Cultura da Alface. EEEP PROFESSOR SEBASTIÃO VASCONCELOS SOBRINHO Compromisso com o Sucesso de Nossos Jovens

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cultura da Alface. EEEP PROFESSOR SEBASTIÃO VASCONCELOS SOBRINHO Compromisso com o Sucesso de Nossos Jovens"

Transcrição

1 EEEP PROFESSOR SEBASTIÃO VASCONCELOS SOBRINHO Compromisso com o Sucesso de Nossos Jovens Cultura da Alface Professor: Aparecido Porto Disciplina: Olericultura

2 Equipe: Antônio Francyel 05 Marcelo Araújo 31 Sávio Barros 34 Tiago Mendes 36 2

3 Introdução Família: Asteraceae Gênero: Lactuca Espécie: Lactuca sativa Taxonomia Origem: Bacia do Mediterrâneo 3

4 Anual, Herbácea; Características gerais: Sistema radicular fasciculado; Folhas formam rosetas com caule curto, podendo ou não formar cabeça; Colorações: verde clara, verde escura, margens arroxeadas ou totalmente roxa; Partes Usadas: folhas; leite extraído da planta florescente. 4

5 Época do plantio Em geral, o melhor período para a produção é quando as temperaturas estão menos elevadas; Dias curtos; Temperaturas amenas, entre 20 e 25 ºC 5

6 Solos e Adubação Solos bem leves e bem preparados; ph 6,0 a 6,8; Areno-argilosos, ricos em M.O. O cultiva a campo aberto no sistema orgânico, seguindo os preceitos básicos de uso de adubação orgânica, como compostos e adubos verdes, e manejo de doenças, insetos, artrópodes e plantas espontâneas de acordo com as normas preconizadas pelo MAPA ou de certificadoras. 6

7 Classificação de acordo com o tipo de folha Repolhuda Lisa (Manteiga); Repolhuda Crespa (Americana); Folhas Lisas; Folhas Crespas; Tipo Romana. 7

8 Classificação de acordo com o tipo de folha Fotos: Júlia Terra Dourado Jacinto, Miguel Lancho Jiménez e João Guilherme Pane. 8

9 Algumas cultivares Alface aspargo - imagem original: David Ebro Alface mirella imagem: Jornal Agrícola 9

10 Para o verão são recomendadas as seguintes variedades: babá, Brasil 48, Brasil 58, Brasil 202, Vivi, maravilha de verão, grandes lagos, grand rapids, vitória, Áurea e Luciana. Para o inverno, são indicadas as variedades Aurélia, repolhuda, Boston branca, sem rival, Brasil 311, Brasil 303 e Brasil

11 Propagação Plantio Transplantio: A alface deve ser semeada (em uma profundidade de 1 cm) em bandejas ou em sementeiras, e transplantado para o campo por volta de 20 a 30 dias ou de 4 a 6 folhas. *Selecionar as mudas de maior qualidade. 11

12 Espaçamentos Em geral, o espaçamento entre as plantas pode ser de 20 a 35 cm para a maioria dos cultivares Luminosidade A alface necessita de boa luminosidade, preferencialmente com luz solar direta 12

13 Levantamento dos canteiros Largura: 80 cm Altura: 12 a 20 centímetros *Acabamento feito com auxílio de enxada. Colheita A colheita pode ser feita entre 55 e 130 dias depois da semeadura 13

14 Principais pragas As principais pragas que atacam a alface são: pulgão, lagarta minadora e tesourinha. Principais Doenças As principais doenças que atacam a alface são: septoriose, cercosporiose, tombamento, podridão de Sclerotinia, podridão da saia, míldio, mancha bacteriana, vírus do mosaico 14

15 15

16 16

17 17

18 18

19 19

20 A alface no Brasil Atualmente, a alface se destaca por ser a folhosa mais consumida no Brasil e a 3ª hortaliça em maior volume de produção, segundo a ABCSEM. De acordo com a entidade, a alface movimenta anualmente, em média, um montante de R$ 8 bilhões apenas no varejo, com uma produção de mais de 1,5 milhão de toneladas ao ano. A alface dispõe de 51 mil hectares A produção brasileira de alface em 2012/13 foi de 1,27 milhão de t/ano. 20

21 Dicas Não pulverize com inseticidas perto da comercialização. Faça a rotação com repolho, cenoura, couve-flor, beterraba e feijão-vagem. E evitar cultivos sucessivos de alface na área a fim de reduzir a ocorrência de doença. Cultivares: lisa (verão e inverno), crespa (verão e inverno), crespa repolhuda (verão e inverno). A irrigação deve ser freqüente, por infiltração ou por aspersão, caso não tenha um manejo de irrigação fazer a irrigação pela manhã ou final da tarde. 21

22 Dicas Os canteiros devem ser preparados de acordo com o sistema de irrigação a ser utilizado. Cuidado na aplicação de água: água em excesso pode matar a planta, porém os canteiros devem ser mantidos sempre úmidos. Tratos culturais: cobertura morta, fazer desbaste deixando apenas 1 planta por cova. Controlar plantas daninhas, herbicidas registrados: fenoxapropetil, fluazifop-butil e glufosinato de amônio. 22

23 Dicas Plantar plantas aromáticas como arruda e/ou catinga de mulata em vários pontos da horta para afugentar insetos. A alface é rico em vitamina A, B, C contem também minerais, como o cálcio, ferro, sódio, cobre, zinco. Magnésio e potássio. O seu uso: em fresco nas saladas ou cozinhada em sopas e em outros pratos. Devem-se consumir as folhas mais verdes e escuras, pois estas contem mais nutrientes. A nível medicinal, a alface tem atividade sedativa, calmante. 23

24 Obrigados! 24

PRODUÇÃO ORGÂNICA DE HORTALIÇAS!

