Informativo técnico. os termogênicos? Nesta Edição. Edição endocrinologia / nutrologia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informativo técnico. os termogênicos? Nesta Edição. Edição 45. 2 endocrinologia / nutrologia"

Transcrição

1 Informativo técnico Edição 45 Vamos emagrecer com os termogênicos? Canela, Pimenta, Gengibre e Chá verde Nesta Edição 2 endocrinologia / nutrologia 4 psiquiatria 5 cardiologia / neurologia 6 nutrologia / alergologia 7 reumatologia / ortopedia / nutrologia 8 dermatologia 10 alergologia / otorrinolaringologia 11 medicina esportiva / nutrologia

2 Endocrinologia / NUTROLOGIA Pimentas (Capsiate e Bioperine) Extrato de Canela Cinnamomum zeylanicum Ingrediente funcional no Gerenciamento de Peso e Queima de Açúcar Descrição/Propriedades: A canela (Cinnamomum zeylanicum L.) é uma das especiarias mais antigas que se conhecem e já se nomeia nos tratados de botânica há mais de anos. Atualmente seu uso vai além da especiaria, sendo sua extração aquosa, a responsável por queima de açúcar e controle do peso. Reconhecido pelo FDA como um ativo seguro (GRAS). Seu principal componente bioativo, um polímero polifenol tipo A, o responsável pelas principais atividades farmacológicas, sendo encontrado somente na extração aquosa do Cinnamomum. O Ext de Canela, também conhecido como Active Sweet Wood, possui propriedades específicas na regulação da insulina, sendo usado como insulin-like, diminuindo a concentração de glicose livre, redução do esvaziamento gástrico, ativando metabolismo lipídico, reduzindo depósito de gorduras e assim o peso corporal. Estudos mostraram que a suplementação com Ext de Canela, durante 40 dias reduz taxas de glicose livre, teor de gorduras, circunferência abdominal e a perca de peso. Indicações: Antioxidade - redução do stress oxidativo e controle do índice glicêmico; Prevenção do Diabetes - reduz significantemente o açúcar no sangue; Auxilia a perda de peso - aumento da massa magra e redução da gordura corporal; Evita acúmulo de gordura corporal em locais indesejados; ermogênico aumenta temperatura corporal; Diminui a absorção da glicose e promove sensação de saciedade; Tônica e vasodilatadora - reduz a pressão arterial; Controla a compulsão por doce e estimula o metabolismo Estimulante-afrodisíaco e revigorante - reduz a fadiga e sensação de cansaço. Dose usual: 125 a 550mg ao dia Sugestão de Fórmula Canela, Extrato seco mg Posologia: Tomar 1 cáps 2x ao dia, antes das principais refeições Aumento na termogênese Capsiate - Capsicum annuum Descrição: Ingrediente clinicamente aprovado para Redução de Peso. Os capsinóides são uma família de compostos que são análogos à capsaicina, mas com propriedades não pungentes. São cerca de 1000 vezes menos pungentes quando comparados com a capsaicina. São extraídos da Capsicum Annuum (pimenta doce), a única não pungente das pimentas. Os capsinóides fazem parte de um grupo que inclui o Capsiate, dihydrocapsaicina e homodihidrocapsaicina. Propriedades: Capsiate possui propriedades de aumento de termogênese e do consumo de energia corporal, promove o metabolismo energético e diminui o acúmulo de gordura corporal, eleva a temperatura corporal e o consumo de oxigênio em humanos e conseqüentemente aceleração do metabolismo lipídico. Estudos sugeriram que a ingestão de Capsiate durante pelo menos duas semanas ocasionou supressão do acúmulo de gordura corporal, especialmente de gordura visceral, e promoveu redução do peso corporal dos participantes do estudo, redução do colesterol também efeitos antioxidantes, antiinflamatórios e mostrou efeito anti-obesidade. Dose usual: 5-10mg/dia Sugestão de fórmula Capsiate...10mg Posologia: Tomar 1 cáps ao dia. Bioperine - Piper nigrum Descrição: A piperina é um alcalóide extraído das sementes de Piper nigrum (pimenta preta). É um estimulante natural e intervem na absorção de selênio, vitamina B e b-caroteno. Tem sido utilizada no tratamento de atletas e idosos cuja capacidade de absorver nutrientes é deficiente. A substância química que dá à pimenta o seu caráter ardido é exatamente aquela que possui as propriedades benéficas à saúde. No caso da pimenta-do-reino, o nome da substância é piperina. Propriedades: Tem função digestiva e ativa o metabolismo. As substâncias picantes das pimentas (capsaicina e piperina) melhoram a digestão, estimulando as secreções do estômago. Possuem efeito carminativo (antiflatulência). Existem cada vez mais estudos demonstrando a potente ação antioxidante (antienvelhecimento) da capsaicina e piperina. 2 Informativo Técnico

3 Endocrinologia / NUTROLOGIA Pesquisas têm demonstrado potentes propriedades antiinflamatórias das pimentas. Um artigo publicado em março de 2003, na revista científica Cell Signalling (volume 15, número 6, páginas 299 a 306), conclui que as substâncias ativas da pimenta são candidatas promissoras para o alívio de doenças inflamatórias. Um estudo farmacológico da piperina demonstrou atividade depressora no sistema nervoso central, atividades antipiréticas, analgésicas e antiinflamatórias (MIYAKADO et al,1989). Dose usual: 15mg/3x ao dia. Sugestão de fórmula: Bioperine...15mg Posologia: Tomar 1 cáps 2x ao dia. Gengibre, Extrato seco Zingiber officinale Descrição/Propriedades: O Gengibre é bastante conhecido na Europa, Ásia e América por suas propriedades antieméticas, digestivas e termogênicas. É um fitoterápico rico em vitamina C, Proteínas, Cálcio, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio, Sódio, Zinco, Cobre, Manganês, Selênio, Vitamina C, Tiamina, Riboflavina, Niacina, ÁcidoPantotênico, Vitamina B6, Vitamina B12 e lipídios. O Gengibre, por sua ação termogênica, aumenta a temperatura do corpo e com isso ajuda na queima de gorduras totais e a aceleração do metabolismo. O Gengibre estimula os sucos digestivos e neutraliza os ácidos. Ajuda aliviar as náuseas provocadas pela quimioterapia e irritação gástrica. É muito usado na medicina tradicional contra gripes, resfriados, dores de garganta e artrites. Indicações Auxilia nas dietas de emagrecimento pois acelera o metabolismo; Profilaxia de náuseas e vômitos associados à cinesia (cinetose) e náusea pós-operatória. É indicado em casos de cólicas, dores de garganta, resfriados, náusea, gripe, bronquite, rouquidão, asma, reumatismo. Dose usual: 200 a 400mg ao dia. Sugestão de fórmula: Gengibre mg Tomar 1 cápsula, 2 vezes ao dia. Chá Verde, Extrato seco Camelia sinensis Descrição/Propriedades: O chá verde, cientificamente chamado de Camellia sinensis (também conhecido popularmente como banchá ou chá-da- India) é considerado atualmente um aliado da saúde por ser rico em flavonóides - substâncias antioxidantes que ajudam a neutralizar os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular precoce. Indicações: Dietas de emagrecimento, proteção a cartiopatias, redução da lipoproteína LDL (responsável pelo transporte do colesterol para dentro das células), anti-séptico, adstringente. As principais atividades farmacológicas atribuídas ao chá verde, tem sido a ação anti-radicais livres e angioprotetora, devido aos derivados flavônicos; antimutagênica e antitumoral, pela presença de compostos fenólicos; inibidora da absorção intestinal de colesterol exógeno. Na obesidade: Está comprovado que o chá verde acelera o metabolismo e ajuda a queimar gordura corporal. Um dos estudos foi realizado na Suíça com três grupos de pessoas que seguiram a mesma dieta. O resultado: o grupo que recebeu chá verde teve aumento de 4% na velocidade de combustão das calorias no organismo e de 5% na queima de calorias em relação aos outros dois grupos pesquisados. Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, demonstrou que extrato de o Chá Verde - que possui altas concentrações de antioxidantes como catequina, polifenóis e muitos outros compostos incluindo cafeína - pode aumentar a utilização de energia muito acima dos efeitos da cafeína pura. Dose usual: Extrato Seco: mg/dia. Sugestão de fórmula: Chá verde mg Veículo aromatizado sabor limão qs 1 sache 60 saches Posologia: Dissolver o conteúdo de um sache em 200ml de água quente ou gelada e beber 1x ao dia, antes do almoço. Chá verde mg Citrus aurantium mg 60 cáps Posologia: Tomar 1 cáps 2x ao dia Literaturas dos fornecedores Lemma Solutions, Gamma e Embrafarma SIMÕES, et al. Farmacognosia da planta ao medicamento. 2.ed. Porto Alegre/ Florianópolis: Ed. Universidade/UFRGS/ Ed. da UFSC, Fitoterapia. Disponível em: Khan A, Safdar M, Ali Khan MM, Khattak KN, Anderson RA. Cinnamon improves glucose and lipids of people with type 2 diabetes.diabetes Care 2003;26: Ziegenfuss TN, Hofheins JE, Mendel RW. Effects os a Water-Soluble Cinnamom Extract on body Composition and Features of Metabolic Syndrome in Pre-diabetic Men and Women. Journal of the International Society os Sports Nutrition 3(2):45-53,2006. O poder de cura de vitaminas, minerais e outros suplementos Informativo Técnico 3

