Alíquotas Internas do Estado do Sergipe - Exercício de 2016

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Alíquotas Internas do Estado do Sergipe - Exercício de 2016"

Transcrição

1 Alíquotas Internas do Estado do Sergipe - Exercício de Introdução Neste trabalho focalizaremos as alíquotas do ICMS aplicáveis às operações e prestações internas de cada Estado e do Distrito Federal, para aplicação a partir do exercício de 2016, conforme legislações publicadas até o dia 28/12/2015. Os benefícios fiscais de redução na base de cálculo, isenção, diferimento, redução de alíquota e outros incentivos específicos não foram tratados nesta matéria, haja vista que o tratamento pode ser diferenciado em razão de a atividade, porte ou ainda de outros elementos que o Fisco considere relevantes na aplicação da legislação tributária. Com fundamento na legislação de cada Estado e do Distrito Federal, elaboramos uma tabela de alíquotas, relativamente a cada mercadoria e serviço, pertencentes ao campo de incidência do imposto. Contudo, convém esclarecer que o contribuinte deverá atentar-se a eventuais alterações posteriores, visto que cada ente da federação tem competência para alterar suas alíquotas internas. A alteração pode ocorrer a qualquer tempo, quando se tratar de diminuição do percentual aplicável. Em contrapartida, a alteração não poderá acarretar aumento de carga tributária no mesmo exercício financeiro, ou seja, somente poderá ser cobrado o aumento no ano seguinte em respeito ao princípio constitucional da anterioridade, bem como somente produzirá efeitos 90 dias após a publicação do ato, em atendimento ao princípio constitucional da noventena. Ressalta-se que nem todos os Estados promoveram alterações em suas alíquotas, porém, este texto tem como objetivo compilar todas as alíquotas de todas as Unidades Federadas para auxiliar na pesquisa do contribuinte. Havendo alterações futuras, este texto será atualizado. 2. Sergipe (SE) Alíquotas internas definidas nos arts. 40 e 40-A do RICMS-SE, aprovado pelo Decreto nº /02, conforme quadro a seguir: Alíquotas Operações e Prestações Internas Energia elétrica, consumo residencial superior a 50 kw; Energia elétrica para consumo comercial; Energia elétrica para uso industrial, exceto na utilização como insumo; 25% Energia elétrica para outros consumos não especificados nas demais alíquotas; Serviços de comunicação, exceto telefonia rural; Bebidas alcoólicas, a saber:

2 1. vinhos enriquecidos com álcool, inclusive champanha, mostos de uvas com adição de álcool, mistelas - NCM 2204; 2. vermutes e outros vinhos de uvas frescas aromatizados por plantas ou por substâncias aromáticas (quinados, gemados, mistelas) - NCM 2205; 3. aguardente de vinho ou de bagaço de uvas (conhaque, pisco, bagaceira ou graspa) - NCM ; 4. uísque - NCM ; 5. rum e tafiá - NCM exceto aguardente de cana (caninha), aguardente de melaço (cachaça), aguardente simples de agave ou de outras plantas (tequila e semelhantes), aguardente simples de frutas (de cidra, de ameixa de cereja, etc.) e outras aguardentes simples; 6. aguardente composto de alcatrão, de gengibre, de cascas, de folhas, de polpa, de raízes ou de óleos ou essências naturais ou artificiais, e aperitivos amargos - NCM ; 7. gim e genebra - NCM ; 8. vodca - NCM ; 9. licores e batidas - NCM ; 10. coquetel alcoólico - NCM ; (Lei nº 8.038/15); 11. Sidra - NCM (Lei nº 8.038/15); Ultraleves e suas peças e partes: 1. planadores e asas voadoras (asas-deltas) - NCM ; 2. balões dirigíveis - NCM ; 3. partes e peças dos veículos e aparelhos indicados nos itens anteriores; Embarcações de esporte e recreio e artigos ou equipamentos aquáticos para divertimento ou esporte: 1. barcos infláveis - NCM ; 2. barcos a remo e canoas - NCM ; 3. barcos a vela, mesmo com motor auxiliar - NCM ; 4. barcos a motor - NCM e ; 5. iates - NCM ;

3 6. esquis aquáticos ou jet skis - NCM ; 7. pranchas de surfe - NCM ; 8. pranchas a vela - NCM ; Armas e munições, exceto as destinadas às Polícias Civil e Militar e às Forças Armadas: 1. armas de fogo (por deflagração de pólvora), armas de ar comprimido, de mola ou de gás, para defesa pessoal, de tiro a alvo ou de caça, inclusive revólveres; pistolas, espingardas e carabinas ainda que destinados a tiros de festim (sem bala) ou com êmbolo cativo para abater animais - NCM 9301 a 9304; 2. munições para armas do item anterior - NCM 9306; Artefatos de joalharia e de ourivesaria e suas partes, de metais preciosos ou de metais folheados ou chapeados de metais preciosos - NCM 7113 e 7114; obras de metais preciosos ou de metais folheados ou chapeados de metais preciosos - NCM 7115; obras de pérolas naturais ou cultivadas, de pedras preciosas ou semipreciosas, de pedras sintéticas ou reconstituídas - NCM 7116 e bijuterias - NCM 7117; Perfumes (extratos) e águas-de-colônia - NCM e ; Produtos de beleza ou de maquilagem preparados e preparações para conservação ou cuidados da pele, inclusive bronzeadores, preparações para manicuros e pedicuros - NCM 3304), excetuados medicamentos e antissolares; Preparações capilares (NCM 3305); Preparações para barbear (antes durante ou após), desodorantes corporais, preparações para banhos, depilatórios, outros produtos de perfumaria ou de toucador preparados e outras preparações cosméticas, não especificadas nem compreendidos em outras posições; desodorantes de ambiente, preparados, mesmo não perfumados, com ou sem propriedades desinfetantes compreendidos na posição 3307; Jogos eletrônicos de vídeo - NCM e suas partes e acessórios - NCM ); cartas para jogar - NCM ; raquetes de tênis, mesmo não encordoadas - NCM ) e bolas de tênis - NCM ; Cachimbos (incluídos os seus fornilhos) e piteiras (boquilhas) e suas partes - NCM 9614; Fogos de artifícios - NCM ); Pólvoras, explosivos, artigos de pirotecnia e outros materiais inflamáveis (exceto dinamite e explosivos para emprego na extração

