centena dezena unidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "centena dezena unidade 10 2 10 1 10 0 275 2 7 5 200 + 70 + 5 275"

Transcrição

1 A. Sistemas de Numeração. Para se entender a linguagem do computador (o Código de Máquina), é necessário conhecer um pouco da teoria dos números. Não é uma tarefa tão difícil quanto pode parecer. Sabendo-se contar até 16, não terá qualquer dificuldade. Mas, inicialmente é preciso aprender a contar até 2. A.1. Decimal (Base 10) Mesmo a pessoa mais avessa à matemática não tem qualquer dificuldade para dizer as horas ou acompanhar o resultado de uma partida de futebol. O uso dos números faz parte do dia-a-dia de tal forma que nunca nos preocupamos com a maneira com que eles funcionam. No mundo ocidental usamos habitualmente um sistema numérico baseado no número 10. Isto significa que começamos uma contagem usando os números de 0 a 9. Se precisarmos de uma grandeza maior do que 9, usamos os dígitos disponíveis. Assim, colocamos o 1 na casa da esquerda e o 0 à sua direita (10). Este é chamado de um sistema de numeração de base 10 ou decimal, porque o valor do dígito é multiplicado por 10 a cada posição que se conta. Por exemplo, o número 275 corresponde ao valor calculado por 2 x x x 10 0, ou seja Todo sistema que usa esse método para representar números é chamado de posicional. centena dezena unidade x x x Tudo isso parece óbvio porque fazemos esses cálculos todos os dias, sem pensarmos muito neles. Entretanto, existem outros sistemas de numeração, diferentes do decimal, como por exemplo, os que são usados nos modernos micros. A.2. Binário (Base 2) Para os computadores digitais, o sistema de numeração mais apropriado é o baseado no número 2. Isso acontece porque o computador é composto de circuitos eletrônicos que possuem dois estados evidentes: ligado (há corrente de energia) e desligado (não há corrente). O estado desligado representa o número 0, e o ligado, o número 1. E, na base 2, estes são todos os dígitos de que se necessita para expressar qualquer valor. O sistema binário é composto apenas por zeros e uns; todos os outros dígitos foram abolidos. Dessa forma, se se começar a contar da maneira habitual, não vai passar de 1. Some 1 2 a 1 2 e terá o número 1 deslocado uma casa para a esquerda, enquanto a casa da direita é zerada. Assim, em binário, = Contar de 0 a 15, em decimal, resulta em (não adianta tentar decorar...): DECIMAL BINÁRIO DECIMAL BINÁRIO A adição de valores binários obedece a seguinte regra: = 0 ; = 1 ; = 0, "vai 1". Para somar , deve-se primeiramente somar os dois números da direita, A seguir, devem ser somados os dois da esquerda, 1+1 o que dá 2; só que em binário é Assim =101 2 ; ou seja, em decimal, 2+3=5. A

2 A subtração em binário é um processo tão direto quanto a soma. O único detalhe a observar é o número que se leva para a próxima casa. A multiplicação e a divisão são tão fáceis que até um computador pode fazer essas operações. No primeiro caso, tudo se resume a multiplicar 0 x 0 = 0 ; 0 x 1= 0 ; 1 x 1 = 1. A divisão é igualmente simples: em cada operação, basta decidir se o divisor está dentro do dividendo uma vez ou nenhuma vez, ou 0 0 = 0 ; 0 1 = 0 ; 1 0 = 0 ; 1 1 = 1. A.3. Hexadecimal (Base 16) Embora o sistema de numeração binário seja muito simples, pelo fato de haver muitos zeros e uns na composição de números com oito, dezesseis ou mais dígitos binários, pode-se criar certa dificuldade na compreensão e manipulação. Os esforços para contornar tais problemas fez com que surgisse um sistema numérico com outra base, mas que ainda seja semelhante, em concepção, ao sistema binário utilizado pelo computador. O sistema universalmente adotado para isso é o hexadecimal ("hexa" para os íntimos), no qual os números utilizam a base 16. Antes de mais nada, esse sistema está suficientemente próximo do decimal para ser tolerado por nós, simples mortais. Mas, além disso, 16 é uma potência de 2. Isso significa dizer que a conversão entre os sistemas binário e hexadecimal, nos dois sentidos é extremamente simples. A única dificuldade é que qualquer sistema com base maior do que 10 precisa de novos algarismos, além dos costumeiros decimais (de 0 a 9). De qualquer forma, na base hexadecimal, os dígitos seriam compreendidos entre 0 e 15 (todavia, o próprio 15 utiliza dois dígitos; por esta razão, os dígitos, entre 10 e 15 serão entendidos como A 16, B 16, C 16, D 16, E 16 e F 16 ). Veja: Decimal: Hexadecimal: A B C D E F Observe, portanto, que o valor máximo de um dígito hexadecimal é 15, representado pelo dígito F (não é letra "F"!). Conhecendo-se a base binária, o valor 15 corresponde a (= ), portanto, cada 4 dígitos binários correspondem a 1 dígito hexadecimal (por exemplo, o valor binário , separando-se cada 4 dígitos binários, da direita para a esquerda, ou seja, , obtém-se o valor 41 h. No sentido inverso, o valor E9 h, corresponde a E h = 14 = = e 9 h = 8+1=1001 2, portanto, E9 h 2 = ). B. Conversão de Bases. B.1. Convertendo de Binário para Decimal (multiplicar os 1s por 2 posição deste 1 ): x x x x x x x B.2. Convertendo de Decimal para Binário (ir dividindo por 2 e, inversamente, pegar os restos): = Outra forma é: Encontre o maior valor possível, igual ou menor que o que deve ser convertido e que corresponda a um valor exponencial de 2 (2 n 1,2,4,8,16,32,64,128,...) e o preencha com o valor 1. Faça o mesmo com o valor que resta, até que não haja mais resto. B

