Implementação da Diretiva INSPIRE na Produção de Cartografia Geológica: O caso de estudo da Antiforma do Rosário, Faixa Piritosa Ibérica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Implementação da Diretiva INSPIRE na Produção de Cartografia Geológica: O caso de estudo da Antiforma do Rosário, Faixa Piritosa Ibérica"

Transcrição

1 Implementação da Diretiva INSPIRE na Produção de Cartografia Geológica: O caso de estudo da Antiforma do Rosário, Faixa Piritosa Ibérica Aurete Pereira, LNEG Pedro Cabral, ISEGI Gabriel Luís, LNEG

2 Conteúdos Objectivo Enquadramento da situação atual Metodologia Caso de estudo Resultados Conclusões e desenvolvimentos futuros 2

3 Objetivo Implementação do modelo de dados geológicos INSPIRE à cartografia geológica produzida no LNEG. 3

4 Requisitos Permitir incorporar entidades relativas a outros temas; Suportar o SIG utilizado na produção de cartas geológicas. Software utilizado: ArcGis Desktop Publicação Formato de BD File Geodatabase 4

5 Vantagens Estruturação dos dados nacionais numa BD única; Harmonização dos dados geológicos nacionais; Interoperabilidade dos dados geológicos. 5

6 Enquadramento da situação atual Estruturação dos dados concebida para cumprir o objetivo da publicação em papel; Indefinição de uma política concreta para a normalização e disponibilização de dados; Armazenamento dos dados em servidores departamentais que não comunicam entre si; Baixo nível de segurança dos dados. 6

7 A Diretiva INSPIRE interoperabilidade Interoperabilidade Anexo I Formatos distintos Ausência de metadados Diferentes estruturas Falta de compatibilidade Ausência de normas Diferentes idiomas Anexo II Anexo III Serviços de pesquisa Serviços de visualização Serviços de descarregamento Serviços de transformação Serviços de invocação 4. Geologia 12. Zonas de risco natural 20. Recursos energéticos 21. Recursos minerais Diferentes estruturas Fonte: adaptado de OGC Market Report Open Standard and INSPIRE,

8 Motivação 8

9 Mudança de paradigma Fonte: A Diretiva INSPIRE e o Sistema Nacional de Informação Geográfica (Julião, 2010). 9

10 Metodologia Software utilizado: Enterprise Architect Sparx Systems (Perfil UML para ArcGis) ArcGis DeskTop ESRI SQL Server 2008 Microsoft Fase 1 Análise do modelo INSPIRE Fase 2 Fase 3 Desenho da Geodatabase Integração em SQL Server Fase 4 Análise SIG DS-D2.8.II.4 v2 Modelo UML v2 Entrega da proposta de trabalho Perfil UML ArcGis DS-D2.8.II/III.4 v3 rc2 Modelo UML v3 Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2011 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul 2012 Ag Set Out Nov 10

11 Modelo de dados INSPIRE GE O Perfil UML INSPIRE especifica um conjunto de ferramentas, tais como estereótipos, marcas e restrições utilizados para reforçar a capacidade de expressão da linguagem UML. Os domínios são um tipo especial de classes que se distinguem pelo sufixo value que é acrescentado ao nome da classe 11

12 Modelo de dados INSPIRE GE class GELegenda Nome da Classe lass GeologyCore_Overview + at r ibut o Idade 1..* +geologichist ory «void able» GeologicEvent «voidable» + nam e + event Envir onm ent + event Pr ocess [1..*] + older Nam edage + younger Nam edage GeologicFeature + inspir eid «voidable» + nam e GeologicUnit + geologicunit Type +composit ion «void able» 1..* +specificat ion * 1 GeologicStructure MappedFeature + shape + m appingfr am e Espacial GeomorphologicFeature Geomorfologia NaturalGeomorphologicFeature + nat ur algeom or phologicfeat ur etype «voidable» + act ivit y [0..1 ] Litologia CompositionPart + m at er ial + r ole «voidable» + pr opor t ion ShearDisplacementStructure + fault Type Estrutura Fold «voidable» + pr ofiletype CompositionPartRoleValue FaultTypeValue FoldProfileTypeValue AnthropogenicGeomorphologicFeature + ant hr opogenicgeom or phologicfeat ur etype NaturalGeomorphologicFeatureTypeValue AnthropogenicGeomorphologicFeatureTypeValue Fonte: D2.8.II/III.4_v3.0 rc2 INSPIRE Data Specification on Geology (Inspire TWG Geology, 2012). 12

13 Estruturação da Geodatabase ArcGis Workspace O Perfil UML para ArcGis disponibiliza todas as ferramentas necessárias para a modelação dos elementos de uma Geodatabase. 13

