SAERJINHO 2013 MANUAL DO DIRETOR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SAERJINHO 2013 MANUAL DO DIRETOR"

Transcrição

1 SAERJINHO 2013 MANUAL O IRETOR

2

3 saerjinho Manual do diretor ///

4

5 Apresentação /// Prezado(a) diretor(a), Manual do iretor Você, assim como os outros agentes, é parte fundamental para o bom funcionamento do SAERJINHO. O sistema de avaliação bimestral do processo de ensino e aprendizagem nas escolas é uma ferramenta que permite acompanhar a evolução dos alunos nas diferentes etapas do processo de ensino e aprendizagem e torna possível ajustar as práticas docentes às necessidades desses alunos, evitando diagnósticos tardios e ineficientes. O SAERJINHO prevê ao final dos 1º, 2º e 3º bimestres, a aplicação de provas de Língua Portuguesa, com foco em leitura, de Matemática com ênfase na solução de problemas; de iências da Natureza e iências Humanas aos alunos dos 5º e 9º anos do Ensino Fundamental Regular, das 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Regular, Integrado e Inovador. Prevê ainda, a aplicação de Provas de Língua Portuguesa e Matemática para as 1ª 2ª, 3ª e 4ª séries do urso Normal, Fase II e III (1º imestre), Fase III (2º imestre) da Educação de Jovens e Adultos, Módulo I (1º imestre), Módulo I e II (2º imestre) da Nova Educação de Jovens e Adultos e Módulos I e III (1º e 2º bimestres), Módulos II e IV (3º imestre) do Programa de orreção de Fluxo -Autonomia-, das escolas estaduais. Neste ano esta Secretaria de Estado de Educação instituiu Resolução que dispõe sobre a cooperação entre o Estado e os municípios para aplicação do SAERJINHO nas unidades escolares das redes públicas municipais, de forma integrada à rede pública estadual, sob a forma de adesão, visando melhorar a qualidade do ensino público do Estado do Rio de Janeiro como um todo. Tendo em vista a amplitude do sistema, surgiu a necessidade de elaborarmos um manual de orientação, colocando à disposição das equipes técnicas escolares, em especial dos diretores e professores, as informações indispensáveis para o bom andamento do projeto. Participando do SAERJINHO, toda a equipe envolvida contribui para consolidação de uma trajetória de sucesso para a educação no Estado do Rio de Janeiro. ordialmente, Secretaria do Estado de Educação MANUAL O iretor 5

6 Manual do iretor Equipe de aplicação /// oordenação Estadual /// A Função será exercida equipe central da SEEU responsável pelo processo avaliativo, qual seja a Superintendência de Avaliação, iretoria de Avaliação do esempenho Escolar. oordenação de Logística de aplicação dos Testes. iretores Regionais Pedagógicos /// A função será exercida pelos próprios diretores regionais. Terão como atribuições: divulgar a avaliação no âmbito da regional; reunir iretores de Escolas para divulgação, apresentação e motivação em relação ao processo; colaborar com o planejamento da aplicação junto à equipe do AEd e oordenação Estadual, além de outras atividades correlatas. Essa atribuição não será remunerada. oordenador de Avaliação /// A função do oordenador de Avaliação será exercida pelos oordenadores de Avaliação das iretorias Regionais Pedagógicas. Terá como atribuições: coordenar a aplicação das provas nas escolas; orientar os iretores das Unidades Escolares durante todo o processo avaliativo; colaborar com a execução da aplicação das provas. Essa atribuição não será remunerada. iretor de Unidade Escolar /// O iretor é o maior responsável, em nível da unidade escolar, pela coordenação geral da avaliação, garantindo a realização da aplicação, segurança, sigilo e inviolabilidade do material pertinente. ompete também ao iretor motivar o corpo docente e discente de sua Unidade Escolar para realização da avaliação e colaborar com a sua organização. Professor Aplicador /// É o responsável pela aplicação das provas nas escolas. A qualidade dos resultados da avaliação depende da aplicação correta dos instrumentos. Tal função será exercida pelo professor da rede pública estadual de educação, lotado na própria Unidade Escolar, durante a sua aula na turma, no dia e hora determinada para a aplicação, independentemente da disciplina que leciona. 6 SAERJINHO

7 Instrumentos de avaliação /// Manual do iretor esenho dos testes /// Para o 5º ano do Ensino Fundamental:» 04 Modelos de adernos de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo cada um 44 questões de múltipla escolha, sendo 22 para cada disciplina.» 03 Modelos de adernos de Provas de iências, contendo 35 questões de múltipla escolha. Para o 9º ano do Ensino Fundamental:» 04 Modelos de adernos de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo 52 questões de múltipla escolha, sendo 26 para cada disciplina.» 03 Modelos de adernos de Provas de iências com 45 questões de múltipla escolha. Para as 1ª, 2ª, 3ª séries do Ensino Médio Regular, Médio Integrado» 04 Modelos de adernos de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo cada um 52 questões de múltipla escolha, sendo 26 para cada disciplina.» 03 Modelos de adernos de Provas de iências, contendo 45 questões de múltipla escolha. Para as as 1ª, 2ª, 3ª e 4ª séries do urso Normal» 04 Modelos de adernos de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo cada um 52 questões de múltipla escolha, sendo 26 para cada disciplina. Programa de orreção de Fluxo - Autonomia, Modulos I e III (1ºe 2ºbimestres) e Modulos II e IV (3ºbimestre):» 04 Modelos de adernos de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo cada um 52 questões de múltipla escolha, sendo 26 para cada disciplina. Educação de Jovens e Adultos, Fase II e III (1ºbimestre), Fase III (2ºbimestre);» 04 Modelos de adernos de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo cada um 52 questões de múltipla escolha, sendo 26 para cada disciplina. Educação de Jovens e Adultos, Fase II e III (1ºbimestre), Fase III (2ºbimestre);» 01 Modelo de aderno de Provas de Língua Portuguesa e de Matemática, contendo cada um 52 questões de múltipla escolha, sendo 26 para cada disciplina. MANUAL O iretor 7

8 Manual do iretor Materiais de suporte para todas as etapas avaliadas ///» artaz.» artões de Respostas.» Lista de Presença de Alunos.» Lista de Porta» Formulário de ontrole da Aplicação.» Folha de Orientação para a aplicação IMPORTANTE! Em todas as etapas de escolaridades avaliadas haverá prova em braille e orientações para o Professor Aplicador Ledor de acordo com o solicitado na base de dados. istribuição dos materiais ///» Os oordenadores de Avaliação entregarão aos iretores das Unidades Escolares as caixas contendo os respectivos materiais de aplicação das turmas envolvidas no processo avaliativo.» No momento da retirada das caixas da sua escola nos Polos de Entrega das respectivas iretorias Regionais Pedagógicas, cabe ao iretor da Unidade Escolar conferir todo o material de aplicação de sua unidade. IMPORTANTE! No momento do recebimento do material, confira se todos os pacotes das turmas avaliadas foram devidamente entregues. aso falte algum pacote de provas, informe imediatamente ao oordenador de Avaliação, para que a situação seja verificada e solucionada antes do dia da aplicação das provas. 8 SAERJINHO