PRODUÇÃO ORGÂNICA DE HORTALIÇAS! PRODUÇÃO ORGÂNICA DE HORTALIÇAS! UMA OPORTUNIDADE DE PRODUZIR ALIMENTOS SAUDÁVEIS PARA CONSUMO E VENDA! ELABORAÇÃO: ENG. AGRÔNOMO MAURO LÚCIO FERREIRA Msc. CULTIVO DE HORTALIÇAS Agosto- 2006 ÍNDICE POR

Leia mais

Uso de húmus sólido e diferentes concentrações de húmus líquido em características agronômicas da alface

Uso de húmus sólido e diferentes concentrações de húmus líquido em características agronômicas da alface Uso de húmus sólido e diferentes concentrações de húmus líquido em características agronômicas da alface Everto Geraldo de MORAIS 1 ; Chrystiano Pinto de RESENDE 2 ; Marco Antônio Pereira RESUMO LOPES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUÍNA MT SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA, MINERAÇÃO E MEIO AMBIENTE SAMMA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUÍNA MT SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA, MINERAÇÃO E MEIO AMBIENTE SAMMA Palestra: Como fazer uma horta Ildamir Teixeira de Faria/Diretor de Meio Ambiente SAMMA; Roselaine Mezz/Estudante de agropecuária IFMT/Estagiaria SAMMA; PREFEITURA MUNICIPAL DE JUÍNA MT SECRETARIA MUNICIPAL

Leia mais

Manual Groasis Waterboxx para legumes

Manual Groasis Waterboxx para legumes Manual Groasis Waterboxx para legumes 1. Use uma estufa de acordo com o desenho como se mostra na figura abaixo, com a possibilidade de ventilar os lados e com uma tela/sombra dupla de cor branca no topo

Leia mais

Produção de Alimentos Orgânicos

Produção de Alimentos Orgânicos Curso FIC Produção de Alimentos Orgânicos Fernando Domingo Zinger fernando.zinger@ifsc.edu.br 11/08/2015 Qualidade dos Alimentos Preocupação da população com: Impactos sociais e ambientais dos sistemas

Leia mais

GUIA PRACTICA PARA CULTIVO DE ANANÁS

GUIA PRACTICA PARA CULTIVO DE ANANÁS GUIA PRACTICA PARA CULTIVO DE ANANÁS SEÇÃO 1: Preparação do solo para plantio de ananás 1. Identificação da área para o plantio de ananas 1.A área seleccionada deve ter via de acesso 1. Se não tiver via

Leia mais

Culturas. A Cultura do Feijão. Nome Cultura do Feijão Produto Informação Tecnológica Data Maio -2000 Preço - Linha Culturas Resenha

Culturas. A Cultura do Feijão. Nome Cultura do Feijão Produto Informação Tecnológica Data Maio -2000 Preço - Linha Culturas Resenha 1 de 7 10/16/aaaa 11:19 Culturas A Cultura do Nome Cultura do Produto Informação Tecnológica Data Maio -2000 Preço - Linha Culturas Resenha Informações resumidas sobre a cultura do feijão José Salvador

Leia mais

HORTAS E HORTOS DE PLANTAS MEDICINAIS EM DUAS CRECHES DE DOURADOS

HORTAS E HORTOS DE PLANTAS MEDICINAIS EM DUAS CRECHES DE DOURADOS HORTAS E HORTOS DE PLANTAS MEDICINAIS EM DUAS CRECHES DE DOURADOS Sarah Ribas Fleitas 1 ; Néstor Antonio Heredia Zárate 2 ; Maria do Carmo Vieira 2 ; Elissandra Pacito Torales 3 ; Luciana de Camargo Silva

Leia mais

Comunicado. Técnico. Tipos de Alface Cultivados no Brasil. Gilmar Paulo Henz 1 Fábio Suinaga 2

Comunicado. Técnico. Tipos de Alface Cultivados no Brasil. Gilmar Paulo Henz 1 Fábio Suinaga 2 Comunicado 75 Técnico ISSN 1414-9850 Novembro, 2009 Brasília, DF Tipos de Alface Cultivados no Brasil Gilmar Paulo Henz 1 Fábio Suinaga 2 A alface é uma cultura plantada e consumida em todo o território

Leia mais

9.5 PRINCIPAIS PRAGAS E DOENÇAS DO FEIJOEIRO

9.5 PRINCIPAIS PRAGAS E DOENÇAS DO FEIJOEIRO 9.5 PRINCIPAIS PRAGAS E DOENÇAS DO FEIJOEIRO 9.5.1 Controle de Pragas PRINCIPAIS PRAGAS -Lagarta elasmo -Vaquinhas - Mosca branca -Ácaro branco -Carunchos LAGARTA ELASMO Feijão da seca aumento da população

Leia mais

Avaliação de linhagens de alface tipo americana no município de Bambui-MG

Avaliação de linhagens de alface tipo americana no município de Bambui-MG Avaliação de linhagens de alface tipo americana no município de Bambui-MG Luiz Fernando Ghetti PEREIRA ¹ ; Raul Magalhães FERRAZ¹; Raiy Magalhães FERRAZ²; Luciano Donizete GONÇALVES³ 1 Estudante de Agronomia.

Leia mais

Cadeia da Olericultura

Cadeia da Olericultura Cadeia da Olericultura Olericultura A olericultura é a área da horticultura que abrange a exploração de hortaliças e que engloba culturas folhosas, raízes, bulbos, tubérculos, frutos diversos e partes

Leia mais

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/pepino.htm

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/pepino.htm Página 1 de 5 Olericultura A Cultura do Pepino Nome Cultura do Pepino Produto Informação Tecnológica Data Abril - 1999 Preço - Linha Olericultura Informações gerais sobre a Resenha Cultura do Pepino Luiz

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: ÁREA TEMÁTICA: RESUMO

TÍTULO: AUTORES: ÁREA TEMÁTICA: RESUMO TÍTULO: HORTA COMUNITÁRIA NOS ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO PITIMBU/PB. AUTORES: Wedja S.da Silva; Marcelo R.da Silva; Macilene S.da Silva; Analice M. da Silva; Francisco B. Silva; Jaidenilson V.de

Leia mais

Alfaces. Brócolis, Repolhos e Couves-flores

Alfaces. Brócolis, Repolhos e Couves-flores Alfaces Brócolis, Repolhos e Couves-flores Compromissos Seminis produtividade Maior potencial produtivo Resistência a pragas e doenças Qualidade de sementes conhecimento Rede global de melhoramento genético

Leia mais

AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS ORGÂNICAS NO MUNICÍPIO DE CORRENTE RESUMO

AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS ORGÂNICAS NO MUNICÍPIO DE CORRENTE RESUMO AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS ORGÂNICAS NO MUNICÍPIO DE CORRENTE Suse Alves Ribeiro¹, Jildemar Oliveira dos Santos Júnior¹, Adriano da Silva Almeida² ¹ Alunos do Curso de Agronomia da UESPI de Corrente.

