2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2"

Transcrição

1

2 2

3 3 Comentário

4 4

5 5

6 6

7 7

8 8

Roteiro Trabalho Educação Física E11A. Apresentação prática

Roteiro Trabalho Educação Física E11A. Apresentação prática Comentado [PC1]: Roteiro Trabalho Educação Física E11A Apresentação prática - Grupo 1- Triatlo: 24/05 - Grupo 2 Tênis: 24/05 - Grupo 3 Atletismo: 24/05 - Grupo 4 Ginástica artística: 31/05 - Grupo 5 Tênis

Leia mais

ESTUDO DAS FUNÇÕES DO SCO. Capitão PMSC ARAÚJO GOMES

ESTUDO DAS FUNÇÕES DO SCO. Capitão PMSC ARAÚJO GOMES ESTUDO DAS FUNÇÕES DO SCO defesacivilgomes@yahoo.com.br ASSUNTO Descreve e comenta as principais funções previamente padronizadas pelo SCO, enfatizando a característica de capacidade para múltiplos riscos.

Leia mais

PEGASUS RESERVA DE JAZIGOS

PEGASUS RESERVA DE JAZIGOS PEGASUS RESERVA DE JAZIGOS 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. Configurações iniciais... 3 Cadastro de Cemitério... 3 Cadastro de Equipes... 4 Cadastro de Funerárias (Agencias de reserva)... 5 Cadastro de

Leia mais

3.1.1) Descreva as principais atividades de pós-graduação coordenadas pelo Departamento nos últimos 10 anos.

3.1.1) Descreva as principais atividades de pós-graduação coordenadas pelo Departamento nos últimos 10 anos. Departamento: PSC Imprimir 3) ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO 3.1) Aspectos Gerais da Pós-Graduação 3.1.1) Descreva as principais atividades de pós-graduação coordenadas pelo Departamento nos últimos 10 anos.

Leia mais

AVALIAÇÃO DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA

AVALIAÇÃO DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA Curso: Sistemas de Informação Professor: Marcelo Perecim Semestre: 8º Data:01/12/2010 AVALIAÇÃO DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA Nome: Nome: Deverão ser avaliados 6 sites que utilizam recursos de Web 2.0, quanto

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES MESTRADOS - NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES E REALIZAÇÃO DAS PROVAS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DAS DISSERTAÇÕES A prova de Mestrado consiste na discussão pública e defesa da dissertação. As dissertações

Leia mais

"Manual de uso do Sistema De Olho nas Metas

Manual de uso do Sistema De Olho nas Metas "Manual de uso do Sistema De Olho nas Metas 1 Índice Geral Cadastro de usuário... 4 Acesso ao sistema... 5 Menu de usuário... 5 Segurança... 5 2 Editar perfil... 6 Seguindo... 6 Comentar uma meta... 7

Leia mais

Por que devo discipular?

Por que devo discipular? Por que devo discipular? Muito me alegrei (...) que falaram a respeito da sua fidelidade, de como você continua andando na verdade. Não tenho alegria maior do que ouvir que meus filhos estão andando na

Leia mais

Criando uma Agenda de Reuniões

Criando uma Agenda de Reuniões Criando uma Agenda de Reuniões A Agenda de Reuniões permite ao professor agendar compromissos com seus alunos, especificando os períodos em que estará disponível para ver os alunos e a duração de cada

Leia mais

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco. Prova Escrita de Geografia

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco. Prova Escrita de Geografia Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata Questão 1 A zona costeira do Brasil apresenta considerável diversidade de ecossistemas, com os espaços

Leia mais

TEORIA DAS TRÊS IDADES

TEORIA DAS TRÊS IDADES TEORIA DAS TRÊS IDADES (CICLO VITAL DOS DOCUMENTOS/ ESTÁGIO DE EVOLUÇÃO DOS ARQUIVOS) CICLO DE VIDA DOS DOCUMENTOS É O PRINCÍPIO NORTEADOR DA GESTÃO DE DOCUMENTOS 1 Jean Jacques Valette (1973) O ciclo

Leia mais

DISCIPLINA TECNOLOGIA DE SISTEMAS CONSTRUTIVOS

DISCIPLINA TECNOLOGIA DE SISTEMAS CONSTRUTIVOS DISCIPLINA TECNOLOGIA DE SISTEMAS CONSTRUTIVOS 1 Ementa Processos, tecnologias e elementos construtivos. Modulação. Exigências funcionais e exigências e especificações de desempenho. Pré-fabricação. Sistemas

Leia mais

Considerando que as informações apresentadas no texto acima têm caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