9 Atenção!!!» abertura e o fechamento dos pacotes somente poderão ser realizados pelo Professor Aplicador, na presença dos alunos, no momento da aplicação da prova.» A devolução do material do SAERJINHO é de responsabilidade do iretor das Unidades Escolares; por isso é importantíssimo certificar-se de que, após a aplicação, todo o material do SAERJINHO seja devidamente recolhido e devolvido nos Polos de Entrega das respectivas iretorias Regionais Pedagógicas. Manual do iretor» O iretor é responsável pela devolução do pacote (contendo os artões de Respostas dos alunos, Formulário de ontrole da Aplicação e Lista de Presença dos alunos) nos Polos de Entrega das respectivas iretorias Regionais Pedagógicas. Os adernos de Provas permanecerão na escola, exceto os pacotes de provas da Nova EJA. IMPORTANTE! Todos os adernos de Provas da Nova EJA deverão retornar dentro do Pacote de Provas não juntamente com cartões de respostas, Lista de Presença, e Formulário de ontrole da Aplicação. Antes do dia da aplicação /// iretor, Na realização das provas do SAERJINHO deve ser seguido um procedimento padronizado na aplicação dos instrumentos. Para que isso ocorra, você deverá comunicar ao Professor Aplicador que há uma folha de Orientação para a Aplicação dentro do pacote de provas, com passos a serem seguidos durante a aplicação das provas.» Ler atentamente as orientações disponíveis neste Manual.» Responsabilizar-se pelo recebimento do material de aplicação. Escolher local adequado e seguro para o seu acondicionamento, garantindo sua inviolabilidade e sigilo.» Fazer a divulgação da realização do SAERJINHO na escola e comunidade escolar» Sensibilizar o corpo docente e discente de sua Unidade Escolar da importância da realização das provas. MANUAL O iretor 9

10 Manual do iretor» Reunir todos os Professores Aplicadores que estarão presentes na Unidade Escolar no dia da aplicação para orientá-los como será realizada a aplicação das provas, informando o passo a passo que consta na folha de ORIENTAÇÕES PARA A APLIAÇÃO (anexo 1). No dia da aplicação ///» As aplicações das provas deverão começar nos horários listados no quadro abaixo: TURNO HORÁRIO E INÍIO A APLIAÇÃO MANHÃ 09h TARE 14h NOITE 19h» As escolas com horário ampliado ou integral deverão aplicar suas provas no turno da manhã.» Todos os alunos deverão ser orientados pelo Professor Aplicador sobre a forma correta de preenchimento do artão de Respostas» A duração da aplicação deverá respeitar as Etapas de Ensino abaixo: Ensino Fundamental/Médio /// A duração da aplicação das provas de Língua Portuguesa, Matemática e iências será de 02 (duas) horas, podendo ser estendida em até 20 (vinte) minutos somente para o preenchimento do artão de Respostas. ATENÇÃO A aplicação da prova de ciências ocorrerá somente para o Ensino Fundamental e Ensino Regular, Integrado e Inovador da rede estadual. IMPORTANTE! Para aplicação das provas aos alunos portadores de deficiência visual temos 3 (três) situações especiais: Prova em braille: o aluno realizará a prova em outra sala com acompanhamento de um Professor Aplicador que fará a transcrição para o artão de Respostas. 10 SAERJINHO

11 Auxílio de um Professor Aplicador Ledor: o aluno realizará a prova em outra sala com acompanhamento de um Professor Aplicador que além de ler a prova de acordo com as orientações especificas fará a transcrição das respostas do aluno para o artão de Respostas. As provas em meio digital ocorrerão no local onde se encontrar o computador na escola. Quando for fora da sala de aula, ele deverá ser acompanhado por um professor aplicador, que fará a transcrição para o artão de Respostas. Manual do iretor Nos três casos citados acima o tempo da duração da aplicação das provas de Língua Portuguesa, Matemática e iencias será de 03 (três) horas podendo ser estendida em até 20 (vinte) minutos somente para o preenchimento do artão de Respostas. evolução dos materiais ///» O Professor Aplicador, ao final da aplicação, deverá devolver ao iretor da Unidade Escolar o pacote de provas da turma contendo: Formulário de ontrole da Aplicação. Lista de Presença dos Alunos. artões de Respostas dos alunos presentes. artões de Respostas dos alunos ausentes. No caso da Nova EJA os cadernos de provas deverão ser devolvidos juntamente com os artões de Respostas. Observação Todos os cadernos de provas da Nova EJA deverão retornar juntamente com os demais materiais.» iretor, os adernos de Provas, exceto os da Nova EJA, deverão permanecer na Unidade Escolar, para que os professores das disciplinas avaliadas corrijam as provas a fim de que sejam usadas como um dos instrumentos de avaliação do bimestre.» evolver todo o material utilizado na aplicação nos Polos de Entrega das respectivas iretorias Regionais Pedagógicas, lembrando que os adernos de Provas utilizados ou não permanecem na Unidade Escolar, para que o(s) Professor(es) da(s) disciplina(s)/turma(s) possa(m) corrigir as provas. IMPORTANTE! Material que for devolvido fora do prazo estipulado não será processado pelo AEd e, consequentemente, a turma avaliada, ou não, ficará sem resultado no bimestre. MANUAL O iretor 11

12 Manual do iretor Orientações práticas /// FALTA E PROVA ///» Verificar em outras turmas, de anos ou séries correspondentes, a existência de: adernos de Provas sobrando (prova extra) e utilizá-los na turma que apresentar falta.» aso essas provas não atendam às necessidades, verificar a existência de: adernos de Provas de alunos faltosos sobrando e utilizá-las na turma que apresentar falta. ATENÇÃO! Todos os alunos deverão escrever seus nomes nos adernos de Provas. FALTA E ARTÕES RESPOSTA ///» Verificar em outras turmas, de anos ou séries correspondentes, a existência de: artões sem identificação sobrando (extras) e utilizá-los na turma que apresenta falta.» aso esses cartões não atendam às necessidades, verificar a existência de: artões de Respostas de alunos faltosos sobrando e utilizá-los na turma que apresentar falta. Nesse caso, não se esquecer de riscar o código e o nome do aluno que consta no cartão e substituí-lo pelo do aluno que for utilizá-lo.» iretor, caso as soluções apresentadas não sejam suficientes para suprirem a falta de aderno de Provas ou de artão de Respostas, entrar em contato com iretoria Regional Pedagógica para saber da existência de provas reservas. Em todas as situações acima, o Professor Aplicador terá que relatar a ocorrência no Formulário de ontrole da Aplicação ATENÇÃO! Em todos os casos, o Professor Aplicador deverá informar ao aluno que ele necessita identificar-se, colocando o nome completo de forma legível, a data de nascimento e a assinatura no artão de Respostas. aso isso não seja feito o resultado do aluno não será computado e, consequentemente, não terá benefícios referentes à premiação e a escola não terá sua participação. 12 SAERJINHO

