Manual do utilizador CONTROLADOR BASIC CLIMATIC ECOLOGIC. Providing indoor climate comfort CL-LOGIC-IOM-1102-P

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual do utilizador CONTROLADOR BASIC CLIMATIC ECOLOGIC. Providing indoor climate comfort CL-LOGIC-IOM-1102-P"

Transcrição

1 Manual do utilizador ECOLOGIC CONTROLADOR BASIC CLIMATIC Providing indoor climate comfort CL-LOGIC-IOM-1102-P

2

3 ÍNDICE PÁGINA DESCRIÇÃO GERAL 3 INTERFACE DO UTILIZADOR 4 Teclado incorporado na unidade 4 Controlador remoto com teclado (opção) 5 Funções das teclas 6 Funcionamento 7 Como aceder aos parâmetros e aos dispositivos 8 Estrutura dos menus 9 PARÂMETROS 10 Descrição do funcionamento do valor de referência do termóstato 10 Controlo do ventilador de condensação 11 Controlo do ventilador no modo de arrefecimento 12 Modificar parâmetros 13 Listas de parâmetros 14 ALARME 19 Alarmes 19 Diagnósticos 21 Códigos de alarme 22 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 23 UTILIZAÇÃO DO DISPOSITIVO 26 GLOSSÁRIO 27 A LENNOX tem facultado soluções de climatização ambiente desde 1895, a nossa gama de chillers arrefecidos a ar continua a cumprir os padrões que tornaram a LENNOX num nome conhecido. Soluções de design flexível para satisfazer as necessidades do UTILIZADOR e uma atenção intransigente dada aos pormenores. Concebidos para durar, simples de manter e a qualidade como norma. A nossa empresa é membro do Programa de Certificação Eurovent. Os chillers ECOLOGIC da Lennox são testados e classificados de acordo com o programa de certificação Eurovent. Os nosso produtos cumprem as normas europeias. O fabrico da família de chillers ECOLOGIC está em conformidade com o sistema de controlo da qualidade ISO Pode ser obtida uma cópia da certificação, a pedido. Devido ao facto de a LENNOX manter um compromisso permanente no que se refere à qualidade, as especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio e sem que a LENNOX incorra em quaisquer responsabilidades. CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 1

4 COPYRIGHT Todas as informações técnicas e tecnológicas contidas neste manual, incluindo quaisquer descrições técnicas e desenhos por nós fornecidos, permanecem propriedade da Lennox e não podem ser utilizados (excepto para a operação deste produto), reproduzidos, editados ou disponibilizados a terceiros sem o consentimento prévio por escrito da Lennox. Página 2 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

5 DESCRIÇÃO GERAL Este equipamento é um dispositivo electrónico que controla sistemas de arrefecimento a água compactos. O termóstatto permite as seguintes operações: - LIGAR/DESLIGAR (ON/OFF) a unidade - Seleccionar o modo de funcionamento do sistema - Definir a regulação do ponto - Relé do sinal de alarme - Apresentar a temperatura - Estado dos alarmes da unidade - Possibilidade de LIGAR/DESLIGAR (ON/OFF) à distância. - Um controlador remoto opcional O controlo fornecido incorporado na unidade inclui os seguintes dispositivos: REGULAÇÃO: O controlo regula o sistema da forma que se segue: - Através dos sinais das entradas analógicas da temperatura de entrada e de saída e da temperatura das tubagens de refrigeração. - Através da recepção de entradas digitais de estado baixo, alto e pressostato, de estado do interruptor do caudal (caudal de água) e das protecções eléctricas dos ventiladores e do compressor. Efectua a gestão de acordo com as válvulas e o estado das entradas analógicas e digitais. Sinais de saída do funcionamento do compressor, do ventilador e da bomba de água, obtenção da regulação da temperatura da água de entrada na unidade, regulação da velocidade do volume de ar do ventilador, sinais de saída da água. Resistência, resistência do depósito de água e válvula de gás quente (todos estes elementos são opcionais) utilizadas para proteger a unidade, activando igualmente os códigos de alarme, definindo o pressostato, o interruptor de caudal, o caudal de água e a protecção eléctrica do ventilador e do compressor (consultar a secção dos alarmes). - Um grupo de parâmetros permite a programação do controlo para cada uma das aplicações, de acordo com as limitações definidas de fábrica. O controlo fornecido incorporado na unidade inclui os seguintes dispositivos : CONTROLADOR BASIC CLIMATIC - Teclado Incluído na unidade. - Módulo de controlo Incluído no armário eléctrico Este dispositivo controla o funcionamento da unidade, permitindo a regulação do sistema. - Controlo do ventilador Incluído no armário eléctrico Permite a variação da tensão do ventilador relativamente à temperatura de condensação. 1 2 mode on off Teclado incluído na unidade set Módulo de controlo Placa do controlo do ventilador Existe, à disposição, um controlador remoto opcional. Para instalar este controlador remoto opcional deve-se proceder conforme se segue : - Efectuar as ligações exactamente conforme o indicado no diagrama de ligações eléctricas. - O fio não deve exceder 50 m. Os três cabos para a ligação do teclado à placa de alimentação têm de ser mantidos separados dos outros cabos, utilizando um canal para cabos individual; devem ser utilizados cabos blindados, com uma secção de 1 mm 2. Armário eléctrico da unidade Bloco terminal Controlador remoto (opcional) x * Cabo blindado de três fios com uma secção de 1mm 2 * Ligação a ser efectuada pelo utilizador com um COMPRIMENTO MÁXIMO de 50m CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 3

6 teclado incorporado na unidade VISOR DE LEITURA É um visor de 3 dígitos. A temperatura de entrada da água é apresentada em graus (padrão) ºC (apresenta uma vírgula decimal) ou ºF (não apresenta a vírgula decimal). Também pode ser apresentado o seguinte : - Valores de todos os parâmetros controlados pelo equipamento: - Valor de referência do arrefecimento, temperatura diferencial de arrefecimento - Temperatura da água de saída (como segurança) - Temperatura da água de entrada (regulação) - Códigos de alarme - O estado de todas as funções da máquina (horas de funcionamento, intervalo, etc.) LED DOS COMPRESSORES Quando o LED permanece aceso, indica que o compressor está a funcionar; no entanto, quando pisca, indica a existência de um intervalo antes do arranque do compressor. MODO / BOTÃO PARA CIMA Permite a selecção de um dos seguintes modos de funcionamento: Modo em espera / de menu de arrefecimento, este botão actua como uma tecla de deslocamento para cima ou de aumento (aumentando o valor). NÃO UTILIZADO LED DO MODO DE ARREFECIMENTO Quando este LED permanece aceso de forma contínua, indica que a unidade está a funcionar no modo de arrefecimento. Quando o LED do ARREFECIMENTO não está aceso, indica que o modo de funcionamento seleccionado é EM ESPERA. 1 2 mode set on off BOTÃO DE MODO E LIGAR/DESLIGAR (ON/OFF) Premindo os dois botões ao mesmo tempo, permite aceder ao nível dos menus. Também permitem o deslocamento, nos menus, de um nível para cima ou para baixo. VISOR DE LEITURA LED DA RESISTÊNCIA ELÉCTRICA Quando este LED permanece aceso de forma contínua, indica que a resistência eléctrica de anti-congelação está ligada; se o LED estiver desligado a anti-congelação interna está desligada. BOTÃO LIGAR/DESLIGAR (ON/OFF) / PARA BAIXO Permite LIGAR (ON) e DESLIGAR (OFF) a unidade. Premir uma vez para repor, manualmente, todos os alarmes de reposição não activos actualmente; todas as ocorrências de alarmes por hora também serão repostas, mesmo se os alarmes não estiverem activos. No modo de menu, este botão actua como uma tecla de deslocamento para baixo ou de diminuição (diminuindo o valor). Página 4 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

7 CONTROLADOR REMOTO COM TECLADO (OPÇÃO) VISOR DE LEITURA É um visor de 3 dígitos. A temperatura de entrada da água é apresentada em graus (padrão) ºC (apresenta uma vírgula decimal) ou ºF (não apresenta a vírgula decimal). Também pode ser apresentado o seguinte : - Valores de todos os parâmetros controlados pelo equipamento: - Valor de referência do arrefecimento, temperatura diferencial de arrefecimento - Valor de referência de aquecimento (unidades de bomba de calor) e temperatura diferencial de quecimento - Temperatura da água de saída (como segurança) - Temperatura da água de entrada (regulação) - Temperatura de descongelação - Códigos de alarme - O estado de todas as funções da máquina (horas de funcionamento, intervalo, etc.) NÃO UTILIZADO LED DO MODO DE ARREFECIMENTO Quando este LED permanece aceso de forma contínua, indica que a unidade está a funcionar no modo de arrefecimento. Quando o LED do ARREFECIMENTO não está aceso, indica que o modo de funcionamento seleccionado é EM ESPERA. LED DOS COMPRESSORES Quando o LED permanece aceso, indica que o compressor está a funcionar (no modo de aquecimento ou de arrefecimento, dependendo do modo de funcionamento seleccionado); no entanto, quando pisca, indica a existência de um intervalo antes do arranque do compressor. LED 1: Circuito do compressor 1 LED 2: Circuito do compressor 2 BOTÃO PARA CIMA No modo de menu, este botão actua como uma tecla de deslocamento para cima ou de aumento (aumentando o valor). BOTÃO PARA BAIXO No modo de menu, este botão actua como uma tecla de deslocamento para baixo ou de diminuição (diminuindo o valor). BOTÃO DE MODO E LIGAR/DESLIGAR (ON/OFF) Quando se primem os dois botões ao mesmo, acede-se ao nível dos menus. Também permitem o deslocamento, nos menus, de um nível para cima ou para baixo. ED DA RESISTÊNCIA ELÉCTRICA Quando este LED permanece aceso de forma contínua, indica que a resistência eléctrica de anti-congelação está ligada; se o LED estiver desligado a anticongelação interna está desligada. BOTÃO LIGAR/DESLIGAR (ON/OFF) Permite LIGAR (ON) e DESLIGAR (OFF) a unidade. Premir uma vez para repor, manualmente, todos os alarmes de reposição não activos actualmente; todas as ocorrências de alarmes por hora também serão repostas, mesmo se os alarmes não estiverem activos. BOTÃO DE MODO Permite a selecção de um dos seguintes modos de funcionamento: Em espera / Arrefecimento CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 5