4 mineral ou na construção civil, foguetes de sinalização, foguetes e cartuchos contra granizo e semelhantes, e fósforos) a saber: 1. pólvoras propulsivas - NCM 3601; 2. explosivos preparados - NCM 3602; 3. estopins ou rastilhos, cordéis detonantes, cápsulas fulminantes, escorvas, espoletas, detonadores elétricos - NCM 3603; 4. bombas, petardo, busca-pé, estalos de salão e outros fogos semelhantes, foguetes, cartuchos - NCM ; Cervejas e chopes; Produtos eróticos (Lei nº 8.039/15); 17% 18% Lubrificantes - NCM (Lei nº 8.039/15). Energia elétrica no consumo rural acima kwh; Energia elétrica para uso industrial na utilização como insumo. Demais operações e prestações internas, ainda que iniciadas no exterior (O Decreto nº /15 (DOE-SE 25/11/15) alterou a alíquota do ICMS de 17% para 18%, a partir de 01/01/16); Energia elétrica para poderes públicos (alterada pelo Decreto nº /15); Prestação de serviço de transporte realizado do estabelecimento exportador ou remetente, localizado no Estado de Sergipe, até o porto, aeroporto ou zona de fronteira, situados em outra unidade da Federação, relacionada com mercadoria destinada à exportação direta (Lei nº 8.039/2015). Alimentação e bebidas fornecidas em restaurantes e bares, desde que classificados como empreendimentos de interesse turístico, sejam portadores de Certificado de Registro da Empresa Brasileira de Turismo (EMBRATUR), e obtenham, anualmente, da Empresa Sergipana de Turismo (ENSETUR), parecer técnico confirmando a referida classificação; Produtos da cesta básica abaixo indicados, observado o disposto no art. 787 do RICMS-SE: 12% - arroz; - farinha de mandioca; - feijão; - leite in natura, leite pasteurizado tipo especial, com 3,2% de gordura, e leite pasteurizado magro, reconstituído ou não, com até 2% de gordura;

5 - café torrado, moído e solúvel; - farinha e fubá de milho (pré-cozido); - sal de cozinha; - mortadela; - salsichas a granel; - óleo comestível de soja; - sabão em barra; - manteiga comum a granel e em garrafa; - queijo coalho; - requeijão; - charque; - leite em pó, exceto o leite em pó modificado; Transporte aéreo; -nas prestações internas; 7% -nas prestações interestaduais de pessoas cargas e mala postal, quando tomadas por não contribuinte do ICMS ou a este destinadas. Produto ou material de informática, listados no Anexo III do RICMS-SE, observado o disposto no art. 41 do RICMS-SE, o qual menciona que é vedada a utilização cumulativa da alíquota de 7%, com qualquer outro benefício fiscal. Energia elétrica - consumo residencial até 50 kw; Energia elétrica - consumo rural: a) no consumo até kw; 0% b) no consumo para irrigação; c) energia elétrica - iluminação pública; d) energia elétrica - serviço de abastecimento de água. 4% Nas prestações interestaduais de transporte aéreo de passageiro, cargas e mala postal, quando tomadas por contribuintes do ICMS ou a este destinadas, a partir de 01/01/1997;

6 Nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados do exterior que, após o desembaraço aduaneiro, não tenham sido submetidos a processo de industrialização, ou, ainda, que submetidos a processo de transformação, beneficiamento, montagem, acondicionamento, reacondicionamento, renovação ou recondicionamento, resultem em mercadorias ou bens com Conteúdo de Importação superior a 40%, à pessoa, contribuinte ou não do imposto, observado o disposto nos arts 579-A, 579-B, 579-C, 579-D, 579-E, 579-F, 579-G, 579-H, 579-I, 579-J e 579-K (Resolução SF nº 13/12 e Lei nº 8.041/15). Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (FUNPOBREZA): Conforme a legislação do Estado de Sergipe (SE), uma das fontes de recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (FUNPOBREZA) é o acréscimo de dois pontos percentuais (2%) à alíquota do ICMS incidente sobre determinadas operações, com determinados produtos. Essas operações e prestações estão discriminados na Lei nº 4.731/2002, no Decreto do Estado de Sergipe nº /07 e no RICMS-SE, art. 40-A- Decreto nº /2002 na redação dada pelo Decreto nº /15. Durante o período de 01/02/2003 a 31/12/2018, as operações e prestações indicadas nos arts. 616-B e 40-A do RICMS-SE ficarão acrescidas de dois pontos percentuais (2%) nas alíquotas do ICMS, relativos à parcela correspondente ao FUNPOBREZA. Desse modo, as alíquotas do imposto nas operações e prestações a seguir relacionadas passam a ser tributadas pelas alíquotas de: I) 14%, com telefonia rural; II) 20%, com: a) gasolina de aviação; b) dinamite e explosivos para emprego na extração mineral ou na construção civil, foguetes de sinalização, foguetes e cartuchos contra granizo e semelhantes; c) artigos e alimentos para animais de estimação, exceto medicamentos e vacinas; d) isotônicos, energéticos, bebidas gaseificadas não alcoólicas e refrigerantes; III) 27%, com: a) bebidas alcoólicas importadas; b) ultraleves e suas partes e peças: 1. asas-delta; 2. balões e dirigíveis; 3. partes e peças dos veículos e aparelhos indicados nos itens anteriores; c) embarcações de esporte e recreio:

7 1. barcos infláveis - NCM ; 2. barcos a remo e canoas - NCM ; 3. barcos a vela, mesmo com motor auxiliar - NCM ; 4. barcos a motor - NCM e ; 5. iates NCM ; 6. esquis aquáticos ou jet-esquis - NCM ; d) álcool etílico (etanol), anidro ou hidratado para fins carburantes; e) armas de fogo (por deflagração de pólvora), armas de ar comprimido, de mola ou de gás, para defesa pessoal, de tiro a alvo ou de caça, inclusive revólveres; pistolas, espingardas e carabinas, ainda que destinados a tiros de festim (sem bala) ou com êmbolo cativo para abater animais - NCM a 9304; f) munições para armas da alínea anterior - NCM ; g) jóias: 1. artefatos de joalharia e de ourivesaria e suas partes, de metais preciosos ou de metais folheados ou chapeados de metais preciosos (NCM e 7114); 2. obras de pérolas naturais ou cultivadas, de pedras preciosas ou semipreciosas, de pedras sintéticas ou reconstituídas (NCM ) h) perfumes; i) pólvoras, explosivos, artigos de pirotecnia e outros matérias inflamáveis, a saber: 1. pólvoras propulsivas NCM ; 2. explosivos preparados NCM ; 3. estopins ou rastilhos, cordéis detonantes, cápsulas fulminantes, escorvas, espoletas, detonadores elétricos - NCM ; 4. bombas, petardo, busca-pé, estalos de salão e outros fogos semelhantes, foguetes, cartuchos - NCM ; j) fogos de artifícios (NCM ) k) fornecimento de energia elétrica, acima de 220 Kwh/mês, para consumo residencial e comercial. l) cervejas e chopes (Lei Estadual nº 7.213/2011). m) pranchas de surfe - NCM (Lei nº 8.042/2015);

