PROCESSO DE COMPRA DOS MATERIAIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO DE COMPRA DOS MATERIAIS"

Transcrição

1 PROCESSO DE COMPRA DOS MATERIAIS

2 Instituições de saúde privadas compra direta sistema desburocratizado ágil Instituições públicas seguir, rigidamente, as normas relativas aos procedimentos legais que regulamentam as licitações do setor público

3 Licitação é o procedimento administrativo mediante o qual administração pública seleciona a proposta mais vantajosa para o contrato de seu interesse, visando proporcionar oportunidades iguais aos fornecedores (Lei 8666/93)

4 Modalidades de licitação (Lei 8666/93): convite (C e S = até ,00/O e Eng. = até ,00) tomada de preços (C e S = até ,00/O e Eng. = até ,00) concorrência (C e S = acima ,00/O e Eng. = acima ,00) leilão Compra direta (valores menores) concurso Sistema de Registro de preço (Art Lei 8666/93 ) Decreto 7892/2013 Ata de Secretaria da Saúde SISCOA

5 PREGÃO (Lei n /2002) É a modalidade de licitação,do tipo menor preço, em que a disputa pelo fornecimento de bens ou pela prestação de serviços comuns é feita por meio de propostas escritas e lances verbais sucessivos em sessão pública Modalidade preferencial Sem valor estipulado objeto comum

6 Pregão Eletrônico (Decreto 5.450, 31 de maio de 2005) Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços de compra. Art. 17. A fase externa do pregão, na forma eletrônica, será iniciada com a convocação dos interessados por meio de publicação de aviso, observados os valores estimados para contratação e os meios de divulgação a seguir indicados: I - até R$ ,00 (seiscentos e cinqüenta mil reais): a) Diário Oficial da União; e b) meio eletrônico, na internet; II - acima de R$ ,00 (seiscentos e cinqüenta mil reais) até R$ ,00 (um milhão e trezentos mil reais): a) Diário Oficial da União; b) meio eletrônico, na internet; e c) jornal de grande circulação local; III - superiores a R$ ,00 (um milhão e trezentos mil reais): a) Diário Oficial da União; b) meio eletrônico, na internet; e c) jornal de grande circulação regional ou nacional.

7 As atividades em relação à seleção e compra de materiais: 1.auxílio na determinação do tipo de material a ser adquirido para as UE 2.padronização dos materiais 3.especificação técnica do material 4.Controle de qualidade do material a ser adquirido 5. Emissão do parecer técnico

8 GERENCIAMENTO DE CUSTOS

9 GERENCIAMENTO DE CUSTOS RECURSOS FINANCEIROS Recurso Meio para resolver um problema Financeiro Relativo a economia

10 ASPECTOS ESSENCIAIS Processo Orçamentário Responsabi lidade do gerente Economia no setor saúde Custos

11 Preocupação Custos X Qualidade Assistência

12 Importância: O controle dos custos tem como objetivos: controlar os custos, eficiência na utilização dos recursos, manter a qualidade da atenção à saúde, entre outros.

13 CUSTO Σ = pessoal + material + estrutura física + aparelhos Castilho, 2004; Asevedo e Koch, 2004.

14 CUSTO Poderoso Instrumento Gerencial Análise de Desenvolvimento Produção Tomada de Decisão Qualidade X Serviços Castilho, 2004; Asevedo e Koch, 2004.

15 TIPOS DE CUSTOS DIRETOS CUSTOS INDIRETOS Castilho, 2004.

16 CUSTO DIRETO GASTOS DISPÊNDIO MONETÁRIO MÃO-DE-OBRA MATERIAL CUSTO INDIRETO COMUM PROCEDIMENTO OU SERVIÇO RATEIO ENERGIA ÁGUA LIMPEZA OUTROS Castilho, 2004.

17 TERMINOLOGIA DE CUSTOS Gasto: sacrifício financeiro com que a entidade arca para a obtenção de um produto ou serviço qualquer, sacrifício este, representado por entrega ou promessa de entrega de ativos (normalmente dinheiro) Ex: gasto com a compra de medicamentos, com pessoal, com terceirizações. Custo: gasto relativo a bem de serviço utilizado na produção de outros bens ou serviços. Insumos utilizados no processo de produção. Ex: custos com material e pessoal. Castilho, 2005

18 TERMINOLOGIA DE CUSTOS Custo direto: custo em que há possibilidade de identificação com o produto ou departamento. Ex. material e mão-de-obra. Custo indireto: itens de custos em que não há referência com o produto ou departamento e a apropriação se faz utilizando-se de fórmulas de rateio.ex. luz, telefone,... Custo padrão: definição de quantidade e o correspondente valor. Castilho, 2005

19 TERMINOLOGIA DE CUSTOS Custo de serviços prestados: apuração dos custos dos serviços relacionados a atividade produtiva com o objetivo de suprir as necessidades de natureza contábil. Custo de procedimento médico-hospitalar: determinação de custos existentes no hospital com objetivo de avaliar os resultados operacionais específicos e gerar instrumento de verificação da eficácia dos recursos utilizados no tratamento. Castilho, 2005

20 TERMINOLOGIA DE CUSTOS Despesa - gastos financeiros (juros de financiamentos), administrativos ou de vendas, que não foram utilizados na produção dos bens ou serviços prestados. Ex: Anúncios publicitários do hospital. Receita - valor referente à efetiva prestação de serviços ocorrida durante um determinado período. Castilho, 2005

21 TERMINOLOGIA DE CUSTOS Recebimento: entrada de recursos monetários na empresa provenientes da prestação de serviços ocorrida durante um período ou em períodos anteriores. Os recebimentos podem ser provenientes de outras operações não relacionadas a prestação de serviços. Investimento : gasto ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuíveis a futuro (s) período (s). Ex: Programas de treinamento, equipamentos. Castilho, 2005

