Faculdade Tecnologia SENAC. Curso Técnico Informática Pronatec. Joice Silva, Luís Filipe, Ramon Olkoski, Rosber Silva.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade Tecnologia SENAC. Curso Técnico Informática Pronatec. Joice Silva, Luís Filipe, Ramon Olkoski, Rosber Silva."

Transcrição

1 1 Faculdade Tecnologia SENAC Curso Técnico Informática Pronatec Joice Silva, Luís Filipe, Ramon Olkoski, Rosber Silva. Termos Técnicos: Apresentação Relatório Técnico Pelotas, 2012

2 2 Joice Silva, Luís Filipe, Ramon Olkoski, Rosber Silva. Termos Técnicos: Apresentação do Relatório Técnico Relatório técnico apresentado como requisito parcial para obtenção da aprovação da disciplina Linguagem Técnica, no curso Técnico de Informática na Faculdade SENAC-Pelotas. Professor: Nataniel Vieira Pelotas, 2012

3 3 SUMÁRIO 1. RESUMO INTRODUÇÃO Objetivos Gerais Objetivo Específico Metodologia Procedimentos Experimentais Resultados DESENVOLVIMENTO Backup Bios URL Ping CONCLUSÃO REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS... 13

4 4 1. Resumo Por meio desse relatório, se tem o objetivo de esclarecer as funções, onde são aplicados e para que servem os termos técnicos Backup, Bios, URL e Ping. Quando na maioria das vezes as instalações e informações armazenadas em um computador valem mais do que a própria máquina levando em consideração o fato de existirem diversas formas de perder dados em um computador se tem o recurso de fazer Backup, que se executado corretamente permite a um administrador restaurar sistemas de arquivos inteiros. Dentro deste contexto um outro termo a ser bem destacado é a bios que é simplesmente o sistema de entrada e saída básico, situado na placa mãe do computador e que não pode ser apagada, pois é uma memória ROM, memória apenas de leitura, onde constam as instruções básicas para inicialização do computador. Nesse sentido, importa destacar também um pouco sobre URL e Ping, que no caso URL é apenas o conjunto de barras e pontos que deve ser digitado corretamente representa um determinado endereço na internet. Retomando-se a questão de Ping pode se dizer que ele é apenas um teste feito para se saber sobre os pacotes que rolam em uma rede, quanto tempo eles levam para serem enviados e quanto tempo levam para serem recebidos de volta, assim diagnosticando algum problema na rede.

5 5 2. Introdução Viemos por meio deste trabalho relatar as funções, onde são aplicados e para que servem alguns termos técnicos, nesse caso Backup, Bios, URL e Ping, que são bem conhecidos e bastante usados na área da informática. A funcionalidade desses termos devem serem explicitados para os usuários e profissionais da área de informática. Dentro deste contexto vale ressaltar a importância de conhecer as suas características. Assim, precisa-se buscar subsídios teóricos para que possamos ter um conhecimento mais aprofundado. 2.1 Objetivos Gerais O objetivo é se aprofundar e tirar dúvidas explicando os termos técnicos Objetivo Especifico Mostrar as características, as funções e onde são aplicados os termos técnicos Backup, Bios, URL e Ping Metodologia Dentro desse contexto vamos mostrar como e onde foram realizadas pesquisas. O grupo se baseou em sites e livros para finalizar a parte escrita e para dar base para criar os slides do trabalho. O grupo também teve o auxilio dos professores na estrutura do texto com tipos diferenciados de expressões e palavras para inicio de parágrafos.

6 Procedimentos Experimentais Como fazer o teste: Abra o menu iniciar, clique em executar e digite o comando cmd (figura 5). Figura 5 (Ping) Fonte: Hospedagem Segura (2010). Aparecerá uma tela preta, o prompt de comando como se vê na figura 6. Após abrir esta janela, digite o comando PING, de espaço e insira algum site de seu desejo. Exemplo: ping Figura 6 (Ping) Fonte: Foi elaborado pelos autores (2012).

7 Resultado Após feito o teste, recebe-se de volta o IP do site, as estatísticas do ping para o IP, que é a média de tempo que deveria levar, quanto tempo levou para mandar e para receber os pacotes e quantos pacotes foram perdidos no caminho como aparece na figura 7. Figura 7 (ping) Fonte: Foi elaborado pelos autores (2012).

