Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "www.acadbrasil.com.br"

Transcrição

1 3

2 PALAVRA DO PRESIDENTE A bananalização do setor de academias Não, não houve erro de impressão. Talvez você ache que deveria ser "banalização", mas eu quis realmente dizer bananalização, de banana mesmo. Explico melhor: o termo surgiu no início do ano em um dos meus seis pólos, localizado no subúrbio do Rio de Janeiro, quando a gerente recebeu orientação minha para aplicar o nosso reajuste anual de preços e ao mesmo tempo conversar com a concorrência explicando esse fato. Tinha a esperança de que eles fizessem o mesmo, pois, assim, todos conseguiríamos repor as perdas da inflação. Sabem o que ela ouviu de um dos concorrentes? "Minha filha, não vou reajustar preços coisa nenhuma, pois nosso negócio é que nem vender banana na feira, vende mais quem tem menor preço". Minha gerente saiu dali arrasada e chocada com a comparação. Na cabeça do dono daquela academia, todos nós do setor de academias somos como feirantes vendedores de banana. Nada contra essa profissão, mas, definitivamente, não estudamos o que estudamos, não inscrevemos nossos profissionais nos melhores cursos, não preconizamos tanto a saúde, não atendemos do jeito que atendemos, não investimos o que investimos para sermos tão diminuídos. Mas infelizmente é assim que pensam e agem milhares de donos de academias Brasil afora. É a "bananalização" do setor! Este caso foi importante para corrigir um discurso que vinha repetindo nas assembléias da ACAD. Eu clamava contra a "comoditização" do nosso setor, ou seja, a guerra de preços que pode levar o fitness em academias ao mesmo nível de vender arroz, café, feijão, margarina, sal e outras "commodities" em que os produtos são todos muito parecidos - o que os diferencia é apenas a embalagem, o marketing e a comercialização. E seus fabricantes ganham em escala, na economia de produção e na distribuição. Se deixarmos isso acontecer, a percepção do nosso cliente a nosso respeito será a de que somos todos iguais e só nos diferenciamos pelos preços mais baixos. Quando surgiu esse caso da banana na feira, mudei o meu discurso. Ao invés de "comoditização" passei a usar "bananalização" do setor. Apesar de ambos os termos significarem a mesma coisa, o segundo é mais condizente com a realidade vigente no país. Precisamos mudar essa mentalidade e diferenciar nosso produto da concorrência cobrando um preço digno para nossa sobrevivência, comunicando isso ao nosso cliente e justificando todos os benefícios e diferenças de uma forma clara e ampla. E se o corrente mantiver o preço enquanto nós reajustamos, que possamos agüentar firme, pois vamos ter mais recursos para investir e para pagar o 13 o salário de nossos funcionários, enquanto que ele, cedo ou tarde, vai "abrir o bico". Não dá para continuar ganhando pouco, trocando dinheiro ou fingindo que somos empresários enquanto nossos funcionários, profissionais de educação física, ganham mais do que nós. Por favor, não me levem a mal. Não sou contra eles ganharem bem; afinal, merecem isso já que estão entre os melhores na sua profissão no mundo. O que não pode é ganharmos tão pouco como vendedores de banana na feira e acabarmos fechando nossos negócios por inviabilidade financeira. Semana passada ouvi do nosso ex-vice-presidente Omar Dias, que acompanha sempre o número de academias à venda nos classificados dos jornais do Rio, um alerta sobre o grande aumento do número de academias à venda nos últimos meses. Provavelmente, são feirantes que não conseguiram viver com o preço da banana tão baixo no mercado. Vamos nos unir para não sermos os próximos! Djan Madruga - Presidente da ACAD 4 ACAD

3 5

4 6 ACAD

5 7

6 EDITORIAL É no planalto central que estão depositadas as esperanças por mais uma conquista importante para o setor: o enquadramento das academias na área de saúde e a conseqüente redução da elevada carga tributária a que estas empresas estão submetidas. A matéria de capa desta edição trata da ida de uma comitiva da ACAD à Brasília para expor ao Dr. José Antonio Dias Toffoli, Subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República, os argumentos que sustentam esta nova bandeira levantada pela Associação. E não faltaram evidências para demonstrar a relevância do que a ACAD pleiteia para seus associados. Entre as páginas 14 e 16 você confere os pontos de vista dos principais articuladores deste processo e como sua participação nesta luta é fundamental. Outro tema de total pertinência que trazemos neste número é o II ACAD Congresso e Exposição. O evento, que se realiza no feriado de Corpus Christi, no Rio de Janeiro, está próximo e os cursos, fóruns e palestras já tem dia e hora marcados. Confira a grade e garanta a participação de seus profissionais, ou seu estande na exposição, neste que é o maior congresso empresarial do setor de fitness especificamente voltado para academias. Este, por sinal, é o tema que trazemos na matéria especial da edição: uma radiografia do segmento e de seus empresários revelada pela pesquisa anual da ACAD. Na coluna "Atualidades" apresentamos os destaques das assembléias de janeiro e fevereiro, além de novos cursos e linhas de crédito que contribuem para o enriquecimento de seus funcionários e para os investimentos em sua empresa. Nossos articulistas analisam temas atuais e que, como sempre, são desenvolvidos com o objetivo de ajudar na profissionalização de seu negócio. Como aperitivo do que será debatido no Congresso, um artigo do Professor Wagner Domingos Fernandes Gomes, que ministrará palestra no módulo de Acqua Fitness. Ele discute a importância do planejamento e da aplicação da recreação aquática. Boa leitura. 8 ACAD

