CONTEÚDO DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTEÚDO DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO"

Transcrição

1 CONTEÚDO DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO EDITAL Nº 63/2015/IFPI - ANEXO II 1. COMPETÊNCIAS ORGANIZACIONAIS 1.1. CURSO: Comunicação Instrumento para melhoria do serviço público Possibilitar ao aluno conhecimentos que permitam a compreensão da complexidade e da importância da comunicação no contexto organizacional; assim como, das diversas formas pelas quais a comunicação se apresenta, instrumentalizando-a para que seja uma competência apoiadora na busca pela melhoria do serviço público. CARGA HORÁRIA: 100 h/a MÓDULO I: Atualização da Língua Portuguesa e Elaboração de Textos Oferecer recursos ao participante para que redija textos oficiais com clareza, elegância e objetividade, de acordo com a nova ortografia da língua Portuguesa. I Introdução: Como escrever texto com eficiência; interpretação textual; intelecção, concepção e confecção; mensagens objetivas e subjetivas; II Comunicação oficial: formalidade e padronização; concisão, correção e clareza; III - Adequação do vocabulário: qualidades textuais; defeitos textuais: ambiguidade, cacofonia, clichê; IV Construção de frases: tipos de frases; tópicos frasais; o todo em partes; V- Elementos de coesão - a coerência textual: termos substitutivos; termos de referência; termos de omissão - elipse e zeugma; termos progressivos conjunções e locuções; coerência textual - as meta regras; VI - Introdução aos processos argumentativos: Introdução à argumentação; Introdução à contraargumentação; as falácias - erros na argumentação; VII - Textos oficiais: destaques: como usar itálico e negrito; como usar sigla e acrônimo; como grafar os numerais;as enumerações; fechamento do texto; VIII - Fatos da língua: concordância nominal e verbal; regência nominal e verbal; regencial e semântica; emprego e colocação pronominal; pontuação gramatical e estilística; IX Anexos: acordo ortográfico; formas de tratamento; exemplos de textos oficiais: ata, ofício, memorando, CI, , etc. MÓDULO II: Redação Oficial: a Comunicação Formal no Serviço Público Trazer ao participante, com base do manual da redação oficial, elementos fundamentais a sua boa, adequada e eficiente comunicação. I - A Elaboração Textual: organização do texto e a distribuição das ideias; o processo criativo e lógico nas etapas de elaboração textual; estrutura frasal e o parágrafo - coesão e coerência do texto; estilo/clareza, precisão, concisão e correção X estereotipia e modismos; II - A construção e articulação do texto em unidades: o léxico e seu emprego: adequação e precisão; a frase/oração: gramaticalidade; o parágrafo: tipos e características; formas de construção; articulação formal: elementos de ligação e de transição; III - Revisão gramatical: concordância nominal e verbal, regência nominal e verbal, colocação pronominal e/ou outras questões morfossintáticas; IV - A Redação Oficial: padrão oficial; pronomes de tratamento e fechos de correspondência; documento e sua especificidade; memorando, ofício, relatório e ; V - Qualidade Aplicada à Redação: elaboração de documentos comuns à clientela; exercícios de criação e correção textual; VI Como elaborar atas. MÓDULO III: Comunicação Eficaz: Instrumento para Melhoria do Serviço Público Aperfeiçoar o desempenho dos servidores por meio de instrumentos que proporcionem a melhoria da comunicação interpessoal e organizacional. I - Competência comunicativa; II - Comunicação aplicada; III - Comunicação por telefone X Presencial X ; IV - Gestão de conflitos; V - Trabalho em equipe; VI - Feedback; VII - Técnicas de expressão oral para reuniões produtivas; VIII - Comunicação não verbal CURSO: Ética na administração pública Possibilitar aos participantes conhecimentos acerca da importância da ética para o exercício da função pública, suas

2 interferências no poder discricionário do agente público; relação entre a ética e a administração pública no mundo contemporâneo, relacionando-a ao processo de globalização e ao neoliberalismo. CARGA HORÁRIA: 24 h/a I Conceito de ética: o que é ética; moral, valores e virtudes; a importância da ética; II Legislações: Lei do Processo Administrativo Geral (Lei nº9.784/99); lei de improbidade administrativa (Lei nº 8.429/92); regime disciplinar dos servidores públicos Civis da União (Lei nº 8.112/90); código de ética profissional do servidor público civil do poder executivo federal (Decreto nº 1.171/94); código penal brasileiro: Título XI Dos Crimes contra a Administração Pública; 1.3. CURSO: Excelência no atendimento ao cidadão Desenvolver nos participantes habilidades práticas e eficazes para diferenciar o atendimento de modo a superar as expectativas de satisfação, garantir atendimento de qualidade nas relações externas e internas e compreender a importância estratégica do atendimento, contribuindo para o desenvolvimento de uma cultura organizacional voltada para o cidadão. CARGA HORÁRIA: 24 h/a I Contextualização: a organização chamada Estado; Estado e Administração Pública; a organização pública e a missão institucional; globalização e a transformação do Estado; princípios para a administração pública; como melhorar o funcionamento das organizações públicas; decreto executivo nº (padrões de qualidade do atendimento prestado aos cidadãos pela organização pública); II - Atendimento de Qualidade: o papel do atendente na organização; público/cidadão; percepção e diferenças individuais; a questão do preconceito; a comunicação; organização do trabalho; III - Habilidades Iniciais: Motivação para o trabalho; maximização do tempo; criatividade nos processos; atendimento telefônico; como lidar com os s; Iniciativa; ética profissional CURSO: Gestão documental na administração pública Desenvolver nos participantes habilidades práticas e eficazes para a gestão documental. CARGA HORÁRIA: 120 h/a Módulo I Noções Gerais sobre Informação, Documento e Arquivo I - Informação, Documento e Documento de Arquivo; II - Conceitos e Princípios Arquivísticos; III - Classificação e Funções dos Arquivos; IV - Características dos documentos de Arquivo; V - Ciclo Vital dos Documentos; VI - Órgãos de Documentação, Custódia e Disseminação; VII - Legislação Arquivística. MÓDULO II: Gerenciamento da Informação e Gestão Documental - Arquivos Corrente e Intermediário I - Bases da Gestão Documental; II - Diagnóstico de Arquivo; III - Classificação de Documentos; IV - Avaliação e Destinação de Documento; V -Protocolo - Registro e Distribuição; VI - Gerenciamento Eletrônico de Documentos; VII - Rotinas do AC e do AI. MÓDULO III: Gerenciamento da Informação e Gestão Documental - Arquivo Permanente I - Rotinas; II - Arranjo; III - Descrição; IV - Difusão Cultural. MÓDULO IV: Os Documentos de Arquivo e seus suportes físicos I - Reprodução; II - Automação; III - Microfilmagem; IV - Preservação; V - Conservação e Restauração de Documentos 1.5. CURSO: Inglês Instrumental Ao final do curso o aluno deverá ser capaz de ler e escrever textos na língua inglesa.

3 CARGA HORÁRIA: 120 h/a Módulo I Reading Comprehension: CARGA HORÁRIA: 60 h/a Process; Reading skilss; Text organization; Prediction; Skimming; Scanning; Verb tenses; Dictionary; Nominal groups; Connectives; English sentence structure; Reference; Word formation; Strategies: cognitive and metacognitive. Módulo II Reading Comprehension CARGA HORÁRIA: 60 h/a Process; Reading skills; Text organization; Textual genres; Prediction & Skimming & Sacanning; Verb tenses; Nominal groups; Connectives; Reference words; Word formation; Rhetorical functions; Dictionary and internet search; Reading strategies: cognitive and metacognitive CURSO: Internet e Suporte Básico em Informática Ao final do curso o aluno deverá ser capaz de manusear de forma prática e correta os principais recursos da Internet e demonstrar conhecimento sobre procedimentos que poderão ser usados na resolução de problemas do computador. Microinformática: Hardware: CPU, HD, memória e periféricos (funções). Tipos de conexões do computador. Exemplos de dispositivos. Meios de armazenamento. Software: S.O. e aplicativos principais utilizados no computador; Windows: Instalação e configuração (drivers). Configuração do mouse e do teclado. Configurações de vídeo: resolução da tela, cores e padrões de janelas e ícones. Criação e manipulação de pastas e arquivos. Uso da Lixeira. Atalhos de teclado. Adicionar e remover programas; Aplicativos: Instalação dos aplicativos mais utilizados (leitor PDF, Office e BrOffice, antivírus, anti-spyware, firewall, navegador web, compactador de arquivos, gravado de cds, ripadores de CD/DVD, uso de PenDrive); PDF: como gerar arquivos; Office e BrOffice: principais diferenças, compatibilidade de arquivos entre eles; Antivírus: escaneamento, atualização; Anti-spyware e firewall: uso e funcionalidades; Navegadores Web: configuração, antipopup, certificado digital (sites seguros), limpeza de arquivos temporários, dados de formulários, senhas e histórico de sites visitados. Fhashplayer, java. Converter arquivos ppt em avi (gerar vídeos a partir de uma apresentação do powerpoint). Buscar driver na internet. Realizar backup de driver e restaurar. Mostrar um computador aberto e fazer limpeza da memória. Instalar e configurar impressora. Utilizar outros utilitários que ajudam a resolver problemas. Compactadores de Arquivos: como compactar e descompactar, gerar arquivos auto-extract e com senha; Gravador de CD/DVD e ripadores: como funcionam os CDS. Como gravar, copiar e criar imagens de CD/DVD. Como extrair arquivos de música de CDS e criar CDS a partir de arquivos de áudio; Rede e Internet: Funcionamento de uma rede local a cabo e wireless, e funcionamento da internet (parte físicalógica); Tipos de conexão: discada, ADSL, rádio, cabo, etc. IPs e domínios da Internet (DNS). Como configurar o computador numa rede local (ip fixo e ip dinâmico). Como instalar uma impressora local e em rede. Compartilhamento de pastas e arquivos no Windows; Segurança na Internet: como identificar sites seguros, certificado digital, compartilhamento em redes sociais, s e anexos suspeitos, como criar senhas seguras, etc PALESTRA: Assédio no Ambiente de Trabalho Apresentar informações sobre a temática: conceitos e pesquisas acerca do tema, buscando delinear os limites em que o assédio se dá para melhor identificação de sua manifestação nas relações de trabalho. CARGA HORÁRIA: 4 h/a MODALIDADE: Presencial A critério do palestrante, desde que alcance o objetivo proposto PALESTRA: Transparência na Administração Pública Conceituar transparência e destacar a sua importância como instrumento de controle social; destacar a legislação pertinente e os instrumentos de transparência; fornecer elementos de reflexão sobre o papel do cidadão em relação a trans-