8 Funções das teclas Modo O visor normal apresenta: Permite a selecção do modo de funcionamento: Em espera! a arrefecimento! em espera No modo de menu, esta tecla actua como uma tecla de DESLOCAMENTO PARA CIMA ou de AUMENTO (aumentando o valor). Repõe os alarmes e liga e desliga o chiller. Premir uma vez para repor, manualmente, todos os alarmes de reposição não activos actualmente; todas as ocorrências de alarmes por hora também serão repostas, mesmo se os alarmes não estiverem activos. Mantenha a tecla premida durante 2 segundos para ligar ou desligar, respectivamente, o chiller. Quando está desligado, a vírgula decimal permanece visível no visor. No modo de menu, esta tecla actua como uma tecla de DESLOCAMENTO PARA BAIXO ou de DIMINUIÇÃO (diminuindo o valor). - Temperatura da água em décimos de graus Celsius ou Fahrenheit - Código de alarme, se estiver, pelo menos, um alarme activo. Se estiverem activos vários alarmes, é apresentado o prioridade superior, de acordo com a Tabela de Alarmes. - Caso contrário, no modo de menu, o visor depende da posição actual; são utilizadas etiquetas e códigos para ajudar o utilizador a identificar a função actual. Indicadores LED Circuito 1 / Circuito 2 Quando se primem as teclas "modo" e "ligar/desligar" (ON/ OFF) ao mesmo tempo : Se o utilizador premir as duas teclas ao mesmo tempo e, em seguida, as soltar no intervalo de 2 segundos, acede a um nível inferior do menu do visor. Se o utilizador premir as duas teclas durante mais de 2 segundos, acede ao menu do nível superior seguinte. Se, actualmente, o utilizador estiver a visualizar o nível mais baixo de todos dos menus e premir as duas teclas, soltandoas no intervalo de 2 segundos, sobe para o nível imediatamente superior dos menus. Estado do compressor LIGADO (ON) - se estiver ligado pelo menos um compressor do circuito 1. DESLIGADO (OFF) - se todos os compressores do circuito estiverem desligados. INTERMITÊNCIA RÁPIDA- está em curso a temporização de segurança quando é activado o primeiro compressor desse circuito (todos os compressores estão DESLIGADOS (OFF)). INTERMITÊNCIA lenta, se o circuito 1 estiver actualmente definido para descongelar. Modo de arrefecimento Visor O dispositivo pode comunicar informações de todos os tipos sobre o estado, a configuração e os alarmes através do visor e dos LEDs existentes no painel frontal. NÃO UTILIZADO Aquecimento auxiliar LIGADO Página 6 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

9 FUNCIONAMENTO ENTRADA EM FUNCIONAMENTO DA UNIDADE Depois de terem sido executadas todas as instruções do Manual de Funcionamento, Manutenção e Instalação, podese proceder à entrada em funcionamento da unidade, conforme se segue : ALIMENTAÇÃO DA UNIDADE Colocar o interruptor de corte geral (se incluído) na posição LIGAR (ON); quando a unidade é alimentada, o visor acendese. LIGAR/DESLIGAR A UNIDADE Premir o botão durante mais de dois segundos para LIGAR (ON) ou DESLIGAR (OFF) a unidade. O visor apresenta a temperatura da água de entrada ou uma indicação de alarme. A apresentação de E 00 indica que a unidade foi desligada pelo controlo remoto, localizado entre os terminais 93 e 94 no armário eléctrico. Se a unidade não tiver este interruptor incorporado, verificar se existe uma ligação entre estes terminais e se os LEDs do visor se acendem (consultar a secção dos alarmes). Para desligar a unidade, premir o botão durante mais de 2 segundos antes de desligar a alimentação, esperar até que a bomba da água pare. SELECCIONAR O MODO DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE SELECCIONAR O MODO DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE Para modificar o valor de referência da unidade seguir os passos abaixo : Quando se primem os botões e simultaneamente e se soltam no intervalo de dois segundos, é apresentada, no visor, a indicação Premir de novo os botões e, para o visor apresentar a indicação (valor de referência do arrefecimento) Premir os botões e, para o visor apresentar a indicação (valor de referência do aquecimento) Depois de apresentado o valor de referência que deve ser alterado ou premir os botões e simultaneamente e soltá-los no intervalo de dois segundos para o visor apresentar o valor de referência actual. Com o botão ou é agora possível modificar o valor de referência, entre os valores máximo e mínimo. Depois de o valor de referência ter sido modificado, premir ao mesmo tempo e. Para obter o valor no visor, premir e, em simultâneo, durante mais de dois segundos. O visor apresenta. Premir de novo e durante mais de dois segundos para visualizar o valor no visor. O modo de funcionamento é sempre indicado no visor através dos LEDs. Premindo várias vezes o botão, é possível modificar o modo de funcionamento da unidade e seleccionar o requerido : ARREFECIMENTO ESPERA ARREFECIMENTO : A unidade está a funcionar no modo de arrefecimento e o LED acende-se no visor. EM ESPERA : A unidade está a funcionar no modo em espera, não se acende nenhum LED. Depois de ser seleccionado o modo de arrefecimento, a bomba de água é accionada. Se o modo de funcionamento seleccionado para a unidade for o modo de arrefecimento e a temperatura da água de entrada exceder o valor de referência do arrefecimento, é necessária a entrada em funcionamento do compressor. O LED do compressor começa a piscar, indicando o arranque diferido do compressor devido à protecção anti-ciclo; em seguida, o compressor arranca e o LED acende-se. NOTA : Se o funcionamento da unidade for interrompido por períodos prolongados, não desligar a alimentação pois a protecção anti-congelação pode ser isolada. CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 7

10 Como aceder aos parâmetros e aos dispositivos Um parâmetro é uma referência interna do programa, incluindo valores importantes que podem ser definidos, para permitir, ao utilizador ou ao técnico que procede à instalação, garantir o funcionamento adequado da unidade. Um dispositivo é um dos componentes do sistema incluídos na lista de estado. O acesso ao modo de menu permite ao utilizador obter uma lista de estado dos dispositivos da unidade que pode ser utilizada, por exemplo, para ler as temperaturas da sonda ou as horas de funcionamento. Todos os parâmetros e dispositivos estão estruturados em níveis de visualização, tal como apresentado em abaixo : COMO ACEDER AO MODO DE MENU Premir os botões e soltá-los no intervalo de dois segundos, para permitir ao utilizador aceder ao modo de menu. Para permitir a consulta do menu, neste sentido a Premir os botões e, em simultâneo, e libertá-los no intervalo de dois segundos. Para permitir a consulta do menu, neste sentido ^ Premir os botões e, em simultâneo, durante mais de dois segundos. Para permitir a consulta do menu, neste sentido i, premir: Menu de regulação da temperatura da água Menu de estado das sondas de temperatura ST1: Temperatura da água de entrada ST2: Temperatura da água de saída ST3 e ST6: Temperatura das tubagens Menu dos alarmes activos Menu dos parâmetros de configuração Palavra-passe para aceder aos parâmetros de configuração Gestão das horas de funcionamento dos recursos (compressor, bomba de água) NOTA : Quando os LEDs do visor se acendem alternadamente: o utilizador está no modo de menu. Para permitir a consulta do menu, neste sentido h, premir: ESTRUTURA DOS MENUS MENU DO VISOR NÍVEL 1 NÍVEL 2 NÍVEL 3 Apresenta: Temperatura da água de entrada Alarmes activos VALOR DE REFERÊNCIA Valor de referência do arrefecimento Valor de referência ESTADO DO SENSOR Códigos Valor da sonda ALARMES Códigos dos alarmes activos PARÂMETROS PALAVRAS-PASSE Palavra-passe (algarismos) HORAS DE FUNCIONAMENTO Compressor horas de funcionamento --- Número de horas Horas de funcionamento da bomba de água Número de horas Página 8 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

11 Valor de referência: Entradas analógicas: Alarmes: Entradas digitais: Def. etiqueta arref.: Índice de entrada: Índice parâmetros: Def. valor de arrefecimento Valor analógico Alarmes actuais Estado das entradas digitais ESTRUTURA DOS MENUS Parâmetros: Par. configuração: Índice parâmetros: Valor de parâmetro Par. compressor: Índice parâmetros: Valor de parâmetro Par. controlo ventilador: Índice parâmetros: Valor de parâmetro Par. alarme: Índice parâmetros: Valor de parâmetro Par. bomba: Índice parâmetros: Valor de parâmetro Par. anti-congelação: Índice parâmetros: Valor de parâmetro CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 9 Palavras-passe: Horas de func.: Par. descongelação: Par. expansão: Índice parâmetros: Índice parâmetros: Horas comp.: Horas bomba: Valor de parâmetro Valor de parâmetro Palavra-passe Número de horas Número de horas