Leia mais

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/ervilha.htm

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/ervilha.htm Página 1 de 5 Olericultura A Cultura da Ervilha Nome Cultura da Ervilha Produto Informação Tecnológica Data Abril - 1999 Preço - Linha Olericultura Informações gerais sobre a Resenha Cultura da Ervilha

Leia mais

Confederação Nacional do Transporte - CNT Diretoria Executiva da CNT. DESPOLUIR Programa Ambiental do Transporte

Confederação Nacional do Transporte - CNT Diretoria Executiva da CNT. DESPOLUIR Programa Ambiental do Transporte Confederação Nacional do Transporte - CNT Diretoria Executiva da CNT DESPOLUIR Programa Ambiental do Transporte Promoção SEST / SENAT Conteúdo Técnico ESCOLA DO TRANSPORTE JULHO/2007 Plante Árvores O

Leia mais

MUDAS SEM DOENÇAS: PREVENÇÃO E PROTEÇÃO. Evelyn Araujo Conqualy Consultoria Florianópolis - SC Out/2015

MUDAS SEM DOENÇAS: PREVENÇÃO E PROTEÇÃO. Evelyn Araujo Conqualy Consultoria Florianópolis - SC Out/2015 MUDAS SEM DOENÇAS: PREVENÇÃO E PROTEÇÃO Evelyn Araujo Conqualy Consultoria Florianópolis - SC Out/2015 Muda : papel fundamental na obtenção de uma planta bem formada e SADIA Qualidade sanitária das mudas:

Leia mais

HORTA AGROECOLÓGICA: Passo a passo para se produzir alimentos saudáveis na escola e em casa!

HORTA AGROECOLÓGICA: Passo a passo para se produzir alimentos saudáveis na escola e em casa! Programa de Educação Ambiental UHE Teles Pires HORTA AGROECOLÓGICA: Passo a passo para se produzir alimentos saudáveis na escola e em casa! cartilha_horta.indd 1 13/02/14 09:58 cartilha_horta.indd 2 13/02/14

Leia mais

TELAS DE SOMBREAMENTO NO CULTIVO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS

TELAS DE SOMBREAMENTO NO CULTIVO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS TELAS DE SOMBREAMENTO NO CULTIVO DE HORTALIÇAS FOLHOSAS Andréia Cristina Silva Hirata Eng. Agr., Doutora, Pesquisadora científica do Polo Regional Alta Sorocabana/APTA andreiacs@apta.sp.gov.br Edson Kiyoharu

Leia mais

Avaliação da viabilidade de implantação de hortas comunitárias em instituições filantrópicas por meio de projetos de extensão

Avaliação da viabilidade de implantação de hortas comunitárias em instituições filantrópicas por meio de projetos de extensão Avaliação da viabilidade de implantação de hortas comunitárias em instituições filantrópicas por meio de projetos de extensão Anderson Mendes ARAUJO¹; Roberta FONSECA²; Luciano Donizete GONÇALVES³; Alisson

Leia mais

PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS COM ADUBAÇÃO QUÍMICA E ORGÂNICA NA ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA ARATIBA

PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS COM ADUBAÇÃO QUÍMICA E ORGÂNICA NA ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA ARATIBA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS COM ADUBAÇÃO QUÍMICA E ORGÂNICA NA ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA ARATIBA DILL, Jaqueline Mara 1 STREHER, Lenon Madalozzo¹ ZIN, Vinícios¹ URIO, Elisandra Andreia 2 SCOLARI, Lidinara

Leia mais

Como formar seu Gramado

Como formar seu Gramado Como formar seu Gramado Nada menos que mil pés de grama convivem em cada metro quadrado de um gramado. E, ao contrário de uma horta ou canteiro, onde o solo pode ser revolvido, corrigido e enriquecido

Leia mais

EXTRATÉGIAS DE MANEJO DE FERTILIDADE E ADUBAÇÃO

EXTRATÉGIAS DE MANEJO DE FERTILIDADE E ADUBAÇÃO EXTRATÉGIAS DE MANEJO DE FERTILIDADE E ADUBAÇÃO UNIOESTE MARECHAL CANDIDO RONDON 12 e 13 de Junho de 2015 Eng agr Daniel J. de S. Mol Qual realidade atual do manejo do solo e fertilidade? Qual o objetivo

Leia mais

PROJETO HORTA E ALIMENTAÇÃO SAÚDAVEL

PROJETO HORTA E ALIMENTAÇÃO SAÚDAVEL PROJETO HORTA E ALIMENTAÇÃO SAÚDAVEL Público Alvo Destinado a alunos de Educação Infantil Duração: O projeto se caracteriza por ser uma atividade continuada, portanto, não tem hora ou tempo de duração

Leia mais

Alimentação saudável para Diabé7cos, com muito gosto! Nídia Braz 14 Dezembro, 2012

Alimentação saudável para Diabé7cos, com muito gosto! Nídia Braz 14 Dezembro, 2012 Alimentação saudável para Diabé7cos, com muito gosto! Nídia Braz 14 Dezembro, 2012 1 A alimentação saudável depende de hábitos alimentares saudáveis: Diversidade da alimentação Número adequado de refeições

Leia mais

Culturas. A Cultura do Milho. Nome A Cultura do Milho Produto Informação Tecnológica Data Outubro de 2000 Preço - Linha Culturas Resenha

Culturas. A Cultura do Milho. Nome A Cultura do Milho Produto Informação Tecnológica Data Outubro de 2000 Preço - Linha Culturas Resenha 1 de 5 10/16/aaaa 11:24 Culturas A Cultura do Milho Nome A Cultura do Milho Produto Informação Tecnológica Data Outubro de 2000 Preço - Linha Culturas Resenha Informações resumidas sobre a cultura do milho

Leia mais

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/hortalicas...

