De Débora Costa. Personagens:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "De Débora Costa. Personagens:"

Transcrição

1 De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho Marta Thamires Lima Henrique François Le Blanc Monique Le Blanc Claude Le Blanc Cecile Le Blanc Marcos Rodrigues

2 Capítulo 17 (Último da primeira temporada) Cena 1 Mansão Gouveia Quarto de Fernanda FERNANDA: (está escolhendo um vestido). GIANE: (entra) Eu quero falar com você. FERNANDA: Se for sobre o seu casinho com esse rapaz perdeu seu tempo. GIANE: (vai até Fernanda, tira o vestido da mão dela, a olha) Por favor Fernanda... Eu preciso falar com você. FERNANDA: Está bem, mas não demora porque tenho que me arrumar. GIANE: O que você tem contra Sérgio? FERNANDA: (olha Giane) Ele não é pra você. GIANE: Por que ele é pobre? FERNANDA: Também, não sei como você que sempre soube escolher suas companhias foi se envolver com o empregado do seu marido. GIANE: Fernanda... Com Sérgio não importa se ele é rico ou pobre... (olha muito Fernanda) Ele me faz bem... Me faz sentir viva... Feliz... Como há muito tempo não me sentia. FERNANDA:... Olha Giane, nem sei porque você está aqui, nada do que eu te falar vai te impedir de nada, você faz aquilo que quiser. GIANE: Eu não quero brigar com você... Você e eu sempre fomos unidas e é importante ter você ao meu lado. FERNANDA: Você ama mesmo esse rapaz? GIANE: Amo! Não é só cama, diversão... É amor de verdade Fernanda.

3 FERNANDA: (olha Giane) Eu... Não gosto dele... Mas se você está feliz... Depois de tudo que você passou... Não vou mais reclamar com você por ele, mas eu ainda não quero ele andando por essa casa. GIANE: (sorri, abraça Fernanda) Obrigada... (a olha) Eu sei que vocês ainda vão se dar muito bem, Sérgio é inteligente e vai te conquistar através do trabalho dele, afinal você sempre reconhece um bom profissional. FERNANDA: (sorri) Vamos ver... GIANE: (olha Fernanda, sorri) Aonde você vai com Marcos? FERNANDA: Eu não vou sair com Marcos... Vou á um jantar de negócios. GIANE: (olhando Fernanda) Sei... Isso você contou pra ele, agora para mim você pode falar a verdade. (sorri). FERNANDA: (olhando Giane)... Se eu não contar para alguém vou explodir!... Eu vou jantar sim, mas com Roberto... GIANE: Aquele médico lindo de olhos claros? FERNANDA:É... Ele está morando no apartamento de papai até ele conseguir um... GIANE: (sorri) Que mais?... FERNANDA: Eu... Estou com ele já faz um tempo... Eu não consigo terminar com ele... GIANE: Você quer isso? FERNANDA: Quero, eu nem devia ter começado nada. GIANE: Mas se você começou é porque alguma coisa você senti por ele. FERNANDA: Sinto... Roberto é um homem especial... (sorri) Doce, gentil... Me diz coisas lindas... Mas Giane... O que sinto por Marcos é maior... Eu amo Marcos. GIANE: Quer um conselho meu?... Fique com os dois. FERNANDA: Como se fosse fácil... Toda vez que Marcos olha nos meus olhos e diz que me ama, me dói o coração... Eu estou traindo ele... Mas hoje eu resolvo isso, hoje eu termino com o doutor.

4 Cena 2 Casa de Amon RAYSSA: (entra) Tia Catarina está aqui? AMON: Ela foi ao shopping mas volta daqui a pouco. RAYSSA: Eu vou esperar ela. AMON: Aconteceu alguma coisa? RAYSSA: (olha Amon) Aconteceu... A sua querida Giane voltou para a casa e ela ganhou de papai total liberdade para ficar com Sérgio. AMON:Mas... Ela ainda está com Sérgio? RAYSSA: Está e naquela casa eu não fico mais... Vou ir para a Itália junto com a sua mãe. AMON: Giane... Ou ela está enganando Sérgio ou enganando a mim... RAYSSA: Claro que é você, porque ela está gostando de Sérgio e não vai deixar ele tão cedo. AMON:... Eu não entendo Giane... Por que ela voltou comigo? RAYSSA: Não sei e nem quero saber, por mim que se dane!... Nunca mais quero olhar para a cara dela. AMON: Ela vai ter que se explicar... A amo muito mas me fazer de palhaço ela não vai. Á Noite Apartamento de Giuseppe FERNANDA: (entra). Cena 3 ROBERTO: (sorri, olha Fernanda) Você está linda meu amor. (beija Fernanda). FERNANDA: (beija Roberto, se afasta) Obrigada... Roberto... Eu preciso te falar uma coisa...

