Introdução a Informática. Rosemeri Coelho Nunes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução a Informática. Rosemeri Coelho Nunes"

Transcrição

1 Introdução a Informática Rosemeri Coelho Nunes Florianópolis 2009

2

3 Copyright 2009, Instituto Federal de Santa Catarina / Sistema UAB. Nenhuma parte deste material poderá ser reproduzida, transmitida e gravada, por qualquer meio eletrônico, por fotocópia e outros, sem prévia autorização, por escrito, dos autores. N972i Nunes, Rosemeri Coelho Introdução à Informática / Rosemeri Coelho Nunes Florianópolis IF/SC : p. Inclui bibliografia. ISBN: CTI Informática para Internet. 1. Informática - Fundamentos. 2. Informática Segurança da Informação. I. Instituto Federal de Santa Catarina. II. Título. CDU Catalogação na fonte: Maria Guilhermina Cunha Salasario - Bibliotecária CRB 14/802

4 Organização de conteúdo: Andrino Fernandes Elaine Luz Barth Comissão Editorial: Hamilcar Boing Andrino Fernandes Elaine Luz Barth Produção e design instrucional: Andrino Fernandes Elaine Luz Barth Projeto gráfico: Paulo Ricardo Rodrigues de Lima Capa: Lucio Baggio Revisão ortográfica: Marcos Pessoa Editoração Eletrônica: Paulo Ricardo Rodrigues de Lima

5 Sumário Capítulo 1 Fundamentos de Informática Conceitos básicos O que é um computador? Tipos de computadores Computador: Passado Presente e Futuro Breve Histórico da Informática Computador no presente Computador no Futuro Capítulo 2 Hardware Unidades de Entrada e Saída de Dados (I/O) Unidades de Entrada de Dados Unidades de Saída de dados Unidade Central de Processamento (CPU) Unidades de Armazenamento Capítulo 3 Software Sistema Operacional Aplicativo Utilitários Software Proprietário e software livre Como funciona o computador Capítulo 4 Peopleware: os profissionais da área de informática Conceitos Capítulo 5 Sistemas de Numeração e sua Representação Sistemas de Numeração O sistema binário Operações aritméticas no sistema binário Soma binária Subtração binária Multiplicação binária Divisão binária Conversão entre os sistemas de numeração Teorema Fundamental de Numeração (TFN) Conversão decimal para binário Conversão binário para decimal Conversão decimal para octal Conversão octal para decimal Conversão decimal para hexadecimal... 61

6 Capítulo 6 Redes de computadores Conceitos Tipos de redes Hardware de rede Como funcionam as redes Redes sem fio Capítulo 7 Internet Conceitos Como funciona a internet Capítulo 8 Segurança da Informação Conceitos Referências bibliográficas... 87

7 Apresentação Caro aluno, Algumas descobertas ocorridas ao longo da história da humanidade mudaram completamente os acontecimentos futuros. Podemos citar algumas delas: a descoberta do fogo, o advento da escrita, a descoberta da eletricidade, enfim... e, há algumas décadas atrás, o computador e a internet. O uso em grande escala dos computadores deu à informática um lugar de destaque na sociedade. Ao estudar informática você vai perceber que existem diversas áreas e especializações, e o estudo de qualquer uma delas requer que você adquira conhecimentos de conceitos básicos e gerais. Este é o objetivo desta unidade curricular; formar uma base sólida que torne possível a acumulação ordenada de conhecimentos sobre informática, conhecimentos estes que lhes serão úteis em outras unidades curriculares que tratarão de alguns temas visto aqui com maior profundidade. Bom estudo. Profa. Rosemeri Coelho Nunes

8

9 CAPÍTULO 1 Fundamentos de Informática

10 Objetivo Este capítulo introduz você no mundo da informática, apresentando os principais conceitos básicos relacionados a esta área e apresenta, também, um relato histórico do nascimento da informática, passado, presente e futuro.

11 Fundamentos de Informática Conceitos Básicos A seguir, apresentamos uma série de conceitos básicos relacionados à informática, alguns deles serão aprofundados nos capítulos seguintes: Tecnologia: Segundo a enciclopédia livre Wikipédia, tecnologia é um termo que envolve o conhecimento técnico e científico e as ferramentas, processos e materiais criados e/ou utilizados a partir de tal conhecimento. Isso inclui desde os processos ou materiais mais simples, como um palito de dente, até os mais complexos como um supercomputador. Informática: O termo Informática foi criado na França em 1962 e surgiu da contração de duas palavras: Information Automatique, traduzindo, Informação Automática. Computador: Máquina eletrônica que realiza processamento de dados. Processamento de Dados: Consiste no trabalho com a informação através da Entrada de Dados, Processamento e Saída. Hardware: Parte física do computador. Software: Programas. Peopleware: Elemento humano que, direta ou indiretamente, trabalha com informática. Programa: Conjunto de instruções fornecidas ao computador para que este realize determinada tarefa. Linguagem de programação: É um conjunto de regras sintáticas e semânticas através das quais se elabora as instruções para o computador. Cada linguagem de programação possui suas próprias regras, regras essas que devem ser seguidas pelo programador para elaborar determinado programa. Podemos fazer um paralelo das regras sintáticas e semânticas de uma linguagem de programação com um determinado idioma, por exemplo. 11