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/hortalicas... Página 1 de 6 Olericultura Produção Orgânica de Hortaliças Nome Hortaliças : Produção Orgânica Produto Informação Tecnológica Data Abril - 2000 Preço - Linha Olericultura Resenha Informações gerais sobre

Leia mais

Principais pragas das hortaliças e perspectivas de controle biológico. Terezinha Monteiro dos Santos Cividanes Pesquisador Científico APTA/SAA - SP

Principais pragas das hortaliças e perspectivas de controle biológico. Terezinha Monteiro dos Santos Cividanes Pesquisador Científico APTA/SAA - SP Principais pragas das hortaliças e perspectivas de controle biológico Terezinha Monteiro dos Santos Cividanes Pesquisador Científico APTA/SAA - SP Plantas cultivadas em sistema de aquaponia Alface Cebolinha

Leia mais

PLANTIO DIRETO. Definição JFMELO / AGRUFBA 1

PLANTIO DIRETO. Definição JFMELO / AGRUFBA 1 Definição JFMELO / AGRUFBA 1 INFLUÊNCIAS NO SOLO Matéria orgânica Estabilidade dos agregados e infiltração JFMELO / AGRUFBA 2 INFLUÊNCIAS NO SOLO Temperatura do solo JFMELO / AGRUFBA 3 INFLUÊNCIAS NO SOLO

Leia mais

Desempenho de cultivares de alface lisa em casa de vegetação, com e sem cobertura de solo.

Desempenho de cultivares de alface lisa em casa de vegetação, com e sem cobertura de solo. Desempenho de cultivares de alface lisa em casa de vegetação, com e sem cobertura de solo. Hamilton César de Oliveira Charlo 1 ; Renata Castoldi; Leila Trevizan Braz 1 Depto. de Produção Vegetal, Via de

Leia mais

Crescimento da alface americana em função da retirada do nitrogênio da solução

Crescimento da alface americana em função da retirada do nitrogênio da solução MARTINS, AD; COELHO FS; FONTES, PCR; BRAUN H. Crescimento da alface americana com a retirada de Crescimento da alface americana em função da retirada do nitrogênio da solução nutritiva. nitrogênio da solução

Leia mais

Produtividade de fáfia e almeirão em cultivo solteiro e consorciado

Produtividade de fáfia e almeirão em cultivo solteiro e consorciado 17 Workshop de Plantas Medicinais do Mato Grosso do Sul/7º Empório da Agricultura Familiar PM Produtividade de fáfia e almeirão em cultivo solteiro e consorciado Lais de Lima Luqui 1* ; Mayara S. Horbach

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE HORTALIÇAS

PRODUÇÃO DE MUDAS DE HORTALIÇAS PRODUÇÃO DE MUDAS DE HORTALIÇAS Sistemas de produção Sementes Estruturas vegetativas (propagação por estolhos, estacas, tubérculos, bulbos, rizomas, raízes, micropropagação) PROPAGAÇÃO SEXUADA A SEMENTE

Leia mais

Fatores de cultivo CLIMA:

Fatores de cultivo CLIMA: Fatores de cultivo CLIMA: Os fatores climáticos influenciam de forma acentuada o desenvolvimento dos PMAC, bem como a produção dos princípios ativos. Estes fatores podem influenciar isoladamente ou em

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOSÉ EDSON DOMINGOS DOS SANTOS. 1. PROF. GERENCIADOR DE TEC. EDUCACIONAIS E RECURSOS MIDIÁTICOS: Edvaldo M.

ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR JOSÉ EDSON DOMINGOS DOS SANTOS. 1. PROF. GERENCIADOR DE TEC. EDUCACIONAIS E RECURSOS MIDIÁTICOS: Edvaldo M. GOVERNO DO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E APOIO À EDUCAÇÃO COORDENADORIAS DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL-

Leia mais

DOENÇAS DA ALFACE Lactuca sativa

DOENÇAS DA ALFACE Lactuca sativa DOENÇAS DA ALFACE Lactuca sativa Anotações de aula Profa. Marli F.S. Papa Vídeo Hidroponia: controle de doenças e pragas da alface 1. Quais as medidas que podem ser adotadas preventivamente para o controle

Leia mais

Adubação verde. tecnologia simples e sustentável. Sanidade vegetal Manejo adequado da Lagarta-do-Cartucho nas plantações de milho

Adubação verde. tecnologia simples e sustentável. Sanidade vegetal Manejo adequado da Lagarta-do-Cartucho nas plantações de milho CONFIRA OS ATRATIVOS DA VERSÃO SPORT DA FORD RANGER PAG. 16 Sanidade vegetal Manejo adequado da Lagarta-do-Cartucho nas plantações de milho 00102 810001 771806 9 Revista Produz - Ano XI Nº 102 2015 R$

Leia mais

V Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí V Jornada Científica 19 a 24 de novembro de 2012

V Semana de Ciência e Tecnologia IFMG - campus Bambuí V Jornada Científica 19 a 24 de novembro de 2012 BIOFERTILIZANTE ORGÂNICO NO CONTROLE DE PRAGAS EM BRÁSSICAS Vinícius Dias de OLIVEIRA 1 ; Luciano Donizete GONÇALVES 2 1 Estudante de Agronomia-Bolsista de Iniciação Científica (PIBIC) FAPEMIG. Instituto

Leia mais

Manual Prático Hortas Escolares

Manual Prático Hortas Escolares Manual Prático Hortas Escolares Goiânia 2015 ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO, PLANEJAMENTO E FINANÇAS GERÊNCIA DE MERENDA ESCOLAR NÚCLEO DE

Leia mais

Cultura Da Mandioca (Manihot esculenta subsp esculenta)

Cultura Da Mandioca (Manihot esculenta subsp esculenta) Cultura Da Mandioca (Manihot esculenta subsp esculenta) CULTURA DA MANDIOCA (Manihot esculenta subsp esculenta) 1 - Características É um arbusto perene, pertencente à família botânica Euphorbiaceae, planta

Leia mais

Adubação Orgânica Adubação Orgânica e Adubação Verde. Informações sobre Adubação orgânica e Adubação Verde

Adubação Orgânica Adubação Orgânica e Adubação Verde. Informações sobre Adubação orgânica e Adubação Verde 1 de 5 10/16/aaaa 10:13 Adubação Orgânica Adubação Orgânica e Adubação Verde Nome Adubação Orgânica e Adubação Verde Produto Informação Tecnológica Data Abril - 2000 Preço - Linha Adubação Orgânica Resenha

Leia mais

2) Aprendendo a fazer a compostagem. 4)Composteira: solução para em pequenos espaços.