5 ROBERTO: (olhando Fernanda) O que?... FERNANDA: Não posso mais ficar com você... Eu não estou conseguindo lidar com essa situação... Não tenho estrutura emocional para ficar com você e Marcos ao mesmo tempo. ROBERTO: Não fala isso... Você é a única coisa boa na minha vida. FERNANDA: Para com isso Roberto... Assim tudo fica mais difícil... ROBERTO: (as lagrimas escorrem) Por favor Fernanda (a abraça forte) Não me deixa... Eu não me importo em ser o outro... Só me deixa ficar com você. FERNANDA: (abraçada com Roberto, fica com vontade de chorar) Acredite... Se eu pudesse... Eu ficaria com você. ROBERTO: (se senta, começa a chorar). FERNANDA: (não sabe o que fazer se senta ao lado de Roberto) Não fica assim... Roberto eu gosto de você e por isso não posso ser egoísta, você tem que encontrar uma pessoa que fique só com você. ROBERTO: (olha Fernanda) Mas eu não quero outra pessoa... É você que eu amo Fernanda... Só você. (beija Fernanda). FERNANDA: (beijando Roberto, o olha muito) Doutor... Não posso te ver assim... (acaricia o rosto dele) Está bem... Vamos continuar assim... Mas eu não sei quanto tempo vou aguentar. ROBERTO: Eu te ajudo meu amor... (beija Fernanda). Apartamento de Marcos Sala Cena 4 MARCOS: (esta sentado, olhando a chave do apartamento de Giuseppe sobre a mesa). VÂNIA: (se aproxima) Meu filho, você passou o dia olhando essa chave por quê? MARCOS: Me deixa em paz mamãe...

6 VÂNIA: Essa chave é de onde? MARCOS: (se levanta, pega a chave) É chave que vai mudar muita coisa na minha vida... Dependendo o que vou ver quando abrir a porta com ela. (sai). Casa de Amelie Sala Cena 5 AMELIE: (a campainha toca, vai abrir a porta). GIANE: (entra) Eu quero falar com Francisco. AMELIE: Mas é muita cara de pau vir aqui! GIANE: Vai chamar Francisco. AMELIE: Não! Ele está muito mal por sua causa. GIANE: Eu preciso falar com ele e se você não for chama-lo eu vou entrar e procurar por ele. AMELIE: Giane sai da minha casa agora. GIANE: Se eu sair você sai da minha empresa. AMELIE:... Você não pode falar com Francisco e deixa-lo pior, e se ele te agredir eu não vou mover um dedo para te ajudar. GIANE: Que seja, eu quero falar com ele, você vai chama-lo sim ou não? AMELIE: Ele não sai do quarto... Você vai ter que ir até lá... Eu te levo. (leva Giane até a porta do quarto, a olha) É esse. GIANE: Ótimo, não quero que você se meta na conversa. (entra no quarto). AMELIE: (fica com raiva). Quarto de Hóspedes Cena 6 FRANCISCO: (esta dormindo no escuro).

