De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA RAFAEL DINIZ ABNER MONTENEGRO GABRIELA ALINE BUENO VINICIUS ISABEL MALDONADO"

Transcrição

1 De Débora Costa PERSONAGENS: ROSANGELA PALHARES CAROLINA OLIVEIRA ABNER MONTENEGRO ALINE BUENO GUSTAVO MALDONADO KAREN BUENO CAETANO BUENO OLIVIA DINIZ MURILO BUENO CELINE MALDONADO RAMON MALDONADO ANGÉLICA BUENO RODRIGO BUENO CECILIA RAFAEL DINIZ GABRIELA VINICIUS ISABEL MALDONADO OTÁVIANO PALHARES VALQUIRIA ANDRADE (KALANA) SARAH EMPREGADOS DA MANSÃO MONTENEGRO EMPREGADOS DOS BUENO EMPREGADOS DOS MALDONADO FUNCIONÁRIOS DO HOTEL MONTENEGRO JULIO MONTENEGRO

2 Capítulo 8 Cena 1 Hotel Montenegro Sala de Olivia CAETANO: Fala Olivia, onde está Kalana? OLIVIA: (sorri) Meu amor, ela não é mais prostituta, agora ela é uma mulher respeitada, e se usa o nome verdadeiro dela, Valquíria Andrade, e tem mais meu amor, ela é advogada. CAETANO: (sorri) É mesmo... Nossa o mundo é uma caixinha de surpresa mesmo... Você tem o endereço do escritório dela? OLIVIA: Claro que sim, (pega o endereço entrega á Caetano, sorri) o que você vai fazer com isso? CAETANO: Usar na hora certa, (olha Olivia sorri, se aproxima ) muito obrigado Olivia. OLIVIA: (sorri) Obrigado nada, você já sabe o preço. CAETANO: (a abraça pela cintura) Você vai comigo á festa e vou te apresentar como minha namorada... Minha delicia (beija Olivia com vontade). Casa de Karen Jardim Cena 2 ROSANGELA: (brava) Falem alguma coisa! Por que você está brigando com a Angélica? OTÁVIO: Não suporto sua irmã! Ela fica me provocando! ANGÉLICA: (olha Rosangela, finge estar brava) Eu! Rosangela esse seu marido não passa de um babaca! Você sabe o que ele fez? Mostrou uma casa com vazamentos para meu amigo! Agora você imagina com que cara eu vou ficar.

3 OTÁVIO: Mas nem por isso você tem o direito de me chamar de fracassado! ROSANGELA: Você disse isso Angélica? ANGÉLICA: Sim! E repito! Otávio você é um fracassado! OTÁVIO: Esta vendo meu amor! Como ela fala comigo. ROSANGELA: Angélica... Tudo bem que a casa estava com vazamento, mas meu marido é muito bem sucedido. ANGÉLICA: Quer saber não vou ficar aqui discutindo, eu vou atrás do Caetano. (sai). OTÁVIO: (fica com raiva) ROSANGELA: (abraça Otávio) Meu amor, não liga pra Angélica, ela é assim mesmo, só está nervosa. OTÁVIO: (abraçado) Tudo bem Rosangela... Dessa vez passa. Mais Tarde Quarto de Karen Cena 3 (Abner e Karen estão deitados na cama, abraçados). ABNER: (fazendo carinho em Karen) Você não sabe como senti falta de estar assim com você meu amor. KAREN: (fecha os olhos, suspira) Não se anima... Foi só uma recaída. ABNER: Karen... Por favor, nós ainda nos amamos muito... Volta pra mim, casa comigo de novo. KAREN: (olha Abner) E pra que você quer se casar Abner? Para repetir os mesmos erros? (o olha muito) Te amei com toda minha alma... E você me fez sofrer tanto que eu nem sei mais o que é ter alma. ABNER: (a olha) Posso te ajudar a encontra-la... (beija a mão de Karen) O que fiz não tem concerto eu sei, mas me arrependi... Me da uma chance?

