Aula 04 B. Interfaces. Prof. Ricardo Palma

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 04 B. Interfaces. Prof. Ricardo Palma"

Transcrição

1 Aula 04 B Interfaces Prof. Ricardo Palma

2 Interface SCSI SCSI é a sigla de Small Computer System Interface. A tecnologia SCSI (pronuncia-se "scuzzy") permite que você conecte uma larga gama de periféricos, tais como discos rígidos, CD-ROMs, impressoras e scanners. Características físicas e elétricas de uma interface de entrada e saída (E/S) projetadas para se conectarem e se comunicarem com dispositivos periféricos são definidas pelo SCSI. Para que um dispositivo SCSI funcione em seu computador é necessário ter uma equipamento que realize a interface entre a máquina e o hardware SCSI. Essa interface é chamada de Host Adapter. O máximo de conexões permitidas no padrão SCSI são de 15 dispositivos que são identificados por um código binário, chamado ID SCSI. Só é permitido a transmissão entre dois dispositivos ao mesmo tempo. 2

3 Interface SCSI 3

4 Interface Paralela A porta paralela é uma interface de comunicação entre um computador e um periférico. Quando a IBM criou seu primeiro PC ("Personal Computer" ou "Computador Pessoal"), a idéia era conectar a essa porta a uma impressora, mas atualmente, são vários os periféricos que se podem utilizar desta conexão para enviar e receber dados para o computador (exemplos: scanners, câmeras de vídeo, unidade de disco removível entre outros). 4

5 Interface Serial A interface serial ou porta serial, também conhecida como RS-232 é uma porta de comunicação utilizada para conectar modems, mouses, algumas impressoras e outros equipamentos de hardware. Na interface serial, os bits são transferidos em fila, ou seja, um bit de dados de cada vez. 5

6 Interface PS/2 PS/2 (Personal System/2) foi um sistema de computador pessoal criado pela IBM em 1987 com um conjunto de interfaces próprias. Um "computador PS/2" tinhas inúmeras vantagens em relação ao PC tradicional, como equipamento (hardware) homologado e todos os drivers escritos pela IBM e um sistema operacional próprio rodando nele, o OS/2. O PS/2 desapareceu do mercado em poucos anos, mas o OS/2 foi continuado para PCs comuns até meados de Porém, muitas das interfaces de hardware do PS/2 são utilizadas até hoje, por ocuparem menos espaço e serem mais rápidas. 6

7 Interface ATA ATA, um acrônimo para a expressão inglesa Advanced Technology Attachment, é um padrão para interligar dispositivos de armazenamento, como discos rígidos e drives de CD-ROMs, no interior de computadores pessoais. A evolução do padrão fez com que se reunissem em si várias tecnologias antecessoras, como: (E)IDE - (Extended) Integrated Drive Electronics ATAPI - Advanced Technology Attachment Packet Interface UDMA - Ultra DMA Este padrão apenas suporta cabos até 19 polegadas (450 mm), embora possam ser adquiridos cabos de maior comprimento, e é a forma menos dispendiosa e mais comum para este efeito. 7

8 Interface Serial ATA (SATA) Serial ATA, SATA ou S-ATA (acrônimo para Serial Advanced Technology Attachment) é uma tecnologia de transferência de dados entre um disco rígido e a placa-mãe. É o sucessor da tecnologia ATA (acrônimo de Advanced Technology Attachment também conhecido como IDE ou Integrated Drive Electronics) que foi renomeada para PATA (Parallel ATA) para se diferenciar de SATA. Diferentemente dos discos rígidos IDE, que transmitem os dados através de cabos de quarenta ou oitenta fios paralelos, o que resulta num cabo enorme, os discos rígidos SATA transferem os dados em série. Os cabos Serial ATA são formados por dois pares de fios (um para transmissão e outro para recepção) usando transmissão diferencial, e mais três fios terra, totalizando 7 fios[1], o que permite usar cabos com menor diâmetro que não interferem na ventilação do gabinete. 8

9 Interfaces ATA e SATA 9

10 USB Universal Serial Bus (USB) é um tipo de conexão Plug and Play que permite a conexão de periféricos sem a necessidade de desligar o computador. O USB foi concebido na óptica do conceito de Plug and Play, revolucionário na altura da expansão dos computadores pessoais, bem como minimizar o esforço de concepção de periféricos, no que diz respeito ao suporte por parte dos sistemas operacionais (SO) e hardware. 10