14 ArcGIS Geologia Simplificado Modelação da Geodatabase Geology:: GeologicFeature class GeologicFeat... class GeologicFeat... class GeologicFeat... Classe abstrata Classe espacial 7 9 Classe não espacial 18 class GeologicFeat... class GeologicFeat... class GeologicFeat... Subtipo Classe associativa Domínio Geology:: GeologicStructure Geology:: EarthResource Geology:: GeomorphologicFeature Geology:: MappedFeature SymbolGeologicUnit Geology_Topology:: MappedUnit GeologicUnit GeologicAge GeologicUnitEvent Geology::Fold Geology::Foliation StratigraphicRank Geology::Bedding Geology:: Lineation GeochronologicRank GeologicAgeDictionary Subtypes:: SuperimposedUnitOutcrop Subtypes:: PrincipalUnitOutcrop GeologicUnitType Metamorphism Geology_Topology:: Contact Geology:: GeomorphologicUnit tags SubtypeCode = 1 tags SubtypeCode = 0 PhysicalProperties GeologicUnitLithology ControlledConcept Alteration SymbolAge Geology_Topology:: Fault FaultTypeValue DeformationStyleValue FaultCharacterValue FaultMovementSenseValue Displacement Subtypes:: FaultSegment tags SubtypeCode = 0 Subtypes::Fault tags SubtypeCode = 1 Subtypes:: FaultSystem tags SubtypeCode = 2 PurposeValue NumericAgeValue GeochronologicEraRankValue FeatureObservationMethodValue StratigraphicUnitRankValue GeologicUnitTypeValue RockMaterial CompoundMaterial EarthMaterial LithologyDictionary SymbolLithology ProportionValue CompositionPartRoleValue BodyMorphologyValue ExposureColourValue Substance SubstanceValue ResourceSubstance Subtypes::Mine tags SubtypeCode = 0 Geology::Resource Subtypes:: MineralOccurence tags SubtypeCode = 1 Subtypes:: GeneticContactTrace tags SubtypeCode = 0 Subtypes::FaultTrace tags SubtypeCode = 1 Subtypes:: ExtentBoundaryTrace tags SubtypeCode = 2 ContactCharacterValue ContactTypeValue Subtypes:: NaturalGeomorphologicFeature tags SubtypeCode = 0 Subtypes:: AnthropogenicGeomorphologicFeature tags SubtypeCode = 1 AnthropogenicGeomorphologicFeatureTypeValue NaturalGeomorphologicFeatureTypeValue FaultMovementTypeValue CompositionCategoryValue GeneticCategoryValue 14

15 Implementação da Geodatabase Feature Dataset Feature Classes Topology Relationship Class Tables 15

16 Caso de estudo Mapa geológico adaptado da Carta Geológica de Portugal na escala 1: do LNEG, edição de

17 Dados utilizados Dicionários de dados do projeto 1G-E para a litologia e idade; Vocabulários de uso controlado da CGI/IUGS. 17

18 Harmonização Estrutura dos dados Semântica Geométrica Representação cartográfica 18

19 Resultados 19

20 Resultados

21 Resultados 21

22 Conclusões A aplicação do modelo INSPIRE GE/estendido à cartografia A geológica implementação da Antiforma do modelo do Rosário no Sistema permitiu: de Informação Geocientífica do LNEG permite ainda: Concluir que é viável na produção da cartografia geológica oficial, O acesso constituindo centralizado um dos primeiro dados contributo e a definição para de a diferentes harmonização perfis de utilizador; e interoperabilidade dos dados; Implementar Maior facilidade operações na disponibilização de geoprocessamento de cartas geológicas na produção dos através mapas de GeoWebServices. litostratigráfico, litológico e de idades. 22

23 Desenvolvimentos futuros Harmonizar Disponibilizar Acautelar o registo de termos específicos da geologia portuguesa nos vocabulários INSPIRE; Criar os identificadores INSPIRE; Assegurar a consistência dos dados da cartografia geológica a todas as escalas de representação; Garantir a harmonização da cartografia geológica das regiões fronteiriças. 23

24 Obrigada. Aurete Pereira

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA DIRETIVA INSPIRE NA PRODUÇÃO DE CARTOGRAFIA GEOLÓGICA: O caso de estudo da Antiforma do Rosário, Faixa Piritosa Ibérica

IMPLEMENTAÇÃO DA DIRETIVA INSPIRE NA PRODUÇÃO DE CARTOGRAFIA GEOLÓGICA: O caso de estudo da Antiforma do Rosário, Faixa Piritosa Ibérica IMPLEMENTAÇÃO DA DIRETIVA INSPIRE NA PRODUÇÃO DE CARTOGRAFIA GEOLÓGICA: O caso de estudo da Antiforma do Rosário, Faixa Piritosa Ibérica Aurete Maria Santos Pereira IMPLEMENTAÇÃO DA DIRETIVA INSPIRE NA

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Guia de apoio à utilização. de serviços WFS

Guia de apoio à utilização. de serviços WFS Guia de apoio à utilização de serviços WFS maio de 2015 Ficha Técnica Referência: For ArcGIS for Desktop 10.3 Esri Portugal Sistemas e Informação Geográfica, S.A. Rua Julieta Ferrão, nº 10 10º 1600-131

Leia mais

INSPIRE Ponto de situação Rui Pedro Julião

INSPIRE Ponto de situação Rui Pedro Julião INSPIRE Ponto de situação Rui Pedro Julião rpj@igeo.pt Tópicos Directiva INSPIRE INSPIRE em Portugal Desafios Directiva INSPIRE Directiva 2007/2/EC do Parlamento Europeu e do Conselho de 14 de Março de

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

ArcGIS for Server: Administração e Configuração do Site (10.2)

ArcGIS for Server: Administração e Configuração do Site (10.2) ArcGIS for Server: Administração e Configuração do Site (10.2) Duração: 3 dias (24 horas) Versão do ArcGIS: 10.2 Material didático: Inglês Descrição Projetado para administradores, este curso ensina como

Leia mais

SISTEMA DE APOIO A DECISÃO EM MARKETING BASEADO EM GEOGRÁFICA

SISTEMA DE APOIO A DECISÃO EM MARKETING BASEADO EM GEOGRÁFICA SISTEMA DE APOIO A DECISÃO EM MARKETING BASEADO EM SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA Jhoni Conzatti Acadêmico Mauro Marcelo Mattos - Orientador Roteiro Introdução/Objetivos Fundamentação Teórica Desenvolvimento

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE LICENCIAMENTO DO AMBIENTE

SISTEMA INTEGRADO DE LICENCIAMENTO DO AMBIENTE SISTEMA INTEGRADO DE LICENCIAMENTO DO AMBIENTE SILiAmb Felisbina Quadrado (binaq@apambiente.pt) Manuel Lacerda (manuel.lacerda@apambiente.pt) XIII CONFERENCIA DE DIRECTORES IBEROAMERICANOS DEL AGUA Foz

