:: SEI / CADE Parecer ::

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ":: SEI / CADE - 0073555 - Parecer ::"

Transcrição

1 Página 1 de 5 Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP Telefone: (61) e Fax: (61) PARECER Nº 218/2015/CGAA5/SGA1/SG PROCESSO Nº / (FINALÍSTICO: / ) REQUERENTES: BOSCH (CHINA) INVESTMENT LTD. E HEFEI MIDEA HEATING & VENTILATION EQUIPMENT CO., LTD. EMENTA: Ato de Concentração. Lei nº /2011. Bosch (China) Investment Ltd. e HeFei Midea Heating & Ventilation Equipment Co., Ltd. Produção de sistemas de ar condicionado. Joint venture sem atuação no Brasil. Art. 2º, da Lei nº /2011. Impossibilidade de efeitos anticompetitivos no território nacional. Não conhecimento. VERSÃO PÚBLICA I. AS REQUERENTES I.1 Bosch (China) Investment Ltd. ("RBCN") 1. A RBCN é uma holding integralmente detida pelo Grupo Robert Bosch GmbH ("Bosch"). As atividades da RBCN envolvem principalmente produtos automotivos. A RBCN não realiza negócios e não tem registrado vendas para o Brasil. 2. O Grupo Bosch, de origem alemã, fornece tecnologia e serviços para a indústria automotiva, tecnológica, bens de consumo, energia e construção. As empresas do Grupo que têm atividade no Brasil são: - Robert Bosch Ltda.; - Robert Bosch Tecnologia e Embalagem Ltda.; - Bosch Rexroth Ltda.; - Sia Abrasivos Industriais Ltda.; - Bosch Solutions Serviços Automotivos Ltda.; - Bosch Management Support Ltda.; - Bosch Termotecnologia Ltda.; - Ishida do Brasil Ltda.; - Metapar Usinagem Ltda.; - Bosch Telecom Limitada;

2 Página 2 de 5 - ZF Sistemas de Direção Ltda.; e - Robert Bosch Centro de Comunicação Ltda. I.2 HeFei Midea Heating & Ventilation Equipment Co., Ltd. ("Midea HVEC") 3. A Midea HVEC é uma subsidiária integral indireta da Midea Group Co., Ltd. ("Grupo Midea"), que atua no mercado de ar-condicionado com uma linha de produtos que inclui ar condicionado do tipo comercial leve; sistemas VRF (Variable Refrigerant Flow) para interior e exterior, e controladores; ar condicionado tipo cassete (FCU), tipo split grande, refrigerador arrefecido a ar, e unidade de tratamento de ar (AHU) para uso comercial e soluções para bombas de calor alimentadas por ar. No Brasil, a empresa atua nos mercados de ar condicionado e eletrodomésticos. 4. No Brasil, o Grupo Midea, de origem chinesa, atua em vendas de ar condicionado residenciais e comerciais, aparelhos domésticos de grande e pequeno porte, incluindo tratamento de ar, aquecedores de água, máquinas de lavar, compressores, refrigeradores, máquinas de lavar louça e motores para esses aparelhos. 5. Grupo Midea detém as seguintes empresas no Brasil: - Guangdong Midea Aircondtioning Equipment Co., Ltd.; - Guangdong Midea Kitchen Appliances Manufacturing Co., Ltd.; - Midea Consumer Electric Manufacturing Co., Ltd.; - Wuxi Little Swan Company Ltd.; - Hefei Midea Refrigerator Co., Ltd.; - Guangdong Midea Heating & Ventilating Equipment Co., Ltd.; - Guangdong Midea Environment Appliances Mfg Co., Ltd.; - Foshan Shunde Midea Washer Manufacturing.Co., Ltd.; - Guangdong Midea Kitchen and Bath Appliance Manufacturing Co., Ltd.; - Guangdong Meizhi Compressor Co., Ltd.; - Guangdong Welling Motor Manufacturing Co., Ltd.; - Annto Logistics Co., Ltd.; - Midea do Brasil AR Condicionado S.A.; - Springer Carrier Ltda.; e - Climazon Industrial Ltda. II. ASPECTOS FORMAIS DA OPERAÇÃO Operação foi conhecida? Taxa processual foi recolhida? Data da notificação ou emenda? Não Sim, GRU e Despacho DCONT /05/2015