12 DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO VALOR DE REFERÊNCIA DO TERMÓSTATO VISOR Apresenta: Temperatura da água de entrada Alarmes activos NÍVEL 1 VALOR DE REFERÊNCIA NÍVEL 2 NÍVEL 3 Valor de referência do arrefecimento Valor de referência Consultar a página 8, para mais informações sobre os valores de referência do sistema. A temperatura da água é controlada termostaticamente através de um valor de referência e um intervalo de tolerância (diferencial). O funcionamento destes parâmetros é apresentado no diagrama que se segue. MODO DE FUNCIONAMENTO DO ARREFECIMENTO UNIDADES COM 1 COMPRESSOR COMPRESSOR OFF COMPRESSOR ON VALOR DE REFERÊNCIA co3 VALOR DE REFERÊNCIA + Diferencial do VALOR DE REFERÊNCIA UNIDADES COM 2 COMPRESSORES PASSO 1 PASSO 2 COMPRESSOR COMPRESSOR ON OFF O funcionamento com um compressor é apresentado no diagrama, tendo em consideração que a temperatura acima da qual o controlador entra em funcionamento é a temperatura da água de entrada. Quando esta temperatura excede o valor de referência + intervalo de tolerância (diferencial), o compressor começa a produzir água arrefecida. Quando a temperatura da água de entrada desce abaixo do valor de referência, o compressor pára. Por exemplo: no caso de um valor de referência = 10 C e de um intervalo de tolerância (diferencial) = 2 C, o compressor começa a funcionar quando a temperatura da água de retorno exceder 10 C e desliga quando esta regressar aos 10ºC, ligando de novo se a temperatura atingir os 12ºC. COMPRESSOR OFF ON co3 co5 co3 Página 10 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

13 Controlo do ventilador de condensação O controlo da condensação depende da temperatura de condensação ou da pressão do circuito. O controlo do ventilador é accionado, se: pelo menos uma sonda por circuito estiver configurada como sonda de condensação (pressão ou temperatura); caso contrário, o ventilador do circuito é LIGADO (ON) e DESLIGADO (OFF) em resposta aos compressores do circuito. O controlo do ventilador pode ser independente do compressor ou pode ser efectuado em resposta a pedido dos compressores HyperCodex152. O modo de funcionamento é determinado pelo parâmetro Pa F05: Valor 0 1 Pa F05: Se o compressor estiver desligado, o controlo da condensação é modo de saída do ventilador o ventilador está desligado independente do compressor Quando o compressor arranca, se o controlo proporcional pedir o corte do ventilador, o corte pode ser excluído durante um intervalo de tempo igual ao início de Pa F12 quando o compressor está ligado. Se o controlador solicitar o corte durante este período de tempo, o ventilador funciona à velocidade mínima. Se o parâmetro Pa F05 estiver definido como 1, o controlo da condensação depende da temperatura ou da pressão de condensação, dependendo da definição dos parâmetros seguintes: Velocidade silenciosa: A unidade de controlo do ventilador pode ter uma velocidade mínima, máxima e "silenciosa" (para o funcionamento silencioso, por exemplo, durante a noite), bem como uma banda proporcional no intervalo destes valores. O ventilador estará sempre desligado se : - existir um alarme que indique a paragem de um ventilador de condensação (consultar a tabela dos alarmes). - O dispositivo Energy 200 está no modo em espera ou desligado CONTROLO DO VENTILADOR DE CONDENSAÇÃO NO MODO DE ARREFECIMENTO: Pa F06 = Pa F07 = Pa F08 = Pa F09 = Pa F10 = Pa F11 = Pa F13 = Pa F14 = Velocidade mínima do ventilador no modo ARREFECIMENTO Velocidade silenciosa máxima do ventilador no modo ARREFECIMENTO Valor de referência da temperatura/ pressão da velocidade mínima do ventilador no modo ARREFECIMENTO Banda proporcional do ventilador no modo ARREFECIMENTO Delta de corte do ventilador Histerese de corte. Velocidade máxima do ventilador no modo ARREFECIMENTO Valor de referência da temperatura/ pressão da velocidade máxima do ventilador no modo ARREFECIMENTO Na figura abaixo, é apresentado um exemplo da interacção destes parâmetros : CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 11

14 controlo do ventilador no modo de arrefecimento Diagrama: Velocidade (%) Ventilador exterior em modo de arrefecimento Velocidade max. (F13) Ist. desligado (F11) Definir max. ventilador de arrefecimento (F14) Velocidade máx. silenciosa (F07) Definição de arrefecimento do ventilador (F08) Ist. desligado (F11) Velocidade mín. (F06) DESLIGADO Temperatura/ pressão Delta desligado (F10) Banda prop. de arrefecimento (F09) Página 12 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

15 MODIFICAR PARÂMETROS VISOR Apresenta: Temperatura da água de entrada Alarmes activos Premir Valor dos parâmetros Valor dos parâmetros Valor dos parâmetros Valor dos parâmetros Premir Valor dos parâmetros Premir PARÂMETROS Premir Valor dos parâmetros Valor dos parâmetros COMO ACEDER AO MENU PARÂMETROS Premir e os botões e soltá-los no intervalo de dois segundos, para o visor apresentar Para permitir a consulta do menu, neste sentido a Premir os botões e, em simultâneo, e libertá-los no intervalo de dois segundos. Para permitir a consulta do menu, neste sentido ^ Premir os botões e, em simultâneo, durante mais de dois segundos. Para permitir a consulta do menu, neste sentido i, premir: Parâmetros de visualização Para permitir a consulta do menu, neste sentido h, premir: Parâmetros de configuração geral da unidade (Valores (F)) Parâmetros de configuração geral da unidade (Valores (H)) Configuração dos parâmetros do compressor (Valores (C)) Configuração dos parâmetros do ventilador e do controlo de descongelação (Valores (F)) Configuração dos parâmetros dos alarmes activos (Valores (A)) Configuração dos parâmetros da bomba de água (Valores (P)) Configuração dos parâmetros de anti-congelação (Valores (r)) Configuração dos parâmetros do ciclo de descongelação (Valores (d)) Configuração dos parâmetros do cartão de extensão (Valores (n)) Para aceder à modificação dos parâmetros, é necessário introduzir uma palavra-passe no sistema, esta não é exigida, se o utilizador pretender apenas visualizar os parâmetros. Apresenta: Temperatura da água de entrada Alarmes activos Premir Premir Premir Premir PALAVRA-PASSE Introduzir a palavra-passe CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 13

16 listas de parâmetros Definições Acesso Ref. Valores de referência de controlo Unid. Mín. Máx. Fábrica Geral Palavrapasse fábrica Regul. Oculto G01 Valor de referência do arrefecimento C X G02 Valor de referência do aquecimento C X X Definições Acesso Ref. Parâmetros de configuração Unid. Mín. Máx. Fábrica Geral Palavrapasse fábrica Regul. Oculto H01 Valor de referência máximo de aquecimento C X X H02 Valor de referência mínimo de aquecimento C X X H03 Valor de referência máximo de arrefecimento C X - - H04 Valor de referência mínimo de arrefecimento C X X H05 Número de circuitos (dependente do chiller) Num X X H06 Compressores por circuito (dependente to chiller) Num X X H07 Escalões de capacidade por compressor Num X X H08 Sequência LIGAR do compressor 0 = Arranque do compressor com o número de horas de funcionamento mínimo. Paragem do compressor com o número de horas de funcionamento máximo. Indic X X 1 = Arranque do compressor 1, 2, 3. Paragem do compressor 3,2,1 H09 Equilíbrio do circuito 0 = Arranque dos compressores no circuito 1 antes do circuito 2 Indic X X 1 = Equilibrar os compressores nos dois circuitos H10 Bomba de calor 0 = Chiller, 1 = Bomba de calor Indic X X H11 Configuração do sensor ST1 1 = Temperatura da água de entrada Num X X H12 Configuração do sensor ST2 1 = Temperatura da água de saída Num X X H13 Configuração do sensor ST3 2 = 4-20Ma Pressão do condensador do circuito 1 Num X X H14 Configuração do sensor ST4 3 = Temperatura do ar exterior Num X X H15 Configuração do sensor ST5 0 = Nenhum sensor Num X X H16 Configuração do sensor ST6 2 = 4-20Ma Pressão do condensador do circuito 2 Num X X H17 Limite inferior da escala dos valores de pressão KPa* X X H18 Polaridade da entrada ID1 ID2 ID3 ID4 Num X X H19 Polaridade da entrada ID5 ID6 ID7 ID8 Num X X H20 Polaridade da entrada ID9 ID10 ID11 ST4 Num X X H21 Polaridade da entrada ST1 (no caso de entrada digital) Indic X X H22 Polaridade da entrada ST2 (no caso de entrada digital) Indic X X H23 Configuração da entrada ID1 10 = ALTA pressão Circuito 1 Num X X H24 Configuração da entrada ID2 12 = BAIXA pressão Circuito 1 Num X X H25 Configuração da entrada ID3 8 = Sobrecarga térmica ventilador de condensação Num X X circuito 1 H26 Configuração da entrada ID4 4 = Sobrecarga térmica compressor circuito 1 Num X X H27 Configuração da entrada ID5 11 = ALTA pressão Circuito 2 Num X X H28 Configuração da entrada ID6 13 = BAIXA pressão Circuito 2 Num X X H29 Configuração da entrada ID7 9 = Sobrecarga térmica ventilador de condensação Num X X circuito 2 H30 Configuração da entrada ID8? = Sobrecarga térmica compressor circuito 2 Num. 0 28? - X X H31 Configuração da entrada ID9 0 = Não utilizado Num X X Página 14 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