8 8 3. Desenvolvimento 3.1 Backup Na maioria das instalações as informações armazenadas nos computadores valem mais do que os próprios computadores. Elas também são muito mais difíceis de serem substituídas. Proteger essas informações é uma das tarefas mais importantes do administrador de sistema. Há centenas de maneiras criativas e não tão criativas de perder dados. Bugs de software rotineiramente corrompem arquivos de dados. Muitos usuários apagam acidentalmente o trabalho de suas vidas. Hackers e funcionários descontentes apagam discos. Problemas de hardware e desastres naturais derrubam salas de maquinas inteiras. Se executados corretamente os backups (também conhecidos como Dumps ) permitem a um administrador restaurar um sistema de arquivos, à condição em que ele se encontrava no momento do ultimo backup. Os Backups têm de ser realizados cuidadosamente e em um cronograma rígido. O sistema de backup e a mídia de backup também precisam ser testados regularmente para verificar se estão funcionando corretamente. Figura 1 - backup Fonte : Connectiva Redes de Computadores (2011).

9 9 3.2 Bios: Sigla originada de Basic Input and Output System, é basicamente o sistema de entrada e saída básico, situado na placa mãe do computador. A Bios não pode ser apagada, pois é uma memória ROM, memória apenas de leitura. Nela constam as instruções básicas para inicialização do computador, testando todo hardware, reconhecendo os dispositivos ligados a placa mãe, mantendo as configurações de data e hora do sistema. As placas controladoras para SCSI possuem sua própria BIOS identificando os dispositivos conectados a ela, ao contrário das placas controladoras IDE que são dependentes da BIOS. Porém nem todos os dispositivos são reconhecidos automaticamente pela BIOS, necessitando de configuração no software de gerenciamento da BIOS. As informações contidas neste software chamado de CMOS são mantida através da alimentação de uma bateria conectada a placa mãe do computador, a qual se recarregada quando o computador está ligado. As BIOS modernas usam o padrão IDE de discos por carregar parte essencial do sistema na inicialização e por disponibilizar informação correta sobre os discos instalados para o sistema operacional. Figura 2 (bios) Figura 3 (Bios) Fonte: Blog do Manel (2007). Fonte: Linux na Rede

10 URL O URL (Uniform Resource Locater) é o conjunto de barras e pontos e caracteres que deve ser digitado corretamente. É o modo padrão de especificar um endereço que representa um determinado recurso na internet. Portanto, é importante saber o que representa cada uma das partes do endereço internet. O URL é dividido em três partes: Protocolo://domínio/nome do arquivo e caminho Nesse caso, o protocolo especifica o tipo de servidor do endereço da internet. O mais comum é o HTTP, que é o protocolo utilizado pela web. Outro que também é bem utilizado é o FTP, para a transferência de arquivos. Se o protocolo for omitido, a Internet Explorer tenta entre os protocolos possíveis, que na maioria das vezes é o HTTP. O domínio especifica o computador ou servidor único da internet. Pode ser um nome de domínio ou o endereço IP da máquina servidora. Por exemplo: Nome do arquivo e caminho especifica o arquivo e sua localização dentro do servidor. Essa informação pode ser omitida, pois a maioria dos servidores possui um arquivo padrão, que possibilita o acesso a outra informações e páginas dentro do site. Figura 4 (URL) Fonte: Rei da verdade.com (2011).

11 Ping O PING (Packet Interner Network Grouper) é um elemento muito importante em uma rede, pois, ele tem a função de verificar se os endereços estão ou não respondendo, e o tempo que a informação leva para ser respondida. Ele é usado pelo comando (ICMP) que testa a conectividade entre maquinas, foi criado para ser usados entre redes com a pilha do protocolo TCP/IP. O resultado é verificado através do tempo em milisegundos (ms). Quanto maior for a demora, maior é a chance de sua conexão estar comprometida em relação ao destinatário que esta sendo pingado.ele é verificado dentro de redes de internet ou rede privada também dentro de servidores de jogos online. Versões mais sofisticadas de PING, em vez de enviarem uma única mensagem de ECO, enviam várias, mostrando estatísticas de tempo de respostas e perda de datagrama. ICMP: caso um roteador não consiga passar adiante um datagrama recebido, por estar congestionado de mais ou então por estar zerado o campo de tempo de vida (TTL, time to live) do datagrama. ECO: A mensagem de ECO é usada para verificar se o caminho entre o transmissor e o receptor está bom.