Leia mais

Acrescente. Valor. à Sua. Organização. Obtenha Melhores Resultados com a Formação Esri Portugal

Acrescente. Valor. à Sua. Organização. Obtenha Melhores Resultados com a Formação Esri Portugal Acrescente Valor à Sua Organização Obtenha Melhores Resultados com a Formação Esri Portugal 4 ArcGIS 1 Iniciação aos SIG 6 ArcGIS 2 Fluxos de Trabalho Essenciais 8 ArcGIS 3 Efectuar Análises 10 Construção

Leia mais

Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território

Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território Aplicações SIG como Instrumento de Ordenamento e Gestão do Território Evolução da última década Manuela Sampayo Martins (Eng.ª) Sistemas de Informação Sistemas de Geográfica, Informação Lda. Geográfica,

Leia mais

AS REDES COMO UM MODELO DE DADOS GEOGRÁFICO EM EVOLUÇÃO: CASO PRÁTICO NUM SIG.

AS REDES COMO UM MODELO DE DADOS GEOGRÁFICO EM EVOLUÇÃO: CASO PRÁTICO NUM SIG. AS REDES COMO UM MODELO DE DADOS GEOGRÁFICO EM EVOLUÇÃO: CASO PRÁTICO NUM SIG. Carla Vaz Paulo 1 1. INTRODUÇÃO O rápido desenvolvimento urbano nas duas últimas décadas, desencadeou um elevado crescimento

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica

Sistema de Informação Geográfica Sistema de Informação Geográfica Conteúdo Apresentação da Empresa Implementação do SIG na Prestiteca, porquê? SIG na Prestiteca Constituição do SIG Vantagens na implementação do SIG Principais dificuldades

Leia mais

Acesso à informação geográfica através do SNIG e da iniciativa IGEO. Direção-Geral do Território Paulo Patrício

Acesso à informação geográfica através do SNIG e da iniciativa IGEO. Direção-Geral do Território Paulo Patrício Acesso à informação geográfica através do SNIG e da iniciativa IGEO Direção-Geral do Território Paulo Patrício Serviços de Conjuntos de Dados Geográficos Serviços de Conjuntos de Dados Geográficos: informação

Leia mais

O WebSig do Município de Guimarães

O WebSig do Município de Guimarães O WebSig do Município de Guimarães Pedro Pereira A Divisão SIG O SIG do Município de Guimarães Gabinete criado em 1998 (no âmbito do PROSIG) Nos 10 anos seguintes, o SIG serviu de apoio aos diversos serviços

Leia mais

Visualização de Informação Geográfica na WEB. O exemplo do Atlas de Portugal.

Visualização de Informação Geográfica na WEB. O exemplo do Atlas de Portugal. Visualização de Informação Geográfica na WEB. O exemplo do Atlas de Portugal. INSPIRE e a Infra-estrutura Nacional de Informação Geográfica 17 de Novembro de 2006 1 Tópicos Atlas de Portugal na WEB A proposta

Leia mais

Solução espacial do GEOBANK, banco de dados do Serviço Geológico do Brasil, CPRM Autores:

Solução espacial do GEOBANK, banco de dados do Serviço Geológico do Brasil, CPRM Autores: Solução espacial do GEOBANK, banco de dados do Serviço Geológico do Brasil, CPRM Histórico Década de 70 Arquivos de dados de análises geoquímicas e de levantamentos aerogeofísicos Ambiente Computador de

Leia mais

ArcGIS for INSPIRE. ArcGIS. ArcGIS for INSPIRE. Discovery. Download. View

ArcGIS for INSPIRE. ArcGIS. ArcGIS for INSPIRE. Discovery. Download. View ArcGIS for INSPIRE Discovery View Download ArcGIS for INSPIRE ArcGIS Agenda ArcGIS for INSPIRE O que está incluído Template de Geodatabase Componentes Desktop Componentes Servidor Outras Novidades Evolução

Leia mais

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O MUNICÍPIO DE TERESÓPOLIS, EM LABORATÓRIO DO UNIFESO José Roberto de C. Andrade Professor do Centro de Ciências e Tecnologia, UNIFESO Sergio Santrovitsch

Leia mais

e a definição dos procedimentos. Sistema informatizado adequado à metodologia utilizada. Manual de procedimentos elaborado/atualizado.

e a definição dos procedimentos. Sistema informatizado adequado à metodologia utilizada. Manual de procedimentos elaborado/atualizado. ANEXO I CRONOGRAMA DE AÇÕES PARA IMPLEMENT AÇÃO DA CONT ABILIDADE APLICADA AO SET OR PÚBLICO PORTARIA STN n.º 753, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2012 I - Reconhecimento,

Leia mais

Geoprocessamento e Padrões OGC

Geoprocessamento e Padrões OGC Geoprocessamento e Padrões OGC Martin Pereira 36 slides Agenda Geoprocessamento Definição Histórico SIG OGC Definição Importância Histórico Padrões Slide 2 de 36 Geoprocessamento Definição Disciplina do

Leia mais

A Informação Geográfica na Economia e na Gestão do Território - Oportunidade: Sim ou Não

A Informação Geográfica na Economia e na Gestão do Território - Oportunidade: Sim ou Não A Informação Geográfica na Economia e na Gestão do Território - Oportunidade: Sim ou Não 26 de novembro de 2012 Auditório do CIUL - Centro de Informação Urbana de Lisboa- Patrocínio Apoio Patrocinadores

Leia mais

Processo de constituição do Nó Local de Castelo Branco da IDE-OTALEX

Processo de constituição do Nó Local de Castelo Branco da IDE-OTALEX Processo de constituição do Nó Local de Castelo Branco da IDE-OTALEX Ampliação do âmbito territorial da IDE-OTALEX à região Centro CABACEIRA, Suzete 1 ; ROQUE, Natália 2 ; FERNANDEZ, Paulo 3 ; QUINTA-NOVA,

Leia mais

GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA

GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA IGA INVESTIMENTOS E GESTÃO DA ÁGUA GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA IGA INVESTIMENTOS E GESTÃO DA ÁGUA GIIGA GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA IGA OBJECTIVOS O projecto GIIGA tem por objectivo elaborar o cadastro

Leia mais

POLÍTICA DE GEOPROCESSAMENTO DA ELETROSUL

POLÍTICA DE GEOPROCESSAMENTO DA ELETROSUL POLÍTICA DE GEOPROCESSAMENTO DA ELETROSUL Abril - 2013 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. CONCEITOS... 3 3.1. Geoprocessamento... 3 3.2. Gestão das Informações Geográficas... 3 3.3. Dado Geográfico

Leia mais

GRUPO TÉCNICO DE TRABALHO INSPIRE MADEIRA. 1º Reunião de Acompanhamento 26 de Setembro de 2011. Funchal

GRUPO TÉCNICO DE TRABALHO INSPIRE MADEIRA. 1º Reunião de Acompanhamento 26 de Setembro de 2011. Funchal INSPIRE MADEIRA 1º Reunião de Acompanhamento 26 de Setembro de 2011 Funchal ÍNDICE Definição da Diretiva: Objetivo; Vantagens e Custo/Benefício; Temas dos Conjuntos de Dados Geográficos; Infraestrutura

Leia mais

Governo Federal / Governo Estadual. Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo

Governo Federal / Governo Estadual. Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo Governo Federal / Governo Estadual Imagem suportando a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE Carlos Toledo Plenária Desafios comuns Governança de dados espaciais; Informação geográfica é um ativo

Leia mais

Estudo Sobre Armazenamento de Modelagem Digital de Terreno em Banco de Dados Geográficos

Estudo Sobre Armazenamento de Modelagem Digital de Terreno em Banco de Dados Geográficos Estudo Sobre Armazenamento de Modelagem Digital de Terreno em Banco de Dados Geográficos Eduilson L. N. C. Carneiro, Gilberto Câmara, Laércio M. Namikawa Divisão de Processamento de Imagens (DPI) Instituto

Leia mais

Serviços de rede INSPIRE: visualização e descarregamento

Serviços de rede INSPIRE: visualização e descarregamento Serviços de rede INSPIRE: visualização e descarregamento Implementação utilizando o MapServer Danilo Furtado Laboratório Nacional de Engenharia Civil Agenda 1. Serviço de visualização INSPIRE View Service

Leia mais

O Impacto da Mudança do Referencial Geodésico para Usuários de SIG Urbano

O Impacto da Mudança do Referencial Geodésico para Usuários de SIG Urbano O Impacto da Mudança do Referencial Geodésico para Usuários de SIG Urbano Clodoveu Davis Centro de Desenvolvimento e Estudos da PRODABEL Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte

Leia mais

Infraestrutura de Dados Espaciais na REFER. João Carlos Silva (REFER)

Infraestrutura de Dados Espaciais na REFER. João Carlos Silva (REFER) João Carlos Silva (REFER) João Carlos Silva REFER / REFER Telecom OpenGIS Standards / RNID AGENDA Caso de Sucesso Desafio inicial e a Solução Solução Tecnológica Factos e Números Componente Financeira

Leia mais

Going Spatial - criando e expandindo o alcance do seu Sistema de Informação Geográfica

Going Spatial - criando e expandindo o alcance do seu Sistema de Informação Geográfica Rua Julieta Ferrão, 10-10.ºA 1600-131 Lisboa Tel.: 21 781 66 40 Fax: 21 793 15 33 info@esri-portugal.pt www.esri-portugal.pt Going Spatial - criando e expandindo o alcance do seu Sistema de Informação

Leia mais

A Importância e o Papel Central do SIG- Empresarial da EP na Gestão de Infraestruturas Rodoviárias

A Importância e o Papel Central do SIG- Empresarial da EP na Gestão de Infraestruturas Rodoviárias A Importância e o Papel Central do SIG- Empresarial da EP na Gestão de Infraestruturas Rodoviárias Rui Ribeiro e Luís Correia EP Gabinete de Sistemas de Informação Agenda Os Sistemas de Informação na EP

Leia mais

07/11/2014. As IDE como plataformas. geográfica na Europa. Edgar Barreira

07/11/2014. As IDE como plataformas. geográfica na Europa. Edgar Barreira 07/11/2014 As IDE como plataformas transformadoras da informação geográfica na Europa Edgar Barreira Líder na resolução dos constantes desafios dos nossos clientes através da inovação e excelência dos

Leia mais

Base de Dados para Saneamento. Sanepar Companhia de Saneamento do Paraná

Base de Dados para Saneamento. Sanepar Companhia de Saneamento do Paraná Base de Dados para Saneamento Sanepar Companhia de Saneamento do Paraná Área de Atuação S.A.A. 635 localidades 9,51 milhões de pessoas 100% pop. atendida 1,7 milhão análises de Água/Ano S.A.A. Infra-Estrutura

Leia mais

Directiva INSPIRE Temas dos Anexos

Directiva INSPIRE Temas dos Anexos Directiva INSPIRE Temas dos Anexos Anexo I 1. Sistemas de referência 2. Sistemas de quadrículas geográficas 3. Toponímia 4. Unidades administrativas 5. Endereços 6. Parcelas cadastrais 7. Redes de transporte

Leia mais

A HARMONIZAÇÃO DE DADOS ALTIMÉTRICOS SEGUNDO A DIRETIVA INSPIRE Edgar Barreira [Direção-Geral do Território]

A HARMONIZAÇÃO DE DADOS ALTIMÉTRICOS SEGUNDO A DIRETIVA INSPIRE Edgar Barreira [Direção-Geral do Território] A HARMONIZAÇÃO DE DADOS ALTIMÉTRICOS SEGUNDO A DIRETIVA INSPIRE Edgar Barreira [Direção-Geral do Território] Objetivo Apresentar o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no domínio da harmonização de

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

Contributos para a. geográfica em Portugal. Rui Pedro Julião Subdirector-Geral rpj@igeo.pt

Contributos para a. geográfica em Portugal. Rui Pedro Julião Subdirector-Geral rpj@igeo.pt Contributos para a reutilização da informação geográfica em Portugal Rui Pedro Julião Subdirector-Geral rpj@igeo.pt Tópicos Enquadramento Bases para a reutilização da informação geográfica Próximos passos

Leia mais

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Aquário 25 Dez 1939 Vênus Em Peixes 18 Jan 1940 Vênus Em Áries 12 Fev 1940 Vênus Em Touro 8 Mar 1940 Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Câncer 6 Maio 1940 Vênus Em Gêmeos 5 Jul 1940 Vênus Em

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

Directiva INSPIRE. Sessão promovida pelo Grupo Geo-Competitivo 2 da APDSI Auditório da Ordem dos Engenheiros, Lisboa 27 de Maio de 2008

Directiva INSPIRE. Sessão promovida pelo Grupo Geo-Competitivo 2 da APDSI Auditório da Ordem dos Engenheiros, Lisboa 27 de Maio de 2008 Directiva INSPIRE Sessão promovida pelo Grupo Geo-Competitivo 2 da APDSI Auditório da Ordem dos Engenheiros, Lisboa 27 de Maio de 2008 Índice Directiva INSPIRE Fase de Transposição 2007-2009 Exigências

Leia mais

METADADOS INSPIRE. Henrique Silva; hsilva@dgterritorio.pt André Serronha; aserronha@dgterritorio.pt

METADADOS INSPIRE. Henrique Silva; hsilva@dgterritorio.pt André Serronha; aserronha@dgterritorio.pt METADADOS INSPIRE Henrique Silva; hsilva@dgterritorio.pt André Serronha; aserronha@dgterritorio.pt Direção-Geral do Território CCDR-LVT, CCDR Algarve, CCDR Norte, CCDR Centro, CCDR Alentejo Novembro 2015

Leia mais

1ªSessão Técnica da Implementação da Directiva Comunitária Inspire na RAA

1ªSessão Técnica da Implementação da Directiva Comunitária Inspire na RAA 1ªSessão Técnica da Implementação da Directiva Comunitária Inspire na RAA 1 Resumo Enquadramento na RAA Directiva INSPIRE Metadados 2 Enquadramento na RAA O DL 362/2007, transfere para a Região as competências

Leia mais

APLICAÇÃO SIG NOS PLANOS PRÉVIOS DE INTERVENÇÃO OBJECTO DE ESTUDO A23 E A25

APLICAÇÃO SIG NOS PLANOS PRÉVIOS DE INTERVENÇÃO OBJECTO DE ESTUDO A23 E A25 APLICAÇÃO SIG NOS PLANOS PRÉVIOS DE INTERVENÇÃO OBJECTO DE ESTUDO A23 E A25 Hugo Henrique Neto Rocha Trabalho final para obtenção do Grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica Análise de Biossistemas

Leia mais

Mapa índice digital na CPRM: recurso a serviço da disseminação da informação cartográfica

Mapa índice digital na CPRM: recurso a serviço da disseminação da informação cartográfica Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Mapa índice digital na CPRM: recurso a serviço da disseminação da informação cartográfica Isabel Angela dos Santos Matos (CPRM) - isabel.matos@cprm.gov.br Resumo: Este

Leia mais

Implementação da Directiva INSPIRE no INAG

Implementação da Directiva INSPIRE no INAG Implementação da Directiva INSPIRE no INAG Ana Catarina Mariano INTITUTO DA ÁGUA, I. P. 14-16 de Maio, Taguspark, Oeiras 1 Agenda 1. 1. INSPIRE 2. 2. WISE 3. 3. InterSIG 4. 4. Exemplos de implementação

Leia mais

Valor médio de avaliação bancária aumentou ligeiramente

Valor médio de avaliação bancária aumentou ligeiramente 26 de junho de 2014 Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação Maio de 2014 Valor médio de avaliação bancária aumentou ligeiramente O valor médio de avaliação bancária 1 do total do País foi de 995 euros/m

Leia mais

a emergência das tecnologias open source no SIG municipal de guimarães

a emergência das tecnologias open source no SIG municipal de guimarães a emergência das tecnologias open source no SIG municipal de guimarães processo de modernização administrativa prestação de um melhor serviço aos cidadãos utilização mais eficiente dos seus recursos no

Leia mais

Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um serviço de visualização utilizando tecnologia Open Source: MapServer

Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um serviço de visualização utilizando tecnologia Open Source: MapServer Serviço de visualização (INSPIRE View Service) Como implementar um serviço de visualização utilizando tecnologia Open Source: MapServer Danilo Furtado dfurtado@igeo.pt myesig2010 Lisboa 2010 1 Agenda 1.

Leia mais

- ArcGIS for Desktop - ArcGIS for Server - ArcGIS Online - ArcGIS for Mobile - ArcGIS for Developers - Bons motivos para migrar para 10.

- ArcGIS for Desktop - ArcGIS for Server - ArcGIS Online - ArcGIS for Mobile - ArcGIS for Developers - Bons motivos para migrar para 10. Agenda Sistema ArcGIS 10.1 Conectados ao Mundo pela Geografia Novidades: - ArcGIS for Desktop - ArcGIS for Server - ArcGIS Online - ArcGIS for Mobile - ArcGIS for Developers - Bons motivos para migrar

Leia mais

CAPÍTULO 1. O QUE É O ArcGIS 8.3. O Sistema de Informações Geográficas ArcGIS é constituído de três partes:

CAPÍTULO 1. O QUE É O ArcGIS 8.3. O Sistema de Informações Geográficas ArcGIS é constituído de três partes: CAPÍTULO 1 O QUE É O ArcGIS 8.3 O Sistema de Informações Geográficas ArcGIS é constituído de três partes: O ArcGIS Desktop, uma parte integrada de aplicações avançadas de SIG; O gateway ArcSDE, uma interface

Leia mais

Plataforma SIG da EDIA: um sistema misto. 2º Encontro de Utilizadores QGIS Portugal. Duarte Carreira. 2 de Junho, 2014 - Coimbra

Plataforma SIG da EDIA: um sistema misto. 2º Encontro de Utilizadores QGIS Portugal. Duarte Carreira. 2 de Junho, 2014 - Coimbra 2º Encontro de Utilizadores QGIS Portugal Plataforma SIG da EDIA: um sistema misto Duarte Carreira 2 de Junho, 2014 - Coimbra Agenda EDIA Plataforma SIG Desafios Soluções escolhidas Notas técnicas Reflexões

Leia mais

Encontro de Utilizadores Esri 2013. ArcGIS for Server 10.2 Administração Orador: João Ferreira Esri Portugal

Encontro de Utilizadores Esri 2013. ArcGIS for Server 10.2 Administração Orador: João Ferreira Esri Portugal Encontro de Utilizadores Esri 2013 ArcGIS for Server 10.2 Administração Orador: João Ferreira Esri Portugal ArcGIS Server Administração e Configuração João Ferreira Agenda Arquitectura Instalação do ArcGIS

Leia mais

A Geografia como Plataforma Tecnológica. Criando Oportunidades de Transformação

A Geografia como Plataforma Tecnológica. Criando Oportunidades de Transformação A Geografia como Plataforma Tecnológica Criando Oportunidades de Transformação GIS está Progredindo Se aproveitando de grandes avanços Cloud GIS Conhecimento Geográfico Online Nos capacitando a Repensar

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

FORMAÇÃO EM TÉCNICAS DE PLANEAMENTO DE REDES PRIMÁRIAS DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL FASE II ELABORAÇÃO DE PLANOS DE RPFGC

FORMAÇÃO EM TÉCNICAS DE PLANEAMENTO DE REDES PRIMÁRIAS DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL FASE II ELABORAÇÃO DE PLANOS DE RPFGC FORMAÇÃO EM TÉCNICAS DE PLANEAMENTO DE REDES PRIMÁRIAS DE FAIXAS DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEL FASE II ELABORAÇÃO DE PLANOS DE RPFGC Tecnologias SIG Sistemas de Informação Geográfica Centro de Operações e Técnicas

Leia mais

Visão Geral. Autodesk Geospatial e Optimização de Processos de Desenho

Visão Geral. Autodesk Geospatial e Optimização de Processos de Desenho O novo AutoCAD Map 3D é a plataforma líder para engenharia, infraestruturas, cartografia e SIG. O AutoCAD MAP 3D permite efectuar a ponte entre CAD e GIS, ao permitir o acesso directo aos dados independentemente

Leia mais

Instituto Hidrográfico - Marinha. Infra-estrutura de dados geoespaciais sobre o ambiente marinho

Instituto Hidrográfico - Marinha. Infra-estrutura de dados geoespaciais sobre o ambiente marinho Instituto Hidrográfico - Marinha Infra-estrutura de dados geoespaciais sobre o ambiente marinho Sumário Instituto Hidrográfico - Capacidades instaladas A Actividade Capacidades únicas Integração dos sistemas

Leia mais

Seminário sobre Diretiva INSPIRE A interoperabilidade e a Diretiva INSPIRE na perspetiva Intergraph

Seminário sobre Diretiva INSPIRE A interoperabilidade e a Diretiva INSPIRE na perspetiva Intergraph Seminário sobre Diretiva INSPIRE A interoperabilidade e a Diretiva INSPIRE na perspetiva Intergraph Intergraph Corporation Security, Government, and Infrastructure Division (Geospatial Business Unit) Carlos

Leia mais

Orçamento de Financiamento dos Recursos do Projecto

Orçamento de Financiamento dos Recursos do Projecto Jun-09 Jul-09 Ago-09 Set-09 Out-09 Nov-09 Dez-09 Jan-10 Fev-10 Mar-10 Abr-10 Mai-10 Jun-10 Ajudas de Custo TS nível 6 Ajudas de Custo TS nível 3 Advogado 0,00 2500,00 Portátil 1 + Office 1500,00 Portátil

Leia mais

Programa de Monitorização da Lagoa de Óbidos e do Emissário Submarino da Foz do Arelho

Programa de Monitorização da Lagoa de Óbidos e do Emissário Submarino da Foz do Arelho Programa de Monitorização da Lagoa de Óbidos e do Emissário Submarino da Foz do Arelho Sistema de Informação Geográfica (SIG) para a Lagoa de Óbidos e Emissário Submarino da Foz do Arelho INDÍCE 1. SISTEMA

Leia mais

Pacote Microsoft Partner;Waldemar Nogueira;Microsoft Office 2007[2 licença(s)];impressora A3[1 und]

Pacote Microsoft Partner;Waldemar Nogueira;Microsoft Office 2007[2 licença(s)];impressora A3[1 und] 0 Implantação do CMMI-DEV L2 509,13 dias 01/Fev/10 08/Fev/12 1 1 Iniciação 187 dias 01/Fev/10 01/Nov/10 2 1.1 Formar e institucionalizar SEPG 187 dias 01/Fev/10 01/Nov/10 3 1.1.1 Treinamento 2 dias 01/Fev/10