4 Vamos encontrar nossa filha e junto com suas filhas vamos formar uma família. KAREN: Não sei... Não sei mesmo Abner, você pode fazer tudo de novo. ABNER: Não farei, já estou velho para esse tipo de coisa. KAREN: E eu tenho cara de asilo por acaso? ABNER: Não, quero você porque te amo, e muito. KAREN: (acaricia o rosto de Abner o olhando) Não acredito no seu amor... Não mais... Eu... Não sou a mesma... Você se surpreenderia em saber as coisas que já fiz. ABNER: (a olha muito, a beija) Você e eu vamos nos casar de novo e vamos ser felizes porque merecemos. Bar Cena 4 RODRIGO: (esta bebendo diretamente da garrafa, a bebida acaba) Me da mais uma. (o garçom o serve, ele bebe mais). ALINE: (se aproxima) Até que enfim te achei! RODRIGO: Conheço você? ALINE: Para de gracinhas, e vamos embora que sua mãe está me enchendo, ela me culpa por você esta bebendo assim. RODRIGO: Vai embora sua vadia. (bebe mais). ALINE: (tira a garrafa de Rodrigo) Olha como fala comigo! RODRIGO: (pega a garrafa de volta bebe mais) ALINE: (pega a garrafa quebra) RODRIGO: (da um tapa no rosto de Aline). ALINE: (coloca a mão no rosto, o olha muito assustada) Rodrigo...

5 RODRIGO: (olha Aline com raiva, as lagrimas escorrem) Eu amei você... E você vai se casar com outro que nem liga pra você! Aline eu te odeio. ALINE: (fica com vontade de chorar) Não fala assim... Eu gosto de você... RODRIGO: Não gosta não! Você gosta de ir pra cama comigo! Por que de resto não te sirvo pra mais nada! (sai do bar com raiva). ALINE: (vai atrás o segura) Rodrigo espera! Me deixa te levar pra casa, você está bêbado, não pode pilotar a moto assim. RODRIGO: Aline some daqui! ALINE: Não! RODRIGO: (segura Aline com força) Eu vou matar você! ALINE: Você não teria coragem. (o olha muito) RODRIGO: (beija Aline). ALINE: (beijando Rodrigo, o olha) Eu levo você pra casa... RODRIGO:... Esta certo. (vai com Aline). No dia seguinte Casa de Abner Cena 5 CAROLINA: (chega é recebida pela empregada, que pede pra ela esperar na sala). ABNER: (desce as escadas devagar, olha Carolina sorri) Bom dia. CAROLINA: (sorri) Bom dia!... Você aqui... Você trabalha aqui? ABNER: Não, eu moro aqui. (se aproxima de Carolina) Sente-se. CAROLINA: (se senta, sorri sem entender)... Mora aqui... E você anda? ABNER: Carolina, o homem que se acidentou e precisa da sua ajuda, sou eu. (sorri).

6 CAROLINA: Por que você não me falou isso ontem? ABNER: Porque você foi gentil, me ajudou sem saber quem eu sou. CAROLINA: Fiquei feliz em te ver andando. (o olha sorri). ABNER: Em você eu acredito menina (sorri)... Agora vou me apresentar á você... Abner Montenegro, muito prazer. CAROLINA:... Você é o dono dos hotéis Montenegro? ABNER: Eu mesmo, meu irmão Julio e eu somos os donos da rede de hotéis Montenegro. CAROLINA: Nossa... Como o mundo é pequeno... O hotel que eu trabalhava no Rio era seu. ABNER: Então você me fala quem te despediu que eu vou fazer o mesmo. CAROLINA: Não precisa... E a história é complicada. ABNER: Você está aqui para uma entrevista de emprego (sorri) saber o que houve no meu hotel faz parte de suas referencias, temos tempo. CAROLINA: (o olha muito) Eu vou confiar em você e contar a minha história... Eu me apaixonei por um dos hospedes... ABNER: Isso não tem problema algum. CAROLINA: Talvez você conheça ele, ele me disse que conhecia os donos do hotel... Se chama Gustavo... Gustavo Maldonado. ABNER: Conheço... CAROLINA: É... Eu... amei ele como nunca tinha amado um homem... Estava tudo bem até que a Aline... ABNER: (interrompendo Carolina) Aline? Aline Bueno? CAROLINA: Sim. ABNER: Eu acho que você nem precisa me contar o resto... Ela armou pra você não foi? CAROLINA: Ela disse que eu a roubei... Não teve jeito... Me despediram.

