Media Training da AMARN. N. 54 Natal - RN ABR/MAI/JUN Associação dos Magistrados. do Norte. Informa. AMARN faz história

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Media Training da AMARN. N. 54 Natal - RN ABR/MAI/JUN 2013. Associação dos Magistrados. do Norte. Informa. AMARN faz história"

Transcrição

1 8 5 Perfil com o desembargador Ibanez Monteiro Magistrados participam de primeiro curso de Media Training da AMARN N. 54 Natal - RN ABR/MAI/JUN 2013 Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte Informa AMARN faz história

2 Editorial A importância das palavras Caros colegas, Esta edição do nosso AMARN Informa registra dois momentos importantes e históricos da associação. Um foi a realização do primeiro curso de Media Training para os magistrados sobre a importância do bom relacionamento com a imprensa. Como se posicionar diante de perguntas de jornalistas, a melhor forma de falar para se fazer entender, como se relacionar nas redes sociais foram alguns dos temas abordados. Outro fato histórico, que honra e dignifica toda a magistratura potiguar, é a conquista do direito da AMARN poder falar durante 15 minutos nas sessões da Corte em pautas relacionadas aos anseios dos magistrados. Ou seja, falar e se posicionar, seja diante da imprensa ou nas reivindicações diante do pleno do TJRN, é importante para a nossa valorização pessoal e profissional. A AMARN está de parabéns pelas atitudes modernas, democráticas, concisas e em sintonia com a magistratura potiguar. Nesta edição, temos ainda um artigo emocionante do colega Fábio Ataíde sobre a justiça transformadora e os registros das nossas duas últimas festas realizadas na sede campestre: em comemoração ao dia das mães e ao mês junino. O AMARN Informa é nosso! Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte Condomínio Empresarial Torre Miguel Seabra Fagundes R. Paulo B. de Góes, Salas 1002, 1003 e Candelária - Natal-RN - CEP: Telefones: (84) / / CNPJ: / CONSELHO EXECUTIVO Presidente Juíza Hadja Rayanne Holanda de Alencar Vice-Presidente Institucional Juiz Marcelo Pinto Varella Vice-Presidente Administrativo Juiz Cleofas Coelho de Araújo Junior Vice-Presidente Financeiro Juiz Odinei Wilson Draeger Vice-Presidente de Comunicação Juiz Paulo Giovani Militão de Alencar Vice-Presidente Cultural Juiz Jessé Andrade de Alexandria Vice-Presidente Social Juiz Jorge Carlos Meira e Silva Vice-Presidente dos Esportes Juiz Felipe Luiz Machado Barros Vice-Presidente dos Aposentados Juiz Francisco Dantas Pinto Coordenador da Região Oeste Juiz Breno Valério Fausto de Medeiros Coordenadoria da Região Seridó Juíza Marina Melo Martins CONSELHO FISCAL Juiz Jessé de Andrade Alexandria Vice-presidente cultural da AMARN Juiz Azevêdo Hamilton Cartaxo Juiz Fábio Antônio Correia Filgueira Juiz Fábio Wellington Ataíde Alves Juíza Flávia Souza Dantas Pinto Juiz Gustavo Henrique Silveira Silva Juiz Luiz Alberto Dantas Filho Juiz Mádson Ottoni de Almeida Rodrigues Juíza Manuela de Alexandria Fernandes Juíza Rossana Alzir Diógenes Macêdo Editora executiva Adalgisa Emídia DRT/RN 784 Projeto Gráfico e Diagramação Firenzze - Making Apps (84) (84) Fotos Elpidio Júnior 2 AMARN - ABR / MAI / JUN

3 Palavra da Presidente OBRIGADA A VOCÊ! Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida. Sócrates Pois é! Aqui estou frente com a tela em branco, para mais uma vez trazer uma mensagem no nosso Fala Presidente. Decidindo sobre o tema a abordar, resolvi escrever um pouco sobre uma conversa que tive com um amigo, que me lembrou que há exatos dois anos eu estava aceitando o convite para concorrer à Presidência da AMARN. Que loucura você pode pensar (eu confesso que muitas vezes achei que era). Mas esse meu sim foi uma loucura que me trouxe muito. Muito mesmo. Conquistas, erros, acertos, tristezas, vitórias, elogios, críticas, preocupações, alegrias e, sobretudo, muita certeza de que esse era o meu caminho a trilhar. Quando iniciei essa jornada tinha em mente algumas das questões que teria que enfrentar, mas confesso que me escapava a dimensão do que estava por vir. Prova de como a AMARN é importante em nossas vidas, quer nos apercebamos ou não. Além das questões institucionais a serem enfrentadas, temos ainda diversas outras dimensões que exigem nossa dedicação. Pautas culturais, publicações, festas, eventos, cursos, a organização financeira da entidade, o cuidado com o patrimônio da AMARN, a atenção com os colegas que precisam de acompanhamento jurídico e com os que precisam de apoio para receber o atendimento adequado do plano de saúde (às vezes em circunstâncias bem difíceis), o estabelecimento de canais de comunicação e confiança com os outros poderes e com a imprensa, a necessária atenção à nossa representação na AMB e tantos outros pontos que foram se revelando nestes meses de gestão. Você pode até não estar frequentando as festas ou comparecendo aos eventos, pode não ter ido à sede da AMARN há meses. Mas saiba que mesmo assim, ela está presente na sua vida. Buscando o respeito e resguardo dos seus pleitos financeiros e institucionais, atuando para que o reajuste do seu plano de saúde seja o menor possível, cuidando para que o patrimônio da AMARN cresça, representando você junto à sociedade civil e aos poderes constituídos...e sempre que você precisar. É assim a nossa AMARN. É preciso ressaltar que somos quase 300 associados. Juízes da ativa, aposentados, pensionistas, homens, mulheres, alguns iniciando a carreira e outros quase centenários. Tarefa bem complexa atender bem a todos os colegas. Mas que faço sempre (ao lado da fantástica diretoria que me acompanha) buscando dar o meu (e o nosso) melhor. Ciente de que essa tarefa não é fácil e que às vezes é complicado perceber exatamente o que o associado deseja, é que a AMARN está lançando uma ampla pesquisa de opinião entre os seus associados. Abordando não só a dimensão associativa como também a institucional, essa averiguação nos dará uma maior segurança na condução dos projetos em andamento e será fundamental para decidirmos novas pautas a serem abordadas. Não deixem de participar. Então é isso gente. Esse Fala Presidente é para dizer a vocês que a nossa jornada juntos continua pelos próximos meses. Que é sempre um enorme desafio bem servir a vocês. Mas um desafio que abracei com amor e alegria. E é também para agradecer a todos por terem me dado, enfrentando os desafios que a AMARN me traz todos os dias, essa maravilhosa oportunidade de crescimento e evolução pessoal. Obrigada a todos! Juíza Hadja Rayanne Holanda de Alencar Presidente da AMARN - AMARN - ABR / MAI / JUN

