PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS NUMERO DE VARIAVEIS CATEGORIAS TAMANHO DO REGISTRO - 454

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1976 NUMERO DE VARIAVEIS - 239 CATEGORIAS - 2651 TAMANHO DO REGISTRO - 454"

Transcrição

1 NUMERO DE VARIAVEIS CATEGORIAS FORMATO DO REGISTRO - FB TAMANHO DO REGISTRO (Note: This is the documentation provided with version of 1976 PNAD purchased by David Lam from IBGE web site in November 2000.) 1

2 1 - ORIGEM DOS DADOS:. PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DO- MICILIOS PARA O ANO DE 1976, INCLU- SIVE AS VARIÁVEIS DO BOLETIM ESPECI- AL. 2 - DESCRIÇÃO GERAL:. O ARQUIVO POSSUI DOIS TIPOS DE RE- GISTROS, SENDO UM PARA AS VARIA- VEIS DE DOMICILIOS/FAMILIAS E OUTRO PARA PESSOAS DENTRO DO DOMICILIO. AFIM DE FACILITAR A EXECUÇÃO DE TA- BULAÇÕES ESPECIAIS, FORAM INCLUIDAS NO ARQUIVO AS PRINCIPAIS VARIAVEIS AUXILIARES USADAS NA CONFECÇÃO DO PLANO DE DIVULGAÇÃO. USAR O "NOVO PESO DOMI/FAMI" PARA PONDERAR AS TABELAS, QUE ENVOLVAM DOMICILIOS/FAMILIAS. USAR O "NOVO PESO PESSOA" PARA PON- DERAR AS TABELAS, QUE ENVOLVAM PES- SOAS, POIS EMBORA O ARQUIVO POSSUA OS PESOS ORIGINAIS, ELE SOFREU REPONDERAÇÃO. AFIM DE COMPARAR OS DADOS REPONDE- RADOS, VIDE "SERIES RELATORIOS METO- DOLOGICOS". APRESENTAMOS A SEGUIR A IDENTIFICA- ÇÃO DOS NOMES CONTIDOS NO CABEÇALHO DE CADA PAGINA, AFIM DE FACILITAR O ENTENDIMENTO DESTA DOCUMENTAÇÃO. VARI: NUMERO DA VARIAVEL. NOME: NOME DA VARIAVEL. DESDE: POSIÇÃO INICIAL DA VARIAVEL NO REGISTRO 2

3 . TAM: NUMERO DE ALGARISMOS RESERVADOS PARA A VARIAVEL. CODI: REPRESENTA OS CODIGOS DAS CATE- GORIAS QUE A VARIAVEL PODE CON- TER. O CODIGO E O NOME DA CATE- GORIA ESTÃO RELACIONADOS ABAIXO DO NOME DA VARIAVEL. S: ESTE CAMPO PODE CONTER:. O NUMERO DE DECIMAIS DA VA- RIAVEL. "Z" - A VARIAVEL ESTA CLAS- SIFICADA. "N" OU "BRANCO" - A VARIA- VEL NÃO ESTA CLASSIFICADA. F: FORMATO DA VARIAVEL. C: NÃO USADO. CATEG: NUMERO DE CATEGORIAS PARA A VA- RIAVEL QUANDO ESTIVER EM BRANCO A VA- RIAVEL E' QUANTITATIVA. RENO: NUMERO DA VARIAVEL QUE CONTEM AS MESMAS CATEGORIAS DA VARIA- VEL EM QUESTÃO. TE: NÃO USADO 3 - DISPOSITIVO FISICO: CD-ROM 4 - CARACTERISTICAS FISICAS: IDENTIFICAÇÃO DO VOLUME:. CD 01 NOME DO ARQUIVO (DSN):. PNAD76BR.DAT CODIGO BINARIO DE GRAVAÇÃO:. ASCII TAMANHO DO REGISTRO (LRECL):. 454 BYTES NUMERO DE REGISTROS:

4 5 - DESCRIÇÃO DO REGISTRO - LAY-OUT: **************************************** ****** ****** *** VARIAVEIS PERTENCENTES AO *** *** REGISTRO *** ****** ****** **************************************** 2 REGIÃO 1 1 N REGIÃO I 2 - REGIÃO II 3 - REGIÃO III 4 - REGIÃO IV 5 - REGIÃO V 6 - REGIÃO VI 7 - REGIÃO VII 3 UNIDADE DA FEDERAÇÃO 1 2 N RIO DE JANEIRO 21 - SÃO PAULO 31 - PARANA 32 - SANTA CATARINA 33 - RIO GRANDE DO SUL 41 - MINAS GERAIS 43 - ESPIRITO SANTO 51 - MARANHÃO 52 - PIAUI 53 - CEARA 54 - RIO GRANDE DO NORTE 55 - PARAIBA 56 - PERNAMBUCO 57 - ALAGOAS 58 - SERGIPE 59 - BAHIA 61 - DISTRITO FEDERAL 71 - RONDONIA 72 - ACRE 73 - AMAZONAS 74 - RORAIMA 75 - PARA 76 - AMAPA 77 - MATO GROSSO 78 - GOIAS 1 IDENTIFICAÇÃO 1 10 N 91 TIPO DE REGISTRO 11 1 N DOMICILIOS 2 - PESSOAS 4

5 REGISTRO TIPO DOMICILIOS SITUAÇÃO 12 1 N URBANA 2 - RURAL 1007 TIPO DE ENTREVISTA 13 2 N REALIZADA 2 - AUSENTE TEMPORARIA 3 - RECUSA 4 - OUTRAS 5 - EM CONDIÇÕES HAB 6 - EM RUINAS 7 - EM CONSTRUÇÃO 8 - VERANEIO 9 - DEMOLIDA 10 - NÃO ENCONTRADA 11 - NÃO RESIDENCIAL 12 - FORA DO SETOR 1009 TOTAL DE PESSOAS 15 2 N 1010 PESSOAS MAIS 10 ANOS 17 2 N 1401 FAMILIA 19 1 N UNICA 2 - INDIVIDUAL 3 - PRINCIPAL 4 - PRIMEIRA SECUND 5 - SEGUNDA SECUND 1402 ESPECIE 20 1 N PARTICULAR 2 - COLETIVO 3 - IMPROVISADO 1403 PAREDES 21 1 N ALVENARIA 2 - MADEIRA PREPAR 3 - TAIPA NÃO REVEST 4 - PALHA 5 - OUTRA 1404 PISO 22 1 N MADEIRA 2 - CIMENTO 3 - CERAMICA 4 - TERRA 5 OUTRA 5

6 1405 COBERTURA 23 1 N LAJE DE CONCRETO 2 - TELHA 3 - ZINCO 4 - PALHA 5 - OUTRA 1406 CONDIÇÃO DE OCUPAÇÃO 24 1 N ACABOU DE PAGAR 2 - NÃO ACABOU PAGAR 3 - ALUGADO 4 - CEDIDO 5 - OUTRA 1407 ABASTECIMENTO D.AGUA 25 1 N REDE GERAL/CC 2 - POÇO-NASCENTE/CC 3 - REDE GERAL/SC 4 - POÇO-NASCENTE/SC 5 - OUTRA FORMA 1408 INSTALAÇÃO SANITARIA 26 1 N REDE GERAL 2 - FOSSA SEPTICA 3 - FOSSA RUDIMENTAR 4 - OUTRO ESCOADOURO 5 - NÃO TEM 1409 ILUMINAÇÃO ELETRICA 27 1 N TEM 2 - NÃO TEM 1410 FOGÃO 28 1 N GAS OU ELETRICO 2 - OLEO/QUEROZENE 3 - A CARVÃO 4 - A LENHA 5 - NÃO TEM 1411 RADIO 29 1 N TEM 2 - NÃO TEM 6

7 1412 MAQUINA DE COSTURA 30 1 N TEM 2 - NÃO TEM 1413 GELADEIRA 31 1 N NÃO TEM 1 - UM 2 - DOIS 3 - TRES 4 - QUATRO 5 - CINCO 6 - SEIS 7 - SETE 8 - OITO 1414 TELEVISÃO 32 1 N PRETO E BRANCO 2 - A CORES 3 - PB E CORES 4 - NÃO TEM 1415 AUTOMOVEIS DE PASSEIO 33 1 N COMODOS - TOTAL 34 2 N 1417 COMODOS - DORMITORIO 36 2 N 1807 TOT. PESS. 10 ANOS TEMA 38 2 N 1824 TOTAL MORADORES 40 2 N 1012 TIPO DE AREA 42 1 N AREA METROPOL 2 - AUTO REPRESENT 3 - NÃO AUTO REPRES 1980 PESO FAM/DOM AM 43 6 N 1985 PESO FAM/DOM 49 6 N 1600 N. MORADORES DOMICILIO Q 55 1 N 1601 GRUPO MORADORES DOMIC N 17 - PREJUDICADO 1-1 MORADOR 2-2 MORADORES 7

