CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E"

Transcrição

1 SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E

2 CABO BLINDADO (SHIELD) 4 VIAS 2X2,50 MM + 2X0,75 MM IHM Possibilidade de até 95 loops. LOOP LOOP LOOP CABO BLINDADO (SHIELD) 4 VIAS 2X2,50 MM + 2X0,75 MM Possibilidade de até 125 dispositivos por loop. O QUE É E PARA QUE SERVE UM SISTEMA ENDEREÇÁVEL SIGMA O grande diferencial do Sistema Modular SIGMA é a sua filosofia descentralizada dos módulos de supervisão com software para controle de detecção, alarmes e extinção no próprio módulo. Não dependendo da IHM para sinalizações de eventos, e também uma interface de comunicação serial padrão RS-485 com os dispositivos nele

3 conectados, aumentando assim a confiabilidade de informações mesmo a grandes distâncias entre o módulo de supervisão e seus dispositivos. Isto não só facilita a instalação do sistema, como também reduz custos de manutenção em instalações de médio e grande porte. O sistema detecta sinais provenientes dos Acionadores Manuais e Detectores Automáticos, também monitorando defeitos de linha, como fuga terra e rompimento físico de linha de detecção (sub-rede), como também da linha que compõe a rede de supervisão principal. Cada um dos dispositivos endereçáveis possui um número (endereço) pelo qual será identificado pelo módulo de supervisão, o qual faz uma verificação interrogando um a um e recebendo como reposta a situação atual (status) do dispositivo endereçável. Este status pode conter informações de alarme (manual, óptico, térmico e etc.), ou qualquer outro monitoramento que se fizer necessário. O módulo de supervisão também pode enviar comandos para cada um dos dispositivos endereçáveis podendo acionar leds, relés, sirenes, sinalizadores etc., tudo através do sistema de endereçamento inteligente de modo a simplificar qualquer implementação de segurança de incêndio. PRINCIPIOS DE FUNCIONAMENTO Ao ligar o painel será apresentada a versão de firmware gravado, seguido da informação do evento registrado no momento que o painel foi desligado e do evento registrado no momento que foi religado. Tela Inicial 1: Apresentação do Firmware Sistema Enderecavel SIGMA 485-E Firmware - Versao X.xxU - Comp: xx Tela Inicial 2: Apresentação evento painel desligado Aviso: Painel de Alarmes Principal 0001 E00U00 Desligado as 12:00 de 01/03/2010

4 Tela Inicial 3: Apresentação evento painel religado Aviso: Painel de Alarmes Principal 0002 E00U00 Religado as 12:00 de 01/03/2010 Após a apresentação do sistema, a tela principal será apresentada permanecendo assim até que um evento seja identificado pelo painel central ou alguma operação seja realizada pelo operador. Tela Principal: Sistema Enderecavel SIGMA 485-E Monitorando... 12:00 de 01/03/2010 Teclas de Comando CONTROLES E INDICADORES (3) ALARME GERAL: ativa todos os dispositivos de alarmes sonoros e visuais (internos e externos) instalados no sistema. Necessita de confirmação e uma senha de autorização para ser executado. Observações p/ versão de firmware 5.0 ou superior: Ao navegar no Menu (4)Programação, opção (17)Programar Alarme de

5 Salas, a opção ativa todos os dispositivos de alarmes sonoros e visuais (internos e externos) instalados no sistema em Setores, Grupos e Salas, porem ao pressionar a tecla alarme geral é apresentado uma mensagem no IHM: Tecle ENTER para todas as sirenes. Ou MENU para escolher o Grupo/Sala Digite o LOOP, Grupo e Sala p/ Abandono Abandona [LOOP:XX GRUPO:XX SALA:XX.] (4) SILENCIA SIRENE: silencia todos os dispositivos de alarmes sonoros (internos e externos) instalados no sistema. Necessita de confirmação e uma senha de autorização para ser executado. Deseja silenciar todas as sirenes? Para confirmar Pressione ENTER (5) MENU PRINCIPAL: permite acesso ao menu de programação do relógio, tempo de disparo do agente extintor, alteração de senha do operador, configuração de dispositivos endereçáveis e modo de operação. Necessita de uma senha de autorização para ser executado. (1)relógio MENU PRINCIPAL (2)extincao (3)senhas (2)programacao (5)servicos (6) RESET: reinicia o funcionamento do sistema, apagando o histórico temporário de eventos. Necessita de uma senha de autorização para ser executado.