Considerando que as informações apresentadas no texto acima têm caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema. Questão A conexão entre política social e serviço social no Brasil surgiu com o incremento da intervenção estatal, por meio de processos de modernização conservadora no Brasil, a partir dos anos

Leia mais

A pedagogia do discipulado

A pedagogia do discipulado A pedagogia do discipulado Nós o proclamamos, advertindo e ensinando a cada um com toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo. Para isso eu me esforço, lutando conforme a

Leia mais

Avaliação de IHC - Introdução

Avaliação de IHC - Introdução 1 Avaliação de IHC - Introdução Aula 5 20/03/2013 2 Roteiro da Aula Preâmbulo Avaliação: aspectos subjetivos e objetivos Avaliação de IHC O que é Avaliação Profissional Exercício Entregar respostas até

Leia mais

Festa de Confraternização UNIFORJA

Festa de Confraternização UNIFORJA Janeiro / Fevereiro 2012 Aconteceu Visita Fundação Florestan Encontro com o Gestor da Qualidade N o d i a 2 4. 11. 11, recebemos a visita de um grupo de alunos da Fundação Florestan Fernandes. Os mesmos

Leia mais

O O CONTROLE SOCIAL E AS ORGANIZAÇÕES POR LOCAL DE TRABALHO. Admilson Machado Ramos GEAST/Recife

O O CONTROLE SOCIAL E AS ORGANIZAÇÕES POR LOCAL DE TRABALHO. Admilson Machado Ramos GEAST/Recife O O CONTROLE SOCIAL E AS ORGANIZAÇÕES POR LOCAL DE TRABALHO Admilson Machado Ramos GEAST/Recife CONTROLE SOCIAL CONCEITO FORMAS DE ATUAÇÃO FORMA DE APRESENTAÇÃO ORGANIZAÇÕES POR LOCAL DE TRABALHO - OLT

Leia mais

Possíveis alterações na Legislação Federal. São Paulo, SP Setembro/2013

Possíveis alterações na Legislação Federal. São Paulo, SP Setembro/2013 Possíveis alterações na Legislação Federal São Paulo, SP Setembro/2013 Breve histórico Alterações na Legislação Federal Proposta original Oficialização da contabilidade fiscal Criação do "LAC - livro de

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO Relatório de Estágio é um instrumento através do qual o aluno - estagiário expõe os resultados das atividades desenvolvidas durante o estágio, bem

Leia mais

FACCAMP MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL. Faculdade Campo Limpo Paulista CAMPO LIMPO PAULISTA

FACCAMP MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL. Faculdade Campo Limpo Paulista CAMPO LIMPO PAULISTA FACCAMP Faculdade Campo Limpo Paulista MANUAL DE S COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CAMPO LIMPO PAULISTA MANUAL DE S COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGRAS GERAIS: O aluno deverá

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES:

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: 1/5 ATIVIDADES: DESCRIÇÃO: COMPROVAÇÃO E AVALIAÇÃO: 01 1. Atuações junto aos Centros e Núcleos: 02 2. Atividades acompanhadas por profissional especializado, em área afim ao curso.(diferenciado do Estágio

Leia mais

TUTORIAL PARA O USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA

TUTORIAL PARA O USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA TUTORIAL PARA O USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA A partir deste tutorial, você conhecerá, como e onde serão postadas suas Aulas Virtuais, que o conduzirão para as atividades de ensino e de aprendizagem!

Leia mais

Traçado de redes de fluxo

Traçado de redes de fluxo Traçado de redes de fluxo GEOTECNIA II SLIDES 04 / AULA 07 Prof. MSc. Douglas M. A. Bittencourt prof.douglas.pucgo@gmail.com Tipos de fluxo Fluxo confinado Quando se tem todas as condições de contorno

Leia mais

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco. Prova Escrita de Política Internacional

Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco. Prova Escrita de Política Internacional Ministério das Relações Exteriores Instituto Rio Branco Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata Questão 1 Um dos traços marcantes da política internacional após a Segunda Guerra Mundial foi a expansão

Leia mais

Aula 27 - Agendamento de Tarefas (CRONTAB)

Aula 27 - Agendamento de Tarefas (CRONTAB) Aula 27 - Agendamento de Tarefas (CRONTAB) Juliana Camilo Inácio Instituto Federal de Santa Catarina Campus São José juliana.camilo@ifsc.edu.br 14 de Outubro de 2013 Juliana (IFSC) Aula 27 - Agendamento

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular COMPLEMENTOS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