22 TERMINOLOGIA DE CUSTOS Perda: bem ou serviço consumidos de forma anormal e Involuntária. Castilho, 2005

23 Sistemas de custos: -Sistema de custos por Absorção - Sistema de custos por Procedimento - Sistema de custo Padrão - Sistema de custo baseado em Atividade(ABC) Castilho, 2005

24 Sistema de custos por Absorção: - Organização centro de custos Ex. CC n. de cirurgias EX. Unidade de Internação n. de pacientes internados Ex. Unidade Básica de saúde n. de procedimentos/consultas -Centro de custos produtivos, auxiliares e administrativos Custos diretos+custos indiretos = custo total

25 Relatório Mensal dos Custos de um Setor de um Hospital Insumos Janeiro Fevereiro Março Abril Custos diretos Pessoal 26980,00 Materiais de Consumo 6420,00 Medicamentos 4256,00 Custos Indiretos (rateios) Gastos Gerais: Energia Elétrica 180,00 Água 820,00 Telefone 162,00 Custos auxiliares: Serviço de Limpeza 3100,00 Serv. Lavanderia 3526,00 SND 1230,00 Custos administrativos: Adm. Geral 3000,00 Total Geral (CD+CI) 49404,00 N. De Internações 140 Custo por paciente: 352,88

26 Sistema de custos por Procedimento Médico enfermagem Sistema de custo Padrão -protocolo -custo direto

27 Sistema de custo baseado em Atividade (ABC) -sistema eficiente -conhecer custos reais das atividades desenvolvidas -identificar fatores que geram custos -maior investimento financeiro

Gestão de custos Aula 1. Objetivos da disciplina. Objetivos da aula. Por que estudar os Custos? Por que devemos conhecer os Custos?

Gestão de custos Aula 1. Objetivos da disciplina. Objetivos da aula. Por que estudar os Custos? Por que devemos conhecer os Custos? Gestão de custos Aula 1 Terminologias e Classificação em Custos Regis Garcia Mestre em Contabilidade com ênfase em Finanças pela UFPR, Especialista em Contabilidade Societária e Gerencial e em Controladoria

Leia mais

Por que devemos conhecer os Custos?

Por que devemos conhecer os Custos? Terminologias e Classificação em Custos OBJETIVOS DA AULA: Entender o por que estudar os custos. Explorar a terminologia adotada. Definir e classificá los. Apresentar os elementos básicos. Por que devemos

Leia mais

FLUXOGRAMA SIMPLIFICADO DE PROCESSOS LICITATÓRIOS

FLUXOGRAMA SIMPLIFICADO DE PROCESSOS LICITATÓRIOS FLUXOGRAMA SIMPLIFICADO DE PROCESSOS LICITATÓRIOS LICITAÇÃO - DEFINIÇÃO Procedimento adotado pela Administração Pública para contratar obras e serviços, ou para adquirir bens e mercadorias, tornando pública

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 88/2013

PROCESSO LICITATÓRIO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 88/2013 PROCESSO LICITATÓRIO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 88/2013 ÓRGÃO CONTEMPLADO: Secretaria de Governo OBJETO: Contratação de empresa para prestação de serviços de: e) controle de frotas. DATA DE INÍCIO DO PROCESSO:

Leia mais

FLUXOGRAMA DE INÍCIO DE UM PROCESSO LICITATÓRIO

FLUXOGRAMA DE INÍCIO DE UM PROCESSO LICITATÓRIO FLUXOGRAMA DE INÍCIO DE UM PROCESSO LICITATÓRIO INTERESSADO Elabora Termo de Referência (Decreto 5.450/2005 art. 9º, 2º) GABINETE Emite Autorização de Execução Orçamentária AE e encaminha para PPLAN PPLAN

Leia mais

TERMINOLOGIAS E CLASSIFICAÇÃO DOS CUSTOS Gastos, custos, despesas Custos diretos e indiretos Método de avaliação de estoques PEPS, CUSTO MÉDIO

TERMINOLOGIAS E CLASSIFICAÇÃO DOS CUSTOS Gastos, custos, despesas Custos diretos e indiretos Método de avaliação de estoques PEPS, CUSTO MÉDIO TERMINOLOGIAS E CLASSIFICAÇÃO DOS CUSTOS Gastos, custos, despesas Custos diretos e indiretos Método de avaliação de estoques PEPS, CUSTO MÉDIO 22/02/2016 1. DEFINIÇÕES E TERMINOLOGIAS BÁSICAS Dispêndio

Leia mais

MODALIDADES DE LICITAÇÃO

MODALIDADES DE LICITAÇÃO MODALIDADES DE LICITAÇÃO 1 Modalidades de Licitação A modalidade indica o procedimento que irá reger a licitação. São modalidades: - Concorrência - Tomada de Preços - Convite - Concurso - Leilão - Pregão

Leia mais

Orçamento Empresarial

Orçamento Empresarial Controladoria Prof. Dr. Fábio Frezatti aula 07 Etapa Financeira Aula 7 Ao final desta aula você: - Inserirá o conceito de gastos, custos, despesas e investimentos na análise do orçamento. - Explicitará

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Direito Administrativo Licitações Lei 8.666/93 Professor Cristiano de Souza www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Administrativo LICITAÇÕES LEI 8.666/93 Conceito: Licitação é um procedimento administrativo

Leia mais

Engenharia Econômica

Engenharia Econômica Engenharia Econômica Aula 1: Conceitos Básicos Lucas Motta Universidade Federal de Pernambuco 23 de Março de 2015 Engenharia Econômica Definição Trata-se de um estudo econômico e financeiro de um projeto,

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MAUÁ DA SERRA AVENIDA PONTA GROSSA, 480, CEP 86828-000, MAUÁ DA SERRA PR FONE (43) 3464-1265

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MAUÁ DA SERRA AVENIDA PONTA GROSSA, 480, CEP 86828-000, MAUÁ DA SERRA PR FONE (43) 3464-1265 ERRATA DE EDITAL A PREGOEIRA COMUNICA, PARA CONHECIMENTO DAS EMPRESAS INTERESSADAS, A ERRATA NO EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL 002/2013, CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ASSESSORIA E CONSULTORIA TÉCNICA, INCLUINDO

