COORDENADORIA DE CERIMONIAL CONVITE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COORDENADORIA DE CERIMONIAL CONVITE"

Transcrição

1 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição SEÇÃO I ATOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Subseção I: Atos e comunicados da Presidência SECRETARIA DA PRESIDÊNCIA Diretoria de Relações Institucionais - SPr 4 COORDENADORIA DE CERIMONIAL CONVITE O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Desembargador José Renato Nalini, tem a honra de convidar os Senhores Desembargadores, Juízes de Direito, Juízes da Justiça Militar, Membros do Ministério Público, Defensores Públicos, Advogados e Funcionários para a Solenidade de Instalação do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Várzea Paulista, a realizar-se no dia 17 de julho de 2015 (sexta-feira), às 11h30, na Avenida Fernão Dias Paes Leme, 2.323/ Vila Santa Terezinha - Várzea Paulista/SP. COORDENADORIA DE CERIMONIAL CONVITE O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Desembargador José Renato Nalini, tem a honra de convidar os Senhores Desembargadores, Juízes de Direito, Juízes da Justiça Militar, Membros do Ministério Público, Defensores Públicos, Advogados e Funcionários para a Solenidade de Inauguração das Novas Instalações do Fórum da Comarca de Teodoro Sampaio e comemoração ao Dia do Patrono, com homenagem ao Desembargador José de Castro Duarte, a realizar-se no dia 20 de julho de 2015 (segunda-feira), às 16 horas, na Rua Manoel Guirado Segura, Vila Furlan Teodoro Sampaio/SP. SEMA 1.1 SEMA PROCESSO Nº 19/ PINDAMONHANGABA O Excelentíssimo Senhor Desembargador Presidente do Tribunal de Justiça, em 14/07/2015, tomou conhecimento da antecipação do encerramento do expediente forense no prédio do Fórum da Comarca de Pindamonhangaba, situado na Rua Alcides Ramos Nogueira, nº 780, no dia 26/06/2015, a partir das 18h30, bem como autorizou a suspensão dos prazos processuais na referida data, tornando sem efeito o despacho disponibilizado no Diário da Justiça Eletrônico de 07/07/2015, página 08. SEMA 1.3 COMUNICADO Nº 273/2015 O Conselho Superior da Magistratura comunica que, abertas as inscrições para concursos de remoção e promoção para cargos vagos de entrância inicial, intermediária e final, serão observados os seguintes critérios para as indicações: 1) Para remoções, em todas as entrâncias, será exigido o preenchimento do requisito previsto no art. 82 do Regimento Interno do Tribunal de Justiça (estágio na entrância); 2) Nas indicações aos cargos de entrância final e intermediária, será observada, quanto possível, a preferência do magistrado que, no ato da inscrição, não assinalar a opção por permanecer nas Varas e Comarcas cuja entrância tenha sido elevada; 3) Em todas as entrâncias serão indicados os magistrados inscritos à remoção; na sequência, serão indicados os Juízes inscritos à promoção com estágio; após, os inscritos à promoção sem estágio (art. 82 do RITJSP). 4) O estágio será aferido na data do encerramento das inscrições ( 3º do art. 83 do RITJSP);

2 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição ) As indicações na remoção e promoção por merecimento serão feitas observada a ordem de antiguidade, independente de, no último caso, ter o Magistrado se inscrito para todas as vagas (art. 85 do RITJSP). 6) As indicações do remanescente de lista anterior deverão observar o decidido pelo Colendo Órgão Especial, em sessões de 10/04/2013 e 04/09/2013. EDITAL - CONCURSO Nº 24/2015 POR DELIBERAÇÃO DO EGRÉGIO CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA, ACHAM-SE abertas, a partir de 15 de julho de 2015, na Secretaria da Magistratura - SEMA, pelo prazo de 05 (cinco) dias, até às 18 horas do dia 20 de julho de 2015 (segunda-feira), as inscrições de Juízes de Direito que, tendo as condições legais (artigo 81 e seguintes do Regimento Interno), pretendam requerer REMOÇÃO e PROMOÇÃO para provimento das seguintes vagas de ENTRÂNCIA FINAL: ANTIGUIDADE JUIZ DE DIREITO TITULAR I DA 19ª VARA CÍVEL - CENTRAL 2ª VARA CRIMINAL DE BOTUCATU 5ª VARA CÍVEL DE SANTO ANDRÉ VARA CRIMINAL DE TABOÃO DA SERRA MERECIMENTO 1ª VARA DO JÚRI CENTRAL JUIZ DE DIREITO TITULAR II DA 23ª VARA CÍVEL - CENTRAL VARA DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE, PROTETIVA E CÍVEL DE CAMPINAS 1ª VARA CRIMINAL DE CARAPICUÍBA 2ª VARA CÍVEL DE JUNDIAÍ 2ª VARA CRIMINAL DE MAUÁ 1ª VARA CÍVEL DE PRAIA GRANDE OBSERVAÇÃO:- 1. Somente serão aceitas inscrições efetuadas pela Internet, com a utilização do PORTAL DO MAGISTRADO, disponível para acesso no seguinte endereço eletrônico: ATENÇÃO: não será aceita inscrição: a.) por ofício ou requerimento em papel, ainda que levado a protocolo pessoalmente na SEMA; b.) por ou outra forma de comunicação eletrônica, instantânea ou não, que não seja o PORTAL DO MAGISTRADO; c.) enviada por fax ou malote. 2. As declarações nos termos do art. 81, 1º do Regimento Interno do Tribunal de Justiça (endereço residencial, não ter autos conclusos fora do prazo e não ter dado causa a adiamento injustificado de audiências) e a justificativa nos termos do art. 81, 2º do Regimento Interno do Tribunal Justiça (caso haja processos além do prazo legal), deverão ser feitas no PORTAL DO MAGISTRADO, em campo próprio. 3. O Magistrado promovido deverá fixar residência na Comarca no prazo de 60 (sessenta) dias, nos termos do artigo 93, inciso VII da Constituição Federal. NOTA: Os cargos de JUIZ DE DIREITO TITULAR II DA 23ª VARA CÍVEL CENTRAL, VARA DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE, PROTETIVA E CÍVEL DE CAMPINAS e 2ª VARA CÍVEL DE JUNDIAÍ, são decorrentes de remoção e, nos termos do artigo 81 da Lei Orgânica da Magistratura Nacional, serão preenchidos por promoção, sem novos pedidos de remoção. Secretaria da Magistratura - SEMA, 13 de julho de EDITAL - CONCURSO Nº 25/2015 POR DELIBERAÇÃO DO EGRÉGIO CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA, ACHAM-SE abertas, a partir de 15 de julho de 2015, na Secretaria da Magistratura - SEMA, pelo prazo de 05 (cinco) dias, até às 18 horas do dia 20 de julho de 2015 (segunda-feira), as inscrições de Juízes de Direito que, tendo as condições legais (artigo 81 e seguintes do Regimento Interno), pretendam requerer REMOÇÃO e PROMOÇÃO para provimento das seguintes vagas de ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA: ANTIGUIDADE 2º JUIZ DE DIREITO AUXILIAR DE CAMPINAS 1º JUIZ DE DIREITO AUXILIAR DE MARÍLIA 2ª VARA CÍVEL DE BRAGANÇA PAULISTA 1ª VARA DE ITAPEVA 1ª VARA DO FORO DISTRITAL - ARUJÁ (Santa Isabel)

3 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição MERECIMENTO 1º JUIZ DE DIREITO AUXILIAR DE JUNDIAÍ 4º JUIZ DE DIREITO AUXILIAR DE JUNDIAÍ 6º JUIZ DE DIREITO AUXILIAR DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO VARA DO JÚRI, EXECUÇÕES CRIMINAIS E DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE DE BRAGANÇA PAULISTA 3ª VARA CÍVEL DE FERNANDÓPOLIS VARA CRIMINAL DE FRANCO DA ROCHA 1ª VARA DE ITAPECERICA DA SERRA 3ª VARA DE ITAPEVA 1ª VARA CÍVEL DE ITATIBA OBSERVAÇÃO:- 1. Somente serão aceitas inscrições efetuadas pela Internet, com a utilização do PORTAL DO MAGISTRADO, disponível para acesso no seguinte endereço eletrônico: ATENÇÃO: não será aceita inscrição: a.) por ofício ou requerimento em papel, ainda que levado a protocolo pessoalmente na SEMA; b.) por ou outra forma de comunicação eletrônica, instantânea ou não, que não seja o PORTAL DO MAGISTRADO; c.) enviada por fax ou malote. 2. As declarações nos termos do art. 81, 1º do Regimento Interno do Tribunal de Justiça (endereço residencial, não ter autos conclusos fora do prazo e não ter dado causa a adiamento injustificado de audiências) e a justificativa nos termos do art. 81, 2º do Regimento Interno do Tribunal Justiça (caso haja processos além do prazo legal), deverão ser feitas no PORTAL DO MAGISTRADO, em campo próprio. 3. O Magistrado promovido deverá fixar residência na Comarca no prazo de 60 (sessenta) dias, nos termos do artigo 93, inciso VII da Constituição Federal. NOTA: Os cargos de 1º JUIZ DE DIREITO AUXILIAR DE JUNDIAÍ, VARA DO JÚRI, EXECUÇÕES CRIMINAIS E DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE DE BRAGANÇA PAULISTA, 3ª VARA CÍVEL DE FERNANDÓPOLIS e 1ª VARA CÍVEL DE ITATIBA são decorrentes de remoção e, nos termos do artigo 81 da Lei Orgânica da Magistratura Nacional, serão preenchidos por promoção, sem novos pedidos de remoção. Secretaria da Magistratura - SEMA, 13 de julho de EDITAL - CONCURSO Nº 26/2015 POR DELIBERAÇÃO DO EGRÉGIO CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA, ACHAM-SE abertas, a partir de 15 de julho de 2015, na Secretaria da Magistratura - SEMA, pelo prazo de 05 (cinco) dias, até às 18 horas do dia 20 de julho de 2015 (segunda-feira), as inscrições de Juízes de Direito que, tendo as condições legais (artigo 81 e seguintes do Regimento Interno), pretendam requerer REMOÇÃO e PROMOÇÃO para provimento das seguintes vagas de ENTRÂNCIA INICIAL: ANTIGUIDADE AGUAÍ APIAÍ 1ª VARA DE BROTAS CERQUILHO FARTURA 2ª VARA DE ITÁPOLIS ITAPORANGA 1ª VARA DE ITARARÉ 1ª VARA DE MIRACATU 1ª VARA DE MONGAGUÁ 2ª VARA DE MONGAGUÁ 1ª VARA DE PANORAMA 2ª VARA DE PANORAMA PAULO DE FARIA 2ª VARA DE PROMISSÃO 1ª VARA DE RANCHARIA FORO DISTRITAL - ARTUR NOGUEIRA (MOGI MIRIM) FORO DISTRITAL - BURI (ITAPEVA) FORO DISTRITAL - ITARIRI (ITANHAÉM) MERECIMENTO 1ª VARA DE BARIRI 2ª VARA DE BARRA BONITA CHAVANTES 1ª VARA DE DRACENA 1ª VARA DE ESPÍRITO SANTO DO PINHAL

4 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição ª VARA DE GUARÁ IPAUÇU 2ª VARA DE ITARARÉ 1ª VARA DE MARTINÓPOLIS 2ª VARA DE MARTINÓPOLIS 1ª VARA DE MIRANDÓPOLIS 2ª VARA DE PACAEMBU PALESTINA 2ª VARA DE PALMITAL 1ª VARA DE PARAGUAÇU PAULISTA 1ª VARA DE PIRAJU ROSANA TEODORO SAMPAIO FORO DISTRITAL - PINHALZINHO (BRAGANÇA PAULISTA) FORO DISTRITAL - SALESÓPOLIS (SANTA BRANCA) FORO DISTRITAL - BASTOS (TUPÃ) FORO DISTRITAL - FLÓRIDA PAULISTA (ADAMANTINA) FORO DISTRITAL - ITABERÁ (ITAPEVA) FORO DISTRITAL - CONCHAL (MOGI MIRIM) OBSERVAÇÃO:- 1. Somente serão aceitas inscrições efetuadas pela Internet, com a utilização do PORTAL DO MAGISTRADO, disponível para acesso no seguinte endereço eletrônico: ATENÇÃO: não será aceita inscrição: a.) por ofício ou requerimento em papel, ainda que levado a protocolo pessoalmente na SEMA; b.) por ou outra forma de comunicação eletrônica, instantânea ou não, que não seja o PORTAL DO MAGISTRADO; c.) enviada por fax ou malote. 2. As declarações nos termos do art. 81, 1º do Regimento Interno do Tribunal de Justiça (endereço residencial, não ter autos conclusos fora do prazo e não ter dado causa a adiamento injustificado de audiências) e a justificativa nos termos do art. 81, 2º do Regimento Interno do Tribunal Justiça (caso haja processos além do prazo legal), deverão ser feitas no PORTAL DO MAGISTRADO, em campo próprio. 3. O Magistrado promovido deverá fixar residência na Comarca no prazo de 60 (sessenta) dias, nos termos do artigo 93, inciso VII da Constituição Federal. NOTA: O cargo de JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA DE GUARÁ, é decorrente de remoção e, nos termos do artigo 81 da Lei Orgânica da Magistratura Nacional, será preenchido por promoção, sem novos pedidos de remoção. Secretaria da Magistratura - SEMA, 13 de julho de COMUNICADO Nº 399/2015 Comunicamos aos Excelentíssimos Senhores Magistrados as instruções que deverão ser observadas para inscrição eletrônica ao concurso de promoção e remoção. ENDEREÇO ELETRÔNICO: AJUDA Tela de Login Conecte seu Certificado Digital ao computador e informe sua Senha de PIN. Caso tenha problemas para acesso através do Certificado Digital, o acesso pode ser feito através da identificação de Usuário (matrícula) e Senha (que deve ser requisitada pelo No caso de dificuldade no acesso, entre em contato com a Central de Atendimento, pelos telefone: (11) ramais 202, 232, 245, 250 e 251 ou pelo Tela de Identificação Depois de confirmada sua identificação, estará disponível o acesso ao Portal do Magistrado. Na parte superior da tela, selecione o item Concursos, e siga os passos abaixo, para inscrição ou ajuste de inscrição: Consultar Podem ser consultados todos os concursos, passados e atuais. Automaticamente o Portal do Magistrado apresenta os concursos que estão publicados. Caso deseje visualizar outro concurso, indique o número, ou período, do concurso que deseja acessar.

5 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição Nova inscrição Para iniciar a inscrição no concurso, basta clicar sobre o concurso desejado, abrirá um campo com as informações do concurso: edital, grade de inscritos (que é ordenada à medida que as inscrições são concluídas) e o botão INSCRIÇÃO. Acione o botão inscrição, para iniciar o cadastramento, seguindo os 5 passos abaixo. Ajuste Ao consultar concursos nos quais o Magistrado se inscreveu eletronicamente, e que ainda estão em vigência, será possível consultar a inscrição ou efetuar ajustes. O ajuste só é disponibilizado, após a inscrição concluída, seguindo o mesmo procedimento da inscrição. Desistência Durante o período de desistência, ao consultar serão relacionados os concursos nos quais o Magistrado se inscreveu eletronicamente, onde será possível efetuar a desistência da inscrição. Telas de Inscrição / Ajuste São 5 (cinco) passos: Passo 1 Atualização Cadastral São apresentados os dados pessoais do Magistrado como nome, matrícula, endereço e afins. Caso os dados apresentados estejam incorretos, o Magistrado pode efetuar a atualização nesta mesma tela, clicando na palavra escrita em vermelho clique aqui. Se o endereço estiver incorreto, favor editar o endereço clicando no lápis no lado direito da tela (abre a edição), informe a data fim do endereço, desmarque a opção Principal e clique no botão adicionar para informar o novo endereço, não esqueça de informar a data de início e marcar a opção Principal. Passo 2 Escolha das Vagas São dois quadros: o primeiro, acima, com todas as vagas disponíveis para inscrição, o segundo, com as opções feitas pelo Magistrado. Vagas por merecimento e por antiguidade ficam em quadros separados. Inscrição: a inscrição é feita individualmente para cada vaga ou coletivamente para todas as vagas, usando as setas voltadas para baixo, colocadas entre os quadros (a seta simples é usada para inscrição individual e a seta dupla para inscrição coletiva). Exclusão para excluir uma ou mais opções de vagas, o Magistrado procederá da mesma maneira que para a inscrição, usando, porém, as setas voltadas para cima. Alteração da ordem de preferência o Magistrado deve selecionar a vaga cuja ordem de preferência queira alterar e, em seguida, acionar uma das setas colocadas à direita do quadro direito (a seta para cima serve para elevar a posição daquela vaga e a seta para baixo diminui o número de classificação dessa vaga). Passo 3 Declarar se detém ou não autos conclusos fora do prazo legal. Escolher uma das opções abaixo: 1- Declaro nos termos do artigo 81, 1º do RITJSP, que não detenho autos conclusos fora do prazo legal e que não dei causa a adiamento injustificado de audiência. 2 - Declaro nos termos do artigo 81, 1º do RITJSP, que detenho autos conclusos fora do prazo legal e que não dei causa a adiamento injustificado de audiência. No caso da opção 2, abrirá um campo onde deverá ser apresentada a justificativa. Estando de acordo, tecle no botão Próximo. Passo 4 Conferir e Salvar São apresentados todos os dados referentes à inscrição, que deverão ser conferidos minuciosamente pelo Magistrado. Estando de acordo, tecle no botão Salvar para efetivar a sua inscrição. Passo 5 Protocolo O sistema retornará o número do protocolo, comprovando a inscrição para o concurso. Teclando no botão Imprimir será visualizado o ofício enviado para a SEMA - Secretaria da Magistratura, com todas as informações pertinentes à inscrição. Sua inscrição está finalizada. Selecione o item Concursos -> Consultar para alterações, consultas ou novas inscrições. Clique em Sair para encerrar.

6 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição SECRETARIA DA PRIMEIRA INSTÂNCIA PORTARIA Nº 9.167/2015 O DESEMBARGADOR JOSÉ RENATO NALINI, PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO que a Constituição Federal assegura a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade na tramitação (art. 5º, inciso LXXVIII); CONSIDERANDO que, diante das normas processuais do novo Código de Processo Civil, o Juiz é responsável por assegurar a duração razoável do processo; CONSIDERANDO que as execuções fiscais correspondem ao maior número de processos cujo andamento é mais lento; RESOLVE: Artigo 1º - Instituir Comissão Preparatória de Gestão de Processos de Execução Fiscal à luz do Novo Código de Processo Civil, que será responsável pela construção de rotinas de trabalho que assegurem a tramitação dos feitos em tempo razoável; Artigo 2º - A comissão será formada pelo Desembargador Pedro Cauby Pires de Araújo, Juízas Assessoras da Presidência, Maria Fernanda de Toledo Rodovalho e Alexandra Fuchs de Araújo, e pela Assistente Jurídico Marcela Moreira Fiorotto. Artigo 3º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em sentido contrário. São Paulo, 07 de julho de JOSÉ RENATO NALINI Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo Subseção II: Atos e comunicados da Corregedoria Geral da Justiça SEMA DESPACHO Nº Processo Físico - Apelação - Guarulhos - Apelante: Guarubel Imóveis Ltda - Apelado: 1º Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de Guarulhos - O Excelentíssimo Senhor Desembargador Corregedor Geral da Justiça, em 08/07/2015, proferiu o seguinte despacho: Vistos. As partes e os seus procuradores ficam cientes de que este recurso, assim como os que dele forem originados, poderão receber julgamento pelo sistema virtual (art. 154 e do CPC), e eventual oposição deverá ser formalizada por meio de petição, no prazo de dez dias (Res. nº 549/ TJSP, art. 2º). O silêncio será interpretado como anuência para adoção desse procedimento. Intimem-se. - Magistrado(a) Elliot Akel - Advs: Wainer Alves dos Santos (OAB: /SP) - Wania Clarice da Silva Santos (OAB: /SP) DICOGE Comunicado CG nº 883/2015. Processo nº /2010 A Corregedoria Geral da Justiça determina a todos os Magistrados responsáveis pelos Juízos Criminais constantes da relação abaixo que, no prazo de 05 (cinco) dias, improrrogáveis, e sob pena de responsabilidade funcional, prestem ao E. Conselho Nacional de Justiça as informações relativas ao Sistema Nacional de Controle de Interceptações Telefônicas, de Sistema de Informática e Telemática, inclusive as negativas, previstas na Resolução nº 59 daquele E. Órgão. Relação das Unidades Judiciárias pendentes de informações no Sistema Nacional de Controle de Interceptações Telefônicas e Telemática do C.N.J., no mês de JUNHO/2015. Comarca/Subseção ALTINÓPOLIS ATIBAIA BARUERI Vara VARA ÚNICA-FORO DISTRITAL DE JARINU Criminal

7 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição BARUERI BEBEDOURO BRAGANCA PAULISTA BROTAS BURITAMA CABREUVA CAJURU CAMPINAS CAMPINAS CAPIVARI CARAGUATATUBA CARAPICUIBA CASA BRANCA CATANDUVA CERQUEIRA CESAR CRUZEIRO DRACENA DUARTINA EMBU DAS ARTES FRANCA GARCA GUARARAPES GUARULHOS ILHA SOLTEIRA INDAIATUBA IPAUCU ITANHAEM ITAPECERICA DA SERRA JUNDIAI LIMEIRA MIGUELOPOLIS MOJI-MIRIM MONTE APRAZIVEL MONTE AZUL PAULISTA NHANDEARA PALMEIRA D OESTE PATROCINIO PAULISTA PENAPOLIS PILAR DO SUL PIRASSUNUNGA PONTAL PROMISSAO RIBEIRAO PIRES RIBEIRAO PRETO SANTA BARBARA D OESTE SANTA FE DO SUL SAO BERNARDO DO CAMPO SAO JOSE DOS CAMPOS SAO PAULO SAO PAULO SAO PAULO SAO PAULO SAO PAULO SAO SEBASTIAO SAO SIMAO SOROCABA SUMARE TUPÃ UBATUBA URANIA 2ª Vara-Foro Distrital de Jandira 2ª Vara Vara do Júri/Exec./Inf. Juv. 1ª VARA-FORO DISTRITAL DE PAULÍNIA 5ª Vara Criminal 2ª Vara VARA CRIMINAL 2ª Vara -Foro Distrital de Tabapuã 2ª Vara 3ª Vara 2ª Vara 2ª Vara 3ª Vara 2ª VARA JUDICIAL DO FORO DISTRITAL DE CAJAMAR VARA ÚNICA-FORO DISTRITAL DE ARTUR NOGUEIRA 2ª Vara 3ª Vara 2ª Vara 3ª Vara 2ª Vara do Júri e das Execuções Criminais Vara do Júri/Execuções Criminais Vara Ùnica-Foro Distrital de Parelheiros VARA DO FORO CENTRAL DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER 1ª VARA DA REGIÃO LESTE 1 DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER -Foro Criminal Central 24ª Vara Criminal-Foro Criminal Central Vara Criminal 4ª Vara Criminal Vara Criminal 3ª Vara

8 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição Comunicado CG nº 884/2015. Processo nº /2010 A Corregedoria Geral da Justiça alerta os Juízes de Direito do Estado de São Paulo, com jurisdição de Execução Criminal, da necessidade de serem prestadas, regularmente, as informações das condições dos Estabelecimentos Penais solicitadas pelo Cadastro Nacional de Inspeções nos Estabelecimentos Penais, de que trata a Resolução nº 47 de 18 de dezembro de 2007 do Conselho Nacional de Justiça, bem como determina que sejam regularizadas as pendências constantes na relação abaixo, no prazo de 05 (cinco) dias, sob pena de responsabilidade funcional. Relação das Unidades Judiciárias pendentes de informações no Cadastro Nacional de Inspeções nos Estabelecimentos Penais, no mês de JUNHO/2015. Comarca/Subseção ALTINÓPOLIS CAJURU CARAPICUIBA DEECRIM - 3ª RAJ DEECRIM - 3ª RAJ MONTE MOR PAULINIA Estabelecimento CADEIA PÚBLICA DE ALTINÓPOLIS CADEIA PÚBLICA FEMININA DE CAJURU CADEIA PÚBLICA DE CARAPICUÍBA PENITENCIÁRIA MASCULINA DE BERNARDINO DE CAMPOS PENITENCIÁRIA MASCULINA DE TAQUARITUBA CADEIA PÚBLICA FEMININA DE MONTE MOR CADEIA PUBLICA DE PAULINIA DICOGE 1.1 Diante do decidido em expediente próprio, publica-se o Edital de Corregedores Permanentes que segue: SERTÃOZINHO Diretoria do Fórum Secretaria Seção de Distribuição Judicial Cível 1º Ofício Cível Oficial de Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica 2ª Vara Cível 2º Ofício Cível Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelião de Notas do Município de Barrinha Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelião de Notas do Município de Dumont 3ª Vara Cível 3º Ofício Cível Setor de Execuções Fiscais 1º Tabelião de Notas e de Protesto de Letras e Títulos 2º Tabelião de Notas e de Protesto de Letras e Títulos Criminal Júri Execuções Criminais Polícia Judiciária e Presídios Ofício Criminal (executa os serviços auxiliares das 1ª e 2ª Varas Criminais) Infância e Juventude Casas de Abrigo e Fundação Casa (CASA Sertãozinho Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente de Sertãozinho) Vara do Juizado Especial Cível e Criminal Juizado Especial Cível e Criminal DICOGE 2 PROCESSO Nº 2015/35313 (Processo nº 1/13) CAPITAL MARCELA CASTRO MARTINS, Agente Administrativo Judiciário, lotada no 14º Ofício Criminal. Decisão de 01/07/2015 Aprovo o parecer da MM. Juíza Assessora da Corregedoria Geral da Justiça e, por seus fundamentos, que adoto, dou provimento ao recurso interposto pela servidora MARCELA CASTRO MARTINS, função Agente Administrativo Judiciário, lotada no 14º Ofício Criminal Central da Comarca da Capital, matrícula nº F, a fim de alterar a sanção administrativa aplicada para pena de suspensão por 60 (sessenta) dias convertida em multa, na base de 50% (cinquenta por cento) por dia de vencimento ou remuneração, com fundamento no artigo 254, 2º da Lei Estadual nº /1968, por violação dos deveres funcionais previstos no artigo 241, incisos I, VI, XII e XIV, da Lei

9 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição Estadual nº /1968. Intimem-se. (a) HAMILTON ELLIOT AKEL, Corregedor Geral da Justiça. Advogado (a): FABIO DE OLIVEIRA SAAD - OAB/SP e APARECIDA MORAIS ROMANCINI OAB/SP PROCESSO Nº 2015/43163 (Processo nº 2/13) CAPITAL LISIANE GLAUCE DE MOURA CORREIA, Escrevente Técnico Judiciário, lotada no 14º Ofício Criminal. Decisão de 06/07/2015 Aprovo o parecer da MM. Juíza Assessora da Corregedoria Geral da Justiça e, por seus fundamentos, que adoto, dou provimento ao recurso interposto pela servidora LISIANE GLAUCE DE MOURA CORREIA, função Escrevente Técnico Judiciário, lotada no 14º Ofício Criminal Central da Comarca da Capital, matrícula nº A, a fim de alterar a sanção administrativa aplicada para pena de suspensão por 20 (vinte) dias convertida em multa, na base de 50% (cinquenta por cento) por dia de vencimento ou remuneração, com fundamento no artigo 254, 2º da Lei Estadual nº /1968, por violação dos deveres funcionais previstos no artigo 241, inciso III, da Lei Estadual nº /1968. Intimem-se. (a) HAMILTON ELLIOT AKEL, Corregedor Geral da Justiça. Advogado (a): FABIO DE OLIVEIRA SAAD - OAB/SP e APARECIDA MORAIS ROMANCINI OAB/SP COMUNICADO CG nº 881/2015 (Processo nº 2015/74878) A Corregedoria Geral da Justiça PUBLICA, para conhecimento dos MM. Juízes de Direito e servidores em geral, a Portaria SPTC nº 63 de 30 de abril de 2015, publicada no Diário Oficial do Estado em 05 de maio de Portaria SPTC-63, de Dispõe sobre os procedimentos de recebimento de materiais e emissão de laudos de substâncias entorpecentes no âmbito da Superintendência da Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo O Superintendente da Polícia Técnico-Científica Considerando o disciplinado no Título VII (Da Prova) do Código de Processo Penal, na Lei Federal , de , na Resolução SSP- 336, de e na Portaria DGP-35, de ; Considerando que cabe à Polícia Civil e à Polícia Técnico-Científica adotarem procedimentos visando a garantia da autenticidade dos materiais que deverão ser submetidos a exames, desde a coleta até o final das perícias a serem realizadas; e Considerando que se deve adotar medidas visando prevenir a falsificação, perda, alteração ou contaminação do material apreendido que será submetido aos exames periciais, mantendo-se a cadeia de custódia da prova, resolve: Art. 1º Os materiais suspeitos, envolvidos em ocorrências abrangidas pela Lei /2006, a serem encaminhados às Unidades Periciais do Instituto de Criminalística para as devidas análises químico-toxicológicas deverão, necessariamente, ser acondicionados em embalagens transparentes, de forma a se visualizar todo o seu conteúdo, devida e corretamente lacradas. Art. 2º Serão recebidas em 3 (três) vias as requisições de exames correspondentes, devendo delas constar, obrigatoriamente: I Número do procedimento de Polícia Judiciária ou Militar (necessariamente BO, TC, IP ou IPM) a que se refere à apreensão; II Nome(s) do(s) indiciado(s) ou averiguado(s), nos casos de autoria conhecida, devendo indicar de forma clara a existência de menor(es) de idade envolvido(s); III Peso bruto correspondente à soma dos materiais, da embalagem que acondiciona estes materiais e dos lacres utilizados ou, em caso de impossibilidade da pesagem, os motivos do impedimento, que deverãoser mencionados no respectivo laudo; IV Número(s) do(s) lacre(s) presente(s) na(s) embalagem(s); V Descrição do material encaminhado; VI Objetivo da perícia; VII Data e hora da ocorrência VIII Data e hora da solicitação do exame; IX Nome da Autoridade requisitante e sua assinatura. Art. 3º Nas ocorrências que envolvam mais de um tipo de substância a ser analisada, os materiais deverão ser encaminhados, de acordo com sua natureza e aspecto, em embalagens individualizadas e conforme descrito no auto de exibição e apreensão. Parágrafo único. Nas ocorrências que envolvam mais de um suspeito, caso seja relevante para a investigação criminal apontar as quantidades apreendidas com cada indivíduo, os materiais, igualmente, deverão ser encaminhados separadamente para análise. Art. 4º Em casos em que haja necessidade de exames em peças relacionadas às substâncias entorpecentes, as mesmas deverão ser encaminhadas separadamente, devidamente lacradas, devendo ser esclarecido o objetivo da perícia nas requisições de exame. Art. 5º Em função do alto risco biológico, os materiais provenientes ou extraídos de corpo humano, por suas características infectantes deverão, necessariamente, conter indicação do termo risco biológico ou similar na respectiva requisição e, sempre que possível, ser encaminhados previamente higienizados. Art. 6º Caracteriza impedimento para o recebimento do material: I Rasuras nas requisições de exame periciais; II Embalagem(s) violada(s) ou com lacre(s) ineficiente(s); III Eventuais discrepâncias entre os materiais descritos nas requisições periciais e aqueles encaminhados à perícia; IV Omissão das informações apontadas no artigo 2º desta Portaria; V Inobservância dos procedimentos descritos no artigo 3º desta Portaria. Parágrafo único. Nos casos previstos neste artigo, será lavrado um Termo de Devolução (ANEXO I), sendo restituído às Autoridades requisitantes as requisições e os respectivos materiais.

10 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição Art. 7º Recebido o material, e posicionando-o sobre balança de pesagem apropriada, o responsável pela perícia o fotografará novamente, de forma a se visualizar as condições da embalagem, do lacre e o peso bruto do material, podendo tais fotografias instruir os respectivos laudos. Art. 8º Após a conferência dos dados obrigatórios contidos na requisição e a realização dos exames, o Perito Criminal providenciará a retirada de uma alíquota de 2,0 (dois) gramas ou outra representativa do material encaminhado, que servirá para eventual contraperícia, devendo tal informação constar nos respectivos laudos. 1º. Após o exame, a droga, embalagens e os respectivos lacres deverão ser novamente acondicionados em embalagem plástica e receber novo lacre numerado da SPTC, devendo o material ser retirado pela Autoridade responsável ou seu representante mediante o preenchimento de guia de remessa correspondente. 2º. Deverá o Perito inserir cópia(s) do(s) laudo(s) confeccionado(s) no interior do(s) invólucro(s) e, ainda, rubricar, de próprio punho, o(s) lacre(s) do(s) material(is) antes de proceder à devida devolução. Art. 9º Do laudo de constatação provisória deverão constar os pesos bruto e líquido, os números dos lacres recebidos da Autoridade Policial e daqueles colocados pelos Peritos Criminais das unidades da SPTC e, quando possível, a identificação da(s) substância(s). Art. 10. Em caso de rompimento do invólucro que contenha o material periciado, ocorrido posteriormente à retirada do laudo, fica vedada nova lacração por parte das unidades subordinadas do Instituto de Criminalística. Art. 11. Esta Portaria entrará em 30 dias após a sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário, comunicandose, por ofício e com cópia da presente Portaria, para ampla publicidade, as Instituições: Secretaria de Segurança Pública, Polícias Civil e Militar, Tribunal de Justiça, Corregedoria Geral de Justiça e DIPO, Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). (17, 21 e 23/07/2015) COMUNICADO CG nº 882/2015 (Processo nº 2014/76268) A Corregedoria Geral da Justiça comunica aos Juízes com competência para processar feitos que tratem de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, e servidores em geral, que observem o cumprimento da Lei Estadual nº /2014 (que trata da inserção das medidas protetivas de urgência previstas na Lei /2006 nos sistemas de informações da Secretaria de Segurança Pública), devendo comunicar o Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt IIRGD todas as medidas protetivas fixadas, assim como a reconsideração delas (artigo 22 e incisos da Lei /2006), exclusivamente através do endereço eletrônico mencionando os dados essenciais do processo, como qualificação completa do agressor, a identificação da vara, o número do processo, o nome do magistrado, a data da decisão e especialmente a medida protetiva imposta. Para preservar a segurança da comunicação, as mensagens devem ser encaminhadas através da caixa postal institucional do TJSP com as opções de confirmação de entrega e leitura. As mensagens enviadas e seus comprovantes de entrega e leitura devem ser anexados aos autos. As medidas protetivas fixadas nos plantões judiciais deverão ser comunicadas ao IIRGD pelo juízo competente para o processamento da futura ação penal. LEI Nº , DE 16 DE MAIO DE 2014 Institui o procedimento de inserção, nos sistemas de informação da Secretaria da Segurança Pública, das medidas protetivas de urgência previstas na Lei Federal nº , de 2006, expedidas pelo Poder Judiciário do Estado. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo, nos termos do artigo 28, 7º, da Constituição do Estado, a seguinte lei: Artigo 1º - Para efeito do disposto no artigo 22 e incisos da Lei federal nº , de 7 de agosto de 2006, fica instituído o procedimento de inserção, nos sistemas de informação da Secretaria da Segurança Pública, das medidas protetivas de urgência aplicadas pelo Poder Judiciário contra o agressor. Parágrafo único - As informações descritas no caput deverão estar à disposição para fácil consulta das polícias civil e militar, no intuito da efetivação das medidas protetivas prescritas no artigo 22 e incisos da Lei federal nº , de 7 de agosto de Artigo 2º - O Poder Executivo regulamentará esta lei no prazo de 90 (noventa) dias, contado a partir de sua publicação. Artigo 3º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Palácio dos Bandeirantes, 16 de maio de GERALDO ALCKMIN Fernando Grella Vieira Secretário da Segurança Pública Eloisa de Sousa Arruda Secretária da Justiça e da Defesa da Cidadania Edson Aparecido dos Santos Secretário-Chefe da Casa Civil Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, aos 16 de maio de 2014.

11 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição (17, 21 e 23/07/2015) COMUNICADO CG nº 885/2015 (Processo nº 2015/56962) A Corregedoria Geral da Justiça PUBLICA, para conhecimento dos MM. Juízes de Direito e servidores em geral, o Ofício Circular nº 023/CNJ/COR/2015, oriundo do Conselho Nacional de Justiça.

12 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição

13 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição COMUNICADO CG nº 887/2015 PROCESSO nº1976/02 CORREGEDORIA DOS PRESÍDIOS E DA POLÍCIA JUDICIÁRIA A Corregedoria Geral da Justiça COMUNICA, o CREDENCIAMENTO dos médicos psiquiatras habilitados a realizar exames de sanidade mental por nomeação judicial, nos termos do decreto nº /2008 e Resolução SS 062/2008, pertencente ao Departamento Regional de Saúde de São João da Boa Vista DRS XIV. Doutora LISANDRA FRAZÃO BRUNELLI, RG nº , CREMESP nº Doutor IVAN RAMOS DE OLIVEIRA, RG nº , CREMESP nº Área de atuação: Casa Branca, São José do Rio Pardo, Aguaí, Espírito Santo do Pinhal, São Sebastião da Grama, São João da Boa Vista, Vargem Grande do Sul, Mogi Mirim, Itapira e Mogi Guaçu. COMUNICADO CG nº 888/2015 PROCESSO nº1976/02 CORREGEDORIA DOS PRESÍDIOS E DA POLÍCIA JUDICIÁRIA A Corregedoria Geral da Justiça COMUNICA, o DESCREDENCIAMENTO dos médicos psiquiatras habilitados a realizar exames de sanidade mental por nomeação judicial na área de abrangência do Departamento Regional de Saúde de CAMPINAS DRS VII, nos termos do Decreto nº /94 e Resolução SS 468/94, conforme Comunicados nº 951 e 1164/2002, publicados no DOJ, datados de 16/08 e 18/09/2002 (Caderno I Parte I). Doutor LUIZ CARLOS PILLEGI FORTE, RG nº , CREMESP nº Doutor PAULO SÉRGIO CALVO, RG nº , CREMESP nº Doutor HILTON REINALDO RODRIGUES GAVIOLLI, RG nº , CREMESP nº Doutora TERESA CRISTINA CARUSO LEÃO, RG nº , CREMESP nº INFORMA, também, o DESCREDENCIAMENTO em virtude de falecimento, do referido Departamento Regional de Saúde de CAMPINAS, conforme publicação dos Comunicados nº 951 e 1113/2002, publicados no DOJ de 16/08 e 11/09/2002 (Caderno I Parte I). Doutor ANTONIO VERIANO PEREIRA NETO, RG , CREMESP COMUNICADO CG Nº 854/2015 (Processo nº. 2015/ SPI) A Corregedoria Geral da Justiça COMUNICA aos magistrados, dirigentes e servidores de Unidades que processam feitos da competência Criminal em geral e Execução Criminal, que a partir da implantação do projeto eletrônico, objeto do projeto 100% Digital, deverão proceder à migração por demanda dos processos que se enquadrem nas situações elencadas à Unidade Regional DEECRIM, procedendo nos seguintes termos: I - com a implantação do processo digital na competência execução criminal, fica determinada a migração dos dados do sistema SIVEC para o sistema SAJ, de forma gradativa, procedendo a Unidade de origem à migração dos processos sob demanda, complemento dos cadastros e digitalização de peças para posterior encaminhamento ao Cartório/Seção do Distribuidor para redistribuição à Unidade Regional do Departamento Estadual de Execução Criminal DEECRIM, na seguinte conformidade: I.1 recebimento de nova guia de recolhimento para executado que tenha em ANDAMENTO até 3 guias de recolhimento na Unidade que processa os feitos de competência Execução Criminal no Foro local período compreendido do início da implantação do processo digital ao 6º mês após a implantação; I.2 recebimento de nova guia de recolhimento para executado que tenha em ANDAMENTO até 6 guias de recolhimento na Unidade que processa os feitos de competência Execução Criminal no Foro local período compreendido do 7º ao 12º mês após a implantação; I.3 recebimento de nova guia de recolhimento para executado, independentemente da quantidade de execuções em andamento, na Unidade que processa os feitos de competência Execução Criminal no Foro local a partir do 13º mês após a implantação; II todas as guias de recolhimento serão padronizadas e deverão ser geradas no Ofício Criminal/Judicial pelo sistema SAJ/PG5, para encaminhamento via institucional, mesmo quando destinadas à Unidade que ainda remanescerão com o processamento físico, bem como a remessa de peças faltantes ou complementares, cabendo a essa unidade a impressão para autuação e processamento físico no sistema SIVEC. III depois da finalização dos cadastros e digitalização das peças para encaminhamento ao Cartório/Seção do Distribuidor local, os autos físicos deverão permanecer na Unidade de origem por 90 (noventa) dias, findo o qual deverão ser remetidas ao arquivo. COMUNICA, ainda, que para realização da migração apontada no item I deste, deverão ser observadas as seguintes etapas: 1 pesquisa de processo de execução no sistema SIVEC e no sistema SAJ; 2 geração da folha de antecedentes (F.A.) e cálculo de pena atualizado em formato.pdf, para serem juntados como peça inaugural do processo somador ; 3 confirmação se todos os Mandados de Prisão foram transmitidos eletronicamente pelo SIVEC, retransmitindo quando necessário;

14 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição regularização da baixa da execução, nos casos em que tenha sido declarada a extinção da pena por decisão judicial, no sistema SIVEC; 5 cadastro da nova guia de recolhimento no sistema SAJ; 6 acionamento do executável de migração, com indicação, no sistema SIVEC, do processo referência, escolhido dentre os mais antigos, aquele que tiver guia de recolhimento definitiva ou caso não exista nenhum processo nessa condição, aquele que tiver a guia provisória mais antiga; 7 no sistema SAJ, a escolha do processo somador; deverá ser dentre os mais antigos, aquele que tiver guia de recolhimento definitiva ou caso não exista nenhum processo nessa condição, aquele que tiver a guia provisória mais antiga; 8 realização dos cadastros: 8.a novos: eventos do histórico de parte na fase de execução e, caso a guia de recolhimento não tenha sido expedida pelo sistema SAJ, também os eventos do processo de conhecimento. 8.b complementares: qualificação do executado em caso de divergência com os apontamentos da F.A., em razão da migração dos dados de qualificação do processo de conhecimento no SAJ, quando tenha havido processamento no mencionado sistema; eventos no histórico de partes, caso não haja elementos para migração; 9 expedição de ofício de comunicação acerca do novo processo de execução ao IIRGD; 10 digitalização integral dos autos do processo de execução, inclusive apensos, salvo aquele destinado à juntada de ofícios expedidos, quando houver; 11 encaminhamento ao Cartório/Seção do Distribuidor para redistribuição ao DEECRIM; 12 redistribuição do processo de execução no sistema SIVEC para o foro Migração SIVEC/SAJ ; 13 recebimento pelo Escrivão/Oficial do processo SIVEC no foro Migração SIVEC/SAJ (a partir deste momento, o processo ficará disponível para consultas, não mais sendo apontado em certidões, nem consulta pela internet); 14 encaminhamento do processo físico ao arquivo decorridos 90 dias da redistribuição ao DEECRIM; COMUNICA, ainda, que para análise do contido no item I, ou seja, o andamento de até 3 processos de execução em andamento, independe a data do recebimento e do quantitativo de guias para cadastro; COMUNICA, ainda, que caso haja recebimento de guia de recolhimento por institucional e o processo do executado não se enquadre na situação de migração do sistema SIVEC para o sistema SAJ, a Unidade deverá providenciar a impressão das peças para autuação, cadastro e processamento no suporte físico no sistema SIVEC; COMUNICA, ainda, que antes de iniciar qualquer novo cadastro de guia de recolhimento, deverá proceder à pesquisa necessária e verificação de enquadramento na hipótese de migração sob demanda, não sendo permitido o cadastro e andamento no sistema SAJ (físico ou digital) pela Unidade local. COMUNICA, finalmente, que para os casos em que há processo de execução em Juízo diverso daquele que procederá a migração de dados, com apontamento de qualquer situação, deverá ser solicitado o envio físico dos autos para a Unidade local, para o cadastro e digitalização necessários, vez que serão redistribuídos àquele juízo via sistema. Dúvidas podem ser dirimidas pelo telefone (11) (13, 15 e 17/072015) DICOGE 5.1 COMUNICADO CG Nº 901/2015 A Corregedoria Geral da Justiça determina ao Senhor Oficial de Registro de Imóveis da Comarca a seguir descrita que preste as informações devidas junto à Central da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo - ARISP, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, sob pena de falta grave: COMARCA CAFELÂNDIA PENDÊNCIA Solicitação de certidões pendentes de respostas, que ultrapassam o prazo de 08 (oito) dias SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D, SPH D SECRETARIA DA PRIMEIRA INSTÂNCIA COMUNICADO SPI Nº 40/2015 (Protocolo CPA 2015/ ) DESTINADO EXCLUSIVAMENTE ÀS UNIDADES QUE PROCESSAM FEITOS DIGITAIS DAS COMPETÊNCIAS: EXECUÇÃO FISCAL ESTADUAL E EXECUÇÃO FISCAL MUNICIPAL A Secretaria da Primeira Instância, por ordem da Corregedoria Geral da Justiça, COMUNICA aos magistrados, dirigentes e servidores das Unidades Judiciais que processam feitos digitais das competências Execução Fiscal Estadual e Execução Fiscal Municipal, nos termos dos Comunicados nº 183/2014, 74/2014, 75/2014 e 262/2015, que deverão ser observadas as seguintes orientações:

15 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição Para a configuração da citação postal por Carta AR Digital Unipaginada na aba atos do documento da respectiva Decisão, devem ser utilizados os seguintes modelos, disponibilizados no Sistema SAJ/PG5: Competência Código Nome da Carta Execução Fiscal - Estadual Processo Digital - Carta - Citação - Execução Fiscal - Estadual Execução Fiscal - Municipal - Interior Processo Digital - Carta - Citação - Execução Fiscal - Municipal Interior Execução Fiscal - Municipal - Capital Processo Digital - Carta - Citação - Execução Fiscal - Municipal - Capital 2 - Aguardam-se ajustes no Sistema para a mesclagem automática no corpo da carta de código ( Processo Digital - Carta - Citação - Execução Fiscal - Municipal Interior ) dos dados da Prefeitura local, para que o citando consulte informações sobre pagamento, parcelamento ou recolhimento parcial. 3 - Os modelos abaixo listados ficarão indisponíveis para emissão, finalização e assinatura, a partir de 14/07/2015. Categoria Código do Modelo Nome do Modelo 250 Processo Digital - Carta - Citação - Execução Fiscal Eletrônica - Capital 5 - Cartas 700 Processo Digital - Carta - Citação - Execução Fiscal Eletrônica - Capital 19 Decisão 698 Decisão - Citação - Execução Fiscal Eletrônica 4 Os Manuais para vinculação dos atos e movimentações em modelos de grupo, tabela de movimentações e demais orientações constam disponibilizados na área de Downloads da Secretaria da Primeira Instância no Portal do TJSP, conforme segue: Para competência Execução Fiscal Estadual : link: Download/ Default.aspx/, título: Execução Fiscal Estadual Processo Digital ; Para competência Execução Fiscal Municipal : link: Default.aspx/, título: Execução Fiscal Municipal Processo Digital. Dúvidas poderão ser dirimidas no (15, 17 e 21/07/2015) SEÇÃO II CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA Subseção I Julgamentos SEMA O CONSELHO SUPERVISOR DO SISTEMA DE JUIZADOS ESPECIAIS, em sessão realizada dia 16 de julho de 2015, apreciou, entre outros, os seguintes processos: PROCESSO Nº 08/1998 FORO CENTRAL / JUIZADO ITINERANTE PERMANENTE Autorizou a participação do Juizado Itinerante Permanente do Estado de São Paulo nos eventos: Mega Ação Social, a ser realizado no dia 29/08/2015, nas dependências da Subprefeitura da Mooca, localizada na Rua Taquari, nº 549, Mooca; III Ceudadania Festa Solidária, a ser realizado no dia 28/11/2015, no CEU Vila Curuçá, localizado na Avenida Marecha Tito, nº 3.400, Itaim Paulista; e Ação Social, a ser realizado no dia 12/09/2015, nas dependências do CEI Jardim Kogahara, localizado na Rua das Fermatas, nº 120, Jardim Kogahara, todos nesta Capital. Subseção III - Entrada e Cadastramento de Autos SEMA 1.1 PROCESSOS ENTRADOS EM 14/07/ ; Processo Físico; Apelação; Comarca: Guarujá; Vara: 3ª Vara Cível; Ação : Dúvida; Nº origem: ; Assunto: Registro de Imóveis; Apelante: Alcindo Domingues de Miranda Barreto; Advogado: Deici Jose Branco (OAB: 24729/SP); Advogada: Elizabete Caner Barreto (OAB: /SP); Apelado: Oficial de Registro de Imóveis e Anexos da Comarca de Guarujá;

16 Disponibilização: sexta-feira, 17 de julho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição PROCESSOS ENTRADOS EM 15/07/ ; Processo Físico; Apelação; Comarca: São Paulo; Vara: de Registros Públicos; Ação : Dúvida; Nº origem: ; Assunto: Registro de Imóveis; Apelante: Ademar Gomes; Advogada: Mariana de Carvalho Sobral (OAB: /SP); Advogado: SERGIO MANTOVANI (OAB: 47492/SP); Advogada: Renata Christina Brambilla (OAB: /SP); Advogado: Marcelo Rodrigues Barreto Junior (OAB: /SP); Apelado: 3º Oficial de Registro de Imóveis da Capital; SEÇÃO III MAGISTRATURA Subseção I - MOVIMENTO DOS MAGISTRADOS SEMA 1.3 SEMA DESIGNAÇÕES CAPITAL JUÍZES DE DIREITO AUXILIARES DA CAPITAL Dra. DANIELA DEJUSTE DE PAULA, para auxiliar, 30ª Vara Cível - Capital a partir de 20/07/2015, em substituição ao Dr. Márcio Antonio Boscaro, cessando a designação anterior. Dra. FABIANA KUMAI TSUNO, cessando a designação para assumir, Vara da Região Oeste de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher em 03/08/2015. Dra. GIOVANNA CHRISTINA COLARES, para auxiliar, 2ª Vara Cível do Foro Regional I - Santana de 22/07/2015 a 26/07/2015, em substituição à Dra. Daniela Claudia Herrera Ximenes, cessando no período a designação anterior. Dr. HENRIQUE MAUL BRASILIO DE SOUZA, para auxiliar, da Família e das Sucessões - Capital de 14/07/2015 a 15/07/2015, cessando no período a designação para assumir a mesma Vara. Dr. LUIZ HENRIQUE LOREY, cessando a designação para assumir, Vara da Região Oeste de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de 10/08/2015 a 17/08/2015. Dra. PAULA VELLOSO RODRIGUES FERRERI, para assumir, 20ª Vara Cível - Capital de 23/07/2015 a 24/07/2015, cessando no período a designação para auxiliar a mesma Vara. Dra. PRISCILLA BITTAR NEVES NETTO, para auxiliar, 2ª Vara Cível do Foro Regional XI - Pinheiros de 27/07/2015 a 02/08/2015, em substituição ao Dr. Eduardo Tobias de Aguiar Moeller. Dra. PRISCILLA BUSO FACCINETTO, para responder pelo final do Titular I, 40ª Vara Cível - Capital em 17/07/2015, sem prejuízo de sua vara. Dra. RENATA BARROS SOUTO MAIOR BAIÃO, para auxiliar, 9ª Vara da Família e das Sucessões - Capital a partir de 03/08/2015. Dra. RENATA BARROS SOUTO MAIOR BAIÃO, para auxiliar, 10ª Vara da Família e das Sucessões - Capital a partir de 03/08/2015, sem prejuízo da designação anterior e sem incidência da Resolução nº 618/2013. Dra. RENATA BARROS SOUTO MAIOR BAIÃO, para auxiliar, 1 da Família e das Sucessões - Capital a partir de 03/08/2015, sem prejuízo da designação anterior e sem incidência da Resolução nº 618/2013. Dra. RENATA BARROS SOUTO MAIOR BAIÃO, para auxiliar, 12ª Vara da Família e das Sucessões - Capital a partir de 03/08/2015, sem prejuízo da designação anterior e sem incidência da Resolução nº 618/2013. Dra. RENATA MARTINS DE CARVALHO, para assumir, 6ª Vara da Família e das Sucessões - Capital em 17/07/2015, sem prejuízo da designação anterior, cessando no dia a designação para auxiliar a mesma Vara. Dra. TAMARA PRISCILA TOCCI, para assumir, 2ª Vara Cível do Foro Regional I - Santana de 13/07/2015 a 21/07/2015, cessando no período a designação para auxiliar a mesma Vara. Dra. TATIANA FRANKLIN REGUEIRA, para assumir, Criminal do Foro Regional de Santana de 23/07/2015 a 24/07/2015, sem prejuízo da designação anterior.

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás Dispõe sobre a implantação e estabelece normas para o funcionamento do processo eletrônico no Poder Judiciário do Estado de Goiás. O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, por seu Órgão Especial, no exercício

Leia mais

DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO caderno 1 ADMINISTRATIVO Presidente: José Renato Nalini Ano VIII Edição 1972 São Paulo, terça-feira, 22 de setembro de 2015 www.dje.tjsp.jus.br TRIBUNAL DE JUSTIÇA SPr - Secretaria da Presidência A PRESIDÊNCIA

Leia mais

Manual do Usuário (Perfil TJ) Sistema de Solicitação de Indicação

Manual do Usuário (Perfil TJ) Sistema de Solicitação de Indicação Manual do Usuário (Perfil TJ) Sistema de Solicitação de Indicação A Defensoria Pública do Estado, por meio de sua Assessoria de Convênios, comunica que desenvolveu sistema denominado Sistema de Solicitação

Leia mais

Peticionar Inquérito e Outros Documentos

Peticionar Inquérito e Outros Documentos Peticionar Inquérito e Outros Documentos Este manual se destina a orientar a Polícia Civil a realizar o Peticionamento de Inquéritos e Outros Documentos (exceto Auto de Prisão em Flagrante) para o Tribunal

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 440, DE 30 DE MAIO DE 2005 Dispõe sobre o pagamento de honorários de advogados dativos, peritos, tradutores e intérpretes, em casos de assistência judiciária gratuita e disciplina os procedimentos

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS

IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SAJPG5 PROCESSOS EM PAPEL E PROCESSOS DIGITAIS ORIENTAÇÕES GERAIS No decorrer do ano de 2012/2013 o Plano PUMA implantou sistema único em todo o Estado. Tal sistema abrange área

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 342/SEJUD.GP, DE 27 DE JULHO DE 2010 Regulamenta o processo judicial eletrônico no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR

Leia mais

Belém, 26 de abril de 2012. JOSÉ DE ALENCAR Presidente

Belém, 26 de abril de 2012. JOSÉ DE ALENCAR Presidente PROCESSO TRT P-00968/2012 RESOLUÇÃO Nº 032/2012 APROVA o Provimento nº 01/2012, da Corregedoria Regional deste Egrégio Tribunal, que estabelece procedimentos para recebimento das Petições Iniciais e documentos

Leia mais

PORTARIA COGER N. 36 DE 18 DE ABRIL DE 2006.

PORTARIA COGER N. 36 DE 18 DE ABRIL DE 2006. CORREGEDORIA-GERAL PORTARIA COGER N. 36 DE 18 DE ABRIL DE 2006. Fixa regras de associação e atribuição de processos a Juízes Federais Titular e Substituto e dá outras providências. A EXCELENTÍSSIMA SENHORA

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 02/2009

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 02/2009 INSTRUÇÃO NORMATIVA N 02/2009 Regulamenta os procedimentos relativos à certificação digital, para garantir a segurança das transações eletrônicas realizadas por meio dos sistemas, das aplicações e dos

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 14, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2014.

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 14, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2014. PROVIMENTO CONJUNTO Nº 14, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta os critérios a serem observados no âmbito da Justiça do Trabalho da 4ª Região para operacionalização do Sistema de Investigação de Movimentações

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO INFORMANDO PARA MELHOR ATENDER AO ADVOGADO SECRETARIA DA PRIMEIRA INSTÂNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO INFORMANDO PARA MELHOR ATENDER AO ADVOGADO SECRETARIA DA PRIMEIRA INSTÂNCIA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO INFORMANDO PARA MELHOR ATENDER AO ADVOGADO SECRETARIA DA PRIMEIRA INSTÂNCIA COORDENADORIA DE GESTÃO DO ATENDIMENTO AO PÚBLICO www.tjsp.jus.br

Leia mais

PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. O CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. O CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. Institui a emissão de Certidões Judiciais Cíveis e Criminais, inclusive por meio eletrônico, no âmbito da 1ª Instância do Poder Judiciário do Estado de Alagoas

Leia mais

Guia da internet 2013

Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 1 2 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 3 Região Metropolitana de São Paulo Cajamar Santana de Parnaíba Carapicuíba Presidente Prudente Embu Teodoro

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE IX Envio das Informações e documentos para o TCE VERSÃO 2015 Novembro

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 6/2013/CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 6/2013/CM PROVIMENTO N. 6/2013/CM Revoga o Provimento n. 017/2011/CM e estabelece critérios para a remoção e movimentação interna dos servidores do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso. O EGRÉGIO CONSELHO DA

Leia mais

PROVIMENTO Nº 01/2012

PROVIMENTO Nº 01/2012 PROVIMENTO Nº 01/2012 EMENTA: Dispõe sobre os requisitos mínimos de segurança que deverão existir nos alvarás judiciais e dá outras providências. O CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA, Desembargador Jones Figueirêdo

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014) EMENTA: Implanta o Sistema Processo Judicial Eletrônico-PJe nas Varas Cíveis da Capital e dá outras providências. O Presidente do Tribunal de Justiça

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 149/2010. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, no uso das atribuições legais,

RESOLUÇÃO Nº 149/2010. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, no uso das atribuições legais, RESOLUÇÃO Nº 149/2010 Autoriza a implantação do Processo Eletrônico no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Acre e dá outras providências. O Tribunal de Justiça do Estado do Acre, no uso das atribuições

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para organizar e realizar sessões de julgamento.

Estabelecer critérios e procedimentos para organizar e realizar sessões de julgamento. Proposto por: Analisado por: Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais (DGJUR) Integrante da Comissão de Gestão Estratégica (COGES) Chefe do Poder Judiciário do

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO N.º 01/2010-TJ PODER JUDICIÁRIO Dispõe sobre o controle de frequência dos servidores do Poder Judiciário do Estado do Maranhão. O PRESIDENTE DO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

PORTARIANº 032/2015-DF

PORTARIANº 032/2015-DF PORTARIANº 032/2015-DF O Doutor ARISTEU DIAS BATISTA VILELLA, Juiz de Direito e Diretor do Foro da, no uso de suas atribuições legais, com fundamento nos artigos 52, inciso XV, da Lei nº 4.964, de 26 de

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 14/2015-CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 14/2015-CM PROVIMENTO N. 14/2015-CM Estabelece a rotina de realização das Audiências de Custódia junto à 11ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá. O PRESIDENTE DO CONSELHO DA MAGISTRATURA DO, no uso das suas atribuições,

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 2/2015

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 2/2015 PROVIMENTO CONJUNTO Nº 2/2015 Regulamenta os critérios para operacionalização do Sistema de Investigações Bancárias Simba no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. O PRESIDENTE E O CORREGEDOR

Leia mais

PORTARIA-CONJUNTA Nº 280/2013

PORTARIA-CONJUNTA Nº 280/2013 Publicação: 08/04/13 DJE: 05/04/13 PORTARIA-CONJUNTA Nº 280/2013 Dispõe sobre serviço voluntário no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais, para atendimento de demandas afetas à Copa das

Leia mais

Arquivo Nacional. Manual de Gerenciamento do Banco de Dados

Arquivo Nacional. Manual de Gerenciamento do Banco de Dados 1 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Arquivo Nacional Cadastro Nacional dos Integrantes do Sistema de Gestão de Documentos de Arquivo SIGA Manual de Gerenciamento do Banco de Dados Dá instruções, campo por campo, sobre

Leia mais

Sequência de Atividades:

Sequência de Atividades: Passo a passo para demonstração da forma de inserção do inteiro teor das sentenças no sistema SIDAP-PRODESP. Sequência de Atividades: I) Acessar o Menu Acompanhamento / Sentenças / Cadastro de Sentenças,

Leia mais

Bem vindo ao PJE ajuizamento de ação.

Bem vindo ao PJE ajuizamento de ação. Bem vindo ao PJE O Processo Judicial Eletrônico (PJe) projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é um sistema de informação que permite a prática de atos pelos magistrados, servidores, advogados e demais

Leia mais

PORTARIA Nº 126, DE 12 DE MARÇO DE 2014.

PORTARIA Nº 126, DE 12 DE MARÇO DE 2014. PORTARIA Nº 126, DE 12 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre a implantação e o funcionamento do processo eletrônico no âmbito do Ministério das Comunicações. O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL CÍVEL DE SANTOS Praça Barão do Rio Branco nº 30 - Centro Santos (SP) Fone (13) 3228-1000

PODER JUDICIÁRIO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL CÍVEL DE SANTOS Praça Barão do Rio Branco nº 30 - Centro Santos (SP) Fone (13) 3228-1000 PORTARIA Nº 02/2006 A Doutora LUCIANA DE SOUZA SANCHEZ, Juíza Federal Presidente do Juizado Especial Federal Cível de Santos, Seção Judiciária de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e regulamentares,

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESOLUÇÃO N.º 13, DE 02 DE OUTUBRO DE 2006. (Alterada pela Res. 111/2014) Regulamenta o art. 8º da Lei Complementar 75/93 e o art. 26 da Lei n.º 8.625/93, disciplinando, no âmbito do Ministério Público,

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão: 24/05/2010 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 13, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2014.

PROVIMENTO CONJUNTO Nº 13, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2014. PROVIMENTO CONJUNTO Nº 13, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2014. Regulamenta os procedimentos a serem adotados no âmbito da Justiça do Trabalho da 4ª Região em virtude da implantação do PJe- JT, revoga o Provimento

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO PROVIMENTO Nº 09, DE 18 NOVEMBRO DE 2010.

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO PROVIMENTO Nº 09, DE 18 NOVEMBRO DE 2010. PROVIMENTO Nº 09, DE 18 NOVEMBRO DE 2010. Disciplina, no âmbito da Justiça do Trabalho da 4ª Região, a digitalização e a remessa de processos através de sistema eletrônico ao Tribunal Superior do Trabalho,

Leia mais

Sistema Nacional de Bens Apreendidos. Manual do Usuário Versão 1.0

Sistema Nacional de Bens Apreendidos. Manual do Usuário Versão 1.0 Sistema Nacional de Bens Apreendidos Manual do Usuário Versão 1.0 Brasília, 2009 ÍNDICE I. SOBRE O SISTEMA NACIONAL DE BENS APREENDIDOS... 3 1.1- SNBA Versão 1.0... 3 1.2- Habilitação e Perfis de Acesso...

Leia mais

SETOR UNIFICADO DE CARTAS PRECATÓRIAS CÍVEIS, DE FAMÍLIA E SUCESSÕES E ACIDENTES DO TRABALHO

SETOR UNIFICADO DE CARTAS PRECATÓRIAS CÍVEIS, DE FAMÍLIA E SUCESSÕES E ACIDENTES DO TRABALHO SETOR UNIFICADO DE CARTAS PRECATÓRIAS CÍVEIS, DE FAMÍLIA E SUCESSÕES E ACIDENTES DO TRABALHO - LOCALIZAÇÃO O Setor de Cartas Precatórias Cíveis está instalado no Fórum Hely Lopes Meirelles, no centro da

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ELEIÇÕES DIRETAS AOS CONSELHOS EXECUTIVO E FISCAL DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB -, EM 26 DE NOVEMBRO DE 2010

REGULAMENTO PARA AS ELEIÇÕES DIRETAS AOS CONSELHOS EXECUTIVO E FISCAL DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB -, EM 26 DE NOVEMBRO DE 2010 REGULAMENTO PARA AS ELEIÇÕES DIRETAS AOS CONSELHOS EXECUTIVO E FISCAL DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB -, EM 26 DE NOVEMBRO DE 2010 0BSEÇÃO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - As eleições

Leia mais

ATO CONJUNTO PGJ-CGMP N. 02/2014

ATO CONJUNTO PGJ-CGMP N. 02/2014 ATO CONJUNTO PGJ-CGMP N. 02/2014 Dispõe sobre a regulamentação e a metodologia da inteligência de sinais a ser utilizada no âmbito do Ministério Público do Estado de Goiás. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA

Leia mais

Como utilizar os serviços do portal Agênci@net

Como utilizar os serviços do portal Agênci@net Como utilizar os serviços do portal Agênci@net Clique nos serviços que deseja obter informações: Serviços disponíveis na área pública Solicitação de Inscrição no Cadastro do Distrito Federal Impressão

Leia mais

MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online. www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline

MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online. www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline 1 Se você nunca acessou o sistema de matrícula, clique em: Não sei a senha 2 Digite seu CPF e clique em Pesquisar que

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Despachante Aduaneiro e Ajudante de Despachante Aduaneiro-Exercício das Profissões INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

DECRETO Nº. 2.469 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009

DECRETO Nº. 2.469 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o procedimento de fiscalização para fins de SUSPENSÃO e CANCELAMENTO de Alvará de Funcionamento e INTERDIÇÃO em estabelecimentos empresariais e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual do Servidor (2º Grau) Versão 2.0 Diretoria da Tecnologia da Informação 1 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 5ª REGIÃO Gabinete da Presidência PROVIMENTO GP - 02, DE 24 DE JULHO DE 2012 *

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 5ª REGIÃO Gabinete da Presidência PROVIMENTO GP - 02, DE 24 DE JULHO DE 2012 * PROVIMENTO GP - 02, DE 24 DE JULHO DE 2012 * Dispõe sobre o Sistema Integrado de Protocolização e Fluxo de Documentos Eletrônicos (e DOC), bem como a indisponibilidade dos equipamentos de facsímile (fax)

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO ÍNDICE:

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO ÍNDICE: MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO ÍNDICE: CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO:...1 1. DO CADASTRO DE PRETENDENTES:... 2 1.1. RECIBO DE INCLUSÃO:... 4 2. REGISTRO ADICIONAL DE PRETENDENTES:...

Leia mais

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI

Novo Guia de uso rápido do PROJUDI 1. O que é o PROJUDI? Novo Guia de uso rápido do PROJUDI O Processo Judicial Digital PROJUDI, também chamado de processo virtual ou de processo eletrônico, pode ser definido como um software que reproduz

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual e,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual e, DECRETO N.º 2297 R, DE 15 DE JULHO DE 2009. (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 16/07/2009) Dispõe sobre procedimentos para concessão de licenças médicas para os servidores públicos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9)

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010 DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) Institui, no âmbito da Justiça do Estado do Ceará, o sistema eletrônico de tramitação de

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual do Servidor de Secretaria Versão 1.0 Diretoria da Tecnologia da Informação 1 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SERGIPE Coordenadoria de Modernização, Suporte, Infraestrutura e Sistema MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO Processos de Concessão de Benefícios Histórico da Revisão Data Versão

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.461, DE 04 DE MARÇO DE 2011.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.461, DE 04 DE MARÇO DE 2011. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.461, DE 04 DE MARÇO DE 2011. Dispõe sobre a simplificação do atendimento público prestado ao cidadão, ratifica a dispensa do reconhecimento de firma em documentos produzidos

Leia mais

P r a t i c i d a d e no envio e recebimento das Vistas pelos Promotores;

P r a t i c i d a d e no envio e recebimento das Vistas pelos Promotores; Resumo Este documento contém orientações sobre como utilizar o sistema SAJPG5 para gerar Vistas ao Ministério Público do Estado de São Paulo através do conceito de Intimações Eletrônicas - Portal. Principais

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO. INSTRUÇÃO NORMATIVA nº 11-2012/SEGPLAN

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO. INSTRUÇÃO NORMATIVA nº 11-2012/SEGPLAN Publicada no DOE do dia 25/02/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA nº 11-2012/SEGPLAN Regulamenta os procedimentos para abertura de processos, juntada, cópia e demais rotinas de tramitação de processos e documentos

Leia mais

ATO TRT 17ª PRESI N.º 093/2010*

ATO TRT 17ª PRESI N.º 093/2010* ATO TRT 17ª PRESI N.º 093/2010* A DESEMBARGADORA-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17.ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO a necessidade de se implementar

Leia mais

Parágrafo único É obrigatória a promoção de magistrado que figure, por três vezes consecutivas ou cinco alternadas, em lista de merecimento.

Parágrafo único É obrigatória a promoção de magistrado que figure, por três vezes consecutivas ou cinco alternadas, em lista de merecimento. RESOLUÇÃO Nº 9, DE 4 DE MAIO DE 2006 Dispõe sobre a aferição do merecimento para promoção de magistrados e acesso ao Tribunal de Justiça. O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, tendo em vista a decisão

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12

Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12 Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12 O Corregedor Nacional de Justiça, Ministro Gilson Dipp, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que durante as inspeções

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre o recebimento de documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da União. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão 1.0 23/07/2009 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO EDITAL Nº RJ-EDT-2009/00002

PODER JUDICIÁRIO EDITAL Nº RJ-EDT-2009/00002 PODER JUDICIÁRIO EDITAL Nº RJ-EDT-2009/00002 EDITAL DE CADASTRAMENTO DE ADVOGADOS VOLUNTÁRIOS, ADVOGADOS DATIVOS, TRADUTORES, PERITOS, INTÉRPRETES E CURADORES (PRAZO DE : a partir da data da publicação

Leia mais

PROVIMENTO Nº 29/2005

PROVIMENTO Nº 29/2005 PROVIMENTO Nº 29/2005 Atualiza a disciplina da Seção IV, do Capítulo IX, do Tomo I, das Normas de Serviço da Corregedoria: subdividindo-a em Subseção I (itens 29 a 45-A) e Subseção II (itens 45-B a 45-O);

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI

CADASTRO NACIONAL DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI CADASTRO NACIONAL DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI MANUAL DE JUIZ E AUXILIAR DE JUIZ Versão 1.1 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 OBJETIVOS...4 OBSERVAÇÕES...5 USUÁRIOS...5 1. ACESSO AO SISTEMA...6 2. SISTEMA

Leia mais

COORDENADORIA DE CERIMONIAL CONVITE

COORDENADORIA DE CERIMONIAL CONVITE Disponibilização: terça-feira, 23 de junho de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição 1910 3 SEÇÃO I ATOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Subseção I: Atos e comunicados

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a portaria 2.762 de 28 de dezembro

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Guia Rápido do PJe Para Advogados Porto Alegre 2015 SUMÁRIO Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Cadastramento no sistema... 3 Visão geral

Leia mais

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Universidade Estadual do Ceará REITORIA EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Estabelece as normas e fixa

Leia mais

CAPÍTULO XII DO PLANTÃO JUDICIÁRIO SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES COMUNS. Subseção I. Competência

CAPÍTULO XII DO PLANTÃO JUDICIÁRIO SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES COMUNS. Subseção I. Competência CAP. XII - 1 CAPÍTULO XII DO PLANTÃO JUDICIÁRIO SEÇÃO I DAS DISPOSIÇÕES COMUNS Subseção I Competência 1. O Plantão Judiciário destina-se exclusivamente: 1 a) ao conhecimento dos pedidos de habeas corpus

Leia mais

Manual do Advogado Passo a passo

Manual do Advogado Passo a passo PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL NO CEARÁ PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe Manual do Advogado Passo a passo Conteúdo: PARTE 01 - Respostas às principais dúvidas PARTE 02 - Como cadastrar um processo PARTE

Leia mais

EDITAL N o 10/2015-REITORIA, DE 10 DE MARÇO DE 2015

EDITAL N o 10/2015-REITORIA, DE 10 DE MARÇO DE 2015 Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Universidade Estadual do Ceará REITORIA EDITAL N o 10/2015-REITORIA, DE 10 DE MARÇO DE 2015 Estabelece as normas e fixa

Leia mais

CARTILHA CONTROLE ELETRÔNICO DA SITUAÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

CARTILHA CONTROLE ELETRÔNICO DA SITUAÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE CARTILHA CONTROLE ELETRÔNICO DA SITUAÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Aracaju-SE, junho de 2015 1 SUMÁRIO I - APRESENTAÇÃO... 3 II - PROCEDIMENTO NO SISTEMA INFORMATIZADO... 3 III - DO REGISTRO DA SITUAÇÃO

Leia mais

GUIA PARA AJUIZAMENTO DE AÇÕES

GUIA PARA AJUIZAMENTO DE AÇÕES GUIA PARA AJUIZAMENTO DE AÇÕES Natal/RN - Janeiro de 2015 Bem vindo ao PJe O Processo Judicial Eletrônico (PJe) projeto do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é um sistema de informação que permite a prática

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário

PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, sexta-feira, 13 de junho de 2014. PRO 1 PROJETO DE LEI Nº 149/2014 Poder Judiciário Extingue e cria cargos e funções, no âmbito da Justiça de 1º Grau,

Leia mais

Tribunal Regional Federal da 1 a Região

Tribunal Regional Federal da 1 a Região Tribunal Regional Federal da 1 a Região Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais e-proc Manual do Usuário 1 1. Disposições Provisórias O Sistema de Transmissão Eletrônica de Atos Processuais

Leia mais

Comunicado CG nº 1021/2015

Comunicado CG nº 1021/2015 Disponibilização: quinta-feira, 6 de agosto de 2015 Diário da Justiça Eletrônico - Caderno Administrativo São Paulo, Ano VIII - Edição 1940 16 DICOGE 5.1 Comunicado CG nº 1021/2015 A Corregedoria Geral

Leia mais

DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 D E C R E T A:

DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 D E C R E T A: DECRETO EXECUTIVO nº. 014/2012 INSTITUI A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE UBAPORANGA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto

Leia mais

ELIMINAÇÃO DA AUTUAÇÃO DE BARRAMENTOS Manual de Utilização e Referência

ELIMINAÇÃO DA AUTUAÇÃO DE BARRAMENTOS Manual de Utilização e Referência ELIMINAÇÃO DA AUTUAÇÃO DE BARRAMENTOS Manual de Utilização e Referência Dezembro/2012 Sumário 1. Introdução... 4 2. Conteúdo... 4 3. Premissas... 4 4. Alterações de impacto global... 5 i. Comportamento

Leia mais

Cadastro de Declaração Anual de Bens

Cadastro de Declaração Anual de Bens Cadastro de Declaração Anual de Bens Estado do Ceará Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Ceará Secretaria de Tecnologia da Informação Departamento de Informática Em parceria com a Softplan

Leia mais

RESOLUÇÃO SME N 08/2015

RESOLUÇÃO SME N 08/2015 Prefeitura de São José do Rio Preto, 13 de Agosto de 2015. Ano XII n 3511 - DHOJE RESOLUÇÃO SME N 08/2015 Dispõe sobre o processo de cadastramento de alunos, coleta de vagas, compatibilização demanda/vaga

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo CAU/SP, nos termos do Convênio

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE IX Envio das Informações e documentos para o TCE VERSÃO 2015 Fevereiro

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA CONSULTORIA TRIBUTÁRIA CONSULTA TRIBUTÁRIA ELETRÔNICA

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA CONSULTORIA TRIBUTÁRIA CONSULTA TRIBUTÁRIA ELETRÔNICA GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA CONSULTORIA TRIBUTÁRIA CONSULTA TRIBUTÁRIA ELETRÔNICA Orientações Versão 1.3 Dez/2014 1. O que é a consulta

Leia mais

Guia Rápido do PJe Para Advogados

Guia Rápido do PJe Para Advogados TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA Guia Rápido do PJe Para Advogados Belo Horizonte 2014 Sumário 1. Introdução 2. Requisitos mínimos 3. Cadastramento no sistema

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS. CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX OUTROS Orientador Empresarial CAC-Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte da SRF - e-cac INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF nº 580/2005

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 26/2014/CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 26/2014/CM PROVIMENTO N. 26/2014/CM Dispõe sobre o envio, por meio digital, pelo Portal Eletrônico do Advogado - PEA, das petições iniciais e intermediárias de processos físicos que tramitam na Primeira e Segunda

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos.

Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos. Proposto por: Equipe de Vara Cível Analisado por: Chefe de Serventia Judicial Aprovado por: Juiz de Direito 1 OBJETIVO Estabelecer critérios e procedimentos para digitação de documentos. 2 CAMPO DE APLICAÇÃO

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO N.º 007/2014 CGJ/CCI

PROVIMENTO CONJUNTO N.º 007/2014 CGJ/CCI PROVIMENTO CONJUNTO N.º 007/2014 CGJ/CCI Uniformiza os procedimentos adotados pelas Secretarias e Serviços Judiciários, relativos à entrega de autos a advogados, estagiários e prepostos. O DESEMBARGADOR

Leia mais

Receber intimações: poderão receber intimações em processos eletrônicos nos quais estejam vinculados.

Receber intimações: poderão receber intimações em processos eletrônicos nos quais estejam vinculados. INTRODUÇÃO O tribunal de Justiça de Santa Catarina, em um processo de evolução dos serviços disponíveis no portal e-saj, passa a disponibilizar a peritos, leiloeiros, tradutores e administradores de massas

Leia mais

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRONICO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRONICO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRONICO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL LEI N 1.008, DE 12-04-50 DATA DA DISPONIBILIZAÇÃO: QUINTA-FEIRA, 10 DE MARÇO DE 2011 - PORTO ALEGRE/RS

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Corregedoria Regional Eleitoral PROVIMENTO CRE-RJ Nº 3 /2012 Disciplina a utilização do Sistema de Informações Eleitorais no âmbito do TRE/RJ e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010

RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010 RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010 (Processo nº 10342/2010) (O Presidente do Tribunal, no uso de suas atribuições legais e regimentais, apresenta diversas considerações e submete ao Pleno desta Corte proposta

Leia mais

Revogado pela Instrução Normativa STJ/GDG n. 8 de 4 de maio de 2015

Revogado pela Instrução Normativa STJ/GDG n. 8 de 4 de maio de 2015 Revogado pela Instrução Normativa STJ/GDG n. 8 de 4 de maio de 2015 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA ANEXO I ROTINAS E PROCEDIMENTOS DO PROGRAMA DE GESTÃO DOCUMENTAL CRIAÇÃO, CAPTURA E DIGITALIZAÇÃO DE DOCUMENTOS

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 058, DE 25 DE MAIO DE 2009 Estabelece diretrizes para membros do Poder Judiciário e integrantes da Polícia Federal no que concerne ao tratamento de processos e procedimentos de investigação

Leia mais

Cadastro de Pessoa Jurídica

Cadastro de Pessoa Jurídica Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo Cadastro de Pessoa Jurídica CADASTRAMENTO NO NOVO SISTEMA Novembro/2012 2 Índice 1 Introdução 03 2 Entrando no sistema de cadastro 03 3 Cadastramento eletrônico

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO INTERNO DE REMOÇÃO N.º 04/2014, DE 09 DE JUNHO DE 2014.

EDITAL DO CONCURSO INTERNO DE REMOÇÃO N.º 04/2014, DE 09 DE JUNHO DE 2014. PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO EDITAL DO CONCURSO INTERNO DE REMOÇÃO N.º 04/24, DE 09 DE JUNHO DE 24. O DIRETOR-GERAL DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA

Leia mais

RESOLUÇÃO N. TC-0109/2015

RESOLUÇÃO N. TC-0109/2015 RESOLUÇÃO N. TC-0109/2015 Dispõe sobre o procedimento de reconstituição e restauração dos autos de processos do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina e dá outras providências. O TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL PORTARIA CONJUNTA Nº 900, DE 19 DE JULHO DE 2002. Disciplina o pagamento ou parcelamento de débitos de que trata o art. 11 da Medida Provisória nº 38, de 14 de maio de 2002.

Leia mais

Manual de Rotinas do Procedimento Cível Comum Ordinário. Protocolo

Manual de Rotinas do Procedimento Cível Comum Ordinário. Protocolo 29 Protocolo 2. DISTRIBUIÇÃO A previsão legal dos atos de distribuição e registro está no Código de Processo Civil, nos artigos 251 a 257. A distribuição tem a função de dividir os processos entre juízos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 467, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010 Edição Número 18 de 27/01/2010 Ministério da Educação Gabinete do Ministro PORTARIA NORMATIVA Nº 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010 Institui e regulamenta o Sistema de Seleção Unificada, sistema informatizado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO RESOLUÇÃO Nº 221/2011 Regulamenta as atividades da Central de Atendimento, a forma de assinatura eletrônica e a utilização do meio eletrônico para a prática de atos processuais e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO N 427, DE 20 DE ABRIL DE 2010

RESOLUÇÃO N 427, DE 20 DE ABRIL DE 2010 Publicada no DJE/STF, n. 72, p. 1-2 em 26/4/2010 RESOLUÇÃO N 427, DE 20 DE ABRIL DE 2010 Regulamenta o processo eletrônico no âmbito do Supremo Tribunal Federal e dá outras providências. O PRESIDENTE DO

Leia mais