4 parência. CARGA HORÁRIA: 4 h/a MODALIDADE: Presencial A critério do palestrante, desde que alcance o objetivo proposto PALESTRA: Como ser Assertivo no Trabalho Possibilitar aos participantes o entendimento do conceito de Assertividade dentro do contexto das Relações Interpessoais no Serviço Público, bem como aprendizado das técnicas na busca pela eficiência dos processos e ações desenvolvidas na Instituição. CARGA HORÁRIA: 4 h/a MODALIDADE: Presencial A critério do palestrante, desde que alcance o objetivo proposto OFICINA: Relações Interpessoais no Trabalho Possibilitar a reflexão acerca do papel social do indivíduo na organização, das diferenças individuais, da saúde nas relações e da humanização do ambiente de trabalho. Ao final da oficina o participante deverá compreender a importância de manter relações profissionais saudáveis e edificantes de que forma ele pode contribuir para isso. CARGA HORÁRIA: 20 h/a MODALIDADE: Presencial A critério do Instrutor, desde que alcance o objetivo proposto OFICINA: Inclusão sobre os direitos das pessoas com deficiência Orientar os participantes quanto a adequação no atendimento às pessoas com deficiência. Apresentar o histórico sobre o conceito de deficiência, além de contextualizar acessibilidade e inclusão, os tipos de deficiências e características. CARGA HORÁRIA: 20 h/a MODALIDADE: Presencial A critério do Instrutor, desde que alcance o objetivo proposto. 2. COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS 2.1. ADMINISTRATIVAS CURSO: Licitações e Contratos Fornecer aos participantes um conhecimento ampliado das normas relativas a Licitações e Contratos, pautado no que há de mais atual na doutrina e sua análise e compreensão através do estudo de casos práticos e proporcionar aprimoramento dos profissionais envolvidos direta ou indiretamente com a atividade governamental, visando maior eficiência nos processos licitatórios e nas questões concernentes aos contratos. Abordar as principais legislações aplicadas. Como perfil de conclusão, espera-se que os participantes possam: 1 - Ampliar, nesta área do conhecimento, a compreensão dos princípios e das diretrizes das normas gerais de licitação e de Contratos (Lei Federal 8.666/93), como as Resoluções do CONFEA pertinentes e Manifestações dos Tribunais de Contas respectivas; 2 - obter uma visão sistêmica dos processos de licitação; 3 - Esclarecer as dúvidas mais frequentes. CARGA HORÁRIA: 230 h/a Módulo I: Básico em Licitações

5 Licitação: Objeto; edital; princípios; requisitos; recursos; inexigibilidade; dispensa; modalidades; tipos; regime de execução e empreitada; qualificação técnica; impedimentos; subcontratação; outros aspectos pertinentes ao tema. MÓDULO II: Contratos de Obras e Serviços de Engenharia I Aspectos legais: Atividades e atribuições da engenharia e arquitetura; funções inerentes a engenheiros e arquitetos; Valor jurídico de documentos técnicos; Obrigatoriedade de identificação profissional em trabalhos técnicos; Placa de Obra.; II Projeto Básico e Executivo: Fases de um Projeto; resolução CONFEA361/91; lei nº 8.666/93.; III. Orçamento: Custos diretos; custos Indiretos e BDI; fatores que afetam o BDI:Administração Local; IRPJ e CSLL;BDI Fórmula; visita técnica; visto do CREA.; IV. Contratos Administrativos: contratos administrativos; relação contratual; princípios; cláusulas especiais; alterações; rescisão; equação econômico-financeira; reajuste e revisão; garantias; duração; inexecução; sanções administrativas; extinção. MÓDULO III: Anteprojeto, Projeto Básico, Projeto Executivo e Orçamento no Serviço Público Aspectos Jurídicos que Regulamentam a Matéria(Lei Federal n 8.666/93, Lei nº 5.194/66 e Resoluções CONFEA): I - Princípios Jurídicos e Legislação: tipos de obra (construção, reforma, recuperação, fabricação e ampliação); obra e serviço de engenharia; serviço comum, serviço técnico, serviço técnico profissional e serviço técnico profissional especializado; previsão e disponibilidade de recursos orçamentários ; necessidade de orçamento detalhado; obra ou serviço de engenharia de grande vulto; Anotação de Responsabilidade Técnica - ART: autoria e responsabilidade; preenchimento, assinatura e recolhimento de taxa; planejamento de engenharia.; II - Planejamento de Engenharia: Estudo preliminar,anteprojeto, Projeto Básico e Projeto Executivo; fases de um projeto na iniciativa privada e na iniciativa pública; fluxograma de procedimentos do TCU; estudo preliminar; programa de necessidades; escolha do terreno; estudo de viabilidade; anteprojeto; projeto básico: resolução CONFEA361/91;Art. 6º, inc. XI da Lei nº 8.666/93; orientação técnica nº 001 do IBRAOP; Projeto executivo: projeto de "as built"; caderno de encargos e especificações, orçamento e cronograma; Indicação de marca; orçamento; classificação dos custos; serviço; insumo; encargos sociais; orçamentos: estimativo e real; CUB; análise de edital; análise de projeto; visita técnica; cronograma; critérios de aceitabilidade de preços. MÓDULO IV: Sistema de Registro de Preços I Legislação e questões jurídicas:leis nº 8.666/93, /02 e Decretos nº 3.931/01 e 4.342/02; conceito - Princípios aplicáveis ao SRP - Normatização do SRP; II - Boas práticas na adoção do SRP: Implantação e adesão eficiente: fases e fluxograma; pesquisa de preços; adesão; jurisprudência; regras; divulgação de preços; passo a passo da implantação; estudos de casos. MÓDULO V: Elaboração e acompanhamento da planilha de composição de custos na contratação de serviços contínuos CARGA HORÁRIA: 24 h/a I Legislação aplicada: (Portaria n 07/2011 do MPOG, IN 02/2008 e alterações posteriores, Decreto 6727/09 e Resolução nº 98/2009 do CNJ); II - Elaboração da Planilha de Composição de Custos e Estimativa de Preços: A elaboração da Planilha de Composição de Custos; Classificação dos custos; mão de obra salários profissionais, encargos sociais, obrigações trabalhistas e verbas indenizatórias;a implicação do Decreto 6727/09; conta Vinculada; cálculos: depreciação, dias úteis, transportes/alimentação; tributos, entre outros do contrato; III - Especificidades dos serviços: serviços de limpeza; vigilância; jardinagem; portaria, manutenção de equipamentos.; IV - A análise das propostas: Aspectos a verificar nas planilhas de composição de custos e preços apresentados pelos proponentes.; V - A Negociação para prorrogação de prazo e repactuação dos preços em contratos de terceirização: itens que poderão ser negociados; informações necessárias à tomada de decisão na repactuação dos preços; papel do fiscal na negociação dos contratos. MÓDULO VI: Gestão e fiscalização de contratos na Administração Pública I - Fundamentação legal para Acompanhamento e Fiscalização dos Contratos Administrativos:a IN 02/2008, IN 03/2009 e Portaria nº 07/2011 do Ministério do Planejamento, Gestão e Orçamento (MPGO), o Decreto nº 6.727/09 e a Resolução nº 98/2009 do Conselho Nacional de Justiça; Lei 8666/93; Decreto 2271/97; conhecimento global do processo; fundamentação legal do procedimento adotado; requisitos indispensáveis do Processo de compras e contratação; II - Fiscalização: Perfil do servidor; aspectos comportamentais; responsabilidades / Atribuições; as inovações introduzidas pela IN/02/SLTI/2008 com alterações da IN 03/2009 na fiscalização e acompanhamento dos contratos administrativos; principais controvérsias da IN 02Q/ 2008 com as demais legislações; aplicação de penalidades; ferramentas de Gerenciamento e Fiscalização; responsabilidades do gestor de contratos perante os órgãos de controles.; III -ALei de responsabilidade fiscal, PPA, LDO e LOA:Aspectos relevantes.; IV - Conceituações: Contratos; contratos Administrativos; pressupostos dos Contratos; principais definições e conceitos: formalização, instrumentos, definição de objeto, projeto básico; termo de referência; duração/prorrogação; cláusulas essenciais e exorbitantes; aditamento; reajuste/ atualização/ repactuação/ revisão