13 saerjinho Manual do S.I.A. ///

14

15 S.I.A Sistema Integrado de Avaliação /// S.I.A. Introdução O S.I.A. (Sistema Integrado de Avaliação) é o sistema desenvolvido pelo AEd para auxiliar no controle dos processos de trabalho dos projetos de Avaliação, passando pelo controle da produção dos Itens, controle da logística de distribuição e recebimento de material, controle das equipes de campo, processamento e divulgação dos resultados. Objetivo Específico Através da utilização do S.I.A. (Sistema Integrado de Avaliação), será realizado o controle de recebimento e devolução de material. Recebimento do Material Assim que o material for entregue nas Regionais, o oordenador de Avaliação deverá realizar a conferência através do Sistema S.I.A., utilizando o leitor óptico. aso alguma caixa ou pacote esteja faltando, comunicar imediatamente à oordenação Estadual. evolução do Material Antes de devolver o material de aplicação para o AEd, o oordenador de Avaliação deverá realizar os lançamentos no Sistema S.I.A., evitando assim que o material de alguma Escola ou Município fique perdido. Acessando o S.I.A /// ATENÇÃO! O S.I.A é homologado apenas para utilização através do Mozilla Firefox. Portanto, caso não possua esse browser instalado no seu computador, ao acessar o endereço do sistema, ele mostrará um link, para que seja feito o download desse navegador e posterior instalação. 1. Para acessar o sistema, digite, na barra de endereço do seu browser (Mozilla Firefox), o endereço do S.I.A.: MANUAL O iretor 17

16 S.I.A. 2. Após o carregamento da página, você deverá fazer o seu login no sistema; para isso, digite o login e a senha nos campos indicados. Atenção!» O login sempre será o nº do PF do operador cadastrado sem a máscara.» A senha inicial será OS.: aso tenha esquecido sua senha, o sistema ainda possui uma funcionalidade que gera uma nova senha e a envia para o informado. Para isso, clique no link abaixo: Esqueci minha senha Utilizando o Sistema /// Todo usuário cadastrado no S.I.A possui um perfil pré-determinado que lhe dará acesso apenas às funcionalidades referentes a ele. Realizando a Ticagem no Recebimento e evolução de Material /// A oordenação Estadual providenciará a entregada na Regional de todo o material necessário à aplicação das provas do Saerjinho. Impreterivelmente no dia em que os malotes chegarem 18 SAERJINHO

17 às Regionais, o oordenador de Avaliação, obrigatoriamente, deverá acessar o S.I.A. para proceder à confirmação do recebimento do material, conforme instruções a seguir. S.I.A. Prazos» Entrega do material nas Regionais: de 08 e 09/04/2013» Ticagem do Material no Recebimento: no dia do entrega do material» istribuição para as Escolas: de 10 a 15/04/2013» Avaliação: 16 e 17/04/2013» Ticagem do Material para evolução: de 18 a 22/04/2013» Recolhimento do Material pelo AEd nas Regionais: 23/04/2013 Atenção! Esta operação é de extrema importância para a garantia do bom andamento da avaliação do Saerjinho, pois indicará que todas as escolas receberam e devolveram seus pacotes corretamente. 1. A tela de Rastreamento Por Ticagem: Será através dessa tela que o oordenador de Avaliação fará o lançamento da recepção dos pacotes de prova Para acessá-la clique no menu Logística, opção Rastreamento Por Ticagem. Após selecionar a opção do Menu Por Ticagem, a tela, a seguir, será exibida. MANUAL O iretor 19

18 S.I.A Para ticagem no recebimento, selecione no campo Ponto de ontrole, a opção Recebimento Regional Para ticagem na devolução, selecione no campo Ponto de ontrole, a opção evolução Regional Selecione o Tipo de Unidade aixa ou Pacote lique no botão Novo para começar os lançamentos Será apresentada a seguinte tela: 1.7. Selecione o ponto de controle: Recebimento Regional ou evolução Regional onfira a Regional que é apresentada no campo Local Posicione o cursor no campo ódigo Unidade e com a leitora de código de barras ir ticando os códigos de barra do material (caixas e pacotes) um após o outro Assim que finalizar a ticagem do material, clique no botão Gravar. Importante! aso seja constatada falta de material, ou seja, de pacotes de provas de determinada área ou outro material, entre em contato, imediatamente, com o AEd, pelo telefone , ou pelo identificando o assunto SAERJINHO, para que seja providenciada a reposição. Emitindo o Relatório de Unidades Recebidas / Perdidas /// 1. Para conferência do material ticado, é necessário emitir o Relatório de Unidades Recebidas / Perdidas Acesse o Menu Logística -> Relatório de Unidades Recebidas / Perdidas. Será apresentada a seguinte tela: 20 SAERJINHO

19 S.I.A Selecione:» Tipo de Relatório: Unidades Perdidas ou Rastreadas» Pontos de controle: aixa ou Pacotes» Local: Regional» Tipo de Unidade: Recebimento ou evolução de Material 1.3. lique em PF ou Excel para geração do Relatório. Trocando a SENHA /// O sistema permite que todos os usuários possam trocar as suas senhas a qualquer momento utilizando a opção de Alterar Senha. 1. Acessando o menu SISTEMA: para que o usuário troque sua senha, ele deverá primeiro clicar no menu SISTEMA e clicar sobre a opção ALTERAR SENHA.. Na tela de Alterar Senha, informe: a Senha Atual, a Nova Senha e confirme a nova senha no campo onfirmação.. lique no botão ALTERAR. A seguir será apresentado o sistema do SAERJINHO MANUAL O iretor 21