7 ABNER: Vou te contar uma coisa sobre a Aline, ela é filha do meu sobrinho Caetano, e ela não vale nada igual ao pai dela... E Gustavo... Por que te deixou? CAROLINA:... Aline chamou a mãe dele... ABNER: E Celine moveu céus e terra para separar vocês. CAROLINA: Ela tentou se matar. ABNER: (da risada) E o idiota acreditou nisso? Carolina e família de Gustavo estava falindo, Celine é gananciosa, ela vende a mãe pra não ficar pobre, e pelo jeito o filho também. CAROLINA: (o olha muito) O filho... ABNER: (a olha)... Carolina... Gustavo vai se casar com Aline. CAROLINA: (fica muito triste, não consegue segurar, chora). ABNER: (não sabe o que fazer) CAROLINA: Desculpa... É que eu... o amo tanto... (olha Abner) E tem meu filho... O que vou fazer? ABNER: (abraça Carolina) Não fica assim... Eu vou ajudar você. KAREN: (entra, fica com raiva ao ver Abner abraçado com Carolina) O que significa isso? Casa de Caetano Cena 6 ANGÉLICA: (entra) Caetano, onde você andou? Ontem fiquei feito idiota te esperando. CAETANO: (sorri) Bom dia, ontem não deu para te ver pois aconteceram muitas coisas. ANGÉLICA: Você conhece telefone?... Que raiva viu. CAETANO: (se aproxima) Não ganho beijo. (sorri). ANGÉLICA: (sorri) Ganha só porque adoro seu beijo. (beija Caetano).

8 CAETANO: (beijando Angélica) Delicia... ANGÉLICA: Tenho uma coisa pra te contar... Abner foi em casa ontem. CAETANO: E mamãe o expulsou. ANGELICA: (sorri) Não... E Abner saiu de casa a noite. CAETANO: (fica sério) Por quê? ANGELICA: Porque ele passou a tarde toda no quarto com a mamãe. CAETANO: (chuta o sofá com raiva) Droga! Inferno! A Karen não pode voltar pra ele! ANGELICA: Por que não? CAETANO: Porque esse velho vai se recuperar! Vai tornar a minha vida um inferno! ANGELICA: Então você não sabe (sorri), ele já está melhorando, ele já pode andar. CAETANO: Eu vou destruir esse desgraçado! ANGELICA: Esse ódio vai te fazer mal priminho... Sabe que gostei dele... Ele não é de se jogar fora, mamãe tem bom gosto. CAETANO: Não tem graça Angélica... Eu quero o hotel pra mim, só pra mim... E vou ter, e também quero que esse velho morra numa pior! E também vou conseguir isso. Hotel Montenegro Sala de Murilo Cena 7 GUSTAVO: (entra sorri) Como vai Murilo? MURILO: (sorri) Gustavo! Bem e você? GUSTAVO: (se sentando) Mais ou menos... Seu pai disse pra vir te procurar. MURILO: É ele quer que você trabalhe aqui.

