De Débora Costa. Personagens:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "De Débora Costa. Personagens:"

Transcrição

1 De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho Marta Thamires Lima Henrique François Le Blanc Monique Le Blanc Claude Le Blanc Cecile Le Blanc Marcos Rodrigues

2 Capítulo 15 Cena 1 Mansão Gouveia Quarto de Francisco e Giane Banheiro GIUSEPPE: (fica desesperado ao ver Giane ensanguentada em meio aos cacos de vidro) Meu Deus! Minha filha! FERNANDA: (entra, olha Giane caída no chão, fica assustada, olha Francisco)... O que aconteceu?... FRANCISCO: (começa a chorar) É pouco para essa vadia! GIUSEPPE: (grita, da um soco em Francisco) Não fala assim da minha filha! FRANCISCO: (sai do banheiro). GIUSEPPE: Chama a ambulância Fernanda! Não posso colocar a mão em Giane... (começa a chorar) Depressa... Chama ajuda para a sua irmã. FERNANDA: (tremendo de nervoso, sai do banheiro). GIUSEPPE: (se ajoelha perto de Giane, chorando) Minha filha... Vai ficar tudo bem... Sala Cena 2 FRANCISCO: (desce as escadas, está chorando, nervoso). MARTA: O que aconteceu? FRANCISCO: (sai da mansão). Quarto de Fernanda Cena 3 FERNANDA: (nervosa, esta ao telefone) Rápido a minha irmã está perdendo muito sangue! (desliga o telefone, sai).

3 Cena 4 Corredor RAYSSA: Fernanda, o que aconteceu? Eu ouvi um barulho. FERNANDA: Giane está desacordada e toda ensanguentada no Box do banheiro. RAYSSA:... (olhando Fernanda) Como foi isso? FERNANDA: Não sei! Eu vou lá ficar com papai e Giane. (entra no quarto de Giane). RAYSSA: (pensativa). Apartamento de Roberto ROBERTO: (entra). Cena 5 THAMIRES: (sorri) Que bom que você voltou. ROBERTO: Eu vim pegar umas coisas. THAMIRES: Roberto... Eu sei que errei... Mas estou arrependida. ROBERTO: (olha Thamires) Vamos deixar isso pra lá, não toque mais nesse assunto... Afinal o que você quer? Para que veio atrás de mim? THAMIRES: (olha Roberto) Eu preciso de dinheiro... E só você pode me ajudar. ROBERTO: Eu pago quanto for para ficar livre de você, depois vemos isso, agora eu preciso pegar umas coisas e ir para o hospital. THAMIRES: A essa hora? ROBERTO: Eu sou médico, e hoje é meu plantão. (entra no quarto). THAMIRES: (sorri) Idiota... (se senta, pega uma revista, começa a folhear, para em uma página, vê uma foto de Fernanda e Marcos) Olha só... Essa não é a namorada de Roberto?... Ma aqui diz que ela é noiva... Preciso verificar isso.

4 Cena 6 Casa de Amelie AMELIE: (vai atender a campainha, está sonolenta, abre a porta). FRANCISCO: (entra, está nervoso). AMELIE: Francisco! O que aconteceu? FRANCISCO: (abraça Amelie, chorando) Me ajuda Amelie. AMELIE: Claro que ajudo... O que foi? Você foi assaltado? FRANCISCO: (olha Amelie) Giane... Além de me trair... Ela tirou dois filhos meu... Aquela vadia... Fez isso comigo... (chora muito abraça Amelie). AMELIE: (abraça Francisco, fecha os olhos) Estou aqui com você. FRANCISCO: (olha muito Amelie) Eu acho que matei Giane. AMELIE: (abraça Francisco sorri) Se você fez isso foi porque ela mereceu. Delegacia Cena 7 SÉRGIO: (esta em uma cela, sentado no chão, pensativo)... Como eu vou sair daqui?... DELEGADO: (se aproxima) Sérgio, você tem visita. SÉRGIO: (se levanta). JOSÉ: (se aproxima) Como você está meu filho? DELEGADO: (sai). SÉRGIO: Como você acha que eu estou? Péssimo! Eu não roubei nada! JOSÉ: Fica calmo filho, eu vou falar com seu Giuseppe amanhã. SÉRGIO: Não... É melhor o senhor procurar a dona Giane... Só ela vai me ajudar. JOSÉ: Você tem certeza?