Leia mais

Conhecimentos Bancários

Conhecimentos Bancários Conhecimentos Bancários Conhecimentos Básicos em Administração Financeira: Fundamentos e Técnicas; Orçamento e Controle de Custos Professor Lucas Silva www.acasadoconcurseiro.com.br Conhecimentos Bancários

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INCENTIVOS FISCAIS LEI DO BEM

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INCENTIVOS FISCAIS LEI DO BEM INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INCENTIVOS FISCAIS LEI DO BEM Incentivos Federais Histórico de Incentivos Fiscais PDTI/ PDTA Lei 8.661/93 Redução do IRPJ a pagar Aprovação prévia dos projetos pelo MCT Incentivos

Leia mais

Município de Bragança Câmara Municipal

Município de Bragança Câmara Municipal Publique-se no Diário da República O Presidente da Câmara DIVISÃO DE OBRAS ANÚNCIO DE CONCURSO PÚBLICO 1- IDENTIFICAÇÃO E CONTACTOS DA ENTIDADE ADJUDICANTE Designação da entidade adjudicante: Município

Leia mais

Custos para a Assistência à Saúde de Hipertensos e Diabéticos

Custos para a Assistência à Saúde de Hipertensos e Diabéticos Ministério da Saúde / Fundação Oswaldo Cruz Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública Custos para a Assistência à Saúde de Hipertensos e Diabéticos Michelly Geórgia

Leia mais

alocação de custo têm que ser feita de maneira estimada e muitas vezes arbitrária (como o aluguel, a supervisão, as chefias, etc.

alocação de custo têm que ser feita de maneira estimada e muitas vezes arbitrária (como o aluguel, a supervisão, as chefias, etc. Professor José Alves Aula pocii Aula 3,4 Custeio por Absorção Custeio significa apropriação de custos. Métodos de Custeio é a forma como são apropriados os custos aos produtos. Assim, existe Custeio por

Leia mais

Oportunidade de Negócio: CLÍNICA DE ESTÉTICA

Oportunidade de Negócio: CLÍNICA DE ESTÉTICA Oportunidade de Negócio: CLÍNICA DE ESTÉTICA Maio/2007 1 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FICHA BÁSICA SEGMENTO: Prestação de Serviços - Clinica de Estética DESCRIÇÃO: Prestação de serviços pessoais na área de

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 62/2013

PROCESSO LICITATÓRIO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 62/2013 PROCESSO LICITATÓRIO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 62/2013 ÓRGÃO CONTEMPLADO: Secretaria de Governo OBJETO: Contratação de empresa para prestação de serviços a exemplo de encaminhamento de documentos, ofícios,

Leia mais

O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública

O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública Novembro 2015 João Amaral e Almeida Complexo quadro normativo:

Leia mais

Qualidade de Software Normatização

Qualidade de Software Normatização Qualidade de Software Normatização Norma ISO/IEC 12207 processo do ciclo de vida de software Norma criada em 1995 com o objetivo de fornecer uma estrutura comum para adquirente, fornecedor, desenvolvedor,

Leia mais

Para garantir uma prestação de serviços de qualidade nas APAEs é fundamental que haja um Gerenciamento de Recursos Humanos com objetivos claros.

Para garantir uma prestação de serviços de qualidade nas APAEs é fundamental que haja um Gerenciamento de Recursos Humanos com objetivos claros. Para garantir uma prestação de serviços de qualidade nas APAEs é fundamental que haja um Gerenciamento de Recursos Humanos com objetivos claros. AS PESSOAS DETERMINAM A CAPACIDADE DE DESEMPENHO DE UMA

Leia mais

PROGRAMAÇÃO 2016. Fevereiro. Março

PROGRAMAÇÃO 2016. Fevereiro. Março PROGRAMAÇÃO 2016 Fevereiro Licitações e Contratos Administrativos Completo Carga Horaria: 80h * Período para inscrição de 15/01/16 a 05/02/16 15 a 26 Março RDC - REGIME DIFERENCIADO DE 01 a 02 CONTRATAÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DAADMINISTRAÇÁO E DOS RECURSOS HUMANOS SUBSECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES y ~ -CELIC

SECRETARIA DAADMINISTRAÇÁO E DOS RECURSOS HUMANOS SUBSECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES y ~ -CELIC SECRETARIA DAADMINISTRAÇÁO E DOS RECURSOS HUMANOS FI. ~ SUBSECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DE LICITAÇÕES y ~ -CELIC Processo: 004.244-24.00/13-1 (principal n. 013.731-15.00/12-4) Assunto: Impugnação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO AULA 02

ADMINISTRAÇÃO AULA 02 AULA 02 FILIPE S. MARTINS ROTEIRO ORGANIZAÇÕES E ORGANIZAÇÕES : VISÃO PANORÂMICA PRODUÇÃO / MARKETING / PESQUISA E DESENVOLVIMENTO / FINANÇAS / RH PLANEJAMENTO / ORGANIZAÇÃO / LIDERANÇA / ECUÇÃO / CONTROLE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAIÇANDU ESTADO DO PARANÁ Rua Sete de Setembro, nº 499 - Centro ERRATA DE PUBLICAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAIÇANDU ESTADO DO PARANÁ Rua Sete de Setembro, nº 499 - Centro ERRATA DE PUBLICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PAIÇANDU ERRATA DE PUBLICAÇÃO DISPENSA N 009/2013 Onde se lê: ERRATA DE PUBLICAÇÃO Objeto: aquisição de fotos 3x4 para documentos para atender as necessidades das famílias assistidas

Leia mais

MINUTA DA NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE TÉCNICA DO SETOR PÚBLICO NBCT SP.