3 Experimente com 46: 2 5 =32 (46-32=14) =8 (14-8=6) =4 (6-4=2) = = = = = 46 Experimente com o valor 127, depois com 235, etc. B.3. Convertendo de Hexa para Decimal (multiplicar os valores por 16 posição ): F6DA = F 6 D A (15) (6) (13) (10) Fx x256 Dx16 Ax1 = = CA = 4 C A = 10 x x x 16 2 = 1226 B.4. Convertendo de Decimal para Hexadecimal (ir dividindo por 16 e pegar os restos): = C h = 150 h C. Operações com Sistema de Numeração Binário. C.1. Adição Binária A adição binária funciona a partir do dígito extremo a direita, obedecendo a seguinte regra: = 0 ; = 1 ; = 1 ; = 0, "vai 1". Observe como essas operações funcionam: inicia-se aqui! vai 1 vai 1 vai Em Decimal: ( = 137) C.2. Subtração Binária A subtração binária obedece a seguinte regra: 0 0 = 0, 0 1 = 1, 1 empresta 1, 1 0 = 1, 1 1 = 0. No caso de 0-1, antes de calcular, "empresta-se" 1 do dígito à esquerda. Caso não o possua, este próximo dígito emprestará 1 do que está a sua esquerda e assim por diante. Observe o exemplo abaixo, com o cálculo binário : 10 (2) (1) (1) Ao invés de 0-1, faz-se 10-1, retirando a "dezena" da esquerda e se, virou (2) nesta casa, o valor for 0, esta retirará da sua esquerda até haver o Em Decimal: ( = 21 ) C

4 C.3. Multiplicação Binária Em cada fase da multiplicação binária, obedece-se a seguinte regra: 0 0 = 0, 0 1 = 0, 1 0 = 0, 1 1 = 1. Veja como isto se aplica no exemplo abaixo: Em Decimal: (13 x 11 = 143) C.4. Divisão Binária Na divisão binária, finalmente, é necessário verificar se o divisor cabe no dividendo pelo menos uma vez. Se isto acontecer, o resultado será 1; caso contrário, será 0. Isso faz da divisão uma das operações binárias mais simples. Veja o exemplo: = = Em Decimal: (25 / 5 = 5) D. Bits e Bytes + Tabela ASCII: Os números binários refletem exatamente o que acontece no computador, ou seja, há ou não corrente elétrica. As instruções ou dados que se dá a ele são codificados em números binários, que, por sua vez, são manipulados e armazenados pelos circuitos internos do aparelho. Assim, quando começa-se a dominar o sistema binário, inicia-se a compreensão de como funciona o computador (ou qualquer máquina binária). Cada um dos dígitos de um número binário é representado eletronicamente dentro do computador por um circuito ligado ou desligado. Se está ligado, o valor é 1. Se pelo contrário, o circuito está desligado, o valor é 0. Cada digito é conhecido como bit (que vem da palavra inglesa Binary digit). Se o computador trata de números binários, então como distinguir a letra "A" da "B" e assim por diante? É óbvio que um bit sozinho não consegue fazer isto, pois contém o valor 0 ou 1 e só. Portanto, para se conseguir resultados mais significativos, torna-se necessário o agrupamento de vários bits, para que, em conjunto, representem valores maiores. Para facilitar, pode-se comparar um bit com um interruptor de lâmpada que, se na posição 0, a mantém apagada e na 1, acesa. Todavia, para se ter maior liberdade na iluminação, pode-se combinar uma série de interruptores em circuito, os quais controlarão várias lâmpadas entre acesas e apagadas. Em quase todos os micros, os bits estão organizados em "circuitos" de oito, formando o que se conhece como um byte. Cada byte representa, assim, oito dígitos binários (como se fossem 8 interruptores), que portanto pode armazenar qualquer número entre e , ou , que corresponde aos valores decimais de 0 a 255. Valores maiores que 255 são representados por dois ou mais bytes Zeros e uns binários foram usados para representar vários números até este ponto. Os bits também podem ser codificados para representar letras do alfabeto, números e sinais de pontuação. Representado pelo American Standard Code for Information Interchange (ASCII), em português é Código Padrão Americano para Troca de Informação. O código ASCII é usado amplamente em sistemas de computadores para transformar os D

5 caracteres comuns do teclado (e alguns incomuns, como os caracteres semi-gráficos, o próprio "<Enter>", o espaço, a tecla <ESC>, etc.) em linguagem de computador. Por causa das inúmeras variações destes caracteres especiais, há vários outros códigos, como o ABNT, o ABNT2, etc. É bom entender que os caracteres digitados num editor de textos moderno (como o WordPerfect, o Word, StarWord, WordPro, AmiPro, etc.) representa um caractere ASCII, porém, como é WYSIWYG (what you see is what you get = o que você vê é o que você obtém), na realidade, é totalmente gráfico, ou seja, incontáveis caracteres "esquisitos" ( ) são mostrados ao invés dos caracteres comuns (por exemplo, ao se digitar a tecla "y", aplicando-se a fonte "Wingdings", o caractere será o, com a fonte "Symbol", ψ, assim por diante). Se, no entanto, qualquer coisa for escrita no modo texto (e não WYSIWYG), como no EDIT do MS-DOS, no editor do Turbo Pascal ou Turbo C ou no Bloco de Notas, os caracteres serão puramente ASCII (e não apenas uma representação). OBSERVAÇÕES: Define-se, portanto, o bit como sendo a menor partícula ("átomo") de uma unidade de informação num computador, e que pode adotar 2 valores ou estados distintos 0 ou 1. Quanto ao byte, podemos dizer que é um conjunto formado por 8 bits, o que equivale a um caractere ( a, b, c, 1, 2, 3, 4, <ENTER>, <ESC> ), ou seja, o byte é a unidade de informação (assim como kg é a de peso, m de medida, etc.). Pode também ficar mais claro, sabendo-se (ou lembrando-se) que a tabela ASCII contém 256 possíveis caracteres (enumerados de 0 a 255, portanto de a , ou a FF 16, o que, óbvio, comporta 8 bits, ou 1 Byte, para cada código). EXERCÍCIOS: 1. Converta os seguintes valores para as outras bases numéricas: Decimal Binário Hexadecimal Octal F6A Realize os seguintes cálculos: a) b) x 1101 c) d) Considerando que a letra "A" na tabela ASCII corresponde ao código 65, calcule, em hexadecimal: a) MOUSE b) ASCII c) LETRA d) BRASIL E

Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração Um numeral é um símbolo ou grupo de símbolos que representa um número em um determinado instante da evolução do homem. Tem-se que, numa determinada escrita ou época, os numerais diferenciaram-se

Leia mais

Sistema de Numeração e Conversão entre Sistemas. Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 60h

Sistema de Numeração e Conversão entre Sistemas. Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 60h Sistema de Numeração e Conversão entre Sistemas. Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 60h Representação da Informação Um dispositivo eletrônico, armazena e movimenta as informações internamente

Leia mais

Curso: Técnico de Informática Disciplina: Redes de Computadores. 1- Apresentação Binária

Curso: Técnico de Informática Disciplina: Redes de Computadores. 1- Apresentação Binária 1- Apresentação Binária Os computadores funcionam e armazenam dados mediante a utilização de chaves eletrônicas que são LIGADAS ou DESLIGADAS. Os computadores só entendem e utilizam dados existentes neste

Leia mais

Trabalho compilado da Internet Prof. Claudio Passos. Sistemas Numéricos

Trabalho compilado da Internet Prof. Claudio Passos. Sistemas Numéricos Trabalho compilado da Internet Prof. Claudio Passos Sistemas Numéricos A Informação e sua Representação O computador, sendo um equipamento eletrônico, armazena e movimenta as informações internamente sob

Leia mais

1. Sistemas de numeração

1. Sistemas de numeração 1. Sistemas de numeração Quando mencionamos sistemas de numeração estamos nos referindo à utilização de um sistema para representar uma numeração, ou seja, uma quantidade. Sistematizar algo seria organizar,

Leia mais

Circuitos Digitais. Conteúdo. Sistema de Numeração e Códigos :: Conversões de Binário para Decimal SISTEMA DE NUMERAÇÃO E CÓDIGOS

Circuitos Digitais. Conteúdo. Sistema de Numeração e Códigos :: Conversões de Binário para Decimal SISTEMA DE NUMERAÇÃO E CÓDIGOS Ciência da Computação Sistemas de Numeração e Conversões Prof. Sergio Ribeiro Material adaptado das aulas do Prof. José Maria da UFPI Conteúdo Conversões de binário para decimal. Conversões de decimal

Leia mais

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Atualizado em Prof. Rui Mano E mail: rmano@tpd.puc rio.br SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Sistemas de Numer ação Posicionais Desde quando se começou a registrar informações sobre quantidades, foram criados diversos

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

SISTEMAS DIGITAIS Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 1 - SISTEMA DE NUMERAÇÃO BINÁRIA E DECIMAL Todos os computadores são formados por circuitos digitais, onde as informações e os dados são codificados com dois níveis de tensão, pelo que o seu sistema

Leia mais

Exemplo de Subtração Binária

Exemplo de Subtração Binária Exemplo de Subtração Binária Exercícios Converta para binário e efetue as seguintes operações: a) 37 10 30 10 b) 83 10 82 10 c) 63 8 34 8 d) 77 8 11 8 e) BB 16 AA 16 f) C43 16 195 16 3.5.3 Divisão binária:

Leia mais

Capítulo 2. Numéricos e Códigos. 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados.

Capítulo 2. Numéricos e Códigos. 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Capítulo 2 Sistemas Numéricos e Códigos slide 1 Os temas apresentados nesse capítulo são: Conversão entre sistemas numéricos. Decimal, binário, hexadecimal. Contagem hexadecimal. Representação de números

Leia mais

Aula 3 - Sistemas de Numeração

Aula 3 - Sistemas de Numeração UEM Universidade Estadual de Maringá DIN - Departamento de Informática Disciplina: Fundamentos da Computação Profª Thelma Elita Colanzi Lopes thelma@din.uem.br Aula 3 - Sistemas de Numeração O ser humano,

Leia mais

Escola Secundária c/3º CEB José Macedo Fragateiro. Curso Profissional de Nível Secundário. Componente Técnica. Disciplina de

Escola Secundária c/3º CEB José Macedo Fragateiro. Curso Profissional de Nível Secundário. Componente Técnica. Disciplina de Escola Secundária c/3º CEB José Macedo Fragateiro Curso Profissional de Nível Secundário Componente Técnica Disciplina de Sistemas Digitais e Arquitectura de Computadores 29/21 Módulo 1: Sistemas de Numeração

Leia mais

3 Sistemas de Numeração:

3 Sistemas de Numeração: 3 Sistemas de Numeração: Os computadores eletrônicos têm como base para seu funcionamento a utilização de eletricidade. Diferente de outras máquinas que a presença ou ausência de eletricidade apenas significam

Leia mais

Notas de aula #1 SISTEMAS NUMÉRICOS

Notas de aula #1 SISTEMAS NUMÉRICOS UTFPR Disciplina: EL66J Prof. Gustavo B. Borba Notas de aula #1 SISTEMAS NUMÉRICOS - Notação posicional Definição: A posição de cada algarismo no número indica a sua magnitude. A magnitude também é chamada

Leia mais

Capítulo 9: Codificação. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 9: Codificação. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 9: Codificação Prof.: Roberto Franciscatto Conceituação Um computador só pode identificar a informação através de sua capacidade de distinguir entre dois estados; Algo está imantado num sentido

Leia mais

Introdução à Engenharia de

Introdução à Engenharia de Introdução à Engenharia de Computação Tópico: Sistemas de Numeração José Gonçalves - LPRM/DI/UFES Introdução à Engenharia de Computação Introdução O número é um conceito abstrato que representa a idéia

Leia mais

Fabio Bento fbento@ifes.edu.br

Fabio Bento fbento@ifes.edu.br Fabio Bento fbento@ifes.edu.br Eletrônica Digital Sistemas de Numeração e Códigos 1. Conversões de Binário para Decimal 2. Conversões de Decimal para Binário 3. Sistema de Numeração Hexadecimal 4. Código

