Aumente seus benefícios com a virtualização Parte 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aumente seus benefícios com a virtualização Parte 1"

Transcrição

1 Primeiro de uma série de três informes técnicos sobre liderança de ideias da Forrester Consulting comissionados pela Hewlett- Packard Parte 1 Otimizando sua infraestrutura e desenvolvendo operações, você pode conquistar novos recursos significativos Fevereiro de 2010

2 Índice Resumo executivo... 2 Os benefícios da virtualização foram comprovados... 3 Quatro armadilhas a evitar no ambiente virtual...5 O segredo é desenvolver suas práticas de virtualização... 6 Identificação do próximo passo na busca pela eficiência...12 Apêndice A: Metodologia...13 Apêndice B: Notas finais , Forrester Research, Inc. Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada é estritamente proibida. As informações são baseadas nos melhores recursos disponíveis. As opiniões refletem juízos de época e estão sujeitas a alterações. Forrester, Technographics, Forrester Wave, RoleView, TechRadar e Total Economic Impact são marcas comerciais da Forrester Research, Inc. Todas as outras marcas comerciais são de propriedade de suas respectivas empresas. Para obter mais informações, visite Sobre a Forrester Consulting A Forrester Consulting oferece consultoria de pesquisa independente e objetiva para ajudar os líderes a serem bem-sucedidos em suas organizações. Variando em escopo de uma curta sessão de estratégias a projetos personalizados, os serviços da Forrester Consulting conectam você diretamente a analistas de pesquisa com visão de especialistas sobre seus desafios de negócios. Para obter mais informações, visite Página 1

3 Resumo executivo Você tem retardado ou evitado totalmente despesas futuras com capital através da virtualização e da consolidação, mas será que está recebendo todos os benefícios que um ambiente virtual oferece? A maioria das organizações não. Mas você pode recebê-los padronizando e, em alguns casos, atualizando a infraestrutura de servidor, armazenamento e rede e fazendo alterações no funcionamento do ambiente de servidor virtual adaptando seus processos às melhores práticas de gerenciamento de virtualização e aumentando a consistência com que você os acompanha. Em janeiro À medida que as organizações otimizam sua infraestrutura e desenvolvem seus processos para operar seus ambientes virtuais, elas podem obter melhores recursos e economias de custo significativamente maiores através da virtualização. de 2010, a Hewlett-Packard encarregou a Forrester Consulting de avaliar a infraestrutura e as práticas operacionais usadas nos ambientes de servidor virtual de empresas de pequeno e médio porte (SMBs). 1 Essa pesquisa confirmou, antes das constatações da Forrester, que, à medida que as organizações otimizam sua infraestrutura e desenvolvem seus processos para operar seus ambientes virtuais, elas podem obter melhores recursos e economias de custo significativamente maiores. Por meio de entrevistas detalhadas com diversos profissionais de TI em toda a América do Norte, Europa e Ásia- Pacífico, a Forrester descobriu que as empresas que otimizaram sua infraestrutura e que tiveram mais práticas desenvolvidas obtiveram maior retorno do investimento, maior produtividade do administrador, fornecimento substancialmente mais rápido de novos aplicativos e identificação e solução de problemas com mais facilidade. Principais constatações O estudo da Forrester resultou nas seguintes principais constatações: A criação de uma configuração de infraestrutura padronizada e escalável resulta em ganhos superiores. A maioria das SMBs criou inicialmente seus ambientes de servidor virtual usando o hardware de servidor existente e a capacidade de armazenamento disponível algumas vezes, capacidade de servidor interno, algumas vezes armazenamento de conexão direta (DAS) e, em alguns casos, capacidade disponível em uma rede de área de armazenamento (SAN) existente. Devido a restrições de orçamento, as SMBs usam essa abordagem de infraestrutura ad hoc para implantar a virtualização antes, e não mais tarde, mas consideram que os melhores recursos são provenientes da padronização desse ambiente. Entre as principais mudanças que proporcionam altos ganhos está a migração do ambiente de servidor virtual para uma infraestrutura de servidor homogênea e consistente, trocando o armazenamento para SAN FC ou iscsi e reinicializando VMs a partir da rede. Algumas das organizações que entrevistamos também passaram a usar como padrão um único fornecedor, recomendado por seu revendedor com valor agregado (VAR). O principal estímulo para essa atitude foi o suporte simplificado: se surgia um problema no ambiente, a organização só precisava dar um telefonema; além disso, o tempo de solução dos problemas era mais rápido, pois os fornecedores não ficavam tentando apontar os defeitos uns dos outros. Os novos recursos de virtualização simplificam as tarefas de gerenciamento. Muitas organizações de TI não querem fazer muitas mudanças de uma só vez, por isso, além de usarem o hardware existente para dar suporte ao ambiente virtual, elas muitas vezes usam processos existentes para gerenciar máquinas virtuais (VMs) como se ainda fossem máquinas físicas. Em um ambiente virtual, o tempo necessário para executar tarefas tradicionais, Página 2

4 como fornecimento, configuração, correção, auditoria e proteção, pode ser extremamente reduzido com a aplicação de padrões, mas também com esses recursos sendo capazes de fornecer ou clonar rapidamente VMs a partir de modelos, assim como criar instantâneos, clonar e replicar VMs. Além disso, como todos os profissionais de TI que a Forrester entrevistou para este relatório tinham no momento, e planejavam ter tanto servidores físicos quanto servidores virtuais em um futuro previsível, os profissionais de TI também devem levar em conta o gerenciamento do ambiente físico e virtual e a infraestrutura de suporte como um todo. Quanto mais as informações essenciais do sistema e do dispositivo forem exibidas e correlacionadas em um único painel, melhor. Isso reduzirá o número de ferramentas de gerenciamento de pontos que os administradores precisarão consultar para monitoramento de status, monitoramento de desempenho, alerta, solução de problemas, análise da causa do problema, planejamento de capacidade etc. Isso é especialmente importante para as SMBs, pois elas normalmente só possuem de três a cinco pessoas trabalhando em todo o departamento de TI. A dedicação de tempo para transferência de conhecimento produz esses resultados com mais rapidez. Certamente há mérito em aprender no trabalho, mas as organizações entrevistadas que receberam de seu VAR ou fornecedor de servidor transferência de conhecimento e treinamento para a equipe no local obtiveram melhores recursos operacionais com mais rapidez e têm capacidade de superar seus concorrentes. Apesar de as interfaces de gerenciamento de vários componentes de infraestrutura e de o hipervisor em si serem cada vez mais intuitivos, com o ritmo rápido das atualizações de hardware e software, as organizações nem sempre são totalmente versadas nos recursos e, por conseguinte, não têm conhecimento de todos os benefícios que podem obter com a virtualização. Há sempre novos recursos para fornecimento rápido, equilíbrio de carga de trabalho, migração, automação, disponibilidade e continuidade. A transferência de conhecimento e o treinamento não são um evento único. À medida que os fornecedores de cada camada da pilha de virtualização (aplicativo, hipervisor, servidor, armazenamento, rede etc.) atualizam seus sistemas, eles adicionam recursos e pontos de integração com outras partes da infraestrutura. As organizações de TI precisam permanecer à frente dessas alterações e testá-las em seus ambientes de desenvolvimento. No caso das organizações que padronizaram um número menor de fornecedores em seu ambiente, interoperabilidade comprovada, melhores práticas documentadas e guias de administrador detalhados podem reduzir o tempo necessário para a identificação do que pode e do que não pode ser feito. Os benefícios da virtualização foram comprovados A virtualização costumava ser simplesmente uma ferramenta de consolidação de TI para grandes empresas. Agora, a virtualização de servidor comprovou trazer benefícios substanciais para organizações de todos os portes. Ela ajuda a controlar custos de capital à medida que o seu negócio se expande, mas, mais importante, oferece benefícios de flexibilidade que permitem que a sua organização se ajuste e responda mais rapidamente às mudanças nas condições do mercado, adote novos aplicativos e faça mais com uma equipe de TI limitada. E na economia atual, melhor caracterizada como uma recuperação lenta, a virtualização é alta prioridade para praticamente todos os negócios (veja a Figura 1). As SMBs entrevistadas nesta pesquisa descreveram os seguintes benefícios obtidos com a virtualização de seus servidores: Despesas menores de capital e economia de espaço. As organizações entrevistadas relataram que, através da virtualização de seus aplicativos de servidor, elas conseguiram reduzir o número de servidores que elas tinham de gerenciar e retardar ou evitar totalmente novas aquisições. Uma organização reduziu de sete para três o número Página 3

