CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle"

Transcrição

1 CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO GL-T540 Painel de Controle MANUAL PARA OPERADOR Maio 2005 Rev. BI Versão Software: 1.1

2 SUMMARIO 1) INTRODUÇÃO ) Introdução ) Painel de Controle ) Teclas ) Display numérico ) Set-Point ) Ventilação ) Refrigeração ) Ventilação ) ESPECIFICAÇÕES DO SISTEMA ) Apresentação Inicial ) Sensor de temperatura ) Compressor ) Falhas ) CODIGO DE ALARME E FALHAS ) Visualização de falhas de pressão ) Zeramento do número de falhas de pressão ) OPERABILIDADE

3 1) INTRODUÇÃO: 1.1) Introdução O CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO é um sistema que gerencia as principais funções para o controle automático da refrigeração no veículo. Pelo teclado do painel de controle (GL-B028), o motorista poderá operar o equipamento, escolhendo entre as seguintes funções: - Refrigeração; - Ventilação Baixa/Alta; - Programação da Temperatura ("set point") e Configurações O painel TH540, ao final da operação automática, recebe as seguintes informações da instalação: - Temperatura interna do veículo fornecida por um sensor. - Correta pressão de instalação dos pressostatos de alta e baixa pressão. 1.2) Painel de Controle O Painel de Controle TH540 instalado no painel do motorista é composto de uma tecla para a seleção das funções do sistema e de um display numérico para a visualização dos parâmetros e do status de funcionamento. 3

4 1.3) Teclas Ventilação Máxima e Mínima Refrigeração Incremento no Set-point de temperatura Decremento no Set-point de temperatura 1.4) Display Numérico O display indica a temperatura do salão. Permite também configurar o sistema (programação, calibração, etc.), mostra os alarmes e sinais de indicação e ainda mostra a temperatura programada para o interior do veículo. 1.5) Set-Point A temperatura desejada no interior do veículo é chamada de Set-Point. Pressione ou para regular a temperatura desejada. Neste caso a temperatura de set point aparece piscando no display. O motorista pode, a qualquer momento, acionar uma das funções. As duas funções básicas (refrigeração e ventilação) podem ser ligadas a qualquer instante, porém uma desliga a outra, acendendo o seu led correspondente. 4

5 1.6) Ventilação Ao ser pressionada esta tecla de acordo com velocidade selecionada., os ventiladores dos evaporadores serão acionados 1.7) Refrigeração Ao ser pressionada esta tecla, o sistema de Ar Condicionado é acionado com os ventiladores na função Automática, isto é os evaporadores trabalharão conforme programaçãol (velocidade alta ou baixa ver programação) de acordo com a temperatura no interior do veículo e o set-point. 1.8) Ventilação Quando se acha na função Ar condicionado, a ventilação inicia sempre no modo Automático, indicando nol display. Em modo automática a velocidade dos ventiladores se modificam com base na diferença entre temperatura interna do veículo e temperatura selecionada. A ventilação pode ser também gerenciada manualmente. Pressionando a tecla aparece aparece e se insere a velocidade mínima. Pressionando uma outra vez a tecla e se insere a velocidade máxima. Para retornar a modalidade de gerenciamento automático dos ventiladores basta pressionar uma outra vez a tecla. e o display indicará 5

6 2) ESPECIFICAÇÕES DO SISTEMA 2.1) Apresentação Ao ser ligado o veículo, o sistema faz uma verificação inicial e se tudo estiver em condições perfeitas o painel mostra a versão de SW e indica a temperatura interna do veículo. A partir deste instante o sistema está pronto para atender ao operador. 2.2) Sensor de temeratura O sensor de temperatura é do tipo NTC e mede a temperatura interna do veículo. A faixa de leitura dos sensores para esta aplicação é entre 0ºC e 60ºC. 2.3) Compressor A operação do compressor será sinalizada através do Led da função AR CONDICIONADO localizado no painel de controle: Led apagado: ar condicionado desligado e compressor desligado. Led piscante: ar condicionado ligado e compressor desligado. Led aceso: ar condicionado ligado e compressor ligado. O Controlador possui histerese de tempo fixa em 30 segundos para desligar ou religar o compressor, ou seja, o compressor permanecerá um tempo mínimo de 30 segundos em um estado antes de passar para outro. O compressor é acionado em função da temperatura, e dos valores programados no set-point e nos parâmetros (Ver programação item 4, e gráficos no item refrigeração). 2.4) Falhas Os interruptores de alta e baixa pressão do compressor e o termostato da serpentina do evaporador serão monitorados em série com o compressor e não são identificados individualmente. Em caso de falha neste sinal, a saída ficará tentando religar o compressor a cada 3 minutos. 6