8 n) pranchas a vela - NCM (Lei nº 8.042/2015); o) semijoias e artigos de bijuteria (Lei nº 8.042/2015); p) jogos eletrônicos de vídeo (NCM ), e suas partes e acessórios - NCM (Lei nº 8.042/2015); q) cartas para jogar - NCM (Lei nº 8.042/2015); r) bola de tênis - NCM e raquetes de tênis mesmo não encordoados - NCM (Lei nº 8.042/2015); s) produtos eróticos (Lei nº 8.042/2015); IV) 29%, com gasolina automotiva (Lei nº 8.039/2015); V ) 30%, com: a) cigarros, cigarrilhas, charutos e fumos industrializados (Lei nº 8.039/2015); b) serviços de telefonia, fax e outros serviços de telecomunicações, inclusive serviço especial de televisão por assinatura (Lei nº 8.040/2015). Nota: Nos termos do art. 616-C do RICMS-SE, a parcela adicional de 2% não se aplica nas operações promovidas por empresa enquadrada no Regime de Apuração Simplificado do Imposto (SIMFAZ). 3. Observações Finais As siglas NBM/SH e NCM/SH utilizadas neste trabalho dizem respeito à: a) Nomenclatura Brasileira de Mercadorias/Sistema Harmonizado (NBM/SH) - refere-se à classificação fiscal de mercadorias com utilização de código composto por dez dígitos, que vigorou até 31/12/1996. Os códigos compostos por dez dígitos indicados na legislação, para melhor adequação às normas vigentes, devem ser correlacionados à nova tabela em vigor, que permite a perfeita identificação da mercadoria correspondente; b) Nomenclatura Comum do MERCOSUL/Sistema Harmonizado (NCM/SH) refere-se à classificação fiscal de mercadorias com utilização de código composto por oito dígitos, em vigor desde 01/01/1997.

ANO XXV - 2014 2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2014

ANO XXV - 2014 2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2014 ANO XXV - 2014 2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2014 ASSUNTOS DIVERSOS NORMAS GERAIS TRIBUTÁRIAS - NOÇÕES INTRODUTÓRIAS.. Pág. 08 ICMS DF/GO/TO ALÍQUOTAS DO ICMS - REGIÃO NORDESTE -

Leia mais

ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2015

ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2015 ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2015 IPI PRODUTOS TRIBUTADOS À ALÍQUOTA ZERO DE IPI - ESCRITURAÇÃO E POSSIBILIDADE DE CRÉDITO... Pág. 21 ICMS SC ALÍQUOTAS DO ICMS -

Leia mais

TABELA DE ESTADOS QUE ADERIRAM AO FUNDO DE COMBATE A POBREZA

TABELA DE ESTADOS QUE ADERIRAM AO FUNDO DE COMBATE A POBREZA ATC Zanardi / Legisweb - Tabela Prática - Atualizado em 07/01/2016 TABELA DE ESTADOS QUE ADERIRAM AO FUNDO DE COMBATE A POBREZA Estado Acre Não instituiu o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza x Instituiu

Leia mais

ICMS ANTECIPADO D LEI 6474/04

ICMS ANTECIPADO D LEI 6474/04 C E ORIEN D A H TA L I Ç T ÃO R ICMS ANTECIPADO A DA LEI 6474/04 1.Base Legal a)emenda Cons tucional 87/2015: Altera o Art. 155 e Art. 99 da ADCT, ambos da Cons tuição Federal de 1988. E ins tui a regra

Leia mais

Não instituiu o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza. Instituiu o Fundo de Combate e

Não instituiu o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza. Instituiu o Fundo de Combate e da Acre Alagoas Amapá de (Fecoep) Constituem receitas do FECOEP a parcela do produto da arrecadação correspondente ao adicional de 2% na alíquota do ICMS, ou do imposto que vier a substituí-lo, incidente

Leia mais

ANO XXVI - 2015 1ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 01/2015

ANO XXVI - 2015 1ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 01/2015 ANO XXVI - 2015 1ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 01/2015 ASSUNTOS DIVERSOS DAS COMPLEMENTAR - GENERALIDADES SOBRE A EMISSÃO... Pág. 02 ICMS PR ALÍQUOTAS DO ICMS - REGIÃO NORTE - ATUALIZAÇÃO

Leia mais

(Decreto n o 6.022/2007; Ajuste Sinief n o 2/2009; Ato Cotepe/ICMS n o 9/2008) 2. OBJETIVO

(Decreto n o 6.022/2007; Ajuste Sinief n o 2/2009; Ato Cotepe/ICMS n o 9/2008) 2. OBJETIVO Boletim Manual de Procedimentos Federal ICMS/IPI - Sped - Escrituração Fiscal Digital (EFD) SUMÁRIO 1. Introdução 2. Objetivo 3. Histórico 4. EFD 5. Assinatura digital 6. Procuração eletrônica 7. Obrigatoriedade

Leia mais

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 IPI ICMS - CE LEGISLAÇÃO - PE LEGISLAÇÃO - RN

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 IPI ICMS - CE LEGISLAÇÃO - PE LEGISLAÇÃO - RN ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 IPI SELO DE CONTROLE - ATUALIZAÇÃO 2011 Introdução - Supervisão - Confecção e Distribuição - Depósito e Escrituração Nas Repartições

Leia mais

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 IPI ICMS - DF/GO/TO ICMS - DF LEGISLAÇÃO - DF ICMS - GO ICMS - TO

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 IPI ICMS - DF/GO/TO ICMS - DF LEGISLAÇÃO - DF ICMS - GO ICMS - TO IPI ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 SELO DE CONTROLE - ATUALIZAÇÃO 2011 Introdução - Supervisão - Confecção e Distribuição - Depósito e Escrituração Nas Repartições

Leia mais

RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 023/2014

RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 023/2014 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS (TJAM) COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO (CPL) REFERÊNCIA Pedido de Esclarecimento ao Edital do Pregão Eletrônico nº. 023/2014, Processo Administrativo

Leia mais

E D OR A IE H N L T I A T Ç R Ã A O C DIFAL

E D OR A IE H N L T I A T Ç R Ã A O C DIFAL C E ORIEN D A H TA L I Ç T ÃO R A DIFAL 1.Base Legal a)emenda Cons tucional 87/2015: Altera o Art. 155 e Art. 99 da ADCT, ambos da Cons tuição Federal de 1988. E ins tui a regra de cobrança do ICMS incidente

Leia mais

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Goiás. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Goiás. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas Boletimj Manual de Procedimentos Fascículo N o 03/2014 Goiás Aviso Importante Este fascículo contém folha extra do Calendário Mensal de Obrigações e Tabelas Práticas IOB referente ao mês de Janeiro/2014.