5 de racks de servidor em seu ambiente. Outra evitou a aquisição de mais 12 servidores em A consolidação não só poupa dinheiro em despesas com capital, como também reduz a área ocupada um recurso precioso em salas de computador e data centers com pouco espaço. Uma empresa sediada no Reino Unido reportou que, devido à consolidação, ela pôde evitar a expansão da sua sala de computadores e poupou aproximadamente US$ Contas de luz mais baixas e práticas de negócios mais ecológicas. Como resultado da consolidação, as organizações que entrevistamos reduziram substancialmente a quantidade de energia consumida mensalmente. Uma empresa sediada nos EUA relatou que, antes da virtualização, seu sistema de fonte de alimentação ininterrupta (UPS) tinha 99% de capacidade, mas, depois da virtualização e da consolidação, cortou a utilização em 50% e evitou a aquisição de outro UPS. Outra empresa sediada no Reino Unido reportou que, por poder reiniciar VMs rapidamente, ela desliga um terço dos sistemas durante o final de semana e os inicia remotamente. Resposta rápida a proprietários de negócios e de aplicativos. É uma reclamação constante na maioria das organizações a TI não poder fornecer novos sistemas nem lançar novos serviços com a velocidade ideal. Quem se virtualizou está vencendo esta batalha. As empresas entrevistadas deste relatório afirmaram que agora elas podem lançar novas VMs em minutos, ao passo que anteriormente levariam dias ou semanas para fazê-lo. Figura 1 A virtualização é prioridade alta para as SMBs Base: os responsáveis pela tomada de decisão de TI em 447 pequenas empresas (100 a 499 funcionários) e em empresas de médio porte (500 a 999 funcionários) na América do Norte e na Europa, terceiro semestre de 2009 Fonte: Forrester Consulting Página 4

6 Quatro armadilhas a evitar no ambiente virtual Quase toda organização que implanta virtualização de servidor obtém os benefícios mencionados. Mas os níveis de eficiência podem variar significativamente de organização para organização. A Forrester Consulting se preparou para examinar essas diferenças e desvendar os segredos por trás do sucesso de quem está obtendo o máximo dos investimentos em virtualização. À medida que as organizações ganham experiência com a virtualização, a frustração muitas vezes é o prólogo para a maior eficiência. E as que passaram por esse período difícil refletem rapidamente sobre seus erros e discutem como poderiam ter agido de outra forma. Alguns dos maiores problemas incluem: Levar a abordagem fragmentada para a criação da infraestrutura. Ainda que a virtualização abstraia o aplicativo do ambiente físico que existe por trás, ela não livra o administrador das dores de cabeça que se originam em uma infraestrutura excessivamente complexa. As organizações entrevistadas para este estudo afirmaram sistematicamente que preferiam ter implantado uma infraestrutura mais padronizada e coordenado atualizações de servidor e de armazenamento. O armazenamento em especial era um problema maior. Muitas dessas empresas entrevistadas usavam a capacidade do servidor interno ou o armazenamento de conexão direta em seu ambiente virtual. Sem um SAN ou mesmo um armazenamento de conexão com a rede (NAS), essas empresas não poderiam aproveitar os recursos avançados de virtualização, tais como a capacidade de reiniciar rapidamente VMs falhas em hosts físicos alternativos, equilibrar a carga de trabalho ou migrar VMs pelos hosts fisicamente, sem interrupção. Além disso, em muitos casos, como elas não tinham razões para buscar uma capacidade de armazenamento adicional juntamente com implementações iniciais de servidor virtual, as empresas não puderam aumentar a proporção de VMs em hosts físicos. Resumindo: para aproveitar ao máximo o ambiente virtual, é preciso se utilizar de uma abordagem global para a infraestrutura de servidor, armazenamento e mesmo de rede. Sem uma base de infraestrutura sólida, a sua capacidade para aproveitar alguns dos principais recursos de valor agregado de um ambiente virtual e a capacidade de aumentar a consolidação sem sacrificar o desempenho não seriam possíveis. Persistir com processos desatualizados. Muitas organizações de TI veem a virtualização principalmente como uma abstração de coisas que anteriormente eram implantadas fisicamente e, assim, todos os processos usados com servidores físicos simplesmente se traduzem neste novo mundo. Isso vale para um ponto, mas, ao insistir em processos de servidor físico, são ignorados muitos dos benefícios exclusivos de um ambiente virtual. E é preciso esquecer algumas lições antigas para obter mais eficiência. A maioria das empresas entrevistadas aumentou sensivelmente os tempos de fornecimento, mas, da mesma forma, muitas ajustaram as tarefas tradicionais do administrador de servidor para refletir as capacidades do novo ambiente. Além disso, processos desatualizados que hoje parecem suficientemente bons poderão atrapalhar no futuro. Como a maioria das organizações entrevistadas apresentava em média de três a quatro VMs por host virtual, não havia problema de backup. No futuro, quando as organizações buscarem obter mais eficiência e consolidação aumentando essa proporção, elas provavelmente perceberão que não poderão fazer backup de 10 VMs simultaneamente não há largura de banda de servidor suficiente. Mas as organizações que tiverem um SAN terão a oportunidade de efetuar backups fora do host ou mesmo de usar recursos de clonagem e de instantâneo baseado em armazenamento para fazer backup rápido de suas VMs. Página 5