7 No caso de falha do sensor de temperatura, o display indicará SC ou OP. Neste caso, o módulo irá assumir uma condição de operação, simulando uma temperatura constante de 24 C no interior do ônibus. Essa função tem por objetivo permitir que o motorista tenha o total controle do equipamento, mesmo com o defeito no sensor. O motorista pode controlar todas as funções, aumentando ou abaixando a temperatura desejada e variando a velocidade dos ventiladores. 3) CÓDIGO DE ALARMES E FALHAS Display Descrição SC Falha de Sensor (Sensor em Curto) OP Falha de Sensor (Sensor aberto) 3.1)Visualização de falhas de pressão Ao serem pressionadas simultaneamente as teclas e por 3 segundos, será indicado no display "HA", intervalo de 1 segundo "XX", intervalo de 1 segundo "YY", intervalo 1 segundo retornará a função de visualização da temperatura. A conjunção de "XX" e "YY" resulta no número de falhas ocorridas desde o seu último zeramento, (exemplo HA 12 03, representando falhas). 3.2)Zeramento do número de falhas de pressão Ao serem pressionadas simultaneamente as teclas e por 3 segundos, aparecerá piscando no display "HA". Manter-se-a piscando por 6 segundos e, caso deseje efetuar o zeramento deverá ser pressionado, durante o piscar, a tecla por 3 segundos. 7

8 4) OPERABILIDADE O painel TH540 deve operar numa faixa de temperatura de 0 ºC a 50 ºC. Deve operar com uma umidade relativa de 10 a 95 %, sem condensação. Quanto à tensão de alimentação: O painel opera com tensão nominal de 24VDC. Em regime contínuo, deve operar com tensão de 20 a 30 VDC, para salvar a integridade de todas as funções. O sistema eletrônico deve suportar 32VDC, durante 5 minutos, sem sofrer danos permanentes.i tutte le funzioni. O circuito elétrico do painel deve suportar -24VDC (inversão de polaridade) por um tempo indefinido, sem sofrer nenhum dado. 8

9

BT QCC 1000 Quadro elétrico para câmaras frigoríficas até 3HP 220V2F

BT QCC 1000 Quadro elétrico para câmaras frigoríficas até 3HP 220V2F BTQCC1000v1_0.docx - Página 1 de 6 BT QCC 1000 Quadro elétrico para câmaras frigoríficas até 3HP 220V2F 1.0 Descrições gerais: BT QCC 1000 é amplamente usado para pequenas e médias câmaras frigoríficas,

Leia mais

CONTROLE ELETRONICO CLIMATIZAÇÃO

CONTROLE ELETRONICO CLIMATIZAÇÃO CONTROLE ELETRONICO CLIMATIZAÇÃO TH500 Painel motorista simples TH505 Painel motorista completo TH510 Caixa de Controle THERMOBUS MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA OPERADOR Dezembro 2005 / Rev.C Versão software

Leia mais

MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Controlador AK-SC255 REFRIGERATION & AIR CONDITIONING DIVISION

MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Controlador AK-SC255 REFRIGERATION & AIR CONDITIONING DIVISION MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Controlador AK-SC255 REFRIGERATION & AIR CONDITIONING DIVISION Controle além do limite. Um único controlador pode gerenciar refrigeração, ar condicionado, luzes e muito mais.

Leia mais

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E CABO BLINDADO (SHIELD) 4 VIAS 2X2,50 MM + 2X0,75 MM IHM Possibilidade de até 95 loops. LOOP LOOP LOOP CABO

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO0081

MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO0081 BT RVT 46 i Setembro / 214 Página 1/8 TÍTULO: INFORMATIVO DO MANUAL DE PROGRAMAÇÃO E INSTALAÇÃO DO KIT KCO81 PARA A FAMÍLIA SPLITÃO SÉRIE EiV (INVERTER) ESTE BOLETIM TÉCNICO CANCELA E SUBSTITUI O BT RVT

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456*)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!23456*) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456*) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035E foi especialmente projetado para

Leia mais

CR20C. Manual do Usuário

CR20C. Manual do Usuário CR20C Manual do Usuário Descrição Geral Controlador para ar condicionado CR20C O CR20C é um controlador digital microprocessado de baixo custo e de fácil programação e instalação. O seu avançado software

Leia mais

CR20PW. Manual do Usuário

CR20PW. Manual do Usuário CR20PW Manual do Usuário R Índice Termostato eletrônico com saída controlada CR20PW... 3 Descrição Geral... 3 Características Técnicas... 3 Modo de Operação... 4 Programação... 4 Esquema de ligações...