4 PSIQUIATRIA Aripiprazol Antipsicótico Descrição/Propriedades: Aripiprazol é um agente psicotrópico que apresenta propriedades farmacológicas e estrutura química únicas, que diferem dos agentes antipsicóticos atuais. O mecanismo de ação de Aripiprazol, assim como de outras drogas que têm eficácia na esquizofrenia e na desordem bipolar, é desconhecido. Acredita-se que a eficácia do Aripiprazol seja mediada através da combinação do agonismo parcial nos receptores D2 de dopamina e 5-HT1A de serotonina, e do antagonismo dos receptores 5-HT2A de serotonina. Interações com outros receptores que não os subtipos de receptores de dopamina e serotonina podem explicar alguns dos outros efeitos clínicos do Aripiprazol. Indicações: Tratamento da esquizofrenia. Também é indicado no tratamento de episódios agudos de mania associados ao Transtorno Bipolar tipo I e para o tratamento de continuação (prevenção de recidivas) em pacientes com Transtorno Bipolar tipo I que recentemente apresentaram episódios maníacos ou mistos. Posologia: Adultos: via oral, 15mg por dia, independentemente das refeições, podendo chegar a 30mg/dia. Reações adversas: As principais reações adversas compreendem sonolência, sintomas de gripe, edema periférico, dores no peito, rigidez e dores no pescoço, hipertensão, taquicardia, hipotensão, bradicardia, anorexia, náuseas, vômitos, anemia, perda de peso, aumento da creatinina-fosfoquinase, cãibras musculares, depressão, nervosismo, aumento da salivação, hostilidade, pensamentos suicidas, mania, confusão, anormalidades da marcha, rigidez mandibular. Precauções: Pacientes com idade superior a 65 anos apresentam maior suscetibilidade a sonolência associada com fármacos antipsicóticos em geral, razão pela qual o uso nesta faixa etária deve ser realizado com precaução. Recomenda-se advertir os pacientes sobre a possível manifestação de hipotensão ortostática. Administrar com precaução em pacientes com patologia cardiovascular conhecida (histórico de infarto do miocárdio ou angina cardíaca, isquemia, insuficiência cardíaca ou distúrbios de condução), patologia vascular cerebral ou condições que possam predispor o paciente à hipotensão (desidratação, hipovolemia e tratamento com medicamentos anti-hipertensivos). Dado que durante a administração de aripiprazol podem manifestar-se convulsões (a incidência aproximada é de 0,1%), deve ser usado com precaução em pacientes com histórico de convulsões ou com condições em que haja diminuição do limiar convulsivo, tal como no mal de Alzheimer. Como o aripiprazol pode produzir alterações do pensamento e das habilidades motoras, recomenda-se advertir os pacientes sobre os riscos de operar máquinas perigosas, inclusive automóveis. O aripiprazol pode alterar a capacidade do organismo em reduzir a temperatura corporal central. Assim, recomenda-se administrar com precaução a pacientes expostos a diferentes condições que possam propiciar elevação da temperatura corporal central, tais como exercício violento, exposição a altas temperaturas, co-administração de medicação com atividade anticolinérgica, ou condições que favoreçam a desidratação. Administrar com precaução a pacientes em risco de pneumonia aspirativa, visto que a falta de motilidade do esôfago e a aspiração foram associadas com o uso de compostos antipsicóticos em geral. A segurança e eficácia do aripiprazol não foram ainda estabelecidas em pacientes com psicose associada a demência nem naqueles com histórico recente de infarto do miocárdio ou angina cardíaca instável. Estudos in vitro e em animais demonstraram que o aripiprazol não possui efeitos carcinogênicos, mutagênicos ou embriotóxicos, nem altera a fertilidade. Não foram realizados estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas, razão pela qual recomenda-se não administrar o fármaco nesta condição, a menos que o benefício para a mãe supere o risco potencial para o feto. Não se sabe se o aripiprazol ou seus metabólitos são excretados no leite humano, razão pela qual recomenda-se que mulheres sob tratamento com aripiprazol abstenham-se de amamentar. Caso o paciente apresente sintomas indicativos de síndrome neuroléptica maligna (SNM), recomendase suspender o tratamento com o aripiprazol. Esta patologia é um complexo de sintomas potencialmente fatais que tem sido relatado em associação com a administração de substâncias antipsicóticas, inclusive o aripiprazol. As manifestações clínicas da SNM são hipertermia, rigidez muscular, alterações do estado mental e evidência de instabilidade neurovegetativa (pulso ou pressão alterados, taquicardia, diaforese e arritmias cardíacas). Após a recuperação total da SNM, caso o paciente deva retomar a administração do aripiprazol, recomenda-se realizar controles periódicos. Como os pacientes idosos, especialmente as mulheres, têm predisposição para manifestar discinesia tardia durante a administração de fármacos antipsicóticos, recomenda-se aplicar o tratamento por períodos relativamente curtos em esquema de doses baixas. Interações: O aripiprazol deve ser administrado com precaução em combinação com outros fármacos de ação central e álcool. Devido a sua atividade antagonista sobre receptores a 1-adrenérgicos, o aripiprazol tem o potencial de provocar aumento dos efeitos de alguns fármacos anti-hipertensivos. Como o aripiprazol é metabolizado por diversas vias, incluindo as enzimas CYP2D6 e CYP3A4, os compostos inibidores de CYP2D6 (quinidina) e CYP3A4 (cetoconazol) causam diminuição da eliminação do aripiprazol. Considera-se que outros inibidores potentes de CYP3A4 e CYP2D6 possam causar efeitos semelhantes, razão pela qual recomenda-se diminuir a dose diária de aripiprazol em pacientes que estejam fazendo uso de medicação múltipla concomitante que iniba estas enzimas. Como o aripiprazol não constitui substrato para as enzimas CYP1A2, CYP2A6, CYP2B6, CYP2C8, CYP2C9, CYP2C19, nem sobre a glicuronidação direta, é pouco provável a ocorrência de interação de aripiprazol com inibidores ou indutores dessas enzimas, ou com outros fatores, como o tabagismo. Não foram observadas alterações na farmacocinética do aripiprazol durante a administração conjunta com famotidina, valproato ou lítio. Contra-indicações: Pacientes com hipersensibilidade conhecida ao fármaco. Menores de 18 anos. Sugestão de Fórmula Aripiprazol...15mg 60 cáps Posologia: Tomar 1 cápsula, 1 vez ao dia. Ref. Bibliográficas: PR Vade Mécum Informativo Técnico

5 CARDIOLOGIA / NEUROLOGIA Metoprolol Tartarato Anti-hipertensivo. Betabloqueador cardiosseletivo. Profilaxia da enxaqueca Descrição/Propriedades: Atua sobre os receptores b 1 de localização cardíaca, em doses menores que as necessárias para influir sobre os receptores b 2, que são encontrados principalmente nos brônquios e vasos periféricos. Diminui ou inibe o efeito estimulante das catecolaminas no coração, o que produz uma diminuição da freqüência cardíaca, da contratilidade miocárdica e do volume minuto cardíaco. Abaixa a tensão arterial elevada. O metoprolol aumenta a resistência nos vasos periféricos, que é normalizada no decorrer do tratamento prolongado. Regula a freqüência cardíaca em taquicardias supraventriculares, fibrilação atrial e extra-sístoles ventriculares. Seu efeito antiarrítmico baseia-se na inibição do automatismo das células marca-passos e no prolongamento do tempo de condução atrioventricular. Absorve-se completamente após a administração oral e mais de 95% são excretados na urina. As concentrações plasmáticas máximas são alcançadas ao término de 1 a 2 horas e após 4 a 5 horas nas formas de liberação prolongada. Foi observado acúmulo de seus metabólitos em pacientes com uma taxa de filtração glomerular de 5ml/minuto. Nos casos de cirrose hepática, aumenta a biodisponibilidade do metoprolol. Indicações: Em hipertensão, como monoterapia ou em combinação com outros anti-hipertensivos, principalmente com diuréticos (clortalidona, hidroclorotiazida), ou um vasodilatador periférico. Em angina pectoris, para profilaxia prolongada. Arritmias cardíacas, principalmente taquicardias supraventriculares. Enfarte do miocárdio. Distúrbios funcionais cardiovasculares com palpitações.profilaxia da enxaqueca vascular. Profilaxia da enxaqueca: A eficácia dos beta-bloqueadores na profilaxia das crises de enxaqueca já é bem estabelecida. Vários estudos mostram que o metoprolol na dose de 200 mg/ dia é eficaz na redução do número de crises de enxaqueca. No entanto, doses menores também podem ser eficazes em alguns pacientes (Limmroth V, Michel MC. Br J Clin Pharmacol Sep; 52(3): ). Reações adversas: Sistema nervoso central e periférico: esgotamento, vertigem, cefaléias. Ocasionalmente, parestesias e cãibras. Sistema cardiovascular. Bradicardia e distúrbios ortostáticos. Raramente apresentam-se insuficiência cardíaca, arritmias, edemas e palpitações. Ocasionalmente, náuseas, vômitos, dores abdominais. Isoladamente, fotossensibilidade, alterações cutâneas e exantemas, distúrbios da visão, trombocitopenia. Precauções: Geralmente, os pacientes com afecções obstrutivas das vias respiratórias não devem receber beta-bloqueadores. No caso de se apresentar um quadro de bradicardia crescente, reduzir a dose do metoprolol. Pode aumentar os distúrbios da circulação periférica. Em pacientes com feocromocitoma, administrar simultaneamente um alfa-bloqueador. A prescrição deve ser instaurada com cautela nos casos de cirrose hepática, pois aumenta sua biodisponibilidade. Deve-se evitar a suspensão abrupta do tratamento, retirá-lo de forma gradual no decorrer de 10 dias, com reduções de 25mg durante os 6 últimos dias. Na gravidez, somente será indicado se for imperativo; o mesmo no período de lactação, com controle de possíveis efeitos no lactente. Interações: Potencializa o efeito de outros anti-hipertensivos e deverá ser controlado quando administrado com outro betabloqueador ou prazosina. Pode intensificar o efeito inotrópico negativo e cronotrópico dos antiarrítmicos (quinidina e amiodarona). A indometacina e a rifampicina reduzem o efeito anti-hipertensivo do metoprolol e a cimetidina aumenta seu nível plasmático. A dose de hipoglicemiantes orais deverá ser readequada no diabético que receber metoprolol. Contra-indicações: Hipersensibilidade conhecida à droga. Bloqueio atrioventricular de 2 e 3 graus, insuficiência cardíaca descompensada, bradicardia sinusal manifesta, choque cardiogênico e distúrbios graves da irrigação arterial periférica. A relação riscobenefício deverá ser avaliada em pacientes com doença coronária, diabetes mellitus, disfunção hepática, feocromocitoma, psoríase e disfunção renal. Dose usual Antiangina/Anti-hipertensivo: Via oral, 100 mg (tartarato), em dose única ou fracionada. Aumentar em intervalos semanais até o máximo de 450 mg/dia. Manutenção: via oral, 100 a 400 mg uma vez/dia. Infarto do miocárdio: Tratamento posterior: via oral, 100 mg (tartarato), 2 vezes/dia, durante 3 meses e, possivelmente, durante 1 a 3 anos. Cefaléia vascular/enxaqueca Via oral, 50 a 100 mg (tartarato) 2 a 4 vezes/dia. Sugestão de Fórmula Metoprolol, tartarato m g 60 cáps Posologia: Tomar 1 cáps 2x ao dia PR Vade Mécum Informativo Técnico 5

