Salário Mínimo Paulista - Lei nº , de 14 de janeiro de 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Salário Mínimo Paulista - Lei nº 14.945, de 14 de janeiro de 2013"

Transcrição

1 Salário Mínimo Paulista - Lei nº , de 14 de janeiro de 2013 Foi aprovada a Lei n.º /2013, pelo Governo do Estado de São Paulo, com efeitos a partir de 1º de fevereiro de 2013, que dispõe sobre a revalorização dos pisos salariais dos trabalhadores que especifica, com aplicabilidade no Estado de São Paulo. Os valores ali fixados destinam-se, exclusivamente, aos trabalhadores indicados expressamente no próprio texto, não se aplicando às categorias que tenham outros pisos definidos em lei federal, convenção ou acordo coletivo, aos servidores públicos estaduais e municipais, bem como aos contratos de aprendizagem regidos pela Lei Federal n.º de 19 de dezembro de Abaixo, seguem as três faixas aprovadas: I - R$ 755,00 (setecentos e cinquenta e cinco reais), para os trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, contínuos, mensageiros e trabalhadores de serviços de limpeza e conservação, trabalhadores de serviços de manutenção de áreas verdes e de logradouros públicos, auxiliares de serviços gerais de escritório, empregados não especializados do comércio, da indústria e de serviços administrativos, cumins, barboys, lavadeiros, ascensoristas, motoboys, trabalhadores de movimentação e manipulação de mercadorias e materiais e trabalhadores não especializados de minas e pedreiras; II - R$ 765,00 (setecentos e sessenta e cinco reais), para os operadores de máquinas e implementos agrícolas e florestais, de máquinas da construção civil, de mineração e de cortar e lavrar madeira, classificadores de correspondência e carteiros, tintureiros, barbeiros, cabeleireiros, manicures e pedicures, dedetizadores, vendedores, trabalhadores de costura e estofadores, Elaboração: ABC Cópia Controlada - Proibida a Reprodução Página 1 de 1

2 pedreiros, trabalhadores de preparação de alimentos e bebidas, de fabricação e confecção de papel e papelão, trabalhadores em serviços de proteção e segurança pessoal e patrimonial, trabalhadores de serviços de turismo e hospedagem, garçons, cobradores de transportes coletivos, barmen, pintores, encanadores, soldadores, chapeadores, montadores de estruturas metálicas, vidreiros e ceramistas, fiandeiros, tecelões, tingidores, trabalhadores de curtimento, joalheiros, ourives, operadores de máquinas de escritório, datilógrafos, digitadores, telefonistas, operadores de telefone e de telemarketing, atendentes e comissários de serviços de transporte de passageiros, trabalhadores de redes de energia e de telecomunicações, mestres e contramestres, marceneiros, trabalhadores em usinagem de metais, ajustadores mecânicos, montadores de máquinas, operadores de instalações de processamento químico e supervisores de produção e manutenção industrial; III - R$ 775,00 (setecentos e setenta e cinco reais), para os administradores agropecuários e florestais, trabalhadores de serviços de higiene e saúde, chefes de serviços de transportes e de comunicações, supervisores de compras e de vendas, agentes técnicos em vendas e representantes comerciais, operadores de estação de rádio e de estação de televisão, de equipamentos de sonorização e de projeção cinematográfica. (NR); Reiteramos o que já informamos por ocasião de edições anteriores, no sentido de que esta lei não se aplica a empregados pertencentes a categorias que já possuem pisos salariais decorrentes de instrumentos coletivos de trabalho, ainda que estejam ali relacionados. Com efeito, a FECOMERCIO e seus filiados, por tradição, celebram instrumentos coletivos de trabalho com certas categorias diferenciadas cujos pisos negociados são maiores do que aqueles estabelecidos na presente lei. Elaboração: ABC Cópia Controlada - Proibida a Reprodução Página 2 de 1

3 Mencionamos alguns exemplos de categorias profissionais do âmbito de negociação da FECOMERCIO que já são respaldadas por normas coletivas e que, ainda assim, constam da presente lei: empregados não especializados do comércio, barbeiros, cabeleireiros, vendedores, telefonistas, dentre outros. De se observar que vendedores, por exemplo, foi mencionado de forma genérica, enquanto sabemos da existência da categoria diferenciada dos vendedores e viajantes, assim entendidos os pracistas, bem como dos vendedores do segmento do comércio, designados genericamente comerciários e/ou balconistas, todos já detentores de representação própria e com normas e valores de pisos salariais próprios. Por fim, se dúvidas ainda existiam quanto à aplicação dos pisos estaduais, recentes decisões do STF vieram dissipá-las. Assim, nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade 4364, 4375 e 4391, ajuizadas pela Confederação Nacional do Comércio e pela Confederação Nacional da Indústria, e onde se questionava a aplicação dos valores estaduais para categorias que já possuíam pisos próprios (no caso para os Estados do Rio de Janeiro e de Santa Catarina), as decisões invocaram o disposto na Lei Complementar Federal nº 103/2000, que deu origem às legislações estaduais, e que autoriza os estados a fixarem pisos apenas para os empregados que não tenham piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho. Em uma das ações, o relator ainda frisou que não se trata de aplicação de norma mais benéfica ao empregado, pois a delegação da competência legislativa para o estado é clara autorizando os estados a regulamentar, apenas, a situação dos empregados que não tenham piso estabelecido por norma coletiva. Elaboração: ABC Cópia Controlada - Proibida a Reprodução Página 3 de 1

