President Communication / Comunicação do Presidente

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "President Communication / Comunicação do Presidente"

Transcrição

1 Para: De: FEDERAÇÕES EUROPEIAS CLUBES EUROPEUS DE HÓQUEI EM PATINS PRESIDENTE DO CERH Data: 11 de Fevereiro de 2015 Assunto: ORGANIZAÇÃO DA FINAL 4 DA TAÇA CERS DE 2015 APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Exmºs Senhores: Tendo em atenção a realização em 25 de Abril de 2015 da Final 4 da Taça CERS, vimos pela presente informar todas as Federações - e os Clubes seus filiados eventualmente interessados na organização do evento - sobre as condições a cumprir relativamente às propostas a apresentar. Assim: 1. PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS DE ORGANIZAÇÃO DO EVENTO A apresentação de propostas relativamente à organização da Final 4 da Taça CERS poderá ser efectuada até à data limite de 4ª Feira,1 de Abril de 2015 (inclusive). 2. ORGANIZAÇÃO DA FINAL 4 DA TAÇA CERS - CONDIÇÕES GERAIS 2.1 De acordo com o Regulamento dos Eventos Europeus da CERS apenas poderão ser aceites pelo CERH - com salvaguarda do disposto no ponto as propostas de organização da Final 4 da Taça CERS que lhe sejam apresentadas ou endereçadas pelas Federações filiadas na disciplina de hóquei em patins. 2.2 No entanto, as Federações Nacionais em questão poderão decidir delegar num ou mais clubes da sua filiação a responsabilidade de apresentação de uma ou mais propostas para a organização deste evento, decisão essa que terá de ser formalizada por escrito certificável junto do CERH. 2.3 Em qualquer dos casos previstos nos pontos anteriores, terá de ser sempre constituída uma Comissão Organizadora da Final 4 da Taça CERS, que será composta pelos seguintes 3 elementos: a) Um Presidente, que será (sempre) designado pela Federação a quem for atribuída a organização do evento; b) Um Vice-Presidente, que será designado pelo clube a quem for delegada a organização do evento; c) Um outro Membro, que será (sempre) designado pelo CERH 2.4 A entidade responsável pela organização do evento será responsável perante a CERS/CERH por assegurar: a) A definição dos horários de realização dos 3 jogos da Final 4 em questão, bem como dos horários dos treinos de adaptação à pista das equipas participantes; b) As condições e procedimentos respeitantes às condições existentes para os meios de comunicação social, incluindo as respeitantes às transmissões dos jogos pela televisão e internet, tendo em conta as disposições em vigor e que foram aprovadas na Assembleia Geral do CERH (ver Anexo); c) A contratação dos seguros e de outras garantias que sejam necessárias ou requeridas, em particular no que respeita aos acidentes que possam ocorrer com os representantes das equipas (jogadores e outros), com os Árbitros, com os dirigentes e outros colaboradores em funções no evento, ou com os espectadores presentes, em cumprimento do estabelecido no Artigo 23 do Regulamento dos Eventos Europeus da CERS. 2.5 Todas as propostas a apresentar devem conter: a) A descrição características do recinto desportivo proposto para realização do evento (vestiários, número de lugares para o público, dimensão e tipo de pista de jogo, etc.) ; b) A localização do aeroporto internacional mais próximo ; c) A indicação da lista de hotéis que estão disponíveis possam assegurar o alojamento das equipas e demais participantes, com indicação dos preços e formas de pagamento estabelecidos por cada um deles. Page 4 of 12 Página 4 de 12

2 3. ORGANIZAÇÃO DA FINAL 4 DA TAÇA CERS - CONDIÇÕES FINANCEIRAS As Federações Nacionais e/ou os Clubes seus filiados que estejam interessados na organização da Final 4 da Taça CERS terão de enviar ao CERH dentro das datas limite estabelecidas no ponto 1 deste Comunicado uma proposta que respeite as condições seguidamente estabelecidas. 3.1 Apresentar qual a compensação financeira a pagar ao CERH pela entidade proponente, a qual terá de respeitar o valor mínimo de 5 000,00 (cinco mil euros), acompanhada duma declaração de compromisso de que - no caso da organização deste evento lhe ser adjudicada - o pagamento da compensação financeira proposta será de ser regularizada nos 3 dias úteis subsequentes à comunicação correspondente, através duma transferência bancária a efetuar para a seguinte conta do CERH: CERH BANK ACCOUNT Banco Millennium BCP IBAN: PT SWIFT/BIC: BCOMPTPL NIB: Assegurar - em caso de adjudicação da organização do evento o compromisso de assumir o pagamento e/ou reembolso relativamente às seguintes rubricas: a) Despesas de viagem, de refeições e de alojamento relativamente à deslocação a efetuar após a adjudicação provisória, atento o estabelecido no ponto 5.6 deste Comunicado - de um representante do CERH, para que este proceda à inspeção das condições do recinto de jogo proposto, bem como à avaliação das demais condições referidas na proposta apresentada. b) Despesas de viagem, de alojamento e de refeições (*) relativas quer aos 6 Árbitros designados para o evento quer a 4 membros do CERH/CEA que sejam indicados, tendo em atenção que: Se for utilizado o avião, os voos serão efectuados em classe económica); O alojamento dos Árbitros e dos membros terá de ser assegurado no mesmo hotel, o qual deverá ter a classificação mínima de hotel de 3 estrelas (*) Nota: O período de estadia dos Árbitros e dos membros do CERH/CEA decorrerá entre o dia imediatamente anterior ao início do evento e o dia seguinte ao final do mesmo. c) Pagamento ao CERH da quantia de 1.200,00 (mil e duzentos euros), que é o valor total das taxas de Arbitragem ( 200,00 serão pagos a cada um dos 6 Árbitros designados para o evento). d) Disponibilizar um automóvel de 5 ou 7 lugares, sem condutor, para utilização dos membros do CERH durante o período da sua permanência no local de realização do evento. e) Pagamento do troféu a atribuir à equipa vencedora da competição 3.3 A entidade organizadora terá igualmente de assegurar os meios de transporte necessários para garantir a transferência das comitivas das equipas participantes e dos 6 Árbitros designados entre: a) O Aeroporto internacional mais próximo e o Hotel de alojamento e vice-versa; b) O Hotel de alojamento (ou o local das refeições) e o local da competição e vice-versa. 3.4 A entidade organizadora terá ainda de assegurar a realização de testes de controlo de doping relativamente a 1 (um) jogador de cada uma das equipas que participam nos 2 (dois) jogos das semifinais, cujos custos serão integralmente assumidos pela referida entidade organizadora. 3.5 A entidade organizadora é também responsável por: a) Pagamento de 5 000,00 (cinco mil euros) pela aquisição dos direitos televisivos no seu próprio país e como contributo para a produção televisiva deste evento, a qual será assegurada pelo CERH, por forma a garantir os níveis de qualidade que são requeridos. b) Assumir os custos de produção relativos à transmissão (aberta, livre) em direto e via web streaming de todos os jogos da competição, de acordo com os padrões de produção que serão especificados pelo CERH. Consequentemente, compete à entidade organizadora assegurar as condições necessárias para o efeito, junto do clube ou entidade que detenha a propriedade do recinto de jogo proposto para a competição. Page 5 of 12 Página 5 de 12