Manual dos Responsáveis

Manual dos Responsáveis Manual dos Responsáveis PROCESSO DE INCLUSÃO DO ALUNO NA INSTITUIÇÃO SOCIAL CONVENIADA COM O NÚCLEO DE PROJETO COMUNITÁRIO. SUMÁRIO A) Acolhida do aluno na instituição...3 A.1) Comprovante de inscrição...3

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular PROJECTO APLICADO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos

A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos A abertura de unidade propõe atividades que estimulam os alunos a resolver situações cotidianas utilizando e valorizando os conhecimentos matemáticos como ferramentas necessárias. Abertura de unidade Aprender

Leia mais

Técnico Padrão. Padrão - CAD/TQS e CAD/Alvest. Objetivos - CAD/TQS

Técnico Padrão. Padrão - CAD/TQS e CAD/Alvest. Objetivos - CAD/TQS Técnico Padrão Padrão - CAD/TQS e CAD/Alvest Objetivos - CAD/TQS Dar uma visão geral dos sistemas, explicar o funcionamento dos principais menus, apresentar diversos fluxogramas gerais de operação e fornecer

Leia mais

DISCIPLINA: MEIO-FUNDO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

DISCIPLINA: MEIO-FUNDO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS MEIO-FUNDO 239 DOMÍNIO DAS TÉCNICAS FASES / NÍVEIS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS - Relacionar o regime aeróbico com a sensação de fadiga. - Aquisição da noção de corrida regular. I- Ensino/Aprendizagem - Correr

Leia mais

María Esmeralda Ballestero-Alvarez

María Esmeralda Ballestero-Alvarez 6.1.5 Integração de equipes 6.1.5 Integração de equipes Este capítulo trata o seguinte tema: Ferramentas usadas pelas técnicas de estruturação: Em especial contempla, descreve e detalha a integração de

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM III Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO ASSISTENTE SOCIAL - 2011 2ª FASE PROVA DISSERTATIVA

CONCURSO PÚBLICO ASSISTENTE SOCIAL - 2011 2ª FASE PROVA DISSERTATIVA CONCURSO PÚBLICO ASSISTENTE SOCIAL - 2011 2ª FASE PROVA DISSERTATIVA Nome: RG: CADERNO DE QUESTÕES QUESTÃO 01 Marilda Iamamoto, em seu livro O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional

Leia mais

SIMULADO COMENTADO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA

SIMULADO COMENTADO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA SIMULADO COMENTADO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA Prof. Quilelli 1 ) Uma dívida contraída à taxa de juros simples de 10% ao mês, deverá ser paga em duas parcelas, respectivamente iguais a R$ 126,00, daqui a

Leia mais

REGISTRO DE ACOMPANHAMENTO DA EQUIPE GESTORA DA UNIDADE ESCOLAR (ANEXO II)

REGISTRO DE ACOMPANHAMENTO DA EQUIPE GESTORA DA UNIDADE ESCOLAR (ANEXO II) REGISTRO DE ACOMPANHAMENTO DA EQUIPE GESTORA DA UNIDADE ESCOLAR (ANEXO II) O presente documento objetiva o registro da observação da atuação dos docentes da Rede Municipal de Barueri, envolvidos no processo

Leia mais

Roteiro para Elaboração de Projetos de Investimento Simplificado

Roteiro para Elaboração de Projetos de Investimento Simplificado Roteiro para Elaboração de Projetos de Investimento Simplificado 1. CADASTRO Dados cadastrais da empresa, dos sócios e informações adicionais da empresa fichas de cadastro pessoa jurídica e pessoa física.

Leia mais

Computação Eletrônica

Computação Eletrônica Computação Eletrônica Arrays Bidimensionais Matrizes Observação: Material da Disciplina Computação Eletrônica CIN/UFPE. Matriz Como declarar: var : array [N1..N2, N3..N4] of

Leia mais

AppFashion www.appfashion.com.br Contato comercial: 11 2050 6323 appfashion@millennium.com.br

AppFashion www.appfashion.com.br Contato comercial: 11 2050 6323 appfashion@millennium.com.br AppFashion www.appfashion.com.br Contato comercial: 11 2050 6323 appfashion@millennium.com.br O Futuro é móvel Há 5 bilhões de celulares no mundo e mais de 40 milhões de iphones e ipod Touches, sendo aproximadamente

Leia mais

Curso de Formação. Curso de formação para a utilização do Excel na Atividade Docente (Data de início: 30/10/2014 - Data de fim: 27/11/2014)

Curso de Formação. Curso de formação para a utilização do Excel na Atividade Docente (Data de início: 30/10/2014 - Data de fim: 27/11/2014) Curso de Formação Curso de formação para a utilização do Excel na Atividade Docente (Data de início: 30/10/2014 - Data de fim: 27/11/2014) I - Autoavaliação (formandos) A- Motivação para a Frequência da

