VÍDEO VIGILÂNCIA E ALARME PARA AS UNIDADES ESCOLARES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VÍDEO VIGILÂNCIA E ALARME PARA AS UNIDADES ESCOLARES"

Transcrição

1 1/110 PROJETO: Vídeo Vigilância e Alarme para Unidades Escolares da Rede Pública de Ensino Médio, Polos da Universidade Aberta do Brasil UAB e Salas de Videoconferência no Estado da Bahia Versão 1 1

2 2/ Objetivo O presente Termo de Referência estabelece as condições técnicas e parâmetros mínimos a serem atendidos para o fornecimento de soluções de vídeo vigilância em Circuito Fechado de Televisão CFTV e Alarmes de intrusão, contemplando bens e serviços, com instalação, implantação, manutenção, operação e monitoramento Remoto, das dependências das Escolas do Ensino Médio, Polos da Universidade Aberta do Brasil UAB e Salas de Videoconferência mantidas pela Secretaria da Educação SEC, localizadas na Capital e no interior do Estado da Bahia, conforme Termo de Referência Premissas Todos os fornecimentos e serviços deverão ser executados rigorosamente em consonância com os projetos básicos, com as prescrições contidas no presente termo e normas adiante citadas em cada caso particular ou suas sucessoras, e de acordo com a legislação Federal, Estadual e Municipal vigentes e pertinentes. Detalhes que não constarem das especificações fornecidas, mas fundamentais para a execução dos serviços ou instalações, deverão ser modificados junto à Contratante e/ou alterados depois de esclarecidas antecipadamente todas as dúvidas juntamente com prepostos da SEC/BA, que deverão aprová-los, quando do fornecimento e execução dos serviços. 1.1 Modalidade de Licitação A modalidade de licitação proposta para esta contratação é o PREGÃO ELETRÔNICO, do tipo MENOR PREÇO, sob o SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, em conformidade com as disposições da Lei Estadual nº 9.433/05, e subsidiariamente à Lei 8.666/1993 e suas alterações. O objeto de presente certame contará com 08 lotes conforme abaixo e os licitantes poderão ser habilitados para um ou mais lotes, sem restrição. 2

3 3/110 Lote Descrição Qtd. de Unidades 01 Área I OESTE Área II SUDESTE Área III - SUL Área IV NORDESTE Área V CENTRO/NORTE Área VI Reg. Metropolitana 298 Salvador e Recôncavo 07 Área VII FEIRA Central de Operação e Monitoramento Remoto Forma de Aquisição As aquisições decorrentes do Registro de Preços serão feitas de acordo com a necessidade e conveniência de cada Unidade ou da SEC/BA em nomes destas, selecionando e quantificando o numero de Equipamentos e Serviços, mediante a emissão de Ordem de Fornecimento / Serviços ou Nota de Empenho em nome da empresa ganhadora do Lote. Este instrumento não obriga à contratação, nem mesmo nas quantidades indicadas, podendo a Unidade e/ou a SEC/BA promover a aquisição de acordo com suas necessidades, obedecida à legislação pertinente, sendo assegurada ao detentor do registro à preferência, em igualdade de condições. 1.3 Prazo de Vigência da Ata de Registro de Preços O prazo de vigência da ata será de 12 (doze) meses contado da data de sua assinatura. 1.4 Vigência do Contrato O contrato terá vigência de 36 (trinta e seis) meses, contados da data de sua assinatura. 3

4 4/ Detalhamento do Objeto A Empresa Contratada será responsável pelo fornecimento de equipamentos e software s, pela prestação de serviços de instalação, manutenção e monitoramento remoto a partir de um sistema de Vídeo Vigilância através de Circuito Fechado de Televisão (CFTV) e Alarmes de Intrusão para as Unidades Escolares do Ensino Médio, Núcleos de Tecnologia Educacional NTE, Polos da Universidade Aberta do Brasil UAB e Salas de Videoconferência mantidas pela Secretaria da Educação SEC/BA, localizadas na Capital e no interior do Estado da Bahia. a) A empresa contratada deverá prover a solução completa e garantir seu perfeito funcionamento enquanto durar o contrato. Será responsável pela: - instalação da infraestrutura (dutos, eletrodutos e calhas); - Instalação do cabeamento lógico e elétrico (cabos, conectores, tomadas, dentre outros materiais e acessórios); - Fornecimento de: - Equipamentos do CFTV (Câmeras, DVR s, Monitores, Sensores de presença e demais assessórios necessários); - Software de Visualização das Imagens; - Software de Gravação e Armazenamento das Imagens; - Software de Visualização de Imagens em Dispositivos Móvel (celular, tablet) - Serviços de Manutenção Preventiva; - Serviços de Manutenção Corretiva com fornecimento de serviços e peças, substituição quando necessário de equipamentos sem ônus adicional a Contratante; - Treinamento da Equipe técnica das Unidades e de Administradores da SEC/BA de forma a capacita-los a operar e administrar a Solução fornecida. b) A empresa contratada, conforme detalhado no Anexo V, será ainda responsável pelo fornecimento de equipamentos, materiais, acessórios e software, sua instalação e manutenção e pela operação da Central Operação e Monitoramento Remota instalada nas dependências da SEC/BA em Salvador-Ba e proverá os serviços de: 4

5 5/110 - Vigilância continua dos espaços internos e externos aos Blocos e Pavimentos que compõe a Unidade, a partir das imagens capturadas e alarmes gerados por sensores do Sistema implantado; - Registro de imagens e alarmes com consequente acionamento dos gestores responsáveis pela Segurança na Unidade, na SEC/BA e/ou Órgãos de Segurança Pública a serem definidos pela SEC/BA, sobre atividades / atitudes suspeitas, infrações a ordem legal, intrusão, ocorrências em estacionamentos e demais áreas externas, alagamentos de pistas e áreas, incêndios) e demais fatos que possam requerer intervenção ou investigação imediata; - Permanente monitoramento das condições operacionais de equipamentos, software e demais acessórios instalados, responsabilizando-se pelo acionamento da equipe mantenedora e gestão dos serviços de manutenção preventiva e corretiva executadas por esta; - Deverá ainda realizar cópia e guarda das imagens e registro dos alarmes de ocorrências identificadas na Central de Operação e Monitoramento Remoto, desta forma resguardando e garantindo que não haverá perda dos registros realizados, garantindo e respeitando as normas internas da SEC/BA. A infraestrutura passiva instalada (tubulações, calhas, rack s) e ainda o cabeamento lógico (cabos, patch panel, organizadores de cabos) e elétrico (cabos, quadros, tomadas, aterramento), quando findado o contrato, permanecerão de propriedade da SEC/BA. Todas as imagens e alarmes gravados nos DVR s deverão ser acessadas por celulares, tablet s ou computadores cadastrados, pela rede de dados disponibilizada pelo SEC/BA, e se não houver disponibilidade do link, deverão ser acessadas pela tecnologia 3G. Todos os DVR s devem ter a facilidade de chaveamento de rede (3G/Ethernet) e ser realizado remotamente. Para tanto é fundamental que o DVR permita transmitir no mínimo 10 quadros por segundo com a taxa máxima de 32 kbps. O armazenamento das imagens e registros de alarmes localmente nos DVR s deverá ser de no mínimo 30 (trinta) dias. As cópias das imagens de ocorrências armazenadas na Central de 5