3 4. ORGANIZAÇÃO DA FINAL 4 DA TAÇA CERS - OUTRAS CONDIÇÕES 4.1 São integralmente detidos pela entidade organizadora todos os direitos relativos às receitas obtidas com a venda de bilhetes relativas a este evento. 4.2 Salvaguardando o disposto no ponto 3.5 a), os direitos de transmissão televisiva, bem como os direitos de patrocínio e de publicidade são detidos pela CERS/CERH 4.3 Cada um dos clubes participantes suportará os custos de viagem, das refeições e do alojamento dos representantes das suas equipas. 5. ORGANIZAÇÃO DA FINAL 4 DA TAÇA CERS - CRITÉRIOS A CONSIDERAR PARA A SUA ADJUDICAÇÃO O CERH procederá à adjudicação da organização desta Final 4 tendo em atenção os critérios regulamentarmente estabelecidos, designadamente: 5.1 Serão excluídas pelo CERH todas as propostas apresentadas que não contenham todos os elementos que são exigidos e que se encontram explicitados nos pontos 1, 2 e 3 deste documento. 5.2 Dentre as propostas aceites pelo CERH, terão prioridade de escolha todas as propostas que sejam apresentadas pelas Federações Nacionais, conjuntamente com os clubes participantes nesta Final Com salvaguarda do disposto nos pontos seguintes, será selecionada - como primeiro critério de adjudicação a proposta que ofereça ao CERH a compensação financeira de valor mais elevado. 5.4 No que respeita à compensação financeira oferecida ao CERH, serão consideradas como propostas de valor idêntico aquelas cuja diferença existente entre as mesmas não seja superior a 1.000,00 (mil euros), o que equivale a 20% do valor mínimo estabelecido no ponto Se ocorrer a seleção para adjudicação de duas ou mais propostas que - nos termos do disposto no ponto 5.4 anterior - ofereçam uma compensação financeira idêntica, serão tidos em consideração pelo CERH os seguintes critérios adicionais: a) No caso de propostas que foram apresentadas por Federações/clubes de diferentes países, a decisão de adjudicação será favorável à Federação/clube do país que nunca organizou o evento em questão. No caso de persistir a indefinição sobre a proposta a selecionar, a decisão de adjudicação será deliberada pelo voto maioritário dos membros do executivo do CERH, após ponderação dos outras condições apresentadas por cada uma das propostas em questão. b) Tratando de propostas apresentadas pela mesma Federação filiada - envolvendo na organização clubes/entidades distintas - a decisão de adjudicação será deliberada pelo voto maioritário dos membros do executivo do CERH, após ponderação das outras condições apresentadas por cada uma das propostas em questão. 5.6 A decisão inicial de adjudicação desta "Final 4" será sempre atribuída pelo CERH a título provisório, só se tornando definitiva depois de observadas as seguintes duas condições: a) Pagamento da compensação financeira proposta, conforme disposto no ponto 3.1 deste Comunicado; b) Parecer favorável relativamente à inspeção pelo CERH das instalações e verificação das demais condições propostas para a organização do evento. Saudações desportivas Presidente do CERH Page 6 of 12 Página 6 de 12

4 ANEXO COMMUNICATION & PRESS TELEVISION REGULATIONS The television production for Major CERH events (Senior European Championships, the Euro league and CERS Cup Final Four) is provided directly by CERH thus ensures that the quality standards are guaranteed and always the same. The local organizer of CERH main event in exchange for television rights for his nation is required to pay a contribution for the television production of: - 20,000 for the Senior European Championships - 10,000 for the Euro league Final Four - 5,000 for the CERS Cup Final Four The local organizer can sell the television rights to one or more media of his country, as long as the transmission media (satellite, digital, web and any other form) is limited to the nation to which they belong. The international rights (excluding the local organizer Nation) are the property of CERH that will work for the widest international coverage, realizing the economic agreements with each broadcaster. WOMEN CUP FINAL FOUR The local organizer does not pay any right, but has the obligation to provide the live web streaming transmission (open, free) for each game, according to the standards of production that will be specified by CERH. If this is not guaranteed CERH assumes production directly issuing web streaming. The production costs will be in charge entirely to the organizational entity. OBLIGATIONS IN TERMS OF COMMUNICATION FOR CERH EVENT S ORGANIZIERS The organizers must designate a press officer in charge (necessarily a journalist) that will be responsible for local communication and will work closely with the CERH press office. The local press officer will be the contact person for all matters regarding communication. The local press officer will be representative for the press of his country, adequately publicizing the event in previous weeks, with news, interviews and other initiatives. INTERNET FACILITY A Wi-Fi Internet connection with authentication and exclusively dedicated to the press must be available. Alternatively, a LAN cable for each of the accredited journalists should be provided. It is recommended to set up a connection that includes a different username and password for each journalist, as with a unique password valid for all, the risk of permitting its use to those not having right, is incurred. The organizers must provide a connection capacity in relation to the number of accredited media. For example, if there are 50 accredited journalists, a connection with a sufficient bandwidth for all of them has to be provided. Internet connection must be working both in the "press working area on the court", and in the pressroom where the photographers send photos and similar material. PRESS WORKING AREAS - Press working room For each event, a press room for working journalists must be available in the same area including a press conference zone for post-game press conferences must be offered. The press working room must be very close to the rink. The pressroom must provide tables and chairs with power connections (for seat quantities look at the end notes). The conference area inside the pressroom will have 20 chairs and a table with 4 chairs for the speakers. In the pressroom at least water bottles must be distributed to journalists for the duration of the event. Any snack or other supply is left to the initiative of the organizers. For safety and security of the equipment that journalists will leave in the pressroom, a steward of the organizing entity, in charge of checking the entry pass, must continuously control the entrance. COPY MACHINE: A copy machine has to be available to copy rosters before the games. Page 7 of 12 Página 7 de 12

5 PRESS WORKING SEATS ON THE COURT RIGHT HOLDERS" TELEVISION: The workspaces for Right Holders television (TV that have acquired the rights to broadcast) are held directly by CERH TV production. The organizers must provide as much space as required by the CERH TV production: TV right holders working seats are not counted in the minimum number of workstations and are considered separately. Power is guaranteed by the TV service generator, so no need to provide any connection. NOT RIGHT HOLDERS TELEVISIONS: Televisions who don t have acquired the rights to the live broadcast are considered as written press and their working area is the press room. RADIO: Only radios that require the installation of an ISDN line (at their expense) will be entitled to a separate workstation on the court. For all other radios the same criteria of written press journalists will apply in the workstation on the court. WRITTEN PRESS: Newspaper and website journalists have right to have one or two press seats in the working area on the court, according with the overall space available. Two seats are normally granted for nation-wide newspapers and only one for local media. Journalists working for weekly publications or who do not need to write their own article live are asked to work in the press room, for them must be reserved seats in the stands, the same as for televisions not right holders. The workstations for written press and radio must have an adequate number of electricity connections and must be reached by wi-fi (or cable). MINIMUM NUMBER OF WORKSTATIONS EUROLEAGUE FINALS Press room: 20 workstations (on tables and chairs). Workstations on the court: 20. (A smaller number is allowed only if the accreditation requests are lower) CERS CUP FINALS Press room: 10 workstations (on tables and chairs). Workstations on the court: 10. (A smaller number is allowed only if the accreditation requests are lower). PHOTOGRAPHERS The working area for photographers to send pictures is only the press room. Photographers will take pictures on the court only in designated areas. Each photographer will be given a photo vest/bib with identification number. MIX ZONE A mix zones must be accommodated by the use of barriers, where journalists for interviews can approach players before returning to the locker room. PRESS ACCREDITATION AT CERH EVENTS The press accreditation to main CERH events (Senior European Championships, Euro league and CERS Cup Final Four) is handled and managed by the CERH press office in the manner and at the time it considers appropriate. The acceptance or rejection of the accreditations is determined by the CERH press manager that can hear the opinion of the local press officer. The local press officer will inform the local media how to apply for the accreditation. INSPECTION The day before the start of the event, the CERH Press Officer performs an inspection of the arena to verify that the requests were actually made. The organizers have to be present to explain the different situations. Page 8 of 12 Página 8 de 12

