Noções de química. Conceitos Química molécula substância mistura solução diluição fórmula I NTROD U ÇÃO AO M Ó DULO DE S E RV I Ç O S GE R A I S

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Noções de química. Conceitos Química molécula substância mistura solução diluição fórmula I NTROD U ÇÃO AO M Ó DULO DE S E RV I Ç O S GE R A I S"

Transcrição

1 I NTROD U ÇÃO AO M Ó DULO DE S E RV I Ç O S GE R A I S Noções de química Conceitos Química molécula substância mistura solução diluição fórmula ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 1 5/4/ :11:32

2 Habilidades a serem desenvolvidas: Reconhecer e aplicar conceitos químicos em situações-problema propostas. O que é Química? A Química é a Ciência que estuda a estrutura e composição dos diferentes materiais que compõem o Universo: os objetos, os seres vivos e brutos, bem como as suas transformações. Além das substâncias químicas naturais, existem outras criadas em laboratório (substâncias sintéticas). A química está presente na natureza, no nosso corpo, nos alimentos, nos cosméticos, nos produtos de limpeza, nos medicamentos e muito mais! A ideia de que o que contém química é ruim é um equívoco. Sem química não há como existir vida no Planeta. Em seu trabalho na empresa, você encontrará a química em muitas situaçòes cotidianas. Por isso, vamos relembrar aqui alguns conceitos que provavelmente você já aprendeu no estudo de ciências na escola. A matéria Tudo o que existe e ocupa lugar no espaço é considerado matéria. A matéria é formada por partículas muito pequenas e invisíveis denominadas átomos. Estas partículas se ligam formando moléculas, unidades também invisíveis. Chamamos de substância a um conjunto de moléculas iguais. A água é um exemplo de substância. Quando se juntam substâncias diferentes, forma-se uma mistura. O ar que respiramos é uma mistura de vários gases, dentre elas, o gás oxigênio. Cada tipo de átomo pertence a um tipo de elemento químico. Os átomos de fósforo, ouro, oxigênio, hidrogênio, carbono e cloro são alguns exemplos de elementos químicos que, combinando-se, formam os vários tipos de substâncias. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 2 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 2 5/4/ :11:32

3 Existem substâncias formadas por um só tipo de átomo, enquanto outras apresentam átomos de diferentes elementos químicos em suas moléculas. O tipo de substância, suas características e propriedades, vão depender da quantidade e tipos de átomos de sua molécula. Toda molécula é representada graficamente por uma fórmula química. Exemplo: A água é uma substância cuja molécula é formada por dois elementos químicos diferentes. Sua fórmula indica que uma molécula de água é formada por dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio: H2O Os estados físicos A matéria pode se apresentar na natureza na forma líquida, sólida ou gasosa. Essas formas são conhecidas como estados físicos. De acordo com o tipo de estado, as moléculas podem estar mais ou menos juntas ou movimentadas. No estado sólido, a matéria está rígida, compacta. Nesse estado, as moléculas têm pouco movimento, encontram-se bem juntinhas na mesma posição. Exemplo: Água na forma de gelo. O estado líquido é intermediário entre os estados sólido e gasoso. Os líquidos não mantêm uma forma definida e, sim, a do recipiente que os contém. Suas moléculas deslizam umas sobre as outras e movimentam-se com intensidade média. Ex: Água que bebemos. No estado gasoso, moléculas encontram-se distantes umas das outras. A maioria dos gases é invisível aos nossos olhos. Os gases também assumem a forma do recipiente que os contém. Suas moléculas se movimentam bastante. O ar é um exemplo de matéria no estado gasoso; ele é uma mistura de gases, entre eles, o vapor de água, que é a água no estado gasoso. Toda substância mantém a mesma composição, isto é, o mesmo tipo de molécula e de fórmula, em qualquer estado físico em que se apresente. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 3 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 3 5/4/ :11:32

4 Mudanças de estado físico As substâncias podem passar de um estado físico para outro. Essa mudança ocorre principalmente por alteração na temperatura e/ou na pressão atmosférica. Pressão atmosférica: é a ação do peso do ar sobre a superfície do Planeta. Pode ser medida pelo barômetro. Temperatura: quantidade de calor em um corpo, que pode ser medida pelo termomêtro. Se aumentar a temperatura e/ou diminuir a pressão atmosférica, as moléculas da substância se agitam mais e tendem a se desorganizar e, se as condições se inverterem, isto é, a temperatura diminuir e/ou a pressão atmosférica aumentar, ocorre diminuição dessa agitação, juntando mais as moléculas. Considerando-se apenas a variação da temperatura, ocorrem as mudanças de estado físico: Fusão: passagem do estado sólido para o líquido. Vaporização: passagem do estado líquido para o gasoso. Solidificação: passagem do estado líquido para o sólido. Condensação: passagem do estado gasoso para o líquido. Sublimação: passagem do estado sólido para gasoso. Vamos ver, como exemplo, as mudanças de estado físico da água : Para ocorrer fusão ou vaporização, é preciso fornecer energia (calor) à água, ou seja, aquecê-la. Para a solidificação ou condensação, é preciso retirar energia (calor) da água, ou seja, resfriá-la. Há dois tipos de vaporização: evaporação e ebulição. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 4 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 4 5/4/ :11:32

5 A evaporação ocorre à temperatura ambiente de forma lenta. Como exemplo, roupas secando no varal. Na ebulição, a água ferve, mas precisa ser aquecida até chegar à temperatura de 100o C. Passa do estado líquido para o gasoso de forma rápida. Diferença entre gás e vapor Gás é a substância cujo estado natural é o gasoso. Por exemplo, o gás carbônico. Vapor é a substância que se encontra no estado gasoso de forma temporária porque sofreu mudança. Por exemplo, o vapor de água. Outros fatores que influenciam a velocidade de evaporação da água: Umidade relativa do ar: diminui a taxa de evaporação. Ventilação: aumenta a taxa de evaporação. Superfície exposta ao ar: aumenta a taxa de evaporação. Tipos de misturas Mistura heterogênea É aquela em que seus componentes são perceptíveis, isto é, podem ser vistos a olho nu ou com um microscópio, por exemplo. Exemplo: Água e areia. Mistura homogênea É aquela cujas substâncias componentes não podem ser identificadas, pois sofrem dissolução. Toda mistura homogênea é uma solução. Exemplos: Água com álcool ; água e sal de cozinha. Soluções Se tivermos duas substâncias numa mistura em que não seja possível mais distinguir uma da outra, diremos que houve uma dissolução. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 5 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 5 5/4/ :11:32