6 6/110 Monitoramento deverão ser mantidas enquanto durar o contrato e em este encerrando, devolvidas a SEC/BA em mídias ópticas (DVD). A empresa deverá fornecer o Software de Visualização das Imagens para a Central de Monitoramento Remoto, o Software de Visualização das Imagens em Dispositivos Móveis (celular, tablet e etc.) e o Software para Gravação e Armazenamento de Dados no DVR. Todas as obras e serviços deverão ser executados rigorosamente em consonância com as prescrições contidas no presente termo e normas adiante citadas em cada caso particular ou suas sucessoras, e de acordo com a legislação Federal, Estadual e Municipal vigentes e pertinentes. Detalhes que não constarem das especificações fornecidas, mas fundamentais para a execução dos serviços ou instalações, deverão ser modificados junto à Contratante e/ou alterados depois de esclarecidas antecipadamente todas as dúvidas juntamente com prepostos da SEC/BA, que deverão aprová-los, quando da execução das obras e/ou serviços. 1.6 Subcontratação de Serviços Excepcionalmente, será admitida a subcontratação de serviços acessórios e complementares (a exemplo da mão de obra para prover a instalação e o transporte de equipamentos, a instalação de infraestruturas para as redes lógicas e de energia elétrica das Unidades, a capacitação da equipe de operadores e ainda a manutenção preventiva e corretiva da solução fornecida no local onde encontrarem-se instaladas). No entanto, a CONTRATADA será a única e exclusiva responsável pela execução do objeto, não tendo a SUBCONTRATADA qualquer vínculo com a SEC/BA e suas Unidades Escolares. Não poderão ser subcontratados o fornecimento dos equipamentos, materiais e softwares e os serviços de testes da solução ofertada e ainda o treinamento de administradores e suporte técnico aos profissionais da SEC/BA Quando ocorrer subcontratação, esta não poderá ultrapassar a 50% do valor total proposto para o Lote. 6

7 7/ Normas e Procedimentos Os equipamentos e serviços a serem fornecidos pela CONTRATADA, tem como premissa básica para a execução do objeto, que a infraestrutura esteja de acordo com as normas da ANATEL, ABNT, ANSI, TIA, EIA, IEC, ASA e suas sucessoras. Na inexistência destas, ou em caráter suplementar, poderão ser adotadas outras normas de entidades reconhecidas internacionalmente. Sempre com a aprovação da CONTRATANTE, poderão ser aceitas outras normas, de reconhecida autoridade, que possam garantir o grau de qualidade desejado. 3. Tecnologia Selecionou-se a tecnologia de Captura de Imagens e Alarmes Analógica com Armazenamento Digital em equipamentos micro processados de uso exclusivo, com capacidade de comunicação externa TCP/IP sobre redes privadas (Intranet) e publicas (Internet / 3G). As Câmeras deverão ser posicionadas em corredores, áreas de convivência (pátios), Portões de acesso e às Unidades, entornos vulneráveis a intrusão e os Sensores de Alarme internamente a Salas Administrativas, Laboratórios, almoxarifados e outros a serem definidas pela Direção da Unidade Escolar em conjunto com a equipe técnica da Contratada. Será de responsabilidade da Contratada o correto posicionamento das Câmeras e Sensores garantindo a perfeita vigilância e boa qualidade das imagens capturadas nos ambientes nomeados, conforme diagrama e perfis a seguir. A Infraestrutura local de Gravação e Armazenamento de Dados será provida pela implantação de equipamento Digital Vídeo Record - DVR operando sob plataforma de software embarcado. A registro de intrusão se dará pela implantação de Central de Alarmes integrada ou interligada ao Digital Vídeo Record DVR. 7

8 8/ Topologia 5. Perfil e quantidade de Unidades O universo a ser atendido com o referido projeto reúne: a) Unidades Escolares contando com estrutura básica, composta dos seguintes ambientes: - Sala da Diretoria - Secretaria - Biblioteca - Sala de Professores - Área de Convivência (pátio) - Laboratório de Informática E ainda aquelas que tenham implementado o Ensino Médio com: - Laboratório de Química/Biologia e/ou Física; - Salas Ambiente (especialmente preparadas para desenvolvimento de Conteúdos Digitais nas áreas de Linguagens, Ciências e Matemática). Padrão Qtd Nº Salas Nº Alunos Laboratórios Tipo I 192 Acima de 20 Acima

9 9/110 Tipo II a a Tipo III a a Tipo IV 229 < 6 Até TOTAL 1373 b) Polos da Universidade Aberta do Brasil - UAB contando com estrutura básica, composta dos seguintes ambientes: - Sala da Administração - Sala de Professores - Biblioteca - Recepção - Laboratórios Padrão Qtd Nº Salas Laboratórios UAB-I 20 3 a 9 1 UAB-II 05 >9 2 TOTAL 25 c) Salas de Videoconferência contando com estrutura básica, composta dos seguintes ambientes: - Auditório - Almoxarifado Padrão Qtd Nº Salas Videoconferência TOTAL Sistema de Comunicação, Processamento e Armazenamento de Imagens 6.1 Infraestrutura No Anexo I encontram-se discriminados como deverão ser executados os serviços de instalação da infraestrutura: Eletrodutos em aço galvanizado leve, eletrodutos em PVC, eletrodutos flexíveis, eletrodutos subterrâneos / seal tubo, eletrocalhas, quadros de 9

10 10/110 passagem, quadros de comando, quadros de conexão, caixas de passagem, painéis elétricos e painéis de comando. Os acabamentos de alvenaria e pintura danificados na instalação serão de responsabilidade da CONTRATADA. 6.2 Rede Lógica No Anexo II encontram-se discriminados os materiais e equipamentos e como deverão ser executados os serviços de instalação do Cabeamento Lógico: Cabos Metálicos, Concentradores de Cabos (Patch Panel) conectores, Rack s e Switchs, dentre outros elementos que constituirão o cabeamento lógico do Sistema de Vídeo Vigilância. 6.3 Rede Elétrica No Anexo III, encontram-se discriminados os materiais e equipamentos a serem fornecidos e como deverão ser executados os serviços de instalação da Rede Elétrica Estabilizada: Cabos, Quadros, conectores, aterramento e Nobreak s, dentre outros elementos que constituirão o cabeamento elétrico da solução. 6.4 Sistema de CFTV (Circuito Fechado de Televisão) e Alarme No Anexo IV, encontram-se discriminados os materiais e equipamentos e como deverão ser executados os serviços de instalação do Sistema de CFTV e Alarme: DVR s Câmeras, Sensores, Conexões, Software s, dentre outros elementos do Sistema de Segurança. 6.5 Operação e Monitoramento Remoto A Central de Operação e Monitoramento Remoto - COMR será responsável pelo comando e gestão de acesso sobre todo o Sistema de Vídeo Vigilância, particularmente sobre as câmeras e imagens capturadas do Sistema de CFTV e Alarme. Este estará localizado em área própria da Contratante na cidade do Salvador-Ba e alimentado por sistema de energia estabilizada e nobreak, além de temperatura ambiente controlada por ar-condicionado. 10