11 USB Assim, surgiu um padrão que permite ao SO e à placa-mãe diferenciar, transparentemente: A classe do equipamento (dispositivo de armazenamento, placa de rede, placa de som, etc); As necessidades de alimentação elétrica do dispositivo, caso este não disponha de alimentação própria; As necessidades de largura de banda (para um dispositivo de vídeo, serão muito superiores às de um teclado, por exemplo); As necessidades de latência máxima; Eventuais modos de operação internos ao dispositivo (por exemplo, máquina digital pode operar, geralmente, como uma webcam ou como um dispositivo de armazenamento - para transferir as imagens). 11

12 FireWire O FireWire (também conhecido como i.link, IEEE 1394 ou High Performance Serial Bus/HPSB) é uma interface serial para computadores pessoais e aparelhos digitais de áudio e vídeo que oferece comunicações de alta velocidade e serviços de dados em tempo real. O FireWire pode ser considerado uma tecnologia sucessora da quase obsoleta interface paralela SCSI. 12

13 FireWire O FireWire é uma tecnologia de Input/Output (I/O) de alta velocidade para conexão de dispositivos digitais, tais como camcorders e câmeras digitais, a computadores portáteis e desktops. Amplamente adotada por fabricantes de periféricos digitais como a Sony, Canon, JVC e Kodak, o FireWire tornou-se um padrão estabelecido na indústria tanto por consumidores como por profissionais. Desde 1995 que um grande número de camcorders digitais modernas incluem esta ligação, assim como os computadores Macintosh e PCs da Sony, para uso profissional ou pessoal de áudio/vídeo. O FireWire também foi usado no ipod da Apple durante algum tempo, o que permitia que as novas músicas pudessem ser carregadas em apenas alguns segundos, recarregando simultaneamente a bateria com a utilização de um único cabo. 13

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, DISCO RIGIDO OU WINCHESTER. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE HD, Disco Rígido ou Winchester O disco rígido - ou HD (HardDisk) - é o dispositivo de armazenamento permanente de dados mais utilizado nos computadores. Nele, são armazenados desde

Leia mais

Estrutura básica do computador; busca e execução de instruções; interrupções; barramentos

Estrutura básica do computador; busca e execução de instruções; interrupções; barramentos Estrutura básica do computador; busca e execução de instruções; interrupções; barramentos Abordaremos nesta aula assuntos referentes aos diversos tipos de barramentos existentes em um computador e ao modo

Leia mais

DRAM. DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em:

DRAM. DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em: DRAM DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em: FPM RAM (Fast Page Mode) EDO RAM (Extended Data Output RAM) BEDO RAM (Burst Extended Data Output

Leia mais

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio

Dispositivos de Armazenamento Magnéticos. Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Prof. Marciano dos Santos Dionizio Dispositivos de Armazenamento Magnéticos Dispositivo magnético ou na situação a ser estudada, dispositivo de armazenamento magnético,

Leia mais

Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394)

Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394) Serial Paralela USB FireWire(IEEE1394) histórico Tudo começou em 1980 quando a IBM estava desenvolvendo seu primeiro micro PC. Já haviam definido que o barramento ISA seria usado para permitir que o IBM

Leia mais

Aula 04 A. Barramentos. Prof. Ricardo Palma

Aula 04 A. Barramentos. Prof. Ricardo Palma Aula 04 A Barramentos Prof. Ricardo Palma Definição Em ciência da computação barramento é um conjunto de linhas de comunicação que permitem a interligação entre dispositivos, como o CPU, a memória e outros

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior Arquitetura de Computadores Professor: Vilson Heck Junior Agenda Conceitos Estrutura Funcionamento Arquitetura Tipos Atividades Barramentos Conceitos Como já discutimos, os principais componentes de um

Leia mais

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais:

Por razões, é requerido um módulo de E/S, que deve desempenhar duas funções principais: Entrada e Saída Além do processador e da memória, um terceiro elemento fundamental de um sistema de computação é o conjunto de módulos de E/S. Cada módulo se conecta com o barramento do sistema ou com