7 GIANE: (ascende a luz, olha Francisco com raiva, se aproxima da cama, abaixa, começa chamar Francisco baixinho no ouvido dele). FRANCISCO: (de olhos fechados) Giane... (acorda, olha Giane) O que você está fazendo aqui? GIANE: (olhando Francisco) Precisamos conversar sobre nosso divórcio. FRANCISCO: (se senta, olha Giane com raiva) Sabe quando eu vou te dar o divórcio?... Nunca. GIANE: Você e eu não temos mais nada, nos odiamos pra que manter esse casamento? FRANCISCO: Eu não vou te deixar livre para ele... Entendeu? GIANE: O que você quer de mim? Não basta ter me batido? Não basta quase ter me matado? FRANCISCO: Foi pouco perto do mal que você me causou... Eu nunca vou me separar de você legalmente, você está presa a mim. GIANE: Desgraçado... FRANCISCO: Isso mostra a sua face Giane, mostra a mulher ruim que você é! GIANE: (olhando Francisco com raiva)... Eu abro mão de tudo que é seu se você aceitar se separar de mim. FRANCISCO: (olhando Giane) Eu só vou deixar de ser o seu marido quando eu morrer, até lá você e eu seremos casados. GIANE: (vai pra cima de Francisco, está nervosa) Eu te odeio! AMELIE: (entra, segura Giane) Para com isso! GIANE: Você é um desgraçado! Eu te odeio Francisco! FRANCISCO: (limpa o sangue no canto da boca, sorri) Você não sabe o prazer que me dá em te ver assim. GIANE: (grita, olha Francisco) Você vai me pagar... (sai). AMELIE: (olha Francisco) Você está bem?

8 FRANCISCO: Estou... Agora eu estou bem. Apartamento de Giuseppe Quarto Cena 7 FERNANDA: (esta deitada com Roberto, o beija). ROBERTO: (beijando Fernanda, a olha sorri) Te amo tanto... FERNANDA: (sorri) Não deveria me amar tanto doutor. ROBERTO: Mas eu amo! (sorri) Eu fui ver um apartamento hoje, nesse prédio mesmo, daqui uns dias eu me mudo. FERNANDA: Eu já falei pra você expulsar aquela fulana do seu apartamento. ROBERTO: Não quero falar com ela... Se for preciso eu dou aquele apartamento á ela. Sala Cena 8 MARCOS: (abre a porta devagar, entra). Quarto Cena 9 FERNANDA: (sorri) Não vamos falar dessa fulana... Vamos aproveitar nosso momento... (beija Roberto). ROBERTO: (beijando Fernanda). MARCOS: (entra no quarto, olha muito Fernanda e Roberto se beijando, fica com vontade de chorar). FERNANDA: (olha Roberto sorri, se assusta ao ver Marcos) Marcos! MARCOS: (olhando Fernanda)... Então esse é o jantar de negócios que você tinha...

9 FERNANDA: (olhando Marcos, fica com vontade de chorar)... Como você... Marcos... MARCOS: Não precisa falar mais nada Fernanda... Só de olhar você ai... Com ele... Na cama... Me faz ver o tipo de mulher que você é... E eu... Me sinto um idiota... Por ter te amado tanto... FERNANDA: (começa a chorar, se levanta, está de camisola) Marcos... MARCOS: Não chega perto mim! Ou o que Francisco fez com Giane não vai ser nada! ROBERTO: (se senta na cama, não pode levantar porque está nu) Você não vai encostar um dedo nela. MARCOS: Não vou mesmo, não quero sujar a minha mão... (sai do quarto). FERNANDA: (vai atrás). Sala Cena 10 FERNANDA: Marcos por favor não vai assim. MARCOS: (olhando Fernanda)... Por que você fez isso comigo?... Nós... Nunca tivemos problemas... FERNANDA: Não é nada em você Marcos... Aconteceu... Eu lutei muito contra isso mas chegou um momento que... Não deu... MARCOS: Eu te pedi muitas vezes que se afastasse desse doutorzinho! FERNANDA: Eu sei meu amor... MARCOS: (grita) Não me chama de amor! Você não sabe o que é isso! FERNANDA: Sei sim, é o que sinto por você... Marcos... MARCOS: Não fala mais nada!... Eu vou embora... E nunca mais quero... Te ver... FERNANDA: (chorando) Não... Marcos... Me dá outra chance... MARCOS: Fica com ele... (sai).

