel Núcle de Física d Institut Superir Técnic (NFIST). Esta actividade cnsiste em desenvlver um prject científic pr um

Leia mais

Consulta Serviços de conceção e desenvolvimento criativo, produção e montagem do Fórum PORTUGAL SOU EU

Consulta Serviços de conceção e desenvolvimento criativo, produção e montagem do Fórum PORTUGAL SOU EU Cnsulta Serviçs de cnceçã e desenvlviment criativ, prduçã e mntagem d Fórum PORTUGAL SOU EU Julh 2014 Cnteúd 1. Intrduçã... 2 2. Enquadrament... 2 3. Públic-Alv... 2 4. Objetivs da Cnsulta... 3 5. Cndições

Leia mais

Modelo de Negócios. TRABALHO REALIZADO POR: Antonio Gome- 2007009 // Jorge Teixeira - 2008463

Modelo de Negócios. TRABALHO REALIZADO POR: Antonio Gome- 2007009 // Jorge Teixeira - 2008463 Mdel de Negócis Trabalh n âmbit da disciplina de Mdelaçã de dads. Criaçã de uma platafrma utilizand as tecnlgias SQL PHP e Javascript.. TRABALHO REALIZADO POR: Antni Gme- 2007009 // Jrge Teixeira - 2008463

Leia mais

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA De Plenári, err1 substituiçã à COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sbre Prjet de Lei da Câmara 209, de 2015, de autria d Deputad Aeltn Freitas, que altera a Lei n 8.906, de 4 de julh de 1994

Leia mais

RESERVAS DA BIOSFERA EM ILHAS E ZONAS COSTEIRAS EM ÁFRICA MODELOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 3 a 10 de Maio de 2013

RESERVAS DA BIOSFERA EM ILHAS E ZONAS COSTEIRAS EM ÁFRICA MODELOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 3 a 10 de Maio de 2013 RESERVAS DA BIOSFERA EM ILHAS E ZONAS COSTEIRAS EM ÁFRICA Dia 03/05/2013: (sexta- feira) MODELOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 3 a 10 de Mai de 2013 Lcal: Regiã Autónma d Príncipe, Sã Tmé e Príncipe

Leia mais

Poder e escola: Uma analise acerca das relações entre professor e aluno.

Poder e escola: Uma analise acerca das relações entre professor e aluno. Pder e escla: Uma analise acerca das relações entre prfessr e alun. Marcs Paul A. Rdrigues 1 Andersn Silva Nunes 2 Intrduçã: O presente trabalh expõe s tips de pder exercid pels prfessres sbre s aluns,

Leia mais

1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL REGULAMENTO OFICIAL

1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL REGULAMENTO OFICIAL 1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL A 1 Crrida Nturna Unimed Cascavel é uma nva prpsta de lazer, diversã, prmçã da saúde e da qualidade de vida ds mradres de Cascavel e Regiã. O event é cmpst pr crrida,

Leia mais

2. A programação completa e mais informações estarão disponíveis no site www.gar.esp.br.

2. A programação completa e mais informações estarão disponíveis no site www.gar.esp.br. REGULAMENTO 1. Sbre Event 1. A Gramad Adventure Running é uma prva de revezament junt à natureza que será realizada n dia 09/05/2015 (Sábad) em Gramad, n Estad d Ri Grande d Sul, cm participaçã de ambs

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas Perguntas frequentes sbre Prgrama Banda Larga nas Esclas 1. Qual bjetiv d Prgrama Banda Larga nas Esclas? O Prgrama Banda Larga nas Esclas tem cm bjetiv cnectar tdas as esclas públicas à internet, rede

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL DE GEOGRAFIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL DE GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL DE GEOGRAFIA Nme: Nº 8ºAn Data: / / 2015 Prfessres: Fabiana, Mayra e Olga. Nta: (valr: 1,0 para cada bimestre) 4º bimestre / 2º semestre A - Intrduçã Neste semestre, sua