2) Aprendendo a fazer a compostagem. 4)Composteira: solução para em pequenos espaços. Compostagem: a arte de transformar o lixo em adubo orgânico 2) Aprendendo a fazer a compostagem 4)Composteira: solução para em pequenos espaços. 3)Manutenção e cuidados com o composto Microorganismos:

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 02/04/2011 Nota: Professora: Karina Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Biomassa Microbiana em Cultivo de Alface sob Diferentes Adubações Orgânicas e Manejo da Adubação Verde

Biomassa Microbiana em Cultivo de Alface sob Diferentes Adubações Orgânicas e Manejo da Adubação Verde Biomassa Microbiana em Cultivo de Alface sob Diferentes Adubações Orgânicas e Manejo da Adubação Verde Microbial Biomass In Lettuce Culture Under Different Organic Fertilizers And Management Of Green Manure

Leia mais

Plantas a cultivar. Pragas e doenças

Plantas a cultivar. Pragas e doenças a a Abóbora Afídios, cochonilhas Chicória, feijão verde Alface -Junho Pulgão, lagarta, tesourinha Alho francês Maio septoriose, cercosporiose Sclerotinia, míldio, vírus do mosaico. Aipo, cebola, cenoura,

Leia mais

CRESCIMENTO INICIAL DE CULTIVARES DE ALFACE EM SISTEMA HIDROPÔNICO TIPO NFT.

CRESCIMENTO INICIAL DE CULTIVARES DE ALFACE EM SISTEMA HIDROPÔNICO TIPO NFT. CRESCIMENTO INICIAL DE CULTIVARES DE ALFACE EM SISTEMA HIDROPÔNICO TIPO NFT. BARBOSA, Rogério Zanarde 1 ARAÚJO, Henrique Manoel 1 BONFANTE, Jonas William 1 YASSUDA, Mirian 1 1 Acadêmicos do curso de Agronomia

Leia mais

1. Manejo da Horta e Prevenção de Pragas

1. Manejo da Horta e Prevenção de Pragas 1. Manejo da Horta e Prevenção de Pragas Em agricultura orgânica sempre se busca o equilíbrio ecológico e a prevenção de problemas que afetam a saúde das plantas. Através do uso de algumas técnicas simples

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ ROSELI CÂNDIDA LEITE ADEQUAÇÃO DA HORTA ESCOLAR À PRODUÇÃO ORGÂNICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ ROSELI CÂNDIDA LEITE ADEQUAÇÃO DA HORTA ESCOLAR À PRODUÇÃO ORGÂNICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ ROSELI CÂNDIDA LEITE ADEQUAÇÃO DA HORTA ESCOLAR À PRODUÇÃO ORGÂNICA MATINHOS 2011 ROSELI CÂNDIDA LEITE ADEQUAÇÃO DA HORTA ESCOLAR À PRODUÇÃO ORGÂNICA Trabalho apresentado

Leia mais

UFGD FORMA HORTA CASEIRA COMO TERAPIA OCUPACIONAL PARA IDOSOS. Universidade Federal da Grande Dourados, Caixa Postal 533, CEP 79804 970, Dourados

UFGD FORMA HORTA CASEIRA COMO TERAPIA OCUPACIONAL PARA IDOSOS. Universidade Federal da Grande Dourados, Caixa Postal 533, CEP 79804 970, Dourados UFGD FORMA HORTA CASEIRA COMO TERAPIA OCUPACIONAL PARA IDOSOS Cedrick Brito Chaim Jardim Rosa 1 ; Néstor Antonio Heredia Zárate 2 ; João Dimas Graciano 3 ; Ítalo Massambone 1 1 Universidade Federal da

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS NO MUNICÍPIO DE CORRENTE

DIAGNÓSTICO DA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS NO MUNICÍPIO DE CORRENTE DIAGNÓSTICO DA PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS NO MUNICÍPIO DE CORRENTE Jildemar Oliveira dos Santos Júnior¹, Suse Alves Ribeiro¹, Adriano da Silva Almeida² ¹ Alunos do Curso de Agronomia da UESPI de Corrente.

Leia mais

Projeto Horta Comunitária: promovendo saúde e bem estar social

Projeto Horta Comunitária: promovendo saúde e bem estar social Projeto Horta Comunitária: promovendo saúde e bem estar social Mostra Local de: Arapongas Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Centro

Leia mais

CONTROLE DE DOENÇAS E PRAGAS DAS PIMENTAS

CONTROLE DE DOENÇAS E PRAGAS DAS PIMENTAS CONTROLE DE DOENÇAS E PRAGAS DAS PIMENTAS ÍNDICE Carlos Alberto Lopes Embrapa Hortaliças INTRODUÇÃO... 1 DOENÇAS... 2 1. Tombamento...2 2. Murcha-de-fitóftora (Requeima, Podridão-de-fitóftora, Pé-preto)...2

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DA DISCUSSÃO DE SEMENTES DE HORTLIÇAS AGROECOLÓGICAS NO TERRITÓRIO DA BORBOREMA

A CONSTRUÇÃO DA DISCUSSÃO DE SEMENTES DE HORTLIÇAS AGROECOLÓGICAS NO TERRITÓRIO DA BORBOREMA A CONSTRUÇÃO DA DISCUSSÃO DE SEMENTES DE HORTLIÇAS AGROECOLÓGICAS NO TERRITÓRIO DA BORBOREMA SALES 1, José Felipe Silva de; Marini, Fillipe Silveira²; SILVA, Manoel Roberval da³; FREIRA, Adriana Galvão³

Leia mais

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista ç Sinais da ç Boa Nutrição Alice Silveira Granado CRN 3 : 17638 Nutricionista Crescimento Adequado Funcionamento Regular do Intestino Dentes Fortes e Saudáveis Bom Apetite Boa Imunidade Peso Adequado Pele

Leia mais

TRATOS CULTURAIS PARA QUALIDADE DA SEMENTEIRA

TRATOS CULTURAIS PARA QUALIDADE DA SEMENTEIRA 1º CICLO DE PALESTRAS SODEPAC TRATOS CULTURAIS PARA QUALIDADE DA SEMENTEIRA Maia Barnabé Sambongo Dir. Fazenda Quizenga TRATOS CULTURAIS PARA QUALIDADE DA SEMENTEIRA ÁREA DE 1º ANO 1. Supressão Vegetal

Leia mais

Família Brassicaceae

Família Brassicaceae Família Brassicaceae Família Brassicaceae Cultura Brócolos Couve-flor Couve Couve-tronchuda Couve-de-bruxelas Couve-rábano Repolho Couve-chinesa Agrião aquático Rabanete Rucula Nome científico Brassica