17 listas de parâmetros Definições Ref. Parâmetros de configuração Unid. Mín. Máx. Regul. Geral Acesso Palavrapasse Regul. fábrica H32 Configuração da entrada ID10 2 = LIGADO / DESLIGADO remoto Num X X H33 Configuração da entrada ID11 1 = Interruptor de caudal Num X X H34 Configuração ST4 (no caso de entrada digital) Num X X H35 Configuração da saída RL2 9 = Compressor escalão 2 Num X X H36 Configuração da saída RL3 0 = Desactivado, 11= Compressor escalão 4 Num X X H37 Configuração da saída RL4 0 = Desactivado, 16 = Compressor escalão 5 Num X X H38 Configuração da saída RL5 12 = Ventilador 2 circuito 1 Num X X H39 Configuração da saída RL6 13 = Ventilador 3 circuito 1 Num X X 14 = Ventilador 2 circuito 2 H40 Configuração da saída RL7 7 = Bomba Num X X H41 Polaridade RL2 Indic X X H42 Polaridade RL3 Indic X X H43 Polaridade RL4 Indic X X H44 Polaridade RL5 Indic X X H45 Polaridade relé de alarme 0 = Saída LIGADA se alarme activo Indic X X 1 = Saída DESLIGADA se alarme activo H46 Configuração ventilador 1 circuito 1 saída 0 = Triac saída de TK1 1 = 4-20mA saída de AN1 Indic X X 2 = Relé estado sólido saída de TK1 H47 Configuração ventilador 1 circuito 2 saída 0 = Triac saída de TK1 1 = 4-20mA saída de AN1 Indic X X 2 = Relé estado sólido saída de TK1 H48 Configuração protocolo de série 0 = BMS Comunicações desactivado Indic X X 1 = BMS Comunicações activado H49 Selecção de modo de funcionamento 0 = Selecção através de teclado Indic X - H50 Activar ponto de referência dinâmico 0 = Desactivar, 1 = Activar Indic X X H51 Diferença do ponto de referência dinâmico durante o arrefecimento C X X H52 Diferença do ponto de referência dinâmico durante o aquecimento C X X H53 Ponto de referência dinâmico da temperatura exterior durante o arrefecimento C X X H54 Ponto de referência dinâmico da temperatura exterior durante o aquecimento C X X H55 Ponto de referência dinâmico delta da temperatura exterior durante o arrefecimento C X X H56 Ponto de referência dinâmico delta da temperatura exterior durante o aquecimento C X X H57 Sensor de desvio 1 C X X H58 Sensor de desvio 2 C X X H59 Sensor de desvio 3 (Nota: C/10, ) C / Kpa X X H60 Sensor de desvio 4 C X H61 Sensor de desvio 5 C X X H62 Sensor de desvio 6 (Nota: C/10, ) C / Kpa X X H63 Frequência de tensão 0=50 Hz 1=60 Hz Indic X - H64 Apresentação da temperatura 0= C 1= F Indic X X H65 Endereço de série de família Utilizado para definir o endereço do controlador quando se Num X X utiliza uma interface Modbus H66 Endereço de série de dispositivo Utilizado para definir o endereço do controlador quando se Num X X utiliza uma interface Modbus H67 Palavra-passe do utilizador Num X X H68 Palavra-passe do cartão de cópia Utilização exclusiva da fábrica Num X X H69 Teclado presente Indic X X Oculto CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 15

18 listas de parâmetros Oculto Definições Acesso Ref. Parâmetros do compressor Unid. Mín. Máx. Regul. Geral Palavrapasse fábrica Regul. C01 Tempo de segurança LIGAR-DESLIGAR s* X C02 Tempo de segurança LIGAR-DESLIGAR s* X X C03 Histerese do controlo de arrefecimento C X C04 Histerese do controlo de aquecimento C X X C05 Delta da intervenção escalonada do algoritmo de regulação C X C06 Compressor intervalo do compressor LIGADO s X C07 Compressor intervalo do compressor DESLIGADO s X C08 Intervalo do escalão de capacidade LIGADO s X Definições Acesso Ref. Parâmetros do ventilador do condensador Unid. Mín. Máx. Fábrica Geral Palavrapasse fábrica Regul. F01 Modo de saída do ventilador Num X X F02 Tempo de retoma do ventilador s/ X F03 Mudança de ventilador % X X F04 Duração do impulso arranque triac us* X X F05 Funcionamento em resposta ao pedido do compressor Indic X X F06 Velocidade mínima durante o arrefecimento % X - F07 Velocidade silenciosa máxima durante o arrefecimento % X - F08 Valor de referência da temperatura/pressão do C/10- ventilador à velocidade mínima durante o -500 arrefecimento X F09 Banda proporcional durante o arrefecimento C/ X F10 Delta de corte C/ X F11 Histerese de corte C/ X F12 Ignorar tempo de corte s X F13 Velocidade máx. durante o arrefecimento % X F14 Valor de referência da temperatura/pressão do C/10- ventilador à velocidade máxima durante o -500 arrefecimento X F15 Velocidade mínima durante o aquecimento % X X F16 Velocidade silenciosa máxima durante o aquecimento % X X F17 Valor de referência da temperatura/pressão do C/ ventilador à velocidade mínima durante o aquecimento X X F18 Banda proporcional durante o aquecimento C/ X X F19 Velocidade máxima do ventilador durante o aquecimento % X X F20 Valor de referência da temperatura/pressão do C/10- ventilador à velocidade máxima durante o -500 aquecimento X X F21 Pré-ventilação no modo de arrefecimento s X X F22 Controlo combinado ou separado do ventilador 0= Controlo dos ventiladores em circuitos separados Indic X X 1= Controlo dos ventiladores em circuitos comuns F23 Valor de referência da temperatura/pressão de C/ activação do ventilador durante a descongelação X X F24 Histerese de activação do ventilador durante a C/10- descongelação X X F25 Definir 2º escalão do ventilador arrefecimento C/ X F26 Definir 3º escalão do ventilador arrefecimento C/ X F27 Definir 2º escalão do ventilador aquecimento C/ X X F28 Definir 3º escalão do ventilador aquecimento C/ X X F29 Período do ciclo de funcionamento para a saída "CC" s X X Oculto Página 16 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

19 listas de parâmetros Definições Acesso Ref. Parâmetros do alarme Unid. Mín. Máx. Regul. Geral Palavrapasse fábrica Regul. A01 Tempo durante o qual o comutador L/P é ignorado depois do compressor ligado s X A02 Ocorrências de alarme de baixa pressão por hora Num X - A03 Tempo durante o qual o interruptor de caudal é ignorado depois da bomba ligada s X - A04 Duração de entrada do interruptor de caudal activo s X - A05 Duração de inactiva entrada do interruptor de caudal s X - A06 Número de ocorrências de alarme por hora do interruptor de caudal Num X - A07 Ignorar o interruptor térmico do compressor a partir do compressor ligado s X - A08 Número de alarmes/hora do interruptor térmico do compressor Num X - A09 Número de alarmes/hora do interruptor térmico do ventilador Num X X A10 Ignorar alarme anti-congelação após LIGAR- DESLIGAR Mín X X A11 Valor de referência da activação do alarme anticongelação C X X A12 Histerese do alarme de anti-congelação C X - A13 Ocorrências/hora do alarme de anti-congelação Num X - A14 Valor de referência de activação de C/10- pressão/temperatura alta X X A15 Histerese de alta pressão C/ X X A16 Ignorar activação baixa pressão s X X A17 Valor de referência de activação baixa pressão C/ X X A18 Histerese de baixa pressão C/ X X A19 Ocorrências de alarme de baixa pressão por hora Num X X A20 Diferencial de máquina sem refrigerante C X X A21 Ignorar máquina sem refrigerante Mín X X A22 Duração de máquina sem refrigerante Mín X X A23 Accionamento do alarme máquina sem refrigerante Indic X X A24 Activar alarme de baixa pressão durante descongelação Indic X X A25 Valor de referência temperatura de entrada excessiva C X - A26 Duração de temperatura de entrada excessiva s* X - Oculto Definições Acesso Ref. Parâmetros da bomba Unid. Mín. Máx. Fábrica Geral Palavrapasse fábrica Regul. P01 Modo de funcionamento da bomba 0= Funcionamento contínuo Indic X X 1= Arranque da bomba a pedido do controlador P02 Tempo de espera entre bomba LIGADA e compressor LIGADO s X P03 Tempo de espera entre compressor DESLIGADO e bomba DESLIGADA s X P04 Definir arranque da bomba segundo a temperatura C/ exterior X P05 Definir modo em espera segundo a temperatura C/ exterior X P06 Histerese da bomba segundo a temperatura exterior C/ X Oculto CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM - Página 17

