ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM:"

Transcrição

1 ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: CENA 1 COLAGEM DE IMAGENS SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO - Carreta descendo a serra, fazendo uma curva, atrás o dia amanhecendo. - Avião decolando com sol fraco ao fundo CENA 2 - INT / QUARTO 1 / LUZ AMBIENTE - Plano fechado em Jorge calçando as botas sentado na beira da cama. Abre o plano e mostra a cama desarrumada apenas de um lado, Jorge olha para a cama pensativo. Tem um pedaço do meu peito bem colado ao teu, Alguma chave, algum segredo que me prende ao seu, CENA 3 INT / QUARTO 2 / LUZ AMBIENTE. Moça 2 sentada a frente de uma penteadeira, imagem em close no seu reflexo do espelho ela ajeita o cabelo. Plano abre para todo o ambiente. Close nela, pára olha para a penteadeira e pega o relicário com a foto de Mateus (close relicário). Um jeito perigoso de me conquistar, Teu jeito tão gostoso de me abraçar, Tudo se perde, se transforma, se ninguém te vê. CENA 4 - EXT / CAMINHÃO / LUZ EXTERNA Close no retrovisor do caminhão, imagem do Mateus dirigindo, abre plano para visão externa de frente. Corta para cabine interna, ele olha para foto da moça 2 no painel.

2 Corta para imagem do caminhão passando ao lado da câmera em velocidade. Eu busco às vezes nos detalhes encontrar você, O tempo já não passa, só anda pra trás, Me perco nessa estrada não aguento mais... CENA 5 - IMAGEM DA BANDA TOCANDO E CANTANDO (Refrão): Iê, Iê, Iê... CENA 6 EXT / RODOVIA / PÔR DO SOL SOBRE PARTE OS VERSOS ABAIXO - Carreta vai chegando num posto e liga os faróis. - Avião aterrizando com o sol se pondo atrás. Passa o dia, passa a noite tô apaixonado, Dessa vez tudo é real, nada de fantasia... CENA 7 - INT / SAGÃO AEROPORTO / LUZ AMBIENTE Jorge esperando no sagão do aeroporto em meio a várias pessoas do desembarque. Amo Noite e Dia...

3 CENA 8 FLASHBACK MATEUS / EXT PARQUE / LUZ EXTERNA Mateus e Moça 2 num parque andam de bicicleta, o dois param a beira do lago e ele a beija na nuca. Tem um pedaço do meu peito bem colado ao teu, Alguma chave, algum segredo que me prende ao seu, CENA 9 FLASHBACK MATEUS / INT QUARTO 2 / LUZ AMBIENTE Mateus entra no quarto da moça 2 enquanto ela se penteia sentada na frente da penteadeira, ele lhe dá o relicário colocando em seu pescoço por trás. Ela levanta radiante e o abraça forte. Um jeito perigoso de me conquistar, Teu jeito tão gostoso de me abraçar, Tudo se perde, se transforma, se ninguém te vê. CENA 10 INT / SAGÃO AEROPORTO / LUZ AMBIENTE Jorge deixa se perder em pensamentos ao ver a multidão saido pelo portão de desembarque. Eu busco às vezes nos detalhes encontrar você, CENA 11 FLASHBACK JORGE / INT RESTAURANTE / LUZ AMBIENTE [ÁUDIO OFF] Close nas mãos abrindo pra americano. Jorge e Moça 1 jantando a luz de velas, ele pega em sua mão ela sorri tímida mas deixa que ele continue. O tempo já não passa, só anda pra trás, CENA 12 FLASHBACK JORGE / INT QUARTO 1 / LUZ AMBIENTE

4 Jorge e Moça 1 no quarto ele tira a alça de sua camisola e beixa seu ombro. Me perco nessa estrada não aguento mais... CENA 13 - IMAGEM DA BANDA TOCANDO E CANTANDO (Refrão): Iê, Iê, Iê... CENA 14 EXT / RUA RESIDENCIAL / LUZ EXTERNA Mateus vai entrando com a carreta numa rua residencial, Moça 2 corre para o portão de sua casa. Ao fundo a carreta parando iluminada pela lua. Passa o dia, passa a noite tô apaixonado, CENA 15 INT / SAGÃO AEROPORTO / LUZ AMBIENTE Close nós pés de uma mulher com sapatos altos vermelhos saindo do desembarque. Jorge sorri, e espera ansioso. Moça 1 se aproxima vestida de comissário e puxando uma mala pequena de rodinhas. CENA 16 COLAGEM DE IMAGENS