5 SÉRGIO: Tenho... Só ela vai me tirar desse lugar. Mais Tarde Hospital Sala de Espera Cena 8 FERNANDA: (esta nervosa, preocupada). ROBERTO: (se aproxima) Fernanda, me disseram que sua irmã sofreu um acidente. FERNANDA: (abraça Roberto) Roberto... Giane está muito mal... Ela perdeu muito sangue. ROBERTO: Calma... (faz carinho em Fernanda) Você está sozinha? FERNANDA: Não, meu pai está aqui, mas ele foi junto com os médicos, (olha Roberto) Você pode ir ver como ela está? ROBERTO: Claro, eu vou lá ver e te falo, agora fique calma. (abraça Fernanda). FERNANDA: (abraçada chora). MARCOS: (se aproxima) Estou atrapalhando alguma coisa? FERNANDA: (olha Marcos se afasta de Roberto) Não comece... Roberto trabalha aqui e veio me ver só isso. MARCOS: Agora já pode ir doutorzinho, eu cuido de minha noiva. ROBERTO: (olha Fernanda) Eu ver como sua irmã está e já volto. (sai). MARCOS: Atrevido esse sujeito. FERNANDA: (se senta chorando) Para com isso... Eu estou muito preocupada com Giane. MARCOS: (se senta ao lado de Fernanda, a abraça) Tem razão meu amor, você não soube de nada? FERNANDA: Não...

6 MARCOS: E Francisco? FERNANDA: Sumiu... É até melhor que ele fique longe. MARCOS: O que será que aconteceu para ele fazer isso?... No dia Seguinte Apartamento de Amon Cena 9 AMON: (está tomando café da manhã com Catarina) Eu estou louco para saber o que aconteceu quando Francisco descobriu sobre Sérgio. CATARINA: Já era para Amelie ou Rayssa terem dado notícias querido. AMON: Eu não posso ligar pra elas porque pode ser perigoso, não sei com quem elas irão estar. CATARINA: Se você quiser eu posso ir até a casa do Giuseppe. AMON: (o celular toca, ele pega o aparelho olha) É Amelie... (atende) Novidades? AMELIE: (fala baixo) Sim, Francisco está na minha casa, ele está dormindo. AMON: (sorri) Nossa como evoluímos. AMELIE: Você não faz ideia do que ele fez... Francisco levou Giane para uma casa velha e lá ele mostrou fotos e vídeos dela com Sérgio, ela tentou negar mesmo assim ele bateu nela. AMON: (fica com raiva) Mas que infeliz! Ele exagerou! AMELIE: Ele fez mais... Depois para ele parar de bater nela, Giane disse que estava grávida, então ele deixou ela lá nua, porque ele tinha rasgado as roupas dela, e foi se encontrar com o detetive que contou a Francisco que Giane não pode ter filhos porque ela teve uma complicação no segundo aborto... (sorri). AMON:... (fica em silencio uns segundos)... Nem eu sabia disso.

7 AMELIE: Amon... Francisco foi pra casa depois, pegou Giane que estava tomando banho e a jogou no vidro do Box. AMON: (desliga o celular, se levanta, preocupado). CATARINA: O que foi meu filho? AMON: Giane... Aquele desgraçado tentou matar Giane! (sai). Hospital Sala de Espera Cena 10 GIUSEPPE: (se aproxima de Fernanda, está abatido). FERNANDA: Como está Giane papai? GIUSEPPE:... Giane perdeu muito sangue... Ela vai precisar de doadores... FERNANDA: E os cortes? Foram profundos? GIUSEPPE: A maioria foi superficial... Alguns cacos entraram nela mas vão retirar... Mais nada que possa tirar a vida dela... FERNANDA: (acaricia o rosto de Giuseppe) Você precisa ir para a casa... Descansar um pouco... Eu fico aqui. GIUSEPPE: De jeito nenhum, você que precisa ir, eu vou ficar aqui com Giane. FERNANDA: Você conseguiu entrar para vê-la? GIUSEPPE: Roberto pediu permissão... (fecha os olhos) Giane está toda cortada... Foi triste ver a minha filha assim... (chora). FERNANDA: (abraça Giuseppe) Ela está fora de perigo papai, não fica assim... GIUSEPPE: Eu só queria uma coisa agora... Falar com Francisco. FERNANDA: De jeito nenhum, os dois se exaltariam e não terminaria bem.