6 nutrologia / alergologia Astragalus Estimula o sistema imunológico. Promove proteção contra câncer. Atua como um adaptogênico (resistência não específica ao estresse). Aumenta os níveis de energia. Descrição/Propriedades Astragalus (Astragalus membranaceus) é uma erva da medicina tradicional Chinesa (MTC) que é usada tradicionalmente para melhoria das propriedades do sistema imunológico, e também recomendada para a deficiência do chi (força de vida) podendo incluir sintomas como perda de energia e fadiga. A planta é nativa do norte da China e Mongólia. Existem mais de 2000 tipos de Astragalus no mundo, sendo que o Astragalus Membranaceus é o mais comum utilizado para propósitos de medicina; OAstragalus é usado para melhorar a resposta imune e manter a saúde global (Sinclair, 1998). Diz-se que o Astragalus, conhecido como huang chi ou huang qi, estimula ou potencializa os componentes do sistema imune, incluindo a atividade das células natural killer (NK) (Memorial Sloan-Kettering, 2005). Em indivíduos com baixo número de leucócitos, o Astragalus pode aumentar o número de células brancas e níveis de interferon, importantíssimos no combate a vírus (Kurashige e col., 1999). Também observou-se que o Astragalus intensifica a atividade dos macrófagos. Mecanismo de ação: Vários constituintes químicos de Astragalus como as saponinas, flavonóides, polissacarídeos e glicosídeos, têm sido identificados como ativos potenciais. Astragalus é também associado a outras ervas adaptogênicas como o ginseng promovendo a segurança contra vários fatores estressantes internos e externos. A combinação de Astragalus com Equinácea é comum contra infecções da membrana mucosa. Indicações: Estimula o sistema imunológico Promove proteção contra câncer Atua como um adaptogênico (resistência não específica ao estresse) Aumenta os níveis de energia Dose usual: Astragalus está disponível como um ingrediente individual, mas pode ser ainda mais efetivo em dosagens menores (100 a 200mg/dia) quando combinado com outras ervas e nutrientes imunoestimulantes. Recomenda-se 500mg/dia para a estimulação do sistema imunológico e para promover resistência aos efeitos do estresse, preferencialmente em doses divididas de 250mg do extrato padronizado. Reações adversas: Quando usado conforme recomendado, Astragalus não oferece efeitos colaterais; quando usado em doses elevadas pode causar problemas gastrintestinais e diarréia. Interações medicamentosas: Medicamentos antivirais: Astragalus pode aumentar os efeitos de alguns medicamentos antivirais como aciclovir e interferon. Ciclofosfamida: Astragalus pode também conter os efeitos imunológicos supressivos da ciclofosfamida, um medicamento usado para reduzir as chances de rejeição em transplantes. Contra-indicações: Não são conhecidos contra-indicações com o produto. No entanto, devido ao fato de estimular o sistema imunológico, deve ser usado com cuidado por pessoas em terapia imunosupressiva assim como a administração após um transplante de órgão e por aqueles que sofrem de alguma doença autoimune como lúpus. Precauções: Astragalus contém certa quantidade de selênio. Quando tomado em grandes quantidades ou por longo período, esse mineral pode causar perda de cabelos, dentes e causar fadiga. Durante a gravidez ou em fase de amamentação. Estudos científicos: A maioria das informações científicas vindas de evidências clínicas chinesas mostra que o Astragalus parece estimular o sistema imunológico em pacientes com infecções. Ao menos uma triagem clínica nos EUA mostra aumento dos níveis de células T aproximando-as do normal em alguns pacientes com câncer, sugerindo a possibilidade de um efeito sinérgico com a quimioterapia. Em estudos com animais, Astragalus mostrou uma prevenção efetiva na infecção causada pelo vírus influenza. Sugestões de Fórmulas Astragalus mg Posologia: Tomar 1 cápsula, 2 vezes ao dia Astragalus mg Ginseng mg Echinacea mg Vit C mg Posologia: Tomar 1 cápsula, 2 vezes ao dia Literatura do fornecedor Gamma. 6 Informativo Técnico

7 reumatologia / ortopedia / nutrologia MangoSelect Ação antiinflamatória para o tratamento das articulações, tendinites, reumatismo e artrose Descrição/Propriedades: MangoSelect é um extrato seco, extraído da fruta mangostão (Garcínia mangostana L.) padronizado em 10% ou 35% de alfa-mangostina, um ingrediente com ação antiinflamatória para as articulações, tendinites, reumatismos e artroses. A concentração de 35% é especialmente indicado para tratamento de dores mais agudas. Mecanismo de ação: O Extrato de Mangostão age sobre a ciclooxigenase COX2, onde a sua produção é desencadeada pelas citoquinas após as mesmas detectarem uma agressão ao organismo. A COX2 é a responsável pela produção de PGE2(fator indispensável à respostas de reações inflamatórias). O Extrato de Mangostão que é rico em alfa-mangostin,mínimo de 35% no Mangoselect40 e mínimo de 10% no Mangoselect10, inibe diretamente a ação das citoquinas reduzindo a produção de ciclooxigenase e assim a reação inflamatória. Além desta ação ainda possui ação sobre a liberação de histamina em mecanismos de reações alérgicas. Testes clínicos: Vários estudos foram avaliados com o Extrato seco de Mangostão, associando seu uso à saúde das articulações, tendinites, dores agudas, reumatismos, artrose e até mesmo para o tratamento de alguns casos de alergia. Um estudo realizado na Universidade de PAVIA (Itália) sob a direção do Dr. Fulvio Marzatico foi feito com objetivo de avaliar a capacidade antiinflamatória deste extrato. Foi administrado 2,5 µg de lipopolissacarídeos (LPS), poderoso indutor de uma inflamação, a fim de causar uma reação inflamatória e foi feito um pré-tratamento com a administração de 8,5mg/kg de Extrato de Mangostão e após 90 min, foi feita a medida da concentração em TNF-α, um dos principais mediadores das respostas biológicas. Outros estudos foram analisados para avaliar esta capacidade antiinflamatória do Extrato de Mangostão, onde foram comparadas dosagens do Extrato de Mangostão ao efeito farmacológico dos ativos Nimesulida e Dexametasona através de estudos in vivo. Nestes estudos este Extrato obteve resultados ótimos e satisfatórios na redução da dor e reação inflamatória, abrangendo diferentes faixas etárias e modalidades, como idosos e esportistas. Os resultados implicaram na melhora de 31% da dor em comparação à 53% da Nimesulida, e em 69% de redução da reação inflamatória em comparação à 83% da Dexametasona. Este estudo portanto comprovou que um Extrato com menor quantidade de efeitos indesejáveis pode trazer benefícios tanto quanto à um fármaco líder de mercado. Além destes estudos este Extrato ainda foi testado para o combate à inflamação alérgica, que nada mais é do que uma reação imunológica causada por alérgenos que causam inflamações e disfunções no organismo. Esta fruta que possui efeitos antioxidantes, inibição da proteína quinase, inibição contra HIV proteases e ação antibacteriana contra Staphylococcus aureus, foi avaliada através de seu efeito à nível alérgico através de indicadores antiinflamatórios como histamina e a produção da prostanglandinas E2. O estudo in vitro foi realizado com células de ratos leucêmicas, no qual houve liberação da histamina após contato com IgE. Os pesquisadores encontraram 40% do extrato de mangostão inibindo os mediadores IgE liberadores de histaminas nas células leucêmicas. A inibição deste extrato foi maior do que o Extrato Rubus suavissimus, já consagrado como anti-alérgico na medicina no Japão.O Extrato também foi testado no efeito inibitório da liberação de prostaglandina E2, visto que a inibição é considerada dosedependente.os principais ativos responsáveis por tal inibição são os mangostins. Pesquisas tem demonstrado o efeito deste extrato em anafilaxia em ratos, onde a reação anafilática foi reduzida em 40%. Enfim, estes estudos concluem que há redução em 40% da inibição da liberação histamina e da síntese de prostaglandinas E2 pelo Extrato de mangostão e o mesmo pode ser usado como droga natural para o tratamento da inflamação e de alergia. Toxicidade e mutagenicidade: Foram realizados estudos de toxicidade aguda onde como conclusão das dosagens individuais orais, acima de 5mg/kg do extrato em relação ao peso corporal para um estudo contínuo de administração durante 28 dias, e acima de 1000mg/kg do extrato em relação ao do peso corporal, não causaram nenhum efeito tóxico em ratos. Reações adversas: Não foram encontrados quaisquer relatos de reações adversas. No entanto é sempre recomendável verificar se o paciente tem conhecimento prévio de sensibilidade a qualquer componente do insumo descrito. Contra indicações: Não foram encontrados relatos de contraindicações. Dose usual: Dose recomendada para o MangoSelect 10%: 600mg/dia; 3 cápsulas de 200mg/dia. Dose recomendada para o MangoSelect 40% : Recomenda-se diariamente a dosagem de mg do Extrato. Sugestão de Fórmula: Dose de ataque: Mangoselect 40% mg Posologia: Tomar 1 cápsula, 2 vezes ao dia, por 30 dias. Dose de manutenção: Mangoselect 10% mg 90 cáps Posologia: Tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia. Literatura do fornecedor Gamma. Informativo Técnico 7