5 Mateus abraça e beija Moça 2 Jorge abraça e beija Moça 1 Dessa vez tudo é real, nada de fantasia... Amo Noite e Dia... CENA 17 - IMAGEM DA BANDA TOCANDO E CANTANDO IMAGEM DOS CASAIS NA PLATÉIA ASSISTINDO AO SHOW. Passa o dia, passa a noite tô apaixonado, Dessa vez tudo é real, nada de fantasia... Amo Noite e Dia... Dessa vez tudo é real, nada de fantasia... Amo Noite e Dia... FINALIZAÇÃO COM E SEM GC DE CRÉDITOS: MÚSICA ÁLBUM BANDA ANO CLIENTE JORGE E MATEUS TEMA VÍDEO CLIPE TÍTULO AMO NOITE E DIA ROTEIRISTA MICHEL SOARES VERSÃO I DATA 23/08/2010

"Caixa de Saída" Roteiro de. Jean Carlo Bris da Rosa

Caixa de Saída Roteiro de. Jean Carlo Bris da Rosa "Caixa de Saída" Roteiro de Jean Carlo Bris da Rosa Copyright 2011. Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir. executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta

Leia mais

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material)

Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) Número da fita: 0043 Título: Performance Folia de Reis de D. Mariana Mídia: Mini DV Time Code Vídeo Áudio Tema Comentário imperdível (interno ao material) in out 00:00 01:39 Imagem, com efeito (shutter

Leia mais

ERA UMA VEZ JOÃO. Um Roteiro de. Felipe Diógenes

ERA UMA VEZ JOÃO. Um Roteiro de. Felipe Diógenes ERA UMA VEZ JOÃO Um Roteiro de Felipe Diógenes copyright 2013 Adamastor Editor lipediogenesbh@hotmail.com Todos os direitos reservados 55 (31) 88766985 Personagens: Pipoqueiro João Werner Walquíria Martinha

Leia mais

79 Dias. por. Ton Freitas

79 Dias. por. Ton Freitas 79 Dias por Ton Freitas Registro F.B.N.: 684988 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. HOSPITAL/QUARTO - DIA Letreiro: 3 de março de 1987. HELENA, branca, 28 anos, está grávida e deitada em uma cama em

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 2 CENA 01. CAPELA / CASAMENTO. INTERIOR.

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

"FÉRIAS NA PRAIA" Roteiro de. Deborah Zaniolli

FÉRIAS NA PRAIA Roteiro de. Deborah Zaniolli "FÉRIAS NA PRAIA" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.710 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "FÉRIAS

Leia mais

Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes

Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes ROTEIRO CENA 1 Ext. Pátio da Escola: narrador caminha pelo pátio narrando algumas histórias do bairro. Nosso bairro era muito diferente do que é hoje. Antes eram várias vilas que dividiam espaços. (fotos

Leia mais

COMO FORMATAR O SEU ROTEIRO HUGO MOSS

COMO FORMATAR O SEU ROTEIRO HUGO MOSS COMO FORMATAR O SEU ROTEIRO HUGO MOSS (Workshop Laboratório Sundance - 1996) Os elementos do roteiro Cabeçalhos Em inglês sluglines ou scenes headers. São escritos em maiúsculas e dão três informações:

Leia mais

Sísifo. Por. Lisandro Gaertner

Sísifo. Por. Lisandro Gaertner Sísifo Por Lisandro Gaertner Creative Commons lgaertner@gmail.com Atribuição-Uso lisandrogaertner.net Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License INT. SAGUÃO - DIA (SEQUÊNCIA DE SONHO) CHEFE,

Leia mais

0 0:00:02. suave para a divisão das bactérias. suave para a divisão das bactérias. suave para a divisão das bactérias.

0 0:00:02. suave para a divisão das bactérias. suave para a divisão das bactérias. suave para a divisão das bactérias. Cena/Tom. Descrição da Cena Trilha Sonora SOM AMBIENTE Tempo C1T1 Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. 0 Esta tabela serve de auxílio à edição de sons e trilhas

Leia mais

Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09)

Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09) Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09) CENA 01 INT/DIA ônibus Uma mulher morena, cabelos longos, aparenta ter uns

Leia mais

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira Ela não merecia Por Stoff Vieira (63)9211-3384 CENA 01. INT. QUARTO DE ANDRÉ. DIA Uma garrafa de vodka e um copo no chão. André deitado em uma cama velha bagunçada, ele acorda se espreguiça, coloca a mão

Leia mais

Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. C1T1 ESTÚDIO

Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. C1T1 ESTÚDIO Cena/Tom. Descrição da Cena Locação C1T1 Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. C1T2 Uma delas se divide, e nasce mais uma! Agora são três! Esta tabela serve de

Leia mais

"A HORA DO SIM" Roteiro de. Deborah Zaniolli

A HORA DO SIM Roteiro de. Deborah Zaniolli "A HORA DO SIM" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.709 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "A HORA

Leia mais

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05 Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/2012 16:19:05 Minha_Vida_Agora.indd 8 11/06/2012 16:19:06 1 Meu nome é Elizabeth, mas ninguém nunca me chamou assim. Meu pai deu uma olhada em mim quando nasci e

Leia mais

Luan e Fernando estão indo para a balada de carro.