Leia mais

CAPÍTULO VII Da Alíquota

CAPÍTULO VII Da Alíquota Art. 42. As alíquotas do imposto são: CAPÍTULO VII Da Alíquota I - nas operações e prestações internas: a) 25% (vinte e cinco por cento), nas operações com as seguintes mercadorias: a.1) cigarros e produtos

Leia mais

2205 Vermutes e outros vinhos de uvas frescas aromatizadas por plantas ou substâncias aromáticas

2205 Vermutes e outros vinhos de uvas frescas aromatizadas por plantas ou substâncias aromáticas MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 4 DE ABRIL DE 1996 Altera a IN SRF nº 132, de 1989, que dispõe sobre o selo de controle a que estão sujeitas as bebidas

Leia mais

Lei nº 6.558 de 30/12/2004

Lei nº 6.558 de 30/12/2004 Lei nº 6.558 de 30/12/2004 Norma Estadual - Alagoas Publicado no DOE em 31 dez 2004 Institui o Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza - FECOEP, nos termos da Emenda Constitucional Federal nº

Leia mais

Auditório do CDL Natal 03/02/2016

Auditório do CDL Natal 03/02/2016 OBJETIVO Discutir as repercussões operacionais das recentes alterações na legislação Nacional e Estadual do ICMS PROGRAMA I. Emenda Constitucional 87/15 II. Convênio 93/15 III. Lei estadual 9.991/15 IV.

Leia mais

OBJETIVO. Discutir as repercussões operacionais das recentes alterações na legislação Nacional e Estadual do ICMS

OBJETIVO. Discutir as repercussões operacionais das recentes alterações na legislação Nacional e Estadual do ICMS OBJETIVO Discutir as repercussões operacionais das recentes alterações na legislação Nacional e Estadual do ICMS PROGRAMA I. Emenda Constitucional 87/15 II. Convênio 93/15 III. Lei estadual 9.991/15 IV.

Leia mais

ALÍQUOTAS INTERNAS DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL

ALÍQUOTAS INTERNAS DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL Matéria Internas dos Estados e Do Distrito Federal SUMÁRIO 1. Introdução 2. Acre (AC) 3. Alagoas (AL) 4. Amapá (AP) 5. Amazonas (AM) 6. Bahia (BA) ALÍQUOTAS INTERNAS DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL 7.

Leia mais

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 002/2016

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 002/2016 Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 002/2016 Assunto: Base legal: ICMS relativo ao diferencial de alíquota após as alterações implementadas pela Emenda Constitucional nº 87/2015 Seção IV do Capítulo I

Leia mais

ICMS - Tabela - Aplicação da Alíquota nas Operações e Prestações Interestaduais

ICMS - Tabela - Aplicação da Alíquota nas Operações e Prestações Interestaduais ICMS - Tabela - Aplicação da Alíquota nas Operações e Prestações Interestaduais Resumo: Este procedimento apresenta as alíquotas interestaduais do ICMS, fixadas pela Resolução SF nº 22/1989, utilizadas

Leia mais

Tabela 4.3.13 Produtos Sujeitos à Alíquota Zero da Contribuição Social (CST 06):

Tabela 4.3.13 Produtos Sujeitos à Alíquota Zero da Contribuição Social (CST 06): Tabela 4.3.13 Produtos Sujeitos à Alíquota Zero da Contribuição Social (CST 06): Código Descrição do Produto NCM 100 INSUMOS E PRODUTOS AGROPECUÁRIOS 101 Adubos ou fertilizantes classificados no Capítulo

Leia mais

http://www.iobonlineregulatorio.com.br/print/module/print.html?source=printlink

http://www.iobonlineregulatorio.com.br/print/module/print.html?source=printlink Page 1 of 21 Agenda de Obrigações Estadual - Minas Gerais - Agosto/2011 28 de de 2011 Agosto D S T Q Q S S 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Hoje Obrigações

Leia mais

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 003/2016. Sumário. 1. Considerações Gerais

Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 003/2016. Sumário. 1. Considerações Gerais Orientação Tributária DOLT/SUTRI nº 003/2016 Assunto: Adicional de alíquota para os fins do disposto no 1 do art. 82 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição da República Base

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL N 049/2008. (Consolidada com as alterações das NPF 093/2008, 007/2009 e 016/2009)

NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL N 049/2008. (Consolidada com as alterações das NPF 093/2008, 007/2009 e 016/2009) NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL N 049/2008 (Consolidada com as alterações das NPF 093/2008, 007/2009 e 016/2009) O DIRETOR DA COORDENAÇÃO DA RECEITA DO ESTADO, no uso das atribuições que lhe confere o inciso

Leia mais

ICMS relativo ao Diferencial de Alíquotas. Implementação da Emenda Constitucional nº 87/2015 em Minas Gerais

ICMS relativo ao Diferencial de Alíquotas. Implementação da Emenda Constitucional nº 87/2015 em Minas Gerais ICMS relativo ao Diferencial de Alíquotas Implementação da Emenda Constitucional nº 87/2015 em Minas Gerais Emenda Constitucional 87/2015 CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 "Art. 155 (...) 2º (...) VII - nas operações

Leia mais

Alíquotas Internas do Estado de Rondônia - Exercício de 2016

Alíquotas Internas do Estado de Rondônia - Exercício de 2016 Alíquotas Internas do Estado de Rondônia - Exercício de 2016 1. Introdução Neste trabalho focalizaremos as alíquotas do ICMS aplicáveis às operações e prestações internas de cada Estado e do Distrito Federal,

Leia mais

ALÍQUOTAS INTERNAS DO ICMS

ALÍQUOTAS INTERNAS DO ICMS ALÍQUOTAS INTERNAS DO ICMS Operações e Prestações no Estado do Rio de Janeiro Relacionamos, a seguir, as alíquotas do ICMS vigentes no Estado do Rio de Janeiro, a que se refere o art. 14, Livro II, do

Leia mais

ALÍQUOTAS DE 4% ICMS PARA MERCADORIAS IMPORTADAS INSTRUTORA VALÉRIA RITT

ALÍQUOTAS DE 4% ICMS PARA MERCADORIAS IMPORTADAS INSTRUTORA VALÉRIA RITT ALÍQUOTAS DE 4% ICMS PARA MERCADORIAS IMPORTADAS INSTRUTORA VALÉRIA RITT 1.REGRAS GERAIS A Resolução do Senado Federal nº 13/2012, estabeleceu que, a partir de 1º.01.2013, a alíquota do ICMS nas operações

