Referências Bibliográficas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Referências Bibliográficas"

Transcrição

1 7. Referências Bibliográficas ARENDT, Hannah. A condição humana. Tradução Roberto Raposo, posfácio de Celso Lafer. 10º edição. Rio de Janeiro: Forense Universitária, Eichmmam em Jerusálem. Tradução José Rubens Siqueira. São Paulo: Companhia das Letras, Origens do totalitarismo. Tradução Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, BACCHIOCCHI, Samuele. O Cristão e a Música Rock: um estudo dos princípios bíblicos da música. Tradução Mauro Brandão e Levi de Paula Tavares. Editor Samuele Bacchiocchi, Biblical Perspectives 15, USA, BAGGIO, Sandro. A Revolução na Música Gospel. São Paulo: Êxodos, BARATA, Alessandro. Criminologia crítica e crítica do direito penal. Introdução à sociologia do direito penal. Coleção Pensamento Criminológico. 2ª edição. Freitas Bastos Editor, BATISTA, V. M. O medo na cidade do Rio de Janeiro dois tempos de uma história. Rio de janeiro: Revan, BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as conseqüências humanas. Trad. Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., Identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campos, BRASIL. Lei de execução Penal. Lei nº 7210 de 11 de julho de BRASIL. Rio de Janeiro. Regulamento Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro. Lei de 31 de março de BRASIL. Rio de Janeiro. Manual do agente penitenciário BRASIL. Constituição Brasileira (1988). Constituição da republica Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de Brasília, DF: Senado,1988. BECCARIA, Cesare. Dos delitos e das penas. Trad. Flórico de Angelis. Bauru: Edipro, BIBLÍA SAGRADA. Sociedade Bíblica do Brasil. Tradução João Ferreira de Almeida. São Paulo, 2ª Ed

2 145 BOFF, Leonardo. Como fazer Teologia da Libertação. 8 a edição. Petrópolis: Editora Vozes, Jesus Cristo Libertador. 18 a edição. Petrópolis: Editora Vozes, CAMARA, Dom Helder. In PILETTI, Nelson; PRAXEDES, Walter. Dom Helder Câmara: o profeta da paz. São Paulo: Contexto, Indagações sobre uma vida melhor. Ed. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, CAMPOS, Leonildo S. As origens norte-americanas do pentecostalismo brasileiro: observações sobre uma relação ainda pouco avaliada. REVISTA USP, São Paulo, n.67, CARVALHO, José Murilo de Cidadania no Brasil: o longo caminho. 9ªed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, CASTELLS, Manuel. A Era da Informação: Economia, Sociedade e Cultura. 3 Vols. O Poder da Identidade. Vol II. Prefácio de Ruth Correa Leite Cardoso. São Paulo: Paz e Terra, Primeira edição CASTRO, Mirian. M. P. Preso um dia, preso toda a vida: a condição estigmatizada do egresso penitenciário. Temas/ IMESC: São Paulo, CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL. In: Assistente Social, Ética e Direitos. Coletânea de leis e resoluções. CRESS/RJ, COIMBRA, Cecília. M. B. Gênero, Militância, Tortura. EDPUC/RS, Porto Alegre, Tortura no Brasil como herança cultural dos períodos autoritários. In R. CEJ, Brasília, n 14, mai/ago., COSTA, Antonio Carlos Gomes. Resiliência: Pedagogia da presença. São Paulo: Modus Faciend,1995. DAHMER, Tânia Maria Pereira. O Guarda espera um tempo bom : a relação de custódia e o ofício dos inspetores penitenciários. Tese de Doutorado em Serviço Social. Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ/ESS, O exame criminológico: Notas para sua construção. In O estudo social em Perícias, Laudos e Pareceres Técnicos. CFESS, Cortez Editora, 1 º Edição DARINO, Miguel Ângelo. La Adoración: analisis e orientación.california: Dime, 1992.

3 146 DA MATTA, Roberto Da. Você tem Cultura? Publicado no suplemento cultural do Jornal da Embratel. Set Os caminhos para Deus. In O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco, DESIPE. III Festival de Música do Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro. Uma promoção da Secretaria de Justiça de Estado, DIREITOS HUMANOS NO BRASIL: 2003: Relatório anual do Centro de Justiça Global. Organização e edição: Sandra Carvalho; Trad. Carlos Eduardo Gaio. Rio de Janeiro: Justiça Global, DORNELLES, J. R. Conflito e segurança (entre pombos e falcões). Rio de janeiro: lúmen júris, FALEIROS, Vicente. Revista Serviço Social e Sociedade, nº 46, SP: Cortez, FERNANDES, Rubem César. Novo Nascimento: os evangélicos em casa, na igreja e na política. Rio de Janeiro: Mauad, FREUND, Julien. Sociologia de Max Weber. Tradução de Luis Claudio de Castro e Costa. Forense, Rio de Janeiro, FISCHER, Ernest. A necessidade da arte: Uma interpretação marxista. Tradução de Leandro Konder. Zahar Editores, Rio de Janeiro. FONSECA, Denise. P. R. da. Cultura e sustentabilidade: uma conversa inicial, O social em questão. Revista do Programa de Pós-graduação em Serviço Social, PUC-Rio, FOUCAULT, Michael. Vigiar e Punir: História da violência nas prisões. Trad. Lígia M. Ponde Vassalo. 3ª Ed: Petrópolis: Vozes, A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro, NAU Editora, FRESTON, Paul. Uma breve história do Pentecostalismo Brasileiro: A Assembléia de Deus. Religião e Sociedade 16/3, FREUND, Julien. Sociologia de Max Weber. Tradução de Luis Claudio de Castro e Costa. Forense, Rio de Janeiro, GEERTZ, Clifford. Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro. Editora LTC, GEORG Rusche e OTTO Kirchheimer. Punição e estrutura social. Trad. Gizlene Neder. Coleção Pensamento Criminologico. Editora Revan: ICC, GIDDENS, Antony. Modernidade e identidade. Tradução Plínio Dentzier. Rio de Janeiro; jorge Zahar Editor, 2002.

4 147 GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. Rio de Janeiro: Record, GOFFMAN, Erving. Manicômios, Prisões e Conventos. Trad. Dante Moreira leite. São Paulo: perspectiva, Estigma notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Tradução de Márcia Bandeira de Mello leite Nunes. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, GUINDANI, Mirian. K. A. Tratamento penal: a dialética do instituído e do instituinte. Revista Serviço Social e Sociedade, nº 67. São Paulo: Cortez, HALL, Stuart. A identidade Cultural na Pós Modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP%A Editora, Primeira edição HINÁRIO CANTOR CRISTÃO. Sociedade Bíblica do Brasil SBB, Rio de janeiro, HOBSBAWM, E. & RANGER, T. (editors). A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e terra, LARAIA, Roque de Barros, Cultura: Um conceito antropológico. 17 Ed: Rio de Janeiro: Jorge Zahar, Ed:2004. LEMGRUBER, Julita. Debate 4 A questão Penitenciária. In Cidadania e Violência. Rio de Janeiro: Ed: UFRJ: Ed: FGV, Pena Alternativa: cortando a verba da pós-graduação no crime. In Cidadania e Violência. Rio de Janeiro: Ed: UFRJ: Ed: FGV, LOUREIRO, V. M. R. A arte transformando vidas: cultura como possibilidade de construção da sociabilidade no cárcere. Trabalho de Conclusão de Curso. Niterói: Escola de Serviço Social da UFF, LUTERO, Martinho. Obras Selecionadas. v. 7. São Leopoldo/Porto Alegre: Sinodal/Concórdia, MAFRA, Clara. Os evangélicos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., MELLOSSI. Dario; MASSIMO, Pavarini. Cárcere e fábrica as origens do Sistema Penitenciário (séculos XVI XIX). Trad. Sérgio Lamarão. Coleção Pensamento Criminologico. Rio de Janeiro, Revan: ICC, MINAYO, Maria Cecília de S. Pesquisa social: Teoria, método e criatividade. 20 ed. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, O desafio do conhecimento pesquisa qualitativa em saúde. 4 edição. São Paulo Rio de Janeiro: HUCITEC-ABRASCO,1996.