12 12 4. Conclusão Concluímos dentro desse trabalho que cada termo é muito importante e tem sua utilidade dentro da informática, fazendo assim cada um o seu papel. Dentro deste contexto os termos Bios, Backup, Ping e URL foram bem detalhados, ajudaram no aprendizado e com esse aprendizado ajudaram também melhorar os aspectos negativos dentro do grupo.

13 13 Referências Bibliográficas BR&biw=1600&bih=799&tbm=isch&tbnid=aK4- mj8iyooqvm:&imgrefurl=http://www.connectivaredes.com/subsessao.php%3fid%3d26%26id_sess ao%3d15&docid=7zcar1lvffo4pm&imgurl=http://www.connectivaredes.com/imagens/backup_and_ restore.png&w=256&h=256&ei=ucmrulhfniwq0agh1yfw&zoom=1&iact=rc&dur=130&sig= &page=2&tbnh=131&tbnw=133&start=28&ndsp=35&ved=1t:429,r:28,s:0,i:2 22&tx=56&ty=35 Santana Filho, Ozeias Vieira, Introdução à internet: tudo que você precisa saber para navegar bem na rede São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2001 Nemeth, Evi, Manual Completo do LINUX: Guia do Administrador São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007 Torres, Gabriel, Redes de Computadores Editora Novaterra e Distribuidora Ltda, 2009

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática DRIELE ALVARO,LUCAS ROBLEDO,NATACHA

Leia mais

Instituição Faculdade de tecnologia Senac Pelotas-RS. Pronatec. Termos Técnicos. Carolina Lima, Francielen Carvalho, Raquel Brim, Taione Leandro

Instituição Faculdade de tecnologia Senac Pelotas-RS. Pronatec. Termos Técnicos. Carolina Lima, Francielen Carvalho, Raquel Brim, Taione Leandro Instituição Faculdade de tecnologia Senac Pelotas-RS Pronatec Termos Técnicos Carolina Lima, Francielen Carvalho, Raquel Brim, Taione Leandro Pelotas, 2012 Carolina Lima, Francielen Carvalho, Raquel Brim,

Leia mais

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual de Instalação Linux Comunicações - Servidor Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 1 Instalando o Linux Comunicações para Telecentros (servidor) 2 1.1 Experimentar o Linux

Leia mais

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir Prof. Valdir Informática Informática Valdir Prof. Valdir Informática Informática PROVA DPF 2009 Julgue os itens subseqüentes, a respeito de Internet e intranet. Questão 36 36 - As intranets, por serem

Leia mais

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Conceitos Básicos de Redes: parte 1 Neste roteiro são detalhados os equipamentos componentes em uma rede de computadores. Em uma rede existem diversos equipamentos que são responsáveis por fornecer

Leia mais

Laboratório - Exploração do FTP

Laboratório - Exploração do FTP Objetivos Parte 1: Usar o FTP em um prompt de comando Parte 2: Baixar um arquivo FTP usando WS_FTP LE Parte 3: Usar o FTP em um navegador Histórico/cenário O File Transfer Protocol (FTP) faz parte do conjunto

Leia mais

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes

Uc-Redes Técnico em Informática André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Conceitos Básicos de Redes: parte 1 Neste roteiro são detalhados os equipamentos componentes em uma rede de computadores. Em uma rede existem diversos equipamentos que são responsáveis por fornecer

Leia mais

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Endereços IP Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP Estudos complementares 3 Estudos complementares Consulte os capítulos 5 e 12 do livro: Capítulo

Leia mais

Aula Pratica 3 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP

Aula Pratica 3 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP 1 Aula Pratica 3 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como configurar equipamentos em redes Ethernet com os protocolos TCP/IP.