6 * O histórico permanente de eventos não será apagado pelo usuário por nenhum comando na IHM. Barra de Rolagem: (7) Seta à direita: efetua o deslocamento do cursor de texto para a direita durante o modo de programação. (7) Seta à esquerda: efetua o deslocamento do cursor de texto para a esquerda durante o modo de programação. (7) Seta acima: avança para o próximo dispositivo durante o modo de programação, ou muda a informação do registro atual de eventos para o próximo registro no modo de visualização de eventos. (7) Seta abaixo: retorna para o dispositivo anterior durante o modo de programação, ou muda a informação do registro atual de eventos para o registro anterior no modo de visualização de eventos. (8) Esc: sinaliza uma resposta negativa para o programa, ou cancela um processo. (9) Enter: sinaliza uma resposta positiva para o programa, ou confirma um processo. (10) Teclado Alfanumérico: Permite a entrada de informação (caractere) para descrição do texto do dispositivo ou números durante o modo de programação. Ao pressionar uma tecla o número em destaque será mostrado no display, ao pressioná-la novamente o próximo caractere será mostrado. Exemplo: ao pressionar a tecla alfanumérica 1, será mostrado no primeiro toque o número 1, no segundo toque a letra A, no terceiro toque a letra B, no quarto toque a letra C e no quinto toque o ciclo se reiniciará, retornando para o número 1.Caso deseje utilizar caractere com letra minúscula, basta pressionar a tecla alarme geral durante o preenchimento do texto de localização do dispositivo que estiver programando. * As teclas que não fazem parte do processo em execução serão ignoradas pelo sistema. LEDS Indicadores de Alarmes e Falhas (11) Fogo: é ativado quando o comando alarme geral é executado, ou quando um dispositivo detector automático ou acionador manual é ativado. (12) Falha: é ativado quando um defeito ou uma falha é detectado no sistema. Quando estiver piscando o cada segundo, sinaliza que um ou mais setores de extinção automática de fogo foi bloqueado pelo operador. (13) Fusível DC: é ativado quando ocorrer à queima do fusível da alimentação DC do sistema, sinalizando através do led amarelo. (14) TX: é ativado durante a transmissão de dados via canal serial com outros módulos. (15) RX: é ativado durante a recepção de dados via canal serial com outros módulos. (16) Supervisão: pisca durante a recepção de dados dos módulos monitorados conectados ao painel central.

7 VERIFICAR LOG E EVENTOS APRESENTADOS NO DISPLAY. DISPLAY DE CRISTAL LIQUIDO INTERFACE HOMEM MAQUINA (IHM) Um display de cristal líquido (LCD) é um painel fino, utilizado para exibir informações por via eletrônica, nesse caso é texto, um meio de informação que os usuários do sistemas verificarão as informações que o painel transmite para tomar alguma atitude Aviso: Sala de Reuniões Prédio Azul 0001 E02101 Alarm.Manual as 12:00 de XX/YY/AAAA Identificação de que tipo de aviso, alerta, fogo e falha. 2 Localização editável da localização com até 28 caracteres, com a descrição exata do componente instalado em área. 3-Quantidade de 5000 eventos identificados pelo IHM. 4-Campo destinado ao endereço de qual modulo de Loop ocorreu o evento atual, com a possibilidade de inserir no sistema 96 Loop. Ex.: E01 Modulo de Loop 01 E02 Modulo de Loop 02 5-Campo destinado ao endereço do dispositivo. Ex.: 001 Acionador Manual Endereçável. 010 Sinalizador Audiovisual Endereçável. 100 Modulo para Detector Pontual. 6-Campo destinado a qual o tipo do evento que ocorreu. Ex.: Acionador Manual Endereçavel Alarme Manual. Detector de Fumaça Sensor Ativo. Fonte de Alimentação Bateria Desc. 7-Hora que ocorreu o evento. 8-Data que ocorreu o evento.

8 PROCEDIMENTOS EM CASO DE FOGO. Verificar o local exato do alarme segue ilustração abaixo. Fogo: ESCRITORIO CENTRAL ADM 0002 E02095 alarm manual as 12:00 de 01/03/2010 Informar para as pessoas responsáveis a localização exata do evento. Aguardar das pessoas responsáveis a verificação de alarme para sim efetuar os comandos. Em caso de Silenciar sirenes. Pressione a tecla SILENCIA SIRENE (4) SILENCIA SIRENE: silencia todos os dispositivos de alarmes sonoros (internos e externos) instalados no sistema. Necessita de confirmação e uma senha de autorização para ser executado. Deseja silenciar todas as sirenes? Para confirmar Pressione ENTER Em caso de Alarme Geral. Pressione a tecla ALARME GERAL (3) ALARME GERAL: ativa todos os dispositivos de alarmes sonoros e visuais (internos e externos) instalados no sistema. Necessita de confirmação e uma senha de autorização para ser executado. Deseja acionar todas as sirenes? Para confirmar Pressione ENTER

9

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006

SOLUTION. Painel Convencional de Alarme de Incêndio. SOLUTION - Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio. Revisão 1.1 Maio de 2006 SOLUTION Painel Convencional de Alarme de Incêndio TABELA DE CONTEÚDO Capitulo 1: Descrição do Produto... 2 1.1: Características...2 1.2: Especificações...2 Capitulo 2: Lógica de Detecção e Alarme de Incêndios...

Leia mais

SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio

SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio 1 ÍNDICE 1 Introdução 3 2 - Lógica de Detecção, Alarme e Extinção Automática de Incêndio 3 2.1 Detecção 3 2.2 Alarme 4 2.3 Extinção Automática 4 2.4 Bloqueio

Leia mais

Manual de instalação e operação

Manual de instalação e operação Manual de instalação e operação Central de alarme de incêndio endereçável INC 2000 Central de alarme de incêndio INC 2000 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul.