6 Os componentes de uma dissolução são: soluto a substância que se dissolve. solvente ou dissolvente a substância no qual se dissolve o soluto. solução resultado da mistura entre o solvente e o soluto. A água é considerada solvente universal porque é capaz de dissolver grande parte das substâncias. Exemplos de soluções no cotidiano: Sal na água da sopa. Café solúvel na água. Sabão em pó na água da máquina de lavar. A água pura é inodora - sem cheiro; insípida sem sabor e incolor - sem cor Quando sentimos algum cheiro ou sabor na água ou notamos cor, é sinal de que outras substâncias (líquidos, sólidos ou gases) estão presentes,dissolvidas ou não na água. A água que bebemos é uma mistura- do tipo solução - da substância água com sais minerais. A água destilada é pura do ponto de vista químico, mas não é adequada para beber. Há substâncias consideradas insolúveis na água. Por exemplo, óleos e gorduras. Exemplos que retratam a importância da água como solvente: No nosso sangue, sais minerais, vitaminas, açúcares, entre outras substâncias, são transportados dissolvidos na água. Sais minerais dissolvidos na água são absorvidos pelas raízes de plantas. Na digestão dos alimentos em nosso corpo, ocorrem reações químicas que dependem de substâncias químicas dissolvidas em água. Os peixes respiram o gás oxigênio do ar que se dissolve na água. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 6 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 6 5/4/ :11:32

7 Diluição Diluição é o ato de tornar uma solução menos concentrada de soluto através do aumento da quantidade de solvente. Ao compararmos duas soluções de mesmo soluto em relação ao solvente, podemos dizer: Mais concentrada = maior concentração de soluto solução forte. Mais diluída = menor concentração de soluto solução fraca. Como fazer uma diluição? Geralmente adicionamos água - que é um solvente - à solução: Exemplo do cotidiano: um suco de limão forte pode virar limonada fraca se você adicionar água. Em uma diluição, a quantidade de soluto não se altera, o volume da solução aumenta pelo acréscimo de água. Dizemos que tantas partes de um material estão sendo diluídas em um número total de partes do produto final. Em uma diluição, trabalhamos com a proporção dos componentes. Para diluir uma solução, adicionamos água. Dissolver, diluir e concentrar Quando adicionamos cloreto de sódio (sal de cozinha) à água, dizemos que o cloreto de sódio dissolveu-se na água, formando uma solução aquosa de cloreto de sódio. Neste caso, usamos o termo dissolver. Só devemos dizer diluir quando adicionamos mais água a uma solução aquosa já existente. Para concentrar uma solução aquosa de cloreto de sódio, podemos adicionar mais cloreto de sódio (soluto) ou retirar água por evaporação. Exemplos de diluições: Diluição de 1 para 10 de leite em água. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 7 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 7 5/4/ :11:32

8 Esta frase poderia ser escrita de outras formas, com o mesmo significado: Fazer uma diluição 1 em 10, de leite em água. Fazer uma diluição 1 para 10, de leite com água. Fazer uma diluição 1/10, de leite com água. Fazer uma diluição 1:10, de leite usando água. Fazer uma diluição de 1 parte de leite e 9 partes de água. Cálculos: Se quisermos 1litro de solução no total: 1 litro =1000ml Proporção pedida 1/10 = 1 de leite / 10 de água Leite: 1/10 de 1000 = 1 X =100ml 100 ml de leite + 900ml de água=1000ml de solução Se quisermos 3 litros de solução no total: 3 litros =3000ml Proporção pedida 1/10 = 1 de leite / 10 de água Leite: 1/10 de 3000 = 1 X =300ml 300 ml de leite ml de água= 3000ml de solução Ou basta simplesmente multiplicar por 3 os valores obtidos para 1 litro. Ou se a proporção pedida inicialmente fosse 3/10: Leite: 3/10 de 1000 = 3 X =300ml 300 ml de leite + 700ml de água = 1000ml de solução Funções Químicas As substâncias químicas podem ser classificadas por funções. As principais funções são Ácidos, Bases, Sais e Óxidos. Em nosso dia a dia, ouvimos falar de ácidos e bases, como o ácido sulfúrico e a soda cáustica, por exemplo. Os ácidos têm sabor azedo e as bases ou álcalis têm sabor adstringente (já sentiu APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 8 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 8 5/4/ :11:32

9 o gosto de sabão?). Cuidado, é perigoso colocar uma substância na boca para descobrir sua função química. Algumas podem matar. Uma maneira prática de compreender as funções é observar reações entre os ácidos e as bases. Os produtos deste encontro serão sempre um sal e água, não importando qual é o ácido ou base. ÁCIDO + BASE = SAL + ÁGUA Para saber se uma substância tem caráter ácido ou básico, os químicos utilizam uma escala que vai de 0 a 14, chamada de escala de ph. Ácido Neutro Base Toda substância com ph entre 0 e 7 é ácida. As substâncias básicas têm ph entre 7 e 14. O ph 7 é neutro, ou seja, nem ácido nem básico. Exemplos de ph de algumas substâncias/produtos: APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 9 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 9 5/4/ :11:32

10 Substância ou produto ph Sangue 6,5 a 7,3 Leite de vaca 6,3 a 6,6 Saliva 6,5 a 7,5 Detergente 6,5 a 7,5 Suco gástrico (do estômago 1 a 3 Água potável 5 a 8 Água Pura (destilada) 7 Refrigerante 1,8 a 3 Amoníaco (doméstico) 11,8 a 12,3 Vinagre 2,5 a 3,5 Suco de limão 2,1 a 2,4 Café 5 Bicarbonato de sódio 8,5 Atividades 1. Você sabia que o açúcar branco é composto exclusivamente por uma substância química chamada sacarose? Sabia que o vinagre é uma solução aquosa com 4% de ácido acético? E que os refrigerantes contêm ácido fosfórico? Alguns nomes científicos das substâncias parecem complicados, mas não é por isso que são necessariamente venenosos. Leite e feijão, por exemplo, não são venenosos e são formados por muitas substâncias químicas de nomes complicados, assim como todos os alimentos. Pesquise, em embalagens de leite e de feijão, a sua composição e escreva os nomes das substâncias encontradas. Observe também embalagens de xampus, desodorantes, detergentes, etc. Extraído de: Ciências: livro do estudante : ensino fundamental 2. ed. Brasília : MEC : INEP, APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 10 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 10 5/4/ :11:32

11 2. Não são apenas palavras ou expressões que são incorporadas à comunicação de nosso cotidiano, com o aparecimento de novos produtos ou os resultados de pesquisas científico-tecnológicas. Várias outras representações são veiculadas como meio de informação. Os símbolos abaixo são figuras que informam sobre algumas propriedades dos produtos. LÍQUIDO INFLAMÁVEL TÓXICO RADIOATIVO O que quer informar cada um deles? São símbolos que indicam: I = inflamável, II = tóxico, III = radioativo. O que significa cada uma dessas propriedades? Um produto inflamável no ar é aquele que facilmente se converte em chamas. Nesse caso, o fogo é a queima da substância, ou seja, a produção de calor, luz e material gasoso no processo de combinação de uma substância com o oxigênio. É um fenômeno que ocorre com a participação da camada eletrônica dos átomos. Tóxico significa veneno. Esse tipo de produto pode alterar ou destruir funções vitais de um organismo, pela reação química da substância com a matéria viva, levando à destruição de células e de outras estruturas biológicas. Radioativo diz respeito a uma substância que tem radioatividade, propriedade de alguns núcleos de átomos instáveis de emitir espontaneamente partículas alfa (α) ou beta (β) radiação eletromagnética (radiação γ). Essas partículas e radiações são bastante penetrantes e podem destruir células. Procure, nas embalagens de produtos que você usa no trabalho ou em casa, os símbolos que caracterizam algumas de suas propriedades, como as exemplificadas na tabela. Complete a tabela para, no mínimo, dez produtos: APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 11 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 11 5/4/ :11:33