7 9

8 SUMÁRIO 14 MATÉRIA DE CAPA NOVA BANDEIRA Setor de fitness enquadrado na área de saúde é uma das principais metas perseguidas pela ACAD CONGRESSO CONTAGEM REGRESSIVA Está chegando a hora de conferir tudo o que você sempre precisou saber e nunca teve tanta oportunidade de perguntar PERFIL RICHARD BILTON Proatividade e entusiasmo - segredos do sucesso de um dos maiores empresários do setor no Brasil ESPECIAL PESQUISA Dados comparativos mostram a evolução do fitness no Brasil Palavra Jurídica 9 Atualidades 10 Base em Evidência 24 Gestão 26 Atividades Aquáticas 31 Agende-se 32 Ficha de Filiação 32 Fornecedores 33 Novos Associados 33 Institucional 34 DIRETORIA Presidente: Djan Madruga Academia Djan Madruga Vice-Presidente / Diretor de Marketing: José Carlos Villela Estilo Escola de Natação Diretor Financeiro: Renato Harouche Tubarão Escola de Natação Diretor Administrativo: Agnaldo Roberto - Academia By Fit Diretor de Relações com Fornecedores: Marcio Destri - Academia Saúde Diretor de Relações Institucionais: Mario Villas Boas - Academia Villas Boas Diretora de Atividades Aquáticas: Ana Claudia Ribeiro Golfinho Atividades Aquáticas Diretor Jurídico: Dr. Ricardo Abreu Academia Gym Center Diretor Técnico-Científico: Dr. Paulo Sérgio Gomes Academia All Fitness Representante Internacional: Carlos Heitor Bergallo Representante Nacional: Pedro Aquino Publicação Oficial da Associação Brasileira de Academias Ano 4 / Número 24 (Março/Abril 2005) Rua Visconde de Pirajá, 351 / Sl. 506, Ipanema Rio de Janeiro/RJ - CEP: Tel/Fax.: (55 21) Site: CONSELHO FISCAL Everston M. Bandeira Academia Everston José Antonio da Rosa Academia Body Tech Edson Brum Academia Gym Center CONSELHO CONSULTIVO Carlos Heitor Bergallo Academia Fisilabor Pedro Aquino - Advogado STAFF ADMINISTRATIVO: Gerente: Flávia Roberta Oliveira Assessor de Marketing: Mônaco Wolkmer Assistente Administrativo: Marcelo Vadesilho Estagiária: Adriana Brandão COORDENAÇÃO: 100% Propaganda (21) COMERCIALIZAÇÃO: ACAD - Contato: Mônaco Wolkmer (21) / EDITORA E JORNALISTA RESPONSÁVEL: Luciana Cardoso (Mtb: ) CRIAÇÃO E DESIGN: Eclipse Publicações Ltda. IMPRESSÃO: Ediouro Gráfica 10 ACAD

9 PALAVRA JURÍDICA ACADEMIA LEGAL Por Ricardo Abreu* Entre os problemas que podem mais freqüentemente ser encontrados nas academias estão desde professores sem o registro profissional e equipamentos sem condições de uso, até locais inapropriados para a prática das atividades. Para orientar suas associadas, o Departamento Jurídico da ACAD está sempre realizando palestras e seminários que permitem às academias verificarem se estão legalmente habilitadas para prestar os serviços oferecidos em suas dependências. Aqui, enumeramos alguns itens fundamentais para que sua empresa seja considerada realmente uma "academia legal": 1. Inscreva sua academia no Conselho Regional de Educação Física (CREF) de sua região. Este é o órgão que regulamenta e fiscaliza a ação dos profissionais de educação física. 2. Deixe uma listagem com o nome dos instrutores e os respectivos números de registro no CREF em local de fácil acesso; é obrigação legal que esses estabelecimentos possuam profissionais devidamente registrados no conselho, uma vez que a formação em educação física ensina científica e fisiologicamente como o organismo humano se porta em relação à atividade física. No que concerne aos instrutores de artes marciais, dança e yoga este cuidado não é necessário na maioria dos estados. 3. A academia deve ter um alvará de autorização expedido pelo Corpo de Bombeiros e um de funcionamento expedido pela Prefeitura. 4. A academia deve exigir um exame médico do cliente para provar que o mesmo está apto a realizar atividades físicas. 5. A academia que possuir contrato por escrito deve deixar claro no documento quais as condições de pagamento, encargos com atraso e forma de rescisão contratual. Clientes que optam por planos trimestral, semestral ou anual e desistem antes do término do período estabelecido, têm o direito de receber parte do que já foi pago. No caso de cancelamento de contrato é dado à academia o direito de cobrar multas. 6. As academias que trabalham com contrato verbal devem informar ao cliente, através de avisos e quadros informativos espalhados por suas dependências, sobre as regras do estabelecimento. Os materiais publicitários com informações ou promoções da academia também podem conter essas informações. 7. Quando houver piscina na academia, é importante que haja pelo menos um funcionário com habilitação em primeiros socorros e, dependendo de sua localização regional, a obrigatoriedade de um salva-vidas. 8. A academia deve assinar a carteira de trabalho de todos aqueles - tais como instrutores, recepcionistas, vendedoras, etc. - que prestem serviços em suas dependências e que atuem na atividade fim da empresa, ou seja, na prestação de serviços de atividades físicas. *Advogado formado pela UERJ, pós-graduação em Direito da Economia e da Empresa pela FGV, Diretor Jurídico da ACAD. Presidente do Sindacad/RJ. 11

10 ATUALIDADES Facilidades para CRÉDITO Para os associados à ACAD ficou ainda mais fácil a obtenção de crédito. Um convênio firmado entre a Associação e o Banco do Brasil inclui benefícios como a disponibilização, com recursos do Proger Urbano Empresarial, de linhas comerciais e de investimento. O crédito para financiamento de aparelhos, equipamentos e reformas nas instalações tem prazo de pagamento de até cinco anos e taxas de cerca de 1.3 ao mês; as operações da linha de capital de giro, assim como a antecipação de cartão Visa, são realizadas com 50% de desconto na tarifa de contratação. Estas vantagens são exclusivas para as academias associadas à ACAD; hoje, contamos com equipes que visitam estas empresas no Rio de Janeiro, a princípio em toda a Zona Sul da cidade, para falar sobre o convênio e as operações e, em breve, os fornecedores associados poderão contar com as mesmas vantagens, diz Elídio Oliveira Filho, gerente da Agência Botafogo do Banco do Brasil, que esteve na assembléia da ACAD realizada no mês de fevereiro. Para saber mais: ACAD ( ) e Agência Botafogo do Banco do Brasil ( ). Elídio Filho, gerente da Agência Botafogo do Banco do Brasil Simples para todos A ACAD está ingressando com uma ação coletiva contra a Receita Federal, objetivando a obtenção do Simples para as academias situadas fora do Estado do Rio de Janeiro. O que a Associação pretende é conseguir para todas as academias do país o benefício conquistado pelo sindicato que representa estas empresas no Rio. As chances de vitória são grandes, tendo em vista a jurisprudência já existente no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (Rio de Janeiro e Espírito Santo). Para maiores informações, os interessados devem entrar em contato com o Dr. Ricardo Abreu através do telefone (21) ou do 12 ACAD