Leia mais

Safira l-125. Manual do usuário

Safira l-125. Manual do usuário Safira l-125 Manual do usuário ÍNDICE Capitulo 1: Descrição do Produto... 3 1.1 Características... 4 1.2 Especificações... 5 1.3 Controles e Indicadores... 6 1.4 Componentes... 8 Capitulo 2: Instalação

Leia mais

SAFIRA L-XXX MANUAL DO USUÁRIO

SAFIRA L-XXX MANUAL DO USUÁRIO SAFIRA L-XXX MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Capitulo 1: Apresentação do Produto... 3 1.1 Descrição do Produto... 3 1.2 Características... 4 1.3 Especificações... 5 1.4 Controles e Indicadores... 6 1.5 Componentes...

Leia mais

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada).

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). PROGRAMADOR HORÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES MTZ622R - 90~240VCA - P504 VERSÃO.0 ABRIL/202 * Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). 3.2 DIMENSÕES PLACA IHM:

Leia mais

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes; 95 usuários, 3 usuários temporários, além

Leia mais

3.1.2 CONTROLE REMOTO * Alimentação: 12V - 1 pilha A23. * Alcance: 15 metros sem obstáculos.

3.1.2 CONTROLE REMOTO * Alimentação: 12V - 1 pilha A23. * Alcance: 15 metros sem obstáculos. 1. CARACTERÍSTICAS CONTROLADOR DE TEMPERATURA PARA AQUECIMENTO SOLAR E AUTOMAÇÃO DE PISCINA MTZ621R - 90~240VCA - P551 MANUAL DE INSTRUÇÕES VERSÃO 1.2 - JAN/2014 2.2 CONTROLE REMOTO 3.3 SENSOR DE TEMPERATURA

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS

GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS Especificações técnicas GUIA RÁPIDO DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL INTELBRÁS Características Alimentação AC 90 a 265 V Suporte a 2 chips (cartões SIM) de celular (somente AMT 2018 EG). Alimentação DC Bateria de

Leia mais

3.2 DIMENSÕES PLACA IHM: * Peso aproximado: 205g. * Dimensões para fixação na parte interna da parede: 120,8x120, 8x5,2 mm.

3.2 DIMENSÕES PLACA IHM: * Peso aproximado: 205g. * Dimensões para fixação na parte interna da parede: 120,8x120, 8x5,2 mm. 3. ESPECIFICAÇÕES 4.1 MODO DE OPERAÇÃO 3.1 GERAIS * Displays touchscreen; * Controle de dia e hora via RTC (Real-Time Clock), com bateria interna; * Duas agendas com memória para até 56 eventos (liga/desliga)

Leia mais

Manual Utilização. Central Detecção Incêndio. JUNIOR-NET CSA v.4. Sistema Analógico Endereçável

Manual Utilização. Central Detecção Incêndio. JUNIOR-NET CSA v.4. Sistema Analógico Endereçável Manual Utilização Central Detecção Incêndio JUNIOR-NET CSA v.4 Sistema Analógico Endereçável Modelo com aprovação das normas EN54PT2 e PT4 1999 GFE 1/5 Legenda da Central: 1 33 32 2 3 31 30 4 10 5 29 28

Leia mais

manual DE OPERAÇÃO SISTEMA DE ALARME DE INCÊNDIO ENDEREÇAVEL SOLARA125

manual DE OPERAÇÃO SISTEMA DE ALARME DE INCÊNDIO ENDEREÇAVEL SOLARA125 manual DE OPERAÇÃO SISTEMA DE ALARME DE INCÊNDIO ENDEREÇAVEL SOLARA125 INDICE 1 COMANDOS E SINALIZAÇÕES DA CENTRAL... 3 1.1 DISPOSITIVOS DE INDICAÇÃO... 4 1.2 NIVEIS DE ACESSO AO TECLADO... 5 1.3 TECLAS

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

CAE 80. Manual de Instruções. Revisão 4

CAE 80. Manual de Instruções. Revisão 4 CAE 80 Manual de Instruções Revisão 4 1. INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central endereçável da ILUMAC, modelo CAE80, este equipamento será uma excelente ferramenta na proteção e prevenção contra

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES 301.050 APUS CD-432. modelo: CD-432 CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO 482.50.001

MANUAL DE INSTRUÇÕES 301.050 APUS CD-432. modelo: CD-432 CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO 482.50.001 MANUAL DE INSTRUÇÕES CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO APUS CD-432 301.050 modelo: CD-432 REV. 01 Índice Apresentação 4 Descrição 5 Aplicação 5 Especificação Técnica 5 Painel Frontal 6 Dimensional 7 Dimensional

Leia mais

Manual do usuário. Central de alarme de incêndio Slim

Manual do usuário. Central de alarme de incêndio Slim Manual do usuário Central de alarme de incêndio Slim Central de alarme de incêndio Slim Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Engesul. Este manual é válido apenas para

Leia mais

CONTEÚDO. 4- Manutenção... 12. 5- Certificado de garantia... 13

CONTEÚDO. 4- Manutenção... 12. 5- Certificado de garantia... 13 CONTEÚDO 1-Apresentação... 4 2- Relógio... 5 2.1 - Aplicação... 5 2.2 - características... 5 2.3 - programação... 6 2.4 - Acessórios... 6 2.5 - Instalação... 6 3- Operação... 7 3.1 - Programação... 7 3.2

Leia mais

Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D

Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D Controlador Eletrônico Microprocessado CDL006D Apresentação Conjunto básico Dados técnicos Interface homem-máquina Apêndices 1 Apresentação Trata-se de um controlador especialmente projetado para o controle

Leia mais

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO. Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos

ANEXO I PROJETO EXECUTIVO. Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos ANEXO I PROJETO EXECUTIVO Ref: Intimação CONTRU processo nº 2004.0165.823-2 www.prefeitura.sp.gov.br/processos Ass: Escopo para Contratação de Empresa Qualificada. Tipo da contratação: Obra de Engenharia.