Leia mais

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5 Agenda: Event Sage AEBB Legislaçã inventári permanente (reduçã ds limites) Cnfigurações inventári permanente (ligaçã à CTB) O inventári a 31 de dezembr (imprtância d cntrl stcks, sage inventáris cntagem

Leia mais

Computação Notas finais

Computação Notas finais Cmputaçã s finais Nme. G+0.5* NF+0.5* 2 5 4 5 4 6 7 EP)/ Adrian Jsé Guveia Sares Barret Rams Afns Scheppen Magalhães de Castr Oliveira 12 11,5 9,85 12 16,9 14, Aida Catarina Buça Nva Ribeir de Castr 11

Leia mais

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui a cnsulta ds diplmas legais referenciads e da entidade licenciadra. FUNCHAL CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal INDICE DE PREÇOS TURISTICO Desenvlvid n quadr d Prgrama Cmum de Estatística CPLP cm api técnic d INE de Prtugal Estrutura da Apresentaçã INTRODUÇÃO. METODOLOGIA. FORMA DE CÁLCULO. PROCESSO DE TRATAMENTO.

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR Este srtei nã se enquadra nas dispsições da Lei 5.768/71 e suas respectivas regulamentações e, prtant, nã está sujeita as seus terms, inclusive n que

Leia mais

Programa provisório -

Programa provisório - Prgrama prvisóri - 1 INTRODUÇÃO O trnei Águeda Basket - Pásca decrrerá ns dias 3 (sexta-feira santa) e 4 (sábad) de abril de 2015 n Pavilhã Multiuss d Ginási Clube de Águeda. É direcinad as escalões Sub-14

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

Aula 11 Bibliotecas de função

Aula 11 Bibliotecas de função Universidade Federal d Espírit Sant Centr Tecnlógic Departament de Infrmática Prgramaçã Básica de Cmputadres Prf. Vítr E. Silva Suza Aula 11 Biblitecas de funçã 1. Intrduçã À medida que um prgrama cresce

Leia mais

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização CIRCULAR Data: 2007/10/10 Númer d Prcess: DSDC/DEPEB/2007 Assunt: GESTÃO DO CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007 Para: Inspecçã-Geral de Educaçã Direcções Reginais de Educaçã

Leia mais

- COMO PROCURAR EMPREGO -

- COMO PROCURAR EMPREGO - GUIA PRÁTICO - COMO PROCURAR EMPREGO - e 1 de 7 Técnicas de Prcura de Empreg...3 1. Aut Avaliaçã...3 2. Meis de Divulgaçã de Ofertas de Empreg...3 3. Carta de Apresentaçã...4 4. Curriculum Vitae...4 4.1.1.

Leia mais

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Prcess/Instruções de Pagament para Aplicaçã n Prgrama de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Requisits de Elegibilidade 1. A empresa deve estar lcalizada em znas de cnstruçã activa na Alum Rck Avenue

Leia mais

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões:

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões: Pessal, vislumbr recurss na prva de cnheciments específics de Gestã Scial para as seguintes questões: Questã 01 Questã 11 Questã 45 Questã 51 Questã 56 Vejams as questões e arguments: LEGISLAÇÃO - GESTÃO

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic 1 Simuland uma Cadeia e planejand seus estques Lcal: em sala de aula Material

Leia mais

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril Sã Paul, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Cmitê Organizadr Lcal Cmitê Paralímpic Brasileir (CPB) 1.1. Cntats Nme: Ricard Mel Fernand Partelli Email:

Leia mais

Questão 13. Questão 14. alternativa C

Questão 13. Questão 14. alternativa C Questã 13 O suc de laranja cncentrad da marca M cntém 20 mg de vitamina C pr 50 ml de suc cncentrad. Para ser cnsumid, deve ser diluíd cm água até que seu vlume seja 4 vezes mair que inicial. Pr utr lad,