Leia mais

GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA ACESSO VIA FTP

GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA ACESSO VIA FTP INFORMÁTICA mai/11 Pág. I.1 ACESSO VIA FTP GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA ACESSO VIA FTP INFORMÁTICA mai/11 Pág. I.2 ÍNDICE I INTRODUÇÃO... I.3 II III ACESSO PELO WINDOWS EXPLORER... II.1 ACESSO PELO NAVEGADOR

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Tutorial de Instalação do Software das Carteiras Informatizadas Oppitz

Tutorial de Instalação do Software das Carteiras Informatizadas Oppitz P á g i n a 1 Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Educação Diretoria de Organização, Controle e Avaliação Gerência de Recursos Humanos Tecnologia Administrativa Rua Antônio Luz, 111 Centro

Leia mais

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem

1. Introdução. 2. Conteúdo da embalagem 1 1. Introdução / 2. Conteúdo da embalagem 1. Introdução O Repetidor WiFi Multilaser é a combinação entre uma conexão com e sem fio. Foi projetado especificamente para pequenas empresas, escritórios e

Leia mais

Unidade 5 Utilitários de Redes

Unidade 5 Utilitários de Redes Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 5 Utilitários de Redes 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº2 Configuração de TCP/IP numa rede de computadores Utilização de Ipconfig, Ping e Tracert

Leia mais

BASÍLIO, LARISSA PIZARRO, MICAELA OLIVEIRA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO

BASÍLIO, LARISSA PIZARRO, MICAELA OLIVEIRA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO FERRAMENTAS DE DIAGNÓSTICO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática IGOR BASÍLIO, LARISSA PIZARRO, MICAELA

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas - Rio Grande do Sul Pronatec

Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas - Rio Grande do Sul Pronatec Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas - Rio Grande do Sul Pronatec Alexsandra da Rosa, Andiara da Silva, Bárbara Lopes Rodrigues e Patrick Cavalheiro. Termos Técnicos: Apresentação do Relatório Técnico

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Atualização, backup e recuperação de software

Atualização, backup e recuperação de software Atualização, backup e recuperação de software Guia do Usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca registrada da Microsoft Corporation nos Estados Unidos. As informações

Leia mais

LUCAS DA SILVA, LUCAS TUCHTENHAGEN, LUCAS NUNES HIREN S BOOT CD

LUCAS DA SILVA, LUCAS TUCHTENHAGEN, LUCAS NUNES HIREN S BOOT CD Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática LUCAS DA SILVA, LUCAS TUCHTENHAGEN,

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Nome do Curso: Técnico em Informática. Nome da Disciplina: Redes de Computadores. Número da Semana: 2. Nome do Professor: Dailson Fernandes

Nome do Curso: Técnico em Informática. Nome da Disciplina: Redes de Computadores. Número da Semana: 2. Nome do Professor: Dailson Fernandes Nome do Curso: Técnico em Informática Nome da Disciplina: Redes de Computadores Número da Semana: 2 Nome do Professor: Dailson Fernandes Elementos da Comunicação Protocolos Regras Padrões Controle Possibilitam

Leia mais

SOUZA, NATHAN BORGES, TAIS OTT RELATÓRIO SOBRE FERRAMENTAS DE DIAGNOSTICOS ERD COMMANDER

SOUZA, NATHAN BORGES, TAIS OTT RELATÓRIO SOBRE FERRAMENTAS DE DIAGNOSTICOS ERD COMMANDER Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática LEIDIANE SOUZA, NATHAN BORGES, TAIS

Leia mais

Atualização, backup e recuperação de software

Atualização, backup e recuperação de software Atualização, backup e recuperação de software Guia do usuário Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Windows é uma marca registrada nos Estados Unidos da Microsoft Corporation. As informações

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas O DIR 635 tem duas opções para liberação de portas: Virtual server: A opção Virtual Server permite que você defina uma única porta pública

Leia mais

ATIVIDADE 1. Redes Windows. 1.1 Histórico do SMB

ATIVIDADE 1. Redes Windows. 1.1 Histórico do SMB ATIVIDADE 1 Redes Windows Falar sobre Samba e redes mistas Windows / Linux, sem antes explicar o conceito básico de uma rede não parece correto e ao mesmo tempo, perder páginas e mais páginas explicando