5 148 NERI, Marcelo. Ética pentecostal e o declínio católico. In Retrato das religiões no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, Retratos do Cárcere. Conjuntura Econômica, Rio de Janeiro, NOVAES, Regina Reyes. Pentecostalismo, política, mídia e favela. In Religião e cultura popular. Rio de Janeiro: DP&A, OLIVEIRA, Graziela de. Dignidade e direitos humanos. Ed: UFPR, ONU (Organização das Nações Unidas). Declaração Universal dos Direitos Humanos. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de PAIXÃO, Antonio L. Recuperar ou punir? Como o Estado trata o criminoso. São Paulo: Cortez, PASTANA, Debora Regina. Estado punitivo e encarceramento em massa: retratos do Brasil atual. Revista Brasileira de Ciências Criminais. Ano 17, nº 77, Mar./Abr PEDROSO, R. C. Utopias Penitenciárias. Revista de História, São Paulo, nº. 136, Uma história utópica: notas acerca da história do sistema penitenciário brasileiro, fontes e metodologia para seu estudo. In: Carlos Eduardo de Abreu Boucault. (Org.). História e Método em pesquisa jurídica. São Paulo: Quartier Latin, Violência e Cidadania no Brasil. 2/9. ed. São Paulo: Ática, PRZEWORSKI, Adam. Capitalismo e Social-democracia. Tradução Laura Teixeira Motta. Editora Companhia das Letras, São Paulo QUIROGA, Ana Maria. Religião e prisões no Rio de Janeiro: Presença e significados. In Religiões e Prisões. Comunicações do ISER, nº 61, Ano 24, RAMALHO, José Ricardo. O mundo do crime: a ordem pelo avesso. IBCCRIM. São Paulo, RICOEUR, Paul. História e Verdade. Companhia Editora Forense: Rio de Janeiro, RODRIGUES, José Carlos. Tabu do corpo. Achiamé, Rio de Janeiro, RUEB, Franz. 48 variações sobre Bach. Tradução de João Azenha. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

6 149 SALLA, Fernando. Rebeliões nas prisões brasileiras. In Serviço Social e Sociedade. Tema sócio jurídicos. São Paulo, nº 67, Setembro de SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, º ed.. O espaço do cidadão. São Paulo: Nobel, Coleção espaços (ISBN X) SCHOPENHAUER. A filosofia de Schopenhauer. Tradução Maria Theresa Miranda. Edições de ouro. Editora Tecnoprint S.A. Rio de Janeiro. SPINELLI, Miguel. Filósofos Pré-Socráticos. Primeiros Mestres da Filosofia e da Ciência Grega. 2ª Ed., Porto Alegre: Edipucrs, TEIXEIRA, Faustino; MENEZES, Renata. As religiões no Brasil: continuidades e rupturas. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, TYLOR, Eduard. Primitive Culture. In Laraia, roque de Barros. Cultura: Um conceito antropológico. 17 Ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar: Ed THOMPSON, August. F.G. A questão penitenciária. Petrópolis: Vozes: TORRES, Andréa. Direitos humanos e sistema penitenciário brasileiro: desafio ético político do serviço social. Ed: Revista Serviço Social e Sociedade, São Paulo, nº. 67. Ano: Egresso prisional: Oportunidades versus preconceitos. Revista de Estudos Criminais. Ano V, nº 17, Jan./ Mar WACQUANT, Loic. As prisões da miséria. Rio de Janeiro: Zahar, Punir os pobres A nova gestão da miséria nos Estados Unidos. Tradução Eliana Aguiar. Coleção Pensamento Criminológico. Editora Revan: ICC, WANDERLEY, M. B. Refletindo sobre a noção de exclusão. In Serviço Social e Sociedade. São Paulo, nº 55, VARELA, Drauzio. Estação Carandiru. São Paulo. Ed: Forense, VELHO, Gilberto. ALVITO, Marcos. Cidadania e Violência. Rio de Janeiro: Ed: UFRJ: Ed: FGV, ZAFFARONI, Eugenio Raul. A criminologia como instrumento de intervenção na realidade. In Revista da Escola de serviço Penitenciário do Rio grande do Sul. Porto Alegre: Ano I, nº4, ZALUAR, Alba. Condomínio do Diabo. Ed: UFRJ, Rio de Janeiro, 1994.

7 150 SITES VISITADOS Disponível:http://br.geocities.com/marcas_musicais/gospel.htm. Acesso em 10/01/2009 Disponível:http:www2.camara.gov.br/comissoes/temporarias53/cpi/cpisencerradas/cpicarce/Relatorio%20Final%20-% pdf. Acesso em 23/12/08. Disponível: Acesso em 10/01/09. Disponível:http://www.depen.com.br. Acesso em 25 de setembro de Disponível: Acesso em 10/09/08. Disponível: Acesso em 10/09/08. Disponível: Acesso em 02/12/05 Disponível: Acesso em 12/06/08. Disponível: Acesso em 30 de março de Disponível:http:// Acesso em 25/11/2008. Disponivel:http://www.igrejancemobraderestauracao.wordpress.com/2008/09/01/evan gelizacao-retira-chefe-do-trafico-da-criminalidade/ Acesso em 15/12/08. Disponível: Acesso em 10/12/08. Disponível: Acesso em 30 de março de Disponível: Acesso em 15/01/09. Disponível:http://www.maishumana.com.br. Acesso em 10/05/08. Disponível:http://www.marciorosa.com/erudito/. Acesso em 12/01/08. Disponível: Acesso em 30 de março de Disponível: Acesso em 22/09/07. Disponível: Acesso em 10/01/09. Disponível: Acesso em 12/11/08. Disponível: Acesso em 10/09/08. Disponível: Acesso em 12/11/08 Disponível: Acesso em 02/03/07. Disponível: htpp://www.sociologiajuridica.net. Acesso em 20/12/08. Disponível: Acesso em 30 de março de 2005.