8 1601 GRUPO MORADORES DOMIC N MORADORES 4-4 MORADORES 5-5 MORADORES 6-6 MORADORES 7-7 MORADORES 8-8 MORADORES 9-9 MORADORES MORADORES MORADORES MORADORES MORADORES MORADORES MORADORES E MAIS MORAD 1602 TIPO CONSTRUÇÃO / SITUAÇ 58 1 N 7 - PREJUDICADO 1 - DURAVEL URBANO 2 - DURAVEL RURAL 3 - RUSTICO URBANO 4 - RUSTICO RURAL 5 - IMPROV. URBANO 6 - IMPROV. RURAL 1603 PISO E COBERTURA 59 2 N 26 - PREJUDICADO 1 - MADEIRA /LAJE 2 - MADEIRA /TELHA 3 - MADEIRA /ZINCO 4 - MADEIRA /PALHA 5 - MADEIRA /OUTRA 6 - CIMENTO /LAJE 7 - CIMENTO /TELHA 8 - CIMENTO /ZINCO 9 - CIMENTO /PALHA 10 - CIMENTO /OUTRA 11 - CERAMICA/LAJE 12 - CERAMICA/TELHA 13 - CERAMICA/ZINCO 14 - CERAMICA/PALHA 15 - CERAMICA/OUTRA 16 - TERRA /LAJE 17 - TERRA /TELHA 18 - TERRA /ZINCO 19 - TERRA /PALHA 20 - TERRA /OUTRA 21 - OUTRO /LAJE 22 - OUTRO /TELHA 23 - OUTRO /ZINCO 24 - OUTRO /PALHA 25 - OUTRO /OUTRA 8

9 1604 GRUPOS NUM. DE COMODOS 61 1 N 9 - PREJUDICADO 1-1 COMODO 2-2 COMODOS 3-3 COMODOS 4-4 COMODOS 5-5 COMODOS 6-6 A 9 COMODOS 7-10 E MAIS COMODOS 8 - SEM DECLARAÇÃO 1605 GRUPOS NUM. DE DORMITORI 62 1 N GRUPO COMPONENTES FAMILI 63 2 N 17 - PREJUDICADO 1-1 COMPONENTE 2-2 COMPONENTES 3-3 COMPONENTES 4-4 COMPONENTES 5-5 COMPONENTES 6-6 COMPONENTES 7-7 COMPONENTES 8-8 COMPONENTES 9-9 COMPONENTES COMPONENTES 1611 GRUPO COMPONENTES FAMILI 63 2 N 17 - PREJUDICADO COMPONENTES COMPONENTES COMPONENTES COMPONENTES COMPONENTES E MAIS COMPONENTES 1612 GRUP COMP FAMIL PEN/EMP 65 2 N RENDIM. MENSAL FAMILIA 67 1 N ATE 1/2 SM 2 - DE 1/2 A 1 SM 3 - DE 1 A 2 SM 4 - DE 2 A 5 SM 5 - MAIS DE 5 SM 6 - SEM RENDIMENTO 7 - SEM DECLARAÇÃO 1632 RENDIM. MENSAL CHEFE 68 1 N COMPON. X PESSOAS C/ REN 69 2 N 16 - PREJUDICADO 1-1 COMP X 1 C/ REND 2-2 COMP X 1 C/ REND 3-2 COMP X 2 C/ REND 4-3 COMP X 1 C/ REND 5-3 COMP X 2 C/ REND 9

10 1633 COMPON. X PESSOAS C/ REN 69 2 N COMP X 3 C/ REND 7-4 A 6 X 1 C/ REND 8-4 A 6 X 2 C/ REND 9-4 A 6 X 3+ C/ REND 10-7 A 10 X 1 C/ REND 11-7 A 10 X 2 C/ REND 12-7 A 10 X 3+ C/ REND X 1 C/ REND X 2 C/ REND X 3+ C/ REND 1634 COMPON. X PESSOAS OCUPAD 71 2 N 16 - PREJUDICADO 1-1 COMP X 1 OCUPAD 2-2 COMP X 1 OCUPAD 3-2 COMP X 2 OCUPAD 4-3 COMP X 1 OCUPAD 5-3 COMP X 2 OCUPAD 6-3 COMP X 3+ OCUPAD 7-4 A 6 X 1 OCUPAD 8-4 A 6 X 2 OCUPAD 9-4 A 6 X 3+ OCUPAD 10-7 A 10 X 1 OCUPAD 11-7 A 10 X 2 OCUPAD 12-7 A 10 X 3+ OCUPAD X 1 OCUPAD X 2 OCUPAD X 3+ OCUPAD 1637 GELADEIRA P/ TABULAÇÃO 73 1 N GELADEIRA 2-2 GELADEIRAS E NÃO TEM 1638 AUTOMOVEIS P/ TABULAÇÃO 74 1 N AUTOMOVEL 2-2 AUTOMOVEIS E NÃO TEM 1700 IDENTIFICAÇÃO DOMICILIO 75 7 N 1997 NOVO PESO DOMI/FAMI 82 6 N 1497 FATOR SUBAM.P/ ÁREA METRO 88 6 N 1498 FATOR DE SUBAMOSTRAGEM 94 6 N 1499 FATOR DE SUBAMOSTRAGEM N 10

11 REGISTRO TIPO PESSOA SEXO 12 1 N HOMEM 2 - MULHER 2104 CONDIÇÃO DE PRESENÇA 13 1 N MORADOR PRESENTE 2 - MORADOR AUSENTE 3 - NÃO MORADOR PRES 2105 IDADE ANOS COMPLETOS 14 2 N 2106 MES DE NASCIMENTO 16 2 N JANEIRO 2 - FEVEREIRO 3 - MARÇO 4 - ABRIL 5 - MAIO 6 - JUNHO 7 - JULHO 8 - AGOSTO 9 - SETEMBRO 10 - OUTUBRO 11 - NOVEMBRO 12 - DEZEMBRO 99 - IGNORADO 2156 ANO DE NASCIMENTO 18 3 N 2107 CONDIÇÃO NO DOMICILIO 21 1 N CHEFE DE FAMILIA 2 - CONJUGE 3 - FILHO(A)/ENTEADO 4 - PAIS OU SOGROS 5 - OUTROS PARENTES 6 - AGREGADO 7 - PENSION/HOSPEDE 8 - EMPREGADO DOM 9 - INDIVIDUAL DOM. COL 2109 ONDE NASCEU / PESS. NAT N 5 - NÃO MORADOR 0 - NÃO NATURAL 1 - CIDADE 2 - VILA 3 - ZONA RURAL 2110 TEMPO MORADOR / PESS. NA 23 1 N NÃO NATURAL 1 - MENOS DE 2 ANOS 2-2 A MENOS 6 ANOS 3-6 ANOS E MAIS 11

12 2111 SITUAÇÃO NASCIMENTO 24 1 N 5 - NÃO MORADOR 0 - NATURAL MUNICIPIO 1 - URBANA 2 - RURAL 2112 UF OU PE ONDE NASCEU 25 2 N BRASIL S/ ESPECIF 1 - RONDONIA 2 - ACRE 3 - AMAZONAS 4 - RORAIMA 5 - PARA 6 - AMAPA 7 - MARANHÃO 8 - PIAUI 9 - CEARA 10 - RIO GRANDE DO NORTE 11 - PARAIBA 12 - PERNAMBUCO 13 - ALAGOAS 14 - FERNANDO NORONHA 15 - SERGIPE 16 - BAHIA 17 - MINAS GERAIS 18 - ESPIRITO SANTO 19 - RIO DE JANEIRO 20 - SÃO PAULO 21 - PARANA 22 - SANTA CATARINA 23 - RIO GRANDE SUL 24 - MATO GROSSO 25 - GOIAS 26 - DISTRITO FEDERAL 2112 UF OU PE ONDE NASCEU 25 2 N ARGENTINA 31 - BOLIVIA 32 - BARBADOS 33 - CANADA 34 - CHILE 35 - COLOMBIA 36 - COSTA RICA 37 - CUBA 38 - EL SALVADOR 39 - EQUADOR 40 - ESTADOS UNIDOS 41 - GUATEMALA 42 - GUIANA 43 - HAITI 44 - HONDURAS 45 - JAMAICA 46 - MEXICO 12

13 2112 UF OU PE ONDE NASCEU 25 2 N NICARAGUA 48 - PANAMA 49 - PARAGUAI 50 - PERU 51 - REPUBLICA DOMINICANA 52 - SURINAME 53 - TRINIDAD TOBAGO 54 - URUGUAI 55 - VENEZUELA 56 - OUTROS AMERICA 57 - ALEMANHA OCIDENTAL 58 - ALEMANHA ORIENTAL 59 - AUSTRIA 60 - BELGICA 61 - BULGARIA 62 - DINAMARCA 63 - ESPANHA 64 - FINLANDIA 65 - FRANÇA 66 - GRA-BRETANHA 67 - GRECIA 68 - HOLANDA 69 - HUNGRIA 70 - IRLANDA 71 - ITALIA 72 - IUGOSLAVIA 73 - NORUEGA 74 - POLONIA 75 - PORTUGAL 76 - ROMENIA 77 - SUECIA 78 - SUIÇA 79 - TCHECOSLOVAQUIA 80 - URSS 81 - OUTROS EUROPA 82 - EGITO 83 - OUTROS AFRICA 84 - CHINA CONTINENTAL 85 - CHINA FORMOSA 86 - COREIA DO NORTE 87 - COREIA DO SUL 88 - INDIA 89 - ISRAEL 90 - JAPÃO 91 LIBANO 13