3 Página 3 de 5 Data da publicação do edital? 29/05/2015 III. DA DESCRIÇÃO DA OPERAÇÃO 6. A operação proposta trata da formação de uma joint-venture (JV) entre a RBCN e Midea HVEC para a produção de sistemas de Fluxo Variável de Refrigeração - VRF - na China. A operação refere-se aos produtos de VRF de ar condicionados de unidades externas e unidades internas (tipo oculto e tipo cassete). A produção da JV não inclui unidades montadas em paredes e pavimentos interiores, teto, acessórios pertinentes e peças de reposição. 7. De acordo com as Requerentes, a JV funcionará como uma joint venture de produção, fornecendo sua produção exclusivamente para as empresas-mãe. A JV não realizará quaisquer atividades de marketing ou vendas independentes. Além disso, a JV não estará autorizada a montar, produzir e vender os produtos de sua produção ou produtos associados à marca de qualquer terceiro, nem será permitida a montar, produzir e vender os seus produtos ou produtos associados a terceiros. 8. A operação também será notificada às autoridades antitrustes na Áustria, China, Alemanha, Polônia, Coréia do Sul e Tunísia. IV. DO CONHECIMENTO DA OPERAÇÃO 9. A constituição de Joint Venture fora do Brasil, sem perspectiva de vendas ou efeitos no território nacional, foi objeto de análise no AC nº / [1], que não foi conhecido. Naquele caso, a Superintendência-Geral entendeu pelo não conhecimento basicamente porque (i) o escopo de atuação da Joint Venture não abrangia o território brasileiro; (ii) não havia planos de vendas ou perspectiva de efeitos no território nacional; e (iii) o mercado relevante possuía abrangência geográfica nacional (no máximo). 10. A operação tratada no AC nº / guarda similaridade com a operação em análise, haja vista que (i) a JV entre a RBCN e a Midea HVEC não oferecerá seus produtos no Brasil; (ii) não tem planos concretos de vir a atuar no Brasil, indicando inclusive barreiras à entrada no mercado nacional; e (iii) o mercado relevante sob a ótica geográfica é, aparentemente, nacional. De fato, as Requerentes afirmaram por diversas vezes que a operação não tem o potencial de gerar efeitos no território brasileiro: "No que diz respeito à eventual sobreposição horizontal, cumpre ressaltar que a Bosch não fabrica e não vende sistemas VRF no Brasil ou em qualquer outro lugar e, portanto, irá entrar no mercado com a sua própria marca, por meio da produção prevista para a JV. A Bosch não tem planos concretos de vender produtos de VRF para o Brasil e é improvável que o faça devido às elevadas barreiras à entrada neste mercado, em particular devido às altas taxas de importação aplicáveis aos produtos estrangeiros. Além disso, tecnicamente há uma barreira de entrada para o produto da própria Joint Venture no mercado brasileiro, visto que o portfólio da Joint Venture está previsto para uma frequência de 50 Hz de energia, enquanto a frequência de energia no Brasil é de 60Hz" fl Formulário de acesso restrito [Obs: em nota de rodapé, as requerentes explicam que não é fácil mudar de 50hz para 60hz, uma vez que requer mudança de todos os componentes elétricos, modificação do programa de modulação de capacidade e realização de testes de confiabilidade] "Por sua vez, a Midea, embora atuante no mercado brasileiro de VRF, não se beneficiará de uma maior participação de mercado nos mercados de sistemas VRF no Brasil, uma vez que os

4 Página 4 de 5 produtos Joint Venture (sic) serão vendidos na Europa e na Ásia, especialmente a China." fl Formulário de acesso restrito (grifo nosso) "Considerando que a Joint Venture proposta, [sic] é apenas uma Joint Venture de produção na China, que não terá qualquer canal de vendas, que a Bosch não tem planos concretos para vender VRF no Brasil e que a Midea não irá adquirir, para além de um período transitório, VRF da Joint Venture, a Joint Venture proposta não terá efeitos no Brasil. "Portanto, as partes pedem uma dispensa de apresentação de informação de mercado adicional no mercado VRF no Brasil, visto que a operação não afetará o mercado brasileiro." fl Formulário de acesso restrito (grifo nosso) "A criação da Joint Venture não afetará o mercado brasileiro de produtos de climatização, visto que a produção da Joint Venture não será vendida para o Brasil." 11. Conforme mencionado no AC nº / , do ponto de vista legal, como requisito para aplicação da Lei Antitruste exige-se a real ou potencial ocorrência de efeitos no país, conforme preceitua o art 2º da Lei nº /2011: Art. 2º Aplica-se esta Lei, sem prejuízo de convenções e tratados de que seja signatário o Brasil, às práticas cometidas no todo ou em parte no território nacional ou que nele produzam ou possam produzir efeitos.(...) 12. Diante disso, entende-se pelo não conhecimento da operação em tela, tendo em vista que ela não produz, nem pode produzir, efeitos no território nacional, conforme indicado pelas Requerentes. Estas as conclusões. Encaminhe-se ao Sr. Superintendente-Geral. [1] AC nº / : requerentes: Robert Bosch GmbH, ZF Friedrichshafen AG e Knorr-Bremse Systeme fur Commercial Vehicle Gmbh. Documento assinado eletronicamente por Maria Cristina de Souza Leão Attayde, Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, em 18/06/2015, às 17:16, conforme horário oficial de Brasília e Resolução Cade nº 11, de 02 de dezembro de Documento assinado eletronicamente por Mário Sérgio Rocha Gordilho Júnior, Coordenador(a)-Geral, em 18/06/2015, às 17:26, conforme horário oficial de Brasília e Resolução Cade nº 11, de 02 de dezembro de 2014.

5 Página 5 de 5 A autenticidade deste documento pode ser conferida no site acao=documento_conferir&id_orgao_acesso_externo=0, informando o código verificador e o código CRC E Referência: Processo nº / SEI nº

VERSÃO DE ACESSO PÚBLICO

VERSÃO DE ACESSO PÚBLICO 1 de 5 02/07/2015 09:54 Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770-504

Leia mais

: SEI / CADE - 0079678 - Parecer :: http://sei.cade.gov.br/sei/institucional/pesquisa/documento_consulta_ex...

: SEI / CADE - 0079678 - Parecer :: http://sei.cade.gov.br/sei/institucional/pesquisa/documento_consulta_ex... Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770-504 Telefone: (61) 3221-8438

Leia mais

I. Da Descrição da Operação

I. Da Descrição da Operação Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8438

Leia mais

PARECER Nº 81/2015/CGAA5/SGA1/SG PROCESSO Nº 08700.000580/2015 44 REQUERENTES: ONE DI JV EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. E ZABO ENGENHARIA S.A.

PARECER Nº 81/2015/CGAA5/SGA1/SG PROCESSO Nº 08700.000580/2015 44 REQUERENTES: ONE DI JV EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A. E ZABO ENGENHARIA S.A. Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8438

Leia mais

VERSÃO PÚBLICA. I. Da Descrição da Operação

VERSÃO PÚBLICA. I. Da Descrição da Operação Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8438

Leia mais

Página 1 de 5 Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770-504 Telefone:

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA ECONÔMICA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE MERCADO

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA ECONÔMICA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE MERCADO Data de entrada: 28 de maio de 2004 Autos nº: 08012.004246/2004-65 Natureza: Nota Técnica em Ato de Concentração Econômica Requerentes: BALDA AG; LUMBERG INTERNATIONAL GMBH & CO. KG; e METAGAL TELECOM

Leia mais

a) DLM Brasil TI - Fundo de Investimento em Participações ("DLM Brasil TI FIP")

a) DLM Brasil TI - Fundo de Investimento em Participações (DLM Brasil TI FIP) Parecer Técnico n.º 088 Superintendência-Geral Em 21 de março de 2014. EMENTA: Ato de Concentração. Lei nº 12.529/2011. DLM Brasil TI - Fundo de Investimento em Participações e Clic Holding Participações

Leia mais

CONTRATO Nº 018/2015 PROCESSO Nº 08700.010725/2015 15

CONTRATO Nº 018/2015 PROCESSO Nº 08700.010725/2015 15 Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 1º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8577

Leia mais

PORTARIA CADE Nº 121, DE 22 DE ABRIL DE 2015.

PORTARIA CADE Nº 121, DE 22 DE ABRIL DE 2015. Boletim de Serviço Eletrônico em 28/04/2015 Minist ério da Just iça - MJ Conselho Administ rat ivo de Def esa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Tauris ano, 1º andar - Bairro As a

Leia mais

,;;-CADE. Em 19 de março de 2014.

,;;-CADE. Em 19 de março de 2014. ,;;-CADE ( ~Ad~!nl!ilrativo de Defesa Econômlc:a Parecer Técnico n.º 082 Superintendência-Geral Em 19 de março de 2014. EMENTA: Ato de Concentração. Lei nº 12.529/2011. OMNI Helicopters International S.A.,

Leia mais

:: SEI / CADE - 0056816 - Parecer ::

:: SEI / CADE - 0056816 - Parecer :: Página 1 de 9 Ministério da Justiça - MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar - Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770-504 Telefone:

Leia mais

- - - - VERSÃ O DE ACESSO PUBLICO II. Parecer Técnico n.º 059 Superintendência-Geral. Em 21 de fevereiro de 2014.

- - - - VERSÃ O DE ACESSO PUBLICO II. Parecer Técnico n.º 059 Superintendência-Geral. Em 21 de fevereiro de 2014. SUPERINTENDÊNCIA-GERAL Parecer Técnico n.º 059 Superintendência-Geral Em 21 de fevereiro de 2014. EMENTA: Ato de Concentração: 08700.001300/2014-34. Lei nº 12.529/2011. AXN Latin America Inc. e A&E Ole

Leia mais

CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA CADE TERMO DE REFERÊNCIA BRA/11/008

CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA CADE TERMO DE REFERÊNCIA BRA/11/008 Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 4º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8409

Leia mais

CONTRATO Nº 16/2015 PROCESSO Nº 08700.001602/2015 93

CONTRATO Nº 16/2015 PROCESSO Nº 08700.001602/2015 93 Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 1º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8577

Leia mais

Contratos Associativos

Contratos Associativos Contratos Associativos Atos de Concentração vs. Atos de Cooperação Atos de Concentração: unificação de centros decisórios(controle societário) caráter permanente Atos de Cooperação: empresas permanecem

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE CREDENCIAMENTO 01/14

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE CREDENCIAMENTO 01/14 A COMPANHIA DE GÁS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - SULGÁS, com sede na cidade de Porto Alegre/RS, à Rua Sete de Setembro, 1069 5º andar, Bairro Centro Histórico - CEP: 90010-191, com fundamento no artigo

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA ECONÔMICA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE MERCADO

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE DIREITO ECONÔMICO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA ECONÔMICA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE MERCADO Data de entrada: 29 de dezembro de 2004 Autos nº: 08012.011090/2004-79 Natureza: Nota Técnica em Ato de Concentração Econômica Requerentes: ITAUCARD FINANCEIRA S.A. ( ITAUCARD ) RIO ELBA EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Seção I. Do pedido de Aprovação de Atos de Concentração

Seção I. Do pedido de Aprovação de Atos de Concentração RESOLUÇÃO Nº 2, DE 29 DE MAIO DE 2012 (publicada no Diário Oficial da União de 31 de maio de 2012, nº 105, sessão 1, páginas 88 a 91, alterada pela Resolução nº 09, de 01º de outubro de 2014, publicada

Leia mais

Máquina Para Desobstruir Tubos e Esgotos

Máquina Para Desobstruir Tubos e Esgotos K-1500SPA MANUAL DO OPERADOR Máquina Para Desobstruir Tubos e Esgotos IMPORTANTE Para sua própria segurança, a n t e s d e m o n t a r o u operar esta máquina, leia c o m a t e n ç ã o t o d o o conteúdo

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06444/2006/RJ COGCE/SEAE/MF 07 de novembro de 2006 Referência: Ofício n 5301/2006/SDE/GAB, 25 de outubro de 2006. Assunto:

Leia mais

PROMOÇÕES DISTRIBUIÇÃO DE PRÊMIOS NO ÂMBITO DAS ACE S

PROMOÇÕES DISTRIBUIÇÃO DE PRÊMIOS NO ÂMBITO DAS ACE S PROMOÇÕES DISTRIBUIÇÃO DE PRÊMIOS NO ÂMBITO DAS ACE S Manual sobre a realização de Promoções Comerciais pelas Associações Comerciais, elaborada pela Coordenadoria Institucional da FACIAP Federação das

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB nº 2519, de 27 de abril de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB nº 2519, de 27 de abril de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06406/2004/RJ COREM/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 03 de maio de 2004 Referência: Ofício SDE/GAB nº 2519, de 27 de abril

Leia mais

CIRCULAR DE INFORMAÇÃO

CIRCULAR DE INFORMAÇÃO AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - BRASIL GERÊNCIA GERAL DE CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS AERONÁUTICOS CIRCULAR DE INFORMAÇÃO Assunto: CONTROLE DE FORNECEDOR PELO FABRICANTE AERONÁUTICO 1 - OBJETIVO Data:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06038/2009/RJ COGCE/SEAE/MF 11 de fevereiro de 2009 Referência: Ofício nº 7430/2008/SDE/GAB de 11 de novembro de 2008. Assunto:

Leia mais

Sistema Eletrônico de Informações - Notificação de ato de concentração ordinário 1

Sistema Eletrônico de Informações - Notificação de ato de concentração ordinário 1 Sistema Eletrônico de Informações - Notificação de ato de concentração ordinário 1 Sistema Eletrônico de Informações Guia para notificação de atos de concentração 2 Notificação Eletrônica de Ato de Concentração

Leia mais

FOLHA DE INFORMAÇÕES E DESPACHO. Assunto: DECISÃO DO PREGOEIRO QUANTO A IMPUGNAÇÇÕES A EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2015 0015 FUNECE

FOLHA DE INFORMAÇÕES E DESPACHO. Assunto: DECISÃO DO PREGOEIRO QUANTO A IMPUGNAÇÇÕES A EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2015 0015 FUNECE FOLHA DE INFORMAÇÕES E DESPACHO Assunto: DADOS INICIAIS Empós análise do cerne das razões das impugnantes, encaminho os autos do processo licitatório de Pregão acima elencado para análise e manifestação

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06517/2006/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2006 Referência: Ofício nº 6232/2006/SDE/GAB, de 11 de dezembro

Leia mais

PORTARIA CADE Nº 88, DE 12 DE ABRIL DE 2016.

PORTARIA CADE Nº 88, DE 12 DE ABRIL DE 2016. Boletim de Serviço Eletrônico em 13/04/2016 Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 1º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06436/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício n 1895/2008/SDE/GAB, de 31 de março de 2008. Em 14 de julho de 2008. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06187/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 17 de maio de 2006 Referência: Ofício nº 2052/2006/SDE/GAB, de 04 de maio de

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes.