Leia mais

Campus Brasília FEIRA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2013. 2ª Olimpíada Interna de Programação - OIP

Campus Brasília FEIRA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2013. 2ª Olimpíada Interna de Programação - OIP Campus Brasília FEIRA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2013 2ª Olimpíada Interna de Programação - OIP REGULAMENTO Outubro de 2013 Regulamento 1 Responsabilidade A 2ª Olimpíada Interna de Programação (OIP) é uma

Leia mais

MÁQUINAS ELÉCTRICAS I

MÁQUINAS ELÉCTRICAS I SECÇÃO DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS E ELECTRÓNICA DE POTÊNCIA MÁQUINAS ELÉCTRICAS I Máquina Corrente Contínua 2005/2006 1. Máquina Corrente Contínua Objectivos do trabalho: Parte I: Ensaio dos motores de corrente

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA HISTÓRIA

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA HISTÓRIA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimentos Sociais. Aula 13. 1 Conteúdo O sistema colonial em crise: os fatores da crise; A Revolta de Tupac Amaru; Reflexos

Leia mais

Relatório de Tarefas do Ensino Fundamental II

Relatório de Tarefas do Ensino Fundamental II Relatório de Tarefas do Ensino Fundamental II Turma: 183 Data: 23/11/2012 Sem livro de anotação de tarefas Data: 22/11/2012 Data: 21/11/2012 Página 171 e 172 ex. 2,3 e 4 apostila 11 Data: 20/11/2012 Data:

Leia mais

1ª Actividade Formativa

1ª Actividade Formativa 1ª Actividade Formativa 1. Foi feito um inquérito a um grupo de 40 compradores de carros novos, de determinada marca, para determinar quantas reparações ou substituições de peças foram feitas durante o

Leia mais

ANO XXIII 09/09/2015. Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING. Nesta edição: Clipping Geral Saúde Procon-MG

ANO XXIII 09/09/2015. Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING. Nesta edição: Clipping Geral Saúde Procon-MG ANO XXIII 185 09/09/2015 Superintendência de Comunicação Integrada CLIPPING Nesta edição: Clipping Geral Saúde Procon-MG EDIÇÃO DO BRASIL - MG - P. 08-05.09.2015 2 CONT... EDIÇÃO DO BRASIL - MG - P. 08-05.09.2015

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 15 APRESENTAÇÃO... 17

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 15 APRESENTAÇÃO... 17 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 15 APRESENTAÇÃO... 17 ABREVIATURAS... 19 CAPÍTULO I CONCEITOS FUNDAMENTAIS... 21 1.1. Introdução à arquivologia... 21 1.1.1. Evolução da comunicação e suportes da informação...

Leia mais

Retratos da Sociedade Brasileira: Inclusão Financeira

Retratos da Sociedade Brasileira: Inclusão Financeira Pesquisa CNI - IBOPE Retratos da Sociedade Brasileira: Inclusão Financeira Junho de 2012 SUMÁRIO: Meios de pagamento Transferência de dinheiro Conta corrente e poupança Endividamento Reserva de dinheiro

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE JÁCOME RATTON

ESCOLA SECUNDÁRIA DE JÁCOME RATTON ESCOLA SECUNDÁRIA DE JÁCOME RATTON 8º Ano MATEMÁTICA Setembro/2010 Tópico de Aprendizagem Semelhanças Tarefa nº2 Razão de semelhança Nome Razão de semelhança Observa as seguintes figuras, em que uma fotografia

Leia mais

Dicas de segurança: permaneça com o multímetro desconectado do circuito quando fizer uso da chave seletora!

Dicas de segurança: permaneça com o multímetro desconectado do circuito quando fizer uso da chave seletora! Orientações Como usar o multímetro: Para as medidas da corrente elétrica, tensão e resistência nos circuitos elétricos pode ser utilizado um multímetro digital de baixo custo, como mostra a figura 7. Observe

Leia mais

PLANO DE AULA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Bento Gonçalves

PLANO DE AULA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Bento Gonçalves PLANO DE AULA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Bento Gonçalves Projeto PIBID-IFRS-BG Área: Física Plano de Aula para Aplicação de Atividade Experimental Nº

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA PROVA MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO

ESTRATÉGIAS PARA PROVA MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO ESTRATÉGIAS PARA PROVA TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO CICLO E3R PREPARO PARA O OBJETIVO DO MÓDULO SEU MAIOR CONCORRENTE É VOCÊ. SE VOCÊ IDENTIFICA OS PRÓPRIOS ERROS

Leia mais

ECONOMIA MÓDULO 17. AS ELASTICIDADES DA DEMANDA (continuação)

ECONOMIA MÓDULO 17. AS ELASTICIDADES DA DEMANDA (continuação) ECONOMIA MÓDULO 17 AS ELASTICIDADES DA DEMANDA (continuação) Índice 1. As Elasticidades da Demanda (continuação)...3 1.1. Elasticidade-preço cruzada da demanda... 3 1.2. Elasticidade-renda da demanda...