Leia mais

SISTEMAS PREDIAIS II. Segurança contra Incêndio - Detecção e Alarme

SISTEMAS PREDIAIS II. Segurança contra Incêndio - Detecção e Alarme PCC-2466 SISTEMAS PREDIAIS II Segurança contra Incêndio - Detecção e Alarme Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio Definição da Norma NBR 9441/98 Sistema constituído pelo conjunto de elementos planejadamente

Leia mais

SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES

SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES CAPS LOCK IMPRESSORA ATIVIDADE ESTÁVEL FUNÇÃO ESC F1 F2 F3 F4 F5 F6 F7 F8 F9 F10 F11 F12! @ # $ % / & * ( ) _ + BackSpace 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 - = TAB Q W E R T Y U I O P Enter

Leia mais

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal Ligação da rede elétrica A ligação com a rede elétrica é feita diretamente no módulo placa do carregador e conexões INC 2000, conforme a figura a seguir: Visão lateral fonte Terra (Verde 1,5 mm 2 ) Visão

Leia mais

LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 Atualizado em 13/11/06

LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 Atualizado em 13/11/06 LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 269 - TELEFONE: 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL - SP - CEP: 09530-250 Atualizado em 13/11/06 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO DO MÓDULO GUARITA HCS 2005 - Versão 4.04 Bem vindo ao guia rápido

Leia mais

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330.

BLOCKGAS. Sistema de Monitoração e Alarme de vazamento de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás SB330. Este módulo é parte integrante do sistema de detecção de gás. É composto por um circuito inteligente (microcontrolado) que recebe o sinal gerado por um sensor eletrônico de gás, processa sua calibração

Leia mais

CHANDER FIRE DO BRASIL. equipamentos de segurança

CHANDER FIRE DO BRASIL. equipamentos de segurança CHANDER FIRE DO BRASIL equipamentos de segurança www.chanderfiredobrasil.com.br SISTEMA ENDEREÇÁVEL CENTRAL ENDEREÇÁVEL DE 250 ENDEREÇOS Especificações Técnicas: - Alimentação primária: 110V ou 220V AC

Leia mais

Manual de Instruções Central de Alarme de Incêndio Convencional.

Manual de Instruções Central de Alarme de Incêndio Convencional. Manual de Instruções Central de Alarme de Incêndio Convencional. ICS 24 INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central convencional digital da ILUMAC, modelo ICS 24, este equipamento será uma excelente

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL E DO SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL E DO SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL E DO SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO A EQUIPEL assegura ao proprietário deste aparelho garantia de 01 ano contra qualquer defeito de peça ou de fabricação desde que,

Leia mais

Microterminal MT 740. Manual do Usuário - versão 1.2

Microterminal MT 740. Manual do Usuário - versão 1.2 w Microterminal MT 740 Manual do Usuário - versão 1.2 1 2 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 1 2 RECONHECENDO O MT 740 2 3 INSTALAÇÃO 3 4 FUNCIONAMENTO 4 4.1 DESCRIÇÃO DAS CONFIGURAÇÕES E DOS COMANDOS 6 4.2 COMUNICAÇÃO

Leia mais

CAE-R. Manual de Instruções. Revisão 2

CAE-R. Manual de Instruções. Revisão 2 CAE-R Manual de Instruções Revisão 2 1. INTRODUÇÃO. Parabéns pela aquisição da central endereçável da ILUMAC, linha CAE-R, este equipamento será uma excelente ferramenta na proteção e prevenção contra

Leia mais

Manual de Instalação. GPRS Universal

Manual de Instalação. GPRS Universal Manual de Instalação GPRS Universal INTRODUÇÃO O módulo GPRS Universal Pináculo é um conversor de comunicação que se conecta a qualquer painel de alarme monitorado que utilize o protocolo de comunicação

Leia mais

Central Analógica Endereçável GST200 - Manual do utilizador - MANUAL DO UTILIZADOR

Central Analógica Endereçável GST200 - Manual do utilizador - MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR 1 Índice Índice... 2 1. GST200 Estrutura e configuração do painel de controlo... 3 1.1.Descrição da estrutura interna e configuração típica... 3 1.2. Estrutura do painel frontal da

Leia mais

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT

DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT DESCRIÇÕES GERAIS SL A X 4 - MT Sua central de alarme SL AX4 - MT, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), com opções monitoráveis

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

Manual de Operação do software Configurador FIAMMA. Descrição da interface do software.