Leia mais

Técnicas de Manutenção de Computadores

Técnicas de Manutenção de Computadores Técnicas de Manutenção de Computadores Professor: Luiz Claudio Ferreira de Souza Placa Mãe Dispositivos (Onboard) São aqueles encontrados na própria Placa Mãe. Ex: Rede, Som, Vídeo e etc... Prof. Luiz

Leia mais

Barramento. Barramentos. Barramento. Barramento

Barramento. Barramentos. Barramento. Barramento s Arquiteturas de Conjunto de conexões elétricas/lógicas paralelas Permitem a transmissão de dados, endereços e sinais de controle entre os diversos módulos funcionais do computador Consiste de vários

Leia mais

Barramento - Significado

Barramento - Significado Barramento - Significado Barramento é um conjunto de linhas de comunicação que permitem a ligação entre dispositivos, como a CPU, as memórias e outros periféricos. ricos. Barramento - Significado O Barramento,

Leia mais

FIREWIRE. O logotipo padronizado: Suas principais vantagens:

FIREWIRE. O logotipo padronizado: Suas principais vantagens: FIREWIRE O barramento Firewire, também conhecido como IEEE 1394 ou como i.link, foi desenvolvido inicialmente pela Apple Computer em 1996, como um barramento serial de alta velocidade, e transfere um grande

Leia mais

DISCOS RÍGIDOS. O interior de um disco rígido

DISCOS RÍGIDOS. O interior de um disco rígido Serve para guardarmos os ficheiros de forma aleatória e de grande tamanho São constituídos por discos magnéticos (pratos) de lâminas metálicas extremamente rígidas (daí o nome de disco rígido). Esses discos

Leia mais

Barramentos 17/10/2011. Redes de Computadores. Arquitetura de Computadores FACULDADE PITÁGORAS DE TECNOLOGIA FACULDADE PITÁGORAS DE TECNOLOGIA.

Barramentos 17/10/2011. Redes de Computadores. Arquitetura de Computadores FACULDADE PITÁGORAS DE TECNOLOGIA FACULDADE PITÁGORAS DE TECNOLOGIA. Redes de Computadores Arquitetura de Computadores Agenda Introdução Tipos de Aplicações 1 Barramento é uma via de comunicação. Temos vários tipos de barramentos em um computador devido a aspectos históricos;

Leia mais

Portas de Comunicação. http://www.walmorgodoi.com

Portas de Comunicação. http://www.walmorgodoi.com Introdução à Programação Portas de Comunicação Prof.: Walmor Cardoso Godoi,M.Sc. http://www.walmorgodoi.com USB Fireware Porta Paralela Agenda Introdução Aplicação em Controle de Display PortaSerial Introdução

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Barramento Também conhecido como BUS É um conjunto de linhas de comunicação que permitem a interligação entre dispositivos,

Leia mais

Barramentos do Sistema

Barramentos do Sistema Barramentos do Sistema AOC: Arquitetura e Organização de Computadores Computador CPU Quais os barramentos? Unidade lógica e aritmética Equipamentos de E/S Memória principal Unidade de controle Linhas de

Leia mais

Fundamentos de Hardware

Fundamentos de Hardware Fundamentos de Hardware Unidade 8 - Periféricos de armazenamento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO... 3 DISCO RÍGIDO (HD)... 3 TECNOLOGIAS DE TRANSFERÊNCIA... 3 IDE/ATA/PATA...

Leia mais

Setores, trilhas, cabeças e cilindros.

Setores, trilhas, cabeças e cilindros. Aula 13 Arquitetura de Computadores 03/11/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Curso Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber DISCO RÍGIDO Disco rígido, disco duro ou HD (Hard Disk) é a parte do

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Arquitetura e Organização de Computadores Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2008 Tópicos Processadores Memória Principal Memória

Leia mais

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária

Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Introdução à Organização de Computadores Memória Secundária Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 Tópicos Processadores Memória Principal Memória Secundária

Leia mais

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória Secundária Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória de grande capacidade (dezenas de Gigabytes). Armazenamento massivo. Implementada em meio magnético (hard disk, fitas magnéticas)

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Hardware de Computadores Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Hardware de Computadores 1 O disco rígido, é um sistema de armazenamento de alta

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br.