20 S.I.A. O sistema do SAERJINHO /// Através da utilização do sistema, os usuários previamente cadastrados terão acesso aos resultados obtidos na avaliação de acordo com os perfis de acesso ao sistema. Abaixo, o quadro com os perfis e acessos: Perfil de Acesso ao Sistema Resultado por Escola Resultado por iretoria SEEU Sim- todas as regionais Sim Sim iretoria Regional Pedagógica Sim da sua Regional Sim Sim Escola Não Sim Sim Rede Municipal Não Sim Sim Resultado por Aluno AESSANO O SISTEMA /// 4. Para acessar o sistema, digite, na barra de endereço do seu browser (Internet Explorer, Mozilla Firefox e etc.), o endereço do SAERJINHO: lique em Avaliação iagnóstica no canto esquerdo da tela Após o carregamento da página, você deverá efetuar o seu login no sistema; para isso, digite o login (que é o seu PF) e a senha nos campos indicados. Para as escolas, as senhas utilizadas serão o código do enso. Para as diretorias regionais pedagógicas a senha é igual a utilizada no ano anterior. UTILIZANO O SISTEMA /// Todo usuário cadastrado no SAERJINHO possui um perfil pré-determinado que lhe dará acesso apenas às funcionalidades referentes a ele. VISUALIZANO RESULTAOS /// Através da Tela de onsulta aos Resultados, os usuários poderão consultar os resultados obtidos nas provas do SAERJINHO por iretoria, Escola, Turma ou Aluno, dependendo do seu Perfil. 22 SAERJINHO

21 RESULTAOS POR IRETORIA /// A consulta por iretoria será disponibilizada apenas nos perfis de Secretaria e iretoria Regional Pedagógica. No perfil de Secretaria, o usuário visualizará os todos os resultados de todas as iretorias, e no perfil de iretoria, apenas a sua unidade específica. S.I.A. Para consultar os resultados, siga os seguintes passos: lique no menu Turma e, em seguida, no Resultados Após clicar em Resultado, selecione os campos: Instrumento, isciplina e Turma em que deseja visualizar os resultados e, em seguida, clique em Gerar Relatório. MANUAL O iretor 23

22 S.I.A. O sistema exibirá os resultados por turma, conforme a tela seguinte. Ao clicar em turma, exibirá o resultado por aluno, conforme abaixo. Os Resultados Gerais dos três bimestres avaliados pelo SAERJINHO, durante o ano de 2013, serão disponibilizados no link Resultados Gerais. Para acessá-los, clique no link e, em seguida, escolha o bimestre desejado (1º bimestre, 2º bimestre ou 3º bimestre). 24 SAERJINHO

23 Para a consulta dos gabaritos, basta clicar em Gabaritos e, em seguida, clicar novamente no Ano escolhido para a visualização dos gabaritos, conforme tela abaixo. S.I.A. Para consultar as Matrizes de Referências, basta clicar em Matrizes de Referência e, em seguida, clicar novamente na isciplina escolhida para a visualização das Matrizes, conforme tela abaixo. MANUAL O iretor 25

24

25 saerjinho Anexos ///

26

27 saerjinho /// orientações PaRa a aplicação O ArtAZ everá Ser FixAO NO QUArO NeGrO PArA OrieNtAÇÃO OS ALUNOS Prezado Aplicador, siga os procedimentos descritos para a aplicação dos instrumentos de Avaliação do SAerJiNHO. MUITO IMPORTANTE! Antes de distribuir os adernos de Prova, você deverá observar o modelo do caderno que cada aluno deverá receber. São quatro modelos de adernos diferentes distribuídos dentro de uma mesma turma. Observe, no verso desta folha, como identificar o modelo do artão de respostas com o aderno de Provas. realize essa tarefa antes de passar para a etapa seguinte. iniciando a aplicação 1. Ao abrir o pacote de Provas, retire os instrumentos de avaliação. O pacote contém:» artaz» a Lista de Presença;» o Formulário de ontrole da Aplicação;» os adernos de Provas;» os artões de respostas;» a folha de Orientações para a Aplicação. 2. informe aos alunos que eles devem permanecer sentados para receber os adernos de Provas e que o artão de respostas não pode ser amassado ou rasurado. 3. informe aos alunos que a aplicação da prova terá duração total de 2 (duas) horas, podendo esse tempo ser estendido em até 20 (vinte) minutos apenas para o preenchimento do artão de respostas. Para os alunos portadores de necessidades especiais, a duração da total da prova é de 3 (três) horas, podendo também ser estendido em até 20 (vinte) minutos apenas para o preenchimento do artão de respostas. 4. onfira a quantidade de adernos de Provas presentes no pacote plástico com o número de alunos, informado na Lista de Presença. ATENÇÃO, APLIAOR! em situações especiais, o pacote poderá ser composto por adernos de Provas com artões de respostas nominais e não nominais. Fique atento ao distribuí-los. 5. istribua os artões de respostas seguindo os nomes dos alunos impressos nos artões de respostas. Os artões de respostas não nominais devem ser devidamente identificados, solicitando ao aluno que escreva seu nome completo e o código do aluno. esse número deve ser informado pelo Professor Aplicador. 6. Após distribuir as provas, oriente os alunos para responderem às questões primeiro no aderno de Provas e, depois transcreverem as respostas para o artão de respostas, utilizando somente caneta de tinta azul ou preta. A orientação de preenchimento correto. 01) A 02) A 7. aso algum aluno marque, por engano, uma opção que não é a escolhida, você deverá orientá-lo a fazer uma pequena seta indicando a resposta desejada. ex: o aluno marcou indevidamente na questão 1 a letra A, quando na realidade a opção desejada é a letra. Segue o modelo a ser adotado nesse caso. 01) A 02) A 8. esclareça que você, como Professor Aplicação, não poderá responder a qualquer pergunta referente ao conteúdo da Prova. 9. Avise aos alunos que, ao terminarem as suas atividades, deverão fechar o caderno e colocá-lo em cima da certeira, que você logo recolherá. concluindo a aplicação 1. recolha, ao encerrar o tempo, todos os adernos de Provas e artões respostas, solicitando que os alunos permaneçam sentados até o término do recolhimento. 2. Preencha todos os campos do Formulário de ontrole da Aplicação. 3. Acondicione o material de aplicação no mesmo pacote em que foi encaminhado, na seguinte seqüência:» Formulário de ontrole da Aplicação;» Lista de Presença;» artões resposta dos alunos presentes;» artão resposta dos alunos ausentes. ATENÇÃO! Os cadernos de Prova da Nova eja retornam dentro do pacote de provas, juntamente com o restante do material de aplicação. Anexos ATENÇÃO! Os artões de respostas possuem uma área reservada ao Aed que, em nenhuma hipótese, pode ser preenchida pelo aluno ou por qualquer membro da escola ou da equipe de aplicação. 4. Lacre o pacote, em sala de aula, seguindo as orientações nele contidas e entregue ao iretor. agradecemos sua colaboração. MANUAL O iretor 27