12 Produto Inflamável Tóxico Radioativo Outro Leite Álcool x * Cera * * (*) não retornável (propriedade da embalagem); (**) reciclável aço (propriedade da embalagem) LIMPEXTOTAL Detergente neutro concentrado, indicado para lavagem manual de louças, talheres, copos e utensílios em geral; limpeza de pisos, paredes; superfícies pintadas e esmaltadas. Possui alto poder de espuma e remoção de sujidades. Diluição: Louças 1/10 Limpeza Leve 1/40 Limpeza Pesada 1/20 Embalagem: Bombona de 5 litros. Ajude-o a interpretar estas informações e responder às questões a seguir: a) Qual deve ser o ph do produto? Neutro-pH 7 b) Ele já está pronto para uso? Não. Ainda precisa ser diluído. c) Pode ser usado para limpar pisos? Sim. d) No caso de limpeza de resíduos difíceis de serem removidos, como deve ser a diluição do produto? Limpeza pesada: 1/20 isto é, 1 parte de detergente para 19 de água. e) Para lavagem de louças, quantos litros renderá o produto após diluído? Louças: 1/10- para cada litro de detergente, adicionar 9 litros de água. Como a embalagem original tem 5 litros de detergente: 5 litros de detergente concentrado para 45 litros de água= 50 litros de solução detergente. APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 12 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 12 5/4/ :11:33

13 4. Foram coletadas amostras de água em três pontos diferentes de um rio. Os valores obtidos de ph foram os seguintes: Ponto 1: ph = 5 Ponto 2: ph = 6 Ponto 3: ph = 7 A) Em qual lugar a água apresenta maior acidez? Ponto 1 B) Em que ponto o ph da água é neutro? Ponto 3 C) Em que ponto a água tem característica similar ao café? Ponto 1 ver quadro com valores de ph. Questões de concursos ENCCEJA- Ensino Médio- Ciências Naturais Uso de água sanitária para desinfetar a água para beber: Para desinfetar 1000 litros de água, adicione cinco colheres de sopa de água sanitária, e misture bem. Após trinta minutos, a água pode ser consumida. Para desinfetar 20 litros de água, adicione uma colher das de chá de água sanitária, e espere trinta minutos para usá-la. Para um litro, use duas gotas. Com base nessas instruções, a água de um poço foi tratada com água sanitária da seguinte maneira: Para cada 10 litros de água, foram adicionadas 10 gotas de água sanitária. Analisando a descrição do procedimento sobre o tratamento de água de poço com água sanitária, pode-se afirmar que (A) o procedimento foi correto. (B) foram colocadas 10 gotas de água sanitária a mais. (C) foram colocadas 10 gotas de água sanitária a menos. (D) foram colocadas 20 gotas a menos. Resposta C Se a recomendação era de 1litro= 2 gotas O correto seria então para 10 litros = 20 gotas APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 13 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 13 5/4/ :11:33

14 2. Muitas pessoas associam a palavra ácido a substâncias químicas que corroem materiais e que são prejudiciais à saúde. Para mostrar que tal associação é equivocada, basta lembrar que são classificados como ácidos (A) vinagre e suco de laranja. (B) bicarbonato de sódio e vaselina. (C) sal de cozinha e açúcar. (D) sabão e detergente. Resposta (A) SELEÇÃO PÚBLICA PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DOS CORREIOS 3. Os fenômenos físicos, como as mudanças de estado físico da matéria, muito interessam à Química. Relacione as situações numeradas com o nome correto da mudança de estado ocorrida: 1. O gelo sumiu no copo de limonada. 2. A roupa secou no varal. 3. A água ferveu na chaleira. 4. A bolinha de naftalina foi ficando pequenina. 5.Gotinhas d água aparecem do lado de fora de uma garrafa de refrigerante gelada. 6. Uma fumacinha sobe da panela de angu. ( ) Sublimação. ( ) Fusão. ( ) Vaporização. ( ) Ebulição. ( ) Condensação. ( ) Evaporação. A sequência está correta em: A) 4, 5, 6, 3, 1, 2 B) 2, 1, 5, 3, 6, 4 C) 4, 1, 6, 3, 5, 2 D) 2, 5, 3, 6, 1, 4 Resposta : C APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 14 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 14 5/4/ :11:33

15 4. As misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas, e são classificadas de acordo com o número de fases. Acerca disso, relacione as colunas a seguir: 1. Mistura homogênea. 2. Mistura heterogênea. ( ) Água + sal de cozinha. ( ) Água + cloro. ( ) Água + óleo. ( ) Água + areia. A sequência está correta em: A) 1, 2, 1, 2 B) 1, 1, 2, 2 C) 2, 1, 2, 1 D) 2, 2, 1, 1 Resposta : B APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 15 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 15 5/4/ :11:33

16 APRENDIZ LEGAL - EDUCADOR / ORIENTADOR 16 ficha10_al_serv_gerais_educador_01a.indd 16 5/4/ :11:33

QUÍMICA POR QUE ESTUDAR QUÍMICA?

QUÍMICA POR QUE ESTUDAR QUÍMICA? QUÍMICA POR QUE ESTUDAR QUÍMICA? A Química contribui para a melhora da qualidade de vida das pessoas, se souber usá-la corretamente. Nosso futuro depende de como vamos usar o conhecimento Químico. A química

Leia mais

LISTA 1 NÍVEL 1. Material Extra

LISTA 1 NÍVEL 1. Material Extra LISTA 1 NÍVEL 1 01. (UEMA) Das três fases de uma substância, a que possui menor energia cinética é a fase, cuja característica é apresentar. Os termos que preenchem corretamente as lacunas são: a) Sólida

Leia mais

Química na cozinha: www.interaulaclube.com.br

Química na cozinha: www.interaulaclube.com.br Química na cozinha: funções químicas Na Aula 43, você estudou um processo chamado fermentação, que determinados seres vivos promovem para sobreviver. Você aprendeu qual a importância da fermentação para

Leia mais

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida -

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida - ESTUDO DA MATÉRIA QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida - Matéria Material ou matéria é tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Água Ar Madeira Ouro Corpo Porção limitada da matéria Barra de Ouro Tronco

Leia mais

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com

Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Profa. Maria Fernanda - Química nandacampos.mendonc@gmail.com Estudo de caso Reúnam-se em grupos de máximo 5 alunos e proponha uma solução para o seguinte caso: A morte dos peixes ornamentais. Para isso