Apresentação. Conceitos Iniciais. Apresentação & Introdução. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação Apresentação & Introdução Condicionamento www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Mensurando Dados Sistemas de numeração Conceitos

Leia mais

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment)

Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Serial ATA (SATA - Serial Advanced Technology Attachment) Introdução Os computadores são constituídos por uma série de tecnologias que atuam em conjunto. Processadores, memórias, chips gráficos, entre

Leia mais

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução.

Apresentação. Conceitos Iniciais. www.profricardobeck.com.br. contato@profricardobeck.com.br. Apresentação & Introdução. Apresentação www.profricardobeck.com.br contato@profricardobeck.com.br Apresentação & Introdução Condicionamento Material Didático Site / E-mail Testes? Edital Conceitos Iniciais 1 Mensurando Dados Sistemas

Leia mais

CAPÍTULO 5. INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO

CAPÍTULO 5. INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO 28 CAPÍTULO 5 INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO Interfaces para periféricos de armazenamento: Periféricos de armazenamento,

Leia mais

Computador. Principais Características

Computador. Principais Características Computador Principais Características DISCO RÍGIDO HD SISTEMAS DE ARQUIVOS - WINDOWS IBM 305 RAMAC Ano 1956 Primeiro HD Um disco rígido ou HD, é um dispositivo composto por uma ou várias lâminas rígidas

Leia mais

IEEE 1394 PORQUE OUTRO BARRAMENTO? Grande crescimento do número de conectores no PC. Equipamentos analógicos migrando para digital

IEEE 1394 PORQUE OUTRO BARRAMENTO? Grande crescimento do número de conectores no PC. Equipamentos analógicos migrando para digital Histórico IEEE 1394 1986 - primeiras idéias concretas trazidas pela Apple Computers que adotou a denominação FireWire. 1987 - primeira especificação do padrão. 1995 adoção pelo IEEE do padrão IEEE 394.

Leia mais

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário

Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória Secundária Arquitetura de Computadores Armazenamento Secundário Memória de grande capacidade (dezenas de Gigabytes). Armazenamento massivo. Implementada em meio magnético (hard disk, fitas magnéticas)

Leia mais

Barramentos e Chipsets

Barramentos e Chipsets Sumário Introdução Barramentos e Chipsets Eduardo Amaral Barramentos Barramento frontal (Front Side Bus) Barramento de memória Barramento de externo ou de I/O Chipset Ponte norte Ponte sul Introdução Organização

Leia mais

Barramentos - BUS. Professor Especialista: Airton Ribeiro de Sousa

Barramentos - BUS. Professor Especialista: Airton Ribeiro de Sousa Professor Especialista: Airton Ribeiro de Sousa É o percurso principal dos dados entre dois ou mais componentes de um sistema de computação, neste caso são os caminhos arquitetados na PLACA MÃE até o ponto

Leia mais

Dispositivos de Entrada e Saída E/S E/S E/S E/S E/S

Dispositivos de Entrada e Saída E/S E/S E/S E/S E/S Dispositivos de Entrada e Saída Também chamados de: Periféricos Unidades de Entrada e Saída Destinam-se à captação de informações necessárias ao processamento pelo computador e na disponibilização da informação

Leia mais

Estrutura e funcionamento de um sistema informático

Estrutura e funcionamento de um sistema informático Estrutura e funcionamento de um sistema informático 2006/2007 Sumário A constituição de um sistema informático: hardware e software. A placa principal. O processador, o barramento e a base digital. Ficha

Leia mais

HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO

HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO HD (Hard Disk) DISCO RÍGIDO HISTÓRIA O primeiro disco rígido (o IBM 350) foi construído em 1956, e era formado por um conjunto de nada menos que 50 discos de 24 polegadas de diâmetro, com uma capacidade

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra Departamento de Engenharia Informática Arquitectura de Computadores 2 João Eurico Rosa Pinto jepinto@student.dei.uc.pt Filipe Duarte da Silva

Leia mais

CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA

CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA 8 CAPÍTULO 2 CARACTERÍSTICAS DE E/S E PORTA PARALELA A porta paralela, também conhecida por printer port ou Centronics e a porta serial (RS-232) são interfaces bastante comuns que, apesar de estarem praticamente

Leia mais

Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída

Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída Arquitetura de Entrada e Saída Arquitetura de Computadores Arquitetura de entrada e saída Barramento Meio de transmissão de dados entre a CPU, a memória principal e os dispositivos de entrada e saída.

