REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009"

Transcrição

1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 A Diretoria da Técnica da CBT, dando continuidade na reformulação e atualização de todo material disponibilizado para as Federações filiadas e Promotoras, vem apresentar as necessidades técnicas para realização de torneios nacionais infantojuvenis de acordo com sua graduação e pontuação no Ranking Nacional Infanto-Juvenil em Este documento substitui o anterior e entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de DOS GRUPOS a) Grupo A Nacional Torneios Circuito COSAT 14 e 16 anos Grupo I (Etapas BRASIL) Torneios Nacionais válidos pelo Circuito CORREIOS Infanto-Juvenil Campeonato Brasileiro de Tênis 12, 14, 16 e 18 anos (Brasileirão) Torneios Banana Bowl e Copa Gerdau 12 anos b) Grupo I Torneios ITF 18 anos Grupo II e III Torneios e Etapas de Circuitos Nacionais G1 (Ex.: Copa São Paulo, Copa Gedore e Etapas Circuitos Credicard e Unimed) Torneio Copa das Federações categorias 12, 14, 16 e 18 anos c) Grupo II Torneios ITF 18 anos Grupo IV e V Torneios COSAT 14 e 16 anos Grupos II e III Torneios e Etapas de Circuitos Nacionais G2 (Ex.: Etapas Circ. Credicard e Unimed) d) Grupo III Torneios Nacionais e Etapas dos Circuitos Regionais (Ex.: China in Box, Circuito Trink Parati Juniors Cup) 2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS a) Torneios ITF 18 anos Grupos A, I, II, III e IV (realizados no Brasil) i. Esses eventos serão realizados de acordo com requisitos e regulamentos definidos pela ITF. Esses requisitos serão informados a Federação/Promotora quando confirmada sua realização. ii. A designação da equipe de arbitragem será feita pelo Departamento de Arbitragem da CBT, seguindo as exigências da ITF conforme o grupo do torneio. Caberão ao organizador as despesas com honorários da equipe de acordo com a tabela da CBT (anexo 1), além das despesas que possam ocorrer com passagens, hospedagem, alimentação, traslados, etc. iii. iv. A marca da bola será definida pela CBT, sendo responsabilidade da organização a aquisição das bolas. Por determinação da ITF, poderá ser solicitada somente uma nova data no calendário por ano, mediante aprovação.

2 v. Premiação e troféus são de responsabilidade da organização. vi. Cabe a CBT a supervisão geral de evento com base nos regulamentos da ITF, COSAT e CBT. vii. O valor arrecadado com as inscrições será, na totalidade, da Confederação Brasileira de Tênis. b) Torneios COSAT 14 e 16 anos Grupos I, II e III (realizados no Brasil) Esses eventos serão realizados de acordo com requisitos e regulamentos definidos pela COSAT. Esses requisitos serão informados a Federação/Promotora quando confirmada sua realização. i. A designação da equipe de arbitragem será feita pelo Departamento de Arbitragem da CBT, seguindo as exigências da ITF conforme o grupo do torneio. Caberão ao organizador as despesas com honorários da equipe de acordo com a tabela da CBT (anexo 1), além das despesas que possam ocorrer com passagens, hospedagem, alimentação, traslados, etc. ii. A marca da bola será definida pela CBT, sendo responsabilidade da organização a aquisição das bolas. iii. Para inclusão de novas datas no calendário, dependeremos de aprovação da COSAT. iv. Premiação e troféus são de responsabilidade da organização. v. Cabe a CBT a supervisão geral de evento com base nos regulamentos da ITF, COSAT e CBT. vi. O valor arrecadado com as inscrições será, na totalidade, da Confederação Brasileira de Tênis. c) Torneio Banana Bowl e Copa Gerdau 12 anos Esses eventos serão realizados de acordo com requisitos e regulamentos definidos pela CBT. Esses requisitos detalhados serão informados á Federação/Promotor quando confirmada sua realização. Com relação às gratuidades dos tenistas, teremos as seguintes possibilidades: i. Hospedagem em hotel + alimentação: 06 masculino e 03 feminino Hospedagem em alojamento + alimentação: 09 masculino e 05 feminino Observações: Entende-se por alimentação o café da manhã, almoço e jantar. ii. Não será permitido que o tenista com direito a gratuidade divida o apartamento/alojamento com pais, técnicos e/ou acompanhantes. O tenista que optar por hospedar-se com pais, técnicos ou acompanhantes perderá o direito a gratuidade completa. iii. O jogador residente na cidade sede do evento não tem direito a gratuidade; iv. Na ausência de um jogador com direito a gratuidade ou no caso previsto anteriormente, o benefício é repassado ao próximo jogador da lista final de inscritos; v. Hospedagem em apartamento SNG e alimentação para 01 representante da CBT durante o período do evento; vi. Hospedagem e alimentação para um delegado por estado a partir de dez jogadores inscritos. A Federação deverá informar o nome do delegado até cinco dias antes do início do evento. Não serão aceitas indicações fora do prazo; vii. Transporte hotel/clube/hotel para os jogadores e técnicos; viii. A marca da bola será designada pela CBT, sendo de responsabilidade da organização do evento a aquisição da mesma; ix. Inscrições no valor de R$ 80,00 (oitenta reais), cabendo a CBT 70% (setenta por cento) e a federação local 30% (trinta por cento); x. Premiação e troféus são de responsabilidade da organização. xi. A designação da equipe de arbitragem será feita pelo Departamento de Arbitragem da CBT, sendo responsabilidade do organizador o pagamento dos honorários da equipe (Anexo 1), bem como eventuais despesas que possam ocorrer:

3 Transporte de ida e volta até a cidade sede do evento, traslado aeroporto/hotel/ aeroporto e transfer hotel/clube/hotel. O deslocamento da cidade de origem até a cidade sede do evento, conforme a distância poderá ser feito via terrestre em ônibus leito; Hospedagem e alimentação para o quadro de arbitragem. d) Circuito CORREIOS, Torneio Brasileirão e Copa das Federações - Categorias 12, 14, 16 e 18 anos Os eventos serão realizados pela CBT, seguindo regulamento específico dessas competições. e) Torneios e Circuitos Nacionais G1 (Ex.: Copa São Paulo, Copa Gedore e Etapas Circuitos Credicard e Unimed) Independentemente de serem etapas de um circuito ou apenas um evento individual, os torneios com esse grupo deverão cumprir com os mesmos requisitos: i. Quando circuito, realizar no mínimo quatro etapas e uma etapa máster, sendo obrigatória a realização das etapas em pelo menos em três regiões do país; ii. Gratuidades para os jogadores conforme segue abaixo: Hospedagem em hotel + alimentação: 06 masculino e 03 feminino Hospedagem em alojamento + alimentação: 09 masculino e 05 feminino Observação: Entende-se por alimentação o café da manhã, almoço e jantar; iii. Não será permitido que o tenista com direito a gratuidade divida o apartamento/alojamento com pais, técnicos e/ou acompanhantes. O tenista que optar por hospedar-se com pais, técnicos ou acompanhantes perderá o direito a gratuidade completa; iv. O jogador residente na cidade sede do evento não tem direito a gratuidade; v. Na ausência de um jogador com direito a gratuidade ou no caso previsto anteriormente, o benefício é repassado ao próximo jogador da lista final de inscritos; vi. Hospedagem em apartamento SNG e alimentação para um representante da CBT durante o período do evento; vii. Hospedagem e alimentação para um delegado por estado a partir de dez jogadores inscritos. A federação deverá informar o nome do delegado até cinco dias antes do início do evento. Não serão aceitas indicações fora do prazo; viii. Transporte hotel/clube/hotel para os jogadores e técnicos; ix. A marca da bola será designada pela CBT, sendo de responsabilidade da organização do evento a aquisição da mesma; x. A designação da equipe de arbitragem será feita pelo Departamento de Arbitragem da CBT, sendo responsabilidade do organizador o pagamento dos honorários da equipe (Anexo 1), bem como eventuais despesas que possam ocorrer: Hospedagem e alimentação para o quadro de arbitragem, transporte de ida e volta até a cidade sede do evento, traslado aeroporto/hotel/ aeroporto e transfer hotel/clube/hotel. O deslocamento da cidade de origem até a cidade sede do evento, conforme a distância poderá ser feito via terrestre em ônibus leito; xi. Premiação e troféus são de responsabilidade da organização; xii. Inscrições no valor de R$ 70,00 (setenta reais), cabendo a CBT 70% (setenta por cento) e a federação local 30% (trinta por cento); f) Torneios e Circuitos Nacionais G2 (Ex.: Amazonas Open, Copa Esp. Santo e Etapas Circ. Credicard e Unimed) Independentemente de serem etapas de um circuito ou apenas um evento individual, os torneios com esse grupo deverão cumprir com os mesmos requisitos: i. Quando circuito, realizar no mínimo três etapas e uma etapa máster;

4 ii. Gratuidade para os jogadores conforme segue abaixo: Hospedagem em hotel + alimentação: 02 masculino e 02 feminino Hospedagem em alojamento + alimentação: 04 masculino e 04 feminino Observação: Entende-se por alimentação o café da manhã, almoço e jantar; iii. Não será permitido que o tenista com direito a gratuidade divida o apartamento/alojamento com pais, técnicos e/ou acompanhantes. O tenista que optar por hospedar-se com pais, técnicos ou acompanhantes perderá o direito a gratuidade completa; iv. O jogador residente na cidade sede do evento não tem direito a gratuidade; v. Na ausência de um jogador com direito a gratuidade ou no caso previsto anteriormente, o benefício é repassado ao próximo jogador da lista final de inscritos; vi. Hospedagem em apartamento SNG e alimentação para um representante da CBT durante o período do evento; vii. Hospedagem e alimentação para um delegado por estado a partir de dez jogadores inscritos. A federação deverá informar o nome do delegado até cinco dias antes do início do evento. Não serão aceitas indicações fora do prazo; viii. Transporte hotel/clube/hotel para os jogadores e técnicos; ix. A marca da bola será designada pela CBT, sendo de responsabilidade da organização do evento a aquisição da mesma; x. A designação da equipe de arbitragem será feita pelo Departamento de Arbitragem da CBT, sendo responsabilidade do organizador o pagamento dos honorários da equipe (Anexo 1), bem como eventuais despesas que possam ocorrer: Hospedagem e alimentação para o quadro de arbitragem, transporte de ida e volta até a cidade sede do evento, traslado aeroporto/hotel/ aeroporto e transfer hotel/clube/hotel. O deslocamento da cidade de origem até a cidade sede do evento, conforme a distância poderá ser feito via terrestre em ônibus leito; xi. Premiação e troféus são de responsabilidade da organização; xii. Inscrições no valor de R$ 60,00 (sessenta reais), cabendo a CBT 50% (cinqüenta por cento) e a federação local 50% (cinqüenta por cento); g) Torneios e Circuitos Nacionais G3 i. Quando circuitos, somente poderão ser realizados com um mínimo de três etapas e uma etapa Máster, obrigatoriamente dentro da mesma região; ii. Esses torneios, quando circuito, terão as Etapas Classificatórias sendo pontuadas como G3 e a Etapa Máster como G2; iii. Somente poderão ser realizadas duas etapas na mesma semana nos meses de janeiro e julho (períodos de férias escolares); iv. Não haverá necessidade de oferecer gratuidade aos tenistas nem aos delegados de cada estado; v. As bolas serão fornecidas pela CBT (Bolas Dunlop); vi. A designação dos árbitros é feita pela Federação local com a aprovação da CBT. A alimentação, hospedagem, transporte e honorários para o quadro de arbitragem são de responsabilidade da Federação/Promotora. O árbitro geral deve ter certificado de curso de arbitragem da CBT. vii. Premiação e troféus são de responsabilidade da organização. viii. Inscrições no valor de R$ 50,00 (cinqüenta reais), cabendo a CBT 30% (trinta por cento) e a Federação local 70% (setenta por cento); Importante: Informamos que para a solicitação de torneios deve ser cumprido o prazo de no mínimo 60 dias de antecedência, sendo que o evento pode ou não ser aprovado pela Confederação Brasileira de Tênis.

5 3 DAS NECESSIDADES TÉCNICAS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS Os torneios infanto-juvenis nacionais deverão cumprir alguns requisitos técnicos: a) Quantidade de quadras disponíveis de acordo com o número de participantes inscritos: Nº Quadras Número de Dias do Torneio (Simples) Máximo: 80 Inscritos Máximo: 120 Inscritos Máximo: 140 Inscritos b) Equipe de Arbitragem Todos os torneios nacionais deverão ser conduzidos por um árbitro geral capacitado, de acordo com o estipulado nos requisitos de cada nível de torneio. Em hipótese alguma poderão atuar como árbitros gerais os profissionais que não tenham participado dos cursos de arbitragem ministrados pela CBT. Árbitros que não tenham participado dos cursos de arbitragem da CBT, mas possuem certificações internacionais serão autorizados a atuar. Além do árbitro geral, a organização deverá oferecer árbitros auxiliares para acompanhar os jogos em quantidade proporcional ao número de quadras disponíveis para o torneio. A CBT recomenda a contratação de um auxiliar para cada três quadras de jogo. Caso o torneio seja organizado em mais de um clube, a organização deverá providenciar a quantidade de árbitros (gerais e auxiliares) suficiente para atender de forma satisfatória o acompanhamento dos jogos. c) Sala de Arbitragem O torneio deverá disponibilizar uma sala privativa para a arbitragem, equipada com internet, computador e impressora para uso do árbitro geral. Caso seja necessário ao árbitro geral entrar em contato com a CBT ou com algum tenista para tratar assuntos referentes ao torneio, deverá ser disponibilizado telefone. Esta sala também deverá estar equipada com sistema de som (microfone) para a chamada dos jogos e/ou avisos aos tenistas e relógio oficial. A CBT recomenda que a organização ofereça um local fechado para que o fisioterapeuta possa atender os jogadores com privacidade, caso seja necessário um tratamento quando este não estiver jogando. d) Fisioterapeuta Os torneios nacionais (GA, G1, G2 e G3) deverão providenciar um fisioterapeuta que esteja disponível durante o período dos jogos para atendimento em quadra. Esse profissional deverá se apresentar ao local dos jogos com pelo menos 30 minutos de antecedência ao início das partidas e ter em mãos o material necessário para atendimento do tenista durante o jogo (ataduras, gêlo, pomadas, faixas, etc).