MINUTA DA NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE TÉCNICA DO SETOR PÚBLICO NBCT SP. MINUTA DA NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE TÉCNICA DO SETOR PÚBLICO NBCT SP. 1) DISPOSIÇÕES GERAIS 2) DEFINIÇÕES GERAIS 3) CARACTERÍSTICAS E ATRIBUTOS DA INFORMAÇÃO DE CUSTOS 4) EVIDENCIAÇÃO NA DEMONSTRAÇÃO

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS www.arapongas.pr.gov.br/diario.php ANO: VIII Nº: 1690 - PÁG: 01 ATOS DO PODER EXECUTIVO

DIÁRIO OFICIAL. PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS www.arapongas.pr.gov.br/diario.php ANO: VIII Nº: 1690 - PÁG: 01 ATOS DO PODER EXECUTIVO De Acordo com a Lei 3.465 de 19 de Dezembro de 2007 DIÁRIO OFICIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS TERÇA-FEIRA QUINTA-FEIRA SEGUNDA-FEIRA 10/05/2016 09/06/2016 09/05/2016 www.arapongas.pr.gov.br/diario.php

Leia mais

Plano Plurianual - Fundo Municipal de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal )

Plano Plurianual - Fundo Municipal de Saúde (art. 165, 1º da Constituição Federal ) PROGRAMA: ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO: Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público. Manutenção das Atividades Administrativas Fundo

Leia mais

Securitização de Recebíveis

Securitização de Recebíveis Securitização de Recebíveis Março/2016 Mês/Ano Normatização As NBCASP não contemplam o tema Instrumentos Financeiros Portaria STN nº 548/15 - será oportunamente regulamentado Referência técnica adotada

Leia mais

Contabilidade Gerencial para PMEs. Professora: Geni Vanzo

Contabilidade Gerencial para PMEs. Professora: Geni Vanzo Contabilidade Gerencial para PMEs Professora: Geni Vanzo Se vc. for empregado da PME Se vc. for empregado da PME Se vc. for empresário (a) contábil Vc. dependerá do cliente!! Em qualquer caso, seja

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA 5 REGIÃO - BA, SE Sistema de Contabilidade Relatório de Controle de Projetos 2004 - OBRIGAÇÕES LEGAIS

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA 5 REGIÃO - BA, SE Sistema de Contabilidade Relatório de Controle de Projetos 2004 - OBRIGAÇÕES LEGAIS 8 2004 - OBRIGAÇÕES LEGAIS s Garantir qualidade e confiabilidade nos processos e nos procedimentos do Sistema CFB/CRB Em cumprimento à legislação, os ordenadores de despesa são responsáveis pelo recolhimento

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, Dispõe sobre a reavaliação e a renegociação dos contratos em vigor e das licitações em curso, no âmbito dos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso

Leia mais

RESOLUÇÃO 18 DE 29 DE SETEMBRO DE 1995

RESOLUÇÃO 18 DE 29 DE SETEMBRO DE 1995 RESOLUÇÃO 18 DE 29 DE SETEMBRO DE 1995 Disciplina a assistência psicológica aos beneficiários do Programa de Assistência aos Servidores do Tribunal Regional Federal da Primeira Região Pro-Social. O JUIZ-PRESIDENTE

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria Executiva Subsecretaria de Assuntos Administrativos Planejamento Estratégico de Otimização do Gasto Público

Ministério da Educação Secretaria Executiva Subsecretaria de Assuntos Administrativos Planejamento Estratégico de Otimização do Gasto Público Planejamento Estratégico de Otimização do Gasto Público Rede Federal de Educação CENTRALIZAÇÃO DAS COMPRAS PROJETO PILOTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Centralização das aquisição de equipamentos de TI (Micro,

Leia mais

Ciências Contábeis. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO Tema: Contabilidade geral 1º semestre

Ciências Contábeis. PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO Tema: Contabilidade geral 1º semestre PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO Tema: Contabilidade geral 1º semestre Informações: A empresa CLÍNICA CARDIOENDO LTDA., estabelecida na Avenida Sempre Nº 100, na cidade da Esperança, tem como

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica s Pagamento Pré-vendas Pós-vendas Modelo de gestão X Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e X X legais Planejamento

Leia mais

USP-FEA Curso de Administração Disciplina: EAC0111 Noções de Contabilidade para Administradores. Quais são os objetivos do tópico...

USP-FEA Curso de Administração Disciplina: EAC0111 Noções de Contabilidade para Administradores. Quais são os objetivos do tópico... USP-FEA Curso de Administração Disciplina: EAC0111 Noções de Contabilidade para Administradores TEMA 09. Dem. Fluxos de Profa. Dra. Joanília Cia (joanilia@usp.br) 1 Quais são os objetivos do tópico...

Leia mais

SEMINÁRIO NACIONAL PARA AS FUNDAÇÕES DE APOIO ÀS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR E DEMAIS INSTITUIÇÕES CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS

SEMINÁRIO NACIONAL PARA AS FUNDAÇÕES DE APOIO ÀS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR E DEMAIS INSTITUIÇÕES CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS SEMINÁRIO NACIONAL PARA AS FUNDAÇÕES DE APOIO ÀS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR E DEMAIS INSTITUIÇÕES CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS O que mudou com os decretos nº 8.240 e o nº 8.241 de 21 de maio

Leia mais

Política - Licitações. Área: Jurídico. Novembro/2014 Rev. 1 1/5

Política - Licitações. Área: Jurídico. Novembro/2014 Rev. 1 1/5 Política - Licitações Área: Jurídico Novembro/2014 Rev. 1 1/5 SUMÁRIO 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA...3 3. CAPTAÇÃO DE OPORTUNIDADES...3 4. O PROCESSO...3 4.1. Início do Processo...3 4.2. Documentos Integrantes

Leia mais

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Procedimentos e Requisitos Necessários para a Solicitação de inclusão no Mecanismo Diferenciado de Pagamento Abatimento do ValorDBO, referente a cobrança

Leia mais

GESTÃO POR PROCESSOS

GESTÃO POR PROCESSOS GESTÃO POR PROCESSOS O que é um Processo: Uma série de ações que produz um resultado que agrega valor ao produto ou serviço. Gestão de Processos: Conjunto de ações sistemáticas, baseadas em fatos e dados