Luan e Fernando estão indo para a balada de carro. 1 SEQUÊNCIA 1 - EXT. AVENIDAS DE SP. NOITE Luan e Fernando estão indo para a balada de carro. INÍCIO CRÉDITOS Luan dirige imprudentemente enquanto Fernando sofre para preparar quatro carreiras de cocaína

Leia mais

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz por Lisandro Gaertner Creative Commons lgaertner@gmail.com Atribuição-Uso lisandrogaertner.net Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License INT. NOITE

Leia mais

O Espírito do Pesar. Por. Ricardo Terto

O Espírito do Pesar. Por. Ricardo Terto O Espírito do Pesar Por Ricardo Terto 11 966165696 CENA 01 - EXT. BOSQUE A BEIRA DO LAGO. DIA Um círculo de pedras no chão. No centro, a GAROTA com um longo vestido FLORIDO curvada ao chão, enquanto ergue

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

Exercícios ESPELHOS PLANOS -1.

Exercícios ESPELHOS PLANOS -1. Exercícios ESPELHOS PLANOS -1. 1. Dois espelhos planos formam entre si um ângulo, encontre o valor desse ângulo. Sendo que são obtidas sete imagens de um objeto colocado entre eles. a) 10º b) 25º c) 30º

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver.

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. ANTES DE OUVIR A VERDADE FADE IN: CENA 01 - INT. SALA DE ESTAR NOITE Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. Plano aberto revelando o revólver nas mãos de, um homem de 35 anos, pele clara

Leia mais

O Literalmente. Restos mortais de animal em decomposição. Cadáver de homem estendido no chão, algumas moscas.

O Literalmente. Restos mortais de animal em decomposição. Cadáver de homem estendido no chão, algumas moscas. O Literalmente Por Felippy Damian CENA 1 EXT DIA Restos mortais de animal em decomposição. Cadáver de homem estendido no chão, algumas moscas. CENA 2 INT DIA Taça de prata, vinho passa a cair dentro da

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

Efêmera (título provisório) Por. Ana Julia Travia e Mari Brecht

Efêmera (título provisório) Por. Ana Julia Travia e Mari Brecht Efêmera (título provisório) Por Ana Julia Travia e Mari Brecht anaju.travia@gmail.com mari.brecht@gmail.com INT. SALA DE - DIA. VÍDEO DE Números no canto da tela: 00 horas Vídeo na TV., 22, com seus cabelos

Leia mais

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá.

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. Sozinha Em Casa. Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. 1.SOZINHA EM CASA: Em Uma Pequena Villa Avia Garota Chamada Eduarda

Leia mais

Roteiro de TV - Escola Vicente Goulart 16/04/2012. Título: A LENDA DA PROCISSÃO DE SÃO JOÃO BATISTA. Cliente- OEI. Veiculação: TV Escola

Roteiro de TV - Escola Vicente Goulart 16/04/2012. Título: A LENDA DA PROCISSÃO DE SÃO JOÃO BATISTA. Cliente- OEI. Veiculação: TV Escola Roteiro de TV - Escola Vicente Goulart 16/04/2012 Título: A LENDA DA PROCISSÃO DE SÃO JOÃO BATISTA Cliente- OEI Veiculação: TV Escola VIDEO Cena 01: EXT/ CIDADE/ DIA grande plano geral Mostrar os pontos

Leia mais

A CAMINHO DA ETERNIDADE

A CAMINHO DA ETERNIDADE 1. A CAMINHO DA ETERNIDADE FADE IN: CENA 01 INT. SALA DIA Uma senhora de setenta anos está sentada numa poltrona e segura um livro. Uma moça bonita de 17 anos ENTRA e joga a mochila sobre o sofá, dá um

Leia mais

Roteiro para curta-metragem: conteúdo e forma

Roteiro para curta-metragem: conteúdo e forma Roteiro para curta-metragem: conteúdo e forma O filme é sobre... Premissa: a primeira fagulha de uma história. Exemplos de premissas! Um casal que acorda um no corpo do outro? Um tenista aposentado que

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Vamos examinar os caminhões um pouco mais de perto. Tim, um motorista profissional de caminhão, vai nos ajudar.