14 2112 UF OU PE ONDE NASCEU 25 2 N PAQUISTÃO 93 - SIRIA 94 - TURQUIA 95 - OUTROS ASIA 96 - AUSTRALIA 97 - OUTROS OCEANIA 99 - ESTRANG S/ ESPECIF 2113 IDADE QDO SAIU UF OU PAI 27 2 N 2114 TEMPO MORA NESTE MUNICIP 29 1 N MENOS DE 2 ANOS 2-2 A MENOS 6 ANOS 3-6 ANOS E MAIS 2115 SIT QDO CHEGOU NO MUNICI 30 1 N URBANA 2 - RURAL 2116 QTO TEMPO MOROU NA SITUA 31 1 N SIT ANTES MUDAR P/ MUNIC 32 1 N TEMPO NA SITUAÇÃO ANTERI 33 1 N UF OU PE ANTES DE MUDAR 34 2 N SABE LER E ESCREVER 36 1 N 5 - MENOS DE 5 ANOS 1 - SIM 2 - ESQUECEU 3 - NÃO SABE 2223 ONDE APRENDEU LER/ESCREV 37 1 N 5 - MENOS DE 5 ANOS 1 - ESCOLA REGULAR 2 - OUTRA FORMA 3 - NÃO SABE LER/ESCREVER 2224 SERIE - FREQUENTA ESCOLA 38 1 N NÃO HA SERIE 1-1A SERIE 2-2A SERIE 3-3A SERIE 4-4A SERIE 5-5A SERIE 6-6A SERIE 14

15 2224 SERIE - FREQUENTA ESCOLA 38 1 N A SERIE 8-8A SERIE 2225 GRAU - FREQUENTA ESCOLA 39 2 N NÃO HA SERIE 1 - PRIMEIRO GRAU 2 - SEGUNDO GRAU 3 - MEDIO PRIM. CICLO 4 - MEDIO SEG. CICLO 5 - SUPERIOR 6 - ALFABET ADULTOS 7 - ADMISSÃO 8 - SUPLETIVO 2225 GRAU - FREQUENTA ESCOLA 39 2 N ART.99 PRIM. CICLO 10 - ART.99 SEG. CICLO 11 - VESTIBULAR SERIE - NÃO FREQUENTA ES 41 1 N GRAU/ESP - NÃO FREQUENTA 42 1 N NÃO HA SERIE 1 - PRIMEIRO GRAU 2 - SEGUNDO GRAU 3 - MEDIO PRIM. CICLO 4 - MEDIO SEG. CICLO 5 - SUPERIOR 2229 ESTADO CONJUGAL 43 1 N 10 - MENOS 10 ANOS 1 - CIVIL E RELIG 2 - SO CIVIL 3 - SO RELIGIOSO 4 - OUTRA (CASADO) 5 - SOLTEIRO 6 - SEPARADO 7 - DESQUITADO/DIVORCIADO 8 - VIUVO 2230 ANO DO CASAMENTO 44 2 N 2231 ONDE - CURSO PROFISSIONA 46 1 N 8 - MENOS DE 10 ANOS 1 - EMPRESA 2 - ESCOLA TECNICA 3 - SENAI 4 - SENAC 5 OUTRA 15

16 2231 ONDE - CURSO PROFISSIONA 46 1 N NÃO FEZ 2232 DURAÇÃO CURSO PROFISSION 47 1 N 7 - MENOS DE 10 ANOS 0 - NÃO FEZ 1 - ATE 3 MESES 2 - MAIS DE 3 A 6 ME 3 - MAIS DE 6 A 12 M 4 - MAIS DE 12 MESES 2233 ESPECIE CURSO PROFISSION 48 2 N 28 - MENOS DE 10 ANOS 0 - NÃO FEZ 1 - ADMINIST GERENC 5 - BUROCRAT ESCRIT 10 - AGROPECUARIA 20 - IND MECAN METAL 21 - IND MADEIR MOBIL 22 - IND TEXTIL 23 - IND ALIMENTICIA 2233 ESPECIE CURSO PROFISSION 48 2 N IND VEST CALÇADO 25 - EQUIPAM ELETRICO 26 - IND PROD PLASTIC 27 - IND GRAFICA 28 - OUTR IND TRANSF 30 - CONSTRUÇÃO CIVIL 40 - COMERCIO MERCAD 50 - TRANSPORTES 55 - COMUNICAÇÕES 60 - SERV ALOJ ALIMEN 61 - SERV PESSOAIS 62 - SERV DOMICILIAR 63 - SERV DIV RAD TEL 64 - SERV TEC PROFISS 65 - SERV COMUNIT SOC 66 - SERV MED ODO VET 70 - ENSINO 80 - ADM PUBL DEF SEG 90 - OUTROS 2234 FILHOS NASCIDOS MORTOS 50 1 N 11 - PREJUDICADO/MENOS 15 ANOS 0 - NÃO TEVE 1 - UM FILHO 2 - DOIS FILHOS 3 - TRES FILHOS 4 - QUATRO FILHOS 5 - CINCO FILHOS 6 - SEIS FILHOS 16

17 2234 FILHOS NASCIDOS MORTOS 50 1 N SETE FILHOS 8 - OITO E MAIS 2235 FILHOS VIVOS JA MORTOS 51 2 N 2236 FILHOS VIVOS EM 16/11/ N 2237 MES NASC ULTIMO FILHO VI 55 2 N NÃO TEVE FILHO 1 - JANEIRO 2 - FEVEREIRO 3 - MARÇO 4 - ABRIL 5 - MAIO 6 - JUNHO 7 - JULHO 8 - AGOSTO 9 - SETEMBRO 10 - OUTUBRO 11 - NOVEMBRO 12 - DEZEMBRO 20 - NÃO SABE ANO NASC ULTIMO FILHO VI 57 3 N 2301 QUE FEZ NA SEMANA 60 1 N 11 - MENOS 10 ANOS 0 - SEM OCUPAÇÃO 1 - ESTAVA TRABALHANDO 2 - TINHA TRABALHO 3 - PROCUR. TRABALHO 4 - PROC. TRAB. 1 VEZ 5 - AFAZERES DOMEST 6 - FREQUENT ESCOLA 7 - APOSENT/PENSION 8 - VIVE DE RENDA 9 - DOENTE/INVALIDO 2302 QUE FEZ NOS ULT 12 MESES 61 1 N 9 - MENOS 10 ANOS 1 - TRABALHOU 2 - AFAZERES DOMEST 3 - FREQUENT ESCOLA 4 - APOSENT/PENSION 5 - VIVE DE RENDA 6 - DOENTE/ INVALIDO 7 - NÃO TEM TRABALHO 8 PREJUDICADO 17

18 2303 HA QUANTO TEMPO NÃO TRAB 62 1 N 8 - MENOS 10 ANOS 1 - MENOS DE 1 MES 2-1 A MENOS 3 MESES 3-3 A MENOS 6 MESES 4-6 A MENOS 9 MESES 5-9 MESES E MAIS 6 - PREJUDICADO 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N QUIMICOS FISICOS OUT.ESP.CIENCIAS FIS ENGENHEIROS ARQ/URBANISTAS GEOLOGOS AGR.TOPOGRAFOS DES.CARTOGRAFOS OUT.OCUP.AUXILIARES AGRONOMOS FARMACOLOGISTAS BIOLOGISTAS OUT.OCUP.AUXIL.AGRO MEDICOS DENTISTAS VETERINARIOS FARMACEUTICOS PARTEIROS DIPLOMADOS ENFERMEIROS DIPLOM OUT.ESP.MEDICINA 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N ENFERMEIROS N/DIPLO ORTOPEDISTAS OPTOMETRISTAS MASSAGISTAS PROTETICOS OPERADORES DE RAIO X FARM. PRATICOS LABORATORISTAS VIS.SANITARIOS ESTATISTICOS MAT.ATUARIOS ANAL.SISTEMAS ECONOMISTAS CONTADORES TEC.DE ADMISTRAÇÃO OCUP.AUX.ESTAT MAGISTRADOS PROC.PROM.PUBLICOS ADV.DEF.PUBLICOS TAB.OFIC.REGISTRO 18