28 SAERJINHO - 1º IM ARTÃO 9EF - N SAERJINHO - 1º IM ARTÃO 9EF - N esse campo circulado no cartão abaixo servirá como referência para distribuir os adernos de Provas. esse exemplo, mostra que o modelo desse artão é 1001, portanto, você deverá entregar ao aluno o aderno de Provas correspondente. Veja a imagem ao lado da capa de um aderno de Provas. O campo circulado e apontado pela seta indica o modelo do aderno de Provas. Anexos SAERJINHO - 1º IMESTRE 2013 ARTÃO E RESPOSTAS - 9EF IÊNIAS aderno ##### METROPOLITANA V MUNIÍPIO: UQUE E AXIAS ESOLA: ESOLA PROFESSOR JOSÉ ORGES TURNO: MANHÃ SÉRIE/ANO: 1ªSÉRIE EM TURMA: 1004 ÓIGO O ALUNO: NOME O ALUNO: ALEX A RUZ ROHA ASSINATURA O ALUNO AERNO 1001 ATA E NASIMENTO O ALUNO / / INSTRUÇÕES: 1 - onfira os dados impressos no artão de Respostas. 2 - Não amasse ou rasgue esta folha. Ela será recolhida pelo Aplicador. 3 - Marque as respostas das questões neste artão de Respostas, utilizando somente caneta azul ou preta, conforme mostra o exemplo abaixo: QUESTÃO X) A E 4 - Mais de uma resposta invalidará a questão. AVALIAÇÃO 1 IMESTRE AVALIAÇÃO IAGNÓSTIA iências Humanas e iências da Natureza 1 ANO O ENSINO MÉIO Nome do Aluno(a): 01) A 02) A 16) A 17) A 31) A 32) A Orientações 03) A 04) A 05) A 06) A 18) A 19) A 20) A 21) A 33) A 34) A 35) A 36) A Você está recebendo um caderno com 45 questões. Você dispõe de duas horas para responder a todas as questões e de 20 minutos para preencher o artão de Respostas. 07) A 08) A 09) A 10) A 11) A 12) A 22) A 23) A 24) A 25) A 26) A 27) A 37) A 38) A 39) A 40) A 41) A 42) A Leia com atenção cada questão antes de respondê-la. ada questão tem uma única resposta correta. Ao terminar a prova, passe suas respostas para o artão de Respostas, utilizando caneta esferográfica azul ou preta. Não rasure seu artão de Respostas. 13) A 14) A 15) A 28) A 29) A 30) A 43) A 44) A 45) A epois, passe suas respostas para folha de rascunho. Ela servirá para você acompanhar as questões junto ao professor. No final do caderno, você poderá consultar a Tabela Periódica, o iagrama de Pauling e algumas Fórmulas de Física. oa prova! ÁREA RESERVAA À P - NÃO PREENHER Você, Professor Aplicador, deverá anotar o modelo do aderno de Provas no artão de respostas acima, da logomarca do Aed, conforme mostrado no recorte do artão, a seguir. omo os adernos de Provas não retornam no Pacote INSTRUÇÕES: de Provas, esse procedimento garantirá que o modelo do artão de 1 - onfira os dados impressos no artão de Respostas. respostas do aluno corresponderá ao modelo do aderno 2 - Não amassede ou rasgue Provas. esta folha. Ela será recolhida pelo Aplicador. QUESTÃO X) A E ATENÇÃO! 4 - Mais de uma resposta invalidará a questão. aso o artão de respostas entregue ao aluno não corresponda ao modelo de aderno de Provas, você deverá anotar AVALIAÇÃO no campo, acima da logomarca do Aed, o modelo do aderno 01) A de Provas entregue 16) A ao aluno. Veja, 31) Aa seguir, um exemplo: 02) A 17) A 32) A 03) A 18) A 33) A 04) A cartão de ResPostasmodelo c1004 caderno 19) A de PRovas modelo 34) A 05) c1001 A 20) A 35) A 06) A 21) A 36) A 07) A 22) A 37) A SAERJINHO - 1º IMESTRE 2013 ARTÃO E RESPOSTAS - 9EF aderno ##### IÊNIAS 08) A 23) A 38) A 09) A 24) A 39) A METROPOLITANA V MUNIÍPIO: UQUE E AXIAS 10) 40) AERNO 1001 A 25) A A ESOLA: ESOLA PROFESSOR JOSÉ ORGES TURNO: MANHÃ 11) A 26) A 41) A 1 IMESTRE SÉRIE/ANO: 1ªSÉRIE EM TURMA: ) A 27) A 42) A ÓIGO O ALUNO: AVALIAÇÃO IAGNÓSTIA NOME O ALUNO: ALEX A RUZ ROHA 13) A 28) A 43) A ASSINATURA O ALUNO ATA E NASIMENTO O ALUNO / / 14) A 29) A 44) A 15) A iências Humanas 30) A e iências da Natureza 45) A INSTRUÇÕES: 1 - onfira os dados impressos no artão de Respostas. Observe, que, diante 2 - Não amasse dessa ou rasgue esta folha. informação, Ela será recolhida pelo Aplicador. teremos como identificar qual o 1 modelo ANO O ENSINO de aderno MÉIO de de Prova será entregue ao aluno. esse procedimento de identificação do modelo de aderno de testes deverá ser / feito / em toos os artões de respostas. SAERJINHO METROPOLITANA V MUNIÍPIO: UQUE E AXIAS ESOLA: ESOLA PROFESSOR JOSÉ ORGES TURNO: MANHÃ SÉRIE/ANO: 1ªSÉRIE EM TURMA: 1004 ÓIGO O ALUNO: NOME O ALUNO: ALEX A RUZ ROHA ASSINATURA O ALUNO 3 - Marque as respostas das questões neste artão de Respostas, utilizando somente caneta azul ou preta, conforme mostra o exemplo abaixo: QUESTÃO X) A E 4 - Mais de uma resposta invalidará a questão. AVALIAÇÃO Nome do Aluno(a): ) A 16) A 31) A 02) 17) 32) SAERJINHO - 1º IMESTRE 2013 A A A 03) A 18) A 33) A ARTÃO E RESPOSTAS - 9EF 04) A 19) A 34) A 05) A 20) A 35) A IÊNIAS Orientações 06) A 21) A 36) A SAERJINHO - 1º IM ARTÃO 9EF - N 07) A 22) A 37) A Você está recebendo um caderno com 45 questões. 08) A 23) A 38) A 09) A 24) A 39) A Você dispõe ÁREAde duas RESERVAA horas para responder À P a todas - as NÃO questões PREENHER e 10) A 25) A 40) A de 20 minutos para preencher o artão de Respostas. 11) A METROPOLITANA 26) A V41) A Leia com atenção cada questão antes de respondê-la. 12) A 27) A 42) A 13) A MUNIÍPIO: 28) A UQUE 43) E A AXIAS ada questão tem uma única resposta AERNO correta ) A 29) A 44) A 15) A ESOLA: 30) A ) - A ESOLA PROFESSOR JOSÉ ORGES Ao terminar a prova, passe suas respostas para o artão de Respostas, utilizando caneta esferográfica azul ou preta. Não TURNO: MANHÃ rasure seu artão de Respostas. SÉRIE/ANO: 1ªSÉRIE EM epois, passe suas respostas para folha de rascunho. Ela servirá para você acompanhar as questões junto ao professor. TURMA: No final do caderno, você poderá consultar a Tabela Periódica, o ÓIGO O ALUNO: iagrama de Pauling e algumas Fórmulas de Física. ÁREA RESERVAA À P - NÃO PREENHER NOME O ALUNO: ALEX A RUZ ROHA ASSINATURA O ALUNO oa prova! SAERJINHO - 1º IMESTRE 2013 ARTÃO E RESPOSTAS - 9EF IÊNIAS AERNO 1001 ATA E NASIMENTO O ALUNO / / 3 - Marque as respostas das questões neste artão de Respostas, utilizando somente caneta azul ou preta, conforme mostra o exemplo abaixo: AVALIAÇÃO ATA E NASIMENTO O ALUNO INSTRUÇÕES: 1 - onfira os dados impressos no artão de Respostas. 2 - Não amasse ou rasgue esta folha. Ela será recolhida pelo Aplicador. 3 - Marque as respostas das questões neste artão de Respostas, utilizando somente caneta azul ou preta, conforme mostra o exemplo abaixo: QUESTÃO X) A E 4 - Mais de uma resposta invalidará a questão ) A 02) A 16) A 17) A 31) A 32) A