Leia mais

Texto: QUÍMICA NO COTIDIANO. Outras disciplinas que são citadas com frequência são a química molecular, a eletroquímica, a

Texto: QUÍMICA NO COTIDIANO. Outras disciplinas que são citadas com frequência são a química molecular, a eletroquímica, a Texto: QUÍMICA NO COTIDIANO Outras disciplinas que são citadas com frequência são a química molecular, a eletroquímica, a química nuclear, a radioquímica e a estereoquímica. É de costume incluir a química

Leia mais

Solubilidade. Ricardo Queiroz Aucélio Letícia Regina de Souza Teixeira

Solubilidade. Ricardo Queiroz Aucélio Letícia Regina de Souza Teixeira Ricardo Queiroz Aucélio Letícia Regina de Souza Teixeira Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons. http://creativecommons.org.br http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/legalcode

Leia mais

UNIDADE DIDÁTICA TEMA: QUÍMICA NA FORMAÇÃO DO CIDADÃO TÍTULO:COMPREENDENDO TÓPICOS DE QUÍMICA PARA SE TORNAR UM CIDADÃO MAIS CRÍTICO

UNIDADE DIDÁTICA TEMA: QUÍMICA NA FORMAÇÃO DO CIDADÃO TÍTULO:COMPREENDENDO TÓPICOS DE QUÍMICA PARA SE TORNAR UM CIDADÃO MAIS CRÍTICO Universidade Tecnológica Federal do Paraná Secretaria de Estado da Educação Superintendência da Educação Diretoria de Políticas e Programas Educacionais Programa de Desenvolvimento Educacional UNIDADE

Leia mais

Equilíbrio Químico. PROF. NÚRIA Kc, Kp, Ka, Ki, Kb E ph

Equilíbrio Químico. PROF. NÚRIA Kc, Kp, Ka, Ki, Kb E ph Equilíbrio Químico PROF. NÚRIA Kc, Kp, Ka, Ki, Kb E ph 1 - "O conceito de equilíbrio é fundamental na química, mas não é exclusivo da química. Vivemos em uma situação social e econômica que constitui equilíbrio

Leia mais

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração A UU L AL A Respiração A poluição do ar é um dos problemas ambientais que mais preocupam os governos de vários países e a população em geral. A queima intensiva de combustíveis gasolina, óleo e carvão,

Leia mais

RESUMOS TEÓRICOS de QUÍMICA GERAL e EXPERIMENTAL

RESUMOS TEÓRICOS de QUÍMICA GERAL e EXPERIMENTAL RESUMOS TEÓRICOS de QUÍMICA GERAL e EXPERIMENTAL 5 ESTUDO DA MATÉRIA 1 DEFINIÇÕES Matéria é tudo que ocupa lugar no espaço e tem massa. Nem tudo que existe no universo e matéria. Por exemplo, o calor e

Leia mais

Equipe de Química QUÍMICA

Equipe de Química QUÍMICA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 11R Ensino Médio Equipe de Química Data: QUÍMICA SOLUÇÕES As misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas

Leia mais

PROJETO SENTINDO A ÁGUA

PROJETO SENTINDO A ÁGUA PROJETO SENTINDO A ÁGUA Adriana Maria de Souza Geraldo Fernanda Daniela F. Rodrigues Juliana Aparecida Ribeiro Resumo O presente projeto foi desenvolvido em um Centro Municipal de Educação Infantil, com

Leia mais

Química - Profa. GRAÇA PORTO

Química - Profa. GRAÇA PORTO Disciplina: Química Química - Profa. GRAÇA PORTO ESTUDO DAS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS Você sabe caracterizar a quanto ao sabor, a cor e ao cheiro? E o sal? Quais são as características do açúcar? Agora, tente

Leia mais

SEGURANÇA E TÉCNICA DE LABORATÓRIO AULA 01: ORGANIZANDO O LABORATÓRIO TÓPICO 03: ORGANIZAÇÃO LABORATORIAL O laboratório, seja de uma indústria, de um centro de pesquisa ou de uma instituição de ensino

Leia mais

UAB/UFABC Química Divertida. Propriedades do sabão. OBJETIVO: Este experimento tem como objetivo a preparação de um sabão simples.

UAB/UFABC Química Divertida. Propriedades do sabão. OBJETIVO: Este experimento tem como objetivo a preparação de um sabão simples. 1 UAB/UFABC Química Divertida Propriedades do sabão OBJETIVO: Este experimento tem como objetivo a preparação de um sabão simples. TAREFAS A SEREM ENTREGUES!!!! Preste bem a atenção!!!!! Você deverá responder

Leia mais

E X P E R I Ê N C I A S D E 1º A N O

E X P E R I Ê N C I A S D E 1º A N O E X P E R I Ê N C I A S D E 1º A N O PROF. AGAMENON ROBERTO < 2007 > Prof. Agamenon Roberto 1º ANO EXPERIÊNCIAS 2 1ª e 2ª EXPERIÊNCIAS DESTILAÇÃO SIMPLES E DESTILAÇÃO FRACIONADA OBJETIVO: Mostrar como

Leia mais

Oficina Bactérias e Fungos

Oficina Bactérias e Fungos Oficina Bactérias e Fungos Leia todo a material antes de iniciar as atividades. Aproveite esse momento para explorar seus conhecimentos e ter uma aprendizagem significativa. Socialize suas dúvidas e conhecimentos

Leia mais

LABORATÓRIO DE QUÍMICA ATIVIDADES LABORATORIAIS

LABORATÓRIO DE QUÍMICA ATIVIDADES LABORATORIAIS LABORATÓRIO DE QUÍMICA ATIVIDADES LABORATORIAIS EMENTA QUÍMICA APLICADA À ENGENHARIA Elementos químicos e as propriedades periódicas; ligações químicas; algumas funções orgânicas e inorgânicas; reações

Leia mais

SISTEMAS MATERIAIS - 2012

SISTEMAS MATERIAIS - 2012 SISTEMAS MATERIAIS - 2012 1- (UFV) A obtenção de gasolina a partir do petróleo é feita por: A) destilação fracionada; B) destilação simples; C) filtração simples; D) filtração sob pressão reduzida; E)

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA

PROPRIEDADES DA MATÉRIA PROPRIEDADES DA MATÉRIA Profª Marcelly da Silva Sampaio RELEMBRANDO Matéria é tudo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Não existe vida nem manutenção da vida sem matéria. Corpo- Trata-se de uma porção

Leia mais

Ciências/15 6º ano Turma:

Ciências/15 6º ano Turma: Ciências/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 6ºcie302r Roteiro de Estudos- Recuperação de Ciências 6 ANO 2º trimestre Atividades para a oficina de estudo: Ciências - 6º ano 2º trimestre * Organizador-

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 24

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 24 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 24 9º NO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Diversos experimentos, usando principalmente água e materiais de fácil obtenção, são

Leia mais

Principais propriedades físicas da água.