19 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N ESC.CARTORIO OF.JUSTIÇA OUT.OCUP.JUSTIÇA PROF.ENS.SUPERIOR PROF.ENS.2/GRAU PROF.ENS.1/GRAU PROF.ENS.N/ESPEC ESC.JORNALISTAS PUBLICITARIOS ESCULT.PINTORES DECOR.CENOGRAFOS FOTOGRAFOS MUS.COMPOSITORES ATOR.CANTORES BAILAR.COREOGRAFOS LOC.COM.RD/TV PROD.DIR.ESPETAC OPER.TEC.CIN/RD/TV RELIGIOSOS ASS.SOCIAIS SOCIOLOGOS BIBLIO.MUSEOLOGOS OUT.OCUP.CIENT.N/DISC AGRIC.PECUARISTAS AVIC.CRIAD.PEQ.ANIM INDUSTRIAIS COMERCIANTES HOTEL.DONOS PENSÃO EMPRES.TRANSPORTES OUT.EMPRESARIOS MEMB.P.LEGISLATIVO MIN.DE ESTADO MEMB.C.DIPLOMATICO DIR.CHEF.SERV.PUB ADM.DIR.EMP.AGROP ADM.DIR.EMP.EXT.MIN ADM.DIR.EMP.IND ADM.DIR.EMP.CONST ADM.DIR.EMP.COM/VAL ADM.DIR.EMP.COMERCIO ADM.DIR.EMP.TRA.COMUN ADM.DIR.SERV.HOSPED OUT.ADM.DIR.EMP.PRIV CF.SEÇ.ENC.ADM.EMP.PRIV CF.SEç.ENC.CONT.FIN.PRIV CF.SEç.ENC.SERV.COMP/VENDA CF.SEç.ENC.SERV.PROD.MANUT OUT.CF.SEç.ENC.SERV.EMPRES AG.FISC.TRIBUTOS INSP.TRAB.FISC.PREV ASSIST.ADMINISTRATIVOS TES.CAIXAS 19

20 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N ALMOX.ARMAZENISTAS DAT.TAQUIGRAFOS AUX.ESC.ADM.GERAL TRABAL.AUTONOMOS TEC.AGRIC.PRAT.RURAIS OP.EQUIP.IMP.MECANICOS CHAC.HORT.FLORIC JARDINEIROS TRAB.PECUARIA TRAB.CULTURA CAÇADORES PESCADORES MEDEIR/LENHADORES CARVOEIROS(FABRIC.) SERINGUEIROS ERVATEIROS AP.DESC.QUEB.PROD.VEG MINEIROS CANT.MARROEIROS GARIMPEIROS TRAB.EXTR.PETROLEO/GAS TRAB.FORNOS METAL OP.TRENS LAMINAÇÃO OP.FORNOS SEG.FUSÃO FUNDIDORES MET.MOLDES MOLD.MACHEIROS TRAB.TRAT.TERMICO MET TREF.ESTIR.METAIS GALV.REC.DECAP.METAIS FER.SER.FORJADORES FER.AJUST.ESP.FERRAM OP.MAQ.FERRAMENTAS POL.MET.AFIA.FERRAM AJUST.MONT.INST.MAQUIN RELOJ.MEC.INST.PRECISÃO MEC.VEIC.MOTOR MEC.MOT.SIST.HID.AVIÕES SOLDADORES CHAP.CALDEIREIROS LANT.VEICULOS REBITADORES METAIS FUNILEIROS METAIS MARCENEIROS CARP.TANOEIROS SERRADORES LUSTRADORES 20

21 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N ESTOF.CAPOTEIROS COLCHOEIROS PREP.PASTA P/PAPEL PREP.FIBRAS FIAND.BOBINADORES AJUST.TEAR.PREP.CARTÕES TECELÕES TAPECEIROS RENDEIROS REDEIROS BRANQ.TINT.TRAB/ACABA CURTIDORES CORREEIROS SELEIROS MOL.TRAB.ASSEMELHADOS TRAB.FAB.REF/AÇUCAR CHARQ.MAGAREFES TRAB.CONS/ALIMENTOS TRAB.TRAT.LEITE/LATIC PADEIROS/CONFEITEIROS TRAB.PREP.CAFE/CHA/CACAU CERVEJ.TRAB.FAB.VINHOS TRAB.IND.PESCADO PREPARADORES DE FUMO CHARUTEIROS/CIGARREIROS ALF/COSTUREIROS PELET.TRAB.ASSEMELHADOS PADRON.CORTADORES BORDAD.CERZIDEIROS CHAPELEIROS DE PALHA CHAP.EXCLUSIVE PALHA SAPAT.MONT.ACAB.SAPATOS BOLSEIROS/CINTEIROS AJUST.EQUIP.ELET.ELETR MONT.EQUIP.ELET.ELETR REPARAD.REC.RD/TV ELETRICISTAS INST.ELEF.TELEGRAFOS INST.LINHAS ELET.TELEC VIDREIROS/AMPOLEIROS CERAMISTAS/LOUCEIROS GRAVADORES DE VIDRO PINT.DEC.VIDRO/CERAMICA OLEIROS TRAB.FAB.PROD.BORRACHA BORRACHEIRO TRAB.FAB.VULC.PNEUMAT CONF.PROD.PAPEL/PAPELÃO COMP.TIPOG.LINOTIPISTAS IMPRESSORES/TIPOGRAFOS ESTEREOT/ELETROTIPISTAS CLICHERISTAS/GRAVADORES FOTOGRAVADORES 21

22 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N ENCAN/CARTONADORES OUT.OCUP.IND.GRAFICA MESTRE-DE-OBRA ARMAD.CONCRETO PEDREIROS SERVENTES DE PEDREIROS PINT.CAIADORES ESTUCADORES LADRILHEIROS/TAQUEIROS ENCANADORES VIDRACEIROS CALCET/ASFALTADORES CALAFATES MONT.EST.METALICA OPER.MAQ.CONST.CIVIL MESTRES/CONTRAMESTRES APRENDIZES CONF.AFIN.INST/MUSICAIS CEST.ESTEIREIROS OURIVES LAPIDADORES FOGUETEIROS VASSOUREIROS MARMORISTAS POL/ESMERILHADORES OPERADORES MAQUINA PINTORES/PISTOLA FOGUISTAS EMB.EXPEDIDORES OUT.OCUP.IND.TRANSF AçOUGUEIROS BALC/VENDEDORES VEND/AMBULANTES VEND/JORNAIS REVISTAS PRAC/VIAJ/COMERCIAIS REP.COMERCIAIS PROPAGANDISTAS CORRETORES SEGUROS CORRETORES IMOVEIS COR.TITULOS/VALORES OUT.AG.CORRETORES AVIADORES CIVIS COMISSARIOS DE BORDO OFIC.MARINHA MERCANTE MESTRES EMBARCAÇÃO MAQ.EMBARCAÇÃO FOG.EMBARCAÇÃO MARINHEIROS CIVIS TAIFEIROS TRANSP.MARIT BARQUEIROS/CANOEIROS GUINDASTEIROS ESTIVADORES 22

23 2304 OCUPAÇÃO PRINCIPAL 63 3 N AG.ESTRADA FERRO COND.CHEFES DE TREM MAQ.DE TREM FOGUISTAS DE TREM GUARDA-FREIOS MANOBREIROS SINALEIROS AG.VEND.PAS.RODOVIARIAS MOTORISTAS TROCADORES CARROCEIROS/TROPEIROS RECEP/TRANSPORTES INSP.DESP.TRANSPORTES TRAB.CONS.RODOVIAS TRAB.CONS.FERROVIAS AG.POSTAIS E TELEG POSTALISTAS TELEG.RADIOTELEGRAF TELEFONISTAS CARTEIROS GUARDA-FIOS COZINHEIROS GARÇÕES EMPREG.DOMESTICOS BARB.CABELEREIROS MANICUROS/PEDICUROS LAV.PASSADEIRAS ENGRAXATES ATLETAS PROFISSIONAIS TEC.JUIZES ESPORTES OFIC.PRAçAS F.ARMADAS OFIC.PÇA C.BOMBEIROS DELEGADOS COM.POLICIA INVEST.POLICIA ESCRIVÃES POLICIA GUARDAS CIV.INSP.TRAF CARCER.GUAR.PRESIDIO DATILOSCOPISTAS GUARDAS-VIGIAS ORG/PART CAPATAZES PORT.VIGIAS SERVENTES ASCENSORISTAS GUARDAS SANITARIAS INSPETORES FISCAIS LIXEIROS GUARD.AUTOMOVEIS TRAB.BRAÇAIS S/ESPEC BISCATEIROS OUT.OCUP.OU OCUP.MAL DEF SEM DECLARAÇÃO/OCUPAÇÃO 23