Leia mais

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO DE PETRÓLEO E DERIVADOS... QUESTÃO 21 - Um determinado usuário trabalha em uma rede que possui o servidor anpout.gov.br para envio de e-mails e o servidor anpin.gov.br

Leia mais

Atualização, backup e recuperação de software

Atualização, backup e recuperação de software Atualização, backup e recuperação de software Guia do Usuário Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registradas da Microsoft Corporation nos EUA. As informações

Leia mais

Manual. Roteador - 3G Portátil

Manual. Roteador - 3G Portátil Manual Roteador - 3G Portátil Conteúdo da Embalagem 1. 1 x Produto 2. 1 x Guia de Instalação Rápida 3. 1 x Carregador USB Visão Geral (3) Recarregando o Power Bank: Conecte a ponta Micro USB à porta de

Leia mais

Solucionar problemas de fax. Perguntas comuns sobre fax... 2. Resolver problemas ao enviar faxes... 3. Resolver problemas ao receber faxes...

Solucionar problemas de fax. Perguntas comuns sobre fax... 2. Resolver problemas ao enviar faxes... 3. Resolver problemas ao receber faxes... 1 fax de Perguntas comuns sobre fax...................... 2 Resolver problemas ao enviar faxes................ 3 Resolver problemas ao receber faxes............... 5 Erros de envio de fax.............................

Leia mais

Configurando DDNS no Stand Alone

Configurando DDNS no Stand Alone Configurando DDNS no Stand Alone Abra o seu navegador de internet e acesse o endereço http://www.advr.com.tw(ou, http://59.124.143.151 ). Clique em Register para efetuar o cadastro de um novo grupo.(foto

Leia mais

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0

SIAFRO Módulo de Devolução 1.0 Conteúdo do Manual. Introdução. Capítulo Requisitos. Capítulo Instalação 4. Capítulo Configuração 5. Capítulo 4 Cadastro de Devolução 6. Capítulo 5 Relatório 7. Capítulo 6 Backup 8. Capítulo 7 Atualização

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS PRONATEC- TÉCNICO EM INFORMÁTICA GABRIEL CAMPOS, KIMBERLY BOHMECKE, SAMANTA GUTERRES, THAMIRES MANCÍLIO.

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS PRONATEC- TÉCNICO EM INFORMÁTICA GABRIEL CAMPOS, KIMBERLY BOHMECKE, SAMANTA GUTERRES, THAMIRES MANCÍLIO. FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS PRONATEC- TÉCNICO EM INFORMÁTICA GABRIEL CAMPOS, KIMBERLY BOHMECKE, SAMANTA GUTERRES, THAMIRES MANCÍLIO. PELOTAS, 2012 2 GABRIEL CAMPOS, KIMBERLY BOHMECKE, SAMANTHA

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750

Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750 Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750 Equipamento compacto e de alto poder de processamento, ideal para ser utilizado em provedores de Internet ou pequenas empresas no gerenciamento de redes e/ou no balanceamento

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação

Gerenciamento de Redes de Computadores. Pfsense Introdução e Instalação Pfsense Introdução e Instalação Introdução A utilização de um firewall em uma rede de computadores possui o objetivo básico de proteção relacionado a entrada e saída de dados. Introdução O pfsense é um

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

Laboratório 1.1.7 Usando ping e tracert a partir de uma Estação de Trabalho

Laboratório 1.1.7 Usando ping e tracert a partir de uma Estação de Trabalho Laboratório 1.1.7 Usando ping e tracert a partir de uma Estação de Trabalho Objetivo Aprender a usar o comando TCP/IP Packet Internet Groper (ping)a partir de uma estação de trabalho. Aprender a usar o

Leia mais

Administração de Servidores de Rede. Prof. André Gomes

Administração de Servidores de Rede. Prof. André Gomes Administração de Servidores de Rede Prof. André Gomes FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DE SERVIDORES DE REDE Competências a serem trabalhadas nesta aula Protocolos de comunicação; Como

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

Instalação ou atualização do software do sistema do Fiery

Instalação ou atualização do software do sistema do Fiery Instalação ou atualização do software do sistema do Fiery Este documento explica como instalar ou atualizar o software do sistema no Fiery Network Controller para DocuColor 240/250. NOTA: O termo Fiery