11 11/110 A COMR funcionará 24 (vinte e quatro) horas, 7 (sete) dias da semana, e será operacionalizado por uma Equipe Especializada da Contratada, que desenvolverão as atividades em turnos contínuos, conforme detalhado no Anexo V. 7. Serviços Técnicos Especializados de Instalação e Configuração 7.1 Os serviços técnicos especializados compreendem os profissionais necessários para formatação de equipe temporária para: a) Instalação e configuração da solução de CFTV e Alarme, Servidor de Imagens e Solução de Armazenamento de dados, Estações de Monitoração, todos os softwares correspondentes e a infraestrutura necessária; b) Treinamento em todas as soluções instaladas, para uma equipe a ser designada pela SEC/BA, de no máximo de 20 (vinte) pessoas. O local de treinamento, equipamentos e material didático como flip-chart, projetor multimídia, papel e canetas, além de coffee-break serão por conta da SEC/BA. A Contratada deverá fornecer apostilas e outros insumos necessários ao treinamento; 7.2 Para a execução dos serviços técnicos especializados deverão ser disponibilizados profissionais treinados, capacitados nas soluções a serem fornecidas. 7.3 Finalizados os serviços de instalação, tem-se que executar os testes de aceitação, em campo dos equipamentos ofertados, na presença de inspetores da SEC/BA. Os testes de aceitação em campo têm por finalidade aferir a montagem, características operacionais de desempenho e qualidade da solução implantada e se constituirão dos seguintes itens: a) Testes mecânicos b) Testes Elétricos c) Testes Operacionais e do Sistema Estes testes serão executados por equipe técnica da Contratada, com a supervisão da SEC/BA, após a instalação da solução. a) Testes Mecânicos: 1. Inspeção visual; 11

12 12/ Fixação e rigidez dos equipamentos, materiais e acessórios (câmeras, Sensores, consoles de comando, monitores, estações de trabalho etc.); 3. Disposição dos equipamentos, materiais e acessórios no Rack; 4. Verificação do encaminhamento e identificação da cabeamento elétrico, lógico, amarração, etc.; 5. Verificações das terminações e dos conectores; 6. Identificação dos equipamentos, acessórios e materiais; e b) Testes Elétricos: 1. Continuidade dos cabos e fios de interligação; e 2. Verificação da tensão de alimentação e aterramento dos equipamentos. c) Testes Operacionais e de Sistema: 1. Verificação das indicações luminosas dos DVR s e teclas de testes; 8. Equipe Técnica treinamento em: 2. Medição do Nível de Sinal das saídas de câmeras e Sensores; 3. Testes e Simulações de Acesso e movimentação dentre as áreas protegidas; 4. Verificação da funcionalidade da programação dos Sistemas; 5. Verificação do sistema de transmissão (Intranet/Internet): velocidades, comandos, atenuações; e 6. Outros definidos nos anexos. A Contratada deverá disponibilizar, para a execução dos serviços, profissionais com a) Sistema de cabeamento lógico (metálico); b) Sistema elétrico de baixa voltagem; c) Sistema de monitoramento por imagens (CFTV) e Alarme; d) Sistema de gerenciamento e gravação de imagens; e) Operação e Monitoramento de Sistema de CFTV e Alarme. Os técnicos encarregados dos serviços devem ser previamente relacionados, tendo livre acesso aos equipamentos, a fim de executar os serviços de manutenção, respeitadas as normas de segurança vigentes nas instalações da SEC/BA e das Unidades Escolares. 12

13 13/110 A Contratada deverá manter seus funcionários identificados por crachá quando em cumprimento do objeto desta licitação nas dependências do Edifício Sede da SEC/BA e das Unidades Escolares. Deve ainda manter sua equipe técnica sempre provida de EPI s, ferramental, instrumentos e equipamentos, devidamente aferidos e calibrados, adequados ao trabalho e em perfeitas condições de uso. 9. Garantias A Garantia dos equipamentos, softwares, acessórios e materiais ofertados, deverá cobrir, no mínimo um período de 36 (trinta e seis) meses da data do fornecimento, salvo nos casos em que este Termo expressamente disponha de outra maneira. Essa garantia deverá abranger todo e qualquer defeito de projeto, fabricação e desempenho dos equipamentos, quando submetidos a uso e conservação normais. Durante o prazo de garantia acima indicado, deverão ser substituídas e/ou reparadas quaisquer partes e equipamentos defeituosos, sem ônus para a SEC/BA. Nesse caso, a Contratada deverá repetir, às suas custas, os testes julgados necessários pela SEC/BA para comprovar a perfeição dos reparos executados e o bom funcionamento da unidade. No caso de constatarem-se quaisquer defeitos ou deficiências nos equipamentos e softwares, materiais ou acessórios, a SEC/BA terá o direito de utilizá-los até que os mesmos sejam retirados e substituídos. Durante o período de garantia a Empresa Contratada deverá fornecer todos os Services Packs (patchs, correções e etc.) lançados, atualizações e novas versões dos softwares propostos com novas funcionalidades, sem custo adicional. 10. Serviços de Manutenção (Preventiva e Corretiva) e Suporte Técnico Os serviços de manutenção (preventiva e corretiva) e Suporte Técnico consistem em suporte, help on-line e serviços de correção de eventuais defeitos de fabricação, instalação e/ou operação para todos os equipamentos e sistemas instalados em cada unidade escolar. 13

14 14/110 Os Serviços de manutenção (preventiva e corretiva) e suporte técnico deverão ser prestados on-line e on-site, quando necessário, pelo período de 33 (trinta e três) meses, faturados e pagos em parcelas mensais, a partir do aceite definitivo da implantação de cada unidades escolar. A Contratada deverá disponibilizar telefone, fax e o endereço eletrônico de atendimento para abertura de chamados. A Contratada deverá fornecer um número ou código de protocolo para identificação e individualização de cada chamado técnico efetuado pela SEC/BA, bem como para acompanhamento e controle dos serviços. O escopo dos serviços de manutenção (preventiva e corretiva) e suporte técnico abrange: 1. Manutenção preventiva e corretiva de toda a solução fornecida e instalada deverá obedecer ao acordo de nível de serviço, subitem iv; 2. Suporte on-line e on-site de todos os softwares, equipamentos e componentes da solução instalada deverá obedecer ao acordo de nível de serviço, subitem iv; 3. Entendendo-se por: i. Manutenção Corretiva Aquela destinada a remover os eventuais defeitos de funcionamento apresentados nos softwares e equipamentos, mediante chamado da SEC/BA, compreendendo serviços de conserto e/ou substituição/reposição de peças desgastadas e/ou danificadas por originais do fabricante, e ainda quando for considerado necessário serviço de lubrificação, limpeza, regulagem, ajuste e pequenos reparos, colocando-os em perfeitas condições de uso. A manutenção corretiva da solução deverá ser realizada sob demanda da SEC/BA, em regime de atendimento, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, exceto feriados. A Contratada deverá possuir uma equipe técnica de manutenção capaz de prestar assistência técnica às Unidades Escolares dentro dos prazos acordados e de suporte a equipe encarregada da operação da Solução e usuários da Solução de Vídeo Vigilância fornecida e implantada. ii. Manutenção Preventiva 14