Manual de Operação do software Configurador FIAMMA. Descrição da interface do software. Manual de Operação do software Configurador FIAMMA O Configurador FIAMMA permite a fácil programação da central F-500 através de uma interface simples e fácil de operar. Requisitos: Microcomputador Pentium

Leia mais

Sentry-04M Sistema Integrado de Detecção, Alarme e Combate a Incêndio Revisão 1.0 Fevereiro de 2001

Sentry-04M Sistema Integrado de Detecção, Alarme e Combate a Incêndio Revisão 1.0 Fevereiro de 2001 Sentry-04M Sentry-04M Sistema Integrado de Detecção, Alarme e Revisão 1.0 Fevereiro de 2001 Tecnohold DT Ind. e Com. Ltda. E-mail: tecnohold@tecnohold.com.br R. Kobe, 82 Jd. Japão - São Paulo SP Fone:

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Central de Detecção e Alarme Contra Incêndio V260 Imagem Central V260 36 Laços Manual de Instalação Leia atentamente o manual antes do manuseio do equipamento ÍNDICE 1 COMANDOS E SINALIZAÇÕES DA CENTRAL

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final)

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) 1 - INTRODUÇÃO: CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) Trata-se de uma sistema de alarme de incêndio para utilização onde há somente acionadores manuais e sirenes convencionais, não

Leia mais

Manual de Operação REV 2.2 MMD1 Virtual Sistema Inteligente (VSI) VERSÃO 2.7 OPERAÇÃO

Manual de Operação REV 2.2 MMD1 Virtual Sistema Inteligente (VSI) VERSÃO 2.7 OPERAÇÃO Manual de Operação REV 2.2 MMD1 Virtual Sistema Inteligente (VSI) VERSÃO 2.7 OPERAÇÃO Parabéns! Você acaba de adquirir um produto de alta confiabilidade, projetado e construído dentro dos mais rígidos

Leia mais

INDÍCE. Revisão 6 So,ware 6.003. PÁG. 02 INTRODUÇÃO Principais Características. 2.7) Configurando o nome do endereço

INDÍCE. Revisão 6 So,ware 6.003. PÁG. 02 INTRODUÇÃO Principais Características. 2.7) Configurando o nome do endereço INDÍCE PÁG. 02 INTRODUÇÃO Principais Características PÁG. 12 2) PROGRAMAÇÃO & CONFIGURAÇÃO 2.7) Configurando o nome do endereço PÁG. 03 1) INSTALAÇÃO 1.1) Preocupações e Cuidados Básicos PÁG. 13 2) PROGRAMAÇÃO

Leia mais

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO Active 20 GPRS Rev00 23/04/2009 1- CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes;

Leia mais

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações 1 Introdução Neste manual serão apresentados os procedimentos de instalação e configuração do sistema de detecção e prevenção de incêndio GALBA V251, além de dicas que certamente agilizarão os trabalhos

Leia mais

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4 P18640 - Rev. 0 Índice Características... 3 Identificando a placa... 3 Esquema de ligação... 3 Parâmetros programados no painel de alarme... 4 Instalação do software programador... 4 Instalação do cabo

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Sistemas de Alarme de Incêndio Wireless SISTEMAS DE SEGURANÇA

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Sistemas de Alarme de Incêndio Wireless SISTEMAS DE SEGURANÇA CATÁLOGO DE PRODUTOS Sistemas de Alarme de Incêndio Wireless SISTEMAS DE SEGURANÇA 2 Deltafire Ltda. R. Pinheiro Machado, 3271 Caxias do Sul, RS Tel. 54 3204-4000 CEP 95020-172 www.deltafire.com.br Central

Leia mais

Compacta e de fácil programação possuindo:

Compacta e de fácil programação possuindo: '(6&5,d (6*(5$,66/$; Sua central de alarme 6/ ± $;, é microcontrolada, com quatro setores independentes, com fios ou sem fios (dependendo dos opcionais instalados), controle remoto e discador telefônico,

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456*)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!23456*) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456*) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035E foi especialmente projetado para

Leia mais

TECLADO VIAWEB TOUCH

TECLADO VIAWEB TOUCH TECLADO VIAWEB TOUCH GUIA DE USUÁRIO V1.0 R1.00 Julho 2013 Teclado Touch - 1 2 - Guia do Usuário Teclado VIAWEB TOUCH Sumário INDICAÇÕES DO TECLADO...3 MENU DE PROGRAMAÇÃO...4 ACESSAR MENU...5 OPÇÕES PARA

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456)75)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!23456)75) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456)75) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035 S3 foi especialmente projetado para

Leia mais

Sistemas de Detecção e Alarme Central de Alarme Multi-Loop

Sistemas de Detecção e Alarme Central de Alarme Multi-Loop Sistemas de Detecção e Alarme Central de Alarme Multi-Loop Características Gerais Painel Inteligente de Detecção, Alarme e Supressão Lógica de Inteligência Distribuída Interligação de até 255 Dispositivos

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456) 7)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!23456) 7) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!23456) 7) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035Q foi especialmente projetado para

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o para futura

Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o para futura MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Painel de alarme 10 zonas 2 PARTIÇÕES E10 Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o

Leia mais

CHANDER FIRE DO BRASIL. Equipamentos de Segurança

CHANDER FIRE DO BRASIL. Equipamentos de Segurança CHANDER FIRE DO BRASIL Equipamentos de Segurança SISTEMA ENDEREÇÁVEL: Central Endereçável Especificações Técnicas: - CENTRAL ENDEREÇÁVEL DE 250 ENDEREÇOS - Alimentação primária: 110V ou 220V AC - 60Hz