4

5 Curso Magistrados participam de 1º curso de Media Training da AMARN A necessidade cada vez maior de termos um Poder Judiciário transparente acaba por transformar um magistrado em principal porta-voz da instituição e um bom relacionamento entre fonte e a imprensa é fundamental para a transmissão correta, parcial e clara da notícia. Com o objetivo de esclarecer a importância em se comunicar bem com a imprensa e com isso aproximar os juízes da sociedade, a AMARN realizou o primeiro curso de Media Training em quase 60 anos de fundação da associação. O curso, organizado pela assessoria de imprensa da AMARN, foi ministrado pela professora de Comunicação Social da UFRN Érika Zuza e pelo jornalista e diretor da G7 Comunicação Gustavo Farache teve a participação de 18 magistrados do Rio Grande do Norte. Durante o curso, eles tiveram a oportunidade de conhecer um pouco como funciona o agendamento de notícias, a importância de uma assessoria de comunicação na divulgação de informações e também preservação da imagem de uma instituição, as mídias sociais cuidados e orientações para se evitar exposição desnecessária nas redes - e como falar numa linguagem acessível e não técnica para que o jornalista possa compreender a notícia e repassá-la da melhor forma possível para o público. Depois, foram assistidos os vídeos das entrevistas e os jornalistas fizeram observações técnicas e orientações para se tirar o melhor proveito de uma entrevista jornalística: A infor- - AMARN - ABR / MAI / JUN

6 Juízes João Afonso Pordeus, Azevêdo Hamilton e Jussier Barbalho. A AMARN pensa em investir não só em uma nova versão deste módulo inicial como também investir em novos módulos de aprofundamento Juíza Hadja Rayanne mação repassada de forma clara, objetiva, dinâmica e pontual. Antigamente os magistrados não eram procurados pela imprensa tanto quanto na atualidade, sejam como porta-vozes ou fontes de informações. Assim, entendo que a informalidade não deve ser a opção do magistrado, como pessoa pública, a sociedade exige dele uma postura que se coadune com suas funções de pacificador de conflitos de interesses. O seu comprometimento com a sociedade deve ser, portanto, considerado como uma virtude diante dos seus jurisdicionados. O conhecimento de como lidar com a imprensa trata-se de um passo importante na direção da tão necessária aproximação do Judiciário com a Sociedade. Em síntese, pode-se dizer que se espera dos magistrados brasileiros é que busquem aprimorar seus conhecimentos técnicos sem desconsiderar os anseios do povo de desejar receber com precisão todas as respostas que a imprensa pode lhes fornecer em um tempo real. Vale dizer, a introdução de um Curso de Media Training, no nível que nos foi concedido, ao meu sentir, é fundamental para observarmos o seu conteúdo no exercício das nossas atividades cotidianas, pois as informações que nos foram repassadas se forem utilizadas com sabedoria, sensibilidade social, responsabilidade, coragem temperada com bom senso, os resultados serão eficazes, positivos, úteis para cada um de nós juízes e para a coletividade. Obrigada à diretoria da AMARN pela brilhante ideia de realizar esse tão importante Curso! 6 AMARN - ABR / MAI / JUN

7 Jornalista Gustavo Farache, da G7 Comunicação. Este é o meu modesto entendimento juíza Fátima Soares. Ao ingressar na magistratura, há 17 anos, a orientação dada aos juízes era sempre: não fale com a imprensa! Essa assertiva, que não era nova à época e que foi seguida por muitos anos custou e custa muito caro ao Judiciário e à própria imagem do juiz. Nunca nos dispusemos a ser fonte de informação para a imprensa e passamos então a ser sempre alvo. Não adianta colocar a responsabilidade dessa situação apenas na mídia. Vamos assumir também nossa parcela de responsabilidade pela postura equivocada. Numa era que clama transparência, quantas vezes negamos informação e acesso. Claro que sabemos que temos parâmetros éticos e legais que nos vedam dar algumas informações. Mas até isso precisa ser explicado. Percebo que essa postura mais conservadora do juiz não se dá por vontade de manter informações processuais em sigilo ou de esconder algo. É por desconhecimento, desconfiança da mídia e falta de preparo para lidar e tratar com a imprensa. Como e o que falar? Como se sair bem em uma entrevista? Como comunicar em uma linguagem acessível? Foi pensando em dar estas ferramentas para que o juiz possa ( se desejar) interagir com a imprensa, que a AMARN pensou no mídia training. E foi um sucesso. Os depoimentos dos colegas que participaram demonstram que o curso foi extremamente útil. A AMARN pensa em investir não só em uma nova versão deste módulo inicial como também investir em novos módulos de aprofundamento juíza Hadja Rayanne de Holanda Alencar presidente da AMARN. Juíza Fátima Soares gravando entrevista com a jornalista Adalgisa Emídia. - AMARN - ABR / MAI / JUN

8 Perfil O magistrado é juiz no 1º ou no 2º graus ou na instância superior. Desembargador é somente título. O menino de Santana do Matos e de Florânia chega a desembargador Pacientes nos corredores do hospital Walfredo Gurgel, problemas de atendimento e de infraestrutura. As cenas, até hoje bem reais, descrevem uma situação vivenciada pelo maior hospital de urgência e emergência do Rio Grande do Norte no ao de O caos foi parar na justiça e a decisão veio do então juiz titular da 2ª Vara da Fazenda Pública Ibanez Monteiro da Silva, que determinou ao Governo do Estado a retirada de todos os pacientes dos corredores do hospital e o governo, então, determinou a criação do Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, ampliando a capacidade de atendimento naquela unidade de saúde. Essas são algumas das lembranças dos 28 anos da carreira do magistrado, que começou na comarca de Luís Gomes, depois São Tomé, Apodi, Macaíba, João Câmara até chegar a Natal no ano de O problema no hospital Walfredo Gurgel continuou, porque a demanda cresceu, mas o Poder Judiciário busca solucionar os conflitos sociais, e as decisões tendem a olhar para essas medidas importantes considerando a repercussão ou o benefício 8 AMARN - ABR / MAI / JUN