11 Destaques das assembléias Ricardo Pinho, chefe de gabinete da Vereadora Cristiane Brasil Temas importantes como a formatação do código de ética da ACAD e o banco de horas, mecanismo para controle de horas extras de funcionários das academias - foram discutidos na assembléia de fevereiro. Neste encontro esteve presente o senhor Ricardo Pinho, chefe de gabinete da Vereadora Cristiane Brasil, que falou sobre o pleito da Associação em relação ao enquadramento das academias na área de saúde para efeito de redução da carga tributária. A vereadora e seu pai, o Deputado Federal Roberto Jefferson, sensibilizam-se com esta causa das academias - assim como com sua luta para o enquadramento no Simples e querem abraçá-la, afirmou. Em janeiro, o tema IPTU também esteve em pauta através da apresentação do Diretor Jurídico da ACAD, Dr. Ricardo Abreu, que falou sobre a possibilidade de ingresso de ação judicial pelo Sindacad-RJ para o enquadramento das academias na área de ensino e saúde. A primeira assembléia de 2005 teve ainda apresentação dos resultados da pesquisa anual da Associação, feita pelo presidente Djan Madruga, e de mais uma ação para venda de equipamentos com preços mais baratos. Qualidade nota mil As duas primeiras edições do curso Qualidade Total em Atendimento, realizadas nos meses de janeiro e março de 2005, tiveram a lotação esgotada. O curso, voltado para recepcionistas e promotores de vendas de academias, teve o objetivo de desenvolver e aprimorar os serviços prestados pelas academias associadas à ACAD e foi oferecido em parceria pela Associação e o Sebrae. As aulas foram ministradas para 30 participantes pelo corpo docente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e totalizou uma carga horária de 15 horas divididas em dois dias consecutivos. 13

12 Total Health Com o objetivo de oferecer equipamentos de última geração, com tecnologia de ponta e a preços acessíveis, foi fundada, em 1997, na cidade de Jaboticabal, São Paulo, a Total Health, uma empresa genuinamente brasileira do mercado de fitness. Desde a sua fundação, quando a idéia era produzir esteiras ergométricas profissionais, a empresa procurou investir em soluções simples e versáteis para atender à demanda de equipamentos de última geração que unissem as necessidades dos seus clientes e parceiros: durabilidade, qualidade e confiabilidade. Tudo com tecnologia e materiais 100% nacionais. O sucesso, com o lançamento do protótipo da esteira HP300, em 1998, foi o pontapé inicial para a consolidação da Total Health como fabricante de equipamentos para academias. Menos de um ano depois, a esteira era uma unanimidade, entrando no mercado com força total. "Nosso foco é na qualidade. Oferecemos equipamentos modernos e duráveis, que trazem um excelente custo/benefício para os nossos clientes. A Total Health é a única empresa nacional que produz tanto equipamentos de cárdio quanto aparelhos de musculação. Investimos em tecnologia e qualidade para fornecer produtos top de linha para as academias", garante Leonaldo Pinheiro, gerente comercial e de marketing da empresa. Segundo Leonaldo, na Total Health é possível encontrar todo o maquinário necessário para montar uma academia completa. Com equipamentos elípticos, de spinning, bicicletas horizontais e ergométricas verticais, esteiras ergométricas e mais 46 tipos de aparelhos de musculação. A empresa também fornece todo o know how para seus parceiros e clientes, assessorando-os em todos os estágios da criação de seu empreendimento. "Todos os nossos aparelhos, antes de chegarem ao mercado, são testados na academia da Total Health, em Jaboticabal. Nela, sempre com acompanhamento de médicos e especialistas, alunos fazem avaliações sobre o desempenho, comodidade e eficiência dos nossos produtos. Hoje, além do mercado nacional, estamos iniciando um processo de internacionalização da nossa linha e acabamos de acertar a exportação de nossos produtos para Portugal". Apostando na qualidade da empresa, Marcelo Freire, proprietário da academia The Place, instalada numa área de 550m 2, no Clube Adolpho Bloch, na Barra da Tijuca (RJ), foi o primeiro empresário do ramo a adquirir todos seus equipamentos na Total Health. A parceria começou há cinco anos, quando comprou esteiras para uma de suas academias. "Na The Place, todos os nossos 40 aparelhos são da Total Health. São materiais resistentes e de alto nível, feitos para durar muitos anos. A qualidade e a biomecânica do material utilizado, além do conforto e do design, estão no mesmo nível dos importados, com um custo/benefício muito melhor. Sou muito bem atendido pela Total Health, suas condições são sempre muito boas, porém a proposta de uma academia completa foi fantástica, estou muito satisfeito.", afirma Marcelo. Passados sete anos da sua fundação e três de atuação no mercado, a empresa tem 85 funcionários e ocupa uma área total de 9.000m 2, incluindo um centro de testes, sempre investindo da qualidade de seus equipamentos e em tecnologias de última geração, desde o início da fabricação até o produto final. "O amor e a dedicação dos nossos diretores e funcionários fazem da Total Health um empresa de visão futurista. Procuramos mesclar um atendimento primordial com produtos de alta qualidade", endossa Leonaldo. A Total Health promete muitas novidades em seus lançamentos em "Temos uma expectativa de crescimento de 20% para esse ano, além do investimento na exportação para o mercado europeu. Nosso lançamento no Rio de Janeiro será realizado na Assembléia da ACAD no dia 31 de março. É a esteira TRX 190. Trata-se de um equipamento com todo o padrão de qualidade e de tecnologia Total Health, com um custo totalmente acessível para academias de pequeno e médio porte. É um produto que vai mexer com o mercado", finaliza. 14 ACAD