15 15/110 Compreende uma série de procedimentos tais como limpeza, verificações, ajustes, lubrificações e testes, que têm o objetivo de evitar ou reduzir a probabilidade de falha ou a degradação do funcionamento da Solução instalada. A manutenção preventiva da solução deverá ser realizada de forma periódica, com a realização de uma visita semestral, em quantidade de horas suficientes para cumprir o escopo básico de manutenção, em regime de atendimento, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, exceto feriados. A Contratada deverá apresentar um cronograma de Manutenção Preventiva Semestral, para análise e aprovação da SEC/BA, no prazo de 10 (dez) dias após a assinatura do contrato, envolvendo as soluções de Equipamentos, Softwares e infraestrutura. A primeira manutenção semestral deverá ocorrer antes de completados os primeiros 180 (cento e oitenta) dias contados da implantação da solução. A manutenção preventiva deverá ser realizada nas datas previstas pelo cronograma apresentado a SEC/BA, sendo admitido, em cada evento, um único adiamento, por período não superior a 10 (dez) dias úteis. No relatório de visita, a SEC/BA deverá indicar o número da Ordem de Serviço correspondente a cada intervenção programada para cada equipamento. A Contratada deverá realizar os serviços específicos de Manutenção Preventiva para cada tipo de equipamento, conforme descrito a seguir e de acordo com as recomendações do fabricante: a) Conjunto de Câmeras, Sensores, fontes, caixas de proteção e acessórios: 1. Limpeza geral das caixas de proteção; 2. Limpeza do visor das câmeras; 3. Ajustes de posicionamento; 4. Verificação dos conectores; 5. Verificação das tensões de alimentação; e 6. Verificação das instalações física (suporte e fiação). b) Estações de trabalho, DVR s, Teclado, Joystick e Acessórios: 1. Limpeza geral; 2. Checagem de conexões, fontes e nobreaks, régua de tomadas; 3. Verificação de periféricos; 15

16 16/ Testes de resposta a comando; e 5. Medição da tensão de alimentação. c) Monitores LCD de 19 e 42 : 1. Limpeza externa; 2. Verificação dos ajustes de tela; 3. Checagem das conexões. iii. Local de Realização dos Serviços Os equipamentos defeituosos deverão ser reparados, preferencialmente, no local (on-site) onde estão instalados, ou seja, a Contratada deverá atender e efetuar os serviços de manutenção preventiva e corretiva onde a solução estão funcionando. Caso se mostre necessário, em função da complexidade dos serviços, e com a autorização prévia da SEC/BA, a Contratada poderá transportar o(s) sistema(s) ou partes do(s) sistema para laboratório(s) ou oficina(s) especializada(s), onde serão efetuados os serviços necessários para solução dos defeitos apresentados e, de imediato, deverá ser providenciado um equipamento para substituir o que foi retirado. A Contratada assumirá, integralmente, os custos relativos ao transporte dos equipamentos, bem como aqueles referentes à utilização das instalações e ferramental existentes no(s) laboratório(s) ou oficina(s) especializada(s). Após a manutenção necessária, o equipamento deverá ser devolvido ao seu lugar de origem, não sendo permitida a sua instalação em qualquer outro lugar sem a autorização prévia da SEC/BA. A Contratada assumirá toda a responsabilidade e custos de ressarcimento por quaisquer danos, avarias, roubo ou furto que possam ocorrer aos equipamentos por esta retirada para manutenção em seu laboratório e durante o seu transporte (ida e volta). Em havendo a necessidade de substituição definitiva do equipamento por impossibilidade de recuperação e com autorização prévia da SEC/BA, um novo de igual ou superior configuração e capacidade deverá ser instalado sem custo adicional a SEC/BA. Se configurado e comprovado danos causados por vandalismo ou furto, orçamento especifico deverá ser aprovado pela SEC/BA. 16

17 17/110 iv. Acordo de Nível de Serviço ANS Em respeito e nos termos do inciso XVII, artigo 15 da Instrução Normativa 002/2008 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e dentro dos limites da Lei Federal 8.666/93. A manutenção corretiva nos equipamentos deverá ser prestada pela Contratada, a partir de chamada técnica realizada pela SEC/BA, obedecendo aos seguintes prazos de atendimento: Tipos de Chamados - Normal: Chamados derivados de incidentes de baixo impacto no funcionamento das atividades principais da Unidade Escolar. Têm impactos apenas localizados. - Urgente: Chamados derivados de usuários, cujo atendimento está relacionado a impacto institucional e de abrangência total da Unidade Escolar. Devem seguir critérios de atendimentos diferenciados. - Programado: Chamado referente à tarefa ou atividade a ser executada por demanda, com tempo de atendimento e prazo de solução acordados antecipadamente com a CONTRATADA (ex: remanejamentos/realocação de equipamentos, atendimentos agendados, manutenção preventiva, etc.) Tabela de Tipos de Chamados Tipo % de chamados 1 Tempo de Atendimento Tempo de Solução SLA 2 Chamados Normais 70% TAN 24 horas úteis TSN 48 horas úteis 80% Chamados Urgentes 20% TAU 12 horas úteis TSU 24 horas úteis 85% Chamados Programados TAU - Tempo de atendimento urgente TAN - Tempo de atendimento normal 10% A depender da situação A depender da situação 95% atendidas no prazo acordado 1 Percentual estimado de chamados de um tipo específico, em relação ao total de chamados registrados. 2 SLA: percentual, em relação ao total de chamados de um determinado tipo, que deverá atender aos indicadores descritos para o respectivo tipo. Ex.: 100 chamados normais ocorreram em um determinado mês. Se apenas 79 ou menos forem atendidos no prazo a 24 horas uteis ou solucionados em prazo a 48 horas uteis será considerado que não foi atendido ao SLA e portanto o Contratado estará sujeito às penalidades aqui estabelecidas. 17

18 18/110 TSU - Tempo de solução urgente TSN - Tempo de solução normal O tempo de solução será computado a partir da abertura do chamado. Os chamados originados de telefone, fax, ofício, , ou pessoalmente, serão computados a partir do registro no sistema de registro de incidente. O registro deverá ser efetuado no máximo em 01(uma) hora. v. Penalidades Mensalmente será apurado a partir dos relatórios de atendimento o efetivo cumprimento do Acordo de Nível de Serviço estabelecido, considerando o total de chamados por TIPO realizados e atendidos no período. O não atendimento aos prazos acordados implicará em redução de: - Chamados Programados - 2% (dois por cento) do valor mensal devido, correspondente ao Serviço de Manutenção e Suporte Técnico a ser pago mensalmente a Contratada. - Chamados Normais - 3% (dois por cento) do valor mensal devido, correspondente ao Serviço de Manutenção e Suporte Técnico a ser pago mensalmente a Contratada. - Chamados Urgentes - 5% (dois por cento) do valor mensal devido, correspondente ao Serviço de Manutenção e Suporte Técnico a ser pago mensalmente a Contratada. vi. Suporte Técnico a) O suporte técnico deverá ser fornecido para toda a solução dentro do nível de serviço estipulado. b) O suporte deverá compreender o fornecimento de suporte técnico para a correção e prevenção de problemas de configuração, funcionalidade ou compatibilidade dos componentes da solução contratada. c) Interação com a equipe técnica da SEC/BA, fornecendo apoio na resolução de incidentes que estejam envolvendo os componentes da solução. Incluindo: Re-configuração dos produtos; 18

19 19/110 Re-instalação dos produtos; Instalação de Patches corretivos; Esclarecimentos de dúvidas de operação; Ajustes no sistema de comunicações; Avaliação e ajustes da qualidade das imagens. vii. Das Ordens de Serviço e Relatórios a) A cada atendimento preventivo ou corretivo, a Contratada deverá apresentar à Unidade Escolar uma ordem de serviço; b) Após encerrar os serviços relativos ao atendimento, o técnico da Contratada deverá solicitar que o funcionário responsável da Unidade Escolar preencha os campos da pesquisa de satisfação, que integram o formulário da Ordem de Serviço; c) A Contratada deverá manter um banco de dados contendo todas as informações das ordens de serviço; d) A Contratada deverá apresentar mensalmente à SEC/BA, até o 3º dia útil do mês seguinte, Relatório de Desempenho da Manutenção no Período, contendo: Total de chamados corretivos; Números das ordens de serviço; Protocolos da Contratada; Descrição sucinta do serviço; Data do atendimento corretivo; Data de conclusão do serviço de corretiva; Data do atendimento das preventivas; e Pesquisa de Satisfação. e) O relatório mencionado deverá ser entregue formatado e/ou planilha eletrônica, em mídia gravada ou via correio eletrônico, com endereço a ser fornecido pela SEC/BA; 19