Leia mais

Codificação 1. Introdução. C 2 R r {! + codificação

Codificação 1. Introdução. C 2 R r {! + codificação Codificação 1. Introdução A unidade básica de memória é o digito binário (bit). Para representar diferentes em memória é necessário que o bit armazene pelo menos 2 valores. A informação pode ser armazenada

Leia mais

Fundamentos em Informática (Sistemas de Numeração e Representação de Dados)

Fundamentos em Informática (Sistemas de Numeração e Representação de Dados) 1 UNIVERSIDADE DO CONTESTADO / UnC CAMPUS CONCÓRDIA/SC CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Fundamentos em Informática (Sistemas de Numeração e Representação de Dados) (Apostila da disciplina elaborada pelo

Leia mais

Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração Representação da Informação para seres humanos Números (1,2,3,4...) Letras (a,a,b,b,c,c...) Sinais de pontuação (:,;...) Operadores aritméticos (+,-,x,/) Representação da Informação

Leia mais

Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração Professor Menezes SISTEMA DE NUMERAÇÃO 1-1 Sistemas de Numeração Observe que alguns números decimais a possuem uma representação muito curiosa no sistema binário: 1 decimal = 1 binário; 2 decimal = 10

Leia mais

Sistemas de Numeração. Professor: Rogério R. de Vargas INFORMÁTICA 2014/2

Sistemas de Numeração. Professor: Rogério R. de Vargas INFORMÁTICA 2014/2 INFORMÁTICA Sistemas de Numeração Professor: Rogério R. de Vargas 2014/2 Sistemas de Numeração São sistemas de notação usados para representar quantidades abstratas denominadas números. Um sistema numérico

Leia mais

Sistemas de Numeração. Introdução ao Computador 2010/1 Renan Manola

Sistemas de Numeração. Introdução ao Computador 2010/1 Renan Manola Sistemas de Numeração Introdução ao Computador 2010/1 Renan Manola Introdução Em sistemas digitais o sistema de numeração binário é o mais importante, já fora do mundo digital o sistema decimal é o mais

Leia mais

Informática Aplicada à Química. Sistemas de Numeração Representação de Dados

Informática Aplicada à Química. Sistemas de Numeração Representação de Dados Informática Aplicada à Química Sistemas de Numeração Representação de Dados Representando Dados Bit Byte Palavra Bit (b) Abreviação de binary digit (dígito binário). Dois valores possíveis: e 1. Nunca

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Sistemas de Numeração. 1 Arquitetura de Computadores

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Sistemas de Numeração. 1 Arquitetura de Computadores ARQUITETURA DE COMPUTADORES Sistemas de Numeração 1 Sistemas de Numeração e Conversão de Base Sistema Decimal É o nosso sistema natural. Dígitos 0,1,2,3,4,5,6,7,8 e 9. Números superiores a 9; convencionamos

Leia mais

Hardware de Computadores

Hardware de Computadores Sistema Binário Hardware de Computadores O sistema binário é um sistema de numeração posicional em que todas as quantidades são representadas, utilizando-se como base as cifras: zero e um (0 e 1). Os computadores

Leia mais

Representação de Dados e Sistemas de Numeração

Representação de Dados e Sistemas de Numeração 1 Representação de Dados e Sistemas de Numeração Sistema de numeração decimal e números decimais (base 10) Sistema de numeração binário e números binários (base 2) Conversão entre binário e decimal Sistema

Leia mais

Sistema de Numeração e Códigos. Sistemas de Informação CPCX UFMS Prof. Renato F. dos Santos

Sistema de Numeração e Códigos. Sistemas de Informação CPCX UFMS Prof. Renato F. dos Santos Sistema de Numeração e Códigos Sistemas de Informação CPCX UFMS Prof. Renato F. dos Santos Objetivos Converter um número de um sistema de numeração (decimal, binário ou hexadecimal) no seu equivalente

Leia mais

Genericamente qualquer sistema de numeração pode ser caracterizado por:

Genericamente qualquer sistema de numeração pode ser caracterizado por: SISTEMAS NUMÉRICOS 1 Genericamente qualquer sistema de numeração pode ser caracterizado por: Sistema de Base N - Possui N dígitos e o maior é (N-1) - Qualquer número maior que (N-1) pode ser expresso como

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Introdução à Lógica de Programação Sistemas Numéricos As informações inseridas em um computador são traduzidos em dados, ou seja, em sinais que podem ser manipulados pelo computador. O computador trabalha

Leia mais

Contando os Pontos Números Binários

Contando os Pontos Números Binários Atividade 1 Contando os Pontos Números Binários Sumário Os dados são armazenados em computadores e transmitidos como uma série de zeros e uns. Como podemos representar palavras e números usando apenas

Leia mais

PROGRAMADOR JAVA. Aula 0 20 semanas. Instrutor : Léo Billi Email : leo.billi@gmail.com

PROGRAMADOR JAVA. Aula 0 20 semanas. Instrutor : Léo Billi Email : leo.billi@gmail.com Aula 0 20 semanas Instrutor : Léo Billi Email : leo.billi@gmail.com Bem-vindos Para que não sabe, quer dizer iniciantes. Noobs Informática A arte de processar dados A História A História A arte de processar

Leia mais

Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração Universidade Tecnológica Federal do Paraná Bacharelado em Ciência da Computação IC3A Introdução à Ciência da Computação Sistemas de Numeração Marcos Silvano O. Almeida Baseado no material do prof. Rogério

Leia mais

CURSO: Engenharia Elétrica e Engenharia de Computação. DISCIPLINA: Circuitos Lógicos I Z520234

CURSO: Engenharia Elétrica e Engenharia de Computação. DISCIPLINA: Circuitos Lógicos I Z520234 FACULDADE DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E URBANISMO CURSO: Engenharia Elétrica e Engenharia de Computação. DISCIPLINA: Circuitos Lógicos I Z520234 2 a Série de Exercícios - Resolução Sistemas de Numeração

Leia mais

ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM. Conceitos Básicos ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM

ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM. Conceitos Básicos ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM Conceitos Básicos 1-1 BITs e BYTEs Bit = BInary digit = vale sempre 0 ou elemento básico de informação Byte = 8 bits processados em paralelo (ao mesmo tempo) Word = n bytes (depende do processador em questão)

Leia mais

Bases Numéricas e Conversão. DCC 122 - Circuitos Digitais

Bases Numéricas e Conversão. DCC 122 - Circuitos Digitais Bases Numéricas e Conversão DCC 122 - Circuitos Digitais Objetivos Bases numéricas utilizadas em sistemas computacionais. Conversões: DECIMAL BINÁRIO HEXADECIMAL Sistemas de Numeração Não posicional Ex.