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456)75)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!23456)75) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456)75) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035 S3 foi especialmente projetado para

Leia mais

CONTROLADOR DE RODIZIO NANO V 3.0

CONTROLADOR DE RODIZIO NANO V 3.0 CONTROLADOR DE RODIZIO NANO V 3.0 Hardware: CPN1D1A2 CONTROLADOR PROGRAMAVEL C-PRO NANO 12V LED Acessórios: 0065300060 CABO/FIOS C/CONECTOR FEMEA MINIFIT 16 POLOS 1M CPN 0750000131 CONECTOR FEMEA 12 VIAS

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

Modo Execução. Modo Parametrizacão

Modo Execução. Modo Parametrizacão 1/7 Introdução O HM206 é um indicador para operar com comunicações RS485. O HM206 pode operar como escravo (slave) de rede fornecendo os dados ou operando comandado por outros sistemas ou como mestre (master)

Leia mais

Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D

Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D Apresentação Conjunto básico Dados técnicos Interface homem-máquina Apêndices 1 Apresentação Trata-se de um controlador especialmente projetado para o controle

Leia mais

HUMITECH 1. DESCRIÇÃO

HUMITECH 1. DESCRIÇÃO PARA RESFRIAMENTO EVAPORATIVO TEMPER UMIDADE 1. DESCRIÇÃO Controlador microprocessado de alta performance, o Humitech aplica-se em conjunto a sistemas de resfriamento evaporativo para conforto térmico

Leia mais

Horímetro Digital H100-A HNI

Horímetro Digital H100-A HNI MANUAL DE OPERAÇÃO Horímetro Digital H100-A HNI Programa Executivo: H100A HNI v.1.2 Modelos: 220VAC, 127VAC, 24VAC e 12-24VDC 40-000-0101 Rev. C dezembro 2008. ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO:... 3 2. INSTALAÇÃO

Leia mais

Máx Unid Padrão. Mín 1 / 0.1 0/0 0/0 0/0 0/0 100 / 6.9 100 / 6.9 100 / 6.9 999 150.0 / 302 5.0/9 2 -50.0 / -58 0.1/1 1 / 0.

Máx Unid Padrão. Mín 1 / 0.1 0/0 0/0 0/0 0/0 100 / 6.9 100 / 6.9 100 / 6.9 999 150.0 / 302 5.0/9 2 -50.0 / -58 0.1/1 1 / 0. PCT6 plus CONTROLADOR DIGITAL DE PRESSÃO PARA CENTRAIS DE REFRIGERAÇÃO Ver. PCT6VT74. DESCRIÇÃO O PCT6 plus é um controlador de pressão para ser utilizado em centrais de refrigeração que necessitem de

Leia mais

Guia rápido de uso do FULL TEMP

Guia rápido de uso do FULL TEMP Guia rápido de uso do FULL TEMP Descrição Destinado a medir a temperatura dos gases de escapamento de veículos originais e preparados este aparelho conta com 4 canais possibilitando a leitura de até 4

Leia mais

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439 Fone: 0800 707 700 Manual de Instruções Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 9 Fone: 0800 707 700 ÍNDICE. INTRODUÇÃO. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. FUNCIONAMENTO. Instalação. Programando o timer (tempo).

Leia mais

PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO CARROS URBANOS E G7 MARCOPOLO

PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO CARROS URBANOS E G7 MARCOPOLO PAINEL ELETRÔNICO DE MENSAGENS MANUAL DE OPERAÇÃO E INSTALAÇÃO CARROS URBANOS E G7 MARCOPOLO INTRODUÇÃO INFORMAÇÃO GERAL 1 O Painel Eletrônico LOHR foi desenvolvido para ser instalado no interior de veículos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO ALARME MICROCONTROLADO PARABÉNS O Sistema de segurança OMEGA 7 que você adquiriu, é o que há de mais avançado no mercado, pois reúne a tecnologia dos modernos micro controladores,

Leia mais

AUTO-DIAGNÓSTICO KOC G1

AUTO-DIAGNÓSTICO KOC G1 AUTO-DIAGNÓSTICO KOC G1 Unidade Interna Sensor de temperatura do evaporador em (somente frio/quente) Bóia ou bomba do dreno DEF./FAN ALARM Unidade Externa Os modelos Cassete Trifásicos possuem uma placa

Leia mais

!"#$%&!'()*'+,-'*./+0)*1(23'.423*'5*'3066,-'. #/7".#78./9:;.<=4/>.