Leia mais

Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores Placa Mãe

Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores Placa Mãe Instituto Federal do Pará - IFPA Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores Placa Mãe Componentes Básicos do Computador MEMÓRIA

Leia mais

Hardware Discos Rígidos C L A U D I O D A M A S C E N O

Hardware Discos Rígidos C L A U D I O D A M A S C E N O Hardware Discos Rígidos C L A U D I O D A M A S C E N O DISCO RIGIDO (HARD DISC) 2 DISCO RÍGIDO 3 Com a evolução das máquinas, tornou-se necessários que existisse fixo dentro do computador, uma unidade

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Introdução sobre à porta USB

Introdução sobre à porta USB Introdução sobre à porta USB O USB (Universal Serial Bus) surgiu em 1995 com uma parceria entre várias companhias de alta tecnologia (Compaq, Hewlett-Packard, Intel, Lucent, Microsoft, NEC e Philips).

Leia mais

Por Julio Cesar jcpaf

Por Julio Cesar jcpaf Por Julio Cesar jcpaf Introdução Do mesmo modo que a interface paralela IEEE 1284, vulgarmente conhecida como porta de impressora, perdeu espaço para os novos padrões seriais como USB e FireWire como padrão

Leia mais

Placa Mãe. Placa Mãe. Placa Mãe. Placa Mãe 11/5/2010. Componentes Básicos do Computador. Instituto Federal do Pará - IFPA. Anatomia de uma placa-mãe

Placa Mãe. Placa Mãe. Placa Mãe. Placa Mãe 11/5/2010. Componentes Básicos do Computador. Instituto Federal do Pará - IFPA. Anatomia de uma placa-mãe Componentes Básicos do Computador MEMÓRIA PRINCIPAL Instituto Federal do Pará - IFPA Ricardo José Cabeça de Souza ricardo.souza@ifpa.edu.br 2010 Atualização em Hardware Manutenção de Microcomputadores

Leia mais

June 11, 2012. Instituto de Computação - Universidade Estadual de Campinas. Tecnologias de Armazenamento. Murilo Adriano Vasconcelos

June 11, 2012. Instituto de Computação - Universidade Estadual de Campinas. Tecnologias de Armazenamento. Murilo Adriano Vasconcelos Instituto de Computação - Universidade Estadual de Campinas June 11, 2012 1 2 Interface ATA/IDE Interface SATA Interface SCSI Interface SAS 3 4 Solid State Drives - SSD Fusion-io Evolução da tecnologia

Leia mais

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição

William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição William Stallings Arquitetura e Organização de Computadores 8 a Edição Capítulo 7 Entrada/saída Os textos nestas caixas foram adicionados pelo Prof. Joubert slide 1 Problemas de entrada/saída Grande variedade

Leia mais

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários

23/05/2013. Partes do Sistema Computacional. Hardware. Ciclo do Processamento de Dados HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS. Hardware Software Dados Usuários 2 Partes do Sistema Computacional HARDWARE: CONCEITOS BÁSICOS Software Dados Usuários Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística

Leia mais

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 03 Componentes Básicos Hardware e Rede Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Principais Componentes Barramentos Placa Mãe Processadores Armazenamento

Leia mais

5 Entrada e Saída de Dados:

5 Entrada e Saída de Dados: 5 Entrada e Saída de Dados: 5.1 - Arquitetura de Entrada e Saída: O sistema de entrada e saída de dados é o responsável pela ligação do sistema computacional com o mundo externo. Através de dispositivos

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Entrada/Saída Material adaptado, atualizado e traduzido de: STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de Computadores. 5ª edição Problemas Entrada/Saída Grande

Leia mais

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS.

INTRODUÇÃO BARRAMENTO PCI EXPRESS. INTRODUÇÃO BARRAMENTO EXPRESS. O processador se comunica com os outros periféricos do micro através de um caminho de dados chamado barramento. Desde o lançamento do primeiro PC em 1981 até os dias de hoje,

Leia mais

Scanners Manual Básico. Um guia prático e rápido para conhecer o melhor tipo de equipamento para seus trabalhos.