13 15

14 MATÉRIA DE CAPA Continuamos na luta! O Reivindicação pelo enquadramento das academias na área de saúde, com a decorrente diminuição de impostos, é a nova bandeira levantada pela ACAD dia 2 de março foi um marco divisor na evolução do setor de fitness em academias no Brasil. Nesta data, uma comitiva da ACAD - formada pelos conselheiros José Antonio Rosa, da Academia BodyTech; Richard Bilton, da Cia Athlética; Gilberto Andrade, assessor parlamentar e institucional da associação; e liderada pelo seu presidente Djan Madruga - esteve em Brasília em uma audiência na Subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República para manter o primeiro contato com o Dr. José Antonio Dias Toffoli, Subchefe de Assuntos Jurídicos, sobre a viabilidade das academias submetidas ao atual regime tributário passarem a ter enquadramento na área de saúde. Como conseqüência, o setor conseguiria uma redução da base de cálculo de sua alíquota de imposto de renda pelo lucro presumido de 32% para 8%. O grupo encaminhou ao Governo Federal um documento com uma série de evidências - incluindo em anexo defesa do pleito (veja quadro na página 16) assinada pelo Sr. Jorge Steinhilber, presidente do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) - que demonstram como o setor de fitness se insere hoje em um novo conceito global de saúde preventiva que vem norteando o homem do início deste milênio. Os argumentos são irrefutáveis. As academias já são fiscalizadas pela Vigilância Sanitária, os profissionais de educação física foram regulamentados dentro da área de saúde e outros - como médicos, terapeutas e fisioterapeutas - já atuam dentro das academias. Isto sem contar com os psicólogos e enfermeiros que trabalham diretamente com o cliente matriculado. Na reunião com o Dr. Toffoli foram expostos ainda os benefícios das atividades em academias para a população: combate a males como doenças coronarianas, diabetes, hipertensão, falta de circulação, flacidez muscular, alto colesterol e obesidade, além da diminuição dos riscos de infartos, osteoporose e outros problemas. Segundo estudos realizados pela ACAD, são R$ 4.8 bilhões de reais que o país deixa de desembolsar em gastos médicos com as atividades desenvolvidas pelas academias. Apesar disso, nenhuma delas recebe qualquer ajuda ou subsídios do governo federal. O mundo ocidental assiste a um assustador crescimento do número de casos de obesidade e outras condições crônicas de saúde como doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, câncer, etc., que estão produzindo um insuportável impacto nos custos com tratamentos médicos. Os Estados Unidos já estão gastando 14% do seu PIB para tratar de doenças. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, controlar essas doenças é o maior desafio de saúde pública que o mundo enfrenta no século XXI. Atualmente, 70% de todas as doenças estão relacionadas ao estilo de vida e 50% dos custos com tratamentos de saúde são decorrentes de doenças evitáveis. "Aqui no Brasil o quadro é semelhante, com os sistemas público e privado de saúde apresentando cada vez maiores dificuldades para enfrentar esses custos crescentes. A comunidade científica define claramente que o sedentarismo, a má alimentação e o fumo são alguns dos principais responsáveis por esse quadro. Fica claro, portanto, o papel fundamental desempenhado pelas academias nesse processo, uma vez que profissionais de educação física, fisioterapeutas, médicos e nutricionistas nelas exercem suas atividades, ajudando a aprimorar a saúde de milhões de pessoas de todas as idades, que utilizam nossos serviços. As academias, hoje, constituem-se num dos mais importantes instrumentos de medicina preventiva", defende Carlos Heitor Bergallo, ex-presidente da ACAD, médico e proprietário da Academia Fisilabor. No sentido horário: Richard Bilton, diretor-geral da rede Cia Athletica; José Antonio Dias Toffoli, Subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil; Djan Madruga, presidente da ACAD; e José Antonio Rosa, diretor-geral da rede BodyTech Antes mesmo que a reunião fosse encerrada, o Subchefe da Casa Civil, Dr. Toffoli, despachou para a Consultoria Jurídica da Presidência da República e para a Secretaria da Receita Federal uma solicitação de parecer para que seja formalizado o instrumento jurídico adequado para a transposição da atual classificação de atividade econômica das academias para o setor de saúde. De acordo com os artigos 518 e 519, do Decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999, que regulamenta o Imposto de Renda, a base de cálculo do imposto e do adicional deve ser determinada mediante a aplicação do percentual de 8% sobre a receita bruta auferida no período de apuração e 32% para as atividades de prestação de serviços em geral, exceto a de serviços hospitalares, aplicando-se nestes casos o percentual previsto de 8%. 16 ACAD