!#$%&!'()*'+,-'*./+0)*1(23'.423*'5*'3066,-'. #/7.#78./9:;.<=4/>. !"#$%&!'()*'+,-'*./+0)*1(23'.423*'5*'3066,-'. #/7".#78./9:;.. Apresentação Geral Dados técnicos Sinais de Entrada e Saídas 1 Apresentação Geral A LINHA de Controladores CDL035 foi especialmente projetada

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456) 7)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!23456) 7) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456) 7) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035Q foi especialmente projetado para

Leia mais

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f

Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro. Manual do Usuário Versão 3.9f Monitor de Rede Elétrica Som Maior Pro Manual do Usuário Versão 3.9f 2 ÍNDICE PÁG. 1 APRESENTAÇÃO...03 2 DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO...04 2.1 ROTINA INICIAL DE AVALIAÇÃO DA REDE ELÉTRICA...04 2.2 TROCA DE

Leia mais

Manual de Operações. PH-Meter Ph-1. www.innowatt.ind.br

Manual de Operações. PH-Meter Ph-1. www.innowatt.ind.br Manual de Operações PH-Meter Ph-1 www.innowatt.ind.br 1 INTRODUÇÃO Obrigado por ter escolhido um produto INNOWATT. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível a leitura completa deste manual

Leia mais

Sistemas indicadores e transmissores de PRESSÃO DIFERENCIAL PARA SALAS LIMPAS MODELO VEC-PP-LED

Sistemas indicadores e transmissores de PRESSÃO DIFERENCIAL PARA SALAS LIMPAS MODELO VEC-PP-LED INTERNO INSTRUMENTO PARA EMBUTIR Sistemas indicadores e transmissores de PRESSÃO DIFERENCIAL PARA SALAS LIMPAS MODELO VEC-PP-LED Aplicação : Especialmente em salas limpas, pois podem ser embutidas em paredes

Leia mais

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330.

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás. É composto por um circuito inteligente (microcontrolado) que recebe o sinal gerado por um sensor eletrônico de gás, processa sua calibração

Leia mais

Boletim Técnico Agosto / 2011

Boletim Técnico Agosto / 2011 Página 01/08 TÍTULO: INFORMATIVO DO NOVO CONTROLE REMOTO COM FIO PARA UNIDADES SPLITÃO 2 ESTÁGIOS SUMÁRIO Esta publicação visa informar o novo controle remoto com fio para as Unidades da Linha Splitão

Leia mais

CONTROLADOR CONDAR MP3000.

CONTROLADOR CONDAR MP3000. CONTROLADOR CONDAR MP3000. O equipamento CONDAR MP3000 é um Controlador Eletrônico Microprocessado desenvolvido especificamente para automação de até três Condicionadores de Ar instalados em um mesmo ambiente

Leia mais

Manual de operações e instruções

Manual de operações e instruções Manual de operações e instruções Transmissor e Indicador de Vazão de Ar TIVA Com display LCD Rua Cincinati, 101 - São Paulo -SP Tel. / Fax (011) 5096-4654 - 5096-4728. E-mail: vectus@vectus.com.br Para

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!234562)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!234562) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!234562) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035D foi especialmente projetado para

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 DESEMBALAGEM... 3 ESPECIFICAÇÕES... 4 CONEXÕES... 5

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 DESEMBALAGEM... 3 ESPECIFICAÇÕES... 4 CONEXÕES... 5 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 DESEMBALAGEM... 3 ESPECIFICAÇÕES... 4 CONEXÕES... 5 OPERAÇÃO... 7 LIGANDO O MEDIDOR... 8 REALIZANDO AS PRIMEIRAS MEDIDAS... 8 FUNÇÕES ESPECIAIS... 8 CONFIGURAÇÃO... 10 CICLO DE

Leia mais

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Indicador Microprocessado ITM44. Versão: 1.xx / Rev.

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Indicador Microprocessado ITM44. Versão: 1.xx / Rev. Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais Manual de Instruções Indicador Microprocessado ITM44 Versão: 1.xx / Rev. 03 ÍNDICE Item Página 1. Introdução... 02 2. Características... 02 3.

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204. Versão 1.XX / Rev.

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204. Versão 1.XX / Rev. Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais Manual de Instruções Contador Digital Microprocessado K204 Versão 1.XX / Rev. 1 Índice Item Página 1. Introdução...02 2. Características...02

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL

SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL SISTEMA DE MONITORAMENTO DIGITAL Módulos para automação Características gerais - Processamento independente - Possui alerta sonoro e luminoso de falta de conexão - Não precisa ser configurado (Plug and

Leia mais

Manual de Instruções. C o n t r o l a d o r D i f e r e n c i a l para P i s c i n a. Rev. B

Manual de Instruções. C o n t r o l a d o r D i f e r e n c i a l para P i s c i n a. Rev. B Manual de Instruções C o n t r o l a d o r D i f e r e n c i a l para P i s c i n a Rev. B 1. Descrição Índice 1.Descrição... pág 1 2.Dados Técnicos... pág 2 3.Instalação... pág 3 4.Ajuste e Operação...