9 social. O juiz que se depara com uma competência a analisar interesses coletivos terá essa visão, dos benefícios sociais, ao decidir sobre um processo afirma. Com uma carreira pautada pelo respeito e pela admiração entre os pares, o novo desembargador do Tribunal de Justiça do RN é uma pessoa discreta e um pouco tímida. Avisou logo no início da conversa que encerraria o ciclo de entrevistas, começado após a posse como desembargador, com esta ao AMARN Informa. Menino do interior Nascido em Santana do Matos, mas criado em Florânia onde estudou até o ensino fundamental, o jovem Ibanez, naquela época, pensava apenas em estudar na capital e ainda não tinha ideia da carreira a seguir. Veio para Natal com apenas 18 anos, onde fez o supletivo e depois o curso de Direito na UFRN. A necessidade de estudar e a vontade de ter uma profissão foi o que me deu coragem de morar sozinho em Natal. No interior eu não tinha perspectiva alguma afirma. Como precisava trabalhar durante o dia para se manter na capital, escolheu um curso noturno na UFRN e Direito foi, então, a opção mais adequada ao jovem que trabalhava em um cartório, mas nem sonhava que um dia viria a ser juiz e depois desembargador do TJRN. O concurso da magistratura demorou dois anos para ser concluído e eu fiz vestibular e iniciei, nesse tempo, o curso de Administração na UNP, para não parar de estudar, à qual retornei depois como professor, diz. Hoje, aos 56 anos de idade, tem pelo menos 14 anos pela frente como desembargador e com muita simplicidade diz que o Poder Judiciário mudou muito e para melhor. Sou do tempo da máquina de datilografia. Hoje, tudo é muito mais fácil. Avançamos para o computador e para a gravação em vídeo dos depoimentos. Antes tudo era feito manualmente, o controle de andamento e localização dos processos em fichas, e vamos progredir mais ainda com o processo eletrônico em todas as comarcas, conclui. Casado e pai de três filhos um engenheiro de produção, um advogado e um estudante de Direito o desembargador optou por deixar de lecionar em universidades para ficar mais tempo com a família. Ele gosta de ouvir música e assistir a filmes de comédia, drama ou romance nos momentos de lazer. Uma das boas lembranças foi a coleção de discos de vinil do rei Roberto Carlos, de quem é fã até hoje. Não tinha mais como eu guardar os discos e resolvi doá-los. Mas, até hoje, tenho coleção dos Beatles e The Fevers, que mandei converter para CD afirma. O menino simples de Florânia ainda vive no jeito de ser do desembargador que define em poucas palavras a nova função: O magistrado é juiz no 1º ou no 2º graus ou na instância superior. Desembargador é somente título. Ele recebeu uma homenagem dos colegas, no mês de maio durante um jantar de confraternização organizado pela AMARN e foi bastante prestigiado. Momentos marcantes na vida do cidadão que se define como uma pessoa não apegada ao poder e nem a vaidade. Eu construí uma personalidade própria, porque não me envaidece patrimônio ou posição social. Eu valorizo as pessoas e não o poder ou bens dessa pessoa, conclui aqui o professor, magistrado e homem do interior em mais uma lição de vida. - AMARN - ABR / MAI / JUN

10 Saúde Unimed Natal: incentivando talentos, acreditando na nossa cultura Entender a cultura como vetor de bem-estar e inclusão social é o que faz da Unimed Natal uma empresa que respeita e preserva as identidades culturais de seu povo e uma das grandes apoiadoras da cultura no Rio Grande Norte. Nesse sentido, a cooperativa lançou, no último mês de maio, o edital UNIMED NATAL CULTU- RAL 2013, para inscrições de projetos a serem patrocinados pela Lei de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão durante este ano. Apesar de ter sido a primeira vez que a Unimed Natal lançou um edital cultural, a excelente aceitação por parte dos produtores culturais evidencia o sucesso da iniciativa. Foram mais de 70 projetos inscritos, nas áreas de música, dança, teatro, cinema, literatura, artes plásticas, entre outras. Ficamos extremamente satisfeitos com a grande aceitação do Unimed Natal Cultural 2013 por parte dos produtores culturais da cidade. O elevado número de inscrições é a prova de que aqueles que fazem a cena cultural de nossa cidade podem e devem almejar por um futuro mais próspero. Para tanto, esperamos que outras empresas se mostrem aptas à contribuir, destaca Thiago Lajus, superintendente de Marketing da Unimed Natal. A Lei Djalma Maranhão de Incentivo à Cultural (Lei nº /2011) visa fomentar a produção de bens culturais públicos ou a viabilização de projetos culturais de interesses coletivos no âmbito municipal, por meio da renúncia da cobrança do percentual dos impostos Sobre Serviço (ISS) e Predial e Territorial Urbano (IPTU), por parte da Prefeitura de Natal. Enxergamos a lei como importante ponto de partida para uma sólida parceria entre o público e o privado, em prol de um acesso irrestrito à cultura de qualidade em nossa cidade, conclama o presidente da Unimed Natal, Dr. Antonio Araújo. Através da Lei Djalma Maranhão, a Unimed Natal já patrocinou grandes projetos, tais como: o álbum da cantora Liz Rosa, o Festival de Música MPBeco, o evento cultural-turístico Pôr- -do-sol do Pontegi, a produção do CD e DVD da cantora Camila Masiso, além dos shows do Grandes Encontros Musicais de Natal e a Feira de Livros e Quadrinhos de Natal - FLIQ. Para 2013, com o lançamento do edital, a expectativa é de que os incentivos permitam um maior alcance, ainda mais abrangente e diversificado. Mais informações: Marketing Unimed Natal AMARN - ABR / MAI / JUN

11 Conquista Juíza Hadja Rayanne e os juízes Azevêdo Hamilton e Mádson Ottoni. Em busca do diálogo A conquista da magistratura potiguar Foram pelos menos 5 anos e três presidentes da AMARN os juízes Mádson Ottoni, Azevêdo Hamilton e a juíza Hadja Rayanne de Holanda Alencar até vir a importante conquista histórica junto ao Tribunal de Justiça do RN. No final de abril, toda a magistratura potiguar comemorou a alteração do regimento interno da Corte para que a AMARN possa representar os juízes no diálogo com o TJ e na defesa das garantias constitucionais. O processo começou na gestão do então presidente Mádson Ottoni, tendo sido o pedido indeferido por falta de previsão regimental e também porque contrariava as tradições da Corte. Dois anos depois, na gestão do então presidente Azevêdo Hamilton, mais uma vez a AMARN fez o pedido de uso da palavra ao Pleno do Tribunal de Justiça e novamente não houve atendimento, conseguindo-se apenas realizar breves intervenções, sem reconhecimento formal do direito. Depois disso, no ano de 2011 a associação fez uma sustentação oral, através do então presidente Azevêdo Hamilton, junto ao CNJ e em seguida - AMARN - ABR / MAI / JUN