4 Ambas as decisões são ótimos precedentes a serem utilizados nas ações anulatórias de cláusula coletiva e em dissídios individuais que pleiteiam o valor do piso da lei estadual quando este é maior. Para maior clareza, segue a íntegra da Lei: Diário Oficial do Estado de São Paulo Seção 1 Volume 123 Número 9 São Paulo, terça-feira, 15 de janeiro de 2013 LEI Nº , DE Revaloriza os pisos salariais mensais dos trabalhadores que especifica, instituídos pela Lei n.º , de 11 de julho de 2007 O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei: Artigo 1º - Os artigos 1º e 2º da Lei nº , de 11 de junho de 2007, passam a vigorar com a seguinte redação: I - o artigo 1º: Artigo 1º - No âmbito do Estado de São Paulo, os pisos salariais mensais dos trabalhadores a seguir indicados ficam fixados em: I - R$ 755,00 (setecentos e cinquenta e cinco reais), para os trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, contínuos, mensageiros e trabalhadores de serviços de limpeza e conservação, trabalhadores de serviços de manutenção de áreas verdes e de logradouros públicos, auxiliares de serviços gerais de escritório, empregados não especializados do comércio, da indústria e de serviços administrativos, cumins, barboys, lavadeiros, ascensoristas, motoboys, trabalhadores de movimentação e manipulação de mercadorias e materiais e trabalhadores não especializados de minas e pedreiras; II - R$ 765,00 (setecentos e sessenta e cinco reais), para os operadores de máquinas e implementos agrícolas e florestais, de máquinas da construção civil, de mineração e de cortar e lavrar madeira, classificadores de correspondência e carteiros, tintureiros, barbeiros, cabeleireiros, manicures e pedicures, dedetizadores, vendedores, trabalhadores de costura e estofadores, pedreiros, trabalhadores de preparação de alimentos e bebidas, de fabricação e confecção de papel e papelão, trabalhadores em serviços de proteção e segurança pessoal e patrimonial, trabalhadores de serviços de turismo e Elaboração: ABC Cópia Controlada - Proibida a Reprodução Página 4 de 1

5 hospedagem, garçons, cobradores de transportes coletivos, barmen, pintores, encanadores, soldadores, chapeadores, montadores de estruturas metálicas, vidreiros e ceramistas, fiandeiros, tecelões, tingidores, trabalhadores de curtimento, joalheiros, ourives, operadores de máquinas de escritório, datilógrafos, digitadores, telefonistas, operadores de telefone e de telemarketing, atendentes e comissários de serviços de transporte de passageiros, trabalhadores de redes de energia e de telecomunicações, mestres e contramestres, marceneiros, trabalhadores em usinagem de metais, ajustadores mecânicos, montadores de máquinas, operadores de instalações de processamento químico e supervisores de produção e manutenção industrial; III - R$ 775,00 (setecentos e setenta e cinco reais), para os administradores agropecuários e florestais, trabalhadores de serviços de higiene e saúde, chefes de serviços de transportes e de comunicações, supervisores de compras e de vendas, agentes técnicos em vendas e representantes comerciais, operadores de estação de rádio e de estação de televisão, de equipamentos de sonorização e de projeção cinematográfica. (NR); II - o artigo 2º: Artigo 2º - Os pisos salariais fixados nesta lei não se aplicam aos trabalhadores que tenham outros pisos definidos em lei federal, em convenção ou acordo coletivo de trabalho, salvo se inferiores ao valor fixado no inciso I do artigo 1º desta lei, bem como aos servidores públicos estaduais e municipais, e, ainda, aos contratos de aprendizagem regidos pela Lei federal nº , de 19 de dezembro de (NR) Artigo 2º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, devendo produzir efeitos a partir de 1º de fevereiro de Palácio dos Bandeirantes, 14 de janeiro de GERALDO ALCKMIN Carlos Andreu Ortiz Secretário do Emprego e Relações do Trabalho Edson Aparecido dos Santos Secretário-Chefe da Casa Civil Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, aos 14 de janeiro de Elaboração: ABC Cópia Controlada - Proibida a Reprodução Página 5 de 1

Negociações Salariais. Vigilantes de Barueri

Negociações Salariais. Vigilantes de Barueri Negociações Salariais Vigilantes de Barueri 1 Pisos Salariais Vigilantes Foi realizada, neste estudo, uma comparação entre os reajustes dos pisos salariais da categoria de Vigilantes de São Paulo, em comparação

Leia mais

Piso Salarial do Estado do Rio de Janeiro/2011

Piso Salarial do Estado do Rio de Janeiro/2011 Piso Salarial do Estado do Rio de Janeiro/2011 O Projeto de Lei nº 189/2011 de autoria do Poder Executivo vai a plenário na Assembléia Legislativa do Se a pretensão do governo for aprovada sem alterações,

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L M A R Ç O D E 2 0 0 8

S I N O P S E S I N D I C A L M A R Ç O D E 2 0 0 8 S I N O P S E S I N D I C A L M A R Ç O D E 2 0 0 8 ALIMENTAÇÃO. A empresa J. Macedo decidiu encerrar as atividades de sua unidade da Lapa, capital, São Paulo, e demitir todos os seus 200 funcionários.

Leia mais

Assinam este documento: CONSELHEIROS DAS CENTRAIS SINDICAIS DA BANCADA DOS TRABALHADORES JUNTO AO CETERJ

Assinam este documento: CONSELHEIROS DAS CENTRAIS SINDICAIS DA BANCADA DOS TRABALHADORES JUNTO AO CETERJ Rio de Janeiro, 12 de dezembro de 2013 Ao Secretário Executivo do CETERJ - Conselho Estadual de Emprego, Trabalho e Renda Sr. Marcírio Coelho Nunes c/c ao Presidente do CETERJ Sr Marco Antonio Lagos de

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6983 DE 31 DE MARÇO DE 2015. INSTITUI PISOS SALARIAIS NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PARA AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS QUE MENCIONA E ESTABELECE OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

MÓDULO SALÁRIO SALÁRIO PROFISSIONAL/ SALÁRIO MÍNIMO 4.3

MÓDULO SALÁRIO SALÁRIO PROFISSIONAL/ SALÁRIO MÍNIMO 4.3 MÓDULO 4 SALÁRIO 4.3 SALÁRIO PROFISSIONAL/ SALÁRIO MÍNIMO DEPARTAMENTO DE PESSOAL MANUAL DE PROCEDIMENTOS SUMÁRIO ASSUNTO PÁGINA 4.3. SALÁRIO PROFISSIONAL/SALÁRIO MÍNIMO... 3 4.3.1. INTRODUÇÃO... 3 4.3.2.