20 listas de parâmetros Definições Acesso Ref. Parâmetros de anti-congelação Unid. Mín. Máx. Regul. Geral Palavrapasse fábrica Regul. R01 Configuração das resistências eléctricas no modo de descongelação Indic X X R02 Configuração das resistências eléctricas ligadas no modo de descongelação 0= Desligadas durante o arrefecimento Indic X X 1= Ligadas durante o arrefecimento se accionadas pelo programa de anti-congelação R03 Configuração das resistências eléctricas ligadas no modo de aquecimento 0= Desligadas durante o aquecimento Indic X X 1= Ligadas durante o aquecimento se accionadas pelo programa de anti-congelação R04 Configuração do sensor de controlo da resistência eléctrica 1 Num X X R05 Configuração do sensor de controlo da resistência eléctrica 2 Num X X R06 Configuração das resistências eléctricas quando a unidade está DESLIGADA ou EM ESPERA 0= Desligadas Indic X X 1= Ligadas se accionadas pelo programa de anticongelação R07 Valor de referência da resistência eléctrica 1 no modo de aquecimento C X X R08 Valor de referência da resistência eléctrica 1 no modo de arrefecimento C X R09 Valor de referência máx. das resistências eléctricas C X X R10 Valor de referência mín. das resistências eléctricas C X X R11 Histerese das resistências anti-congelação C X X R12 Activar resistência eléctrica em paralelo Indic X X R13 Valor de referência da resistência eléctrica 2 no modo de aquecimento C X X R14 Valor de referência da resistência eléctrica 2 no modo de arrefecimento C X X R15 Activar resistências eléctricas suplementares Indic X X R16 Delta da activação da resistência suplementar 1 C X X R17 Delta da activação da resistência suplementar 2 C X X R18 Estado de com a bomba DESLIGADA Indic X X Oculto Oculto Definições Acesso Ref. Parâmetros de descongelação Unid. Mín. Máx. Fábrica Geral Palavrapasse fábrica Regul. D01 Descongelação activada Indic X X D02 Temperatura/pressão de arranque de descongelação C/ X X D03 Intervalo de descongelação Mín X X D04 Temperatura/pressão de fim de descongelação C/ X X D05 Tempo de descongelação máximo Mín X X D06 Tempo de espera da válvula de inversão do compressor s X X D07 Tempo de condensação s X X D08 Tempo de espera entre os circuitos de descongelação s * X X D09 Sensor de saída circuito de descongelação 1 Num X X D10 Sensor de saída circuito de descongelação 2 Num X X D11 Tempo de espera de compressores ligados no modo de descongelação s X X Definições Acesso Ref. Parâmetros do cartão de expansão Unid. Mín. Máx. Fábrica Geral Palavrapasse fábrica Regul. N01 Polaridade de ID12 ID13 ID14 ID15 Num X X N02 Configuração de ID12 Num X X N03 Configuração de ID13 Num X X N04 Configuração de ID14 Num X X N05 Configuração de ID15 Num X X N06 Configuração do relé 9 Num X X N07 Configuração do relé 10 Num X X N08 Configuração do relé 11 Num X X N09 Configuração do relé 12 Num X X Oculto Página 18 - CONTROLADOR BASIC CLIMATIC IOM

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO x 1000 MODE ON/OFF 2 1 1 2 set ECOLEAN CLIMATIC 200/400 Portuguese/01-2004 ÍNDICE GERAL CONTENIDO PÁGINA ÍNDICE GERAL DESCRIÇÃO GERAL O TECLADO MODELO Climatic 200

Leia mais

Biblioteca de aplicações

Biblioteca de aplicações Biblioteca de aplicações Observação: as descrições que se seguem mostram as ligações que permitem aceder à aplicação correspondente. Se o software Zelio Soft 2 estiver instalado, clique uma vez na ligação

Leia mais

Manual do utilizador CONTROLADORES DC50 & DM50

Manual do utilizador CONTROLADORES DC50 & DM50 Manual do utilizador CONTROLADORES DC50 & DM50 ROOFTOP & AIRCOOLAIR Providing indoor climate comfort DC50_DM50-ROOFTOP-IOM-1008-P CONTROLADORES DC50 & DM50 Rooftop e Aircoolair MANUAL DO UTILIZADOR Ref:DC50_DM50-RoofTop-IOM-1008-P

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FP4 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 4 zonas de detecção,

Leia mais

Software de aplicação Tebis

Software de aplicação Tebis 5 Software de aplicação Tebis TL304C V 1 x 4 entradas TL310A V 1 x 10 entradas TL302B V 1 x 2 entradas TL304B V 1 x 4 entradas Referência do produto TXA304 TXA310 TXB302 TXB304 Descrição Módulo 4 entradas

Leia mais

Atlas Copco Compressores de Ar Estacionários GA11-15-18-22-30C-30-37-5-55C-55-75-0C e GA30 W-37 W-5 W-55C W-55 W-75 W-0C W Com regulador Elektronikon I ou Elektronikon II Manual do utilizador para os reguladores

Leia mais

Referência do Modelo: 54311 Termóstato de Ambiente Electrónico, Programável. Manual de Instalação e Funcionamento

Referência do Modelo: 54311 Termóstato de Ambiente Electrónico, Programável. Manual de Instalação e Funcionamento Referência do Modelo: 54311 Termóstato de Ambiente Electrónico, Programável Manual de Instalação e Funcionamento www.chacon.be hotline@chacon.be Índice 1. Introdução...3 2. Características técnicas...6

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FAP2 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 2 zonas de detecção,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÕES. Grupos produtores de água refrigerada refrigerados a ar e bombas de calor compactas reversíveis ar/água

MANUAL DE OPERAÇÕES. Grupos produtores de água refrigerada refrigerados a ar e bombas de calor compactas reversíveis ar/água MANUAL DE OPERAÇÕES Grupos produtores de água refrigerada refrigerados a ar e bombas de calor compactas reversíveis ar/água EWAQ009ACV3 EWAQ010ACV3 EWAQ011ACV3 EWYQ009ACV3 EWYQ010ACV3 EWYQ011ACV3 EWAQ009ACW1

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO x 1000 1 1 set CONTROLADOR E10 / E40 ÍNDICE GERAL CONTENIDO PÁGINA ÍNDICE GERAL DESCRIÇÃO GERAL O TECLADO MODELO E10 O TECLADO MODELO E40 COMANDO REMOTO OPCIONAL RC

Leia mais

Manual Utilização. Central Detecção Incêndio. JUNIOR-NET CSA v.4. Sistema Analógico Endereçável

Manual Utilização. Central Detecção Incêndio. JUNIOR-NET CSA v.4. Sistema Analógico Endereçável Manual Utilização Central Detecção Incêndio JUNIOR-NET CSA v.4 Sistema Analógico Endereçável Modelo com aprovação das normas EN54PT2 e PT4 1999 GFE 1/5 Legenda da Central: 1 33 32 2 3 31 30 4 10 5 29 28

Leia mais

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar VIESMANN VITOSOLIC Controlador para sistemas de energia solar Nº de referência e preços: ver lista de preços VITOSOLIC 100 Controlador electrónico por diferença de temperatura Para sistemas com produção

Leia mais

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Características Quatro zonas com capacidade de teste/isolamento. Dois circuitos de alarme com possibilidade de isolamento. Fonte de alimentação

Leia mais

Manual do utilizador DC 60 DM 60. Controladores DC 60 & DM 60 DC60-DM60_ROOFTOP-IOM-1310-P. lennoxemeia.com

Manual do utilizador DC 60 DM 60. Controladores DC 60 & DM 60 DC60-DM60_ROOFTOP-IOM-1310-P. lennoxemeia.com Manual do utilizador DC 60 DM 60 Controladores DC 60 & DM 60 DC60-DM60_ROOFTOP-IOM-1310-P lennoxemeia.com Índice 1 Controlador DC60 1.1 Introdução... 2 1.2 Medição de temperatura... 2 1.3 Ação rápida...

Leia mais

Software de aplicação Tebis

Software de aplicação Tebis Software de aplicação Tebis A faire Módulo 4-6-8-10 saídas ON/OFF Características elétricas/mecânicas: Ver manual do produto Referência do produto Designação do produto Ref. software de aplicação Produto

Leia mais

Para entrar, premir a tecla SEL cerca de 1 segundo. Para sair, premir a tecla SEL cerca de 2 segundos, ou aguardar 30 segundos.

Para entrar, premir a tecla SEL cerca de 1 segundo. Para sair, premir a tecla SEL cerca de 2 segundos, ou aguardar 30 segundos. MANUAL DOS CONTROLADORES FUJI PXR Para entrar, premir a tecla SEL cerca de segundo. Para sair, premir a tecla SEL cerca de 2 segundos, ou aguardar 3 segundos..º BLOCO DE PARÂMETROS Símbolo parâmetro Parâmetro

Leia mais

CR20C. Manual do Usuário

CR20C. Manual do Usuário CR20C Manual do Usuário Descrição Geral Controlador para ar condicionado CR20C O CR20C é um controlador digital microprocessado de baixo custo e de fácil programação e instalação. O seu avançado software

Leia mais

José Matias, Ludgero Leote, Automatismos industriais - Comando e regulação, Didáctica Editora

José Matias, Ludgero Leote, Automatismos industriais - Comando e regulação, Didáctica Editora AUTOMAÇÃO (M323) CAPÍTULO III Sistemas Eléctricos 2013/2014 Bibliografia José Matias, Ludgero Leote, Automatismos industriais - Comando e regulação, Didáctica Editora Dores Costa, Fé de Pinho, Comando

Leia mais

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento Labkotec Oy Myllyhaantie 6 FI-33960 PIRKKALA FINLAND Tel: + 358 29 006 260 Fax: + 358 29 006 1260 19.1.2015 Internet: www.labkotec.fi 1/12 GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AOB508-G21 CONTROLADOR DE TEMPERATURA E PROCESSO IBRATEC

MANUAL DE INSTRUÇÕES AOB508-G21 CONTROLADOR DE TEMPERATURA E PROCESSO IBRATEC IBRATEC www.sibratec.ind.br MANUAL DE INSTRUÇÕES AOB508-G21 CONTROLADOR DE TEMPERATURA E PROCESSO 1 - INTRODUÇÃO O AOB508-G21 é um controlador digital de grandezas de alta precisão que pode ser utilizado

Leia mais

ProdutoDescontinuado

ProdutoDescontinuado Guia de Instalação Rápida Transmissor de Pressão de Gás Seco ProdutoDescontinuado Início Calibração de Bancada Sim Não Configure/Verifique Passo 1: Monte o Transmissor Passo 2: Faça a Ligação dos Fios

Leia mais

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Gama 04 Gama de 2013 O que é Therma V? 06 O que é Therma V? Vantagens Therma V 08 Elevada Eficiência Energética 10 Programação Semanal 12 Instalação

Leia mais

CR-718 B R U K S A N V I S N I N G M O D E D E M P L O I MANUAL DE INSTRUÇÕES INSTRUCCIONES DE U SO K Ä Y T T Ö O H J E E T GEBRUIKERSHANDLEIDING

CR-718 B R U K S A N V I S N I N G M O D E D E M P L O I MANUAL DE INSTRUÇÕES INSTRUCCIONES DE U SO K Ä Y T T Ö O H J E E T GEBRUIKERSHANDLEIDING CR-718 I N S T R U C T I O N M A N U A L B R U K S A N V I S N I N G B E T J E N I N G S V E J L E D N I N G B E D I E N U N G S A N L E I T U N G M O D E D E M P L O I MANUAL DE INSTRUÇÕES INSTRUCCIONES

Leia mais

CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle

CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO GL-T540 Painel de Controle MANUAL PARA OPERADOR Maio 2005 Rev. BI Versão Software: 1.1 SUMMARIO 1) INTRODUÇÃO... 03 1.1) Introdução... 03 1.2) Painel de Controle...