12 representava u m passo na direção do aprofundamento do diálogo democrático entre magistrados de primeira e segunda instâncias Juíz Azevêdo Hamilton renovou o pleito de voz para associação junto ao TJ/RN. Naquela oportunidade, A AMARN argumentou que, além de homenagear a liberdade de expressão garantida constitucionalmente, a concessão de seu pleito garantiria mais informação ao Tribunal de Justiça sobre os anseios de toda a magistratura, contribuindo, assim, para a qualidade das decisões. Além disso, representava u m passo na direção do aprofundamento do diálogo democrático entre magistrados de primeira e segunda instâncias e, consequentemente, traria benefícios para a sociedade, afirma o juiz Azevêdo Hamilton. Entre os temas que podem ser defendidos pela AMARN, durante sessões do pleno do TJRN, estão os relacionados à carreira da magistratura; critérios de promoção; segurança dos juízes; concursos para juízes e servidores; dificuldades administrativas enfrentadas pelos juízes e organização judiciária. O direito concedido à Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte de que tenha voz nas sessões do pleno, é justo, democrático e atende ao princípio constitucional de que as entidades de classe devem ter vez e voz quando estão sendo tratados assuntos que digam respeito, diretamente, aos seus associados. A participação da AMARN enriquece as discussões, análises e embates no pleno deste Tribunal. Como magistrado, defendi, junto aos meus pares, que esse tempo cedido fosse de 15 minutos, e não apenas 10, por entender que qualquer oportunidade de manifestação da entidade deve ser valorizada. Com a decisão, ganham os juízes, ganha o TJRN e ganha a transparência, disse o presidente 12 AMARN - ABR / MAI / JUN

13 do TJRN desembargador Aderson Silvino. Durante a gestão da Presidente Hadja Rayanne, foram mantidos os esforços de convencimento junto ao Tribunal de Justiça, até que finalmente tiveram sucesso, com o amadurecimento da discussão e final aprovação da medida. Para a presidente da AMARN, essa foi uma importante conquista da magistratura potiguar e representa um avanço democrático inegável. Com isso, a magistratura de primeira instância, terá suas ideias, pensamentos, aspirações e propostas apreciadas pelo órgão colegiado. Ao nosso sentir a inserção desse mecanismo de diálogo institucional no Regimento Interno do TJRN, representa uma prova de maturidade incontestável. Foi necessário percorremos um longo caminho para que a mudança de paradigma ocorresse, ou seja, para que o direito à sustentação oral da AMARN deixasse de ser visto junto ao Tribunal como um instrumento de intromissão nos assuntos da corte e passasse a ser visualizado como o que ele realmente é: um meio de comunicação e cooperação entre a magistratura de primeira e segunda instâncias. Foi feito um longo trabalho de convencimento pela AMARN junto ao Tribunal de Justiça, explicando as razões do nosso requerimento. Foram muitas etapas. A aceitação da Desembargadora Judith Nunes em levar o projeto ao pleno. O apoio do Des. Aderson Silvino, já como presidente da Corte, que foi crucial para a aprovação do requerimento. Todos os Desembargadores foram visitados. Fiquei surpresa com a boa receptividade dos membros da corte que asseveraram seu interesse em ouvir os juízes. Acho que estamos todos de parabéns, a magistratura como um todo e em especial o Tribunal de Justiça que cresce em estatura, ao acolher esse pleito democrático, conclui a presidente da AMARN juíza Hadja Rayanne de Holanda Alencar. Acho que estamos todos de parabéns, a magistratura como um todo e em especial o Tribunal de Justiça que cresce em estatura, ao acolher esse pleito democrático Juíza Hadja Rayanne Pesquisa A AMARN fará pesquisa com magistrados potiguares pela primeira vez A Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte irá lançar uma pesquisa, de forma inédita no judiciário potiguar, para ouvir todos os associados sobre assuntos ligados à área jurídica e a da associação. Entre os assuntos a serem abordados estão questões ligadas à realização de eventos pela AMARN, formas de comunicação entre associados e a associação, condições de trabalho e temas atuais como a redução da maioridade penal e manifestações de rua. Essa é a primeira vez na história da instituição que a AMARN realizará uma pesquisa completa com quase 40 perguntas com os seus associados. A participação de todos será fundamental para o êxito da pesquisa. A AMARN quer ouvir você. A pesquisa será remetida via e mail para todos os associados. - AMARN - ABR / MAI / JUN

14 Artigo Mães Injustiçadas e Justiça Transformada Por Fábio Ataíde Juiz de Direito A rotina de uma Vara Criminal pode distanciar o juiz das especificidades dos casos. Os anos passam e logo, um após outro processo, todos os criminosos se parecem iguais. E assim não paramos para pensar que as aparentes semelhanças dos processos escondem as diferenças dos casos. Ocorreu-me essa questão ao término de uma audiência de um processo pelo crime de roubo. O acusado era um jovem. No interrogatório, confessou o crime e disse que estava trabalhando no Projeto Novos Rumos, construindo o Estádio Arena das Dunas. Falou de suas dificuldades e que tinha lutado muito para finalmente conseguir esse primeiro emprego. Ele já estava condenado em outros dois processos pelo mesmo crime e nas mesmas circunstâncias, estando cumprindo a pena restante de oito anos no regime semiaberto. Ao que tudo indicava, seria condenado naquele terceiro caso e inevitavelmente teria regressão para o regime fechado. Terminada a audiência, as partes pediram prazo para memoriais. Bateu-me de perguntar mais ao jovem. Quantos anos você tem? Vinte e seis, disse-me, transformando a feição completamente. Demonstrou um estado de extrema preocupação com a situação. Pensei se ele teria tempo de reconstruir a nova vida que eu estava decidido a interromper. Também achei que aquele jovem refletia sobre esse desafio. Aquele caso era mesmo diferente. O interrogado estava ali por causa da inflexibilidade de sua mãe. Até onde sei e posso imaginar, foi ela quem denunciou o próprio filho à polícia, fazendo-o devolver os objetos roubados. Uma mãe inflexível ou uma exceção que confirma a regra? Certamente houve quem tenha reprimido essa mãe por levar o filho às grades. Vizinhos costumam aparecer nessas horas. À sombra de uma mãe assim, aquele jovem estava prestes a ser condenado a perder o primeiro emprego. As suas esperanças dependia agora da flexibilidade da justiça. O fato é que em casa não havia perdão para os seus crimes. O jovem disse-me então que já havia outra mãe na história. A sua mulher estava grávida do segundo filho e o emprego no estádio de futebol fora a primeira oportunidade na vida, tendo finalmente descoberto uma profissão. Baixando e levantando a cabeça em vários momentos, falou-me que estava para ser promovido no trabalho e que tinha muita esperança de continuar empregado depois do término das obras. Diante da incerteza de seu futuro, disse-me que o seu regime de cumprimento de pena fora flexibilizado. Ficava recolhido durante o dia para poder trabalhar à noite. Aqui está a questão. Diante de uma sociedade de controles informais que se tornaram flexíveis, como construir uma justiça transformadora sobre o alicerce da inflexibilidade? A mãe inflexível da história é uma exceção que confirma a regra. Quero acreditar que ela não entregou o filho às grades, mas à transformação. E é aqui onde reside o problema. É possível uma justiça transformadora e inflexível ao mesmo tempo? Precisamos mesmo de uma justiça que seja uma mãe para o preso? Aos que se prestam a responder essas indagações, tenho a dizer que não se lancem a dar respostas rápidas sem antes pensar o que de fato isso significa. Sem dúvida, parece inevitável o desejo por uma justiça transformada e que igualmente transforme, a questão é que em muitos casos essa nova justiça precisa de um novo programa transformador e isso nós não temos. Um projeto para o Judiciário não é bom apenas por causa de seu ineditismo; atualmente as soluções para o sistema de justiça se multiplicam, com também as promessas transformadoras. Fixando a minha análise ao âmbito do sistema de política criminal, parto deste limite para pensar que muitos concordarão que as soluções transformadoras viáveis remontam ao mais tradicional modelo de justiça setecentista, atualmente muito bem representado pelo garantismo penal. Porém não fixo minhas bases de raciocínio neste patamar. 14 AMARN - ABR / MAI / JUN