SAERJINHO 2015 MANUAL DO DIRETOR

SAERJINHO 2015 MANUAL DO DIRETOR SAERJINHO 2015 MANUAL DO DIRETOR Apresentação /// Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro Prezado(a) Diretor(a) A prática da avaliação caracteriza-se como um instrumento investigativo

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA CORREÇÃO E LANÇAMENTO DE NOTAS DO VESTIBULAR TRADICIONAL DOMINGO

INSTRUÇÕES PARA CORREÇÃO E LANÇAMENTO DE NOTAS DO VESTIBULAR TRADICIONAL DOMINGO Página 1 de 11 [ INSTRUÇÕES PARA CORREÇÃO E LANÇAMENTO DE NOTAS DO VESTIBULAR DOMINGO LOCAIS DE COMUNICAÇÃO COM O COORDENADOR DE POLO Em DOCUMENTOS E LINKS, dentro da aba VESTIBULAR DOMINGO estarão disponíveis

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO AO CONCURSO TJMMG

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO AO CONCURSO TJMMG Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição. ITEM 1: Caso já possua o cadastro juntamente ao Centro de Integração Empresa Escola de Minas

Leia mais

MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO

MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO Brasília/DF, 7 de maio de 2015. 1 APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO Prezado (a) Supervisor (a) participante

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO TJMMG

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO TJMMG Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição. ITEM 1: Caso já possua o cadastro juntamente ao Centro de Integração Empresa Escola de Minas

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

GESTEC Gestão e Tecnologia. Sistema de Gestão Escolar

GESTEC Gestão e Tecnologia. Sistema de Gestão Escolar Sistema de Gestão Escolar Manual do Usuário versão 2.0 Dezembro/2011 1 Índice Introdução... 4 Acesso ao Sistema... 5 Cadastro de Funcionários... 5 Cadastro de Tipos de Usuários... 8 Cadastro de Usuários...

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE Life Sistemas Manual do Professor 1. Introdução O Centro Universitário Geraldo Di Biase apresenta, neste manual, os serviços do Sistema Life Educacional que você,

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO TJMMG

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO CONCURSO TJMMG Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição. ITEM 1: Caso já possua o cadastro juntamente ao Centro de Integração Empresa Escola de Minas

Leia mais

MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR

MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR Distrito Sanitário Especial Indígena - DSEI RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO IN LOCO - DSEI Brasília/DF, 7 de maio de 2015. 1 APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DA

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções

Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções Manual de instruções Cadastro Avaliação 2013 Caro Usuário, Este manual contém todas as instruções necessárias para preenchimento dos dados de sua escola e alunos.

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF APLICATIVO DE FORMULÁRIOS GUIA DE NAVEGAÇÃO PERFIL MUNICÍPIO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A Maplo traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo de pré-matrícula em nossos

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

www.cespe.unb.br/avaliacao/senai_15_2

www.cespe.unb.br/avaliacao/senai_15_2 ANTES DA APLICAÇÃO, O TÉCNICO EM TI DEVERÁ PREPARAR OS LABORATÓRIOS DE ACORDO COM AS SEGUINTES ESPECIFICAÇÕES: a. CRIAR UM LINK DE ACESSO À INTERNET DE, NO MÍNIMO, 2 (DOIS) MB/S (MEGABYTES POR SEGUNDO)

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais

ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente

ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente Conceito ROTEIRO PARA TREINAMENTO DO SAGRES DIÁRIO Guia do Docente O Sagres Diário é uma ferramenta que disponibiliza rotinas que facilitam a comunicação entre a comunidade Docente e Discente de uma instituição,

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania QUESTIONÁRIO SOBRE A ATUAÇÃO DAS INSTÂNCIAS DE CONTROLE SOCIAL DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA - ICS MANUAL DE

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EAD DEZEMBRO 2013-09/12/2012

PROCESSO SELETIVO EAD DEZEMBRO 2013-09/12/2012 PROCESSO SELETIVO EAD DEZEMBRO 2013-09/12/2012 Calendário Processo de Dezembro Inscrições na internet: até dia 06/12/2012 Data da Prova: 09/12/2012 Resultado: 19/12/2012 Matrículas: 19/12/2012 a 01/02/2013

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Manual Docente Online 2013 Lançamento de Notas e Currículo Mínimo

Manual Docente Online 2013 Lançamento de Notas e Currículo Mínimo Manual Docente Online 2013 Lançamento de Notas e Currículo Mínimo 1 CONTEÚDO Conteúdo..2 Introdução... 3 Como acessar o Portal?... 4 Lançamento de Notas... 6 Lançamento de Frequência para Programas / Projetos

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Manual de Navegação Básica. Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site

Manual de Navegação Básica. Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site Manual de Navegação Básica Siga Relacionamento Sou Abrasel - Site 1 Conteúdo Iniciando a implantação:... 3 para o treinamento no encontro de executivos... 3 Siga Relacionamento... 4 O que é Unidade de