7 Uma curva de aprendizado maior que se traduz em ganhos mais lentos. A maioria das empresas que entrevistamos não recebeu transferência de conhecimento nem treinamento antes ou durante a implementação. Somente uma ou duas das empresas entrevistadas receberam do VAR ou do fornecedor um dia de transferência de conhecimento ou menos como parte da implementação. Sem qualquer tipo de transferência de conhecimento, você não aprende os recursos completos do novo software ou infraestrutura recursos que podem gerar melhor rendimento. A virtualização do servidor traz recursos como modelos de máquina virtual, clonagem e thin provisioning, novas ferramentas que os administradores precisam conhecer para serem mais eficazes. Seja do VAR ou do fornecedor, as organizações devem solicitar transferência de conhecimento através de treinamento on-line e no local, informes técnicos de soluções, documentação do produto, demonstrações, comunidades e outros recursos. Tendo em vista que as organizações procuram padronizar um número menor de fornecedores no ambiente, esses fornecedores estratégicos devem oferecer recursos que destacam a integração de seus produtos e serviços. Lutar contra dores de cabeça relacionadas à compatibilidade entre produtos. Quando você tem uma pequena equipe de TI e múltiplas responsabilidades, é um esforço muito grande quando alguém precisa falar com vários fornecedores para identificar de quem é a culpa quando o ambiente não está funcionando. Tudo o que você quer é alguém que se adiante e ajude você a resolver o problema. Todas as SMBs entrevistadas para este relatório tinham uma equipe de TI com três a sete integrantes no máximo para cobrir servidores, armazenamento e rede. Muitas dessas SMBs decidiram que era melhor evitar totalmente essa dor de cabeça e limitar o número de fornecedores no ambiente. Aquelas que adquiriram os servidores e o armazenamento do mesmo fornecedor (e aquelas que compraram suporte de software desse mesmo fornecedor) relataram custos de suporte menores e menos tempo para a solução de problemas. As dores de cabeça são muito comuns Compramos o DAS para atender as nossas necessidades imediatas de capacidade. Custo e conveniência foram os principais estímulos; não levamos muito em conta o ambiente de armazenamento. (Gerente de TI em uma empresa australiana do setor de turismo) Não mudamos nossas práticas de gerenciamento de TI para aproveitar os benefícios da virtualização. Continuamos gerenciando nossos servidores virtuais da mesma forma que os servidores físicos. (Gerente de TI em uma empresa nos EUA do setor de serviços financeiros) Se há uma coisa que faríamos de forma diferente, seria que recomendaríamos treinamento para os administradores de sistema. (Gerente de TI em uma empresa do Reino Unido no setor de varejo) O segredo é desenvolver suas práticas de virtualização Este estudo e a pesquisa anterior da Forrester demonstraram que praticamente todas as organizações passaram por estágios de administração de virtualização que geraram melhores recursos em cada nível de desenvolvimento (veja a Tabela 1). O segredo para passar de um estágio para o seguinte é fazer não apenas aprimoramentos tecnológicos, mas também operacionais, que aproveitem bem os recursos exclusivos do ambiente virtual, adaptem práticas existentes a Página 6

8 esses novos recursos e criem novos procedimentos que a virtualização possibilita. As organizações muitas vezes podem levar anos para sair de um estágio para o seguinte, visto que a proficiência em cada estágio da progressão é necessária para a ascensão ao próximo estágio. Tabela 1 Quatro estágios de desenvolvimento da virtualização de infraestrutura da Forrester Fonte: Assess Your Infrastructure Virtualization Maturity, Forrester Research, Inc., 10 de julho de 2009 Estágio 1: Aclimatação Durante o primeiro ou os dois primeiros anos de sua experiência com ambiente virtual, as organizações se concentram no aprendizado dos recursos de seu novo ambiente e no ganho de confiança. O foco é na comprovação do seu valor para a organização e na garantia de que a transição não seja prejudicial, visto que a primeira prioridade da TI deve ser garantir a função contínua do negócio. Dessa forma, o foco dos administradores de TI na etapa 1 é: Fornecer virtualização que se traduza em ganhos que valham o investimento. O principal desafio no estágio 1 da adoção de praticamente qualquer tecnologia de transformação é comprovar que os ganhos obtidos com o investimento não afetam negativamente o negócio. A virtualização é vista inicialmente como melhor para o departamento de TI que para o restante do negócio. Cada aplicativo sairá de seu próprio servidor, terá de compartilhar recursos com outros, e uma nova camada de software será posicionada sob o aplicativo. Superficialmente, isso parece ruim, por isso a TI precisa provar que o desempenho e a confiabilidade não são prejudicados. São necessários muito testes e repetições dos testes para provar que todos os aplicativos podem fazer a transição com segurança. Página 7

9 Aprender a tirar proveito. Alguns dos principais benefícios da virtualização, como a consolidação, reinício rápido e migração ininterrupta, são recursos imprescindíveis que não existiam no mundo do servidor físico. Os administradores devem ganhar proficiência nessas ferramentas para que elas possam realmente otimizar seu ambiente virtual. O reinício rápido, por exemplo, se torna uma ferramenta de recuperação de desastres de custo baixo. E a migração ininterrupta pode poupar vários aplicativos de uma falha de hardware. Planejar a transição para a produção. Depois que os administradores tiverem ganhado proficiência nas ferramentas, eles estarão prontos para começar a migrar os aplicativos críticos dos negócios para as VMs. Uma importante característica das empresas do estágio 1 é identificar em cada nova implementação se determinada carga de trabalho deve ser virtualizada. Estágio 2: consolidação estratégica A principal característica de um departamento de TI do estágio 2 é o modo como ela encara as implementações de novos aplicativos. No estágio 1, a TI tenta provar que a virtualização traz benefícios, e não compromissos. A empresa do estágio 2 virtualiza por padrão e recua no negócio para justiricar por que um aplicativo não deve ser virtualizado. É nessa fase que as organizações expandem sensivelmente sua base de virtualização e começam a perceber a economia de custos significativa da consolidação de servidor. O foco durante este estágio é em: Transmitir ganhos com a consolidação. As empresas do estágio 2 começam a virtualizar rapidamente seu ambiente de produção, mudado a tendência de servidor para VM. Elas focam na proporção de consolidação de VM para servidor e começam a aprender sobre o planejamento de capacidade qual o número certo de VMs por servidor que não prejudicará o desempenho. Aumentar sensivelmente a disponibilidade. Cada vez mais, as organizações de todos os portes e setores demandam níveis maiores de disponibilidade, em função das operações quase ininterruptas, do aumento da concorrência e das maiores expectativas do cliente. A virtualização proporciona diversos aprimoramentos em disponibilidade, começando com o isolamento e o encapsulamento de aplicativos. Com o armazenamento centralizado (SAN ou NAS), as organizações podem migrar dinamicamente cargas de trabalho em tempo real de um host virtual para outro de modo a evitar tempo de inatividade planejado ou perda de desempenho, ou então podem reiniciar rapidamente VMs em outro host virtual no caso de tempo de inatividade não planejado. Reduzir o custo da recuperação avançada de desastres. As SMBs contam, historicamente, com a fita para o caso de recuperação de desastres, principalmente por razões de custo e complexidade. A virtualização pode ser útil em ambas as questões. Com a virtualização, as organizações podem replicar de máquinas físicas para VMs no local de recuperação ou replicar de VM para VM, mas aumentar a proporção de VMs para host virtual no local de recuperação; isso significa que se gasta menos com hardware redundante de servidor no local da recuperação. Isso pode aumentar sensivelmente o tempo de recuperação. Quando os arquivos de configuração de VM são replicados do local da produção para o local da recuperação, isto possibilita que se faça uma recuperação rápida no local da recuperação e a necessidade de monitorar rigorosamente as configurações do sistema entre data centers é reduzida. As configurações de sistema estão sempre em sincronia, pois toda alteração é replicada continuamente no local da recuperação. Página 8