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. Impugnante: VIVO S/A A (o) Sr. (a) Pregoeiro do Ministério dos Transportes, VIVO S. A., sociedade anônima inscrita no CNPJ

Leia mais

INFORMATIVO DE JURISPRUDÊNCIA DO CADE. 11 a 15 de janeiro de 2016. Diário Oficial da União de 14.1.2016

INFORMATIVO DE JURISPRUDÊNCIA DO CADE. 11 a 15 de janeiro de 2016. Diário Oficial da União de 14.1.2016 INFORMATIVO DE JURISPRUDÊNCIA DO CADE 11 a 15 de janeiro de 2016 Diário Oficial da União de 14.1.2016 AC nº 08700.012334/2015-35 Requerentes: Oi Móvel S.A. ( Oi Móvel ), Oi Serviços Financeiros S.A. (

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A OLIVEIRA FRANCO SOCIEDADE CORRETORA DE VALORES E CÂMBIO LTDA, em atenção ao quanto disposto na Instrução CVM n. 505, de 27/09/2011, define por este documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06221/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 05 de junho de 2006 Referência: Ofício n 2356/2006/SDE/GAB de 22 de maio de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

Linha Suva de Fluidos Refrigerantes

Linha Suva de Fluidos Refrigerantes Fluidos Refrigerantes Linha Suva de Fluidos Refrigerantes Caso necessite de informações sobre os distribuidores autorizados mais próximos de sua região, ligue para o Tele DuPont, 0800-17-17-15. Para aplicações

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06635/2004/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF Referência: Ofício n 5071/2004/SDE/GAB, de 19 de agosto de 2004. Em 20 de dezembro de 2004. Assunto:

Leia mais

DECRETO Nº 8.224, DE 3 DE ABRIL DE 2014

DECRETO Nº 8.224, DE 3 DE ABRIL DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação DECRETO Nº 8.224, DE 3 DE ABRIL DE 2014 Estabelece a aplicação de margem de preferência em licitações realizadas no âmbito da administração pública

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP 2015 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Dos Objetivos Específicos... 2 3. Dos Envolvidos

Leia mais

PORTARIA CADE Nº 271, DE 11 DE SETEMBRO DE 2015.

PORTARIA CADE Nº 271, DE 11 DE SETEMBRO DE 2015. Boletim de Serviço Eletrônico em 14/09/2015 Minist ério da Just iça - MJ Conselho Administ rat ivo de Def esa Econômica - CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Tauris ano, 4º andar - Bairro As a

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 309/2005/SDE/GAB, 24 de janeiro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 309/2005/SDE/GAB, 24 de janeiro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06064/2005/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 01 de fevereiro de 2005 Referência: Ofício nº 309/2005/SDE/GAB, 24 de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA

REGULAMENTO DAS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA REGULAMENTO DAS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA Praça da República 7150-249 Borba Telf.: 268 891 630 Fax: 268 894 806 balcaounico@cm-borba.pt www.cm-borba.pt Contribuinte n.º 503 956 546 REGULAMENTO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06524/2006/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 3972/2006/SDE/GAB, de 11 de agosto de 2006. Em 21 de dezembro de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06335/2008/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06335/2008/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06335/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 02 de junho de 2008 Referência: Ofício n.º 3137/2008/SDE/GAB, de 21 maio de

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA A CM Capital Markets Corretora de Títulos e Valores Mobiliários LTDA, em atenção ao disposto no art.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06383/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06383/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06383/2005/RJ COGAM/SEAE/MF 30 de setembro de 2005 Referência: Ofício nº 4634/2005/SDE/GAB de 21 de setembro de 2005. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 128/2009/SDE/GAB, de 14 de janeiro de 2009.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 128/2009/SDE/GAB, de 14 de janeiro de 2009. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06030/2009/RJ COGCE/SEAE/MF 06 de fevereiro de 2009 Referência: Ofício nº 128/2009/SDE/GAB, de 14 de janeiro de 2009. Assunto:

Leia mais

Certificação Profissional FEBRABAN REGULAMENTO

Certificação Profissional FEBRABAN REGULAMENTO Certificação Profissional FEBRABAN REGULAMENTO Janeiro de 2014 Versão 1.3 1. INTRODUÇÃO O presente Regulamento é fundamental para reger as operações-chave do programa de Certificação Profissional FEBRABAN.

Leia mais

:: SEI / MJ - 1098734 - Edital :: http://sei.mj.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir...

:: SEI / MJ - 1098734 - Edital :: http://sei.mj.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir... Boletim de Serviço em 17/09/2015 1098734 08004.001091/2015-67 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Esplanada dos Ministérios, Bloco T, Ed. Sede, 3º Andar, Sala 300-A - Bairro Zona Cívico Administrativa, Brasília/DF,

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO VIII Referente ao Edital de Pregão nº. 029/2014 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Página 1 de 8 1. OBJETO: Contratação de empresa para prestação de serviços de manutenção em sistemas de ar condicionado existentes

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União P A R E C E R. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União P A R E C E R. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT P A R E C E R Referência: 99923.000712/2013-15 Assunto: Recurso interposto por cidadão à CGU contra decisão denegatória de acesso à informação, com fundamento no art. 23 do Decreto n o 7.724, de 16 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06270/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06270/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06270/2005/RJ COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 11 de julho de 2005 Referência: Ofício n 3025/2005/SDE/GAB de 29 de junho de

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE JANUÁRIA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2010 RESPOSTA DE RECURSO