Leia mais

Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Lei Nº 6983 DE 31/03/2015 Publicado no DOE em 1 abr 2015 Institui pisos salariais no âmbito do Estado do Rio de Janeiro para as categorias profissionais que menciona e estabelece outras providências. O

Leia mais

MÓDULO 4 4.3 PROFISSIONAL/ SALÁRIO MÍNIMO

MÓDULO 4 4.3 PROFISSIONAL/ SALÁRIO MÍNIMO MÓDULO 4 SALÁRIO 4.3 SALÁRIO PROFISSIONAL/ SALÁRIO MÍNIMO ESTE FASCÍCULO SUBSTITUI O DE IGUAL NÚMERO ENVIADO ANTERIORMENTE AOS NOSSOS ASSINANTES. RETIRE O FASCÍCULO SUBSTITUÍDO, ANTES DE ARQUIVAR O NOVO,

Leia mais

Informe Contfisco. COMUNICADO Comunicamos a todos que no dia 02/05/2014 não haverá expediente em nosso escritório. IRRF

Informe Contfisco. COMUNICADO Comunicamos a todos que no dia 02/05/2014 não haverá expediente em nosso escritório. IRRF Contfisco Empresa de Contabilidade Ltda ABRIL/2014 Informe Contfisco Você recebe o melhor das pessoas quando dá o melhor de si. Harvey Firestone IMPORTANTE DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA

Leia mais

SALÁRIO PROFISSIONAL E PISO SALARIAL CLÁUDIA VIRGÍNIA BRITO DE MELO

SALÁRIO PROFISSIONAL E PISO SALARIAL CLÁUDIA VIRGÍNIA BRITO DE MELO SALÁRIO PROFISSIONAL E PISO SALARIAL CLÁUDIA VIRGÍNIA BRITO DE MELO Consultora Legislativa da Área V Direito do Trabalho e Processual do Trabalho MAIO/2011 Cláudia Virgínia Brito de Melo 2 SUMÁRIO 1. Introdução...3

Leia mais

Salário profissional e piso salarial

Salário profissional e piso salarial Salário profissional e piso salarial CLÁUDIA VIRGÍNIA BRITO DE MELO Consultor Legislativo da Área V Direito do Trabalho e Processual do Trabalho FEVEREIRO/2016 Cláudia Virgínia Brito de Melo 2 SUMÁRIO

Leia mais

LEI DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nº 14.460 DE 16.01.2014

LEI DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nº 14.460 DE 16.01.2014 LEI DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Nº 14.460 DE 16.01.2014 D.O.E/RS - 17.01.2014 Dispõe sobre o reajuste dos pisos salariais, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, para as categorias profissionais

Leia mais

NOEMI FERNANDA ALVES DA CONCEIÇÃO O SALÁRIO E A SUA FUNÇÃO SOCIAL

NOEMI FERNANDA ALVES DA CONCEIÇÃO O SALÁRIO E A SUA FUNÇÃO SOCIAL NOEMI FERNANDA ALVES DA CONCEIÇÃO O SALÁRIO E A SUA FUNÇÃO SOCIAL CAMPINAS SP DEZEMBRO - 2009 NOEMI FERNANDA ALVES DA CONCEIÇÃO O SALÁRIO E A SUA FUNÇÃO SOCIAL Artigo científico apresentado como Exigência

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO DE FEVEREIRO DE 2012

BOLETIM INFORMATIVO DE FEVEREIRO DE 2012 BOLETIM INFORMATIVO DE FEVEREIRO DE 2012 S U M Á R I O 1 - MATÉRIAS FEDERAIS 1 2 - MATÉRIAS ESTADUAIS 4 3 - MATÉRIAS MUNICIPAIS 7 4 - MATÉRIAS TRABALHISTAS 8 5 - MATÉRIAS DIVERSAS 8 1 - MATÉRIAS FEDERAIS

Leia mais

Legislação, Doutrina e Jurisprudência

Legislação, Doutrina e Jurisprudência Legislação, Doutrina e Jurisprudência ÚLTIMO DIÁRIO PESQUISADO 17/06/2014 ANO: 48 2014 FECHAMENTO: 17/06/2014 EXPEDIÇÃO: 22/06/2014 PÁGINAS: 276/271 FASCÍCULO Nº: 25 O FECHAMENTO DESTE FASCÍCULO FOI ANTECIPADO

Leia mais

BOLETIM ANO Nº 206 - ANO V 10 de abril de 2015 Governo do Rio de Janeiro fixa para 2015 os Pisos Salariais do Estado

BOLETIM ANO Nº 206 - ANO V 10 de abril de 2015 Governo do Rio de Janeiro fixa para 2015 os Pisos Salariais do Estado BOLETIM ANO Nº 206 - ANO V 10 de abril de 2015 Governo do Rio de Janeiro fixa para 2015 os Pisos Salariais do Estado Por meio da Lei 6.983-RJ, de 31-3-2015, publicada no Diário do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

A CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA-CNI, entidade

A CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA-CNI, entidade EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL A CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA-CNI, entidade sindical de grau superior representativa da indústria brasileira, com sede em Brasília,

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Lei nº 7267/2016 Data da Lei 26/04/2016 Texto da Lei [ Em Vigor ] LEI Nº 7267 DE 26 DE ABRIL 2016. INSTITUI PISOS SALARIAIS NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PARA AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS QUE MENCIONA

Leia mais

ANOTE O NÚMERO DA VAGA de interesse e dirija-se ao

ANOTE O NÚMERO DA VAGA de interesse e dirija-se ao ANOTE O NÚMERO DA VAGA de interesse e dirija-se ao Informações das vagas oferecidas no Sistema Nacional de Emprego (SINE). Vagas Maio/15 Nº Vaga Ocupação 3275599 Administrador hospitalar 3277945 Agente

Leia mais

Seminário Mensal do Departamento Pessoal 14 de Janeiro de 2015. Fábio Gomes Fábio Momberg Graziela Garcia

Seminário Mensal do Departamento Pessoal 14 de Janeiro de 2015. Fábio Gomes Fábio Momberg Graziela Garcia Seminário Mensal do Departamento Pessoal 14 de Janeiro de 2015 Apresentadores: Erica Nakamura Fábio Gomes Fábio Momberg Graziela Garcia esocial Publicação do decreto instituidor DECRETO Nº 8.373, DE 11