10 FERNANDA: (chorando, tira a camisola, começa a se vestir). ROBERTO: (se aproxima) Fernanda... Deixa ele ir... FERNANDA: Não! Eu amo Marcos, não deveria ter feito nada disso! ROBERTO: Aproveita essa chance... Fica comigo. FERNANDA: (termina de se vestir, olha Roberto) Não... Roberto você é um homem admirável... Mas eu amo Marcos e não quero ficar sem ele... Não quero e não posso... Ele é tudo pra mim... (sai). ROBERTO: (fica triste). Hotel Suíte AMON: (esta esperando Giane). GIANE: (entra, está nervosa). AMON: O que você tem? Cena 11 GIANE: Francisco! Ele não quer me dar o divórcio! AMON: Mas Giane, você foi falar com ele agora? Você deveria esperar um pouco. GIANE: Mas eu não quero esperar! Eu quero me livrar logo dele! AMON: Pra ficar com Sérgio?... GIANE: (olha Amon) De onde você tirou isso? AMON: Rayssa me contou que você está com ele... Porque mentiu pra mim? GIANE: Eu não estou com Sérgio! Rayssa é mentirosa e está me odiando. AMON: (olhando Giane) Você e eu fomos feitos um para o outro. GIANE: (sorri) Claro que sim meu amor... Mas para que eu seja só sua... Não posso continuar casada com Francisco...

11 AMON: (beija Giane, a olha) Precisamos dar um jeito nisso. GIANE: (olhando Amon) Eu quero a cabeça de Francisco em uma bandeja de prata. AMON: (sorri, acaricia o rosto de Giane) Eu vou te entregar a cabeça dele. GIANE: (sorri olhando Amon nos olhos). AMON: (olhando Giane, sorri) Minha rainha... (beija Giane). Mansão Gouveia Sala Cena 12 RAYSSA: (desce as escadas, a empregada desce também trazendo as malas de Rayssa). GIUSEPPE: (se aproxima de Rayssa) Minha filha... Não vai embora... RAYSSA: (olhando Giuseppe) Se eu ficar papai... Vou sofrer muito... Vendo tanta injustiça aqui... GIUSEPPE: (abraça Rayssa, chora) Eu vou sentir muito a sua falta... Por favor não me deixa sem notícias. RAYSSA: (contendo a emoção) Vou te ligar a cada meia hora, você vai se encher de mim. GIUSEPPE: Nunca... Eu vou te visitar lá e quando você quiser terei o maior prazer em te trazer de volta. RAYSSA: (olha muito Giuseppe sorri) Está bem. GIUSEPPE: Eu te amo Rayssa. RAYSSA: (sorri) Eu também te amo... Até logo... (olha Giuseppe, sai). GIUSEPPE: (chora). MARTA: (se aproxima) Quando as coisas melhorarem... Ela volta pra casa. GIUSEPPE: (olha Marta) Será que as coisas vão melhorar Marta?... Eu só vejo elas piorando... Minhas filhas estão se perdendo em suas atitudes.

12 Cena 13 Rua FERNANDA: (sai do prédio, começa a procurar Marcos, está desesperada, vê Marcos pegando um taxi, se aproxima)... Marcos por favor me deixa falar com você... (olha muito Marcos). MARCOS: O que você quer falar? Poupa seu tempo Fernanda... Eu vi não precisa inventar mentira. FERNANDA:... Para onde você está indo? MARCOS: Para a casa... FERNANDA: Me deixa ir com você... Assim podemos conversar. MARCOS: Não quero que você vá ao meu apartamento de novo... Mas quero te ouvir... (dispensa o taxi, olha Fernanda) Aqui tem uma praça, vamos conversar lá. (vai para a Praça com Fernanda a olha)... Pode falar. FERNANDA: Eu sei que o que fiz... Não tem perdão... Que eu não deveria ter começado nada com o Roberto. MARCOS: Quanto tempo vocês estão juntos? FERNANDA: Três meses... MARCOS: Esse tempo todo você me enganando... Como você conseguia?... FERNANDA: Não era fácil... De um lado você... Meu amor, o homem com quem quero me casar... E do outro... O Roberto... Um homem especial... Encantador... MARCOS: Eu não preciso ouvir isso. FERNANDA: Eu só quero te explicar... Roberto já tentou se matar uma vez e eu temo que ele faça isso por minha causa... MARCOS: Eu quero que ele morra e não importa como. FERNANDA: Marcos... Eu vim aqui hoje para terminar com Roberto... Mas ele começou a chorar... A me pedir...