Leia mais

PROJETOS FEHIDRO FUNDO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO

PROJETOS FEHIDRO FUNDO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO PROJETOS FEHIDRO FUNDO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO SIGRH COLEGIADOS INSTÂNCIAS DELIBERATIVAS -CRH - COFEHIDRO - CBHs INSTÂNCIAS TÉCNICAS CORHI Câmaras Técnicas FEHIDRO INSTÂNCIA

Leia mais

CONTROLADORIA E CUSTOS

CONTROLADORIA E CUSTOS PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM NEGÓCIOS DE ALIMENTOS MÓDULO: 15 CONTROLADORIA E CUSTOS Coordenador: Hellen Coelho Professora: Marisa Lipi Data: 28/05/2010 CONTROLADORIA E CUSTOS Marisa Lipi www.companhiadoscursos.com.br

Leia mais

As informações abaixo apresentadas, foram coletadas no site oficial do Conselho Federal de Administração (CFA), em 18 de fevereiro de 2011.

As informações abaixo apresentadas, foram coletadas no site oficial do Conselho Federal de Administração (CFA), em 18 de fevereiro de 2011. As informações abaixo apresentadas, foram coletadas no site oficial do Conselho Federal de Administração (CFA), em 18 de fevereiro de 2011. CAMPOS DE ATUAÇÃO DO ADMINISTRADOR Administração e Seleção de

Leia mais

ESTADO DA BAHIA Prefeitura Municipal de Camaçari. SESAU - Fundo Municipal de Saúde RELAÇÃO DAS LIQUIDAÇÕES 101 - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

ESTADO DA BAHIA Prefeitura Municipal de Camaçari. SESAU - Fundo Municipal de Saúde RELAÇÃO DAS LIQUIDAÇÕES 101 - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE ESTADO DA BAHIA Prefeitura Municipal de Camaçari SESAU - Fundo Municipal de Saúde 17/10/2011 15:33:39 RELAÇÃO DAS LIQUIDAÇÕES Data 101 - FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 14/10/2011 49 13.650,00 2734 10-301-11-4026-3390300000-0314.024

Leia mais

Nº / ANO DA PROPOSTA: 035042/2011 DADOS DO CONCEDENTE. OBJETO: Aquisição de equipamento para o Hospital Amaral Carvalho.

Nº / ANO DA PROPOSTA: 035042/2011 DADOS DO CONCEDENTE. OBJETO: Aquisição de equipamento para o Hospital Amaral Carvalho. MINISTERIO DA SAUDE PORTAL DOS CONVÊNIOS SICONV - SISTEMA DE GESTÃO DE CONVÊNIOS Nº / ANO DA PROPOSTA: 035042/2011 OBJETO: Aquisição de equipamento para o Hospital Amaral Carvalho. DADOS DO CONCEDENTE

Leia mais

52 990 álcool bruto. Organismo de intervenção armazenista Quantidade de álcool a 100 % vol (hl) Preço (EUR/hl) de álcool a 100 % vol

52 990 álcool bruto. Organismo de intervenção armazenista Quantidade de álcool a 100 % vol (hl) Preço (EUR/hl) de álcool a 100 % vol C 102/2 Jornal Oficial da União Europeia 21.4.2010 Resultados das vendas de álcool de origem vínica na posse de organismos públicos [Publicação em aplicação do artigo 83. o, n. o 5, alínea b), do Regulamento

Leia mais

CEAP Exercícios Professor: Salomão Soares Turma: Contabilidade e Sistemas de Custos

CEAP Exercícios Professor: Salomão Soares Turma: Contabilidade e Sistemas de Custos CEAP s Professor: Salomão Soares Turma: Contabilidade e Sistemas de Custos Data: Nota: 1) Dos livros da empresa Cosmopolitec foram extraídos os seguintes dados, relativos ao período findo 31 de dezembro

Leia mais

1 DOCUMENTOS PROCESSO LEGISLATIVO

1 DOCUMENTOS PROCESSO LEGISLATIVO 322/2015 26/01/2015 INDÍCE 1 DOCUMENTOS PROCESSO LEGISLATIVO 1.1 - PAUTA DAS REUNIÕES ORDINÁRIAS, EXTRAORDINÁRIAS E SOLENES.. 03 1.2 - PROJETOS DE LEIS ORDINÁRIAS E COMPLEMENTARES.. 03 1.3 - PROJETOS DE

Leia mais

5.1 Processo de Avaliação de Organizações Prestadoras de Serviços Hospitalares O processo de avaliação e visita deve ser orientado pela aplicação do

5.1 Processo de Avaliação de Organizações Prestadoras de Serviços Hospitalares O processo de avaliação e visita deve ser orientado pela aplicação do 5. PROCEDIMENTOS 5.1 Processo de Avaliação de Organizações Prestadoras de Serviços Hospitalares O processo de avaliação e visita deve ser orientado pela aplicação do Manual Brasileiro de Acreditação das

Leia mais

Planejamento e Controle da Utilização e das Compras de Matérias-Primas. Amanda Ribeiro José Maciel Neto Renê Oliveira

Planejamento e Controle da Utilização e das Compras de Matérias-Primas. Amanda Ribeiro José Maciel Neto Renê Oliveira Planejamento e Controle da Utilização e das Compras de Matérias-Primas Amanda Ribeiro José Maciel Neto Renê Oliveira Nov/2012 Para que serve? Definir as quantidades de cada matéria prima necessária para

Leia mais

Programa 1122 Manutenção do Instituto de Gestão Previdenciária

Programa 1122 Manutenção do Instituto de Gestão Previdenciária Ação 3068 Reestruturação e Aparelhamento da Sede do Igeprev Função 9 - Previdência Social Subfunção 12 - Administração Geral Elaboração de projetos e do edital, abertura de processo licitatório, contratação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA laje de cobertura do prédio principal FÁBRICAS DE CULTURA BRASILÂNDIA ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES

Leia mais

LICITAÇÕES REALIZADAS EM 2014

LICITAÇÕES REALIZADAS EM 2014 LICITAÇÕES REALIZADAS EM 2014 Modalidade Objeto Nº Processo Contratada 001/2014 002/2014 003/2014 004/2014 005/2014 007/2014 008/2014 009/2014 010/2014 011/2014 Valor Estimado Valor Licitado Economia Percentual

Leia mais

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO Nº da vaga: 1122 Curso(s): Administração Requisito: A partir do 4º período sexo: Sem preferência cidade: Não Possuir experiência: Não (i) Levantamento dos indicadores gerenciais; (ii) planejar o instrumento

Leia mais

Art. 1º Estabelecer orientações para a implementação no âmbito do Projeto Bolsa- Formação dos ciclos especiais de capacitação:

Art. 1º Estabelecer orientações para a implementação no âmbito do Projeto Bolsa- Formação dos ciclos especiais de capacitação: PORTARIA MJ Nº 183, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2010 Regulamenta os arts. 9º, 10 e 15 do Decreto nº 6.490, de 19 de junho de 2008, alterados pelo Decreto nº 7.081, de 26 de janeiro de 2010, e dá outras providências.

Leia mais

Cartilha do Prêmio de Risco para Aquisição de Produto Agrícola Oriundo de Contrato Privado de Opção de Venda - PROP

Cartilha do Prêmio de Risco para Aquisição de Produto Agrícola Oriundo de Contrato Privado de Opção de Venda - PROP Cartilha do Prêmio de Risco para Aquisição de Produto Agrícola Oriundo de Contrato Privado de Opção de Venda - PROP CONAB - COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO 01 O QUE É O PROP? É uma subvenção econômica

Leia mais

Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento.

Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento. Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento. Os preços apresentados já incluem 10% de desconto para as instituições; Aos preços indicados acresce IVA

Leia mais

Ementa do Curso Gerenciamento de Obras Roberto Rafael Guidugli Filho 1. Introdução 2. O Gerenciamento versus Fiscalização de Obras Públicas

Ementa do Curso Gerenciamento de Obras Roberto Rafael Guidugli Filho 1. Introdução 2. O Gerenciamento versus Fiscalização de Obras Públicas Ementa do Curso Gerenciamento de Obras Roberto Rafael Guidugli Filho Engenheiro Civil pela Universidade Federal de Ouro Preto Especialista em Engenharia Econômica pela Fundação Dom Cabral Mestre em Engenharia

Leia mais

3ª Aula. Desenvolvimento do Tema: Custos

3ª Aula. Desenvolvimento do Tema: Custos 3ª Aula Desenvolvimento do Tema: Custos Os participantes poderão apresentar entendimentos e experiências com base em suas atividades cabendo ao professor os comentários pertinentes com destaque dos aspectos

Leia mais

A Companhia Pasteurizadora Genoveva Uaaaaaaiiiiii produz leite tipos C e B. O ambiente de produção é composto por quatro departamentos:

A Companhia Pasteurizadora Genoveva Uaaaaaaiiiiii produz leite tipos C e B. O ambiente de produção é composto por quatro departamentos: A Companhia Pasteurizadora Genoveva Uaaaaaaiiiiii produz leite tipos C e B. O ambiente de produção é composto por quatro departamentos: de auxílio à produção: manutenção e adm. prod.; de produção: pasteurização,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA HOSPITALAR E AMBULATORIAL DEPARTAMENTO DE AÇÕES EM SAÚDE

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA HOSPITALAR E AMBULATORIAL DEPARTAMENTO DE AÇÕES EM SAÚDE NOTA TÉCNICA Assunto: Leitos de Saúde Mental Integral DA HABILITAÇÃO 1. No Estado do Rio Grande do Sul, os leitos de saúde mental integral terão duas formas de habilitação: federal, quando se tratarem

Leia mais

Financiamento ao Fomento Florestal

Financiamento ao Fomento Florestal Financiamento ao Fomento Florestal 03/10/2012 FINANCIAMENTO A PROJETOS DE FOMENTO FLORESTAL Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura Programa ABC / BNDES Automático 1 Agenda

Leia mais

P A R E C E R. Excelentíssimo Senhor Procurador-Chefe,

P A R E C E R. Excelentíssimo Senhor Procurador-Chefe, PROCEDIMENTO ADM. N.: 08144-000.098/2011. PARECER N.: 017/2011/ASSJUR. P A R E C E R EMENTA: PARTICIPAÇÃO NO CURSO LICITAÇÕES E CON- TRATOS DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA, FORNE- CIDO POR TREIDE APOIO

Leia mais

SECRETARIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO

SECRETARIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO ANEXO P.8 PRESTAÇÃO DE CONTAS RECEBIMENTO DE OBRAS DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA 1. Ofício assinado pelo Prefeito, encaminhando a Prestação de Contas à Casa Paulista, fazendo menção aos documentos anexados. 2.

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 24/2014 Serviços de Vigilância Unidade da Federação: RN Data

Leia mais

Mix Legal Express. Este documento faz parte do Sistema de Gestão da Qualidade da FecomercioSP

Mix Legal Express. Este documento faz parte do Sistema de Gestão da Qualidade da FecomercioSP Mix Legal Express Data 03/01/2013 Tipo Informativo Jurídico N 3/14 Este documento faz parte do Sistema de Gestão da Qualidade da FecomercioSP Caso não consiga visualizar este e-mail, acesse o link: http://www.fecomercio.com.br/mail/mixlegal.php?edicao=639

Leia mais

PROC IBR EDIF 01.02.014/2014

PROC IBR EDIF 01.02.014/2014 INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE OBRAS PÚBLICAS IBRAOP INSTITUTO RUI BARBOSA IRB / COMITÊ OBRAS PÚBLICAS PROC IBR EDIF 01.02.014/2014 01 - Fase Licitatória 01.02 - Análise das especificações, quantidades

