CENTRO DE MEDICINA PSICOSSOMATICA E PSICOLOGIA MEDICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENTRO DE MEDICINA PSICOSSOMATICA E PSICOLOGIA MEDICA"

Transcrição

1 CENTRO DE MEDICINA PSICOSSOMATICA E PSICOLOGIA MEDICA

2 Hospital Geral da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica EQUIPE Voluntária Giorgio Trotto Diretor Decio Tenenbaum Rosina Verta Bretas Chefe de Clínica Sergio d Almeida Ana Cristina Teixeira Denise Monteiro Fabiane von Adamovich Concettina Barbosa

3 Relação transpessoal Medicina da Pessoa A doença, portanto, não é algo que vem de fora e se superpõe ao homem, é sim um modo peculiar de a pessoa se expressar em circunstâncias adversas. É, pois, como suas várias outras manifestações um modo de existir, ou melhor, de coexistir, já que, propriamente, o homem não existe, coexiste. E como o ser humano não é um sistema fechado, todo o seu ser se comunica com o ambiente, com o mundo, e mesmo quando aparentemente não existe comunicação, isto já é uma forma de comunicação, com o silêncio, às vezes, é mais eloqüente do que a palavra. Danilo Perestrello

4

5 A contribuição de Isaac León Luchina A irracionalidade inconsciente na Relação médicopaciente: La Terapia de la Tarea

6 FATORES PSICOSSOCIAIS Lennart Levi

7 AMBIENTE Rápida Mudança Social ou Modelo Cultural FATORES PSICOSSOCIAIS INDIVÍDUO Personalidade Hábitos Atitudes SAÚDE DOENÇA Lennart Levi

8 FATORES - Capacidades Físicos e Químicos Físicos que levam a lesão Microorganismos e parasitas Agentes que lesam o SNC ESTRESSE PSICOLÓGICO Perdas ou ameaças de perdas Lesão ou ameaça de lesão Frustração de desejos

9 a economia se tornou mais importante que o cidadão a escola, mais importante que o aluno o sistema de saúde e seus gestores, mais importantes que o doente a quantidade substitui a qualidade o tipo substitui a característica singular o protocolo substitui a clínica A.Eksterman

10 CMP - ENSINO Cursos regulares Curso de Psicoterapia Fundamental Curso de Atualização em Psicopatologia Cursos de Extensão e Atualização em Psicologia Médica e Medicina Psicossomática. Cursos Básicos de Psicodinâmica (formação complementar) Cursos Avançados em Psicodinâmica - Interdisciplinares - Extensão - Especialização

11 CMP - ENSINO Treinamento básico em Psicologia Médica e Psicologia Hospitalar I- Programa Teórico: 1. Introdução: Medicina Psicossomática e Psicologia Médica no contexto histórico da Medicina e da Psicologia 2. Psicologia Médica: Conceito e fundamentos. A relação mente-corpo. O corpo como linguagem 3. A História da Pessoa. Histórico. Técnica e objetivos. 4.O enfermo ante sua enfermidade. Efeitos psicológicos da enfermidade e condutas reativas. Reações ao estresse. 5. O respeito ao doente. Importância das relações precoces no desenvolvimento. 6. Fundamentos do diálogo clínico. 7. Relação médico-paciente. estrutura e dinâmica, transferência e contratransferência. Distorções da relação terapêutica. Iatrogenia. 8. Fatores psicológicos do processo curativo. Agentes terapêuticos. Efeito placebo. 9. A equipe de saúde. Internação e integração. II- Programa Prático: Participação nos estudos de casos clínicos apresentados nas Reuniões Clínicas semanais das quintas-feiras. Reuniões clínicas: 5ª feira das 11:30 às 12:45 hs Horário das aulas: 5ª feira das 13:00 às 14:00 hs. Carga horária: 50 horas/aula. Público alvo: alunos e profissionais de sauúde

12 CMP - Pesquisa Linhas de Pesquisa Estudo de modelos de assistência psicossocial. Estudo de técnicas psicoterápicas em psicologia médica. Estudo psicológico da díade materno-infantil. Condutas psicoassistenciais aos pacientes portadores de Sida. Atendimento psicológico ao paciente terminal. Estrutura psicodinâmica da relação médico-paciente nas várias áreas de especialização e atendimento. Papel do psicólogo no hospital geral. Estrutura da equipe multidisciplinar. Atuações preventivas em Psicologia Médica. Áreas de interesse Psicofisiologia e estresse Adoecimento e estresse Adoecimento e patologia dos vínculos básicos

13 CMP - Assistência Objetivos Assistenciais Proporcionar assistência psicossocial aos pacientes internados através de: Unidades integradas de Psicologia Médica aos vários serviços do hospital geral, organizadas com um supervisor clínico e equipe em treinamento constituída principalmente de pós-graduados em Psicologia Médica e Medicina em treinamento em Psicologia Médica Atendimentos ambulatoriais a pacientes egressos de internações no hospital geral Atendimentos ambulatoriais de demanda externa especializada. Elenco de Atividades Procedimentos clínicos Diagnóstico fenomenológico: conjunto de procedimentos clínicos destinados a configurar intercorrências psicopatológicas em pacientes internados. Diagnóstico psicodinâmico: conjunto de procedimentos clínicos destinados a apreender os significados da vida mental do paciente e da trama de relações da equipe assistencial. Interconsulta: diagnóstico das interferências emocionais de caráter irracional nos procedimentos assistenciais, através de contatos clínicos com um ou mais membro da equipe de saúde (estudo da relação médico- paciente dentro dos parâmetros psicodinâmicos) Psicoterapia focal: intervenção psicológica de caráter focal no paciente internado ou ambulatorial. Assistência ao grupo familiar: ação psicológica sobre familiares (ou responsáveis) do paciente.