Leia mais

EC 87/2015 - ICMS CONSUMIDOR FINAL -

EC 87/2015 - ICMS CONSUMIDOR FINAL - - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS atualizado em 28/04/2016 alterado o item 1.6 HISTÓRICO DE ATUALIZAÇÕES DATA ATUALIZAÇÃO ITENS ALTERADOS 26/04/2016

Leia mais

ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015

ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 48/2015 IPI ZONA FRANCA DE MANAUS OPERAÇÕES GERAIS... Pág. 431 ICMS RJ FRETE PAGO (CIF) OU A PAGAR (FOB)... Pág. 432 IPI ZONA FRANCA DE

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL 87/15 DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS EM OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES DESTINADAS A NÃO CONTRIBUINTES

EMENDA CONSTITUCIONAL 87/15 DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS EM OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES DESTINADAS A NÃO CONTRIBUINTES EMENDA CONSTITUCIONAL 87/15 DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS EM OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES DESTINADAS A NÃO CONTRIBUINTES A Emenda Constitucional nº 87/15 estabeleceu a incidência do ICMS nas vendas de mercadorias

Leia mais

Mato Grosso > Novembro/2015

Mato Grosso > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Mato Grosso

Leia mais

Alíquotas do ICMS nos Estados Brasileiros

Alíquotas do ICMS nos Estados Brasileiros Alíquotas do ICMS nos Estados Brasileiros ACRE Alíquotas Operações/Prestações Nas operações e prestações com: 25% 1 - armas e munições, exceto espingardas, chumbo, pólvoras, espoletas e cartuchos; 25%

Leia mais

Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário BAHIA

Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário BAHIA BAHIA AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAL E MUNICIPAL PARA AGOSTO/2007 IMPORTANTE 1) Esta agenda contém as principais obrigações a serem cumpridas nos prazos previstos na legislação em vigor. Apesar de conter,

Leia mais

NOVA REGRA (alterações em vermelho) CONVÊNIO ICMS 38, DE 22 DE MAIO DE 2013 REVOGADO

NOVA REGRA (alterações em vermelho) CONVÊNIO ICMS 38, DE 22 DE MAIO DE 2013 REVOGADO REVOGADO AJUSTE SINIEF 19, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2012 Publicado no DOU de 09.11.12, pelo Despacho 223/12. Prorrogado, para 01.05.13, o início da obrigatoriedade de preenchimento e entrega da FCI, pelo Ajuste

Leia mais

APOSTILA PARAMETRIZAÇÃO FICHA DE CONTEUDO DA IMPORTAÇÃO

APOSTILA PARAMETRIZAÇÃO FICHA DE CONTEUDO DA IMPORTAÇÃO APOSTILA PARAMETRIZAÇÃO FICHA DE CONTEUDO DA IMPORTAÇÃO (FCI) O que é FCI? A FCI (Ficha de conteúdo de importação) é um documento de controle do conteúdo do valor de insumos importados no produto acabado,

Leia mais

Paraná > Dezembro/2015

Paraná > Dezembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Paraná > Dezembro/20

Leia mais

IPI ICMS - PA LEGISLAÇÃO - PA ANO XXII - 2011-3ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 03/2011

IPI ICMS - PA LEGISLAÇÃO - PA ANO XXII - 2011-3ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 03/2011 IPI ANO XXII - 2011-3ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 03/2011 DIF-BEBIDAS - PROCEDIMENTOS PARA ENTREGA EM 2011 Conceitos - Prazo - Conteúdo - Infrações e Penalidades... ICMS - PA ALÍQUOTAS

Leia mais

INFORMATIVO DEZEMBRO/2015 ICMS - NOVAS REGRAS NAS OPERAÇÕES INTERESTADUAIS DESTINADAS A CONSUMIDOR FINAL ROTEIRO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS

INFORMATIVO DEZEMBRO/2015 ICMS - NOVAS REGRAS NAS OPERAÇÕES INTERESTADUAIS DESTINADAS A CONSUMIDOR FINAL ROTEIRO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS INFORMATIVO DEZEMBRO/2015 ICMS - NOVAS REGRAS NAS OPERAÇÕES INTERESTADUAIS DESTINADAS A CONSUMIDOR FINAL ROTEIRO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS Como é sabido, a partir de 1º de janeiro de 2016 entrará em vigor

Leia mais

Alíquotas Internas do Estado do Rio de Janeiro - Exercício de 2016

Alíquotas Internas do Estado do Rio de Janeiro - Exercício de 2016 Alíquotas Internas do Estado do Rio de Janeiro - Exercício de 2016 1. Introdução Neste trabalho focalizaremos as alíquotas do ICMS aplicáveis às operações e prestações internas de cada Estado e do Distrito

Leia mais

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS

PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. CONVÊNIO OU PROTOCOLO Conv. ICMS 045/99 Prot. ICMS 019/92 Conv. ICMS 037/94 DISPOSITIVO DO RICMS PRODUTOS SUJEITOS A SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA MERCADORIA Venda porta-a-porta de quaisquer mercadorias destinadas a revendedores não inscritos Cigarros e outros produtos derivados do fumo Cimento Refrigerante,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.786, DE 2015 (Do Sr. Rogério Peninha Mendonça)

PROJETO DE LEI N.º 2.786, DE 2015 (Do Sr. Rogério Peninha Mendonça) *C0055655A* C0055655A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.786, DE 2015 (Do Sr. Rogério Peninha Mendonça) Institui benefícios fiscais para operações de importação e de venda no mercado interno de

Leia mais

COMUNICADO CAT Nº 22 DE 27/05/2009 DOE-SP de 28/05/2009

COMUNICADO CAT Nº 22 DE 27/05/2009 DOE-SP de 28/05/2009 COORDENADOR DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA COMUNICADO CAT Nº 22 DE 27/05/2009 DOE-SP de 28/05/2009 O Coordenador da Administração Tributária declara que as datas fixadas para cumprimento das Obrigações Principais

Leia mais

Comunicado CAT - 48, de 27-10-2009. DOE-SP 28/10/2009.