Leia mais

INSPIRE Metadados e Serviços de Pesquisa

INSPIRE Metadados e Serviços de Pesquisa INSPIRE Metadados e Serviços de Pesquisa II Jornadas de Software Aberto para Informação Geográfica Henrique Silva, hsilva@igeo.pt Metadados e Serviços de Pesquisa Metadados são as informações que descrevem

Leia mais

ArcGIS 1: Introdução ao GIS (10.2)

ArcGIS 1: Introdução ao GIS (10.2) ArcGIS 1: Introdução ao GIS (10.2) Duração: 02 dias (16 horas) Versão do ArcGIS: 10.2 Material didático: Português Descrição Este treinamento ensina o que é o GIS e o que você pode realizar com ele. Trabalhando

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA ACADÊMICO 2011 MBA EM ADMINISTRAÇÃO E MARKETING TURMAS 2011

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MODALIDADE A DISTÂNCIA CRONOGRAMA ACADÊMICO 2011 MBA EM ADMINISTRAÇÃO E MARKETING TURMAS 2011 2 3 4 5 6 7 8 9 0 2 3 4 5 6 7 8 9 20 22 Aula Data Evento 7/0 a 22/0 Período para solicitação de provas de 2ª chamada 23 24 25 26 27 28 29 26/jan Entrada de novos alunos + AVA (OFERTA JANEIRO 20) 30 3 3/0

Leia mais

QGIS: Plataformaintegradaparadisponibilizaçãode GeoWebservices

QGIS: Plataformaintegradaparadisponibilizaçãode GeoWebservices 1 QGIS: Plataformaintegradaparadisponibilizaçãode GeoWebservices V Jornadas Ibéricas de Infraestruturas de Dados Espaciais Lisboa 5-7 novembro2014 2 Danilo Furtado (dfurtado@dgterritorio.pt) Direção-Geral

Leia mais

PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento. Atividade Prática: Laboratório SIG

PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento. Atividade Prática: Laboratório SIG PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento Atividade Prática: Laboratório SIG Docentes: Prof. Dr Claudio Luiz Marte Prof. Dr. José Alberto Quintanilha Elaboração Roteiro: Mariana Abrantes Giannotti Colaboração:

Leia mais

Edificação e Urbanização na Região Norte

Edificação e Urbanização na Região Norte Edificação e Urbanização na Região Norte (Mapa da Situação Urbanística Existente - MSUE) Nota MetodoLogica Última actualização: 30-NOV-2011 A Introdução e aspectos genéricos sobre o produto MSUE Categorias

Leia mais

Soluções para a Qualidade do Ambiente Urbano

Soluções para a Qualidade do Ambiente Urbano Soluções para a Qualidade do Ambiente Urbano 2009-10-09 Agradecimentos 1 ESRI Inc. Environmental Systems Research Institute (Instituto de Investigação em Sistemas Ambientais) Empresa criada em 1969 2.500

Leia mais

Arquiteturas, Padrões e Serviços para Geoprocessamento. Lúbia Vinhas 13/05/2008

Arquiteturas, Padrões e Serviços para Geoprocessamento. Lúbia Vinhas 13/05/2008 Arquiteturas, Padrões e Serviços para Geoprocessamento Lúbia Vinhas 13/05/2008 Desejo saber estatísticas sobre áreas queimadas. Desejo fazer análises por localização, por classes de uso ou ainda por seleção

Leia mais

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14 31-jan-14 a - Juros 6.691.919,50 a - Juros 1.672.979,81 b - Amortização 3.757.333,97 b - Amortização 939.333,65 a - Saldo atual dos CRI Seniors (984.936.461,48) b - Saldo atual dos CRI Junior (246.234.105,79)

Leia mais

Certificação Energética e Ar Interior Edifícios

Certificação Energética e Ar Interior Edifícios Certificação Energética e Ar Interior Edifícios Relatório síntese Certificação e Registo Maio 2008 Perto de 3000 DCR s registadas até final de Maio 3000 300 Nº DCRs Habitação 2500 2000 1500 1000 500 Edifícios

Leia mais

Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc.

Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc. Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc. SUMÁRIO Apresentação da ementa Introdução Conceitos Básicos de Geoinformação Arquitetura de SIGs Referências Bibliográficas APRESENTAÇÃO

Leia mais

para GESTÃO DO PATRIMÓNIO:

para GESTÃO DO PATRIMÓNIO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA para GESTÃO DO PATRIMÓNIO: CASO ESTUDO DO MÉDIO TEJO Rita Ferreira Anastácio (rfanastacio@ipt.pt) 1 Índice Sistemas de Informação Geográfica Gestão do Património: Enquadramento

Leia mais

Resumo. 1. Enquadramento e antecedentes. Rui Pedro Julião*

Resumo. 1. Enquadramento e antecedentes. Rui Pedro Julião* Inforgeo, 2009, 17-25 INTERVENÇÕES RECENTES NO SNIG E DESAFIOS PARA O MERCADO DE IG Rui Pedro Julião* Resumo Com a entrada em vigor da Directiva INS- PIRE em Maio de 2007 veio consolidar-se a importância

Leia mais

CONTRIBUTO DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NA GESTÃO OPERACIONAL DE ENTIDADES GESTORAS DE SERVIÇOS DE ÁGUAS

CONTRIBUTO DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NA GESTÃO OPERACIONAL DE ENTIDADES GESTORAS DE SERVIÇOS DE ÁGUAS CONTRIBUTO DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA NA GESTÃO OPERACIONAL DE ENTIDADES GESTORAS DE SERVIÇOS DE ÁGUAS JOÃO COELHO RITA ALMEIDA ALICE GANHÃO ANA SANTOS JOÃO FELICIANO Conferência Nacional de Geodecisão Escola