Leia mais

TERMO ADITIVO Á CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

TERMO ADITIVO Á CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO TERMO ADITIVO Á CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 1 Entre as partes, de um lado o SINDICATO DOS EMPREGADOS VENDEDORES E VIAJANTES DO COMÉRCIO, PROPAGANDISTAS, PROPAGANDISTAS VENDEDORES E VENDEDORES DE PRODUTOS

Leia mais

Município Código Ocupação Vagas Trab.Defic. Habilit. Validade Escolaridade Salário Experiência Comprovação C. de S. Agost. 2101064 Auxiliar de

Município Código Ocupação Vagas Trab.Defic. Habilit. Validade Escolaridade Salário Experiência Comprovação C. de S. Agost. 2101064 Auxiliar de Município Código Ocupação Vagas Trab.Defic. Habilit. Validade Escolaridade Salário Experiência Comprovação C. de S. Agost. 2101064 Auxiliar de administracao 1 Exclusiva Não 27/01/2011 2º Grau completo

Leia mais

LEI Nº 8.824 DE 22 DE SETEMBRO de 2003

LEI Nº 8.824 DE 22 DE SETEMBRO de 2003 Publicada D.O.E. Em 23.09.2003 LEI Nº 8.824 DE 22 DE SETEMBRO de 2003 Reorganiza os cargos de provimento permanente do Quadro de Pessoal das Instituições de Ensino Superior do Estado da Bahia. O GOVERNADOR

Leia mais

PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS TEM ISENÇÃO DE IMPOSTO

PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS TEM ISENÇÃO DE IMPOSTO INFORMATIVO Nº 139 - IMPRESSO E ON-LINE TIRAGEM: 15.000 - FEVEREIRO - 2013 PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS TEM ISENÇÃO DE IMPOSTO A Medida Provisória (MP) nº 597, de 26 de dezembro de 2012, dá nova redação ao

Leia mais

10 Fund. Incompleto Não exigida R$740,00 + R$150,00. cesta

10 Fund. Incompleto Não exigida R$740,00 + R$150,00. cesta Vagas Qtde. Escolaridade Experiência Salário Observações Ajudante de Açougueiro 01 Fund. Incompleto 6 meses R$710,00 Com experiência. Ajudante de Farmácia 01 Médio Completo 6 meses R$678,00 + comissão

Leia mais

Coordenação estadual do sine Sistema Nacional de emprego Telefone: (27) 3324-1243 Vitória/ES, 16 de Março de 2012. ANCHIETA

Coordenação estadual do sine Sistema Nacional de emprego Telefone: (27) 3324-1243 Vitória/ES, 16 de Março de 2012. ANCHIETA SINE Coordenação estadual do sine Sistema Nacional de emprego Telefone: (27) 3324-1243 Vitória/ES, 16 de Março de 2012. ANCHIETA Auxiliar de enfermagem do trabalho (M) 01 Auxiliar de serviços gerais (M)

Leia mais

PESSOA COM DEFICIÊNCIA Av. João Pessoa, 6239 - Parangaba (85) 3101.3034

PESSOA COM DEFICIÊNCIA Av. João Pessoa, 6239 - Parangaba (85) 3101.3034 FORTALEZA Aldeota (Av. Santos Dumont, 5015) Tel.: (85) 3101.1660 Barra do Ceará (Av. Francisco Sá, 6485) Tel.: (85) 3101.2743 Parangaba (Av. João Pessoa, 6239) Tel.: (85) 3101.3034 Messejana (Av. Pergentino

Leia mais

Estamos enviando em anexo, a íntegra da legislação relacionada abaixo, para seu conhecimento e divulgação.

Estamos enviando em anexo, a íntegra da legislação relacionada abaixo, para seu conhecimento e divulgação. Rio de Janeiro, 10 de março de 2017. Circular FEHERJ n.º:20/2017 Prezados Diretores, Estamos enviando em anexo, a íntegra da legislação relacionada abaixo, para seu conhecimento e divulgação. 1 - LEI Nº

Leia mais

B o l e t i m I n f o r m a t i v o

B o l e t i m I n f o r m a t i v o B o l e t i m I n f o r m a t i v o Organização King Contabilidade Ltda. King Imóveis Ltda. King Contabilidade Ltda. Abril/2016 - Ed. 282 Orientações do Mentor (153) Hatiro Shimomoto hatiro@hatiro.com.br

Leia mais

Total de vagas: 5.565

Total de vagas: 5.565 Painel de vagas - CEAT em 12/04/2011 Total de vagas: 5.55 OCUPAÇÃO VAGAS BAIRRO 1 Açougueiro 17 EXPERIÊNCIA MÍNIMA (MESES) Escolaridade Mínima 2 Agente administrativo 1 ZONA OESTE Ensino Médio completo

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2344/2017

PROJETO DE LEI Nº 2344/2017 PROJETO DE LEI Nº 2344/2017 EMENTA: INSTITUI PISOS SALARIAIS NO ÂMBITO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PARA AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS QUE MENCIONA E ESTABELECE OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Autor(es): PODER EXECUTIVO

Leia mais

Lei nº 14.592, de 19 de outubro de 2011. Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei:

Lei nº 14.592, de 19 de outubro de 2011. Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei: Lei nº 14.592, de 19 de outubro de 2011 Proíbe vender, ofertar, fornecer, entregar e permitir o consumo de bebida alcoólica, ainda que gratuitamente, aos menores de 18 (dezoito) anos de idade, e dá providências

Leia mais

VAGAS QUE EXIGEM SUPERIOR COMPLETO

VAGAS QUE EXIGEM SUPERIOR COMPLETO VAGAS QUE EXIGEM SUPERIOR COMPLETO Contador VAGAS QUE EXIGEM SUPERIOR INCOMPLETO Auxiliar de crédito Secretária(o) executiva(o) VAGAS QUE EXIGEM ENSINO MÉDIO COMPLETO Analista de crédito (instituições

Leia mais

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Construção Civil 1 Soldador elétrico Bady Bassitt Comércio 2 Garçom Catanduva Outros 2 Mecânico de veículos automotores a diesel

Leia mais

Vagas Qtde. Escolaridade Experiência Salários Observações

Vagas Qtde. Escolaridade Experiência Salários Observações Vagas Qtde. Escolaridade Experiência Salários Observações Acompanhante de Idoso 01 Fund. Incompleto 6 meses - Trabalha à noite. Ajudante de Açougueiro 01 Fund. Incompleto 6 meses R$710,00 Com experiência.