6 contratual; reequilíbrio econômico financeiro; anulação/revogação dos contratos; execução/inexecução; contratos que exigem controles permanentes. V - Negociação: Técnicas; postura. VI - Especificidades da Terceirização: Legislação Aplicável; atividades terceirizáveis; riscos; decisões judiciais; preposto da contratada; VII - Recebimento do objeto: provisório; definitivo; principais normas de recebimento da ABNT: obras; serviços; bens; organização do processo; monitorar Previsto /Realizado; livros de Bordo. MÓDULO VII: Elaboração do Termo de Referência e as normas de elaboração do edital CARGA HORÁRIA: 24 h/a I - As regras essenciais das compras e contratações: Exigências da Lei 8.666/93:O princípio da padronização; requisitos essenciais: a especificação do bem; Indicação de marcas; condições de armazenamento; a proposta mais vantajosa; Requisitos mínimos e suficientes; Especificações Técnicas, físicas, químicas, exclusivas, croquis, modelos, referências, desempenhos e outros; A questão qualitativa: permissões e proibições; as normas de fabricação e as normas qualitativas; o direcionamento; a subdivisão em itens (o parcelamento do objeto);posicionamento do Tribunal de Contas da União, acerca da Descrição do Objeto nas Licitações; a análise de amostras; o posicionamento do TCU acerca da análise de amostras nas Licitações; projeto básico; projeto executivo; vedação à indicação de marcas e especificações Exclusivas; II - O termo de referência e os pregões: A definição de Termo de Referência, segundo os Decretos 3.555/2000 e 5.450/2005: Exigências nos Pregões Presenciais; Exigências nos Pregões Eletrônicos.; III - Instrução normativa nº 02/2008: Os elementos essenciais; As vedações quanto às especificações; O acordo de níveis de serviço; As exigências dos instrumentos convocatórios; As cláusulas vedadas nos instrumentos convocatórios.; IV - Os editais de licitação: Exigências da Lei nº 8.666/93 para os Instrumentos Convocatórios; exigências editalícias nos Pregões Presenciais, em conformidade com a Lei nº /2002 e o Decreto nº 3.555/2000; Exigências editalícias nos Pregões Eletrônicos, em conformidade com a Lei nº /2002 e o Decreto nº 5.450/2005 e com os sistemas eletrônicos de compras.; V - A lei complementar nº 123/2006 e o decreto nº 6.204/2007: aspectos práticos e Relevantes Clientela: Membros de comissões de licitação e cadastramento, pregoeiros, assessores jurídicos, procuradores, advogados, auditores, bem como profissionais envolvidos direta ou indiretamente nos procedimentos de licitação. MÓDULO VIII: Contratação sem licitação na administração pública CARGA HORÁRIA: 16 h/a I Conceitos e considerações acerca da licitação: Princípios da Administração: Princípios Constitucionais; Princípios Específicos;Alicitação como regra geral. II Dispensa e inexigibilidade: conceitos e diferenciação; problema do fracionamento do objeto; alteração dos valores contratados, com base no art. 65,I da L /93; limites à prorrogabilidade dos contratos de natureza contínua nas dispensas em razão do valor; Inexigibilidade por ausência de concorrentes no mercado; demonstração da exclusividade do fornecedor; notória especialização. III Contratação: de profissional autônomo; contratação direta em razão do valor; contratação emergencial; elementos caracterizadores da situação emergencial; situações que desqualificam a situação emergencial; o prazo do contrato; entendimento do TCU sobre a matéria; aquisição decorrente de licitação deserta e fracassada; conceito de licitação deserta e fracassada; elementos para justificar a dispensa; o pregão e a aplicação do art. 48, 3º da L /93; contratação de órgão da Administração Pública; comprovação da economicidade; contratação de parcela remanescente de contrato não cumprido; aquisição ou locação de imóvel; contratação de instituição sem fins lucrativos; as regras da IN 02/2008, alterada pela IN 03/2009, do MPOG; aquisição de peças de reposição para equipamentos em garantia; aquisição de equipamentos e materiais com recursos do CNPq, FINEP e CAPES; requisitos para a escolha do fornecedor/prestador de serviços; pedido de cotação e critérios de aceitabilidade da proposta; IV - Formação e Instrução do Processo de Contratação Direta: Elaboração de Justificativas; demonstração de economicidade; a exigência de documentos de habilitação; ratificação do ato de dispensa ou de inexigibilidade; a cotação eletrônica de preços. MÓDULO IX: Técnicas de negociação na administração pública CARGA HORÁRIA: 16 h/a I - Fundamentos Básicos da Negociação: conceitos; princípios básicos; aspectos que influenciam na negociação; resultados das negociações; desenvolvimento do processo de negociação; ética nas negociações; II - Negociação Aplicada às Licitações na Modalidade Pregão Presencial e Eletrônico: preparo do ambiente do pregão para a negociação; técnicas de reuniões produtivas; fases do pregão; o que pode ser negociado no pregão; itens que merecem atenção; momento adequado para abertura de negociação; lavramento na Ata de Julgamento as tratativas de negociação. III - Negociação Aplicada às Cotações de Preço, e às Contratações por Dispensa e Inexigibilidade: Pesquisa de mercado e estimativa de preço; fontes e número mínimo de propostas; cuidados a serem tomados na ampla pesquisa; falhas mais comuns na pesquisa de preços; negociação das propostas. IV - Negociação Aplicada aos Contratos Administrativos: Formas de repactuação dos contratos: o reequilíbrio econômico- financeiro do contrato; data-base e os critérios que podem ser adotados para o reajuste; V - A alteração dos Contratos: A alteração dos contratos; alterações qualitativas e quantitativas; hipóteses de alteração amigável.; VI - Outros Aspectos da negociação dos contratos: Acordo com o contratado; formas de convocação para as rodas de negociação e a quem a mesma deve ser dirigida; pontos do contrato que podem e os que não podem ser alvo de novo acordo; lavratura da Ata da Reunião com o contratado. CLIENTELA: Membros de comissões de licitação e cadastramento, pregoeiros, assessores jurídicos, procuradores, advogados, auditores, bem como profissionais envolvidos direta ou indire-

7 tamente nos procedimentos de licitação CURSO: Gestão Financeira e Orçamentária na Administração Pública OBJETIVOS: Fornecer aos participantes conhecimentos atualizados acerca da estrutura financeira, orçamentária e patrimonial da administração pública. Propiciar aos participantes o conhecimento da legislação e de aspectos práticos, possibilitando a inserção de discussões técnicas. CARGA HORÁRIA: 150 h/a MÓDULO I CONTABILIDADE PÚBLICA E PLANO DE CONTAS CARGAHORÁRIA: 30 ha I - Regime e aplicação da Contabilidade Pública; II- Legislação da Contabilidade Pública: Lei 4.320, de 17/03/1964; IN nº 8, da STN, de 09/11/96 e Port. STN nº 467, de 06/08/2009; Port. 448 da STN, de 13/09/2002; Decreto nº , de 23/12/1986; Port. nº 3, conjunta de outubro de 2008; Port. nº 749 e 751, de 16/12/2009. III - Plano de Contas Aplicado ao Setor Público PCASP: Considerações sobre o Plano de Contas; Campo de Aplicação do Plano de Contas; Conceito de Plano de Contas; Estrutura do Plano de Contas Atual: nova Estrutura do PCASP; IV - Despesa Pública - Conforme Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Conceito; Classificação por categorias econômicas; Codificação das despesas quanto à sua natureza. V - Receita Pública- Conforme Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Receita Pública: definição e conceitos; Classificações da Receita - orçamentária e extra orçamentária; Classificação por categorias econômicas da Receita; Estrutura e codificação da Receita Pública; VI - Lançamentos Contábeis Padronizados nas Esferas Governamentais Lançamentos; alienação de veículos; liquidação de restos a pagar não processados (com recebimento da NF); restos a pagar; material de consumo; aquisição de Veículos; convênios; doações; cauções; dívida ativa; outros. MÓDULO II BÁSICO NA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FINANCEIRA E CONTÁBIL DE FORMA NA ADMINISTRAÇÃO PÚ- BLICA I - Estrutura e princípios fundamentais da Administração Pública Brasileira: O Estado Brasileiro e serviços Públicos; planejamento; coordenação; descentralização; delegação de competência e controle; II - Orçamento Público: Conceito; Evolução do orçamento; Princípios orçamentários; Como é feito o Orçamento; Das emendas aos projetos de PPA, LDO e LOA. III - Receita e Despesa Pública: conceito; classificação da receita; classificação por categoria econômica; classificação por fontes de recursos; codificação; estágios; IV - Ciclo Orçamentário: conceito; execução do orçamento; controle da execução orçamentária e financeira; controle prévio ou a priori; controle concomitante ou simultâneo; controle subsequente; V - Mecanismos retificadores do Orçamento: Conceito; Classificação dos Créditos Adicionais; Características dos Créditos Adicionais Recursos Disponíveis para Abertura de Créditos Adicionais; VI- Movimentação de Créditos Orçamentários: Distinção entre créditos e recursos; descentralização interna e externa de orçamento e financeiro entre órgãos da administração direta; entre órgãos da administração indireta; VII - Programação Financeira e utilização de créditos orçamentários: conceito; modelo do decreto de programação financeira. Pré-empenho da despesa; empenho da despesa; liquidação de despesa; pagamento de despesa; VIII Outros: restos a pagar; despesas de exercícios anteriores; suprimentos de fundos; diárias; obrigatoriedade de custos; IX - Contabilidade Pública 2011: o novo Plano de Contas; estrutura com novos grupos de contas; nova forma de contabilização; novos demonstrativos de balanços; X - Movimentação de Materiais: Portaria de n.º 448 de 13 de setembro de 2002; Portaria de n.º 184 de 25 de agosto de 2008; Material de Consumo e Material Permanente; Almoxarifado; o almoxarife Planejamento e Organização do Almoxarifado; Entradas orçamentárias no RMA e RMB; Entradas Extra Orçamentárias no RMA e RMB; Baixas do RMA ou RMB; Material de Consumo; Estoque Interno; A obrigatoriedade de Depreciação no Setor Público Brasileiro; XI - Controle Interno: preceito constitucional; a nova organização do controle interno; competências; contas anuais; tomadas de contas especiais; prestação de contas; XII - Controle Externo: preceito constitucional; organização; competência; julgamento de tomadas de contas anuais e especiais, prestação de contas; penalidades aos administradores, membros de comissão de licitação. MÓDULO III BÁSICO EM GESTÃO DE ALMOXARIFADO E BENS PATRIMONIAIS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I - Conceitos de Material: material de consumo, material permanente; parâmetros excludentes (durabilidade, fragilidade, perecibilidade, incorporabilidade, transformabilidade); II - Material de Consumo: Entrada de material; incorporação decorrente de estoque de produção; incorporação por produção própria; recebimentos, entradas; reavaliação de material estocado; transferência para outra unidade; baixa de estoque por doação, abandono e inutilização e outras baixas; III -