Leia mais

Programação de Computadores

Programação de Computadores Aula 01 Introdução Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011.1 1 Processamento de dados 2 Organização de Computadores 3 Sistemas de Numeração Processamento de dados Processamento

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 13

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 13 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 13 Índice 1. Circuitos Digitais - Continuação...3 1.1. Por que Binário?... 3 1.2. Conversão entre Bases... 3 2 1. CIRCUITOS DIGITAIS - CONTINUAÇÃO 1.1. POR QUE BINÁRIO?

Leia mais

Unidade 3: Sistemas de Numeração Conversões Entre Quaisquer Bases e Aritmética em Bases Alternativas Prof. Daniel Caetano

Unidade 3: Sistemas de Numeração Conversões Entre Quaisquer Bases e Aritmética em Bases Alternativas Prof. Daniel Caetano Arquitetura e Organização de Computadores 1 Unidade 3: Sistemas de Numeração Conversões Entre Quaisquer Bases e Aritmética em Bases Alternativas Prof. Daniel Caetano Objetivo: Apresentar métodos genéricos

Leia mais

Sistemas de Numerações.

Sistemas de Numerações. Matemática Profº: Carlos Roberto da Silva; Lourival Pereira Martins. Sistema de numeração: Binário, Octal, Decimal, Hexadecimal; Sistema de numeração: Conversões; Sistemas de Numerações. Nosso sistema

Leia mais

I n f o r m á t i c a

I n f o r m á t i c a Prof. Dr. Rogério R. de Vargas I n f o r m á t i c a Dados, bits, bytes, representação de dados e sistemas de numeração e representação numérica Itaqui - RS, 2º Semestre de 2014. Agenda Dados; Bits; Bytes;

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Disciplina de Lógica Computacional Aplicada. Prof. Dr.

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Disciplina de Lógica Computacional Aplicada. Prof. Dr. Índice 1. SISTEMAS NUMÉRICOS 1.1 Caracterização dos Sistemas Numéricos 1.2 Sistemas Numéricos em uma Base B Qualquer 1.2.1 Sistema de Numeração Decimal 1.2.2. Sistema de Numeração Binário 1.2.3 Sistema

Leia mais

Aula 5. Simplificação de funções lógicas (cont.) Sistemas de numeração

Aula 5. Simplificação de funções lógicas (cont.) Sistemas de numeração Aula 5 Simplificação de funções lógicas (cont.) Sistemas de numeração Mapa de Karnaugh Exemplo: N=4 variáveis, M=2 4 =16 combinações Extracção da expressão do circuito, pelos maxtermos: extracção pelos

Leia mais

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry SISTEMAS DE NUMERAÇÃO DISCIPLINA: Fundamentos em Informática SISTEMAS DE NUMERAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE DADOS

Leia mais

Curso de Hardware Aula 01 Tema: Sistema de Medidas Por: Edmilson de Oliveira Reis Revisado em: 02/03/2012

Curso de Hardware Aula 01 Tema: Sistema de Medidas Por: Edmilson de Oliveira Reis Revisado em: 02/03/2012 Curso de Hardware Aula 01 Tema: Sistema de Medidas Por: Edmilson de Oliveira Reis Revisado em: 02/03/2012 Unidades de Medida de Armazenamento Esses detalhes refletem na quantidade de informação armazenada

Leia mais

ELETRÔNICA. Changed with the DEMO VERSION of CAD-KAS PDF-Editor (http://www.cadkas.com). INTRODUÇÃO

ELETRÔNICA. Changed with the DEMO VERSION of CAD-KAS PDF-Editor (http://www.cadkas.com). INTRODUÇÃO 0010100111010101001010010101 CURSO DE 0101010100111010100101011101 1010011001111010100111010010 ELETRÔNICA 1010000111101010011101010010 DIGITAL INTRODUÇÃO Os circuitos equipados com processadores, cada

Leia mais

Principais códigos utilizados. Codificação. Código binário puro. Codificação binária. Codificação Binária. Código Binário puro e suas variantes

Principais códigos utilizados. Codificação. Código binário puro. Codificação binária. Codificação Binária. Código Binário puro e suas variantes Codificação Principais códigos utilizados Computadores e Equipamentos de Comunicações Digitais trabalham com representação e códigos. A codificação binária de sinais é largamente utilizada em Sistemas

Leia mais

Sistemas Numéricos e a Representação Interna dos Dados no Computador

Sistemas Numéricos e a Representação Interna dos Dados no Computador Capítulo 2 Sistemas Numéricos e a Representação Interna dos Dados no Computador 2.0 Índice 2.0 Índice... 1 2.1 Sistemas Numéricos... 2 2.1.1 Sistema Binário... 2 2.1.2 Sistema Octal... 3 2.1.3 Sistema

Leia mais

PRONATEC FUNDAMENTOS DE HARDWARE. Prof. Kilmer Pereira kilmer_pereira@yahoo.com.br

PRONATEC FUNDAMENTOS DE HARDWARE. Prof. Kilmer Pereira kilmer_pereira@yahoo.com.br PRONATEC FUNDAMENTOS DE HARDWARE Prof. Kilmer Pereira kilmer_pereira@yahoo.com.br Processamento de Dados Etapas do Processamento de Dados Dado: inserido no computador Processamento: organização, transformação

Leia mais

Sistemas de Numeração. 1 Introdução aos sistemas numeração

Sistemas de Numeração. 1 Introdução aos sistemas numeração Sistemas de Numeração 1 Introdução aos sistemas numeração Sistemas de Numeração Base Decimal Base Binária Base Octal Base Hexadecimal Sistemas de numeração ria\base Oct tal\ Base He exadecimal l\base Biná

Leia mais

2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos. 2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos 1. Números Decimais. Objetivos.