Leia mais

SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO

SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO AUTOMAÇÃO SEGURANÇA SOM SISTEMA DE CLIMATIZAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR www.only-pt.pt INTRODUÇÃO... 4 EQUIPAMENTOS... 4 CONTROLOS E INDICAÇÕES... 5 CONFIGURAÇÃO ATRAVÉS DO OTC-CLIMA... 6 1. Ajuste de data

Leia mais

Guia de Instalação, Programação e Funcionamento. Conteúdo. Bem-vindo! Programador Fácil de Programar (STPi)

Guia de Instalação, Programação e Funcionamento. Conteúdo. Bem-vindo! Programador Fácil de Programar (STPi) Bem-vindo Programador Fácil de Programar (STPi) Guia de Instalação, Programação e Funcionamento Obrigado por ter adquirido o programador Rain Bird fácil de programar Nas páginas seguintes, vai encontrar

Leia mais

1 Indicações de segurança

1 Indicações de segurança KNX actuador persianas 4 canais DC 12-48 V KNX actuador persianas 2 canais AC 230 V, 1 canal DC 12-48 V KNX actuador persianas 4 canais AC 230 V, 2 canais DC 12-48 V KNX actuador persianas 8 canais AC

Leia mais

Máx Unid Padrão. Mín 1 / 0.1 0/0 0/0 0/0 0/0 100 / 6.9 100 / 6.9 100 / 6.9 999 150.0 / 302 5.0/9 2 -50.0 / -58 0.1/1 1 / 0.

Máx Unid Padrão. Mín 1 / 0.1 0/0 0/0 0/0 0/0 100 / 6.9 100 / 6.9 100 / 6.9 999 150.0 / 302 5.0/9 2 -50.0 / -58 0.1/1 1 / 0. PCT6 plus CONTROLADOR DIGITAL DE PRESSÃO PARA CENTRAIS DE REFRIGERAÇÃO Ver. PCT6VT74. DESCRIÇÃO O PCT6 plus é um controlador de pressão para ser utilizado em centrais de refrigeração que necessitem de

Leia mais

Controladores MPPT. Características

Controladores MPPT. Características Controladores MPPT Características Controlador de carga solar inteligente e multifuncional para sistemas de iluminação pública, privada, casas, etc... Configuração e Manuseamento simples através de 1 botão

Leia mais

Easy Series. Guia do utilizador. Painel de Controlo de Intrusão

Easy Series. Guia do utilizador. Painel de Controlo de Intrusão Easy Series PT Guia do utilizador Painel de Controlo de Intrusão Easy Series Guia do utilizador Utilizar o teclado de comando Utilizar o teclado de comando Estados do Dispositivo de Visualização Dispositivo

Leia mais

SP-1101W Quick Installation Guide

SP-1101W Quick Installation Guide SP-1101W Quick Installation Guide 06-2014 / v1.2 1 I. Informações sobre o produto... 3 I-1. Conteúdo da embalagem... 3 I-2. Painel frontal... 3 I-3. Estado do LED... 4 I-4. Botão do estado do comutador...

Leia mais

ESQUENTADORES SENSOR GREEN

ESQUENTADORES SENSOR GREEN ESQUENTADORES SENSOR GREEN SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice A eficiência na produção de água quente em grandes quantidades 03 Aplicações e Utilizações 05 Benefícios para o Instalador 06 Líder em Tecnologia

Leia mais

Sistema de Alarme Sem Fios por GSM

Sistema de Alarme Sem Fios por GSM Sistema de Alarme Sem Fios por GSM MANUAL DE INSTRUÇÕES v1.1 Sistema de Alarme Sem Fios por GSM - MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 ÍNDICE 1. Introdução e Descrição 3 2. Características 5 3. Especificações Técnicas

Leia mais

EVK 214 PORTUGUÊS. Controlador digital de temperatura para congelados, com função RTC, HACCP e Energy Saving. v. 001091208

EVK 214 PORTUGUÊS. Controlador digital de temperatura para congelados, com função RTC, HACCP e Energy Saving. v. 001091208 EVK 24 Controlador digital de temperatura para congelados, com função RTC, HACCP e Energy Saving v. 928 PT PORTUGUÊS INICIANDO. Importante Leia atentamente as instruções antes de instalar e usar seguindo

Leia mais

RTD-10. realtime. Instruções de instalação. realtime Control Systems. Português. Instruções de instalação da RTD-10. RTD-10 Control Interface 100.

RTD-10. realtime. Instruções de instalação. realtime Control Systems. Português. Instruções de instalação da RTD-10. RTD-10 Control Interface 100. LED3 SW1 LED4 LED5 LED6 RTD-10 Instruções de instalação +V S5 S6 POWER 15-24VDC Português Instruções de instalação da RTD-10 100.00 RTD-10 Control Interface realtime Control Systems 24VAC/3DC, 1A REMC

Leia mais

Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição

Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição Manual do Utilizador do Kit Sem Fios para Viatura (CK-1W) 9355973 2ª Edição DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE Nós, NOKIA CORPORATION, declaramos, sob a nossa única e inteira responsabilidade, que o produto CK-1W

Leia mais

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter

Conteúdo do pacote. Lista de terminologia. Powerline Adapter Powerline Adapter Note! Não expor o Powerline Adapter a temperaturas extremas. Não deixar o dispositivo sob a luz solar directa ou próximo a elementos aquecidos. Não usar o Powerline Adapter em ambientes

Leia mais

Monitor de Temperatura MONITEMP

Monitor de Temperatura MONITEMP ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp foi desenvolvido para supervisionar até 3 (três) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

GE Security. Série KM260-21 sistema de detecção de monóxido de carbono Guia de instalação e do utilizador

GE Security. Série KM260-21 sistema de detecção de monóxido de carbono Guia de instalação e do utilizador GE Security Série KM260-21 sistema de detecção de monóxido de carbono Guia de instalação e do utilizador Copyright Copyright (2006), GE Security B.V.. Todos os direitos reservados. Este documento não pode

Leia mais

Câmara de vídeo digital. Manual do utilizador

Câmara de vídeo digital. Manual do utilizador Câmara de vídeo digital Manual do utilizador Pt 2 Índice Introdução ao produto Funcionamento da câmara de vídeo digital... 3 Utilizar o painel... 4 Alimentação... 5 Modos... 6 Botão para mudar de modo...

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR 3300 ICP 7.0 Conteúdo ACERCA DO TELEFONE 1 Elementos do Telefone 4 Seleccionar Opções de Menu 7 Utilizar o IP Phone no Modo Remoto 8 Acerca de Códigos de Acesso a Funcionalidades 8

Leia mais

Manual de instalação e utilização

Manual de instalação e utilização Manual de instalação e utilização QuattroTherma RTR - Chiller + Bomba de calor V 2.0 2 Indíce 1 Inicio...5 1.1 EnerPlural Lda...5 1.2 Missão da EnerPlural...5 1.3 Agradecimento...5 1.4 Notas Importantes...5

Leia mais

Central Analógica Endereçável GST200 - Manual do utilizador - MANUAL DO UTILIZADOR

Central Analógica Endereçável GST200 - Manual do utilizador - MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR 1 Índice Índice... 2 1. GST200 Estrutura e configuração do painel de controlo... 3 1.1.Descrição da estrutura interna e configuração típica... 3 1.2. Estrutura do painel frontal da

Leia mais

Apresentação do notebook Manual do Utilizador

Apresentação do notebook Manual do Utilizador Apresentação do notebook Manual do Utilizador Copyright 2009 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Bluetooth é uma marca comercial, propriedade do titular e utilizada pela Hewlett-Packard Company sob

Leia mais

Descrição do controlador LCD e parâmetros de configuração

Descrição do controlador LCD e parâmetros de configuração Descrição do controlador LCD e parâmetros de configuração O controlador tem 2 sondas, uma mede a temperatura da água na caldeira e a outra mede a temperatura dos fumos. O controlador mede também a rotação

Leia mais

1 Indicações de segurança

1 Indicações de segurança Actuador regulador universal 1 canal, 50-210 W com entrada binária N.º art. 3210 UP Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas

Leia mais

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7

Referência do modelo 3. Especificações 4. Antes de usar 5, 6. Peças e acessórios 7 Página Referência do modelo 3 Especificações 4 Antes de usar 5, 6 Peças e acessórios 7 Instalação 8, 9 Modo de operação para modelos mecânicos Modo de operação para modelos electrónicos 10, 11 12, 13 Drenagem

Leia mais

Manual de Instruções específicas

Manual de Instruções específicas Manual de Instruções específicas PT Instruções de instalação: PT Instruções para extracção do filtro anti-gordura Vidro desmontável superior Vidro desmontável 1) Fases para a extracção do vidro superior:

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES www.esxxi.pt Departamento Técnico Instruções de Utilização Avançadas A seguir é apresentado a descrição e significado das luzes do teclado: ALARM: Sempre que o sistema tenha gerado

Leia mais

BT QCC 1000 Quadro elétrico para câmaras frigoríficas até 3HP 220V2F

BT QCC 1000 Quadro elétrico para câmaras frigoríficas até 3HP 220V2F BTQCC1000v1_0.docx - Página 1 de 6 BT QCC 1000 Quadro elétrico para câmaras frigoríficas até 3HP 220V2F 1.0 Descrições gerais: BT QCC 1000 é amplamente usado para pequenas e médias câmaras frigoríficas,

Leia mais

CONTROLE ELETRONICO CLIMATIZAÇÃO

CONTROLE ELETRONICO CLIMATIZAÇÃO CONTROLE ELETRONICO CLIMATIZAÇÃO TH500 Painel motorista simples TH505 Painel motorista completo TH510 Caixa de Controle THERMOBUS MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA OPERADOR Dezembro 2005 / Rev.C Versão software

Leia mais

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330.

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás. É composto por um circuito inteligente (microcontrolado) que recebe o sinal gerado por um sensor eletrônico de gás, processa sua calibração

Leia mais

Instruções de manutenção

Instruções de manutenção 60 Instruções de manutenção AUTOMÁTICO 11:15 21 1...7 Tag Zeit Temp PROG Urlaub Auswahl So/Wi Anzeige Install Zurück 90 AUT 70 50 I 0 Aparelhos de regulação Logamatic 2107, Logamatic 2107 M Para os técnicos

Leia mais

TECNOLOGIA FEITA FÁCIL SISTEMA ONLY HOTEL. Apresentação

TECNOLOGIA FEITA FÁCIL SISTEMA ONLY HOTEL. Apresentação Apresentação O sistema ONLY HOTEL é um sistema de controlo de iluminação, estores, climatização e som ambiente concebido especialmente para hotéis. O sistema pode ser usado para o controlo dos quartos,

Leia mais

Programas informáticos de aplicação Tebis

Programas informáticos de aplicação Tebis 5 Programas informáticos de aplicação Tebis Descrição dos produtos de entrada RF Referência do produto Designação do produto TR302 A / B 2 entradas a encastrar na pilha / sector RF TR304 A / B 4 entradas

Leia mais

Monitor de Temperatura M96

Monitor de Temperatura M96 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura M96 foi desenvolvido para supervisionar até 8 (oito) canais de temperatura simultaneamente, ele é utilizado para proteger

Leia mais

Guia Rápido do TVR 12

Guia Rápido do TVR 12 Guia Rápido do TVR 12 Figura 1: Ligações do painel traseiro 1. "Loop through" para um máximo de 16 câmaras analógicas (consoante o modelo de DVR). 2. Ligar a um dispositivo RS-232. 3. Ligar até quatro

Leia mais

Operation Manual. Assistência técnica de 24 horas 1-800-551-8633. Preço: $6.00 819-5903 03-02. Portuguese

Operation Manual. Assistência técnica de 24 horas 1-800-551-8633. Preço: $6.00 819-5903 03-02. Portuguese Operation Manual Portuguese Preço: $6.00 Assistência técnica de 4 horas -800-55-8633 89-5903 03-0 M000 Computer Índice Introdução - Breves instruções Operação de base - Fritar com o mostrador de produto

Leia mais

Intrusões de funcionamento. Controlador de temperatura multi-canal Z 1240 /...

Intrusões de funcionamento. Controlador de temperatura multi-canal Z 1240 /... Intrusões de funcionamento Controlador de temperatura multi-canal Z 1240 /... P 10/11 Z 6 / HK Z 1240 /... com visor com teclas LIGAR / DESLIGAR saídas LIGAR / DESLIGAR incremento Início Zonas Selecção

Leia mais

INFO DIAG FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO

INFO DIAG FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO CITROËN DTAV INFO DIAG FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO FILIAIS / IMPORTADORES / DR DISTRIBUIDOR DE VN CITROËN - Preparador de VN - Coordenador de Campanhas REPARADORES AUTORIZADOS CITROËN - Responsável pelo

Leia mais

TRZ 12-2. Português 6 720 610 625 (01.11) OSW

TRZ 12-2. Português 6 720 610 625 (01.11) OSW Português OSW Índice 1 Indicações sobre o aparelho 35 2 Instalação 36 3 Comando 37 1 Indicações sobre o aparelho Regulador de temperatura ambiente de duas posições para comando do queimador de caldeiras

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR. www.only-pt.pt

MANUAL DO UTILIZADOR. www.only-pt.pt SISTEMA AUTOMAÇÃO DE AUTOMAÇÃO SEGURANÇA SOM MANUAL DO UTILIZADOR www.only-pt.pt INTRODUÇÃO... EQUIPAMENTOS... Princípio de funcionamento... 5 RAMAÇÃO... 6 ESCOLHA DO COMANDO PARA BOTÕES... 6 ASSOCIAÇÃO

Leia mais

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização

CELSIUSNEXT WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31. Manual de instalação e utilização Manual de instalação e utilização CELSIUSNEXT 6720608913-00.1AL WTD 24 AM E23 WTD 24 AM E31 Ler as instruções de instalação antes de instalar o aparelho! Antes de colocar o aparelho em funcionamento, ler

Leia mais

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO Função de automatismo: pesquisa de terras resistentes Especificação funcional Elaboração: INTS, ICTS, ISTS e DNT Homologação: conforme despacho CA de 2007-02-13

Leia mais

Alarme Aquecimento Quarto Sala Cozinha Garagem Presente Param. Mensagem

Alarme Aquecimento Quarto Sala Cozinha Garagem Presente Param. Mensagem Minha habitação Aplicação para telemóvel Manual de instalação e utilização PT Alarme Aquecimento Quarto Sala Cozinha Garagem Presente Mensagem Índice 1- Apresentação...............................................3

Leia mais

Sistemas de Accionamento Electromecânico

Sistemas de Accionamento Electromecânico Sistemas de Accionamento Electromecânico Comando e protecção de motores Introdução SISTEMAS de ACCIONAMENTO ELECTROMECÂNICO, O que são? Sistemas capazes de converter energia eléctrica em energia mecânica

Leia mais

JA-63 Profi Manual do Utilizador

JA-63 Profi Manual do Utilizador JA-63 Profi Manual do Utilizador Índice: 1 Indicadores... 3 2 Controlo do sistema... 4 2.1 Armar... 4 2.2 Desarmar... 5 2.3 Alarme de Pânico... 5 2.4 Para cancelar ALARME... 5 2.5 Armar em modo Home...

Leia mais

BOMBAS DE CALOR PARA A.Q.S. AQUASMART AQUASMART SPLIT SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE

BOMBAS DE CALOR PARA A.Q.S. AQUASMART AQUASMART SPLIT SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE BOMBAS DE CALOR PARA A.Q.S. AQUASMART AQUASMART SPLIT SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice Bombas de Calor para A.Q.S. Um novo grau de eficiência Sistemas eficientes de aquecimento de águas 03 Serviços de Apoio

Leia mais

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR.

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR. LUTRON Módulo de de Controlo do Motor Controlador de Motor CA 4 saídas Módulo de de Controlo do Motor O módulo de alimentação de controlo do motor consiste numa interface que disponibiliza a integração

Leia mais

Segurança 24, Lda VIDEOGRAVADOR DIGITAL EM DISCO DURO TRANSMISOR POR TCP-IP SERVIDOR WEB MANUAL DO UTILIZADOR

Segurança 24, Lda VIDEOGRAVADOR DIGITAL EM DISCO DURO TRANSMISOR POR TCP-IP SERVIDOR WEB MANUAL DO UTILIZADOR VIDEOGRAVADOR DIGITAL EM DISCO DURO TRANSMISOR POR TCP-IP SERVIDOR WEB MANUAL DO UTILIZADOR Capítulo 4 Guia Básico de Operação 4.1 Ligar o DVR Nota: Certifique-se que liga correctamente os conectores de

Leia mais

Esquentador WTD KB. Conclusão - 30/12/2010 Revisões: 1ª - 30/12/2010; Pág. 1 de 24

Esquentador WTD KB. Conclusão - 30/12/2010 Revisões: 1ª - 30/12/2010; Pág. 1 de 24 Esquentador WTD KB Documentação técnica P.A.T. Este documento é confidencial e de uso exclusivo dos Postos Oficiais de Assistência Técnica Vulcano/Junkers Conclusão - 30/12/2010 Revisões: 1ª - 30/12/2010;

Leia mais

Manual do Utilizador

Manual do Utilizador Manual do Utilizador Impressora de etiquetas QL-700 Leia e compreenda este manual antes de usar a máquina. Recomendamos que o mantenha num local acessível para futuras consultas. www.brother.com POR ver.