Leia mais

Central de Alarme Intelbras Modelo AMT 2010/2018

Central de Alarme Intelbras Modelo AMT 2010/2018 MANUAL DO USUÁRIO Central de Alarme Intelbras Modelo AMT 2010/2018 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e a segurança Intelbras. A central de alarme AMT 2010/2018 é compacta e de

Leia mais

DIGIPLEX-NE MANUAL EXPLICATIVO CARACTERÍTICAS E FUNÇÕES

DIGIPLEX-NE MANUAL EXPLICATIVO CARACTERÍTICAS E FUNÇÕES DIGIPLEX-NE MANUAL EXPLICATIVO CARACTERÍTICAS E FUNÇÕES INTRODUÇÃO A integridade de um sistema de segurança não esta somente na central, teclados, detectores e outros acessórios, mas na habilidade de comunicar

Leia mais

Conteúdo BIOTRONIC PLUS

Conteúdo BIOTRONIC PLUS 0 Conteúdo Manual de Instalação...3 RECURSOS DESTE RELÓGIO...5 1 - REGISTRANDO O ACESSO...7 1.1 Acesso através do sensor biométrico:...7 1.2 Acesso através de cartão de código de barras:...7 1.3 Acesso

Leia mais

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação

Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Central de Detecção de Incêndio 4 Zonas Manual de Instalação Características Quatro zonas com capacidade de teste/isolamento. Dois circuitos de alarme com possibilidade de isolamento. Fonte de alimentação

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO

MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO SISTEMA DE SEGURANÇA TERMINAL DSC INSTRUÇÕES DE USO: PARA INIBIR ZONAS (#), (*), (1), (Senha de acesso), (nº da zona: 01 a 16), a zona selecionada acende no teclado. (#) para

Leia mais

Manual de operação do Siemens OpenStage 15. Seção de Configuração SCCONFIG Departamento de Tecnologia da Informação DTI USP Versão 0.

Manual de operação do Siemens OpenStage 15. Seção de Configuração SCCONFIG Departamento de Tecnologia da Informação DTI USP Versão 0. Manual de operação do Siemens OpenStage 15 Seção de Configuração SCCONFIG Departamento de Tecnologia da Informação DTI USP Versão 0.9 São Paulo 2014 Índice 1 Informações gerais... 2 1.1 Versionamento...

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964

CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101. Versão 1.03, Agosto 2006 ERP:30303964 1 CENTRALNGSG101.DOC CENTRAL DE ALARME DE incêndio MODELO NGSG101 Manual de Instalação e de Operação INDICE 1. Generalidades 2. Especificações técnicas 3. Estrutura e configuração 3.1 Aspecto exterior

Leia mais

Plus - Manual do equipamento

Plus - Manual do equipamento Plus - Manual do equipamento Plus - Manual do equipamento SUMÁRIO 1. CUIDADOS COM O EQUIPAMENTO... 4 2. DESCRIÇÃO... 5 2.1 Dimensões... 5 2.2 Funções e Características... 5 3. INSTALAÇÃO... 6 3.1 Gabarito

Leia mais

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B

Hamtronix CONTROLE REMOTO DTMF. CRD200 - Manual de Instalação e Operação. Software V 2.0 Hardware Revisão B Hamtronix CRD200 - Manual de Instalação e Operação Software V 2.0 Hardware Revisão B INTRODUÇÃO Índice...01 Suporte On-line...01 Termo de Garantia...01 Em Caso de Problemas (RESET)...01 Descrição do Produto...02

Leia mais

!"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!234562)

!#$%&'(%)*&+$%,#-.) /-.%0%.+11'()!234562) !"#$%"&'("%)*&+$%,#-.") /-.%"0%".+11'(")!234562) Apresentação Dados técnicos Interface Homem-Máquina Descrição Funcional Apêndices 1 Apresentação O Controlador CDL035D foi especialmente projetado para

Leia mais

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos ou sistemas que se queiram supervisionar, via contatos

Leia mais

SISTEMA DE SEGURANÇA E AUTOMAÇÃO MANUAL - PAINEL DE INTERTRAVAMENTO

SISTEMA DE SEGURANÇA E AUTOMAÇÃO MANUAL - PAINEL DE INTERTRAVAMENTO SISTEMA DE SEGURANÇA E AUTOMAÇÃO MANUAL - PAINEL DE INTERTRAVAMENTO Índice PAINEL DE INTERTRAVAMENTO 2 1. Apresentação... 3 2. Características... 3 3. Equipamento... 3 4. Controladoras... 3 5. Visão Geral

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO COMPACTA KE-80 R.7

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO COMPACTA KE-80 R.7 CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO COMPACTA KE-80 R.7 Sumário: 1. ANTES DE INSTALAR 2 2. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS 2 3. INSTALAÇÃO 2 a. Normativas 2 b. Cabo 2 c. Conexão padrão 3 d. Montagem 4 e. Aterramento

Leia mais

FireNET Plus Sistema de Alarme de Incêndio Analógico

FireNET Plus Sistema de Alarme de Incêndio Analógico FireNET Plus Sistema de Alarme de Incêndio Analógico Manual de Operação PROLINE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. MANUAL DE OPERAÇÃO PORT. REV 1.0 Seção 1 Operações e programação básicas do painel frontal...4