8 dermatologia PROVISLIM Anticelulítico com ação 24 HORAS Descrição/Propriedades: Provislim é uma combinação de dois ativos de origem natural (fisetina e frambinona) que cumpre esta necessidade: Ativa a lipólise basal (degradação de triglicerídeos) em repouso; Potencializa a lipólise induzida por adrenalina, durante o exercício ou situações de stress; Inibe a lipogênese (formação de triglicerídeos), depois de ingerir alimentos; Inibe a adipogênese (diferenciação a adipócitos maduros), como efeito preventivo global. Como resultado das suas ações múltiplas, Provislim é um ingrediente ativo que ajuda a diminuir a gordura localizada e a celulite durante as 24 horas do dia, atuando em qualquer circunstância. Reduz a pele de casca de laranja e as manifestações da celulite, diminuindo o acúmulo de triglicerídeos. Estudos científicos: Teste in vivo A eficácia do Provislim foi avaliada in vivo em 15 voluntárias com idade média de 47 anos com celulite grau 2-3 segundo a escala do Pinch-test (escala 0-4, sendo 4 a mais severa). Foi aplicada creme anti-celulite (com 5% Provislim) duas vezes ao dia em uma perna e o mesmo creme sem ativo (placebo) na outra perna, durante 56 dias. Os parâmetros avaliados foram: a circunferência da coxa, a espessura da pele, a rugosidade cutânea e a elasticidade cutânea. Redução centimétrica As medidas foram tomadas imediatamente abaixo do glúteo e observou-se que o tratamento com Provislim causou uma redução do volume da coxa comparado a tempo inicial, diferente do placebo (não significativo). A diferença entre o efeito do Provislim e o placebo em relação à redução centimétrica média da coxa foi de 0,3cm, o Provislim causa uma diminuição interessante de medidas. A diferença máxima entre ativo e placebo foi uma redução de até 1 cm aproximadamente. Estes resultados são estatisticamente significativos. Efeitos sobre a espessura da pele Provislim reduziu a espessura da pele em 0,03 mm, enquanto que o placebo teve efeito nulo (resultados estatisticamente muito significativos). A diferença máxima entre os dois tratamentos foi uma redução de 0,07 mm causada pelo ativo. Provislim provocou uma redução da espessura em 93% dos voluntários. Diminuição da rugosidade cutânea O estudo sobre os efeitos do Provislim na rugosidade cutânea se realizou sobre réplicas de silicone, as quais mediante técnicas de análise permitem determinar a rugosidade média (Ra) e máxima (Rz). A coxa tratada com Provislim apresentou uma diminuição estatisticamente significativa da rugosidade média de 10,9% em relação ao início, comparado com uma diminuição não significativa no placebo. Considerando o efeito médio do ativo e do placebo, a melhora global foi de 4,6%, apesar que a redução máxima de Ra foi de 39,5%. A coxa tratada com Provislim apresentou uma diminuição estatisticamente significativa da rugosidade máxima de 7,0% em relação ao início, comparado com uma redução não significativa no placebo. Comparando ativo e placebo, se obteve uma melhora global de 3,7% apesar de que a redução máxima de Rz foi de 28,7%. Uma redução das rugosidades média e máxima reflete um alisamento da pele, equivalente a uma diminuição e melhora do efeito da pele de casca de laranja. Melhora da elasticidade na pele As propriedades biomecânicas da derme e epiderme têm uma influência na aparência da celulite, originada pela pressão que exerce o tecido adiposo subcutâneo sobre a derme. Os depósitos de gordura acumulados geram tensão na pele, prejudicam a flexibilidade e elasticidade (Dobke, M.K. et al, 2002) e podem chegar a romper suas fibras elásticas, levando a aparição de marcas e estrias indesejadas. Este teste mediu a elasticidade biológica (R7 ou Ur/Uf) mediante Cutometer, parâmetro indicador da elasticidade cutânea cujo valor expressa maior elasticidade quanto mais próximo é a 1. Provislim apresentou um aumento médio da elasticidade de 18,5% (estatisticamente significativo), comparado com um aumento não significativo no placebo. Comparando ativo e placebo, a melhora da elasticidade é de 13%, sendo esta melhora estatisticamente significativa. A melhora máxima da elasticidade foi de 40% (ativo x placebo). Indicações: Prevenção e tratamento da celulite Produtos emagrecedores e modeladores corporais Produtos modeladores cosmético-esportivos Produtos corporais e firmadores Concentração usual: 2,0 a 5,0%. Sugestões de Fórmulas: Creme com Provislim e Xantinas: Provislim...5% Aminofilina...2% Cafeína...2% Creme de massagem qsp g Modo de usar: Aplicar diariamente nos locais afetados 1 a 2 vezes ao dia. Um estudo realizado na Universidade do Estado da Luisiana, Estados Unidos, no Departamento de Ecologia Humana, e publicado no periódico Diabetes, Obesity and Metabolism em maio de 2007 mostrou que um creme contendo xantinas, aplicado 2 vezes ao dia, promoveu uma redução média da circunferência da cintura em 11 cm após 12 semanas de uso. Provital - Distribuição exclusiva DEG para o mercado magistral. 8 Informativo Técnico

9 dermatologia Capixyl Estímulo do crescimento capilar através de redução da fase telógena e aumento da fase anágena % of activity compared to untreated hair Hair growth activity % Minoxidil 10 7 M +156% Acetyl tetrapeptide M (0,016% Capixl ) Descrição/Propriedades: Capixyl é um complexo único e inovador desenvolvido para prevenir e interromper o processo de queda, e estimular o crescimento dos cabelos. Capixyl é composto de um peptídeo biomimético patenteado composto por quatro aminoácidos de alta tecnologia extraído do Trevo Vermelho, rico em biochanina A. O Trevo Vermelho foi tradicionalmente usado para tratar a asma, câncer, gota e várias desordens inflamatórias da pele como eczema e psoríase. Biochanina A é a principal isoflavona encontrada no Trevo Vermelho. Biochanina A é conhecida por ser um inibidor eficaz da atividade da 5-α-redutase tipo I e II. Pesquisas têm demonstrado que biochanina A modula a inflamação crônica, e as isoflavonas podem também funcionar como antioxidantes importantes, limitando os danos resultantes dos radicais livres a pele e ao couro cabeludo. Mecanismo de ação do Capixyl Medida do crescimento do cabelo Avaliação quantitativa de colágeno VII Acetil tetrapeptideo-3 melhora em 35% o crescimento dos folículos capilares humanos em comparação com os folículos não tratados após 8 dias. Medida da velocidade de crescimento do fio de cabelo no folículo piloso humano isolado, tratado com acetil tetrapeptideo-3 ou Minoxidil após 8 dias de tratamento. Atividade do crescimento do cabelo Acetil tetrapeptideo-3 estimula o crescimento de cabelo com maior atividade que o agente de crescimento de cabelo referência, Minoxidil. Indicações: Anti-queda Anti-envelhecimento em produtos para tratamento de cabelos Tratamento da queda de cabelo sazonal Tratamento do couro cabeludo Tratamento do cabelo para as mulheres na menopausa Dosagem recomendada: Tratamento intensivo: 5% Profilaxia: 0,5-2,5% Sugestões de fórmulas: Loção Antiqueda com Capixyl Tratamento Capixyl...5% Loção capilar qsp...50ml Aplicar 20 gotas diariamente no couro cabeludo e massagear. Mecanismo de ação: Capixyl tem ação direta sob a 5-α-redutase, que modula a diidrotestosterona (DHT) e evita a minia turização do cabelo. Ainda melhora a integridade das proteínas da matriz (semelhante ao da matriz extracelular MEC) na papila dérmica para uma melhor ancoragem do cabelo. Capixyl também reduz os danos causados pela inflamação, proporcionando máxima eficácia na redução do processo de queda e estimula o crescimento do cabelo. Capixyl previne e interrompe o processo de queda, e estimula o crescimento dos cabelos. Experimentos ex vivo têm demonstrado melhores resultados na estimulação do crescimento do cabelo. Os dados clínicos demonstram a melhora da calvície, aumentando a fase anágena em relação a fase telógena. Capixyl é uma alternativa segura e oferece resultados rápidos. Loção com Capixyl, Minoxidil e Ácido Retinoico Capixyl... 0,5-2,5% Ácido Retinóico...0,01% Minoxidil...5% Solução Capilar qsp...100ml Aplicar entre gotas diariamente no couro cabeludo e massagear. A eficácia e segurança da combinação de minoxidil 5% e tretinoína 0,01%, uma vez ao dia, é tão eficaz quanto à aplicação de Minoxidil 5%, duas vezes ao dia, no tratamento da alopecia androgenética. Gogtay JA, Panda M. Minoxidil topical foam: a new kid on the block. Int J Trichology Literatura Original do Fabricante-Unipex. Informativo Técnico 9