Leia mais

Trabalho resgatado da época do Sinac. Título: Programa de Hortas Domésticas e Comunitárias. Autor: Urivaldo de Almeida Amorim

Trabalho resgatado da época do Sinac. Título: Programa de Hortas Domésticas e Comunitárias. Autor: Urivaldo de Almeida Amorim Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA Companhia Nacional de Abastecimento Conab Diretoria de Gestões de Estoques Diges Superintendência de Programas Institucionais e Sociais de Abastecimento

Leia mais

Expediente REALIZAÇÃO APOIO TÉCNICO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS ENTIDADES ESTADUAIS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (ASBRAER)

Expediente REALIZAÇÃO APOIO TÉCNICO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS ENTIDADES ESTADUAIS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (ASBRAER) Expediente REALIZAÇÃO APOIO TÉCNICO SEBRAE SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS ENTIDADES ESTADUAIS DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (ASBRAER) Presidente

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE APOIO RURAL E COOPERATIVISMO SERVIÇO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE CULTIVARES ANEXO VIII

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE APOIO RURAL E COOPERATIVISMO SERVIÇO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE CULTIVARES ANEXO VIII MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE APOIO RURAL E COOPERATIVISMO SERVIÇO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE CULTIVARES ANEXO VIII REQUISITOS MÍNIMOS PARA DETERMINAÇÃO DO VALOR DE CULTIVO

Leia mais

Efeitos da adubação nitrogenada de liberação lenta sobre a qualidade de mudas de café

Efeitos da adubação nitrogenada de liberação lenta sobre a qualidade de mudas de café Efeitos da adubação nitrogenada de liberação lenta sobre a qualidade de mudas de café Gabriel Avelar LAGE 1 ; Sheila Isabel do Carmo PINTO²; Iul Brinner Expedito de SOUZA³; Marcus Vinicius SANTOS 3 ; Guilherme

Leia mais

Nutrição do cafeeiro e uso de Sódio S na agricultura. de Oliveira Silva Guilherme Maluf Breno Geraldo Rabelo Leblon Urbano Guimarães

Nutrição do cafeeiro e uso de Sódio S na agricultura. de Oliveira Silva Guilherme Maluf Breno Geraldo Rabelo Leblon Urbano Guimarães Nutrição do cafeeiro e uso de Sódio S na agricultura Júlio César C de Oliveira Silva Guilherme Maluf Breno Geraldo Rabelo Leblon Urbano Guimarães Sumário 1. História do café no Brasil 2. Conceitos e legislação

Leia mais

INFLUÊNCIA DO CULTIVO ORGÂNICO COBERTO SOBRE O CONTEÚDO DE ANTOCIANINAS EM ALFACE ROXA

INFLUÊNCIA DO CULTIVO ORGÂNICO COBERTO SOBRE O CONTEÚDO DE ANTOCIANINAS EM ALFACE ROXA INFLUÊNCIA DO CULTIVO ORGÂNICO COBERTO SOBRE O CONTEÚDO DE ANTOCIANINAS EM ALFACE ROXA J.L Cruz 1, L.M. Martins 2, K.G. Oliveira 3, E.C. Silva 4, L.A. Carlos 5 1- Departamento de Engenharia de Alimentos

Leia mais

CUIDADOS TÉCNICOS COM GRAMADOS

CUIDADOS TÉCNICOS COM GRAMADOS CUIDADOS TÉCNICOS COM GRAMADOS CUIDADOS PRÉ-PLANTIO ERRADICAÇÃO DE ERVAS DANINHAS Você deve erradicar as ervas daninhas da área a ser gramada. Esta operação pode ser feita através da capina mecânica ou

Leia mais

Fruticultura. A Cultura do Abacate. Nome Cultura do Abacate Produto Informação Tecnológica Data Abril -2001 Preço - Linha Fruticultura Resenha

Fruticultura. A Cultura do Abacate. Nome Cultura do Abacate Produto Informação Tecnológica Data Abril -2001 Preço - Linha Fruticultura Resenha 1 de 9 10/16/aaaa 11:29 Fruticultura A Cultura do Abacate Nome Cultura do Abacate Produto Informação Tecnológica Data Abril -2001 Preço - Linha Fruticultura Resenha Informações resumidas sobre a Cultura

Leia mais

COMO PLANTAR AS CROTALÁRIAS: BREVIFLORA, OCHROLEUCA, JUNCEA E SPECTABILIS...

COMO PLANTAR AS CROTALÁRIAS: BREVIFLORA, OCHROLEUCA, JUNCEA E SPECTABILIS... COMO PLANTAR AS CROTALÁRIAS: BREVIFLORA, OCHROLEUCA, JUNCEA E SPECTABILIS... 2 A 3 Centímetros de profundidade, "enterradas", sendo 2 ou 3 sementes em cada buraco, desta forma pode ser em vasos também.

Leia mais

Cultivo de couve-flor e brócolis

Cultivo de couve-flor e brócolis Cultivo de couve-flor e brócolis Família Brassicaceae Cultura Brócolos Couve-flor Couve Couve-tronchuda Couve-de-bruxelas Couve-rábano Repolho Couve-chinesa Rabanete Rucula Nome científico Brassica oleracea

Leia mais

Fruticultura. A Cultura da Bananeira

Fruticultura. A Cultura da Bananeira 1 de 7 10/16/aaaa 11:38 Fruticultura A Cultura da Bananeira Nome Cultura da Bananeira Produto Informação Tecnológica Data Novembro 2000 Preço - Linha Fruticultura Informações resumidas Resenha sobre a

Leia mais

Implantação e manutenção de uma horta comunitária na APAE de Bambuí MG

Implantação e manutenção de uma horta comunitária na APAE de Bambuí MG VIII SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO IFMG-CAMPUS BAMBUÍ II MOSTRA DE EXTENSÃO Implantação e manutenção de uma horta comunitária na APAE de Bambuí MG Bruno Dorneles de Oliveira¹; Eduardo Castelar Silva

Leia mais

Estudo da literatura sobre as metodologias de produção e cultivo da alface

Estudo da literatura sobre as metodologias de produção e cultivo da alface 26 Estudo da literatura sobre as metodologias de produção e cultivo da alface (Literary study on the methods of production and crop of lettuce) Tallita Monya Pereira de Barros 1 ; Wellington Marcelo Queixas

Leia mais

NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS. Prof. Dr. Osmar Souza dos Santos UFSM

NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS. Prof. Dr. Osmar Souza dos Santos UFSM NUTRIÇÃO MINERAL DE PLANTAS Prof. Dr. Osmar Souza dos Santos UFSM FUNDAMENTOS DA NUTRIÇÃO DE PLANTAS Nutrientes Macronutrientes: C, H, O, N, P, K, Ca, Mg, S. Micronutrientes: Fe, Mn, Zn, Cu, B, Mo, Cl.