Vamos examinar os caminhões um pouco mais de perto. Tim, um motorista profissional de caminhão, vai nos ajudar. PARAR OLHAR ACENAR Todos os anos, muitas pessoas ficam feridas ou morrem em acidentes de trânsito que, às vezes, envolvem caminhões. É importante que todos saibam como se manter seguros no trânsito para

Leia mais

Uma Adaptação do clássico dos Irmãos Grimm. Os Sete Corvos 3D. Adaptado Por: Netto Andrade

Uma Adaptação do clássico dos Irmãos Grimm. Os Sete Corvos 3D. Adaptado Por: Netto Andrade Uma Adaptação do clássico dos Irmãos Grimm Os Sete Corvos 3D 2011 Adaptado Por: Netto Andrade FADE IN Créditos iniciais (abertura do filme) CENA 01: Casa de campo dia exterior A charrete dirigida por Ruth

Leia mais

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva

O Convite. Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e. Gisele Christine Cassini Silva O Convite Roteiro de Glausirée Dettman de Araujo e Gisele Christine Cassini Silva FADE OUT PARA: Int./Loja de sapatos/dia Uma loja de sapatos ampla, com vitrines bem elaboradas., UMA SENHORA DE MEIA IDADE,

Leia mais

Roteiro Cinematográfico (Curta-Metragem) A MARCHINHA. Argumento e Roteiro. Erico Gomes. Primeiro Tratamento. Maio de 2011

Roteiro Cinematográfico (Curta-Metragem) A MARCHINHA. Argumento e Roteiro. Erico Gomes. Primeiro Tratamento. Maio de 2011 Roteiro Cinematográfico (Curta-Metragem) A MARCHINHA Argumento e Roteiro de Erico Gomes Primeiro Tratamento Maio de 2011 CONTATOS: (19) 3469-5296 / 9733-3295 MSN: erico-gomes@hotmail.com Skype: erico.gomes1

Leia mais

A turma inteira vagueia pela sala, CONVERSANDO ruidosamente. O Gumball lança aviões de papel. O Darwin salta de mesa em mesa CAN- TANDO.

A turma inteira vagueia pela sala, CONVERSANDO ruidosamente. O Gumball lança aviões de papel. O Darwin salta de mesa em mesa CAN- TANDO. int. sala de aula dia A turma inteira vagueia pela sala, CONVERSANDO ruidosamente. O Gumball lança aviões de papel. O Darwin salta de mesa em mesa CAN- TANDO. A está à frente da turma ao lado de um bombeiro,

Leia mais

PEGAR-x-i [A mulher pega o] bebê [e olha para ele]. BARCO [Em um] barco, [o bebê foi levado pelo rio].

PEGAR-x-i [A mulher pega o] bebê [e olha para ele]. BARCO [Em um] barco, [o bebê foi levado pelo rio]. 1 2 ANOS PASSADO [Muitos] anos atrás, MULHER NASCER [uma] mulher deu à luz. 3 4 5 PEGAR-x-i [A mulher pega o] bebê [e olha para ele]. SURD@ [É] surdo! QUERER [Eu] não quero [o] bebê. 6 ABANDONAR ÁGUA [E]

Leia mais

Capítulo XII AMANHECER. Uma granada atravessa o estacionamento encontrando-se com a parede lateral da associação.

Capítulo XII AMANHECER. Uma granada atravessa o estacionamento encontrando-se com a parede lateral da associação. Capítulo XII AMANHECER EXT ESTACIONAMENTO DA ASSOCIAÇÃO NOITE SEQUÊNCIA DE IMAGENS EM CÂMERA LENTA Uma granada atravessa o estacionamento encontrando-se com a parede lateral da associação. Um grande buraco

Leia mais

9 a 12 MESES de idade

9 a 12 MESES de idade Dr(a) Para 9 a 12 MESES de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DO SEU BEBÊ LINGUAGEM Presta mais atenção ao que se fala. Balbucia com inflexão (como se quizesse falar). Tenta imitar palavras. Entende o não,

Leia mais

Roteiro. Fade out CENA 1 INTERIOR /DIA /QUARTO DA MENINA

Roteiro. Fade out CENA 1 INTERIOR /DIA /QUARTO DA MENINA Roteiro Fade in (escrito e off)... de todas as histórias que meu pai me contava a que nunca esqueci foi a história do Rei que levava no coraçãouma princesa... A menina Fade out CENA 1 INTERIOR /DIA /QUARTO

Leia mais

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS COPYRIGHT MIKAEL SANTIAGO mikael@mvirtual.com.br RUA ITUVERAVA, 651/305 JACAREPAGUÁ RIO DE JANEIRO - RJ (21)9879-4890 (21)3186-5801

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

Descrição: Siga seis artistas globais trabalhando com a Shell para promover a inovação da energia através da campanha #makethefuture.

Descrição: Siga seis artistas globais trabalhando com a Shell para promover a inovação da energia através da campanha #makethefuture. TÍTULO: GLOBAL LINEAR Duração: 3:02 minutos Descrição: Siga seis artistas globais trabalhando com a Shell para promover a inovação da energia através da campanha #makethefuture. Seis artistas fazem apresentações

Leia mais

Fábrica de vassouras, sala imensa com mesas compridas e cerca de cinquenta funcionários. Eles estão em pé montando vassouras em cima das mesas.