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Unidade Discadora Telefônica - Para Monitoramento Remoto Até 5 Números Código: AFDISC A unidade discadora telefônica para monitoramento remoto, código AFDISC é um equipamento que deve ser instalado em

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03

MANUAL DE INSTRUÇÕES Indicador Microprocessado - IT-IND-2S-LC INFORMAÇÕES DO PRODUTO. Versão: 1.xx / Rev. 03 1 Introdução: Os indicadores possuem uma entrada analógica configurável por software, que permite a conexão de diverstos tipos de sensores de temperatura e outras grandezas elétricas sem a necessidade

Leia mais

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO

Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO Leandro N.Alem 1351/53 -(1871)- Dock Sud Buenos Aires - Argentina T.E.:4201-5316 / 4222-9821 FAX:4222-9821 Web:www.ingecozs.com MANUAL DE OPERAÇÃO ÍNDICE Especificações... 3 INSTALAÇÃO... 3 Operação...

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

3.5 SAÍDAS DE CONTROLE * Saída 1: Saída do Compressor. Saída à relé, máx. 2A, carga resistiva. * Saída 2: Saída do degelo.

3.5 SAÍDAS DE CONTROLE * Saída 1: Saída do Compressor. Saída à relé, máx. 2A, carga resistiva. * Saída 2: Saída do degelo. (63(&,,&$d (6 1Ë9(/'(352*5$0$d 2 &$5$&7(5Ë67,&$6 O MJS é um controlador digital microcontrolado projetado para aplicações de refrigeração, atuando no controle do compressor, nos ciclos de degelo, nos ventiladores

Leia mais

PCT-3001 plus. Display LCD

PCT-3001 plus. Display LCD PCT3 plus CONTROLADOR DIGITAL DE PRESSÃO PARA CENTRAIS DE REFRIGERAÇÃO Ver.2 DESCRIÇÃO Controlador de pressão para sistemas de refrigeração que controla os estágios de sucção (compressores) e de descarga

Leia mais

Ness P2 Compressor Parafuso

Ness P2 Compressor Parafuso Ness P2 Compressor Parafuso Índice 1. Descritivo de Funcionamento do Compressor...3 2. Descrição das Setagens...4 2.1.Setagens de Operação de Controle do Compressor...5 2.2.Setagens do Controle de Capacidade...5

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH-8RL/Exp

Manual de utilização do módulo NSE METH-8RL/Exp INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO A barra sinalizadora Winglux-S oferece uma solução moderna de sinalização com tecnologia 100% digital. Equipada com módulos de 4 ou 8 LEDs de 1W - 45 Lumens (típico) conhecidos

Leia mais

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações 1 Introdução Neste manual serão apresentados os procedimentos de instalação e configuração do sistema de detecção e prevenção de incêndio GALBA V251, além de dicas que certamente agilizarão os trabalhos

Leia mais

Ch.4. Ch.5. Ch.6 4-20 ma Linear Reserva -1999 a 9999 Ch.7 4-20 ma Linear Reserva -1999 a 9999 Ch.8 Digital Reserva - Ch.9 Digital Reserva - 4 SAÍDAS

Ch.4. Ch.5. Ch.6 4-20 ma Linear Reserva -1999 a 9999 Ch.7 4-20 ma Linear Reserva -1999 a 9999 Ch.8 Digital Reserva - Ch.9 Digital Reserva - 4 SAÍDAS FieldLogger BD REGISTRADOR CONTROLADOR - MANUAL DE INSTRUÇÕES V1.1x 1 INTRODUÇÃO O FieldLogger - BD é um registrador controlador com funções de controle concebido para ser aplicado na automação da queima

Leia mais

AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR

AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR MANUAL DE OPERAÇÃO AFERIDOR E PROGRAMADOR DE BANCADA MICROSAD STC-BR STC-BR REV-002 Atenção: Modificações futuras serão reportadas através das Informações de Serviço (I.S.). Este documento é propriedade

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964 1 CENTRALNGSG101.DOC CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101 Manual de Instalação e de Operação INDICE 1. Generalidades 2. Especificações técnicas 3. Estrutura e configuração 3.1 Aspecto exterior

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS

GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS 89 mm 3, 8 mm Controlador Tipo para Instalação em Painel, com Teclado e Características Principais O é um controlador desenvolvido para acionamento, controle de temperatura e degelo e supervisão de defeitos,

Leia mais

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Controlador Digital Microprocessado CCM44. Versão 0.xx / Rev.

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Controlador Digital Microprocessado CCM44. Versão 0.xx / Rev. Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais Manual de Instruções Controlador Digital Microprocessado CCM44 Versão 0.xx / Rev. 03 Índice Ítem Página 1. Introdução... 02 2. Características...