Comunicado CAT - 48, de 27-10-2009. DOE-SP 28/10/2009. Comunicado CAT - 48, de 27-10-2009. DOE-SP 28/10/2009. O Coordenador da Administração Tributária declara que as datas fixadas para cumprimento das OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS e ACESSÓRIAS, do mês de novembro

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Conhecimento de Transporte Eletrônico Estado Bahia

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Conhecimento de Transporte Eletrônico Estado Bahia 22/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Ajuste Sinief nº09/2007... 3 3.2. Resolução n 95/1966... 5 3.3. Lei nº

Leia mais

Comunicado CAT n.º 16, de 27-07-2011

Comunicado CAT n.º 16, de 27-07-2011 Comunicado CAT n.º 16, de 27-07-2011 (DOE 28-07-2011) O Coordenador da Administração Tributária declara que as datas fixadas para cumprimento das OBRIGAÇÕES PRINCIPAIS e ACESSÓRIAS, do mês de agosto de

Leia mais

ANO XXVI ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2015

ANO XXVI ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2015 ANO XXVI - 2015 4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2015 IPI PRODUTOS TRIBUTADOS À ALÍQUOTA ZERO DE IPI - ESCRITURAÇÃO E POSSIBILIDADE DE CRÉDITO... Pág. 21 ICMS PR ALÍQUOTAS DO ICMS -

Leia mais

VII - quatro por cento, nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados do exterior, observado o disposto no art. 71-B.

VII - quatro por cento, nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados do exterior, observado o disposto no art. 71-B. efeitos a partir de 1 Art. 71. As alíquotas do imposto são: VII - quatro por cento, nas operações interestaduais com bens e mercadorias importados do exterior, observado o disposto no art. 71-B. 2.º Nas

Leia mais

ICMS/SC - Industrialização - Procedimentos fiscais 3 de Junho de 2013 Em face da publicação da Resolução CGSN nº 94/2011 - DOU 1 de 01.12.2011, este procedimento foi colocado em manutenção, porém após

Leia mais

DECRETO Nº 1.180, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014

DECRETO Nº 1.180, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014 DECRETO Nº 1.180, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014 Publicado no DOE(Pa) de 23.12.14. Altera dispositivos do Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestação de Serviços

Leia mais

NOVIDADES NA LEGISLAÇÃO DE ICMS PARA 2016

NOVIDADES NA LEGISLAÇÃO DE ICMS PARA 2016 NOVIDADES NA LEGISLAÇÃO DE ICMS PARA 2016 Operações Interestaduais destinadas para não contribuintes Alterações determinadas pela EC87/2015 Alterações relacionadas ao regime de substituição tributária

Leia mais

Minas Gerais > Fevereiro/2016

Minas Gerais > Fevereiro/2016 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Minas Gerais

Leia mais

Alíquotas Internas do Estado de Goiás - Exercício de 2016

Alíquotas Internas do Estado de Goiás - Exercício de 2016 Alíquotas Internas do Estado de Goiás - Exercício de 2016 1. Introdução Neste trabalho focalizaremos as alíquotas do ICMS aplicáveis às operações e prestações internas de cada Estado e do Distrito Federal,

Leia mais

Para atender a essa necessidade foi necessário alterar ou criar alguns novos processos. A seguir será detalhada cada uma dessas alterações.

Para atender a essa necessidade foi necessário alterar ou criar alguns novos processos. A seguir será detalhada cada uma dessas alterações. Base ICMS Reduzida no Desconto Zona Franca Produto : Datasul, MFT, Faturamento, 12 Chamado : TQWBOD Data da criação : 09/01/2015 Data da revisão : 09/01/2015 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. atualizado em 03/02/2016

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. atualizado em 03/02/2016 atualizado em 03/02/2016 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS alterado os itens 2; 4.3; 5.1; 5.2; 5.3; 5.7; 6.2; 6.3; 7; 7.1; 7.5; 11; 11.1.1; 11.1.3; 11.2.1; 11.2.2; 11.3; 11.3.1; 11.3.3 em 26/01/2016

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO ICMS - COMPRAS GOVERNAMENTAIS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO ICMS - COMPRAS GOVERNAMENTAIS GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA AUDITORIA-GERAL DO ESTADO COORD. DE PROCEDIMENTOS E CAPACITAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO ICMS - COMPRAS GOVERNAMENTAIS Elaboração: Adhemar

Leia mais

2205 Vermutes e outros vinhos de uvas frescas, aromatizados por plantas ou substâncias aromáticas

2205 Vermutes e outros vinhos de uvas frescas, aromatizados por plantas ou substâncias aromáticas MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 35, DE 20 DE JUNHO DE 1996 Altera a Instrução Normativa SRF nº 132, de 19 de dezembro de 1989, que dispõe sobre o selo de controle

Leia mais

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO Agosto de 2015 Palestra DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA NA AQUISIÇÃO DE MERCADORIAS INTRERESTADUAIS Tributação do ICMS nas entradas de outra Unidade da Federação

Leia mais

Mato Grosso > Agosto/2015

Mato Grosso > Agosto/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Mato Grosso

Leia mais

Regimes Aduaneiros Especiais. Regimes Aduaneiros Especiais. Trânsito aduaneiro. Trânsito aduaneiro. Trânsito aduaneiro. Trânsito aduaneiro

Regimes Aduaneiros Especiais. Regimes Aduaneiros Especiais. Trânsito aduaneiro. Trânsito aduaneiro. Trânsito aduaneiro. Trânsito aduaneiro Regimes Aduaneiros Especiais Regimes Aduaneiros Especiais As características básicas dos regimes especiais são: Regra geral, os prazos na importação são de um ano, prorrogável, por período não superior,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998

RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998 RESOLUÇÃO Nº 417, DE 27 DE MARÇO DE 1998 Dispõe sobre as empresas industriais enquadráveis nos Artigos 59 e 60 da Lei n.º 5.194/66. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA, no uso das

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado até 30.06.2008)

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado até 30.06.2008) SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS (atualizado até 30.06.2008) ÍNDICE ÍNDICE... 4 INTRODUÇÃO... 5 1. DO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 6 2. INAPLICABILIDADE DA SUBSTITUIÇÃO... 9 3. CÁLCULO DO

Leia mais

Ministério da Fazenda - Secretaria da Receita Federal. Ministério da Fazenda/ Secretaria da Receita Federal

Ministério da Fazenda - Secretaria da Receita Federal. Ministério da Fazenda/ Secretaria da Receita Federal REGIMES ADUANEIROS ESPECIAIS E ATÍPICOS REEGIMEE I DEESSCRIÇÃO I 1 Admissão Temporária Permite a permanência no País de bens procedentes do exterior, por prazo e para finalidade determinados, com suspensão

Leia mais

DECRETO Nº 10.433, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2000.