Fábrica de vassouras, sala imensa com mesas compridas e cerca de cinquenta funcionários. Eles estão em pé montando vassouras em cima das mesas. 1. AMOR QUASE IMPOSSÍVEL Fabiano Meinerz SINOPSE: Valdemar é um rapaz de 20 anos, cabelos escuros e curtos. que trabalha na fábrica de vassouras Odim (bem próxima à nossa escola). Guilherme, o filho mais

Leia mais

Daniel Duarte. 1 a edição

Daniel Duarte. 1 a edição Daniel Duarte 1 a edição Rio de Janeiro 2016 Agradecimentos Agradeço ao Thiago, que me encontrou pela internet adentro e acreditou neste projeto, e que em tão pouco tempo se tornou uma pessoa muito especial

Leia mais

Fuga. v_06.02 (julho/2011) Por Laura Barile

Fuga. v_06.02 (julho/2011) Por Laura Barile Fuga v_06.02 (julho/2011) Por Laura Barile laurabarile@gmail.com CENA 1 - EXT. RUA - DIA DORA sai do carro, bate a porta. Usa um vestido sem mangas, de algodão, comprido e leve, o cabelo levemente desarrumado,

Leia mais

Godofredo e Geralda sentados na mesa no centro do palco.

Godofredo e Geralda sentados na mesa no centro do palco. Cena 1 Cenário Cena Musica Som e luz Restaurante: Duas mesas, cada uma com duas cadeiras. Uma no centro e outra no inicio do palco, castiçais com velas no centro das mesas. Godofredo e Geralda sentados

Leia mais

Começa a cena com um homem de cabelos grisalhos, terno, em uma sala de escritório vendo a foto de dois jovens juntos, foto que pareçam de namorados,

Começa a cena com um homem de cabelos grisalhos, terno, em uma sala de escritório vendo a foto de dois jovens juntos, foto que pareçam de namorados, Começa a cena com um homem de cabelos grisalhos, terno, em uma sala de escritório vendo a foto de dois jovens juntos, foto que pareçam de namorados, a cena vai da foto até os olhos do homem se fechando

Leia mais

ROTEIRO DA COREOGRAFIA PARA A CANÇÃO BOAS FESTAS. Nosso objetivo é fornecer a vocês um instrumento que possa contribuir para a fixação da coreografia.

ROTEIRO DA COREOGRAFIA PARA A CANÇÃO BOAS FESTAS. Nosso objetivo é fornecer a vocês um instrumento que possa contribuir para a fixação da coreografia. 1 ROTEIRO DA COREOGRAFIA PARA A CANÇÃO BOAS FESTAS Prezados coralistas, Nosso objetivo é fornecer a vocês um instrumento que possa contribuir para a fixação da coreografia. Este roteiro não substitui a

Leia mais

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira

Na Palma da Mão. Por: Alexandre d Oliveira Na Palma da Mão Por: Alexandre d Oliveira Sinopse: A personagem busca entender as nuances da amizade, e aparentemente vemos estar desolada, devido o termino de algum relacionamento. E por isto busca a

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

O Fim do Mundo: Parte I - O fim da esperança Sexto Tratamento: 17/03/2010. Por. Gerson Boaventura. Baseado no conto homônimo do mesmo autor.

O Fim do Mundo: Parte I - O fim da esperança Sexto Tratamento: 17/03/2010. Por. Gerson Boaventura. Baseado no conto homônimo do mesmo autor. O Fim do Mundo: Parte I - O fim da esperança Sexto Tratamento: 17/03/2010 Por Gerson Boaventura Baseado no conto homônimo do mesmo autor. gerson.boaventura@gmail.com 00. CARTELAS SOM: Bebês chorando em

Leia mais

Capítulo Primeiro roteiro de Roberto Maxwell

Capítulo Primeiro roteiro de Roberto Maxwell 1 Capítulo Primeiro roteiro de Roberto Maxwell CENA 1 INT. CASA DE (SALA) DIA A casa é modesta, típica de classe média baixa. Tudo está bem arrumado, nada fora do lugar. A sala tem pinturas. Numa das cômodas,

Leia mais

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo.

Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. Roteiro: Kelson s, O lugar onde vivo. SINOPSE: Kelson s : O Lugar onde Vivo Relato de quatro meninos de uma comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro, falando a um entrevistador, do lugar onde vivem.

Leia mais

Atividade Paranormal. Autor(a):Lauriane Autora:Lauriane

Atividade Paranormal. Autor(a):Lauriane Autora:Lauriane Atividade Paranormal Autor(a):Lauriane Autora:Lauriane Katie, uma estudante, e seu namorado Micah, um negociante de ações, vivem em uma casa de dois andares em um conjunto habitacional no subúrbio de San

Leia mais

Fogo (Capital Inicial) 1. Adriane de Oliveira PIRES 2 Simone Caetano 3 Universidade Estadual de Goiás, Goiânia, GO