15 No sentido horário: Gilberto Mota Andrade, assessor parlamentar da ACAD, José Antônio Rosa, Djan Madruga, Nina Gonçalves e Coronel Vanderlei Teixeira de Oliveira, gerente da divisão de assistência social do Ministério da Defesa Segundo o Dr. Ricardo Abreu, Diretor Jurídico da ACAD, estes artigos devem incluir também referência às atividades físicas nos parágrafos que tratam da exceção para serviços hospitalares. "As academias que pagam pelo lucro presumido pagam Imposto de Renda com a base de cálculo de 32% sobre a receita bruta, enquanto que os serviços hospitalares pagam com a base de cálculo de 8% da receita bruta. Tendo em vista que as academias de atividades físicas são centros preventivos de saúde, igual tratamento deve ser dispensado a elas, pelo que a lei deve ter sua redação modificada", analisa. Para o presidente do CONFEF, esta mudança deve ser realizada através da criação de uma subclasse. "Os prestadores de serviço no setor do fitness, a despeito de defenderem e propalarem a importância do exercício físico como fator de promoção e preservação da saúde, como impacto positivo na economia, na sociedade e outros inumeráveis benefícios, permaneceram alocados na Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE, como estabelecimentos descritos em outros serviços coletivos, sociais e pessoais; seção Atividades Recreativas, Culturais e Desportivas; grupo Atividades Desportivas e outras atividades relacionadas ao lazer; classe atividades desportivas; subclasse atividades de condicionamento físico que compreende as academias de ginástica genericamente codificadas em /05. Defendo que devemos iniciar ações conjugadas entre todas as entidades interessadas na questão, no sentido de que seja criada a subclasse nº : Serviços de Educação Física. Acreditamos que dessa forma o setor do fitness estará fortalecido e devidamente classificado", comenta Steinhilber. "Trata-se claramente de uma `luta que tem de ser empreendida por toda a classe e não só por uma ou outra academia", considera Richard Bilton, um dos responsáveis por levantar a bandeira do reenquadramento pretendido pelo setor. A idéia surgiu a partir da observação de que o mercado nacional de fitness nunca se preocupou com questões estruturais e sempre se sujeitou à difícil sobrevivência, com os constantes aumentos de encargos, custos e principalmente de impostos em um regime de cada um por si. "Diferentemente de outras empresas prestadoras de serviços, que muitas vezes empregam poucas pessoas, nossas academias geram um número bastante expressivo de empregos, que no Brasil reconhecidamente geram encargos de quase 100% sobre a folha de salários. Portanto, já somos extremamente penalizados com INSS, FGTS e IR, além do fato de que geramos muito mais empregos por real investido do que a grande maioria dos outros segmentos da economia", diz. O setor já emprega diretamente mais de 140 mil pessoas no país, fora os empregos indiretos. Este reenquadramento objetiva também trazer para a formalidade um número enorme de academias que operam à margem de todos os tipos de controles e estatísticas - o que na prática traria, inclusive, um aumento de arrecadação para o governo. "Se nossas academias já estão subordinadas às fiscalizações do Ministério da Saúde, por que na parte tributária não temos o mesmo tratamento, uma vez que se trata claramente de serviços de medicina preventiva? Os serviços de fisioterapia e outros do gênero já têm o enquadramento tributário que agora estamos tentando buscar, vamos torcer para que sejamos atendidos em nossa demanda mais do que justa", comenta Bilton. José Antônio Rosa, também responsável por reunir representantes do setor em torno da questão, é incisivo quanto à legitimidade desta demanda. "Estamos lutando por um direito que já possuímos, somos uma grande fonte de distribuição de empregos e tributos. Estamos fazendo a nossa parte, o governo que faça a dele. Saímos muito otimistas desta reunião e creio que se obtivermos êxito em nosso pleito, isso representará uma vitória muito grande, além de termos uma definição para o nosso negócio, mais empregos e mais investimentos no sentido do fortalecimento do fitness", acredita. O presidente da ACAD também está otimista quanto aos resultados desta visita, mas alerta para a necessidade de engajamento de todos na questão. "Já estivemos varias vezes em Brasília defendendo os direitos das academias frente ao Governo Federal e no Congresso Nacional e o sentimento que tenho é que o governo acabará cedendo. Minha impressão ao sair do encontro com o Dr. Toffoli foi a melhor possível, mas para conseguirmos esse enquadramento na área de saúde precisamos do apoio dos associados, sejam academias ou fornecedores, pressionando seus contatos políticos para que telefonem, mandem ou fax (veja endereço no quadro da página 16) expressando a necessidade do setor como questão de sobrevivência", conclama Djan Madruga. Nessa visita a Brasília também foram mantidos os entendimentos para a assinatura pela ACAD e pelo Ministério da Defesa - integrado pelas três forças: Marinha, Aeronáutica e Exército - de um protocolo de intenções com objetivo de beneficiar as academias de ginástica. O documento sugere um convênio em que estes ministérios financiariam antecipadamente as mensalidades dos alunos representantes de famílias militares - aqueles integrantes das forças armadas, homens, mulheres, cônjuges, filhos e filhas, dependentes, ativos e inativos, além dos civis e terceirizados, nessa ordem - matriculados nas academias, com percentuais previamente estipulados e com o desconto em folha de pagamento do funcionário. O valor das mensalidades seria depositado diretamente nas contas bancárias daquelas que aderirem ao protocolo de intenções. Tal prática já funciona em alguns colégios de 1º, 2º e 3º graus no Distrito Federal, com resultados altamente positivos. O número total de representantes de famílias militares é estimado em cerca de 2,5 milhões de pessoas. Com essas articulações desenvolvidas pela ACAD junto ao Poder Central, é de se esperar que haja alguma expectativa de investimento em instalações e equipamentos por parte do setor, além da contratação de mais mão-de-obra e da inserção de muitas academias na formalidade. Com a redução da carga tributária e a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, prevista para este ano, teremos uma nova etapa na história do setor de fitness. A reprodução do Regulamento do Imposto de Renda e outras informações sobre o assunto estão no site da ACAD: 17

16 MATÉRIA DE CAPA POSIÇÃO DO CONFEF Em razão de contatos telefônicos, quando nos informou que, caso as academias de ginásticas estivessem enquadradas na área de saúde haveria vantagens tributárias, sentimo-nos estimulados e desafiados a identificar as reais para tal fim. A Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE, enquadra as academias de ginástica no item /05 sub classe /05 Atividade de Condicionamento físico, grupo 926 Atividades Desportivas e outras atividades relacionadas ao lazer, da Divisão 92 Atividade recreativas, culturais e desportivas. Provavelmente esse atraso histórico esteja impedindo das academias serem consideradas no contexto conjuntural. Pensamos e propomos que nossos esforços sejam no sentido de incluir no grupo 851- Atividade de atenção a saúde, subclasse especifica (8515-4/07), relativa a Serviço de Educação Física, ou algum nome que complete o serviço prestado nas Academias como fomentadores de saúde. Atenciosamente, Jorge Steinhilber - Presidente do CONFEF - Conselho Federal de Educação Física CONTATO NO GOVERNO FEDERAL Para contatos com o Dr. José Antonio Dias Toffoli: Presidência da República- Casa Civil - Palácio do Planalto, 4º andar, sala Brasília-DF Tel (61) Fax (61) COMBATES EM TODAS AS FRENTES Também na busca por cargas tributárias mais condizentes com a nossa realidade, a ACAD pleiteia junto à Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro a mudança das academias para outra tipologia na tabela do IPTU (Imposto Territorial Urbano). Com este objetivo, a Associação encaminhou, em maio de 2004, uma carta ao Prefeito Cesar Maia com a solicitação de revisão da Lei 2955/99, de 30 de novembro de 1999, que insere nossas empresas na tipologia especial "demais casos" - em que o maior fator (1.10) é utilizado para o cálculo do valor do imposto. O pedido baseia-se no direito à isonomia com instituições classificadas na tipologia "prédios próprios para clubes esportivos e sociais" e "prédios próprios para colégios e creches", cujo fator para cálculo é Ainda visando à reformulação da lei, em fevereiro deste ano o associado Everston Bandeira (Academia Everston) e a Diretora de Atividades Aquáticas da ACAD, Ana Claudia Ribeiro, reuniram-se com a Vereadora Patrícia Amorim, que prometeu apoio à causa. "A vereadora ficou de agendar uma reunião com o subsecretário municipal de fazenda, sr. Airton Renato de Almeida Filho, para estudar a viabilização do novo enquadramento através de uma assinatura do prefeito e afirmou ainda estar disposta a preparar um projeto de lei para submeter à votação na Câmara Municipal, caso esta ação não surta efeito", conta Everston. 18 ACAD