8 GIUSEPPE: Vai para a casa minha filha... Eu fico aqui, você precisa do seu remédio. FERNANDA: Eu não vou te deixar aqui sozinho. MARCOS: Eu fico com Giuseppe, se alguma coisa acontecer eu te ligo. FERNANDA: Está bem... Eu volto logo... (beija a testa de Giuseppe) Te amo. GIUSEPPE: Eu também te amo. FERNANDA: (beija Marcos) Já volto meu amor. (sai). MÉDICO: (se aproxima) Seu Giuseppe, Giane acordou e está um pouco agitada, o senhor gostaria de entrar e falar com ela? GIUSEPPE: Claro! (vai com o médico). Quarto de Giane GIANE: (esta deitada na cama, alguns aparelhos ligados ao seu corpo, cabeça e rosto com faixas). GIUSEPPE: (se aproxima, segura a mão dela) Giane... GIANE: (olha Giuseppe, fala com dificuldade) Papai... GIUSEPPE: (sorri para Giane) Estou aqui meu amor... Cuidando de você. GIANE: (falando com dificuldade) Eu quero... Ver Sérgio... Ele está ai?... GIUSEPPE: Não meu amor... Nós ainda não contamos nada a ninguém... GIANE: (fecha os olhos) Francisco... Aquele fracassado... Vai me pagar... GIUSEPPE: Fica calma Giane... Você vai ficar boa logo. GIANE: (olha Giuseppe) Papai... Você viu o meu corpo?... Estou muito machucada? GIUSEPPE: Não vi... Está tudo muito recente Giane... GIANE: Eu... Estou feia? GIUSEPPE: (sorri) Isso nunca meu amor. (beija a testa de Giane)... Daqui uns dias você se livra de tudo isso.

9 GIANE: (fecha os olhos). Cena 11 Mansão Gouveia FERNANDA: (entra). MARTA: (se aproxima) Oi menina, como está Giane? FERNANDA: Fora de perigo, eu ainda não falei com ela. MARTA: Ainda bem que ela está fora de perigo... Menina tem uma moça te esperando no jardim. FERNANDA: Que moça? MARTA: O nome dela é Thamires, ela me disse que é amiga do doutor e que tinha um recado para você. FERNANDA:... Essa mulher não poderia estar aqui Marta... Eu vou até lá. Jardim Cena 12 THAMIRES: (está olhando a mansão). FERNANDA: (se aproxima) O que você está fazendo aqui? THAMIRES: (sorri) Se eu fosse você mudaria o jeito de falar... Eu já sei tudo sobre você... FERNANDA: Nem eu mesma sei tudo sobre mim, às vezes faço coisas que me surpreendo. THAMIRES: (sorri) Você é amante do Roberto. FERNANDA: Cala essa boca! Roberto e eu somos amigos, eu inventei que era namorada dele para você deixa-lo em paz. THAMIRES: Acontece que Roberto é meu... Eu preciso dele e você não vai me atrapalhar ou então eu conto tudo para seu noivo. FERNANDA: Sai da minha casa.

10 THAMIRES: (sorri) Já disse o que queria... Cuidado comigo Fernanda... Fica longe do Roberto. (sai). FERNANDA: Era só isso que me faltava... Mais Tarde Delegacia Cela de Sérgio Cena 13 SÉRGIO: (esta em pé, encostado na grade). DELEGADO: Você tem sorte rapaz, pagaram a sua fiança. SÉRGIO: (fica feliz, sorri) Eu sabia! Giane está me esperando? DELEGADO: Que Giane? (abre a cela) Não tem mulher nenhuma aqui, vem comigo. SÉRGIO: (vai com o delegado). Sala GIUSEPPE: (esta esperando Sérgio). Cena 14 SÉRGIO: (entra, olha Giuseppe) O senhor... DELEGADO: (sai). GIUSEPPE: Eu preciso falar com você antes de te deixar se aproximar da minha filha. Hospital Quarto de Giane GIANE: (esta dormindo). Cena 15 AMON: (entra, se aproxima de Giane) Giane...

11 GIANE: (abre os olhos, olha Amon, fala com dificuldade)... Veio rir de mim?... AMON: (segura a mão de Giane) Não... Eu fiquei preocupado com você. GIANE: Aquele corno... Me jogou sem dó... No vidro do Box... AMON: Eu soube... Lamento muito meu amor. GIANE: (olha Amon) Você... Faria tudo por mim... Não é? AMON: Você sabe que sim Giane. GIANE: Até matar?... AMON: (olhando Giane) Até matar, é só você mandar. GIANE: (sorri um pouco) É bom ouvir isso... Meu querido... Agora é melhor você ir... Papai não deve demorar... AMON: Eu volto para te ver mais tarde. (sorri, dá um selinho em Giane, a olha muito) Eu te amo. GIANE: Também... AMON: (sai). GIANE: (fica séria)... É bom ter um cão de guarda... Delegacia Cena 16 SÉRGIO: Seu Giuseppe... Eu amo a Giane de verdade, não é um casinho que temos, é algo forte, real. GIUSEPPE: É bom ouvir isso... (olha Sérgio) A minha filha está precisando muito de você... Francisco descobriu tudo. SÉRGIO: (preocupado) E como ele reagiu? GIUSEPPE: Ele... tentou matar Giane. SÉRGIO: (fica nervoso) Eu quero ver ela! Como ela está? GIUSEPPE: Eu vou te levar ao hospital... Mas antes eu quero que você saiba de uma coisa... Não vou deixar que você use a minha filha, entendeu?

12 SÉRGIO: Se eu fosse usar alguém para ter as coisas que desejo ficaria com Rayssa que tem o mesmo dinheiro que Giane e é solteira... Eu amo a Giane e quero vê-la! Por favor... GIUSEPPE: Está bem, vou te deixar no hospital com ela, vou para a casa me arrumar e depois volto. SÉRGIO: Vamos e... Obrigado por pagar a minha fiança. Casa de Amelie FRANCISCO: Será que ela morreu? Cena 17 AMELIE: Não sei, eu não falei com seu Giuseppe hoje. FRANCISCO: Então liga pra ele e pergunta. AMELIE: (olha Francisco) E... O que o senhor deseja? Que ela tenha sobrevivido ou morrido? FRANCISCO: Morrido! Essa ordinária não merece viver! AMELIE: Eu vou ligar para o seu Giuseppe. FRANCISCO: E se ela não morreu... Eu vou até lá... Vou terminar o que comecei. Mais Tarde Hospital Cena 18 FERNANDA: (se aproxima de Roberto) Doutor... Eu trouxe a chave do apartamento do meu pai. (entrega á Roberto). ROBERTO: (sorri, pega a chave) Obrigado Fernanda, eu tenho que tirar a Amelie do meu caminho. FERNANDA: Ela já sabe quem eu sou, foi até a minha casa e me ameaçou... Sabe eu não entendo... O que um homem como você, viu em Thamires. ROBERTO: Um homem como eu?... Como você descreveria isso...

13 FERNANDA: Você é um homem especial... (sorri) Tem vida nesse seu sorriso lindo, seus olhos brilham quando você está feliz... Você é generoso, lindo, educado... É um bom homem doutor. ROBERTO: (olhando Fernanda) Obrigado, ouvir isso de você que eu amo... Vale muito. FERNANDA:... Você disse que... Me ama? ROBERTO: (se aproximando de Fernanda) Eu amo você... (beija Fernanda). FERNANDA: (beijando Roberto, o olha sorri)... Não faça isso... ROBERTO: O que? (sorri). FERNANDA: Me beijar em público... ROBERTO: Então vou te beijar onde ninguém nos veja... Hoje á noite... No apartamento do seu pai. FERNANDA: (pensativa, olhando Roberto)... Não vou poder ir... ROBERTO: (a olha muito) Eu prometo em portar bem... Por favor... Me dá uma chance Fernanda... Me deixa ficar perto de você sem ninguém para atrapalhar... Eu preciso muito de você. FERNANDA:... Está bem... Eu vou, mas depois não me peça mais que eu vá te visitar. ROBERTO: (sorri) Obrigado!... Até mais tarde Fernanda. (se afasta). FERNANDA: (pensativa) Fernanda... Aonde você está se metendo... Quarto de Giane GIANE: (esta dormindo). Cena 19 SÉRGIO: (entra, se aproxima de Giane, vê os cortes no braço dela, o rosto e a cabeça enfaixados, as lágrimas escorrem). GIANE: (acorda, olha Sérgio, sorri um pouco, fala com dificuldade) Meu amor... Que bom que você veio...

14 SÉRGIO: (enxuga as lágrimas, beija a mão de Giane) Por que eu não viria te ver meu amor? GIANE: Você demorou... SÉRGIO: Eu não sabia do que tinha te acontecido... Você não sabe o tamanho do ódio que estou de Francisco... GIANE:... Aposto que não é maior do que o meu ódio... SÉRGIO: Eu vou quebrar ele todo... GIANE: Não... Você não... Não suje suas mãos com ele... FRANCISCO: (entra no quarto, olha Sérgio e Giane com raiva) Que cena mais patética... O amante pobre bajulando a vadia rica.

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília:

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Gabriele Fernanda Cordeiro Barbosa Um amor inacabado Você sente algo por ela sim. Vai falar com ela! Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Vamos, Ceci, vai lá falar

Leia mais

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz por Lisandro Gaertner Creative Commons lgaertner@gmail.com Atribuição-Uso lisandrogaertner.net Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License INT. NOITE

Leia mais

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO

De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA ABNER MONTENEGRO ALINE BUENO GUSTAVO MALDONADO KAREN BUENO CAETANO BUENO OLIVIA DINIZ MURILO BUENO CELINE MALDONADO RAMON MALDONADO ANGÉLICA

Leia mais

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz 2 Autor: Vanessa Sueroz Publicação: Novembro/2013 Edição: 1 ISBN: 0 Categoria: Livro nacional Romance Juvenil Designer: Rodrigo Vilela Leitora Crítica: Ka Alencar Disponível para Prévia do livro Contato:

Leia mais

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI PROCURA-SE UMA VIÚVA Por CARLA GIFFONI BN 010.350 carlagiffoni@yahoo.com.br http://recantodasletras.com.br /autores/carlagiffoni 1- CORREDOR DA CAPELA MORTUÁRIA - INT - DIA Matilde e Donana, duas senhoras

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA Personagens: NARRADORA: ROMEU: JULIETA: MERCUTIO: FREI LOURENÇO: CAPULETO (Pai de Julieta): SENHORA CAPULETO (Mãe de Julieta): CARLOTA (Irmã de Julieta): AMA

Leia mais

A namorada vaidosa. Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho

A namorada vaidosa. Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho A namorada vaidosa Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho Quando a peça se inicia, Julinho está deitado no sofá, totalmente coberto e imóvel. Entram Clarisse e Teresa. Estou furiosa, Teresa! Fu-ri-o-sa!

Leia mais

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso.

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso. Bruno D. Vieira 8 Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção ao consultório da psicóloga, a única coisa que passava em sua mente eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora

Leia mais

1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO.

1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO. 1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO. CENA 1/CASA DA /NOITE Dizia a lenda que em todo dia 1 de abril aparecia um espírito do mal que aterrorizava

Leia mais

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira Ela não merecia Por Stoff Vieira (63)9211-3384 CENA 01. INT. QUARTO DE ANDRÉ. DIA Uma garrafa de vodka e um copo no chão. André deitado em uma cama velha bagunçada, ele acorda se espreguiça, coloca a mão

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá.

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. Sozinha Em Casa. Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. 1.SOZINHA EM CASA: Em Uma Pequena Villa Avia Garota Chamada Eduarda

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Camilla Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues Roberto

Leia mais

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor.

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. 9 O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. Dedico esta obra à minha Família, em especial aos meus sobrinhos Gabriel, Lidiane, Flaviane, Viviane, Caroline,

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

A NOIVA. André Calazans

A NOIVA. André Calazans A NOIVA André Calazans - É, meu filho, sua velha mãe não tem como evitar. Você, meu único filho que me ficou, vai casar. Logo você, meu caçula, com aquela jararaca... - Mãe, por favor... - Deixa disso,

Leia mais

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos Lauda 01 Take 1: Câmera pega Seu Carmelo (Chefe) de Costas enquanto ele caminha em direção à sala das secretárias, nas laterais podemos perceber todo ambiente de uma grande empresa (05 Take 2: Vemos a

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro O Rei de Raiden City vai ter um filho! Todos estão eufóricos, só que o filho mais velho do rei Jonas e a outra esposa do rei que sobretudo e a mãe de Jonas, que se chama Sátina,

Leia mais

Dicas Crie um estilo pessoal

Dicas Crie um estilo pessoal Introdução Esse mini ebook foi feito especialmente para você que deseja conquistar lindas mulheres. Nas próximas páginas será compartilhado dicas práticas para que você conquiste mulheres de forma mais

Leia mais

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas.

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. DIÁLOGOS: 00.01.32 MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez. 00.02.02 JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. 00.02.03 MADAME SILMARA - Não? 00.02.04 JOANA -Não. A senhora

Leia mais

o casamento do fazendeiro

o casamento do fazendeiro o casamento do fazendeiro ERA uma fez um fazendeiro que ele sempre dia mania de ir na cidade compra coisas mais ele tinha mania de ir sempre de manha cedo um dia ele acordou se arrumou e foi pra cidade,

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito

José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito José Sidinei Rodrigues Dias e João Vittor Rodrigues Brito As Aventuras de Derry Pirce Derry Pirse é um adolescente órfão que mora com o tio porque os pais morreram em um incêndio onde tiveram 12 mortos

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

Brincando na água com segurança

Brincando na água com segurança CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Brincando na água com segurança Em caso de Emergência 193 NOSSA! COMO VOCÊS ESTÃO FELIZES! FOI O PRESENTE QUE VOCÊ GANHOU

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ Filho está na hora de ir à igreja, vamos! Você já leu sua Bíblia hoje? Então, vamos logo. FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ 24.14-16 Talvez você também vá à igreja ou leia a Bíblia porque sua mãe (ou alguém outro)

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

SOE - Serviço de Orientação Educacional

SOE - Serviço de Orientação Educacional SOE - Serviço de Orientação Educacional Projeto Aprendendo a Ser para Aprender a Conviver Tema: Amizade e Conflito 3º AT Marise Miranda Gomes - Orientadora Educacional - Psicopedagoga Clínica e Institucional

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Camilla Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues Roberto

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais

O começo da história

O começo da história O começo da história Fotografia: Anastácia de Moura Leonardo Koury Martins O começo da história Todos nós temos um começo, um início, uma primeira vez. O importante é que desde este primeiro passo, possamos

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO:

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO: Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção Capítulo 009 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO: ANDRESSA ANDRESSA FERNANDO JORGE MARIANA MARIA CAMILLA MARIA CLARA PEDRO

Leia mais

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas?