Leia mais

Qualificação e Mercado de Trabalho: Apontamentos para política pública em regiões metropolitanas

Qualificação e Mercado de Trabalho: Apontamentos para política pública em regiões metropolitanas Qualificação e Mercado de Trabalho: Apontamentos para política pública em regiões metropolitanas Rede de Pesquisa Formação e Mercado de Trabalho 25.10.2012 Estudos com base PED: 2008: Projeto MTE / DIEESE

Leia mais

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Regime de Contratação Comércio 1 Gerente de restaurante C.L.T. Aparecida Ensino Médio 1

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Regime de Contratação Comércio 1 Gerente de restaurante C.L.T. Aparecida Ensino Médio 1 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Gerente de restaurante Aparecida Médio 1 Comércio 2 Supervisor de produção da indústria alimentícia Aparecida

Leia mais

PRESIDENTE PRUDENTE Experiência (Em Meses)

PRESIDENTE PRUDENTE Experiência (Em Meses) Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Pessoa física 5 Garçom Freelancer Anhumas Médio Outros 2 Caldeireiro (chapas de ferro e aço) C.L.T. Dracena Alfabetizado

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Estado de São Paulo 2 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado

Leia mais

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Comércio 2 Cozinhador (conservação de alimentos) Catanduva Ensino Fundamental 6 Serviços 2 Técnico de telecomunicações

Leia mais

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação Outros 2 Motorista de carro de passeio C.L.T. Bertioga Ensino Médio 5

BAIXADA SANTISTA. Regime de Contratação Outros 2 Motorista de carro de passeio C.L.T. Bertioga Ensino Médio 5 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Outros 2 Motorista de carro de passeio Bertioga Médio 5 2 Eletricista de instalações (edifícios) Cubatão Médio

Leia mais

VINTE OCUPAÇÕES COM MENORES SALDOS E SALÁRIO MÉDIO DE ADMISSÃO EM PIRACICABA

VINTE OCUPAÇÕES COM MENORES SALDOS E SALÁRIO MÉDIO DE ADMISSÃO EM PIRACICABA VINTE OCUPAÇÕES COM MENORES SALDOS E SALÁRIO MÉDIO DE ADMISSÃO EM PIRACICABA - 2000 1 Trabalhador da Cultura de Cana-de-Açúcar 345 685-340 228,44 2 Trabalhadores de Fabricação, Refinação de Açúcar e Outros

Leia mais

BAURU. Regime de Contratação Outros 1 Bibliotecário C.L.T. Agudos Graduação 0. Ensino Fundamental Serviços 9 Faxineiro C.L.T. Bariri Alfabetizado 3

BAURU. Regime de Contratação Outros 1 Bibliotecário C.L.T. Agudos Graduação 0. Ensino Fundamental Serviços 9 Faxineiro C.L.T. Bariri Alfabetizado 3 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Outros 1 Bibliotecário Agudos Graduação Outros 4 Vigilante Agudos 9 Faxineiro Bariri Alfabetizado Construção Civil

Leia mais

Sistema Nacional de Emprego SINE Tocantins Painel de Vagas de Emprego 03 de agosto de 2015

Sistema Nacional de Emprego SINE Tocantins Painel de Vagas de Emprego 03 de agosto de 2015 SINE ARAGUAINA Descrição Identificação da Vagas Total Açougueiro 3362511 1 3373085 1 Armador de estrutura de concreto 3368718 1 Armador de ferragens na construção civil 3353412 1 Assistente administrativo

Leia mais

ÍNTEGRA DO PROJETO ENVIADO A ASSEMBLEIA PELO GOVERNO DO ESTADO

ÍNTEGRA DO PROJETO ENVIADO A ASSEMBLEIA PELO GOVERNO DO ESTADO ÍNTEGRA DO PROJETO ENVIADO A ASSEMBLEIA PELO GOVERNO DO ESTADO PROJETO DE LEI Nº 76, DE 2013 Mensagem A-nº 047/2013, do Senhor Governador do Estado São Paulo, 27 de fevereiro de 2013 Senhor Presidente

Leia mais

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Regime de Contratação Pessoa física 1 Agenciador de propaganda C.L.T. Aparecida Alfabetizado 6

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Regime de Contratação Pessoa física 1 Agenciador de propaganda C.L.T. Aparecida Alfabetizado 6 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Pessoa física 1 Agenciador de propaganda Aparecida Alfabetizado Pessoa física 1 Motorista

Leia mais

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS NO ESTADO DE GOIÁS - SECOM

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS NO ESTADO DE GOIÁS - SECOM MINUTA DE REIVINDICAÇÃO SALARIAL APROVADA NA ASSEMBLEIA GERAL DA CATEGORIA PARA VIGORAR NO ANO 2013/2014, DATA BAS - 2013, OCORRIDA EM 15.03.2013. TERMO REIVINDICATÓRIO DE REAJUSTES E MELHORIAS SALARIAIS

Leia mais

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Regime de Contratação Outros 4 Operador de câmera de televisão C.L.T. Aparecida Curso Técnico 6. Prestador de Serviços

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. Regime de Contratação Outros 4 Operador de câmera de televisão C.L.T. Aparecida Curso Técnico 6. Prestador de Serviços Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Outros 4 Operador de câmera de televisão Aparecida Curso Técnico Pessoa física 1 Cuidador de idosos Experiência

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.164, DE 4 DE JANEIRO DE 2012

LEI COMPLEMENTAR Nº 1.164, DE 4 DE JANEIRO DE 2012 Página 1 de 5 LEI COMPLEMENTAR Nº 1.164, DE 4 DE JANEIRO DE 2012 Institui o Regime de Dedicação Plena e Integral - RDPI e a Gratificação de Dedicação Plena e Integral - GDPI aos integrantes do Quadro do

Leia mais

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015

AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015 Análise Emprego Formal Macaé AGETRAB Agencia de Trabalho, Educação Profissional e Renda Setembro-2015 Os números do mês de agosto - Macaé De acordo com os dados do CAGED em setembro de 2015, foram suprimidos