13 MARCOS: Você foi fraca... Mentiu, me traiu... Eu estou muito mal... (fica com vontade de chorar) Porque você era tudo pra mim... FERNANDA: (as lagrimas escorrem) Não fica assim... MARCOS: (tira a aliança, joga longe, olha Fernanda) Faça o mesmo com a sua aliança... Porque nosso noivado termina aqui. FERNANDA: (chora) Não Marcos, por favor... Não faz isso. MARCOS: Para de fingir! Você não me ama, vai lá! Corre para o seu doutor! FERNANDA: Eu não amo Roberto! Eu sinto algo sim por ele, mas amor mesmo é só por você. (olha muito Marcos). MARCOS: Só o fato de você sentir algo por ele... Mostra que o seu amor não é grande como o meu... (as lagrimas escorrem) Não vai ser fácil ficar sem você... FERNANDA: Me dá uma chance... Só uma. MARCOS: (olha Fernanda) E se fosse o contrário... Se você me pegasse com outra mulher na cama?... O que você faria? FERNANDA: (começa a chorar). MARCOS:... Responde... FERNANDA: Eu faria a mesma coisa que você... (olha muito Marcos) Eu te amo... Me desculpa ter acabado com tudo... MARCOS:... Não Fernanda... Eu não te desculpo... FERNANDA: (olha a aliança, olha Marcos) Não posso deixar você assim... MARCOS: (segura à mão de Fernanda, tira a aliança dela, joga longe, a olha muito) Pronto... Acabou... FERNANDA: (nervosa) Por que você fez isso? MARCOS: Não vale mais nada... FERNANDA: (com raiva) Você não tinha esse direito!

14 MARCOS: Pode baixar o tom... Porque é você que está errada... E eu que estava preparando a nossa viagem á Paris... FERNANDA: Vamos para lá então... (olhando Marcos) Vamos recomeçar em Paris... MARCOS: O modo como você fala parece tão fácil... Você me traiu! E eu não quero mais nada com você! Entendeu? FERNANDA: (fica triste) Entendi... (vai saindo). MARCOS: (olhando Fernanda ir embora, se contendo para não chorar). FERNANDA: (dá sinal para o taxi, olha Marcos, as lagrimas escorrem, entra no taxi). MOTORISTA: Para onde senhorita? FERNANDA:... (pensativa) Aeroporto. Fim da Primeira Temporada

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO

De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA ABNER MONTENEGRO ALINE BUENO GUSTAVO MALDONADO KAREN BUENO CAETANO BUENO OLIVIA DINIZ MURILO BUENO CELINE MALDONADO RAMON MALDONADO ANGÉLICA

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Camilla Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues Roberto

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz por Lisandro Gaertner Creative Commons lgaertner@gmail.com Atribuição-Uso lisandrogaertner.net Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License INT. NOITE

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Respeito pela História dos outros. Série: Os Dez Mandamentos - Não Matarás

Respeito pela História dos outros. Série: Os Dez Mandamentos - Não Matarás Gernando Costa Respeito pela História dos outros Série: Os Dez Mandamentos - Não Matarás Arrume um bom emprego Arrume um bom emprego Entenda que eu não gosto de Você Arrume um bom emprego Entenda que

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

A NOIVA. André Calazans

A NOIVA. André Calazans A NOIVA André Calazans - É, meu filho, sua velha mãe não tem como evitar. Você, meu único filho que me ficou, vai casar. Logo você, meu caçula, com aquela jararaca... - Mãe, por favor... - Deixa disso,

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Camilla Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues Roberto

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

TEIA. Mulher arruma mesa para o chá da tarde. A campainha toca. Ela atende, Outra entra. Olham-se em silêncio, se abraçam.

TEIA. Mulher arruma mesa para o chá da tarde. A campainha toca. Ela atende, Outra entra. Olham-se em silêncio, se abraçam. 1 TEIA Texto de Douglas Daronco Personagens: arruma mesa para o chá da tarde. A campainha toca. Ela atende, entra. Olham-se em silêncio, se abraçam. Que bom que você veio. Senti tanto sua falta! Eu também.

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas.