9 GUSTAVO: Seu pai gosta de mandar nas pessoas... MURILO: Gosta, e como, ainda bem que eu consigo me livrar disso... Gu, o que eu tenho pra você que eu acho que você vai gostar, é cuidar da divulgação do hotel, Olivia, namorada do meu pai faz isso, mas ela está envolvida com a festa que daremos em breve, você pode criar outras coisas. GUSTAVO: Gostei (sorri) aceito. MURILO: Seja bem vindo (sorri)... Me diz... Tem noticias da Carolina? GUSTAVO: Não... Eu... Não tenho coragem de procura-la... Eu sinto falta dela, queria estar com ela, mas não foi possível... MURILO: Eu ainda acho que você deveria largar tudo e ir atrás do seu amor... GUSTAVO: Agora eu já fiz a burrada... Deixei ela sozinha por que a minha mãe estava precisando de mim, agora ela esta melhor, voltou a sorrir e fala com empolgação do meu casamento. MURILO: E você meu amigo? Está feliz com seu casamento? GUSTAVO: (faz que não) Não amo Aline... Amo Carolina... Não consegui esquecê-la, claro que sua irmã é linda, atraente... Mas Aline é... MURILO: Vazia, mesquinha, mimada, cruel... É isso que minha irmã é. GUSTAVO: Pois é... Carolina é o oposto dela (sorri). ALINE: (entra) De quem vocês estão falando? Casa de Abner Cena 8 CAROLINA: (se levanta sem graça) ABNER: (se levanta devagar) Karen essa é Carolina, a moça que vai trabalhar aqui em casa. KAREN: (se aproxima, olha Carolina dos pés a cabeça) ABNER: Carolina, essa é Karen, minha mulher. CAROLINA: (sorri) Muito prazer. (estende a mão)

10 KAREN: (não aperta a mão de Carolina) Não sou mais sua mulher Abner... Então Carolina, você e esse velho se conhecem há muito tempo? CAROLINA: Não eu conheci o Abner ontem. KAREN: Em qual boate? ABNER: Karen, não é nada disse que você esta pensando, Carolina vai trabalhar aqui em casa, me ajudando em que precisar. KAREN: E ela também vai abraçar você quando se sentir carente? ABNER: Você não sabe o que aconteceu aqui, mas eu te conto, me espera, por favor, no meu quarto. KAREN: Não! Eu vou embora! ABNER: Karen... CAROLINA: Eu volto depois Abner... Não quero arrumar confusão. KAREN: Mas que boazinha! Meu Deus quem vê pensa que é uma jovem de respeito cheia de virtudes. CAROLINA: Dona Karen, não estou entendendo nada... Eu conheci Abner ontem e ele me ofereceu emprego. KAREN: Antes ou depois de ir pra cama com ele? CAROLINA: A senhora não pode falar assim comigo. KAREN: (da um tapa no rosto de Carolina). ABNER: (a segura) Karen! Você ficou louca? KAREN: (grita) Me solta! É pra isso que você me quer? Para que eu veja suas amantes! CAROLINA: (com a mão no rosto, olha Karen, segurando para não chorar) Eu não sou amante de Abner... A senhora está enganada ao meu respeito... Abner... Agradeço muito, mas não posso aceitar o emprego. ABNER: Carolina, por favor entre no meu escritório, me espere lá, não vá. KAREN: (se solta de Abner) Odeio você! (da um tapa no rosto de Abner, sai com ódio).

11 ABNER: Carolina,peço mil perdões... Não vai embora. CAROLINA: Ela pensa que sou sua amante. ABNER: Você me contou a sua história... Agora eu vou contar a minha.

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz por Lisandro Gaertner Creative Commons lgaertner@gmail.com Atribuição-Uso lisandrogaertner.net Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License INT. NOITE

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira Ela não merecia Por Stoff Vieira (63)9211-3384 CENA 01. INT. QUARTO DE ANDRÉ. DIA Uma garrafa de vodka e um copo no chão. André deitado em uma cama velha bagunçada, ele acorda se espreguiça, coloca a mão

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas.

MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. DIÁLOGOS: 00.01.32 MADAME SILMARA- um, dois, três, quarto, cinco, seis, sete, oito, nove dez. 00.02.02 JOANA-Não precisa mais tirar as cartas. 00.02.03 MADAME SILMARA - Não? 00.02.04 JOANA -Não. A senhora

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz 2 Autor: Vanessa Sueroz Publicação: Novembro/2013 Edição: 1 ISBN: 0 Categoria: Livro nacional Romance Juvenil Designer: Rodrigo Vilela Leitora Crítica: Ka Alencar Disponível para Prévia do livro Contato:

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor.

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. 9 O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. Dedico esta obra à minha Família, em especial aos meus sobrinhos Gabriel, Lidiane, Flaviane, Viviane, Caroline,

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô.

Eu queria desejar a você toda a felicidade do mundo e Obrigado, vô. Parabéns para o Dan Tocou o telefone lá em casa. Meu pai atendeu na sala. Alô. Meu avô, pai do meu pai, do outro lado da linha, fez voz de quem não gostou da surpresa. Eu liguei pra dar parabéns ao Dan.

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

o casamento do fazendeiro

o casamento do fazendeiro o casamento do fazendeiro ERA uma fez um fazendeiro que ele sempre dia mania de ir na cidade compra coisas mais ele tinha mania de ir sempre de manha cedo um dia ele acordou se arrumou e foi pra cidade,

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

O SMURF REPORTER. Os smu em fo

O SMURF REPORTER. Os smu em fo O SMURF REPORTER Os smurfs em foco Os smurfs em foco Os smurfs em foco Os smu em fo Tradução de Alexandre Boide Roteiro: Luc Parthoens e Thierry Culliford Arte: Ludo Borecki a1 Cores: Nine Culliford e

Leia mais

"A HORA DO SIM" Roteiro de. Deborah Zaniolli

A HORA DO SIM Roteiro de. Deborah Zaniolli "A HORA DO SIM" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.709 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "A HORA

Leia mais

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato?

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? CENA I LOCUTOR: Apresentamos uma família qualquer, com mãe, pai, filhos, tia e avó. Todos morando em uma casa simples. A família com seus mais diversos membros deve ser uma semente plantada com atenção,

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues

Leia mais

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ

FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ Filho está na hora de ir à igreja, vamos! Você já leu sua Bíblia hoje? Então, vamos logo. FAÇA A SUA ESCOLHA JOSUÉ 24.14-16 Talvez você também vá à igreja ou leia a Bíblia porque sua mãe (ou alguém outro)

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade Plano de Aula 17 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Educadoras: Edma e Priscila Dia: 13/06/2016 Título: Sentimento de Fraternidade

Leia mais

ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS

ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 09/06/2013 ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS Versículos para Decorar 1- Quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo. Marcos 10:43b

Leia mais

Prólogo. Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor.

Prólogo. Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor. Prólogo Até onde você iria por amor; O que você seria capaz de fazer por amor. Em uma fazenda de gado; Afastada, a uns 15 km de uma pequena cidade. Nasce uma menina. Ela veio ao mundo, dando muito trabalho,

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

AUTÓPSIA DO MEDO (Contos) Clóvis Oliveira Cardoso

AUTÓPSIA DO MEDO (Contos) Clóvis Oliveira Cardoso Índice 01 Índice; 02 Autópsia do Medo; 03 Agradecimentos; 04 Senhor... 05 Sigmund Freud; 06 Para Tânia; 07 DEUS sobre todas as coisas; 08 Era ele e o diabo; 16 Madrugada de terror; 21 Na Praça da Sé; 25

Leia mais

Olha para o lado e vê o boto cor de rosa flertando com um ser do sexo oposto. (o boto não aparece na cena)

Olha para o lado e vê o boto cor de rosa flertando com um ser do sexo oposto. (o boto não aparece na cena) ATO I Cena 1 Festa na Floresta (música de festa junina) Curupira aparece marcando o chão com suas pegadas invertidas e salva um animal que estava na mira do Capelobo. Olha para o lado e vê o boto cor de