Principais propriedades físicas da água. BIOQUÍMICA CELULAR Principais propriedades físicas da água. Muitas substâncias se dissolvem na água e ela é comumente chamada "solvente universal". Por isso, a água na natureza e em uso raramente é pura,

Leia mais

Propriedades Coligativas

Propriedades Coligativas 1. Introdução Propriedades Coligativas Algumas propriedades do solvente mudam quando um soluto é dissolvido nele para formar uma solução. O ponto de congelamento da água salgada, por exemplo, é menor que

Leia mais

Diante da atual situação de desabastecimento de água na cidade. Orientações à população para uso da Água. prefeitura.sp.gov.

Diante da atual situação de desabastecimento de água na cidade. Orientações à população para uso da Água. prefeitura.sp.gov. Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Vigilância em Saúde - COVISA 08 de abril de 05 Orientações à população para uso da Água Diante da atual situação de desabastecimento

Leia mais

Química 12º Ano. Unidade 2 Combustíveis, Energia e Ambiente. Actividades de Projecto Laboratorial. Janeiro 2005. Jorge R. Frade, Ana Teresa Paiva

Química 12º Ano. Unidade 2 Combustíveis, Energia e Ambiente. Actividades de Projecto Laboratorial. Janeiro 2005. Jorge R. Frade, Ana Teresa Paiva Efeitos da composição em temperaturas de fusão e de ebulição Química 12º Ano Unidade 2 Combustíveis, Energia e Ambiente Actividades de Projecto Laboratorial Janeiro 2005 Jorge R. Frade, Ana Teresa Paiva

Leia mais

SOLUÇÕES. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas.

SOLUÇÕES. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas. QUÍMICA PROF - 3C13 SOLUÇÕES As misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas. As misturas homogêneas possuem uma fase distinta. As misturas heterogêneas possuem duas ou mais fases distintas. Solução é

Leia mais

Oficina de fabricação de sabão a partir de resíduos de óleo doméstico (de cozinha)

Oficina de fabricação de sabão a partir de resíduos de óleo doméstico (de cozinha) Oficina de fabricação de sabão a partir de resíduos de óleo doméstico (de cozinha) Essa cartilha tem como objetivo, auxiliar no processo de ensinoaprendizagem durante a oficina de Fabricação de sabão a

Leia mais

TRC 095 UMIDIFICADOR ULTRASONICO MANUAL DE INSTRUÇÕES

TRC 095 UMIDIFICADOR ULTRASONICO MANUAL DE INSTRUÇÕES TRC 095 UMIDIFICADOR ULTRASONICO MANUAL DE INSTRUÇÕES LEIA ESTE MANUAL CUIDADOSAMENTE ANTES DE INSTALAR, GUARDE O PARA FUTURAS REFERENCIAS DADOS TÉCNICOS Modelo: TRC 095 Saída Padrão: 280mllh Volume de

Leia mais

AULA 1: MATÉRIAS E SUAS PROPRIEDADES

AULA 1: MATÉRIAS E SUAS PROPRIEDADES AULA 1: MATÉRIAS E SUAS PROPRIEDADES Prof.Me Elayne Química-Aula 1 MATÉRIA Tudo que ocupa lugar no espaço e tem massa é matéria. Energia tudo aquilo que pode modificar a estrutura da matéria, provocar

Leia mais

UFU 2014 VESTIBULAR DE MAIO 1ª FASE

UFU 2014 VESTIBULAR DE MAIO 1ª FASE UFU 2014 VESTIBULAR DE MAIO 1ª FASE 1-O iodo-132, devido à sua emissão de partículas beta e radiação gama, tem sido muito empregado no tratamento de problemas na tireoide. A curva abaixo ilustra o decaimento

Leia mais

Apostila com Receitas de Produtos de Limpeza e Higiene Ecológicos

Apostila com Receitas de Produtos de Limpeza e Higiene Ecológicos Apostila com Receitas de Produtos de Limpeza e Higiene Ecológicos 2 litros de água 1 sabão caseiro ralado 1 colher de Óleo de Rícino 1 colher de Açúcar. SABÃO LÍQUIDO PARA LOUÇA Ferver todos os ingredientes

Leia mais

Por exemplo a água salgada é uma substância ou uma mistura? A água salgada é uma mistura de duas substâncias: a água e o cloreto de sódio.

Por exemplo a água salgada é uma substância ou uma mistura? A água salgada é uma mistura de duas substâncias: a água e o cloreto de sódio. Sumário Correção do TPC. Soluto, solvente e solução. Composição qualitativa e quantitativa de soluções concentração de uma solução. saturadas. Exercícios de aplicação. Ficha de Trabalho Soluto, solvente

Leia mais

SOLUÇÕES. Curvas de Solubilidade

SOLUÇÕES. Curvas de Solubilidade QUÍMICA SOLUÇÕES 1. INTRODUÇÃO Soluções são misturas homogêneas, ou seja, misturas entre dois ou mais componentes apresentando uma única fase. Exemplos: Água + Álcool Água + Sal + Açucar Curvas de Solubilidade

Leia mais

3 segurança AlimentAr CHRistianne de VasConCelos affonso Jaqueline girnos sonati 19

3 segurança AlimentAr CHRistianne de VasConCelos affonso Jaqueline girnos sonati 19 3 Segurança Al i m e n ta r Christianne de Vasconcelos Affonso Jaqueline Girnos Sonati 19 Segurança Alimentar Atualmente temos muitas informações disponíveis sobre a importância da alimentação e suas conseqüências

Leia mais

Exercícios para a Prova 1 de Química - 1 Trimestre

Exercícios para a Prova 1 de Química - 1 Trimestre Exercícios para a Prova 1 de Química - 1 Trimestre 1. Seja o esquema: Entre as alternativas abaixo, indique as corretas sobre o esquema: a) Temos 5 componentes. b) É formado por 2 substâncias simples.

Leia mais

EEEP MARLY FERREIRA MARTINS LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS

EEEP MARLY FERREIRA MARTINS LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS EEEP MARLY FERREIRA MARTINS LABORATÓRIO DE CIÊNCIAS I. NORMAS DE SEGURANÇA NO LABORATÓRIO 1. É aconselhável o uso da bata e de sapatos fechados. 2. Mantenha o laboratório e sua bancada sempre limpa e livre

Leia mais

APRENDENDO POR OSMOSE ATIVIDADE 2

APRENDENDO POR OSMOSE ATIVIDADE 2 APRENDENDO POR OSMOSE ATIVIDADE 2 CARO ALUNO Vamos iniciar as atividades fazendo uma revisão do que foi visto nas aulas 27 de Biologia, 1 e 2 de Química. Nelas irão recordar vários conceitos, explicações

Leia mais

Origem da vida. Valdir estava doido para ir à praia e curtir. A voz do professor

Origem da vida. Valdir estava doido para ir à praia e curtir. A voz do professor A UU L AL A Origem da vida Valdir estava doido para ir à praia e curtir suas férias. Antes de viajar, porém, tomou todos os cuidados necessários: trancou bem as portas e as janelas, desligou todos os aparelhos

Leia mais

b) Nesse solo, a água é absorvida mais lentamente e ele se mantém úmido.

b) Nesse solo, a água é absorvida mais lentamente e ele se mantém úmido. Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- IDENTIFIQUE o tipo de solo, de acordo com as características abaixo: a) Tipo de solo que retém pouca água; raramente as plantas conseguem se desenvolver nele.

