TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/02 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/02 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/02 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3. Antecedentes: O Projeto de Revitalização da Companhia Nacional de Abastecimento, Projeto BRA/03/034, tem como objetivo geral capacitar a CONAB para os novos desafios encontrados, no sentido de atender às demandas do Governo Federal e, consequentemente, contribuir para a diminuição das desigualdades sociais, de forma a promover o bem estar social e o desenvolvimento do país, fortalecendo cada vez mais sua posição dentro do contexto nacional. A modernização da Tecnologia da Informação (TI) da CONAB visa dar agilidade, segurança e transparência à sua gestão. Esta modernização busca convergir os esforços da área de TI para o atendimento das necessidades da CONAB, agregando valor ao seu negócio. Concomitantemente, o conjunto de ações previstas a partir das diretrizes do Plano Diretor de Tecnologia da Informação, vem apontando os caminhos tecnológicos que deverão ser adotados pautados em plataforma livre. Em conformidade com as diretrizes do Governo Federal que estabelecem preferencialmente o uso de soluções livres em substituição às soluções proprietárias, a Conab alcançou níveis extraordinários, estando na vanguarda quanto à adoção de soluções livres, de código aberto, em redes de alcance nacional. Foram obtidos avanços significativos na área de infraestrutura tecnológica, tais como: prospecções de novas tecnologias, homologação de softwares livres, migração de serviços de rede para plataforma de software livre, instalação de ferramentas livres de automação de escritório (BrOffice), Firefox e Thunderbird nas estações de trabalho, homologação de sistema operacional livre para estações de trabalho, implantação de sistema de atendimento aos usuários (Helpdesk), sistema de inventário Cacic e implantação de softwares livres para banco de dados, gerenciamento de projetos, correio eletrônico, publicação e controle de aplicações, autenticação e serviço de diretórios, certificação e rede virtual privada, ftp, firewall, IDS, análise de conteúdo e cache de páginas Web, virtualização entre muitos outros. Todas estas ações têm possibilitado à Conab avanços tecnológicos importantes, mas para a consecução desses avanços a companhia depende de serviços técnicos especializados que não podem ser desempenhados, em sua plenitude, pela equipe própria de TI, seja pelo pequeno contingente de pessoal próprio ou pela especificidade necessária.

2 A infraestrutura tecnológica constitui-se no sustentáculo da tecnologia da informação, sem a qual não é possível a utilização dos sistemas de informação e por conseguinte todo o arcabouço negocial fica comprometido. Uma entidade de porte médio não sobrevive sem se apoiar em tecnologia da informação, comunicando-se internamente por meio de redes locais interligadas em Wan e trocando informação com o meio externo por meio da Internet e serviços subjacentes. À medida que se provê a empresa com ferramentas capazes de dar agilidade, flexibilidade, confiabilidade, disponibilidade de informações, automatizando procedimentos e processos, a complexidade cresce de modo diretamente proporcional. Segurança da informação e disponibilidade estão intimamente ligados e não se pode prescindir da primeira em detrimento da segunda ou vice-versa, sob pena de expor a instituição à solução de continuidade. Diante do exposto, a estruturação do serviços de suporte técnico é essencial para a sobrevivência da organização, sem os quais todos as atividades que se sustentam na tecnologia da informação ficam comprometidas. 4. Nº do resultado no PRODOC/PNUD: 2.1 Estruturação dos serviços de suporte técnico. 5. Objetivos da consultoria: Atualização, consolidação, implantação, configuração, administração e documentação de servidores e serviços de infraestrutura tecnológica. 6. Descrição das Atividades: As atividades que serão executadas pelo consultor são as seguintes: prospecção, atualização, desenvolvimento, adaptação, customização, configuração, instalação e documentação de softwares e utilitários livres e de código aberto. Desenvolvimento e implantação de soluções de rede e segurança da informação. Fine-Tuning de aplicações e serviços. Testes de soluções e softwares. Repasse tecnológico. Atualizações, implementações, instalações, configurações e consolidações de servidores e serviços. Relatórios Técnicos. 7. Produtos esperados Serão entregues 10 (dez) produtos durante o projeto. Os produtos descritos a seguir serão realizados e entregues pelos consultores em conformidade com as atividades descritas no item 6:

3 Produto 1 Implementação de autenticação centralizada para os servidores utilizando OpenLDAP, associando os usuários com permissão de administrador nos respectivos servidores, de modo a permitir que usuários que precisam de acesso a servidores possam ter seus logins associados aos comandos que o perfil pode executar nos respectivos servidores permitidos. Apresentar Produto 2 Implementação de autenticação centralizada para os serviços de acesso ao SGBD Postgres em todos os servidores da Matriz e Superintendências Regionais, implementando estrutura que permita configurar o acesso de cada uma das aplicações aos bancos de dados Postgres por meio de arquitetura centralizada. Apresentar documentação em relatório, postando-a estruturadamente no MediaWiki. Produto 3 Prospecção de Web Application Firewall, preferencialmente livres, e implantação na infraestrutura da Conab. de modo a estabelecer camada de segurança. Apresentar documentação em relatório, postando-a estruturadamente no MediaWiki. Produto 4 Unificação de todos os servidores de arquivos da Matriz, com a migração de todos os dados e restabelecimento de todo o permissionamento, possibilitando assim o gerenciamento centralizado de permissões de acesso aos compartilhamentos pela equipe da GESUT. Apresentar Produto 5 Implantação automática de regras no firewall, a partir de alertas e eventos gerados pelo sistema de monitoramento e de detecção de intrusos. Apresentar documentação em relatório, postando-a estruturadamente no MediaWiki. Produto 6 Atualização do conjunto 1 de sistemas operacionais e serviços de servidores da Matriz (php desenvolvimento e produção, DNS, Mysql Server) utilizando-se da última versão estável. Será admitida outra versão desde que devidamente embasada por justificativas técnicas determinantes. Apresentar Produto 7 Atualização do conjunto 2 de sistemas operacionais e serviços de servidores da Matriz (4 servidores Dansguardian/Squid) utilizando-se da última versão estável. Será admitida outra versão desde que devidamente embasada por justificativas técnicas determinantes. Apresentar Produto 8 Desenvolvimento de interface para monitoramento de recursos locais e gerenciamento simplificado de serviços nas Suregs, que permita aos interlocutores de informática das Suregs e Gesut executar ações de gerenciamento via web, tais como: monitorando status do links com a

4 matriz, gateways e o concentrador das Suregs, uso de recursos nos servidores e o inicio/parada de serviços, criação de pastas, compartilhamento e permissionamento. Apresentar documentação em relatório, postando-a estruturadamente no MediaWiki. Produto 9 Prospecção e implantação de novo serviço , com funcionalidades de Webmail, além das convencionais, em substituição ou complemento ao sistema de correio atual Postfix/RoundCube. Especificação de requisitos para implantação completa, sem prejuízo da implantação do serviço com a plena utilização do IMAP. A implantação da nova solução não contempla migração de e- mails recebidos no sistema anterior. Apresentar documentação em relatório, postando-a estruturadamente no MediaWiki. Produto 10 Desenvolvimento de Aplicação de gerenciamento de contas LDAP/Samba com interface simples e segura, evitando procedimentos incorretos nas contas, integrando com o software de sincronização do RH com o LDAP e permitindo que os usuários sem conhecimentos técnicos consigam gerenciar as contas LDAP/Samba via interface Web. Apresentar documentação em relatório, postando-a estruturadamente no MediaWiki. 8. Qualificações profissionais: a) Nível superior completo, b) Mínimo de 3 anos de experiência em informática, c) 3 anos de experiência na plataforma Linux, d) 3 anos de experiência em administração de rede, e) Desejável que seja participante de comunidades de software livre, preferencialmente do Debian, f) Desejável conhecimentos em OpenLDAP, Samba, Squid, Apache, TomCat, Jboss, Josso, Dansguardian, Xen, g) Desejável conhecimentos em Network-Attached Storage - NAS h).desejável conhecimentos em FreeBSD, PF, OpenCA, OpenVPN, i) Desejável conhecimentos em PostFix, Amavis e Clamav, j) Desejável conhecimentos em Inglês (escrita e leitura); k) Desejável conhecimentos em programação (Python) 09. Nome do Supervisor: Frederico Cabral de Menezes Cargo do Supervisor: Gerente de Administração de Rede e Segurança da Informação 10. Localidade do Trabalho:

5 Brasília 11. Data Prevista de Início: Março/ Data Prevista de Término: Março/ Número de parcelas Linha Orçamentária: Pessoal Técnico Nacional Os pagamentos serão feitos após apresentação e aprovação dos Produtos atestados pela direção do projeto. O(A) consultor(a) deve ter disponibilidade para executar atividades, preferencialmente, na Conab, em horário comercial, para que tenha acesso à plataforma tecnológica de maneira segura, bem como interagir com os demais técnicos da agência executora (beneficiário) para obter os insumos necessários à elaboração dos produtos propostos e repassar tecnologia. A execução dos trabalhos previstos neste TOR Termo de Referência não implica em qualquer relação de emprego ou vínculo trabalhista, sendo, portanto, regido sem subordinação jurídica, conforme prevê o parágrafo 9º do Art. 4º do Decreto nº 5.151/2004. Os direitos autorais ou quaisquer outros direitos, de qualquer natureza, sobre materiais produzidos no âmbito desse trabalho pertencerão exclusivamente à Agência Executora (beneficiário), e sua utilização e/ou reprodução total ou parcial requererá autorização prévia da Conab. Os produtos constantes neste Termo poderão sofrer alterações a depender da necessidade da Agência Executora, sem que isso represente alteração nos objetivos da consultoria, descrição das atividades e valores monetários, cujo realinhamento será formalizado por meio de Nota Técnica da agência executora (beneficiário) assinada entre esta e o consultor(a).

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/03 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/03 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/03 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/01 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 016/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 016/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab TERMO DE REFERÊNCIA Nº 016/2012/01 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 007/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 007/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab TERMO DE REFERÊNCIA Nº 007/2012/01 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3.

Leia mais

O presente TERMO é objeto do edital 009/2012 código: 009/2012/03. TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional

O presente TERMO é objeto do edital 009/2012 código: 009/2012/03. TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional O presente TERMO é objeto do edital 009/2012 código: 009/2012/03. TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional Os presentes TERMOS são objetos do edital 002/2012 código: 002/2012/11. O consultor selecionado para o código desejado, será associado a um dos termos de referência conforme as necessidades da Agência

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA Nº xxxxxxx Contrato por Produto Nacional Os presentes TERMOS são objetos do edital 002/2012 código: 002/2012/04. O consultor selecionado para o código desejado, será associado a um dos termos de referência conforme as necessidades da Agência

Leia mais

Termo de Referência para contratação de Consultoria Nº Pessoa física

Termo de Referência para contratação de Consultoria Nº Pessoa física Termo de Referência para contratação de Consultoria Nº Pessoa física Título do Projeto: Revitalização da Companhia Nacional de Abastecimento Número: BRA/03/034 Resultado 7 Agencia Implementadora: Conab

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Capítulo 1 Ministério do Desenvolvimento Agrário Instituição: Sítio: Caso: Responsável: Palavras- Chave: Ministério do Desenvolvimento Agrário www.mda.gov.br Plano de Migração para Software Livre Paulo

Leia mais

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA DE INVENTÁRIO CACIC Configurador Automático e Coletor de Informações Computacionais GOVERNO FEDERAL SOFTWARE PÚBLICO software livre desenvolvido pela Dataprev Sistema de Administração

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - BRASIL REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15 REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO Nº 42.15 A FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL (FPTI-BR) torna público que serão recebidas as inscrições para o Processo Seletivo nº 42.15 sob contratação em regime

Leia mais

CACIC. Inventário de Hardware e Software para o Governo Federal

CACIC. Inventário de Hardware e Software para o Governo Federal CACIC Inventário de Hardware e Software para o Governo Federal Origem Software originário do escritório da DATAPREV ( Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social) no Espírito Santo. Desenvolvido

Leia mais

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil Apresentação Líder em Soluções Samba 4 no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se

Leia mais

Proposta Técnica. Desenvolvimento de software QUICKSITE

Proposta Técnica. Desenvolvimento de software QUICKSITE Proposta Técnica Desenvolvimento de software CONTEÚDO Resumo Executivo...3 1.1 Duração e Datas Especiais... 3 1.2 Fatores Críticos de Sucesso... 3 A Hi Level...3 Solução Proposta...4 1.3 Escopo... 4 1.4

Leia mais

Capítulo 1. Exército Brasileiro. Exército Brasileiro. 1.1 Plano de Migração para Software Livre no Exército. www.exercito.gov.br. 1.1.

Capítulo 1. Exército Brasileiro. Exército Brasileiro. 1.1 Plano de Migração para Software Livre no Exército. www.exercito.gov.br. 1.1. Capítulo 1 Exército Brasileiro Instituição: Sítio: Caso: Responsável: Palavras- Chave: Exército Brasileiro www.exercito.gov.br Plano de Migração para Software Livre no Exército Brasileiro Coronel Carlos

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL www.tc.df.gov.br Software Livre - Motivação produto de elevada qualidade a baixo custo (treinamento) aumento da vida útil do parque computacional simplificação da

Leia mais

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Apresentação Portfólio de Serviços e Produtos da WebMaster Soluções. Com ele colocamos à sua disposição a Tecnologia que podemos implementar em sua empresa.

Leia mais

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil

Parceiro Oficial de Soluções Zimbra no Brasil Apresentação A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se ao desenvolvimento e criação de

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes

Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Incidentes Os usuários do negócio ou os usuários finais solicitam os serviços de Tecnologia da Informação para melhorar a eficiência dos seus próprios processos de negócio, de forma que

Leia mais

Nilton Emilio Buhrer Neto niltonneto@celepar.pr.gov.br Coordenador Desenvolvimento ExpressoLivre. http://www.expressolivre.org 2

Nilton Emilio Buhrer Neto niltonneto@celepar.pr.gov.br Coordenador Desenvolvimento ExpressoLivre. http://www.expressolivre.org 2 1 Nilton Emilio Buhrer Neto niltonneto@celepar.pr.gov.br Coordenador Desenvolvimento ExpressoLivre http://www.expressolivre.org 2 Expresso Livre Solução Corporativa 3 Agenda Histórico Tecnologia utilizada

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 6, DE 2 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 6, DE 2 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 434 (6) 2025 3376 / 34 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 6, DE 2 DE JULHO DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO, ARTICULAÇÃO E PROJETOS EDUCACIONAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

Leia mais

Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA 03/034 Projeto da Agricultura Familiar. 1. Função no Projeto: 2.

Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA 03/034 Projeto da Agricultura Familiar. 1. Função no Projeto: 2. TERMO DE REFERÊNCIA Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA 03/034 Projeto da Agricultura Familiar 1. Função no Projeto: Consultor em Agronomia. 2. Nosso Número: 3. Antecedentes:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO TOR/FNDE/DTI/MEC

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contrato por Produto Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA. Contrato por Produto Nacional TERMO DE REFERÊNCIA Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA 03/034 Projeto da Agricultura Familiar 1. Função no Projeto: Consultor em Agronomia. 2. Nosso Número: 3. Antecedentes:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

Fundamentos de Administração de Sistemas

Fundamentos de Administração de Sistemas Fundamentos de Administração de Sistemas Este curso tem como objetivo ensinar aos alunos conceitos de administração de um sistema Linux. Isto inclui o gerenciamento de contas de usuários, automação de

Leia mais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Será utilizado o seguinte critério: Atende / Não atende (Atende em parte será considerado Não atende) Item Itens a serem avaliados conforme

Leia mais

Correio Eletrônico Carteiro. Apresentador: Marcos Martins Melo 13/02/2007

Correio Eletrônico Carteiro. Apresentador: Marcos Martins Melo 13/02/2007 Correio Eletrônico Carteiro Apresentador: Marcos Martins Melo 13/02/2007 Agenda -Histórico; - Objetivos; - Necessidades; - Projeto; -Solução; -Segurança; -Telas; - Novos desafios. Agenda -Histórico; -

Leia mais

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON.

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Portifólio Missão Atender as necessidades de nossos clientes e garantir o retorno de seus investimentos, implementando os melhores serviços

Leia mais

Apresentação. Roberto Farias. Trabalho com informática 16 anos, 7 anos com Linux.

Apresentação. Roberto Farias. Trabalho com informática 16 anos, 7 anos com Linux. Apresentação Roberto Farias Trabalho com informática 16 anos, 7 anos com Linux. Formação: Tecnólogo em Processamento de Dados. Gestão da tecnologia da informação. Certificações: LPI nível 3 (301, 302 e

Leia mais

gladiador INTERNET CONTROLADA

gladiador INTERNET CONTROLADA gladiador INTERNET CONTROLADA funcionalidades do sistema gladiador sistema Gerenciamento de usuários, gerenciamento de discos, data e hora do sistema, backup gladiador. Estações de Trabalho Mapeamento

Leia mais

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA - 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVOS 2. CENÁRIO ATUAL DE TI 2.1. AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CENÁRIO

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores

Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores Projeto e Instalação de Servidores Introdução a Servidores Prof.: Roberto Franciscatto Introdução Perguntas iniciais O que você precisa colocar para funcionar? Entender a necessidade Tens servidor específico

Leia mais

Dedicação e eficácia em T.I.

Dedicação e eficácia em T.I. Dedicação e eficácia em T.I. QUEM SOMOS A CRTI Solutions é uma empresa jovem no mercado de tecnologia, que se preocupa com as necessidades de seus clientes, buscando sempre soluções inovadoras com rapidez

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

Impacto financeiro na adoção de Software Livre em uma Instituição Governamental

Impacto financeiro na adoção de Software Livre em uma Instituição Governamental - 1 - Revista Eletrônica Multidisciplinar Pindorama do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia IFBA Impacto financeiro na adoção de Software Livre em uma Instituição Governamental

Leia mais

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet.

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet. Nettion Security & Net View Mais que um software, gestão em Internet. Net View & Nettion Security Mais que um software, gestão em Internet. A Net View e a Nettion Security Software se uniram para suprir

Leia mais

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Introdução Um sistema operacional de rede é simplesmente um sistema operacional com serviços de rede, que chamamos de um modo geral de servidor. Dependendo

Leia mais

1. P03 Dispositivos de Acesso. Configuração Mínima de Softwares para Estações de Trabalho P03.001

1. P03 Dispositivos de Acesso. Configuração Mínima de Softwares para Estações de Trabalho P03.001 1. IDENTIFICAÇÃO Padrão Segmento Código P03.001 Revisão v. 2014 2. PUBLICAÇÃO Órgão IplanRio Diretoria DOP Diretoria de Operações Setor GSA - Gerência de Suporte e Atendimento 1 de 6 epingrio@iplanrio.rio.rj.gov.br

Leia mais

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA.

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA. INTRODUÇÃO O Vamizi Firewall é uma plataforma baseada em Linux especializada na proteção e monitoria de rede que possui uma interface WEB de gestão, agregando diversos serviços em um pacote integrado de

Leia mais

A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC

A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC A LIBERDADE DO LINUX COM A QUALIDADE ITAUTEC O AMBIENTE OPERACIONAL QUE AGREGA A CONFIABILIDADE E O SUPORTE DA ITAUTEC À SEGURANÇA E À PERFORMANCE DO LINUX O LIBRIX É UMA DISTRIBUIÇÃO PROFISSIONAL LINUX

Leia mais

Serviço de Hospedagem de Sites. Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites

Serviço de Hospedagem de Sites. Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites Serviço de Hospedagem de Sites Regras de Uso: Serviço de Hospedagem de Sites Dados Gerais Identificação do documento: Regras de Uso - Serviço de Hospedagem de Sites - V1.0 Projeto: Regras de Uso: Serviço

Leia mais

RLSL (Rede Local Software Livre)

RLSL (Rede Local Software Livre) RLSL (Rede Local Software Livre) Apresentador: Marcelo Rocha Rabelo de Andrade Dezembro/2009 - v.04 SERPRO Criação O Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) é a maior empresa pública de prestação

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas

Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas BoF VoIP Experiências de Perspectivas RNP, Rio de Janeiro, 22 Agosto 2011 Edison Melo SeTIC/UFSC PoP-SC/RNP edison.melo@ufsc.br 1 Histórico Serviço VoIP4All

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS EDITAL SAL/MJ Nº 03, DE 14 DE JANEIRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS EDITAL SAL/MJ Nº 03, DE 14 DE JANEIRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS EDITAL SAL/MJ Nº 03, DE 4 DE JANEIRO DE 205 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Projeto BRA/07/004 Seleciona: Consultor para identificação das melhores

Leia mais

II Workshop Regional Latinoamericano FLOSSWorld. Buenos Aires, 30 de novembro e 1 1 de dezembro de 2006

II Workshop Regional Latinoamericano FLOSSWorld. Buenos Aires, 30 de novembro e 1 1 de dezembro de 2006 II Workshop Regional Latinoamericano FLOSSWorld Buenos Aires, 30 de novembro e 1 1 de dezembro de 2006 Forte política tecnológica que prioriza o software livre como opção estratégica em busca da: 1. redução

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

Programa de Revendas. www.integral.inf.br

Programa de Revendas. www.integral.inf.br Programa de Revendas A Integral Informática 13 anos no mercado Parceira Microsoft GOLD Citrix Silver Stone Soft Linux 100% dos profissionais certificados Atende o Brasil e o Exterior 450+ Clientes O que

Leia mais

Introdução. PSINF Internet / Intranet nas Empresas. Motivos. Intranet. Canais. Finalidade

Introdução. PSINF Internet / Intranet nas Empresas. Motivos. Intranet. Canais. Finalidade Introdução PSINF Internet / Intranet nas Empresas Prof. Alexandre Beletti Ferreira Internet: sites sobre lazer, shopping, cultura, etc... Intranet: sistemas corporativos de informações, e que também podem

Leia mais

Mandriva Business Server 2 - Especificações e recursos

Mandriva Business Server 2 - Especificações e recursos Mandriva Business Server 2 - Especificações e recursos Mandriva Brasil 6 de fevereiro de 2015 Sumário 1 O que é o Mandriva Business Server 2 2 Como o Mandriva Business Server funciona 2 3 Vantagens para

Leia mais

Laboratório I 2012. Prof. Hélder Sato MSc. 2/14/12 Laboratório I 1

Laboratório I 2012. Prof. Hélder Sato MSc. 2/14/12 Laboratório I 1 Laboratório I 2012 Prof. Hélder Sato MSc 2/14/12 Laboratório I 1 Apresentação Prof Hélder Sato MSc Bacharel Informática Universidade Positivo Especialista em Redes PUC-PR Mestrado em Informática Aplicada

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE

COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE COMPARAÇÃO ENTRE OS SERVIDORES DE E-MAILS MAIS UTILIZADOS ATUALMENTE Mayara Dos Santos Marinho¹, Julio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR - Brasil mayara-marinho@hotmail.com

Leia mais

COMUNICADO. CONCORRÊNCIAS n.º 003, 004 e 005

COMUNICADO. CONCORRÊNCIAS n.º 003, 004 e 005 COMUNICADO CONCORRÊNCIAS n.º 00, 00 e 005 Informamos a Vossa Senhoria que realizamos algumas alterações nos Editais de Concorrências n.º 00, 00 e 005 e seus anexos, conforme segue abaixo: PARA AS CONCORRÊNCIAS

Leia mais

Administração e Desenvolvimento de Soluções em TI

Administração e Desenvolvimento de Soluções em TI Administração e Desenvolvimento de Soluções em TI Projeto Corporativo Missão: Oferecer soluções corporativas em Tecnologia da Informação, fornecendo e integrando produtos e serviços profissionais de alta

Leia mais

1ª Reunião de Trabalho da Comunidade São Paulo

1ª Reunião de Trabalho da Comunidade São Paulo 1ª Reunião de Trabalho da Comunidade São Paulo Local : Companhia do Metropolitano de São Paulo Metrô-SP Rua Augusta nº 1626 Auditório Multiuso - Térreo Bairro: Cerqueira César São Paulo - SP Data : 01/09/2005

Leia mais

Virtualização de Sistemas Operacionais

Virtualização de Sistemas Operacionais Virtualização de Sistemas Operacionais Felipe Antonio de Sousa 1, Júlio César Pereira 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipeantoniodesousa@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

Termo de Referência para contratação de Consultoria Nº Pessoa física - por produto

Termo de Referência para contratação de Consultoria Nº Pessoa física - por produto Termo de Referência para contratação de Consultoria Nº Pessoa física - por produto Título do Projeto: Revitalização da Companhia Nacional de Abastecimento Número: BRA/03/034 Sub-projeto 4 Agência Implementadora:

Leia mais

O QUE É O ZIMBRA? CONFIGURAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E SUPORTE

O QUE É O ZIMBRA? CONFIGURAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E SUPORTE O QUE É O ZIMBRA? Zimbra é uma solução corporativa de e-mail, calendário e colaboração criado para a nuvem. Com uma interface web totalmente redesenhada, o Zimbra oferece, atualmente, a experiência com

Leia mais

GLPI Guia de Instalação e Configuração

GLPI Guia de Instalação e Configuração GLPI Guia de Instalação e Configuração Autor: Edmilson de Novais Silva (Pajé) Criado em: 29/01/2010 Rev 0.1 Índice 1 GLPI Gestionnaire Libre de Parc Informatique...1 2 Instalação do GPLI no Servidor Linux...2

Leia mais

Termo de Referência. Anexo II - Especificações Técnicas - Requisitos Funcionais. Diretoria Técnica-Operacional. Gerência de Tecnologia da Informação

Termo de Referência. Anexo II - Especificações Técnicas - Requisitos Funcionais. Diretoria Técnica-Operacional. Gerência de Tecnologia da Informação Diretoria Técnica-Operacional Gerência de Tecnologia da Informação Termo de Referência Anexo II Especificação Técnica 1 - INTRODUÇÃO Página 2 de 9 do TR-007-3700 de Este anexo tem por objetivo detalhar

Leia mais

Soluções em Mobilidade

Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Desafios das empresas no que se refere a mobilidade em TI Acesso aos dados e recursos de TI da empresa estando fora do escritório, em qualquer lugar conectado

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 7, DE 2 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 7, DE 2 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 434 (6) 2025 3376 / 34 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 7, DE 2 DE JULHO DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA Consultor por Produto TR/CAPES/DIGAP/FNDE/MEC

Leia mais

ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME

ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME ITIL V3 (aula 8) AGENDA: REVISÃO FERRAMENTAS EXAME Revisão dos livros - ITIL Incident Management (Gerenciamento de incidentes) reduzir o tempo de indisponibilidade (downtime) dos serviços Problem Management

Leia mais

a identidade como o novo perímetro: adotando a nuvem, a plataforma móvel e a mídia social com segurança agility made possible

a identidade como o novo perímetro: adotando a nuvem, a plataforma móvel e a mídia social com segurança agility made possible a identidade como o novo perímetro: adotando a nuvem, a plataforma móvel e a mídia social com segurança agility made possible A transformação da TI e as identidades em evolução Diversas tendências da tecnologia,

Leia mais

Conhecer as características e possibilidades do SO GNU Linux como servidor em uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema em OM do

Conhecer as características e possibilidades do SO GNU Linux como servidor em uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema em OM do OBJETIVOS Conhecer as características e possibilidades do SO GNU Linux como servidor em uma rede; Analisar a viabilidade de implantação do sistema em OM do Exército Brasileiro. SUMÁRIO 1. Introdução 2.

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL EDITAL 03/015 BRA/011/014 Contratação de Consultoria Nacional Especializada Em Gestão de Desenvolvimento de Software BRASÍLIA, MAIO DE 015 EDITAL

Leia mais

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br Vagas Holden TI: Analista de Desenvolvimento Java Sênior Consultor SAP FI DBA SQL Server DBA Oracle

Leia mais

Catálogo de Serviços Tecnologia da Informação

Catálogo de Serviços Tecnologia da Informação Catálogo de Serviços Tecnologia da Informação Marcio Mario Correa da Silva TRT 14ª REGIÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRT-14ª Região 2013 Sumário 1. Descrição: Acesso à Internet... 3 2. Descrição: Acesso

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS TERMO DE REFERÊNCIA Serviços de informática Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS 1 I VISITA IN LOCO No dia 24 de junho de 2014 na sede da Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS realizamos

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 1 Conceitos da Computação em Nuvem A computação em nuvem ou cloud computing

Leia mais

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com

Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com VIRTUALIZAÇÃO Professor Esp.: Douglas Diego de Paiva douglas.ddp@gmail.com Virtualização o que é? É uma forma de esconder as características físicas de uma plataforma computacional dos usuários, emulando

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS RACIONALIZAÇÃO DAS TIC 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES

Leia mais

A EMPRESA. www.ngrnetwork.com.br

A EMPRESA. www.ngrnetwork.com.br A EMPRESA Desde a sua função, em 2003, a NGR Network vem desenvolvendo e implantando projeto de automação de escritórios em ambientes Multi plataforma integrando servidores, e soluções abertas nos ambientes

Leia mais

PROJETO: CONSOLIDAÇÃO DA MODELAGEM PREVISÃO NUMÉRICA DO TEMPO NO INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA (INMET) TERMO DE REFERÊNCIA

PROJETO: CONSOLIDAÇÃO DA MODELAGEM PREVISÃO NUMÉRICA DO TEMPO NO INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA (INMET) TERMO DE REFERÊNCIA PROJETO: CONSOLIDAÇÃO DA MODELAGEM PREVISÃO NUMÉRICA DO TEMPO NO INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA (INMET) TERMO DE REFERÊNCIA 1 PERFIL CÓDIGO TI PLENO PRODUTO 01: Capacidade do INMET de aperfeiçoar e

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail

PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail PROPOSTA COMERCIAL Produto: Mobimail Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONHEÇA TAMBÉM 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 CONDIÇÕES GERAIS 8 www.locaweb.com.br

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

Modelo de Parceria. GSAN Sistema Integrado de Gestão de Serviços de Saneamento

Modelo de Parceria. GSAN Sistema Integrado de Gestão de Serviços de Saneamento Modelo de Parceria GSAN Sistema Integrado de Gestão de Serviços de Saneamento Modelo Proposto Fábrica Código Fonte (correção / Evolução) Documentação, casos de uso e testes Treinamento / Capacitação ao

Leia mais

EDITAL Nº 04/2013 - SAAP3 PROJETO DE ORGANISMO INTERNACIONAL PNUD BRA/12/007

EDITAL Nº 04/2013 - SAAP3 PROJETO DE ORGANISMO INTERNACIONAL PNUD BRA/12/007 1. Função no Projeto EDITAL Nº 04/2013 - SAAP3 PROJETO DE ORGANISMO INTERNACIONAL PNUD BRA/12/007 Atualização da plataforma tecnológica do Sistema de Apoio à Atividade Legislativa SAAP e desenvolvimento

Leia mais

EDITAL SAL/MJ Nº 5, DE 2 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional

EDITAL SAL/MJ Nº 5, DE 2 DE JULHO DE 2015. PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Contrato de Pessoa Física Modalidade Produto Nacional MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Secretaria de Assuntos Legislativos Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, bloco T, 4º andar, sala 434 (6) 2025 3376 / 34 E-mail: sal@mj.gov.br EDITAL SAL/MJ Nº 5, DE 2 DE JULHO DE

Leia mais

Nova plataforma de colaboração proporciona ROI e outros ganhos significativos à Chesf

Nova plataforma de colaboração proporciona ROI e outros ganhos significativos à Chesf Nova plataforma de colaboração proporciona ROI e outros ganhos significativos à Chesf Perfil A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco Chesf tem a missão de produzir, transmitir e comercializar energia

Leia mais

Edital/ Nead Nº 04/2014.

Edital/ Nead Nº 04/2014. Edital/ Nead Nº 04/2014. ANEXO 1 FUNÇÃO: TÉCNICO ADMINISTRATIVO - vagas 01 e 02 Graduados em Secretariado Executivo, Administração ou formandos do último ano de Secretariado Executivo ou Administração

Leia mais

Virtualização. Hardware Virtual? Máquina Virtual? Software ou Hardware? Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com

Virtualização. Hardware Virtual? Máquina Virtual? Software ou Hardware? Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com Virtualização Hardware Virtual? Máquina Virtual? Software ou Hardware? Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com O problema...... os departamentos de TI passaram a ter consciência de que os recursos como

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

Partner Network. www.scriptcase.com.br

Partner Network. www.scriptcase.com.br www.scriptcase.com.br A Rede de Parceiros ScriptCase é uma comunidade que fortalece os nossos representantes em âmbito nacional, possibilitando o acesso a recursos e competências necessários à efetivação

Leia mais

INOVANDO CARREIRAS COM LINUX

INOVANDO CARREIRAS COM LINUX INOVANDO CARREIRAS COM LINUX Meu nome: Nome de guerra: Meu e-mail: Marcos Vinicios Bueno Marques Professor Cidão marcos@cidao.com.br Quem sou? Professor e coordenador de cursos de TI do Senac Informática

Leia mais

A Empresa. Nettion Information Security

A Empresa. Nettion Information Security Nettion Information Security A Empresa A Nettion Information Security é uma empresa de Tecnologia com foco em Segurança da Informação (SI). Tem como missão prevenir e combater as constantes ameaças oriundas

Leia mais

Prof.: Roberto Franciscatto. Capítulo 1 Mercado de trabalho em TI

Prof.: Roberto Franciscatto. Capítulo 1 Mercado de trabalho em TI Introdução a Sistemas de Informação Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 1 Mercado de trabalho em TI Este que vos fala... Prof. Roberto Franciscatto Graduação: Informática Mestrado: Computação Aplicada

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO DE PROVIDÊNCIAS INICIAIS Março/2014 V 1.1 REGIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TI MAPEAMENTO

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013.

PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013. PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013. ACRESCENTA À ARQUITETURA DE PADRÕES TECNOLÓGICOS DE INTEROPERABILIDADE -, NO SEGMENTO DISPOSITIVOS DE ACESSO, O PADRÃO TECNOLÓGICO CONFIGURAÇÃO MÍNIMA

Leia mais

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações

Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Solução de correio eletrônico com Software Livre implantada no CEFET-MG, vantagens e adaptações Clever de Oliveira Júnior*, Paulo E. M. Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal

Leia mais

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4

Librix...3. Software Livre...3. Manual Eletrônico...3. Opções de Suporte...3. Configuração de Dispositivos Básicos...4 Índice Introdução Librix...3 Software Livre...3 Manual Eletrônico...3 Opções de Suporte...3 Dicas para a Instalação Configuração de Dispositivos Básicos...4 Teclado...4 Mouse...5 Vídeo...5 Rede...6 Configuração

Leia mais

Sistemas de Monitoração de Rede. Resumo

Sistemas de Monitoração de Rede. Resumo Sistemas de Monitoração de Rede Roberto Majewski Especialização em Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, novembro de 2009 Resumo Com o grande crescimento da

Leia mais