14 CMP - História Originário da Divisão de Medicina Psicossomática, fundada pelo Prof. Danilo Perestrello, na Primeira Cátedra de Clínica Médica da Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (hoje, Universidade Federal do Rio de Janeiro), no Serviço do Prof. Clementino Fraga Filho. Dirigiu-a até o ano de 1976, quando se afastou por motivo de doença. Assumiu o Prof., seu principal discípulo e colaborador. Este último, em 1962, havia fundado no Serviço do Prof. Carlos Cruz Lima da Santa Casa (Segunda Cátedra de Clínica Médica da UFRJ), um setor de orientação equivalente, associando-se ao Prof. Perestrello a partir de 1965, fundindo-se os setores. O Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica passou a ser um Serviço componente e independente do Hospital Geral da Santa Casa do Rio de Janeiro a partir de 1985 e tem sido responsável por assistência psicológica especializada, por cursos de Psicologia Médica regulares, em nível de graduação e pós-graduação no âmbito da UFRJ; por reuniões clínicas regulares de discussão da tarefa assistencial; por cursos de aperfeiçoamento e educação médica continuada. Tem realizado grande número de pesquisas e muitos trabalhos científicos foram publicados. Uma síntese desses trabalhos encontra-se no livro do Prof. Danilo Perestrello, A Medicina da Pessoa, editado em 1974 e já na quarta edição. O Centro tem participado de inúmeros Congressos Médicos nacionais e internacionais, para os quais tem levado sua experiência. Vários cursos e conferências foram ministrados em outros estados, podendo-se afirmar que tem influenciado o ensino de Psicologia Médica em todo o Brasil, contribuindo de forma expressiva para o desenvolvimento de uma nova atitude, humanista e integral, na prática médica. Em 1965, foi quem mais contribuiu para a organização da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática e o Prof. Danilo Perestrello foi aclamado, na ocasião, seu primeiro presidente. Em 1967 organizou a Primeira Reunião Nacional de Medicina Psicossomática, na Academia Nacional de Medicina, tendo como especial convidado para presidi-la o renomado Prof. Michael Balint, de Londres, pioneiro mundial do estudo sistemático da estrutura da tarefa médica.

15 CMP - História Em 1978, com a transferência de serviços clínicos da UFRJ para o novo Hospital Universitário da Ilha do Fundão, o Prof., desde 1976, regente da Disciplina de Psicologia Médica da Escola de Medicina da F.T.E. Souza Marques, abriu o Centro para o ensino dessa Escola, e ao mesmo tempo, estágio clínico e internato para estudantes de Medicina. Além disso, permitiu o estágio para alunos e graduados de Psicologia, Assistência Social e Enfermagem. Ao mesmo tempo, ampliou o elenco de serviços, associando-se a grande número de Enfermarias do Hospital Geral da Santa Casa. Inicia idênticas associações com outros Hospitais do Rio de Janeiro. Em 1979, transforma-se em Centro de Medicina Psicossomática. Em 1982, realiza-se a Primeira Jornada Interna de Medicina Psicossomática do Hospital Geral da Santa Casa, com a presença de eminentes professores e especialistas e cerca de cento e cinqüenta assistentes. Na ocasião é o Prof. homenageado com placa comemorativa por seus vinte anos dedicados ao desenvolvimento da Medicina Psicossomática no Hospital Geral da Santa Casa, placa fixada na mesma sala onde em 1968 fora homenageado, pela mesma razão, o Prof. Danilo Perestrello, pelos dez anos de pioneirismo na área Psicossomática. Em 1983, desenvolve, associado ao Instituto de Pós-Graduação Médica Carlos Chagas, o Primeiro Curso de Especialização em Psicologia Médica, pioneiro no país, tendo mais de quarenta alunos. Em 1985, torna-se o Serviço Componente do Hospital Geral da Santa Casa do Rio de Janeiro. Em 1997 é inaugurada sua sede oficial e uma biblioteca homenageando o Prof. Danilo Perestrello. Conta hoje com uma equipe de cerca de vinte profissionais voluntários e oitenta alunos o que permite assistência em Psicologia Médica a quinze unidades do Hospital.

16 CMP - Treinamento Treinamento básico Atividades: - Aulas semanais conforme programa teórico - Reuniões semanais do CMP Duração: 2 meses Treinamento prático Atividades: - Acompanhamento psicológico, sob supervisão, de pacientes internados; - Participação nas reuniões clínicas do Serviços no qual estiver em treinamento; - Realização de Interconsultas; - Supervisão semanal dos casos clínicos em acompanhamento; - Apresentação de material clínico nas reuniões do CMP; - Estudos dirigidos Carga horária nas enfermarias: 12 h semanais Duração: 1 ano e 6 meses

17 Intervenções Estratégicas da Psicologia Médica baseada em Psicodinâmica Nas emergências irracionais em: Conflitos assistenciais Relação terapêutica perturbada Técnicas assistenciais: Psicoterapia dinâmica focal Grupo Balint Individual Grupal Interconsulta médico-psicológica

18 Relação perturbada Quando há corrupção do objetivo terapêutico Ignorância Contaminação irracional Transferência Fantasias Indução iatropatogênica A intervenção psicodinâmica promovida em Psicologia Médica reorganiza o espaço terapêutico na medida em que recupera a imagem adequada desse espaço

19 Tensões Psicológicas na Angústia no contexto assistencial Assistência Tensões regressivas Tensões de aniquilamento Dissociação do eu Morte Tensões diante do sofrimento e da desamparo Tensões diante das limitações assistenciais O Homem e sua alienação anonimato assistencial protocolos tecnologias

20 História da Pessoa da anamnese pessoal à história da pessoa 1974: documento aprovado na UFRJ usos desusos incompreensões

21 O que é Aplicado em: Medicina Antropológica; Medicina Psicossomática; Medicina Integral Histórico: Remonta à Medicina Hipocrática de Cós. Conceito: Instrumento anamnéstico e diagnóstico que permite o ato assistencial apoiado na singularidade existencial de cada doente

22 Para que serve Estabelecer e garantir vínculo terapêutico Discriminar distúrbios circunstanciais (funcionais de patologia somática) Prevenir intercorrências iatropatogênicas inconscientemente induzidas dentro da relação médico- paciente. Singularizar o caso clínico Reduzir o custo da ação médica Abram Casa

23 Elementos Técnicos Biografia apreendida - anamnese não dirigida Circunstâncias do adoecer Estudo da relação terapêutica (relação médico- paciente) Abram Casa

24 História da Pessoa Anamnese do ser (#TER) Instrumento de apreensão da pessoa

25 Interpretação em Psicologia Médica Intervenções psicológicas objetivando: Organização do espaço de segurança Comunicação clínica Interlocução Elaboração

26 Equipe de Saúde: organização Multisetorial ( auditorial ) Equipe Multifuncional ( funcional ) Integrada ( psicossomática )

27 Equipe de Saúde MÉDICO PSICÓLOGO ENFERMEIRO CORPO PS MED A. SOC ENF NUTRICIONISTA ASSISTENTE SOCIAL NUTR

28 Equipe de Saúde: RELAÇÃO COM O DOENTE Doente e doença e família / doença/ família/ grupo social Pessoa Equipe de saúde Organização Desorganização: patologias

29 Equipe de Saúde: integração Equipe integrada Pessoa defesas exitosas Equipe desintegrada defesas não exitosas especialização coisificação dissociação tensões grupais regressão iatrogenia ( fragmentação ) (objetivação) ( repúdio ) Defesas culpa/expiação estresse patologias físicas

30 Obrigado

FUNDAMENTOS PSICODINÂMICOS DA PRÁTICA EM PSICOLOGIA MÉDICA

FUNDAMENTOS PSICODINÂMICOS DA PRÁTICA EM PSICOLOGIA MÉDICA FUNDAMENTOS PSICODINÂMICOS DA PRÁTICA EM PSICOLOGIA MÉDICA Campo transferencial na relação médico/ paciente Dinâmica da equipe de saúde Intervenção psicoterápica do médico- prático Dinâmica da iatropatogenia

Leia mais

CURSO DE PSICOTERAPIA FUNDAMENTAL. (Complemento à especialização em Psicoterapia)

CURSO DE PSICOTERAPIA FUNDAMENTAL. (Complemento à especialização em Psicoterapia) 1 CURSO DE PSICOTERAPIA FUNDAMENTAL (Complemento à especialização em Psicoterapia) OBJETIVOS Fundamentar ao profissional de saúde os atos psicoterápicos, implícitos na relação profissional de saúde-paciente,

Leia mais

Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar - PNHAH

Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar - PNHAH Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar - PNHAH Relacionamento Inter-Pessoal na Prática Hospitalar End.: www.tenenbaum.com.br Fonte: Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica

Leia mais

MÉDICO: ESSE REMÉDIO IGNORADO ABRAM EKSTERMAN

MÉDICO: ESSE REMÉDIO IGNORADO ABRAM EKSTERMAN MÉDICO: ESSE REMÉDIO IGNORADO ABRAM EKSTERMAN Centro de Medicina Psicossomática Hospital Geral da Santa Casa da Misericórdia, RJ Perguntas aos Cavaleiros do Conselho Federal de Medicina Perguntas ingênuas:

Leia mais

Jornada Comemorativa dos 45 anos da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (ABMP)

Jornada Comemorativa dos 45 anos da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (ABMP) Jornada Comemorativa dos 45 anos da Associação Brasileira de Medicina Psicossomática (ABMP) São Paulo, abril/2010 Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica Hospital Geral da Santa Casa de Misericórdia

Leia mais

Psicossomática e Perspectivas atuais

Psicossomática e Perspectivas atuais Psicossomática e Perspectivas atuais Prof. Abram Eksterman Centro de Medicina Psicossomática Hospital da Santa Casa de Misericórdia, RJ Pieta 1499 Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni 1475-1564 Colui

Leia mais

ATO DELIBERATIVO N. 33

ATO DELIBERATIVO N. 33 ATO DELIBERATIVO N. 33 De 13 de agosto de 2001. Dispõe sobre normas para internação psiquiátrica e atendimento psiquiátrico em hospital-dia. O Conselho deliberativo do PRÓ-SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

CENTRO HOSPITALAR DA COVA DA BEIRA PROJECTO DE REGULAMENTO

CENTRO HOSPITALAR DA COVA DA BEIRA PROJECTO DE REGULAMENTO CENTRO HOSPITALAR DA COVA DA BEIRA SERVIÇO DE MEDICINA PALIATIVA (HOSPITAL DO FUNDÃO) DE REGULAMENTO 1. DEFINIÇÃO O (SMP) do Centro Hospitalar da Cova da Beira SA, sediado no Hospital do Fundão, desenvolve

Leia mais

Avaliação Psicológica ISSN: 1677-0471 revista@ibapnet.org.br Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica Brasil

Avaliação Psicológica ISSN: 1677-0471 revista@ibapnet.org.br Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica Brasil Avaliação Psicológica ISSN: 1677-0471 revista@ibapnet.org.br Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica Brasil Loureiro, Sonia Regina ENSINO DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NA FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA DO PSICÓLOGO

Leia mais

ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR DENOMINAÇÃO DO CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do

Leia mais

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão

Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão Hospital Universitário Walter Cantídio Diretoria de Ensino e Pesquisa Serviço de Desenvolvimento de Recursos Humanos Manual de Competências do Estágio dos Acadêmicos de Enfermagem-Projeto de Extensão HOSPITAL

Leia mais

PROGRAMA DO PÓS-GRADUAÇÃO EM SEXOLOGIA CLÍNICA

PROGRAMA DO PÓS-GRADUAÇÃO EM SEXOLOGIA CLÍNICA PROGRAMA DO PÓS-GRADUAÇÃO EM SEXOLOGIA CLÍNICA 1. Nome do curso e Área(s) do Conhecimento - Pós-Graduação/Especialização em Sexologia Clínica - Área do conhecimento: Medicina - Forma de oferta: presencial

Leia mais

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria

Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria Requisitos mínimos para o programa de Residência em Pediatria O programa de Residência em Pediatria prevê 60 horas de jornada de trabalho semanal, sendo 40 horas de atividades rotineiras e 20 horas de

Leia mais

ROTEIRO DIRIGIDO DE LEITURA RECOMENDADA ROTEIRO DIRIGIDO

ROTEIRO DIRIGIDO DE LEITURA RECOMENDADA ROTEIRO DIRIGIDO FACULDADE DE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Autarquia Estadual - Lei n.º 8899, de 27/09/94 (Reconhecida pelo Decreto Federal n.º 74.179, de 14/06/74) Curso: MEDICINA Ano Letivo: 2014 ROTEIRO DIRIGIDO

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PNEUMOLOGIA Ato de Oficialização: ATA de 12.03.1992 Conselho Departamental

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PNEUMOLOGIA Ato de Oficialização: ATA de 12.03.1992 Conselho Departamental PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PNEUMOLOGIA Ato de Oficialização: ATA de 12.03.1992 Conselho Departamental 1. Nome do Curso e Área de Conhecimento: Curso de Especialização em

Leia mais

Matriciamento em saúde Mental. Experiência em uma UBS do Modelo Tradicional de Atenção Primária à Saúde

Matriciamento em saúde Mental. Experiência em uma UBS do Modelo Tradicional de Atenção Primária à Saúde Matriciamento em saúde Mental Experiência em uma UBS do Modelo Tradicional de Atenção Primária à Saúde Matriciamento - conceito O suporte realizado por profissionais e diversas áreas especializadas dado

Leia mais

O Programa de Saúde Ocupacional da UFRJ*

O Programa de Saúde Ocupacional da UFRJ* O Programa de Saúde Ocupacional da UFRJ* Volney de Magalhães Câmara** *Este programa faz parte do PROGRAMA DOCENTE-AS- SISTENCIAL DE AÇÕES INTE- GRADAS EM SAÚDE DA UFRJ, que tem o patrocínio da Fundação

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1. PERFIL DO FORMANDO EGRESSO/PROFISSIONAL Médico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva. Capacitado a atuar, pautado

Leia mais

Antropologia Médica: Retornando ao Doente

Antropologia Médica: Retornando ao Doente Antropologia Médica: Retornando ao Doente Desafios: Crítica necessária aos postulados básicos atuais: concepção médica do ser humano mecânica concepção etiológica doença consequente a uma causa concepção

Leia mais

- organização de serviços baseada nos princípios de universalidade, hierarquização, regionalização e integralidade das ações;

- organização de serviços baseada nos princípios de universalidade, hierarquização, regionalização e integralidade das ações; PORTARIA N 224/MS, DE 29 DE JANEIRO DE 1992. item 4.2 alterada(o) por: Portaria nº 147, de 25 de agosto de 1994 O Secretário Nacional de Assistência à Saúde e Presidente do INAMPS, no uso das atribuições

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA BRASÍLIA-DF, 27 DE MARÇO DE 2013. Página 1 de 20 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1.

Leia mais

Política de humanização no estado de São Paulo

Política de humanização no estado de São Paulo Artigo Política de humanização no estado de São Paulo Por Eliana Ribas A autora é psicanalista e doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como coordenadora

Leia mais

MANUAL ATRIBUIÇÕES E ROTINAS PSICOLOGIA HOSPITALAR

MANUAL ATRIBUIÇÕES E ROTINAS PSICOLOGIA HOSPITALAR MANUAL 1 E L A B O R A Ç Ã O HGWA: Fernanda Azevedo de Souza: Coordenação, UCE Adulto (UCE I e AVC Subagudo) e Cuidados Paliativos Isabelle de Freitas Luz - Clínica Pediátrica, UCE Pediátrica e PAD Pediátrico

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: Enfermagem em Atenção à Saúde Mental Código: ENF- 210 Pré-requisito: ENF

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 DO 9-E, de 12/1/01 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria SAS/MS nº 224, de

Leia mais

especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br

especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br Psicologia Intensiva uma especialidade Psic. Raquel Pusch pusch11@terra.com.br www.psicosaude.com.br PSICOLOGIA INTENSIVA O intensivismo é uma especialidade que apresenta um caráter interdisciplinar voltado

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 Reconhece a osteopatia como um ramo específico de cuidado à saúde, complementar, natural e alternativo, regulamenta a profissão de osteopata, e determina outras providências.

Leia mais

VISITA PRÉ-OPERATÓRIA DE ENFERMAGEM: humanizando o cuidar feminino na prática assistencial através de atividade de extensão 1

VISITA PRÉ-OPERATÓRIA DE ENFERMAGEM: humanizando o cuidar feminino na prática assistencial através de atividade de extensão 1 VISITA PRÉ-OPERATÓRIA DE ENFERMAGEM: humanizando o cuidar feminino na prática assistencial através de atividade de extensão 1 Anna Maria de Oliveira Salimena 2 Maria Carmen Simões Cardoso de Melo 2 Ívis

Leia mais

Uma área em expansão. Radiologia

Uma área em expansão. Radiologia Uma área em expansão Conhecimento especializado e treinamento em novas tecnologias abrem caminho para equipes de Enfermagem nos serviços de diagnóstico por imagem e radiologia A atuação da Enfermagem em

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU. Ano: 2014/2015 PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU Ano: 2014/2015 1 - JUSTIFICATIVA A hospitalização pode ser experienciada como um dos momentos mais delicados e difíceis do processo do adoecer. Isso porque

Leia mais

Saúde Mental e trabalho: Contribuições da Psicologia da Saúde/reposicionamento do psicólogo nas equipes de saúde

Saúde Mental e trabalho: Contribuições da Psicologia da Saúde/reposicionamento do psicólogo nas equipes de saúde Saúde Mental e trabalho: Contribuições da Psicologia da Saúde/reposicionamento do psicólogo nas equipes de saúde SILVIA CURY ISMAEL HOSPITAL DO CORAÇÃO DE SÃO PAULO III Congresso dos Servidores de Saúde

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR

PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR PROGRAMA DE QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR Prof. Dr. Jones Alberto de Almeida Divisão de saúde ocupacional Barcas SA/ CCR ponte A necessidade de prover soluções para demandas de desenvolvimento, treinamento

Leia mais

Uma proposta de atuação humanizada. RESUMO:

Uma proposta de atuação humanizada. RESUMO: PROJETO DE ACOLHIMENTO E HUMANIZAÇÃO PARA ACOMPANHANTES: A INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL E DA ENFERMAGEM DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE GRANDE PORTE. 1 Uma proposta de atuação humanizada. RESUMO: O presente

Leia mais

LEI Nº 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001

LEI Nº 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001 LEI Nº 10.216, DE 6 DE ABRIL DE 2001 Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço

Leia mais

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Desastre: interrupção grave do funcionamento normal de uma comunidade que supera sua capacidade de resposta e recuperação. Principais causas de

Leia mais

PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO. 1 o Ano. Disciplina

PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO. 1 o Ano. Disciplina PSICOLOGIA MATUTINO E NOTURNO 1 o Ano Antropologia Epistemologia e História da Psicologia Estatística Ética e Cidadania Interpretação e Produção de Textos Científicos Métodos de Pesquisa em Psicologia

Leia mais

EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO 2016. APRIMORAMENTO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE e HOSPITALAR 1º ANO

EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO 2016. APRIMORAMENTO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE e HOSPITALAR 1º ANO EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO 2016 APRIMORAMENTO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE e HOSPITALAR 1º ANO I INTRODUÇÃO Pós Graduação Lato Sensu (Aprimoramento Profissional) 2016 O Programa de Aprimoramento Profissional em Psicologia

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PSICOLOGIA Ementário/abordagem temática/bibliografia básica (3) e complementar (5) Morfofisiologia e Comportamento Humano Ementa: Estudo anátomo funcional

Leia mais

PEDIATRIA CLÍNICA 1. OBJETIVOS

PEDIATRIA CLÍNICA 1. OBJETIVOS PEDIATRIA CLÍNICA PROGRAMA PARA O 6º. ANO DE MEDICINA 2015 Estágio obrigatório em tempo integral, que visa à formação em Pediatria Geral, em estagio prático, sob supervisão docente, com ênfase ao raciocínio

Leia mais

Curso: Psicologia Hospitalar e da Saúde

Curso: Psicologia Hospitalar e da Saúde Curso: Psicologia Hospitalar e da Saúde 1 APRESENTAÇÃO A Psicologia Hospitalar, de acordo com a Resolução 014/2000 (CFP) configurase como uma especialidade da Psicologia, inserindo-se, não somente em hospitais,

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: Carga Horária: 80h (Teoria: 60h; Prática: 20h) Créditos: 04 Pré-requisito(s): ------ Período: VII Ano: 2015.

PLANO DE CURSO. Código: Carga Horária: 80h (Teoria: 60h; Prática: 20h) Créditos: 04 Pré-requisito(s): ------ Período: VII Ano: 2015. PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Assistência de Enfermagem em Saúde Mental Professor: Tito Lívio Ribeiro E-mail: thitolivio@gmail.com Código: Carga

Leia mais

Suplementar após s 10 anos de regulamentação

Suplementar após s 10 anos de regulamentação Atenção à Saúde Mental na Saúde Suplementar após s 10 anos de regulamentação Kátia Audi Congresso Brasileiro de Epidemiologia Porto Alegre, 2008 Mercado de planos e seguros de saúde: cenários pré e pós-regulamentap

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOTERAPIAS DINÂMICAS Ato de Oficialização: RESOLUÇÃO nº 03/2001-Conselho Departamental

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOTERAPIAS DINÂMICAS Ato de Oficialização: RESOLUÇÃO nº 03/2001-Conselho Departamental PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓSGRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOTERAPIAS DINÂMICAS Ato de Oficialização: RESOLUÇÃO nº 03/2001Conselho Departamental 1. Nome do Curso e Área de Conhecimento: Curso de Especialização

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

TERMINALIDADE NORMA Nº 643

TERMINALIDADE NORMA Nº 643 Página: 1/7 1- OBJETIVO 1.1- Garantir os Direitos dos pacientes relacionados aos seus valores pessoais, preservando sua individualidade e sua dignidade humana, tais como: 1.2- Diminuir o sofrimento do

Leia mais

Pós-graduação Psicologia

Pós-graduação Psicologia Pós-graduação Psicologia Pós-graduação - Lato Sensu Os cursos de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo têm como objetivos a formação de docentes, pesquisadores e profissionais

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI REGULAMENTO DA CLÍNICA ESCOLA E SERVIÇOS DE PSICOLOGIA - CESP Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/15 de 08/04/15. CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGULAMENTO Art. 1º A Clínica Escola de Psicologia é o ambiente

Leia mais

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas 1. APRESENTAÇÃO e JUSTIFICATIVA: O consumo de crack vem aumentando nas grandes metrópoles, constituindo hoje um problema

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Área: Estágio de Enfermagem em Saúde do Adulto I e II Campo de Atuação: Santa Casa de Tupã; Instituto de Psiquiatria de Tupã e Hospital São

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA

ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA ASSOCIAÇÃO EDUCADORA SÃO CARLOS HOSPITAL MÃE DE DEUS EDITAL DE CONCURSO PARA CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA 1. INTRODUÇÃO A Comissão de Ensino do Curso de Especialização em Cardiologia do Hospital

Leia mais

Urgência Psicológica em Gestantes com Hiperêmese Gravídica que Desenvolveram Síndrome de Wernicke-Korsakov i

Urgência Psicológica em Gestantes com Hiperêmese Gravídica que Desenvolveram Síndrome de Wernicke-Korsakov i Urgência Psicológica em Gestantes com Hiperêmese Gravídica que Desenvolveram Síndrome de Wernicke-Korsakov i Marcia Ferreira Amendola Patrícia Mara Danan ii OBJETIVO O presente trabalho tem como objetivo

Leia mais

Matriz Curricular do Curso

Matriz Curricular do Curso FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Mantida pela Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE PSICOLOGIA (Bacharel e Formação de Psicólogo) Publicado no diário Oficial

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA CENTRO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONVERSANDO SOBRE A PSICOLOGIA E O SUAS

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA CENTRO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONVERSANDO SOBRE A PSICOLOGIA E O SUAS 1. Categorias profissionais que já compõem o SUAS RS: - Psicólogo - Assistente Social - Advogado - Educador Social - Nutricionista - Pedagogo - Enfermeiro - Estagiários - Supervisores e Coordenação - Técnico

Leia mais

Seminário de Residência Médica de Cancerologia Clínica Seminar of Residence in Clinical Oncology

Seminário de Residência Médica de Cancerologia Clínica Seminar of Residence in Clinical Oncology RESIDÊNCIA MÉDICA Seminário de Residência Médica de Cancerologia Clínica Seminar of Residence in Clinical Oncology José Luiz Miranda Guimarães* Neste número estamos divulgando o resultado parcial do Seminário

Leia mais

Rede de Atenção Psicossocial

Rede de Atenção Psicossocial NOTA TÉCNICA 60 2011 Rede de Atenção Psicossocial Minuta de portaria que aprova as normas de funcionamento e habilitação do Serviço Hospitalar de Referência para atenção às pessoas com sofrimento ou transtorno

Leia mais

Departamento e Instituto de Psiquiatria I CURSO SOBRE TRANSTORNOS MENTAIS RELACIONADOS AO TRABALHO E SAÚDE MENTAL NO TRABALHO

Departamento e Instituto de Psiquiatria I CURSO SOBRE TRANSTORNOS MENTAIS RELACIONADOS AO TRABALHO E SAÚDE MENTAL NO TRABALHO Departamento e Instituto de Psiquiatria I CURSO SOBRE TRANSTORNOS MENTAIS RELACIONADOS AO TRABALHO E SAÚDE MENTAL NO TRABALHO Promoção Coordenação Público Alvo Programa de Psiquiatria e Psicologia Forense

Leia mais

PAF Programa de Acompanhamento Funcional

PAF Programa de Acompanhamento Funcional PAF Programa de Acompanhamento Funcional MINISTÉRIO PÚBLICO MILITAR Márcio de Moura Pereira Motivação do Projeto SITUAÇÃO PROBLEMA Necessidade de atender a demandas já existentes de servidores e membros

Leia mais

Discussão de Cases- Boas Práticas CLINIPAM CLÍNICA PARANAENSE DE ASSISTÊNCIA MÉDICA CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA

Discussão de Cases- Boas Práticas CLINIPAM CLÍNICA PARANAENSE DE ASSISTÊNCIA MÉDICA CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA Discussão de Cases- Boas Práticas CLINIPAM CLÍNICA PARANAENSE DE ASSISTÊNCIA MÉDICA CENTRO DE QUALIDADE DE VIDA Jamil Luminato 1981 Jamil Luminato 1981 2013 Visão Geral Medicina de Grupo de Curitiba 117.187

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental 1. Nome do Curso e Área de Conhecimento: Curso de Especialização em

Leia mais

Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010

Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010 Formação do Médico Paliativista FÓRUM DE CUIDADOS PALIATIVOS CREMERS - 2010 Maria goretti maciel Conselho Consultivo da ANCP Diretora do Serviço de Cuidados Paliativos do HSPE Coordenadora do Programa

Leia mais

Campus Governador Lamenha Filho - Rua Jorge de Lima, 113, Trapiche da Barra, CEP 57.010.382, Maceió/AL.

Campus Governador Lamenha Filho - Rua Jorge de Lima, 113, Trapiche da Barra, CEP 57.010.382, Maceió/AL. NÚCLEO DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHADOR NAISST REGIMENTO INTERNO Capítulo I Das Disposições Preliminares Art 1º. Este Regimento Interno estabelece e disciplina a estruturação e o

Leia mais

Introdução. Professora do Curso de Psicologia da ULBRA/Guaíba. Supervisora de estágio na Abordagem Cognitivo- Comportamental. Jurídica.

Introdução. Professora do Curso de Psicologia da ULBRA/Guaíba. Supervisora de estágio na Abordagem Cognitivo- Comportamental. Jurídica. Clínica-Escola e Serviço de Atendimento Psicológico CESAP - do Curso de Psicologia da ULBRA Campus Guaíba: A Extensão Universitária e a Responsabilidade Social no Processo de Formação Profissional e no

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO CFM

MINUTA DE RESOLUÇÃO CFM MINUTA DE RESOLUÇÃO CFM Dispõe sobre a normatização do funcionamento dos prontos-socorros hospitalares, assim como do dimensionamento da equipe médica e do sistema de trabalho. O Conselho Federal de Medicina,

Leia mais

Serviço de Psicologia do Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba:

Serviço de Psicologia do Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba: Serviço de Psicologia do Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba: Tem por objetivo prestar atendimento aos pacientes internados ou de forma ambulatorial no Hospital, bem como aos seus familiares,

Leia mais

Hospital de Clínicas Gaspar Viana

Hospital de Clínicas Gaspar Viana Hospital de Clínicas Gaspar Viana Atendimento de Enfermagem na Clínica Psiquiátrica Enf. Sofia Vasconcelos Alves ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM OBJETIVO:Promover ações terapêuticas voltadas para identificar

Leia mais

4 Quando o número de vagas proposto corresponde adequadamente à dimensão do corpo

4 Quando o número de vagas proposto corresponde adequadamente à dimensão do corpo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Superior SESu Diretoria de Regulação e Supervisão da Educação Superior - Desup Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO À SAÚDE MENTAL Código: ENF- 210 Pré-requisito: ENF

Leia mais

Código: CHCB.PI.HF.04 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas: 1 de 10. 1. Objectivo. 2. Aplicação. 3. Referências Bibliográficas. 4.