12 Introdução à Informática O que é um computador? LCD - Liquid Crystal Display, ou Tela de Cristal Líquido. Pensar no termo computador, de uma maneira geral, é pensar como sinônimo de cérebro eletrônico, e isto é aplicável a diversos tipos de máquinas hoje em dia, desde as calculadoras eletrônicas até as TV s de telas LCD e plasma, passando por eletrodomésticos como geladeiras e lavadoras de roupa, celulares e caixas eletrônicos de banco. Pensar, porém, em computadores como computador pessoal (PC - Personal Computer), como o que usamos em casa e no trabalho, é um pouco diferente. Um computador é, hoje em dia, uma máquina eletrônica, multifuncional, programável e interativa. Eletrônica, por ser composta de componentes eletrônicos; multifuncional, por realizar várias funções (algumas simultâneas); programável, por poder ser programada especificamente para a função que se deseja; e interativa, por permitir uma adequação às necessidades do usuário. O funcionamento de um computador pode ser esquematizado em três etapas: entrada, processamento e saída de dados. ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA Tipos de Computadores Fonte: a autora Existem inúmeros tipos de computadores, classificados geralmente pelo seu tamanho, forma de utilização ou capacidade. Microcomputadores - Os computadores pessoais (PC- Personal Computer), foram primeiramente conhecidos como microcomputadores, pois eram computadores completos, destinados ao uso de uma só pessoa e construídos em tamanho menor que os grandes equipamentos então usados pelas empresas. A expressão Personal Computer foi usada em 1972 para caracterizar o Alto do Xerox PARC. Os historiadores, hoje em dia, relacionam o termo PC com o IBM PC, lançado em 12 de Agosto de 1981, que foi a versão original e progenitor da plataforma de hardware dos IBM PC compatíveis. Devido ao sucesso do IBM PC, o que tinha sido um termo genérico passou a significar especificamente um microcomputador compatível com a especificação da IBM. Fonte: 12

13 Portáteis - Os Laptops também chamados notebooks, são computadores portáteis que integram monitor, teclado, dispositivo de apontamento ou trackball, processador, memória e disco rígido em um único volume operado também por bateria, ligeiramente maior do que um livro de capa dura. Os Palmtops, também conhecidos como Assistentes Pessoais Digitais (PDA - Personal Digital Assistent), são computadores integrados e compactos que geralmente não possuem teclados, mas sim uma tela sensível ao toque (touch screen), tecnologia usada para a entrada de dados. São geralmente menores do que um livro de bolso e muito leves. Uma versão ligeiramente maior e mais pesada do palmtop é o handheld (computador de mão), já o netbook é um termo usado para descrever uma classe de computadores portáteis derivados do notebook, com dimensão menor, mais leve, de baixo custo e geralmente utilizados em serviços baseados na internet, tais como navegação na web e s. Fundamentos de Informática Fonte: Mainframes - Quando surgiram, os mainframes eram grandes computadores que podiam encher uma sala ou até mesmo um andar inteiro. O tamanho dos computadores diminuiu, sua capacidade aumentou e o termo mainframe foi abandonado em favor da expressão servidor corporativo (enterprise server). O servidor é um computador aperfeiçoado para prover serviços para outros computadores em uma rede. Geralmente possui processadores poderosos, grande quantidade de memória e discos rígidos com grande capacidade. Já os chamados supercomputadores podem custar centenas de milhares ou até milhões de dólares. Apesar de muitos supercomputadores serem formados por sistemas únicos, a maior parte é composta por múltiplos computadores de alto desempenho trabalhando paralelamente como um sistema único. Os mais conhecidos supercomputadores são construídos pela empresa Cray Supercomputers. Minicomputadores - Um termo raramente utilizado hoje, os minicomputadores ficam entre microcomputadores (PC s) e mainframes (servidores corporativos) e atualmente são conhecidos como mid-range servers. A última tendência em computação 13

14 Introdução à Informática são os Wearable, que são essencialmente aplicações de computadores comuns ( , banco de dados, multimídia, calendário, agenda) integradas em relógios, aparelhos de som, celulares, câmeras fotográficas e de vídeo, viseiras e até mesmo em roupas. Fonte: Cronologia Pascal projetou a primeira máquina de calcular capaz apenas de somar e subtrair, baseada em engrenagens dentadas Os estudos de Pascal foram ampliados pelo matemático Leibniz, que projetou uma calculadora capaz de, além de somar e subtrair, multiplicar, dividir e extrair raiz quadrada Charles babbage, matemático inglês, estabeleceu os princípios dos computadores eletrônicos através do seu projeto da máquina diferencial Babbage apresentou o projeto da primeira máquina programável ( programa externo), máquina analítica, projetada para ser capaz de realizar qualquer operação matemática; é considerada a precursora dos atuais computadores eletrônicos John von Neumann propôs que os programas fossem internos à máquina e estabeleceu os fundamentos para a construção do computador eletrônico Entrou em funcionamento o primeiro computador eletrônico: o ENIAC. Computador: Passado, Presente e Futuro Breve histórico da informática A história da informática confunde-se com a própria história da humanidade. Durante muitos anos, estudos, teorias e descobertas ajudaram a construir não só o que chamamos de computador, mas a maioria dos equipamentos eletro-eletrônicos de que hoje desfrutamos. No entanto, a época em que o computador teve real desenvolvimento, e onde ele assume uma identidade própria como computador, ocorreu durante a II Guerra Mundial ( ). Foi nessa época que os pesquisadores pensaram em usar um componente simples, mas que estava presente na maioria das grandes invenções: a chave. Qualquer tipo de dispositivo que pode abrir ou fechar um circuito elétrico é chamado de chave. As chaves automáticas mais conhecidas e eficientes naquela época eram o relé automático das companhias telefônicas e a válvula. O relé era um dispositivo eletromecânico, formado por um magneto móvel, que se deslocava unindo dois contatos metálicos. As válvulas tinham seu funcionamento baseado no fluxo de elétrons no vácuo, ou seja, havia fluxo elétrico mesmo sem o contato entre os terminais polarizados efeito termoiônico. As válvulas eram bem mais rápidas que os relés, o problema é que esquentavam demais, consumiam muita eletricidade e se queimavam com facilidade. As válvulas foram usadas para criar os primeiros computadores eletrônicos, na década de Os principais usos eram a codificação e decodificação de mensagens cifradas e os cálculos de artilharia Entraram em funcionamento, na universidade da Pensylvania (EUA), os primeiros computadores fabricados em série, o UNIVAC e o IBM701. válvula Fonte: relé automático 14