20 20/110 f) Toda documentação entregue a SEC/BA deverá identificar claramente o responsável técnico pelo seu conteúdo bem como sua habilitação legal, para tal e assinatura. 11. Documentação A documentação em português deve descrever a topologia da solução com o detalhamento técnico da interligação dos equipamentos. A documentação técnica dos equipamentos e softwares, em português ou inglês, incluindo manuais de configuração, instalação e operação dos equipamentos e de todos os seus componentes e acessórios de hardware e software, além de diagrama esquemático da solução oferecida, deve ser fornecida na ocasião da entrega da solução, na forma original impressa (é desejável também que seja fornecida em meio magnético/óptico). A cada Unidade Escolar deverá ser fornecida a Documentação da instalação, configuração e dos testes realizados em campo, equipamentos, materiais e acessórios utilizados, bem como manuais de operação da solução e ainda: Relação dos equipamentos (Câmeras, Sensores e DVR s), suas características e identificação do local de instalação. Projeto detalhado da instalação da Rede Lógica. Projeto elétrico com dimensionamento e consumo das instalações. Projeto de aterramento das instalações com resultados das medidas elétricas de acordo com as normas. Fotos dos locais de instalação. À empresa contratada deverá fornecer a documentação de apoio gerada no desenvolvimento do projeto: atas de reuniões, relatórios técnicos, cronogramas, entre outros. Ao final das instalações todos os documentos do projeto devem ser atualizados e fornecidos em arquivo digital. 20

"TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS "TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS I - OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em serviços de Infraestrutura com manutenção corretiva, manutenção preventiva, instalações, desinstalações,

Leia mais

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA CONCORRÊNCIA DIRAT/CPLIC 001/2007 1 ANEXO III DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA ESTABELECE, RESPONSABILIDADES DIVERSAS, TIPOS E HORÁRIO DE COBERTURA DE SUPORTE, E DEMAIS RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA RELATIVAS

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009

TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009 TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 17/2009 1- DO OBJETO Visa o presente contratar empresa especializada para fornecimento e instalação de Circuito Fechado de TV- CFTV digital nas dependências da SUSEP, com fornecimento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente (Equipamentos e Suprimentos de Informática), para 001 081266-9 CABO UTP CAT5E FLEXíVEL, CAIXA COM 300MT Lote 1- Destino: Uinfor CX 30 002 113294-5

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 001/2014 1 DO OBJETO 1.1 Prestação de serviços de instalação de piso elevado acessível, com fornecimento de componentes, acessórios e materiais, visando

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa.

Termo de Referência. Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. Termo de Referência Aquisição de Solução de Gerenciamento de Impressão para plataforma baixa. CGAD/COAR - Gerenciamento de Impressão Plataforma Baixa / RQ DSAO nº xxx/2009 1/8 Termo de Referência Aquisição

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 54/2008 ESCLARECIMENTO 1

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 54/2008 ESCLARECIMENTO 1 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 1 Referência: Pregão Eletrônico n. 54/2008 Data: 08/09/2008 Objeto: Contratação de empresa para fornecimento e instalação do Circuito Fechado de Televisão CFTV digital,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO

MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO MEMORIAL DESCRITIVO 1. CABEAMENTO VERTICAL 1.1 INTRODUÇÃO O cabeamento vertical, ou cabeamento de backbone integra todas as conexões entre o backbone do centro administrativo e os racks departamentais,

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA MUNICIPAL DE GURUPI. INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo nº 564/2014

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA MUNICIPAL DE GURUPI. INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo nº 564/2014 INTENÇÃO DE REGISTRO DE PREÇOS Processo Administrativo nº 564/2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, em obediência ao disposto no art. 5º do Decreto Federal

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS

INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS INSTRUÇÃO TÉCNICA 06 PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS, COMUNICAÇÃO E SISTEMAS DE PREVENÇÃO DE DESCARGAS ATMOSFÉRICAS 1 OBJETIVO Revisão 00 fev/2014 1.1 Estas Instruções Normativas de Projeto apresentam

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 021/2015 Termo de Referência 1. DO OBJETO 1.1. Este Termo de Referência tem por objetivo a aquisição, por intermédio de licitação na modalidade de Pregão Presencial, de

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 01/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 01/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 01/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO 1.1 O objeto do Pregão Presencial é a aquisição desinstalação e instalação por demanda de 13 aparelhos de ar condicionado

Leia mais

Minuta de Contrato Administrativo n. ***/2013 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO:

Minuta de Contrato Administrativo n. ***/2013 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO: Minuta de Contrato Administrativo n. ***/2013 Compromisso celebrado entre [nome da CONTRATANTE], localizada à [inserir endereço completo], inscrita no [caso Administração indireta inserir número do CNPJ],

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME

ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME ESPECIFICAÇÕES PARA INSTALAÇÕES DE ALARME - ARQUIVO 828 -M-AL1.doc Pagina 1 1. GENERALIDADES - Os serviços obedecerão as presentes especificações, a relação de

Leia mais

PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos:

PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS. Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: PREGÃO N. 2014/47 ESCLARECIMENTOS Tendo em vista as perguntas realizadas por empresas participantes da licitação, informamos: 1) No item 10.3.2 Documentação De Qualificação Econômico-Financeira, não é

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

Instalação e manutenção de equipamentos Identificador Tarefa Atividades Instalar, desinstalar e configurar equipamento de telecomunicações.

Instalação e manutenção de equipamentos Identificador Tarefa Atividades Instalar, desinstalar e configurar equipamento de telecomunicações. Instalação e manutenção de equipamentos IMEQ010 Instalar, desinstalar e configurar equipamento de telecomunicações. Instalar e desinstalar fisicamente equipamento de telecomunicações; Realizar a configuração

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS M E M O R I A L D E S C R I T I V O E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S C R I T É R I O D E M E D I Ç Ã O

CADERNO DE ENCARGOS M E M O R I A L D E S C R I T I V O E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S C R I T É R I O D E M E D I Ç Ã O CADERNO DE ENCARGOS M E M O R I A L D E S C R I T I V O E S P E C I F I C A Ç Õ E S T É C N I C A S C R I T É R I O D E M E D I Ç Ã O CIRCUITO INTERNO DE TV, TELEVISÃO E SONORIZAÇÃO. COREN CONSELHO REGIONAL

Leia mais

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300.