Scanners Manual Básico. Um guia prático e rápido para conhecer o melhor tipo de equipamento para seus trabalhos. Scanners Manual Básico Um guia prático e rápido para conhecer o melhor tipo de equipamento para seus trabalhos. Tipos de Scanners Diferentes tipos de scanners funcionam de diferentes maneiras. Conheça

Leia mais

Hardware Hard Disk. Prof. Felipe A. Pires

Hardware Hard Disk. Prof. Felipe A. Pires Hardware Hard Disk Prof. Felipe A. Pires O que é HD? HD ou Hard Disk (Disco rígido) é a parte do computador onde estão armazenados todos os dados ou informações do computador. É caracterizado como memória

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação

Introdução à Ciência da Computação UESC Introdução à Ciência da Computação Dispositivos de entrada CPU Memória Dispositivos de saída Fluxo de Informações Central Processing Unit - CPU Unidade Central de Processamento - UCP Responsável

Leia mais

Como è feito computador

Como è feito computador Como è feito computador O computador contém uma parte elétrica e uma parte eletrónica. Parte elétrica é usada para transformar e dinstribuir a eletricidade que vem para os vários componentes. Parte eletrónica

Leia mais

Organização e arquitetura de computadores Protocolos de barramento

Organização e arquitetura de computadores Protocolos de barramento Organização e arquitetura de computadores Protocolos de barramento Alunos: José Malan, Gustavo Marques, Johnathan Alves, Leonardo Cavalcante. Universal serial bus (USB) O USB é um padrão da indústria que

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas das Tecnologias

Leia mais

Introdução à Informática. Alexandre Meslin

Introdução à Informática. Alexandre Meslin Introdução à Informática Alexandre Meslin (meslin@nce.ufrj.br) Módulo 4 Objetivos Aula 1 Componentes principais em um computador pessoal Fluxo de informações em um computador idealizado Componentes do

Leia mais

CAPÍTULO 4 Interface USB

CAPÍTULO 4 Interface USB Interfaces e Periféricos 29 CAPÍTULO 4 Interface USB Introdução Todo computador comprado atualmente possui uma ou mais portas (conectores) USB. Estas portas USB permitem que se conecte desde mouses até

Leia mais

Fundamentos de Hardware. 1. Placa Mãe

Fundamentos de Hardware. 1. Placa Mãe Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Departamento de Eletrônica e Computação - DELC Fundamentos de Informática Prof. Cesar Tadeu Pozzer Julho de 2006 Fundamentos de Hardware Os seguintes links representam

Leia mais

A placa-mãe é o componente mais importante do micro, pois é ela a responsável pela comunicação entre todos os componentes.

A placa-mãe é o componente mais importante do micro, pois é ela a responsável pela comunicação entre todos os componentes. Placa Mãe A placa-mãe é o componente mais importante do micro, pois é ela a responsável pela comunicação entre todos os componentes. A qualidade da placa-mãe é de longe mais importante que o desempenho

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 2. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 2 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Índice Continuação aula anterior... Memória Barramento Unidades de armazenamento Periféricos Interfaces

Leia mais

4.4 - Barramentos. CEFET-RS Curso de Eletrônica. Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva. robertacnobre@gmail.com e sandro@cefetrs.tche.

4.4 - Barramentos. CEFET-RS Curso de Eletrônica. Profs. Roberta Nobre & Sandro Silva. robertacnobre@gmail.com e sandro@cefetrs.tche. CEFET-RS Curso de Eletrônica 4.4 - Barramentos robertacnobre@gmail.com e sandro@cefetrs.tche.br Unidade 04.4.1 Barramentos São elementos de hardware que permitem a interconexão entre os componentes do

Leia mais

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR

CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR CONHEÇA MELHOR SEU COMPUTADOR Por: Pedro ( Lan House Viagem Virtual ) Sacie sua fome de conhecimento, veja em ordem alfabética os principais termos sobre hardware. Como muitos devem saber, os computadores

Leia mais

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br

Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Vitor Amadeu Souza vitor@cerne-tec.com.br Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br ARMAZENAMENTO DE DADOS Introdução Vários periféricos podem ser usados para permitir o armazenamento e interface do computador.