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas? Êta bicho curioso! Oi! Tem uma coisa engraçada acontecendo comigo: estou super curioso sobre tudo. Minha mãe que anda louca comigo pois não paro de perguntar o porquê de tudo...mas olha só quanta coisa

Leia mais

"A HORA DO SIM" Roteiro de. Deborah Zaniolli

A HORA DO SIM Roteiro de. Deborah Zaniolli "A HORA DO SIM" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.709 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "A HORA

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O FILHO PRÓDIGO

Bíblia para crianças. apresenta O FILHO PRÓDIGO Bíblia para crianças apresenta O FILHO PRÓDIGO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

Prólogo. Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor.

Prólogo. Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor. Prólogo Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor. Em uma fazenda de gado; Afastada, a uns 15 km de uma pequena cidade. Nasce uma menina. Ela veio ao mundo, dando muito trabalho,

Leia mais

Nota do editor. Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos

Nota do editor. Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos Nota do editor Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos desgastes da rotina conjugal, os relacionamentos amorosos sempre forneceram um vasto material de inspiração para Luis Fernando

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

- Meu Deus! Elas estão mortas... ele ainda tá vivo e matou todas elas. - Covarde desgraçado. Elas não te fizeram nada.

- Meu Deus! Elas estão mortas... ele ainda tá vivo e matou todas elas. - Covarde desgraçado. Elas não te fizeram nada. Invasão JJ dormiu toda a noite de domingo para segunda e segunda o dia todo. Quando acordou na noite de segunda, ligou para sua mãe para saber como ela estava. Ela disse que estava bem, pediu desculpas

Leia mais

História de marione drogada

História de marione drogada História de marione drogada INTODUÇÃO: Essa história é de uma adolesente que conviveu com nosco a bastante tempo espero que gostem já que me ajudaram a dar os primeiros contos... Marione: Filha única de

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

Oi muito trabalho e o beija flor Henrique e Juliano Part de um amigo meu que tem que ser meio complicado pra mim é o que paresce que não vai dar

Oi muito trabalho e o beija flor Henrique e Juliano Part de um amigo meu que tem que ser meio complicado pra mim é o que paresce que não vai dar Eu desajeitado Oi muito trabalho e o beija flor Henrique e Juliano Part de um amigo meu que tem que ser meio complicado pra mim é o que paresce que não vai dar certo se ele tá impondo muita ele n tá respeitando

Leia mais

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho.

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. ÍTULO 1 Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. Julinho sussurrou. Vou pensar no teu caso respondi -lhe,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 1. NOME: 2. DITADO DE UMA LISTA DE PALAVRAS

LÍNGUA PORTUGUESA 1. NOME: 2. DITADO DE UMA LISTA DE PALAVRAS LÍNGUA PORTUGUESA 1. NOME: 2. DITADO DE UMA LISTA DE PALAVRAS A PROFESSORA DA 2ª SÉRIE ESCREVEU UMA LISTA DE MATERIAIS QUE OS ALUNOS PRECISAM LEVAR PARA A ESCOLA: 3. ESCRITA DE UM TRECHO DE UMA CANTIGA

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Tudo no hospital ia na mais perfeita calma. E o movimento era o de sempre pelos corredores: crianças fazendo exames, mães

Leia mais

O VERDADEIRO NATAL Base bíblica: Lucas 2:1-20

O VERDADEIRO NATAL Base bíblica: Lucas 2:1-20 O VERDADEIRO NATAL Base bíblica: Lucas 2:1-20 Texto Para decorar: "Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Lc 2:11 Objetivo: Levar a criança a conhecer o verdadeiro

Leia mais

José. Anésio Rodrigues

José. Anésio Rodrigues José Anésio Rodrigues 37:5-11 Certo dia, José teve um sonho. Quando o contou aos irmãos, eles passaram a odiá-lo ainda mais. Ele disse: Ouçam o sonho que eu tive. 37:5-11 Estávamos todos nós no campo,

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

TEATRO, COISA SÉRIA! Palavras-Chaves: Arte/Educação, teatro, experiência escolar.