Código: CHCB.PI.HF.04 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas: 1 de 10. 1. Objectivo. 2. Aplicação. 3. Referências Bibliográficas. 4. Caracterização da Código: CHCB.PI.HF.04 Edição: 1 Revisão: 0 Páginas: 1 de 10 1. Objectivo Caracterizar o serviço e procedimentos da do Hospital do Fundão. 2. Aplicação Centro Hospitalar da Cova da Beira

Leia mais

Capítulo XII SECRETARIA DE SERVIÇOS INTEGRADOS DE SAÚDE

Capítulo XII SECRETARIA DE SERVIÇOS INTEGRADOS DE SAÚDE Capítulo XII SECRETARIA DE SERVIÇOS INTEGRADOS DE SAÚDE FINALIDADE A Secretaria de Serviços Integrados de Saúde, órgão de direção especializada, subordinada ao diretor-geral da Secretaria do Tribunal,

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES 1 1. PERFIL DO FORMANDO EGRESSO/PROFISSIONAL 1.1. Perfil Comum: Farmacêutico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva.

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO LATU SENSU EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO EM NEFROLOGIA

PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO LATU SENSU EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO EM NEFROLOGIA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO LATU SENSU EM NÍVEL DE ESPECIALIZAÇÃO EM NEFROLOGIA 2) Objetivo Geral Capacitar o profissional médico durante os dois anos de treinamento de conteúdo programático teórico e prático

Leia mais

Edital para Complementação Especializada em Geriatria - 2016

Edital para Complementação Especializada em Geriatria - 2016 Edital para Complementação Especializada em Geriatria - 2016 Público Alvo: Médicos com residência ou especialização completa em Geriatria. Objetivos do Programa Aperfeiçoar os conhecimentos de médicos

Leia mais

Parecer CRFa-4ª Região nº 003/2015

Parecer CRFa-4ª Região nº 003/2015 Parecer CRFa-4ª Região nº 003/2015 Dispõe sobre a atuação fonoaudiológica na área hospitalar privada, pública e filantrópica e em atendimento domiciliar e dá outras providências O presente Parecer tem

Leia mais

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013

CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 CURSO DE MEDICINA - MATRIZ CURRICULAR 2013 Eixos longitudinais, conteúdos e objetivos cognitivos psicomotores Eixos transversais, objetivos Per. 1º Ano eixo integrador: O CORPO HUMANO CH INT. COMUM. HAB.

Leia mais

1.1. Cristina Nacif Alves

1.1. Cristina Nacif Alves 1.1. 1.1.1. Formação Graduação em Pedagogia, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, concluída em Junho de 1992 Especialização em Desenvolvimento e Aprendizagem da criança e do adolescente - Instituto

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ATIVIDADE FÍSICA PARA PREVENÇÃO, TRATAMENTO

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR NA BUSCA DE MUDANÇAS: INFLUÊNCIA DE UM ESTÁGIO EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL PARA GESTORES DE UM HOSPITAL

GESTÃO HOSPITALAR NA BUSCA DE MUDANÇAS: INFLUÊNCIA DE UM ESTÁGIO EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL PARA GESTORES DE UM HOSPITAL 1 GESTÃO HOSPITALAR NA BUSCA DE MUDANÇAS: INFLUÊNCIA DE UM ESTÁGIO EM PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL PARA GESTORES DE UM HOSPITAL Edelvais Keller 1; Dorli Terezinha de Mello Rosa 2; Jovani Antonio Se 1 cchi

Leia mais

O TRATAMENTO BIO-PSICO-SÓCIO-ESPIRITUAL

O TRATAMENTO BIO-PSICO-SÓCIO-ESPIRITUAL O TRATAMENTO BIO-PSICO-SÓCIO-ESPIRITUAL Roberto Lúcio Vieira de Souza Ciência e religião... são amigas, não adversárias, na busca comum por conhecimento. John Polkinghorne Físico e Teólogo Se estás doente,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR-APES RUA ACELINO RESENDE, Nº 132 - FONTE DOS MATOS. FONE: 3276 2981 CEP: 64260-000

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR-APES RUA ACELINO RESENDE, Nº 132 - FONTE DOS MATOS. FONE: 3276 2981 CEP: 64260-000 ÁREAS: CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDUCAÇÃO: 1. DOCÊNCIA SUPERIOR---------------------------------------150,00 2. GESTÃO EDUCACIONAL: ORIENTAÇÃO, SUPERVISÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR-----------------------------

Leia mais

SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem

SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem ARTIGO SIG RUTE: Residência Médica e Especialização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem AUTORES Ênio Rogacheski Especialista e Mestre em Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Médico Radiologista do Hospital

Leia mais

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Oficinas de tratamento Redes sociais Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Irma Rossa Médica Residência em Medicina Interna- HNSC Médica Clínica- CAPS ad HNSC Mestre em Clínica Médica- UFRGS

Leia mais

Estágio de Clinica Médica II

Estágio de Clinica Médica II Estágio de Clinica Médica II 5º ano médico - 2012 Coordenadora do Internato Elizabeth Alves Salgado Diretoria Técnica de Divisão e Saúde / Gerência Médica Assistencial Wadih Farid Mansour Diretor Técnico

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA CENTRO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONVERSANDO SOBRE A PSICOLOGIA E O SUAS

CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA CENTRO DE REFERÊNCIAS TÉCNICAS EM PSICOLOGIA E POLÍTICAS PÚBLICAS CONVERSANDO SOBRE A PSICOLOGIA E O SUAS A sistematização que segue refere-se aos pontos trabalhados pelo grupo, no sentido de ativar a reflexão de questões que seriam tratadas no Encontro Estadual dos Trabalhadores do SUAS, realizado dia 16

Leia mais

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRÍCULO FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA LORENA - SP Curso: Enfermagem Disciplina: Enfermagem Saúde da Criança e do Adolescente Ano letivo 2011 Série 3º Ano Carga Horária Total h/a T 90 h/a P 54 h/a En. Cl.