Leia mais

Eleições 2008 - Sistemas de registro de candidaturas

Eleições 2008 - Sistemas de registro de candidaturas Módulo II - 2º dia de aula >>2. Considerações iniciais>>2.4. Sistema de Candidaturas módulo externo CandEx Cartilha CandEx O CandEx, módulo externo do sistema de candidaturas, foi desenvolvido pelo Tribunal

Leia mais

Manual para Envio de Petição Inicial

Manual para Envio de Petição Inicial Manual para Envio de Petição Inicial 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv) 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

Comunidade de Suporte e Feedback

Comunidade de Suporte e Feedback Comunidade de Suporte e Feedback O objetivo deste complemento é criar um canal simples, barato e eficiente de suporte aos clientes, onde eles possam na maioria das vezes aproveitar dúvidas já respondidas,

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. Página1

MANUAL DE SISTEMA. Página1 Página1 Página2 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 3 2 Passo a Passo... 4 2.1. Visão inicial do Sistema Presença 4 2.2. Solicitar Acesso 5 2.3. Substituição do Operador Municipal Máster 7 2.4. Acessar

Leia mais

Manual do Prestador. Autorizador Web

Manual do Prestador. Autorizador Web Manual do Prestador Autorizador Web Instruções Gerais Quando houver a realização de consultas que os beneficiários estiverem sem o cartão de identificação, ou quando este cartão não for reconhecido na

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA Manual Operacional para uso exclusivo do módulo do Sistema Estadual de

Leia mais

MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG. www.cosemsmg-ead.org.br

MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG. www.cosemsmg-ead.org.br MANUAL DO ALUNO COSEMS - MG 1 ÍNDICE 03 APRESENTAÇÃO. Dicas para estudar a distância. Funções do professor e do tutor 04 CADASTRO NO CURSO 05 ACESSO AO CURSO 07 FERRAMENTAS DE ESTUDO. Conteúdo: aulas virtuais.

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E.

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. P á g i n a 1 26 Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A SEED Business Group traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo

Leia mais

Passo a passo Rematrícula 2016

Passo a passo Rematrícula 2016 Antes do Aceite no Portal Passo a passo Rematrícula 2016 Habilite a visualização de janelas pop-ups no seu navegador. Acessando o Portal Meu Medianeira A confirmação da efetivação da Rematrícula dos alunos

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA GUIA DE NAVEGAÇÃO APLICATIVO CONTROLE DE ACESSO. Versão do Guia: 1.1

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA GUIA DE NAVEGAÇÃO APLICATIVO CONTROLE DE ACESSO. Versão do Guia: 1.1 SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA GUIA DE NAVEGAÇÃO APLICATIVO CONTROLE DE ACESSO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Fevereiro de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal

Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal Guia Prático do Usuário Sistema e-commerce e Portal 29/11/2012 Índice ÍNDICE... 2 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. O QUE É E-COMMERCE?... 4 3. LOJA FOCCO... 4 4. COMPRA... 13 5. E-MAILS DE CONFIRMAÇÃO... 14 6.

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário Portal Ypadê Montes Claros, 16 de Julho de 2011 Revisão 3 Sumário 1. Apresentação do portal e escopo deste documento... 2 2. Acessando o Portal Ypadê...

Leia mais

Malote Digital. Manual do usuário

Malote Digital. Manual do usuário Malote Digital Manual do usuário Brasília, Novembro de 2014 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

Para acessar a Secretaria Virtual, utilize seu LOGIN (nº do RA) e a senha (nº do CPF).

Para acessar a Secretaria Virtual, utilize seu LOGIN (nº do RA) e a senha (nº do CPF). Para acessar o sistema interativo (Blackboard), você deverá utilizar o endereço: . Em seguida, clique no link: Ambiente acadêmico (canto superior direito). Para acessar

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS 5. PARTICIPANTES DA DISCIPLINA 6. ENVIAR MENSAGENS 7. PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM 8.

Leia mais

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual)

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual) 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 04 Geração de Login e Senha... 05 Guia de Percurso... 07 Manual Acadêmico... 09 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 11 Edição do Perfil... 13 Ambiente Colaborar e

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual Q-Acadêmico 2.0. Módulo Web - Professor

Manual Q-Acadêmico 2.0. Módulo Web - Professor Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Professor Índice 1 Acessando o sistema via internet... 3 2 Menu de Funcionalidades... 6 2.1 Acompanhamento de Calendários Acadêmicos... 7 2.2 Alterar Senha... 9 2.3

Leia mais

Manual Sistema Proac Editais. Dúvidas Frequentes

Manual Sistema Proac Editais. Dúvidas Frequentes Manual Sistema Proac Editais Dúvidas Frequentes Conteúdo 1. Acesso ao sistema... 3 1.1. Como efetuar Login... 3 1.2. Como recuperar a Senha... 3 1.3. Como fazer um Novo Cadastro de Proponente... 4 1.4.

Leia mais

COMO SOLICITAR O CADASTRO DE UM ITEM SSA Central de Cadastro

COMO SOLICITAR O CADASTRO DE UM ITEM SSA Central de Cadastro COMO SOLICITAR O CADASTRO DE UM ITEM SSA Central de Cadastro Índice 1. Fluxo de Solicitação 2. Acesso ao Aplicativo 3. Alteração de Senha 4. Opções do Menu 5. Pesquisar um item já existente 6. Como criar

Leia mais

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Atenção: Os requerimentos de segunda oportunidade, matrícula em disciplina, rematrícula, matrícula em dependência e trabalhos orientados só poderão ser abertos

Leia mais

LOGÍSTICA E FATURAMENTO

LOGÍSTICA E FATURAMENTO LOGÍSTICA E FATURAMENTO 1. Geração lote de separação 1 2. Impressão Picking list 3 2.1. Por pedidos 3 2.2 Por lote 5 2.3 Controle do Picking List por Lote 7 3. Registro de operação por Caixa 10 3.1 Separação

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Precisamos reinventar a forma de ensinar e aprender, presencial e virtualmente, diante de tantas mudanças na sociedade e no mundo do trabalho. Os modelos tradicionais

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

MÓDULO SITUAÇÃO DO ALUNO

MÓDULO SITUAÇÃO DO ALUNO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE INFORMAÇÕES E TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMAÇÕES EDUCACIONAIS DIRETORIA DE INFORMAÇÕES EDUCACIONAIS INSTRUÇÕES DE

Leia mais

Módulo de Extensão SIGAA. Gerenciamento de Participantes

Módulo de Extensão SIGAA. Gerenciamento de Participantes Módulo de Extensão SIGAA Gerenciamento de Participantes ÍNDICE Instruções gerais Pg. 03 Recomendações Pg. 03 Acessibilidade ao sistema Pg. 03 Acesso ao SIGAA Pg. 03 Acesso ao módulo extensão - docente