Leia mais

Um ato de amor sonhador ao mundo

Um ato de amor sonhador ao mundo Um ato de amor sonhador ao mundo Este livro esta aberto para qualquer idade, pois relata uma historia de amor com a nossa sociedade, uma garotinha de 09 anos de idade busca fazer a diferença sempre dando

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília:

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Gabriele Fernanda Cordeiro Barbosa Um amor inacabado Você sente algo por ela sim. Vai falar com ela! Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Vamos, Ceci, vai lá falar

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

A NOIVA. André Calazans

A NOIVA. André Calazans A NOIVA André Calazans - É, meu filho, sua velha mãe não tem como evitar. Você, meu único filho que me ficou, vai casar. Logo você, meu caçula, com aquela jararaca... - Mãe, por favor... - Deixa disso,

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

Olhando o Aluno Deficiente na EJA

Olhando o Aluno Deficiente na EJA Olhando o Aluno Deficiente na EJA ConhecendoJoice e Paula Lúcia Maria Santos Tinós ltinos@ffclrp.usp.br Apresentando Joice e Paula Prazer... Eu sou a Joice Eu sou a (...), tenho 18 anos, gosto bastante

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

1º Edição

1º Edição Sensações 1º Edição WWW.Perse.com.br Página 1 Codinome: Tabrao Email: Tania_morenagata@hotmail.com Nasceu no dia 09 de Agosto de 1984 Natural da cidade de Lapa - PR Reside a Rua Francisco Veloso, 282 Ponta

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Julho de 2014 Sumário Rogério Santos Costa... 2 Michele Pereira da Silva... 3 Paulo Soares... 4 Djalma Ferreira... 5 Antenor da

Leia mais

Agradecimento. Amo todos vocês

Agradecimento. Amo todos vocês Minha Felicidade Minha Felicidade Agradecimento Primeiramente quero agradecer ao meu amor, por ter confiado em mim e nunca ter desistido do nosso relacionamento,queria agradecer também minha família que

Leia mais

P/1 E qual a data do seu nascimento? Eu te ajudo. Já te ajudo. Dia 30 de março de 1984.

P/1 E qual a data do seu nascimento? Eu te ajudo. Já te ajudo. Dia 30 de março de 1984. museudapessoa.net P/1 Então, vamos lá. Eu queria que você me falasse seu nome completo. R Meu nome é Karen Fisher. P/1 E onde você nasceu, Karen? R Eu nasci aqui no Rio, Rio de Janeiro. P/1 Na cidade mesmo?

Leia mais

Rio de Janeiro, Subúrbio.

Rio de Janeiro, Subúrbio. Rio de Janeiro, Subúrbio. No subúrbio, a correria era total, caixotes eram revirados, alimentos jogados por todos os lados. Um fugitivo corria da polícia com pressa, assustada estava Helena, que tinha

Leia mais

Respeito pela História dos outros. Série: Os Dez Mandamentos - Não Matarás

Respeito pela História dos outros. Série: Os Dez Mandamentos - Não Matarás Gernando Costa Respeito pela História dos outros Série: Os Dez Mandamentos - Não Matarás Arrume um bom emprego Arrume um bom emprego Entenda que eu não gosto de Você Arrume um bom emprego Entenda que

Leia mais

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá.

Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. Sozinha Em Casa. Olá Pessoal Eu Sou a Vitoria e Vou Contar Para Vocês Uma História Que Eu Mesma Criei,Espero Que Vocês Gostem Vamos-Lá. 1.SOZINHA EM CASA: Em Uma Pequena Villa Avia Garota Chamada Eduarda

Leia mais

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA Personagens: NARRADORA: ROMEU: JULIETA: MERCUTIO: FREI LOURENÇO: CAPULETO (Pai de Julieta): SENHORA CAPULETO (Mãe de Julieta): CARLOTA (Irmã de Julieta): AMA