10 Aumentar o tempo de comercialização. A TI se torna uma heroína para os negócios no estágio 2, pois os novos aplicativos podem ser implantados prontamente nos sistemas existentes. À medida que os administradores se tornam mais proficientes no ambiente, eles passam a poder implantar novas VMs em minutos e a clonar configurações reconhecidamente boas para implantar atualizações rapidamente. Os únicos limites são a capacidade do ambiente e as habilidades do administrador. Estágio 3: Avançando a eficiência através do aprimoramento do processo Você sabe que uma empresa está começando a fazer a transição do estágio 2 para o estágio 3 quando a euforia do movimento de VMs se transforma em um pesadelo de propagação de VMs. Uma coisa é gerar um tempo de comercialização incrivelmente rápido para o negócio. Outra é você ter tantas VMs que acaba sem capacidade de implantar outras e não consegue identificar quais VMs estacionar, reduzir de tamanho ou simplesmente eliminar. Há também novos problemas que surgem com a determinação de prioridades deste ambiente que está se espalhando rapidamente e com a tentativa de padronizar configurações e processos, de protegê-los e mantê-los. O foco durante este estágio muda para: Determinar o que há de diferente e como se adaptar. Ainda que a maior parte do que os administradores fizeram com os aplicativos implantados fisicamente possa ser mantido em um ambiente virtual, há coisas diferentes ou que devem ser mudadas. Veja o backup, por exemplo. Você certamente pode seguir seus procedimentos tradicionais de backup com as VMs, mas, se você tiver 10 VMs em um único servidor, iniciar um backup de todas elas ao mesmo tempo pode derrubá-lo. O foco dessa fase é na identificação dos processos que devem ser alterados para estimular a eficiência a partir daqui. Otimizar a infraestrutura. É só quando você tem uma tonelada de VMs que você percebe como pode ser complicado reiniciar um servidor físico e todas as suas VMs após um travamento. É só nesse momento que você percebe como é difícil manter sua coleção de VMs quando elas estão espalhadas por 10 diferentes volumes de armazenamento de conexão direta. Esses problemas incentivam as mudanças no ambiente, no sentido de tornarem a administração mais eficiente, por exemplo, migrando todas as VMs para armazenamento em rede centralizado e inicializando-as e fazendo backup delas a partir desta arquitetura de armazenamento. Isso ocorre também quando os benefícios dos servidores blade, que compartilham um backplane de rede, se tornam valiosos para o gerenciamento de congestionamentos. Como a maioria das organizações usa uma abordagem fragmentada para o ambiente, a maioria das organizações que entrevistamos estava a caminho da padronização e da otimização padronização da infraestrutura de servidor, atualização para armazenamento em rede e até consolidação do número de fornecedores no ambiente. Essa abordagem mais global ajuda as organizações a aproveitarem todos os recursos que um ambiente virtual oferece, bem como todos os suportes de infraestrutura, para atender aos requisitos de escalabilidade futura, desempenho e flexibilidade da organização. Estimular a consistência das operações. Durante esta fase, pode ser complicado desviar dos procedimentos padrão. A inconsistência não só dificulta a identificação do que foi feito, como torna difícil identificar o que fazer para resolver problemas. O fluxo de VMs é um problema comum a versão do sistema operacional, do aplicativo, do middleware e de outros componentes muda toda vez que uma nova VM é implantada no ambiente. As empresas do estágio 3 começam a impingir o uso de modelos de VM e a criar processos consistentes para controle e aplicação de atualizações. Página 9

11 Automatizar tarefas de rotina. Uma ótima maneira de garantir que novos padrões de processo sejam sempre seguidos é transferi-los para ferramentas de automação especialmente se forem tarefas de rotina. O uso de ferramentas de administração baseadas em políticas aumenta durante o estágio 3, quando as organizações começam a confiar no software para executar tarefas que podem dispensar um administrador ou aumentar a eficiência de todo o ambiente de TI. Adequar o tamanho do ambiente à carga de trabalho. As organizações do estágio 3 também começam a perceber que a empolgação com a virtualização de tantas cargas de trabalho pode ter causado uma proporção impressionante de servidor para VM e não ter alcançado os ganhos de utilização de infraestrutura esperados. As típicas SMBs do estágio 2 (incluindo a maioria das entrevistadas para este relatório) apresentam proporções de consolidação de servidor de três ou quatro VMs para um host físico, e a utilização de memória e de CPU do servidor só apresenta 30 a 40% em média (veja a Figura 2). Certamente isso é melhor que a utilização típica de 10 a 20% dos ambientes não virtualizados, mas não representa os altos ganhos desejados. No estágio 3, o aumento do uso, e com ele o retorno do investimento para a infraestrutura virtual, se torna um grande foco. Figura 2 As proporções entre máquina virtual e servidor são tipicamente baixíssimas Base: os responsáveis pela tomada de decisão de TI em 93 pequenas empresas (100 a 499 funcionários) e em empresas de médio porte (500 a 999 funcionários) na América do Norte e na Europa, terceiro semestre de 2009 Página 10

12 Fonte: Forrester Consulting Estágio 4: os recursos preparam você para se tornar uma nuvem interna Com um foco em alavancar a eficiência, vem a necessidade de comparar seu nível de proficiência com os que você deseja emular. E no mundo da virtualização, o auge é o provedor de computação em nuvem de infraestrutura como serviço (IaaS). 2 Essas empresas de hospedagem proporcionam aos seus clientes a capacidade de autofornecimento no pool, controle do consumo e de custos de cada implementação e operação de modo quase totalmente automatizado. Elas também acabam sendo o seu maior concorrente e provavelmente a maior ameaça ao seu emprego. As empresas do estágio 4 focam no aumento dos recursos até níveis do tipo nuvem e isso significa: Rotina de total automação. Se você pode padronizar um procedimento, pode automatizá-lo - este é o mantra das empresas do estágio 4. Da implementação de novos aplicativos e aplicação de patches e atualizações ao gerenciamento do posicionamento e da movimentação de VMs para obter alvos de eficiência, as ferramentas de automação podem ocupar o espaço da intervenção manual. Possibilidade de autosserviço e uso do gerenciamento do ciclo de vida. As empresas do estágio 4 impingem ferozmente o uso de modelos de VM, para que a administração seja simples e previsível. Elas oferecem ferramentas simples, baseadas em portais, para que os usuários comerciais possam implantar seus próprios aplicativos quando necessário. Elas incluem o gerenciamento do ciclo de vida no processo, exigindo datas de saída para cargas de trabalho de curto prazo e usam a automação para gerenciar essas reservas. Controle do consumo. As organizações do estágio 4 se concentram na maximização do uso de recursos para que possam evitar novas compras com capital e manter baixas as contas de luz. Para fazer isso, elas controlam o consumo de recursos de suas VMs e usam ferramentas de automação baseadas em políticas a fim de redimensionar as VMs de acordo com suas necessidades reais de recursos; migram as VMs para menos máquinas físicas quando a utilização diminui e reportam de volta para os proprietários das empresas o consumo de recursos de modo que investimentos extras com capital sejam fáceis de justificar. Página 11