2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos. 2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos 1. Números Decimais. Objetivos. Objetivos 2. Sistemas de Numeração, Operações e Códigos Revisar o sistema de numeração decimal Contar no sistema de numeração binário Converter de decimal para binário e vice-versa Aplicar operações aritméticas

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Teresina-PI Tecnologia em Redes de Computadores. Arquitetura de Computadores Prof. Nathan Saraiva

Faculdade de Tecnologia de Teresina-PI Tecnologia em Redes de Computadores. Arquitetura de Computadores Prof. Nathan Saraiva Faculdade de Tecnologia de Teresina-PI Tecnologia em Redes de Computadores Arquitetura de Computadores Prof. Nathan Saraiva Tópicos Introdução Valor analógico x valor digital Sistema Analógico X Sistema

Leia mais

Sistemas numéricos. Prof. Leandro Tonietto Introdução a computação e suas aplicações Curso de Segurança da Informação UNISINOS ago-09

Sistemas numéricos. Prof. Leandro Tonietto Introdução a computação e suas aplicações Curso de Segurança da Informação UNISINOS ago-09 Sistemas numéricos Prof. Leandro Tonietto Introdução a computação e suas aplicações Curso de Segurança da Informação UNISINOS ago-09 Introdução Tempos remotos... A necessidade de contar!! Animais, alimentos

Leia mais

Conversão de Bases e Aritmética Binária

Conversão de Bases e Aritmética Binária Conversão de Bases e Aritmética Binária Prof. Glauco Amorim Sistema de Numeração Decimal Dígitos Decimais: 0 2 3 4 5 6 7 8 9 Potências de base 0 0 0 2 0 0 3 4 0 0 00 000 0 000 Sistema de Numeração Binário

Leia mais

Laboratório - Uso da calculadora do Windows com endereços de rede

Laboratório - Uso da calculadora do Windows com endereços de rede Laboratório - Uso da calculadora do Windows com endereços de rede Objetivos Parte 1: Acesso à Calculadora do Windows Parte 2: Converter entre os sistemas numéricos Parte 3: Converter endereços IPv4 de

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o funcionamento do computador Apresentar a função da memória e dos dispositivos

Leia mais

Em um sistema de numeração de base b qualquer, um número positivo é representado pelo polinômio:

Em um sistema de numeração de base b qualquer, um número positivo é representado pelo polinômio: ELETRÔNICA DIGITAl I 1 SISTEMAS DE NUMERAÇÃO INTRODUÇÃO A base dos sistemas digitais são os circuitos de chaveamento (switching) nos quais o componente principal é o transistor que, sob o ponto de vista

Leia mais

Conversão de Bases Numéricas

Conversão de Bases Numéricas Disciplina: Circuitos Digitais Conversão de Bases Numéricas Prof. a Dra. Carolina Davanzzo Gomes dos Santos Email: profcarolinadgs@gmail.com Página: profcarolinadgs.webnode.com.br Sistemas de Numeração

Leia mais

Lista de Exercícios Sistemas de Numeração

Lista de Exercícios Sistemas de Numeração Lista de Exercícios Sistemas de Numeração 1- (Questão 5 BNDES Profissional Básico Análise de Sistemas - Suporte ano 010) Um administrador de sistemas, ao analisar o conteúdo de um arquivo binário, percebeu

Leia mais

Sistemas de Numeração e Conversão de Base

Sistemas de Numeração e Conversão de Base 1 No estudo de sistemas digitais recorre-se a diferentes sistemas de numeração. Sistema Decimal É o nosso sistema natural. Dígitos 0,1,2,...,9. Números superiores a 9; convencionamos o significado da posição

Leia mais

REPRESENTAÇÃO DE DADOS EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO AULA 03 Arquitetura de Computadores Gil Eduardo de Andrade

REPRESENTAÇÃO DE DADOS EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO AULA 03 Arquitetura de Computadores Gil Eduardo de Andrade REPRESENTAÇÃO DE DADOS EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO AULA 03 Arquitetura de Computadores Gil Eduardo de Andrade O conteúdo deste documento é baseado no livro Princípios Básicos de Arquitetura e Organização

Leia mais

Ano letivo: 2012/2013. Sistemas de numeração. Pág.: 1/11. Escola profissional de Fafe SDAC. Trabalho elaborado por: Ana Isabel, nº905 TURMA 7.

Ano letivo: 2012/2013. Sistemas de numeração. Pág.: 1/11. Escola profissional de Fafe SDAC. Trabalho elaborado por: Ana Isabel, nº905 TURMA 7. Pág.: 1/11 Escola profissional de Fafe SDAC Trabalho elaborado por: Ana Isabel, nº905 TURMA 7.5 Pág.: 2/11 Índice Introdução... 3 Sistemas de numeração posicionais... 4 Representação na base 2... 4 Representação

Leia mais

Sistemas de numeração

Sistemas de numeração E Sistemas de numeração Aqui estão apenas números ratificados. William Shakespeare A natureza tem algum tipo de sistema de coordenadas geométrico-aritmético, porque a natureza tem todos os tipos de modelos.