Leia mais

concentração do íon bicarbonato depende fortemente do fluxo salivar e a termodinâmica desse sistema é complicada pelo fato de envolver o gás

concentração do íon bicarbonato depende fortemente do fluxo salivar e a termodinâmica desse sistema é complicada pelo fato de envolver o gás UFU -2011/1 1-Existe uma série de substâncias de mesma fórmula molecular, mas cujos arranjos espaciais são tais que suas estruturas são relacionadas entre si como a imagem não sobreponível refletida em

Leia mais

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada 06. Observe o quadrinho. Para responder às questões de números 08 a 12, leia o texto. (Folha de S.Paulo, 14.06.2013. Adaptado) Assinale

Leia mais

16/09/2015. movimentação de materiais colheita manual e mecânica na quinta transporte refrigerado transporte de gado vivo transporte em tapete rolante

16/09/2015. movimentação de materiais colheita manual e mecânica na quinta transporte refrigerado transporte de gado vivo transporte em tapete rolante 1 Processos utilizados na indústria alimentar divididos em operações comuns (operações unitárias) operações unitárias incluem diversas actividades operações mais comuns movimentação de materiais limpeza

Leia mais

RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS

RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS RISCOS PARA A SAÚDE RESULTANTES DA OCORRÊNCIA DE INCÊNDIOS Os incêndios florestais e urbanos para além das consequências económicas e ambientais, representam riscos para a saúde das populações decorrentes

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DE ALIMENTOS

BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DE ALIMENTOS BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DE ALIMENTOS SÉRIE: SEGURANÇA ALIMENTAR e NUTRICIONAL Autora: Faustina Maria de Oliveira - Economista Doméstica DETEC Revisão: Dóris Florêncio Ferreira Alvarenga Pedagoga Departamento

Leia mais

Comida suficiente e nutritiva. 25 Introdução. Comida 25 - Introdução

Comida suficiente e nutritiva. 25 Introdução. Comida 25 - Introdução Comida 25 - Introdução 63 4 Comida suficiente e nutritiva 25 Introdução Existem vários sistemas simples e de baixo custo que podem melhorar a segurança alimentar e a nutrição. Estes incluem, por exemplo,

Leia mais

CURSO APOIO QUÍMICA RESOLUÇÃO

CURSO APOIO QUÍMICA RESOLUÇÃO QUÍMICA CURS API 15. hidróxido de magnésio, Mg() 2, massa molar 58,3 g mol 1, apresenta propriedades antiácidas e laxativas. Ao ser ingerido, reage com o ácido clorídrico presente no estômago, formando

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO NOME DO PRODUTO:...CONTROLADOR DE METAIS 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES SUBSTÂNCIA QUÍMICA:...Ácido(1-Hidróxietilideno) disfofônico CAS:...2809-21-4 PORCENTAGEM:...29

Leia mais

Propriedades coligativas I

Propriedades coligativas I Propriedades coligativas I 01. (Ufrn) Um béquer de vidro, com meio litro de capacidade, em condições normais de temperatura e pressão, contém 300 ml de água líquida e 100 g de gelo em cubos. Adicionando-se,

Leia mais

Manipulação caseira de fitoterápicos. Módulo 5 Farm. Ms. Ana Cimbleris Alkmim

Manipulação caseira de fitoterápicos. Módulo 5 Farm. Ms. Ana Cimbleris Alkmim Manipulação caseira de fitoterápicos Módulo 5 Farm. Ms. Ana Cimbleris Alkmim Recomendações gerais Uso de plantas provenientes de modismos deve ser evitado. Duvide sempre das plantas tidas como milagrosas.

Leia mais

Introdução. Observando o ambiente

Introdução. Observando o ambiente Introdução A curiosidade natural do homem, o leva a explorar o ambiente que o cerca, observando, analisando, realizando experiências, procurando saber o porquê das coisas. Nesta atividade, exploradora

Leia mais

MIXER INOX. Manual de Instruções

MIXER INOX. Manual de Instruções MIXER INOX Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha de mais um produto de nossa linha. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, o usuário deve ler atentamente as instruções a seguir.

Leia mais

Lição N o 3. Prótidos ou Proteínas. Objectivos de Aprendizagem. Introdução. No final desta lição, você será capaz de:

Lição N o 3. Prótidos ou Proteínas. Objectivos de Aprendizagem. Introdução. No final desta lição, você será capaz de: Lição N o 3 Prótidos ou Proteínas Objectivos de Aprendizagem No final desta lição, você será capaz de: Indicar a composição química das proteínas. Identificar aminoácidos essenciais. Caracterizar os tipos

Leia mais

SOLUÇÕES SOLUÇÕES MISTURAS

SOLUÇÕES SOLUÇÕES MISTURAS MISTURAS SOLUÇÕES Quando juntamos duas espécies químicas diferentes e, não houver reação química entre elas, isto é, não houver formação de nova(s) espécie(s), teremos uma mistura. Exemplos: Mistura de

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Fácil Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Médio www.quimica.net/emiliano emiliano@quimica.net Difícil Níveis de dificuldade das Questões 01. Em um frasco,

Leia mais

Aula 19 PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES. Eliana Midori Sussuchi Samísia Maria Fernandes Machado Valéria Regina de Souza Moraes

Aula 19 PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES. Eliana Midori Sussuchi Samísia Maria Fernandes Machado Valéria Regina de Souza Moraes Aula 19 PROPRIEDADES DAS SOLUÇÕES META Apresentar os fatores que influenciam no processo de dissolução. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: reconhecer um processo de dissolução; identificar

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) LAT 54

FICHA DE INFORMAÇÃO E SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS MATERIAL SAFETY DATA SHEET (MSDS) LAT 54 LAT 54 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto: LAT 54 - DETERGENTE SEMIPASTOSO ESPUMANTE Identificação da Empresa: Química Foz do Iguaçu Ind. e Com. de Prod. Químicos Ltda.