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria Ame o seu Próximo Parabéns Rafa. Muitas felicidades, muitos anos de vida! Era o aniversário do Rafa, ele estava fazendo seis anos. Há tempos esperava ansioso por esse dia. Dani, seu melhor amigo, tinha

Leia mais

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus,

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum-20.1.13 Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, ia haver uma grande tristeza, porque o vinho se tinha

Leia mais

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI PROCURA-SE UMA VIÚVA Por CARLA GIFFONI BN 010.350 carlagiffoni@yahoo.com.br http://recantodasletras.com.br /autores/carlagiffoni 1- CORREDOR DA CAPELA MORTUÁRIA - INT - DIA Matilde e Donana, duas senhoras

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

História de marione drogada

História de marione drogada História de marione drogada INTODUÇÃO: Essa história é de uma adolesente que conviveu com nosco a bastante tempo espero que gostem já que me ajudaram a dar os primeiros contos... Marione: Filha única de

Leia mais

O primeiro suspiro de um poeta insano!

O primeiro suspiro de um poeta insano! 1 O primeiro suspiro de um poeta insano! 2012 2 O primeiro suspiro de um poeta insano Jonas Martins 1ª.Edição..Poesia Todos os direitos reservados ao autor A reprodução total ou parcial desta obra só é

Leia mais

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas?

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas? Êta bicho curioso! Oi! Tem uma coisa engraçada acontecendo comigo: estou super curioso sobre tudo. Minha mãe que anda louca comigo pois não paro de perguntar o porquê de tudo...mas olha só quanta coisa

Leia mais

29/11/2009. Entrevista do Presidente da República

29/11/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na chegada ao hotel Villa Itália Cascais-Portugal, 29 de novembro de 2009 Jornalista: (incompreensível) Presidente:

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares

ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares AN O ANTES NUNCA, DO QUE TARDE DEMAIS! Obra Teatral de Carlos José Soares o Literária ata Soares OC. ento Social. Dois casais discutem a vida conjugal, sofrendo a influências mútuas. Os temas casamento,

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Igor Local: Núcleo de Arte Nise da Silveira Data: 05 de dezembro de 2013 Horário: 15:05 Duração da entrevista:

Leia mais

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro O Rei de Raiden City vai ter um filho! Todos estão eufóricos, só que o filho mais velho do rei Jonas e a outra esposa do rei que sobretudo e a mãe de Jonas, que se chama Sátina,

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes

da quando me chama de palito de fósforo e ri de um jeito tão irritante que me deixa louco da vida, com vontade de inventar apelidos horripilantes Chiquinho MIOLO 3/8/07 9:34 AM Page 14 Meu nome é Chiquinho Meu pai é alto e magro e se chama Chico. Meu avô é baixo e gordo e se chama Francisco. Eu me chamo Chiquinho e ainda não sei como sou. Já andei

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Março de 2015 Sumário De João Cunha... 2 José Chaves Reis (Pai)... 2 Desprezo e desesperança... 2 Jussara costa dias... 3 Luiz

Leia mais

O Segredo Do Teu Beijo

O Segredo Do Teu Beijo O Segredo Do Teu Beijo Volume Único Thais Mendonça Copyright 2014 Thais Mendonça All rights reserved. ISBN-13: 978-1500980405 AGRADECIMENTOS Agradeço a Deus porque todos os momentos mesmo difíceis, não

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola.

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessy Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessi era uma garota linda, tinha a pele escura como o chocolate, seus olhos eram pretos e brilhantes que pareciam duas lindas amoras, seu

Leia mais

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS Livro digital recontando a história A Bonequinha preta da autora Alaíde Lisboa de Oliveira, livro escrito no ano de 1930, porém só foi publicado no ano de 2004 BELO

Leia mais

Mensagens para minha mãe. 6 Ano A

Mensagens para minha mãe. 6 Ano A Mensagens para minha mãe 6 Ano A Ser Mãe é assumir de Deus o dom da criação, da doação e do amor incondicional. Ser mãe é encarnar a divindade na Terra. Barbosa Filho Mãe, Você é a melhor mãe do mundo,minha

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 12 de dezembro de 2016 III Semana (11 de dezembro): ALEGRAR Ontem, a Igreja celebrou o domingo da alegria: Jesus está para chegar e só Ele

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

CONVERSAÇÃO ENTRE AMANTES: ANDRESSA: - Eu vou te explicar uma coisa, Danilo. A Maria Helena pode nos desmascarar a qualquer momento.