8 151 Disponível: Acesso em 29 de junho de Disponivel: Acesso em 10/12/08. Disponivel:http://www.wfmt.info/WFMT/Home.html. Acesso em 20/12/08. Disponivel: wikipedia.org. Acesso em 20 de maio de 07. JORNAIS, REVISTAS E RELATÓRIOS REVISTA O GLOBO. Reportagem: Choque Cultural. Ano 4, Nº 193, Março de REVISTA O GLOBO. Reportagem: Operação resgate. Pastor de ovelhas negras. Ano 4, Nº186, 17/02/2008. REVISTA O GLOBO. Reportagem: Missão possível. Ano 4, Nº 204, 22/06/ REVISTA O GLOBO. Reportagem: A conta com Jovem Cerebral. Ano 3, Nº 161, 04/11/2007. REVISTA ENFOQUE GOSPEL. Reportagem: Série Excluídos Passando pelo buraco da agulha. Edição 66, Ano 5, Janeiro de REVISTA SUPER INTERESSANTE. Reportagem: A cadeia como você nunca viu. O dia-a-dia das prisões brasileiras. Edição 250 de Março de REVISTA ÉPOCA. Reportagem: Privatizar resolve? 09/04/2007. REVISTA USP, São Paulo, n.67, Setembro/Novembro REVISTA PAIOL. Reportagem: Prisão Ressocializa? Ano V, nº 55, JORNAL DO BRASIL. Reportagem: Nos porões da DAS, o fantasma da tortura. Rio de Janeiro, 04/11/2007. JORNAL EXTRA. Reportagem: A arte ultrapassa as grades. Rio de Janeiro, 15/12/ JORNAL O GLOBO. Reportagem: Subprocurador-geral de Justiça vai apurar se houve execuções em operação no Alemão. Rio de Janeiro, 03/11/ Reportagem: Esquecidos nas celas. Num país de cadeias lotadas, presos que já cumpriram pena ficam detidos irregularmente. 04/01/2009. RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO - CPI DO SISTEMA CARCERÁRIO de Julho RELATÓRIO AZUL DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL: Garantias e Violações dos Direitos Humanos no R.S. Porto Alegre, 1999.

9 152 FILMES E DOCUMENTÁRIOS CARANDIRU. Direção: Hector Babenco. Produção: Hector babenco. Roteiro de Victor Novaes, Fernando Bonani e Hector Babenco. HB Filmes Ltda/ Sony Pictures DVD: 147 minutos: son, color. Port. CPI DO SISTEMA CARCERÁRIO O grito das prisões. Realização Depen, MEU NOME NÃO É JOHNNY. Direção: Mauro Lima. Roteiro: Mariza Leão e Mauro Lima, baseado em livro de Guilherme Fiúza. Produção: Mariza Leão. 124 min. Globo Filmes / TeleImage / Apema, UM SONHO DE LIBERDADE. Direção: Frank Darabont. Produtor: Luiz Glotzer/David lester. Roterista: Frank Darabont. VHS min:son.color.legendado protugues.

10 153 Anexo I Música para os ouvidos, fé para a alma, transformação para vida: Música, fé e construção de novas identidades na prisão Termo de Consentimento Livre e Informado Eu, Vivian Maria Rodrigues Loureiro, cursando o Mestrado do Programa de Pós- Graduação em Serviço Social da PUC-Rio, vou desenvolver uma pesquisa, da qual você poderá ser um dos integrantes. Convido-o a participar, mas saiba que não é obrigado. Caso concorde em participar, a qualquer momento poderá desistir e se retirar sem constrangimentos. A pesquisa tem como objetivo compreender a relação entre as condições de aprisionamento vivenciadas por homens que cumprem ou já cumpriram pena em regime fechado no Estado do Rio de Janeiro, especificamente na Penitenciária Lemos de Brito e a possibilidade de mudança de comportamento, humanização e construção de uma nova identidade, através da música e da fé/religião enquanto manifestações artísticas e culturais. Essas informações serão obtidas através de uma entrevista semi-estruturada, com duração de mais ou menos 45 a 60 minutos e que será gravada, se for permitida. Uma segunda entrevista também será realizada, se houver necessidade de complementar alguma questão, mas você será previamente informado. Esta pesquisa não oferece qualquer risco para a sua relação social, profissional, familiar, sua segurança e nem para sua saúde. Mas como benefício, poderá contribuir para o incentivo e maiores investimentos em atividades artísticas e culturais no cárcere, possibilitando mudança de comportamento, construção de uma nova identidade, humanização e a busca pela cidadania dos sujeitos ainda aprisionados. Como também o investimento teórico na construção de propostas que respondam de forma crítica a esta realidade.

11 154 Esclareço que as informações obtidas nesta pesquisa serão confidenciais e asseguro sigilo sobre seus dados pessoais. Ao termino da pesquisa, você terá livre acesso aos seus resultados alcançados. Informo que uma cópia deste documento, devidamente assinada, ficará com o participante da pesquisa e outra com o pesquisador. Como responsável pela pesquisa, estarei disponível para esclarecer suas dúvidas sobre o projeto e sua participação, no seguinte telefone: xxxxxxxx e no endereço eletrônico: Declaro ter entendido os objetivos, condições e benefícios da pesquisa e concordo em participar. Participante Vivian Loureiro (Pesquisadora) Rio de Janeiro, de de.

12 155 Anexo II Pontifícia Católica do Rio de Janeiro Programa de Mestrado em Serviço Social Pesquisa: Música para os ouvidos, fé para a alma, transformação para vida: Música, fé e construção de novas identidades na prisão Por: Vivian Maria Rodrigues Loureiro 1 Roteiro para entrevista semi-estruturada Público Alvo: Banda Gospel Javé composta por egressos da Penitenciária Lemos de Brito no Estado do Rio de Janeiro Critério: Participação em algum tipo de atividades artísticas e culturais anterior e/ou no cárcere e a participação efetiva no Projeto: Cultura no cárcere: uma possibilidade de reintegração social, desenvolvido pelo Serviço Social na Penitenciária Lemos de Brito, situada no Complexo da Frei Caneca no Estado do Rio de Janeiro, no período de junho de 2004 a junho de 2005; Dados pessoais: Nome: Idade: Grau de escolaridade: Período que cumpriu condenação: I-Experiência anterior ao cárcere Quem é a Banda Javé Trajetória de vida - nascimento - trabalho / escola filhos; Música; Religião/Fé; 1 Assistente Social e mestranda em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

13 156 II- Encarceramento Cotidiano e trajetória interna até e na Lemos Brito; Participação em atividades internas (esporte, escola, religiosos,...); Encontro com a música e a religião no cárcere Formação musical (aprendeu na prisão com professor de teoria musical, com colegas de cela, através da religião); Formação (e transformações) da banda; Critérios de participação e exclusões; Mudança de tratamento a partir da música (dos demais colegas, dos funcionários, da direção e da família); Como era nomeado antes e depois da música; Auto-estima antes e depois da música; Experiências desafiadoras; Encontro com a religião; Denominação religiosa dentro e fora do cárcere; A família pertence à mesma denominação religiosa; Opção pela música gospel III -Vida fora do cárcere Exercício da cidadania (Já votaram, possuem todos os documentos, acesso as serviços...); Representação da música; Representação da religião; Música fora do cárcere: (trabalho, dinheiro, status; respeito; admiração; orgulho dos familiares, relação com a sociedade); Discriminação (nos shows e apresentações por serem ex-presidiários); Como a banda se apresenta ao ser convidada a participar de algum evento musical; Identidades que permanecem; Identidades excluídas; Projetos futuros para a Banda Gospel Javé;