10 Alergologia / Otorrinolaringologia Desloratadina Antialérgico Descrição/Propriedades: A desloratadina é um antagonista nãosedante da histamina, de ação prolongada, com potente atividade antagonista seletiva dos receptores H1 periféricos da histamina, não tendo a droga penetração efetiva no sistema nervoso central (SNC). A desloratadina tem demonstrado atividade anti-histamínica e antiinflamatória. Além da atividade anti-histamínica, a desloratadina tem demonstrado uma atividade antiinflamatória em vários estudos. Esses estudos têm demonstrado que a desloratadina inibe a grande cascata de eventos que inicia e propaga a inflamação alérgica, entre eles: liberação das citocinas pró- inflamatórias, dentre elas IL-4, IL-6, IL-8, IL-13; liberação de importantes quimocinas pró- inflamatórias, como RANTES (regulador da atividade normal de célula T expressa e secretada); produção do ânion superóxido pelos neutrófilos polimorfonucleares ativados; adesão e quimiotaxia de eosinófilos; expressão de moléculas de adesão, como a P- selectina; liberação de histamina, prostaglandina (PGD2) e leucotrieno (LTC4), dependentes da IgE; resposta broncoconstritora alérgica aguda e tosse alérgica em modelos animais. Vantagens: Não provoca sonolência, que é um dos efeitos colaterais mais desagradáveis causados por medicamentos desse tipo. Age mais rápido, combate a obstrução nasal e praticamente não causa reação adversa. A desloratadina apresenta efeito anti-histamínico (combate a histamina, substância presente no organismo e associada ao processo alérgico) e antiinflamatório. Por isso reduz também problemas como nariz entupido, com os quais o alérgico costuma conviver mesmo quando não está em crise. Indicações: Alívio rápido dos sintomas associados com a rinite alérgica sazonal, entre eles: Espirro e prurido nasal (coceira no nariz); Coriza (corrimento nasal); Congestão nasal; Ardor e prurido ocular (coceira nos olhos); Lacrimejamento; Vermelhidão dos olhos; Coceira do palato; Tosse; Urticária (alergia de pele) e outras alergias da pele. Dose usual: Cápsulas: Adultos e adolescentes (maiores de 12 anos de idade): Tomar uma cápsula, por via oral, de 5 mg uma vez por dia, independente da alimentação. Xarope: Em crianças de 2 a 5 anos de idade: 2,5 ml (1,25 mg) de xarope uma vez por dia, independentemente da alimentação. Em crianças de 6 a 11 anos de idade: 5 ml (2,5 mg) de xarope uma vez por dia, independentemente da alimentação. Reações adversas: As reações adversas mais freqüentes foram: fadiga, boca seca e cefaléia (dor de cabeça). Casos raros de reações de alergia, incluindo anafilaxia (reação alérgica grave) e erupções cutâneas (manchas na pele), também podem ocorrer. Interações medicamentosas: Utilizar a desloratadina administrada concomitantemente com álcool, não potencializa os efeitos de prejuízo do desempenho devidos ao álcool. Não houve alteração na distribuição da desloratadina na presença de alimentos ou suco de grapefruit (tipo de fruta cítrica). Contra-indicações: Crianças com menos de 2 anos de idade. Precauções: Uso durante a gravidez e a lactação Não foram observados efeitos da desloratadina sobre a fertilidade em rata. Não foram observados efeitos teratogênicos, nem mutagênicos nos estudos realizados em animais com a desloratadina. Como não há dados clínicos de gravidez com exposição à desloratadina, o uso sem risco da desloratadina ante a gravidez não foi estabelecido. A desloratadina não deve ser usada durante a gravidez a menos que apropriadamente indicado. A desloratadina passa ao leite materno, deste modo, não se recomenda que mulheres durante a lactação que tomam desloratadina amamentem o seu bebê. Não foram observados efeitos sobre a capacidade de conduzir automóveis e de operar máquinas. Estudos clínicos: Em um estudo clínico com doses múltiplas, na administração diária de até 20mg de desloratadina durante 14 dias não foram observados efeitos cardiovasculares estatística ou clinicamente significativos. Em um estudo farmacológico em que a desloratadina foi administrada numa dose de 45 mg diariamente (nove vezes a dose clínica) durante dez dias, não foi observado um prolongamento do intervalo QTc. A desloratadina não penetrou facilmente no sistema nervoso central. Na dose recomendada de 5mg diária, não houve uma incidência excessiva de sonolência em comparação ao placebo. Até uma dose de 7,5mg diária, a desloratadina não afetou o desempenho psicomotor nos estudos clínicos. As avaliações da qualidade de vida nos estudos clínicos indicaram que a rinite alérgica sazonal produz uma carga uniforme de enfermidade e que as melhoras nas respostas terapêuticas se associaram às melhoras de vários aspectos da qualidade de vida, entre eles, a vitalidade e o funcionamento social. Sugestão de Fórmula: Desloratadina...5mg 30 cáps Posologia: Tomar 1 cápsula, 1 vez ao dia. Desloratadina...0,5mg Xarope de Framboesa... 1ml 60 ml Posologia: Tomar 5ml,1vez ao dia. Referências bibliográficas: Literatura do fornecedor Gamma. 10 Informativo Técnico

11 medicina esportiva / nutrologia Gamma oryzanol Suplementação esportiva Descrição/Propriedades É um dos quatro isômeros derivados do oryzanol (esterol vegetal), é o extrato do óleo de farelo de arroz. Sugere-se que possui os mesmos efeitos dos esteróides anabólicos, contudo não é um anabólico por não ser convertido em testosterona pelo organismo. É mais efetivo como um suplemento antioxidante por neutralizar a liberação dos radicais livres durante o exercício intenso, por isso é muito utilizado em combinação com a vitamina E. Gamma oryzanol é também conhecido como óleo de arroz e é um componente proveniente do esterol da planta (uma substância gordurosa) e ácido ferúlico. Mecanismo de ação A teoria sobre a suplementação de gamma oryzanol é o efeito que essa substância tem no sistema hormonal do corpo, especialmente a habilidade para aumentar os níveis de testosterona. Gamma oryzanol é também conhecido por estimular o hipotálamo a liberar o hormônio do crescimento (GH), que estimula o organismo a produzir o hgh. Ambos, testosterona e GH humano possuem efeitos de crescimento muscular. Gamma oryzanol pode também desenvolver efeitos nas endorfinas (responsáveis pelo efeito de bem estar). Endorfinas são liberadas durante o exercício e ajudam a reduzir o sentimento de fadiga. Atletas que sentem menos fadiga estão aptos a um treino de longa duração. Indicações: Alternativa natural para esteróides anabólicos; Aumenta a força muscular, tamanho e definição; Reduz a sensação de dor; Reduz os níveis de colesterol; Protege contra câncer. Dose usual: A dosagem suplementar de Gamma oryzanol varia de 100 a 500 mg por dia. Sugestões de fórmulas: Estimulante do crescimento de massa muscular Gamma Oryzanol... 60mg L-Arginina...325mg Ornitina...175mg Pantotenato de Cálcio... 15mg Vitamina B mg 90 cáps. Posologia: Tomar 3 cápsulas ao deitar, de estômago vazio. Melhora da performance física Gamma Oryzanol...150mg Inositol...150mg L-Carnitina...150mg Colina...100mg 90 cáps Posologia: Tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia. Literatura do fornecedor Gamma. Cyanotis vaga β ecdisterona Suplementação esportiva Descrição: As plantas medicinais são uma ótima opção como auxílio no desempenho esportivo, principalmente se associados a uma alimentação adequada e utilizados de forma correta e sob supervisão profissional, podem gerar resultados benéficos e com segurança. A β-ecdisterona ou β-ecdisona é um importante esteróide presente em diversas plantas, sendo sua obtenção realizada para diversas aplicações como o empregado em formulações cosméticas ou suplementação alimentar, entre outros. Como suplementação esportiva, vem alcançando maior utilização, por proporcionar um maior aumento muscular e permitir melhor desempenho fisico. A ecdisterona é um fitoesteróide, mas sua utilização dificilmente pode gerar efeitos estrogênicos em humanos, pois estudos realizados com mamíferos não apresentaram resultados que confirmassem tais suspeitas, uma vez que esses esteróides não se ligam a receptores de estrogênios. Propriedades: Capacidade de proporcionar aumento da massa muscular. Melhora do desempenho fisico. Auxilio na preservação de órgão e tecidos. Pode estabilizar possiveis lesões celulares, diminuindo os processos degenerativos de orgãos e tecidos. Melhora da função hepática. Mecanismos de Ação: O aumento da massa muscular ocorre por elevar significativamente a quantidade de aminoácidos das cadeias de proteinas presentes no citoplasma celular estimulando a síntese proteica pela célula. O auxilio no desempenho fisico, muito provavelmente ocorre por, além de aumentar a massa muscular e sua resistência, elevar o consumo de glicose pelos tecidos, provavelmente devido aumento da sensibilidade destes a insulina. As lesões celulares fazem parte de um processo inerente ao envelhecimento das células. Este processo, no entanto, pode ser diminuido devido a capacidade da ecdisterona em estabilizar essas lesões reduzindo o seu desenvolvimento ou a velocidade destas. Indicações: Estimular o crescimento muscular e aumentar o desempenho fisico. Dose usual: Ajustar a dose para 5mg de β-ecdisterona por Kg ao dia. Tomar uma vez por dia uma hora antes dos treinos. Sugestão de fórmula: Melhora do desempenho físico (pessoa com aproximadamente 60kg) Ecdisterona...300mg Cafeina...150mg 30 cáps. Posologia: Tomar 1 cápsula 1 hora antes do treino. Contra indicações: Sua utilização deve ser acompanhada por médicos ou nutricionistas. Pessoas que tenham hipoglicemia não devem fazer uso deste produto. Efeitos colaterais: Até o momento não há relatos de efeitos colaterais pela utilização. Fabricante / fornecedor; Chen, Qui; Xia, Yongpeng, Qui, Zongyin; Effect of ecdysterone on glucose metabolism in vitro; Life Sciences; P.R. China; v.78; Salviano, Franque, N.; Cunha, Ismael, A.; Estudo morfologico e avaliacao fitossanitaria de plantas de Pfaffia glomerata oriundas de autosemeadura; TCC Faculdade de Agronomia Medicina Veterinaria da Universidade de Brasilia; Brasilia; DF; Este documento foi elaborado dentro do critério da boa fé com informações, dosagens e posologias cedidas por nossos fornecedores e / ou pesquisadas em literaturas técnicas especificas, devendo ser analisadas pelo médico antes de adotadas na clínica. Estas informações têm como objetivo orientar o profissional de saúde e é sempre recomendável a pesquisa em outras bibliografias. Informativo Técnico 11

12 Loja 1 Rua Vinte e Quatro de Maio, 373 Centro Curitiba / PR Fone: (41) Loja 2 Alameda Dr. Muricy, 843 Centro Curitiba / PR Fone: (41) Loja 3 Rua Sete de Abril, 950 Alto Da XV Curitiba / PR Fone: (41) Loja 4 Rua Ermelino de Leão, 703, Lj. T23 Shopping Palladium Ponta Grossa / PR Fone: (42)

DESLORATADINA. Antialérgico

DESLORATADINA. Antialérgico DESLORATADINA Antialérgico Vantagens: Não provoca sonolência, que é um dos efeitos colaterais mais desagradáveis causados por medicamentos desse tipo. Age mais rápido, combate a obstrução nasal e praticamente

Leia mais

Menos calorias com alimentação termogenica

Menos calorias com alimentação termogenica Menos calorias com alimentação termogenica Eliane Petean Arena Nutricionista CRN Rua : Conselheiro Antonio Prado N: 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840 ALIMENTOS TERMOGENICOS Todo alimento

Leia mais

MINI BULA CARVEDILOL

MINI BULA CARVEDILOL MINI BULA CARVEDILOL Medicamento Genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÃO: Comprimido 3,125mg: caixas contendo 15, 30; Comprimido 6,25 mg: caixa contendo 15, 30; Comprimido 12,5 mg: caixa contendo

Leia mais

Combinar termogênicos e desintoxicantes em um único chá ajuda a emagrecer até 6 kg em um mês.

Combinar termogênicos e desintoxicantes em um único chá ajuda a emagrecer até 6 kg em um mês. Combinar termogênicos e desintoxicantes em um único chá ajuda a emagrecer até 6 kg em um mês. Chá verde e seus benefícios infinitos, inclusive no emagrecimento, pele, saúde física e mental. O Chá verde

Leia mais

DESALEX desloratadina

DESALEX desloratadina DESALEX desloratadina FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES DESALEX Comprimidos e Xarope são indicados para uso oral. DESALEX Comprimidos apresenta-se em embalagens com 10 comprimidos revestidos. DESALEX

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

APRESENTAÇÃO Comprimidos: embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg. Xarope: embalagem contendo 1 frasco de 120 ml de 2 mg/ml.