Leia mais

Informática para concursos

Informática para concursos Informática para concursos Prof.: Fabrício M. Melo www.professorfabricio.com msn:fabcompuway@terra.com.br Hardware Software peopleware Parte física (Tangível). Parte lógica (Intangível). Usuários. Processamento

Leia mais

Sistemas Operacionais Entrada / Saída. Carlos Ferraz (cagf@cin.ufpe.br) Jorge Cavalcanti Fonsêca (jcbf@cin.ufpe.br)

Sistemas Operacionais Entrada / Saída. Carlos Ferraz (cagf@cin.ufpe.br) Jorge Cavalcanti Fonsêca (jcbf@cin.ufpe.br) Sistemas Operacionais Entrada / Saída Carlos Ferraz (cagf@cin.ufpe.br) Jorge Cavalcanti Fonsêca (jcbf@cin.ufpe.br) Tópicos Princípios do hardware de E/S Princípios do software de E/S Camadas do software

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Correcção da ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas

Leia mais

Breve Introdução aos Computadores. Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto

Breve Introdução aos Computadores. Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Breve Introdução aos Computadores Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Introduzir Dados Processar Dados Apresentar Dados U. S. Army Photo Computador Sistema programável que permite armazenar,

Leia mais

É solicitada fonte de 400Watts e volume máximo de 13.000cm3.

É solicitada fonte de 400Watts e volume máximo de 13.000cm3. Florianópolis, 14 de outubro de 2015. Para que todos tenham o mesmo entendimento, abaixo questionamentos formulados por empresa interessada no certame, bem como os esclarecimentos por parte do Senac/SC.

Leia mais

Sumário. Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4. Soquetes...8. Onde Economizar... 19

Sumário. Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4. Soquetes...8. Onde Economizar... 19 VI Sumário Parte I O Que Comprar...1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4 O Que Comprar... 5 Características Técnicas...6 Soquetes...8 Onde Economizar... 8 OEM vs. Box...8 Núcleos de

Leia mais

Barramentos e Interfaces

Barramentos e Interfaces Franklin Lima 1 Larissa Moraes 1 Marco Túlio 1 Miguel de Jesus 1 Poliana Ferreira 1 1 Departamento de Tecnologia Eletro-Eletrônica Instituto Federal da Bahia Seminário IEC, 2010 Prof. André Ferreira 1

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE PLACA FAX/MODEM. Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE PLACA FAX/MODEM. Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE O modem permite a conexão do micro com outros computadores ou aparelhos de fax via linha telefônica. Nos últimos tempos a maioria dos usuários adquire este periférico para poder

Leia mais

Conhecendo o Disco Rígido

Conhecendo o Disco Rígido Conhecendo o Disco Rígido O disco rígido ou HD (Hard Disk), é o dispositivo de armazenamento de dados mais usado nos computadores. Nele, é possível guardar não só seus arquivos como também todos os dados

Leia mais

Organização e Arquitectura do Computador

Organização e Arquitectura do Computador Arquitectura de Computadores II Engenharia Informática (11545) Tecnologias e Sistemas de Informação (6621) Organização e Arquitectura do Computador Fonte: Arquitectura de Computadores, José Delgado, IST,

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

HIERARQUIA DE MEMÓRIAS

HIERARQUIA DE MEMÓRIAS MEMÓRIA SECUNDARIA HIERARQUIA DE MEMÓRIAS Memórias Memória Secundaria Memória Terciária Sigla NOME TECNOLOGIA ROM Read Only Memory (memória somente de leitura) Gravada na fábrica uma única vez PROM EPROM

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Sistemas de Entrada/Saída Princípios de Hardware Sistema de Entrada/Saída Visão Geral Princípios de Hardware Dispositivos de E/S Estrutura Típica do Barramento de um PC Interrupções

Leia mais

Visão Computacional. Alessandro L. Koerich. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Visão Computacional. Alessandro L. Koerich. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná (UFPR) Visão Computacional Alessandro L. Koerich Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Universidade Federal do Paraná (UFPR) Interfaces Câmera PC Analógica, Firewire, GigE, Camera Link, USB Introdução

Leia mais

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários

Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Curso básico em técnicas de Manutenção para activistas comunitários Perguntas relacionadas com a Aula 2 do Módulo I Aula 2 1. Qual das alíneas encontram-se mencionados todos os tipos de computador por

Leia mais

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof.