Leia mais

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011

~ 1 ~ PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES. Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 CATEGORIA EM-2 Nº INSCRIÇÃO: Olimpíada de Química do Rio Grande do Sul 2011 Questão 3: O chamado soro caseiro é uma tecnologia social que consiste na preparação e administração de uma mistura de água,

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções DESL. INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha do Liquidificador Philco. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, ler atentamente as instruções a seguir. Recomenda-se não jogar fora

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA - PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA

SEQUÊNCIA DIDÁTICA - PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA Título do Podcast Área Segmento Duração ph e indicadores Ciências da Natureza Ensino Médio 6min05seg SEQUÊNCIA DIDÁTICA - PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA Habilidades: H20: Descrever, por meio de linguagem

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: CORANTE CARAMELO CER Página: (1 of 8) ATENçÃO: Leia atentamente esta Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ) antes

Leia mais

41 Por que não bebemos água do mar?

41 Por que não bebemos água do mar? A U A UL LA Por que não bebemos água do mar? Férias no verão! Que maravilha! Ir à praia, tomar um solzinho, nadar e descansar um pouco do trabalho. Enquanto estamos na praia nos divertindo, não devemos

Leia mais

DISPERSÕES. Profa. Kátia Aquino

DISPERSÕES. Profa. Kátia Aquino DISPERSÕES Profa. Kátia Aquino O que é uma dispersão do ponto de vista químico? Mistura de duas ou mais substâncias, em que as partículas de uma fase a fase dispersa se encontram distribuidas em outra

Leia mais

Disciplina de Físico Química I - Tipos de Soluções Propriedades Coligativas. Prof. Vanderlei Inácio de Paula contato: vanderleip@anchieta.

Disciplina de Físico Química I - Tipos de Soluções Propriedades Coligativas. Prof. Vanderlei Inácio de Paula contato: vanderleip@anchieta. Disciplina de Físico Química I - Tipos de Soluções Propriedades Coligativas. Prof. Vanderlei Inácio de Paula contato: vanderleip@anchieta.br Misturas - soluções A grande maioria dos sistemas encontrados

Leia mais

4. Preparação de soluções diluídas de ácidos e bases fortes

4. Preparação de soluções diluídas de ácidos e bases fortes 21 4. Preparação de soluções diluídas de ácidos e bases fortes 1 Objetivos O propósito deste experimento é o da preparação de uma solução aquosa diluída de um ácido forte, pelo método da diluição de soluções

Leia mais

02/13 972-09-05 782259 REV.0. Fritadeira Inox 2,5L. Manual de Instruções SOMENTE SOMENTE PARA USO PARA DOMÉSTICO

02/13 972-09-05 782259 REV.0. Fritadeira Inox 2,5L. Manual de Instruções SOMENTE SOMENTE PARA USO PARA DOMÉSTICO 02/13 972-09-05 782259 REV.0 Fritadeira Inox 2,5L SOMENTE SOMENTE PARA USO PARA DOMÉSTICO USO DOMÉSTICO Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha da Fritadeira a óleo Britânia. Para garantir

Leia mais

Água como solvente. Objectivos de Aprendizagem. No final desta lição, você será capaz de:

Água como solvente. Objectivos de Aprendizagem. No final desta lição, você será capaz de: Lição N o 3 Água como solvente Objectivos de Aprendizagem No final desta lição, você será capaz de: Mencionar as propriedades físicas da água. Descrever a composição química da água. Material de apoio

Leia mais

Cartilha do. Manipulador de Alimentos

Cartilha do. Manipulador de Alimentos Cartilha do Manipulador de Alimentos apresenta Cartilha do Manipulador de Alimentos Belezas naturais e lugares maravilhosos, assim é o turismo no Brasil, que se desenvolve a cada dia e ocupa um importante

Leia mais

Diante da atual situação de desabastecimento de água na cidade. Orientações à população para uso da Água. prefeitura.sp.gov.

Diante da atual situação de desabastecimento de água na cidade. Orientações à população para uso da Água. prefeitura.sp.gov. Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Vigilância em Saúde - COVISA 08 de abril de 05 Orientações à população para uso da Água Diante da atual situação de desabastecimento

Leia mais

SOLUÇÕES PROPRIEDADES COLIGATIVAS TERMODINAMICA II PROF. JAQUELINE SCAPINELLO

SOLUÇÕES PROPRIEDADES COLIGATIVAS TERMODINAMICA II PROF. JAQUELINE SCAPINELLO SOLUÇÕES PROPRIEDADES COLIGATIVAS TERMODINAMICA II PROF. JAQUELINE SCAPINELLO A SOLUÇÃO IDEAL Solução: mistura homogenia de espécies químicas (única fase) Solvente: constituinte em maior quantidade Soluto:

Leia mais

Uma receita de iogurte

Uma receita de iogurte A U A UL LA Uma receita de iogurte O iogurte, um alimento comum em vários países do mundo, é produzido a partir do leite. Na industrialização desse produto empregam-se técnicas diversas para dar a consistência,

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 Estudo das dispersões Definição, classificação, estudo dos coloides, coeficiente de solubilidade... 1 Módulo 2 Concentração de soluções... 3 Módulo 3 Propriedades

Leia mais

PRIMEIRO A SEGURANÇA. Armazenamento e Manuseamento Seguro de Produtos de Limpeza e de Desinfecção. Seguir as Regras de Segurança:

PRIMEIRO A SEGURANÇA. Armazenamento e Manuseamento Seguro de Produtos de Limpeza e de Desinfecção. Seguir as Regras de Segurança: Seguir as Regras de Segurança: 1. Seguir sempre as recomendações e instruções de aplicação dos produtos de limpeza e de desinfecção. 2. Observar os pictogramas de perigo, as advertências de perigo e as

Leia mais

Conteúdo: Aula: 12 assíncrona. Ciclo da água e dos nutrientes. Ciclo do nitrogênio, carbono e oxigênio. CONTEÚDO E HABILIDADES

Conteúdo: Aula: 12 assíncrona. Ciclo da água e dos nutrientes. Ciclo do nitrogênio, carbono e oxigênio. CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula: 12 assíncrona Conteúdo: Ciclo da água e dos nutrientes. Ciclo do nitrogênio, carbono e oxigênio. 2 CONTEÚDO E

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR Vidas alheias, riquezas a salvar

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR Vidas alheias, riquezas a salvar CORPO DE BOMBEIROS MILITAR Vidas alheias, riquezas a salvar COMBATE A INCÊNDIOS E EXTINTORES Apresentação: 1º Sgt Evandro de Mello do Amaral FATORES DE ÊXITO NA PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS Estar em dia com

Leia mais

3. Elemento Químico Elemento Químico é um conjunto de átomos iguais (do mesmo tipo). E na linguagem dos químicos eles são representados por Símbolos.

3. Elemento Químico Elemento Químico é um conjunto de átomos iguais (do mesmo tipo). E na linguagem dos químicos eles são representados por Símbolos. Química Profª SIMONE MORGADO Aula 1 Elemento, substância e mistura 1. Conceito de Química A Química é uma ciência que busca compreender os mistérios da matéria, sua organização e transformações, bem como

Leia mais

A importância da água na nossa saúde

A importância da água na nossa saúde A importância da água na nossa saúde Todos sabemos que o nosso corpo nãopodefuncionarsemágua.paraa nossa sobrevivência, a água que bebemos é tão essencial como o ar que respiramos. A água compõe maisdedoisterçosdopesodocorpo

Leia mais

Mudanças de Fase. Estado de agregação da matéria

Mudanças de Fase. Estado de agregação da matéria Mudanças de Fase Estado de agregação da matéria Investigando melhor... Para produzirmos gelo é preciso levar água até o congelador. Para produzirmos vapor é preciso levar água à chama de um fogão. Por

Leia mais

Professora Sonia. ENEM 1999 - Prova resolvida Química

Professora Sonia. ENEM 1999 - Prova resolvida Química ENEM 1999 - Prova resolvida Química 01. Suponha que um agricultor esteja interessado em fazer uma plantação de girassóis. Procurando informação, leu a seguinte reportagem: SOLO ÁCIDO NÃO FAVORECE PLANTIO

Leia mais

Nós precisamos de beber água para sobreviver!... A. água representa cerca de 60 a 70% do peso corporal e é. do organismo ocorram adequadamente.