APRESENTAÇÃO Comprimidos: embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg. Xarope: embalagem contendo 1 frasco de 120 ml de 2 mg/ml. Hixizine cloridrato de hidroxizina Uso adulto e pediátrico Uso oral APRESENTAÇÃO Comprimidos: embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg. Xarope: embalagem contendo 1 frasco de 120 ml de 2 mg/ml. COMPOSIÇÃO

Leia mais

15 Alimentos Emagrecedores

15 Alimentos Emagrecedores 15 Alimentos Emagrecedores EBOOK TITLE Material desenvolvido a ajudar pessoas que procuram informações sobre alimentação que ajuda a emagrecer ou que reduz o indice de gordura. Nesse E-book você vai encontrar

Leia mais

DESALEX desloratadina

DESALEX desloratadina BULA PARA O PACIENTE DESALEX desloratadina FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES DESALEX Comprimidos e Xarope são indicados para uso oral. DESALEX Comprimidos apresenta-se em embalagens com 10 comprimidos

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

47 Por que preciso de insulina?

47 Por que preciso de insulina? A U A UL LA Por que preciso de insulina? A Medicina e a Biologia conseguiram decifrar muitos dos processos químicos dos seres vivos. As descobertas que se referem ao corpo humano chamam mais a atenção

Leia mais

REGISTRO: Isento de Registro no M.S. conforme Resolução RDC n 27/10. CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171287947(Frutas vermelhas) 7898171287954(Abacaxi)

REGISTRO: Isento de Registro no M.S. conforme Resolução RDC n 27/10. CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171287947(Frutas vermelhas) 7898171287954(Abacaxi) Ficha técnica CHÁ VERDE COM CÓLAGENO, VITAMINA C E POLIDEXTROSE Pó para Preparo de Bebida a Base de Chá Verde, com Colágeno hidrolisado, vitamina C e polidextrose Sabor Abacaxi e frutas vermelhas REGISTRO:

Leia mais

MECLIN. cloridrato de meclizina APSEN

MECLIN. cloridrato de meclizina APSEN MECLIN cloridrato de meclizina APSEN FORMA FARMACÊUTICA Comprimido APRESENTAÇÕES Comprimidos de 25 mg em embalagem com 15 comprimidos. Comprimidos de 50 mg em embalagem com 15 comprimidos. USO ORAL USO

Leia mais

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Estes ácidos graxos também combatem a depressão, o diabetes e a obesidade Arenque é o peixe mais rico em ômega 3. Esses ácidos graxos são chamados de essenciais,

Leia mais

Benefícios da canela:

Benefícios da canela: 1 A informação fornecida por este e-book sobre alimentos termogênicos não é um substituto de uma consulta com o seu médico, nutricionista e professor de educação física e não deve ser interpretada como

Leia mais

Sibutramina. Comportamento alimentar

Sibutramina. Comportamento alimentar Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Sibutramina Sibutramina é uma amina terciária que sofre desmetilação rápida ao ser ingerida por animais

Leia mais

BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina

BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina APRESENTAÇÃO Embalagem com frasco

Leia mais

TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml

TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml USO TÓPICO USO ADULTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução tópica capilar contendo 0,25 mg de alfaestradiol. Embalagem com 1 frasco plástico

Leia mais

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS

DIABETES MELLITUS. Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS DIABETES MELLITUS Ricardo Rodrigues Cardoso Educação Física e Ciências do DesportoPUC-RS Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem atualmente cerca de 171 milhões de indivíduos diabéticos no mundo.

Leia mais

RESFENOL paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina

RESFENOL paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina RESFENOL paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Cápsulas: cartuchos com 20 e 120 cápsulas em blísteres e frasco de vidro com 20 cápsulas Gotas

Leia mais

Mangosteen10 % Garcinia mangostana. Alto poder antioxidante Fruta funcional Propriedades nutracêuticas

Mangosteen10 % Garcinia mangostana. Alto poder antioxidante Fruta funcional Propriedades nutracêuticas Mangosteen10 % Garcinia mangostana Alto poder antioxidante Fruta funcional Propriedades nutracêuticas Se tratando de fitoterápico: Nome científico: Garcinia mangostana L Sinônimos:mangostão, mangostão,

Leia mais

ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA

ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA ALENIA Fumarato de Formoterol/Budesonida 6/100mcg e 6/200mcg Cápsulas FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - ALENIA Embalagem contendo 60 cápsulas de ALENIA (fumarato de formoterol/budesonida) 6/100 mcg

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Abcd. Cardizem cloridrato de diltiazem

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Abcd. Cardizem cloridrato de diltiazem IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Abcd Cardizem cloridrato de diltiazem FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Comprimido de 30 mg: embalagem com 20 e 50 comprimidos. Comprimido de 60 mg: embalagem com 20 e 50

Leia mais

O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose. Depressão. Neurose

O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose. Depressão. Neurose O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose Depressão Neurose A A maior doença a hoje, não é a lepra ou a tuberculose, mas a sensação de abandono, de não ser amado. Madre Tereza de Calcutá Infarto Agudo do

Leia mais

Confira a lista dos 25 melhores alimentos para emagrecer:

Confira a lista dos 25 melhores alimentos para emagrecer: Emagrecer nem sempre é uma das tarefas mais simples. A fórmula parece simples (dieta + exercício + descanso) porém diferentes pessoas precisam de diferentes soluções. Uma coisa é certa: qualquer ajuda

Leia mais

Abcd. BUSCOFEM Ibuprofeno. APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS

Abcd. BUSCOFEM Ibuprofeno. APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS BUSCOFEM Ibuprofeno APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Cada cápsula contém 400 mg de ibuprofeno. Excipientes: macrogol, hidróxido

Leia mais

Esalerg gotas. Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. solução oral 1,25 mg/ml

Esalerg gotas. Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. solução oral 1,25 mg/ml Esalerg gotas Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. solução oral 1,25 mg/ml BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ESALERG GOTAS (desloratadina)

Leia mais

Aesculus hippocastanum

Aesculus hippocastanum Novarrutina Aesculus hippocastanum FITOTERÁPICO Parte utilizada: semente Nomenclatura botânica Nome científico: Aesculus hippocastanum Nome popular: Castanha da Índia Família: Hippocastanaceae. Formas

Leia mais

Corticóides na Reumatologia

Corticóides na Reumatologia Corticóides na Reumatologia Corticóides (CE) são hormônios esteróides produzidos no córtex (área mais externa) das glândulas suprarrenais que são dois pequenos órgãos localizados acima dos rins. São produzidos

Leia mais

ATENOL atenolol. Excipientes: laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, carbonato de magnésio, amido de milho e gelatina.

ATENOL atenolol. Excipientes: laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, carbonato de magnésio, amido de milho e gelatina. ATENOL atenolol I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ATENOL atenolol APRESENTAÇÕES Comprimidos simples de ATENOL 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos simples de ATENOL 50 mg em embalagem com 30

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada, favor proceder a sua leitura antes de utilizar o produto.

Esta bula é continuamente atualizada, favor proceder a sua leitura antes de utilizar o produto. Esta bula é continuamente atualizada, favor proceder a sua leitura antes de utilizar o produto. ALLEGRA D cloridrato de fexofenadina cloridrato de pseudoefedrina APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de

Leia mais

Menopausa x Gordura abdominal. Nutricionista Fernanda Machado Soares

Menopausa x Gordura abdominal. Nutricionista Fernanda Machado Soares Menopausa x Gordura abdominal Nutricionista Fernanda Machado Soares Menopausa É o período que marca o fim da última menstruação de uma mulher. O tempo dessa transição é chamado de climatério. Marca o fim

Leia mais

Hormônio do Crescimento

Hormônio do Crescimento Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Hormônio do Crescimento O Hormônio do Crescimento Humano é um dos muitos hormônios que tem sua produção

Leia mais

PROCTO-GLYVENOL tribenosídeo + lidocaína

PROCTO-GLYVENOL tribenosídeo + lidocaína MODELO DE TEXTO DE BULA PROCTO-GLYVENOL tribenosídeo + lidocaína TRATAMENTO LOCAL DAS HEMORRÓIDAS Formas farmacêuticas, via de administração e apresentações: Supositórios. Embalagens com 5 ou 10 supositórios.

Leia mais

Gotas (solução oral): frasco de vidro âmbar, com conta-gotas, contendo 20 ml. Cada 1 ml (20 gotas) contém 5,0 mg de dicloridrato de levocetirizina.

Gotas (solução oral): frasco de vidro âmbar, com conta-gotas, contendo 20 ml. Cada 1 ml (20 gotas) contém 5,0 mg de dicloridrato de levocetirizina. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Zyxem dicloridrato de levocetirizina APRESENTAÇÕES Gotas (solução oral): frasco de vidro âmbar, com conta-gotas, contendo 20 ml. Cada 1 ml (20 gotas) contém 5,0 mg de dicloridrato

Leia mais

HIDROCLOROTIAZIDA Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido Simples 50mg

HIDROCLOROTIAZIDA Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido Simples 50mg HIDROCLOROTIAZIDA Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido Simples 50mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: HIDROCLOROTIAZIDA Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÃO Comprimido

Leia mais

Capilarema. Laboratórios Baldacci Ltda. Comprimidos. 75 mg

Capilarema. Laboratórios Baldacci Ltda. Comprimidos. 75 mg Capilarema Laboratórios Baldacci Ltda. Comprimidos 75 mg CAPILAREMA aminaftona APRESENTAÇÕES Comprimidos simples de 75 mg cartucho contendo 30 ou 60 comprimidos. VIA ORAL - USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido

Leia mais

Bula AstraZeneca FORMAS FARMACÊUTICAS, VIAS DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÕES COMERCIALIZADAS

Bula AstraZeneca FORMAS FARMACÊUTICAS, VIAS DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÕES COMERCIALIZADAS Bula AstraZeneca CONFIDENCIAL I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO BRICANYL Broncodilatador sulfato de terbutalina 0,3 mg/ml FORMAS FARMACÊUTICAS, VIAS DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÕES COMERCIALIZADAS Xarope.