6 e) Água e Paus-de-Simples A partir de 1 de janeiro de 2009 passa a ser obrigatório o fornecimento de água durante os jogos de simples e duplas, em quantidade suficiente para o tenista enquanto estiver jogando. Abusos devem ser controlados e quando necessário, com aprovação do árbitro geral, o torneio poderá recusar o fornecimento a determinado jogador. Nenhuma partida de simples, quando disputada em quadra de duplas, deverá ser realizada sem paus-de-simples. f) Pegadores de Bolas e Placares A CBT recomenda que os organizadores ofereçam pegadores de bola e placares com nomes em todos os torneios nacionais, porém a presença de pegadores de bolas e placares nas quadras de jogo não será obrigatória. Caso haja pegadores de bola, poderá ser cobrada taxa de cada tenista. g) Encordoador A organização deverá disponibilizar um encordoador durante todo o período de realização dos jogos. O encordoador deve chegar ao local dos jogos antes do início dos jogos e permanecer até o final do último jogo. h) Restaurante/Lanchonete Para realização que qualquer competição nacional infanto-juvenil, o clube deverá ter restaurante e/ou lanchonete onde os tenistas, técnicos e acompanhantes possam fazer suas refeições. Nos casos onde o restaurante e/ou lanchonete não for dentro do clube, a realização do torneio ficará sujeita a aprovação da CBT. i) Quadras e Bolas para treinamento Esses dois itens não são obrigatórios nos torneios nacionais infanto-juvenis. Caso haja disponibilidade de quadras de treino caberá ao organizador o controle das anotações para reservas dos horários. No caso de bolas de treino, a organização poderá cobrar do tenista um valor como depósito para o empréstimo das bolas (que podem ser usadas). Ao retornar as mesmas bolas o tenista receberá esse valor de volta. 4 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA MANUTENÇÃO DO GRUPO Para manutenção da graduação dos eventos para o ano seguinte, os torneios deverão obter avaliação satisfatória atendendo aos itens mencionados anteriormente, além de atender os seguintes critérios: a) Torneios ITF 18 anos Grupos A, I, II, III e IV (realizados no Brasil) A promoção, manutenção ou rebaixamento da graduação desses eventos cabe única e exclusivamente a ITF (Comitê Juniors), de acordo com regulamento dessa entidade. b) Torneios COSAT 14 e 16 anos Grupos I, II e III (realizados no Brasil) A promoção, manutenção ou rebaixamento da graduação desses eventos cabe única e exclusivamente a COSAT (Comitê Juniors), de acordo com regulamento dessa entidade. c) Torneio Banana Bowl e Copa Gerdau 12 anos A graduação das categorias 12 anos nesses eventos será definida pela CBT, acompanhando a graduação das demais categorias (14, 16 e 18 anos) que são definidas pela COSAT e ITF.

7 d) Torneio Brasileirão e Copa das Federações Categorias 12, 14, 16 e 18 anos A graduação desses eventos será definida pela Diretoria Técnica da CBT quando da definição do calendário para o próximo ano. e) Torneios e Circuitos Nacionais G1 (Ex.: Copa São Paulo, Copa Gedore e Etapas Circuitos Credicard e Unimed) Eventos individuais ou etapas de circuitos deverão receber ao menos 100 inscritos de pelo menos quatro estados, considerando-se todas as provas disputadas. f) Torneios e Circuitos Nacionais G2 (Ex.: Etapas Circ. Credicard e Unimed, etc) Eventos individuais ou etapas de circuitos deverão receber ao menos 100 inscritos de pelo menos três estados, considerando-se todas as provas disputadas. g) Torneios e Circuitos Nacionais G3 (Ex.: China in Box, Circuito Trink Parati Juniors Cup, Circuito Sul-brasileiro, etc) Eventos individuais ou etapas de circuitos deverão receber ao menos 100 inscritos de pelo menos dois estados, considerando-se todas as provas disputadas. A decisão de rebaixar, manter ou promover algum torneio nacional infanto-juvenil será baseada no nível técnico do torneio (presença dos melhores jogadores de cada categoria) e participação dos estados, considerando-se todas as categorias. A avaliação dos torneios também será feita através de relatórios enviados ao Departamento Técnico da CBT pelo árbitro geral e diretor do torneio. A organização do torneio também poderá enviar todo e qualquer material que julgar necessário para mostrar o nível de organização do torneio (material promocional, fotos, cartazes, etc). São Paulo, 12 de dezembro de DIRETORIA TÉCNICA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TÊNIS

2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS

2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2015 Atualizado em 10 de Julho de 2015 Vigente a partir de 13 de Julho de 2015 Dando continuidade na atualização do material

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado no mês de julho, regendo-se pelo presente regulamento,

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado nos meses de Junho, Agosto,Outubro e a Etapa Master final do ano(local e data a confirmar),

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba TennisClassic é um série de eventos competitivos disputada entre as melhores equipes nas categorias por idade, de

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO 1-CALENDÁRIO: DATA INSC. INÍCIO TÉRMINO TORNEIO E CIDADE ATÉ 06/01 16/01 à 06/02 TÊNIS CLUBE DE SOROCABA ATÉ 03/02 13/02 à 13/03 ST/RICARDO MIRANDA/CERQUILHO ATÉ 09/03

Leia mais

PROGRAMA, CONDIÇÕES e REGULAMENTO

PROGRAMA, CONDIÇÕES e REGULAMENTO CIRCULAR Nº 029R1/2012 São Paulo, 14 de agosto de 2012 CIRCUITO BRASILEIRO DE GOLFE MASCULINO 2012 CBG PRO TOUR 2012-3ª ETAPA - COPA CURITIBA DE GOLFE 29 de AGOSTO a 01 de SETEMBRO DE 2012 ALPHAVILLE GRACIOSA