Fogo (Capital Inicial) 1. Adriane de Oliveira PIRES 2 Simone Caetano 3 Universidade Estadual de Goiás, Goiânia, GO Fogo (Capital Inicial) 1 Adriane de Oliveira PIRES 2 Simone Caetano 3 Universidade Estadual de Goiás, Goiânia, GO Resumo O videoclipe da música "Fogo - Capital Inicial" é uma produção diferente e inovadora,

Leia mais

Motor/Performance. Dimensões. Mecânica. Motorização: 1.6. Potência (cv) Cilindrada (cm3) Torque (Kgf.m) 22,4

Motor/Performance. Dimensões. Mecânica. Motorização: 1.6. Potência (cv) Cilindrada (cm3) Torque (Kgf.m) 22,4 Motor/Performance Motorização: 1.6 Alimentação Combustível Gasolina injeção direta Gasolina Potência (cv) 136.0 Cilindrada (cm3) 1.598 Torque (Kgf.m) 22,4 Velocidade Máxima (Km/h) 210 Tempo 0 100 (Km/h)

Leia mais

Boa viagem com o cinto de segurança

Boa viagem com o cinto de segurança Boa viagem com o cinto de segurança A UU L AL A O número de automóveis, ônibus e caminhões em circulação no país é cada vez maior. Nas cidades grandes e médias, além do trânsito cada vez mais difícil,

Leia mais

JACK KIM ESCRITOR DE RUA

JACK KIM ESCRITOR DE RUA JACK KIM ESCRITOR DE RUA 2016 Todos os direitos reservado ao autor. Está autorizado a cópia parcial (2pág. Max) deste documento desde que seja citada a fonte. Proibido a reprodução total ou mais de 2 poemas.

Leia mais

Microssérie de Cleiton Cardoso. Escrita por. Cleiton Cardoso. Direção *** Direção Geral *** Núcleo *** Personagens deste capítulo

Microssérie de Cleiton Cardoso. Escrita por. Cleiton Cardoso. Direção *** Direção Geral *** Núcleo *** Personagens deste capítulo Microssérie de Cleiton Cardoso Escrita por Cleiton Cardoso Direção *** Direção Geral *** Núcleo *** Personagens deste capítulo Olga Marisa Jonas Rafael Emiliano Saulo Andreia Sandra Participação especial

Leia mais

SEGURANÇA A PESSOAL NO TRÂNSITO

SEGURANÇA A PESSOAL NO TRÂNSITO SEGURANÇA A PESSOAL NO TRÂNSITO Estatísticas sticas vêm demonstrando que o risco de perder a vida dentro de seu carro, em um sinal de trânsito, é maior do que em qualquer outra situação. SEU CARRO Instale

Leia mais

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI PROCURA-SE UMA VIÚVA Por CARLA GIFFONI BN 010.350 carlagiffoni@yahoo.com.br http://recantodasletras.com.br /autores/carlagiffoni 1- CORREDOR DA CAPELA MORTUÁRIA - INT - DIA Matilde e Donana, duas senhoras

Leia mais

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010 ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro de Fábio da Silva 15/03/2010 até 08/04/2010 Copyright 2010 by Fábio da Silva Todos os direitos reservados silver_mota@yahoo.com.br 2. ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE?

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

OFF 01/08/2008. Fade in

OFF 01/08/2008. Fade in 8769.614 Fade in Ambiente de empresa moderna, onde um executivo, de sua mesa, pode ter a visão geral do local e dos funcionários. Por trás da mesa do executivo, uma paisagem (vista) maravilhosa em segundo

Leia mais

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos Lauda 01 Take 1: Câmera pega Seu Carmelo (Chefe) de Costas enquanto ele caminha em direção à sala das secretárias, nas laterais podemos perceber todo ambiente de uma grande empresa (05 Take 2: Vemos a

Leia mais

Perdido no Jurassic Park

Perdido no Jurassic Park Trabalho de Storyboard LINGUAGEM AUDIOVISUAL E GAMES Professor: Eliseu de Souza Dreiky Fraga RA00117735 Perdido no Jurassic Park Introdução A história que segue no trabalho é de um pescador que acaba parando

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Time Code. Sugestão (conexões externas)

Time Code. Sugestão (conexões externas) Número da fita: 0050 Título: Entrevista com Manoel Meias da Rocha Mídia: Mini DV Time Code in out 00:16 01:09 Imagem de duas pessoas, o entrevistado, um palhaço de folia e uma criança, plano americano.

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PES DEPARTAMENTO DE ENSINO

IGREJA CRISTÃ MARANATA PES DEPARTAMENTO DE ENSINO 1- MARANATA VEM SENHOR JESUS Mãos na boca (sinal de falar) Sinal de vem ( mãos para o alto descendo) Vem buscar Tua igreja. Mão na boca falando (sinal de falar) Sinal de vem ( mãos para o alto descendo)

Leia mais

GINÁSTICA DE APARELHOS

GINÁSTICA DE APARELHOS GINÁSTICA DE APARELHOS Plinto O plinto é um aparelho utilizado para a realização de saltos tanto na posição transversal como longitudinal. Segurança: Deve-se verificar se a distância do trampolim ao aparelho

Leia mais

INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA

INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA DIANA + 3 INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA Pablo, rapaz gordinho, 20 anos, está sentado na areia da praia ao lado de Dino, magrinho, de óculos, 18 anos. Pablo tem um violão no colo.