Leia mais

Aplicação de Geoprocessamento no Licenciamento Ambiental do Estado do Rio Grande do Sul

Aplicação de Geoprocessamento no Licenciamento Ambiental do Estado do Rio Grande do Sul Aplicação de Geoprocessamento no Licenciamento Ambiental do Estado do Rio Grande do Sul Iara Ferrugem Velasques 1 Rejane Vargas Dornelles 1, Tânia Regina Prauchner 1 pnmaii, rejanevd, taniarp@fepam.rs.gov.br

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

Metodologia para Representação da Estrutura de Dados Geoespacial Vetorial da Mapoteca Nacional Digital em Bancos de Dados Geográficos Relacionais

Metodologia para Representação da Estrutura de Dados Geoespacial Vetorial da Mapoteca Nacional Digital em Bancos de Dados Geográficos Relacionais Metodologia para Representação da Estrutura de Dados Geoespacial Vetorial da Mapoteca Nacional Digital em Bancos de Dados Geográficos Relacionais Rogério Luís Ribeiro Borba 3, Guilherme L. A. Mota 1,3,

Leia mais

F. Raquel R. F. Sousa

F. Raquel R. F. Sousa F. Raquel R. F. Sousa Geologia Aplicada e do Ambiente Geologia Hidrologia Hidrogeologia SIG Arcgis 9.3 10 Morada Data de nascimento Telemóvel E-mail Skype Rua Filipe da Mata, nº 26, 1º direito, 1600 071

Leia mais

O PAPEL DOS CARTÕES NA BANCARIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL

O PAPEL DOS CARTÕES NA BANCARIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL O PAPEL DOS CARTÕES NA BANCARIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL MILTON PAULO KRÜGER JÚNIOR Diretor de Administração de Cartões Agenda Bancarização conceitos e dados de mercado O diferencial do Cartão Plástico aplicações

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES OS NOSSOS

MISSÃO VISÃO VALORES OS NOSSOS VISÃO MISSÃO Criar Recursos Humanos de Excelência e alta qualidade que tenham a capacidade de inovação, competitividade e criação de riqueza, num ambiente exigente ao nível nacional e internacional. Contribuir

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

MEDRAL Geotecnologias 2011. Apresentação UNESP

MEDRAL Geotecnologias 2011. Apresentação UNESP Apresentação UNESP Julho de 2012 MEDRAL Geotecnologias Nossa História A Medral nasceu em 25 de abril de 1961, em Dracena (SP), oferecendo soluções de engenharia para o setor energético Aos poucos, a empresa

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIEVANGÉLICA - 2015/2016. Projeto de Pesquisa do Coordenador e Subprojeto do Discente

PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIEVANGÉLICA - 2015/2016. Projeto de Pesquisa do Coordenador e Subprojeto do Discente PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIEVANGÉLICA - 20/20 Projeto de Pesquisa do Coordenador e Subprojeto do Discente Projeto de Pesquisa NOME DO COORDENADOR EM CAIXA ALTA INFORMAÇÕES GERAIS

Leia mais

Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira

Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira Gestor(a): Desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira Meta Meta 2 de 29 Meta 2 de 21 Meta 2 de 212 Meta 2 de 213 Descrição Identificar os processos judiciais mais antigos e adotar medidas concretas

Leia mais

SIGMC Explorer. O Explorador de Informação Espacial do Município de Cantanhede. MACHADO, João Oliveira. Resumo

SIGMC Explorer. O Explorador de Informação Espacial do Município de Cantanhede. MACHADO, João Oliveira. Resumo SIGMC Explorer O Explorador de Informação Espacial do Município de Cantanhede MACHADO, João Oliveira Resumo O Sistema de Informação Geográfica (SIG) nas autarquias tem vindo a afirmar-se como um componente

Leia mais

UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI

UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI UTILIZANDO ICONIX NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DELPHI Dr. George SILVA; Dr. Gilbert SILVA; Gabriel GUIMARÃES; Rodrigo MEDEIROS; Tiago ROSSINI; Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do

Leia mais

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Jump Qgis Thuban MapServer

Leia mais

SIARL Sistema de Administração do Recurso Litoral

SIARL Sistema de Administração do Recurso Litoral SIARL Sistema de Administração do Recurso Litoral João HERDEIRO 1, Marisa SILVA 1 e Paulo PATRÍCIO 1 1 Direção-Geral do Território, Portugal (ajherdeiro@dgterritorio.pt; marisas@dgterritorio.pt; ppatricio@dgterritorio.pt)

Leia mais

OPERAÇÕES DE FRETE/2011

OPERAÇÕES DE FRETE/2011 JAN (lta) 213.840 213.840 48.693,90 213.840 213.840 48.693,90 FEV 48.300 48.300 4.859,10 91.839 91.839 8.767,52 722.756 722.756 45.937,39 MAR 862.895 862.895 59.564,01 142.600 142.600 12.482,77 290.232

Leia mais

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS Pablo dos Santos Alves Alexander Roberto Valdameri - Orientador Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Motivação Revisão bibliográfica

Leia mais

Introdução ao ArcGIS

Introdução ao ArcGIS Introdução ao ArcGIS Maria Cecilia Brandalize Novembro, 2011 Tópicos O que é um SIG? A estrutura do ArcGIS Dados utilizados no ArcGIS Operações básicas com o ArcGIS Edição de dados Combinação de dados

Leia mais

plataforma tecnológica de apoio à modernização administrativa regional

plataforma tecnológica de apoio à modernização administrativa regional Infraestrutura de Dados Espaciais do Algarve plataforma tecnológica de apoio à modernização administrativa regional - Conceito - A IDEAlg constitui um projeto de e-governance, alicerçado em Tecnologia

Leia mais