17 19

18 20 ACAD

19 21

20 CONGRESSO II ACAD Congresso e Exposição A edição 2005 do congresso anual da ACAD reserva duas grandes novidades para seus participantes. A primeira delas é o fórum organizado pelo SESC, parceiro da Associação no evento, que irá reunir profissionais de peso - Lamartine Pereira da Costa, Victor Melo, Djan Madruga, Júlio Maia e Hélio Furtado - para ministrar palestras em torno do papel social do esporte e da atividade física. O objetivo do fórum, que irá se desenvolver no dia 26 de maio, data de abertura congresso, é inspirar os futuros e atuais profissionais de Educação Física a atuar na área social através do Esporte, considerando e tendo como referência os programas e projetos desenvolvidos pelo SESC Rio e seus parceiros. A segunda inovação é a inclusão dos módulos de Dança, coordenado pelas professoras Nelma Darzi e Roselee Assis; e Atividades Alternativas, pela professora Ana Cláudia Ribeiro, que ampliam o leque de temas em discussão durante os três dias de evento. O módulo de dança tem como objetivo atender às necessidades dos profissionais desta área quanto à reciclagem profissional. Estamos elaborando oficinas que desenvolvam como conteúdo a didática da dança na fase da pré-escola e a metodologia do balé clássico com a técnica russa de Vaganova, comenta Nelma. Em suas palestras, que integram o módulo Atividades Alternativas, o professor Orlando Cani - mestre de Yoga há 43 anos, formado na Índia pelo Yoga Institute of Bombaim tratará, entre outros temas, da inserção da Yoga nas academias. O animal, dentro de sua natureza é flexível, alongado e sem tensões. O homem perdeu sua origem animal, seus movimentos naturais, sua espontaneidade e criatividade corporal e mental. Portanto, é tenso, preso em suas articulações e músculos. Precisa de algo mais. Com o bom senso dos proprietários e professores de academias, esta atividade pode e deve ser inserida nas academias para proporcionar uma melhor qualidade de vida aos alunos, diz o mestre. O II ACAD Congresso e Exposição vai colocar em debate - entre 26 e 28 de maio, no Riocentro, Rio de Janeiro temas pertinentes a Gestão, Fisiologia do Exercício, Acqua Fitness, Fisioterapia, Nutrição, Dança e Atividades Alternativas. O evento conta com o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro. Confira a programação nas páginas 22 e ACAD

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA

A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA EVOLUÇÃO DO SEGMENTO DE PROMOÇÃO DE CRÉDITO: A FORMALIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA Desenvolvendo Pessoas e Fortalecendo o Sistema Renato Martins Oliva Agenda O que é ABBC Missão e valores Bancos de pequena e média

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica Rogério Reis Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica CRESCIMENTO ECONÔMICO DA REGIÃO SUL IMPULSIONA MERCADO PARANAENSE POR ADRIANE DO VALE redacao@cipanet.com.br FOTOS

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL EM SAÚDE OCUPACIONAL E GINÁSTICA LABORAL O

ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL EM SAÚDE OCUPACIONAL E GINÁSTICA LABORAL O Educação Física A profissão de Educação Física é caracterizada por ter um vasto campo de atuação profissional, tendo um leque com várias opções para realização das atividades pertinentes ao Educador Físico.

Leia mais

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas.

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. Quando o campo se expande, mais profissionais chegam ao mercado, mais áreas de atuação se formam e a categoria conquista mais visibilidade.

Leia mais

Rua Antônia Lara de Resende, 325 Centro CEP: 36.350-000 Fone: (0xx32) 3376.1438/ 2151 Fax: (0xx32) 3376.1503 pmstsaude@portalvertentes.com.

Rua Antônia Lara de Resende, 325 Centro CEP: 36.350-000 Fone: (0xx32) 3376.1438/ 2151 Fax: (0xx32) 3376.1503 pmstsaude@portalvertentes.com. - SECRETARIA DE SAÚDE - SÃO TIAGO MINAS GERAIS PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E INCENTIVO À ATIVIDADE FÍSICA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 04 A 19 ANOS 1 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E INCENTIVO À ATIVIDADE

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Anais III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva Ações Inclusivas de Sucesso Belo Horizonte 24 a 28 de maio de 2004 Realização: Pró-reitoria de Extensão

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ATIVIDADE FÍSICA PARA PREVENÇÃO, TRATAMENTO

Leia mais

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município Estrutura Administrativa e Principais 01. Câmara Municipal - Lei Orgânica do Município de Teresina, de 05 de abril de 1991. - Votar o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, bem como autorizar abertura de

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

MEDICAMENTOS GENÉRICOS

MEDICAMENTOS GENÉRICOS MEDICAMENTO GENÉRICO Uma importante conquista para a saúde pública no Brasil 15 anos 15 anos , 15 ANOS DE BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA. Ao completar 15 anos de existência no país, os medicamentos

Leia mais

Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes

Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes Uso de substâncias psicoativas em crianças e adolescentes Alessandro Alves A pré-adolescência e a adolescência são fases de experimentação de diversos comportamentos. É nessa fase que acontece a construção

Leia mais

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011

UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 UNIOESTE CCET Colegiado de Matemática XXV Semana Acadêmica da Matemática 15 a 19 de Agosto de 2011 Entendendo as mordidas do leão como funciona o cálculo do imposto de renda Profa. Raquel Lehrer Todos

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR Prof. Dr. Jones Alberto de Almeida Divisão de saúde ocupacional Barcas SA/ CCR ponte A necessidade de prover soluções para demandas de desenvolvimento, treinamento

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00)

ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00) 3 ABRIL ATENDIMENTO AO CLIENTE - 15H (R$ 90,00) DATA: 06 a 10/04/2015 HORÁRIO: 19h às 22h CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Bem tratado ou bem atendido? Momentos da verdade das empresas O perfil do profissional de

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE TABATINGA SECRETARIA MUNICIPAL DEGABINETE

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE TABATINGA SECRETARIA MUNICIPAL DEGABINETE «HEFEIIUIIA DE TflBfITinOII SlecautmÁM^ ntusa àdadt. LEI N" 72L DE 23 DE JUNHO DE 2015. Dispõe sobre criação de academias ao Ar Livre no Município de Tabatinga e dá outras providencias. u o PREFEITO DO

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Marketing para academias. www.holusmarketing.com.br

Marketing para academias. www.holusmarketing.com.br Marketing para academias Mas afinal de contas, o que é marketing? A meta do marketing é conhecer e entender o consumidor tão bem, que o produto ou serviço se molde a ele e se venda sozinho. Peter Drucker

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2º SEMESTRE 2014 EXTENSÃO. A Extensão tem se constituído em importante atividade desenvolvida pelo UNIARAXÁ.