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. DIÁLOGOS: 00.01.32 MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez. 00.02.02 JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. 00.02.03 MADAME SILMARA - Não? 00.02.04 JOANA -Não. A senhora

Leia mais

"A HORA DO SIM" Roteiro de. Deborah Zaniolli

A HORA DO SIM Roteiro de. Deborah Zaniolli "A HORA DO SIM" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.709 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "A HORA

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Sou bem que ele mais v coleção Conversas #21 - ABRIL 2015 - m o c está l e g i o h a que e l apenas por in e t. er e s se? Será Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

Leia mais

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz 2 Autor: Vanessa Sueroz Publicação: Novembro/2013 Edição: 1 ISBN: 0 Categoria: Livro nacional Romance Juvenil Designer: Rodrigo Vilela Leitora Crítica: Ka Alencar Disponível para Prévia do livro Contato:

Leia mais

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09)

Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09) Control Z Giancarla Brunetto (1º tratamento: 08/12/08 2º tratamento: 05/01/09 3º tratamento: 19/01/09 4º tratamento: 17/02/09) CENA 01 INT/DIA ônibus Uma mulher morena, cabelos longos, aparenta ter uns

Leia mais

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola.

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessy Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessi era uma garota linda, tinha a pele escura como o chocolate, seus olhos eram pretos e brilhantes que pareciam duas lindas amoras, seu

Leia mais

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor.

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. 9 O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. Dedico esta obra à minha Família, em especial aos meus sobrinhos Gabriel, Lidiane, Flaviane, Viviane, Caroline,

Leia mais

ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM:

ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: ROTEIRO - VIDEOCLIPE MÚSICA: AMO NOITE E DIA BANDA: JORGE E MATEUS ÁLBUM: CENA 1 COLAGEM DE IMAGENS SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO SOBRE PARTE INICIAL INSTRUMENTAL DA CANÇÃO - Carreta descendo

Leia mais

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá.

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. Sozinha Em Casa. Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. 1.SOZINHA EM CASA: Em Uma Pequena Villa Avia Garota Chamada Eduarda

Leia mais

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado

Dimensões. Institucionalização. Entrevistado Dimensões Institucionalização Entrevistado F 2 Imagem sobre a velhice Entristece-me muito chegar aqui e olhar para determinados idosos que estão aqui, venho cá três vezes por semana no mínimo e nunca vejo

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique CRISÁLIDA Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante Vanessa Monique 1 Dedicatória. À Deus Todo Poderoso que me presenteou com o dom de escrever à e todos que algum dia e de alguma forma me incentivaram

Leia mais

Mensagem do dia: Se for amor

Mensagem do dia: Se for amor Só se for amor Mensagem do dia: Se for amor Se for amor, vai reconsiderar, perdoar e seguir adiante, se for paixão vai se descabelar, se amargurar e não vai perdoar, vai carregar a dor pelos dias em que

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

MEU BENZINHO. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação)

MEU BENZINHO. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação) MEU BENZINHO Lugar:Uruçuca (BA). Data:01/01/1970. Estúdio:06/08/2012 Estilo: Forró arrastapé Tom: D (Ré maior) MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação)

Leia mais

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Música: O Caminho Compositor: Daniel Feitosa Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Não vá se enganar se quiser se salvar o homem penitente este sim passará Pelos

Leia mais

A vida por trás das redes sociais

A vida por trás das redes sociais A vida por trás das redes sociais Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes socias #Embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais Breno Amorim,Caio Christovam

Leia mais

JACK KIM ESCRITOR DE RUA

JACK KIM ESCRITOR DE RUA JACK KIM ESCRITOR DE RUA 2016 Todos os direitos reservado ao autor. Está autorizado a cópia parcial (2pág. Max) deste documento desde que seja citada a fonte. Proibido a reprodução total ou mais de 2 poemas.

Leia mais

Do Vácuo ao Encontro

Do Vácuo ao Encontro Do Vácuo ao Encontro INTRODUÇÃO Todos nós homens já passamos por situações constrangedoras de puxar conversa com uma bela mulher e não obtemos nada além de um Belo de um vácuo, eu mesmo já passei por isso.

Leia mais

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato?

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? CENA I LOCUTOR: Apresentamos uma família qualquer, com mãe, pai, filhos, tia e avó. Todos morando em uma casa simples. A família com seus mais diversos membros deve ser uma semente plantada com atenção,

Leia mais

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan (Entra um jovem em cena e se depara com um cartaz da campanha da fraternidade (2015). O jovem lê o lema em voz alta): JOVEM: (Lendo) Eu vim para servir! JOVEM:

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Doido pelo Rio. Transcrição em Português. Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest.

Doido pelo Rio. Transcrição em Português. Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest. Doido pelo Rio Transcrição em Português Seu nome é Ernesto, né? É... Ernest. Como é que é? Ernest. Ernest. É, ja, isso, isso. Ernest. É a primeira vez que tu vem? Não, não, eu vem muitas vezes. Ah, é mesmo?