Leia mais

1. Você já conhecia o Theatro Municipal? sim 16 não 16

1. Você já conhecia o Theatro Municipal? sim 16 não 16 1. Você já conhecia o Theatro Municipal? sim 16 não 16 Não 50% Sim 50% 2. Você já conhecia o Museu do Theatro Municipal? sim 4 não 28 sim 12% não 8 3. Você já tinha assistido a uma ópera antes? sim 12

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS TRANSISTORES BIPOLARES DE JUNÇÃO Parte 1

LISTA DE EXERCÍCIOS TRANSISTORES BIPOLARES DE JUNÇÃO Parte 1 Campus Serra COORDENADORIA DE AUTOMAÇÂO INDUSTRIAL Disciplina: ELETRÔNICA BÁSICA Professores: Bene Régis Figueiredo Turma AN1 Vinícius Secchin de Melo Turma AM1 LISTA DE EXERCÍCIOS TRANSISTORES BIPOLARES

Leia mais

Ética Geral e Profissional

Ética Geral e Profissional Prof. Nicia Nogueira Diógenes Abreu niciands@gmail.com Prof. Eurípedes Brito Cunha Júnior britojunior@gmail.com Apresentação dos Professores Apresentação da disciplina Apresentação da metodologia de avaliação

Leia mais

LISTA DE LIVROS NOVOS

LISTA DE LIVROS NOVOS LISTA DE LIVROS NOVOS ADMINISTRAÇÃO Autor: CHIAVENATO, Idalberto Título: Introdução à teoria geral da administração Edição: 4. ed Local: Barueri Editora: Manole. DIREITO ADMINISTRATIVO Título: Licitações

Leia mais

Manual do Fórum do Meio Ambiente. Propõe instruções para primeiro acesso e funcionalidades básicas do sistema.

Manual do Fórum do Meio Ambiente. Propõe instruções para primeiro acesso e funcionalidades básicas do sistema. Manual do Fórum do Meio Ambiente Propõe instruções para primeiro acesso e funcionalidades básicas do sistema. Coordenação de Modernização CMO Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia Versão 1.0 2012

Leia mais

Painel 2: Saúde da comunidade

Painel 2: Saúde da comunidade Painel 2: Saúde da comunidade Sistemas de Informação de Apoio à Decisão Ligia Barroso (USP/Brasil) Rodrigo Silva (ESRI/Portugal) Comentador José Tenedório Relatores Paulo Peiter Maria de Fátima Pina Ligia

Leia mais

6. TREINAMENTO 6.1. INTRODUÇÃO

6. TREINAMENTO 6.1. INTRODUÇÃO 6. TREINAMENTO 6. TREINAMENTO 6.1. INTRODUÇÃO Como comentado anteriormente, o treinamento é um atividade sumamente importante quanto de trata de aplicação de um Plano de Gerenciamento de Risco. Como foi

Leia mais

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO

NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E EXTENSÃO 1. Caracterização do Problema (máximo 1 página) Descrever objetivamente, com o apoio da literatura, o problema focalizado, sua relevância no contexto

Leia mais

2 (1 valor) - Calcule o esforço e a duração necessárias para o desenvolvimento de cada aplicação smartphone, de acordo com o COCOMO.

2 (1 valor) - Calcule o esforço e a duração necessárias para o desenvolvimento de cada aplicação smartphone, de acordo com o COCOMO. Como gestor de projeto na empresa XYZ foi-lhe pedido para planear um projeto de desenvolvimento de um produto que permita aos seus utilizadores guardar a sua informação clínica no telemóvel e transferi-la,

Leia mais

MEMÓRIA DA 1º REUNIÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO INEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE CHAPECÓ

MEMÓRIA DA 1º REUNIÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO INEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE CHAPECÓ MEMÓRIA DA 1º REUNIÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO INEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE CHAPECÓ Data: 28 de março de 2014 Local: Prefeitura Municipal de Chapecó Horário: Das 08:30 às 10:00 horas Pauta: 1 - Boas

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I e II

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I e II ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DO PIAUÍ CURSO: BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO TURMA: RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I e II NOME DO ALUNO TERESINA PI / 2010 NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I

Leia mais

QUESTÃO 2: A respeito do diagrama de caso de uso apresentado, assinale a alternativa correta.