Leia mais

RIBEIRÃO PRETO. Regime de Contratação Serviços 1 Faxineiro C.L.T. Barrinha Alfabetizado 0

RIBEIRÃO PRETO. Regime de Contratação Serviços 1 Faxineiro C.L.T. Barrinha Alfabetizado 0 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Serviços 1 Faxineiro Barrinha Alfabetizado Comércio 1 Repositor de mercadorias Cravinhos Alfabetizado Comércio

Leia mais

- 2 vagas de ajudante de serralheiro com 6 meses de experiência em na carteira Sexo: masculino Escolaridade: fundamental completo

- 2 vagas de ajudante de serralheiro com 6 meses de experiência em na carteira Sexo: masculino Escolaridade: fundamental completo Confira os detalhes das vagas oferecidas pelo Sine-JP: - 10 vagas de vendedor pracista Obs.: possuir veículo próprio - 1 vaga de manicure Obs.: possuir experiência em aplicação em gel - 10 vagas de mecânico

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Campinas 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

Qtd Ocupação Contratação Local de Trabalho Escolaridade

Qtd Ocupação Contratação Local de Trabalho Escolaridade Qtd Ocupação Contratação Local de Trabalho Escolaridade 3 Professor prático no ensino profissionalizante Freelancer Americana Curso Técnico 2 Agente de segurança C.L.T. Americana Ensino Médio 4 Trabalhador

Leia mais

SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA, IMPORTADOR E EXPORTADOR DE FRUTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA, IMPORTADOR E EXPORTADOR DE FRUTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO São Paulo, 12 de Julho de 2013. CIRCULAR N. º 10/2013 Transcrevemos a seguir na integra a matéria de informativo TOME NOTA da FECOMERCIO SP, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 200/2012. PROJETO DE

Leia mais

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador HERÁCLITO FORTES

PARECER Nº, DE 2010. RELATOR: Senador HERÁCLITO FORTES PARECER Nº, DE 2010 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 464, de 2009, do Senador Paulo Paim, que fixa o piso salarial do gari e define o grau do

Leia mais

RIBEIRÃO PRETO. Experiência (Em Meses) 1 Técnico de garantia da qualidade C.L.T. Cravinhos Curso Técnico 2. Regime de Contratação

RIBEIRÃO PRETO. Experiência (Em Meses) 1 Técnico de garantia da qualidade C.L.T. Cravinhos Curso Técnico 2. Regime de Contratação Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) 1 Técnico de garantia da qualidade C.L.T. Cravinhos Curso Técnico 2 1 Operador de forno

Leia mais

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Outros 3 Gerente administrativo Regime de Contratação Prestador de Serviços Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) Bady Bassitt Ensino Médio 0 Comércio

Leia mais

CAMPINAS. Regime de Contratação Serviços 1 Técnico em secretariado / Assistente administrativo C.L.T. Águas de Lindóia Ensino Médio 3

CAMPINAS. Regime de Contratação Serviços 1 Técnico em secretariado / Assistente administrativo C.L.T. Águas de Lindóia Ensino Médio 3 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Técnico em secretariado / Assistente administrativo Águas de Lindóia Médio 4 Operador de telemarketing ativo e

Leia mais

LEI Nº 4.950-A, DE 22 DE ABRIL DE 1966 (Suspensa, por inconstitucionalidade, pela Resolução nº 12, de 1971, do Senado Federal)

LEI Nº 4.950-A, DE 22 DE ABRIL DE 1966 (Suspensa, por inconstitucionalidade, pela Resolução nº 12, de 1971, do Senado Federal) LEI Nº 4.950-A, DE 22 DE ABRIL DE 1966 (Suspensa, por inconstitucionalidade, pela Resolução nº 12, de 1971, do Senado Federal) Dispõe sôbre a remuneração de profissionais diplomados em Engenharia, Química,

Leia mais

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 Acrescenta artigos à Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para estabelecer mecanismos para a veiculação de mensagens

Leia mais

PRESIDENTE PRUDENTE. Regime de Contratação. Experiência (Em Meses) Comércio 1 Faxineiro C.L.T. Adamantina Alfabetizado 6

PRESIDENTE PRUDENTE. Regime de Contratação. Experiência (Em Meses) Comércio 1 Faxineiro C.L.T. Adamantina Alfabetizado 6 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) Faxineiro C.L.T. Adamantina Alfabetizado Comércio 3 Ajudante de motorista C.L.T. Adamantina

Leia mais

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Experiência (Em Meses)

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Experiência (Em Meses) Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação 1 4 1 Mecânico de manutenção de aparelhos de levantamento Mecânico de veículos automotores a diesel (exceto tratores) Eletricista de instalações (veículos automotores

Leia mais

R.M DA GRANDE SÃO PAULO

R.M DA GRANDE SÃO PAULO R.M DA GRANDE SÃO PAULO Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) Construção Civil 1 Instalador de isolantes térmicos (refrigeração

Leia mais

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Regime de Contratação Serviços 1 Garçom Temporário Aparecida Alfabetizado 3

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Regime de Contratação Serviços 1 Garçom Temporário Aparecida Alfabetizado 3 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação SÃO JOSÉ DOS CAMPOS Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Garçom Temporário Aparecida Alfabetizado Comércio 1 Serralheiro Aparecida Alfabetizado Comércio

Leia mais

1ª TERMO ADITIVO Convenção Coletiva de Trabalho 2013/2015 COMERCIO

1ª TERMO ADITIVO Convenção Coletiva de Trabalho 2013/2015 COMERCIO 1ª TERMO ADITIVO Convenção Coletiva de Trabalho 2013/2015 COMERCIO SINDICATO DO COMERCIO DE MARABA, CNPJ n. 83.211.862/0001-90, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). FELIX GONÇALVES DE MIRANDA;

Leia mais

ANOTE O NÚMERO DA VAGA de interesse e dirija-se ao SINE mais próximo. Vaga

ANOTE O NÚMERO DA VAGA de interesse e dirija-se ao SINE mais próximo. Vaga ANOTE O NÚMERO DA VAGA de interesse e dirija-se ao SINE mais próximo Informações das vagas oferecidas no Sistema Nacional de Emprego (SINE). Vaga Nº Vaga Ocupação Qtd Experiência Exigida (meses) 2957471