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

05-Relogio 06-Config 07-Descricoes 08-Layout. 01-Codigo acesso 02-Funcoes 03-Parametros 04-Agenda

05-Relogio 06-Config 07-Descricoes 08-Layout. 01-Codigo acesso 02-Funcoes 03-Parametros 04-Agenda CONTROLADOR DIFERENCIAL DE TEMPERATURA PARA AQUECIMENTO SOLAR COM SENSORES E SAÍDAS CONFIGURÁVEIS Ver. ENERGYSOLV T65 DESCRIÇÃO O EnergySol plus é um controlador diferencial de temperatura para sistemas

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. STK 728U, STK 738U e STK 748. Apostila elaborada pelo. Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D

MANUAL DO USUÁRIO. STK 728U, STK 738U e STK 748. Apostila elaborada pelo. Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D MANUAL DO USUÁRIO STK 728U, STK 738U e STK 748 Apostila elaborada pelo Eng. Sergio Americano Mendes CREA-MG 29.539/D Proibida a reprodução não autorizada 2014 1 OPERANDO O SISTEMA COMO USUÁRIO Teclado

Leia mais

Guia de Instalação Rápida PLC KL320. Keylogix, abrindo portas para a automação industrial. KEYLOGIX

Guia de Instalação Rápida PLC KL320. Keylogix, abrindo portas para a automação industrial. KEYLOGIX Guia de Instalação Rápida PLC KL320 Keylogix, abrindo portas para a automação industrial. KEYLOGIX 1. Cuidados Iniciais Prezado cliente, você está recebendo o PLC KL320, um Controlador Lógico Programável,

Leia mais

POL-100. Dispositivo de diagnóstico. Manual de utilizador. Verificação do loop analógico

POL-100. Dispositivo de diagnóstico. Manual de utilizador. Verificação do loop analógico Honeywell Life Safety Iberia C/Pau Vila, 15-19 08911 BADALONA (BARCELONA) Tel.: 93 497 39 60 Fax: 93 465 86 35 www.honeywelllifesafety.es Dispositivo de diagnóstico POL-100 Verificação do loop analógico

Leia mais

SEÇÃO 06 TESTES E SUPERVISÃO...29 [ 013 ] - Modo de Teste...29 [ 028 ] - Primeiro Teste do Dia...29 [ 029 ] - Intervalo de Teste...

SEÇÃO 06 TESTES E SUPERVISÃO...29 [ 013 ] - Modo de Teste...29 [ 028 ] - Primeiro Teste do Dia...29 [ 029 ] - Intervalo de Teste... V3.5 R3.4 2 Índice INDICAÇÕES DO TECLADO...5 Escolha do local para fixação...6 Alimentação...6 Saídas programáveis (pgm e pgm2)...7 Teclado...8 Instalação das zonas...9 Linha telefônica... Modo de Programação...3

Leia mais

TECLADO VIAWEB TOUCH

TECLADO VIAWEB TOUCH TECLADO VIAWEB TOUCH Manual de Programação e Instalação V1.0 R1.09 Dezembro 2013 1 - Manual de Programação Teclado Viaweb Touch - 2 Índice Características Técnicas...7 Conectando o Teclado Touch ao sistema

Leia mais

Ambiente de Programação dos Painéis de Operação. Incon Eletrônica Ltda. Rua Alfeo Ambrogi, 735 CEP 13570-540 São Carlos SP

Ambiente de Programação dos Painéis de Operação. Incon Eletrônica Ltda. Rua Alfeo Ambrogi, 735 CEP 13570-540 São Carlos SP Ambiente de Programação dos Painéis de Operação Incon Eletrônica Ltda. Rua Alfeo Ambrogi, 735 CEP 13570-540 São Carlos SP Índice 1)Introdução...2 2)Instalação do Oppe...3 3)Descrição do OPPE...4 3.1 Selecionar

Leia mais

A senha 001 de fábrica é 151515.

A senha 001 de fábrica é 151515. 1 2 Índice PROGRAMANDO USUÁRIOS...4 MODO DE PROGRAMAÇÃO DE SENHAS:...4 COMO CADASTRAR NOVOS USUÁRIOS:... 4 COMO DESABILITAR USUÁRIOS:... 4 ATIVANDO A CENTRAL...5 ATIVAR GERAL... 5 ATIVAÇÃO RÁPIDA...5 ATIVAR

Leia mais

Central de Alarme AMT 2008 RF Intelbras Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras.

Central de Alarme AMT 2008 RF Intelbras Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras. Central de Alarme AMT 2008 RF Intelbras Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras. A central de alarme AMT 2008 RF é compacta e de fácil programação,

Leia mais

ELECTRONIC ENGINEERING LTD. Teclado OLED. Guia do Utilizador. Fevereiro 2011 Ver 1.0

ELECTRONIC ENGINEERING LTD. Teclado OLED. Guia do Utilizador. Fevereiro 2011 Ver 1.0 ELECTRONIC ENGINEERING LTD. Teclado OLED Guia do Utilizador Fevereiro 2011 Ver 1.0 Indice TECLAS DE FUNÇÃO...2 TECLAS ALFANUMÉRICAS...3 SINAIS AUDÍVEIS...3 INDICADORES...3 SUMÁRIO DE FUNÇÕES...3 COMO ARMAR

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

Teclado de Alarme STK 636 TECLADO DE ALARME STK 636. www.samtek.com.br SAMTEK

Teclado de Alarme STK 636 TECLADO DE ALARME STK 636. www.samtek.com.br SAMTEK TECLADO DE ALARME STK 636 www.samtek.com.br Agradecemos a sua preferência por nossos produtos. Nossos produtos possuem vários certificados nacionais e internacionais sendo projetados de modo a oferecer

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

Central de Alarme AMT 2008 RF Intelbras Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras.