13 IDENTIFICAÇÃO DO PRÓXIMO PASSO NA BUSCA PELA EFICIÊNCIA A pesquisa da Forrester sobre práticas operacionais e de infraestrutura de ambientes virtuais constatou que o segredo para aumentar a eficiência do seu ambiente virtual é a otimização da infraestrutura, a evolução do processo e a experimentação. Mas naõ se faz isso simplesmente porque é certo, mas simo para superar estágios de problemas crescentes à medida que ganha experiência com o gerenciamento de um ambiente virtual. Dessa forma, a primeira etapa nesse processo é identificar onde você se encontra na jornada e criar um caminho para o aprimoramento que o leve para onde você deseja estar e da maneira mais eficiente possível. Das várias SMBs que a Forrester entrevistou para este relatório, a maioria tinha aproximadamente dois anos de experiência e estava no último estágio ou no início do estágio 2 do desenvolvimento da virtualização. Com dois anos de experiência, a maioria dessas empresas deve poder migrar para o estágio 2 ou realizar totalmente os benefícios do estágio 2. Mas tempo não é o único fator e não garante que sua organização atinja um estágio mais alto de desenvolvimento. Na verdade, a Forrester descobriu que algumas empresas com quatro e cinco anos de experiência não progrediram além do estágio 2 ou 3. Para que todas as organizações obtenham níveis mais altos de eficiência com seus investimentos em virtualização, a Forrester fornece as recomendações adicionais para cada estágio: As organizações do estágio 1 devem usar ambientes de teste e desenvolvimento como seus campos de teste. Se o ambiente de produção da sua organização for o estágio 1, seu ambiente de teste e desenvolvimento deverá ser um estágio à frente. Neste ambiente não-crítico (para a maioria das empresas), você pode obter sucesso em novos processos e ferramentas. Quando este pool de computação operar como uma nuvem, você saberá como transformar a produção em uma só. As organizações do estágio 2 e do estágio 3 devem padronizar e otimizar a infraestrutura física. Quanto mais padronizado e escalável for o suporte físico, de forma mais previsível ele se comportará e menos tempo e dinheiro você gastará com o diagnóstico de problemas, com situações imprevisíveis e com a solução dessas inconsistências. Uma necessidade: mover todas as VMs para uma infraestrutura de armazenamento em rede, como NAS ou SAN FC ou iscsi. A maioria das SMBs que entrevistamos para este relatório não fez ajustes significativos em sua rede como resultado da virtualização. Isso poderá mudar à medida que o ambiente crescer. Até as SMBs deverão considerar uma rede de 10 GbE em algum momento. As organizações do estágio 2 devem continuar mantendo baixo o número de fornecedores. Mesmo uma infraestrutura padronizada pode ser difícil de gerenciar quando há vários contratos de suporte e excesso de colaboradores que precisam ser chamados para determinar a causa de um problema e aplicar a correção apropriada. Muitas das empresas entrevistadas para este relatório afirmaram que se beneficiaram com a compra de servidores e pelo menos do armazenamento do mesmo fornecedor. Além disso, se elas tinham infraestrutura legada de vários fornecedores, elas planejavam escolher um ou dois fornecedores de infraestrutura estratégicos entre os servidores (físicos e virtuais), armazenamento e rede quando essa infraestrutura legada se tornasse obsoleta. Há um grande valor em ter apenas um ponto de contato em termos de suporte, interoperabilidade e transferência de conhecimento. As organizações do estágio 2 e 3 devem se concentrar menos na proporção de consolidação de servidor e mais na utilização. Pergunta frequente: Qual ambiente é mais eficiente um com proporção de VM para servidor de 3 para 1 ou um com 20 para 1? A resposta é: não há como saber, pois não se sabe se se trata de aplicativos de baixo ou alto consumo. Vinte servidores de impressão podem consumir somente 10% dos recursos de um servidor, ao passo que os aplicativos com transações pesadas podem consumir 90%. Concentre-se no modo como está consumindo o capital que possui, e não em quantos aplicativos há no servidor médio. As organizações do estágio 3 devem se preparar para a automação. Independentemente do seu grau de desenvolvimento, é provável que não seja tão eficiente quanto poderia e que o culpado disso seja o nível de consistência das suas operações. Documente como você executa cada tarefa de rotina e comece a restringir esses processos a fluxos de trabalho automatizados de modo a garantir que eles sejam sempre seguidos. Quando surgir um problema no seu ambiente, será muito mais fácil identificar o que deu errado. Página 12

14 Apêndice A: Metodologia Neste estudo, a Forrester entrevistou 15 pequenas e médias empresas (empresas com menos de funcionários, porém com mais de 100) na América do Norte, na Europa, na Ásia-Pacífico, para avaliar os benefícios do ambiente virtualizado e o impacto que a virtualização teve na seleção do servidor, do armazenamento e da rede. Participaram da pesquisa os responsáveis pela tomada de decisão em infraestrutura e operações de TI, incluindo diretores e gerentes de TI. As perguntas feitas aos participantes foram relativas às suas implementações atuais de servidor virtual, implementações de armazenamento, implementações de rede, ao impacto organizacional da virtualização e aos benefícios quantitativos e qualitativos da virtualização. Os entrevistados receberam uma cópia de três relatórios de sindicalizados da Forrester e um resumo executivo dos resultados como forma de agradecimento pelo tempo despendido com a pesquisa. O estudo teve início em novembro de 2009 e foi concluído em dezembro de Apêndice B: Notas finais 1 SMB - Small and Medium-size Businesses (empresas de pequeno e médio porte) As empresas entrevistadas nesta pesquisa informaram possuir entre 100 e 999 funcionários. 2 TechRadar For Infrastructure & Operations Professionals: Cloud Computing, Q3 2009, Forrester Research Inc., 2 de outubro de Página 13

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage

Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Dez fatos inteligentes que você deve saber sobre storage Tendências, desenvolvimentos e dicas para tornar o seu ambiente de storage mais eficiente Smart decisions are built on Storage é muito mais do que

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Análise de custo projetado da plataforma SAP HANA

Análise de custo projetado da plataforma SAP HANA Um estudo Total Economic Impact da Forrester Encomendado pela SAP Diretora do projeto: Shaheen Parks Abril de 2014 Análise de custo projetado da plataforma SAP HANA Economia de custo proporcionada pela

Leia mais

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD

DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD ARMAZENAMENTO DE DADOS MODULAR ARMAZENAMENTO DE DADOS DELL POWERVAULT SÉRIE MD Simplificação da TI O Dell série MD pode simplificar a TI, otimizando sua arquitetura de armazenamento de dados e garantindo

Leia mais

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho

Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Virtualização Microsoft: Data Center a Estação de Trabalho Estudo de Caso de Solução para Cliente Universidade Utiliza Virtualização para Criar Data Center Com Melhor Custo-Benefício e Desempenho Visão

Leia mais

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center

Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Otimização do Gerenciamento de Datacenters com o Microsoft System Center Aviso de Isenção de Responsabilidade e Direitos Autorais As informações contidas neste documento representam a visão atual da Microsoft

Leia mais

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho Um perfil personalizado de adoção da tecnologia comissionado pela Cisco Systems Fevereiro de 2012 Dinâmica de ganhos com as iniciativas de mobilidade corporativa Os trabalhadores estão cada vez mais remotos,

Leia mais

Consolidação inteligente de servidores com o System Center

Consolidação inteligente de servidores com o System Center Consolidação de servidores por meio da virtualização Determinação do local dos sistemas convidados: a necessidade de determinar o melhor host de virtualização que possa lidar com os requisitos do sistema