Leia mais

Vagas Qtde. Escolaridade Mínima Experiência Salário Observações

Vagas Qtde. Escolaridade Mínima Experiência Salário Observações Vagas Qtde. Escolaridade Mínima Experiência Salário Observações Ajudante de Açougueiro 01 Fund. Incompleto 6 meses R$710,00 Com experiência. Ajudante de Montador de 04 Fund. Incompleto Não exigida R$745,00

Leia mais

PESSOA COM DEFICIÊNCIA Av. João Pessoa, 6239 - Parangaba (85) 3101.3034

PESSOA COM DEFICIÊNCIA Av. João Pessoa, 6239 - Parangaba (85) 3101.3034 FORTALEZA Ajudante de carga e descarga de mercadoria 1 vaga Assistente administrativo 9 vagas Atendente de lanchonete 2 vagas Auxiliar cozinha 10 vagas Auxiliar de almoxarifado 1 vaga Auxiliar de confeiteiro

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2016 SIND DOS EMP VEN E VIAJ DO C P P V E VEN DE P FAR DO DF, CNPJ n. 00.449.181/0001-38, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). MARIA APARECIDA ALVES

Leia mais

Cargos com maior número de vagas na área Operacional

Cargos com maior número de vagas na área Operacional Zona Leste Total de Vagas: 602 Cargos com maior número de vagas na área Operacional Conferente de mercadorias (210) Requisitos: ensino médio incompleto (não é necessário experiência anterior) Salário:

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares LEI DE ELIMINAÇÃO CONTROLADA DE PCBs LEI Nº 12.288, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2006. Projeto de lei nº 871/2005, do Deputado João Caramez - PSDB Dispõe sobre a eliminação controlada dos PCBs e dos seus resíduos,

Leia mais

Dispõe sobre o contrato de prestação de serviços e as relações de trabalho dele decorrentes.

Dispõe sobre o contrato de prestação de serviços e as relações de trabalho dele decorrentes. COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROMOVER ESTUDOS E PROPOSIÇÕES VOLTADAS À REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO TERCEIRIZADO NO BRASIL SUGESTÃO DE SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 4.330, DE 2004 Dispõe sobre o contrato

Leia mais

ÍNDICE LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA

ÍNDICE LEGISLAÇÃO JURISPRUDÊNCIA 1 INFORMATIVO JURÍDICO UGT E MASCARO NASCIMENTO ADVOCACIA JANEIRO 2014 - n. 42 Jurisprudência Entendimento de que a norma coletiva não pode fixar intervalos reduzidos fere a liberdade sindical Pág. 09

Leia mais

(67) 3320-1400 (segunda a sexta, das 7h às 18h) Quantidad e de Vagas

(67) 3320-1400 (segunda a sexta, das 7h às 18h) Quantidad e de Vagas CAMPO GRANDE R.3 de maio,.773, Centro. (67) 330-400 (segunda a sexta, das 7h às 8h) Acabador de mármore e granito Ajudante de carga e Quantidad e de Vagas descarga de mercadoria Alinhador de pneus Alinhador

Leia mais

CST - Zona Norte. Total de Vagas: 349. Cargos com maior número de vagas na área operacional

CST - Zona Norte. Total de Vagas: 349. Cargos com maior número de vagas na área operacional CST - Zona Norte Total de Vagas: 349 Cargos com maior número de vagas na área operacional Ajudante de carga e descarga (20) Requisitos: ensino médio completo ou incompleto (para 5 vagas não é necessário

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI COMPLEMENTAR Nº 13.757, DE 15 DE JULHO DE 2011. (publicada no DOE nº 137, de 18 de julho de 2011) Dispõe sobre

Leia mais

Coordenação estadual do sine Sistema Nacional de emprego Telefone: (27) 3324-1243 Vitória/ES, 3 de fevereiro de 2012 ANCHIETA

Coordenação estadual do sine Sistema Nacional de emprego Telefone: (27) 3324-1243 Vitória/ES, 3 de fevereiro de 2012 ANCHIETA SINE Coordenação estadual do sine Sistema Nacional de emprego Telefone: (27) 3324-1243 Vitória/ES, 3 de fevereiro de 2012 ANCHIETA Ajudante de bombeiro de hidráulico (M) 03 Ajudante de ferragens (M) 06

Leia mais

MARÍLIA. Regime de Contratação Serviços 1 Trabalhador da manutenção de edificações C.L.T. Assis Alfabetizado 3

MARÍLIA. Regime de Contratação Serviços 1 Trabalhador da manutenção de edificações C.L.T. Assis Alfabetizado 3 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade 1 Trabalhador da manutenção de edificações Assis Alfabetizado Pessoa física 1 Empregado doméstico diarista Assis

Leia mais

RELAÇÃO DE VAGAS. Abastecedor de linha de Masculino, maior de 18 anos, com experiência na função. 10

RELAÇÃO DE VAGAS. Abastecedor de linha de Masculino, maior de 18 anos, com experiência na função. 10 RELAÇÃO DE VAGAS Abastecedor de linha de Masculino, maior de 18 anos, com experiência na função. 10 produção Açougueiro Masculino, maior de 18 anos, ensino médio completo. Com experiência Abastecedor de

Leia mais

CAMPINAS Experiência (Em Meses)

CAMPINAS Experiência (Em Meses) Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade 1 Gerente de loja e supermercado C.L.T. Aguaí Ensino Médio 6 9 Vigilante C.L.T. Aguaí Ensino Médio 6 Pessoa física

Leia mais

CAMPINAS. Regime de Contratação. Pessoa física 1 Empregado doméstico arrumador C.L.T. Águas de São Pedro Alfabetizado 3

CAMPINAS. Regime de Contratação. Pessoa física 1 Empregado doméstico arrumador C.L.T. Águas de São Pedro Alfabetizado 3 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Outros 1 Técnico de apoio ao usuário de informática (helpdesk) Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade Experiência (Em Meses) C.L.T. Aguaí Ensino Médio

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO DE GESTÃO DO PATRIMÔNIO GENÉTICO