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final)

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) 1 - INTRODUÇÃO: CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) Trata-se de uma sistema de alarme de incêndio para utilização onde há somente acionadores manuais e sirenes convencionais, não

Leia mais

PAINEL DE ALARME ACTIVE 10 E 10 LITE

PAINEL DE ALARME ACTIVE 10 E 10 LITE PAINEL DE ALARME ACTIVE 0 E 0 LITE - FUNÇÕES BÁSICAS. VISUALIZAÇÃO DOS PROBLEMAS NO SISTEMA Para visualizar os problemas, pressione a tecla P por segundos. O led SISTEMA começa a piscar, continue pressionando

Leia mais

Catálogo de Produtos. Qualidade, tecnologia e baixo custo

Catálogo de Produtos. Qualidade, tecnologia e baixo custo Catálogo de Produtos Qualidade, tecnologia e baixo custo Índice Temporizador Termostato Termostato e Temporizador Controlador para Refrigeração Painel Eletrônico de LED Fluoreled Contador Indicador Universal

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. ESPECIFICAÇÕES

1. INTRODUÇÃO 2. ESPECIFICAÇÕES 1. INTRODUÇÃO O timer TI-10 foi projetado para atender a maior parte das necessidades de temporização em laboratórios, residências, lojas e nas indústrias. O microprocessador, a memória e o display do

Leia mais

EVK 214 PORTUGUÊS. Controlador digital de temperatura para congelados, com função RTC, HACCP e Energy Saving. v. 001091208

EVK 214 PORTUGUÊS. Controlador digital de temperatura para congelados, com função RTC, HACCP e Energy Saving. v. 001091208 EVK 24 Controlador digital de temperatura para congelados, com função RTC, HACCP e Energy Saving v. 928 PT PORTUGUÊS INICIANDO. Importante Leia atentamente as instruções antes de instalar e usar seguindo

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEMARCADOR RODOVIÁRIO

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEMARCADOR RODOVIÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES DEMARCADOR RODOVIÁRIO MDMR-3P/III 1 Equipamento Fabricado por: SENSORES INDUSTRIAIS MAKSEN LTDA Rua José Alves, 388 Mogi Guaçu - SP CNPJ 04.871.530/0001-66 I.E. 455.095.131.110 www.maksen.com.br

Leia mais

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos ou sistemas que se queiram supervisionar, via contatos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA ÍNDICE A H-Buster líder em Áudio e Vídeo automotivo lança o alarme automotivo

Leia mais

Série Infrared IR32 UNIVERSAL (instalação e ajustes) Carel Sud America

Série Infrared IR32 UNIVERSAL (instalação e ajustes) Carel Sud America Série Infrared IR32 UNIVERSAL (instalação e ajustes) Carel Sud America 1 - Descrição do frontal dos instrumentos 1 Display: visualiza o valor do sensor coligado. Em caso de alarme o valor do sensor é visualizado

Leia mais

O SISTEMA DE COMPUTADOR DE BORDO

O SISTEMA DE COMPUTADOR DE BORDO O SISTEMA DE COMPUTADOR DE BORDO O sistema de computador de bordo é constituído de uma unidade computadora (instalada no painel do veículo) e de sensores que fornecem à mesma informação como distância

Leia mais

Temporizador NT240. TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SAÍDAS DO TEMPORIZADOR

Temporizador NT240. TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS SAÍDAS DO TEMPORIZADOR TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL - MANUAL DE INSTRUÇÕES V2.0x A INTRODUÇÃO O temporizador programável tem como função básica monitorar o tempo e acionar sua saída de acordo com programação previamente realizada

Leia mais

FACILITY TOP HÍBRIDA. Manual Técnico MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES MONDIALE. P19165 - Rev. 1

FACILITY TOP HÍBRIDA. Manual Técnico MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES MONDIALE. P19165 - Rev. 1 MANUAL TÉCNICO AUTOMATIZADOR PARA PORTÕES DESLIZANTES P19165 - Rev. 1 MONDIALE 1 ÍNDICE DIAGRAMA DE CONEXÕES...4 Principais características... 5 Funções do led SN...5 Entrada PARA Trava...6 botões (+)

Leia mais

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência.

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE ALARME Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO 1. OPERAÇÕES BÁSICAS DO ALARME

Leia mais

A N U A L D E O P E R A Ç Ã O

A N U A L D E O P E R A Ç Ã O PRESSÃO LINHA AUTOMAÇÃO Wärme M A N U A L D E O P E R A Ç Ã O & I N S T A L A Ç Ã O PRESSOSTATO DIGITAL WTMD-5001-A ÍNDICE Item Página Características Técnicas...01 Tabela de Conversão de Pressão...01

Leia mais

Controller. D e s c r i ç ã o G e r a l. C a r a c t e r í s t i c a s e B e n e f í c i o s

Controller. D e s c r i ç ã o G e r a l. C a r a c t e r í s t i c a s e B e n e f í c i o s Controller Vibraswitch Monitor Eletrônico VIBRASWITCH 563A D e s c r i ç ã o G e r a l O modelo Robertshaw 563A Vibraswitch Monitor Eletrônico é um microprocessador de sistema de controle baseado em supervisão

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções Fonte de Energia para Soldagem MAC 155ED +55 (16) 3383

bambozzi Manual de Instruções Fonte de Energia para Soldagem MAC 155ED +55 (16) 3383 bambozzi A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 3383 3818 Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