15 Fundamentos de Informática Gerações de Computadores ENIAC Fonte: O ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer), era composto por válvulas, além de relés e um grande número de capacitores, resistores e outros componentes. No total, ele pesava 30 toneladas e era tão volumoso que ocupava um grande galpão. Começou a ser construído em 1943 mas tornou-se operacional apenas em Em 1947 um grupo de Stanford inventou o transistor, usando elementos chamados semicondutores (elementos que podem ser condutores ou isolantes sob determinadas condições). Como as válvulas, os transistores podem funcionar como chaves, porém, são menores, mais rápidos, esquentam menos, duram mais e consomem menos energia. Um transistor é composto basicamente por três filamentos, chamados de base, emissor e coletor. O emissor é o pólo positivo, o coletor, o pólo negativo, enquanto a base é quem controla o estado do transistor. Quando o transistor está desligado, não existe carga elétrica na base, por isso, não existe corrente elétrica entre o emissor e o coletor. Quando é aplicada uma certa tensão na base, o circuito é fechado e é estabelecida a corrente entre o emissor e o coletor. Cada transistor funciona como uma espécie de interruptor, que pode estar ligado (1) ou desligado (0). Fonte: Chave aberta, não passa corrente elétrica (0) PRIMEIRA GERAÇÃO - A substituição dos relés por válvulas permitiu a criação da primeira geração de computadores. Na Inglaterra, em 1943, o matemático Alan Turing construiu o Colossus, um computador para missões de guerra que usava válvulas. Em 1945, nos EUA, um grupo terminou a construção do Eniac com a ajuda dos pesquisadores John Mauchly e John P. Eckert. Na mesma época, John Von Neumann estabeleceu a arquitetura básica de um computador, empregada até hoje: memória, unidade central de processamento, dispositivos de entrada e saída dos dados. Chegam ao mercado os primeiros modelos. SEGUNDA GERAÇÃO - Em 1947, cientistas dos Laboratórios Bell, ligados à AT&T (American Telephone & Telegraph), criam o transistor, que faz as mesmas funções das válvulas a um custo bem menor, mas só no final da década de 50 é que chegam ao mercado os primeiros modelos totalmente transistorizados, bem menores do que os movidos a válvula e com preço acessível para as empresas privadas. TERCEIRA GERAÇÃO - Em 1958 a Texas Instruments anuncia os resultados de uma pesquisa que revoluciona o mundo: o circuito integrado. Esses circuitos são um conjunto de transistores, resistores e capacitores construídos sobre uma base de silício (microchip). Com ele, avança a miniaturização dos equipamentos eletrônicos. A IBM é a primeira a lançar modelos com a nova tecnologia em meados da década de 60. QUARTA GERAÇÃO - Já no final dos anos 60, a Intel inaugura uma nova fase. Projeta o microprocessador, um dispositivo que reúne num mesmo circuito integrado todas as funções do processador central. É a base para os microcomputadores. Chave fechada, passa corrente elétrica (1) Fonte: Paulo Ricardo Rodrigues de Lima 15

16 Introdução à Informática MICROCOMPUTADORES O primeiro modelo é o Altair, baseado no microprocessador 8080 da Intel, vendido na forma de kit para aficionados da eletrônica. Em 1974, o então estudante da Universidade de Harvard, Bill Gates, junto com o colega Paul Allen, desenvolve o sistema operacional do Altair. Um ano depois os dois fundam a Microsoft. Em 1976 é a vez do Apple I, o primeiro computador pessoal, criado numa garagem pelos americanos Steve Jobs e Steve Wozniac, revolucionar o mercado. A resposta da IBM vem cinco anos depois quando lança seu PC (personal computer), e contrata a Microsoft para desenvolver o sistema operacional, o MS-DOS (Disk Operating System). Sua arquitetura aberta, ou seja, um sistema que podia ser licenciado por outros fabricantes, determina um padrão para o mercado. Em 1983 a IBM lança o PC XT, baseado no microprocessador 8088 e com disco rígido. Em 1984 a Apple apresenta sua resposta ao PC, o Macintosh, revolucionário na utilização do ícone, símbolo gráfico que indica um comando, e do mouse, que substitui muitas das funções do teclado. A melhor forma de visualizar como o computador exibe imagens, texto ou vídeo, é imaginar que eles são uma vasta coleção de chaves interruptoras em forma de transistores microscópicos gravados em uma lâmina de silício (microchip), que controlam um grande painel feito de colunas e fileiras de lâmpadas (o monitor de vídeo). Acionando as chaves certas para acender determinadas lâmpadas, é possível desenhar qualquer figura no painel. Supondo que haja chaves-mestras que controlam dezenas de outras chaves, já previamente arranjadas, ao acionar uma única chave, acenderia uma combinação de lâmpadas que criariam um número, uma letra ou um símbolo no painel. Fonte: Paulo Ricardo Rodrigues delima Fonte: Supondo-se uma matriz com 11 linhas e 11 colunas de lâmpadas. Se pudermos controlar as lâmpadas apagadas (em branco) e acesas (em preto), podemos desenhar qualquer coisa no monitor de vídeo. Nos anos 1960 surgiram os grandes computadores, também conhecidos como mainframes. Em pouco tempo, já estavam do tamanho de uma escrivaninha. Nos anos 1970 surgiu o microcomputador, que ainda é referência para os computadores de hoje. No começo dos anos 1980 os computadores se expandiram para o campo da engenharia, das artes e da edição de imagens e nos anos 1990 houve, além da explosão mundial da internet, a união dos computadores com os serviços de telecomunicações, que continua a se aperfeiçoar ainda hoje. Computador no presente Os computadores, hoje, são partes de praticamente todas as atividades desenvolvidas pelo homem em todas as áreas do conhecimento. O desenvolvimento de softwares e hardwares específicos para determinadas tarefas, aliado ao crescimento da internet por meio de sua fusão com as telecomunicações, difundiu informações através do mundo como nunca se viu antes. A revolução digital que acontece hoje, segundo historiadores, só encontra paralelo na história com a invenção da imprensa. O salto tecnológico ocorrido a partir dos anos 1990 fez os computadores mais populares, que usavam Pentium 100, 133 ou 266 Mhz em 16