24 2305 ATIVIDADE ONDE EXERCEU 66 3 N AGRICULT/SILVICULTURA CRIAÇÃO ANIMAIS COLETAS PROD.VEGETAIS EXTRAÇÃO MADEIRA PESCA AQUICULTURA EXTR.MIN.METALICOS EXTR.MIN.N/METALICOS EXTR.COMB.MINERAIS EXTR.MINERAIS RADIOT PROD.MIN.N/METALICOS METALURGICA MECANICA MAT.ELET.COMUNICAÇÕES MAT.TRANSPORTE MADEIRA MOBILIARIO PAPEL E PAPELÃO BORRACHA COUROS PELES PROD.SIMIL QUIMICA PROD.FARM.VETERINARIOS PERFUMARIA,SABÕES,VELAS PROD.MAT.PLASTICAS TEXTIL VEST.CALçADOS/ART.TECIDOS PROD.ALIMENTARES BEBIDAS ALCOOL ETILICO FUMO EDITORIAL E GRAFICA DIVERSAS CONST.CIVIL PROD.DIST.ENERGIA ELETRICA PROD.DIST.GAS ENCANADO ABAST.AGUA SERV.ESGOTO LIMPEZA PUB.REMOÇÃO LIXO PROD.AGROP.EXT.VEGETAL FER.PROD.METAL.ART.SAN.MAT.CONST MAQ.APAR.MAT.EL.MAQ.COST.ESCREVER VEICULOS E ACESSORIOS MOVEIS E ARTIGOS DE DECORAÇÃO PAPEL,IMP.ART.ESC.LIVR.PAPEL PROD.QUIM.FARM.PERFUMARIA COMBUSTIVEIS E LUBRIFICANTES TECIDOS E ARTEF.TECIDOS PROD.ALIM.BEB.FUMO ESTIMULANTES MERC.GERAL,PROD.ALIMENTICIOS MERC.GERAL,INC.PROD ALIMENTICIOS COMERCIO AMBULANTE FEIRAS OUTROS OU DIVERSOS CREDITO E INVESTIMENTOS 24

25 2305 ATIVIDADE ONDE EXERCEU 66 3 N FINANC.BANCOS DE DESENVOLVIMENTO SEGUROS E RESSEGUROS CAPITALIZAÇÃO AD.LOCAÇÃO DE IMOVEIS COMPRA E VENDA IMOVEIS INCORP.IMOVEIS BOLSAS DE VALORES COM.TITULOS CONCESSIONARIOS DE LOTERIAS ORGANIZAÇÕES DE CARTÃO DE CREDITO RODOVIARIO FERROVIARIO POR VEICULO TRAÇÃO ANIMAL MARITIMO,FLUVIAL LACUSTRE AEREO OUTROS CORREIOS E TELEGRAFOS COMUNICAÇÕES TELEFONICAS ALOJAMENTO ALIMENTAÇÃO MAQ.APAR.ELET.USO PESSOAL VEICULOS ART.MADEIRA MOBILIARIO INST.ELET.HIDRAULICO E GAS ARTIGOS DIVERSOS HIGIENE EMB.PESSOAL CONF.SOB MEDIDA REP.ART.VEST OUTROS SERV.PESSOAIS TINTURARIAS LAVANDERIAS SERV.LIMP.CONS.CASAS,ESC.EDIFICIOS SERV.VIGILANCIA GUARDA SERV.DOMESTICOS/REMUNERADOS OUTROS SERV.DOMICILIARES DIV.PROM.ESPETACULOS RADIODIFUSÃO TELEVISÃO JURIDICOS,DESP.PROCURADOR CONTABILIDADE E AUDITORIA ASSES.CONS.PESQ.ANAL.PROC.DADOS ENG.GEO.DEOD.CART.AER.TOP.ARQ.URB.PAIS PUB.PROP.ORG.PROM.CONG.EXP.FEIRAS PROD.REP.DOCUMENTAÇÃO PINT.DESENHO ESC.SERV.DECORAÇÃO INVESTIGAÇÃO PARTICULAR OUT.SERV.TEC.PROF.NÃO ESPECIFICADOS SERVIÇOS AUX.AGRIC.CRIAÇÃO ANIMAIS SERV.AUX.TRANSPORTE SERV.AUX.COMERCIO/INDUSTRIA SERV.AUX.ATIV.SEGUROS,FIN.VALORES SERV.AUX.ATIV.ECON.GERAL ASSIST.SOC.ASSOC.BENEFICIENTES PREVIDENCIA SOCIAL ENTIDADES CLASSE SINDICAIS INST.CIENT.TECNOLOGICAS 25

26 2305 ATIVIDADE ONDE EXERCEU 66 3 N INST.FILOSOFICAS CULTURAIS INST.RELIGIOSAS ENT.DESPORTIVAS E RECREATIVAS ORG.CIVICAS E POLITICAS OUT.SERVIÇOS COM.SOCIAIS SERVIÇOS MEDICOS SERV.ODONTOLOGICOS SERV.VETERINARIA ENSINO PUBLICO ENSINO PARTICULAR PODER LEGISLATIVO JUST.ATIV.AUXILIARES SERV.ADM.FEDERAIS SERV.ADM.ESTADUAIS SERV.ADM.MUNICIPAIS SERV.ADM.AUTARQUICOS EXERCITO MARINHA DE GUERRA AERONAUTICA POLICIA MILITAR POLICIA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS OUT.ORGAN.GOVERN.SEGURANÇA REPRES.ESTRANGEIRAS OUTR.ATIV.N/COMP.CLASSES PROCURANDO TRAB.PRIM.VEZ ATIV.MAL DEF OU N/DECLARADAS 2307 POSIÇÃO NA OCUPAÇÃO 69 1 N 11 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 0 - SEM DECLARAÇÃO 1 - EMPREGADO 2 - CONTA PROPRIA 3 - CONTA PROP. NÃO EST 4 - PARCEIRO EMPREG 2307 POSIÇÃO NA OCUPAÇÃO 69 1 N PARC. CONTA PROP 6 - PARC. EMPREGADOR 7 - EMPREGADOR 8 - MEMBRO DE FAMILIA 9 - MEMBRO DE INST 2308 RENDIMENTO - FIXO 70 7 N 2358 RENDIMENTO - VARIAVEL 77 7 N 2359 RENDIMENTO - PROD/MERCAD 84 7 N 2360 RENDIMENTO - SERVIÇOS 91 1 N 4 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1 - SIM 2 - NÃO 26

27 2309 INSTITUTO DE PREVIDENCIA 92 1 N 8 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1 - INPS 2 - IPASE 3 - SASSE 4 - ESTADUAL 5 - MUNICIPAL 6 - NÃO CONTRIBUI 2310 HORAS TRAB. NA OCUPAÇÃO 93 2 N 2311 TOTAL HORAS TRABALHADAS 95 2 N 2312 TEM OUTRAS RENDAS 97 1 N 4 - MENOS DE 10 ANOS 1 - TEM 2 - NÃO TEM 2362 OUTRA RENDA - OUTR OCUP 98 7 N 2363 OUTRA RENDA - ALUGUEIS N 2364 OUTRA RENDA - DOAÇÃO/MES N 2365 OUTRA RENDA - APOS/PENS N 2366 OUTRA RENDA - OUTRAS N 2313 POR QUE NÃO TRABALHOU MA N 6 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1 - NÃO ENCONTRA 2 - NÃO QUER 3 - NÃO PODE/PENSOU 4 - MAIS 40 HORAS 2314 COMO CONSEGUIU OCUPAÇÃO N 11 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 0 - SEM DECLARAÇÃO 1 - AGENCIA PUBLICA 2 - AGENCIA PARTIC 3 - DIRETO EMPREG 4 - AMIGOS/PARENTES 5 - COLEGAS PROFISS 6 - ANUNCIOS 7 - RECEBEU PROPOSTA 8 - OUTRA 9 - NADA FEZ 2315 NUMERO DE SALARIOS N 27

28 2316 POSSUI CARTEIRA ASSINADA N 4 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1 - SIM 2 - NÃO 2317 PRIMEIRO TRABALHO N TEMPO SEM TRABALHO N 2319 OCUPAÇÃO ANTERIOR N 2320 HA QUANTO TEMPO TRABALHA N 6 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1-1 ANO OU MENOS 2 - MENOS DE 1 A 2 ANOS 3 - MENOS DE 2 A 3 ANOS 4 - MAIS DE 5 ANOS 2321 MES QUE COMECOU A TRABAL N 15 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 0 - PREJUDICADO 1 - JANEIRO 2 - FEVEREIRO 3 - MARÇO 4 - ABRIL 5 - MAIO 6 - JUNHO 7 - JULHO 8 - AGOSTO 9 - SETEMBRO 10 - OUTUBRO 11 - NOVEMBRO 12 - DEZEMBRO TEMPO DE PROCURA TRABALH N 8 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1-1 SEMANA 2-2 SEMANAS 3-3 SEMANAS 4-1 MES 5-2 MESES 6-3 MESES E MAIS 2323 MEIO P/ CONSEGUIR TRABAL N 11 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 0 - SEM DECLARAÇÃO 1 - AGENCIA PUBLICA 2 - AGENCIA PARTICULAR 3 - DIRETO EMPREG 4 - AMIGOS/PARENTES 28