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO DE GESTÃO DO PATRIMÔNIO GENÉTICO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO DE GESTÃO DO PATRIMÔNIO GENÉTICO RESOLUÇÃO N o 25, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2005 Estabelece procedimentos para a remessa de amostra de componente do patrimônio genético

Leia mais

CAMPINAS. Regime de Contratação Serviços 9 Vigilante C.L.T. Aguaí Ensino Médio 6. Pessoa física 1 Marceneiro C.L.T. Aguaí Ensino Médio 6

CAMPINAS. Regime de Contratação Serviços 9 Vigilante C.L.T. Aguaí Ensino Médio 6. Pessoa física 1 Marceneiro C.L.T. Aguaí Ensino Médio 6 Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade 9 Vigilante Aguaí Médio Pessoa física 1 Marceneiro Aguaí Médio Pessoa física Garçom Aguaí Médio Outros 1 Outros

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. (publicado no DOE n.º 137, de 17 de julho de 2012) Institui o Programa

Leia mais

II - Locação de Imóveis: a) 33903615 - Locação de Imóveis b) 33903910 - Locação de Imóveis

II - Locação de Imóveis: a) 33903615 - Locação de Imóveis b) 33903910 - Locação de Imóveis PORTARIA N o 172, DE 27 DE MAIO DE 2015 O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso II do Parágrafo único do art. 87, da Constituição Federal,

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre Brasil University of New South Wales Sydney Austrália Universidade do Povo Macau - China

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre Brasil University of New South Wales Sydney Austrália Universidade do Povo Macau - China CONVENÇÃO SOBRE A LEI APLICÁVEL AOS CONTRATOS DE COMPRA E VENDA INTERNACIONAL DE MERCADORIAS (Concluída em 22 de dezembro de 1986) Os Estados-Partes da presente Convenção, Desejando unificar as regras

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 SINDICATO DOS EMPREGADOS VENDORES E VIAJANTES DO COMÉRCIO, PROPAGANDISTAS, PRPOAGANDISTAS-VENDEDORES E VENDEDORES DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS NO ESTADO DE MINAS GERAIS,

Leia mais

LEI N.º 1.491, DE 27 DE JUNHO DE 2008.

LEI N.º 1.491, DE 27 DE JUNHO DE 2008. LEI N.º 1.491, DE 27 DE JUNHO DE 2008. Cria vagas e função no Quadro Permanente da Prefeitura Municipal de Paranaíba, alterando-se o Anexo I, da Lei nº 1000, de 04 de maio de 1998, Anexo III da Lei n.º

Leia mais

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais, Decreta:

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais, Decreta: GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais, Decreta: Artigo 1º - Fica instituído, sob a coordenação da Secretaria do Meio Ambiente, Programa Estadual para prestar

Leia mais

BAIXADA SANTISTA Experiência (Em Meses)

BAIXADA SANTISTA Experiência (Em Meses) Setor da Economia Qtde Vagas Ocupação Regime de Contratação Local de Trabalho Escolaridade 1 Promotor de vendas Bertioga Médio 1 Funileiro de veículos (reparação) Bertioga Construção Civil 2 Eletricista

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR003213/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/07/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR041150/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.009124/2014-70 DATA

Leia mais

ÚLTIMO DIÁRIO PESQUISADO

ÚLTIMO DIÁRIO PESQUISADO ÚLTIMO DIÁRIO PESQUISADO 26/05/2011 Fascículo Semanal nº 21 Ano XLV 2011 FECHAMENTO: 26/05/2011 EXPEDIÇÃO: 29/05/2011 PÁGINAS: 270/263 Sumário FONTE CONTRIBUIÇÃO Cobrança Despacho S/N MF...267 Cobrança

Leia mais

Lei nº 6.558 de 30/12/2004

Lei nº 6.558 de 30/12/2004 Lei nº 6.558 de 30/12/2004 Norma Estadual - Alagoas Publicado no DOE em 31 dez 2004 Institui o Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza - FECOEP, nos termos da Emenda Constitucional Federal nº

Leia mais

Sistema Público de Emprego Trabalho e Renda.

Sistema Público de Emprego Trabalho e Renda. Sistema Público de Emprego Trabalho e Renda. PREFEITURA DA CIDADE DO RECIFE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO UNIDADE: JOÃO FRANCISCO DA SILVA Av. Rio Branco, - Recife Antigo

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 139, DE 25 DE JANEIRO DE 1996. Altera a Lei Complementar n.º 129, de 02 de fevereiro de 1995 e dá outras providências.

LEI COMPLEMENTAR Nº 139, DE 25 DE JANEIRO DE 1996. Altera a Lei Complementar n.º 129, de 02 de fevereiro de 1995 e dá outras providências. LEI COMPLEMENTAR Nº 139, DE 25 DE JANEIRO DE 1996. Altera a Lei Complementar n.º 129, de 02 de fevereiro de 1995 e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER que

Leia mais

Bolsa de Emprego. Região de Teresina. Requisitos Técnicos Outros Requisitos. completo

Bolsa de Emprego. Região de Teresina. Requisitos Técnicos Outros Requisitos. completo 25/03/2011 25/03/2011 26/03/2011 2100392 / 3 MONTADOR 3 Ens. EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE MONTADOR DE ESTRUTURA METÁLICA. 2100392 / 4 SERRALHEIRO 3 Ens. EXPERIÊNCIA NA ÁREA. 2100224 / 1 CABELEIREIRO ESCOVISTA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 010/2015, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2015.

PROJETO DE LEI Nº. 010/2015, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2015. PROJETO DE LEI Nº. 010/2015, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2015. Dispõe sobre a revisão da remuneração dos profissionais do magistério e a revisão geral da remuneração dos servidores do quadro geral e empregos

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N.º 2.079, DE 2011.

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N.º 2.079, DE 2011. 1 COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI N.º 2.079, DE 2011. Regulamenta o exercício da atividade de gastrólogo e autoriza a criação do Conselho Federal e dos Conselhos

Leia mais

1 de 5 03/12/2012 14:32

1 de 5 03/12/2012 14:32 1 de 5 03/12/2012 14:32 Este documento foi gerado em 29/11/2012 às 18h:32min. DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. Institui o Programa de Gestão do Patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul - Otimizar,

Leia mais