Leia mais

Disciplina: : ELETRÔNICA DIGITAL

Disciplina: : ELETRÔNICA DIGITAL Disciplina: : ELETRÔNICA DIGITAL Professor: Júlio César Madureira Silva Julho 2011 1 Ementa: 1. Sistemas de numeração Numeração decimal Numeração binária Numeração octal Numeração

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Sistema de Numeração Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Sistemas Numéricos Principais sistemas numéricos: Decimal 0,

Leia mais

Notação Posicional. Introdução à Computação. Bases. Bases. Sistemas de Numeração. Exemplo:

Notação Posicional. Introdução à Computação. Bases. Bases. Sistemas de Numeração. Exemplo: Notação Posicional Introdução à Computação Sistas de Numeração O objetivo principal de qualquer base numérica é a de representar números É a posição do algarimo (dígito) que determina seu valor Ex: número

Leia mais

13 Números Reais - Tipo float

13 Números Reais - Tipo float 13 Números Reais - Tipo float Ronaldo F. Hashimoto e Carlos H. Morimoto Até omomentonoslimitamosaouso do tipo inteiro para variáveis e expressões aritméticas. Vamos introduzir agora o tipo real. Ao final

Leia mais

REPRESENTAÇÃO DE DADOS E SISTEMAS DE NUMERAÇÃO

REPRESENTAÇÃO DE DADOS E SISTEMAS DE NUMERAÇÃO REPRESENTAÇÃO DE DADOS E SISTEMAS DE NUMERAÇÃO Profs. M.Sc. Lucio M. Duarte e Ph.D. Avelino Zorzo 1 Faculdade de Informática - PUCRS 1 REPRESENTAÇÃO DE DADOS Acredita-se que a criação de números veio com

Leia mais

Aula 2 Sistemas de Numeração (Revisão)

Aula 2 Sistemas de Numeração (Revisão) Aula 2 Sistemas de Numeração (Revisão) Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@recife.ifpe.edu.br http://dase.ifpe.edu.br/~alsm 1 O que fazer com essa apresentação 2 Agenda Breve revisão da aula anterior

Leia mais

3. Sistemas de Numeração

3. Sistemas de Numeração . Sistemas de Numeração Sistemas de numeração são mecanismos usados para numerar determinados eventos, através de uma lei de formação. Todos os sistemas que a seguir terão como referência o sistema DECIMAL

Leia mais

2. Sistemas de Numeração

2. Sistemas de Numeração 2. Sistemas de Numeração 2.1. Introdução A necessidade de contar é algo que acompanha o ser humano desde tempos imemoriais. Muitas cavernas pré-históricas registram contagens, provavelmente de animais,

Leia mais

AULA 10 REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA O

AULA 10 REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA O FISP 1/11 AULA 10 REPRESENTAÇÃO NUMÉRICA O conceito de bit binary digit bit Um bit representa a menor parte de uma informação, que pode ser armazenada na memória do computador. Um bit pode assumir apenas

Leia mais

ICC - Aula 6. Ivan da Silva Sendin. November 17, 2014. Bits, portas logicas, flip-flops,... Numeros e Simbolos Exercicios

ICC - Aula 6. Ivan da Silva Sendin. November 17, 2014. Bits, portas logicas, flip-flops,... Numeros e Simbolos Exercicios ICC - Aula 6 Ivan da Silva Sendin November 17, 2014 Só existem 10 tipos de pessoas: as que entendem números binários e as que não entendem Bits 0 e 1 portas logicas operadores lógicos Circuitos f : {0,

Leia mais

Sistemas de Numeração. Bases Numéricas e Conversão entre bases

Sistemas de Numeração. Bases Numéricas e Conversão entre bases Sistemas de Numeração Bases Numéricas e Conversão entre bases Objetivos Contar em binário, octal, hexadecimal Conversões: DECIMAL BINÁRIO OCTAL HEXADECIMAL Histórico A origem dos conceitos sobre números

Leia mais

Deste modo, por razões tecnológicas e conceituais, os números binários e a álgebra boole-ana formam a base de operação dos computadores atuais.

Deste modo, por razões tecnológicas e conceituais, os números binários e a álgebra boole-ana formam a base de operação dos computadores atuais. 25BCapítulo 2: Números e Aritmética Binária Os computadores armazenam e manipulam a informação na forma de números. Instruções de programas, dados numéricos, caracteres alfanuméricos, são todos representados

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Aula 03: Sistemas de numeração Sistemas de numeração Sistemas de Numeração: conceitos, bases de numeração, número e numeral. Necessidade de representação em outras bases de

Leia mais

Aula 6. Sistemas de Numeração. SEL 0414 - Sistemas Digitais. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira

Aula 6. Sistemas de Numeração. SEL 0414 - Sistemas Digitais. Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira Aula 6 Sistemas de Numeração SEL 0414 - Sistemas Digitais Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira Sistemas de Numeração 1. SISTEMA DECIMAL Composto por 10 símbolos ou numerais; Base 10 0, 1, 2, 3, 4,

Leia mais

Conversões em Sistemas de Numeração. José Gustavo de Souza Paiva

Conversões em Sistemas de Numeração. José Gustavo de Souza Paiva Conversões em Sistemas de Numeração José Gustavo de Souza Paiva 1 Conversões entre bases que são potências entre si Primeiro caso base binária para base octal Como 2 3 = 8, podemos separar os bits de um

Leia mais

PC Fundamentos Revisão 4

PC Fundamentos Revisão 4 exatasfepi.com.br PC Fundamentos Revisão 4 André Luís Duarte...mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão.is

Leia mais

Computadores XXXIII: Posições de memória A8 Texto 3

Computadores XXXIII: Posições de memória A8 Texto 3 Computadores XXXIII: Posições de memória A8 Texto 3 Sítio Fórum PCs /Colunas http://www.forumpcs.com.br/viewtopic.php?t=212493 Coluna: B. Piropo Publicada em 30/04/2007 Autor: B.Piropo Agora, que já sabemos

Leia mais

Sistema de Numeração e Códigos. CPCX UFMS Prof. Renato F. dos Santos

Sistema de Numeração e Códigos. CPCX UFMS Prof. Renato F. dos Santos Sistema de Numeração e Códigos CPCX UFMS Prof. Renato F. dos Santos 2.4 Código BCD (Binary-coded decimal) Quando um número decimal é representado pelo seu número binário equivalente, dizemos que é uma

Leia mais

Circuitos Combinacionais. Sistemas digitais

Circuitos Combinacionais. Sistemas digitais Circuitos Combinacionais Sistemas digitais Agenda } Codificador X Decodificador } Código BCD 8421, código BCH, código 9876543210 } Display de 7 segmentos } Multiplexador X Demultiplexador } Comparadores