29 2323 MEIO P/ CONSEGUIR TRABAL N COLEGAS PROFISS 6 - ANUNCIOS 7 - RECEBEU PROPOSTA 8 - OUTRA 9 - NADA FEZ 2324 REGIME PROCURA TRABALHO N 4 - PREJUDICADO/MENOS 10 ANOS 1 - TEMPO INTEGRAL 2 - TEMPO PARCIAL 2325 OCUPAÇÃO ANTES MIGRAÇÃO N 2326 ATIV. ESTAB. ANTES MIGRA N 2327 POSIÇÃO OCUP. ANTES MIGR N SITUAÇÃO N 2005 NUMERO DE CONTROLE N 2007 TIPO DE ENTREVISTA N 2009 TOTAL DE PESSOAS N 2010 PESSOAS MAIS 10 ANOS N 2011 IDENTIFICAÇÃO DOMICILIO N 2012 TIPO DE AREA N 2401 FAMILIA N 2402 ESPECIE N 2970 PESO CHEFE NAS PESSOAS A N 2975 PESO CHEFE NAS PESSOAS N 2980 PESO PESSOA AREA METROP N 2985 PESO PESSOA N 2801 CRUZAM. OCUPAÇÃO ATIVID N 2802 IDENTIFICAÇÃO DA MÃE N 2803 IDADE DA MÃE N 2804 A MÃE PERTENCE AO QUEST N NÃO 1 - SIM 29

30 2805 IDADE CALCULADA N 2806 TOTAL DE FILHOS NO QUEST N 2807 CONTA PESS. C/ 10 ANOS E N MENOS DE 10 ANOS 1-10 ANOS E MAIS 2808 CRUZ. OCUP. ATIV. MIGRAÇ N 2954 RENDIMENTO PESSOA QT N 2955 REMUNERAÇÃO OCUP PRINC N 2956 REMUNERAÇÃO TODAS OCUP N 2957 REMUNERAÇÃO OUTROS RENDI N 2699 CHEFE ATIVO NA SEMANA N NÃO 1 - SIM 2700 IDENTIFICAÇÃO DOMICILIO N 2500 MORAS NO DOMICILIO N NÃO MORADOR 1 - MORADOR 2501 GRUPOS DE IDADE N A 4 ANOS 2-5 A 9 ANOS 3-10 A 14 ANOS 4-15 A 19 ANOS 5-20 A 24 ANOS 6-25 A 29 ANOS 7-30 A 34 ANOS 8-35 A 39 ANOS 9-40 A 44 ANOS A 49 ANOS A 54 ANOS A 59 ANOS A 64 ANOS A 69 ANOS ANOS E MAIS 16 - IDADE IGNORADA 2502 DURAÇÃO DA UNIÃO N 8 - PREJUDICADO 1 - ATE 4 ANOS 2-5 A 9 ANOS 3-10 A 14 ANOS 4-15 A 19 ANOS 5-20 A 24 ANOS 6-25 ANOS E MAIS 7 - SEM DECLARAÇÃO 30

31 2503 REGIÃO DE NASCIMENTO N REGIÃO I 2 - REGIÃO II 3 - REGIÃO III 4 - REGIÃO IV 5 - REGIÃO V 6 - REGIÃO VI 7 - REGIÃO VII 8 - EXTERIOR E S/ DECLARAÇÃO 2504 LUGAR / SIT DOM NASCIMEN N 10 - PREJUDICADO 1 - MM/REG MM/UF URB 2 - MM/REG MM/UF RUR 3 - MM/REG MM/UF S/D 4 - MM/REG OU/UF URB 5 - MM/REG OU/UF RUR 6 - MM/REG OU/UF S/D 7 - OUTRA REGIÃO URB 8 - OUTRA REGIÃO RUR 9 - OUTRA REGIÃO S/D 2505 GRUPOS IDADE AO MIGRAR N 17 - PREJUDICADO 1-0 A 4 ANOS 2-5 A 9 ANOS 3-10 A 14 ANOS 4-15 A 19 ANOS 5-20 A 24 ANOS 6-25 A 29 ANOS 7-30 A 34 ANOS 8-35 A 39 ANOS 9-40 A 44 ANOS A 49 ANOS A 59 ANOS A 69 ANOS ANOS E MAIS 14 - MIGRARAM E RETORNARAM 15 - NÃO MIGRARAM 16 - IDADE IGNORADA 2507 GRUPOS IDADE INST / SEXO N A 6 ANOS HOM 2-7 A 9 ANOS HOM 3-10 A 14 ANOS HOM 4-15 A 19 ANOS HOM 5-20 A 24 ANOS HOM 6-25 A 29 ANOS HOM 7-30 A 34 ANOS HOM 8-35 A 39 ANOS HOM 9-40 A 44 ANOS HOM A 49 ANOS HOM A 59 ANOS HOM 31

32 2507 GRUPOS IDADE INST / SEXO N A 69 ANOS HOM ANOS E + HOM 14 - IDADE IGNOR HOM 15-5 A 6 ANOS MUL 16-7 A 9 ANOS MUL A 14 ANOS MUL A 19 ANOS MUL A 24 ANOS MUL A 29 ANOS MUL A 34 ANOS MUL A 39 ANOS MUL A 44 ANOS MUL A 49 ANOS MUL A 59 ANOS MUL A 69 ANOS MUL ANOS E + MUL 28 - IDADE IGNOR MUL 2509 SEXO E SITUAÇÃO N HOMEM URBANA 2 - MULHER URBANA 3 - HOMEM RURAL 4 - MULHER RURAL 2510 SERIE FREQUENTA (224X N 23 - PREJUDICADO 1 - ALFABET. ADULTOS 2-1 SERIE 1 GRAU 3-2 SERIE 1 GRAU 4-3 SERIE 1 GRAU 5-4 SERIE 1 GRAU 6-5 SERIE 1 GRAU 7-6 SERIE 1 GRAU 8-7 SERIE 1 GRAU 9-8 SERIE 1 GRAU 10 - SEM DEC. 1 GRAU 11-1 SERIE 2 GRAU 12-2 SERIE 2 GRAU 13-3 SERIE 2 GRAU 14 - SEM DEC. 2 GRAU 15 - VESTIBULAR 16-1 SERIE SUPERIOR 17-2 SERIE SUPERIOR 18-3 SERIE SUPERIOR 19-4 SERIE SUPERIOR 20-5E6SERIESUPERIOR 21 - SEM DEC.SUPERIOR 22 - SEM DECLARAÇÃO 32

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

Dicionário de variáveis da PNAD 2004 - arquivo de domicílios Microdados da Pesquisa Básica e Suplementar de Programas Sociais e Segurança Alimentar

Dicionário de variáveis da PNAD 2004 - arquivo de domicílios Microdados da Pesquisa Básica e Suplementar de Programas Sociais e Segurança Alimentar Dicionário variáveis da PNAD 2004 - arquivo domicílios 1 4 V0101 Ano referência 5 2 UF Unida da Feração 5 8 V0102 2 Número controle 13 3 V0103 3 Número série 16 2 V0104 4 18 2 V0105 20 2 V0106 6 22 1 V0201

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 Média moradores/domicílios...

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. CARTA-CIRCULAR N 2.070 Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. Divulga relação das missões diplomáticas, repartições consulares de carreira e representações

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE 1 Março 2008 A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE Ângela da Matta Silveira Martins * Esta nota técnica apresenta algumas considerações sobre a inserção da mão-de-obra feminina no mercado de trabalho

Leia mais

mídiakit www.tvgazeta.com.br

mídiakit www.tvgazeta.com.br mídiakit www.tvgazeta.com.br JUNHO / 2015 #HISTÓRIA Fundada no aniversário da cidade de São Paulo, a TV Gazeta fala com uma metrópole globalizada com a intimidade de quem esteve presente na vida e no coração

Leia mais

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Estado Rondônia Acre Amazonas Roraima Pará Amapá Tocantins Maranhão Piauí Ceará Rio Grande do Norte

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 19/03/2015 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego Fevereiro de 2015 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 19/03/2015 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/215 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou os dados do Cadastro Geral de Empregados

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS O número de empregos formais no estado alcançou 1,514 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15

INFORME CONJUNTURAL. Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil. Subseção Dieese Força Sindical. Elaboração: 23/01/15 INFORME CONJUNTURAL Comportamento do Emprego - Ano de 2014 - Brasil Subseção Dieese Força Sindical Elaboração: 23/01/15 Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged),

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012 Contas Regionais do Brasil 2012 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 26,0 Indústria extrativa 4,3 Indústria de transformação 13,0 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE METODOLOGIA M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Atividade Empreendedora Empreendedorismo * Fonte: OCDE M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Indivíduo que tenciona gerar valor através da

Leia mais

200 4 Anuário Estatístico

200 4 Anuário Estatístico 2004 Anuário Estatístico REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA Presidente MINISTÉRIO DO TURISMO WALFRIDO SILVINO DOS MARES GUIA Ministro INSTITUTO BRASILEIRO DE TURISMO EMBRATUR EDUARDO

Leia mais

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DIRETORIA DE POLÍTICAS PENITENCIÁRIAS SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES PENITENCIÁRIAS ESTÁTÍSTICA SUSEPE - SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Gerência de Pesquisa Anual PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS PNAD DE 00 Número do setor Situação IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE Número de

Leia mais

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA RODOVIÁRIAS Quadro 13 - UF: ACRE Ano de 211 82 5 6 8 9 5 3 14 4 11 9 4 4 63 2 4 7 6 6 9 4 8 4 4 3 6 68 4 2 8 3 1 8 4 9 2 6 7 5 63 3 6 3 2 13 9 8 7 5 1 5 1 67 4 2 9 6 8 5 5 7 6 6 4 5 85 3 7 1 1 4 7 9 6