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.437/13

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.437/13 RESOLUÇÃO CFC N.º 1.437/13 Altera, inclui e exclui itens das NBCs T 16.1, 16.2, 16.4, 16.5, 16.6, 16.10 e 16.11 que tratam das Normas Brasileiras de Contabilidade Técnicas aplicadas ao Setor Público. O

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Atos Oficiais. Licitações. Contas Públicas. Prefeitura Municipal de Petrolina

Diário Oficial. Índice do diário Atos Oficiais. Licitações. Contas Públicas. Prefeitura Municipal de Petrolina Páginas: 8 Índice do diário Atos Oficiais Decreto - Nº 012/2016 Edital - N 008/2016 NOTIFICAÇÃO Edital - CONVOCAÇÃO Resolução - N 004/2016 Licitações Tomada de Preços - TP 005/2016 Pregão Presencial -

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Readequação de espaços divisórias em drywall FÁBRICAS DE CULTURA JAÇANÃ ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES

Leia mais

CONTABILIDADE GERAL PARA AUDITOR-FISCAL DA RFB

CONTABILIDADE GERAL PARA AUDITOR-FISCAL DA RFB CONTABILIDADE GERAL PARA AUDITOR-FISCAL DA RFB Prof. Marcondes Fortaleza Professor Marcondes Fortaleza Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil, tendo exercido anteriormente o cargo de Analista-Tributário

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de vigilância e segurança

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de vigilância e segurança Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de vigilância e segurança Convite à apresentação de propostas ANCP Dezembro de 2009 Índice Artigo

Leia mais

PRÊMIO PRESENÇA Políticas

PRÊMIO PRESENÇA Políticas Esta política estabelece diretrizes que serão aplicadas no Morena Rosa Group, cabendo a todas as áreas envolvidas no processo e citadas neste documento a responsabilidade pelo seu cumprimento. PRÊMIO PRESENÇA

Leia mais

CARTILHA SOBRE NOÇÕES BÁSICAS DA EXECUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA

CARTILHA SOBRE NOÇÕES BÁSICAS DA EXECUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE UNICENTRO PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS - PROAF DIRETORIA DE CONTABILIDADE E FINANÇAS DIRFIN CARTILHA SOBRE NOÇÕES BÁSICAS DA EXECUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL - PPA

ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL - PPA CURSOS SETORIAIS PARA GESTORES PÚBLICOS P MUNICIPAIS ELABORAÇÃO DO PLANO PLURIANUAL - PPA Profa. Nirleide Saraiva Coelho PPA 2010/2013 O Plano Plurianual de um Município é o instrumento de planejamento

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 004/2016/CPL. Anexo 04 PROPOSTA COMERCIAL

CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 004/2016/CPL. Anexo 04 PROPOSTA COMERCIAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 004/2016/CPL Anexo 04 PROPOSTA COMERCIAL PROPOSTA COMERCIAL I. APRESENTAÇÃO 1.1. A presente LICITAÇÃO tem a finalidade de selecionar a proposta mais vantajosa, apresentada por empresa

Leia mais

PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS

PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS PIS/ COFINS EM NOTÍCIAS I NOVAS SOLUÇÕES DE CONSULTAS. A) A FACULDADE DA DEPRECIAÇÃO ACELERADA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DESTINADOS À PRODUÇÃO, ADQUIRIDOS A PARTIR DE 01-10- 04, PODE SER EXERCIDA DESDE

Leia mais

Prefeitura Municipal de Itabaiana publica:

Prefeitura Municipal de Itabaiana publica: Prefeitura Municipal de Itabaiana 1 Sexta-feira Ano II Nº 166 Prefeitura Municipal de Itabaiana publica: AVISO DE LICITAÇÃO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 004/2012 - Objeto: Aquisição de camisas, bem como materiais

Leia mais

DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014.

DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014. DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DGRM Nº 29/2014 Dispõe sobre os procedimentos

Leia mais

Desafios da Auditoria de OPMES em Centro Cirúrgico. Como Fazer? Uberaba MG 295.988 habitantes IBGE

Desafios da Auditoria de OPMES em Centro Cirúrgico. Como Fazer? Uberaba MG 295.988 habitantes IBGE Desafios da Auditoria de OPMES em Centro Cirúrgico. Como Fazer? Uberaba MG 295.988 habitantes IBGE Caracterização da Unimed Uberaba Clientes: 60.118 Sinistralidade: 69,37% Cooperados: 543 Colaboradores:

Leia mais

ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO

ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO ATA DA SESSÃO PÚBLICA DO PREGÃO Dependência: PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO - PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO VELHO - (RO) Licitação: (Ano: 2012/ PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO / Nº Processo:

Leia mais

EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS CONTRATANTE: CONTRATADA: OBJETO:

EXTRATO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS CONTRATANTE: CONTRATADA: OBJETO: Contratante : Município de São Mateus do Sul Contratada : Distribuidora Veicular Ltda. Objeto : 1.º Termo Aditivo a Ata de Registro de Preços nº 054/2012, referente ao Edital de Pregão Eletrônico n.º 004/2012

Leia mais

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL. PORTARIA No- 490, DE 24 DE AGOSTO DE 2009

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL. PORTARIA No- 490, DE 24 DE AGOSTO DE 2009 SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL PORTARIA No- 490, DE 24 DE AGOSTO DE 2009 O SECRETÁRIO ADJUNTO DO TESOURO NACIONAL, no uso das atribuições que lhe conferem a Portaria MF nº 183, de 31 de julho de 2003,

Leia mais

NORMA TÉCNICA PARA RECEBIMENTO DE BENS DE INFORMÁTICA PELA METODOLOGIA DE INSPEÇÃO POR ATRIBUTOS. Referência: NT-AI.03.05.01. Data: 17/04/2.