Leia mais

Aula prática 6 Modelos Conceptuais e cenários de actividade

Aula prática 6 Modelos Conceptuais e cenários de actividade Aula prática 6 Mdels Cnceptuais e cenáris de actividade 1. Objetiv 1. Pretende-se que s aluns prduzam mdel cnceptual d prject e desenhem cenáris de actividade cm base nesse mdel. 2. Pretende-se ainda que

Leia mais

África do Sul o país mais desenvolvido do continente africano

África do Sul o país mais desenvolvido do continente africano África d Sul país mais desenvlvid d cntinente african Muit se fala, mas puc se sabe sbre a África d Sul, um país chei de cntrastes e muit parecid cm Brasil em diverss aspects. Um país ric, grande, em desenvlviment

Leia mais

DISCIPLINA: Matemática. MACEDO, Luiz Roberto de, CASTANHEIRA, Nelson Pereira, ROCHA, Alex. Tópicos de matemática aplicada. Curitiba: Ibpex, 2006.

DISCIPLINA: Matemática. MACEDO, Luiz Roberto de, CASTANHEIRA, Nelson Pereira, ROCHA, Alex. Tópicos de matemática aplicada. Curitiba: Ibpex, 2006. DISCIPLINA: Matemática 1- BIBLIOGRAFIA INDICADA Bibliteca Virtual Pearsn MACEDO, Luiz Rbert de, CASTANHEIRA, Nelsn Pereira, ROCHA, Alex. Tópics de matemática aplicada. Curitiba: Ibpex, 2006. PARKIN, Michael.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO SHOTOKAI DE PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO SHOTOKAI DE PORTUGAL FICHA-RESUMO: ASSUNTO: VIAGEM DE GRUPO AO JAPÃO MAIS DETALHES FICHA DE INSCRIÇÃO ORIGEM: ÂMBITO: DIRECÇÃO NACIONAL E CORPO TÉCNICO PEDAGÓGICO NACIONAL Cars Instrutres, Praticantes e Antigs Aluns de Mestre

Leia mais

Boletim da Vila Noca e Jardim Cecy Nº 29 04 DE DEZEMBRO DE 2008 página 1

Boletim da Vila Noca e Jardim Cecy Nº 29 04 DE DEZEMBRO DE 2008 página 1 Bletim da Vila Nca e Jardim Cecy Nº 29 04 DE DEZEMBRO DE 2008 página 1 DIA 9, PALESTRA SOBRE SEGURANÇA Dia 9 de dezembr de 2008 às 20:00 hras, na Creche Barnesa de Limeira, R Antôni de Gebara, 75, Cap

Leia mais

Seu Tempo é Precioso. Volume I. Charlles Nunes

Seu Tempo é Precioso. Volume I. Charlles Nunes APRENDA INGLÊS EM CASA Seu Tempo é Precioso Volume I Charlles Nunes Aprenda Inglês em Casa ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 LESSON 1... 5 LESSON 2... 10 LESSON 3... 16 LESSON 4... 21 2 Charlles Nunes APRESENTAÇÃO

Leia mais

A EMPRESA PRINCIPAL ATIVIDADE. A Pinturas Barbosa, é especializada em comércio de Tintas e Prestação de Serviços no ramo de Pinturas.

A EMPRESA PRINCIPAL ATIVIDADE. A Pinturas Barbosa, é especializada em comércio de Tintas e Prestação de Serviços no ramo de Pinturas. CNPJ: 08.284.602/0001-20 INS. MUNICIPAL: 28252 Rua Gastã Vidigal, 436 Vila Amrim CEP: 08610-080 Suzan SP Telefne: (11) 4744-6936 - Celular: (11) 7775-0762 / 7171-9425 E-mail: renat@pinturasbarbsa.cm.br

Leia mais

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA S3 - Explicaçã sbre endereç e/u númer de telefne ds EUA Nme Númer da Cnta (se huver) A preencher seu Frmulári W-8 d IRS, vcê afirma nã ser cidadã u residente ds EUA u utra cntraparte ds EUA para efeit