QUESTÃO 2: A respeito do diagrama de caso de uso apresentado, assinale a alternativa correta. CURSO DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008/1 4º PERÍODO 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE SOFTWARE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Podemos definir UML

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 12/2015 Campus São João del-rei

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 12/2015 Campus São João del-rei CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO Tema 01: ELETRICIDADE BÁSICA E CIRCUITOS EM CC Um fabricante de isoladores informa que seu produto, no formato de um cilindro, como mostrado na Figura

Leia mais

CP 13/11 - PROCURADOR DO ESTADO FASE INTERMEDIÁRIA CADERNO DE QUESTÕES GRUPO II

CP 13/11 - PROCURADOR DO ESTADO FASE INTERMEDIÁRIA CADERNO DE QUESTÕES GRUPO II ^^^^^^^^^^^^^^^íam^^m^s^^km^^^^^^ã ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO 13 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE CARGOS NA CLASSE INICIAL DA CARREIRA DE PROCURADOR

Leia mais

Gestão de Eventos AULA 7. Temas: Captação de Patrocínios

Gestão de Eventos AULA 7. Temas: Captação de Patrocínios Gestão de Eventos AULA 7 Temas: Captação de Patrocínios Captação de Patrocínios Patrocínio é quando uma empresa investe em algo, esperando um retorno positivo, principalmente, para a sua imagem. Para solicitar

Leia mais

PARECER SOBRE RECURSOS TÍTULOS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 01/2014.

PARECER SOBRE RECURSOS TÍTULOS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 01/2014. CANDIDATA: KARINA SANTOS DA FONSECA INSCRIÇÃO: 10056 CANDIDATA: DÉBORA COSTA NAVARRO FERNANDES INSCRIÇÃO: 13732 CANDIDATA: ANA CLÁUDIA DE ALMEIDA MARTINS INSCRIÇÃO: 15500 CANDIDATA: JULIANA DA ROZA NOGUEIRA

Leia mais

Manual de Publicidade. Formas de Investimentos em Publicidade nos Canais da Empresa Bebê Inteligente. Versão deste documento: 01 (10 agosto 2012)

Manual de Publicidade. Formas de Investimentos em Publicidade nos Canais da Empresa Bebê Inteligente. Versão deste documento: 01 (10 agosto 2012) Manual de Publicidade Formas de Investimentos em Publicidade nos Canais da Empresa Conteúdo do Manual 1.Introdução...3 2.Perfil do Público dos Canais...4 3.Detalhamento dos Canais...4 3.1.Anúncio na Página

Leia mais

Aventuras de Matemática Ensino Médio

Aventuras de Matemática Ensino Médio Aventuras de Matemática Ensino Médio Orientações ao Professor 1. Ficha descritiva Nome e número da missão: 4 Novo ataque inimigo! Patente que poderá ser alcançada: Subagente Bônus mínimo para ser considerada

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Licenciatura em Engenharia Química. TERMODINÂMICA QUÍMICA II 3ª Série de Exercícios

INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Licenciatura em Engenharia Química. TERMODINÂMICA QUÍMICA II 3ª Série de Exercícios INSTITUTO POLITÉCNICO DE TOMAR ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA Licenciatura em Engenharia Química TERMODINÂMICA QUÍMICA II 3ª Série de Exercícios 1. Considere o seguinte diagrama de uma mistura binária dos

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA IF SUDESTE MG REITORIA Av. Francisco Bernardino, 165 4º andar Centro 36.013-100 Juiz de Fora MG Telefax: (32) 3257-4100 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

Leia mais

Seminários Filosóficos: Uma investigação artística da filosofia antiga.

Seminários Filosóficos: Uma investigação artística da filosofia antiga. Seminários Filosóficos: Uma investigação artística da filosofia antiga. COLÉGIO DR. JOSÉ FERREIRA DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA E SOCIOLOGIA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA E SOCIOLOGIA OBJETIVOS

Leia mais

GLOBO AMFM 68.441 TUPI AMFM 107.040

GLOBO AMFM 68.441 TUPI AMFM 107.040 APOLINHO Show do Apolinho Seg a Sex - 17/19h Programa Show do Apolinho é apresentado pelo comunicador Washington Rodrigues, um dos maiores talentos do rádio brasileiro, com sua irreverência e imparcialidade,

Leia mais

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio.

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Roteiro para apresentação do Plano de Negócio Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Abaixo encontra-se a estrutura recomendada no Empreenda! O Plano de Negócio deverá

Leia mais

VITÓRIA DA CONQUISTA/BA

VITÓRIA DA CONQUISTA/BA CURSO DE REQUALIFICAÇÃO DIDÁTICA DE INSTRUTOR RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO VITÓRIA DA CONQUISTA/BA Realização: 03 a 05 de abril de 2009. RELATÓRIO CONSOLIDADO Página 1 de 7 21/9/2009 1. Dados gerais

Leia mais

Relatório de Tarefas do Ensino Fundamental II

Relatório de Tarefas do Ensino Fundamental II Turma: 171 Data: 23/11/2012 Data: 22/11/2012 Matematica Exercícios 3 e 4 Terminar a ficha Vocabulário e exercícios Data: 21/11/2012 Ensino Religioso Matemática Presente e alimento para confraternização

Leia mais

Relatório de Análise de Mídia

Relatório de Análise de Mídia Resultado Total da Análise Qtde Tempo Matérias Publicadas de 0/08/20 a 27/09/20 Valor Publi R$ Valor Publi.US$ % Positivas 2 00:57: 2.043.78,20.245.448,63 00,00% Total 2 00:57: 2.043.78,20.245.448,63 00,00%

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO EMPRESARIAL PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e análise de práticas de gestão em empresas de médio porte. OBS: O Projeto deverá ser

Leia mais

EBSCOhost. Pesquisa avançada. www.ebsco.com

EBSCOhost. Pesquisa avançada. www.ebsco.com EBSCOhost Pesquisa avançada Tópicos Operadores booleanos Campos de busca Pesquisas adicionais Assuntos Publicações Índices Imagem Pesquisa avançada Histórico de pesquisa 2 Operadores booleanos Operadores

Leia mais

ROTEIRO DE AULA PRÁTICA Nº 02

ROTEIRO DE AULA PRÁTICA Nº 02 ROTEIRO DE AULA PRÁTICA Nº 02 TÍTULO DA AULA PRÁTICA: Gerador de Van der Graaff Configurações das linhas de força entre eletrodos, a gaiola de Faraday e cabos coaxiais. 1. PRÉ-REQUISITOS O gerador de Van

Leia mais

TRABALHANDO COM CÍRCULO E EIXO TRABALHADO: MATEMÁTICA

TRABALHANDO COM CÍRCULO E EIXO TRABALHADO: MATEMÁTICA BOLETIM INFORMATIVO ABRIL/2013 INFANTIL 5 B TRABALHANDO COM CÍRCULO E EIXO TRABALHADO: MATEMÁTICA Ensinar noções básicas de Matemática e Geometria fica muito mais fácil quando se aproveita a curiosidade

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIDADE DO CORAÇÃO EUCARÍSTICO

MANUAL DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIDADE DO CORAÇÃO EUCARÍSTICO 1 MANUAL DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIDADE DO CORAÇÃO EUCARÍSTICO Este manual tem como objetivo esclarecer as principais dúvidas dos alunos quanto aos procedimentos e normas regulatórias

Leia mais

Contabilidade Aplicada ao Setor Público p/ Analista de Finanças e Controle da CGU. Prof. Msc. Giovanni Pacelli

Contabilidade Aplicada ao Setor Público p/ Analista de Finanças e Controle da CGU. Prof. Msc. Giovanni Pacelli Contabilidade Aplicada ao Setor Público p/ Analista de Finanças e Controle da CGU Prof. Msc. Giovanni Pacelli Prof. Msc. Giovanni Pacelli Doutorando (em andamento) e Mestre em Contabilidade - 2011 (UnB).

Leia mais

País volta a gerar vagas em novembro

País volta a gerar vagas em novembro COMÉRCIO SE DESTACA ENTRE SETORES NO MÊS DE NOVEMBRO EM SETE LAGOAS Karina Moura Economista O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, registrou criação

Leia mais

Vestibular Comentado - UVA/2011.1

Vestibular Comentado - UVA/2011.1 Vestibular Comentado - UV/0. MTEMÁTIC Comentários: Profs. Dewayne, Eliano Bezerra, Marcos urélio 9. Considere o polinômio p(x)=ax + bx + c com a 0. Sejam, suas raízes reais distintas. Sobre as raízes do

Leia mais

5. Principais expectativas em relação ao curso (rebatimento da formação almejada na sua prática profissional/projetual);

5. Principais expectativas em relação ao curso (rebatimento da formação almejada na sua prática profissional/projetual); Mestrado Profissional em Arquitetura, Projeto e Meio Ambiente Seleção 2012 INSTRUÇÕES PARA OS CANDIDATOS 1 - Orientação para Elaboração da Carta de Intenções A ser entregue na secretaria do PPGAU/UFRN,