Leia mais

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2013 INDICADOR SANTA CATARINA BR % % acumulado 2013/2012 % acumulado 2012/2011 acumulado 2013/2012 Produção Ind. (jan-ago)

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

ANEXO I - Planilha para formação de preços ITEM 01 Serviço Telefônico Fixo Comutado STFC na modalidade Local (PABX ANEEL) Com Im

ANEXO I - Planilha para formação de preços ITEM 01 Serviço Telefônico Fixo Comutado STFC na modalidade Local (PABX ANEEL) Com Im ANEXO I Planilha para formação de preços ITEM 01 Serviço Telefônico Fixo Comutado STFC na modalidade Local (PABX ANEEL) Com Im ITEM FIXO (A) Descrição Cobrado uma única vez QTD Preço Unitário Instalação

Leia mais

Uf 3 8 V040 Número de controle (1) Ncs Nº de sequencia (1)

Uf 3 8 V040 Número de controle (1) Ncs Nº de sequencia (1) PARTE 1 - IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE 26 Recife 29 Salvador 1 2 V035 RM 31 Belo Horizonte 33 Rio de Janeiro 35 São Paulo 43 Porto Alegre (2) Uf 3 8 V040 Número de controle (1) (4) Ncs Nº de sequencia (1)

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 2 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 3 Variáveis de conteúdo... 3 %Pessoas

Leia mais

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS

LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA PAÍSES MEMBROS 1 LISTA DE REPRESENTAÇÕES SOI 2012 AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA AIEA ÁFRICA DO SUL ARÁBIA SAUDITA BRASIL CANADÁ COREIA DO SUL EGITO EQUADOR HOLANDA ITÁLIA JORDÂNIA NÍGER SUÉCIA ALEMANHA ARGENTINA

Leia mais

Comércio em Números. Brasil. meses.

Comércio em Números. Brasil. meses. Belo Horizonte MG Abril de 2015 O Comércio em Números é um acompanhamento sistemático das estatísticas econômicas. Trata-se de um estudo que busca acompanhar o comportamento das variáveis de desempenho

Leia mais

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009)

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) População Ocupada 5 a 17 anos 2008 Taxa de Ocupação 2008 Posição no Ranking 2008 População Ocupada 5 a 17

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Rio de Janeiro, 21/09/2012 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho

Leia mais

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais.

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Maio/2014 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

75,4. 1,95 mulher, PNAD/08) Taxa de analfabetismo (15 anos ou mais em %) 4,4% População urbana 5.066.324

75,4. 1,95 mulher, PNAD/08) Taxa de analfabetismo (15 anos ou mais em %) 4,4% População urbana 5.066.324 SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHOEMSANTA DE EM CATARINA CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS CARACTERÍSTICA GERAIS DE SANTA CATARINA Área

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Gerência de Pesquisa Anual PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS PNAD DE 00 Número do setor Situação IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE Número de

Leia mais

Portugal Leaping forward

Portugal Leaping forward Portugal Leaping forward Dr. Pedro Reis Presidente da AICEP Lisboa, 16 de Março 2012 Enquadramento internacional Fonte: EIU (Fev 2012) Nota: PIB a preços de mercado Variação (%) Enquadramento internacional

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

Rótulos de Linha Contagem de MATRICULA

Rótulos de Linha Contagem de MATRICULA POR ORDEM ALFABÉTICA Rótulos de Linha Contagem de MATRICULA ADVOCACIA-GERAL DA UNIAO 27 AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGENCIA 2 AGENCIA NACIONAL DE VIGILANCIA SANITARIA 1 CENTRO FED.DE EDUC.TECNOL.MINAS GERAIS

Leia mais

Avaliação das Contas Regionais do Piauí 2008

Avaliação das Contas Regionais do Piauí 2008 Avaliação das Contas Regionais do Piauí 2008 A economia piauiense, em 2008, apresentou expansão em volume do Produto Interno Bruto (PIB) de 8,8% em relação ao ano anterior. Foi a maior taxa de crescimento

Leia mais

QUESTIONÁRIO DO DOMICÍLIO

QUESTIONÁRIO DO DOMICÍLIO QUESTIONÁRIO DO DOMICÍLIO Unidade da Federação: Distrito: Município: Subdistrito: Bairro (se houver): Endereço: CEP: - Data: / / Horário: : Número do controle: Número de ordem do domicílio: SIAPE do Entrevistador:

Leia mais

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Total de profissionais, independentemente da escolaridade 2003 2007 2008 Professores da Ed Básica (públicas não

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

TABELA GEOGRAFICA. Atualizada em Agosto 2006. ACESITA BT Minas Gerais. ACRE BT Brasil

TABELA GEOGRAFICA. Atualizada em Agosto 2006. ACESITA BT Minas Gerais. ACRE BT Brasil TABELA GEOGRAFICA Atualizada em Agosto 2006 ACESITA BT Minas Gerais ACRE AFRICA NT Africa Central NT Africa Meridional NT Africa Ocidental NT Africa Setentrional AFRICA CENTRAL BT Africa AFRICA DO SUL

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Estado de São Paulo 2 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

CONSIGNADO PÚBLICO ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA ABIN AGENCIA NACIONAL DE ÁGUAS ANA AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

CONSIGNADO PÚBLICO ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA ABIN AGENCIA NACIONAL DE ÁGUAS ANA AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL CONSIGNADO PÚBLICO ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA ABIN AGENCIA NACIONAL DE ÁGUAS ANA AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL AGENCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA AGENCIA NACIONAL

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TURISMO E HOTELARIA SETEMBRO DE 2015 1 2 PRODUTOS De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT) o turismo compreende as atividades realizadas

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

março de 2014 Fundação Perseu Abramo - Partido dos Trabalhadores A DINÂMICA RECENTE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO: O EMPREGO

março de 2014 Fundação Perseu Abramo - Partido dos Trabalhadores A DINÂMICA RECENTE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO: O EMPREGO 12 março de 2014 Fundação Perseu Abramo - Partido dos Trabalhadores A DINÂMICA RECENTE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO: O EMPREGO Expediente Esta é uma publicação da Fundação Perseu Abramo. Diretoria

Leia mais

Criminalidade no Brasil

Criminalidade no Brasil Criminalidade no Brasil Instituto Avante Brasil Diretor- Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenação e elaboração de pesquisa: Flávia Mestriner Botelho De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto

Leia mais

Figura 1: Distribuição de CAPS no Brasil, 25. RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAIUÍ PERNAMBUCO ACRE ALAGOAS SERGIPE TOCANTINS RONDÔNIA PARAÍBA BAHIA MATO GROSSO DISTRITO

Leia mais

RELATÓRIO PÓS EVENTO

RELATÓRIO PÓS EVENTO RELATÓRIO PÓS EVENTO RELATÓRIO PÓS-EVENTO SUMÁRIO EXECUTIVO LAAD Defence & Security 2013 Expansão da feira Números da 9ª edição da feira Cerimônia Oficial de Abertura Apoio institucional Ministério da

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

Boletim Informativo* Agosto de 2015

Boletim Informativo* Agosto de 2015 Boletim Informativo* Agosto de 2015 *Documento atualizado em 15/09/2015 (Erratas páginas 2, 3, 4 e 9) EXTRATO GERAL BRASIL 1 EXTRATO BRASIL 396.399.248 ha 233.712.312 ha 58,96% Número de Imóveis Cadastrados²:

Leia mais

PNAD Contínua. Definições Conceituais

PNAD Contínua. Definições Conceituais PNAD Contínua Definições Conceituais 6º Fórum SIPD Rio de Janeiro 10 de julho de 2009 PNAD Contínua A PNAD Contínua é a Pesquisa que integra a PNAD e a PME Objetivos Produzir informações básicas para o

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. As Políticas Públicas de Emprego no Brasil

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. As Políticas Públicas de Emprego no Brasil As Políticas Públicas de Emprego no Brasil 1 Índice 1. Mercado de Trabalho no Brasil 2. FAT Fundo de Amparo ao Trabalhador 2.1. Programas e Ações 2.2. Principais avanços na execução dos Programas e Ações

Leia mais

I. B. G. E. CENSO DEMOGRÁFICO 1970 AMOSTRA DE 25% CDDI / DEATI NÚMERO DE VARIÁVEIS - 64 CATEGORIAS - 919

I. B. G. E. CENSO DEMOGRÁFICO 1970 AMOSTRA DE 25% CDDI / DEATI NÚMERO DE VARIÁVEIS - 64 CATEGORIAS - 919 I. B. G. E. CENSO DEMOGRÁFICO 1970 AMOSTRA DE 25% CDDI / DEATI NÚMERO DE VARIÁVEIS - 64 CATEGORIAS - 919 FORMATO DO REGISTRO - FB TAMANHO DO REGISTRO - 76 1 DOCUMENTAÇÃO DO ARQUIVO 1) - ORIGEM DOS DADOS

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

CONTAS REGIONAIS DO AMAZONAS 2009 PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DO AMAZONAS

CONTAS REGIONAIS DO AMAZONAS 2009 PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DO AMAZONAS CONTAS REGIONAIS DO AMAZONAS 2009 PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DO AMAZONAS APRESENTAÇÃO A Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico SEPLAN em parceria com a SUFRAMA e sob a coordenação

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Escova dentes 2x ou + p/dia...