Leia mais

METAS DE COMPREENSÃO:

METAS DE COMPREENSÃO: 1. TÓPICO GERADOR: Vivend n sécul XXI e pensand n futur. 2. METAS DE COMPREENSÃO: Essa atividade deverá ter cm meta que s aluns cmpreendam: cm se cnstrói saber científic; cm as áreas d saber estã inter-relacinadas

Leia mais

PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT

PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT GRUPO HISPASAT Mai de 2014 PRIVADO PRIVADO E CONFIDENCIAL E Dcument Dcument prpriedade prpriedade HISPASAT,S.A. da 1 Prcess de atendiment a cliente

Leia mais

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO Encntr de Alt Dirigentes - Viseu 2/3 Dez 2013 Cm Invar para Ser Mais Cmpetitiv ENCONTRO de ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), 2-3 DEZEMBRO 2013 Apresentaçã Crprativa Cnfidencial Cnclusões finais Página

Leia mais

Os antigos gregos acreditavam que quanto maior fosse a massa de um corpo, menos tempo ele gastaria na queda. Será que os gregos estavam certos?

Os antigos gregos acreditavam que quanto maior fosse a massa de um corpo, menos tempo ele gastaria na queda. Será que os gregos estavam certos? Lançament vertical e queda livre Se sltarms a mesm temp e da mesma altura duas esferas de chumb, uma pesand 1 kg e utra kg, qual delas chegará primeir a chã? Os antigs gregs acreditavam que quant mair

Leia mais

Resultados Consolidados 1º Trimestre de 2015

Resultados Consolidados 1º Trimestre de 2015 SAG GEST Sluções Autmóvel Glbais, SGPS, SA Sciedade Aberta Estrada de Alfragide, nº 67, Amadra Capital Scial: 169.764.398 Eurs Matriculada na Cnservatória d Regist Cmercial da Amadra sb númer únic de matrícula

Leia mais

CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING)

CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING) O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui FUNCHAL CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING) ÂMBITO A atividade de venda autmática deve bedecer à legislaçã aplicável à venda

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 DISPOSIÇÕES GERAIS A campanha d Dia Mundial de Cmbate à Plimielite (também cnhecida cm paralisia infantil), celebrad n dia 24 de utubr,

Leia mais

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7 1) É tã bnit n tr (ntrd) cminh cm Jesus (Miss d Temp mum cm crinçs) & 2 4 m œ É tã b ni t n_ tr me s s gr d, & œ t h brn c, ve ce s. & _ Mis s vi c me çr n ns s_i gre j; _u & j im c ris ti cm e gri, v

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Orientações gerais MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE RIO DO SUL ESTRADA DO REDENTOR, 5665 BAIRRO CANTAGALO RIO DO SUL (SC) (47) 3521 3700 eafrs@eafrs.gv.br ORIENTAÇÕES GERAIS As rientações

Leia mais

Vantagens do Sistema Trifásico

Vantagens do Sistema Trifásico Vantagens d Sistema Trifásic Original: 6-06-03 Hmer Sette Revisã: 30-06-03 Agra que sistema trifásic chegu as amplificadres, cm advent d TRI 6000 S da Etelj, interesse pel assunt na cmunidade de áudi aumentu

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de Faculdade de Ciências Sciais Aplicadas de Bel Hriznte Institut Superir de Educaçã Curs de Pedaggia ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA O ENCONTROCAS é um event semestral

Leia mais

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO 1. PREÂMBULO... 1 2. NATUREZA E OBJECTIVOS... 1 3. MODO DE FUNCIONAMENTO... 2 3.1 REGIME DE ECLUSIVIDADE... 2 3.2 OCORRÊNCIAS... 2 3.3

Leia mais

VI-027 - A ACELERAÇÃO DA EVOLUÇÃO E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

VI-027 - A ACELERAÇÃO DA EVOLUÇÃO E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL VI-027 - A ACELERAÇÃO DA EVOLUÇÃO E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Ceres Grehs Beck Universidade Federal d Ri Grande d Sul UFRGS. Escla de Administraçã - Rua Washingtn Luís, 855 - Prt Alegre - RS CEP 90.010-460

Leia mais

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa organiza

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa organiza A Câmara de Cmérci e Indústria Lus-Francesa rganiza Xº FÓRUM PORTUGAL-FRANÇA Infrmações sbre s mercads Reuniões cm cnsultres Entrevistas em B2B cm ptenciais clientes Presença de ptenciais investidres 25

Leia mais

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal.

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal. SIUPI SISTEMA DE INCENTIVOS À UTILIZAÇÃO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL FICHA DE MEDIDA Apia prjects que visem estimular investiment em factres dinâmics de cmpetitividade, assciads à invaçã tecnlógica, a design

Leia mais

A nova metodologia de apuração do DI propõe que o cálculo seja baseado em grupos de taxas e volumes, não mais em operações.

A nova metodologia de apuração do DI propõe que o cálculo seja baseado em grupos de taxas e volumes, não mais em operações. Taxa DI Cetip Critéri de apuraçã a partir de 07/10/2013 As estatísticas d ativ Taxa DI-Cetip Over (Extra-Grup) sã calculadas e divulgadas pela Cetip, apuradas cm base nas perações de emissã de Depósits

Leia mais

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016 Sua hra chegu. Faça a sua jgada. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 Salvadr, nvembr de 2015. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 é uma cmpetiçã interna da Laureate

Leia mais

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS

OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS OUTRAS SOCIEDADES EM QUE OS MEMBROS DOS ORGÃOS SOCIAIS EXERCEM CARGOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dr. Jã Manuel de Queved Pereira Cutinh Outrs cargs desempenhads em Entidades d Grup SAG Presidente

Leia mais

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 INTRODUÇÃO Prject educativ dcument que cnsagra a rientaçã educativa da escla, elabrad e aprvad pels órgãs de administraçã e gestã, n qual se explicitam s princípis,

Leia mais

DISCIPLINA: Matemática e Matemática Aplicada

DISCIPLINA: Matemática e Matemática Aplicada DISCIPLINA: Matemática e Matemática Aplicada 1- BIBLIOGRAFIA INDICADA Bibliteca Virtual Pearsn MACEDO, Luiz Rbert de, CASTANHEIRA, Nelsn Pereira, ROCHA, Alex. Tópics de matemática aplicada. Curitiba: Ibpex,

Leia mais

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o Plano de Benefícios JMalucelli.

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o Plano de Benefícios JMalucelli. ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI... 8 PARTICIPANTES... 8 Participante Ativ... 8 Participante Assistid...

Leia mais

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito*

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* 20 Api O Setr Elétric / Julh de 2009 Desenvlviment da Iluminaçã Pública n Brasil Capítul VII Prjets de eficiência energética em iluminaçã pública Pr Lucian Haas Rsit* Neste capítul abrdarems s prjets de

Leia mais

V S M 9 4 VALUES SURVEY MODULE 1994 QUESTIONNAIRE. Versão em Português. Portuguese Version

V S M 9 4 VALUES SURVEY MODULE 1994 QUESTIONNAIRE. Versão em Português. Portuguese Version V S M 9 VALUES SURVEY MODULE 99 QUESTIONNAIRE Versã em Prtuguês Prtuguese Versin Cpyright IRIC Tilburg University, P.O. Bx 90 NL-000 LE Tilburg, The Netherlands tel. +--6686, fax +--6699 Pribida a cópia

Leia mais

POR UMA GEOGRAFIA MELHOR

POR UMA GEOGRAFIA MELHOR LISTA CANDIDATA ÀS ELEIÇÕES PARA OS CORPOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE GEÓGRAFOS BIÉNIO 2006-2008 POR UMA GEOGRAFIA MELHOR Assembleia Geral Presidente Jsé Albert Ri Fernandes (FL, Universidade

Leia mais

SEM QUEBRAR AS TAÇAS!!

SEM QUEBRAR AS TAÇAS!! SEM QUEBRAR AS TAÇAS!! CADERNO CATARINENSE DE ENSINO DE ENSINO DE FÍSICA, 1(): 15-156, 1995. CADERNO BRASIEIRO DE ENSINO DE ENSINO DE FÍSICA, 1 Ed. Especial: 64-68, 004. Fernand ang da Silveira Institut

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA. Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas A I PROVA 3 FINANÇAS PÚBLICAS

PADRÃO DE RESPOSTA. Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas A I PROVA 3 FINANÇAS PÚBLICAS Questã n 1 Cnheciments Específics O text dissertativ deve cmtemplar e desenvlver s aspects apresentads abaix. O papel d PPA é de instrument de planejament de médi/lng praz que visa à cntinuidade ds bjetivs

Leia mais

A Aventura da Consciência Satprem 1. Sri Aurobindo

A Aventura da Consciência Satprem 1. Sri Aurobindo A Aventura da Cnsciência Satprem 1 Sri Aurbind u a Aventura da Cnsciência Satprem 1- Um Ocidental Talents Reintegrar Espírit n Hmem e na Matéria: "Os céus além sã grandes e maravilhss, mas maires e ainda

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD Parecer Cnsultria Tributária Segments Escrituraçã Cntábil Digital ECD 23/12/2013 Parecer Cnsultria Tributária Segments Títul d dcument Sumári Sumári... 2 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas Pel Cliente...

Leia mais

As ferramentas SIG na análise e planeamento da inclusão. João Pereira Santos

As ferramentas SIG na análise e planeamento da inclusão. João Pereira Santos As ferramentas SIG na análise e planeament da inclusã Jã Pereira Sants 1 Agenda Apresentaçã Intergraph Evluçã SIGs Prjects SIGs Exempls Questões 2 Apresentaçã Intergraph Fundada em 1969, cm nme de M&S

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 Tend presente a Missã da Federaçã Prtuguesa de Autism: Defesa incndicinal ds direits das pessas cm Perturbações d Espectr d Autism e suas famílias u representantes. Representaçã

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic Simuland Cadeias de Supriments v2.0 Lcal: em sala de aula Material Necessári:

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa Manual Cm intrduzir emplyeeship na empresa Índice Intrduçã Pass 1 - Cnheça as vantagens d emplyeeship para a empresa Pass 2 - Saiba que é a cultura emplyeeship Pass 3 - Aprenda a ter "bns" empregads Pass

Leia mais

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo

PRINCIPAIS REQUISITOS: Regra final sobre Programas de Verificação do Fornecedor Estrangeiro Em resumo O FDA ferece esta traduçã cm um serviç para um grande públic internacinal. Esperams que vcê a ache útil. Embra a agência tenha tentad bter uma traduçã mais fiel pssível à versã em inglês, recnhecems que

Leia mais

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 Març 2015 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT MORADA Estrada de Benfica, nº 372 - Lisba Tel./Fax. 217780073 Email funda_champagnat@maristascmpstela.rg Índice I. Intrduçã.1

Leia mais

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer?

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer? MONEY CHANGER Câmbio I d like to exchange some money. Where can I find a money changer? Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Onde posso encontrar um câmbio? I d like to exchange (I would) Where can

Leia mais

Gestão de SHST e Ambiente. Regras de Qualidade, Ambiente e Segurança aplicáveis às entidades externas

Gestão de SHST e Ambiente. Regras de Qualidade, Ambiente e Segurança aplicáveis às entidades externas 1 / 7 I. OBJETIVO E ÂMBITO Este dcument estabelece as regras de Segurança n Trabalh e Ambiente aplicáveis a entidades que venham a desenvlver actividades dentr da RESIESTRELA, em regime de cntrat, prestaçã

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso At endi m ent acl i ent e Apr es ent aç ãdc ur s Apresentaçã d Curs O curs Atendiment a Cliente fi elabrad cm bjetiv de criar cndições para que vcê desenvlva cmpetências para: Identificar s aspects que

Leia mais

CONSULTORIA DE GESTÃO, LDA

CONSULTORIA DE GESTÃO, LDA Eurpass-Curriculum Vitae Infrmaçã pessal Apelid(s) / Nme(s) própri(s) Mrada(s) Sérvl, Carla Sfia Marques Antóni Almeida Velh, nº18 1ºandar, 2205-654, Tramagal, Prtugal. Telefne(s) 241897010 Telemóvel:

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

1) A faculdade mediúnica é indício de algum estado patológico ou simplesmente anormal?

1) A faculdade mediúnica é indício de algum estado patológico ou simplesmente anormal? 1) A faculdade mediúnica é indíci de algum estad patlógic u simplesmente anrmal? - As vezes anrmal, mas nã patlógic. Há médiuns de saúde vigrsa. Os dentes sã pr utrs mtivs. 2) O exercíci da faculdade mediúnica

Leia mais

Inglês Instrumental. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 75p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Inglês Instrumental. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 75p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Ricardo Moreira Pós graduado em Literatura e autor de literatura para jovens de todas as idades, como prefere classificar as narrativas alinhadas com os grandes temas da atualidade. Em meados

Leia mais

Protecção Dados Digitais Formação

Protecção Dados Digitais Formação Març, 2012 Prtecçã Dads Digitais Frmaçã Tips de Prteçã de Dads Digitais Existem dis tips de Prteçã de Dads Digitais: Març, 2012 Prtecçã Dads Digitais Frmaçã 2 Quais s prduts elegíveis? A Prteçã de Dads

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 Índice 1. Missã, Visã e Valres 2. Enquadrament 3. Prjects e Actividades 4. Cnslidaçā Interna 4.1. Aspects Gerais da Organizaçā e Funcinament da AJU 4.2. Recurss Humans 4.3. Frmaçā

Leia mais

Manual do Rondonista 2006

Manual do Rondonista 2006 Manual d Rndnista 2006 www.defesa.gv.br/prjetrndn 1 1 ÍNDICE MANUAL DO RONDONISTA... 3 I. FINALIDADE... 3 II. O PROJETO RONDON...3 a. Missã...3 b. Objetivs...3 III. DEVERES E DIREITOS DO RONDONISTA...

Leia mais

3 Bimestre. Neriah I N F A N T I L. Créditos. Educação Infantil o. LINGUAGEM SOCIEDADE MATEMÁTICA NATUREZA Natureza DATAS COMEMORATIVAS

3 Bimestre. Neriah I N F A N T I L. Créditos. Educação Infantil o. LINGUAGEM SOCIEDADE MATEMÁTICA NATUREZA Natureza DATAS COMEMORATIVAS LINGUAGEM SOCIEDADE MATEMÁTICA NATUREZA Natureza DATAS COMEMORATIVAS Crédits I N F A N T I L Educaçã Infantil 3 Bimestre AUTORAS: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Graduada em História e Pedaggia, Dutra em

Leia mais

CONTROLE INTERNO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: Um Estudo de Caso

CONTROLE INTERNO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: Um Estudo de Caso CONTROLE INTERNO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA: Um Estud de Cas Camila Gmes da Silva 1, Vilma da Silva Sant 2, Paul César Ribeir Quintairs 3, Edsn Aparecida de Araúj Querid Oliveira 4 1 Pós-graduada em

Leia mais

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Trabalho de Compensação de Ausência

Leia mais

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários.

Este documento tem como objetivo definir as políticas referentes à relação entre a Sioux e seus funcionários. OBJETIVO Este dcument tem cm bjetiv definir as plíticas referentes à relaçã entre a Siux e seus funcináris. A Siux se reserva direit de alterar suas plíticas em funçã ds nvs cenáris da empresa sem avis

Leia mais