17 1998, passarem a usar O Dual Core 2.2 Ghz em Essa evolução possibilitou que inúmeros softwares, até então só operados em estações de trabalho de alta performance, pudessem ser operados em pequenas empresas e até mesmo em casa. Fundamentos de Informática Em suma, um livro, um pequeno filme, um desenho animado, uma pesquisa mundial, uma conferência e muitas outras coisas podem ser feitas em casa, em um computador comum que pode ser comprado em qualquer loja, desde que atenda as especificidades da atividade a ser desenvolvida. As mudanças que fatos como estes causaram nas atividades profissionais foram radicais para muitas profissões. Paralelamente a isso, a evolução da internet, no mesmo período, foi igualmente espantosa. Dos primeiros GIF s animados de 1998 à fusão com a televisão em meados do século XXI, a internet influiu não só nas profissões, mas também no comportamento deste século. As metodologias de ensino, a educação escolar e até mesmo as relações humanas ainda passam por um período de transformação e adaptação à internet. Em relação a tecnologia, a computação está chegando perto de seu limite, isso se considerarmos as atuais tecnologias empregadas. Os microprocessadores de silício são o coração do mundo da computação há mais de 40 anos. O atual processo usado para compactar mais e mais transistores em um chip é chamado de litografia ultravioleta profunda (DUVL); é uma técnica como a da fotografia, que foca a luz através de lentes para gravar padrões de circuitos em pastilhas de silício. A DUVL começou a alcançar seu limite por volta de 2005, então os fabricantes de chip tiveram que procurar outras tecnologias para gravar mais transistores em silício para criar chips mais poderosos. Muitos já estão de olho na litografia ultravioleta extrema (EUVL) como modo de ampliar a vida do silício pelo menos até o final da década. Esta tecnologia usa espelhos em vez de lentes para focar a luz, o que permite à luz, com comprimentos de ondas mais curtas, focalizarem precisamente a pastilha de silício. DUVL - Deep Ultraviolet Lithography EUVL - Extreme Ultraviolet Lithography Computador no futuro Duas das novas tecnologias emergentes, que segundo os especialistas serão o futuro dos computadores, são os computadores de DNA ( utilizam a biologia molecular ao invés das tecnologias tradicionais baseadas em silício) e os computadores quânticos. 17

18 Introdução à Informática DNA - Do inglês deoxyribonucleic acid, ou Ácido desoxirribonucleico; é um composto orgânico cujas moléculas contêm as instruções genéticas que coordenam o desenvolvimento e funcionamento de todos os seres vivos. Para conhecer mais sobre a história da computação, inclusive sobre a história da computação brasileira, acesse o site: com.br Os computadores de DNA têm o potencial de levar a computação para novos níveis. Há várias vantagens de usar DNA em vez de silício, a vantagem principal é que fará computadores menores e com maior capacidade de armazenamento do que qualquer computador já inventado. Um quilo de DNA tem a capacidade de armazenar mais informações que todos os computadores eletrônicos já construídos. A eficiência computacional de um minúsculo computador DNA, usando as portas lógicas de DNA, será mais poderosa que qualquer supercomputador existente hoje no mundo. Mais de 10 trilhões de moléculas de DNA podem caber em uma área de 1 cm 3. Com esse pequeno montante de DNA, um computador poderia ser capaz de armazenar 10 TB (Terabytes) de dados e realizar 10 trilhões de cálculos ao mesmo tempo. Diferentes dos computadores convencionais, os computadores de DNA poderiam realizar cálculos simultaneamente. Essa computação paralela é que vai permitir ao computador de DNA resolver problemas matemáticos complexos em horas, o que os computadores atuais levariam centenas de anos para concluírem. Os computadores de hoje trabalham manipulando bits, que podem assumir dois valores: 0 ou 1. Os computadores quânticos não são limitados a dois valores. Eles codificam informações em bits quânticos, ou qubits. Um qubit pode ser 1 ou 0, ou pode existir em superposição, ou seja, ser simultaneamente 1 e 0 ou algo entre eles. Qubits representam átomos que estão trabalhando juntos para servir como memória de computador e microprocessador. Como um computador quântico pode conter esses estados múltiplos simultaneamente, ele tem o potencial de ser milhões de vezes mais poderosos que os mais poderosos supercomputadores de hoje. Um computador quântico de 30 qubit teria a capacidade de processamento de um computador convencional capaz de executar 10 teraops (trilhões de operações por segundo). Os mais rápidos supercomputadores de hoje atingem velocidades de cerca de 2 teraops. 18

19 CAPÍTULO 2 Hardware

20 Objetivo Neste capítulo apresentamos os principais elementos que fazem parte do hardware dos computadores, bem como os principais dispositivos de armazenamento e periféricos.

21 Hardware No capítulo que iniciamos agora e nos capítulos 3 e 4 a seguir, apresentamos a você os três pilares básicos onde se sustenta a informática: O elemento físico ( Hardware); O elemento lógico ( Software); O elemento humano ( Peopleware). PEOPLEWARE HARDWARE SOFTWARE Vamos ao primeiro deles Fonte: a autora Hardware é o nome dado ao conjunto de todos os componentes físicos que formam o computador, isto é, tudo que for tangível em um computador é chamado hardware. O hardware é parte integrante de todas as etapas de funcionamento de um computador: a entrada, o processamento, o armazenamento e a saída de dados. Fonte: a autora Unidades de Entrada e Saída de dados (I/O) Um computador é uma máquina que processa dados e seus circuitos internos operam sinais eletrônicos. Para que o processamento ocorra, é necessário que dados e informações sejam representados através de um equipamento físico que o computador possa acessar. Esses dispositivos são chamados de unidades de Entrada e Saída de dados ou periféricos. Portanto, unidades de entrada e saída de dados são dispositivo físicos que permitem a comunicação entre o usuário e o computador, tanto para receber dados como para exibi-los ao usuário. Resumindo, os periféricos são encarregados de transformar a informação de entrada em sinais eletrônicos para que possam ser entendidos pelo computador, ou de traduzir os sinais eletrônicos produzidos pelo computador para que possam ser entendidos pelo usuário. Os periféricos são classificados de acordo com a função desempenhada junto ao computador da seguinte forma: 21