8 Material Permanente: Incorporação de material; devolução de bens ao almoxarifado; recebimento por doação; recebimento por produção própria; cessão de bens em regime de comodato; registro de bens móveis em poder de terceiros; transferência de bens para outra unidade; baixa de bens inservíveis, ociosos, abandono e inutilização; IV - Bens Imóveis: Incorporação por ajuste, reavaliação, incorporação, baixa por alienação ou doação; V - Obrigatoriedade de Depreciação: Bens a serem depreciados, método e taxas; VI - Tipos de Inventários: Inventário físico: anual, inicial, de transferência de responsabilidade, de extinção ou transformação; inventário analítico, inventário rotativo, inventário por amostragem, inventário físico de cunho gerencial; VII - A Responsabilidade Dos Encarregados de Almoxarifado e Patrimônio. MÓDULO IV SIAFI GERENCIAL: SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA DO GOVERNO FEDERAL I - Navegando no SIAFI: Introdução; acesso ao SF Gerencial; a tela de Menus de sistemas; consultando uma tabela do SIAFI Gerencial; montando consulta no SIAFI Gerencial; executando consulta construída já criada; criando um grupo de Itens de Informação; II - Relatórios: dotação orçamentária; crédito disponível; crédito empenhado; crédito liquidado; crédito a Liquidar; valores pagos; restos a pagar - processado e não processado; outros. MÓDULO V TOMADAS DE CONTAS E CONTROLE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I. Considerações gerais sobre Tomada e Prestação de Contas: Processo de Contas; exame de conformidade e de desempenho; segregação de funções; relatório de gestão; Processo de Contas; Processo de Contas Extraordinárias; Contas Regulares; Contas Regulares com Ressalva; Contas Irregulares; Recursos Orçamentários; Recursos Extra Orçamentários; Controle Interno; Órgãos de Controle Interno; Impessoalidade; Publicidade; Moralidade; Eficiência; Aprovação; Homologação; Adjudicar; Visto; Convênio; Consorcio Público; Terceiro Setor; Tomada de Contas; Tomada de Contas Especial; II Controle: Conceito; Controle Externo e Interno; Controle Prévio ou a Priori; Controle Concomitante ou Simultâneo; Controle Subsequente; III - Normas de Apresentação, Organização de Tomadas e Prestações de Contas: Jurisdição do Tribunal; Prazos; Gestores Arrolados como Responsáveis; ROL dos Responsáveis; IV - Organização dos Processos de Tomadas e Prestação de Contas: Organização das Peças dos Processos de Tomadas de Contas; V - Tomadas de Contas Especiais: Introdução; Conceito; Providências e Prazos; Composição do Processo da TCE; Instauração e Encaminhamento do Processo da TCE; Arquivamento da TCE; VI - Prestação de Contas de Convênio; VII - Modelos de Processo de Contas: Dispensa e Inexigibilidade de Licitação; de Pagamento; de Licitação de Convite, Tomada de Preço e Concorrência; de Pagamento das Despesas Contratuais; de Suprimento de Fundos; de Despesas de Exercício Anteriores; de Despesas de Restos a Pagar; de Despesas de Diárias; de Pagamento de Auxílio Funeral; de Convênios e Parcerias e Contratos de Repasse; de Folha de Pagamento; de Restituição de Receitas; de Ajuda de Custo CURSO: Auditoria Governamental Preparar o servidor para atuação na área de auditoria realizando atividades em consonância com a metodologia mais avançada, abrangendo a legislação e a jurisprudência aplicável, procurando as práticas que devem ser adotadas ou evitadas, de forma a garantir um resultado qualitativo da atividade auditoria. CARGA HORÁRIA: 24 h/a I Controle na Administração Pública - Fundamentação legal do controle na administração pública; competências do Sistema de Controle interno; competências e estrutura dos órgãos de Controle externo; interação entre os controles interno e externo; II Introdução à Auditoria Governamental Auditoria: conceitos básicos, origem e evolução; finalidades da auditoria governamental; objetivos da auditoria; governamental; abrangência da auditoria governamental; formas de execução da auditoria governamental; classificação; auditoria interna; auditoria independente (externa); auditoria de conformidade; auditoria contábil-financeira; auditoria de legalidade; auditora operacional; auditoria de gestão; auditoria de tecnologia da informação; auditoria de obras; auditoria de pessoal; auditoria ambiental; auditoria da qualidade; III - Normas de Auditoria Governamental e Conduta Ética do Auditor Finalidades e classificação das normas; normas relativas à pessoa do auditor; normas relativas à opinião do auditor; normas relativas à execução do trabalho; normas para elaboração de relatório; normas ligadas à ética profissional; normas internacionais de auditoria; V - Controles Internos Definição e objetivos; princípios; fontes de informação; testes de controle interno; risco em auditoria; V - Planejamento da Auditoria Governamental Planos de Atividades de Auditoria; levantamentos Preliminares; visão geral; matriz de planejamento; VI - Execução da Auditoria Governamental Matriz de procedimentos; técnicas de auditoria; exame documental; inspeção física; conferência de cálculos; observação; indagações oral e escrita; corte das operações ou "cut off ; confirmação externa; correlação das in-

9 formações obtidas; teste laboratorial; rastreamento; entrevista; circularização; conciliação; análise de contas; revisão analítica; triangulação; papéis de trabalho; informatização da atividade de auditoria; VII Achados em Auditoria Governamental; VIII Evidência em Auditoria Governamental; IX Comunicação dos Resultados Relatório de auditoria; requisitos do relatório; estrutura do relatório; controle de qualidade; X Monitoramento e Controle de Qualidade; XI Benefícios de Controle CURSO: Planejamento Estratégico nas Organizações Públicas Planejando com qualidade para garantir resultados Oportunizar aos participantes conhecimentos acerca da metodologia, das técnicas e dos processos de formulação estratégica, habilitando-os a participar na condução e a contribuir efetivamente na elaboração do planejamento estratégico organizacional. CARGA HORÁRIA: 45 h/a I - Introdução: conceito de planejamento e gestão estratégica; etapas do planejamento estratégico; planejamento estratégico nas organizações públicas; II Cenários: definições, importância, cenários prospectivos; III - Premissas: valores, missão e visão de futuro; IV - Diagnóstico e posicionamento estratégico: análise do ambiente interno e externo; posicionamento estratégico: políticas organizacionais e estratégias; objetivos estratégicos, fatores críticos de sucesso; diretrizes; estratégias, planos de ação e projetos; definição de Indicadores de resultados e metas; V Balanced Scorecard; VI - Implementação do Plano Estratégico COMUNICAÇÃO E EVENTOS CURSO: Prática de Cerimonial e Organização de Eventos na Administração Pública OBJETIVOS: Capacitar os participantes a planejarem e organizarem eventos de sucesso, apresentando técnicas de cada fase do processo, com foco em eventos da administração pública federal. Apresentar de forma atualizada os roteiros de cerimonial e protocolo dos mais diversos eventos oficiais. I - Cerimonial: Origem do Cerimonial; Conceito de Cerimonial e Protocolo; Elementos Fundamentais para a Realização de um Bom Evento; Normas para Aplicação do Protocolo; Normas de Cerimonial Público na Esfera Federal; Análise dos Decretos Federais; Cerimonial Público; Legislativo; Judiciário; Ordem de Precedência; Símbolos Nacionais: hinos, bandeiras e precedência dos Estados; Cerimônias Públicas; Cerimonial de Solenidades. II - Logística e Organização: Briefing, Check-list; Elaboração de Roteiros; Vocativo e Local; Logística de Palco; Composição de Mesas; Discursos, Ornamentação; Coordenação dos Recursos Humanos (trabalho em equipe); Cuidados na Escolha do Convite - normas para convite perfeito; Critério para Elaboração de Listas de Convidados; Emissão dos Convites; Confirmação das Presenças; Pronomes e Formas de Tratamento. III - Mestre de cerimônia: Postura Ética; Imagem Profissional; Gestual e Voz; Perfil Profissional: atitude, trajes, tipos de cumprimentos, limite entre o social e o profissional CURSO: Gestão da Comunicação e Assessoria de Imprensa na Administração Pública OBJETIVOS: Proporcionar aos participantes o conhecimento das dimensões e os usos de conceitos e práticas correlatas que fazem interface com a comunicação pública; possibilitar a compreensão o papel estratégico de políticas de comunicação para informação ao cidadão e divulgação da atividade pública. I - Comunicação Pública e Governamental e a Gestão da Comunicação: comunicação pública: conceitos e prática; perfil e atuação do gestor em comunicação pública; planejamento em comunicação integrada; metodologia de elaboração de políticas de comunicação na área pública. Gestão de riscos e contingências em comunicação; II - Relações com a Imprensa: relações com a mídia na perspectiva de comunicação pública; relacionamento fonte x assessor x imprensa: pontos críticos e