CONVERSAÇÃO ENTRE AMANTES: ANDRESSA: - Eu vou te explicar uma coisa, Danilo. A Maria Helena pode nos desmascarar a qualquer momento. Caminhos da Amizade CONVERSAÇÃO ENTRE AMIGAS: MARIA HELENA: - Não acho justo continuar escondendo o que eu sinto. Se eu gosto do Danilo, é porque ele me cativou de verdade. OLÍVIA: - Só que o problema

Leia mais

Perdi Seu Olhar. Anderson Borba Chaves

Perdi Seu Olhar. Anderson Borba Chaves Perdi Seu Olhar Anderson Borba Chaves 1 Perdi Seu Olhar foi um pequeno conjunto de letras de música que comecei a escrever desde o ano 2000. Em alguns anos seguintes, até ter seu registro definitivo, acabei

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

A namorada vaidosa. Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho

A namorada vaidosa. Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho A namorada vaidosa Personagens: Clarisse, Teresa e Julinho Quando a peça se inicia, Julinho está deitado no sofá, totalmente coberto e imóvel. Entram Clarisse e Teresa. Estou furiosa, Teresa! Fu-ri-o-sa!

Leia mais

Nota do editor. Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos

Nota do editor. Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos Nota do editor Das artimanhas masculinas para levar uma mulher à cama aos desgastes da rotina conjugal, os relacionamentos amorosos sempre forneceram um vasto material de inspiração para Luis Fernando

Leia mais

Nº 5 C Natal e Sagrada Família

Nº 5 C Natal e Sagrada Família Nº 5 C Natal e Sagrada Família Esta semana celebramos nascimento de Jesus, no dia de Natal e depois a festa da Sagrada Família. A Sagrada Família é composta por Maria, José e o Menino Jesus. A Sagrada

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

Era domingo e o céu estava mais

Era domingo e o céu estava mais Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se possa imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos

ROTEIRISTA DATA GRAVAÇÃO TEMPO Cristian Boragan 26/ 4/ 2006 A Definir 3 minutos Lauda 01 Take 1: Câmera pega Seu Carmelo (Chefe) de Costas enquanto ele caminha em direção à sala das secretárias, nas laterais podemos perceber todo ambiente de uma grande empresa (05 Take 2: Vemos a

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

Anexo Entrevista G2.5

Anexo Entrevista G2.5 Entrevista G2.4 Entrevistado: E2.5 Idade: 38 anos Sexo: País de origem: Tempo de permanência em Portugal: Feminino Ucrânia 13 anos Escolaridade: Imigrações prévias: --- Ensino superior (professora) Língua

Leia mais

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos.

O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. O reino de Deus é semelhante a um rei que quis ajustar contas com seus servos. Um deles lhe devia dez mil talentos. Como não tivesse como pagar tudo, o rei mandou que fossem vendidos ele e toda sua família.

Leia mais

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde

TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde TRANSCRIÇÃO PRÉVIA PROJETO PROFALA TRANSCRITOR(A): Késsia Araújo 65ª ENTREVISTA (J.D.T.S) Cabo Verde PERGUNTAS METALINGUÍSTICAS Doc.: J. quais são as línguas que você fala " Inf.: eu " (+) inglês né falo

Leia mais

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio (Baseado no livro A Droga da Obediência) Editora Matheuslândia Depois do mistério da Droga da Obediência, os Karas já estavam prontos para uma nova aventura.

Leia mais