22 Introdução à Informática De entrada: Estes periféricos basicamente enviam informação para o computador, como por exemplo, mouse e teclado; De saída: Periféricos que transmitem informação do computador para o usuário, como por exemplo, impressora e monitor; De entrada e saída: Estes periféricos realizam as duas funções citadas anteriormente, ou seja, recebem e enviam informações. Como exemplo, podemos citar, monitor de touch screen e drive de CD/DVD; De armazenamento: São periféricos que tem por função armazenar dados e informações, como por exemplo, disco rígido e pen drive. A utilização dos periféricos é imprescindível nos sistemas informatizados e a evolução dos sistemas de informação provocou o surgimento de uma grande diversidade de periféricos, alguns nem sonhado há algumas décadas atrás. Cabe ressaltar que sua disposição física pode ser próxima ou distante do computador ao qual está servindo. Unidades de Entrada de dados A seguir examinaremos as principais unidades de entrada de dados utilizados em computadores: Monitor de touch screen é uma tela sensível ao toque. Ao tocá-la você pode selecionar opções, portanto está realizando entrada de dados e ao mesmo tempo você poderá obter informações provenientes do computador, logo, saída de dados. Mouse, trackballs e tablet Dispositivos de apontamento cuja função é apontar os objetos na tela do monitor. Há também as telas sensíveis ao toque de mão (touch screen). Juntamente com o sistema operacional, esses dispositivos possuem a habilidade de localizar a sua posição na tela, através do movimento, no caso do mouse, e do toque, no caso dos tablets e da tela touch screen. Primeiro Mouse do Mundo Fonte: Fonte: 22

23 Hardware Teclado Dispositivo cuja função é permitir a entrada de dados alfanuméricos além de alguns comandos simplificados. O sistema operacional varre constantemente as teclas em busca de interrupções que indiquem que uma tecla foi pressionada, após localizar, ele identifica a tecla e executa o comando dado. Fonte: Scanners Dispositivos destinados a digitalizar elementos reais. Uma luz varre o objeto a ser escaneado; ao encontrar sinais de cor, a luz é refletida e captada por um diodo fotossensível; em seguida, os dados são lidos por um Conversor Analógico-Digital (ADC) e após identificar as cores, as informações analógicas (comprimentos de ondas para cada cor), são transformadas em informações digitais, podendo então ser armazenadas no computador. Os fundamentos do scanner são utilizados desde o leitor de código de barras até a tomografia computadorizada. ADC - Analogic-Digital Converter Fonte: Fonte: Tablets e mesas digitalizadoras Dispositivos destinados ao desenho ou escrita de punho, diretamente para um programa de desenho ou edição de imagens. Fonte: 23

24 Introdução à Informática Unidades de Saída de dados Constituem unidade de saída de dados os equipamentos que apresentam os dados ao usuário, tais como o monitor, as caixas de som e as impressoras. Fonte: Logo abaixo você vai observar as principais unidades de saída de dados utilizados em computadores: Monitor É o dispositivo de saída mais usual. Sua função é apresentar na tela os dados e informações ao usuário. A tela consiste num sistema de representação através de pontos luminosos denominados pixel (picture element). A resolução da tela é dada pelo número de linhas horizontais e verticais, sendo que o encontro dessas linhas forma os pontos a que chamamos de pixel. As configurações mais comuns são: 800 x 600, 1024 x 768, 1280 x 1024 pixels. O tamanho de uma tela é dado pelo diâmetro, em polegada. Como exemplo temos telas de 15, 17, 21 e 24. O tamanho indicado pelo fabricante normalmente em polegadas (14, 15, etc), não corresponde a largura da tela e sim a medida realizada na diagonal da tela do monitor de vídeo. Alguns fabricantes divulgam o tamanho nominal e o real da tela de seus monitores. Veja a tabela abaixo: Tamanho domonitor Tamanho daárea visível Projetor de vídeo O projetor de vídeo, também chamado de data show ou projetor multimídia, permite a exibição da tela do computador (ou de outro dispositivo), de maneira ampliada em uma parede ou em um telão apropriado. Dessa forma, é possível a todos os presentes no ambiente assistirem apresentações de slides (seqüências de fotos, vídeos, etc). Assim como o monitor de vídeo, a resolução de um projetor pode influenciar na qualidade da imagem. Quanto maior a resolução, melhor é a definição de certos objetos exibidos. 24

25 Hardware Unidade Central de Processamento (CPU) A Unidade Central de Processamento (CPU - Central Processing Unit) constitui-se de todos os hardwares, geralmente internos, do computador que colaboram no processamento dos dados: Placa-mãe - A placa-mãe (motherboard) é o equipamento responsável pela comunicação entre todos os componentes do computador. O componente básico da placa-mãe é o PCB (Printed Circuit Board) que é a placa de circuito impresso, onde são soldados os demais componentes: capacitores, resistores, vários tipos de microchips e MOSFET s (reguladores de tensão). Fonte: Microprocessador - É o cérebro do computador, encarregado de processar a maior parte dos dados. Os principais tipos de processadores atualmente são os da família INTEL de arquitetura NetBurst (Pentium 4, Pentium D, Pentium Extreme Edition e Celeron) e da plataforma Core (Core 2 Duo, Core 2 Quad, Pentium E e Celerons 4xx) além da família AMD (Athlons de 32 bits, Athlons de 64 bits e Semprons). Fonte: Placa de som Componente da CPU destinado ao processamento de som, que pode conter inclusive um processador exclusivo destinado a aliviar o processamento do processador principal. 25

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores

Tópicos da aula. Histórico e Evolução dos Computadores. Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Tópicos da aula Introdução Histórico e Evolução dos Computadores Noções Básicas de Arquitetura de Computadores Características gerais dos componentes de um computador digital Objetivos da aula Complementar

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia

Informática, Internet e Multimídia Informática, Internet e Multimídia 1 TIPOS DE COMPUTADOR Netbook Notebook Computador Pessoal 2 Palmtop / Handheld Mainframe TIPOS DE COMPUTADOR Computador Pessoal O Computador Pessoal (PC Personal Computer),