Leia mais

O começo da história

O começo da história O começo da história Fotografia: Anastácia de Moura Leonardo Koury Martins O começo da história Todos nós temos um começo, um início, uma primeira vez. O importante é que desde este primeiro passo, possamos

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Mini Curso Parte I As Forças que controlam a sua vida Página 2 de 6 Como te falei, essa é a primeira etapa do mini-curso Superando

Leia mais

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ Filho está na hora de ir à igreja, vamos! Você já leu sua Bíblia hoje? Então, vamos logo. FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ 24.14-16 Talvez você também vá à igreja ou leia a Bíblia porque sua mãe (ou alguém outro)

Leia mais

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro O Rei de Raiden City vai ter um filho! Todos estão eufóricos, só que o filho mais velho do rei Jonas e a outra esposa do rei que sobretudo e a mãe de Jonas, que se chama Sátina,

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Puxa Conversa. Guia do Marido Bom de Papo. Programa AMOR DE MARIDO

Puxa Conversa. Guia do Marido Bom de Papo. Programa AMOR DE MARIDO Puxa Conversa Guia do Marido Bom de Papo Programa AMOR DE MARIDO Olá amigo, é comum ouvir de nossas mulheres que nós, maridos, não gostamos muito de termos conversas íntimas com elas, de saber como foi

Leia mais

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô.

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô. Parabéns para o Dan Tocou o telefone lá em casa. Meu pai atendeu na sala. Alô. Meu avô, pai do meu pai, do outro lado da linha, fez voz de quem não gostou da surpresa. Eu liguei pra dar parabéns ao Dan.

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Julho de 2014 Sumário Rogério Santos Costa... 2 Michele Pereira da Silva... 3 Paulo Soares... 4 Djalma Ferreira... 5 Antenor da

Leia mais

setembro O Senhor Polegar A casa do sono O despertador O balão O amiguinho Jogo dos dedos Jogo das mãos Automassagem...

setembro O Senhor Polegar A casa do sono O despertador O balão O amiguinho Jogo dos dedos Jogo das mãos Automassagem... setembro O Senhor Polegar Jogo dos dedos.... 10 A casa do sono Jogo das mãos... 12 O despertador Automassagem... 15 O balão Consciencialização da própria respiração... 18 O amiguinho Força apaziguadora

Leia mais

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Identificação F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista 4-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de

Leia mais

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES OBJETIVO Utilizar técnicas que realmente funcionem para lidar com a objeções levantadas pelos clientes. VISÃO GERAL Você pode aumentar as suas vendas se souber utilizar algumas técnicas básicas para responder

Leia mais

1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO.

1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO. 1º DE ABRIL UM ROTEIRO DE ANE KELLY PEREIRA, JOYCE DE OLIVEIRA, LUANA MOREIRA E KELEN CRISTINA ARAÚJO. CENA 1/CASA DA /NOITE Dizia a lenda que em todo dia 1 de abril aparecia um espírito do mal que aterrorizava

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

Uma pequena mágica Não seria ótimo se você pudesse ir para a cama,

Uma pequena mágica Não seria ótimo se você pudesse ir para a cama, CAPÍTULO UM Uma pequena mágica Não seria ótimo se você pudesse ir para a cama, aconchegar-se debaixo das suas cobertas, fechar os olhos e adormecer sem nenhuma agitação ou medo? Sem ouvir barulhos ou pensar

Leia mais

Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal

Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal Era uma vez Um conto da felicidade de um jovem casal Era uma vez Assim começa um conto de verdade. E o que segue embaixo é um conto que o mundo raramente viu igual. O conto começa na Dinamarca. Era uma

Leia mais

Chordbook Baden Powell

Chordbook Baden Powell Chordbook Baden Powell Last update: Fri, 17/Dec/2010 http://my.andreanjos.org/music/artist/35/pdf/ Downloaded on Mon, 09/Jan/2017 http://my.andreanjos.org Table of Contents Canto de Ossanha...................................

Leia mais

Prólogo. Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor.