Leia mais

SAD Gestor Gerenciador de Backup

SAD Gestor Gerenciador de Backup SAD Gestor Gerenciador de Backup treinamento@worksoft.inf.br SAD Gestor Gerenciador de Backup SAD Gerenciador de Backup Esse aplicativo foi desenvolvido para realizar cópias compactadas de bancos de dados

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID

MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID MANUAL DO USUÁRIO BRASQUID Saulo Marques FATEC FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CARAPICUIBA Sumário 1 Instalação... 4 2 Configuração inicial... 6 2.1 Scripts e Arquivos Auxiliares... 10 2.2 O Squid e suas configurações...

Leia mais

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeSign Standard 3.0.77. (Para MAC OS 10.7) SafeSign Standard 3.0.77 (Para MAC OS 10.7) 2/23 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Hardware Homologado... 4 5 Instruções de Instalação... 5

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB.

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-300U deve ser conectado via cabo

Leia mais

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc. Endereços IP Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças

Leia mais

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB.

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-301U deve ser conectado via cabo

Leia mais

Manual para Exportação e Importação de Certificados Digitais

Manual para Exportação e Importação de Certificados Digitais Manual para Exportação e Importação de Certificados Digitais Certificado Digital tipo A1 Sistemas Operacionais compatíveis para importação. Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Novembro/2015

Leia mais

DNS DOMAIN NAME SERVER

DNS DOMAIN NAME SERVER DNS DOMAIN NAME SERVER INTRODUÇÃO Quando você navega na internet ou manda uma mensagem de e-mail, você estará utilizando um nome de domínio. Por exemplo, a URL "http://www.google.com.br" contém o nome

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

nós fazemos o Windows

nós fazemos o Windows GUIA DO APRENDIZ Obrigado! Obrigado por sua aquisição! Nós queremos fazer de sua experiência a mais satisfatória, por isso reunimos dicas para ajudar você a iniciar com o seu computador Gateway. Conteúdo

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 Conteúdo 1. LogWeb... 3 2. Instalação... 4 3. Início... 6 3.1 Painel Geral... 6 3.2 Salvar e Restaurar... 7 3.3 Manuais... 8 3.4 Sobre... 8 4. Monitoração... 9 4.1 Painel Sinóptico...

Leia mais

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 2.1 CONCEITO DE BIT O computador só pode identificar a informação através de sua elementar e restrita capacidade de distinguir entre dois estados: 0

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Revisão da Aula 1. Redes LAN e WAN. Aprofundamento nos Serviços de

Leia mais

Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio:

Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Produto: CL Titânio Assunto: Como acessar o CL Titânio remotamente via browser? Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Entre no menu clicando com o botão direito do

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web Conceitos Fundamentais Redes de Dados

Tópicos de Ambiente Web Conceitos Fundamentais Redes de Dados Tópicos de Ambiente Web Conceitos Fundamentais Redes de Dados Professora: Sheila Cáceres Computador Dispositivo eletrônico usado para processar guardar e tornar acessível informação. Tópicos de Ambiente

Leia mais

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com IPTABLES Helder Nunes Haanunes@gmail.com Firewall Hoje em dia uma máquina sem conexão com a internet praticamente tem o mesmo valor que uma máquina de escrever. É certo que os micros precisam se conectar

Leia mais

EMENTA DA DISCIPLINA Hardware e dispositivos de E/S Sistema Operacional Editor de Texto

EMENTA DA DISCIPLINA Hardware e dispositivos de E/S Sistema Operacional Editor de Texto www.francosampaio.com Informática Curso de Administração de Empresas Prof. Franco Sampaio URCAMP Universidade da Região da Campanha EMENTA DA DISCIPLINA Hardware e dispositivos de E/S Sistema Operacional

Leia mais

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina;

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina; Aula prática Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Objetivo Nesta aula, você aprenderá a utilizar alguns utilitários de rede que podem ajudá-lo a identificar problemas na rede. No windows existem

Leia mais

Wireshark Lab: TCP. Versão 1.1 2005 KUROSE, J.F & ROSS, K. W. Todos os direitos reservados 2011 BATISTA, O. M. N. Tradução e adaptação para Wireshark.