Leia mais

THE SILENCE OF THE LAMBS ROTEIRO DE BY TED TALLY ATIVIDADE READAPTAÇÃO POR JOSEPH C. MERENCIO

THE SILENCE OF THE LAMBS ROTEIRO DE BY TED TALLY ATIVIDADE READAPTAÇÃO POR JOSEPH C. MERENCIO THE SILENCE OF THE LAMBS ROTEIRO DE TED TALLY ATIVIDADE READAPTAÇÃO POR JOSEPH C. MERENCIO BY TED TALLY TODOS OS DIREITOS RESERVADOS AT: JOSEPH C. MERENCIO TELEFONE: 62744736 E-MAIL: JOSEPHJJJ2009@HOTMAIL.COM

Leia mais

Variações sobre um mesmo tema. Laura Barile. v_05, modificada em 08/02/2011

Variações sobre um mesmo tema. Laura Barile. v_05, modificada em 08/02/2011 Variações sobre um mesmo tema Laura Barile v_05, modificada em 08/02/2011 laurabarile@gmail.com CENA 1 - INT. SALA - DIA Tela black. "Essa é a história dele". Uma tela imensa, presa na parede, com a pintura

Leia mais

ABCECSP ASSOCIAÇÃO BENFICENTE CENTRO ESPÍRITA CABOCLO SETE PEDREIRAS

ABCECSP ASSOCIAÇÃO BENFICENTE CENTRO ESPÍRITA CABOCLO SETE PEDREIRAS 1) EXÚ (NOME) É HOMEM, PROMETE PRA NÃO FALTAR EXÚ (NOME) É HOMEM, PROMETE PRA NÃO FALTAR QUATORZE CARROS DE LENHA, PRA COZINHAR UM GAMBÁ A LENHA JÁ SE ACABOU, GAMBÁ ESTÁ PRA COZINHAR 2) PORTÃO DE FERRO,

Leia mais

URTIGAS. Um roteiro. Adolfo Henrique Wernke

URTIGAS. Um roteiro. Adolfo Henrique Wernke URTIGAS Um roteiro de Adolfo Henrique Wernke Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons por Adolfo Henrique Wernke. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar e criar obras derivadas,

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA UNIDADE CURRICULAR DE PROJECTO DE PRODUÇÃO MEDIATIZADA L U S I M É D I A 2 0 1 3 GUIÃO LITERÁRIO CENA SEQUÊNCIA 1:EXT/MUNDO

Leia mais

1º trimestre Exercícios - Física Data:03/16 Ensino Médio 3º ano classe: Prof.Dora Nome: nº

1º trimestre Exercícios - Física Data:03/16 Ensino Médio 3º ano classe: Prof.Dora Nome: nº . 1º trimestre Exercícios - Física Data:03/16 Ensino Médio 3º ano classe: Prof.Dora Nome: nº Valor: Nota:. 1. (FESP-PE) Um edifício projeta no solo uma sombra de 40 m. No mesmo instante, um observador

Leia mais

Uma carta desliza por baixo da porta da sala. O Jake corre para a apanhar. O Jake vira o envelope e lê Finn. Jake Ei, correio! Ei Finn, é para ti!

Uma carta desliza por baixo da porta da sala. O Jake corre para a apanhar. O Jake vira o envelope e lê Finn. Jake Ei, correio! Ei Finn, é para ti! int. sala da CASA da árvore dia Uma carta desliza por baixo da porta da sala. O corre para a apanhar. O vira o envelope e lê Finn. Ei, correio! Ei Finn, é para ti! O atira-a por cima do ombro. O Finn salta

Leia mais

O estranho palhaço do mal. Stoff Vieira Costa

O estranho palhaço do mal. Stoff Vieira Costa O estranho palhaço do mal Stoff Vieira Costa CENA 01. CASA. INT Câmera mostrando uma gaveta aberta e diversas mascaras de palhaços dentro da gaveta. CENA 02. CASA. SALA. INT. DIA Um homem sentado de costas

Leia mais

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA

ELA. por Raquel Schaedler. Peça para três personagens: O homem A mulher ELA ELA por Raquel Schaedler Peça para três personagens: O homem A mulher ELA Você comeu? Comi. Você tá com fome? Um pouquinho. quer um miojo? Não. Você não tem um chocolate aí? Tenho. Tem? O que você tem?