Introdução à Informática. Aula 04. Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados. Prof. Aula 04 Sistemas Operacionais Aplicativos e Utilitários Transmissão e meios de transmissão de dados Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware:

Leia mais

USB (Universal Serial Bus Barramento Serial Universal)

USB (Universal Serial Bus Barramento Serial Universal) USB (Universal Serial Bus Barramento Serial Universal) Organizado por Gustavo Aguiar Novembro 2007 I ntrodução Todo computador comprado atualmente possui uma ou mais portas (conectores) USB. Estas portas

Leia mais

Arquitetura de Computadores - Barramentos e Estruturas de Interconexão. por Helcio Wagner da Silva

Arquitetura de Computadores - Barramentos e Estruturas de Interconexão. por Helcio Wagner da Silva Arquitetura de Computadores - Barramentos e Estruturas de Interconexão por Helcio Wagner da Silva Barramentos Para que servem: Integrar os diferentes componentes da placa-mãe Permitir instalação de placas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES

CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES 1 CLASSIFICAÇÃO DOS COMPUTADORES Desktop: São os computadores pessoais, os PC s. São chamados de desktop por serem considerados micros de mesa, veja a figura ao lado. Muito cobrado em concurso é ter uma

Leia mais

Periféricos e Interfaces had. 1.1 Conceitos elementares Um sistema computacional pode ser dividido de um modo abstracto em 4 componentes:

Periféricos e Interfaces had. 1.1 Conceitos elementares Um sistema computacional pode ser dividido de um modo abstracto em 4 componentes: 1 Introdução 1.1 Conceitos elementares Um sistema computacional pode ser dividido de um modo abstracto em 4 componentes: 1. Hardware (processador também designado por Central Processing Unit, memória,

Leia mais

SSC0112 Organização de Computadores Digitais I

SSC0112 Organização de Computadores Digitais I SSC0112 Organização de Computadores Digitais I 26ª Aula Interfaces Profa. Sarita Mazzini Bruschi sarita@icmc.usp.br 1 Algumas definições Controlador (controller) Circuitos integrados que fornecem uma função

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

Montagem de Micros Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos. Parte I O Que Comprar... 1

Montagem de Micros Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos. Parte I O Que Comprar... 1 VI Sumário Parte I O Que Comprar... 1 Capítulo 1 Processador... 3 Introdução... 3 Mitos... 4 O Que Comprar... 5 Características Técnicas... 8 Soquetes...9 Onde Economizar... 10 OEM vs. Box...11 Controlador

Leia mais

Placas Adaptadoras e montagem de Redes

Placas Adaptadoras e montagem de Redes Placas Adaptadoras e montagem de Redes Objetivos da aula: 1 - Descrever a função da placa adaptadora de rede em uma rede. 2 - Descrever as opções de configuração para placas adaptadoras de rede. 3 - Listar

Leia mais

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br

Fundamentos da Informática. História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br Fundamentos da Informática História dos Computadores Prof. Hélder Almeida www.helderalmeida.com.br História da Computação Hoje em dia, os computadores estão presentes em nossa vida de uma forma nunca vista

Leia mais

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1

Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Montagem e Manutenção de Computadores Aula1 Programa Instrutor Universidade Federal do Paraná Departamento de Informática 18 de Maio de 2010 Programa Instrutor (Universidade Federal do Montagem Paraná,

Leia mais

MICROCOMPUTADOR TIPO I

MICROCOMPUTADOR TIPO I MICROCOMPUTADOR TIPO I Processador...: Processador com memória cache mínima de 1 MB; Tipo...: 1)Intel Pentium IV Prescott com freqüência de 3.0 Ghz ou Superior Memória...: Memória RAM instalada de 512

Leia mais

MINI DICIONÁRIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA. São apresentados aqui alguns conceitos básicos relativos à Informática.

MINI DICIONÁRIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA. São apresentados aqui alguns conceitos básicos relativos à Informática. Tecnologias da Informação e Comunicação MINI DICIONÁRIO TÉCNICO DE INFORMÁTICA São apresentados aqui alguns conceitos básicos relativos à Informática. Informática: Tratamento da informação por meios automáticos.

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais