POSTURA GERENCIAL: SUA MUDANÇA É URGENTE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "POSTURA GERENCIAL: SUA MUDANÇA É URGENTE"

Transcrição

1 Autor INSTITUIÇÃO POSTURA GERENCIAL: SUA MUDANÇA É URGENTE Professor José Antonio Bonilla Castillo Rua Jordânia, Bairro Ouro Preto Fone: (031) Belo Horizonte -MG. CEP Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG CEPEAD/Departamento de Ciências Administrativas Rua Curitiba º andar Belo Horizonte -- M.G. CEP: O artigo consta de três partes: a) Discutem-se as mudanças na sociedade contemporânea especialmente a partir da década de 60, dando-se ênfase à relação entre mudanças externas e internas. Essas mudanças deverão se processar equilibradamente, correspondendo a um avanço das externas uma contrapartida das internas e vice-versa. Existem diversas categorias de mudanças: por exclusão, incrementais, pendulares e de paradigmas. O que aqui se discute é mudança de paradigmas, que implica em mudanças no modo de pensar, de sentir e de agir de pessoas. b) Analisa-se o reflexo das mudanças sociais no indivíduo :através de uma abordagem holística pautada por uma combinação equilibrada dos princípios que sustentam o Universo: o princípio auto-afirmativo e o princípio integrativo. Reconhecem-se quatro estágios de transformação: o ponto de partida a exploração a integração e a "conspiração". Esta última já está acontecendo, ainda que em forma incipiente através de uma estrutura organizacional informal cuja célula é a ""rede" e seus órgãos os SPIN's. c) Finalmente aborda-se a postura gerencial face às mudanças, recomendando-se: desenvolvimento de uma visão holistica com ênfase no crescimento do ser humano e na tecnologia ao serviço do homem; aplicação da Qualidade Total Autêntica aplicação da Programação Neurolinguística; desenvolvimento de criatividade ética; operacionalização metodológica através das ferramentas fornecidas por Pet er Senge em seu livro A Quinta Disciplina ; desenvolvimento espiritual.

2 POSTURA GERENCIAL: SUA MUDANÇA É URGENTE AUTOR INSTITUIÇÃO Professor José Antonio Bonilla Castillo Engenheiro Agrônomo e Mestre em Estatística Rua Jordânia 205 Bairro Ouro Preto Belo Horizonte - M.G. CEP:31310 FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UFMG/CEPEAD/CAD 1. AS MUDANÇAS NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA Há um livro excelente que todo leitor interessado no tema da mudança não pode deixar de ler. Trata-se de Conspiração Aquariana escrita por M.Ferguson ( ) A palavra conspiração corresponde segundo a semântica o conceito de respirar junto" e aquariana ao signo zodiacal que influenciará à Terra nos próximos anos (lembrar que os cristãos primitivos deixaram gravado nas catacumbas um símbolo que correspondia ao signo de Peixes; um pouco antes a Mestre era representado pelo símbolo do Cordeiro, Áries e milênios atrás na época do esplendor egípcio, as massas incultas adoravam o Boi Apis que para os informados sarcedotes era o símbolo do signo de Touro) Assim conspiração aquariana significaria uma forma metafórica de designar uma nova mentalidade que está explodindo atualmente na Humanidade. Trata-se de uma conspiração isenta de doutrina política ou religiosa que pouco a pouco vai estruturando uma poderosa rede sem liderança humana Esta conspiração representa uma efervescência espontânea como se fosse o vapor de uma caldeira empurrando qualquer obstáculo que encontre na sua frente, levando irreversivelmente a uma mudança radical da vida humana Pontos altos manifestos desta mudança tem-se registrado nos últimos tempos começando pelo Watergate de Nixon há 20 anos, seguindo pela onda ecológica dos últimos anos e atingindo fatos insólitos na década de 90: desaparecimento do segundo país do mundo (União Soviética); "impeachment" de Presidente (Brasil) e prisão de outro (Venezuela) segundo os mecanismos definidos pelas leis nacionais; deputados cassados por corrupção, aprovação de códigos de defesa do consumidor etc. E isto é apenas um começo: a consciência humana estão deixando seu estado infantil e começa a amadurecer. As mudanças que se estão incubando e processando no âmago do ser humano são inquietantes para aqueles que estão afundados no status-quo, já sejam empresários, políticos, cientistas ou simples cidadãos. Em geral, todas as pessoas que por comodismo ou por resultados obtidos - se adaptaram às velhas idéias estão ligados emocionalmente a elas e estão predispostos a resistir às mudanças. Parapetados nas organizações públicas e privadas nos meios de comunicação, nos governos e nas Universidades uma legião de indivíduos com poder, status e/ou recursos econômicos, como roupa velha agarrando-se ao corpo tentam abafar, dificultar, distorcer, desviar e quebrar a corrente que está surgindo da própria evolução da consciência humana. Há o poder imenso de trilhão de dólares, há a manipulação da opinião pública e há a solidez das catedrais cartesianas da ciência erigindo um muro, uma nova linha Maginot para barrar a nova onda. Entretanto quando a nova onda atingir sua massa crítica (e deve faltar bem pouco para tanto) ela se transformará numa avalanche que derrubará como se fosse um castelo de baralho todas as barreiras que a plutocracia aliada aos detentores do conhecimento técnico-científico possam opor. Assim uma nova empresa, uma nova organização social, uma nova ciência e um novo homem virão como resultado da mudança de paradigma. Esse novo homem terá um modo próprio de sentir, pensar e agir, diferente do atual. Na verdade o ser humano através dos tempos tem atravessado várias fases de mudança. Contudo elas tem sido mais lentas e portanto passaram despercebidas como tais para ele. Hoje o processo é cada vez mais acelerado e isto nos leva a uma situação totalmente nova: estamos compreendendo como ocorre a transformação. É como se estivermos percebendo um filme sobre a mudança e a partir dele ficar aptos para desenvolver ações FERGUSON, 11. A conspiração Aquariana.Rio de Janeiro: Record, 1980, 427p.

3 com a intenção específica de alinharmos com a direção da mudança, o que implicará em modificações substanciais de nosso paradigma de vida e das organizações que precisamos re-criar para permitir seu florescimento. A década de 60 com os movimentos hippies, com a efervescência estudantil atingindo seu ponto mais alto em 1968 na França com a figura heroica do Che Guevara, foi uma década que mostrou que alguma coisa nova tinha começado. O poder mundial retrógrado abafou aquela perigosa vertente subversiva, sendo que na América Latina foi a ferro e fogo. Mas isto é só uma parte da explicação, a visível. A parte invisível está representada pela mudança de percepção dos próprios ativistas sociais. Veja o que um deles Irving Thomas - falou a respeito: "Uma coisa interessante ocorreu na marcha da revolução. Lá estávamos batendo no peito por uma mudança social, quando começamos a perceber lentamente que nossa luta social e política era tão somente o engajamento limitado de uma revolução de consciência, tão grande que teria sido difícil enfocá-la dentro de nossa realidade. Ou seja aconteceu um fenômeno imp revisto no ativismo dos anos 60: a deterioração da combinação lucrativista cartesiana que domina o mundo mostrou sinais claras de estar bem avançada, tal a profundidade e a força que os movimentos sociais atingiram na época.. Entretanto quando os líderes ativistas chegaram à beirada do que podia se denominar 'parar o mundo", sentiram uma espécie de horror ao vazio. Michel Rossmann expressou isto assim: "Começamos a experimentar o medo de uma opção e de uma mudança real... Havia a sensação de que a superfície da realidade tinha, de algum modo, desaparecido completamente. Nada era mais aquilo que parecia antes Ou seja a confrontação com o status-quo tornava-se cada vez menos atraentes, pois na verdade ele era o reflexo do modo de sentir, pensar e agir dos seres humanos. Isto poderia ser assim resumido: em lugar de ver o inimigo apenas no poder econômico e político, ele foi localizado sobretudo em nós mesmos. Assim é que a revolução se voltou invisível ficando inacessível aos jornais e às câmaras de televis ão. Ela se está processando dentro de cada indivíduo. O Diretor de Pesquisa Política de Stanford, Willis Harman, acrescenta que se o materialismo marxista tinha sido a base filosófica da Velha Esquerda era bem provável que um enfoque espiritual holístico represente o mesmo papel para o novo ativismo. Nesse enfoque idéias fundamentais são: interligação invisível dos seres vivos entre si e com o Universo; 'existência de dimensões que transcenem o tempo e o espaço; significado holístico da vida humana: como indivíduo (parte) e como fragmento de algo maior (o Todo); existência de um mundo cósmico de natureza divina, onde a Justiça., embora não bem compreendida, é rainha; potencialidade inerente ao ser humano de atingir níveis cada vez mais altos de compreensão e evolução apenas dependentes de seu próprio esforço. William Tiller, físico de Stanford nos lembra que o movimento sem nome atingiu um estado de massa crítica e já não pode ser interrompido." Em resumo: por um lado, durante 25 anos a onda preliminar dos anos 60 ficou sustada, devido à resistência das barreiras que enfrentou e por outro, pela própria evolução da onda, que dirigida inicialmente para mudanças sociais externas passou a se encasular quando percebeu que isto,sendo necessário, não era suficiente. Portanto a fase atual que talvez se estenda por mais cinco ou dez anos até ter uma nova manifestação organizada que leve a uma segunda onda ativa, é a de começar a reformular o interior de cada um até atingir um nível mínimo em que os conceitos de transparência, coerência, cooperação e harmonia sejam reconhecidos como os novos orientadores do comportamento humano. Ou seja o problema da mudança deixará de ser tratado numa sequência cartesiana para passar a ser visto com um circulo um círculo holístico onde todos os pontos estão interrelacionados e são interdependentes: mudanças sociais externas devem estar apoiadas nas mudanças internas. Entretanto, as internas para se manter vivificadas e ativas precisam manifestar-se externamente. A um avanço de uma corresponderá um avanço da outra e assim indefinidamente. Ferguson (em seu mencionado livro "Conspiração aquariana") deixa bem claro que as mudanças podem ser classificadas em quatro grandes categorias:

4 a) Por exclusão: Neste caso é mantido o padrão anterior, apenas que se admite que existem exceções que confirmam a regra". b) Incrementais: Aqui a mudança é muito lenta, de modo que o indivíduo não consegue perceber que ela está acontecendo. Entretanto devido à sua lentitude, esse tipo de mudança permite apenas manter o status-quo sem melhorá-lo. c) Pendulares: Trata-se de uma mudança de tipo insensato passando-se de um sistema fechado para outro: o beato se faz ateu (ou vice-versa) ou o promíscuo se transforma em puritano (ou vice-versa). Aqui a falha está no desprezo e rejeição do anterior e a super-exaltação do novo, que talvez amanhã também seja considerado velho. d) Mudanças de paradigma: Nos casos anteriores não há transformação propriamente dita, ou seja, não há integração holística das opiniões supostamente conflitantes; simplesmente uma delas é cortada. Já na mudança de paradigma privilegia-se uma visão holística, através do Princípio de Bohr "os opostos são complementares" se desenvolvendo uma harmonização dos conceitos através de uma síntese poderosa e bem organizada, de modo que ela se apresenta sob a forma de uma nova estrutura onde a oposição anterior é absorvida através de uma interação a um nível mais elevado. Há algo radicalmente novo na mudança de paradigma; e a novidade consiste em que as opiniões, pontos de vista, teorias e verdades são percebidas agora apenas como partes de um quadro completo, um imenso quebra-cabeças do qual percebemos cada vez mais fragmentos, percebendo-os com maior nitidez e ainda temos uma compreensão melhor do que seja a figura completa, sem que possamos dominar todos os seus detalhes. O interessante dista é que a mudança de percepção passa a ser aceita não apenas como algo normal e sim como algo imprescindível já que quanto mais conhecemos do quebra-cabeças melhor o compreendemos; e mais ainda: ele é dinâmico, portanto a mudança é sua essência. Ela passa a ser assim uma amiga e não uma inimiga. Para deixar estas idéias mais claras devemos acrescentar que estamos aprofundando um aspecto da vida: as mudanças porque agora é necessário mergulhar em elas. Mas se mantivermos uma visão holística acerca do assunto fica evidente que as mudanças precisam um oposto complementar. E esse oposto está representado por princípios cósmicos que os Mestres espirituais legaram a Humanidade em forma de valores. A explicitação de valores autênticos é uma tarefa tão importante como as mudanças. Sem eles a avalanche irresistível de mudanças já mencionada poderá - talvez - ser deturpada e com isto levar a Humanidade para o desastre final. Hoje os valores (implícitos) são negativos: gananciosidade, prepotência, egoísmo, agressividade, crias do hemisférios esquerdo exacerbado. Precisamos com urgência é orientar as mudanças em gestação para valores explícitos positivos, representados por todo o melhor que existe dentro do coração humano. Para isto deverá haver uma expansão considerável do mental superior, da afetividade e da espiritualidade humana. É urgente e prioritário abordar este assunto, entretanto não será tratado no restante do artigo. 2.O REFLEXO DAS MUDANÇAS SOCIAIS NO INDIVÍDUO Nos últimos 350 anos e a partir da chave simbólica "Penso logo existo" grande parte da Humanidade, especialmente ocidental começou a trilhar um longo e contraditório caminho, batizado com o nome de paradigma cartesiano. Por um lado, a produção de bens (especialmente nos últimos 50 anos) aumentou a velocidade espantosa em termos de quantidade, diversidade e sofisticação; por outro, a promessa de um mundo melhor e maior progresso foi cumprida em forma muito fragmentária. Esse mundo é melhor apenas materialmente e atinge uma fatia da população mundial bastante restrita. Ou seja, o surto de conhecimento técnico-científico que aquele paradigma trouxe, ajudou a aumentar o fosso entre os países pobres (polidamente chamados de países em vias de desenvolvimento) e os países ricos. Dentro de cada nação a riqueza material concentrou-se de modo que os pobres ficam cada vem mais pobres e os ricos cada vez mais ricos. Há alguma falha básica no paradigma cartesiano que poderia ser identificado como a causa principal deste desvio imprevisto? Para tentar responder essa crucial pergunta temos que voltar ao cérebro humano, sua evolução e seus hemisférios. Com efeito o paradigma cartesiano seque um raciocínio linear, analítico,

5 sequencia1, de relações causa-efeito, entronizando o aspecto mental e descuidando completamente os aspectos afetivos e espirituais próprios do ser humano. Assim sendo foram privilegiadas as partes (e realmente resultados espetaculares foram obtidos nessa direção: criação de computadores muito potentes, viagens à Lua, transplantes de coração, poderosissimas bombas atômicas, etc.), mas se perdeu a visão do Todo. Essa incapacidade de ver o Todo levou a uma ênfase na criação de especialistas bitolados, de percepção mecanicista do mundo e da vida, abordando em forma reducionista os problemas e fenômenos naturais. Os sentimentos e a vida espiritual foram aprisionados dentro de barreiras monolíticas e o ser humano transformou-se em grande parte num autômato como os cachorros de Paulov que respondiam com movimentos reflexos aos estímulos do pesquisador. No ser humano o pesquisador foi substituído pelos meios eletrônicos de comunicação que lhe dizem o que deve comprar se quer ser considerado ainda como um habitante deste planeta, não importando o supérfluo ou estapafúrdio que seja o produto oferecido. Ou seja o mundo Uno foi fragmentado em partes, em milhões de partes e elas estão a venda no mercado, oferecidas como sucedâneos da felicidade e do bem-estar. O terrível é que essa fragmentação se leva quase tudo o que é importante para a Humanidade: a saúde, a criatividade ética, a solidariedade, a cooperação, em suma a alegria de viver. No final do segundo milênio a Humanidade explode em conhecimentos técnicos e científicos; entretanto os grandes problemas da Humanidade estão longe de ser resolvidos: doenças novas surgem e as medievais reaparecem;. o meio ambiente continua sendo poluído apesar de que são plenamente conhecidas suas consequências negativas; a violência em todos os níveis, em lugar de diminuir aumenta; a fome e o esbanjamento, o lixo e o luxo andam de mãos dadas. Este desfecho, em verdade é lógico. O Universo todo está assentado em dois princípios básicos: o principio auto-afirmativo (que cuida e protege cada parte) e o princípio integrativo (que combina as partes e suas interacões num Todo). É fato que o paradigma cartesiano privilegiando as partes, prioriza o princípio autoafirmativo. Este princípio, não possuindo uma percepção global, concentra suas energias em fazer prosperar o mais possível cada parte específica. O escoadouro evidente deste processo é o egoísmo, a gananciosidade, a exploração tão acentuados na atual fase da evolução do ser humano, onde a procura de dinheiro, poder e status está muito por cima de qualquer outro fator. Esquecido o princípio integrativo, a mente humana e o coração se divorciaram, a mente coroada como a Rainha e o coração como plebeu indigno de considerações mais nobres. Entretanto, a reconciliação entre mente e coração, ou entre Ser Exterior e Ser Interior é o mistério central de todas as religiões ( ) elevadas e fraternidade místicas. Em alguma destas, essa reconciliação é conhecida com o nome simbólico de Casamento Alquímico. No limiar do Terceiro Milênio, assistimos a um processo de mudança do paradigma cartesiano evoluindo para um novo que pode ser chamado de holístico. Trata-se então de uma mudança autentica, onde o antigo é sintetizado junto com o novo; não há polarização e sim harmonização. Na verdade o holismo não expulsa o cartesianismo e sim o incorpora. O holismo dá uma moldura e um contexto ao cartesianismo, vivificando-o. Não se trata de jogar fora os aspectos físicos e mentais do ser humano e sim de integrá-los harmoniosamente com os aspectos afetivos e espirituais. Ferguson (no mencionado livro "Conspirarão Aquariana") nos diz quais são os estágios de transformarão que envolvem as mudanças no ser humano. Eles são basicamente quatro: a) Ponto de partida: Esse ponto é aparentemente aleatório mas na verdade nada acontece por acaso. Não é que a mudança encontre seu ponto de arranque a partir de um acontecimento exterior e sim que este serve apenas de condensador para uma energia subjacente que estava em pleno estágio de desenvolvimento interior.é mais um exemplo de abordagem holística: o interior já amadurecido procura sua manifestação no mundo externo; para que isto aconteça um efeito disparador de algo que já estava pronto (a mudança) deve acontecer fora. Este efeito pode ser dado por uma conversa, por uma notícia, uma palestra, um livro ou um simples artigo como este. Religião vem de "religare" (tornar a ligar o que foi separado).

6 Mas o ponto de partida é apenas um início, que pode corresponder a uma reação de medo. Todo o novo é assustador. Já não se trata de um mundo certinho, binário, em branco e preto e sim de uma espécie de caleidoscópio. É como um cego que de repente recupera a visão e se sente amedrontado frente ao excesso de luz. Mas há um medo pior: "O medo de saber e muito frequentemente um medo de fazer" observou Maslow. É que o saber implica em responsabilidade. Alguns ficam apavorados nessa fase e não progridem. Entretanto outros superam o medo e querem aprofundar a mudança tenuamente sentida. Esses passam a fase seguinte. b) Exploração : Com mais velocidade ou mais parcimonia começamos a explorar a mudança embora mais ao modo antigo ainda: nos policiamos acerca de quanto avançamos, nos comparamos com outros nos fixamos em alguém no modo de agir e desprezamos os outros. O Eu exterior ainda permanece no comando e tenta colocar a trilha da mudança num enquadramento cartesiano. No final da fase se perceberá que há muitas sendas para chegar ao cume da montanha e que o dogmatismo de qualquer classe só serve para retardar e até impedir o processo de mudança. Esta fase também pode ser chamada de sensibilização. c) Integração: O princípio integrativo emerge de nosso coração e em vez de tentar substituir o princípio auto-afirmativo que predominava anteriormente o envolve com um manto cálido de afetividade e espiritualidade. Começamos a perceber que os velhos hábitos, crenças e valores são bastante incongruentes com o que agora acreditamos; desenvolvemos pois uma nova maneira de ser: mais compreensiva, mais solidária, mais harmoniosa. Esta fase também pode ser chamada de conscientização holística. d) Conspiração: Nesta fase chegamos a culminação; nela descobrimos novas formas de ação, novas idéias, novos poderes, todos eles tendentes a auto-realização pessoal e a cooperação humana. Um grande desafio começa a se tornar imperioso de abordar: se nossa mente individual é capaz de desenvolver um processo agora elevado de evolução e transformação porque através de um esforço coletivo não poderá ser restaurada e transformada a sociedade? O individual ou pequeno-grupal passou a ser uma necessidade social, precisa-se conspirar ("respirar junto") não para impor mudanças e sim para faze-la viável àqueles que acreditam nelas mas ainda não têm forças suficientes para implementá-las. Esta é a fase da ação holística. O cartesianismo imperante nos tem levado a mexer com qualidades utilizando instrumentos quantitativos exigidos pelo método científico. Ferguson (*) faz a respeito perguntas constrangedoras: - O que é avaliado num teste de inteligência? - Onde, no equipamento médico, está a vontade de viver? - Qual é o tamanho de uma intenção? - Qual é o peso de um aborrecimento ou a profundidade de um amor? Há um fato real: os relacionamentos, as interações, as conexões, as interdependências, as mudanças, as transformações podem ser medidas arbitrariamente segundo índices abstratos que podemos inventar. Mas não existe no arcabouço do método científico condições para avaliar de forma consistente a riqueza, a diversidade e a complexidade das mudanças qualitativas. Julius Stulman, Assessor Financeiro do Instituto Mundial, diz: "Apesar dos avanços já obtidos, de agora para frente não podemos fazer nada até que pensemos de maneira diferente. Stuart Mill no século XIX já tinha dito: Nenhuma grande melhora na sorte da Humanidade será possível até que uma grande modificação aconteça no seu modo de pensar. A onda das mudança na forma de pensar, sentir e agir se alastra pela sociedade humana. As pesquisas de Harris mostram isto perfeitamente, configurando uma crescente tendência para reverter a orientação materialista tão mercante até agora. Com efeito ele detectou (nos EEUU) que:

7 - Oitenta por cento das pessoas preferem gastar mais tempo com integração humana que com comunicações tecnológicas aperfeiçoadas e esperavam ver a sociedade apreciar mais, os valores humanos que materiais. - Sessenta por cento declarou que era preferível obter do trabalho, recompensas internas do que aumentar a produtividade. - Setenta por cento desejava ver a educação dos filhos dirigida mais no sentido de recompensas intangíveis do que no de um padrão material mais elevado (ou seja Qualidade de vida versus Nível de Vida). Os indivíduos que já estão em fase de transformação interior perceberam a necessidade de ação coletiva holística e para isso estão criando uma nova instituição social, um sistema aberto em constante fluxo, capaz de transformações sem fim. Estas instituições são as rêdes. A atenção é dada agora ao processo, não ao produto final. Segundo Ferguson (*) as funções básicas das rêdes são: - Apoio mútuo e enriquecimento pessoal, permitindo o fortalecimento do indivíduo e viabilizando sua cooperação em prol da transformação. - Criar um mundo mais humano e hospitaleiro. - Desenvolver estratégias através das quais pequenos grupos possam transformar a sociedade inteira (e já o estão fazendo). - Estruturar uma resistência social às tendências centralizadoras, autoritárias e restritivas. A associação de redes ou Rêde de Rêdes é denominada por aquela autora de SPIN (Redes Integradas Poliéntricas Segmentadas). Elas poderiam ser representadas graficamente por uma rêde de pesca mal remendada, com inúmeros nós de tamanho variado, mas cada um deles ligados a todos os outros direta ou indiretamente. Por outro lado cada segmento do SPIN é auto-suficiente. Não pode ser destruído se algum líder ou órgão vital for esmagado. Isto é assim porque o centro do SPIN ou seja seu coração é ubíquo. Está em todas partes e em todo lugar. As Rêdes de Rêdes estão se formando aceleradamente no seio da sociedade humana. Ela é uma fonte de poder descentralizado jamais descerrada na história da Humanidade. A conspiração aquariana não é outra coisa que um SPIN de SPINS e ela não pode ser detida por que não foi criada por nenhum ideólogo. Simplesmente é a manifestação visível, externa da mudança interior das pessoas, consideradas individualmente. 3. A POSTURA GERENCIAL FACE ÀS MUDANÇAS O mundo empresarial, mundo dos negócios não pode ficar alheio às mudanças em processamento. Ele é também envolvido pelos novos tempos. O famoso relatório do Instituto Stanford que em 1976 informava acerca de que pelo menos quatro milhões de norte-americanos estavam mudando seus hábitos de vida privilegiando um consumo frugal, o respeito pela Natureza e o desenvolvimento espiritual, foi o mais requisitado pelas empresários, que qualquer outro estudo durante muito tempo. O motivo de tão acentuado interesse deve ser encontrado no fato de que esses resultados mostravam novas tendências das pessoas no tocante a seu modo de sentir, pensar e agir. Ou seja estava-se começando a se configurar um novo paradigma e isto afeta o mundo dos negócios. Esses fatos são extremamente importantes pois nos ensinam que as mentes abertas não existem preferentemente nos meios acadêmicos, onde o corporativismo congela geralmente novos estágios evolutivos e sim em outros setores sociais incluídos os empresários, comumente vistos como os vilões sociais. Acontece que o sucesso empresarial de agora em diante não dependerá tanto do poder econômica, do maquiavelismo e do desrespeito com os outros integrantes da sociedade e sim da capacidade de perceber as novas tendências sociais e suas formas específicas de manifestação.

8 Isto quer dizer, claramente e sem subterfúgios que a postura gerencial será um divisor de águas nos próximos dez anos. Aqueles empresários e executivos que não consigam perceber que a sociedade humana está mudando de paradigma arrastarão suas empresas até atingir o colapso. Entretanto, aqueles que possam enxergar o fato irreversível das mudanças e consigam se adaptar às mesmas poderão conduzir suas empresas à sobrevivência primeiro e a sua prosperidade depois. FERGUSON, M. Obra já citada Há uma nova função básica à ser exercida por um gerente ou administrador: em lugar de ser um controlador, um hierarca, um dono do poder, a novo gerente terá que ser um estimulador, um catalisador, um incentivador capaz de auxiliar os subordinados a desenvolver suas capacidades não utilizadas, potencializando-as e transformando--as em ferramentas flexíveis e criativas, úteis a seus portadores, às empresas e a sociedade tomada como conjunto. Por sua vez uma camada cada vez maior de pessoas, através do processo de terceirização, autonomiza com mais intensidade seus serviços que perdem assim aquela relação de subserviência, própria do sistema feudal envolvendo senhor e servo e que ainda pauta grande parte das relações trabalhistas. Naturalmente para aqueles que se desenvolveram sob o estilo gerencial tradicional: autoritário, centralizador e burocrático (estilo que permite dissimular a incompetência com certa facilidade) as mudanças em processamento trazem muito desconforto o que origina focos de resistência. Um relatório da Universidade de Michigan feito a partir de uma amostra de administradores mostrou que o perfil daqueles que eram bem sucedidos continha basicamente os seguintes ingredientes: - Atitude de confiança - Preocupação com a satisfação pessoal dos subordinados - Vontade de ouvir os subordinados - Estar dispostos a correr riscos - Serem capazes de inovar - Ter altas expectativas sobre o desempenho pessoal e do grupo - Desenvolver cooperação entre os subordinados e com os diferentes setores da empresa - Mostrar capacidade de integrar idéias diferentes segundo uma abordagem holística Rod Medved do The Pacific Institute diz: " Os Novos Administradores serão reconhecíveis não porque tenham as respostas certas mas porque sabem como fazer as perguntas corretas... O Novo Trabalhador parece pronto para a maior de todas as mudanças: uma nova visão de si mesmo..."a Nova Máquina de Trabalho ao prometer um mundo melhor, nos desafia a crescer muito e a nos modificar para chegar lá.. Ela está investindo no gênio que dorme dentro de cada um de nós. Por outro lado, um relatório da Universidade McGill mostra que o perfil dos administradores bem sucedidos é amplamente aberto ao novo, ao complexo e ao misterioso, dando ênfase às informações não-verbais e não-escritas tipo: expressão facial, tom de voz, gestos, palpites e intuições. Isto hoje já tem um contexto bem formalizado, por exemplo através da Programação Neurolinguística (PNL), retratando a passagem da ênfase no hemisfério esquerdo (linear, analítico, racional) para o direito (afetivo, integrador, intuicional). Em síntese, então, qual deveria ser postura gerencial face à mudança? Talvez possa ser resumida numas poucas idéias, como é feito logo a seguir: a) Empresários e executivos, responsáveis pelo gerenciamento das organizações públicas e privadas precisam, antes de tudo ter uma visão holística da Realidade que envolve a realidade manifesta e a realidade subjacente" que se interpenetram mutuamente o tempo todo. Eles precisam perceber a vital importância que tem para a sobrevivência de suas empresas combinar adequadamente o princípio autoafirmativo da organização através da lucratividade, com o princípio integrativo fazendo daquela um componente equilibrado do ecossistema social em harmonia com seus parceiros (empregados, clientes, comunidade, etc.). Deve ser salientado que devido à evolução da consciência humana, os consumidores estão passando de um perfil-trouxa" onde deslumbrados pelo brilho esfuziante dos embrulhos dos produtos apresentados em forma persuasiva pelos meios de comunicação acabam comprando qualquer coisa, para o "perfil-rei" onde as empresas terão que adaptar e criar produtos e serviços para satisfazer as necessidades dos usuários que através de uma conscientização gradual estão se transformando no publico mais pensante e cuidadoso que já se viu no planeta.

9 b) A abordagem holística antes mencionada pode ser desmembrada em vários aspectos dos quais mencionaremos apenas dois no momento: - O Conceito do crescimento do ser humano na empresa (e fora dela) passa a ser fundamental. Ou seja a velha separação entre os negócios e as pessoas deve dar lugar a uma nova e fundamental idéia: o que é bom para os negócios deve ser bom para as pessoas e vice-versa. Isto significa que empresários e executivos serão responsáveis simultaneamente tanto pelo resultado dos negócios como pelo desenvolvimento do pessoal. - A tecnologia deve estar ao serviço do homem e não o homem ao serviço dela. No The Journal of Appropriate Technology há uma frase esclarecedora sobre o assunto. "Antes que escolhamos nossas ferramentas e nossas técnicas devemos escolher nossos sonhos e valores, pois algumas tecnologias os favorecem enquanto outras os tornam impraticáveis". Com efeito a mesma base científico-tecnológica que criou a vacina contra a pólio, o telefone e os transportes modernos criou os agrotóxicos, a bomba atômica e toda a parafernália bélica, assim como grande parte dos problemas ambientais. Precisa-se assim urgentemente introduzir a, conceituação ética nos negócios. c) Certas abordagens conceituais complementares ao enfoque holístico básico são necessárias, entre as quais se destacam: - A Gestão da Qualidade Total, enfocada tanto desde um ângulo meramente operacional, através do domínio de técnicas específicas (avaliação e controle estatístico de processo, padronização metodologia de solução de problemas, etc.) como enxergada desde o ponto de vista que envolve pessoas. Isto é o que chamamos de Qualidade Total Autêntica (ver Bonilla ). - Programação neurolinguística é uma nova disciplina que estuda como a linguagem verbal(e não verbal) afeta nosso sistema nervoso, de modo que o domínio da mesma fornece uma estrutura sistemática para conseguir os resultados desejados. Nosso cérebro é um computador, aliás muito complexo mas não dispomos do "manual do usuário". É o objetivo da Programação neurolinguística fornecermos esse manual. - Desenvolvimento da criatividade é sempre importante e cada vez mais necessário para um gerenciamento moderno. Técnicas mais simples como "brain-storming"; brainwriting ou similares devem ser combinadas com recursos mais poderosos como o método sinético ou o pensamento lateral de De Bono. A criatividade não pode ser deixada solta, ela deve ser harmoniosamente combinada com a ética. d) Abordagem metodológica Todos os elementos mencionados nos itens anteriores são fundamentais, mas eles precisam ser operacionalizados. O arcabouço básico desta operaciona1ização está contido no livro de Peter Senge denominado A Quinta Disciplina (Ed. Best-Seller,1990). O subtítulo do livro é esclarecedor: "Arte, Teoria e Prática da Organização de Aprendizage m. Senge faz uma pergunta provocativa que inclusive intitula o capitulo 3: Prisioneiros do sistema ou prisioneiros de nosso próprio raciocínio? - As cinco disciplinas que Senge propõe são: raciocínio sistêmicos domínio pessoal, modelos mentais, objetivo comum e aprendizagem em grupo. Fora disso há mais dois conceitos básicos: os arquétipos de sistemas e os protótipos. Parece-nos que sem mergulhar profundamente nas ferramentas que Senge nos propõe não será possível atingir um ponto satisfatório de mudança de postura gerencial. e) Desenvolvimento espiritual - Disse o Mestre: "não só de pão vive o homem ". Por sua vez, o maior cientista de todas as épocas, Einstein, falou da necessidade de que todo cientista viva o que ele chamava de religiosidade cósmica. Para evitar confusões, ele mesmo afirmou que essa religiosidade BONILLA,J.A. Resposta à crise: Qualidade Total Autêntica em bens e serviços. São Paulo: Ed. Makron Books, 1994, 238p.

10 cósmica não era ensinada por nenhuma Igreja e que foram os chamados hereges em todas as épocas os que tinham real vivência dela. Na verdade o desenvolvimento espiritual é um simples corolário da abordagem holística. Se os aspectos físicos, mentais, emocionais e espirituais são inerentes ao ser humanos, é necessário dar um ênfase especial a estes últimos, tão esquecidos no enfoque cartesiano hoje prevalecente. Trata-se de procurar o equilíbrio entre os opostos complementares: o Ter (privilegiado hoje) e o Ser. Como se pode perceber, a mudança da postura gerencial é urgente e imprescindível porque só ela poderá levar às empresas a se compatibilizarem com o novo mundo emergente. Quem ficar para trás não terá vez.

REVALORIZAR AS COMPETÊNCIAS CONVERSACIONAIS

REVALORIZAR AS COMPETÊNCIAS CONVERSACIONAIS Rafael Echeverría REVALORIZAR AS COMPETÊNCIAS CONVERSACIONAIS São chaves para as pessoas e as organizações, porque são as únicas que apoiam as grandes transformações pelas quais a sociedade e o mundo estão

Leia mais

O papel da gerência em um ambiente de manufatura lean. Gary Convis, Presidente, Toyota Motor Manufacturing de Kentucky

O papel da gerência em um ambiente de manufatura lean. Gary Convis, Presidente, Toyota Motor Manufacturing de Kentucky O papel da gerência em um ambiente de manufatura lean Gary Convis, Presidente, Toyota Motor Manufacturing de Kentucky Tradução: Diogo Kosaka Gostaria de compartilhar minha experiência pessoal como engenheiro

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Roteiro VcPodMais#005

Roteiro VcPodMais#005 Roteiro VcPodMais#005 Conseguiram colocar a concentração total no momento presente, ou naquilo que estava fazendo no momento? Para quem não ouviu o programa anterior, sugiro que o faça. Hoje vamos continuar

Leia mais

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE COACHING EDUCATION By José Roberto Marques Diretor Presidente - Instituto Brasileiro de Coaching Denominamos de Coaching Education a explicação, orientação e aproximação

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

Apresentação por Leonardo Melo melo.leonardo@ieee.org Universidade Federal de Juiz de Fora PET Elétrica IEEE Institute Of Electrical and Electronics

Apresentação por Leonardo Melo melo.leonardo@ieee.org Universidade Federal de Juiz de Fora PET Elétrica IEEE Institute Of Electrical and Electronics Apresentação por Leonardo Melo melo.leonardo@ieee.org Universidade Federal de Juiz de Fora PET Elétrica IEEE Institute Of Electrical and Electronics Engineers Prefácio O Engenheiro 2020 Como será ou deveria

Leia mais

A aceleração como processo histórico

A aceleração como processo histórico 2.3 A ACELERAÇÃO DA DISRITMIA Identificadas as características de cada componente do processo de mudanças, merecem consideração as seguintes características referentes ao processo globalmente considerado.

Leia mais

Resumo Aula-tema 08: Ideário ético. Desafios, questionamentos e propostas.

Resumo Aula-tema 08: Ideário ético. Desafios, questionamentos e propostas. Resumo Aula-tema 08: Ideário ético. Desafios, questionamentos e propostas. O ideário ético é um conjunto essencial de valores que deve ser conscientizado por todos na Organização para que se consiga implantar

Leia mais

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 3. Mudança: um Mal Necessário. Contextualização. O Capital Humano é Crítico

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 3. Mudança: um Mal Necessário. Contextualização. O Capital Humano é Crítico Cultura e Clima Organizacionais Aula 3 Profa. Me. Carla Patricia Souza Organização da Aula Cultura e mudança Impactos da mudança Resistência à mudança Mudança: um Mal Necessário Contextualização O ambiente

Leia mais

Evolução do Pensamento

Evolução do Pensamento Unidade I Evolução do Pensamento Administrativo Prof. José Benedito Regina Conteúdo da disciplina EPA Parte 1 - Conceitos gerais da administração Parte 2 - Evolução histórica: Abordagens administrativas

Leia mais

PARTE V ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS

PARTE V ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS PARTE V ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS Ganhar, nem sempre. Amadurecer, sempre. Prof. Glauber Santos glauber@justocantins.com.br www.justocantins.com.br Introdução É impossível imaginar uma empresa onde não

Leia mais

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação:

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação: RESENHA Resenha é a apreciação crítica sobre uma determinada obra (livro, artigo, texto, filme, etc.). Trata-se de um breve texto, semelhante a um resumo, que visa comentar um trabalho realizado. Será

Leia mais

PESSOAS RESILIENTES: suas características e seu funcionamento

PESSOAS RESILIENTES: suas características e seu funcionamento CONNER, Daryl. Gerenciando na velocidade da mudança: como gerentes resilientes são bem sucedidos e prosperam onde os outros fracassam. Rio de Janeiro: Infobook, 1995. PESSOAS RESILIENTES: suas características

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

A importância da Educação para competitividade da Indústria

A importância da Educação para competitividade da Indústria A importância da Educação para competitividade da Indústria Educação para o trabalho não tem sido tradicionalmente colocado na pauta da sociedade brasileira, mas hoje é essencial; Ênfase no Direito à Educação

Leia mais

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda www.especifico.com.br DISCIPLINA : Sociologia PROF: Waldenir do Prado DATA:06/02/2012 O que é Sociologia? Estudo objetivo das relações que surgem e se reproduzem, especificamente,

Leia mais

O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização

O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização Cristiane dos Santos Schleiniger * Lise Mari Nitsche Ortiz * O Terceiro Setor é o setor da sociedade que emprega aproximadamente 1 milhão de pessoas.

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

CAPÍTULO 10. Enfoque Comportamental na Administração

CAPÍTULO 10. Enfoque Comportamental na Administração CAPÍTULO 10 Enfoque Comportamental na Administração MAXIMIANO /TGA Fig. 9.1 A produção robotizada, que ilustra o sistema técnico das organizações, contrasta com o sistema social, formado pelas pessoas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

CULTURA ORGANIZACIONAL. Prof. Gilberto Shinyashiki FEA-RP USP

CULTURA ORGANIZACIONAL. Prof. Gilberto Shinyashiki FEA-RP USP CULTURA ORGANIZACIONAL Prof. Gilberto Shinyashiki FEA-RP USP Cultura é uma característica única de qualquer organização Apesar de difícil definição, compreende-la pode ajudar a: Predizer como a organização

Leia mais

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito

Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Para evoluir é necessário reencontrar a autenticidade do próprio espírito Autor: Regis Mesquita Blog Nascer Várias Vezes - http://www.nascervariasvezes.com/ "Não ser autêntico é uma forma de evitar aquilo

Leia mais

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO

01/12/2012 MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Guarantã do Norte/MT A SOCIEDADE ESTÁ EM TRANSFORMAÇÃO TAREFAS ESTRUTURA PESSOAS AMBIENTE TECNOLOGIA ÊNFASE NAS TAREFAS Novos mercados e novos conhecimentos ÊNFASE

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

Caminhos para a aprendizagem

Caminhos para a aprendizagem Page 1 of 5 Home Comunicação pessoal Educação Tecnologias na Educação Educação a distância Identidade Caminhos para a aprendizagem inovadora José Manuel Moran Especialista em projetos inovadores na educação

Leia mais

A evolução da espécie humana até aos dias de hoje

A evolução da espécie humana até aos dias de hoje 25-11-2010 A evolução da espécie humana até aos dias de hoje Trabalho elaborado por: Patrícia da Conceição O aparecimento da espécie humana não aconteceu de um momento para o outro. Desde as mais antigas

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

6 Considerações Finais

6 Considerações Finais 6 Considerações Finais Este capítulo apresenta as conclusões deste estudo, as recomendações gerenciais e as recomendações para futuras pesquisas, buscadas a partir da análise dos casos das empresas A e

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

O capitalismo e o Advento de uma sociedade de consumo

O capitalismo e o Advento de uma sociedade de consumo O capitalismo e o Advento de uma sociedade de consumo Camila Fernandes Colégio Mãe de Deus T. 301 Resumo: A condição da redução do cidadão em consumidor, e a criação de tal cultura global, deu-se através

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA)

ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA) ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA (GESTÃO PARTICIPATIVA) A administração participativa é uma filosofia ou política de administração de pessoas, que valoriza sua capacidade de tomar decisões e resolver problemas,

Leia mais

RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO

RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO RESUMO DE CONCLUSÃO DE CURSO CONCEITO Empreendedorismo é o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de um projeto (técnico, científico, empresarial). Tem

Leia mais

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016

EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 EMENTAS - MATRIZ CURRICULAR - 2016 901491 - EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO ADMINISTRATIVO I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução da teoria organizacional

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

Trabalho e educação. Vamos aos fatos

Trabalho e educação. Vamos aos fatos Trabalho e educação Vamos aos fatos O maior problema da educação brasileira é o povo brasileiro. Sinto muito, mas esta é a conclusão a que muitos de nossos educadores chegaram. Somos uma nação materialista,

Leia mais

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA...

MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI A VIDA AMEAÇADA... MEIO AMBIENTE E VIDA TEXTO PARA A CAMINHADA DE CORPUS CRISTI Daniel Cenci A VIDA AMEAÇADA... A vida é sempre feita de escolhas. A qualidade de vida resulta das escolhas que fazemos a cada dia. É assim

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

5º. Dia 3 de Março. Enxergando a vida do ponto de vista dedeus. Que é a sua vida? Tiago 4.14b; nvi

5º. Dia 3 de Março. Enxergando a vida do ponto de vista dedeus. Que é a sua vida? Tiago 4.14b; nvi 5º. Dia 3 de Março Enxergando a vida do ponto de vista dedeus Que é a sua vida? Tiago 4.14b; nvi Nós não vemos as coisas como são, mas como nós somos.anaïs Nin O modo de você enxergar sua vida molda sua

Leia mais

ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO

ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO Aula Inaugural Prof. MSc. Romeu Mendes (TOCONE JQ) Quem sou eu? Nome: Romeu Mendes - Conhecido no mundo acadêmico como Professor TOCONE Graduado em Administração de empresas, MBA

Leia mais

Situação Financeira Saúde Física

Situação Financeira Saúde Física Um dia um amigo me fez uma séria de perguntas, que me fez refletir muito, e a partir daquele dia minha vida vem melhorando a cada dia, mês e ano. Acreditando que todos temos um poder interno de vitória,

Leia mais

No modo de produção escravista os trabalhadores recebiam salários muito baixos.

No modo de produção escravista os trabalhadores recebiam salários muito baixos. Atividade extra Fascículo 2 Sociologia Unidade 3 Questão 1 Leia com atenção o texto de Paul Lovejoy sobre escravidão: Enquanto propriedade, os escravos eram bens móveis: o que significa dizer que eles

Leia mais

Relações Humanas e Marketing Pessoal

Relações Humanas e Marketing Pessoal Relações Humanas e Marketing Pessoal Realização: Projeto Ser Tão Paraibano Parceiros: Elaboração: Deusilandia Soares Professor-Orientador: Vorster Queiroga Alves PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES HUMANAS Em qualquer

Leia mais

Escrito por Administrator Qua, 21 de Outubro de 2009 00:29 - Última atualização Qua, 05 de Maio de 2010 01:17

Escrito por Administrator Qua, 21 de Outubro de 2009 00:29 - Última atualização Qua, 05 de Maio de 2010 01:17 O filme O Diabo Veste Prada, dirigido por David Frankel e baseado no livro de Lauren Weisberger, mostra a história de uma jovem jornalista Andrea. Recém formada em uma das melhores universidades dos Estados

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA. Profª. Danielle Valente Duarte

GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA. Profª. Danielle Valente Duarte GESTÃO EMPRESARIAL INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E DE ESTRATÉGIA Profª. Danielle Valente Duarte 2014 Os Estudos e a Prática da Gestão Estratégica e do Planejamento surgiram no final da década

Leia mais

6. Considerações finais

6. Considerações finais 84 6. Considerações finais Nesta dissertação, encontram-se registros de mudanças sociais que influenciaram as vidas de homens e mulheres a partir da chegada das novas tecnologias. Partiu-se da Revolução

Leia mais

Trabalho, logo existo!

Trabalho, logo existo! Trabalho, logo existo! Maurício Santos da Luz Graduando em filosofia pela Unioeste Introdução A filosofia se debateu durante muitos séculos, e ainda se debate, para responder a seguinte questão: de onde

Leia mais

A CARTA DE BELGRADO. Colecção Educação Ambiental Textos Básicos. Editor Instituto Nacional do Ambiente

A CARTA DE BELGRADO. Colecção Educação Ambiental Textos Básicos. Editor Instituto Nacional do Ambiente A CARTA DE BELGRADO Colecção Educação Ambiental Textos Básicos Editor Instituto Nacional do Ambiente INTRODUÇÃO Texto adoptado, por unanimidade, no Colóquio sobre Educação Ambiental", organizado pela UNESCO

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

APRENDIZAGEM EMOCIONAL

APRENDIZAGEM EMOCIONAL APRENDIZAGEM EMOCIONAL Escrito por Mauricio Aguiar Saudações a você que vem acompanhando o trabalho do POINT DOS AMORES e com a sua participação e interesse contribui para o crescimento do POINT. Nesta

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

estão de Pessoas e Inovação

estão de Pessoas e Inovação estão de Pessoas e Inovação Luiz Ildebrando Pierry Secretário Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Prosperidade e Qualidade de vida são nossos principais objetivos Qualidade de Vida (dicas)

Leia mais

A Ciência, o Poder e e os os Riscos

A Ciência, o Poder e e os os Riscos A Ciência, o Poder e e os os Riscos Diana Sofia Nº 12 11ºC - 2006/07 Prof. Idália Carrasqueiras Sabemos muita coisa (Vídeo com informação científica) Chegámos muito longe (Vídeo com os momentos da chegada

Leia mais

Curso Sustentabilidade e Saúde Humana:

Curso Sustentabilidade e Saúde Humana: Curso Sustentabilidade e Saúde Humana: Ações individuais para melhorias em todo o planeta Nosso maior desafio neste século é pegar uma idéia que parece abstrata desenvolvimento sustentável e torná-la uma

Leia mais

Parece-me importante ter em conta a concomitância destes três factores, mas:

Parece-me importante ter em conta a concomitância destes três factores, mas: CRISE E TRANSFORMAÇÃO INTRODUÇÃO Como indivíduo, sociedade, civilização e ecossistema, estamos em tempos de crise e, portanto, de mudança. Procurando identificar os principais agentes desta mudança actualizo

Leia mais

Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral

Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral III Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação PUCRS Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral Marcelo Cavasotto, Prof.ª Dra. Ruth Portanova (orientadora) Mestrado em Educação

Leia mais

O trabalho voluntário é uma atitude, e esta, numa visão transdisciplinar é:

O trabalho voluntário é uma atitude, e esta, numa visão transdisciplinar é: O trabalho voluntário é uma atitude, e esta, numa visão transdisciplinar é: a capacidade individual ou social para manter uma orientação constante, imutável, qualquer que seja a complexidade de uma situação

Leia mais

Teoria Geral de Sistemas TGS Parte 1. Disciplina: Sistemas de Informação - UNIP Professor: Shie Yoen Fang Agosto 2011

Teoria Geral de Sistemas TGS Parte 1. Disciplina: Sistemas de Informação - UNIP Professor: Shie Yoen Fang Agosto 2011 Teoria Geral de Sistemas TGS Parte 1 Disciplina: Sistemas de Informação - UNIP Professor: Shie Yoen Fang Agosto 2011 1 Conteúdo Exercício de Folha de Ponto Levantar os impactos em várias instâncias organizacionais

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração

Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração Antecedentes Históricos da Administração: Os primórdios da Administração No decorrer da história da humanidade sempre existiu alguma forma simples ou complexa de administrar as organizações. O desenvolvimento

Leia mais

2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO

2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO 2 SIGNIFICADO DA ADMINISTRAÇÃO 2.1 IMPORTÂNCIA DA ADMINISTRAÇÃO Um ponto muito importante na administração é a sua fina relação com objetivos, decisões e recursos, como é ilustrado na Figura 2.1. Conforme

Leia mais

04/04/2014. Antes de 1940

04/04/2014. Antes de 1940 Prof. William Costa Rodrigues Eng. Agrônomo Um Sistema de Informação Gerenciais é um instrumento administrativo que contribui efetivamente para a otimização das comunicações e do processo decisório nas

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação. Profa. Lillian Alvares

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação. Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Planejamento e Gestão de Instituições Arquivísticas Profa. Lillian Alvares Crenças e Valores Cultura Clima Componentes Estruturas

Leia mais

ANÁLISE DO USO INDISCRIMINADO DOS RECURSOS NATURAIS NO TERRITÓRIO RIO METROPOLITANO: O PAPEL DO CONSUMISMO NESTE PROCESSO

ANÁLISE DO USO INDISCRIMINADO DOS RECURSOS NATURAIS NO TERRITÓRIO RIO METROPOLITANO: O PAPEL DO CONSUMISMO NESTE PROCESSO ANÁLISE DO USO INDISCRIMINADO DOS RECURSOS NATURAIS NO TERRITÓRIO RIO METROPOLITANO: O PAPEL DO CONSUMISMO NESTE PROCESSO Silvia A Guarnieri ORTIGOZA Magda Adelaide LOMBARDO Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento.

1. Você escolhe a pessoa errada porque você espera que ela mude após o casamento. 10 Maneiras de se Casar com a Pessoa Errada O amor cego não é uma forma de escolher um parceiro. Veja algumas ferramentas práticas para manter os seus olhos bem abertos. por Rabino Dov Heller, Mestre em

Leia mais

Reforma gerencial do Estado, teoria política e ensino da administração pública

Reforma gerencial do Estado, teoria política e ensino da administração pública Artigo Especial Reforma gerencial do Estado, teoria política e ensino da administração pública Luiz Carlos Bresser-Pereira 1 1 Fundação Getúlio Vargas. Ministro da Fazenda (1987). Ministro da Administração

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo:

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I Conteúdo: - Alguns aspectos que interferem na saúde das pessoas - Saúde como Direito Constitucional dos brasileiros

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

Gestão escolar: Escolas enfrentarão cenário de competitividade cada vez maior

Gestão escolar: Escolas enfrentarão cenário de competitividade cada vez maior Gestão escolar: Escolas enfrentarão cenário de competitividade cada vez maior G estão escolar: não há diretor de qualquer instituição de ensino que não esteja às voltas com esta questão, hoje. Um cenário

Leia mais

FORMAR-SE. Há em muitas de nossas falas, quando terminamos um ciclo, algo que ocorre muito

FORMAR-SE. Há em muitas de nossas falas, quando terminamos um ciclo, algo que ocorre muito FORMAR-SE Senhoras e senhores, Há em muitas de nossas falas, quando terminamos um ciclo, algo que ocorre muito na cultura, algo que tem a profunda marca antropológica dos rituais: a celebração de uma passagem,

Leia mais

Módulo 1 Questões Básicas da Economia. 1.1. Conceito de Economia

Módulo 1 Questões Básicas da Economia. 1.1. Conceito de Economia Módulo 1 Questões Básicas da Economia 1.1. Conceito de Economia Todos nós temos uma série de necessidades. Precisamos comer, precisamos nos vestir, precisamos estudar, precisamos nos locomover, etc. Estas

Leia mais

Entrevista - Espiritualidade nas empresas

Entrevista - Espiritualidade nas empresas Entrevista - Espiritualidade nas empresas 1 - O que podemos considerar como espiritualidade nas empresas? Primeiramente considero importante dizer o que entendo por espiritualidade. Podemos dizer que é

Leia mais

ESCOLA: AMBIENTE DE HARMORNIA OU CONFLITO? RESUMO

ESCOLA: AMBIENTE DE HARMORNIA OU CONFLITO? RESUMO ESCOLA: AMBIENTE DE HARMORNIA OU CONFLITO? 1 Sandra Gaspar de Sousa Moura RESUMO Este artigo tem a finalidade de mostrar a importância das relações interpessoais dentro do ambiente escolar e como os sujeitos

Leia mais

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de PAULO FREIRE E A ALFABETIZAÇÃO Vera Lúcia Queiroga Barreto 1 Uma visão de alfabetização que vai além do ba,be,bi,bo,bu. Porque implica uma compreensão crítica da realidade social, política e econômica

Leia mais

Toda e qualquer análise de mercado irá demandar uma série de etapas a ser seguida, dentre elas:

Toda e qualquer análise de mercado irá demandar uma série de etapas a ser seguida, dentre elas: Capítulo 16 - Os Stakeholders O termo foi originado na língua inglesa e hoje, foi completamente absorvido pela área da administração. Traduzido para o português como sendo parte interessada esse termo

Leia mais

3 Abordagem Sistêmica

3 Abordagem Sistêmica 3 Abordagem Sistêmica 3.1 A visão sistêmica Como uma das correntes do pensamento administrativo, a abordagem sistêmica foi introduzida em meados da década de 60. Os teóricos de sistemas definiram-na como,

Leia mais

A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR. GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância

A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR. GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância Nilce Fátima Scheffer - URI-Campus de Erechim/RS - snilce@uri.com.br

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Elisa Maçãs IDÉIAS & SOLUÇÕES Educacionais e Culturais Ltda www.ideiasesolucoes.com 1

Leia mais

Os pressupostos básicos para a teoria de Bertalanffy foram os seguintes:

Os pressupostos básicos para a teoria de Bertalanffy foram os seguintes: Teoria Geral de Sistemas Uma introdução As Teorias Clássicas (Administração Científica e Teoria Clássica), a Abordagem Humanística (Teoria das Relações Humanas), a Teoria Estruturalista e a Teoria da Burocracia

Leia mais

Por uma pedagogia da juventude

Por uma pedagogia da juventude Por uma pedagogia da juventude Juarez Dayrell * Uma reflexão sobre a questão do projeto de vida no âmbito da juventude e o papel da escola nesse processo, exige primeiramente o esclarecimento do que se

Leia mais

EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL:

EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL: EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL: AÇÃO TRANSFORMADORA IV Seminário Internacional de Engenharia de Saúde Pública Belo Horizonte Março de 2013 Quem sou eu? A que grupos pertenço? Marcia Faria Westphal Faculdade

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Título do Case: Programa ELOS - Cliente e Colaborador como uma só corrente. Categoria: Projetos Internos Tema: Pessoas

Título do Case: Programa ELOS - Cliente e Colaborador como uma só corrente. Categoria: Projetos Internos Tema: Pessoas 1 Título do Case: Programa ELOS - Cliente e Colaborador como uma só corrente. Categoria: Projetos Internos Tema: Pessoas RESUMO A empresa vivia um cenário claro de desequilíbrio na gestão empresarial e

Leia mais

Representações Sociais de Meio Ambiente

Representações Sociais de Meio Ambiente Representações Sociais de Meio Ambiente Naturalista Reigota, 1995: Antropocêntrica Globalizante Moraes et al, 2000: Antropocêntrica = Naturalista Meio Ambiente Olivier Godard, 1984: O conceito de meio

Leia mais

Valores educacionais do Olimpismo

Valores educacionais do Olimpismo Valores educacionais do Olimpismo Aula 3 Busca pela excelência e equilíbrio entre corpo, vontade e mente Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Detalhar o valor busca pela excelência 2 Apresentar estratégias

Leia mais

Nova revolução para pequenas empresas. O nascimento de uma nova estratégia de negócios

Nova revolução para pequenas empresas. O nascimento de uma nova estratégia de negócios O DADO DAS EMPRESAS Nova revolução para pequenas empresas O trabalho é uma parte necessária e importante em nossas vidas. Ele pode ser o caminho para que cada trabalhador consiga atingir seu potencial

Leia mais

biblioteca Cultura de Inovação Dr. José Cláudio C. Terra & Caspar Bart Van Rijnbach, M Gestão da Inovação

biblioteca Cultura de Inovação Dr. José Cláudio C. Terra & Caspar Bart Van Rijnbach, M Gestão da Inovação O artigo fala sobre os vários aspectos e desafios que devem ser levados em consideração quando se deseja transformar ou fortalecer uma cultura organizacional, visando a implementação de uma cultura duradoura

Leia mais

O Cuidado como uma forma de ser e de se relacionar

O Cuidado como uma forma de ser e de se relacionar O Paradigma Holístico O holismo ( de holos = todo) abrangendo a ideia de conjuntos, ou de todos e de totalidade, não engloba apenas a esfera física, mas se estende também às mais altas manifestações do

Leia mais

Sustentabilidade x Desperdício

Sustentabilidade x Desperdício Sustentabilidade x Desperdício Alunos: Antônio Fernandes Margarida Késsia Daniele de Brito Nilmara Oliveira Introdução O tema consciência ambiental tem estado em alta no Brasil. A falta d água em vários

Leia mais

Quando vemos o mundo de forma diferente, nosso mundo fica diferente.

Quando vemos o mundo de forma diferente, nosso mundo fica diferente. BOLETIM TÉCNICO JULHO 2015 Quando vemos o mundo de forma diferente, nosso mundo fica diferente. Segundo a Psicologia atual ajudada pela compreensão do mundo real que nos trouxe a Física moderna, nós, seres

Leia mais

Como Eu Começo meu A3?

Como Eu Começo meu A3? Como Eu Começo meu A3? David Verble O pensamento A3 é um pensamento lento. Você está tendo problemas para começar seu A3? Quando ministro treinamentos sobre o pensamento, criação e uso do A3, este assunto

Leia mais

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO

Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Abril/2014 Porto Velho/Rondônia Rafael Vargas Presidente da SBEP.RO Gestor de Projetos Sociais do Instituto Ágora Secretário do Terceiro Setor da UGT.RO Terceiro Setor É uma terminologia sociológica que

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

Considerações Finais. Resultados do estudo

Considerações Finais. Resultados do estudo Considerações Finais Tendo em conta os objetivos definidos, as questões de pesquisa que nos orientaram, e realizada a apresentação e análise interpretativa dos dados, bem como a sua síntese final, passamos

Leia mais

Os Quatro Tipos de Solos - Coração

Os Quatro Tipos de Solos - Coração Os Quatro Tipos de Solos - Coração Craig Hill Marcos 4:2-8 Jesus usava parábolas para ensinar muitas coisas. Ele dizia: 3 Escutem! Certo homem saiu para semear. 4 E, quando estava espalhando as sementes,

Leia mais