NORMA TÉCNICA PARA RECEBIMENTO DE BENS DE INFORMÁTICA PELA METODOLOGIA DE INSPEÇÃO POR ATRIBUTOS. Referência: NT-AI.03.05.01. Data: 17/04/2. NORMA TÉCNICA PARA RECEBIMENTO DE BENS DE INFORMÁTICA PELA METODOLOGIA DE INSPEÇÃO POR ATRIBUTOS Referência: NT-AI.03.05.01 http://www.unesp.br/ai/pdf/nt-ai.03.05.01.pdf Data: 17/04/2.001 STATUS: PRELIMINAR

Leia mais

LEYA BIKES CARTA- CONVITE LICITAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSULTORIA

LEYA BIKES CARTA- CONVITE LICITAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSULTORIA LEYA BIKES CARTA- CONVITE LICITAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSULTORIA 1. OBJETO 1.1. A LEYA BIKES S.A realizará licitação para a prestação dos serviços de Consultoria em Comunicação, levando em conta

Leia mais

COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS - CPTM CONCURSO PÚBLICO Nº 004/2012

COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS - CPTM CONCURSO PÚBLICO Nº 004/2012 COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS - CPTM CONCURSO PÚBLICO Nº 004/2012 Aviso nº 006 - GABARITO PRELIMINAR DAS PROVAS APLICADAS NO DIA 17/06/2012. 101 - Advogado Júnior 31 - A 32 - B 33 - D 34 -

Leia mais

PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013

PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013 PARECER COREN-SP 010/2012 CT PRCI nº 99.093/2012 Ticket s nº 277.711, 279.026 e 293.554 Revisado e atualizado em 21/11/2013 Ementa: Dispensação de medicamentos. Função privativa de Farmacêutico. 1. Do

Leia mais

Sistema CECAM (Página: 1 / 5) Empenho Processo CPF/CNPJ Fornecedor Descrição Mod. Lic. Licitação Valor Empenhado Valor Liquidado Valor Pago

Sistema CECAM (Página: 1 / 5) Empenho Processo CPF/CNPJ Fornecedor Descrição Mod. Lic. Licitação Valor Empenhado Valor Liquidado Valor Pago (Página: 1 / 5) Movimentação do dia 14 de Maio de 2014 01.00.00 - PODER EXECUTIVO 01.01.00 - SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO 01.01.04 - ASSESSORIA DE GOVERNO 01.01.04.04.000 - Administração 01.01.04.04.122

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO RELAÇÃO DE CONTRATOS E ADITIVOS DO MÊS DE MARÇO DE 2016 Processo: SADP 297.002/2011 Convênio: SADP 297.002/2011 Alteração: 4º Termo Aditivo Convenente: Banco Santander (Brasil) S.A. CNPJ: 90.400.888/0001-42

Leia mais

Extrato de Diárias para funcionários

Extrato de Diárias para funcionários Extrato de Diárias para funcionários Extrato de Diária nº 316/2016 FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE ILHÉUS Nome Vicente Antonio dos Santos. Função Motorista. Destino Distrito de Ilhéus Motivo Conduzir a Equipe

Leia mais

CURSO EMPRESA CONTATOS OBSERVAÇÕES

CURSO EMPRESA CONTATOS OBSERVAÇÕES Curso: Administração Horário: 6 horas diárias Benefícios: Bolsa 800,00 + VT + Vale Refeição (15,00) + Plano de Saúde e Odonto sem desconto + Seguro de Vida Obs.: Obrigatória vivência anterior em rotinas

Leia mais

Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos

Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos O presente documento tem como objetivo apresentar as diretrizes e orientar no preenchimento do formulário de inscrição

Leia mais

ESTATÍSTICA E TÉCNICAS DE AMOSTRAGEM

ESTATÍSTICA E TÉCNICAS DE AMOSTRAGEM ESTATÍSTICA E TÉCNICAS DE AMOSTRAGEM Valdir Cereali Auditor Público Externo - TCE/MT Março de 2013 Estatística e Técnicas de Amostragem OBJETIVOS Fornecer uma visão geral sobre técnicas de amostragem utilizadas

Leia mais

Título do Slide Máximo de 2 linhas

Título do Slide Máximo de 2 linhas Título do Slide 13ª Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos Modelo para trabalho com projetos de softwares aplicativos com órgãos públicos que atendam à Lei 8.666 Airton Molena e Prof. Dr.

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 28/2014 Serviços de Vigilância Unidade da Federação: RS Data

Leia mais

Representantes da Fehosp na Comissão Estadual Maria Fátima da Conceição Hermínia Maria Martins

Representantes da Fehosp na Comissão Estadual Maria Fátima da Conceição Hermínia Maria Martins RELATÓRIO DA 2ª REUNIÃO DA COMISSÃO ESTADUAL DE MONITORAMENTO DO AUXÍLIO FINANCEIRO ÀS INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS - SANTA CASA SUSTENTÁVEL REALIZADA EM 18/03/2016. Representantes da Fehosp na Comissão

Leia mais

1 Retenção na fonte. 2 Percentual a ser descontado

1 Retenção na fonte. 2 Percentual a ser descontado 1 Retenção na fonte Desde 01.02.04, os pagamentos efetuados pelas pessoas jurídicas a outras pessoas jurídicas de direito privado, pela prestação dos serviços abaixo relacionados, estão sujeitos à retenção

Leia mais

INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE

INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE 1.1. Contabilidade para não Contadores INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE Objetiva ensinar a Contabilidade para aqueles que não são contadores, mas necessitam interpretar (entender) a Contabilidade, os relatórios

Leia mais

DEMONSTRATIVO GERAL DOS CONTRATOS EM VIGOR NA CÂMARA MUNICIPAL DE ARACAJU-ATÉ 31/03/2013

DEMONSTRATIVO GERAL DOS CONTRATOS EM VIGOR NA CÂMARA MUNICIPAL DE ARACAJU-ATÉ 31/03/2013 1 006/2009 2 009/2009 3 013/2009 4 015/2009 5 026/2009 COMPANHIA DE SANEAMENTO Fornecimento contínuo de água potável para a Câmara DE SERGIPE - DESO Municipal de Aracaju ENERGISA SERGIPE Fornecimento de

Leia mais