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE JANUÁRIA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2010 RESPOSTA DE RECURSO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE JANUÁRIA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2010 RESPOSTA DE RECURSO Candidato: Genilson Dias Custódio N de Inscrição: 05966 Cargo: Técnico Administrativo

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06495/2006/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 08 de dezembro de 2006. Referência: Ofício nº 6083/2006/SDE/GAB, de 30 de novembro

Leia mais

BICICLETAS DE USO INFANTIL

BICICLETAS DE USO INFANTIL Página: 1/12 Elaborado por: Maria Lucia Hayashi Verificado por: João Gustavo L. Junqueira Aprovado por: Regina Toscano Data Aprovação: 10/12/2013 1 OBJETIVO Este documento apresenta os critérios complementares

Leia mais

Artigo 1.º Âmbito de aplicação

Artigo 1.º Âmbito de aplicação Resolução da Assembleia da República n.º 54/2004 Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong, da República Popular da China, Relativo ao Auxílio

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE RELATÓRIO

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE RELATÓRIO Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE ATO DE CONCENTRAÇÃO nº 08012.000098/2006-71 Requerentes: Gedas Aktiengesellschaft e T-Systems International GmbH Advogados: Carlos

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BM&F TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. Nº 04, com sede no Município de São Paulo,

Leia mais

VERSÃO PÚBLICA ALL América Latina Logística S.A. ("ALL")

VERSÃO PÚBLICA ALL América Latina Logística S.A. (ALL) Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8438

Leia mais

Aplicar-se-á expressamente a Ordem de Compra acordada pelas partes contratantes.

Aplicar-se-á expressamente a Ordem de Compra acordada pelas partes contratantes. Página 1 de 7 Condições Gerais de Compra 1. Partes contratantes Este contrato (daqui em diante designado por Ordem de Compra) é acordado entre o fornecedor (denominado doravante como "FORNECEDOR") e a

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE ATO DE CONCENTRAÇÃO Nº 08012.008456/2004-22 Requerentes: Sony Corporation of América, Providence Equity Partners IV, L.P., TGP Partners

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 9990.2002237/2014-32 Assunto: Restrição de acesso: Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Sem restrição

Leia mais

O PREFEITO DE SÃO LUÍS, Capital do Estado do Maranhão.

O PREFEITO DE SÃO LUÍS, Capital do Estado do Maranhão. Lei 4.052, de 13 de março de 2002 Define condições para a instalação de pólos geradores de tráfego, estabelecendo-lhes exigências; critérios para quantidade de vagas de carga e descarga, embarque e desembarque,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Índice Nossos princípios diretivos 03 Proteção do patrimônio e uso dos ativos 04 Informação confidencial 05 Gestão e Tratamento dos Colaboradores 06 Conflitos de interesse 07

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 12/2015/CGAA4/SGA1/SG/CADE

NOTA TÉCNICA Nº 12/2015/CGAA4/SGA1/SG/CADE Ministério da Justiça MJ Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SEPN 515 Conjunto D, Lote 4 Ed. Carlos Taurisano, 2º andar Bairro Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70770 504 Telefone: (61) 3221 8436

Leia mais

TERMO DE SOLICITAÇÃO DE REGISTRO DE NOTA COMERCIAL DO AGRONEGÓCIO

TERMO DE SOLICITAÇÃO DE REGISTRO DE NOTA COMERCIAL DO AGRONEGÓCIO TERMO DE SOLICITAÇÃO DE REGISTRO DE NOTA COMERCIAL DO AGRONEGÓCIO Pelo presente instrumento particular, a companhia a seguir qualificada, doravante denominada EMISSOR, Endereço: CEP: Cidade: Estado: CNPJ

Leia mais

Advocacia Geral da União Procuradoria Geral Federal Procuradoria Federal CADE

Advocacia Geral da União Procuradoria Geral Federal Procuradoria Federal CADE Advocacia Geral da União Procuradoria Geral Federal Procuradoria Federal CADE Parecer ProCADE nº:196/2007 (versão pública) Ato de Concentração: AC 08012.001509/2007-27 Requerente: Pai Partners S.A.S. Relator:

Leia mais

Primeira Bateria de Perguntas e Respostas (em razão do grande número de questionamentos, as respostas serão publicadas em duas Baterias)

Primeira Bateria de Perguntas e Respostas (em razão do grande número de questionamentos, as respostas serão publicadas em duas Baterias) Primeira Bateria de Perguntas e Respostas (em razão do grande número de questionamentos, as respostas serão publicadas em duas Baterias) Versão em português Pergunta 1: Tendo em vista as informações do

Leia mais

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO.