15 Quero pensar no modelo de flexibilidade da justiça, ou seja, nas janelas que se abrem para quem entra no sistema penal; nos papéis das partes interessadas; no caráter paterno da justiça penal e, finalmente, nos aspectos emocionais que isso desperta nos sentimentos coletivos ou como isso tudo pode auxiliar na construção de um novo programa de justiça penal materna. Assim, refletindo a partir de tantos pontos, começo então a entender ou procurar a entender os fatores que determinam a (in)flexibilidade do sistema punitivo e o que isso tem a ver com transformação. O primeiro desafio à transformação da justiça penal surge por falta de um programa criminal materno, ou melhor, por falta de um modelo de flexibilização do sistema punitivo. Analisemos o sistema americano e o europeu. O primeiro notadamente inflexível, ao contrário do segundo (DUFF, 2005). Quanto mais hierarquizada a sociedade, mais tendência há de o sistema produzir soluções inflexíveis para os que estão na escala inferior da estrutura social. Tendem a ser mais flexíveis os sistemas punitivos onde existem mais soluções possíveis para a situação problema do crime. A inflexibilidade do sistema punitivo, tão admirada por muitos, limita a solução punitiva e, ao que parece, não resolve a questão de uma justiça que se presta a transformar. A tendência de inflexibilização do sistema punitivo só produz aumento do controle formal, mas não transforma nada. Imaginemos agora a questão no âmbito da justiça penal juvenil. Na medida em que jovens ganharam mais direito ao longo do séc. XX, mais direitos produziram mais liberdade e mais liberdades diminuíram as possibilidades de controle. O mesmo ocorreu com os adultos. No entanto, especialmente quanto à justiça juvenil, temos algumas outras particularidades que realçam as contradições dessa justiça transformadora. Nesse aspecto estrito, as contradições se somam a um programa de justiça essencialmente transformador em todos os aspectos, mas que aos longos dos anos foi sendo corroído politicamente, até que chegamos ao momento de reconhecer a possibilidade concreta de um retorno a um modelo de justiça inflexível, igual para jovens e adultos. O velho juiz de menores, que assumiu a função anteriormente cumprida pelo padre, agora dar lugar a uma justiça paterna que não possui nenhum método científico e que não se funda em nenhum projeto transformador. A redução da maioridade penal na verdade é uma redução do programa transformador da justiça penal materna. E não apenas isso, o que mais me preocupa é o caráter simbólico engendrado na proposta, como também a consequente diminuição na flexibilidade nas soluções que envolvem o adolescente em situação de risco. A flexibilidade da justiça penal, historicamente, comprometida por ausência de políticas eficazes, começa a se expandir para novas políticas de controle. A única inflexibilidade admitida no sistema de justiça penal deveria ser a das garantias e, a partir destas, se queremos transformar a justiça penal, precisamos recriar as nossas soluções para cada problema que temos e cada problema exige uma solução diferente. Até onde sei, cada caso é um caso. Em praticamente todas as campanhas públicas para a mudança do sistema de justiça penal encontramos à frente a figura da mãe. São elas as que mais sofrem com o crime e com um sistema de justiça penal que seletivamente escolhe os mais pobres para punir inflexivelmente. Os sentimentos de mãe, mas não de qualquer mãe, o das mães injustiçadas ou das mães com seus filhos injustiçados, não nos explica os motivo pelos quais uma mãe é levado a denunciar o crime do próprio filho à polícia. O sentimento de justiça delas é superior ao dos pais (CHARMAN; SAVAGE, 2009, p. 81). Acredito nisso, como acredito que a mãe de nossa história quis apenas transformar o seu filho. Como juiz, irei fazer de tudo para cumprir o seu desejo, ainda que isso implique transformar a justiça penal. REFERÊNCIAS CHARMAN, Sarah; SAVAGE, Stephen P. Mothers for Justice? Gender and Campaigns against Miscarriages of Justice. Brit. J. Criminol. (2009) 49, Acesso em 26/08/2009. DUFF, R.A. Punishment, Dignity and Degradation. Oxford J Legal Studies (Spring 2005) 25(1): doi: / ojls/gqi007. Disponível em: content/25/1/141.citation, acesso em 18/3/ AMARN - ABR / MAI / JUN

16 Evento Festas das mães e junina animam sede da AMARN Dia das Mães Juiz Azevêdo Hamilton e a mãe dona Zenilda; 2. Juíza Ada Galvão e netos; 3. Juíza Tatiana Socoloski e a filha; 4. Juíza Hadja Rayanne, o marido juiz Paulo Alencar e os filhos Samira e Samuel Festa Junina 5. Juíza Rossana Alzir e o marido Diógenes; 6. Juiz Assis Brasil e família; 7. Juízes João Afonso Pordeus e Jessé Alexandria e as esposas; 8. Presidente da AMARN e o marido juiz Paulo Alencar; 9. Juíza Adriana Santiago e o marido; 10. Juiz Jorge Carlos, a mãe e a amiga Valéria. 16 AMARN - ABR / MAI / JUN

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #22 - maio 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #22 - maio 2015 - assistente social. agora? Sou E Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

AMARN. Relatório de atividades

AMARN. Relatório de atividades AMARN Relatório de atividades T r i ê n i o 2 0 1 2 / 2 0 1 5 CONQUISTAS LEGISLATIVAS: APROVAÇÃO DA LEI QUE REDUZ A DIFERENÇA ENTRE AS ENTRÂNCIAS IMPLANTAÇÃO POR LEI DO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO APROVAÇÃO DA