Prólogo. Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor. Prólogo Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor. Em uma fazenda de gado; Afastada, a uns 15 km de uma pequena cidade. Nasce uma menina. Ela veio ao mundo, dando muito trabalho,

Leia mais

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes Chiquinho MIOLO 3/8/07 9:34 AM Page 14 Meu nome é Chiquinho Meu pai é alto e magro e se chama Chico. Meu avô é baixo e gordo e se chama Francisco. Eu me chamo Chiquinho e ainda não sei como sou. Já andei

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

Script de Ligação Ativa. Saiba como ligar para os seus contatos e gerar agendamentos para realizar uma apresentação de negócio.

Script de Ligação Ativa. Saiba como ligar para os seus contatos e gerar agendamentos para realizar uma apresentação de negócio. Script de Ligação Ativa. Saiba como ligar para os seus contatos e gerar agendamentos para realizar uma apresentação de negócio. Script de Ligação ativa. Temas. Como ligar para os seus amigos?. Como ligar

Leia mais

Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011.

Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011. Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011. Pessoas que marcaram minha vida de modo SIMPLES ou de modo ESPETACULAR.

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio (Baseado no livro A Droga da Obediência) Editora Matheuslândia Depois do mistério da Droga da Obediência, os Karas já estavam prontos para uma nova aventura.

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Português. Tempos e Modos Verbais Verbos. Professor Carlos Zambeli.

Português. Tempos e Modos Verbais Verbos. Professor Carlos Zambeli. Português Tempos e Modos Verbais Verbos Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português TEMPOS E MODOS VERBAIS VERBOS Tempos verbais do Indicativo 1. Presente é empregado para expressar

Leia mais

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Digamos onde acordou tudo alegre e assim permaneceu. Acho completamente impossível tentar descrever nas palavras o sentimento que sinto aqui dentro

Leia mais

Jogo do século. por Sulamita Ricardo

Jogo do século. por Sulamita Ricardo Jogo do século por Sulamita Ricardo Personagens Narrador- Comentarista- Repórter- Cristiano- Ronaldo- Primo- Rogério- Torcida do Cristiano- Torcida do Ronaldo- Narrador- Bem, amigos de Piraquara, daqui

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P2-2º BIMESTRE 7º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Reconhecer a acentuação gráfica dos ditongos abertos; Trabalhar

Leia mais

História de marione drogada

História de marione drogada História de marione drogada INTODUÇÃO: Essa história é de uma adolesente que conviveu com nosco a bastante tempo espero que gostem já que me ajudaram a dar os primeiros contos... Marione: Filha única de

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

Salmo 23.

Salmo 23. Anésio Rodrigues Salmo 23 www.bible.com/pt-br Bondade e Misericórdia me seguirão (Estudo sobre o Salmo 23) Salmo 23 Nova Versão Internacional Salmo 23 O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Salmo

Leia mais

01. Luz de Jah Letra: André Augusto Apoliano Música:André Augusto Apoliano/André Paula Portela

01. Luz de Jah Letra: André Augusto Apoliano Música:André Augusto Apoliano/André Paula Portela 01. Luz de Jah Música:André Augusto Apoliano/André Paula Portela Você prometeu não me deixar Dançou um reggae roots e falou com Jah A lua iluminou esse momento As nuvens se abriram com o vento Lá em cima

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Meninos e Meninas Brincando

Meninos e Meninas Brincando Meninos e Meninas Brincando J. C. Ryle "As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão." (Zc.8:5) Queridas crianças, o texto acima fala de coisas que acontecerão. Deus está nos

Leia mais

9 a 12 MESES de idade

9 a 12 MESES de idade Dr(a) Para 9 a 12 MESES de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DO SEU BEBÊ LINGUAGEM Presta mais atenção ao que se fala. Balbucia com inflexão (como se quizesse falar). Tenta imitar palavras. Entende o não,

Leia mais

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos Lauda 01 Take 1: Câmera pega Seu Carmelo (Chefe) de Costas enquanto ele caminha em direção à sala das secretárias, nas laterais podemos perceber todo ambiente de uma grande empresa (05 Take 2: Vemos a

Leia mais

SOE - Serviço de Orientação Educacional

SOE - Serviço de Orientação Educacional SOE - Serviço de Orientação Educacional Projeto Aprendendo a Ser para Aprender a Conviver Tema: Amizade e Conflito 3º AT Marise Miranda Gomes - Orientadora Educacional - Psicopedagoga Clínica e Institucional

Leia mais