INDICADOR DIGITAL PANANTEC ATMI

INDICADOR DIGITAL PANANTEC ATMI INDICADOR DIGITAL PANANTEC ATMI MANUAL DE REFERÊNCIA PANANTEC ATMII COMÉRCIIO E SERVIIÇO LTDA Rua Apuanã, 31 - Jd. Jaçanã cep: 02318-050 São Paulo / SP Brasil Fone: (11) 2243-6194 / 2243-6192 Fax: (11)

Leia mais

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia

Módulo FGM721. Controlador P7C - HI Tecnologia Automação Industrial Módulo Controlador P7C - HI Tecnologia 7C O conteúdo deste documento é parte do Manual do Usuário do controlador P7C da HI tecnologia (PMU10700100). A lista de verbetes consta na versão

Leia mais

TERMO DE GARANTIA. Comprador: Endereço: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da Venda: Identificação do Produto: P26856 - Rev. 1

TERMO DE GARANTIA. Comprador: Endereço: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da Venda: Identificação do Produto: P26856 - Rev. 1 TERMO DE GARANTIA ELETROPPAR - Indústria Eletrônica Ltda., Localizada na Rua Carlos Ferrari, nº 2651, Distrito Industrial, Garça/SP, CEP 17.400-000, CNPJ 02.748.434/0001-08, IE 315.026.341.111 garante

Leia mais

Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT

Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT GUIA DE INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO Acionamento Motor CC 1.25 a 1.6/2.1 CV - BIVOLT Rua Arno Waldemar Dohler, 957 CEP 89.219-030 89.219 Joinville-SC Fone: (047) (047 3441-7751 Fax: (047) 3026-3060

Leia mais

PCPT 4 ( com 4 entradas para sensores RTD Pt100Ω ) PCPT4 SmA ( com 4 entradas para sensores RTD Pt100Ω e saída 4... 20mA )

PCPT 4 ( com 4 entradas para sensores RTD Pt100Ω ) PCPT4 SmA ( com 4 entradas para sensores RTD Pt100Ω e saída 4... 20mA ) MANUAL DE OPERAÇÃO PCPT 4 ( com 4 entradas para sensores RTD Pt100Ω ) PCPT4 SmA ( com 4 entradas para sensores RTD Pt100Ω e saída 4... 20mA ) VERSÃO 4.04 RELÉ DE PROTEÇÃO TÉRMICA ( ANSI 23/26/49 ) CONTROLE

Leia mais

APLICATIVOS GM BOSCH MOTRONIC M1.5.4 P

APLICATIVOS GM BOSCH MOTRONIC M1.5.4 P CAPITULO 64 APLICATIVOS GM BOSCH MOTRONIC M1.5.4 P VECTRA 2.0-8V - 97 VECTRA 2.0-16V - 97 KADETT 2.0-97 S10 2.2 VECTRA 2.2 COMO FUNCIONA O SISTEMA. Este sistema de injeção eletrônica é um sistema digital

Leia mais

P á g i n a 2. Avisos Importantes

P á g i n a 2. Avisos Importantes P á g i n a 1 P á g i n a 2 Avisos Importantes Todas as instruções contidas neste manual devem ser seguidas, caso contrário o produto perderá a garantia. Faça primeiro as conexões dos cabos de alimentação

Leia mais

BOSCH MOTRONIC M2.8-16V

BOSCH MOTRONIC M2.8-16V CAPITULO 56 BOSCH MOTRONIC M2.8-16V APLICATIVOS GM VECTRA GSI CALIBRA 2.0 16V COMO FUNCIONA O SISTEMA MOTRONIC 2.8 DO VECTRA GSI 2.0 E CALIBRA 2.0 16V Como funciona injeção eletrónica de combustível MOTRONIC

Leia mais

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação

ST 160 ST 160 0 # Manual de Referência e Instalação ST 160 ST 160 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # Manual de Referência e Instalação Descrições 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 # 3 2 Número Descrição 1 Indicador de modo 2 Antena 3 Matriz do Teclado 4 Parafuso Especificações

Leia mais

MANUAL DO COMANDO REMOTO

MANUAL DO COMANDO REMOTO MANUAL DO COMANDO REMOTO Rev.0712 RG51Q1/BGE RG51Q/BGE RG51IJ(1)(BGE RG51J(1)/E Índice Manusear o controlo remoto 2 Especificações técnicas do controlo remoto 3 Botões de função 4 Indicações no display

Leia mais

Guia do Usuário. Monitor de CO 2 e Registrador de Dados. Modelo CO210. Distributed by MicroDAQ.com, Ltd. www.microdaq.