Nós precisamos de beber água para sobreviver!... A. água representa cerca de 60 a 70% do peso corporal e é. do organismo ocorram adequadamente. A Água A água é o centro da vida! Nós precisamos de beber água para sobreviver!... A água representa cerca de 60 a 70% do peso corporal e é indispensável a todas as funções do organismo, designadamente,

Leia mais

Leonnardo Cruvinel Furquim TERMOQUÍMICA 2

Leonnardo Cruvinel Furquim TERMOQUÍMICA 2 Leonnardo Cruvinel Furquim TERMOQUÍMICA 2 Calorimetria Os reagentes são colocados num recipiente de aço de paredes resistentes chamado bomba, o qual está imerso numa quantidade de água contida num recipiente

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Pag. 1/6 Número de Telefone de Emergência Centro de Informação Anti-Venosos (CIAV): 808 250 143 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Identificação da substância: Nome do Produto: INCKGROU- Incrementador

Leia mais

ENSINO LIGAÇÕES OBJECTIVOS CURRICULUM NACIONAL

ENSINO LIGAÇÕES OBJECTIVOS CURRICULUM NACIONAL O Capítulo 1.2, Micróbios Inofensivos, destaca os benefícios de alguns micróbios examinando diversos meios e métodos para podermos utilizá-los em nosso benefício. Através da actividade fabricar iogurte,

Leia mais

MATERIAL E SUPERFÍCIE

MATERIAL E SUPERFÍCIE MATERIAL E SUPERFÍCIE Depois de decidir o tipo de tacho ou panela de que necessita, o passo seguinte é decidir o material e a superfície. O material e a superfície determinam, em larga medida, as propriedades

Leia mais

Química Avançada 06 - Soluções

Química Avançada 06 - Soluções Química Avançada 06 - Soluções Nome: Turma: 1) (UFF-adaptada) O ácido nítrico é um importante produto industrial. Um dos processos de obtenção do ácido nítrico é fazer passar amônia e ar, sob pressão,

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA QUÍMICA 33) Assinale a alternativa correta, na qual todas as substâncias são compostas e líquidas à temperatura ambiente. A O 3, O 2 ; CH 3 CH 2 OH B H 2 ; CO 2 ; CH 3 OH C H 2 O; NH 3 ; CO D H 2 O; CH 3 CH 2

Leia mais

Colégio João Paulo I

Colégio João Paulo I Colégio João Paulo I Laboratório de Química Roteiros de aulas práticas I Prof.: Cristiano Alfredo Rupp 1 Índice: NORMAS DE SEGURANÇA NO LABORATÓRIO DE QUÍMICA Pág. 3 EQUIPAMENTOS E VIDRARIAS MAIS UTILIZADOS

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-2ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 32

Processo Seletivo/UFU - Janeiro 2004-2ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 QUÍMICA QUESTÃO 32 QUÍMICA QUESTÃO 31 Considerando a Tabela Periódica e as propriedades dos elementos químicos, assinale a alternativa correta A) Um metal é uma substância dúctil e maleável que conduz calor e corrente elétrica

Leia mais

LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS. Ensino Médio 3º ano. Cinética Química Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico

LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS. Ensino Médio 3º ano. Cinética Química Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS Ensino Médio 3º ano Cinética Química Equilíbrio Químico Equilíbrio Iônico Prof. Ricardo Finkler 2011 1) A velocidade de uma reação química depende: I. Do número de colisões

Leia mais

Aulas 13 e 14. Soluções

Aulas 13 e 14. Soluções Aulas 13 e 14 Soluções Definição Solução é a denominação ao sistema em que uma substância está distribuída, ou disseminada, numa segunda substância sob forma de pequenas partículas. Exemplos Dissolvendo-se

Leia mais

As Propriedades das Misturas (Aulas 18 a 21)

As Propriedades das Misturas (Aulas 18 a 21) As Propriedades das Misturas (Aulas 18 a 21) I Introdução Em Química, solução é o nome dado a dispersões cujo tamanho das moléculas dispersas é menor que 1 nanometro (10 Angstrons). A solução ainda pode

Leia mais

abertas para assegurar completa irrigação dos olhos, poucos segundos após a exposição é essencial para atingir máxima eficiência.

abertas para assegurar completa irrigação dos olhos, poucos segundos após a exposição é essencial para atingir máxima eficiência. FISPQ- AMACIANTE MAIS Autorização ANVISA 3.03.374-7 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Amaciante Mais Tradicional Marca: Mais Código Interno do Produto: 06.01 Técnico Químico Responsável:

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 13 SAIS

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 13 SAIS QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 13 SAIS Ácido ídrico eto oso ito ico ato Sal nome do ácido de origem eto ito ato nome do cátion da base de origem +y B x +x A y Como pode cair no enem O etanol é considerado um

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico FISPQ - Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: FUNDO PREPARADOR BASE ÁGUA PREMIUM NOVOTOM Código interno: Empresa: FLEXOTOM INDÚSTRIA

Leia mais

Aluno (a): Professor:

Aluno (a): Professor: 3º BIM P1 LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS 6º ANO Aluno (a): Professor: Turma: Turno: Data: / / Unidade: ( ) Asa Norte ( ) Águas Lindas ( )Ceilândia ( ) Gama ( )Guará ( ) Pistão Norte ( ) Recanto das Emas

Leia mais

EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE. 1.0 Introdução

EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE. 1.0 Introdução EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE 1.0 Introdução O presente trabalho é resultado de uma visão futurística acerca da preservação do meio ambiente e da manutenção da vida. Alguns anos de estudo e pesquisas na área

Leia mais

TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

TECNOLOGIA DE ALIMENTOS TECNOLOGIA DE ALIMENTOS NUTRIÇÃO UNIC Profª Andressa Menegaz Conservação por irradiação A irradiação pode servir para: -destruir os microrganismos; -retardar a germinação de certos legumes; -destruir os

Leia mais

Preparação de Soluções

Preparação de Soluções Colégio Paulo VI Preparação de Soluções TÉCNICAS LABORATORIAIS DE QUÍMICA I Ana Filipa Sousa nº2 10ºA Abril 2002 2 ÍNDICE Nomenclatura 4 1. Introdução x 2. Teoria e Método x 3. Material x 4. Produtos x

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO

NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO 1. INTRODUÇÃO Toda e qualquer atividade prática a ser desenvolvida dentro de um laboratório apresentam riscos e estão propensas a acidentes. Devemos então utilizar normas

Leia mais