Leia mais

O primeiro CHILLER nacional para área médico hospitalar

O primeiro CHILLER nacional para área médico hospitalar O primeiro CHILLER nacional para área médico hospitalar A América Latina escolheu a REFRISAT Seu processo pede a REFRISAT faz. Desde sua fundação em 1976, a REFRISAT é reconhecida principalmente por sua

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

Instruções de instalação e de assistência técnica. Central de controlo solar. B-sol 300 6720613720-00.1 SD. 6720613744 (2007/04) pt

Instruções de instalação e de assistência técnica. Central de controlo solar. B-sol 300 6720613720-00.1 SD. 6720613744 (2007/04) pt Instruções de instalação e de assistência técnica Central de controlo solar -sol 300 pt 6720613720-00.1 SD Índice Índice 1 Instruções de segurança e esclarecimentos sobre os símbolos 5 1.1 Indicações gerais

Leia mais

Boletim Técnico Agosto / 2011

Boletim Técnico Agosto / 2011 Página 01/08 TÍTULO: INFORMATIVO DO NOVO CONTROLE REMOTO COM FIO PARA UNIDADES SPLITÃO 2 ESTÁGIOS SUMÁRIO Esta publicação visa informar o novo controle remoto com fio para as Unidades da Linha Splitão

Leia mais

05-Relogio 06-Config 07-Descricoes 08-Layout. 01-Codigo acesso 02-Funcoes 03-Parametros 04-Agenda

05-Relogio 06-Config 07-Descricoes 08-Layout. 01-Codigo acesso 02-Funcoes 03-Parametros 04-Agenda CONTROLADOR DIFERENCIAL DE TEMPERATURA PARA AQUECIMENTO SOLAR COM SENSORES E SAÍDAS CONFIGURÁVEIS Ver. ENERGYSOLV T65 DESCRIÇÃO O EnergySol plus é um controlador diferencial de temperatura para sistemas

Leia mais

Manual do utilizador das funções avançadas do sistema de correio de voz Cisco Unity Express 7.0.2

Manual do utilizador das funções avançadas do sistema de correio de voz Cisco Unity Express 7.0.2 Manual do utilizador das funções avançadas do sistema de correio de voz Cisco Unity Express 7.0.2 Última actualização: 12 March 2009 Este manual fornece informações sobre a utilização das funções de correio

Leia mais

Câmara de vídeo digital. Manual do utilizador

Câmara de vídeo digital. Manual do utilizador Câmara de vídeo digital Manual do utilizador Pt 2 Índice Introdução ao produto Funcionamento da câmara de vídeo digital... 3 Utilizar o painel... 5 Alimentação... 6 Modos... 7 Modo DV Produzir filmes...

Leia mais

Apresentação do notebook

Apresentação do notebook Apresentação do notebook Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registadas da Microsoft Corporation nos EUA. Bluetooth é marca comercial

Leia mais

Decibelímetro Modelo SL130

Decibelímetro Modelo SL130 Manual do Usuário Decibelímetro Modelo SL130 Introdução Parabéns pela sua compra do Decibelímetro SL130 Extech. Desenhado para montagem em parede, mesa, ou montagem em tripé, este medidor está de acordo

Leia mais

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS

Monitor de Temperatura Digital para transformadores MONITEMP PLUS ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MoniTemp Plus foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

1.1.2. Gama Platinum PLUS. Componentes opcionais GAMA PLATINUM. Caldeiras murais, de condensação, com painel digital BIOS PLUS (GRANDE POTÊNCIA)

1.1.2. Gama Platinum PLUS. Componentes opcionais GAMA PLATINUM. Caldeiras murais, de condensação, com painel digital BIOS PLUS (GRANDE POTÊNCIA) 1.1. Caldeiras murais a gás de condensação 1.1.2. Gama Platinum PLUS Componentes opcionais GAMA PLATINUM 140040385 Regulador climático programável THINK com cabos 145,00 140040437 Regulador climático programável

Leia mais

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos ou sistemas que se queiram supervisionar, via contatos

Leia mais

DCD DCD 100 - (AU02100) DCD 200 - (AU02124) Teclado INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO

DCD DCD 100 - (AU02100) DCD 200 - (AU02124) Teclado INSTRUÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DCD DCD 100 - (AU02100) DCD 200 - (AU02124) Teclado INSTRUÇÕES ARA A INSTALAÇÃO 2 DCD Este produto foi testado em Gi.Bi.Di. verificando a correspondência perfeita das características ao normas vigentes.

Leia mais

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador VM Card Manuais do Utilizador Referência das Definições Web das Funções Avançadas 1 Introdução 2 Ecrãs 3 Definição de Arranque 4 Informações de Função Avançada 5 Instalar 6 Desinstalar 7 Ferramentas do

Leia mais

ANÁLISE DE DEFEITOS. Antes de chamar o serviço de manutenção, confira os seguintes pontos.

ANÁLISE DE DEFEITOS. Antes de chamar o serviço de manutenção, confira os seguintes pontos. 6 ANÁLISE DE DEFEITOS Antes de chamar o serviço de manutenção, confira os seguintes pontos. Inoperante O fusível de proteção está queimado ou o disjuntor desarmou. A pilha do controle remoto está fraca.

Leia mais

Instalação e Funcionamento da Back-UPS Pro 1200/1500 230 V

Instalação e Funcionamento da Back-UPS Pro 1200/1500 230 V Instalação e Funcionamento da Back-UPS Pro 1200/1500 230 V l Inventário Segurança bu001a (2) Não instale a Back-UPS onde fique exposta à luz solar directa, haja excesso de calor, humidade ou onde possa

Leia mais

CONTROLE DO CHILLER E BOMBA DE CALOR. MINI-α. Controle do CHILLER e BOMBA DE CALOR - mini-α

CONTROLE DO CHILLER E BOMBA DE CALOR. MINI-α. Controle do CHILLER e BOMBA DE CALOR - mini-α CONTROLE DO CHILLER E BOMBA DE CALOR MINI-α Controle do CHILLER e BOMBA DE CALOR - mini-α ÍNDICE 1.... CARACTERÍSTICAS 4 2.... DESCRIÇÃO DO FRONTAL 5 2.1 O FRONTAL... 5 2.2 BOTÃO MODE... 5 2.2.1 opções

Leia mais

CCI.Cam. Monitorização visual da máquina. Manual de instruções. Referência: CCI.Cam v3

CCI.Cam. Monitorização visual da máquina. Manual de instruções. Referência: CCI.Cam v3 CCI.Cam Monitorização visual da máquina Manual de instruções Referência: CCI.Cam v3 Introdução Copyright 2012 Copyright by Competence Center ISOBUS e.v. Zum Gruthügel 8 D-49134 Wallenhorst Número da versão:

Leia mais

Manual do Software Versão 2.0

Manual do Software Versão 2.0 Manual do Software Versão 2.0 1.0 INSTALAÇÃO 5 1.1 Software e acessórios 5 1.2 Instalação do software sob Windows 95/98/NT 5 1.3 Instalação da interface 7 2.0 O ECRÃ INICIAL 8 2.1 Iniciar o programa 8

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR. www.only-pt.pt

MANUAL DO UTILIZADOR. www.only-pt.pt SISTEMA AUTOMAÇÃO DE SEGURANÇA SOM MANUAL DO UTILIZADOR www.only-pt.pt INTRODUÇÃO... 4 INTRUSÃO zonas periféricas e interiores... 4 SEGURANÇA zonas 24 horas... 5 UNIDADES DO SISTEMA DE SEGURANÇA ONLY...

Leia mais

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada!

Electron do Brasil. Tecnologia ao seu alcance. Tecnologia Digital. www.electrondobrasil.com. Catálogo Monitemp - rev3. Qualidade Comprovada! Electron do Brasil Tecnologia Digital Qualidade Comprovada! Ensaios de Tipo Realizados Tecnologia ao seu alcance Catálogo Monitemp - rev3 Produtos Certificados! www.electrondobrasil.com O Monitor de Temperatura

Leia mais

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal Painel de comando e sinalização N.º art. MBT 2424 Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados.

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

POL-100. Dispositivo de diagnóstico. Manual de utilizador. Verificação do loop analógico

POL-100. Dispositivo de diagnóstico. Manual de utilizador. Verificação do loop analógico Honeywell Life Safety Iberia C/Pau Vila, 15-19 08911 BADALONA (BARCELONA) Tel.: 93 497 39 60 Fax: 93 465 86 35 www.honeywelllifesafety.es Dispositivo de diagnóstico POL-100 Verificação do loop analógico

Leia mais

MANUAL DO COMANDO REMOTO

MANUAL DO COMANDO REMOTO MANUAL DO COMANDO REMOTO Rev.0712 RG51Q1/BGE RG51Q/BGE RG51IJ(1)(BGE RG51J(1)/E Índice Manusear o controlo remoto 2 Especificações técnicas do controlo remoto 3 Botões de função 4 Indicações no display

Leia mais

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções ÍNDICE 1.0 Introdução 2.0 Descrição 3.0 Instalação e Aplicação 4.0 Programação 5.0 Características Técnicas 6.0 Principais Problemas e Soluções Termo de Garantia 5 6 9 16 18 18 21 4 1.0 Introdução A TRANSSEN

Leia mais

Amplificadores Misturadores AMG 5EC

Amplificadores Misturadores AMG 5EC Matrizes Oferecemos uma gama de produtos concebidos para a realização de instalações bastante versatéis, destinados a tratar os sinais de áudio, comutação e gestão de prioridades e, controlo das instalações.

Leia mais

JBY 52. Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de

JBY 52. Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de P JBY 52 P Aquecedor para biberões e comida de bebé Beurer GmbH Söflinger Straße 218 89077 Ulm, GERMANY Tel.: 0049 (0)731 3989-0 www.beurer.de Português Conteúdo 1 Conhecer o equipamento... 2 2 Explicação

Leia mais