Leia mais

PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA

PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA PAÍSES AIEA AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA 1. Canadá 2. Comunidade da Austrália 3. Estado da Líbia 4. Estados Unidos da América 5. Federação Russa 6. Japão 7. Reino da Arábia Saudita 8. Reino

Leia mais

Resumo dos resultados da enquete CNI

Resumo dos resultados da enquete CNI Resumo dos resultados da enquete CNI Brasil - México: Interesse empresarial para ampliação do acordo bilateral Março 2015 Amostra da pesquisa No total foram recebidos 45 questionários de associações sendo

Leia mais

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo.

Comércio exterior. Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Comércio exterior Dados gerais e do capítulo 30 da NCM relacionados ao comércio exterior do Brasil e do Estado de São Paulo. Janeiro 2015 Sindusfarma Gerência de Regulação de Mercados Índice Brasil...

Leia mais

Analfabetismo no Brasil

Analfabetismo no Brasil Analfabetismo no Brasil Ricardo Paes de Barros (IPEA) Mirela de Carvalho (IETS) Samuel Franco (IETS) Parte 1: Magnitude e evolução do analfabetismo no Brasil Magnitude Segundo estimativas obtidas com base

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS

MATERIAL COMPLEMENTAR PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS MATERIAL COMPLEMENTAR PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS 1. PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE PESSOAS 2. CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES SEGUNDO AS ROTAS DE TRÁFICO 3. PAÍSES COM MAIOR NÚMERO DE ROTAS

Leia mais

Uma análise das condições de vida da população brasileira

Uma análise das condições de vida da população brasileira Diretoria de Pesquisas Coordenação de População e Indicadores Sociais Gerência de Indicadores Sociais SÍNTESE DE INDICADORES SOCIAIS 2013 Uma análise das condições de vida da população brasileira 29 de

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

Perfil Econômico Municipal

Perfil Econômico Municipal indústria Extração de carvão mineral Extração de petróleo e gás natural Extração de minerais metálicos Extração de minerais não-metálicos Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos do fumo

Leia mais

Mercado em números. Brasil. Designação oficial: República Federativa do Brasil. Guiana Venezuela Suriname Columbia. Capital: Brasília.

Mercado em números. Brasil. Designação oficial: República Federativa do Brasil. Guiana Venezuela Suriname Columbia. Capital: Brasília. Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres: 16.145 km com a Argentina

Leia mais

ESTRUTURA ESCRITÓRIOS OPERACIONAIS. Porto Trombetas. Belém. Porto Franco. Altamira. Parauapebas Floriano. Eunápolis. Posto da Mata. São Mateus Aracruz

ESTRUTURA ESCRITÓRIOS OPERACIONAIS. Porto Trombetas. Belém. Porto Franco. Altamira. Parauapebas Floriano. Eunápolis. Posto da Mata. São Mateus Aracruz Relatório final 1 ATUAÇÃO GLOBAL REINO UNIDO CANADÁ ESTADOS UNIDOS HONDURAS PANAMÁ COLÔMBIA EQUADOR PERÚ BOLÍVIA CHILE EL SALVADOR CONGO ARGENTINA URUGUAI PARAGUAI BRASIL GUIANA VENEZUELA PORTUGAL SENEGAL

Leia mais

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS)

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) África do Sul: Taxa predominante cobrada pelos bancos de contas garantidas prime. Alemanha: Taxa sobre crédito de conta-corrente de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AO CIDADÃO Brasília Mensagem eletrônica n.º 229/2015-SIC/DIREX/DPF Prezada Senhora, 1. Trata-se de requerimento de informação

Leia mais

Censo Demográfico 2010 Retratos do Brasil e do Piauí

Censo Demográfico 2010 Retratos do Brasil e do Piauí Censo Demográfico 2010 Retratos do Brasil e do Piauí Eduardo Pereira Nunes Presidente do IBGE Teresina, 12 de Agosto de 2011 Brasil Todos os domicílios residenciais particulares foram recenseados A coleta

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1987

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1987 IBGE / CDDI DEATE/DIATE PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1987 NUMERO DE VARIAVEIS - 137 CATEGORIAS - 1180 FORMATO DO REGISTRO - FB TAMANHO DO REGISTRO - 257 Página 1 1 - ORIGEM DOS DADOS:

Leia mais

INDICADORES CORK SERVICES ABRIL 2014

INDICADORES CORK SERVICES ABRIL 2014 Página1 1. APRESENTAÇÃO INDICADORES CORK SERVICES ABRIL 2014 Os indicadores Cork Services contemplam os principais números de referência para a gestão de frotas, incluindo índices de inflação e variação

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Pessoas com Deficiências Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Pessoas com Deficiências Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Pessoas com Deficiências Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Pessoas c/alguma

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. Índice

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, I.P. Índice Índice Desemprego Registado de Estrangeiros por Continente de Origem e Principais Nacionalidades - Situação no fim do mês de Dezembro, de 2003 a 2009... 2 Desemprego Registado de Estrangeiros por Continente

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH

Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH Oficina Índice de Desenvolvimento Humano IDH Oficina CH/EM Caro Aluno, Esta oficina tem por objetivo analisar as principais características de um dos principais indicadores socioeconômicos utilizados na

Leia mais

Relatório produzido em conjunto por três agências das Nações Unidas

Relatório produzido em conjunto por três agências das Nações Unidas Relatório produzido em conjunto por três agências das Nações Unidas Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Organização Internacional

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE MÓVEIS OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE MÓVEIS OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE MÓVEIS OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS INDÚSTRIA DE MÓVEIS Importação 3,3% Residenciais 67,7% Mercado interno 96,4% Escritório 16,6% INDÚSTRIA

Leia mais

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 29 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 29 E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS,

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2010

Contas Regionais do Brasil 2010 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2010 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 23/11/2012 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

1.a. Atividades principais processamento de alimentos. São cinco as suas divisões, com seus respectivos produtos:

1.a. Atividades principais processamento de alimentos. São cinco as suas divisões, com seus respectivos produtos: Nestlé S.A. 1. Principais Características Matriz: Nestlé S.A. Localização: Vevey, Suíça Ano de fundação: 1866 Internet: www.nestle.com Faturamento (2000): US$ 47.092 mi Empregados (1999): 230.929 1.a.

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO

QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO SAE/Nº. Nome: Nº. de matrícula: Curso: Endereço: Contato: Fone Fixo ( ) Celular ( ) E-mail: PREZADO (A) ALUNO (A) ESTE QUESTIONÁRIO TEM COMO OBJETIVO CONHECER OS ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS

Leia mais

Índice da apresentação

Índice da apresentação Cenário da reparação de veículos 2013 Índice da apresentação 1. Indicadores 2. Ameaças e oportunidades 3. Cenário futuro Indicadores Total 5.565 Municípios NORTE 449 Amazonas 62 Pará 143 Rondônia 52 Acre

Leia mais

Ingressos de Turistas Internacionais no RS por via de acesso

Ingressos de Turistas Internacionais no RS por via de acesso Anuário Estatístico de Turismo 2015 ano base 2014* *Publicado em 08/07/2015, pelo Ministério do Turismo. A publicação apresenta uma compilação de informações anuais relativas ao comportamento de diversos

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Sentiram discriminação...

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1989

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1989 IBGE / CDDI DEATI/DIATE PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICILIOS - 1989 NUMERO DE VARIAVEIS - 202 CATEGORIAS - 2543 FORMATO DO REGISTRO - FB TAMANHO DO REGISTRO - 349 Página 1 1 - ORIGEM DOS DADOS:

Leia mais

Censo Demográfico 2000

Censo Demográfico 2000 1 Censo Demográfico 2000 MUNICÍPIO: AGÊNCIA: 1 CD 1.01 Questionário Básico IDENTIFICAÇÃO USO EXCLUSIVO DO IBGE 1.01 NÚMERO DO QUESTIONÁRIO 1.02 UF 1.03 MUNICÍPIO 1.04 DISTRITO 1.05 SUBDISTRITO 1.06 SETOR

Leia mais

INDICADORES TURÍSTICOS 2013 ANO BASE 2012

INDICADORES TURÍSTICOS 2013 ANO BASE 2012 1 FUNDAÇÃO DE TURISMO DE MATO GROSSO DO SUL FUNDTUR/MS INDICADORES TURÍSTICOS 2013 ANO BASE 2012 A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul para acompanhar o andamento da atividade e sua contribuição

Leia mais

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia Metodologia 1 SEADE Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados Considerações gerais O PIB mensal é um índice de acompanhamento da economia paulista e tem como propósito principal oferecer uma visão

Leia mais