10 alternativas; estratégias em assessoria de imprensa; capacitação de fontes no dia-a-dia; planejamento e execução de Media Trainings ASSESSORAMENTO CURSO: Profissional de Secretariado e Assessoria: desenvolvendo suas competências com foco em resultados OBJETIVOS: Apresentar o atual perfil dos profissionais, bem como mostrar as regras gerais de conduta que devem ser aplicadas no relacionamento pessoal e interpessoal, na comunicação formal e informal e o conhecimento pleno de seu papel no contexto da Administração Pública. Sensibilizar e apresentar ferramentas que facilitem a prática e o desempenho das novas atribuições. Serão trabalhados em cada participante linguagem corporal, etiqueta social e protocolar, aparência pessoal, sobriedade, postura, a importância de se criar uma boa impressão e manter um bom relacionamento. I - As exigências políticas da carreira para atender as novas perspectivas da Administração Pública: o novo papel do profissional de secretariado: de operacional para assessor, de executor para gestor; o verdadeiro conceito de política; a nova conjuntura organizacional da Administração Pública Brasileira; dinamismo e pró-atividade; a nova era e os novos padrões de competência; como desenvolver uma competência; o profissional de secretariado líder de si mesmo; avaliação da conjuntura atual; as novas exigências e oportunidades; capacitação para trabalhar com pessoas com perfis diferentes; responsabilidade com a qualidade final da missão; II Atribuições: agendando compromissos e recebendo visitantes; elegância e qualidade no atendimento; organização de reuniões e eventos; administração do tempo; o profissional de secretariado e a tecnologia da informação; conceito da ferramenta; III - O profissional de secretariado no papel de assessor: autogestão e posicionamento profissional; integração com a equipe e chefias; padrão de conduta; valores; equilíbrio emocionalxconflitos; mudanças processo de desenvolvimento; aprenda a ser simples, claro e objetivo; motivação como competência; o que é competência; mantenha-se eficaz; III - Comunicação e Relações Interpessoais: necessidades interpessoais básicas; aferição de leis de integração grupal; natureza da comunicação humana; percepção intra e interpessoal; a importância do feedback; relacionamento interno e atendimento externo; Ética na comunicação; IV - Etiqueta Profissional: classificação e regras de etiqueta; posturas construtivas; anfitriã(o); Marketing Pessoal; apresentação pessoal; vestuário; postura corporal. Emoções: consciência e a autodomínio; autoconhecimento GESTÃO DE PESSOA CURSO: Legislação de Pessoal com base na Lei 8.112/90 Possibilitar aos servidores conhecimentos acerca da legislação constitucional e infraconstitucional (Lei 8.112/90), bem como, da doutrina e jurisprudência atualizada. CARGA HORÁRIA: 45 h/a I Introdução: Evolução Constitucional e Legal; II - Provimento, Vacância, Direitos e Vantagens: Provimento: formas: nomeação, promoção, readaptação, reversão, aproveitamento, reintegração e recondução; concurso Público, posse, exercício, estabilidade, disponibilidade; vacância: formas: exoneração, demissão, promoção, readaptação, aposentadoria, posse em outro cargo inacumulável e falecimento; remoção, redistribuição, substituição; vencimento, remuneração: conceito e teto remuneratório; perda da remuneração; reposição e indenização ao erário; teto remuneratório; indenizações, adicionais, retribuição pelo exercício de função de direção, chefia ou assessoramento e gratificações: finalidade e concessão; férias: concessão, parcelamento, interrupção e indenização de férias; III - Movimentação e Afastamentos: licenças - concessão: motivo de doença em pessoa da família, motivo de afastamento do cônjuge, para o serviço militar, para exercer atividade política, para capacitação, para tratar de interesses particulares, para desempenho de mandato classista; afastamentos: concessão: para servir a outro órgão ou entidade, exercício de mandato eletivo, para estudo ou missão no exterior; concessões: doação de sangue, alistamento eleitoral, casamento, falecimento (cônjuge, companheiro(a), pai/mãe, padrastos/madrasta, filhos, enteados, menor sob guarda ou tutela e irmãos; IV - Regime Próprio de Previdência Social do Servidor Público; aposentadoria: Tipos (Voluntária, Compulsória e Invalidez), regra vigente (art. 40 da Constituição Federal com a redação dada pela EC nº 41/20048, regra de transição art. 2º e 6 da EC nº 41/2004 e regras do direito adquirido); abono de permanência; tempo de serviço; pensão - noções básicas: tipos e concessão; contribuição previdenciária; auxílio-natalidade, licença para tratamento de saúde, licença à gestante, à adotante e da Licença-paternidade, li-

11 cença por acidente em serviço, auxílio-funeral e auxílio-reclusão TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CURSO: PHP & MySQL Essentials Possibilitar ao aluno a construção de um projeto eletrônico (cadastro de produtos, cadastro de usuário, login e pedido), utilizando o banco de dados MySQL por ser o mais utilizado nos projetos desenvolvidos em PHP e que está disponível na maioria dos serviços de hospedagem. I Introdução: definição do projeto; PHP e MySQL - onde vamos chegar; como funciona um servidor Web; instalando o servidor webapache com suporte ao PHP; II - Breve revisão ao HTML/ XHTML: Estrutura básica de uma página HTML/ XHTML; páginas estáticas X Páginas dinâmicas; III - A solução: PHP: características do PHP; sintaxe básica; variáveis; arrays; strings; objeto; variáveis do PHP; $_SERVER; $_SESSION; constantes; operadores; Integrando o PHP ao HTML; acessando as variáveis do formulário; os métodos GET e POST; headers; estruturas de controle; manipulação de arquivos; funções; sessões e cookies; trabalhando com Arrays; trabalhando com Strings; exceções; Projeto E-commerce PHP - Definindo os requisitos do site; IV - Programação Orientada a Objetos: visão geral da solução; Design Patterns; classe; objeto; atributos; métodos; uma classe simples: pessoa; herança; encapsulamento; métodos mágicos construct e destruct; classes abstratas; atributos estáticos; métodos estáticos; interfaces; projeto E-commerce PHP - Classes e arquivos acessórios; V - Banco de dados: instalando o MySQL; conceitos básicos de Banco de Dados; Tabelas; Registros (ou tupla); Colunas (Atributos ou Campos); Domínio (Tipos de Dados); Chave; Índices; Relacionamentos; A Linguagem SQL; Alguns padrões de sintaxe para o SQL do MySQL; Tipos de dados mais usados no MySQL; Criando Bancos e Tabelas; Inserindo registros (INSERT); Atualizando registros (UPDATE) Excluindo registros (DELETE); Selecionando registros (SELECT); Joins (junção entre tabelas); Transactions; Prepared Statements; Administração de usuários; phpmyadmin Projeto E-commerce PHP - Construindo a base de dados do website. VI - Integrando o PHP com MySQL: utilizando a biblioteca PDO; Conectando-se ao banco; Executando consultas; Transações e Prepared Statements; Utilizando a biblioteca MYSQLI; Conectando-se ao banco; Executando consultas; Transações e Prepared Statements; VII - Construindo uma classe de acesso a dados: construindo a classe tabela; criando as classes filhas; Projeto E-commerce PHP - O site publico; VIII Webservices: Webservices com SOAP; um cliente SOAP; Um servidor SOAP; IX Segurança: Projeto - O site administrativo; filtrando entrada de dados; Cross-Site Scripting; Cross-Site Request Forgeries; SQL injection; Command injection; Ajustes no phpini CURSO: PHP & MySQL: Técnicas para Web 2.0 Possibilitar ao aluno conhecimentos acerca de Técnicas para Web 2.0 da 4Linux - através da utilização do framework Symfony através de métodos e técnicas de desenvolvimento rápido de aplicações Web 2.0 (com AJAX) sem a necessidade de grandes quantidades de digitação de código e com consistência de projeto. I - Introdução: MVC: Model - View Controller; ORM: Object-Relational Mapping; AJAX: Asynchronous Javascript And XML; Symfony: Framework de desenvolvimento em PHP Eclipse: Integrated Development Environment; Instalando o ambiente de desenvolvimento; Gerenciando pacotes com o Aptitude; Instalando servidores e aplicativos básicos; Instalando a IDE Eclipse com PHPEclipse; Instalando o Symfony; A partir do PHPPEAR; Configurando um domínio virtual para o sistema; II - Criando uma aplicação rápida com o Symfony : Preparando o Banco de Dados; criando o projeto no Symfony; criando uma aplicação; lendo o banco de dados e criando classes de acesso; III - Entendendo o Symfony: estrutura de diretórios; MVC do Symfony; camada model; camada view; camada controller; aplicações, módulos e ações; ambientes e handlers; configurando ambientes; a URL no Symfony; IV - Usando o EasyEclipse: Iniciando um projeto; criando um projeto; visão geral da ferramenta; configurações uteis; V - Camada Controller: Ações; término da ação; redirecionamento; informações da requisição; utilizando sessões de usuário; atributos flash - variáveis de sessão descartáveis; repassando variáveis para a view; VI - Camada Model: acesso ao banco de dados; por que utilizar ORM (ObjectRelational Mapping); padrões de nomes de campos, tabelas e chaves estrangeiras; construindo models; classes de tabelas; peer; acessando dados através do model; criando um novo registro; recuperando e alterando um registro; excluindo um registro; recuperando vários registros e listando; utilizando critérios no Doctrine; métodos personalizados; método especial; sobrescrita de métodos; VI - Camada View: Apresentação; a montagem da view; partials (Parciais); variáveis do Symfony; VII - Forms: criando formulários; gerando formulários automaticamente; Widgets; Validators; Labels; controlando o formulário; exibindo o