6 NORMATIVAS PARA LAS COMPETICIONES EUROPEAS Los vestuarios deberán tener una capacidad mínima para dieciséis personas, aseos y duchas con agua caliente. También deberá de haber un vestuario con suficiente espacio para los árbitros, con capacidad mínima para tres personas con mesa, sillas, aseos y duchas con agua caliente. El tránsito del vestuario a la pista deberá de ser estanco sin tener que compartir ningún espacio con el público. Las protecciones de los banquillos deben de estar siempre colocadas independientemente del equipo que las ocupe.(equipo local y equipo visitante). Únicamente en aquellas instalaciones en que detrás de los banquillos no exista grada para el público se podrá prescindir de colocarlas. En la superficie de la pista habrá un mínimo de 800 lux. La marcación de la pista debe de ser de un color distinto al del color de la bola con que se juegue. Para la temporada los clubes deberán de suprimir definitivamente la marcación de las pistas relacionada con las antiguas reglas de juego. (Las líneas no válidas no se deben percibir). Mesa de anotación y cronometraje con capacidad para un árbitro auxiliar, un cronometrador, dos miembros del Comité Europeo y dos delegados de los equipos. (local y visitante) En toda instalación deberá de haber el espacio reglamentado y equipado para el CONTROL DE DOPAJE. En los palcos de las instalaciones deberá de haber espacios reservados para los dos presidentes de los equipos participantes y las autoridades asistentes tanto de ámbito político como de ámbito deportivo. Para los medios de Comunicación propios y visitantes los Clubes deberán tener un espacio reservado, a poder ser estanco y con visibilidad directa a la pista desde donde puedan ejercer su labor. En todas las mesas del Árbitro Auxiliar (anotador) deberá haber un Ordenador Portátil con ratón, impresora y conexión de ADSL para confeccionar ON LINE el acta electrónica del partido. Los Clubes deberán adecuar los marcadores electrónicos para que en ellos figuren las FALTAS DE EQUIPO. (La secuencia de faltas será desde la falta 1 en adelante etc). En su defecto debe de existir en la mesa oficial un marcador mecánica para contabilizar públicamente las faltas de equipo. En los partidos que se retransmitan por televisión el Club o Selección local, facilitará al ente televisivo, la ubicación de las cámaras en el sitio más idóneo. Los Clubes locales o Selecciones Nacionales locales de tendrán que contar con un servicio de evacuación de lesionados (CRUZ ROJA o AMBULANCIA) o en su defecto con un médico que esté permanentemente en la instalación durante los partidos para atender a los lesionados en caso de necesidad. Obligatoriedad de asistencia en el partido de Fuerza Pública o Seguridad Privada. Todos los miembros de los equipos, para poder permanecer en los banquillos, deberán llevar una tarjeta identificativa que emitirá el CERH. Quedarán exentos de esta obligación los jugadores reservas y el entrenador de cada uno de los equipos. Page 9 of 12 Página 9 de 12

7 PROTOCOLO DE ORGANIZACIÓN - FINALES 4 DE LAS COMPETICIONES DE CLUBS DEPORTIVAS LOGISTICA SALA PARA REUNIONES PARA EL CERH SALA REUNIONES ARBITROS DELEGADOS EQUIPOS SALA CONTROL ANTI-DOPING UN JUGADOR DE CADA EQUIPO POR CADA PARTIDO ACCESO RESTRINGIDO EN ZONA DE PISTA ACCESO LIMITADO POR UNA VALLA ENTRE BANQUILLOS EQUIPOS Y MESA DE CONTROL ZONAS ACOTADAS PARA FOTOGRAFOS, CAMARAS DE TV LAS PERSONAS (FOTOGRAFOS Y PERSONAL DE TV) QUE ESTEN EN LA ZONA DE PISTA TIENEN QUE ESTAR CON UN PETO IDENTIFICATIVO SEGURO DE RESPONSABILIDAD CIVIL PORTERIA DE RECAMBIO Y REDES DE RECAMBIO PRUEBA DE PISTA PARA LOS EQUIPOS COMO MINIMO 1 HORA SALA VIP PARA AUTORIDADES ( CATERING) PANCARTAS CERH 3 EN LAS VALLAS ZONA CENTRAL SPEAKER DURANTE LA COMPETICIÓN SEGURIDAD: POLICIA NORMAL Y ANTIDISTURBIOS, SEGURIDAD PRIVADA AMBULANCIA MEDICALIZADA Y SERVICIOS HOSPITALARIOS PALCO DE AUTORIDADES ENTREGA DE TROFEOS TODA LA DOCUMENTACIÓ TIENE QUE LLEVAR EL LOGO DEL CERH Y EN PLAFONES DE PRENSA ACREDITACIONES PARA TODOS LOS QUE PARTICIPAN EN LA FINAL FOUR equipos, árbitros, miembros CERH, prensa, directivos y miembros de la organización. RESPONSABLES DE LA ORGANIZACIÓN Y DE CADA ÁREA HAY QUE TENER EN CUENTA QUE LA PISTA ES NEUTRAL ARBITRO CRONOMETRADOR APARCAMIENTO PARA LOS MIEMBROS CERH CEA Y AUTOBUSES DE LOS EQUIPOS Ó SELECCIONES PARTICIPANTES. PODIO PARA LA ENTREGA DE PREMIOS LETRERO DE CAMPEONES PARA PONER DELANTE DEL PODIO CONFETI PARA DESPÚES DE LA ENTREGA DE LA COPA DE CAMPEÓN UNA SEMANA ANTES DE LA PRUEBA SE TENDRA QUE HACER EFECTIVO LAS TASAS DE LA ORGANIZACIÓN EN LA CUENTA DEL CERH PERSONAL EN LA ZONA DE AUTORIDADES VIAJE DE AVIÓN DE 4 MIEMBROS CERH Y 6 ARBITROS CEA HOSPEDAJE Y MANUTENCIÓN DE LOS MIEMBROS CERH Y DE LOS ÁRBITROS CEA EL ALQUILER DE UNA FURGONETA DE 9 PLAZAS TRASLADOS AEROPUERTO HOTEL DE LOS MIEMBROS CERH Y ÁRBITROS TRASLADOS DE LOS EQUIPOS AEROPUERTO HOTEL Y HOTEL PABELLON DEPORTIVO Page 10 of 12 Página 10 de 12

8 NORMATIVAS MÉDICAS DE LOS EVENTOS DEPORTIVOS 1- CONTROL DE DOPAJE A- Durante la temporada y en las competiciones internacionales se realizaran controles de dopaje según el REGLAMENTO MEDICO CERS revisado y aprobado en el Congreso CERS, realizado en Paredes, Portugal, el día 27 de octubre de 2012 y que entró en vigor el 1 de enero del B- Las selecciones y los clubs europeos están obligados a tener en sus instalaciones un espacio reservado para poder realizar los controles de dopaje. C- Este espacio constará de un vestuario con aseos, duchas, una camilla y una mesa con una silla y toma de electricidad. 2- CONDICIONES EXIGIBLES EN LAS COMPETICIONES INTERNACIONALES A- En todas las competiciones internacionales será obligatorio tener un servicio de ambulancia medicalizada ó en su defecto con un medico que esté permanentemente en la instalación durante las competiciones para atender a los deportistas y público en general. B- Será obligatorio en las competiciones internacionales, en las instalaciones donde se jueguen partidos de competiciones internacionales el poseer un DESFIBRILADOR. C- En cualquier competición internacional los organizadores pondrán a disposición de los deportistas de un hospital cercano para casos de necesidad. MEDIDAS DE SEGURIDAD La federación del club organizador es la responsable de la organización de cualquier evento deportivo. Todo incidente provocado por el público ó por otras causas, contra los jugadores, dirigentes y árbitros etc.., debe ser inmediatamente reprimido, ja sea para reforzar el servicio del orden, de policía ó de otros medios necesarios para su represión. Los árbitros y los delegados del CERH/CEA podrán prohibir el comienzo del partido si las condiciones y disposiciones elementarías sobre la seguridad no son tomadas en cuenta. De las sanciones graves que se pudieran infligir a la CERS, la federación ó al club que no haya tomado las disposiciones necesarias para evitar los incidentes ó contravenir los reglamentos ó otras causas que pudieran perjudicar al buen desarrollo de las competiciones. Solamente se podrán celebrar partidos en las pistas que estén homologadas por su respectiva federación nacional de acuerdo con las reglas de juego. Es obligatorio la fuerza pública ó personal de seguridad durante la competición. Especial interés en la protección de los banquillos y la distancia del público a la pista. Medidas estáticas de separación. En Finales 4 de las competiciones europeas la comisión organizadora del evento junto con un miembro del CERH supervisarán todo lo que hace referencia a la seguridad con el máximo responsable de la policía. Page 11 of 12 Página 11 de 12

9 PROTOCOLO A CUMPLIR EN CADA PARTIDO POR LOS EQUIPOS Y ÁRBITROS Los equipos y los Árbitros tendrán de llegar a la pista de juego con, por lo menos, una hora y treinta minutos de antelación relativamente a la hora en que se inicia el partido. Una hora antes del inicio del partido y aprovechando el período de calentamiento de los equipos, los Árbitros deben verificar el recinto de juego, así como asegurar la comprobación de todos las cuestiones burocráticas con los delegados y capitanes de los equipos. Si esta presente un miembro del CERH, este podrá - cuando lo entienda necesario y 30 minutos antes del inicio del partido - promover una reunión con los representantes de los equipos y los Árbitros, para clarificar cuestiones reglamentarias y/o relativas a las reglas de juego. La entrada en pista de los Árbitros y de los equipos debe ocurrir cuando faltan 10 minutos para empezar el partido. Los equipos tendrán que ser perfiladas en la pista, para asegurar su presentación ante el público y los saludos entre los jugadores e Árbitros. Para definición de la media pista asignada a los equipos y del equipo que hace el saque inicial, tendrá de ser realizado un sorteo, a efectuar en la pista por los Árbitros, en presencia de los capitanes de cada equipo. El partido debe siempre comenzar a la hora programada, situación que es particularmente importante cuando los partidos son televisados, exigiendo que este requisito se cumpla con la máxima precisión. Sin embargo, son admitidos pequeños ajustes cuando solicitados por técnico de la televisión responsable por la transmisión del partido. Al final de la primera parte del partido, hay que cumplir el tiempo de descanso de 10 minutos. Sin embargo, los Árbitros y los equipos deben de reentrar en la pista 2 minutos antes del reinicio del partido, para que este pueda ter lugar dentro del horario correspondiente. Si es lo caso y poco después del inicio del segundo período de juego, se hará el sorteo de los jugadores que tienen que ir al control de dopaje, que siempre se lleva a cabo en presencia de un Delegado de cada uno de los equipos. Una vez terminado el partido, los Delegados y los capitanes de ambos equipos tendrán de asegurar sus firmas en el acta de partido. Si hay lugar a un control de dopaje, cada uno de los jugadores ya designados por sorteo tiene de dirigirse a la sala de control de dopaje, acompañados por el Médico o por el Delegado de su equipo. Además de eso, dos representantes de cada equipo (un jugador y el entrenador), están obligados, una vez terminado los partidos, para la realización de "flash- interviews" y/o para una conferencia de prensa, en el lugar que sea puesto a disposición de los medios de comunicación. Page 12 of 12 Página 12 de 12

President Communication / Comunicação do Presidente FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH

President Communication / Comunicação do Presidente FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH Para: De: FEDERAÇÕES EUROPEIAS PRESIDENTE DO CERH Data: 26 de Fevereiro de 2014 Assunto: TAÇA LATINA NOVA DATA, CALENDÁRIO E OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS Exmºs Senhores: Tendo em atenção a solicitação recebida

Leia mais

President Communication / Comunicação do Presidente

President Communication / Comunicação do Presidente To: AFFILIATED RINK-HOCKEY EUROPEAN FEDERATIONS From: CERH PRESIDENT Date: 6 th. August 2013 Subject: FINAL AGENDA FOR THE CERH GENERAL ASSEMBLY - 6 th. SEPTEMBER OF 2023 Dear Sirs: Following my Communication

Leia mais

REGULAMENTO REGLAMENTO CAMPEONATO IBÉRICO DE CICLISMO MASTER

REGULAMENTO REGLAMENTO CAMPEONATO IBÉRICO DE CICLISMO MASTER REGULAMENTO REGLAMENTO CAMPEONATO IBÉRICO DE CICLISMO MASTER ÉPOCA 2015 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE CICLISMO * ASSOCIAÇÃO DE CICLISMO VILA REAL *REAL FEDERACION ESPAÑOLA DE CICLISMO Primeiro O Campeonato Ibérico

Leia mais

REGULAMENTO DOS EVENTOS EUROPEUS DA PATINAGEM

REGULAMENTO DOS EVENTOS EUROPEUS DA PATINAGEM REGULAMENTO DOS EVENTOS EUROPEUS DA PATINAGEM Este Regulamento dos Eventos Europeus da Patinagem foi aprovado no Congresso da CERS, realizado em Paredes, Portugal, na data de 27 de Outubro de 2012 REGULAMENTO

Leia mais

CONVITE REGULAMENTO INFORMAÇÕES

CONVITE REGULAMENTO INFORMAÇÕES Competição Individual e por Equipas Trampolim Individual e Duplo-Mini Trampolim Santarém, de 4 a 7 de Julho, 2013 CONVITE REGULAMENTO INFORMAÇÕES WWW.SCALABISCUP.COM Índice REGULAMENTO... 4 ESCALÕES...

Leia mais

FPN CADERNO DE ENCARGOS DE COMPETIÇÕES NACIONAIS. CADERNO DE ENCARGOS COMPETIÇÕES NACIONAIS DE POLO AQUÁTICO Pág. 1 de 1

FPN CADERNO DE ENCARGOS DE COMPETIÇÕES NACIONAIS. CADERNO DE ENCARGOS COMPETIÇÕES NACIONAIS DE POLO AQUÁTICO Pág. 1 de 1 [Type text] [Type text] [Type text] FPN CADERNO DE ENCARGOS DE COMPETIÇÕES NACIONAIS CADERNO DE ENCARGOS COMPETIÇÕES NACIONAIS DE POLO AQUÁTICO Pág. 1 de 1 1. NORMAS GERAIS A atribuição de sedes leva implícito

Leia mais

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y La CASA DA AMÉRICA LATINA, es una institución de derecho privado sin ánimo de lucro, con sede en la Avenida 24 de Julho, número 1188, en Lisboa, Portugal, representada

Leia mais

XXVI TRAVESSIA DOS TEMPLÁRIOS

XXVI TRAVESSIA DOS TEMPLÁRIOS Regulamento 28 Setembro.2014 APROVADO PELA FPN EM 22 DE JULHO DE 2014 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação do Distrito de Santarém. Associação

Leia mais

Planejamento estratégico

Planejamento estratégico espaço ibero-americano espacio iberoamericano Planejamento estratégico Quem somos, onde queremos ir e como chegaremos lá são indagações necessárias em todas as escolas Como qualquer empresa, instituições

Leia mais

1ª Liga de Futsal 2014/2015

1ª Liga de Futsal 2014/2015 1ª Liga de Futsal 2014/2015 Patrono RICARDINHO 1 I Liga Futsal 2014/2015 Regulamento Equipas Artigo 1º Esta liga de futsal encontra-se aberta a equipas de empresas devidamente certificadas, podendo ser

Leia mais

HR Connect System Alert

HR Connect System Alert HR Connect System Alert To: All Employees Alert: System Downtime From November 30 December 3, the HR Connect Self-Service system will be down for maintenance. You will be unable to complete transactions

Leia mais

Licenciatura em Biologia

Licenciatura em Biologia Licenciatura em Biologia Regulamento de Estágio Profissionalizante Para dar cumprimento ao estipulado no Despacho n.º 22 420/2001 da Reitoria da Universidade de Aveiro, publicado no Diário da República

Leia mais

TAXAS ÉPOCA 2010/2011 American Pool. * Jogadores com idade até 21 anos contados em 31 de Dezembro do acto da inscrição.

TAXAS ÉPOCA 2010/2011 American Pool. * Jogadores com idade até 21 anos contados em 31 de Dezembro do acto da inscrição. Federação Portuguesa de Bilhar Rua Gonçalves Crespo, 28, 4º - 1150-186 LISBOA Tel: 21 3153220 Fax: 213538497 email: fpbilhar@fpbilhar.pt Site: www.fpbilhar.pt TAXAS ÉPOCA 2010/2011 American Pool Filiação

Leia mais

A Direção-Geral do Território disponibiliza aos seus clientes diversas modalidades de pagamento:

A Direção-Geral do Território disponibiliza aos seus clientes diversas modalidades de pagamento: Modalidades de Pagamento A disponibiliza aos seus clientes diversas modalidades de pagamento: Estações de CTT Cheque por Correio Depósito Bancário Transferência Bancária Balcão 'Loja da DGT' Estações dos

Leia mais

A.N.M. ASSOCIAÇÃO NAÚTICA DA MADEIRA Instituição de Utilidade Pública. REGATA INTERNACIONAL CANÁRIAS - MADEIRA 500 Anos da Cidade do Funchal

A.N.M. ASSOCIAÇÃO NAÚTICA DA MADEIRA Instituição de Utilidade Pública. REGATA INTERNACIONAL CANÁRIAS - MADEIRA 500 Anos da Cidade do Funchal REGATA INTERNACIONAL CANÁRIAS - MADEIRA 500 Anos da Cidade do Funchal XV EDIÇÃO Pré-Anúncio de Regata 1. AUTORIDADE ORGANIZADORA / AUTORIDAD ORGANIZADORA A Autoridade Organizadora constituída conjuntamente

Leia mais

II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES

II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES II ÁGUAS ABERTAS AQUAPOLIS ABRANTES IX CIRCUITO NACIONAL DE ÁGUAS ABERTAS Regulamento 02.Agosto.2009 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ORGANIZAÇÃO Associação de Natação

Leia mais

Regulamento do Campeonato Nacional de Veteranos 2011

Regulamento do Campeonato Nacional de Veteranos 2011 Regulamento do Campeonato Nacional de Veteranos 2011 O Campeonato Nacional de Veteranos é organizado pela Federação Portuguesa de Xadrez, e conta com os apoios do Hotel Golfmar, IDP, Câmara Municipal de

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A LIGA DE CLUBES DE BASQUETEBOL O CLUBE NACIONAL DE IMPRENSA DESPORTIVA

PROTOCOLO ENTRE A LIGA DE CLUBES DE BASQUETEBOL O CLUBE NACIONAL DE IMPRENSA DESPORTIVA PROTOCOLO ENTRE A LIGA DE CLUBES DE BASQUETEBOL E O CLUBE NACIONAL DE IMPRENSA DESPORTIVA CAPÍTULO I PRESSUPOSTOS DO PROTOCOLO CLÁUSULA 1ª Partes A Liga de Clubes de Basquetebol e o Clube Nacional de Imprensa

Leia mais

Paralisia Cerebral- Associação Nacional de Desporto

Paralisia Cerebral- Associação Nacional de Desporto B O C C I A REGULAMENTAÇÃO GERAL NACIONAL 2008/2009 1 INTRODUÇÃO Todos os intervenientes em competições de zona e nacionais, acções de formação e classificação médico - desportiva, deverão reger-se pelos

Leia mais

EDP - X CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUVENIS

EDP - X CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUVENIS EDP - X CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUVENIS ANÚNCIO DE REGATA A Federação Portuguesa de Vela com o patrocínio da EDP, apoio da Fidelidade, em conjunto com a Associação Regional de Vela dos Açores, e em coorganização

Leia mais

Regulamento do Passatempo Facebook do Capitão Iglo.

Regulamento do Passatempo Facebook do Capitão Iglo. Regulamento do Passatempo Facebook do Capitão Iglo. Participação Este passatempo decorre até às 23h59m do dia 28 de Fevereiro de 2011 e contam todas as participações efectuadas desde as 00h00 do dia 03

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 0 DE FEVEREIRO DE 200 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 31 4440-505 VALONGO

Leia mais

VII CAMPEONATO NACIONAL DE FUTSAL

VII CAMPEONATO NACIONAL DE FUTSAL VII CAMPEONATO NACIONAL DE FUTSAL NORMAS DE INSCRIÇÕES E OUTRAS 1. Inscrições, entrega de documentação e caução Para inscrição da Equipa, será necessário: a) preencher o template definido para o efeito

Leia mais

A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público

A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público Bruno Alexander Vieira Soares Promotor de Justiça de Defesa da Saúde/BH Coordenador da Coordenadoria de Defesa das Pessoas

Leia mais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais

5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais 5º - Regra sobre a gestão de deslocações, Nacionais e Internacionais Como se pode constatar na regra 3, a filosofia de imputação de despesas com deslocações e subsistência, está directamente relacionada

Leia mais

Guião E. 1.º MOMENTO Intervenientes e tempos

Guião E. 1.º MOMENTO Intervenientes e tempos Proposta de Guião para uma Prova Disciplina: Espanhol, Nível de Iniciação, 11.º ano (A2) Domínio de Referência: Viajes y Transportes Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião E 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

SOLICITUD DE PENSION DE SOBREVIVENCIA / SOLICITAÇÃO DE PENSÃO DE SOBREVIVENCIA

SOLICITUD DE PENSION DE SOBREVIVENCIA / SOLICITAÇÃO DE PENSÃO DE SOBREVIVENCIA CONVENIO DE SEGURIDAD SOCIAL ENTRE LA REPUBLICA DE CHILE Y LA REPUBLICA FEDERATIVA DEL BRASIL RCH / BRASIL 3B ACORDO DE SEGURIDADE SOCIAL ENTRE A REPÚBLICA DE CHILE E A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SOLICITUD

Leia mais

Kit Tecsystem for MVW-01. Kit Tecsystem para MVW-01. Kit Tecsystem Installation, Configuration and Operation Guide

Kit Tecsystem for MVW-01. Kit Tecsystem para MVW-01. Kit Tecsystem Installation, Configuration and Operation Guide Kit Tecsystem for MVW0 Kit Tecsystem para MVW0 Kit Tecsystem Installation, Configuration and Operation Guide Kit Tecsystem Guía de Instalación, Configuración y Operación Kit Tecsystem Guia de Instalação,

Leia mais

ANÚNCIO DE REGATA. Semana do Atlantico I Troféu Cidade de Viana do Castelo Meeting Internacional de Optimist

ANÚNCIO DE REGATA. Semana do Atlantico I Troféu Cidade de Viana do Castelo Meeting Internacional de Optimist ANÚNCIO DE REGATA Semana do Atlantico I Troféu Cidade de Viana do Castelo Meeting Internacional de Optimist A Federação Portuguesa de Vela anuncia a realização do(a) Semana do Atlantico I Troféu Cidade

Leia mais

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks Intellectual Property IFAC Formatting Guidelines Translated Handbooks AUTHORIZED TRANSLATIONS OF HANDBOOKS PUBLISHED BY IFAC Formatting Guidelines for Use of Trademarks/Logos and Related Acknowledgements

Leia mais

PORTUGAL OPEN 2015 REGULAMENTO

PORTUGAL OPEN 2015 REGULAMENTO Oeiras - Portugal 30 de Agosto a 5 de setembro de 2015 1. ORGANIZADOR Federação Portuguesa de Xadrez (FPX) Rua Francisco Foreiro, n.º2, 4º esq 1150-166 Lisboa Portugal Tel: (+ 351) 213 579 144, Fax: (+

Leia mais

VI Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina

VI Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina VI Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina ORGANIZAÇÃO Município de Portel Associação de Natação do Alentejo 1. APOIOS Gestalqueva Amieira Marina Gescruzeiros Junta de Freguesia

Leia mais

ANÚNCIO DE REGATA. Semana do Atlantico II Troféu Cidade de Viana do Castelo Meeting Internacional de Optimist

ANÚNCIO DE REGATA. Semana do Atlantico II Troféu Cidade de Viana do Castelo Meeting Internacional de Optimist ANÚNCIO DE REGATA Semana do Atlantico II Troféu Cidade de Viana do Castelo Meeting Internacional de Optimist A Federação Portuguesa de Vela anuncia a realização do(a) Semana do Atlantico II Troféu Cidade

Leia mais

Foz do Rio Lima, Viana do Castelo, em frente ao edifício Cais de Viana.

Foz do Rio Lima, Viana do Castelo, em frente ao edifício Cais de Viana. REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO DE ÁGUAS ABERTAS 1500 metros NATAÇÃO - Prova Aberta - MASS EVENT 1 - ORGANIZAÇÃO Associação de Natação do Minho (ANMinho) Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas (FPAS)

Leia mais

EIXO PRIORITÁRIO VI ASSISTÊNCIA TÉCNICA

EIXO PRIORITÁRIO VI ASSISTÊNCIA TÉCNICA EIXO PRIORITÁRIO VI ASSISTÊNCIA TÉCNICA Convite Público à Apresentação de Candidatura no Domínio da Assistência Técnica aos Organismos Intermédios Eixo Prioritário VI - Assistência Técnica Convite para

Leia mais

SRW 01-HMI. Remote Keypad (HMI) HMI Remoto HMI Remota. Installation Guide Guía de Instalación Guia de Instalação. English / Español / Português

SRW 01-HMI. Remote Keypad (HMI) HMI Remoto HMI Remota. Installation Guide Guía de Instalación Guia de Instalação. English / Español / Português Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Remote Keypad (HMI) HMI Remoto HMI Remota SRW 01-HMI Installation Guide Guía de Instalación Guia de Instalação English / Español / Português

Leia mais

VI PROVA DE ÁGUAS ABERTAS GRANDE LAGO DE ALQUEVA AMIEIRA /MARINA

VI PROVA DE ÁGUAS ABERTAS GRANDE LAGO DE ALQUEVA AMIEIRA /MARINA VI PROVA DE ÁGUAS ABERTAS GRANDE LAGO DE ALQUEVA AMIEIRA /MARINA Provas de Divulgação 400m e 1500m 1. Organização Município de Portel ANAlentejo Associação de Natação do Alentejo 2. Apoios 3. Data Gestalqueva

Leia mais

Guia de Preenchimento da Proposta de Adesão ao Plano de Saúde Claro Dental

Guia de Preenchimento da Proposta de Adesão ao Plano de Saúde Claro Dental Guia de Preenchimento da Proposta de Adesão ao Plano de Saúde Claro Dental Este documento vai auilia-lo(a) a realizar o correcto preenchimento do seu Plano de Saúde Dentário da Claro S.A. que é composto

Leia mais

Third Party Relationships: Auditing and Monitoring

Third Party Relationships: Auditing and Monitoring Third Party Relationships: Auditing and Monitoring October 3, 2012 3 de octubre del 2012 Agenda Speakers On-going monitoring of third party relationship On-site audits/ distributor reviews Questions &

Leia mais

INSTITUCIONAL. Eixo Prioritário 5 GOVERNAÇÃO E CAPACITAÇÃO. Operações no Domínio da Administração em Rede

INSTITUCIONAL. Eixo Prioritário 5 GOVERNAÇÃO E CAPACITAÇÃO. Operações no Domínio da Administração em Rede Eixo Prioritário 5 GOVERNAÇÃO E CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL Operações no Domínio da Administração em Rede Aviso para apresentação de candidaturas - Eixo Prioritário V Governação e Capacitação Institucional

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE S. MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE S. MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE S. MIGUEL REGULAMENTO INTERNO SECÇÃO I COMISSÕES DIRECTIVAS Artigo 1º As Comissões Directivas dependem directamente da Direcção competindo-lhes assegurar as actividades julgadas

Leia mais

Especificações terra. Vídeo anúncio pre-roll. Copyright 2012, Terra Networks Brasil S.A. Última atualização 31/08/2015

Especificações terra. Vídeo anúncio pre-roll. Copyright 2012, Terra Networks Brasil S.A. Última atualização 31/08/2015 Vídeo anúncio pre-roll Última atualização 31/08/2015 Especificação do formato O vídeo-anúncio pre-roll é exibido antes do vídeo de conteúdo nos canais do Terra TV, nos vídeos embedados e na Fanpage do

Leia mais

TORNEIO INTERNACIONAL DE GINÁSTICA ACROBÁTICA DE LISBOA. Lisboa. Portugal DIRETRIZES 30-31 ORGANIZAÇÃO APOIO

TORNEIO INTERNACIONAL DE GINÁSTICA ACROBÁTICA DE LISBOA. Lisboa. Portugal DIRETRIZES 30-31 ORGANIZAÇÃO APOIO TORNEIO INTERNACIONAL DE GINÁSTICA ACROBÁTICA DE LISBOA Lisboa DIRETRIZES Portugal 30-31 APOIO ORGANIZAÇÃO Maio 2015 1. Introdução O Ginásio Clube Português como Clube de referência nacional na Ginástica

Leia mais

XXVI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUNIORES E ABSOLUTO 2015

XXVI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUNIORES E ABSOLUTO 2015 XXVI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE JUNIORES E ABSOLUTO 2015 ANÚNCIO DE REGATA A Federação Portuguesa de Vela, com o apoio da Fidelidade, e em conjunto com a Associação Regional de Vela do Centro, em coorganização

Leia mais

III TAÇA NACIONAL DE FUTSAL

III TAÇA NACIONAL DE FUTSAL III TAÇA NACIONAL DE FUTSAL NORMAS DE INSCRIÇÕES E OUTRAS 1. Inscrições, entrega de documentação e caução Para inscrição da Equipa, será necessário: a) preencher o template definido para o efeito e publicado

Leia mais

ANÚNCIO DE REGATA. Adicionar à RRV P2.1, o seguinte:

ANÚNCIO DE REGATA. Adicionar à RRV P2.1, o seguinte: ANÚNCIO DE REGATA O Clube Internacional da Marina de Vilamoura (CIMAV), com o apoio da Federação Portuguesa de Vela, anuncia a realização do 41º Torneio Internacional de Vela do Carnaval, que será disputado

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVAS DE R.C.I.

REGULAMENTO DE PROVAS DE R.C.I. CAPÍTULO I REALIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 1 Organizações As Associações ou Clubes, que pretendam organizar provas, terão que estar filiadas no CPC, devem dirigir o seu pedido ao CPC 4ª Comissão Subcomissão

Leia mais

Artigo 2º Cedência de instalações

Artigo 2º Cedência de instalações MANUAL INTERNO UTILIZAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DESPORTIVAS Artigo 1º Disposições gerais 1. As Instalações Desportivas da escola EB André Soares têm como finalidade, para além da atividade letiva, a prestação

Leia mais

FUTSAL. www.inatel.pt

FUTSAL. www.inatel.pt NORMAS ESPECIFICAS FUTSAL www.inatel.pt FUTSAL NORMAS ESPECIFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

Date: 2014, December 05 U-17 FEMALE EUROPEAN TOURNAMENT CERH SPECIFIC REGULATIONS

Date: 2014, December 05 U-17 FEMALE EUROPEAN TOURNAMENT CERH SPECIFIC REGULATIONS To: From: EUROPEAN FEDERATIONS RINK-H0CKEY EUROPEAN CLUBS EUROPEAN REFEREES CERH PRESIDENT Date: 2014, December 05 Subject: U-17 FEMALE EUROPEAN TOURNAMENT CERH SPECIFIC REGULATIONS Dear Sirs: I m sending

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 Versão 2 agosto 2013 Índice 1. Nota introdutória... 3 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 3 3. Refiliação de Clubes e Entidades

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

PLANO VIP Programa de Fidelização

PLANO VIP Programa de Fidelização PLANO VIP Programa de Fidelização 1. Âmbito - O Plano VIP Programa de Fidelização (referido doravante por Programa) destina-se aos colaboradores das empresas aderentes ao Plano VIP do Millennium bcp que

Leia mais

Está esta Associação em colaboração com a Câmara Municipal da Maia a efectuar todos os preparativos para levar a cabo:

Está esta Associação em colaboração com a Câmara Municipal da Maia a efectuar todos os preparativos para levar a cabo: Às Associações de Surdos, PORTUGUÊS/PORTUGUESE Ex.mos Senhores e Caros Amigos: Está esta Associação em colaboração com a Câmara Municipal da Maia a efectuar todos os preparativos para levar a cabo:» I

Leia mais

PCTV Analog Stick (170e)

PCTV Analog Stick (170e) PCTV Analog Stick (170e) Guía Início Rápido 2008-2009 PCTV Systems S.à r.l. 8420-20022-01 R2 Contenido del Paquete 1 2 3 4 5 6 7 I. Instalación II. III. IV. Contenido del Paquete* Imagenes ilustrativas

Leia mais

França-Estrasburgo: Reparação da flocagem azul e amarela dos vigamentos do edifício Louise Weiss em Estrasburgo 2015/S 157-287593. Anúncio de concurso

França-Estrasburgo: Reparação da flocagem azul e amarela dos vigamentos do edifício Louise Weiss em Estrasburgo 2015/S 157-287593. Anúncio de concurso 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:287593-2015:text:pt:html França-Estrasburgo: Reparação da flocagem azul e amarela dos vigamentos do edifício Louise Weiss

Leia mais

Regulamento de Protocolos e Equivalências do Gabinete Erasmus da. Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Regulamento de Protocolos e Equivalências do Gabinete Erasmus da. Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Regulamento de Protocolos e Equivalências do Gabinete Erasmus da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º (Objecto) O presente Regulamento estabelece o regime

Leia mais

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 A Diretoria da Técnica da CBT, dando continuidade na reformulação e atualização de todo material disponibilizado para as

Leia mais

BASES DE PARTICIPACIÓN

BASES DE PARTICIPACIÓN BASES DE PARTICIPACIÓN La novena edición de la BAIXADA ANIMADA - MUESTRA IBEROAMERICANA DE CINE DE ANIMACIÓN, es una realización de BENGUELA PRODUÇÕES E EVENTOS CULTURAIS LTDA. La Muestra se sucederá en

Leia mais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais

DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais REPÚBLICA PORTUGUESA MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS - DGCI DSRI - Direcção de Serviços das Relações Internacionais Av. a Eng. o Duarte Pacheco, 28-4º 1099-013 Lisboa PORTUGAL Tel:

Leia mais

Regulamento dos Cursos de Treinadores. Patinagem Artística Grau I

Regulamento dos Cursos de Treinadores. Patinagem Artística Grau I Regulamento dos Cursos de Treinadores Patinagem Artística Grau I 1. Organização A responsabilidade dos Cursos de Treinadores é da Federação de Patinagem de Portugal (FPP), através da Direcção Técnica Nacional

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS XIRA 2015 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 INSCRIÇÕES... 4 DATAS E LOCAIS DOS ENCONTROS 4 ESCALÕES ETÁRIOS/DURAÇÃO DE JOGO... 4 CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... Erro! Marcador não definido.

Leia mais

Guia de Instalação Rápida TW100-BRV204

Guia de Instalação Rápida TW100-BRV204 Guia de Instalação Rápida TW100-BRV204 Table Índice of Contents Português... 1. Antes de Iniciar... 2. Instalação de Hardware... 3. Configure o Roteador... 1 1 2 3 Troubleshooting... 5 Version 08.05.2008

Leia mais

REGRAS DE EXECUÇÃO DA DECISÃO N.º 32/2011 RELATIVA AO REEMBOLSO DAS DESPESAS DE VIAGEM DOS DELEGADOS DOS MEMBROS DO CONSELHO

REGRAS DE EXECUÇÃO DA DECISÃO N.º 32/2011 RELATIVA AO REEMBOLSO DAS DESPESAS DE VIAGEM DOS DELEGADOS DOS MEMBROS DO CONSELHO REGRAS DE EXECUÇÃO DA DECISÃO N.º 32/2011 RELATIVA AO REEMBOLSO DAS DESPESAS DE VIAGEM DOS DELEGADOS DOS MEMBROS DO CONSELHO Bruxelas, 1 de Março de 2011 SN 1704/11 1. INTRODUÇÃO O presente documento descreve

Leia mais

CONVOCATÓRIA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ACCIONISTAS EDP RENOVÁVEIS, S.A.

CONVOCATÓRIA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ACCIONISTAS EDP RENOVÁVEIS, S.A. CONVOCATÓRIA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ACCIONISTAS EDP RENOVÁVEIS, S.A. Os Senhores Administradores decidiram unanimemente convocar a Assembleia Geral Ordinária de Accionistas da EDP Renováveis,

Leia mais

CONVOCATÓRIA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ACIONISTAS EDP RENOVÁVEIS, S.A.

CONVOCATÓRIA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ACIONISTAS EDP RENOVÁVEIS, S.A. CONVOCATÓRIA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ACIONISTAS EDP RENOVÁVEIS, S.A. Os Senhores Administradores decidiram unanimemente convocar a Assembleia Geral Ordinária de Acionistas da EDP Renováveis, S.A.,

Leia mais

PROCESSO DE CANDIDATURA A ORGANIZAÇÃO DE PROVAS NACIONAIS

PROCESSO DE CANDIDATURA A ORGANIZAÇÃO DE PROVAS NACIONAIS PROCESSO DE CANDIDATURA A ORGANIZAÇÃO DE PROVAS NACIONAIS 2014/2015 INDICE 1 NORMAS GERAIS... 3 2 QUADRO COMPETITIVO... 3 3 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DAS ENTIDADES PROMOTORAS... 3 4 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DA

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS

REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS REGULAMENTO DO CURSO DE PREPARAÇÃO PARA REVISORES OFICIAIS DE CONTAS PREÂMBULO Na sequência da transposição para o ordenamento jurídico nacional da Directiva n.º 2006/43/CE, do Parlamento Europeu e do

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL 6910 Diário da República, 1.ª série N.º 187 25 de Setembro de 2009 Artigo 110.º Entrada em vigor 1 O presente decreto -lei entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação. 2 O certificado de conformidade

Leia mais

OPEN CUP vai animar o Estoril Racing Festival!

OPEN CUP vai animar o Estoril Racing Festival! ... 1 2 NOVEMBRO, 2014 # 006 OPEN CUP vai animar o Estoril Racing Festival! A Open Cup, já tem o seu regulamento particular aprovado pela FPAK e está a despertar muito entusiasmo juntos dos possíveis participantes,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS II CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS II CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL MASTER DE ÁGUAS ABERTAS 2009 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE NATAÇÃO / CÂMARA MUNICIPAL DE SETÚBAL 0 1. ÂMBITO O II Campeonato Nacional Masters de Águas Abertas atribuirá o título

Leia mais

SÁBADO, 27 JUNHO 2015

SÁBADO, 27 JUNHO 2015 1 1. ENQUADRAMENTO No âmbito da realização na cidade de Setúbal, da FINA 10 km Marathon Swimming World Cup - Setúbal 2015, competição integrada na Taça do Mundo de Águas Abertas FINA 2015, a Federação

Leia mais

NOME DA CRIANÇA / ADOLESCENTE CHILD/ADOLESCENT NAME NOMBRE DEL NIÑO/ADOLESCENTE FORMULÁRIO PADRÃO DE AUTORIZAÇÃO DE HOSPEDAGEM, INGRESSO E PERMANÊNCIA DE CRIANÇA/ADOLESCENTE NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL, PARTICIPAÇÃO

Leia mais

VI CAMPEONATO NACIONAL DE FUTSAL

VI CAMPEONATO NACIONAL DE FUTSAL VI CAMPEONATO NACIONAL DE FUTSAL NORMAS DE INSCRIÇÕES E OUTRAS 1. Inscrições, entrega de documentação e caução Para inscrição da Equipa, será necessário preencher o template definido para o efeito e publicado

Leia mais

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores Condições de Participação no Evento De acordo com os Regulamentos da UCI Ciclismo de Pista Veteranos 3.9.001. Estes regulamentos estão disponíveis no site da UCI em www.uci.ch. Clicar sobre Rules e seguidamente

Leia mais

REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DE EXECUÇAO DAS APOSTAS DESPORTIVAS À COTA EM QUE OS JOGADORES JOGAM UNS CONTRA OS OUTROS

REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DE EXECUÇAO DAS APOSTAS DESPORTIVAS À COTA EM QUE OS JOGADORES JOGAM UNS CONTRA OS OUTROS REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DE EXECUÇAO DAS APOSTAS DESPORTIVAS À COTA EM QUE OS JOGADORES JOGAM UNS CONTRA OS OUTROS O Regime Jurídico dos Jogos e Apostas online (RJO), aprovado pelo Decreto-Lei

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE INFRAESTUTURAS CLUBE: ESTÁDIO: LOCALIDADE:

QUESTIONÁRIO DE INFRAESTUTURAS CLUBE: ESTÁDIO: LOCALIDADE: QUESTIONÁRIO DE INFRAESTUTURAS CLUBE: ESTÁDIO: LOCALIDADE: Este questionário destina-se a identificar as condições técnicas e desportivas das infra-estruras destinadas à prática do futebol nas competições

Leia mais

Procedimento por Ajuste Directo N.º 1/2013 (Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro)

Procedimento por Ajuste Directo N.º 1/2013 (Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro) Procedimento por Ajuste Directo N.º 1/2013 (Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro) CADERNO DE ENCARGOS Coimbra, 18 de Janeiro de 2013 [sede] rua coronel veiga simão, edifício c 3020-053 coimbra portugal

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS PORTUGUESES DE DERBY ATRELADO PARA 2009

PROPOSTA DE REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS PORTUGUESES DE DERBY ATRELADO PARA 2009 PROPOSTA DE REGULAMENTO DOS CAMPEONATOS PORTUGUESES DE DERBY ATRELADO PARA 2009 A partir de 1 de Janeiro de 2009 entra em vigor o presente Regulamento revogando o Regulamento do Campeonato de Derbies de

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA Anexo à Circular n.º SEGURO DESPORTIVO PARA 2011 O Seguro Desportivo de Grupo, contratado através da Corretora de Seguros VIP SEGUROS para a época de 2011, abrange toda a prática desportiva do Judo a nível

Leia mais

Administração. Contabilidade

Administração. Contabilidade Escolas Europeias Gabinete do Secretário-Geral Administração Contabilidade Ref.: 2006-D-94-pt-5 Original: EN Versão: PT Remodelação das disposições relativas ao reembolso das despesas de viagem das missões

Leia mais

Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores. UEFA Basic /II Grau de Futebol UEFA C / Raízes /I Grau de Futebol I e II Graus de Futsal

Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores. UEFA Basic /II Grau de Futebol UEFA C / Raízes /I Grau de Futebol I e II Graus de Futsal Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores UEFA Basic /II Grau de Futebol UEFA C / Raízes /I Grau de Futebol I e II Graus de Futsal Aprovadas em reunião da Direção de 5 de Novembro de 2013 Índice

Leia mais

Avisos do Banco de Portugal. Aviso nº 2/2007

Avisos do Banco de Portugal. Aviso nº 2/2007 Avisos do Banco de Portugal Aviso nº 2/2007 O Aviso do Banco de Portugal nº 11/2005, de 13 de Julho, procedeu à alteração e sistematização dos requisitos necessários à abertura de contas de depósito bancário,

Leia mais

Regulamento da Prova

Regulamento da Prova II Torneio Internacional de Águas Abertas do Mondego Regulamento da Prova 19.Setembro.2010 1. ORGANIZAÇÃO Câmara Municipal do Município Associação de Natação de Coimbra 2. APOIOS Arena Polisport EaFit

Leia mais

XXXIV MEIA-MARATONA INTERNACIONAL DA NAZARÉ XIII VOLTA À NAZARÉ III CAMINHADA VIII MEIA do FUTURO REGULAMENTO GERAL

XXXIV MEIA-MARATONA INTERNACIONAL DA NAZARÉ XIII VOLTA À NAZARÉ III CAMINHADA VIII MEIA do FUTURO REGULAMENTO GERAL XXXIV MEIA-MARATONA INTERNACIONAL DA NAZARÉ XIII VOLTA À NAZARÉ III CAMINHADA VIII MEIA do FUTURO REGULAMENTO GERAL Artigo 1º Artigo 2º Artigo 3 Numa organização da Meia Maratona Internacional da Nazaré-Associação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DISTRITAL DE JUDO DE LISBOA Circular nº 14/ 05/ D Assunto: Normas Administrativas da A.D.J.L. - 2006 Lisboa, 4 de Outubro de 2005 Exmos. Senhores, Conhecidas as condições contratadas pela FPJ e a SECOSE, referentes ao seguro desportivo,

Leia mais

CONGRESSO. 04 e 05 de Março de 2015 São Paulo, Brasil WWW.GMIFORUM.COM REALIZAÇÃO:

CONGRESSO. 04 e 05 de Março de 2015 São Paulo, Brasil WWW.GMIFORUM.COM REALIZAÇÃO: REALIZAÇÃO: CONGRESSO 04 e 05 de Março de 2015 São Paulo, Brasil sales@gmiforum.com mc@gmiforum.com +55 12 34 24 8464 +55 48 8871 7337 WWW.GMIFORUM.COM Bem Vindos ao BrasCon Congresso Brasileiro Técnico-Comercial

Leia mais

PROCESSOS DECISÓRIOS RELATIVOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE

PROCESSOS DECISÓRIOS RELATIVOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE PARTICIPAÇÃO DO ADOLESCENTE NOS PROCESSOS DECISÓRIOS RELATIVOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE Prof. Dr. Gustavo Pereira Leite Ribeiro gustavoleiteribeiro@gmail.com Sumário da exposição: I. Quem é adolescente? II.

Leia mais

Regulamento do 5º Passeio de BTT Bombeiros Voluntários de São Martinho do Porto 19 de Abril de 2015

Regulamento do 5º Passeio de BTT Bombeiros Voluntários de São Martinho do Porto 19 de Abril de 2015 Regulamento do 5º Passeio de BTT Bombeiros Voluntários de São 19 de Abril de 2015 São Fevereiro de 2015 SECÇÃO I ORGANIZAÇÃO 1- O evento tem a denominação de V Passeio BTT Bombeiros Voluntários de São

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Estas normas são complementadas com a leitura do Regulamento de Filiação de Agentes Desportivos da FPA e do Regulamento Geral de Competições da FPA. Escalões FILIAÇÕES DE ATLETAS Escalão Anos de Nascimento

Leia mais

Regulamento de Prova

Regulamento de Prova Regulamento de Prova ORGANIZAÇÃO! 3 ARBITRAGEM! 3 DATA / LOCAL / PROGRAMA! 3 PROVAS E ESCALÕES ETÁRIOS! 3 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO! 5 DISPOSIÇÕES GERAIS! 5 INSCRIÇÕES! 6 CLASSIFICAÇÕES E TEMPOS LIMITE!

Leia mais

XVmTORNEIOTORNEIOTORNEIOTORNEIO LPK 2013

XVmTORNEIOTORNEIOTORNEIOTORNEIO LPK 2013 XVmTORNEIOTORNEIOTORNEIOTORNEIO LPK 2013 INFORMAÇÕES 1.1 DATA DO TORNEIO 26 DE OUTUBRO DE 2013 1.2 INSTALAÇÕES DESPORTIVAS PARA A REALIZAÇÃO PAVILHÃO GUILHERME PINTO BASTO ( PAVILHÃO DRAMÁTICO DE CASCAIS

Leia mais

instituições de comprovada valia social, o qual visa concretizar, especificando, o compromisso a que está vinculada.

instituições de comprovada valia social, o qual visa concretizar, especificando, o compromisso a que está vinculada. DECISÃO relativa ao programa para a atribuição de subsídio à aquisição de equipamentos de recepção das emissões de TDT por parte de cidadãos com necessidades especiais, grupos populacionais mais desfavorecidos

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 JULHO 2013 Índice 1. Nota introdutória... 4 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 4 a) Documentação necessária - Clubes:...

Leia mais

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A.

INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. INFRAESTRUTURAS DE PORTUGAL, S.A. Procedimento de Venda através de Leilão Público de árvores em pé na EN1 (IC2) entre os Km 132+300 e Km 135+200 N. 1/2015/IP/CN-LST As condições de venda a que se refere

Leia mais

Regulamento PAPSummer 2015

Regulamento PAPSummer 2015 Regulamento PAPSummer 2015 Artigo 1º Objectivos do programa, montante e designação das bolsas 1. O programa PAPSummer pretende dar a oportunidade a estudantes portugueses (Estudante) de desenvolver um

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS 1.OBJETO O presente programa tem como objeto a alienação de prédios e/ou frações municipais para reabilitação 2. OBJECTIVOS O Programa Reabilita Primeiro

Leia mais

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 Proponente: Federação Portuguesa de Rugby Pág. 1 SEGURO DESPORTIVO DE ACIDENTES PESSOAIS ( Decreto-Lei Nº. 10/2009 ) FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE RUGBY ÉPOCA DESPORTIVA

Leia mais

聯 絡 人 電 話 TELEFONE TELEPHONE

聯 絡 人 電 話 TELEFONE TELEPHONE 隊 伍 報 名 表 / Boletim de Inscrição de Equipa / Team Registration Form ( 截 止 遞 交 日 期 / Data de entrega até / To submit by 9: 3/3/2) ( 每 一 請 填 寫 一 張 表 格./ Preencha um formulário para cada prova. / Please fill

Leia mais