Leia mais

coleção Conversas #15 - NOVEMBRO 2014 - eg o. m r e é r q Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #15 - NOVEMBRO 2014 - eg o. m r e é r q Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. o coleção Conversas #15 - NOVEMBRO 2014 - Sou d advoga Será a que e é nã p o r consigo e q u e sou n m pr eg r eg o a?. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção

Leia mais

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Apresentação 1.Identificação do órgão:tribunal do Trabalho da Paraíba/ Assessoria de Comunicação Social 2.E-mail para contato:rdaguiar@trt13.jus.br, rosa.jp@terra.com.br

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

coleção Conversas #11 - agosto 2014 - n a h u e s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #11 - agosto 2014 - n a h u e s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #11 - agosto 2014 - Não quero s o a negra a m e pr s s eu e n ta min Respostas r pais. So perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. h u a n ra a m cis o t r a a?

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

UNIMED NATAL CULTURAL 2014

UNIMED NATAL CULTURAL 2014 UNIMED NATAL CULTURAL 2014 APRESENTAÇÃO: A Unimed Natal Sociedade Cooperativa de Trabalho Médico abre seleção para inscrições de projetos culturais incentivados pela Lei de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão

Leia mais

Discurso proferido na solenidade de posse dos Juízes aprovados no XLV Concurso de Ingresso na Magistratura de Carreira do Estado do Rio de Janeiro

Discurso proferido na solenidade de posse dos Juízes aprovados no XLV Concurso de Ingresso na Magistratura de Carreira do Estado do Rio de Janeiro SOBRE SONHOS E HERÓIS Bruno Vinícius Da Rós Bodart Discurso proferido na solenidade de posse dos Juízes aprovados no XLV Concurso de Ingresso na Magistratura de Carreira do Estado do Rio de Janeiro Excelentíssima

Leia mais

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. Saí da prisão volto coleção Conversas #26 - setembro 2015 - e estou ou não desempregado, para o crime? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS, da

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

coleção Conversas #14 - outubro 2014 - e r r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #14 - outubro 2014 - e r r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. não Eu Não r que o f existe coleção Conversas #14 - outubro 2014 - a z fu e r tu r uma fa o para c ul m d im ad? e. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - f o? Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. Eu quero não parar coleção Conversas #7 - ABRIL 2014 - de consigo.o usar que eu drogas f o? aç e Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Todos a favor da agilidade

Todos a favor da agilidade Todos a favor da agilidade Você sabia que agora os inventários, partilhas, separações e divórcios podem ser feitos no cartório? Pois é! Agora os cidadãos tiveram suas vidas facilitadas! Esses atos podem

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL 2013 1. IDENTIFICAÇÃO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL ESTADUAL DE GOIÁS GEFE/GO 2. APRESENTAÇÃO O curso a distância de Disseminadores de Educação Fiscal constitui

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO RELATÓRIO TÉCNICO BANCO DO LIVRO SA - CURVELO / MG ABRIL / MAIO / JUNHO 2005 INTRODUÇÃO O Banco do Livro tem sua marca registrada pela dialogia. Nossos usuários gostam que seus nomes sejam lembrados nas

Leia mais

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Eu posso dizer para "NÃO" filho? meu Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu

Leia mais

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos.

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos. 1) Como está sendo a expectativa do escritor no lançamento do livro Ser como um rio que flui? Ele foi lançado em 2006 mas ainda não tinha sido publicado na língua portuguesa, a espera do livro pelos fãs

Leia mais

É um enorme prazer participar deste encontro, promovido pelo Departamento Jurídico XI de Agosto.

É um enorme prazer participar deste encontro, promovido pelo Departamento Jurídico XI de Agosto. Departamento Jurídico XI de Agosto Apresentação: Dr. Antônio Roberto Sandoval Filho 29 de outubro de 2012 Boa noite a todos, É um enorme prazer participar deste encontro, promovido pelo Departamento Jurídico

Leia mais

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Um adolescente entre 16 e 18 anos de idade, que assalta e mata alguém,

Leia mais

DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira

DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira DTIM Associação Regional para o Desenvolvimento das Tecnologias de Informação na Madeira APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional Plurifundos da Região Autónoma da Madeira (POPRAM

Leia mais

coleção Conversas #25 u s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #25 u s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #25 Nã Po o s s o c s on c o ig lo o c á cuidar dos m - l os e m u m a e u cl s ín p ic ais a?. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA A CRIAÇÃO DE CARTAZ E LOGOMARCA DO CENTENÁRIO DA PARÓQUIA DE SANT ANA SUMARÉ

REGULAMENTO DO CONCURSO PARA A CRIAÇÃO DE CARTAZ E LOGOMARCA DO CENTENÁRIO DA PARÓQUIA DE SANT ANA SUMARÉ REGULAMENTO DO CONCURSO PARA A CRIAÇÃO DE CARTAZ E LOGOMARCA DO CENTENÁRIO DA PARÓQUIA DE SANT ANA SUMARÉ Abertura: Com alegria e expectativa, estamos lançando o Concurso para a criação do cartaz e da

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 97 Discurso no banquete oferece/do

Leia mais

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral.

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral. APRESENTAÇÃO 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. 2. E-mail para contato eje@tre-rj.gov.br. 3. Nome do Projeto. 4. Tema escolhido Gestão Sócio Ambiental. 5.

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹

Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹ Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago¹ José Alves de SOUZA² Maria Stella Galvão SANTOS³ Universidade Potiguar (UnP ), Natal, RN RESUMO Este Plano de Comunicação refere-se a um estudo

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

AMARN. Edição especial da Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte MAR/2012. A história da associação através do seu patrimônio

AMARN. Edição especial da Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte MAR/2012. A história da associação através do seu patrimônio AMARN Edição especial da Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte MAR/2012 A história da associação através do seu patrimônio Editorial Há um ditado que diz quando estamos no caminho certo, tudo

Leia mais

MEMÓRIAS DOS APOSENTADOS CARLOS EDSON MARTINS PROMOTOR DE JUSTIÇA APOSENTADO NA ENTRÂNCIA ESPECIAL

MEMÓRIAS DOS APOSENTADOS CARLOS EDSON MARTINS PROMOTOR DE JUSTIÇA APOSENTADO NA ENTRÂNCIA ESPECIAL MEMÓRIAS DOS APOSENTADOS CARLOS EDSON MARTINS PROMOTOR DE JUSTIÇA APOSENTADO NA ENTRÂNCIA ESPECIAL Início na carreira A bem da verdade nunca havia sonhado em ser promotor. Foi na faculdade, sob a influência