Leia mais

Gerenciador de Mudanças automatizadas

Gerenciador de Mudanças automatizadas Benefícios para os Negócios Minimizando a dependência em processos manuais e reduzindo risco de erro humano Reduz o tempo, esforço e risco de erro humano que existem ao mudar a configuração em dispositivos

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Junho de 2013 Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos Jacob Ukelson Entrega de aplicativos Sumário Resumo executivo 3 Seção 1: 4 Mudando o cenário de automação

Leia mais

Proteção de ambientes Citrix XenServer com Arcserve

Proteção de ambientes Citrix XenServer com Arcserve Proteção de ambientes Citrix XenServer com Arcserve Desafios do cliente Hoje em dia, você enfrenta desafios como acordos de nível de serviço exigentes e limitações de equipe e orçamento. Você procura maneiras

Leia mais

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos

Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos FOLHA DE PRODUTOS: CA AppLogic Plataforma na nuvem do CA AppLogic para aplicativos corporativos agility made possible O CA AppLogic é uma plataforma de computação na nuvem pronta para o uso que ajuda a

Leia mais

Symantec NetBackup for VMware

Symantec NetBackup for VMware Visão geral A virtualização de servidor é a maior tendência modificadora na área de TI atual. Os departamentos de TI, que dependem do orçamento, estão se apressando para aderir à virtualização por vários

Leia mais

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA 2011 Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA SUMÁRIO Introdução... 4 Metodologia... 6 Resultado 1: Cibersegurança é importante para os negócios... 8 Resultado

Leia mais

arcserve Unified Data Protection Resumo da solução de virtualização

arcserve Unified Data Protection Resumo da solução de virtualização arcserve Unified Data Protection Resumo da solução de virtualização Hoje a virtualização de servidores e desktops é uma realidade não só nas empresas, mas em todos os tipos de negócios. Todos concordam

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos como posso assegurar uma experiência excepcional para o usuário final com aplicativos

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

Documento técnico de negócios

Documento técnico de negócios Documento técnico de negócios Manual de proteção de dados para armazenamento totalmente em flash Principais considerações para o comprador de armazenamento com experiência em tecnologia Documento técnico

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada.

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. SYSTIMAX Solutions imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. 1 Toda rede deve ser administrada. A questão é COMO? A visão: Conseguir o sucesso comercial a partir de uma melhor administração de

Leia mais

Como usar a nuvem para continuidade dos negócios e recuperação de desastres

Como usar a nuvem para continuidade dos negócios e recuperação de desastres Como usar a nuvem para continuidade dos negócios e recuperação de desastres Há diversos motivos para as empresas de hoje enxergarem o valor de um serviço de nuvem, seja uma nuvem privada oferecida por

Leia mais

Documento técnico de negócios Gerenciamento de nuvens híbridas

Documento técnico de negócios Gerenciamento de nuvens híbridas Documento técnico de negócios Gerenciamento de nuvens híbridas Uma solução de gerenciamento de nuvens abrangente, segura e flexível Documento técnico de negócios Página 2 Frente às tendências significativas

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 1 Conceitos da Computação em Nuvem A computação em nuvem ou cloud computing

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos Eficiência operacional no setor público Dez recomendações para cortar custos 2 de 8 Introdução Com grandes cortes no orçamento e uma pressão reguladora cada vez maior, o setor público agora precisa aumentar

Leia mais

Sede global: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA Tel.508.872.8200 Fax.508.935.4015 www.idc.com

Sede global: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA Tel.508.872.8200 Fax.508.935.4015 www.idc.com Sede global: 5 Speen Street Framingham, MA 01701 EUA Tel.508.872.8200 Fax.508.935.4015 www.idc.com B O L E T I M I N F O R M A T I V O R e d H a t E n t e r p r i s e L i n u x e m u s o : E m p r e s

Leia mais

Proteção de ambientes Microsoft Hyper-V 3.0 com Arcserve

Proteção de ambientes Microsoft Hyper-V 3.0 com Arcserve Proteção de ambientes Microsoft Hyper-V 3.0 com Arcserve Desafios do cliente Hoje em dia, você enfrenta desafios como acordos de nível de serviço exigentes e limitações de equipe e orçamento. Você procura

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores Conceitos Básicos de Rede Um manual para empresas com até 75 computadores 1 Conceitos Básicos de Rede Conceitos Básicos de Rede... 1 A Função de Uma Rede... 1 Introdução às Redes... 2 Mais Conceitos Básicos

Leia mais

Microsoft Azure. Softmanager Soluções em TI. ModernBiz

Microsoft Azure. Softmanager Soluções em TI. ModernBiz Microsoft Azure Softmanager Soluções em TI ModernBiz Programação ModernBiz: seu caminho para a empresa moderna Visão geral do Microsoft Azure Principais soluções de negócios Hospede seus aplicativos na

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores REPORT 04 e fevereiro de 2013 INFRAESTRUTURA FÍSICA E DATA CENTERS SUMÁRIO Introdução O que são data centers Padrões construtivos para data centers Sistemas a serem considerados na construção de data centers

Leia mais

Suporte de alto nível, equipe atualizada e a qualidade dos equipamentos HP.

Suporte de alto nível, equipe atualizada e a qualidade dos equipamentos HP. Suporte de alto nível, equipe atualizada e a qualidade dos equipamentos HP. Av. Paulo VI, 1.922 Perdizes São Paulo - SP Tel.: (11) 3875.1000 www.mpesolucoes.com.br POR QUE CONTRATAR OS SERVIÇOS DA MPE

Leia mais

Por que os administradores de sistema devem estar atentos ao desempenho de virtualização e armazenamento

Por que os administradores de sistema devem estar atentos ao desempenho de virtualização e armazenamento Por que os administradores de sistema devem estar atentos ao desempenho de virtualização e armazenamento 2013, SolarWinds Worldwide, LLC. Todos os direitos reservados. É importante que os administradores

Leia mais

Estratégia da VMware: O modelo corporativo definido por software e o desafio de simplificar a TI. Anderson Ferreira Bruno Amaral 22 Ago 2014

Estratégia da VMware: O modelo corporativo definido por software e o desafio de simplificar a TI. Anderson Ferreira Bruno Amaral 22 Ago 2014 Estratégia da VMware: O modelo corporativo definido por software e o desafio de simplificar a TI Anderson Ferreira Bruno Amaral 22 Ago 2014 Desafios de TI Arquitetura da VMware Estratégia da VMware Sucesso

Leia mais

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico.

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. TECH DOSSIER Transforme a TI Transforme a empresa Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. Consolidar para conduzir a visibilidade da empresa e a

Leia mais

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 a computação na nuvem está presente em todos os lugares e está crescendo 72% das empresas

Leia mais

Gerenciamento inteligente de dados

Gerenciamento inteligente de dados Gerenciamento inteligente de dados Sanjeet Singh Grupo de produtos de armazenamento de dados da Dell ÍNDICE Índice RESUMO EXECUTIVO... 3 O GERENCIAMENTO DE DADOS DE HOJE... 3 VISÃO DA DELL: IDM... 4 OBJETIVOS

Leia mais

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual?