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2º SEMESTRE 2014 EXTENSÃO. A Extensão tem se constituído em importante atividade desenvolvida pelo UNIARAXÁ. CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2º SEMESTRE 2014 EXTENSÃO A Extensão tem se constituído em importante atividade desenvolvida pelo UNIARAXÁ. Articula o saber popular e as práticas sociais das comunidades com o

Leia mais

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Entrevista com Ricardo de Paiva e Souza. Por Flávia Gomes. 2 Flávia Gomes Você acha importante o uso de meios de comunicação na escola? RICARDO

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

PLANO DE TRABALHO IDOSO

PLANO DE TRABALHO IDOSO PLANO DE TRABALHO IDOSO Telefone: (44) 3220-5750 E-mail: centrosesportivos@maringa.pr.gov.br EQUIPE ORGANIZADORA SECRETARIO MUNICIPAL DE ESPORTES E LAZER Francisco Favoto DIRETOR DE ESPORTES E LAZER Afonso

Leia mais

Campo Mourão, 30 de maio de 2006. Excelentíssimo Senhor NELSON TUREK. DD. Prefeito Municipal. Nesta

Campo Mourão, 30 de maio de 2006. Excelentíssimo Senhor NELSON TUREK. DD. Prefeito Municipal. Nesta Educação Especial - Medidas Jurídicas 2 - Proposta ao Prefeito Municipal - Inclusão de dotação orçamentária específica - Equipe Multidisciplinar - Inclusão de alunos com TDAH Promotoria de Justiça de Proteção

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Profa. LUCIANE ALVES FERNANDES. Coordenação de Estágio e Trabalho de Conclusão.

MANUAL DE ESTÁGIO CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Profa. LUCIANE ALVES FERNANDES. Coordenação de Estágio e Trabalho de Conclusão. MANUAL DE ESTÁGIO CIÊNCIAS CONTÁBEIS Profa. LUCIANE ALVES FERNANDES Porto Alegre/RS 2014 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. O ESTÁGIO... 3 3. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL DO ESTÁGIO... 3 4. OBJETIVOS DO ESTÁGIO... 3

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

Esporte como fator de inclusão de jovens na sociedade FGR: Gustavo:

Esporte como fator de inclusão de jovens na sociedade FGR: Gustavo: Esporte como fator de inclusão de jovens na sociedade Entrevista cedida à FGR em Revista por Gustavo de Faria Dias Corrêa, Secretário de Estado de Esportes e da Juventude de Minas Gerais. FGR: A Secretaria

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Página - 2

APRESENTAÇÃO. Página - 2 Página - 1 APRESENTAÇÃO O Congresso Carioca de Educação Física nasceu da necessidade de se fazer um evento destinado a esse segmento na cidade do Rio de Janeiro. A primeira edição aconteceu em agosto de

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

5.1 Nome da iniciativa ou Projeto. Academia Popular da Pessoa idosa. 5.2 Caracterização da Situação Anterior

5.1 Nome da iniciativa ou Projeto. Academia Popular da Pessoa idosa. 5.2 Caracterização da Situação Anterior 5.1 Nome da iniciativa ou Projeto Academia Popular da Pessoa idosa 5.2 Caracterização da Situação Anterior O envelhecimento é uma realidade da maioria das sociedades. No Brasil, estima-se que exista, atualmente,

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PARA O CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFPR

REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PARA O CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFPR REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO PARA O CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFPR DA NATUREZA Art.1 o No Projeto Pedagógico do Curso de Ciências Econômicas, as diretrizes curriculares incluem o estágio

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

VI Médio Paraíba Negócios mostra a força do comércio em Volta Redonda

VI Médio Paraíba Negócios mostra a força do comércio em Volta Redonda [02] VI Médio Paraíba Negócios mostra a força do comércio em Volta Redonda A presença da usina da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), fundada na década de 40, dá a impressão de que Volta Redonda ainda

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

Cenário positivo. Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37. Texto: Lucas Rizzi

Cenário positivo. Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37. Texto: Lucas Rizzi Cenário positivo Construção e Negócios - São Paulo/SP - REVISTA - 03/05/2012-19:49:37 Texto: Lucas Rizzi Crescimento econômico, redução da pobreza, renda em expansão e dois grandes eventos esportivos vindo

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL

PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE RECURSOS HUMANOS O PROGRAMA O Programa Municipal de Voluntariado

Leia mais

Unidades de Negócios

Unidades de Negócios Grupo Clivale Como surgiu? História Tudo começou com a iniciativa de Raphael Serravalle ao perceber a carência de um serviço médico especializado na cidade do Salvador, calçada, induziu dois de seus filhos:

Leia mais

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres

Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres 2 Proposta para Implantação do Programa Atividade Física & Mulheres Ana Paula Bueno de Moraes Oliveira Graduada em Serviço Social Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUC Campinas Especialista

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO N.º 191, DE 10 DE NOVEMBRO 2005 DOU 17/11/2005

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO N.º 191, DE 10 DE NOVEMBRO 2005 DOU 17/11/2005 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL RESOLUÇÃO N.º 191, DE 10 DE NOVEMBRO 2005 DOU 17/11/2005 Institui orientação para regulamentação do art. 3º

Leia mais

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard:

Amigo varejista, Boa leitura e aproveite para promover melhorias em sua loja! Conheça o Instituto Redecard: Mercearia Amigo varejista, A partir deste mês outubro - o Tribanco traz novidades no Projeto Capitão Varejo, pois conta agora com a parceria do Instituto Redecard. Juntos, irão levar até você mais informação

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL I - Adquira o Kit de Trabalho e Tenha sua Franquia Individual em sua Cidade. II Conheça nosso Marketing de Rede. Fácil de fazer, fácil de divulgar. III Na última

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias 10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias Relato de experiência de um agente social sobre suas atividades com as comunidades do município de Santa Maria- RS, através do

Leia mais

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA

CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E INSTRUTORIA PERGUNTAS FREQUENTES Este guia com perguntas e respostas foi desenvolvido para possibilitar um melhor entendimento

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente Editorial Em Março, com o início do período para envio das declarações de Imposto de Renda de 2009, recebemos algumas mensagens de colaboradores perguntando sobre a possibilidade de desconto dos valores

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas.