14 157 Anexo II Pontifícia Católica do Rio de Janeiro Programa de Mestrado em Serviço Social Pesquisa: Música para os ouvidos, fé para a alma, transformação para vida: Música, fé e construção de novas identidades na prisão Por: Vivian Maria Rodrigues Loureiro 2 Roteiro para entrevista semi-estruturada Público Alvo: Assistente Social da Unidade Prisional Lemos Brito. Critério: Estar inserido no quadro de profissionais da penitenciaria Lemos Brito no Estado do Rio de Janeiro nos últimos cinco anos. I Dados Pessoais e Formação Nome Idade Formação acadêmica e profissional (especialização em violência, criminalidade...); Período de inserção no campo sócio-júridico; Período na Penitenciária Lemos Brito como assistente social; Experiência no sistema prisional (participa e/ou participou de alguma coordenação na SEAP); II - Cárcere Situação do sistema carcerário do Rio de Janeiro atualmente; Formas e condições de encarceramento; III - Cultura e Fé no cárcere 2 Assistente Social e mestranda em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

15 158 Experiências com projetos culturais; Setor de Educação e Cultura da unidade promove eventos culturais, debates com profissionais diretamente ligados a cultura visando articular os detentos com a sociedade; Envolvimento dos agentes penitenciários e da direção da unidade prisional em relação aos festivais musicais e a todas as atividades culturais e religiosas existente na unidade; O Serviço social incentiva e participa dos eventos culturais da penitenciária; Importância de atividades culturais e religiosas no sistema prisional; Música e Fé, instrumentos de mudança de comportamento; Percepção em relação à banda gospel Javé no cárcere, na família e na sociedade; Auto-estima dos detentos a partir do envolvimento com a música e a religião; Existe algum tipo de acompanhamento ao egresso da penitenciária Lemos Brito; Necessidade de maiores incentivos e investimentos em atividades culturais e religiosas no cárcere; Na sua perspectiva o que pode ser acrescentado para que os direitos dos detentos sejam de fato efetivados.

16 Arquivo Prates

17 Arquivo Prates

18 Arquivo Prates

19 162 Anexo III Parte do Pavilhão da Penitenciária Lemos Brito Complexo da Frei Caneca R.J 162 Arquivo Prates 2004

20 163

21 164

22 165

23 Arquivo Prates

24 Arquivo Prates

EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO NO SISTEMA PRISIONAL: CONTRIBUIÇÕES E IMPASSES DE UMA POLÍTICA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO HOMEM PRESO.

EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO NO SISTEMA PRISIONAL: CONTRIBUIÇÕES E IMPASSES DE UMA POLÍTICA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO HOMEM PRESO. EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO NO SISTEMA PRISIONAL: CONTRIBUIÇÕES E IMPASSES DE UMA POLÍTICA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO HOMEM PRESO. Marilsa Fátima Favaro, FE/UNICAMP. mfavaro99@hotmail.com Resumo: A proposta

Leia mais

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES AUTOR(ES): MARIANA TOLEDO ALVES TEIXEIRA

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS INSTITUIÇÃO: FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES AUTOR(ES): MARIANA TOLEDO ALVES TEIXEIRA TÍTULO: "DIÁRIO" DE UM EX - DETENTO : AS DIFICULDADES E PRECONCEITOS ENCONTRADOS, NO DIA A DIA,PARA RESSOCIALIZAÇÃO DO EX - PRESIDIÁRIO NEGRO NO BRASIL. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas AMORIM, Carlos. Comando Vermelho: a história secreta do crime organizado. 3ª edição. Rio de Janeiro, Record, 1993. ANTUNES, Ricardo. As mutações no mundo do trabalho na era

Leia mais

ADVENTURE. Agência de Turismo. Consultado em 12 de junho de 2006. www.rioadventures.com.

ADVENTURE. Agência de Turismo. Consultado em 12 de junho de 2006. www.rioadventures.com. 6 Bibliografia ADVENTURE. Agência de Turismo. Consultado em 12 de junho de 2006. www.rioadventures.com. ARENDT, Hannah. A condição humana. Tradução de Roberto Raposo; posfácio de Celso Lafer. 5. ed. Rio

Leia mais

LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1

LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1 Colegiado de Direito Núcleo Docente Estruturante LISTA DE OBRAS PARA FICHAMENTO EM 2016-1 Calendário PARIPIRANGA 2016-1 1º PERÍODO Campo de Observação: Ingressos ao curso Obs.: Os professores de MTC e

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas ALMEIDA, M. A O. Políticas de Ação Afirmativa na Universidade Brasileira: A Experiência do Curso de Graduação em Serviço Social da PUC-Rio. Social em Questão. Rio de Janeiro:

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. "Educação prisional na Penitenciária Industrial de Guarapuava - PIG: Da prisão que pune à privação que educa.

Mostra de Projetos 2011. Educação prisional na Penitenciária Industrial de Guarapuava - PIG: Da prisão que pune à privação que educa. Mostra de Projetos 2011 "Educação prisional na Penitenciária Industrial de Guarapuava - PIG: Da prisão que pune à privação que educa." Mostra Local de: Guarapuava Categoria do projeto: Projetos finalizados.

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Execução Penal, ressocialização, trabalho, preso, PEPI.

PALAVRAS-CHAVE: Execução Penal, ressocialização, trabalho, preso, PEPI. LEI DE EXECUÇÃO PENAL E O SISTEMA CARCERÁRIO GOIANO Nayara Rodrigues de Amorim 1 Profª Drª Ana Celuta Fulgêncio Taveira 2 RESUMO: A evolução da pena de prisão, é importante para entendermos a natureza

Leia mais

Teatro na Prisão: trajetórias individuais e perspectivas coletivas

Teatro na Prisão: trajetórias individuais e perspectivas coletivas Teatro na Prisão: trajetórias individuais e perspectivas coletivas Natália Ribeiro Fiche Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Professora Assistente do Departamento de Interpretação - UNIRIO

Leia mais

GISELE CALDEIRA DE FREITAS PROJETO DE PESQUISA APLICADA: A RESSOCIALIZAÇÃO DO PRESO FRENTE AO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO

GISELE CALDEIRA DE FREITAS PROJETO DE PESQUISA APLICADA: A RESSOCIALIZAÇÃO DO PRESO FRENTE AO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO GISELE CALDEIRA DE FREITAS PROJETO DE PESQUISA APLICADA: A RESSOCIALIZAÇÃO DO PRESO FRENTE AO SISTEMA PENITENCIÁRIO BRASILEIRO IBAITI 2013 3 AUÍLIO FINANCEIRO A CURSOS PROJETO DE PESQUISA APLICADA SUMÁRIO

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO. Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO. Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 Componente Curricular: DIREITO PENAL II Código: DIR - 265 CH Total: 60 horas Pré-requisito:Direito

Leia mais

PROGRAMA PATRONATO: RESSOCIALIZAÇÃO EM BUSCA DE DIGNIDADE

PROGRAMA PATRONATO: RESSOCIALIZAÇÃO EM BUSCA DE DIGNIDADE 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( X ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/01 DISCIPLINA: DIREITO PENAL II PROFESSOR: THIAGO FABRES DE CARVALHO TURMA: 4 DM/EN TOTAL DE

Leia mais

Isabella Camarço Gomes Aluna do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo UFPI

Isabella Camarço Gomes Aluna do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo UFPI Isabella Camarço Gomes Aluna do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo UFPI Iara Mesquita da Silva Braga Prof. Msc. Do Curso de Bacharelado em Moda, Design e Estilismo - UFPI ATIVIDADES DA CADEIA

Leia mais

Vivian Maria Rodrigues Loureiro

Vivian Maria Rodrigues Loureiro Vivian Maria Rodrigues Loureiro Música para os ouvidos, fé para a alma, transformação para a vida : música, fé e construção de novas identidades na prisão Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada

Leia mais

JANE PAIVA ELIONALDO FERNANDES JULIÃO

JANE PAIVA ELIONALDO FERNANDES JULIÃO EDUCAÇÃO EM PRISÕES Refere-se à oferta de educação como direito de jovens e adultos em privação de liberdade, no marco dos direitos humanos, em modalidade de atendimento que considera necessidades específicas

Leia mais

O instrumental técnico e a prática do assistente social na penitenciaria lemos brito/rj: uma reflexão crítica Newvone Ferreira da Costa

O instrumental técnico e a prática do assistente social na penitenciaria lemos brito/rj: uma reflexão crítica Newvone Ferreira da Costa Introduccíon O instrumental técnico e a prática do assistente social na penitenciaria lemos brito/rj: uma reflexão crítica Newvone Ferreira da Costa El trabajo social y lãs manisfestaciones de La cuestión

Leia mais

6. Referências Bibliográficas

6. Referências Bibliográficas 6. Referências Bibliográficas ARENDT, Hannah. A condição Humana. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 10ª edição/1ª reimpressão, 2001.. Entre o passado e o Futuro; Tradução Mauro W. Barbosa. São Paulo:

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA DO IPA CURSO DE DIREITO PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO MULHERES ENCARCERADAS FACE AO SISTEMA PUNITIVO NO BRASIL Letícia Paim Talavera PORTO ALEGRE 2011 Letícia

Leia mais

8. Encontro da ANDHEP - Políticas Públicas para a Segurança Pública e Direitos Humanos 28 a 30 de abril de 2014, Faculdade de Direito, USP, São

8. Encontro da ANDHEP - Políticas Públicas para a Segurança Pública e Direitos Humanos 28 a 30 de abril de 2014, Faculdade de Direito, USP, São 8. Encontro da ANDHEP - Políticas Públicas para a Segurança Pública e Direitos Humanos 28 a 30 de abril de 2014, Faculdade de Direito, USP, São Paulo, SP Grupo de Trabalho: [SISTEMA PENITENCIÁRIO E DIREITOS

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO

PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO UNIDADE UNIVERSITÁRIA Faculdade de Ciências e Tecnologia/UNESP CURSO DE Geografia HABILITAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DA GRADUAÇÂO Bacharelado 2009 OPÇÃO DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL Departamento de Geografia -

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar que o aluno tome conhecimento do conceito, das finalidades e da importância do Direito Penal.

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar que o aluno tome conhecimento do conceito, das finalidades e da importância do Direito Penal. DISCIPLINA: Direito Penal I SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR112 1. EMENTA: Propedêutica Penal. Relação do Direito Penal com outras ciências: a criminologia

Leia mais

PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. História da Administração Pública no Brasil APRESENTAÇÃO

PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. História da Administração Pública no Brasil APRESENTAÇÃO PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL Disciplina: História da Administração Pública no Brasil Professor(es): Wallace Moraes Período: 2013/2 Horário: 3 e 5 feiras,

Leia mais

Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO

Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Direito Penal II Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO EMENTA A prática do crime

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

Público alvo: líderes, leigos (as) e alunos (as) do sistema EAD de teologia. WILKES, C. Gene. O último degrau da liderança. Ed. Mundo Cristão, 2000.

Público alvo: líderes, leigos (as) e alunos (as) do sistema EAD de teologia. WILKES, C. Gene. O último degrau da liderança. Ed. Mundo Cristão, 2000. Curso de Capacitação Formação Ministerial (Modular) Carga Horária: 320h/a Duração: 08 meses O curso funcionará no sistema modular. Serão quatro módulos divididos em cinco áreas: Liderança; Missiologia;

Leia mais

Serviço Social EDITAL Nº 016 / 2015 - PRORROGAÇÃO FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE BRAGANÇA PAULISTA

Serviço Social EDITAL Nº 016 / 2015 - PRORROGAÇÃO FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE BRAGANÇA PAULISTA Serviço Social EDITAL Nº 016 / 2015 - PRORROGAÇÃO FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ENSINO SUPERIOR DE BRAGANÇA PAULISTA O Diretor Presidente da Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista, Adilson

Leia mais

A presentação de experiências profissionais e metodologias de intervenção

A presentação de experiências profissionais e metodologias de intervenção Projeto Humanização: ética e respeito desde o primeiro atendimento 1 Cláudia Rosa 2 Lobélia da Silva Faceira 3 Keila Freitas dos Santos 4 Paulo César Gonçalves Mucy 5 Raquel de Lima Marassi 6 Simone Maria

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

ESTADO DE GOIÁS ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA RELATÓRIO DA VISITA FEITA AO CENTRO DE INSERÇÃO SOCIAL DE ANÁPOLIS (PRESÍDIO DE ANÁPOLIS), REALIZADA EM 25 DE MAIO DE 2011, PELA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Leia mais

SERVIÇOS. Captação de Recursos. Infraestrutura e Produção de Eventos Estruturação de Equipes de Produção. Análise Técnica e Financeira de Projetos

SERVIÇOS. Captação de Recursos. Infraestrutura e Produção de Eventos Estruturação de Equipes de Produção. Análise Técnica e Financeira de Projetos Empresas coligadas: SERVIÇOS Elaboração e Produção de Projetos Culturais, Sociais e Esportivos Infraestrutura e Produção de Eventos Estruturação de Equipes de Produção Assessoria Técnica e Consultoria

Leia mais

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Curso: Ciência da Computação Disciplina: Direito Aplicado à Informática Período:

Leia mais

Palavras chave: assistência jurídica gratuita; sistema carcerário; violações de direitos humanos.

Palavras chave: assistência jurídica gratuita; sistema carcerário; violações de direitos humanos. 3CCJDDPUBPEX01 CIDADANIA E SISTEMA PENITENCIÁRIO: ATENDIMENTO JURÍDICO GRATUITO E INTERVENÇÕES DE DIREITOS HUMANOS JUNTO AOS ESTABELECIMENTOS PENAIS DA GRANDE JOÃO PESSOA Camila de Medeiros Torres (1);

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

Para além da análise doutrinária: Abordagem etnográfica do castigo provisório

Para além da análise doutrinária: Abordagem etnográfica do castigo provisório 203 Para além da análise doutrinária: Abordagem etnográfica do castigo provisório V Mostra de Pesquisa da Pós- Graduação Paulo Renato Ardenghi Rizzardi, Prof ª. Drª. Fernanda Bittencourt Ribeiro Programa

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA NUTRIÇÃO 2013 EMENTA

PROGRAMA DE DISCIPLINA NUTRIÇÃO 2013 EMENTA Faculdade Anísio Teixeira Portaria nº 552 de 22 de março de 2001 D.O.U. de 26/03/2001. Curso de Enfermagem Autorização: Portaria nº 888 de 18 de outubro de 2007 - D.O.U. de 19/10/2007 CURSO PROGRAMA DE

Leia mais

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 DISCIPLINA: Direitos Humanos CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 1. EMENTA: Origem e evolução histórica dos Direitos Humanos. Dignidade humana e os Direitos

Leia mais

PERCURSO E ATIVIDADES DO GRUPO DE ESTUDOS SOBRE VIOLÊNCIA URBANA DA FLF

PERCURSO E ATIVIDADES DO GRUPO DE ESTUDOS SOBRE VIOLÊNCIA URBANA DA FLF 1 PERCURSO E ATIVIDADES DO GRUPO DE ESTUDOS SOBRE VIOLÊNCIA URBANA DA FLF ROBSON AUGUSTO MATA DE CARVALHO 1 KÍLVIA MARA ALBUQUERQUE DE SOUSA 2 THALLES SOARES DE OLIVEIRA 4 ANA CRISTINA GONÇALVES COSTA

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Educação Moral e Religiosa Católica. Ano Letivo 2015/2016 3º Ciclo 7º Ano

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Educação Moral e Religiosa Católica. Ano Letivo 2015/2016 3º Ciclo 7º Ano Unidade Letiva: 1 - As Origens Período: 1º 1. Questionar a origem, o destino e o sentido do universo e do ser humano. As origens na perspetiva científica L. Estabelecer um diálogo entre a cultura e a fé.

Leia mais

Certificado de Presença em Evento no ISEP

Certificado de Presença em Evento no ISEP *** Adam Silva *** ***c527078fe56b04280dcae9cc3541593d73d82015c12f65f060135ed5*** *** Adulcínio Adulcínio Duarte Rodrigues *** ***09d09b00214962ffdfefa4e2473001b55ffba6c7bbdc74ef3063ec95*** *** Alberto

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO PGDHPP EDITAL PGDHPP

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO PGDHPP EDITAL PGDHPP Apresentação O II Curso de Especialização em Direito Humanos e Políticas Públicas ofertado pelo Instituto de Ciências da Sociedade/Universidade Federal do Oeste Pará configura-se como um curso interdisciplinar,

Leia mais

Políticas Publicas de Ressocialização

Políticas Publicas de Ressocialização Primeiro Encontro Mato Grossense de Conselhos da Comunidade Políticas Publicas de Ressocialização ão Rosangela Peixoto Santa Rita 26 de junho de 2008. O Brasil já tem mais de 423 mil presos em seus cárceres;

Leia mais

DIVERSIDADE CULTURAL NA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO

DIVERSIDADE CULTURAL NA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO DIVERSIDADE CULTURAL NA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO MESTRANDA: LIDIA KADLUBITSKI ORIENTADOR: PROF. DR. SÉRGIO S ROGÉRIO RIO DE AZEVEDO JUNQUEIRA OBJETO DE PESQUISA Como a diversidade cultural está presente em

Leia mais

Diferentes olhares, diferentes pertenças: Teologia da Libertação e MRCC

Diferentes olhares, diferentes pertenças: Teologia da Libertação e MRCC Diferentes olhares, diferentes pertenças: Teologia da Libertação e MRCC Sílvia Regina Alves Fernandes 1 [silfernandes@webcorner.com.br] (Ao fr. Clodovis Boff, pelo diálogo amigo) Introdução O catolicismo,

Leia mais

EXECUÇÃO E GESTÃO DE COOPERATIVA: A RESSOCIALIZAÇÃO E A CONSEQUENTE DIMINUIÇÃO DO ÍNDICE DE REINCIDÊNCIA SÃO POSSÍVEIS

EXECUÇÃO E GESTÃO DE COOPERATIVA: A RESSOCIALIZAÇÃO E A CONSEQUENTE DIMINUIÇÃO DO ÍNDICE DE REINCIDÊNCIA SÃO POSSÍVEIS 1 EXECUÇÃO E GESTÃO DE COOPERATIVA: A RESSOCIALIZAÇÃO E A CONSEQUENTE DIMINUIÇÃO DO ÍNDICE DE REINCIDÊNCIA SÃO POSSÍVEIS Rosi Keli Guedes 1 Resumo O crescente número de casos de reincidência de ex-detentos

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 04 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO = 07 (SETE)

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Programa de Pós-Graduação em Educação- Mestrado Linha de Pesquisa Teoria e Prática Pedagógica na Formação de Professores FORMAÇÃO CONTINUADA NOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

Projeto de Intervenção Modelo Individual

Projeto de Intervenção Modelo Individual Imprimir Projeto de Intervenção Modelo Individual Marcela Haupt Bessil PROJETO DE INTERVENÇÃO Grupo sobre Redução de Danos com Agentes Promotores de Saúde no Sistema Prisional Porto Alegre / RS 2014 1.

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre DISCIPLINA: Antropologia e Sociologia

Leia mais

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Documentação Coordenadoria de Biblioteca Seção de Gerência do Acervo

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Documentação Coordenadoria de Biblioteca Seção de Gerência do Acervo Lista de duplicatas de livros Mês: Junho/10 SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Documentação Coordenadoria de Biblioteca Seção de Gerência do Acervo X Autor: Humberto Theodoro Junior Título: Curso de

Leia mais

PROFESSORES: Selma Santana, Gamil Föppel, Thaís Bandeira e Fábio Roque SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre

PROFESSORES: Selma Santana, Gamil Föppel, Thaís Bandeira e Fábio Roque SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre DISCIPLINA: Direito Penal I CH total: 36h PROFESSORES: Selma Santana, Gamil Föppel, Thaís Bandeira e Fábio Roque SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR012 1. EMENTA: Propedêutica

Leia mais

III Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais: Ilegalismo e Lugares Morais. GT: Redes Criminais, Dispositivos de Classificação e Punição

III Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais: Ilegalismo e Lugares Morais. GT: Redes Criminais, Dispositivos de Classificação e Punição III Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais: Ilegalismo e Lugares Morais GT: Redes Criminais, Dispositivos de Classificação e Punição O QUE EXISTE ATRÁS DAS GRADES DO PRESÍDIO ARY FRANCO

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA CH TOTAL TEÓRICA: OBJETIVOS EMENTA

FICHA DE DISCIPLINA CH TOTAL TEÓRICA: OBJETIVOS EMENTA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Gestão Social CÓDIGO: GAP038 UNIDADE ACADÊMICA: FACIP PERÍODO/SÉRIE:

Leia mais

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 Professor Responsável: MARTA REGINA DE JESUS Dias / Hora / Local: 6a. Feira - 09/08 das 9:00 às 12:00h

Leia mais

AQUISIÇÕES FEVEREIRO E MARÇO 2014 Indicação de professores e alunos no 2º semestre de 2013

AQUISIÇÕES FEVEREIRO E MARÇO 2014 Indicação de professores e alunos no 2º semestre de 2013 AQUISIÇÕES FEVEREIRO E MARÇO 2014 Indicação de professores e alunos no 2º semestre de 2013 GRECO, Rogério. Código penal comentado. 8.ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014. GRECO, Rogério. Curso de

Leia mais

Egressos e mercado de trabalho. Sonora Édio Araújo : 00:26/00:45

Egressos e mercado de trabalho. Sonora Édio Araújo : 00:26/00:45 Egressos e mercado de trabalho Imagens externas de presídios no Rio de Janeiro. Imagem Édio Araújo Cooperativa eu quero Liberdade. Gráfico e imagens de apoio. Imagem Maíra Fernandes Presidente do conselho

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária. E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60 e Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária E-06 10º 04 Semanal Mensal 04 60 Nome da Disciplina DIREITOS HUMANOS Curso DIREITO D- 30 DIREITO CONSTITUCIONAL III (MATRIZ 2008/01) D- 32 DIREITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

CENTRO POPULAR DE CULTURA E DESPORTO 13º Torneio de Natação

CENTRO POPULAR DE CULTURA E DESPORTO 13º Torneio de Natação Prova Nº: 1 25Livres Fem. 146 BEATRIZ COSTA UAP I 1 00:24,81 1 4 MATILDE PEREIRA CPCD I 1 00:27,55 2 3 Mª CAROLINA AFONSO CPCD I 1 00:29,22 3 2 MARGARIDA VICENTE CPCD I 1 00:31,37 4 1 BEATRIZ MURALHA CPCD

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINHA DE PESQUISA: TEORIA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINHA DE PESQUISA: TEORIA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LINHA DE PESQUISA: TEORIA E PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DA SEED-PR PARA

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO ESCOLAR NO SISTEMA PRISIONAL Fábio Mansano de Mello 1 Leonardo Moraes dos Santos 2

REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO ESCOLAR NO SISTEMA PRISIONAL Fábio Mansano de Mello 1 Leonardo Moraes dos Santos 2 REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO ESCOLAR NO SISTEMA PRISIONAL Fábio Mansano de Mello 1 Leonardo Moraes dos Santos 2 Resumo: O presente trabalho tem por escopo tratar das contribuições e dificuldades do processo

Leia mais

ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto

ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto 1-Título: Coque Vive: Estação Digital de Difusão de Conteúdos 2-Centro: Artes e Comunicação (CAC) 3- Departamento: Comunicação Social (DCOM) 4- Nome (Professor Coordenador):

Leia mais

FÉ E POLÍTICA: O DESAFIO DA IGREJA PARA PROPOR UM MUNDO DE PAZ

FÉ E POLÍTICA: O DESAFIO DA IGREJA PARA PROPOR UM MUNDO DE PAZ 1422 V Mostra de Pesquisa da Pós- Graduação FÉ E POLÍTICA: O DESAFIO DA IGREJA PARA PROPOR UM MUNDO DE PAZ Leandro Luiz Lied, Prof. Dr. Érico João Hammes (orientador) Faculdade de Teologia, PUCRS, Instituto

Leia mais

AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS. RETIFICAÇÃO AO EDITAL Nº. 003/2015

AMAZÔNIA: PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS. RETIFICAÇÃO AO EDITAL Nº. 003/2015 RETIFICAÇÃO AO EDITAL Nº. 003/2015 No Edital nº. 003/2015, publicado no Diário Oficial do Estado nº. 2459 de 05/02/15, em Anexo IV Temas para prova didática, à fls. 11-13: 1. No anexo IV Temas para prova

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

ORGANIZAÇÃO SOCIAL NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS COPIADOS DE MODA EM EMPRESAS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE EM GOIÂNIA

ORGANIZAÇÃO SOCIAL NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS COPIADOS DE MODA EM EMPRESAS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE EM GOIÂNIA ORGANIZAÇÃO SOCIAL NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS COPIADOS DE MODA EM EMPRESAS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE EM GOIÂNIA Humberto Pinheiro LOPES umpiro@gmail.com Faculdade de Artes Visuais Míriam da Costa Manso

Leia mais

CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO.

CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO. CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO. Alunas: Flávia Moreira da Silva Coordenadora: Sonia Kramer Relatório Final O projeto "Crianças e adultos em

Leia mais

Semana do Direito 2014. Caderno de Resumos

Semana do Direito 2014. Caderno de Resumos Semana do Direito 2014 Caderno de Resumos FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA Mantenedora: Centro de Educação Universitária e Desenvolvimento Profissional: CEUDESP Eng. José Liberato Barrozo Filho

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 77.1 79.2 OBJETIVOS: Levar o aluno a conhecer e sistematizar o processo das técnicas e das formas, das técnicas e das principais concepções poéticas e ideológicas dos movimentos de vanguarda européia

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL Comissão Episcopal Pastoral para Comunicação

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL Comissão Episcopal Pastoral para Comunicação REGULAMENTO DOM HÉLDER CÂMARA I - DATA E LOCAL A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil CNBB organiza o 12º Prêmio Dom Hélder Câmara de Imprensa, que tem por objetivo premiar profissionais da mídia

Leia mais

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos Nome Curso s Amarelos Vermelhos Carlos Júnior Mestrado 4 Jogo 15 Rui Nascimento Mestrado Jerónimo Mestrado 1 Jogo 15 Pedro Francês Mestrado 1 Andre Figueiredo Mestrado 3 Jogo6 Artur Daniel Mestrado 2 João

Leia mais

CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO.

CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO. CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO. Relatório Final O projeto "Crianças e adultos em diferentes contextos: a infância, a cultura contemporânea

Leia mais

O Desacreditável e o Desacreditado 1 : Considerações sobre o fazer técnico do Assistente Social no Sistema Prisional

O Desacreditável e o Desacreditado 1 : Considerações sobre o fazer técnico do Assistente Social no Sistema Prisional 1 O Desacreditável e o Desacreditado 1 : Considerações sobre o fazer técnico do Assistente Social no Sistema Prisional Simone Felix Marques 2 A presença do Assistente Social nas prisões sempre esteve vinculada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO EMENTA: Novas tendências na produção, distribuição e consumo da comunicação com vertentes no jornalismo diante nova reconfiguração capitalista em um cenário neoliberal. AVALIAÇÃO: A avalição será feita

Leia mais

ABELHA, Marcelo. Ação civil pública e meio ambiente. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

ABELHA, Marcelo. Ação civil pública e meio ambiente. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003. Ementa: Bem jurídico ambiental e aspectos do Meio Ambiente. Meio ambiente e legislação; Fundamentos constitucionais da proteção do ambiente; Política Nacional do Meio Ambiente; Sistema Nacional do Meio

Leia mais

Introdução: Este é um estudo sobre atividades culturais praticadas por

Introdução: Este é um estudo sobre atividades culturais praticadas por SOCIABILIDADE DOS IDOSOS: FATOR DE PROMOÇÃO DA SAÚDE Autores: Natália Aparecida de Meira Franco Beltrina Côrte Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) Introdução: Este é um

Leia mais

U n i v e r s i d a d e d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o. C e n t r o d e C i ê n c i a s S o c i a i s

U n i v e r s i d a d e d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o. C e n t r o d e C i ê n c i a s S o c i a i s GRADE HORÁRIA MANHÃ/TARDE 2014/2 2º SEMESTRE 1º PERÍODO SALA 7002 F História do do Pensamento Político I História do Política I Política I I I História do Política I Política I Introdução à Introdução

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DAS SUCESSÕES 1

DIREITO CIVIL DIREITO DAS SUCESSÕES 1 DIREITO CIVIL DIREITO DAS SUCESSÕES 1 1.1. Sucessão. Compreensão do vocábulo. O direito das sucessões: em sentido amplo, a sucessão para o direito compreende a substituição do titular de um direito; uma

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA 1) Sociologia II A Escola de Ciências Sociais / CPDOC da FGV-RJ informa a abertura de processo seletivo para a contratação de um professor horista para a disciplina

Leia mais

MEMÓRIA, TRABALHO E IDENTIDADE: A EXPERIÊNCIA PRISIONAL NA PENITENCIÁRIA LEMOS BRITO (1)

MEMÓRIA, TRABALHO E IDENTIDADE: A EXPERIÊNCIA PRISIONAL NA PENITENCIÁRIA LEMOS BRITO (1) Anpuh Rio de Janeiro Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro APERJ Praia de Botafogo, 480 2º andar - Rio de Janeiro RJ CEP 22250-040 Tel.: (21) 9317-5380 MEMÓRIA, TRABALHO E IDENTIDADE: A EXPERIÊNCIA

Leia mais

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. Saí da prisão volto coleção Conversas #26 - setembro 2015 - e estou ou não desempregado, para o crime? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS, da

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO

FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO PROPOSTA DE GRUPO DE PESQUISA: VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS E SISTEMA PENAL BRASILEIRO PROPONENTE: Prof. HOMERO BEZERRA RIBEIRO Olinda, 2015 1. Projeto de Pesquisa Tema:

Leia mais

CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO.

CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO. CRIANÇAS E ADULTOS EM DIFERENTES CONTEXTOS: A INFÂNCIA, A CULTURA CONTEMPORÂNEA E A EDUCAÇÃO. Aluna: Juliana Pereira da Silva Coordenadora: Sonia Kramer Relatório Final O projeto "Crianças e adultos em

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 VOTO EM SEPARADO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 VOTO EM SEPARADO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROJETO DE LEI Nº 309 DE 2011 Altera o art. 33 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino religioso nas redes públicas de ensino

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

A PRÁTICA PSICOLÓGICA EM UMA U IDADE PRISIO AL DE REGIME SEMIABERTO

A PRÁTICA PSICOLÓGICA EM UMA U IDADE PRISIO AL DE REGIME SEMIABERTO A PRÁTICA PSICOLÓGICA EM UMA U IDADE PRISIO AL DE REGIME SEMIABERTO 2013 Psicóloga do Sistema Prisional Paulista. Especialista em Psicologia Jurídica (Brasil) Email: borgeskb@gmail.com RESUMO Este texto

Leia mais

182567: A Luz Sem Liberdade 1

182567: A Luz Sem Liberdade 1 182567: A Luz Sem Liberdade 1 Danielly Augusto de ABREU 2 Natasha de Paula BONOMI 3 Paula Baldini LUIZ 4 Rafaella do Nascimento NEGRI 5 Renata Loureiro Gollo PATRÍCIO 6 Patrícia Rangel Moreira BEZERRA

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM NOME DO ALUNO A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA DENTRO DO SISTEMA CARCERÁRIO BRASILEIRO

FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM NOME DO ALUNO A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA DENTRO DO SISTEMA CARCERÁRIO BRASILEIRO FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM NOME DO ALUNO A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA DENTRO DO SISTEMA CARCERÁRIO BRASILEIRO CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 2010 NOME DO ALUNO A DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA

Leia mais

DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12

DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12 DIREITO CIVIL TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL 12 12.1. Pessoa jurídica: atribuição de personalidade a um ente que se torna sujeito de direitos e obrigações. 12.2. Principais pessoas jurídicas: associações

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 1. EMENTA Visão epistemológica do conhecimento científico. Ciência e método: positivismo, fenomenologia, dialética. Limites da ciência. Ciência e ética. Tipos de pesquisa e sua relação com os objetos de

Leia mais

COMUNICADO. Fonte de Consulta. BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010.

COMUNICADO. Fonte de Consulta. BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010. ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESPÍRITO SANTO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO COMUNICADO A MESA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO BÁSICA ENSINO SUPERIOR EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL EDUCAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO SISTEMA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA EDUCAÇÃO E MÍDIA Comitê Nacional de Educação

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ENTRADA EM AGOSTO DE 2014. Edital n.º 23.2014

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ENTRADA EM AGOSTO DE 2014. Edital n.º 23.2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ENTRADA EM AGOSTO DE 2014 Edital n.º 23.2014 I IDENTIFICAÇÃO E DADOS DO PPGT O Programa de Pós-Graduação em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, vinculado

Leia mais

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio Local de atuação : ARMAÇÃO DE BUZIOS 1 15 Bárbara Audára Brito Gomes APTO 19/02/1965 11 8 9 6 34 2 22 Wellington Santos da Luz APTO 19/05/1976 10 7 9 6 32 segunda-feira, 18 de abril de 2005 Pag. 1 de 19

Leia mais

EDUCAÇÃO NA PRISÃO: O CASO DA PENITENCIÁRIA CEL. ODENIR GUIMARÃES

EDUCAÇÃO NA PRISÃO: O CASO DA PENITENCIÁRIA CEL. ODENIR GUIMARÃES EDUCAÇÃO NA PRISÃO: O CASO DA PENITENCIÁRIA CEL. ODENIR GUIMARÃES Janisley Gomes de Abreu* Cecilia Seabra da Silva** André Luiz Ribeiro Justino *** Faculdade Alfredo Nasser UNIFAN.E-mail: unifan@unifan.edu.br

Leia mais

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa

Nome Profissão Instituição. A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Nome Profissão Instituição A. Simões Lopes Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade Técnica de Lisboa Adelino Torres Professor Universitário (aposentado) - Economia ISEG, Universidade

Leia mais

BIBLIOTECA DO IAB OBRAS DOADAS JULHO/2010

BIBLIOTECA DO IAB OBRAS DOADAS JULHO/2010 Talvane de Moraes ÉTICA E PSIQUIATRIA FORENSE Rio de Janeiro: IPUB-CUCA, 2010. Walter Arnaud Mascarenhas Jr. ASPECTOS GERAIS DO RISCO DA IMPUTAÇÃO OBJETIVA Porto Alegre: Nuria Fabris, 2008. Jacksohn Grossman

Leia mais

2. Métodos e desenvolvimento dos mecanismos de punição

2. Métodos e desenvolvimento dos mecanismos de punição 2. Métodos e desenvolvimento dos mecanismos de punição Nós vos pedimos com insistência. Nunca digam isso é natural. Diante dos acontecimentos de cada dia. Numa época em que reina a confusão, em que corre

Leia mais

Campos Carlos Luz. Dia 15 de setembro (manhã):

Campos Carlos Luz. Dia 15 de setembro (manhã): Campos Carlos Luz Dia 15 de setembro (manhã): Palestra: Erros essenciais no Direito Penal Convidado: Alexandre Victor de Carvalho Pós-graduado em Ciências Penais pela Universidade Gama Filho-RJ. Bacharel

Leia mais

PLANO DE CURSO 2014/02 TOTAL DE AULAS/ OU CARGA HORÁRIA 2 AULAS (1 DIA) 02 AULAS (1 DIA) O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO

PLANO DE CURSO 2014/02 TOTAL DE AULAS/ OU CARGA HORÁRIA 2 AULAS (1 DIA) 02 AULAS (1 DIA) O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO PLANO DE CURSO 2014/02 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA DO ESTADO PROFESSOR: LEONARDO BARROS SOUZA TURMA:

Leia mais