Wireshark Lab: TCP. Versão 1.1 2005 KUROSE, J.F & ROSS, K. W. Todos os direitos reservados 2011 BATISTA, O. M. N. Tradução e adaptação para Wireshark. Wireshark Lab: TCP Versão 1.1 2005 KUROSE, J.F & ROSS, K. W. Todos os direitos reservados 2011 BATISTA, O. M. N. Tradução e adaptação para Wireshark. Neste laboratório, investigaremos o comportamento do

Leia mais

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero

Servidor, Proxy e Firewall. Professor Victor Sotero Servidor, Proxy e Firewall Professor Victor Sotero 1 Servidor: Conceito Um servidor é um sistema de computação centralizada que fornece serviços a uma rede de computadores; Os computadores que acessam

Leia mais

Manual do BlueChat 2.0 Palm

Manual do BlueChat 2.0 Palm Manual do BlueChat 2.0 Palm Copyright 2002 Palm, Inc. Todos os direitos reservados. Graffiti, HotSync e Palm OS são marcas registradas da Palm, Inc. O logotipo do HotSync, Palm e o logotipo da Palm são

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. Guia de Instalação do SolidWorks 2010 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

BACKUP ONLINE LINHA OFFICE

BACKUP ONLINE LINHA OFFICE BACKUP ONLINE LINHA OFFICE Índice 1. INFORMAÇÕES INICIAIS... 03 2. REQUISITOS PARA FUNCIONAMENTO... 03 2.1. CONFIGURAÇÕES DE REDE... 03 2.2 INSTALAÇÃO DOTNET... 03 3. ROTINA DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP ONLINE...

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 FTP... 3 FTP e HTTP... 4 Exercícios... 6 2 Aula 1 FTP FTP significa File Transfer Protocol, traduzindo Protocolo

Leia mais

Gerência de Redes Áreas Funcionais

Gerência de Redes Áreas Funcionais Gerência de Redes Áreas Funcionais Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Sumário Áreas Funcionais Falhas Configuração Contabilização Desempenho Segurança Ferramentas de Gerenciamento

Leia mais

Instalar o MarkVision

Instalar o MarkVision Instalando o 1 contas O apresenta diversos componentes instaláveis: Aplicativo - Instala o Utilitário Printer Management. Este aplicativo requer que o Servidor do esteja disponível na rede. Servidor do

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

1. Capturando pacotes a partir da execução do traceroute

1. Capturando pacotes a partir da execução do traceroute Neste laboratório, iremos investigar o protocolo IP, focando o datagrama IP. Vamos fazê-lo através da analise de um trace de datagramas IP enviados e recebidos por uma execução do programa traceroute (o

Leia mais

INICIANDO A INSTALAÇÃO

INICIANDO A INSTALAÇÃO INICIANDO A INSTALAÇÃO Abra o leitor de CD do computador que será dedicado ao ÚnicoNET. Coloque o CD que acabamos de gravar com o NERO EXPRESS e reinicie o HARDWARE (CTRL+ALT+DEL), caso não consiga reiniciar

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View www.cali.com.br - Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View - Página 1 de 29 Índice INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (FIREBIRD E

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 6: Firewall Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Qual a função básica de um firewall? Page 2 Introdução Qual a função básica de um firewall? Bloquear

Leia mais

Manual de Instalação KIT DVR VENTURA Parte 1: Conexões Parte 2: Configurações de rede Parte 3: Acesso via telefone móvel

Manual de Instalação KIT DVR VENTURA Parte 1: Conexões Parte 2: Configurações de rede Parte 3: Acesso via telefone móvel 1 Manual de Instalação KIT DVR VENTURA Parte 1: Conexões Parte 2: Configurações de rede Parte 3: Acesso via telefone móvel Parte 1: Conexões 2 Instalação do Disco Rídigo (HD) Primeiro é necessário a instalação

Leia mais

Autenticação de dois fatores no SonicOS

Autenticação de dois fatores no SonicOS Autenticação de dois fatores no SonicOS 1 Observações, cuidados e advertências OBSERVAÇÃO: uma OBSERVAÇÃO indica informações importantes que ajudam a usar seu sistema da melhor forma. CUIDADO: um CUIDADO