Leia mais

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br Hardware e Software Professor: Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.br Agenda Hardware Definição Tipos Arquitetura Exercícios Software Definição Tipos Distribuição Exercícios 2 Componentesde um

Leia mais

O Computador. Conceito

O Computador. Conceito O Computador Conceito É uma máquina eletrônica de processamentos de dados programável, com grande capacidade de armazenamento de dados associado a altíssimas velocidades de processamento. Contudo, esta

Leia mais

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br Fundamentos da Informática História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br História da Computação Hoje em dia, os computadores estão presentes em nossa vida de uma forma nunca vista

Leia mais

Introdução ao Processamento de Dados - IPD

Introdução ao Processamento de Dados - IPD Introdução ao Processamento de Dados - IPD Autor: Jose de Jesus Rodrigues Lira 1 INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE DADOS IPD A Informática está no nosso dia a dia: No supermercado, no banco, no escritório,

Leia mais

Laboratório de Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz

Laboratório de Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Laboratório de Sistemas Operacionais Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Uma definição! É uma camada de software que opera entre o hardware e os programas aplicativos voltados ao usuário final. Mais uma!

Leia mais

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES

- Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES - Aula 2 ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO DA ARQUITETURA DOS COMPUTADORES 1. INTRODUÇÃO Centenas de tipos diferentes de computadores foram projetados e construídos ao longo do ciclo evolutivo dos computadores digitais.

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 1 Introdução: Um computador é uma máquina (conjunto de partes eletrônicas e eletromecânicas) capaz de sistematicamente coletar, manipular e fornecer resultados da manipulação de dados para um ou mais objetivos.

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Gerações de hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos Armazenamento de

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Aula 01 Introdução Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011.1 1 Processamento de dados 2 Organização de Computadores 3 Sistemas de Numeração Processamento de dados Processamento

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Introdução à Computação

Introdução à Computação Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Introdução à Computação DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Informática x Computação

Leia mais

Calculadoras Mecânicas

Calculadoras Mecânicas ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Evolução e Desempenho de Computadores 1ª Calculadora - séc. V a.c Muitos povos da antiguidade utilizavam o ábaco para a realização de cálculos do dia a dia, principalmente

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

O Computador. Evolução dos métodos de cálculo. Estrutura do Computador Digital

O Computador. Evolução dos métodos de cálculo. Estrutura do Computador Digital NOTAS DE AULA ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1 Introdução à Ciência da Computação Histórico da Computação A tarefa de processamento de dados consiste em: o tomar certa informação, o processá-la

Leia mais

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Hardware Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Conteúdo Definição do hardware; Tipo e tamanho dos computadores; Família dos computadores; Elementos do hardware; Portas de comunicação.

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Componentes Sistema Informação Hardware - Computadores - Periféricos Software - Sistemas Operacionais - Aplicativos - Suítes Peopleware - Analistas - Programadores - Digitadores

Leia mais

Fundamentos de Informática 1ºSemestre

Fundamentos de Informática 1ºSemestre Fundamentos de Informática 1ºSemestre Aula 1 Prof. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Uma abordagem inicial... o

Leia mais

05/02/2014 O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? PENSAR EM INFORMÁTICA É PENSAR EM:

05/02/2014 O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? O QUE É UM COMPUTADOR? PENSAR EM INFORMÁTICA É PENSAR EM: Apple I - 1976 1982 O Homem do ano Apple II - 1977 IBM PC - 1981 O QUE É UM COMPUTADOR? É uma máquina que tem a capacidade de realizar o PROCESSAMENTO de dados. É um dispositivo físico que recebe dados

Leia mais

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz

Informática Instrumental Aula 1. Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Informática Instrumental Aula 1 Prof. Msc. Fernando Nakayama de Queiroz Ementa da disciplina 1. Apresentação do sistema operacional windows e linux; 2. Aprendendo a operar o teclado e principais teclas

Leia mais

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Identificar e descrever os componentes da infraestrutura de TI Identificar e descrever os principais tipos de tecnologia de hardware e de armazenamento, e entrada

Leia mais

Histórico dos Computadores

Histórico dos Computadores Histórico dos Computadores O mais antigo equipamento para cálculo foi o ábaco (Fig. 1), que era um quadro com arruelas móveis, dispostas em arames paralelos, tendo, portanto, um mecanismo simples. Surgido

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Aula 01 Introdução à Informática Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Agenda da Aula Introdução à Informática; Dados x Informação; O Computador (Hardware); Unidades de medida.

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários 2 Partes do Sistema Computacional HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS Software Dados Usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística

Leia mais

Processamento de Dados

Processamento de Dados Processamento de Dados Evolução da Tecnologia 2000 a.c. -------------------------- 1621 Ábaco Réguas de Cálculo 1642 ------------------------------- 1890 Calculadora mecânica Início da Revolução Industrial

Leia mais

Arquitetura Genérica

Arquitetura Genérica Arquitetura Genérica Antes de tudo, vamos revisar o Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador. Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador O funcionamento de um computador pode ser

Leia mais

Capítulo 1 Os Computadores e a Sua Arquitetura

Capítulo 1 Os Computadores e a Sua Arquitetura Capítulo 1 Os Computadores e a Sua Arquitetura Neste capítulo nós trataremos de alguns conceitos básicos sobre o modelo de arquitetura dos computadores modernos, seus componentes e suas principais funções.

Leia mais

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos.

Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. Do ábaco ao palmtop. Um computador é um dispositivo capaz de executar cálculos e tomar decisões lógicas milhões de vezes mais rápidas do que podem os seres humanos. O ábaco é um instrumento mecânico usado

Leia mais

ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer)

ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer) No final do século XIX os computadores mecânicos, que realizavam cálculos através de um sistema de engrenagens, acionado por uma manivela ou outro sistema mecânico qualquer. PROF. MARCEL SANTOS SILVA O

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

MÓDULO 1: CONCEITOS DE INFORMÁTICA

MÓDULO 1: CONCEITOS DE INFORMÁTICA MÓDULO 1: CONCEITOS DE INFORMÁTICA 1 1. Tendências 2. Conceitos 3. Softwares 4. Hardwares 1. TENDÊNCIAS Os sistemas de computadores sempre se desenvolveram por meio de várias gerações. Isso pode ser notado

Leia mais

Microinformática. Perguntas:

Microinformática. Perguntas: Microinformática UNICERP Disciplina: Informática Prof. Denis Henrique Caixeta Perguntas: Como foi a evolução da computação? Qual a função do computador? O que é Hardware? O que é Software? BIT, Byte, etc

Leia mais

Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática

Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática Trabalho 01 Conceitos básicos de Microinformática Disciplina: Informática. Professor: Denis Henrique Caixeta. Valor: 4 pontos Visto no caderno 1) Quais são as características dos primeiros computadores?

Leia mais

Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade I PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Cronologia da evolução dos computadores: 3500 a.c.: os sumérios criam a numeração e o ábaco. 1500 a.c.: egípcios utilizam o Relógio de

Leia mais

Noções básicas sobre sistemas de computação

Noções básicas sobre sistemas de computação Noções básicas sobre sistemas de computação Conceitos e definições Dado: Pode ser qualquer coisa! Não tem sentido nenhum se estiver sozinho; Informação: São dados processados. Um programa determina o que

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Organização de Computadores I

Organização de Computadores I Departamento de Ciência da Computação - UFF Objetivos Organização de Computadores I Profa. Débora Christina Muchaluat Saade debora@midiacom.uff.br http://www.ic.uff.br/~debora/orgcomp Dar noções iniciais

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Surgimento da Informática

Surgimento da Informática 1 CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS INFORMÁTICA APLICADA À ADMINISTRAÇÃO I Unidade I Prof Célio Conrado www.celioconrado.com celio.conrado@gmail.com Surgimento da Informática Já

Leia mais

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO

INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO Heleno Pontes Bezerra Neto (helenopontes@lccv.ufal.br) 1. Introdução 1.1. Motivação 1.2 Histórico e Desenvolvimento dos Computadores 1.3. Organização dos Computadores 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica.

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica. Técnica - Conjunto de processos que constituem uma arte ou um ofício. Aplicação prática do conhecimento científico. Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte,

Leia mais

Princípios de Informática

Princípios de Informática Princípios de Informática Aula 1 Introdução à Informática Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Técnico em Alimentos Prof. Bruno B. Boniati www.cafw.ufsm.br/~bruno

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Estrutura de um Computador Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Hardware e Software HARDWARE: Objetos Físicos que compões o computador Circuitos Integrados, placas, cabos, memórias, dispositivos

Leia mais

Sistema de Numeração e Conversão entre Sistemas. Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 60h

Sistema de Numeração e Conversão entre Sistemas. Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 60h Sistema de Numeração e Conversão entre Sistemas. Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 60h Representação da Informação Um dispositivo eletrônico, armazena e movimenta as informações internamente

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais:

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais: Entrada e Saída Além do processador e da memória, um terceiro elemento fundamental de um sistema de computação é o conjunto de módulos de E/S. Cada módulo se conecta com o barramento do sistema ou com

Leia mais

Profº Célio Conrado 1

Profº Célio Conrado 1 Surgimento da Informática Já nos tempos remotos o ser humano sentia a necessidade de quantificar coisas, fossem cabeças de rebanho, número de inimigos ou Unidade I qualquer outra informação contável. Provavelmente

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

Chama-se sistema informatizado a integração que

Chama-se sistema informatizado a integração que Sistema Informatizado Hardware Sistema Informatizado Chama-se sistema informatizado a integração que acontece de três componentes básicos: a) Os computadores = hardware b) Os programas = software c) Os

Leia mais

U E S C. Introdução à Ciência da Computação

U E S C. Introdução à Ciência da Computação U E S C Introdução à Ciência da Computação Roteiro Unidades componentes de hardware CPU UC; ULA; Cache; Registradores. Introdução Informática é a ciência que desenvolve e utiliza a máquina para tratamento,

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática CaPíTulo I Introdução à Informática SUMÁRIO: 1. Conceitos Básicos 2. Hardware 3. Software 4. Peopleware 5. Os Profissionais de Informática 6. Linguagem de Computador (Linguagem

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

APOSTILA DA DISCIPLINA INFORMÁTICA

APOSTILA DA DISCIPLINA INFORMÁTICA Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Mandaguari Departamento de Informática APOSTILA DA DISCIPLINA INFORMÁTICA Profa. Camilla Brandel Martins Mandaguari, 2003 Ementa da Disciplina Estudo e utilização

Leia mais

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES 1951/1959 - Computadores de primeira geração Circuitos eletrônicos e válvulas Uso restrito Precisava ser reprogramado a cada tarefa Grande consumo de energia Problemas devido

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador 1 Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Curso: Sistemas de Informação Introdução 2 O Computador é uma ferramenta que

Leia mais

1. Introdução - contextos de aplicações

1. Introdução - contextos de aplicações Universidade Federal de Pelotas Sumário da Aula Fundamentos de Informática Aula 1 Noções sobre Informática, Hardware, Software e Plataformas Prof. Carlos R. Medeiros gil.medeiros@ufpel.edu.br Material

Leia mais

Que tipo de arranjo de computadores e processamento computacional traria o maior benefício para a organização?