Guia do Usuário. Monitor de CO 2 e Registrador de Dados. Modelo CO210. Distributed by MicroDAQ.com, Ltd. www.microdaq. Guia do Usuário Monitor de CO 2 e Registrador de Dados Modelo CO210 Introdução Parabéns pela sua compra do Medidor de Dióxido de Carbono Modelo CO210. Esse medidor mede e registra os dados no nível de

Leia mais

ATENÇÃO! Etapa da seqüência. ativados

ATENÇÃO! Etapa da seqüência. ativados ATENÇÃO! ESTA UNIDADE POSSUI UMA PLACA DE CONTROLE E INSTALADA. PEÇA HOSHIKAZI NÚMERO 2A0836-02. A placa E inclui dispositivos de segurança com luzes LED e alarmes sonoros. O LED vermelho indica a voltagem

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 1 MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 2 TERMO DE CONFIDENCIALIDADE As informações contidas neste documento são confidenciais e se constituem em propriedade da BLOCKSAT SISTEMAS DE SEGURANÇA LTDA

Leia mais

SUPERVISOR ELETRÔNICO PARA POSTOS DE SEGURANÇA RCP-2000 MANUAL DE INSTALAÇÃO / OPERAÇÃO REV. 08/01

SUPERVISOR ELETRÔNICO PARA POSTOS DE SEGURANÇA RCP-2000 MANUAL DE INSTALAÇÃO / OPERAÇÃO REV. 08/01 SUPERVISOR ELETRÔNICO PARA POSTOS DE SEGURANÇA RCP-2000 MANUAL DE INSTALAÇÃO / OPERAÇÃO REV. 08/01 SUMÁRIO CONTROLADOR DE PORTARIA RCP-2000...1 A) O EQUIPAMENTO RCP-2000... 1 A.1 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS...

Leia mais

MANUAL CONTROL RACK MEGA/GIGA

MANUAL CONTROL RACK MEGA/GIGA Página 1 de 18 MANUAL CONTROL RACK MEGA/GIGA Controlador: CPG2L0C4 CONTROLADOR PROGRAMAVEL C-PRO GIGA 24V LCD RTC RS485 CPM2L0C4 CONTROLADOR PROGRAMAVEL C-PRO MEGA 24V LCD RTC RS485 Acessórios: CJAV07

Leia mais

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado.

Menu de Programação e Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Operação - Amperímetro Digital - Família GC 2009 Microcontrolado. Com dois reles independentes para controle ou alarme, contatos reversíveis tipo SPDT e Sinal de Saída para Retransmissão da Amperagem medida

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO MODO FAIL

CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO MODOS DE OPERAÇÃO DOS BOTÕES PROTEÇÃO ANTIESMAGAMENTO MODO FAIL CARACTERÍSTICAS E MODOS DE FUNCIONAMENTO Os módulos da linha TOTALSAFE PRO foram desenvolvidos para agregar além de conforto, segurança total na automação dos vidros elétricos. Essa linha de produtos oferece

Leia mais

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções

ÍNDICE. 1.0 Introdução. 2.0 Descrição. 3.0 Instalação e Aplicação. 4.0 Programação. 5.0 Características Técnicas. 6.0 Principais Problemas e Soluções ÍNDICE 1.0 Introdução 2.0 Descrição 3.0 Instalação e Aplicação 4.0 Programação 5.0 Características Técnicas 6.0 Principais Problemas e Soluções Termo de Garantia 5 6 9 16 18 18 21 4 1.0 Introdução A TRANSSEN

Leia mais

Guia de consulta rápida

Guia de consulta rápida Guia de consulta rápida DigiFlash Smart Trigger 1 2 3 4 5 17 Smart Trigger 6 7 8 9 16 15 14 13 12 11 10 O DigiFlash Smart Trigger é um dispositivo para disparar flashes a partir de um evento externo. Pode

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO

MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO MANUAL DE FUNCIONAMENTO E INSTALAÇÃO x 1000 MODE ON/OFF 2 1 1 2 set ECOLEAN CLIMATIC 200/400 Portuguese/01-2004 ÍNDICE GERAL CONTENIDO PÁGINA ÍNDICE GERAL DESCRIÇÃO GERAL O TECLADO MODELO Climatic 200

Leia mais

õ ç MODELO 3030.60 Klimalogg Smart Termo-higrômetro em M iç ão USB Agronegócio Transporte Laboratórios Alimentos Processo Aquecimento Refrigeração

õ ç MODELO 3030.60 Klimalogg Smart Termo-higrômetro em M iç ão USB Agronegócio Transporte Laboratórios Alimentos Processo Aquecimento Refrigeração õ ç lu So es em M de Manual e d iç ão Instruções USB Agronegócio Transporte SMART KLIMALOGG T E R M O - H I G R Ô M E T R O Laboratórios Alimentos Processo Termo-higrômetro Klimalogg Smart MODELO 3030.60

Leia mais