Leia mais

Planejamento e Implantação de Servidores

Planejamento e Implantação de Servidores Planejamento e Implantação de Servidores Professor Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Aula 01 - Servidores Abordagem geral Teoria e práticas Servidores Linux Comandos Linux 2 Bibliografias da apoio

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Se você tem mais que um computador ou outros dispositivos de hardware, como impressoras, scanners ou câmeras, pode usar uma rede para compartilhar

Leia mais

Daniel Gondim. Informática

Daniel Gondim. Informática Daniel Gondim Informática Microsoft Windows Sistema Operacional criado pela Microsoft, empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen. Sistema Operacional Programa ou um conjunto de programas cuja função

Leia mais

WinGate - Passo a passo

WinGate - Passo a passo WinGate - Passo a passo Configurando os Computadores de sua rede Nesta etapa, mostraremos como preparar os computadores de sua rede para a instalação do WinGate. 1ª Parte É necessário que os computadores

Leia mais

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CRONOGRAMA INFORMÁTICA TJ-SC Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br AULA 1 7 AULAS 2 E 3 PLANILHAS ELETRÔNICAS AULAS 4 E 5 EDITORES DE TEXTO AULA 6 INTERNET AULA 7 SEGURANÇA AULA 8 REVISÃO / EXERCÍCIOS

Leia mais

Guia de início rápido do Powersuite

Guia de início rápido do Powersuite 2013 Ajuste e cuide do desempenho de seu computador com um aplicativo poderoso e ágil. Baixando e instalando o Powersuite É fácil baixar e instalar o Powersuite geralmente, demora menos de um minuto. Para

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 1. INSTALANDO O MG-SOFT SERVER... 3 1.1. CRIANDO / ATUALIZANDO BANCO DE DADOS... 6 2. CONFIGURANDO

Leia mais

Laboratório - Observação da resolução do DNS

Laboratório - Observação da resolução do DNS Objetivos Parte 1: Observar a conversão DNS de um URL para um endereço IP Parte 2: Observar a pesquisa de DNS usando o comando Nslookup em um site Parte 3: Observar a pesquisa de DNS usando o comando Nslookup

Leia mais

LANGUARD WEB INTERFACE INTERNET / INTRANET HTTP / SMTP / SNMP INTERFACE RS-232 / RJ-45 / USB DESCRIÇÃO TÉCNICA BÁSICA - DTB

LANGUARD WEB INTERFACE INTERNET / INTRANET HTTP / SMTP / SNMP INTERFACE RS-232 / RJ-45 / USB DESCRIÇÃO TÉCNICA BÁSICA - DTB LANGUARD WEB INTERFACE INTERNET / INTRANET HTTP / SMTP / SNMP INTERFACE RS-232 / RJ-45 / USB PARA UTILIZAÇÃO COM SISTEMAS NO BREAKS MONOFÁSICOS GUARDIAN LINHAS ENERGIZA E SEICA DESCRIÇÃO TÉCNICA BÁSICA

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

Parte 2 Usando o CLI do Roteador

Parte 2 Usando o CLI do Roteador Parte 2 Usando o CLI do Roteador O acesso à CLI Comand Line Interface, é feita pelo usuário no roteador com um terminal ou remotamente. Quando acessamos um roteador, devemos efetuar login nele antes de

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

Figura 2 - Menu "Config. Rede"

Figura 2 - Menu Config. Rede Produto: CL Titânio Assunto: Como acessar o CL Titânio remotamente via browser? Em primeiro lugar, deve-se realizar as configurações de rede do CL Titânio: Entre no menu Principal. clicando com o botão

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA conceito inicial Amplo sistema de comunicação Conecta muitas redes de computadores Apresenta-se de várias formas Provê

Leia mais

Proxy. Krishna Tateneni Tradução: Lisiane Sztoltz Tradução: Marcus Gama

Proxy. Krishna Tateneni Tradução: Lisiane Sztoltz Tradução: Marcus Gama Krishna Tateneni Tradução: Lisiane Sztoltz Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Proxies 4 1.1 Introdução.......................................... 4 1.2 Uso..............................................

Leia mais