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. Acrescentado pelo Decreto 24.441 de 14 de agosto de 2008. Publicado no DOE de 14.08.2008 Convênio ICMS nº 143/02 e

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

Tribunal de Contas da União

Tribunal de Contas da União Tribunal de Contas da União Dados Materiais: Decisão 446/95 - Plenário - Ata 40/95 Processo nº TC 020.528/94-9 Interessado: Representante da empresa Lynch Representações e Participações Ltda. Entidade:

Leia mais

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. Memorando nº 56/2015-CVM/SRE Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2015.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. Memorando nº 56/2015-CVM/SRE Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2015. 1 de 6 21/12/2015 19:03 COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Memorando nº 56/2015-CVM/SRE Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2015. PARA: SGE DE: SRE Assunto: Processo SEI nº 19957.003334/2015-59 - Recurso contra

Leia mais

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ. PROCESSO REGISTRAR MARCAS NO INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial)

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ. PROCESSO REGISTRAR MARCAS NO INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ PROCESSO REGISTRAR MARCAS NO INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) Dezembro 2008 Sumário de Informações do Documento Tipo do Documento: Guia Título

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.099.480 - MG (2008/0230045-4) RECORRENTE : CONSTRUTORA E INCORPORADORA TERRANOVA LTDA ADVOGADO : JOSÉ CESAR PALACINI DOS SANTOS E OUTRO(S) RECORRIDO : OFICIAL DO CARTÓRIO DE REGISTRO

Leia mais

Norma para emissão de relatórios de análise de valores mobiliários sell side

Norma para emissão de relatórios de análise de valores mobiliários sell side O conteúdo deste documento é propriedade da BROOKFIELD BRASIL ASSET MANAGEMENT INVESTIEMENTOS LTDA.. Não pode ser reproduzido, armazenado ou transmitido, em qualquer formato ou por quaisquer meios, sejam

Leia mais

GRANDE LEILÃO BANCO DE BRASILIA- BRB

GRANDE LEILÃO BANCO DE BRASILIA- BRB GRANDE LEILÃO BANCO DE BRASILIA- BRB DIA 14 DE FEVEREIRO DE 2009, SÁBADO ÁS 09:30 HRS. ENDEREÇO: EQS 410/11 LOTE 01 - SOBRELOJA DO BRB DA L2 SUL- AUDITÓRIO. BENS: GRANDE QUANTIDADE DE: MONITORES, IMPRESSORAS,

Leia mais

Material de Atrito de Alto Desempenho para Aplicações Automotivas e Industriais

Material de Atrito de Alto Desempenho para Aplicações Automotivas e Industriais Material de Atrito de Alto Desempenho para Aplicações Automotivas e Industriais Automotivo Industrial Aeroespacial Juntos Movemos o Mundo O Grupo Schaeffler é um renomado fornecedor global de componentes

Leia mais

Termos de Uso. 1. Escopo

Termos de Uso. 1. Escopo Termos de Uso 1. Escopo 1.1 A utilização da página de Internet disponibilizada pela Siemens Aktiengesellschaft e / ou suas subsidiárias ("Siemens"), " Web Site da Siemens ", está sujeita a estas Condições

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Sem restrição.

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Sem restrição. Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 8700.00063/201-1 Assunto: Restrição de acesso: Providências adicionais Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recurso contra

Leia mais

(HOJE É FEITO POR PETICIONAMENTO ELETRÔNICO NO SITE DA ANVISA)

(HOJE É FEITO POR PETICIONAMENTO ELETRÔNICO NO SITE DA ANVISA) ANEXO I Solicitação de Autorização de Funcionamento de Empresas Distribuidoras de Produtos Farmacêuticos (HOJE É FEITO POR PETICIONAMENTO ELETRÔNICO NO SITE DA ANVISA) A empresa interessada em desenvolver

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS Secretaria de Finanças Diretoria de Compras e Licitações

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS Secretaria de Finanças Diretoria de Compras e Licitações ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 102/2012 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 216/2012 Órgão Processo SECRETARIA DA SAÚDE - FMS 2012026595 Modalidade Nº Data Tipo PREGAO ELETRONICO 216/2012 31/07/2012 MENOR PREÇO POR ITEM

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DA CARAPINHEIRA, 14 E 16, Localidade CARAPINHEIRA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DA CARAPINHEIRA, 14 E 16, Localidade CARAPINHEIRA Válido até 05/05/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DA CARAPINHEIRA, 14 E 16, Localidade CARAPINHEIRA Freguesia CARAPINHEIRA Concelho MONTEMOR-O-VELHO GPS 40.206620, -8.649000 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Água na sua melhor forma.

Água na sua melhor forma. Acumuladores térmicos ROTEX Água na sua melhor forma. O acumulador térmico de alto desempenho ROTEX proporciona a máxima higiene da água doméstica e a mais elevada conveniência da água de serviço. "Quando

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO relativa a um procedimento simplificado de tratamento de certas operações de concentração nos termos do Regulamento (CEE) n 4064/89 do Conselho (Texto relevante para efeitos do

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Ref.: Ofício n.º 1464/SDE/GAB, de 10 de março de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Ref.: Ofício n.º 1464/SDE/GAB, de 10 de março de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06058/2004/DF COGSE/SEAE/MF 26 de março de 2004 Ref.: Ofício n.º 1464/SDE/GAB, de 10 de março de 2004. Assunto: ATO DE CONCENTRAÇÃO

Leia mais

Atenção: A taxa de inscrição, uma vez paga, não será devolvida sob hipótese alguma.

Atenção: A taxa de inscrição, uma vez paga, não será devolvida sob hipótese alguma. CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 041/2008 O Diretor de Recursos Humanos do Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas CEFET-RS, torna público

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES REFRIGERADOR PARA ÔNIBUS MODELO G7

MANUAL DE INSTRUÇÕES REFRIGERADOR PARA ÔNIBUS MODELO G7 MANUAL DE INSTRUÇÕES Compact Indústria de Produtos Termodinâmicos Ltda. Fábrica: Est. BR-116 KM 152,3, 21940 Pavilhão 1 Bairro Planalto Caxias do Sul - RS - CEP 95070-070 Fone (0XX) 54-2108-3838- Fax:

Leia mais

Ccent. 24/2009 Pierer e Knünz/ Peguform. Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência

Ccent. 24/2009 Pierer e Knünz/ Peguform. Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência Ccent. 24/2009 Pierer e Knünz/ Peguform Decisão de Não Oposição da Autoridade da Concorrência [alínea b) do n.º 1 do artigo 35.º da Lei n.º 18/2003, de 11 de Junho] 5/08/2009 DECISÃO DE NÃO OPOSIÇÃO DA

Leia mais

FICHA DOUTRINÁRIA 16º; 14º; 1º; 3º; 8º; 23º; 30º - 1º; 2º; 5º; 6º; 20º.

FICHA DOUTRINÁRIA 16º; 14º; 1º; 3º; 8º; 23º; 30º - 1º; 2º; 5º; 6º; 20º. FICHA DOUTRINÁRIA Diploma: Artigo: Assunto: RITI - CIVA 16º; 14º; 1º; 3º; 8º; 23º; 30º - 1º; 2º; 5º; 6º; 20º. Operações Triangulares Falsas Triangulares Localização de operações Aquisições Intracomunitárias

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06038/2007/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06038/2007/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06038/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2007 Referência: Ofício n 269/2007/SDE/GAB de 15 de janeiro

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos INSTRUÇÕES GERAIS PARA OBTENÇÃO DO C.R.C. (CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL), CONFORME DISPOSTO NA LEI Nº 8.666/93 1. CADASTRAMENTO 1.1 PROCEDIMENTO 1.1.1 A empresa interessada em obter o Certificado

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF: 17.314.329/0001-20 NIRE: 3530048875-0

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF: 17.314.329/0001-20 NIRE: 3530048875-0 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF: 17.314.329/0001-20 NIRE: 3530048875-0 CLÁUSULA 1. OBJETIVO DA OUTORGA DE OPÇÕES 1.1 O objetivo do Plano de Opção

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas)

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 2- Contrato Social e seus aditivos E CNPJ (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 3- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para

Leia mais

Departamento de Desenvolvimento de Convenções e Exposições e das Actividades Económicas Plano de Estímulo às Convenções e Exposições

Departamento de Desenvolvimento de Convenções e Exposições e das Actividades Económicas Plano de Estímulo às Convenções e Exposições N.º de candidatura: (Inscreva o n.º de candidatura aposta pela DSE) Departamento de Desenvolvimento de Convenções e Exposições e das Actividades Económicas Plano de Estímulo às Convenções e Exposições

Leia mais

PRESIDÊNCIA 18/03/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11/2013

PRESIDÊNCIA 18/03/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11/2013 PRESIDÊNCIA 18/03/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11/2013 EMENTA: Estabelece normas e procedimentos relativos ao registro de programas de computador O PRESIDENTE DO INPI, no exercício de suas atribuições,

Leia mais

EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS

EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS EXTRATO DO CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS CONTRATO PARA REPRESENTAÇÃO DE SEGUROS TOKIO MARINE SEGURADORA S.A., inscrita no CNPJ sob o número 33.164.021/0001-00 pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO...3 4. REFERÊNCIAS NORMATIVAS...3 5. DEFINIÇÕES...3

SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO...3 4. REFERÊNCIAS NORMATIVAS...3 5. DEFINIÇÕES...3 Página 1 de 21 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO...3 4. REFERÊNCIAS NORMATIVAS...3 5. DEFINIÇÕES...3 6. QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE AUDITORES...4 7. CONDIÇÕES GERAIS...4 8.

Leia mais

APROVADO PELA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SINTRA EM 24 DE JUNHO DE

APROVADO PELA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SINTRA EM 24 DE JUNHO DE REGULAMENTO DO LICENCIAMENTO DO EXERCÍCIO E DA FISCALIZAÇÃO DA ACTIVIDADE DE EXPLORAÇÃO DE MÁQUINAS AUTOMÁTICAS, MECÂNICAS, ELÉCTRICAS E ELECTRÓNICAS DE DIVERSÃO NO MUNICÍPIO DE SINTRA ( com as alterações

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado Regulamento para Atribuição do Título de Especialista na Escola Superior de Enfermagem Artigo 1º Objecto e âmbito 1. O Presente Regulamento titula as normas jurídicas aplicáveis ao procedimento de atribuição

Leia mais