Leia mais

REGIMENTO DE TAXAS E PERCENTAGENS PARA 2015

REGIMENTO DE TAXAS E PERCENTAGENS PARA 2015 Circular Num. 001 / 2015 Federação Paulista de Futebol de Salão Rua Beneficência Portuguesa, 24 2º andar CEP. 01033-020 São Paulo (SP) Telefone (11) 2714-8150 Fax (11) 2714-8172 CNPJ. 62.319.595/0001-08

Leia mais

REGULAMENTO PADRÃO PARA TORNEIOS ABERTOS - 2014

REGULAMENTO PADRÃO PARA TORNEIOS ABERTOS - 2014 REGULAMENTO PADRÃO PARA TORNEIOS ABERTOS - 2014 1 - DO CAMPEONATO Os campeonatos abertos serão regidos pelo presente regulamento em consonância com resoluções, atualizações e normas aprovadas pela diretoria

Leia mais

II ABERTO DO BRASIL COPA CIDADE DE VITÓRIA Valendo Rating FIDE/CBX 20 a 23 de março 2014 Organização: Federação Espiritossantense de Xadrez

II ABERTO DO BRASIL COPA CIDADE DE VITÓRIA Valendo Rating FIDE/CBX 20 a 23 de março 2014 Organização: Federação Espiritossantense de Xadrez II ABERTO DO BRASIL COPA CIDADE DE VITÓRIA Valendo Rating FIDE/CBX 20 a 23 de março 2014 Organização: Federação Espiritossantense de Xadrez REGULAMENTO EQUIPE TÉCNICA Árbitro Principal: AI Pablyto Robert

Leia mais

VOLEI MASTER 2015 REGULAMENTO OFICIAL

VOLEI MASTER 2015 REGULAMENTO OFICIAL VOLEI MASTER 2015 REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, REALIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Artigo 1º - Vôlei Master é o nome fantasia do 12º Campeonato Brasileiro de Voleibol Master 2015, instituído pela

Leia mais

ABERTO DO BRASIL DE XADREZ RÁPIDO ETAPA MARAÚ/BA 2013

ABERTO DO BRASIL DE XADREZ RÁPIDO ETAPA MARAÚ/BA 2013 ABERTO DO BRASIL DE XADREZ RÁPIDO ETAPA MARAÚ/BA 2013 O Aberto do Brasil de Xadrez será realizado na Pousada Recanto da Sereia em Maraú-Ba nos dias 30 de maio a 02 de junho de 2013 sob organização do Enxadrista

Leia mais

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 3ª Etapa Curitiba/PR 17 a 19 de outubro de 2014

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 3ª Etapa Curitiba/PR 17 a 19 de outubro de 2014 COPA BRASIL DE PARACICLISMO 3ª Etapa Curitiba/PR 17 a 19 de outubro de 2014 Recebemos os participantes da Copa Brasil de Paraciclismo, desejando as boas vindas, sorte nas competições, e acima de tudo que

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE 1 MASCULINO e FEMININO ADULTO O Regulamento do para as Categorias: Adulto Masculina e Feminina, 1. PARTICIPAÇÃO Poderão participar do todos(as) os(as) jogadores/as filiados à Federação Paulista de Golfe

Leia mais

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 4ª ETAPA RIO DAS OSTARS/RJ TROFÉU JOÃO SCHWINDT Rio das Ostras-RJ

COPA BRASIL DE PARACICLISMO 4ª ETAPA RIO DAS OSTARS/RJ TROFÉU JOÃO SCHWINDT Rio das Ostras-RJ 1 COPA BRASIL DE PARACICLISMO 4ª ETAPA RIO DAS OSTARS/RJ TROFÉU JOÃO SCHWINDT Rio das Ostras-RJ Comitê recebem É com grande Paralímpico os participantes satisfação Brasileiro que a Confederação Brasileira

Leia mais

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2016 Vigente para torneios realizados a partir de 1 de Janeiro de 2016

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2016 Vigente para torneios realizados a partir de 1 de Janeiro de 2016 REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2016 Vigente para torneios realizados a partir de 1 de Janeiro de 2016 Dando continuidade na atualização do material disponibilizado

Leia mais

Vigência 2014. REGULAMENTO SOBRE A CRIAÇÃO E INSTITUIÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TENIS - CBT CAPÍTULO I DA ANUIDADE

Vigência 2014. REGULAMENTO SOBRE A CRIAÇÃO E INSTITUIÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TENIS - CBT CAPÍTULO I DA ANUIDADE Vigência 2014. REGULAMENTO SOBRE A CRIAÇÃO E INSTITUIÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE TENIS - CBT CAPÍTULO I DA ANUIDADE Art. 1º- O sistema único, integra o DSTênis, sistema gerenciador

Leia mais

COMUNICADO II PANAM JR 2015

COMUNICADO II PANAM JR 2015 COMUNICADO II PANAM JR 2015 A CBBd, divulga informações sobre o XXIV Campeonato PANAM JR: 1 Informações Gerais: Período de realização: 02 a 09 de agosto de 2015: 02 a 04 de agosto: Competição por Equipes.

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO Sesc DE CAMINHADAS E CORRIDAS

REGULAMENTO CIRCUITO Sesc DE CAMINHADAS E CORRIDAS REGULAMENTO CIRCUITO Sesc DE CAMINHADAS E CORRIDAS CAPITULO I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1 Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as etapas do CIRCUITO Sesc DE CAMINHADAS E CORRIDAS 2015. Art.

Leia mais

COPA BRASIL DE PARACICLISMO - # 2 ETAPA PENHA SC TROFÉU JOÃO SCHWINDT RODOVIA TRANSBETO 10 a 12 de julho de 2015 CONVITE

COPA BRASIL DE PARACICLISMO - # 2 ETAPA PENHA SC TROFÉU JOÃO SCHWINDT RODOVIA TRANSBETO 10 a 12 de julho de 2015 CONVITE 1 COPA BRASIL DE PARACICLISMO - # 2 ETAPA PENHA SC TROFÉU JOÃO SCHWINDT RODOVIA TRANSBETO 10 a 12 de julho de 2015 CONVITE É com grande satisfação que a Confederação Brasileira de Ciclismo, juntamente

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE

REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE REGULAMENTO GERAL DO V PARA CAMPEONATO BRASILEIRO DE TIRO COM ARCO (OUTDOOR) 2011 & PARA COPA CENTRO OESTE SEÇÃO I - DA COMPETIÇÃO I DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Campeonato Brasileiro Paraolímpico de Tiro

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2015 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2015 TOLEDO (PR) A Confederação Brasileira de Badminton, a Badminton Federação Paranaense (BFP) e a Prefeitura e Secretaria Municipal de Esportes de Toledo (PR) tem a honra de convidá-los