Termo de Referência. (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução s de armazenamento (Storage) do ambiente de Migração, composta pelo do subsistema de disco IBM DS8300. Termo de Referência Expansão da solução de armazenamento do

Leia mais

Coordenadoria de. Manutenção. Manual de Procedimentos Administrativos da Coordenadoria de Manutenção

Coordenadoria de. Manutenção. Manual de Procedimentos Administrativos da Coordenadoria de Manutenção Coordenadoria de Manutenção Manual de Procedimentos Administrativos da Coordenadoria de Manutenção Sumário 1. INTRODUÇÃO 3 2. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E FUNCIONAL 3 3. ORGANOGRAMA: 3 4. ATRIBUIÇÕES E COMPETÊNCIAS

Leia mais

BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA

BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS BATERIAS ESTACIONÁRIAS CHUMBO-ÁCIDAS REGULADAS POR VÁLVULA Especificação Técnica 02.112 - TI/SI 917a GERÊNCIA DE SUPORTE EM INFRA-ESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES E INFORMÁTICA

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.09.000 SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO 06.09.001 - EQUIPAMENTOS ATIVOS Tipo: Gabinete Rack do tipo bastidor com porta e ventilação forçada 24U x 19"x 670mm, com porta de

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center MUNICÍPIO DE SANTO ÂNGELO Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center Projeto DATA CENTER José Fioravante Schneider 01/06/2015 Página 1 de 9 ÍNDICE

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO SISTEMA DE VIGILÂNCIA ELETRÔNICA Novembro / 2010 1 Conteúdo 1. Apresentação... 4 2.... 5 2.1. Descrição do sistema de vigilância eletrônica... 5 2.2. Objetivos do sistema de vigilância

Leia mais

Termo de Referência. de solução de gerenciamento de ambiente de nuvem e licenças de software virtualizador,

Termo de Referência. de solução de gerenciamento de ambiente de nuvem e licenças de software virtualizador, Termo de Referência Aquisição de solução de gerenciamento de ambiente de nuvem e licenças de software virtualizador, para utilização nos Centros de Processamento do Rio de Janeiro, Distrito Federal e São

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias 1 OBJETO: ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA Fechamentos em gesso acartonado e placas cimentícias 1.1 Aquisição e instalação de fechamentos em gesso acartonado e em placas cimentícias, inclusive fornecimento

Leia mais

2.2 O escopo dos serviços a serem contratados inclui:

2.2 O escopo dos serviços a serem contratados inclui: ANEXO I PROJETO BÁSICO GEMAP 10/2008 1. DO OBJETO Visa o presente à contratação de empresa de engenharia e, ou, arquitetura, especializada na prestação de serviços de ambientação interna com elaboração

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde - SMS Assessoria de Projetos de Arquitetura ASSEPRO ELABORAÇÃO DE PROJETOS EM DIVERSAS UNIDADES DE SAÚDE DA SMS

Secretaria Municipal de Saúde - SMS Assessoria de Projetos de Arquitetura ASSEPRO ELABORAÇÃO DE PROJETOS EM DIVERSAS UNIDADES DE SAÚDE DA SMS ALEGRE PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO Secretaria Municipal de Saúde - SMS Assessoria de Projetos de Arquitetura ASSEPRO TP Nº 05/2011 Processo Administrativo N o 001.010781.11.0 ELABORAÇÃO DE PROJETOS EM

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE TELEFONIA

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE TELEFONIA MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE TELEFONIA PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS/SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL TANCREDO DE ALMEIDA NEVES SETREMBRO DE 2012 STE004-001-R-PE-TEL-01-01

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. REQUISITOS MÍNIMOS OBRIGATÓRIOS 1.1. ASPECTOS GERAIS ATRIBUTO 1.1.1 Documentação Técnica e Acessórios 1.1.2 Garantia CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS EXIGIDAS a) Deverá ser entregue pela CONTRATADA a Documentação

Leia mais

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE

PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE São Paulo, 29 de julho de 2010 PROJETO DE REDE LOCAL E BACKBONE 1. Informações e recomendações importantes O projeto foi solicitado pela Unidade para a implantação de rede local para o prédio GETS, sendo

Leia mais

ALAGOAS GOVERNO DO ESTADO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE MANUAL DE DESBLOQUEIO DO TABLET EDUCACIONAL

ALAGOAS GOVERNO DO ESTADO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE MANUAL DE DESBLOQUEIO DO TABLET EDUCACIONAL MANUAL DE DESBLOQUEIO DO TABLET EDUCACIONAL Desbloqueando o Tablet Educacional Olá, Professor(a), agora que você está com o Tablet Educacional em mãos, terá que realizar seu desbloqueio. Para isso você

Leia mais

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO Andaime Tubo Equipado...03 Acessórios...04 Modos e Pontos de Ancoragem...05 Dicas Importantes...07 Acesso dos Andaimes...08 Informações de Segurança...09 Fotos Obras...10 Atualização

Leia mais

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC.

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC. Código: MAP-DITEC-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Sistemas Aprovado por: Diretoria de Tecnologia da Informação 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA ADEQUAÇÃO DE ÁREA PARA BIBLIOTECA, SALA DE TREINAMENTO E SALA DE ENGENHARIA DA AGG

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA ADEQUAÇÃO DE ÁREA PARA BIBLIOTECA, SALA DE TREINAMENTO E SALA DE ENGENHARIA DA AGG PROJETO BÁSICO Nº 040/2009 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA ADEQUAÇÃO DE ÁREA PARA BIBLIOTECA, SALA DE TREINAMENTO E SALA DE ENGENHARIA DA AGG Rua José de Alencar, 2.613

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES

MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO E DE ESPECIFICAÇÕES SISTEMA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO OBRA: ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONALIZANTE PROJETO PADRÃO PROPRIETÁRIO: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

DAS CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS

DAS CARACTERÍSTICAS MÍNIMAS TERMO DE REFERÊNCIA DO OBJETO Contratação de empresa especializada para elaboração de projeto, fornecimento de materiais e instalação de Circuito Fechado de TV (CFTV) para o Museu da Língua Portuguesa.

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE LÓGICA

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE LÓGICA MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES DE LÓGICA PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS/SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL TANCREDO DE ALMEIDA NEVES SETEMBRO DE 2012 STE004-001-R-PE-LOG-01-01

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS DIRETORIA DE GESTÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS DIRETORIA DE GESTÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA E ARQUITETURA TELECENTROS COMUNITÁRIOS IMPLANTAÇÃO DE CINCO UNIDADES MEMORIAL DESCRITIVO O presente documento refere-se à implantação de cinco Telecentros Comunitários, vinculados às Bibliotecas Públicas Municipais,

Leia mais

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008

Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 34/2008 1 DO OBJETO Visa à contratação de empresa especializada nos serviços de instalação/colocação de Isolamento Acústico com fornecimento de todos os materiais necessários

Leia mais

ANEXO XIII - PROJETO BÁSICO

ANEXO XIII - PROJETO BÁSICO Contratação de Serviços de Engenharia para Instalação de Novos Pontos de IP e Complementação da Eficientização do Sistema de Iluminação Pública de Porto Alegre ANEXO XIII - PROJETO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EQUIPAMENTOS DE ACELERADORES WAN

APRESENTAÇÃO DE SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EQUIPAMENTOS DE ACELERADORES WAN APRESENTAÇÃO DE SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EQUIPAMENTOS DE ACELERADORES WAN Prezados Senhores, A Control Teleinformática Ltda. é uma empresa Grupo Mahvla, nacional, que foi criada para atender

Leia mais

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO

ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO ANEXO I NÍVEIS MÍNIMOS DE SERVIÇO EXIGIDOS (NMSE) PARA CONTRATO DE APOIO 1. Introdução 1.1. Descrição do serviço Este documento disciplina a cessão de uso permanente da solução de software para Gestão

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação de empresa para prestação de serviços continuados, com fornecimento de peças e insumos sem ônus adicional para a contratante, de manutenção preventiva,

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento APRENDIZAGEM INDUSTRIAL UNIDADE 3 Técnicas de cabeamento O cabeamento horizontal Compreende os segmentos de cabos que são lançados horizontalmente entre as áreas de trabalho e as salas de telecomunicações

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO PADRÃO ECONÔMICO PARA ENTRADA DE CLIENTE 18/10/2011

PADRÃO TÉCNICO PADRÃO ECONÔMICO PARA ENTRADA DE CLIENTE 18/10/2011 Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 01-18/10/2011 18/10/2011 ELABORAÇÃO Marcelo Poltronieri SUMÁRIO 1. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES... 3 3. OBJETIVO...