Leia mais

NOME: N RECUPERAÇÃO PARALELA DE FÍSICA II - TURMA 222 PROFº ROGÉRIO 1º BIMESTRE

NOME: N RECUPERAÇÃO PARALELA DE FÍSICA II - TURMA 222 PROFº ROGÉRIO 1º BIMESTRE 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2015 90 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO DATA: / / NOTA: NOME: N RECUPERAÇÃO PARALELA DE FÍSICA II - TURMA 222 PROFº ROGÉRIO 1º BIMESTRE

Leia mais

Ciúmes. Um Roteiro. Larissa Rocha

Ciúmes. Um Roteiro. Larissa Rocha Ciúmes Um Roteiro De Larissa Rocha Copyright199X by Larissa Rocha Todos os direitos reservados E-mail: larissa.nogueira.rocha@gmail.com Ciúmes FADE IN: EXT. PARQUE/BANCO DO PARQUE - DIA FINAL DE TARDE

Leia mais

The Exorcist (O Exorcista) 1973 Screenplay by William Peter Blatty Directed by William Friedkin Translation by Sérgio Clemente.

The Exorcist (O Exorcista) 1973 Screenplay by William Peter Blatty Directed by William Friedkin Translation by Sérgio Clemente. The Exorcist (O Exorcista) 1973 Screenplay by William Peter Blatty Directed by William Friedkin Translation by Sérgio Clemente. FADE IN: WARNER BROS.LOGO seguido de uma pequena abertura em letras preto

Leia mais

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho alternativo, onde encontra com um sujeito estranho.

Leia mais

História de marione drogada

História de marione drogada História de marione drogada INTODUÇÃO: Essa história é de uma adolesente que conviveu com nosco a bastante tempo espero que gostem já que me ajudaram a dar os primeiros contos... Marione: Filha única de

Leia mais

De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO

De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA ABNER MONTENEGRO ALINE BUENO GUSTAVO MALDONADO KAREN BUENO CAETANO BUENO OLIVIA DINIZ MURILO BUENO CELINE MALDONADO RAMON MALDONADO ANGÉLICA

Leia mais

ROTEIRO PAULO FREIRE, EDUCADOR

ROTEIRO PAULO FREIRE, EDUCADOR ROTEIRO PAULO FREIRE, EDUCADOR Sugiro inverter a ordem desses créditos iniciais: começa com música/ imagens/ desenhos/direção de arte/ montagem/ direção de fotografia / roteiro,produção,direção (quando

Leia mais

MAIS UM DIA. Tom: B. Intro: B9. Nasce mais um dia F# Nasce com o sol E Vejo a primeira luz. Vejo alem do olhar. G#m7

MAIS UM DIA. Tom: B. Intro: B9. Nasce mais um dia F# Nasce com o sol E Vejo a primeira luz. Vejo alem do olhar. G#m7 MAIS UM IA Tom: Intro: 9 9 #m7 Nasce mais um dia # Nasce com o sol Vejo a primeira luz 9 Vejo alem do olhar #m7 Preciso de algo novo # ansado de esperar evia ter amado mais #m7 evia ter me dado mais Por

Leia mais

(À BEIRA DO PENHASCO. Uma noite estrelada. Burro vem tagarelando todo animado. Shrek ainda está magoado com a cena do capacete ) Burro

(À BEIRA DO PENHASCO. Uma noite estrelada. Burro vem tagarelando todo animado. Shrek ainda está magoado com a cena do capacete ) Burro SHREK - CENA 1 (À BEIRA DO PENHASCO. Uma noite estrelada. vem tagarelando todo animado. ainda está magoado com a cena do capacete ) E foi aí que eu me toquei, cara: se a gente conseguiu fugir de um dragão,

Leia mais

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

Conheço esse Sentimento. Conheço esse sentimento que é como a cerejeira quando está carregada de frutos: excessivo peso para os ramos da alma.

Conheço esse Sentimento. Conheço esse sentimento que é como a cerejeira quando está carregada de frutos: excessivo peso para os ramos da alma. Conheço esse Sentimento que é como a cerejeira quando está carregada de frutos: excessivo peso para os ramos da alma. que é o da orla da praia lambida pela espuma da maré: quando o mar se retira as conchas

Leia mais

Revenda Autorizada (11)

Revenda Autorizada  (11) Revenda Autorizada Tour pelo Produto Você não vai encontrar em nenhum outro lugar uma solução que inclua um conjunto completo de ferramentas para obter criatividade, controle e publicação de conteúdo,

Leia mais

O trenzinho do Nicolau

O trenzinho do Nicolau O trenzinho do Nicolau Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Luiz Maia Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: O livro do Nicolau Material necessário 1 tesoura sem ponta Para o professor: 1 grampeador Veja nos anexos

Leia mais

Alberto Caeiro O Pastor Amoroso

Alberto Caeiro O Pastor Amoroso Este material é parte integrante do site e pode ser distribuído livremente desde que não seja alterado e que todas as informações sejam mantidas. Abr s Equipe Mundo Cultural O amor é uma companhia. Já

Leia mais