Leia mais

ROTEIRO DE AVALIAÇÕES DA IVª UNIDADE PROCESSUAL 5º ANO

ROTEIRO DE AVALIAÇÕES DA IVª UNIDADE PROCESSUAL 5º ANO ROTEIRO DE AVALIAÇÕES DA IVª UNIDADE PROCESSUAL 5º ANO ATIVIDADES DATAS ASPECTOS A SEREM AVALIADOS/ ENCAMINHAMENTOS Atividades de casa e de classe Durante a unidade Pontualidade; Participação; Interesse;

Leia mais

MANUAL DE ACESSO PLATAFORMA ONLINE Curso de Redação Online

MANUAL DE ACESSO PLATAFORMA ONLINE Curso de Redação Online MANUAL DE ACESSO PLATAFORMA ONLINE Curso de Redação Online 1 ACESSO AO CURSO O acesso ao curso deve ser realizado pela página http://www.cursoclio.com.br/espaco do aluno/, na opção Phoenix Treinamento

Leia mais

MARGov SIG de Participação Pública. Abril de 2011 www.isegi.unl.pt

MARGov SIG de Participação Pública. Abril de 2011 www.isegi.unl.pt MARGov SIG de Participação Pública Abril de 2011 www.isegi.unl.pt Resumo 1. Objectivos 2. Portal MARGov 3. Como Participar?... 4. Considerações Finais 1. Objectivos 1. Objectivos Governância Participação

Leia mais

UNIVERSIDADE POSITIVO PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: <ÁREA DE CONCENTRAÇÃO>

UNIVERSIDADE POSITIVO PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: <ÁREA DE CONCENTRAÇÃO> UNIVERSIDADE POSITIVO PROGRAMA DE MESTRADO E DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: PRÉ-PROJETO DE TESE DE DOUTORADO ***TÍTULO*** ***AUTOR***

Leia mais

A apresentação através de fluxos lógicos consegue mostrar mal entendidos e pontos que são controversos.

A apresentação através de fluxos lógicos consegue mostrar mal entendidos e pontos que são controversos. Módulo 5 Análise Estruturada As dificuldades que são causadas por problemas de comunicação, mudanças de requisitos e técnicas inadequadas de avaliação, tornam a análise estruturada uma fase critica no

Leia mais

Pesquisa de Mercado - Fundições do estado de São Paulo *Obrigatório

Pesquisa de Mercado - Fundições do estado de São Paulo *Obrigatório Pesquisa de Mercado - Fundições do estado de São Paulo *Obrigatório 1. Quantos funcionários sua empresa possui? * Até 20 funcionários De 21 a 50 funcionários De 51 a 100 funcionários De 101 a 250 funcionários

Leia mais

ainda é um dos grandes

ainda é um dos grandes AÇÃO Definitivamente, DOAÇÃO DE ÓRGÃOS o PROJETO mundo JOGO é dos DAS games. VIDAS E n c o n t ra r d o a d o r e s d e ó r g ã o s ainda é um dos grandes p ro b l e m a s d a s a ú d e e m n o s s o p

Leia mais

RESPOSTA: Atividade Operacional

RESPOSTA: Atividade Operacional PARTE 2 57. Os Balanços Patrimoniais em 31/12/2013 e 31/12/2014 e a Demonstração do Resultado do ano 2014 da empresa Armas da Paz S.A. são apresentados nos dois quadros a seguir (Valores em reais): Sabe-se

Leia mais

APLICATIVO - INFOFAIR MANUAL

APLICATIVO - INFOFAIR MANUAL APLICATIVO - MANUAL Aproveite as vantagens comerciais que a tecnologia mobile pode oferecer. Entendendo tex o modelo de negócio - Sendo um patrocinador do App Infofair primeira edição, o expositor pode

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática ete.fagnerlima.pro.br Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 3 Perfis para Inovação Tecnológica Empreendedorismo de Negócios com Informática - Perfis para Inovação Tecnológica 1 Conteúdo Introdução

Leia mais

Identifique todas as folhas Folhas não identificadas NÃO SERÃO COTADAS. Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa EXAME DE CÁLCULO I

Identifique todas as folhas Folhas não identificadas NÃO SERÃO COTADAS. Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa EXAME DE CÁLCULO I Identifique todas as folhas Folhas não identificadas NÃO SERÃO COTADAS Faculdade de Economia Universidade Nova de Lisboa EXAME DE CÁLCULO I Ano Lectivo 009-10 - 1º Semestre Eame Final de ª Época em 0 de

Leia mais