Que tipo de arranjo de computadores e processamento computacional traria o maior benefício para a organização? Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 08 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Computadores e Informação Digital

Computadores e Informação Digital Computadores e Informação Digital Sérgio Nunes Comunicações Digitais e Internet Ciências da Comunicação, U.Porto 2011/12 Computadores Computador O que é um computador? Um computador é uma máquina programável,

Leia mais

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo ("pipeline") Execução de programas

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo (pipeline) Execução de programas http://www.ic.uff.br/~debora/fac! Dar noções iniciais dos componentes básicos de um sistema de computador, assim também como conceitos fundamentais necessários para a manipulação de informação dentro do

Leia mais

Informática. Tipos de Computadores CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS

Informática. Tipos de Computadores CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS A Informática não é um bicho de sete cabeças. Ou é até que conheçamos e desvendemos este bicho. Tudo o que é desconhecido para nós sempre nos parece algo difícil

Leia mais

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com)

Noções de Hardware. André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Hardware André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) 1 Conceitos Básicos Gerações de Hardware Tipos de computadores Partes do Microcomputador Periféricos

Leia mais

Introdução a Informática

Introdução a Informática Inclusão Projeto Digital do Jovem Agricultor Introdução a Informática Projeto 1/18 Inclusão Projeto Digital do Jovem Agricultor Conteúdo Programático Introdução; História do computador; Hardware, Software

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

Programação de Computadores I BCC 701. Introdução

Programação de Computadores I BCC 701. Introdução Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Departamento de Computação DECOM Programação de Computadores I BCC 701 Introdução 2012-01 PROF. MARCELO LUIZ SILVA

Leia mais

Apostila Informática Básica. 1.0 Introdução 1/14

Apostila Informática Básica. 1.0 Introdução 1/14 1.0 Introdução 1/14 2.0 O computador hardware: parte física de um sistema computacional, conjunto de componentes eletrônicos, elétricos, mecânicos, como placas, circuitos, fios, etc. software: parte lógica

Leia mais

LABORATORIOS DE INFORMÁTICA. prof. André Aparecido da Silva Disponível em: www.oxnar.com.br/2015/profuncionario

LABORATORIOS DE INFORMÁTICA. prof. André Aparecido da Silva Disponível em: www.oxnar.com.br/2015/profuncionario LABORATORIOS DE INFORMÁTICA prof. André Aparecido da Silva Disponível em: www.oxnar.com.br/2015/profuncionario 1 O conhecimento da humanidade só evoluiu em virtude da incessante busca do ser humano em

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann INFORMÁTICA BÁSICA Prof. Rafael Zimmermann 1. INFORMÁTICA É a ciência que estuda o processamento de informações. Nasceu da necessidade do homem processar informações cada vez mais complexas e com maior

Leia mais

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B

Hardware 2. O Gabinete. Unidades Derivadas do BYTE. 1 KB = Kilobyte = 1024B = 2 10 B. 1 MB = Megabyte = 1024KB = 2 20 B 1 2 MODULO II - HARDWARE AULA 01 OBiteoByte Byte 3 Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. 4 Aplicações: Byte 1

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Aula 02: Conceitos Básicos Conceitos Básicos Conceitos fundamentais: dado, informação e processamento de dados Conceitos de algoritmo, algoritmo ótimo, hardware. Software e

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Informática Software. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc.

Informática Software. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Informática Software Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Objetivos Definir e classificar os principais tipos de softwares Básico Aplicativos Software Categorias Principais de Software Básico Chamado de

Leia mais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Prof. Eduardo Henrique Couto ehcouto@hotmail.com 2014/1 Apresentação do Professor: Cronograma:

Leia mais

Informática para concursos

Informática para concursos Informática para concursos Prof.: Fabrício M. Melo www.professorfabricio.com msn:fabcompuway@terra.com.br Hardware Software peopleware Parte física (Tangível). Parte lógica (Intangível). Usuários. Processamento

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. por: André Aparecido da Silva. Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec

HARDWARE e SOFTWARE. por: André Aparecido da Silva. Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec HARDWARE e SOFTWARE por: André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec No âmbito eletrônico o termo hardware é bastante utilizado, principalmente na área de computação, e

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira CIRCUITOS DIGITAIS Engenharia de Computação O COMPUTADOR O homem sempre procurou máquinas que o auxiliassem em seu trabalho. O computador é consciente, trabalhador,

Leia mais

INFORMÁTICA. Prof. Rafael FernandoZimmermann

INFORMÁTICA. Prof. Rafael FernandoZimmermann INFORMÁTICA Prof. Rafael FernandoZimmermann E-mail e MSN: rafael@portalrz.com.br Site: www.portalrz.com.br Blog: rafael.portalrz.com.br Facebook: www.facebook.com/rfzimmermann82 Twitter: www.twitter.com/rfzimmermann

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br

Informática. Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Informática Técnico em Agronegócio 1º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Roteiro de Aula Introdução Computador Hardware, Software básico, Software Aplicativo Hardwares

Leia mais

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Elementos que constituem o Computador O funcionamento do computador é possível devido aos vários elementos interligados que o constituem:

Leia mais

Evolução dos Computadores. O que é computação? O que é computação? Dados. Processamento. Informações

Evolução dos Computadores. O que é computação? O que é computação? Dados. Processamento. Informações Evolução dos Computadores O que é computação? Dados Processamento Informações O que é computação? PEDIDO PROCESSAMENTO Obter o formulário Posiciona-lo na máquina Ler o pedido Datilografar Retirar o formulário

Leia mais

Faculdade UNIREAL Centro Educacional de Ensino Superior de Brasília

Faculdade UNIREAL Centro Educacional de Ensino Superior de Brasília 2. Conceitos Básicos Nesta apostila de você irá aprender os conhecimentos básicos da Informática para depois seguir adiante no estudo desta área tão importante em nossas vidas atualmente. 2.1 - Introdução

Leia mais

Informática. Prof. André Backes

Informática. Prof. André Backes Prof. André Backes Informática Informática é informação automática Informática pressupõe o uso de computadores eletrônicos no trato da informação Cabe a informática a tarefa de coletar, tratar e disseminar

Leia mais

Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração Um numeral é um símbolo ou grupo de símbolos que representa um número em um determinado instante da evolução do homem. Tem-se que, numa determinada escrita ou época, os numerais diferenciaram-se

Leia mais

Fabio Bento fbento@ifes.edu.br

Fabio Bento fbento@ifes.edu.br Fabio Bento fbento@ifes.edu.br Eletrônica Digital Sistemas de Numeração e Códigos 1. Conversões de Binário para Decimal 2. Conversões de Decimal para Binário 3. Sistema de Numeração Hexadecimal 4. Código

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática A linguagem do computador O computador, para processar e armazenar informação, utiliza linguagem binária. A linguagem do computador O bit, ou dígito binário, é a menor unidade

Leia mais