Leia mais

Desempenho de hortaliças em sucessão de culturas, sob cultivo convencional e orgânico, no Litoral Sul Catarinense

Desempenho de hortaliças em sucessão de culturas, sob cultivo convencional e orgânico, no Litoral Sul Catarinense Desempenho de hortaliças em sucessão de culturas, sob cultivo convencional e orgânico, no Litoral Sul Catarinense Antonio Carlos Ferreira da Silva 1, Luiz Augusto Martins Peruch 2 e Darci Antonio Althoff

Leia mais

Orientações para uma vida ativa e saudável através da alimentação

Orientações para uma vida ativa e saudável através da alimentação Orientações para uma vida ativa e saudável através da alimentação Introdução Para ter uma qualidade de vida favorável, com boa saúde e manter-se ativo, além dos cuidados diários com medicações, acompanhamento

Leia mais

Receitas criativas para esquentar o inverno. SUPLEMENTO ONLINE julho 2013 ano 3 nº 9

Receitas criativas para esquentar o inverno. SUPLEMENTO ONLINE julho 2013 ano 3 nº 9 Receitas criativas para esquentar o inverno SUPLEMENTO ONLINE julho 2013 ano 3 nº 9 Sopa de Tomate com Trigo em Grãos e Berinjela Grelhada Berinjela Grelhada 1 berinjela média, com casca, picada em cubos

Leia mais

f a z e r e revolucionar sua alimentação

f a z e r e revolucionar sua alimentação C o m o f a z e r sua horta em casa e revolucionar sua alimentação MANUAL PRÁTICO POR QUE TER UMA HORTA EM CASA? Sabe-se que a alimentação funciona como um combustível, e o organismo responde de acordo

Leia mais

Banana. Cultivares e Práticas de Cultivo

Banana. Cultivares e Práticas de Cultivo Banana Cultivares e Práticas de Cultivo Comercialização de Banana CEASA Minas Contagem 2011 (toneladas) 70.000,00 63.600,00 60.000,00 55.630,00 50.000,00 40.000,00 30.000,00 20.000,00 10.000,00 0,00

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA - ETEC PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA CURSO TÉCNICO EM AGRONEGÓCIOS

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA - ETEC PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA CURSO TÉCNICO EM AGRONEGÓCIOS CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA - ETEC PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA CURSO TÉCNICO EM AGRONEGÓCIOS ANA CAROLINA MENOCCI CLAUDINEI APARECIDO PAES CRISLEI DA SILVA FERMINO PEDRO AUGUSTO TEREZAN

Leia mais

BENFEITORIAS PARA A CRIAÇÃO DO BICHO-DA-SEDA

BENFEITORIAS PARA A CRIAÇÃO DO BICHO-DA-SEDA 1 BENFEITORIAS PARA A CRIAÇÃO DO BICHO-DA-SEDA As benfeitorias para a criação do bicho-da-seda são chocadeira ou criadeira, sirgaria ou barracão, depósito de ramos da amoreira, depósito de bosques, depósito

Leia mais

ANTÚRIOS PARA FLORES DE CORTE Paulo P Her aulo P ciíio Viegas V Rodrigues LPV- LPV ESALQ-USP

ANTÚRIOS PARA FLORES DE CORTE Paulo P Her aulo P ciíio Viegas V Rodrigues LPV- LPV ESALQ-USP ANTÚRIOS PARA FLORES DE CORTE Paulo Herciíio Viegas Rodrigues LPV-ESALQ-USP Município: Pariquera Açu Local: Sítio Sakai Início de atividade: Aquisição de plântulas: 2002 Desenvolvimento de mudas (casa

Leia mais

Sistemas de manejo do solo

Sistemas de manejo do solo Sistemas de manejo do solo Introdução Uso e preparo do solo O arado. Evolução dos conhecimentos de uso e manejo do solo. O Ecossistema tropical Temperatura elevada e solos muito imteperizados 1 Sistemas

Leia mais

Projeções da demanda por fertilizantes no Brasil

Projeções da demanda por fertilizantes no Brasil Projeções da demanda por fertilizantes no Brasil índice 3 4 5 6 8 9 o mercado Números e importância do setor projeções de longo prazo planos/produtos metodologia condições, prazo e investimento formulário

Leia mais

ÍNDICE COMERCIAL DE ALFACE FERTIRRIGADA COM NITROGÊNIO, SILÍCIO E POTÁSSIO EM AMBIENTE PROTEGIDO E NO PERÍODO OUTONAL

ÍNDICE COMERCIAL DE ALFACE FERTIRRIGADA COM NITROGÊNIO, SILÍCIO E POTÁSSIO EM AMBIENTE PROTEGIDO E NO PERÍODO OUTONAL ÍNDICE COMERCIAL DE ALFACE FERTIRRIGADA COM NITROGÊNIO, SILÍCIO E POTÁSSIO EM AMBIENTE PROTEGIDO E NO PERÍODO OUTONAL Renan Soares de Souza 1 ; Roberto Rezende 2 ; Paulo Sérgio Lourenço de Freitas 3 ;

Leia mais

PROJETO EDUCANDO COM A HORTA: CORES AROMAS E SABORES. NEI João Machado da Silva

PROJETO EDUCANDO COM A HORTA: CORES AROMAS E SABORES. NEI João Machado da Silva PROJETO EDUCANDO COM A HORTA: CORES AROMAS E SABORES NEI João Machado da Silva Justificativa Aproveitar racionalmente a pequena disponibilidade de espaço de terra do NEI João Machado da Silva na produção

Leia mais

Efeito da cobertura morta sobre a produção de alface crespa, cultivar Cinderela, em Várzea Grande-MT.