12 formulário; método automatizado; método detalhado; VIII - AJAX: Incluindo Javascript; criando um link para uma função; alterando o conteúdo de um elemento HTML; chamando uma função remota; atualizações periódicas; formulários AJAX; callbacks CURSO: OpenLDAP Implementando Servidor de Autenticação Centralizada I - Conceitos, arquitetura e design: O que são os serviços de diretórios; utilidade; LDAP: estrutura de uma base LDAP; diretórios; schemas e atributos; arquivos LDIF; II - Instalação: Instalando a partir dos pacotes pré-compilados; Configuração do OpenLDAP: opções do slapd.conf; opções do DB_CONFIG; III - Uso e gerenciamento: slaptest; slapcat; slapadd; slappasswd; slapindex; ldapsearch; Aprendendo a sintaxe do filter; ldapadd; ldapmodify; ldapdelete; ldapmodrdn; Conhecendo alguns clientes LDAP; IV - Gerenciando logs: Log level; syslog; slapd; ACL (Access Control List); V - Suporte a criptografia: Ativando TLS; instalando openssl; criando uma agência certificadora; criando o certificado; assinando o certificado; alterando o slapd.conf para ativar o TLS; conceituação sobre as opções do Syncrepl; configurando o servidor réplica para Syncrepl; replicação com Slurpd e Syncrepl; VI - Servidor Apache; VII - Servidor Proxy; VIII - Servidor Postfix; IX - Servidor POP/IMAP; X - Servidor FTP. 3. COMPETÊNCIAS GERENCIAIS 3.1. CURSO: Excelência na Gestão Pública MEGP Critérios Gespública Oportunizar aos participantes conhecimentos acerca do Modelo de Excelência na gestão MEGP segundo os critérios Gespública objetivando a aplicação do mesmo no âmbito do IFPI CARGA HORÁRIA: 16 h/a I Introdução: apresentação do GESPÚBLICA; fundamentos e Conceitos essenciais do GESPÚBLICA; apresentação do MEGP; II Metodologia MEGP: o plano de melhoria da gestão PMG; metodologia de elaboração; monitoramento e avaliação; III MEGP no âmbito do IFPI 3.2. CURSO: Práticas de Liderança: Uma Reflexão na Administração Pública Discutir a importância do autoconhecimento e da autogestão de sua liderança contribuindo para o enfrentamento dos dilemas da gestão e para a promoção de mudanças que permitam um melhor engajamento da equipe e o alcance dos objetivos da unidade. Serão abordados temas como estilos de liderança e habilidades requeridas no serviço público; a capacidade de construir um ambiente favorável à comunicação e à criação de comunidades de prática; e gestão de mudança. CARGA HORÁRIA: 20 h/a Conforme critérios estabelecidos no objetivo do curso CURSO: Gerência e seus Desafios Identificar os principais fatores que afetam a maneira como o gerente enfrenta os desafios; os conceitos envolvidos no gerenciamento no serviço público e as diferentes abordagens sobre os papéis gerenciais. Além disso, os participantes serão capacitados a identificar as consequências causadas pelos conflitos nas equipes de trabalho.. CARGA HORÁRIA: 20 h/a Conforme critérios estabelecidos no objetivo do curso.

13 3.4. CURSO: Como tomar Decisões em Equipe Identificar o perfil de competências dos integrantes da equipe e as premissas para tomada de decisão. Ao final do evento, o participante deverá reconhecer a gestão de pessoas como um sistema de práticas inter-relacionadas, os papéis e métodos para tomada de decisão e um modelo de quadro de apoio para decisões em equipe. CARGA HORÁRIA: 20 h/a Conforme critérios estabelecidos no objetivo do curso.

QUADRO RESUMO DOS CURSOS E RECURSOS

QUADRO RESUMO DOS CURSOS E RECURSOS Pública no 1 20 3 30 A DEFINIR Módulo I: Gestão Pública A DEFINIR R$ 1.014,00 Pública no 2 20 3 30 A DEFINIR A DEFINIR Módulo II: Noções de R$ 1.014,00 Direito Administrativo Pública no 3 20 3 30 A DEFINIR

Leia mais

CONTEÚDO DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO. 1.1 - CURSO: Comunicação Instrumento para melhoria do serviço público

CONTEÚDO DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO. 1.1 - CURSO: Comunicação Instrumento para melhoria do serviço público CONTEÚDO DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO 1- COMPETÊNCIAS ORGANIZACIONAIS 1.1 - CURSO: Comunicação Instrumento para melhoria do serviço público Possibilitar ao aluno conhecimentos que permitam a compreensão

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS ANALISTA DO SEGURO SOCIAL CONHECIMENTOS BÁSICOS VOLUME I ÍNDICE Língua Portuguesa 1 Compreensão e interpretação de textos.... 1 2 Tipologia textual.... 10 3 Ortografia

Leia mais

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

PROGRAMA TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL LÍNGUA PORTUGUESA Compreensão e interpretação de textos Tipologia textual Ortografia oficial Acentuação gráfica Emprego das classes de palavras Emprego do sinal indicativo de crase Sintaxe da oração e

Leia mais

GRUPO. CEP: 57020-670 - Cel. 8830-6001. WAPPE PUBLICIDADE E EVENTOS LTDA Unidade de Cursos www.wap.com.br CNPJ: 05.823.069/0001-39

GRUPO. CEP: 57020-670 - Cel. 8830-6001. WAPPE PUBLICIDADE E EVENTOS LTDA Unidade de Cursos www.wap.com.br CNPJ: 05.823.069/0001-39 Curso de Licitações, Contratos e Sistema de Registro de Preços (SRP) - 20 e 21 de Março Módulo i- licitação Definição O dever de licitar Quem pode licitar Pressuposto Natureza jurídica e fundamentos Legislação

Leia mais

CURSO: Inglês Básico

CURSO: Inglês Básico Av. Piauí, nº 330 Bairro dos Estados - 58.030-330 - João Pessoa PB Curso: Informática Básica Objetivo: Proporcionar conhecimentos básicos para construção de planilhas, fórmulas e gráficos no Excel.. Público-alvo:

Leia mais

Informática Básica (Windows, Word, Internet). Curso: Excel Básico

Informática Básica (Windows, Word, Internet). Curso: Excel Básico Informática Básica (Windows, Word, Internet). Objetivo: Proporcionar conhecimentos básicos no sistema operacional windows, word e excel. Público alvo: Servidores públicos municipais, que ainda não tenham

Leia mais

Questão de auditoria Informações Requeridas Fontes de Informação Procedimentos Possíveis Achados

Questão de auditoria Informações Requeridas Fontes de Informação Procedimentos Possíveis Achados Questão de auditoria Informações Requeridas Fontes de Informação s Possíveis Achados 1 As características da unidade de controle interno atendem aos preceitos normativos e jurisprudenciais? Ato que criou

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHOS Estado do Paraná CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHOS Estado do Paraná CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CG Nº 001 DE 02 de junho de 2014 Institui o Plano de atividades de Auditoria Interna no ano de 2014 e dá outras providências. O CONTROLADOR GERAL DO MUNICPIO DE MATINHOS, no uso de

Leia mais

BRASÍLIA - DF ENCONTRO NACIONAL DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS APRESENTAÇÃO. www.connectoncursos.com.br/encontrolicitacao

BRASÍLIA - DF ENCONTRO NACIONAL DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS APRESENTAÇÃO. www.connectoncursos.com.br/encontrolicitacao QUESTÕES FUNDAMENTAIS E CONTROVERTIDAS Coordenador Científico: Fabrício Motta ENCONTRO NACIONAL DE LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 24 HORAS DE TREINAMENTO - Planejamento das Contratações e Licitações

Leia mais

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Banca: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO/RJ Edital SMA Nº 84/2010 (data da publicação: 27/09/2010) Carga horária (aulas presenciais): 126 horas

Leia mais

ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS

ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás TCE/GO Auditor de Controle Externo Área Controle Externo ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS Língua Portuguesa Ortografia oficial... 01 Acentuação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA. Área: Gestão Pública EMENTAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA. Área: Gestão Pública EMENTAS Área: Gestão Pública EMENTAS Período: Setembro a Novembro de 2012 CURSO: Desenvolvimento de Lideranças Ampliar a competência gerencial dos participantes com ênfase na função e papéis frente às mudanças

Leia mais

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO Por João Luiz Faria Netto A nova lei conta com normas principais e obrigatórias para a contratação de agências de publicidade

Leia mais

LICITAÇÕES DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA

LICITAÇÕES DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA LICITAÇÕES DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA A NECESSÁRIA VISÃO PANORÂMICA SOB OS OLHARES DO PÚBLICO E DO PRIVADO Carga horária: 16 horas A - A PREVISÃO CONSTITUCIONAL E A LICITAÇÃO 1. Da supremacia das

Leia mais

CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS A DISTÂNCIA- EAD PARA SERVIDORES DO TCE E JURISDICIONADOS

CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS A DISTÂNCIA- EAD PARA SERVIDORES DO TCE E JURISDICIONADOS CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS - EAD PARA SERVIDORES DO TCE E CURSOS OBJETIVO PÚBLICO-ALVO CARGA HORÁRIA N. DE VAGAS MODALIDADE 1. As Novas Normas de Contabilidade Aplicada

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2010-2 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Levantamento de Necessidades de Treinamento LNT

Levantamento de Necessidades de Treinamento LNT SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS SECRETARIA EXECUTIVA DE RESSOCIALIZAÇÃO GÊRENCIA DE GESTÃO DE PESSOAS - GGP Levantamento de Necessidades de Treinamento LNT 2013 Gerência / Unidade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO CONTROLE INTERNO DO PODER LEGISLATIVO DE POCONÉ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O Presidente da Câmara Municipal de Poconé,

Leia mais

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS Secretaria Municipal de Gestão e Controle Departamento de Auditoria Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 LEI FEDERAL 12.232, DE 29

Leia mais

ANEXO I PEÇAS EXIGIDAS PELAS IN/TCU Nº 47, DE 2004, DN/TCU Nº 62, DE 2004, IN/SFC Nº 2, DE 2000, E NE/SFC Nº 2, DE 2003.