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

Projeto Básico - Prestação de Serviços

Projeto Básico - Prestação de Serviços Diretoria de Tecnologia Gerência de Fornecimento de TI Projeto Básico - Prestação de Serviços 1. Objeto: 1.1 Contratação de empresa para prestação de serviços especializados de escuta de gravações e monitoração

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I S.A.F.- DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E PATRIMÔNIO 1/5 ANEXO I MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO CENTRAIS DE ALARMES O presente memorial tem por objetivo descrever as instalações do sistema de proteção

Leia mais

FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 012/10 PROCESSO n 0241/10 DATA LIMITE PARA ENTREGA DOS ENVELOPES: 12/04/2010 até 17:00h

FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 012/10 PROCESSO n 0241/10 DATA LIMITE PARA ENTREGA DOS ENVELOPES: 12/04/2010 até 17:00h FUNDAÇÃO ZERBINI EDITAL DE CONVITE n 012/10 PROCESSO n 0241/10 DATA LIMITE PARA ENTREGA DOS ENVELOPES: 12/04/2010 até 17:00h Condições Gerais para Apresentação de Proposta Comercial para Contratações/Compras

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET)

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÓVEIS (TABLET) IplanRio Empresa Municipal de Informática Janeiro 2012 1. OBJETO Registro de preço para aquisição de Dispositivos Móveis do tipo,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DOS SISTEMAS DE SDAI E CFTV DA BIBLIOTECA PARQUE ESTADUAL BPE 1. OBJETO Contratação de empresa especializada em serviços

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PROJETO PROEDUCAR MANUAL DE ORIENTAÇÃO 1 - O QUE É O PROJETO PROEDUCAR? O projeto PROEDUCAR leva o nome do Consórcio que ganhou a licitação para atualizar os equipamentos distribuídos por meio do programa

Leia mais

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO

NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO NOTA DE ALTERAÇÃO/PRORROGAÇÃO O MUNICÍPIO DE MARINGÁ informa aos interessados em participar do procedimento licitatório denominado PROCESSO nº. 2310/14-PMM, cujo objeto é o REGISTRO DE PREÇOS para futuras

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem

TERMO DE REFERÊNCIA. Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem Contratação de empresa especializada para serviços de desmontagem, remoção e montagem de 01 (um) Arquivo Deslizante, com acionamento mecânico, destinados ao armazenamento de documentos e acervos do SEBRAE

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Lote LOTE 01 Estimativa anual Até 3500 diárias livres (CARRO S/ MOTORISTA) Especificações Locação de veículos sem motorista com abrangência em toda região Sul e Centro-Oeste

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA/CORRETIVA EM NO-BREAKS DAS DEPENDÊNCIAS E PONTOS DE ATENDIMENTO DO BANCO DE BRASÍLIA

ESPECIFICAÇÕES PARA CONTRATAÇÃO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA/CORRETIVA EM NO-BREAKS DAS DEPENDÊNCIAS E PONTOS DE ATENDIMENTO DO BANCO DE BRASÍLIA FL. 1/8 1. OBJETO E SUAS CARACTERÍSTICAS A CONTRATADA prestará ao BRB serviços de manutenção preventiva e corretiva nos sistemas ininterruptos de energia ( no-breaks ) e baterias existentes nas dependências

Leia mais

Secretaria da Educação do Estado da Bahia SEC CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL TERMO DE REFERÊNCIA

Secretaria da Educação do Estado da Bahia SEC CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL TERMO DE REFERÊNCIA Secretaria da Educação do Estado da Bahia SEC CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL TERMO DE REFERÊNCIA 1. TÍTULO Contratação de empresa de informática para prestar serviços nos ambientes tecnológicos da SEC. 2. OBJETO

Leia mais

TERMO DE GARANTIA PRODUTOS IMPLY

TERMO DE GARANTIA PRODUTOS IMPLY TERMO DE GARANTIA PRODUTOS IMPLY Este documento é parte integrante como anexo a Nota Fiscal de venda/aluguel dos produtos comercializados pela Imply Tecnologia Eletrônica de modo a garantir o funcionamento

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2014-EMAP O Pregoeiro da Empresa Maranhense de Administração Portuária - EMAP, designado pela Portaria nº 149/2013-PRE, de 29 de agosto de 2013, em razão de solicitação da empresa

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA

TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA FORNECIMENTO DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA INFRAESTRUTURA DE CABEAMENTO ESTRUTURADO E DE TELEFONIA DA SALA TÉCNICA (D) E NOVA SALA DO CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA

Leia mais

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços

EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços ANSI EIA/TIA 569-B EIA/TIA 569-B infra-estrutura caminhos e espaços Conforme a EIA/TIA 569A a infra-estrutura é dividida nos seguintes subsistemas: Área de Trabalho; Percursos horizontais; Sala ou armário

Leia mais

1. OBJETO 2. PRODUTOS

1. OBJETO 2. PRODUTOS 1. OBJETO 1.1 Aquisição com instalação de aparelhos de ar-condicionado tipo split para atendimento da Unidade Operacional da Anatel em Mato Grosso do Sul (UO7.2). 2. PRODUTOS 2.1 Fornecimento de 4 (quatro)

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

REGULAMENTO DO USO DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA DO IESUR INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RONDÔNIA

REGULAMENTO DO USO DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA DO IESUR INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RONDÔNIA REGULAMENTO DO USO DOS LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA DO IESUR INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RONDÔNIA Tem o presente regulamento a função de nortear as ações e procedimentos necessários ao bom funcionamento

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA TERMO DE REFERÊNCIA Registro de Preços para prestação de serviço de atualização de licenças de uso do produto Citrix Xenapp, aquisição de novas licenças, subscrição e suporte ao software Citrix e suporte

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO E SUPORTE DO LICENCIAMENTO ATLASSIAN JIRA Outubro de 2013 1 1 OBJETO Prestação de Serviço de Manutenção da licença

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DO FORNECEDOR

MANUAL PRÁTICO DO FORNECEDOR MANUAL PRÁTICO DO FORNECEDOR Materiais Indiretos e Prestação de Serviços Março, 2009 2 Índice 1 - Introdução... 3 2 - Objetivos... 3 3 - Interação entre a Sadia e o Fornecedor... 3 4 - Orientações Gerais...

Leia mais

Manual de Recebimento e Instalação de Equipamentos nas Câmaras Municipais

Manual de Recebimento e Instalação de Equipamentos nas Câmaras Municipais Manual de Recebimento e Instalação de Equipamentos nas Câmaras Municipais Roteiro e Procedimentos para Instalação e Assistência Técnica dos Equipamentos e Programas www.interlegis.gov.br Presidente do

Leia mais

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA 1 JUSTIFICATIVA 1.1 O objetivo do presente pregão eletrônico é a contratação de empresa especializada na prestação de serviço de locação de equipamentos de radiocomunicação

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada em manutenção preventiva e corretiva, com reposição de peças originais, sem ônus adicional para a CONTRATANTE, em aparelhos

Leia mais

Instalação de Serviços de Comunicação de Dados e Voz

Instalação de Serviços de Comunicação de Dados e Voz 1 Instalação de Serviços de Comunicação de Dados e Voz Prezado Usuário, A partir de agora você estará utilizando um sistema que integra Dados, Voz e Imagem em uma rede de alta confiabilidade, com equipamentos

Leia mais

Solicita-se orçamento referente a aquisição e instalação de MINI CENTRAIS DE AR CONDICIONADO TIPO SPLIT, conforme Termo de Referência abaixo.