TEATRO, COISA SÉRIA! Palavras-Chaves: Arte/Educação, teatro, experiência escolar. 1 UNEB - UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO - CAMPUS XII TEATRO, COISA SÉRIA! Ana Cláudia de Oliveira Freitas UNEB Palavras-Chaves: Arte/Educação, teatro, experiência escolar. Este

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM:

ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: CENA 1 COLAGEM DE IMAGENS SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO - Carreta descendo

Leia mais

Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09)

Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09) Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09) CENA 01 INT/DIA ônibus Uma mulher morena, cabelos longos, aparenta ter uns

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume III 05 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME III (05 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL 2012

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

20 Dicas Eficazes Para Dirigir Sem Medo Que Você Pode Aplicar Ainda Hoje.

20 Dicas Eficazes Para Dirigir Sem Medo Que Você Pode Aplicar Ainda Hoje. 20 Dicas Eficazes Para Dirigir Sem Medo Que Você Pode Aplicar Ainda Hoje. Agradecimento Quero agradecer pelo seu interesse no meu ebook. Vamos juntos te levar até o seu objetivo. Uma Excelente Leitura!

Leia mais

Rio de Janeiro, Subúrbio.

Rio de Janeiro, Subúrbio. Rio de Janeiro, Subúrbio. No subúrbio, a correria era total, caixotes eram revirados, alimentos jogados por todos os lados. Um fugitivo corria da polícia com pressa, assustada estava Helena, que tinha

Leia mais

Cânticos de Acolhimento

Cânticos de Acolhimento 13 JUNTO AO MAR Junto ao mar, eu ouvi hoje, Senhor, Tua voz que me chamou e me pediu que me entregasse a meu irmão. Essa voz me transformou, a minha vida ela mudou e só penso agora, Senhor, em repetir-te:

Leia mais

Doido pelo Rio. Transcrição em Português. Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest.

Doido pelo Rio. Transcrição em Português. Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest. Doido pelo Rio Transcrição em Português Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest. É a primeira vez que tu vem? Não, não, eu vem muitas vezes. Ah, é mesmo?

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas doloridas, mas permanece atento a tudo o que acontece: ele é

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

1 von :36

1 von :36 1 von 22 24.05.2006 16:36 2 von 22 24.05.2006 16:36 Era uma vez, numa aldeia pequenina, uma menininha linda como uma flor; sua mãe gostava muito dela, e sua vovozinha ainda mais. 3 von 22 24.05.2006 16:36

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

A vida por trás das redes sociais

A vida por trás das redes sociais A vida por trás das redes sociais Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes socias #Embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais Breno Amorim,Caio Christovam

Leia mais

Os Principais Tipos de Objeções

Os Principais Tipos de Objeções Os Principais Tipos de Objeções Eu não sou como você" Você tem razão, eu não estou procurando por pessoas que sejam como eu. Sou boa no que faço porque gosto de mim como eu sou. Você vai ser boa no que

Leia mais

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique CRISÁLIDA Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante Vanessa Monique 1 Dedicatória. À Deus Todo Poderoso que me presenteou com o dom de escrever à e todos que algum dia e de alguma forma me incentivaram

Leia mais

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

TEIA. Mulher arruma mesa para o chá da tarde. A campainha toca. Ela atende, Outra entra. Olham-se em silêncio, se abraçam.

TEIA. Mulher arruma mesa para o chá da tarde. A campainha toca. Ela atende, Outra entra. Olham-se em silêncio, se abraçam. 1 TEIA Texto de Douglas Daronco Personagens: arruma mesa para o chá da tarde. A campainha toca. Ela atende, entra. Olham-se em silêncio, se abraçam. Que bom que você veio. Senti tanto sua falta! Eu também.

Leia mais

Anjo da Guarda e a Luz Noturna

Anjo da Guarda e a Luz Noturna O Anjo da Guarda e a Luz Noturna Papai, tenho mesmo que ir dormir agora? perguntou Telmo. Acho que já teve histórias suficientes por uma noite disse o pai. Por favor, papai. Só mais uma história suplicou

Leia mais

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio (Baseado no livro A Droga da Obediência) Editora Matheuslândia Depois do mistério da Droga da Obediência, os Karas já estavam prontos para uma nova aventura.

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande historia de terror O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande lençol negro, o que despertava a minha

Leia mais