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? RESUMO DO PARCEIRO: CA VIRTUAL FOUNDATION SUITE Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? O CA Virtual Foundation Suite permite

Leia mais

AMBIENTES DE MISSÃO CRÍTICA ORACLE COM VMAX 3

AMBIENTES DE MISSÃO CRÍTICA ORACLE COM VMAX 3 AMBIENTES DE MISSÃO CRÍTICA ORACLE COM VMAX 3 PRINCÍPIOS BÁSICOS DE MISSÃO CRÍTICA Avançado Armazenamento híbrido com níveis de serviço com desempenho otimizado por flash em escala para cargas de trabalho

Leia mais

Qual servidor é o mais adequado para você?

Qual servidor é o mais adequado para você? Qual servidor é o mais adequado para você? Proteção de dados Tenho medo de perder dados se e o meu computador travar Preciso proteger dados confidenciais Preciso de acesso restrito a dados Acesso a dados

Leia mais

NetMRI. Reduzir riscos e melhorar a eficiência da área de TI através de Configuração de rede automática e Gestão de mudança(s)

NetMRI. Reduzir riscos e melhorar a eficiência da área de TI através de Configuração de rede automática e Gestão de mudança(s) Benefícios para os Negócios Detecte e automatize mudanças de rede, e veja quem mudou o que, quando e onde, e monitore qual o impacto na condição e estabilidade da rede. Reduza as suposições com total descoberta,

Leia mais

Hospedagem Virtualizada

Hospedagem Virtualizada Conheça também Desenvolvimento de sistemas Soluções de Segurança Soluções com o DNA da Administração Pública Há 43 anos no mercado, a Prodesp tem um profundo conhecimento da administração pública e também

Leia mais

Sistema IBM PureApplication

Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistemas de plataforma de aplicativos com conhecimento integrado 2 Sistema IBM PureApplication A TI está vindo para o centro estratégico dos negócios

Leia mais

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade...

Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Continuidade de Negócio de TI O Sucesso da sua empresa também depende disso. Qual é sua necessidade... Reduzir custo de TI; Identificar lentidões no ambiente de TI Identificar problemas de performance

Leia mais

Brochura Como a Hiperconvergência Pode Ajudar a TI

Brochura Como a Hiperconvergência Pode Ajudar a TI Brochura Como a Hiperconvergência Pode Ajudar a TI A próxima onda de virtualização Iniciativas bem intencionadas de TI podem levar a... Brochura Página 2 O que é hiperconvergência? O próximo passo na evolução

Leia mais

FAMÍLIA EMC VPLEX. Disponibilidade contínua e mobilidade de dados nos datacenters e entre eles

FAMÍLIA EMC VPLEX. Disponibilidade contínua e mobilidade de dados nos datacenters e entre eles FAMÍLIA EMC VPLEX Disponibilidade contínua e mobilidade de dados nos datacenters e entre eles GARANTINDO DISPONIBILIDADE CONTÍNUA E MOBILIDADE DE DADOS PARA APLICATIVOS ESSENCIAIS A infraestrutura de armazenamento

Leia mais

Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP

Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP Uma nova visão no Gerenciamento da Aplicação INDICE 1. A Union IT... 3 2. A importância de gerenciar dinamicamente infra-estrutura,

Leia mais

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL 2011 Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL ÍNDICE Evolução de TI... 4 Metodologia... 6 Foco... 8 Conclusão 1: As diferenças entre expectativas e realidade revelam a evolução

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Virtualização de Sistemas Operacionais

Virtualização de Sistemas Operacionais Virtualização de Sistemas Operacionais Felipe Antonio de Sousa 1, Júlio César Pereira 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipeantoniodesousa@gmail.com, juliocesarp@unipar.br Resumo.

Leia mais

Plataformas integradas de computação: Opções de infraestrutura para o datacenter do futuro

Plataformas integradas de computação: Opções de infraestrutura para o datacenter do futuro White paper Plataformas integradas de computação: Opções de infraestrutura para o datacenter do futuro Por Mark Bowker, analista sênior, e Perry Laberis, colaborador sênior de pesquisa Março de 2013 Este

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

CA Protection Suites Proteção Total de Dados

CA Protection Suites Proteção Total de Dados CA Protection Suites Proteção Total de Dados CA. Líder mundial em software para Gestão Integrada de TI. CA Protection Suites Antivírus Anti-spyware Backup Migração de dados Os CA Protection Suites oferecem

Leia mais

Gerenciador de portas de Switch (es)

Gerenciador de portas de Switch (es) Benefícios para os Negócios Controle Automatizado de Acesso a Portas de Switch(es) de Rede e Hosts Finais A capacidade de planejamento ao acompanhar portas livres, em uso e definidas por usuário. Encontre

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

Gerencie a força de trabalho móvel, sem a complexidade e o custo de uma instalação on-premise

Gerencie a força de trabalho móvel, sem a complexidade e o custo de uma instalação on-premise de Soluções SAP SAP Afaria, edição para nuvem Objetivos Gerencie a força de trabalho móvel, sem a complexidade e o custo de uma instalação on-premise 2013 SAP AG ou empresa afiliada da SAP. Investimentos

Leia mais

Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga. Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009

Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga. Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009 Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes de carga Um artigo técnico da Oracle Junho de 2009 Identificação rápida de gargalos Uma forma mais eficiente de realizar testes

Leia mais

CA Network Automation

CA Network Automation FOLHA DE PRODUTOS: CA Network Automation agility made possible CA Network Automation Ajude a reduzir o risco e aprimore a eficiência da TI automatizando o gerenciamento de mudança e da configuração de

Leia mais

White. Paper. Beneficiando se da virtualização de servidores. além da consolidação inicial da carga de trabalho. Junho de 2010

White. Paper. Beneficiando se da virtualização de servidores. além da consolidação inicial da carga de trabalho. Junho de 2010 White Paper Beneficiando se da virtualização de servidores além da consolidação inicial da carga de trabalho Por Mark Bowker Junho de 2010 Este white paper do ESG foi autorizado pela VMware e é distribuído

Leia mais

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Você pode aguardar o número de bilhetes de defeitos e o tempo para encerrar o bilhete e declinar à medida que a tecnologia de

Leia mais

A consolidação de servidores traz uma séria de vantagens, como por exemplo:

A consolidação de servidores traz uma séria de vantagens, como por exemplo: INFRAESTRUTURA Para que as empresas alcancem os seus objetivos de negócio, torna-se cada vez mais preponderante o papel da área de tecnologia da informação (TI). Desempenho e disponibilidade são importantes

Leia mais

transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS

transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS WHITE PAPER Setembro de 2012 transferência da gestão de atendimento para o modelo SaaS Principais problemas e como o CA Nimsoft Service Desk ajuda a solucioná-los agility made possible Índice resumo executivo

Leia mais

Como as organizações estão melhorando a resiliência dos negócios com a disponibilidade contínua de TI

Como as organizações estão melhorando a resiliência dos negócios com a disponibilidade contínua de TI Um Perfil de adoção de tecnologia personalizado encomendado pela EMC Corporation Como as organizações estão melhorando a resiliência dos negócios com a disponibilidade contínua de TI Fevereiro de 2013

Leia mais

PROPOSIÇÃO DE VALOR:

PROPOSIÇÃO DE VALOR: Caro Cliente, Na economia atual, você não pode permitir ineficiências ou sobreprovisionamento de nenhum recurso - recursos inativos custam dinheiro, recursos mal utilizados custam oportunidades. Você precisa

Leia mais

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Cloud Computing (Computação nas Nuvens) 2 Cloud Computing Vocês

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

PESQUISA GLOBAL DAS PMEs ÍNDICE DE CONFIANÇA EM TI RESULTADOS AMÉRICA LATINA

PESQUISA GLOBAL DAS PMEs ÍNDICE DE CONFIANÇA EM TI RESULTADOS AMÉRICA LATINA PESQUISA GLOBAL DAS PMEs ÍNDICE DE CONFIANÇA EM TI RESULTADOS AMÉRICA LATINA 2013 SUMÁRIO 3 4 5 6 8 11 INTRODUÇÃO METODOLOGIA ÍNDICE DE CONFIANÇA DAS PMEs EM TI CARACTERÍSTICAS DAS PMEs TOP-TIER MELHORES

Leia mais

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com SUMÁRIO Introdução... 4 Nuvem pública: quando ela é ideal... 9 Nuvem privada: quando utilizá-la... 12 Alternativas de sistemas

Leia mais

CA Protection Suites. Proteção total dos dados para as pequenas e médias empresas

CA Protection Suites. Proteção total dos dados para as pequenas e médias empresas CA Protection Suites Proteção total dos dados para as pequenas e médias empresas Desafios das SMBs As ameaças crescem em número e gravidade - Spywares e adwares - Vírus, worms, cavalos de Tróia e ataques

Leia mais

Resumo da solução de virtualização

Resumo da solução de virtualização Resumo da solução de virtualização A virtualização de servidores e desktops se tornou muito difundida na maioria das organizações, e não apenas nas maiores. Todos concordam que a virtualização de servidores

Leia mais

Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade?

Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? RESUMO DA SOLUÇÃO CA SERVICE MANAGEMENT - GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Como posso gerenciar melhor os meus ativos de software e reduzir o risco de auditorias de conformidade? O CA Service Management

Leia mais

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor

15/09/2015. Gestão e Governança de TI. Modelo de Governança em TI. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor. A entrega de valor Gestão e Governança de TI Modelo de Governança em TI Prof. Marcel Santos Silva PMI (2013), a gestão de portfólio é: uma coleção de projetos e/ou programas e outros trabalhos que são agrupados para facilitar

Leia mais

Relatório de Pesquisa

Relatório de Pesquisa Relatório de Pesquisa A Vantagem da Virtualização de Mainframe: Como Economizar Milhões de Dólares Utilizando um IBM System z como um Servidor em Nuvem Linux Sumário Executivo Os executivos de TI (Tecnologia

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

VMware vcloud Suite 5.8

VMware vcloud Suite 5.8 VMware vcloud Suite 5.8 Licenciamento, preços e pacotes WHITE PAPER Índice Resumo executivo.... 3 Visão geral de licenciamento do.... 3 Unidade de licenciamento: por processador (CPU).... 3 Sem limites

Leia mais

ARQUITETURA TRADICIONAL

ARQUITETURA TRADICIONAL INTRODUÇÃO Atualmente no universo corporativo, a necessidade constante de gestores de tomar decisões cruciais para os bons negócios das empresas, faz da informação seu bem mais precioso. Nos dias de hoje,

Leia mais

Sistemas IBM Flex & PureFlex

Sistemas IBM Flex & PureFlex Eduardo (Edu) Pacini Líder Plataforma PureFlex Brasil IBM Systems & Technology Group Sistemas IBM Flex & PureFlex A Tecnologia está liderando as mudanças que impactam os negócios 1 Fatores de impacto:

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

Symantec Backup Exec.cloud

Symantec Backup Exec.cloud Proteção automática, contínua e segura que faz o backup dos dados na nuvem ou usando uma abordagem híbrida, combinando backups na nuvem e no local. Data Sheet: Symantec.cloud Somente 2% das PMEs têm confiança

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos As organizações em torno do mundo estão implantando processos e disciplinas formais

Leia mais

Benefícios do Windows Server 2008 R2 Hyper-V para SMB

Benefícios do Windows Server 2008 R2 Hyper-V para SMB Benefícios do Windows Server 2008 R2 Hyper-V para SMB Sumário Introdução... 3 Windows Server 2008 R2 Hyper-V... 3 Live Migration... 3 Volumes compartilhados do Cluster... 3 Modo de Compatibilidade de Processador...

Leia mais

Serviço HP VLS to StoreOnce Modernization

Serviço HP VLS to StoreOnce Modernization Informações técnicas Serviço HP VLS to StoreOnce Modernization HP Technology Consulting O serviço HP VLS (Virtual Library System) to StoreOnce Modernization fornece aos clientes uma maneira rápida de transformar

Leia mais

Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede

Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede Janeiro de 2014 Preparado por: Zeus Kerravala Módulo corporativo do Cisco APIC simplifica as operações de rede por Zeus Kerravala Janeiro

Leia mais

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 FOLHA DO PRODUTO CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 Simplifique e otimize seu DB2 para tarefas de gerenciamento de carga de trabalho

Leia mais

Acelere a sua jornada à nuvem

Acelere a sua jornada à nuvem Boletim técnico Acelere a sua jornada à nuvem Arquitetura de nuvem convergente da HP Índice Uma nova computação para a empresa... 2 Evolua a sua estratégia de TI para incluir serviços da nuvem... 2 A nova

Leia mais

Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos. White Paper

Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos. White Paper Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos White Paper TenStep 2007 Saiba Como Convencer os Executivos Sobre o Valor do Gerenciamento de Projetos Não há nenhuma duvida

Leia mais

Terceirização de RH e o líder de TI SUMÁRIO EXECUTIVO. Sua tecnologia de RH está lhe proporcionando flexibilidade em TI?

Terceirização de RH e o líder de TI SUMÁRIO EXECUTIVO. Sua tecnologia de RH está lhe proporcionando flexibilidade em TI? SUMÁRIO EXECUTIVO Sua tecnologia de RH está lhe proporcionando flexibilidade em TI? EM ASSOCIAÇÃO COM A TERCEIRIZAÇÃO DE RH LIBERA AS EQUIPES DE TI Nove em cada 10 CIOs se preocupam em reter os melhores

Leia mais

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING)

UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) UMA INTRODUÇÃO SIGNIFICATIVA SOBRE COMPUTAÇÃO NAS NUVENS (CLOUD COMPUTING) Thiago Batista de Oliveira¹, Júlio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil thiagoolyveira@gmail.com,juliocesarp@unipar.br

Leia mais

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas BOLETIM INFORMATIVO Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas Oferecido por: HP Gard Little Julho de 2014 Elaina Stergiades OPINIÃO DA IDC Ao planejar a adoção de novas tecnologias

Leia mais

Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica

Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica Soluções CommScope para Data Centers Multi-tenant : Uma vantagem real por parte dos especialistas em infraestrutura crítica Soluções para Data Centers Os data centers multi-tenant estão transformando as

Leia mais

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Um guia para pequenas empresas Conteúdo Seção 1: Introdução ao Modo Windows XP para Windows 7 2 Seção 2: Introdução ao Modo Windows XP 4 Seção 3: Usando

Leia mais