Solicita-se orçamento referente a aquisição e instalação de MINI CENTRAIS DE AR CONDICIONADO TIPO SPLIT, conforme Termo de Referência abaixo. Cotação 102/2013 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ Fortaleza, 22 de Agosto de 2013 Solicita-se orçamento referente a aquisição e instalação de MINI CENTRAIS DE AR CONDICIONADO TIPO

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 45/2014 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 45/2014 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento Referência: Pregão Eletrônico n. 45/2014 Data: 06/3/2015 Objeto: Registro de Preços para fornecimento de equipamentos, componentes de solução de rede local, incluindo instalação

Leia mais

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin

Linha Embutida a tid u b m a E h Lin Dutos de Piso... 27 Modelos... 27 Caixas de passagem... 31 Caixas de tomada... 35 Derivações... 39 Tomadas de piso - Latão/Cromado/Nylon... 42 Espelho para pisos... 43 Caixa de alumínio... 44 Distribuição

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIDADES REMOTAS PARA CONEXÃO COM SISTEMA SUPERVISÓRIO

TERMO DE REFERÊNCIA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE UNIDADES REMOTAS PARA CONEXÃO COM SISTEMA SUPERVISÓRIO 1 OBJETIVO... 2 2 REMOTA... 2 2.1 DESCRIÇÃO GERAL... 2 2.2 ALIMENTAÇÃO... 2 2.3 RELÓGIO INTERNO... 2 2.4 ENTRADA DE PULSOS... 2 2.5 ENTRADA DIGITAL AUXILIAR... 2 2.6 REGISTRO DA CONTAGEM DE PULSOS (LOG)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE SAÚDE PROJETO BÁSICO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO DIRETORIA DE SAÚDE PROJETO BÁSICO DIRETORIA DE SAÚDE PROJETO BÁSICO 1. JUSTIFICATIVA 1.1. A manutenção preventiva é necessária para ampliar a vida útil do equipamento, com aumento da sua segurança e desempenho, e consequente redução de

Leia mais

Processo n. 128.903/10 CONTRATO N. 2011/117.0

Processo n. 128.903/10 CONTRATO N. 2011/117.0 Processo n. 128.903/10 CONTRATO N. 2011/117.0 CONTRATO CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A MARCIMAQ MÁQUINAS EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS LTDA. ME, PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESMONTAGEM, ALTERAÇÃO

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS: 1.1. Este roteiro serve como base às obras de Contratação de empresa especializada para o fornecimento de material e mão de obra para execução de rede

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, setembro

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens:

TERMO DE REFERÊNCIA. O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO: O presente termo de referência, tem por objeto o registro de preços para futuras aquisições dos seguintes itens: Módulo de expansão para sistema de armazenamento em disco

Leia mais

O Banco do Brasil não exige que o toner seja original, cabe ao fornecedor oferecer a melhor proposta desde que atenda ao item 2.24.2 e 2.26.

O Banco do Brasil não exige que o toner seja original, cabe ao fornecedor oferecer a melhor proposta desde que atenda ao item 2.24.2 e 2.26. 1 Dúvida: Diretoria de Apoio aos Negócios e Operações Referente aos itens: item 1.3.3.3., item 2.24, item 2.24.2. Entendemos que todos os PROPONENTES deveriam ofertar apenas toners originais do fabricante

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÃO PREDIAL GERAL

TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÃO PREDIAL GERAL 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA MANUTENÇÃO PREDIAL GERAL 1.1. Prestação de Serviços de Manutenção Predial Geral, para as dependências do Centro Cultural José Bonifácio localizado na Rua Pedro Ernesto, nº

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado.

TERMO DE REFERÊNCIA. 1.2 A proposta deverá ser elaborada, por lote, com base no Anexo I Relação de Ar Condicionado. ANEXO II TERMO DE REFERÊNCIA 1 DO OBJETO DA LICITAÇÃO 1.1 A presente licitação, na modalidade PREGÃO PRESENCIAL, do tipo MENOR POR LOTE, destina-se a na CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA MANUTENÇÃO

Leia mais

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET

NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET NORMA DE SEGURANÇA PARA A UNIFAPNET 1. Objetivo As Normas de Segurança para a UNIFAPnet têm o objetivo de fornecer um conjunto de Regras e Recomendações aos administradores de rede e usuários, visando

Leia mais

ANEXO 5 INSTALAÇÃO TELEFÔNICA

ANEXO 5 INSTALAÇÃO TELEFÔNICA ANEXO 5 INSTALAÇÃO TELEFÔNICA ESCOLAS Realização: fdte@fdte.org.br ÍNDICE 1. Objetivo..................................................................... 3 2. Elementos de uma Rede Telefônica:............................................

Leia mais

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC

REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC REFORMA EDIFICAÇÃO PRINCIPAL INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CÂMPUS AVANÇADO IBIRAMA IBIRAMA/SC MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE CABEAMENTO ESTRUTURADO ÍNDICE 1 Informativos gerais 2 Especificações e Tabelas

Leia mais

CHAMAMENTO PÚBLICO 024/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA

CHAMAMENTO PÚBLICO 024/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA CHAMAMENTO PÚBLICO 024/2014 EDITAL DE PROCURA DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL DE PESSOA FÍSICA E/OU JURIDICA O DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DETRAN ES, através da Coordenação de Gestão

Leia mais

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015

ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 ANEXO X ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA Pregão para Registro de Preços nº 004/2015 1) DO OBJETO Constitui objeto desta especificação a contratação de empresa para o fornecimento de peças originais de reposição de

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores - 1º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 01 Conceitos

Leia mais

USP Universidade de São Paulo

USP Universidade de São Paulo USP Universidade de São Paulo CONTRATO DE EQUIPAMENTOS DE IMPRESSÃO E REPROGRAFIA CORPORATIVA Nº 21/2012 RUSP Empresa: Canon do Brasil Indústria e Comércio Ltda REITORIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Vice

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Superação dos resultados Inovação Integridade Valorização Humana Melhoria Continua

APRESENTAÇÃO. Superação dos resultados Inovação Integridade Valorização Humana Melhoria Continua APRESENTAÇÃO EMPRESA A LHS Engenharia tem como principal objetivo a prestação de serviços e apoio adequado que garantem soluções eficazes com resultado garantido, durabilidade e excelente relação custo/benefício.

Leia mais

- CGRL/LICITACAO. Prezado licitante;

- CGRL/LICITACAO. Prezado licitante; - CGRL/LICITACAO De: - CGRL/LICITACAO Enviado em: sexta-feira, 20 de janeiro de 2012 15:11 Para: 'Paula Daniela França' Assunto: ENC: MDIC - PE402011 - Solicitação de Esclarecimento - Edital - Item 15

Leia mais

Solutions with flexibility

Solutions with flexibility Solutions with flexibility Solutions with flexibility Nossa História Missão Visão e Valores Fundada em 2010 A Mega Cabling, tem como objetivo principal fornecer consultoria, materiais e serviços na elaboração

Leia mais