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas. TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTRATÉGIA PARA O CONHECIMENTO E A INCLUSÃO SOCIAL AUTORES: Chateaubriand, A. D.; Andrade, E. B. de; Mello, P. P. de; Roque, W. V.; Costa, R. C. da; Guimarães, E. L. e-mail:

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012.

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. Cria a Central de Atendimento Telefônico ao Idoso e Portador de Necessidades Especiais, no âmbito do Estado de Goiás. A Assembléia Legislativa do Estado de Goiás, nos

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 70 A ONG brasileira está em crise? 06 de fevereiro de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através

Leia mais

Saúde psicológica na empresa

Saúde psicológica na empresa Saúde psicológica na empresa introdução Nos últimos tempos muito tem-se falado sobre qualidade de vida no trabalho, e até sobre felicidade no trabalho. Parece que esta discussão reflete a preocupação contemporânea

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ O presente edital regulamenta o processo de recrutamento, seleção e ingresso de projetos empresariais na Incubadora

Leia mais

PRINCÍPIOS Prevenção e o controle das doenças, especialmente as crônico-degenerativas estimulam desejo

PRINCÍPIOS Prevenção e o controle das doenças, especialmente as crônico-degenerativas estimulam desejo PRINCÍPIOS Prevenção e o controle das doenças, especialmente as crônico-degenerativas estimulam o desejo de participação social direciona as ações para a estruturação de um processo construtivo para melhoria

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Art. 1- Da definição do selo educacional:

Art. 1- Da definição do selo educacional: Instrução Normativa ABRAFIT I.N.A. 01/2014 Art. 1 Da definição do selo educacional: Esta Instrução Normativa tem como objetivo determinar eventos, ações e projetos educacionais e científicos que solicitem

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É?

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É? NE- CACT O Núcleo de Empreendedorismo da UNISC existe para estimular atitudes empreendedoras e promover ações de incentivo ao empreendedorismo e ao surgimento de empreendimentos de sucesso, principalmente,

Leia mais

Planejamento de Marketing

Planejamento de Marketing PARTE II - Marketing Estratégico - Nessa fase é estudado o mercado, o ambiente em que o plano de marketing irá atuar. - É preciso descrever a segmentação de mercado, selecionar o mercado alvo adequado

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL Por Profa.Dra. Cyllene de M.OC de Souza Dra em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFRRJ), Mestre em Vigilância Sanitária (INCQS-FIOCRUZ) Supervisora

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Prá colher, temos que plantar, compadre, temos que pensar no futuro. José Dionízio Leite É TICA L IDERANÇA L IBERDADE O RGANIZAÇÃO S OLIDARIEDADE

Leia mais

Adultos Jovens no Trabalho em Micro e Pequenas Empresas e Política Pública

Adultos Jovens no Trabalho em Micro e Pequenas Empresas e Política Pública Capítulo 3 Adultos Jovens no Trabalho em Micro e Pequenas Empresas e Política Pública Maria Inês Monteiro Mestre em Educação UNICAMP; Doutora em Enfermagem USP Professora Associada Depto. de Enfermagem

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen 1 SUMÁRIO Conteúdo 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O CURSO... 3 3. PERFIL DO TECNÓLOGO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL... 3 4. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 3 5. CONDIÇÕES GERAIS DO ESTÁGIO... 5 6. MATRÍCULA...

Leia mais

Mais que um Negócio, a Profissão dos seus Sonhos

Mais que um Negócio, a Profissão dos seus Sonhos Mais que um Negócio, a Profissão dos seus Sonhos Erros e Dicas para Vender seus Serviços MElina Kunifas 2010 WWW. M E L I N A K U N I F A S. C O M Caro leitor, este livreto tem o propósito de educar e

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROJETO JUDÔ NA ESCOLA: A SALA DE AULA E O TATAME Projeto: Domingos Sávio Aquino Fortes Professor da Rede Municipal de Lorena Semeie um pensamento,

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

Investimento para Mulheres

Investimento para Mulheres Investimento para Mulheres Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº DE 2014 (Do Sr. Luiz Fernando Machado) Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle com o auxílio do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia

Descrição do Sistema de Franquia. Histórico do Setor. O Fórum Setorial de Franquia Descrição do Sistema de Franquia Franquia é um sistema de distribuição de produtos, tecnologia e/ou serviços. Neste sistema uma empresa detentora de know-how de produção e/ou distribuição de certo produto

Leia mais

Cases de sucesso 21/3/2012. Administração e Gestão da Saúde em benefício da empresa e de seus colaboradores

Cases de sucesso 21/3/2012. Administração e Gestão da Saúde em benefício da empresa e de seus colaboradores Cases de sucesso Administração e Gestão da Saúde em benefício da empresa e de seus colaboradores Academia Boa Forma As Unidades Campo Belo e Itapevi possuem um espaço gratuito para atividades físicas dentro

Leia mais

1 O texto da Constituição Federal de 1988 diz: Art. 7. São direitos dos trabalhadores urbanos e

1 O texto da Constituição Federal de 1988 diz: Art. 7. São direitos dos trabalhadores urbanos e 1 Introdução A presente pesquisa tem como objeto de estudo a inserção da pessoa com deficiência física no mercado de trabalho. Seu objetivo principal é o de compreender a visão que as mesmas constroem

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda.

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda. Campus Cabo Frio Trabalho de Microeconomia Prof.: Marco Antônio T 316 / ADM Grupo: Luiz Carlos Mattos de Azevedo - 032270070 Arildo Júnior - 032270186 Angélica Maurício - 032270410 Elias Sawan - 032270194

Leia mais

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA:

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Fundo Perpétuo de Educação PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Os depoimentos, ensinamentos e metas dos participantes mais bem sucedidos. A escolha da escola fez a diferença na sua colocação

Leia mais

Negociação Estratégica e Gestão de Conflitos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Negociação Estratégica e Gestão de Conflitos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Prefeito Empreendedor Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Março/2012 Expediente Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Fernando

Leia mais