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO - BRICANYL COMPOSTO EXPECTORANTE

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO - BRICANYL COMPOSTO EXPECTORANTE BRICANYL Composto Expectorante IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO - BRICANYL COMPOSTO EXPECTORANTE BRICANYL Composto Expectorante sulfato de terbutalina / guaifenesina 0,3/13,3 mg/ml FORMAS FARMACÊUTICAS, VIAS

Leia mais

BAMBAIR* cloridrato de bambuterol. BAMBAIR Solução oral 1 mg/ml Frasco contendo 60 ml ou 120 ml + seringa dosadora.

BAMBAIR* cloridrato de bambuterol. BAMBAIR Solução oral 1 mg/ml Frasco contendo 60 ml ou 120 ml + seringa dosadora. Dizeres de Bula BAMBAIR* cloridrato de bambuterol FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES BAMBAIR Solução oral 1 mg/ml Frasco contendo 60 ml ou 120 ml + seringa dosadora. USO ADULTO E PEDIÁTRICO (crianças

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS ácido acetilsalicílico

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS ácido acetilsalicílico Modelo de Bula Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. AAS ácido acetilsalicílico FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES AAS Infantil comprimidos

Leia mais

Allexofedrin D EMS S/A. Comprimido revestido. 60 mg + 120 mg

Allexofedrin D EMS S/A. Comprimido revestido. 60 mg + 120 mg Allexofedrin D EMS S/A Comprimido revestido 60 mg + 120 mg Esta bula é continuamente atualizada, favor proceder a sua leitura antes de utilizar o produto. Allexofedrin D cloridrato de fexofenadina cloridrato

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Toplexil

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Toplexil SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Toplexil cloridrato de oxomemazina / guaifenesina / paracetamol FORMA

Leia mais

maleato de trimebutina

maleato de trimebutina maleato de trimebutina Althaia S.A. Indústria Farmacêutica Cápsulas Gelatinosas Mole 200 mg maleato de trimebutina Medicamento genérico Lei n o 9.787, de 1999. I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO APRESENTAÇÃO:

Leia mais

Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda.

Daiichi Sankyo Brasil Farmacêutica Ltda. IDENTIFICAÇÃO DO Loxonin loxoprofeno sódico MEDICAMENTO APRESENTAÇÕES LOXONIN é comercializado em caixas com 8, 15 ou 30 comprimidos de 60 mg. USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido de LOXONIN

Leia mais

RELEPTIN Irvingia gabonensis extrato

RELEPTIN Irvingia gabonensis extrato RELEPTIN Irvingia gabonensis extrato Redução de peso, colesterol e glicemia. Reduz medidas pela queima de gordura ao mesmo tempo em que controla a dislipidemia, reduzindo o colesterol LDL e triglicérides

Leia mais

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS

CETIRIZINA HISTACET 10 mg COMPRIMIDOS REVESTIDOS FOLHETO INFORMATIVO Leia atentamente este folheto antes de tomar o medicamento -Conserve este folheto: Pode ter necessidade de o reler. -Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. -Este

Leia mais

Solução Oral: Cada 5 ml de solução oral contém: paracetamol...200,00 mg maleato de

Solução Oral: Cada 5 ml de solução oral contém: paracetamol...200,00 mg maleato de Resfedryl paracetamol / clorfenamina fenilefrina Formas Farmacêuticas e Apresentações: Cápsula: Embalagem com 20, 100 e 200 cápsulas. Granulado para solução oral: Envelope contendo 5 g. Solução Oral: Frasco

Leia mais

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol.

Naxogin nimorazol. Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. Cada comprimido de Naxogin contém 500 mg de nimorazol. Naxogin nimorazol PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Naxogin Nome genérico: nimorazol Forma farmacêutica e apresentações: Naxogin 500 mg em embalagem contendo 8 comprimidos. USO ADULTO USO ORAL Composição:

Leia mais

TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Disciplina: Farmacologia Curso: Enfermagem TERAPÊUTICA DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA Professora: Ms. Fernanda Cristina Ferrari Controle da Pressão Arterial Sistêmica Controle Neural estimulação dos

Leia mais

SELOKEN comprimidos tartarato de metoprolol

SELOKEN comprimidos tartarato de metoprolol SELOKEN comprimidos tartarato de metoprolol I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO SELOKEN comprimidos tartarato de metoprolol APRESENTAÇÕES Comprimidos de 100 mg em embalagens com 20 comprimidos. VIA ORAL USO

Leia mais

cloridrato de ambroxol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999

cloridrato de ambroxol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 cloridrato de ambroxol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Xarope Pediátrico 3 mg/ml Xarope Adulto 6 mg/ml Modelo de Bula para Paciente IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

mesilato de doxazosina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999

mesilato de doxazosina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 mesilato de doxazosina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 2 mg / 4 mg FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO mesilato de doxazosina 2 mg / 4 mg Comprimidos - Embalagem contendo 30 comprimidos. USO ORAL

Leia mais

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1)

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) Redução dos sintomas de esquizofrenia. Fórmula Estrutural: Fórmula Molecular: (C 21 H 25 N 3 O 2 S) 2,C 4 H 4 O 4 Peso Molecular: 833,09 g/mol DCB: 07539 CAS: 111974-72-2

Leia mais

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI

Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI Biomassa de Banana Verde Integral- BBVI INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS Porção de 100g (1/2 copo) Quantidade por porção g %VD(*) Valor Energético (kcal) 64 3,20 Carboidratos 14,20 4,73 Proteínas 1,30 1,73 Gorduras

Leia mais

LORITIL Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 10mg

LORITIL Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 10mg LORITIL Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 10mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. Loritil loratadina

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL O QUE É ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? Qualidade e quantidades adequadas de alimentos que proporcionam os nutrientes necessários ao organismo PRINCÍPIOS PIOS E CARACTERÍSTICAS Variada Colorida

Leia mais

24 Alimentos para Combater a CELULITE

24 Alimentos para Combater a CELULITE 24 Alimentos para Combater a CELULITE Agradecimento e Informações Muito obrigado por baixar nosso guia com orientações sobre a prevenção e combate a celulite. Nosso objetivo é colaborar com a divulgação

Leia mais

VASCLIN mononitrato de isossorbida + ácido acetilsalicílico Cápsulas

VASCLIN mononitrato de isossorbida + ácido acetilsalicílico Cápsulas VASCLIN mononitrato de isossorbida + ácido acetilsalicílico Cápsulas USO ORAL USO ADULTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES Cápsulas com 40 mg de mononitrato de isossorbida e 100 mg de ácido acetilsalicílico.

Leia mais

Propil* propiltiouracila. Propil* comprimidos de 100 mg em embalagem contendo 30 comprimidos.

Propil* propiltiouracila. Propil* comprimidos de 100 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Propil* propiltiouracila I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Propil* Nome genérico: propiltiouracila APRESENTAÇÕES Propil* comprimidos de 100 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. VIA DE

Leia mais

A sua Loja de Produtos Naturais de Setúbal tem. .para si!

A sua Loja de Produtos Naturais de Setúbal tem. .para si! A sua Loja de Produtos Naturais de Setúbal tem NOVIDADES.para si! Novos produtos, novas especialidades de serviços de saúde e novas promoções, tudo a preços bastante acessíveis e pensados para garantir

Leia mais

BAMBEC cloridrato de bambuterol

BAMBEC cloridrato de bambuterol BAMBEC cloridrato de bambuterol I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO BAMBEC cloridrato de bambuterol APRESENTAÇÕES Solução oral de 1 mg/ml em frasco contendo 100 ml + 1 copo medida. VIA ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

MODELO DE BULA. ONTRAX cloridrato de ondansetrona

MODELO DE BULA. ONTRAX cloridrato de ondansetrona MODELO DE BULA ONTRAX cloridrato de ondansetrona Forma farmacêutica e apresentações: Caixas com 1 ampola de 2 ml de solução injetável com 4 mg/ 2mL Caixas com 20 ampolas de 2 ml de solução injetável com

Leia mais

desloratadina EMS S/A xarope 0,5 mg/ml

desloratadina EMS S/A xarope 0,5 mg/ml desloratadina EMS S/A xarope 0,5 mg/ml IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO desloratadina FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Xarope: - 0,5 mg/ml em embalagem com 1 frasco com 60 ou 100 ml acompanhado de uma seringa

Leia mais

DETRUSITOL LA tartarato de tolterodina. APRESENTAÇÕES Detrusitol LA cápsulas de liberação prolongada de 4 mg em embalagens contendo 7 ou 30 cápsulas.

DETRUSITOL LA tartarato de tolterodina. APRESENTAÇÕES Detrusitol LA cápsulas de liberação prolongada de 4 mg em embalagens contendo 7 ou 30 cápsulas. DETRUSITOL LA tartarato de tolterodina I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Detrusitol LA Nome genérico: tartarato de tolterodina APRESENTAÇÕES Detrusitol LA cápsulas de liberação prolongada

Leia mais

RESFENOL. Kley Hertz S/A Indústria e Comércio Cápsulas 400mg paracetamol + 4mg maleato de clorfeniramina + 4mg cloridrato de fenilefrina

RESFENOL. Kley Hertz S/A Indústria e Comércio Cápsulas 400mg paracetamol + 4mg maleato de clorfeniramina + 4mg cloridrato de fenilefrina Kley Hertz S/A Indústria e Comércio Cápsulas 400mg paracetamol + 4mg maleato de clorfeniramina + 4mg cloridrato de fenilefrina paracetamol maleato de clorfeniramina cloridrato de fenilefrina APRESENTAÇÃO

Leia mais

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico?

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? Dica de Bolso Agrotóxicos O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? 12 1 O QUE SÃO AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, também chamados de pesticidas, praguicidas, biocidas, fitossanitários,

Leia mais

Granola Soft. Benefícios

Granola Soft. Benefícios Granola Soft A granola é um mix de cereais, castanhas e frutas secas que contêm vitaminas, proteínas, nutrientes, muitas fibras e outros componentes importantes para o equilíbrio do organismo e para controle

Leia mais

Butylene Glycol; Water (Aqua); Dihydromyricetin. Modelador do tecido adiposo: a solução cosmética para o tratamento da gordura localizada.