Leia mais

Criança faz arte? ISTA. Gratuito! PROJETO EXPOSIÇÃO DE ARTE PALESTRAS VÍDEOS WEBSITE REDE SOCIAL MINISTÉRIO DA CULTURA APRESENTA

Criança faz arte? ISTA. Gratuito! PROJETO EXPOSIÇÃO DE ARTE PALESTRAS VÍDEOS WEBSITE REDE SOCIAL MINISTÉRIO DA CULTURA APRESENTA Criança faz arte? MINISTÉRIO DA CULTURA APRESENTA PROJETO ART EIRA ISTA EXPOSIÇÃO I - T - I - N - E - R - A - N - T - E 1 EXPOSIÇÃO DE ARTE PALESTRAS VÍDEOS WEBSITE REDE SOCIAL Gratuito! Elias Rodrigues

Leia mais

DISCURSO DE HOMENAGEM DA ENTREGA DA COMENDA ORLANDO GOMES AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO CESAR ASFOR ROCHA

DISCURSO DE HOMENAGEM DA ENTREGA DA COMENDA ORLANDO GOMES AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO CESAR ASFOR ROCHA DISCURSO DE HOMENAGEM DA ENTREGA DA COMENDA ORLANDO GOMES AO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO CESAR ASFOR ROCHA Magnífica Reitora da insigne Universidade Federal da Bahia, Profa. Dra. Dora Leal Rosa. Ilustríssimo

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 80 Memória Oral 24 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte,

Leia mais

Era uma vez Lipe : o nascimento de um amigo imaginário na Educação Infantil

Era uma vez Lipe : o nascimento de um amigo imaginário na Educação Infantil Era uma vez Lipe : o nascimento de um amigo imaginário na Educação Infantil Me. Tony Aparecido Moreira FCT/UNESP Campus de Presidente Prudente SP tony.educ@gmail.com Comunicação Oral Pesquisa finalizada

Leia mais

A Rede Pública Municipal de Ensino de Maceió atende cerca de 55 mil alunos, de acordo com o censo escolar de 2014. Dessa clientela, cerca de 40%

A Rede Pública Municipal de Ensino de Maceió atende cerca de 55 mil alunos, de acordo com o censo escolar de 2014. Dessa clientela, cerca de 40% OFICINA MAIS COMUNICAÇÃO ENSINA TÉCNICAS DE TEXTO, FOTO E AUDIOVISUAL EM MACEIÓ Adriana Thiara de Oliveira SILVA 1 Delane Barros dos SANTOS 2 Maria Janaina de Farias SOARES 3 Resumo Euforia, barulho, trabalho

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 24 Discurso na solenidade de entrega

Leia mais

mdic.empauta.com Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 15 de abril de 2008 às 14h20

mdic.empauta.com Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 15 de abril de 2008 às 14h20 Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 15 de abril de 2008 às 14h20 Diário de Cuiabá MT Novo perfil trará mudanças à Casa Civil...............................................

Leia mais

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto.

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto. Agradecimentos: Cumpre-me inicialmente agradecer a toda Diretoria Executiva, especialmente ao Teruo, por confiarem no meu trabalho e me darem toda a autonomia necessária para fazer o melhor que fui capaz

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

As fontes da nossa auto-imagem

As fontes da nossa auto-imagem AUTO IMAGEM O QUE EU ACHO DE MIM MESMO QUEM SOU EU E QUAL E O MEU VALOR? NARCISISMO (deus da mitologia grega que se apaixonou por si mesmo ao ver sua imagem refletida na água) AS FONTES DA NOSSA AUTO -

Leia mais

DESEMBARGADOR SÉRGIO ANTÔNIO DE RESENDE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS

DESEMBARGADOR SÉRGIO ANTÔNIO DE RESENDE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS DISCURSO DESEMBARGADOR SÉRGIO ANTÔNIO DE RESENDE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS ABERTURA DO 79º ENCONTRO NACIONAL DO COLÉGIO PERMANENTE DE PRESIDENTES DE TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DO BRASIL

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da fábrica da Dell no Brasil

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da fábrica da Dell no Brasil Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da fábrica da Dell no Brasil Hortolândia-SP, 14 de maio de 2007 Excelentíssimo deputado Arlindo Chinaglia, presidente

Leia mais

Situação Financeira Saúde Física

Situação Financeira Saúde Física Um dia um amigo me fez uma séria de perguntas, que me fez refletir muito, e a partir daquele dia minha vida vem melhorando a cada dia, mês e ano. Acreditando que todos temos um poder interno de vitória,

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no VISITA AO AMAPÁ FÁTIMA NANCY ANDRIGHI Ministra do Superior Tribunal de Justiça A Justiça brasileira deve se humanizar. A afirmação foi feita pela ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca o futuro, sem esquecer as nossas

Leia mais

Lívia Calazans Adriana Oliveira Kátia Alves Ansely Priscilla.

Lívia Calazans Adriana Oliveira Kátia Alves Ansely Priscilla. Aproveito a oportunidade para dizer que suas aulas são maravilhosas, já assisti diversas algumas aulas de processo do trabalho, mas nenhuma com tanta profundidade quanto as ministradas pelo senhor. Lívia

Leia mais

A CRIANÇA NA PUBLICIDADE

A CRIANÇA NA PUBLICIDADE A CRIANÇA NA PUBLICIDADE Entrevista com Fábio Basso Montanari Ele estuda na ECA/USP e deu uma entrevista para e seu grupo de colegas para a disciplina Psicologia da Comunicação, sobre sua história de vida

Leia mais

ENTREVISTA. ConJur Como surgiu a ideia de conciliar nas negociações entre mutuários inadimplentes e construtoras?

ENTREVISTA. ConJur Como surgiu a ideia de conciliar nas negociações entre mutuários inadimplentes e construtoras? ENTREVISTA ConJur Como surgiu a ideia de conciliar nas negociações entre mutuários inadimplentes e construtoras? Carla Boin Surgiu em 2009, quando nos aproximamos devido a uma empatia de ideais, de princípios.

Leia mais

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo:

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo: Honestidade Honestidade Esta é a qualidade de honesto. Ser digno de confiança, justo, decente, consciencioso, sério. Ser honesto significa ser honrado, ter um comportamento moralmente irrepreensível. Quando

Leia mais

PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO

PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO PROJETO TEMÁTICO Campanha de divulgação Do Programa de Responsabilidade Socioambiental do TJDFT VIVER DIREITO OBJETIVO A campanha teve por objetivo implantar na Instituição a cultura da responsabilidade

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 79 Memória Institucional - Documentação 17 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através

Leia mais

Apresentação no Conselho da Justiça Federal

Apresentação no Conselho da Justiça Federal Apresentação no Conselho da Justiça Federal CUMPRIMENTOS E AGRADECIMENTOS SLIDE UM - INTRODUÇÃO O painel que eu vou apresentar para os senhores hoje faz parte da minha tese de doutorado em Ciências Jurídicas

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos

DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos DESAFIOS CRIATIVOS E FASCINANTES Aula de Filosofia: busca de valores humanos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Eu queria testar a metodologia criativa com alunos que eu não conhecesse. Teria de

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956).