Efeito da cobertura morta sobre a produção de alface crespa, cultivar Cinderela, em Várzea Grande-MT. Efeito da cobertura morta sobre a produção de alface crespa, cultivar Cinderela, em Várzea Grande-MT. Adriana Quixabeira Machado 1 ; Marcelo Eduardo Pasqualotti 1 ; Alessandro Ferronato 1 ; Anderson Luis

Leia mais

EDUCANDO A PARTIR DE UM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO. Silvia C. M. Ferreira 1 (PF), Willany C. Cardoso 2 (PF).

EDUCANDO A PARTIR DE UM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO. Silvia C. M. Ferreira 1 (PF), Willany C. Cardoso 2 (PF). EDUCANDO A PARTIR DE UM SISTEMA ALTERNATIVO DE IRRIGAÇÃO Silvia C. M. Ferreira 1 (PF), Willany C. Cardoso 2 (PF). 1 Orientadora professora do CEM S. J. Ribamar/FAPEMA, acadêmica química/ufma. 2 Orientadora

Leia mais

Resultado da Intensidade luminosa no desenvolvimento de plantas de agrião (Nasturtium officinale)

Resultado da Intensidade luminosa no desenvolvimento de plantas de agrião (Nasturtium officinale) Resultado da Intensidade luminosa no desenvolvimento de plantas de agrião (Nasturtium officinale) Bruna de Souza Silveira (1),Michelle de Oliveira Santos (1) ;Ana Cardoso Clemente Ferreira Filha de Paula

Leia mais

ESCOLA DO CAMPO: PROJETO HORTA ORGÂNICA

ESCOLA DO CAMPO: PROJETO HORTA ORGÂNICA ESCOLA DO CAMPO: PROJETO HORTA ORGÂNICA Lilian Pchek 1 Marciane Maria Mendes 2 Resumo Este trabalho tem por objetivo mostrar e familiarizar os alunos e professores quanto à possibilidade da interdisciplinaridade

Leia mais

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/culturama...

http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/serv_prod/livraria/olericultura/culturama... Página 1 de 7 Olericultura A Cultura da Mandioca de Mesa Nome Cultura da Mandioca de Mesa Produto Informação Tecnológica Data Julho -2002 Preço - Linha Olericultura Informações resumidas sobre Resenha

Leia mais

Como plantar Bolbos de Flor

Como plantar Bolbos de Flor Como plantar Bolbos de Flor É uma verdade, que para desfrutar de Bolbos de flor, como a Tulipa, Narcisos, Jacintos, Crocus e outros, deveremos plantá-los no Outono. Este aspecto é o mais penoso, mas sem

Leia mais

Produção de cultivares de alface em três sistemas de cultivo em Montes Claros-MG

Produção de cultivares de alface em três sistemas de cultivo em Montes Claros-MG Produção de cultivares de alface em três sistemas de cultivo em Montes Claros-MG Cândido Alves da Costa; Sílvio Júnio Ramos; Simone Nassau Zuba; Wagner Fabian. UFMG-Núcleo de Ciências Agrárias, C. Postal

Leia mais

Claudinei Kurtz Eng Agr MSc Epagri EE Ituporanga Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas. Governo do Estado

Claudinei Kurtz Eng Agr MSc Epagri EE Ituporanga Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas. Governo do Estado NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DA CULTURA DA CEBOLA Claudinei Kurtz Eng Agr MSc Epagri EE Ituporanga Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas Governo do Estado AMOSTRAGEM DO SOLO Solo da camada 0-20cm 1ha = 2000

Leia mais

MANDIOCA: da plantação a colheita

MANDIOCA: da plantação a colheita 1º CICLO DE PALESTRAS SODEPAC MANDIOCA: da plantação a colheita PhD. Eng. Agrônomo Pascoal Muondo Técnico de Sistemas de Produção de Mandioca IIA Estação Experimental Agrícola de Malanje Índice 1. Origem

Leia mais

HORTALIÇAS. Valorize sua alimentação com hortaliças de diferentes cores. Segurança Alimentar e Nutricional. Cartilha:

HORTALIÇAS. Valorize sua alimentação com hortaliças de diferentes cores. Segurança Alimentar e Nutricional. Cartilha: Cartilha: HORTALIÇAS Valorize sua alimentação com hortaliças de diferentes cores Segurança Alimentar e Nutricional Pedagoga Dóris Florêncio Ferreira de Alvarenga Departamento Técnico EMATER MG Economista

Leia mais

TITULO: Viabilidade produtiva e de utilização de biofertilizantes

TITULO: Viabilidade produtiva e de utilização de biofertilizantes TITULO: Viabilidade produtiva e de utilização de biofertilizantes em Assentamentos Rurais de Santa Catarina/Brasil EJE: Ciencia, Tecnología y Sociedad AUTORES: Msc. Marina Bustamante Ribeiro Prof. Dr.

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2015

PLANO DE ENSINO 2015 PLANO DE ENSINO 2015 CURSO: Agronomia DISCIPLINA: AG-71 Olericultura TURMA(S): 7ª Fase SEMESTRE LETIVO: 7 CARGA HORARIA SEMESTRAL: 75 h PRÉ-REQUISITO: AG-53 Nutrição Vegetal PROFESSOR (A): Rony da Silva

Leia mais

Projeto de Educação Ambiental do Condomínio Vivendas Lago Azul. Horta em casa ou apartamento

Projeto de Educação Ambiental do Condomínio Vivendas Lago Azul. Horta em casa ou apartamento Projeto de Educação Ambiental do Condomínio Vivendas Lago Azul Horta em casa ou apartamento O objetivo principal deste Projeto é incentivar mais áreas verdes nos ambientes e resgatar em todos, em especial,

Leia mais

PLANTIO DE MILHO COM BRAQUIÁRIA. INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA - ILP

PLANTIO DE MILHO COM BRAQUIÁRIA. INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA - ILP PLANTIO DE MILHO COM BRAQUIÁRIA. INTEGRAÇÃO LAVOURA PECUÁRIA - ILP Autores: Eng.º Agr.º José Alberto Ávila Pires Eng.º Agr.º Wilson José Rosa Departamento Técnico da EMATER-MG Trabalho baseado em: Técnicas

Leia mais

VAMOS CUIDAR DA HORTA COMUNITÁRIA

VAMOS CUIDAR DA HORTA COMUNITÁRIA 16 Vamos cuidar da horta comunitária O que é o projeto Cisternas nas Escolas? Projeto Cisternas nas Escolas O Projeto Cisternas nas Escolas é uma ação pioneira no Brasil, cujo foco principal é a construção

Leia mais