ANEXO I PEÇAS EXIGIDAS PELAS IN/TCU Nº 47, DE 2004, DN/TCU Nº 62, DE 2004, IN/SFC Nº 2, DE 2000, E NE/SFC Nº 2, DE 2003. ANEXO I PEÇAS EXIGIDAS PELAS IN/TCU Nº 47, DE 2004, DN/TCU Nº 62, DE 2004, IN/SFC Nº 2, DE 2000, E NE/SFC Nº 2, DE 2003. Discriminação da peça I Rol de Responsáveis, assinado pela Diretoria Colegiada,

Leia mais

CURSO: Montagem e Manutenção de Microcomputador

CURSO: Montagem e Manutenção de Microcomputador Av. Piauí, nº 330 Bairro dos Estados - 58.030-330 - João Pessoa PB CURSO: Montagem e Manutenção de Microcomputador Objetivo: Capcitar os servidores para a manutenção preventiva e retificadora de possíveis

Leia mais

SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL

SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL SEGUE EDITAL VERTICALIZADO PARA O CONCURSO DE AGENTE ADMINISTRATIVO DA POLÍCIA FEDERAL 13 DOS OBJETOS DE AVALIAÇÃO (HABILIDADES E CONHECIMENTOS) 13.1 HABILIDADES 13.1.1 Os itens das provas poderão avaliar

Leia mais

PEÇAS INTEGRANTES DO PROCESSO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL DA ANA CONFORME IN/TCU

PEÇAS INTEGRANTES DO PROCESSO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL DA ANA CONFORME IN/TCU ANEXO I PEÇAS INTEGRANTES DO PROCESSO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL DA ANA CONFORME IN/TCU nº 47, de 2004, DN/TCU nº 81, de 2006, e NE/CGU nº 03, de 2006, instituída pela Portaria CGU nº 555, de 2006 Discriminação

Leia mais

Nº OE Objetivos Estratégicos (OE) que se relacionam ao plano de capacitação 3

Nº OE Objetivos Estratégicos (OE) que se relacionam ao plano de capacitação 3 Nº OE Objetivos Estratégicos (OE) que se relacionam ao plano de capacitação 3 3 Investir no recrutamento, capacitação e desenvolvimento de seus profissionais. 7 7 Implementar ações de modernização administrativa

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA 008/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

EDITAL DE ABERTURA 008/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS ecretaria da dministração e dos ecursos umanos EDITAL DE ABERTURA 008/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS 1. DA REALIZAÇÃO A Fundação para o Desenvolvimento

Leia mais

Português - Prof. Alexandre Soares

Português - Prof. Alexandre Soares Olá Concurseiro! Estamos lançando PACOTE COMPLETO de disciplinas voltadas ao Concurso da POLÍCIA FEDERAL 2013/2014. As aulas foram elaboradas com base no EDITAL Nº 28 DGP/DPF, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2013.

Leia mais

SEMINÁRIO NACIONAL - A NOVA GESTÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO

SEMINÁRIO NACIONAL - A NOVA GESTÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO SEMINÁRIO NACIONAL - A NOVA GESTÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DIA 24 DE JULHO ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA FINANCEIRA E CONTÁBIL DO PATRIMÔNIO PÚBLICO 1 - PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

RELATO DA INICIATIVA OU PROJETO

RELATO DA INICIATIVA OU PROJETO Prefeitura Municipal de Vitória Controladoria Geral do Município RELATO DA INICIATIVA OU PROJETO Nome da Iniciativa ou Projeto Portal de Transparência Vitória Caracterização da situação anterior O Portal

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e

PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e PORTARIA TRT 18ª GP/DG nº 045/2013 (Republicada por força do art. 2 da Portaria TRT 18ª GP/DG nº 505/2014) Dispõe sobre a competência, a estrutura e a atuação da Secretaria de Controle Interno e dá outras

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO PLANO ANUAL DE AUDITORIA (PAA) 2014 Sumário: 1 INTRODUÇÃO... 4 2 DO PLANO DE AUDITORIA DE LONGO PRAZO (PALP)... 6 3 DAS ATIVIDADES DE MONITORAMENTO E ACOMPANHAMENTO.... 6 3.1 Apoio ao Tribunal de Contas

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO PLANO DE AUDITORIA DE LONGO PRAZO (PALP) 2013-2014 Sumário: 1 INTRODUÇÃO... 3 2 BIÊNIO 2013-2014: ATIVIDADES DE MONITORAMENTO E ACOMPANHAMENTO.... 3 2.1 Apoio ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo...

Leia mais

Apresentação PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES

Apresentação PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES Apresentação 1 PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução: O foi desenvolvido com o objetivo de simplificar e agilizar o processo de aquisição de materiais e serviços, atendendo as exigências

Leia mais

CURSO: CONTABILIDADE PÚBLICA E ANÁLISE DE BALANÇOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: TEORIA E PRÁTICA. Período: Abril e Setembro

CURSO: CONTABILIDADE PÚBLICA E ANÁLISE DE BALANÇOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: TEORIA E PRÁTICA. Período: Abril e Setembro CURSO: CONTABILIDADE PÚBLICA E ANÁLISE DE BALANÇOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: TEORIA E PRÁTICA Período: Abril e Setembro Público Alvo: Servidores que trabalham na área contábil financeira do estado. Objetivo:

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2008-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

GESTÃO SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

GESTÃO SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL GESTÃO SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS 1. TÍTULO AUXILIAR ADMINISTRATIVO CÓD. CBO 411 Preparar profissionais para prestar serviços de apoio e suporte às atividades administrativas,

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática

Serviço Público. Manutenção e Suporte em Informática Serviço Público Manutenção e Suporte em Informática Wilson Pedro Coordenador do Curso de Serviço Público etec_sp@ifma.edu.br Carla Gomes de Faria Coordenadora do Curso de Manutenção e Suporte em Informática

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 5 05

Leia mais

ELABORAÇÃO DE EDITAIS,

ELABORAÇÃO DE EDITAIS, ELABORAÇÃO DE EDITAIS, TERMOS DE REFERÊNCIA E PROJETOS BÁSICOS Os cuidados necessários no planejamento das licitações O direito de preferência para bens e serviços produzidos no Brasil As regras de sustentabilidade

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

CURSO Elaboração de Especificações de Itens para o Catálogo de bens, materiais e serviços.

CURSO Elaboração de Especificações de Itens para o Catálogo de bens, materiais e serviços. CURSO Elaboração de Especificações de Itens para o Catálogo de bens, materiais e serviços. FRANCISCO JOSÉ COELHO BEZERRA Gestor de Registro de Preços Fortaleza 26 a 28/11/2014 SORAYA QUIXADÁ BEZERRA Gestora

Leia mais

2. Classificar atos e fatos contábeis.

2. Classificar atos e fatos contábeis. MÓDULO II Qualificação Técnica de Nível Médio de ASSISTENTE FINANCEIRO II.1 PROCESSOS DE OPERAÇÕES CONTÁBEIS Função: Planejamento de Processos Contábeis 1. Interpretar os fundamentos e conceitos da contabilidade.

Leia mais

CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO DE PREGOEIROS TERMO DE REFERÊNCIA SRP SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS

CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO DE PREGOEIROS TERMO DE REFERÊNCIA SRP SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO DE PREGOEIROS TERMO DE REFERÊNCIA SRP SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Carga Horária de 16 Horas 07 e 08 de Dezembro Rio de Janeiro - RJ LC 123/06 e LC 147/14 Atualizada pelo Novo Decreto

Leia mais

O CONTROLE INTERNO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA OS MUNICÍPIOS

O CONTROLE INTERNO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA OS MUNICÍPIOS O CONTROLE INTERNO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA OS MUNICÍPIOS Luís Filipe Vellozo de Sá e Eduardo Rios Auditores de Controle Externo TCEES Vitória, 21 de fevereiro de 2013 1 Planejamento Estratégico

Leia mais

PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. A PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PORTARIA Nº 3.870 DE 15 DE JULHO DE 2014. Regulamenta as atribuições da Secretaria de Controle Interno do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá outras providências. A PRESIDENTE DO, no uso de

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES EM GESTÃO E PROCESSOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES EM GESTÃO E PROCESSOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS PAU DOS FERROS COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES

Leia mais

A NOVA CONTABILIDADE DOS MUNICÍPIOS

A NOVA CONTABILIDADE DOS MUNICÍPIOS Apresentação O ano de 2009 encerrou pautado de novas mudanças nos conceitos e nas práticas a serem adotadas progressivamente na contabilidade dos entes públicos de todas as esferas do Governo brasileiro.

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL L E I Nº 7.071/2015 Dispõe sobre a estrutura administrativa da Câmara Municipal de Jaraguá do Sul e dá outras providências. O PREFEITO DE JARAGUÁ DO SUL, no uso das atribuições que lhe são conferidas,

Leia mais

Cursos a Distância com Tutoria Turmas com mínimo de 60 participantes

Cursos a Distância com Tutoria Turmas com mínimo de 60 participantes Cursos a Distância com Tutoria Turmas com mínimo de 60 participantes Análise e melhoria de processos - MASP Servidores públicos federais interessados em conhecer a gestão da qualidade e utilizá-la na melhoria

Leia mais

EDITAL N 01/2014 DE 20 DE MAIO DE 2014 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

EDITAL N 01/2014 DE 20 DE MAIO DE 2014 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO II EDITAL N 01/2014 DE 20 DE MAIO DE 2014 PROCESSO SELETIVO EXTERNO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO A-01 - ASSESSOR TECNICO III - COORDENADOR/SUPERVISOR PEDAGOGICO; A-02 - ASSESSOR TECNICO III - COORDENADOR/SUPERVISOR

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) nº 001/2009

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) nº 001/2009 TERMO DE REFERÊNCIA (TR) nº 001/2009 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultor (a) para desenvolver, treinar e implantar o Sistema de Gestão de Projetos do IBAMA. 2 JUSTIFICATIVA 2.1 Contextualização: O

Leia mais

LEI N 280 DE 18 DE SETEMBRO DE 2007

LEI N 280 DE 18 DE SETEMBRO DE 2007 LEI N 280 DE 18 DE SETEMBRO DE 2007 Súmula: Dispõe sobre o Sistema de Controle Interno Municipal, nos termos do artigo 31 da Constituição Federal e do artigo 59 da Lei Complementar n 101/2000 e cria a

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 08/2013 *******************************

RESOLUÇÃO Nº 08/2013 ******************************* RESOLUÇÃO Nº 08/2013 ******************************* Promulgo a presente Resolução de conformidade com a legislação vigente. Em 30 de agosto de 2013. Silvio Rodrigues de Oliveira =Presidente da Câmara=

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCI Nº. 003

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCI Nº. 003 INSTRUÇÃO NORMATIVA SCI Nº. 003 UCCI Unidade Central de Controle Interno SCI Sistema de Controle Interno Versão: 1.0 Aprovada em: 31/10/2011 Unidade Responsável: Unidade Central de Controle Interno I -

Leia mais

Contratação de Serviços de TI. Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti

Contratação de Serviços de TI. Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti Contratação de Serviços de TI Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti O antigo modelo de contratação de serviços de TI 2 O Modelo antigo de contratação de serviços de TI Consiste na reunião de todos

Leia mais

EVENTO PÚBLICO ALVO OBJETIVO

EVENTO PÚBLICO ALVO OBJETIVO EVENTO O curso enfoca as diversas etapas do SICONV Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse, criado e desenvolvido pelo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão com o objetivo de propiciar

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO SUPERIOR DE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2014 Atualizado em 6 de junho de 2014 pela Assessoria de

Leia mais

PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014. Institui o processo administrativo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco. O PRESIDENTE DO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, no uso de suas

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica.