Leia mais

2. Representação Numérica

2. Representação Numérica 2. Representação Numérica 2.1 Introdução A fim se realizarmos de maneira prática qualquer operação com números, nós precisamos representa-los em uma determinada base numérica. O que isso significa? Vamos

Leia mais

Unidade: Arquitetura de computadores e conversão entre

Unidade: Arquitetura de computadores e conversão entre Unidade: Arquitetura de computadores e conversão entre Unidade bases I: numéricas 0 Unidade: Arquitetura de computadores e conversão entre bases numéricas 1 - Conceitos básicos sobre arquitetura de computadores

Leia mais

Aula 6 Aritmética Computacional

Aula 6 Aritmética Computacional Aula 6 Aritmética Computacional Introdução à Computação ADS - IFBA Representação de Números Inteiros Vírgula fixa (Fixed Point) Ponto Flutuante Para todos, a quantidade de valores possíveis depende do

Leia mais

EFA / S13 SIS Ricardo Castanhinha / Nº 21322 STC / Formadoras Alexandra Formosinho & Isabel Carvalho. Sistema Binário

EFA / S13 SIS Ricardo Castanhinha / Nº 21322 STC / Formadoras Alexandra Formosinho & Isabel Carvalho. Sistema Binário EFA / S13 SIS Sistema Binário SISTEMA BINÁRIO Estamos acostumados a utilizar o SISTEMA DECIMAL DE NUMERAÇÃO. Esse sistema usa 10 algarismos para formar todos os números: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, e 9.

Leia mais

Representação de Dados

Representação de Dados Representação de Dados Introdução Todos sabemos que existem diferentes tipos de números: fraccionários, inteiros positivos e negativos, etc. Torna-se necessária a representação destes dados em sistema

Leia mais

Capítulo 2. Representação de dados em sistemas computacionais

Capítulo 2. Representação de dados em sistemas computacionais Capítulo 2 Representação de dados em sistemas computacionais Adaptado dos transparentes das autoras do livro The Essentials of Computer Organization and Architecture Objectivos [1] Compreender o conceito

Leia mais

Organização de Computadores. Cálculos Binários e Conversão entre Bases Aritmética Binária

Organização de Computadores. Cálculos Binários e Conversão entre Bases Aritmética Binária Organização de Computadores Capítulo 4 Cálculos Binários e Conversão entre Bases Aritmética Binária Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui

Leia mais

Sistemas de Numeração. Engenharia da Computação 3 Período Alex Vidigal Bastos

Sistemas de Numeração. Engenharia da Computação 3 Período Alex Vidigal Bastos UNIPAC Sistemas Digitais Sistemas de Numeração Engenharia da Computação 3 Período Alex Vidigal Bastos 1 Agenda Objetivos Introdução Sistema Binário Sistema Octal Sistema Hexadecimal Aritméticas no Sistema

Leia mais

Aula 04. Código BCD, Códigos Alfa-numéricos e Sistemas de Detecção de Erros

Aula 04. Código BCD, Códigos Alfa-numéricos e Sistemas de Detecção de Erros Aula 04 Código BCD, Códigos Alfa-numéricos e Sistemas de Detecção de Erros Prof. Otávio Gomes otavio.gomes@ifmg.edu.br sites.google.com/a/ifmg.edu.br/otavio-gomes/ 1 Bytes A maioria dos microcomputadores

Leia mais

Sistemas Numéricos Eletrônica Digital PROFESSOR LUCAS KOEPSEL ROSA

Sistemas Numéricos Eletrônica Digital PROFESSOR LUCAS KOEPSEL ROSA Sistemas Numéricos Eletrônica Digital PROFESSOR LUCAS KOEPSEL ROSA Definição de Sistemas Numéricos Eletrônica Digital PROFESSOR LUCAS KOEPSEL ROSA Definição Sistemas Numéricos Em condições ideais, um sistema

Leia mais

UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento em Hardware

UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento em Hardware UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento em Hardware 1 Francisco Fechine Borges quinta-feira, 24 de agosto de 2006 UNIBRATEC Ensino Superior e Técnico em Informática DHD Desenvolvimento

Leia mais

Álgebra de Boole. Sistema de Numeração e Códigos. Prof. Ubiratan Ramos

Álgebra de Boole. Sistema de Numeração e Códigos. Prof. Ubiratan Ramos Álgebra de Boole Sistema de Numeração e Códigos Prof. Ubiratan Ramos Sistemas Numéricos Regras para formação: símbolos e posição Por que base 10? Potência de 10 (raiz ou base 10) Representação na Forma

Leia mais

Unidade 1 - Objectivos das Tecnologias Informáticas

Unidade 1 - Objectivos das Tecnologias Informáticas Unidade 1 - Objectivos das Tecnologias Informáticas Reconhecer conceitos básicosb Utilizar os conceitos básicos, b aplicando-os os a problemas concretos Compreender a evolução desses conceitos Conhecer

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Sistemas Numéricos e Armazenamento de dados Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Outubro de 2006 Sistema de base dez O sistema de numeração

Leia mais

Capítulo UM Bases Numéricas

Capítulo UM Bases Numéricas Capítulo UM Bases Numéricas 1.1 Introdução Quando o homem aprendeu a contar, ele foi obrigado a desenvolver símbolos que representassem as quantidades e grandezas que ele queria utilizar. Estes símbolos,

Leia mais

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br

Aula 01 Introdução à Informática. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Aula 01 Introdução à Informática Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br www.profbrunogomes.com.br Agenda da Aula Introdução à Informática; Dados x Informação; O Computador (Hardware); Unidades de medida.

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 135p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Introdução à Lógica de Programação. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 135p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Jesse Gonçalves Graduado em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de São Paulo - UNESP, de Presidente Prudente (1995), com especialização em Análise de Sistemas (1999) e mestrado

Leia mais

Aritmética Binária e. Bernardo Nunes Gonçalves

Aritmética Binária e. Bernardo Nunes Gonçalves Aritmética Binária e Complemento a Base Bernardo Nunes Gonçalves Sumário Soma e multiplicação binária Subtração e divisão binária Representação com sinal Sinal e magnitude Complemento a base. Adição binária

Leia mais