Leia mais

VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS)

VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS) VII ETAPA NACIONAL PORTO ALEGRE (RS) A Confederação Brasileira de Badminton e a Associação de Badminton de Porto Alegre BADPOA tem a honra de convidá-los para competir na 20ª Copa Sul de Badminton, válida

Leia mais

COMUNICADO III PANAM JR 2015

COMUNICADO III PANAM JR 2015 COMUNICADO III PANAM JR 2015 A CBBd, divulga informações sobre o XXIV Campeonato PANAM JR: INFORMAÇÕES IMPORTANTES QUE FORAM MANTIDAS DO COMUNICADO II: 1 Informações Gerais: Período de realização: 02 a

Leia mais

Federação Centro Oeste de Golfe

Federação Centro Oeste de Golfe 1 XXX TORNEIO INTERFEDERAÇÕES MASC FEM 06 a 08 agosto de 2015 Clube de Golfe de Brasilia Abaixo seguem as informações do campeonato acima em referência: Data 06 a 08 de agosto de 2015 o dia 05/08 (4ºfeira)

Leia mais

8ª COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS MANAUS AMAZONAS. 16 a 19 de Julho de 2015

8ª COPA BRASIL DE FUTSAL DOS SURDOS MANAUS AMAZONAS. 16 a 19 de Julho de 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a à Oitava Edição da Copa Brasil de Futsal dos Surdos Manaus/AM,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015

REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015 1. TRANSFERÊNCIAS DE ATLETAS REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015 1.1. A transferência de atletas entre a FPBOL e demais Federações do país deverá ser por meio de formulário de solicitação de Transferência,

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ESGRIMA

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ESGRIMA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ESGRIMA FUNDADA EM 5 DE JUNHO DE 1927 Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2013. OF / CBE / PRES / Nº 2013.491 - CIRCULAR. Da Confederação Brasileira de Esgrima. Aos Srs. Presidentes

Leia mais

CAMPEONATOS BRASILEIROS CAIXA DE ATLETISMO DE JUVENIS INTERSELEÇÕES LV Masculino e XLIII Feminino

CAMPEONATOS BRASILEIROS CAIXA DE ATLETISMO DE JUVENIS INTERSELEÇÕES LV Masculino e XLIII Feminino CAMPEONATOS BRASILEIROS CAIXA DE ATLETISMO DE JUVENIS INTERSELEÇÕES LV Masculino e XLIII Feminino Art. 1º - Os CAMPEONATOS BRASILEIROS DE ATLETISMO DE JUVENIS têm por propósito básico a integração nacional,

Leia mais

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ-JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ-JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21 ÍNDICE GERAL CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2 CATEGORIA JUVENIL E PRÉ-JUVENIL... Pág. 13 BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21 1 CATEGORIA AMADOR ADULTO ÍNDICE 1. OBJETIVO... Pág. 3 2. DEFINIÇÃO DOS TIPOS

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY REGULAMENTO CIRCUITO PAULISTA UNIVERSITÁRIO DE RUGBY SEVENS FEMININO E COPA SP M19 Capítulo I - Disposições Gerais O Circuito Paulista Universitário de Rugby Sevens Feminino Adulto e a Copa M19 ou é um

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO DE BILHAR 2015 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e de toda a região,

Leia mais

VI CAMPEONATO SUL AMERICANO DE KARATE JKA BELÉM PARÁ BRASIL 18 E 19 DE SETEMBRO DE 2010

VI CAMPEONATO SUL AMERICANO DE KARATE JKA BELÉM PARÁ BRASIL 18 E 19 DE SETEMBRO DE 2010 VI CAMPEONATO SUL AMERICANO DE KARATE JKA BELÉM PARÁ BRASIL 18 E 19 DE SETEMBRO DE 2010 SÁBADO 18 de Setembro - Eliminatórias todas as categorias - Masculino e Feminino Início: 09 horas DOMINGO 19 de Setembro

Leia mais

COPA BRASIL DE CLUBES 2007 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE

COPA BRASIL DE CLUBES 2007 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE COPA BRASIL DE CLUBES 2007 PATINAÇÃO DE VELOCIDADE OBJETIVO: Esta competição tem como objetivo, fomentar a Patinação de Velocidade no território Nacional. Para o ano de 2007, estão sendo programadas 5

Leia mais

METROLOGIA 2013 HOSPEDAGENS. - Valores calculados em Reais (R$) por Apartamento e Sujeito a reajustes;

METROLOGIA 2013 HOSPEDAGENS. - Valores calculados em Reais (R$) por Apartamento e Sujeito a reajustes; METROLOGIA 2013 HOSPEDAGENS - Valores por diária em apartamento categoria STD; - Incluso café da manhã e taxas. Importante: - Valores calculados em Reais (R$) por Apartamento e Sujeito a reajustes; - Valores

Leia mais

Federação Pan-Americana de Squash FPS Presidente Marco Antonio Rosales Mendez m-rosales@hotmail.com

Federação Pan-Americana de Squash FPS Presidente Marco Antonio Rosales Mendez m-rosales@hotmail.com MANUAL TECNICO 1- SUPERVISÃO Federação Pan-Americana de Squash FPS Presidente Marco Antonio Rosales Mendez m-rosales@hotmail.com 2- COORDENAÇÃO Confederação Brasileira de Squash CBS Presidente Daniel Penna

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais 1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 REALIZAÇÃO APOIO ASSOCIAÇÃO MASTER DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE QUADRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO Regulamento

Leia mais

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ 1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2014 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) e a Sociedade Hípica de Campinas tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE 1 MASCULINO e FEMININO JUVENIL E JUNIOR: 1. PARTICIPAÇÃO Poderão participar do RANKING PAULISTA SCRATCH JUVENIL/JUNIOR todos(as) os(as) jogadores/as filiados à Federação Paulista de Golfe que estejam em

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGOCIOS 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

YACHT CLUBE DA BAHIA SUP RACE 2015 CIRCUITO BRASILEIRO DE STAND-UP PADDLE 1 a ETAPA SALVADOR- BAHIA

YACHT CLUBE DA BAHIA SUP RACE 2015 CIRCUITO BRASILEIRO DE STAND-UP PADDLE 1 a ETAPA SALVADOR- BAHIA YACHT CLUBE DA BAHIA SUP RACE 2015 CIRCUITO BRASILEIRO DE STAND-UP PADDLE 1 a ETAPA SALVADOR- BAHIA AVISO DE REGATA LOCAL e DATA O evento será realizado no dia 30 de Maio de 2015 e terá como sede as instalações

Leia mais

1. COPA BRASIL DE BICICROSS SALVADOR 2015

1. COPA BRASIL DE BICICROSS SALVADOR 2015 INFORMAÇÕES 1. COPA BRASIL DE BICICROSS SALVADOR 2015 A 4ª etapa da Copa Brasil de Bicicross soma pontos para o ranking nacional, a competição segue o calendário da CBC- Confederação Brasileira de Ciclismo.

Leia mais

REGULAMENTO BEACH TENNIS

REGULAMENTO BEACH TENNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS 1. FILIAÇÃO 1.1. VALOR 1.2. BENEFÍCIOS 2. RANKING 2.1. VALIDAÇÃO 2.2. PONTUAÇÃO PARA JOGADOR 2.3. PONTUAÇÃO NO RANKING BRASILEIRO 3. TORNEIOS HOMOLOGADOS PELA CBT 3.1. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 CIRCUITO INTERNO DE TÊNIS ATC RANKING GERAL 2013 REGULAMENTO 4ª ETAPA VIRADA ESPORTIVA DO TORNEIO: O Ranking Geral do Alphaville Tênis Clube objetiva a melhor integração

Leia mais

OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO

OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO GRAND PRIX DE ATLETISMO DO IPC 2014 22 a 27 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Comitê Organizador Local Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) 1.1.

Leia mais

10º PORTO ALEGRE/GRAVATAÍ OPEN 1st WORLD FESTIVAL TAEKWONDO MASTER 1º OPEN BRASIL DOS PROJETOS SOCIAIS

10º PORTO ALEGRE/GRAVATAÍ OPEN 1st WORLD FESTIVAL TAEKWONDO MASTER 1º OPEN BRASIL DOS PROJETOS SOCIAIS 10º PORTO ALEGRE/GRAVATAÍ OPEN 1st WORLD FESTIVAL TAEKWONDO MASTER 1º OPEN BRASIL DOS PROJETOS SOCIAIS Porto Alegre, 06 de março de 2014. Prezados Senhores, Vimos pelo presente convidar V.S.ªs. para participar

Leia mais

Versão 1 14/11/2014 CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2015 E CONVOCAÇÂO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO

Versão 1 14/11/2014 CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2015 E CONVOCAÇÂO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Versão 1 1/11/201 CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS DE 2015 E CONVOCAÇÂO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Sumário 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVO...3 3. ELEGIBILIDADE...3. CALENDÁRIO DE EVENTOS

Leia mais

# 1 COPA BRASIL DE BMX 2015 BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

# 1 COPA BRASIL DE BMX 2015 BALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC # 1 COPA BRASIL DE BMXX 2015 O evento acontecerá na Cidade de Balneário Camboriú - SC, nos dias 02 e 03 de maio de 2015. INFORMAÇÕES IMPORTANTES: BALNEÁR RIO CAMBORIÚ - SC - Nas categorias Championships,

Leia mais

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos VII Chamada de Trabalhos X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro O Capítulo de Estudantes SPE da UFRJ torna público o presente Edital para a comunidade técnico-científica

Leia mais

26 e 27 de Setembro de 2015

26 e 27 de Setembro de 2015 BOLETIM 2015 26 e 27 de Setembro de 2015 A SECRETARÍA DE ESPORTE E LAZER DE PARAUAPEBAS, AEPA ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA E PARADESPORTIVA DO SUL E SUDESTE DO PARÁ E PROJETO JUDÔ SOLIDÁRIO, em cumprimento ao

Leia mais

REGULAMENTO DE REMO 2007 2008

REGULAMENTO DE REMO 2007 2008 REGULAMENTO DE REMO 2007 2008 REGATAS OFICIAIS E CAMPEONATOS ESTADUAIS CAPÍTULO I DOS REMADORES E SUAS CATEGORIAS: Artigo 1º O(a)(s) remador(a)(es)(as) que vierem a participar de regatas da serão divididos

Leia mais

Paulo&Wanderley&Teixeira& Presidente& Confederação&Brasileira&de&Judô&

Paulo&Wanderley&Teixeira& Presidente& Confederação&Brasileira&de&Judô& CarosPresidentes, É com enorme prazer que apresentamos esta importante competição do calendário nacionaldeeventosdacbj. Oanode2015representaacontinuidadedeumprojetovitorioso,quelevaamarcada integração,dadescentralizaçãoequecomaparticipaçãodetodosvemproporcionando

Leia mais

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Capítulo I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 Este Regulamento tem como finalidade, determinar as condições em que será disputada a LIGA NACIONAL

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 0 DE FEVEREIRO DE 200 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 31 4440-505 VALONGO

Leia mais

Regulamento do Circuito Smashtour 2013

Regulamento do Circuito Smashtour 2013 REGULAMENTO CIRCUITO SMASHTOUR 2014 Regulamento do Circuito Smashtour 2013 1 - O Circuito será disputado em três fases, com um mínimo de 19 provas de cada fase de desenvolvimento Mínimo de 1 e máximo de

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL CLASSE SNIPE

CAMPEONATO ESTADUAL CLASSE SNIPE CAMPEONATO ESTADUAL CLASSE SNIPE 24, 25 de novembro, 1 e 2 de dezembro de 2007 Niterói RJ - Brasil Autoridade Organizadora: Clube Naval Charitas Flotilha 477 1. REGRAS O Campeonato será disputado pelas

Leia mais

XXV Campeonato Brasileiro Interfederativo Infanto- Juvenil Troféu Chico Piscina

XXV Campeonato Brasileiro Interfederativo Infanto- Juvenil Troféu Chico Piscina REGULAMENTOS XXV Campeonato Brasileiro Interfederativo Infanto- Juvenil Troféu Chico Piscina CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - Com a participação das Federações filiadas à Confederação Brasileira de

Leia mais

PORTUGAL OPEN 2015 REGULAMENTO

PORTUGAL OPEN 2015 REGULAMENTO Oeiras - Portugal 30 de Agosto a 5 de setembro de 2015 1. ORGANIZADOR Federação Portuguesa de Xadrez (FPX) Rua Francisco Foreiro, n.º2, 4º esq 1150-166 Lisboa Portugal Tel: (+ 351) 213 579 144, Fax: (+

Leia mais

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21

REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21 REGULAMENTO DE FORMAÇÃO DA SELEÇÃO BRASILEIRA 2015 SUB-14, CADETE, JUNIOR E SUB-21 Este regulamento tem por finalidade determinar as condições e os critérios seletivos gerais para formar e compor a Seleção

Leia mais

REGATA ANIVERSÁRIO CLUBE KATANKA

REGATA ANIVERSÁRIO CLUBE KATANKA Brasília, DF, 20 e 21 de agosto de 2011 1º Aviso de Regata 1- AUTORIDADE ORGANIZADORA O campeonato será organizado pelo Clube Katanka, sob a supervisão da FNB Federação Náutica de Brasília. 2- REGRAS A

Leia mais

UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO VOLEIBOL - UCV ESCOLA DE ARBITRAGEM EDITAL CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITRO REGIONAL DE VOLEIBOL DE QUADRA

UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO VOLEIBOL - UCV ESCOLA DE ARBITRAGEM EDITAL CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITRO REGIONAL DE VOLEIBOL DE QUADRA UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO VOLEIBOL - UCV EDITAL CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITRO REGIONAL DE VOLEIBOL DE QUADRA AUTORIZADO PELA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL CBV UNIVERSIDADE CORPORTAIVA DO VOLEIBOL

Leia mais

I Aberto do Sport Club do Recife

I Aberto do Sport Club do Recife I Aberto do Sport Club do Recife Troféu Amizade (Homenagem aos dois grandes atletas e colaboradores do Tênis de Mesa Pernambucano há mais de 30 anos, Natália Pereira e Domingos Cardozo). Associação dos

Leia mais

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 1 - Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem

Leia mais

Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015

Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015 Campeonato Sul Americano Adulto e Jovem de Badminton 2015 A CONSUBAD (Confederação Sul Americana de Badminton), Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem

Leia mais

CORRIDA SOLIDÁRIA FAMÍLIA IBIS 2012

CORRIDA SOLIDÁRIA FAMÍLIA IBIS 2012 CORRIDA SOLIDÁRIA FAMÍLIA IBIS 2012 Regulamento Artigo 1º - A competição Corrida Solidária Família ibis será realizada no dia 09 de Dezembro de 2012, com largada prevista para as 08h nas dependências do

Leia mais

INGRESSO PREMIÁVEL CAPEMISA - FUTEBOLCARD REGULAMENTO DO SORTEIO

INGRESSO PREMIÁVEL CAPEMISA - FUTEBOLCARD REGULAMENTO DO SORTEIO INGRESSO PREMIÁVEL CAPEMISA - FUTEBOLCARD REGULAMENTO DO SORTEIO A CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 08.602.745/0001-32, é subscritora dos Títulos de Capitalização

Leia mais

Data: Local da Competição: Objetivo: Quem pode jogar: Sistema e ritmo de jogo: De 13 de a 15 de março de 2015 (sexta-feira a domingo).

Data: Local da Competição: Objetivo: Quem pode jogar: Sistema e ritmo de jogo: De 13 de a 15 de março de 2015 (sexta-feira a domingo). Data: De 13 de a 15 de março de 2015 (sexta-feira a domingo). Local da Competição: SANTUÁRIO DO SENHOR BOM JESUS DA CANA VERDE Endereço: Praça Frei Alfredo João, 100 - Bairro Boa Vista Objetivo: O Festival

Leia mais

Local: Praia do Porto da Barra, Salvador-BA. Dias: 25, 26 e 27 de outubro de 2013. Promotora e total responsável pelo evento: Rinha Comunicação Total.

Local: Praia do Porto da Barra, Salvador-BA. Dias: 25, 26 e 27 de outubro de 2013. Promotora e total responsável pelo evento: Rinha Comunicação Total. Circuito Open de Polo Aquático Campeonato de Polo Aquático realizado em águas abertas, com abrangência nacional e apoio da CBDA - Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. Local: Praia do Porto da

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO XI JOGOS MACABEUS NACIONAIS DAS ESCOLAS JUDAICAS RIO DE JANEIRO / BRASIL 06 a 09 de setembro de 2012 REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO A Macabi Rio, entidade filiada à Macabi Brasil, e organizadora há 19 anos

Leia mais

O Júri da Competição será formado pelo Controlador COLPAR, Diretor do Campeonato, Juiz Chefe e Chefes de Delegação estrangeira presente;

O Júri da Competição será formado pelo Controlador COLPAR, Diretor do Campeonato, Juiz Chefe e Chefes de Delegação estrangeira presente; 1. FINALIDA E DATA Regulamentar as atividades a serem desenvolvidas para e no Campeonato Brasileiro de Pilotagem de Velames 2015, que será realizado no Centro Nacional de Pára-quedismo, cidade de Boituva,

Leia mais

V ETAPA - 2015 XV CAMPEONATO MINEIRO DE ORIENTAÇÃO. Local: Belo Horizonte/MG Data: 29 de novembro de 2015

V ETAPA - 2015 XV CAMPEONATO MINEIRO DE ORIENTAÇÃO. Local: Belo Horizonte/MG Data: 29 de novembro de 2015 V ETAPA - 2015 XV CAMPEONATO MINEIRO DE ORIENTAÇÃO Local: Belo Horizonte/MG Data: 29 de novembro de 2015 Boletim Informativo nº 1 de 18 de outubro de 2014 Boletim Informativo nº 1 Belo Horizonte/MG, 18

Leia mais

27º Campeonato Brasileiro Individual Modalidade 12 Toques - 2015 CARTA CONVITE 04/06 a 07/06/2015

27º Campeonato Brasileiro Individual Modalidade 12 Toques - 2015 CARTA CONVITE 04/06 a 07/06/2015 CARTA CONVITE 1 27º Campeonato Brasileiro Individual Modalidade 12 Toques - 2015 CARTA CONVITE 04/06 a 07/06/2015 Realização: Apoio: 2 As FEDERAÇÕES e CLUBES, filiados a CBFM: Estamos oficializando a CARTA

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL

REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL REGULAMENTO TÉCNICO - 2014 GINÁSTICA RÍTMICA TORNEIO NACIONAL 1) GENERALIDADES 1.1 É aberta a participação no TNGR a qualquer entidade filiada às Federações, ou não filiada (não federada). 1.2 Nos estados

Leia mais

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - O Troféu Brasil de Atletismo é uma competição realizada anualmente que têm por propósito básico a difusão do Atletismo e a verificação

Leia mais

REGULAMENTO DA VOLTA DA FATEA 2015

REGULAMENTO DA VOLTA DA FATEA 2015 REGULAMENTO DA VOLTA DA FATEA 2015 1 A prova 1.1 A prova será realizada no dia 6 de Dezembro de 2015 na cidade de Lorena, com caminhada de 2 km e corridas de 5 km. 1.2 A prova terá percurso de aproximadamente

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE

PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE Versão 1 26/08/2015 PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS PARA O ANO DE 2016 E CONVOCAÇÃO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2.

Leia mais

ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS

ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS ADIANTAMENTO E REEMBOLSO DE DESPESAS NÚMERO CIR.FIN.MAT.0001 Elaborada em: 08/08/2011 Atualizada em: - Quant. Páginas DEPARTAMENTO DE ORIGEM Departamento Finanças 5 1 Objetivo Este documento tem como objetivo

Leia mais

REGULAMENTO D0 I CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY 2012-2ª DIVISÃO

REGULAMENTO D0 I CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY 2012-2ª DIVISÃO REGULAMENTO D0 I CAMPEONATO MINEIRO DE 2012-2ª DIVISÃO 1 - Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem dúvidas

Leia mais

OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE NATAÇÃO 2014 22 a 27 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS

OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE NATAÇÃO 2014 22 a 27 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS OPEN BRASIL CAIXA LOTERIAS DE NATAÇÃO 2014 22 a 27 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Comitê Organizador Local Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) 1.1. Contatos Nome: Ricardo Melo Amaranta

Leia mais

Regulamento. 4. É necessário o envio de 3 fotos (ou frames) do filme (com resolução de 300 dpi) por e-mail para animarte@vouanimarte.com.br.

Regulamento. 4. É necessário o envio de 3 fotos (ou frames) do filme (com resolução de 300 dpi) por e-mail para animarte@vouanimarte.com.br. Regulamento 1 INTRODUÇÃO O Anim!Arte Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil visa incentivar a cultura e o crescimento profissional e artístico na área de animação no Brasil, estimulando

Leia mais

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ- JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ- JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21 Manual de Normas e Procedimentos 2014 Campeonatos de Golfe Válidos para o Ranking Nacional e Ranking Mundial ÍNDICE GERAL CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2 CATEGORIA JUVENIL E PRÉ- JUVENIL... Pág. 13 BOLETIM

Leia mais

REGULAMENTO. 1 Procedimentos para inscrição

REGULAMENTO. 1 Procedimentos para inscrição *Última atualização em 29/05/15 às 13h49 REGULAMENTO 1 Procedimentos para inscrição 1.1. As inscrições para o 20 Surf Colegial A Tribuna, deverão ser realizadas individualmente e no período único de inscrições

Leia mais

PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita CEB Centro Esportivo Bagozzi Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210

PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita CEB Centro Esportivo Bagozzi Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210 Ru PROF. RESPONS.: Luiz Iwashita Rua Caetano Marchesini, 850 - Portão Curitiba Pr Fone: (41) 3345-7130 / (041) 9979-1210 CONVITE A Associação de Judô IWASHITA tem a imensa satisfação de convidar a Vossa

Leia mais

Regulamento do Campeonato Nacional de Veteranos 2011

Regulamento do Campeonato Nacional de Veteranos 2011 Regulamento do Campeonato Nacional de Veteranos 2011 O Campeonato Nacional de Veteranos é organizado pela Federação Portuguesa de Xadrez, e conta com os apoios do Hotel Golfmar, IDP, Câmara Municipal de

Leia mais

CORRIDA E CAMINHADA DO COMERCIÁRIO 2014

CORRIDA E CAMINHADA DO COMERCIÁRIO 2014 CORRIDA E CAMINHADA DO COMERCIÁRIO 2014 A corrida de rua é a modalidade esportiva que mais se desenvolveu nas principais cidades do mundo. No Brasil, tomou impulso a partir da década de 1990 e se consolidou,

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY REGULAMENTO COPA SÃO PAULO DE RUGBY SEVENS FEMININO ADULTO 2015 Capítulo I - Disposições Gerais A Copa São Paulo de Rugby Sevens Feminino Adulto ou ( Copa SP ) é um evento promovido pela Federação Paulista

Leia mais

Circular nº 35/2014 Ref.: PROCESSO SELETIVO NACIONAL - CATEGORIAS SUB 18 E SUB 21 (2015).

Circular nº 35/2014 Ref.: PROCESSO SELETIVO NACIONAL - CATEGORIAS SUB 18 E SUB 21 (2015). Rio de Janeiro, 03 de outubro de 2014. Circular nº 35/2014 Ref.: PROCESSO SELETIVO NACIONAL - CATEGORIAS SUB 18 E SUB 21 (2015). Prezados Presidentes, Vimos por meio desta, convidá- los a participar do

Leia mais

CAMPEONATO PARANAENSE VETERANO E SÊNIOR - 2014 MASCULINO E FEMININO

CAMPEONATO PARANAENSE VETERANO E SÊNIOR - 2014 MASCULINO E FEMININO CAMPEONATO PARANAENSE VETERANO E SÊNIOR - 2014 MASCULINO E FEMININO Data: 12 e 13 de Setembro de 2014 ( Sexta-feira e Sábado) Local: Ginásio de Esporte do Complexo Escolar Endereço: Rua Cruz Alta, 576

Leia mais

BOLETIM OFICIAL LDU DE TÊNIS - 2015 02

BOLETIM OFICIAL LDU DE TÊNIS - 2015 02 BOLETIM OFICIAL LDU DE TÊNIS - 2015 02 DIRETORIA DA CBDU Sr. LUCIANO ATAIDE CABRAL PRESIDENTE DA CBDU Sr. ALIM RACHID MALUF NETO VICE-PRESIDENTE DA CBDU Sr. MARCELO FALCÃO DIRETOR FINANCEIRO DA CBDU COMITÊ

Leia mais

As FEDERAÇÕES e CLUBES, filiados a CBFM: Rio de Janeiro, 9 de setembro de 2014.

As FEDERAÇÕES e CLUBES, filiados a CBFM: Rio de Janeiro, 9 de setembro de 2014. 1 CARTA CONVITE Rio de Janeiro, 9 de setembro de 2014. As FEDERAÇÕES e CLUBES, filiados a CBFM: Estamos oficializando a todos os Botonistas, Clubes e Federações a realização do VIII Campeonato Brasileiro

Leia mais

INSTITUTO CNA. Regulamento Senar Rondon 2011

INSTITUTO CNA. Regulamento Senar Rondon 2011 Regulamento Senar Rondon 2011 O Instituto CNA, com sede em Brasília, faz saber que estão abertas as inscrições, junto às universidades parceiras mencionadas no quadro abaixo, para a seleção de estudantes

Leia mais

PROGRAMA LÍDERES DO FUTURO

PROGRAMA LÍDERES DO FUTURO PROGRAMA LÍDERES DO FUTURO REGULAMENTO 1. COMO PARTICIPAR 1.1 Este Programa Líderes do Futuro (a seguir simplesmente Programa ) é realizado pela Belcorp do Brasil Distribuidora de Cosméticos Ltda. (a seguir

Leia mais

Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014

Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014 Plano Brasil Medalhas Rio 2016 Plano Esportivo Comentado - 2014 Dados do Atleta Nome: Nome completo do atleta Escolaridade: Cidade: Especificar o nível de escolaridade do atleta Cidade onde reside e receberá

Leia mais

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO

CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO CAMPEONATO ESTADUAL DE NATAÇÃO DE VERÃO TROFÉU ALEXANDRE VISCARDI, TROFÉU MARCOS CHAIBEN INFANTIL JUVENIL JUNIOR SENIOR TROFÉU PARANÁ ABSOLUTO Data :04 A 07 DE NOVEMBRO DE 2015 Inscrição: 28 de outubro

Leia mais