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica. Classificação: RESOLUÇÃO Código: RP.2007.077 Data de Emissão: 01/08/2007 O DIRETOR PRESIDENTE da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia - PRODEB, no uso de suas atribuições e considerando

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA

SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA LEGISLAÇÃO: Lei Municipal nº 8.834 de 01/07/2002 e Decreto 550 de 19/09/2007. ATRIBUIÇÕES: 10 - SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA 10.010 - COORDENAÇÃO GERAL

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA Nº 847/2008 (atualizada até a Resolução de Mesa nº 951, de 3 de novembro de 2009) Regulamenta a

Leia mais

I sob o enfoque contábil: Modelo de Projeto de Lei de Controle Interno Controladoria e Auditoria

I sob o enfoque contábil: Modelo de Projeto de Lei de Controle Interno Controladoria e Auditoria Modelo de Projeto de Lei de Controle Interno Controladoria e Auditoria Dispõe sobre a organização e a atuação do Sistema de Controle Interno no Município e dá outras providências. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS

Imprensa Eletrônica. Caderno 02: CONTAS PÚBLICAS Neste veiculo podem ser lidos todos os atos oficiais do Prefeitura de Conceição do Almeida-BA ano vi edição extraordinária Documento assinado digitalmente conforme MP no- 2.200-2 de 24/08/2001, que institui

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS SICONV APRENDIZADO QUE GERA RESULTADOS

GESTÃO DE PROJETOS SICONV APRENDIZADO QUE GERA RESULTADOS GESTÃO DE PROJETOS SICONV APRENDIZADO QUE GERA RESULTADOS ABORDAGEM Conceitos relacionados ao tema; Legislação aplicável à execução; Modelo de gestão e processo adotado pela Fundep. O que é o SICONV? CONCEITOS

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR DIRETORIA DE GESTÃO INSTITUCIONAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO PARA 2007

COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR DIRETORIA DE GESTÃO INSTITUCIONAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO PARA 2007 COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR DIRETORIA DE GESTÃO INSTITUCIONAL COORDENAÇÃO-GERAL DE RECURSOS HUMANOS PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO PARA 2007 OBJETIVO O Plano Anual de Capacitação da CNEN-PACC/2007

Leia mais

Como prefeituras e câmaras podem criar e gerenciar os seus Diários Oficiais Eletrônicos próprios

Como prefeituras e câmaras podem criar e gerenciar os seus Diários Oficiais Eletrônicos próprios Como prefeituras e câmaras podem criar e gerenciar os seus Diários Oficiais Eletrônicos próprios 1 A maioria dos Prefeitos e Presidentes de Câmaras de Vereadores não sabe que podem criar o Diário Oficial

Leia mais

Curso Teórico e Prático de Licitação, Pregão, Sistema de Registro de Preços e Contratos Administrativos.

Curso Teórico e Prático de Licitação, Pregão, Sistema de Registro de Preços e Contratos Administrativos. Curso Teórico e Prático de Licitação, Pregão, Sistema de Registro de Preços e Contratos Administrativos. CARGA HORÁRIA: 32 horas EMENTA: Este curso está fundamentado nas melhores práticas de gestão pública

Leia mais

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI Dispõe sobre as atribuições dos agentes de compras

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA DECRETO N.º 2356/2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. Rosane Minetto Selig, Prefeita Municipal de Ouro

Leia mais

SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03

SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03 SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03 Capítulo I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ4011 EDITAL Nº 005/2010 1. Perfil: Iphan Central 28 - Republicação 3. Qualificação educacional: Profissional com nível superior em Direito preferencialmente

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

PROGRAMAS DAS PROVAS

PROGRAMAS DAS PROVAS PARA TODOS OS CARGOS: PORTUGUÊS: 1. Compreensão de textos informativos e argumentativos e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). 2. Domínio da norma do português

Leia mais

Contratos. Licitações & Contratos - 3ª Edição

Contratos. Licitações & Contratos - 3ª Edição Contratos 245 Conceito A A Lei de Licitações considera contrato todo e qualquer ajuste celebrado entre órgãos ou entidades da Administração Pública e particulares, por meio do qual se estabelece acordo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN ROTINAS ADMINISTRATIVAS PROPLAN SETOR: Pró-Reitoria CARGO: Docente / TNS FUNÇÃO: Pró-Reitor

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES - 2013 Exmo. Sr. Presidente Tenho a honra de encaminhar a V.Exa. o Relatório Anual das Atividades desenvolvidas por esta Coordenadoria de Controle Interno, no exercício de

Leia mais

PROJETO DE CAPACITAÇÃO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

PROJETO DE CAPACITAÇÃO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS PROJETO

Leia mais

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP)

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Conceitos gerais de gestão pública: princípios e regras da administração pública, processos de licitação, contratos

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS CAPÍTULO II DA FINALIDADE, VINCULAÇÃO E SEDE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS CAPÍTULO II DA FINALIDADE, VINCULAÇÃO E SEDE LEI N. 2.031, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2008 Institui o Serviço Social de Saúde do Acre, paraestatal de direito privado, na forma que especifica. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que

Leia mais

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Comitê de Agências Gestão 2008 ÍNDICE OBJETIVO DO DOCUMENTO... 3 DEFINIÇÕES... 4 PONTOS PARA A ELABORAÇÃO DE UMA CONCORRÊNCIA... 5 RFI: Quando

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU-REGIONAL/MT MATRIZ DE PLANEJAMENTO - CONTRATOS EM GERAL E TERCEIRIZADOS 1. GERAL - O contrato contém todas as cláusulas essenciais e necessárias, define com precisão

Leia mais

1 LIDERANÇA. Indicador 1: Eficiência da Comunicação Organizacional

1 LIDERANÇA. Indicador 1: Eficiência da Comunicação Organizacional COMPILADO DAS SUGESTÕES DE MELHORIAS PARA O IDGP/2011 por critério e indicador 1 LIDERANÇA O critério Liderança aborda como está estruturado o sistema de liderança da organização, ou seja, o papel da liderança

Leia mais

CONTROLE EXTERNO DO SISTEMA SEBRAE

CONTROLE EXTERNO DO SISTEMA SEBRAE CONTROLE EXTERNO DO SISTEMA SEBRAE Palestrante: Ricardo de Mello Araújo APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Objetivos Oferecer visão geral do sistema de controle brasileiro e da atuação do TCU A p r e s e n t a

Leia mais

1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS

1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS 1. COMPETÊNCIAS DAS DIRETORIAS 1.1. Diretoria Executiva (DEX) À Diretora Executiva, além de planejar, organizar, coordenar, dirigir e controlar as atividades da Fundação, bem como cumprir e fazer cumprir

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE APOIO AO MUSEU CASA DE PORTINARI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS E LOCAÇÕES

ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE APOIO AO MUSEU CASA DE PORTINARI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS E LOCAÇÕES ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE APOIO AO MUSEU CASA DE PORTINARI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS E LOCAÇÕES SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO CAPÍTULO II DAS COMPRAS Titulo

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1191/2015, de 28-04-2015.

LEI MUNICIPAL Nº 1191/2015, de 28-04-2015. LEI MUNICIPAL Nº 1191/2015, de 28-04-2015. DISPÕE SOBRE O SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DO MUNICÍPIO DE MORMAÇO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LUÍS CARLOS MACHADO PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO 2014

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO 2014 Processo nº 2013/174887 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO 2014 Novembro/2013 Sumário INTRODUÇÃO... 2 PLANEJAMENTO DAS ATIVIDADES DE CONTROLE INTERNO... 2 1. ÁREA ADMINISTRATIVA... 3 1.1 Acompanhamento

Leia mais

Siconv para Convenentes

Siconv para Convenentes Siconv para Convenentes Módulo2 Portal de Convênios e Siconv Brasília - 2015. Fundação Escola Nacional de Administração Pública Presidente Gleisson Rubin Diretor de Desenvolvimento Gerencial Paulo Marques

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS DO CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CHEFE DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (FC-6) Área: Administrativa Unidade: Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Grupo PETRA S.A. Departamento de Tecnologia da Informação POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Início da Vigência: 01/Maio/2010 Propriedade do Grupo PETRA S.A. 1. INTRODUÇÃO Este documento foi elaborado

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA SECOM-PR N o 8 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014 Disciplina a implantação e a gestão da Identidade Padrão de Comunicação Digital das

Leia mais

Prefeitura Municipal de Brejetuba

Prefeitura Municipal de Brejetuba INSTRUÇÃO NORMATIVA SPO Nº. 001/2014 DISPÕE SOBRE ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DO PPA NO MUNICÍPIO DE BREJETUBA-ES. VERSÃO: 01 DATA DE APROVAÇÃO: 06/05/2014 ATO DE APROVAÇÃO: Decreto Municipal

Leia mais

REGIMENTO INTERNO AUDITORIA INTERNA DA UNIFEI. CAPÍTULO I Disposições Preliminares

REGIMENTO INTERNO AUDITORIA INTERNA DA UNIFEI. CAPÍTULO I Disposições Preliminares REGIMENTO INTERNO DA UNIFEI CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º. A Auditoria Interna da Universidade Federal de Itajubá é um órgão técnico de assessoramento da gestão, vinculada ao Conselho de

Leia mais