DECRETO Nº 10.433, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2000. ATUALIZADO ATÉ O DEC. Nº. 10.596/01 DECRETO Nº 10.433, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2000. Concede incentivo fiscal ao estabelecimento da empresa JOSÉ LEVY BRODER, CAGEP N.º 19.445.984-5. O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

BAHIA - NOVEMBRO DE 2015

BAHIA - NOVEMBRO DE 2015 BAHIA - NOVEMBRO DE 2015 Dia 03 - Terça-feira Descrição: Arquivo Magnético (SCANC) Transportador Revendedor Retalhista (TRR) etílico anidro combustível ou Biodiesel B100 (Ato COTEPE nº 33/14, I, e Convênio

Leia mais

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Rio de Janeiro. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Rio de Janeiro. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas Boletimj Manual de Procedimentos Fascículo N o 03/2014 Rio de Janeiro // Federal IPI Alíquotas... 01 // Estadual ICMS Alíquotas internas e interestaduais.... 07 // IOB Setorial Federal Empresarial - ICMS/ISS

Leia mais

ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE MARÇO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 13/2013

ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE MARÇO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 13/2013 ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE MARÇO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 13/2013 IPI ESTABELECIMENTOS EQUIPARADOS A INDUSTRIAIS - CONCEITO PARA CARACTERIZAÇÃO COMO CONTRIBUINTE DO IPI... Pág. 79 ICMS ES MANIFESTAÇÃO

Leia mais

DECRETO Nº 7.660, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011

DECRETO Nº 7.660, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011 DECRETO Nº 7.660, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011 Aprova a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados - TIPI. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso

Leia mais

Subclasse CNAE 2.0 DENOMINAÇÃO

Subclasse CNAE 2.0 DENOMINAÇÃO Anexo I da Resolução CGSN nº 6, de 18 de junho de 2007 - Códigos previstos na CNAE impeditivos ao Simples Nacional (Vigência a partir de 1º de dezembro de 2010) Subclasse CNAE 2.0 DENOMINAÇÃO 0910-6/00

Leia mais

CESTA BÁSICA. (atualizado até 29/08/2014)

CESTA BÁSICA. (atualizado até 29/08/2014) (atualizado até 29/08/2014) 2 ÍNDICE 1. PRODUTOS COMPONENTES DA...5 2. AQUISIÇÃO EM OUTRA UNIDADE DA FEDERAÇÃO...5 2.1. Cálculo do Imposto...6 2.1.1. Feijão em embalagem de até 5 kg...6 2.1.2. Pescado

Leia mais

DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010

DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010 DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010 Altera o Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre

Leia mais

Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário BAHIA

Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas - Tributário BAHIA BAHIA AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAL E MUNICIPAL PARA MAIO/2007 IMPORTANTE 1) Esta agenda contém as principais obrigações a serem cumpridas nos prazos previstos na legislação em vigor. Apesar de conter,

Leia mais

Contadores Associados S/S CRC/RS 3.361

Contadores Associados S/S CRC/RS 3.361 Circular Informativa Especial Assunto: Substituição Tributária do ICMS na Comercialização de Chás e Sucos De acordo com o Decreto (RS) 46.429, de 23/06/09 e Protocolo ICMS 18/09, a partir de 01/07/09,

Leia mais

ANO XXV - 2014 1ª SEMANA DE JANEIRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 01/2014

ANO XXV - 2014 1ª SEMANA DE JANEIRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 01/2014 ANO XXV - 2014 1ª SEMANA DE JANEIRO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 01/2014 ASSUNTOS DIVERSOS DCIDE-COMBUSTÍVEIS - EXTINÇÃO DA APRESENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO... Pág. 02 ICMS DF/GO/TO ALÍQUOTAS DO ICMS - REGIÃO

Leia mais

ANEXO. Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

ANEXO. Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 9.12.2014 COM(2014) 724 final ANNEX 1 ANEXO da Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO relativo aos índices harmonizados de preços no consumidor e que revoga

Leia mais

Incentivos Fiscais. Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins. Secretaria da Indústria e do Comércio

Incentivos Fiscais. Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins. Secretaria da Indústria e do Comércio Incentivos Fiscais Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins Secretaria da Indústria e do Comércio março de 2012 1 Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins Lei nº

Leia mais

IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XX - 2009-2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2009

IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XX - 2009-2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2009 IPI ANO XX - 2009-2ª SEMANA DE JANEIRO DE 2009 BOLETIM INFORMARE Nº 02/2009 INFRAÇÕES E ACRÉSCIMOS MORATÓRIOS Infrações - Procedimentos do Contribuinte - Pagamento - Acréscimos Moratórios - Multa de Mora

Leia mais

REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS - ASPECTOS GERAIS

REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS - ASPECTOS GERAIS REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS - ASPECTOS GERAIS A Substituição Tributária (ST) é o regime pelo qual a responsabilidade pelo ICMS devido em relação às operações ou prestações de serviços é atribuída

Leia mais

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Alagoas. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas

Boletimj. Manual de Procedimentos. ICMS - IPI e Outros. Alagoas. Federal. Estadual. IOB Setorial. IOB Comenta. IOB Perguntas e Respostas Boletimj Manual de Procedimentos Fascículo N o 22/2014 Alagoas // Federal IPI DIPJ 2014.... 01 // Estadual ICMS Regras básicas para uso do equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF).... 09 Veja nos Próximos

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 PROJETO DE LEI Nº, DE 2011 (Do Sr. RAUL LIMA) Modifica a alínea "e" do 2º do art. 4º da lei nº. 8.256, de 25 de novembro de 1991, que cria áreas de livre comércio nos municípios de Boa Vista e Bonfim,

Leia mais

Impacto do IMF e do sistema atual sobre os preços

Impacto do IMF e do sistema atual sobre os preços Arroz em casca 15,72 30,25 Milho em grão 15,21 32,16 Trigo em grão e outros cereais 15,70 32,66 Cana-de-açúcar 15,47 32,68 Soja em grão 15,83 33,01 Outros produtos e serviços da lavoura 14,10 31,31 Mandioca

Leia mais

ATIVIDADES IMPEDITIVAS AO SIMPLES NACIONAL

ATIVIDADES IMPEDITIVAS AO SIMPLES NACIONAL CNAE ATIVIDADES IMPEDITIVAS AO Para verificar se a ME ou EPP atende aos requisitos pertinentes quando da opção ao Simples Nacional, serão utilizados os códigos de atividades econômicas previstos na Classificação

Leia mais

RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E ESTABELECIMENTOS SIMILARES

RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E ESTABELECIMENTOS SIMILARES RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E ESTABELECIMENTOS SIMILARES atualizado em 25/09/2015 alterado o item 3.2.1 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. INCIDÊNCIA DO ICMS...7 2. APURAÇÃO DO IMPOSTO - REGIME NORMAL...7

Leia mais

SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE PERNAMBUCO ALÍQUOTAS DO ICMS

SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE PERNAMBUCO ALÍQUOTAS DO ICMS SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE PERNAMBUCO ALÍQUOTAS DO ICMS ALÍQUOTA OPERAÇÃO/PRESTAÇÃO 7% A partir de 1º de janeiro de 2016, nas operações e prestações internas ou de importação com produto de informática

Leia mais

DECRETO Nº 21600, DE 20 DE JANEIRO DE 2003 (DOE DE )

DECRETO Nº 21600, DE 20 DE JANEIRO DE 2003 (DOE DE ) DECRETO Nº 21600, DE 20 DE JANEIRO DE 2003 (DOE DE 23.01.2003) Altera e acrescenta dispositivos do Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 17037, de 26 de dezembro de 1997, relativos ao acréscimo

Leia mais

Região Zona da Mata. Regional Dezembro 2013

Região Zona da Mata. Regional Dezembro 2013 O mapa mostra a divisão do estado de Minas Gerais para fins de planejamento. A região de planejamento Zona da Mata engloba a Fiemg Regional Zona da Mata. Região Zona da Mata GLOSSÁRIO Setores que fazem

Leia mais

Ref.: Decreto do Estado do Rio de Janeiro nº 44.318 de 07.08.2013 - RJ - ICMS - Substituição tributária - Alterações.

Ref.: Decreto do Estado do Rio de Janeiro nº 44.318 de 07.08.2013 - RJ - ICMS - Substituição tributária - Alterações. Rio de Janeiro, 20 de agosto de 2013 Of. Circ. Nº 210/13 Ref.: Decreto do Estado do Rio de Janeiro nº 44.318 de 07.08.2013 - RJ - ICMS - Substituição tributária - Alterações. Senhor Presidente, Fazendo

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 12, DE 2014

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 12, DE 2014 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 12, DE 2014 Dispõe sobre incentivos para fomentar a reutilização de recursos hídricos no âmbito da Contribuição para o Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio

Leia mais

Introdução. Manual de Orientação ao preenchimento da Nota Fiscal Avulsa NFA Série 3

Introdução. Manual de Orientação ao preenchimento da Nota Fiscal Avulsa NFA Série 3 Introdução A Nota Fiscal Avulsa - foi criada para registrar as vendas de mercadorias, bens ou serviços realizadas pelos Contribuintes do estado de Sergipe aos órgãos e entidades da Administração Pública

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS LEI Nº 6.763, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1975

CONSOLIDAÇÃO DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS LEI Nº 6.763, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1975 CONSOLIDAÇÃO DA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS LEI Nº 6.763, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1975 TÍTULOS ARTIGOS DISPOSIÇÃO PRELIMINAR 1º LIVRO PARTE GERAL PRIMEIRO TÍTULO I SISTEMA TRIBUTÁRIO ESTADUAL

Leia mais

ICMS 4% Operações Interestaduais Com Produtos Importados

ICMS 4% Operações Interestaduais Com Produtos Importados ICMS 4% Operações Interestaduais Com Produtos Importados Janeiro/2013 Vicente Sevilha Junior Para quais OPERAÇÕES, MERCADORIAS e BENS e será utilizada a alíquota de 4%? A alíquota de 4%, conforme definida

Leia mais

Substituição Tributária

Substituição Tributária Substituição Tributária Impactos da nova tributação em cosméticos para farmácias e drogarias (Produtos de Perfumaria e Higiene Pessoal) Sandra Regina Alencar Bezerra Definição Lei determina que terceiro

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado em 04/03/2015)

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS. (atualizado em 04/03/2015) SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA REGRAS GERAIS (atualizado em 04/03/2015) 2 1. INTRODUÇÃO... 5 2. DO REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 7 3. INAPLICABILIDADE DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA... 12 4. CÁLCULO DO IMPOSTO

Leia mais

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012.

Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012, publicado em 16/10/2012. Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2012 Of. Circ. Nº 418/12 Ref.: Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012 Senhor Presidente, Seguem para conhecimento as informações pertinentes ao Decreto Estadual/RJ nº 43.889/2012,

Leia mais

PRODUTOR PRIMÁRIO - Apuração e Recolhimento do ICMS em Santa Catarina. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 17.07.2014.

PRODUTOR PRIMÁRIO - Apuração e Recolhimento do ICMS em Santa Catarina. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 17.07.2014. PRODUTOR PRIMÁRIO - Apuração e Recolhimento do ICMS em Santa Catarina Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 17.07.2014. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - PRODUTOR PRIMÁRIO 2.1 - Extensão da Atividade

Leia mais

ICMS CONSUMIDOR FINAL - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS

ICMS CONSUMIDOR FINAL - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS atualizado em 05/01/2016 alterados os itens 1.8 e 2.2 - OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS PARA CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE DO ICMS 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES POR CONTRIBUINTE

Leia mais

IPI ICMS - MS/MT/RO ICMS - MS LEGISLAÇÃO - MS ICMS - MT ICMS - RO ANO XXII ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011

IPI ICMS - MS/MT/RO ICMS - MS LEGISLAÇÃO - MS ICMS - MT ICMS - RO ANO XXII ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 IPI ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE JANEIRO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 04/2011 SELO DE CONTROLE - ATUALIZAÇÃO 2011 Introdução - Supervisão - Confecção e Distribuição - Depósito e Escrituração Nas Repartições

Leia mais

CONVÊNIO ICMS N º99/98 Publicado no DOU de 25.09.98. Ratificação Nacional DOU de 15.10.98, pelo Ato COTEPE-ICMS 75/98. Alterado pelos Convs.

CONVÊNIO ICMS N º99/98 Publicado no DOU de 25.09.98. Ratificação Nacional DOU de 15.10.98, pelo Ato COTEPE-ICMS 75/98. Alterado pelos Convs. CONVÊNIO ICMS N º99/98 Publicado no DOU de 25.09.98. Ratificação Nacional DOU de 15.10.98, pelo Ato COTEPE-ICMS 75/98. Alterado pelos Convs. ICMS nºs12/99, 119/11, 19/12, 97/12. Nova redação dada à ementa

Leia mais

Guia do ICMS - São Paulo: Alíquota interestadual de 4% para produtos importados

Guia do ICMS - São Paulo: Alíquota interestadual de 4% para produtos importados Guia do ICMS - São Paulo: Alíquota interestadual de 4% para produtos importados Resumo: Analisaremos no presente Roteiro de Procedimentos as condições para a aplicação da alíquota interestadual de 4% (quatro

Leia mais

LEI Nº 2.778, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2013. Publicada no Diário Oficial nº 4.010

LEI Nº 2.778, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2013. Publicada no Diário Oficial nº 4.010 LEI Nº 2.778, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2013. Publicada no Diário Oficial nº 4.010 Institui o Cadastro Técnico Estadual de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais - CTE e

Leia mais