Central de Alarme AMT 2008 RF Intelbras Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras. manual do usuário Central de Alarme AMT 2008 RF Intelbras Parabéns, você acaba de adquirir um produto desenvolvido com a qualidade e segurança Intelbras. A central de alarme AMT 2008 RF é compacta e de

Leia mais

Documento Nº 996-202-007-2. manual de utilizador

Documento Nº 996-202-007-2. manual de utilizador Documento Nº 996-202-007-2 manual de utilizador Indice 1 Introdução... 1 1.1 Avisos... 1 1.2 Modelos... 1 2 Níveis de acesso de utilizador... 2 2.1 Definição de nível... 2 2.2 Códigos de acesso... 2 3

Leia mais

Serviço Autorizado OnixSat

Serviço Autorizado OnixSat ATENÇÃO Para evitar o acionamento do bloqueio automático é importante que o motorista comunique à Trucks Control - Serviço Autorizado OnixSat antes de realizar qualquer tipo de manutenção no veículo. Recomenda-se

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 SISTEMA ZIGLOCK TCP Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria.

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Unidade Discadora Telefônica - Para Monitoramento Remoto Até 5 Números Código: AFDISC A unidade discadora telefônica para monitoramento remoto, código AFDISC é um equipamento que deve ser instalado em

Leia mais

Ness P2 Compressor Parafuso

Ness P2 Compressor Parafuso Ness P2 Compressor Parafuso Índice 1. Descritivo de Funcionamento do Compressor...3 2. Descrição das Setagens...4 2.1.Setagens de Operação de Controle do Compressor...5 2.2.Setagens do Controle de Capacidade...5

Leia mais

Controlador Programável

Controlador Programável Controlador Programável KL Indústria e Comércio de Equipamentos de Contr. Tempo Ltda. CONTEÚDO 1 - Apresentação 1 - Apresentação... 1 2 - Relógio... 1 2.1 - Aplicação... 1 2.2 - Características... 2 2.3

Leia mais

CONTROLADOR CONDAR MP3000.

CONTROLADOR CONDAR MP3000. CONTROLADOR CONDAR MP3000. O equipamento CONDAR MP3000 é um Controlador Eletrônico Microprocessado desenvolvido especificamente para automação de até três Condicionadores de Ar instalados em um mesmo ambiente

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES www.esxxi.pt Departamento Técnico Instruções de Utilização Avançadas A seguir é apresentado a descrição e significado das luzes do teclado: ALARM: Sempre que o sistema tenha gerado

Leia mais

Teclado GRAPH TECLADO GRAPH. Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.12 - FEV 2014. Teclado GRAPH - 1

Teclado GRAPH TECLADO GRAPH. Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.12 - FEV 2014. Teclado GRAPH - 1 TECLADO GRAPH Manual de Programação e Instalação V2.10 - R1.12 - FEV 2014 Teclado GRAPH - 1 2 - Manual de Programação Teclado GRAPH Índice Teclado GRAPH Características Técnicas...05 Indicações do Teclado...06

Leia mais

Painel de Controle Linha DXc

Painel de Controle Linha DXc Painel de Controle Linha DXc Sistema Endereçável Analógico DX Connexion- 2 ou 4 Laços O painel Morley-IASDX Connexionfoi concebido para ser usado na proteção de projetos da área de construção civil, associando

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

Micro Controladores Programáveis

Micro Controladores Programáveis Micro Controladores Programáveis Transformando energia em soluções Os Micro Controladores Programáveis linha Clic WEG, caracterizam-se pelo seu tamanho compacto, fácil programação e excelente custo-benefício.

Leia mais

Relógio de Ponto Hexa - HENRY

Relógio de Ponto Hexa - HENRY Relógio de Ponto Hexa - HENRY Visão Geral Equipamento Homologado pelo Ministério do Trabalho e Certificado pelo Inmetro. Trabalha com vários tipos de comunicação, tornando-se um equipamento moldável e

Leia mais

Termo de Garantia. Extinção da Garantia

Termo de Garantia. Extinção da Garantia OBS IMPORTANTE: Você esta adquirindo um produto de segurança. Verifique com o Engenheiro responsável da obra, se ele atende as necessidades para o local onde será Instalado, pois todo o equipamento de

Leia mais

TI NKT 4245 i MANUAL DO USUÁRIO

TI NKT 4245 i MANUAL DO USUÁRIO TI NKT 4245 i MANUAL DO USUÁRIO TI NKT 4245 i Terminal Inteligente Modelo TI NKT 4245 i Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e a segurança Intelbras. Este guia contém informações

Leia mais

Central Monitorada CAM 816

Central Monitorada CAM 816 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central Monitorada CAM 816 www.compatec.com.br Índice 1.Apresentação... 2.Características Gerais....Características Técnicas... 4 4.Status de Bips... 4 5.Status de Bips

Leia mais