Leia mais

INTRODUÇÃO (WHO, 2007)

INTRODUÇÃO (WHO, 2007) INTRODUÇÃO No Brasil e no mundo estamos vivenciando transições demográfica e epidemiológica, com o crescente aumento da população idosa, resultando na elevação de morbidade e mortalidade por doenças crônicas.

Leia mais

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002.

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. O Secretário de Assistência à Saúde, no uso de suas atribuições legais, Considerando a Portaria GM/MS nº 866, de 09 de maio de 2002, que cria os mecanismos para organização

Leia mais

ATUALIZAÇÃO EM FERIDAS CUTÂNEAS E CURATIVOS

ATUALIZAÇÃO EM FERIDAS CUTÂNEAS E CURATIVOS ATUALIZAÇÃO EM FERIDAS CUTÂNEAS E CURATIVOS Taís Lopes Saranholi Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: tais_saranholi@hotmail.com Cássia Marques da Rocha Hoelz E-mail: cassiarocha@bauru.sp.gov.br

Leia mais

PARECER TÉCNICO I ANÁLISE E FUNDAMENTAÇÃO:

PARECER TÉCNICO I ANÁLISE E FUNDAMENTAÇÃO: PARECER TÉCNICO ASSUNTO: Solicitação de parecer acerca de Técnico de Enfermagem lotado no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de transtorno mental acompanhar paciente internado em outra instituição,

Leia mais

AMBIENTES DE TRATAMENTO. Hospitalização

AMBIENTES DE TRATAMENTO. Hospitalização FONTE: Ferigolo, Maristela et al. Centros de Atendimento da Dependência Química - 2007- Maristela Ferigolo, Simone Fernandes, Denise C.M. Dantas, Helena M.T. Barros. Porto Alegre: Editora AAPEFATO. 2007,

Leia mais

INTERDISCIPLINARIDADE, MULTIDISCIPLINARIDADE OU TRANSDISCIPLINARIDADE 1

INTERDISCIPLINARIDADE, MULTIDISCIPLINARIDADE OU TRANSDISCIPLINARIDADE 1 INTERDISCIPLINARIDADE, MULTIDISCIPLINARIDADE OU TRANSDISCIPLINARIDADE 1 TAVARES, Suyane Oliveira 2 ; VENDRÚSCOLO, Cláudia Tomasi 2 ; KOSTULSKI, Camila Almeida 2 ; GONÇALVES, Camila dos Santos 3 1 Trabalho

Leia mais

Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH

Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH Processo Pedagógico de Formação do aluno do curso medico do UNI-BH A proposta pedagógica para formação do medico dentro do curso do UNI-BH baseia-se na estruturação em três módulos de conteúdo bem definido

Leia mais

FISIOTERAPIA - GRADUAÇÃO

FISIOTERAPIA - GRADUAÇÃO FISIOTERAPIA - GRADUAÇÃO CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: Curso De Graduação Em Fisioterapia. DIPLOMA CONFERIDO: BACHAREL NÚMERO DE VAGAS: 225 VAGAS ANUAIS TURNOS DE OFERTA: NOTURNO REGIME LETIVO:

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 8, DE 7 DE MAIO DE 2004. (*)

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 8, DE 7 DE MAIO DE 2004. (*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 8, DE 7 DE MAIO DE 2004. (*) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Psicologia. O Presidente

Leia mais

RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE NA OBSERVAÇÃO CLÍNICA 1

RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE NA OBSERVAÇÃO CLÍNICA 1 RELAÇÃO MÉDICO-PACIENTE NA OBSERVAÇÃO CLÍNICA 1 Abram Eksterman 2 Ver e Ouvir Um dos principais significados que se atribui à palavra observar é o de olhar com atenção. Esse é o sentido médico. O doente

Leia mais

Circular 059/2012 São Paulo, 01 de Fevereiro de 2012.

Circular 059/2012 São Paulo, 01 de Fevereiro de 2012. Circular 059/2012 São Paulo, 01 de Fevereiro de 2012. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) NORMAS DE FUNCIONAMENTO E HABILITAÇÃO DO SERVIÇO HOSPITALAR DE REFERÊNCIA ATENÇÃO PSICOSSOCIAL Diário Oficial da União

Leia mais

ANEXO PSIQUIÁTRICO LOURIVAL BURGOS MUCCINI SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Janeiro de 2008. COORDENAÇÃO SISTEMATIZADA DO ANEXO PSIQUIÁTRICO DO HGPV

ANEXO PSIQUIÁTRICO LOURIVAL BURGOS MUCCINI SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Janeiro de 2008. COORDENAÇÃO SISTEMATIZADA DO ANEXO PSIQUIÁTRICO DO HGPV ANEXO PSIQUIÁTRICO LOURIVAL BURGOS MUCCINI SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Janeiro de 2008. COORDENAÇÃO SISTEMATIZADA DO ANEXO PSIQUIÁTRICO DO HGPV Protocolo geral Dispõe sobre as condições para a promoção,

Leia mais

ANEXO III - EDITAL N o 001/2015 CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ATRIBUIÇÕES DO CARGO

ANEXO III - EDITAL N o 001/2015 CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ATRIBUIÇÕES DO CARGO ANEXO III - EDITAL N o 001/2015 CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ATRIBUIÇÕES DO CARGO ATRIBUIÇÕES DO CARGO - CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR - PREFEITURA E CASA DE SAÚDE Assistente Social - prestar serviços sociais orientando

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR III

RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR III 0 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM ADELITA ENEIDE FIUZA RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR III PORTO ALEGRE 2011 1 ADELITA ENEIDE FIUZA RELATÓRIO DE CONCLUSÃO DO

Leia mais