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956). 1. INTRODUÇÃO 1.1. MINHA RELAÇÃO COM A FOTOGRAFIA Meu pai tinha uma câmara fotográfica. Ele não era fotógrafo profissional, apenas gostava de fotografar a família e os amigos (vide Foto 1). Nunca estudou

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 71 A Gestão Social no Brasil 13 de Fevereiro de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis?

2 - Qualquer pessoa pode reclamar seu direito nos Juizados Especiais Cíveis? Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Juizados Especias Perguntas mais freqüentes e suas respostas 1 - O que são os Juizados Especiais Cíveis? Os Juizados Especiais Cíveis são órgãos da Justiça (Poder

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES Vitor José Petry Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS vitor.petry@uffs.edu.

A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES Vitor José Petry Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS vitor.petry@uffs.edu. ISSN 2316-7785 A IMPORTÂNCIA DO PIBID NA FORMAÇÃO DE FUTUROS PROFESSORES Vitor José Petry Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS vitor.petry@uffs.edu.br Resumo O artigo é resultado da análise de

Leia mais

Uma narrativa, uma história e um imaginário. Fernanda Cielo* 1

Uma narrativa, uma história e um imaginário. Fernanda Cielo* 1 Uma narrativa, uma história e um imaginário. Fernanda Cielo* 1 Meu nome é Maria Bonita, sou mulher de Vírgulino Ferreira- vulgo Lampiãofaço parte do bando de cangaceiros liderados por meu companheiro.

Leia mais

(Só faz fé a versão proferida)

(Só faz fé a versão proferida) Exmo. Senhor Presidente do Centro Desportivo e Cultural de Londres, Exmo. Senhor Embaixador, Exmo. Senhor Cônsul Geral, Exmo. Senhor Adido Social, Exmo. Senhor Conselheiro das Comunidades Madeirenses,

Leia mais

"É possível levar energia renovável para todos"

É possível levar energia renovável para todos "É possível levar energia renovável para todos" Por Daniela Chiaretti De Nairóbi, Quênia Connie Hedegaard: "Acho que quando temos uma crise global como a que estamos vivendo, é uma oportunidade excelente

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS. Neste ano histórico em que completa 60 anos de vitoriosa trajetória associativa, a Amagis é agraciada ao ser escolhida para sediar, novamente, onze anos depois, outro importante encontro integrativo como

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

O cotidiano da gestão educacional e a gestão do cotidiano escolar

O cotidiano da gestão educacional e a gestão do cotidiano escolar 5 CAPÍTULO 5 ESTÁGIO SUPERVISIONADO I: GESTÃO EDUCACIONAL O cotidiano da gestão educacional e a gestão do cotidiano escolar Introdução A compreensão deste capítulo está diretamente relacionada ao entendimento

Leia mais

Uma história de sucesso

Uma história de sucesso Dr. Fernando Augusto Pinto e Dra. Carla Maria Martins Gomes formam uma singular equipe. Nas áreas em que se especializaram conseguem reunir atributos fundamentais à satisfação dos interesses dos clientes,

Leia mais

DEFESA DOS CARENTES "O que decidem no mensalão torna-se norte para juízes" Por Marcos de Vasconcellos

DEFESA DOS CARENTES O que decidem no mensalão torna-se norte para juízes Por Marcos de Vasconcellos Revista Consultor Jurídico, 14 de outubro de 2012 DEFESA DOS CARENTES "O que decidem no mensalão torna-se norte para juízes" Por Marcos de Vasconcellos Enquanto, na última semana, os ministros do Supremo

Leia mais

Presidente : Des. Osvaldo Soares da Cruz Vice-Presidente: Des.ª Judite de Miranda Monte Nunes Corregedor: Des. Cristovam Praxedes Ouvidor Geral: Des.

Presidente : Des. Osvaldo Soares da Cruz Vice-Presidente: Des.ª Judite de Miranda Monte Nunes Corregedor: Des. Cristovam Praxedes Ouvidor Geral: Des. : Des. Osvaldo Soares da Cruz Vice-: Des.ª Judite de Miranda Monte Nunes Corregedor: Des. Cristovam Praxedes Ouvidor Geral: Des. Rafael Godeiro Diretor da Revista: Des.ª Clotilde Madruga Diretor da Escola

Leia mais

PRODUTORA DE NOTÍCIAS VESTIBULAR 1. Letycia CARDOSO 2 João Gabriel MARQUES 3 Márcio de Oliveira GUERRA 4

PRODUTORA DE NOTÍCIAS VESTIBULAR 1. Letycia CARDOSO 2 João Gabriel MARQUES 3 Márcio de Oliveira GUERRA 4 PRODUTORA DE NOTÍCIAS VESTIBULAR 1 Letycia CARDOSO 2 João Gabriel MARQUES 3 Márcio de Oliveira GUERRA 4 Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG RESUMO Como forma de estimular a criatividade

Leia mais

VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO.

VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO. VOCÊ DÁ O SEU MELHOR TODOS OS DIAS. CONTINUE FAZENDO ISSO. Qualquer hora é hora de falar sobre doação de órgãos. Pode ser à mesa do jantar, no caminho para o trabalho ou até mesmo ao receber este folheto.

Leia mais

DIREITO DE FAMÍLIA: TEORIA E PRÁTICA

DIREITO DE FAMÍLIA: TEORIA E PRÁTICA DIREITO DE FAMÍLIA: TEORIA E PRÁTICA TESTEMUNHOS DOS PARTICIPANTES ALUNOS OUVINTES Nome Completo: Norma Maria da Cruz 1. O que representou para você o curso Direito de Família Teoria e Pratica? Em linhas

Leia mais

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga?

Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam uma vaga? Abdias Aires 2º Ano EM Arthur Marques 2º Ano EM Luiz Gabriel 3º Ano EM Como é ser aprovado no vestibular de uma Universidade Pública, em que sabemos da alta concorrência entre os candidatos que disputam

Leia mais

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011 CENTRO HISTÓRICO EMBRAER Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira São José dos Campos SP Abril de 2011 Apresentação e Formação Acadêmica Meu nome é Eustáquio, estou com sessenta anos, nasci em Minas Gerais,

Leia mais