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

MANUAL DO PROESC EDUCACIONAL

MANUAL DO PROESC EDUCACIONAL Manual do Proesc Educacional 2012 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 APRESENTAÇÃO --------------------------------------------------------------------------------------- 3 1.2 ACESSANDO O SISTEMA -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática Gerência de Recursos Humanos GRH/PRAD/UFMS Manual do Sistema de RMO Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de RMO Registro Mensal

Leia mais

Procedimentos para aplicação das Avaliações Cursos Online Ao Vivo

Procedimentos para aplicação das Avaliações Cursos Online Ao Vivo Procedimentos para aplicação das valiações ursos Online o Vivo Prezado Parceiro, Sobre as valiações Presenciais e as valiações Especiais dos cursos de Pós-Graduação, informamos que deverão realizar os

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA

SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA SISTEMA DE INFORMAÇÕES ACADÊMICAS SIA Abaixo constam trechos retirados do Manual do Usuário do SIA Sistema de Informações Acadêmicas. A autoria das informações é da equipe do SIA. SISTEMA DE INFORMAÇÕES

Leia mais

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Tutorial Ouvidoria Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Como acessar a Ouvidoria? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 1.0 1 >> 1º Passo: Para acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural nos editais do Ministério da Cultura acesse o Sistema SalicWeb no endereço

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas. Manual. Passo a passo de utilização do Sistema de Gestão Acadêmica (SGA)

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas. Manual. Passo a passo de utilização do Sistema de Gestão Acadêmica (SGA) Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas Manual SGA Do Aluno Passo a passo de utilização do Sistema de Gestão Acadêmica (SGA) Betim 2014 Manual SGA do Aluno - 2014 Pontifícia Universidade

Leia mais

Manual do Sistema. SMARsa. Módulo WEB

Manual do Sistema. SMARsa. Módulo WEB Manual do Sistema SMARsa Módulo WEB Índice INTRODUÇÃO...1 OBJETIVOS....1 TELA DE LOGIN...2 Como Utilizar?...2 INICIANDO O TRABALHO...3 TELA INICIAL...3 PERDA DE CONEXÃO:...4 1. ADMINISTRAÇÃO...5 1.1. Alterar

Leia mais

SARESP 2010. Manual de Orientação

SARESP 2010. Manual de Orientação SARESP 2010 Manual de Orientação Sumário 3 Apresentação 5 Características do SARESP 2010 7 Instrumentos de Avaliação 11 Instrumentos de Orientação 13 Instrumentos de Controle 17 Estrutura e Atribuição

Leia mais

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem.

Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem. TUTORIAL MOODLE Titulo: Primeiro Acesso a Plataforma MOODLE. Autor: NUTEIA Data de Criação: 03 / 02 / 2008. Atualizado em: 16 / 03 / 2012. 1ª Etapa 01

Leia mais

7. Acesso ao NetTeacher

7. Acesso ao NetTeacher 7. Acesso ao NetTeacher O acesso dos professores deverá ser realizada por meio do portal do UNIS, em link disponibilizado na página da IES, bem como o acesso dos alunos hoje é realizado também pelo site

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

PRODAV 05/2014 Passo a passo para inscrição do projeto

PRODAV 05/2014 Passo a passo para inscrição do projeto PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO NA CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 05/2014 Para se inscrever na CHAMADA PÚBLICA BRDE/FSA PRODAV 05/2014, clique em http://ancine.brde.com.br/ancine/login.asp ou através do

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

Guia Sistema. HelpDesk. Desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação e Comunicação do Campus VIII:

Guia Sistema. HelpDesk. Desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação e Comunicação do Campus VIII: Guia Sistema HelpDesk Desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação e Comunicação do Campus VIII: Franciscarlos Nascimento de Ávila Técnico em Tecnologia da Informação. Rodrigo Franklin Frogeri

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PARA NAVEGAR NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA

MANUAL DO ALUNO PARA NAVEGAR NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA MANUAL DO ALUNO PARA NAVEGAR NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - AVA MANUAL DO ALUNO PARA ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Conteúdo Tela de acesso... 4 Dados de Cadastro... 5 Dados cadastrais...

Leia mais

Cadastro NOVO Bilhete Único - SPTRANS

Cadastro NOVO Bilhete Único - SPTRANS ÍNDICE 1. Objetivo...02 2. Cadastramento para emissão do NOVO Bilhete Único...3/10 3. Sessão Expirada...11/13 4. Etapas do Cadastro...14/16 5. Finalização do Cadastro...17/18 6. Pesquisa de Satisfação...19/19

Leia mais

Secretaria da Educação do Estado do Rio Grande do Sul. Manual: Sistema de Controle Patrimonial Inventário

Secretaria da Educação do Estado do Rio Grande do Sul. Manual: Sistema de Controle Patrimonial Inventário Secretaria da Educação do Estado do Rio Grande do Sul Manual: Sistema de Controle Patrimonial Inventário Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessar o Controle Patrimonial Web... 4 2.1. Login... 4 3. Inventário...

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

Guia de instruções passo a passo para o registro de Projetos de Pesquisa na PRPPG

Guia de instruções passo a passo para o registro de Projetos de Pesquisa na PRPPG UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE PESQUISA Guia de instruções passo a passo para o registro de Projetos de Pesquisa na PRPPG O Sistema de Acadêmico

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento.

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Tutorial Folha Express Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Índice Apresentação Pág. 2 Passo 1 Pág. 3 Disponibilização da Folha de Pagamento Passo 2 Pág. 5 Exportação de clientes e Folha de

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O SUPERVISOR

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O SUPERVISOR PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O SUPERVISOR 3º CICLO DA AVALIAÇÃO PELO SUPERVISOR PROVAB 2014 Brasília/DF, 30 de dezembro de 2014. 1 Prezado(a) Supervisor(a) do

Leia mais

TUTORIAL PARA O GESTOR MUNICIPAL

TUTORIAL PARA O GESTOR MUNICIPAL PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O GESTOR MUNICIPAL 2º CICLO DA AVALIAÇÃO PELO GESTOR MUNICIPAL PROVAB 2015 Brasília/DF, 1 de setembro de 2015. 1 APRESENTAÇÃO AVALIAÇÃO

Leia mais

Guia de Ambientação Março/2011

Guia de Ambientação Março/2011 Guia de Ambientação Março/2011 APRESENTAÇÃO Caro cursista, Bem vindo ao Guia de Ambientação. Este documento é dirigido a você, participante. Com ele, você conhecerá como está estruturada a interface de

Leia mais