Butylene Glycol; Water (Aqua); Dihydromyricetin. Modelador do tecido adiposo: a solução cosmética para o tratamento da gordura localizada. Produto INCI Definição MYRICELINE Butylene Glycol; Water (Aqua); Dihydromyricetin Modelador do tecido adiposo: a solução cosmética para o tratamento da gordura localizada. Propriedades Os tratamentos cosméticos

Leia mais

ARTREN diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg

ARTREN diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg ARTREN diclofenaco sódico Merck S/A Cápsulas 100 mg Artren diclofenaco sódico APRESENTAÇÕES Embalagens contendo 10 cápsulas. USO ORAL - USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada cápsula contém: diclofenaco sódico...100

Leia mais

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina

Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Carbonato de Cálcio, Vitamina D com Bifosfonados ou Raloxifeno ou Calcitonina Eu, (nome do paciente(a) abaixo identificado(a) e firmado(a)), declaro ter sido

Leia mais

MODELO DE BULA IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: FAMOX famotidina

MODELO DE BULA IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: FAMOX famotidina MODELO DE BULA IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: FAMOX famotidina Comprimidos de 20 mg: embalagem com 10 comprimidos. Comprimidos de 40 mg: embalagem com 10 comprimidos. USO ADULTO USO ORAL Composições completas:

Leia mais

CÁPSULAS 400mg Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda.

CÁPSULAS 400mg Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. BUSCOFEM (ibuprofeno) CÁPSULAS 400mg Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Buscofem ibuprofeno APRESENTAÇÕES Cápsulas de 400 mg: embalagens com 10 e 50 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO

Leia mais

Naratrin EMS S/A. Comprimido revestido. 2,5mg

Naratrin EMS S/A. Comprimido revestido. 2,5mg Naratrin EMS S/A Comprimido revestido 2,5mg Naratrin comprimido revestido bula do paciente I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Naratrin Cloridrato de naratriptana APRESENTAÇÕES Cloridrato de naratriptana

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

loratadina Merck S/A Comprimidos revestidos 10 mg

loratadina Merck S/A Comprimidos revestidos 10 mg loratadina Merck S/A revestidos 10 mg loratadina Medicamento genérico Lei nº 9.797, de 1999 APRESENTAÇÕES revestidos de 10 mg em embalagem com 12 comprimidos. USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE

BULA PARA O PACIENTE BULA PARA O PACIENTE FURP-PROPRANOLOL 40 mg Comprimido cloridrato de propranolol APRESENTAÇÃO Comprimido simples Embalagem com 20 comprimidos de 40 mg. USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada

Leia mais

SELOKEN injetável tartarato de metoprolol. Solução injetável de 5 mg (1 mg/ml) em embalagens com 5 ampolas contendo 5 ml cada

SELOKEN injetável tartarato de metoprolol. Solução injetável de 5 mg (1 mg/ml) em embalagens com 5 ampolas contendo 5 ml cada SELOKEN injetável tartarato de metoprolol I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO SELOKEN injetável tartarato de metoprolol APRESENTAÇÕES Solução injetável de 5 mg (1 mg/ml) em embalagens com 5 ampolas contendo

Leia mais

FANCLOMAX FANCICLOVIR

FANCLOMAX FANCICLOVIR MODELO DE BULA FANCLOMAX FANCICLOVIR Apresentações: Cartucho contendo 1 blister com 10 comprimidos de 125 mg cada Cartucho contendo 1 blister com 7 comprimidos de 250 mg cada Cartucho contendo 3 blísteres

Leia mais

Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina

Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina Eu, ( nome do(a) paciente), abaixo identificado(a) e firmado(a), declaro ter sido informado(a) claramente

Leia mais

FITOTERAPIA. Uma alternativa para a saúde... As terapias alternativas e complementares são consideradas holísticas.

FITOTERAPIA. Uma alternativa para a saúde... As terapias alternativas e complementares são consideradas holísticas. FITOTERAPIA Uma alternativa para a saúde... < Entenda mais um pouco sobre orientação alimentar > As terapias alternativas e complementares são consideradas holísticas. Derivadas da palavra holos, que significa

Leia mais

Flextoss. Xarope Adulto 3mg/mL, Xarope Pediátrico 1,5mg/mL e Solução oral/gotas 30mg/mL

Flextoss. Xarope Adulto 3mg/mL, Xarope Pediátrico 1,5mg/mL e Solução oral/gotas 30mg/mL Flextoss Xarope Adulto 3mg/mL, Xarope Pediátrico 1,5mg/mL e Solução oral/gotas 30mg/mL MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE Flextoss dropropizina APRESENTAÇÕES Xarope Adulto

Leia mais

Chá Verde. 25 Razões para começar a tomar agora mesmo. Hacer click para continuar

Chá Verde. 25 Razões para começar a tomar agora mesmo. Hacer click para continuar Chá Verde 25 Razões para começar a tomar agora mesmo Hacer click para continuar O chá verde converteu-se numa bebida cada vez mais popular em nível mundial, devido aos seus poderosos benefícios para a

Leia mais

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Viabom 50 mg comprimidos Dimenidrinato APROVADO EM Este folheto contém informações importantes para si. Leia-o atentamente. Este medicamento pode ser adquirido

Leia mais

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC Índice de Massa Corporal Classificação quanto a Distribuição de Gordura: Difusa: distribuição generalizada por todo o corpo Androide: relacionada a

Leia mais

Forma farmacêutica e apresentação: Comprimido revestido. Display contendo 25 blísteres com 6 comprimidos revestidos.

Forma farmacêutica e apresentação: Comprimido revestido. Display contendo 25 blísteres com 6 comprimidos revestidos. LACTO-PURGA bisacodil 5mg Forma farmacêutica e apresentação: Comprimido revestido. Display contendo 25 blísteres com 6 comprimidos revestidos. USO ADULTO E PEDIÁTRICO (crianças acima de 4 anos) USO ORAL

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE MICOSTATIN (nistatina) SUSPENSÃO ORAL

BULA PARA O PACIENTE MICOSTATIN (nistatina) SUSPENSÃO ORAL BULA PARA O PACIENTE MICOSTATIN (nistatina) SUSPENSÃO ORAL MICOSTATIN nistatina USO ORAL APRESENTAÇÃO MICOSTATIN 100.000 UI/mL é apresentado em cartuchos com frasco de vidro âmbar contendo 60 ml, com conta-gotas

Leia mais

LORANIL loratadina Comprimidos revestidos 10 mg Xarope 1 mg/ml

LORANIL loratadina Comprimidos revestidos 10 mg Xarope 1 mg/ml LORANIL loratadina Comprimidos revestidos 10 mg Xarope 1 mg/ml USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO (ACIMA DE 2 ANOS) FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Comprimido revestido com 10 mg de loratadina. Embalagem

Leia mais

Drenol hidroclorotiazida. Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Cada comprimido de Drenol contém 50 mg de hidroclorotiazida.

Drenol hidroclorotiazida. Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Cada comprimido de Drenol contém 50 mg de hidroclorotiazida. Drenol hidroclorotiazida PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Drenol Nome genérico: hidroclorotiazida Forma farmacêutica e apresentações: Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. USO ADULTO

Leia mais

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. MODELO DE BULA Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento. NATURETTI Senna alexandrina Miller + Cassia fistula 28,9 mg + 19,5 mg Espécie vegetal

Leia mais

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA SEROTONINA Serotonina: funções e distribuição Receptores centrais e periféricos Neurotransmissor: neurônios

Leia mais

BULA DE NALDECON DIA Comprimidos

BULA DE NALDECON DIA Comprimidos BULA DE NALDECON DIA Comprimidos NALDECON DIA paracetamol 800mg cloridrato de fenilefrina 20mg Sem anti-histamínico Não causa sonolência COMBATE OS SINTOMAS DA GRIPE Dores em geral Febre Congestão nasal

Leia mais

AVICIS alfaestradiol 0,025% Solução Capilar FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO

AVICIS alfaestradiol 0,025% Solução Capilar FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO MODELO DE BULA (COMPLETA) AVICIS alfaestradiol 0,025% Solução Capilar FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO Solução para uso tópico no couro cabeludo. Embalagens com 1 frasco plástico

Leia mais

mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999

mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 mirtazapina Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES mirtazapina 30 mg. Embalagem contendo 7, 14 ou 28 comprimidos revestidos. mirtazapina 45 mg. Embalagem contendo

Leia mais

Slow-K cloreto de potássio

Slow-K cloreto de potássio Slow-K cloreto de potássio Formas Farmacêuticas e Apresentações Drágeas. Embalagens com 10 ou 20 drágeas. USO ADULTO Composição Cada drágea de Slow-K contém: Cloreto de potássio (equivalente a 315 mg de

Leia mais

Hipert r en e são ã A rteri r a i l

Hipert r en e são ã A rteri r a i l Hipertensão Arterial O que é a Pressão Arterial? Coração Bombeia sangue Orgãos do corpo O sangue é levado pelas artérias Fornece oxigénio e nutrientes Quando o sangue é bombeado gera uma pressão nas paredes

Leia mais

Suplementos de A a Z

Suplementos de A a Z Suplementos de A a Z Hoje existe uma enorme lista de suplementos nas lojas. Mas para que servem? Descubra o que a tecnologia alimentícia pode fazer por você. Otimizar os resultados dos treinos, aumentar

Leia mais

Esalerg. Aché Laboratórios Farmacêuticos comprimidos revestidos 5 mg

Esalerg. Aché Laboratórios Farmacêuticos comprimidos revestidos 5 mg Esalerg Aché Laboratórios Farmacêuticos comprimidos revestidos 5 mg BULA PARA PACIENTE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ESALERG (desloratadina) APRESENTAÇÕES

Leia mais

MODELO DE TEXTO DE BULA. Pepsamar comprimidos mastigáveis cartucho contendo 50 ou 200 comprimidos mastigáveis.

MODELO DE TEXTO DE BULA. Pepsamar comprimidos mastigáveis cartucho contendo 50 ou 200 comprimidos mastigáveis. MODELO DE TEXTO DE BULA PEPSAMAR hidróxido de alumínio Formas farmacêuticas e apresentações Pepsamar comprimidos mastigáveis cartucho contendo 50 ou 200 comprimidos mastigáveis. Via oral USO ADULTO Composição

Leia mais

IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg

IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg Esta bula sofreu aumento no tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente

Leia mais